Manual de Operações das Atividades Desportivas

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual de Operações das Atividades Desportivas"

Transcrição

1 [VERSÃO 18 DEZ 2012] Manual de Operações das Atividades Desportivas Proprietário [NOME DO PROPRIETÁRIO] (Assinatura) Diretor Técnico [NOME DO DT] (Assinatura) [DATA]

2 Nota introdutória De acordo com Lei 39/2012, para além do seguro e do regulamento interno, como requisito de funcionamento das instalações desportivas, introduz-se o Manual de operações das atividades desportivas elaborado pelo Diretor Técnico, como documento definidor das condições e padrões a serem mantidos pelo ginásio nas suas instalações, equipamentos e serviços e que tem como objetivo fornecer as principais regras e normas no processo de operação do ginásio. Avaliações físicas Planos de treino individuais Tipologia de aulas de grupo Serviços de água Metodologia de treino para as sessões personalizadas Serviços complementares, etc. Normas de higiene e segurança Regras de utilização dos equipamentos

3 Proposta de Índice Nota introdutória Enquadramento Legal Estrutura Funcional do Serviço Processo Geral do Serviço Aplicação dos Protocolos de receção do cliente (exemplo, Avaliação Física) Aplicação de Protocolos após receção do cliente Caraterização do trabalho desenvolvido nos diferentes tipos de objetivos Normas de higiene - por espaço (caso sejam diferentes) Normas de segurança por espaço (caso sejam diferentes) Regras de utilização dos materiais por espaço (caso sejam diferentes) Outras situações ponto dedicado a situações particulares que resultem dos regulamentos dos espaços... 7

4 1. Enquadramento Legal a. Lei n. 39/2012 de 28 de Agosto i. Artigo 6.º - Funções do DT ii. Artigo 21.º - Manual de operações das atividades desportivas 2. Estrutura Funcional do Serviço [FORMA COMO A ORGANIZAÇÃO ESTÁ ORGANIZADA E ESTRUTURADA ORGANIGRAMA E FUNÇÕES] EXEMPLO: Proprietário Administração Diretor Financeiro Diretor Comercial/RH Diretor Técnico/Serviços Coordenador Sala de Exercício Coordenador Aulas Grupo Coordenador Hidro Manutenção e Limpeza 3. Processo Geral do Serviço [FORMA COMO OS PROCESSOS DE TRABALHO ESTÃO DESENHADOS NO QUE DIZ RESPEITO AO PROCESSO DE ADESÃO DE CLIENTE E ACOMPANHAMENTO ESQUEMA GRÁFICO] EXEMPLO:

5 Cliente Gabinete Técnico Aplicação dos Protocolos Reavaliação Avaliação Cliente Física Acompanhamento Monitorização 4. Aplicação dos Protocolos de receção do cliente (exemplo, Avaliação Física) [BATERIAS DE PROTOCOLOS EFETUADOS] 5. Aplicação de Protocolos após receção do cliente [PROGRAMA DE TREINO ASSOCIADO AO CLIENTE] b. Atividades de trabalho muscular e cardiovascular [DEFINIR QUAIS OS EQUIPAMENTOS PARA TRABALHO MUSCULAR E OBJETIVOS DO PLANO] c. Atividades coletivas [DESCRIÇÃO DE TODOS OS TIPOS DE AULAS DE GRUPO OFERECIDAS DURAÇÃO, TIPO DE TRABALHO, INTENSIDADE, GRAU DE DIFICULDADE, OBJETIVOS, ETC.] EXEMPLO: Aula Descrição Duração Trabalho Muscular Trabalho Aeróbico Alongam entos Intensidade Dificuldade d. Atividades Hidro [DEFINIR TODOS OS PROGRAMAS E AULAS OFERECIDAS] e. Artes Marciais [DEFINIR TODAS AS MODALIDADES OFERECIDAS] f. Outros Protocolos i. Treino Personalizado com Treinador Pessoal (Personal Training)

6 6. Caraterização do trabalho desenvolvido nos diferentes tipos de objetivos Sequência dos exercícios Regras para o Trabalho com Resistências [A COMPLETAR AS TABELAS SEGUINTES DE ACORDO COM METODOLOGIA SELECIONADA] SÉRIES DE 15 / 20 REPETIÇÕES: SÉRIES DE 8 / 12 REPETIÇÕES: SÉRIES DE 1 / 3 REPETIÇÕES: Nº de repetições O que se consegue A que intensidade Quando Variáveis de treino Objetivos Intensidades Repetições Nº de séries Pausa Velocidade de execução Exercícios por sessão Sequência por exercícios Recuperação Força muscular Potência Hipertrofia Resistência

7 Programas de treino: [DESCRIÇÃO DAS ROTINAS DE TREINO] Aumento de massa muscular Emagrecer Tonificar Melhorar a condição física Outros programas, etc. 7. Normas de higiene - por espaço (caso sejam diferentes) 8. Normas de segurança por espaço (caso sejam diferentes) 9. Regras de utilização dos materiais por espaço (caso sejam diferentes) 10. Outras situações ponto dedicado a situações particulares que resultem dos regulamentos dos espaços

DATA DE INíCIO / FIM 16-04-2016 / 17-04-2016. HORARIO Manhã - 9:00 às 13:00 Tarde - 14:00 às 18:00. #Fisioterapeuta, #Desporto/Educação Física

DATA DE INíCIO / FIM 16-04-2016 / 17-04-2016. HORARIO Manhã - 9:00 às 13:00 Tarde - 14:00 às 18:00. #Fisioterapeuta, #Desporto/Educação Física TREINO AVANçADO PARA HIPERTROFIA MUSCULAR (ABR 2016) - PORTO Em Treino Avançado para Hipertrofia Muscular ficará a conhecer todo os processos fisiológicos que envolvem a hipertrofia muscular, bem como

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente - 2015

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente - 2015 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça - SP Eixo Tecnológico: Controle e Processo Industrial Habilitação

Leia mais

Separata BTE, n.º 14, 21/8/2015 SEPARATA. N. o 14 21 agosto 2015

Separata BTE, n.º 14, 21/8/2015 SEPARATA. N. o 14 21 agosto 2015 SEPARATA N. o 14 21 agosto 2015 Propriedade Ministério d Edição Gabinete de Estratégia e Planeamento Direção de Serviços de Apoio Técnico e Documentação ESPECIAL DE FARMACÊUTICO COM VÍNCULO JURÍDICO DE

Leia mais

TENNIS CLUB DA FIGUEIRA DA FOZ Escola de Ténis

TENNIS CLUB DA FIGUEIRA DA FOZ Escola de Ténis De acordo com o art.º 2º dos estatutos deste clube, o Tennis Club da Figueira da Foz tem uma que se rege pelo presente regulamento. 1. A funciona nas instalações do clube, sito na Avenida 25 de Abril,

Leia mais

Regulamento. Escola de Ciclismo CCMC

Regulamento. Escola de Ciclismo CCMC Regulamento Escola de Ciclismo CCMC I Disposições Gerais 1.º Objetivo A de Macedo de Cavaleiros tem como objetivo principal contribuir para a criação de um espaço de lazer e ocupação dos tempos livres

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em Mecânica Qualificação:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2012. Componente Curricular: Desenho Auxiliado por Computador II

Plano de Trabalho Docente 2012. Componente Curricular: Desenho Auxiliado por Computador II Plano de Trabalho Docente 2012 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Ensino Técnico Código: 088 Município:Garça Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico de Nível Médio

Leia mais

EDITAL Nº 85/2015 PROGRAD SELEÇÃO DE MONITORES PIM 2015/1

EDITAL Nº 85/2015 PROGRAD SELEÇÃO DE MONITORES PIM 2015/1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE PROGRAMAS ESPECIAIS EM EDUCAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA Av. NS 15, 109 Norte, sala 219, Bloco IV 77001-090 Palmas/TO

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE GESTÃO DESPORTIVA 1 / 5

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE GESTÃO DESPORTIVA 1 / 5 PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE GESTÃO DESPORTIVA Publicação e actualizações Publicado no Despacho n.º13456/2008, de 14 de Maio, que aprova a versão inicial do Catálogo Nacional de Qualificações. 1 /

Leia mais

PROGRAMA DE FORMAÇÃO 2012-2015

PROGRAMA DE FORMAÇÃO 2012-2015 Sessão de Apresentação PROGRAMA DE FORMAÇÃO 2012-2015 Bruno Avelar Rosa Departamento de Formação 17 de março de 2012 INTRODUÇÃO O Programa de Formação 2012-2015 é um documento que surge integrado no âmbito

Leia mais

Regulamento Interno Academia Pioneiros

Regulamento Interno Academia Pioneiros Regulamento Interno Academia Pioneiros Art.º 1 - Informações Gerais 1. A Academia Pioneiros decorre nas suas próprias instalações, em regime fechado; 2. Cabe à Direção dos Pioneiros de Bragança Futsal

Leia mais

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL DE BEJA REGULAMENTO DO CURSO

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL DE BEJA REGULAMENTO DO CURSO ASSOCIAÇÃO FUTEBOL DE BEJA REGULAMENTO DO CURSO CURSO DE TREINADORES DE FUTEBOL UEFA C /RAÍZES (GRAU I) 2015 2016 1- Organização O curso de treinadores de Futebol UEFA C /RAÍZES (Grau I) - será organizado

Leia mais

2º Ciclo do Ensino Básico 5º e 6º anos

2º Ciclo do Ensino Básico 5º e 6º anos 2º Ciclo do Ensino Básico 5º e 6º anos Modalidades individuais Domínio Psicomotor Situação de prova. Ou Modalidades coletivas Situação de jogo + exercício critério. 50 60 Empenho motor. Conhecimento das

Leia mais

Estes cursos têm a duração de quatro semestres letivos (dois anos) a que correspondem 120 unidades de crédito (ECTS).

Estes cursos têm a duração de quatro semestres letivos (dois anos) a que correspondem 120 unidades de crédito (ECTS). APRESENTAÇÃO Os Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP) são uma nova modalidade de ciclo de estudos, regulada pelo Decreto-lei n.º 43/2014, já disponível no Politécnico de Leiria. Estes cursos

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina

Universidade Estadual de Londrina 2 Anexo I da Resolução nº 92/99 Planejamento de Atividades Individuais do Docente Nome do Docente Departamento Centro Classe Regime de Trabalho Chapa Identificação do Docente Ano: A - Aulas de Graduação

Leia mais

Disciplina: Educação Física abril de 2015

Disciplina: Educação Física abril de 2015 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Disciplina: Educação Física abril de 2015 Prova 2015 2.º Ciclo do Ensino Básico O presente documento divulga informação relativa à prova de equivalência à

Leia mais

I - CRITÉRIOS E INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO

I - CRITÉRIOS E INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO I - CRITÉRIOS E INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO Componentes a Avaliar 1. Domínio Psicomotor 2. Domínio Cognitivo 3. Domínio Sócio-Afetivo 1- REGIME GERAL DE FREQUÊNCIA Alíneas % % % Execução e aplicação dos

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em Mecânica

Leia mais

Informação - Prova de Equivalência à Frequência

Informação - Prova de Equivalência à Frequência Informação - Prova de Equivalência à Frequência Prova de Equivalência à Frequência de EDUCAÇÃO FÍSICA Código: 28 Ano de escolaridade: 6º ano (Decreto Lei n.º 139/2012, de 5 de julho e Despacho Normativo

Leia mais

Personal Training. Guia de Curso. Nível III

Personal Training. Guia de Curso. Nível III Guia de Curso Personal Training Nível III Centro Estudos Fitness T.217 901 600 F.217 901 609 Índice Apresentação CEF...... 3 Cursos Nível III:... 3 Personal Training... 3 Publico Alvo... 3 Modalidade de

Leia mais

As informações sobre o exame apresentadas neste documento não dispensam a consulta do Programa da disciplina.

As informações sobre o exame apresentadas neste documento não dispensam a consulta do Programa da disciplina. Prova de Equivalência à Frequência de Educação Física Informação - Prova Data: 16-05-2014 Prova 311/2014 Ensino Secundário Cursos Científico-Humanísticos Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho As informações

Leia mais

Protocolo. Faculdades do Corpo Fitness Center. Ordem dos Advogados. Coimbra

Protocolo. Faculdades do Corpo Fitness Center. Ordem dos Advogados. Coimbra Protocolo Faculdades do Corpo Fitness Center E Ordem dos Advogados Coimbra 2009 Protocolo ARTICULADO O Ginásio Faculdades do Corpo Fitness Center, adiante designado por 1º outorgante, devidamente representada

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Etec Ensino Técnico Etec: Dr. Francisco Nogueira de Lima Código: 059 Município: Casa Branca Eixo Tecnológico: Ambiente, Saúde e Segurança Habilitação Profissional: Técnica

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETC: Rodrigues de Abreu Código: 135 Município: Bauru Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico em Enfermagem.

Leia mais

A classificação do exame corresponde à média aritmética simples, arredondada às unidades, das classificações das duas provas (escrita e prática).

A classificação do exame corresponde à média aritmética simples, arredondada às unidades, das classificações das duas provas (escrita e prática). INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Nº 2/2015 EDUCAÇÃO FÍSICA Abril de 2015 Prova 28 2015 2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) O presente documento divulga as

Leia mais

FICHA DE CANDIDATURA AO PROGRAMA 2

FICHA DE CANDIDATURA AO PROGRAMA 2 A p o i o à A c ç ã o D e s p o r t i v a n o C o n c e l h o d e C o r u c h e Designação: Programa de Apoio a Infra- Estruturas FICHA DE CANDIDATURA AO PROGRAMA 2 Tipologia das Acções No âmbito desta

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos - SP Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em Mecânica

Leia mais

MAPA DE PESSOAL / ANO DE 2012

MAPA DE PESSOAL / ANO DE 2012 MUNICÍPIO DE CARRAZEDA DE ANSIÃES MAPA DE PESSOAL / ANO DE 202 Atribuições / a criar Artigo º do Decreto-lei n.º 93/200, de 20 de Abril Director de Departamento 2 (a) Artigo º do Decreto-lei n.º 93/200,

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 137/2014-CONSET/SEHLA/G/UNICENTRO, DE 9 DE SETEMBRO DE 2014. Aprova o Regulamento do Laboratório de História Ambiental e Gênero, do Departamento de História, Campus Santa Cruz, Unidade Universitária

Leia mais

Versão 1.00. Regulamento de ESTÁGIOS. Basquetebol. Graus I/II

Versão 1.00. Regulamento de ESTÁGIOS. Basquetebol. Graus I/II Versão 1.00 Regulamento de ESTÁGIOS Basquetebol Graus I/II Versão 1.00 Regulamento de ESTÁGIOS Basquetebol Graus I/II Edição: Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P. Conteúdos: Federação Portuguesa

Leia mais

O Ginásio Topázio é um espaço de actividade física que existe desde Fevereiro de 2006, localizado em Alfornelos, no Concelho da Amadora.

O Ginásio Topázio é um espaço de actividade física que existe desde Fevereiro de 2006, localizado em Alfornelos, no Concelho da Amadora. O Ginásio Topázio é um espaço de actividade física que existe desde Fevereiro de 2006, localizado em Alfornelos, no Concelho da Amadora. Conta na sua equipa com um conjunto de profissionais habilitados

Leia mais

Escola Secundária da Ramada. Plano Plurianual de Atividades. Pro Qualitate (Pela Qualidade)

Escola Secundária da Ramada. Plano Plurianual de Atividades. Pro Qualitate (Pela Qualidade) Escola Secundária da Ramada Plano Plurianual de Atividades Pro Qualitate (Pela Qualidade) 2014 A Escola está ao serviço de um Projeto de aprendizagem (Nóvoa, 2006). ii ÍNDICE GERAL Pág. Introdução 1 Dimensões

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A APLICAÇÃO DAS NOVAS MEDIDAS EDUCATIVAS DO REGIME EDUCATIVO ESPECIAL

ORIENTAÇÕES PARA A APLICAÇÃO DAS NOVAS MEDIDAS EDUCATIVAS DO REGIME EDUCATIVO ESPECIAL ORIENTAÇÕES PARA A APLICAÇÃO DAS NOVAS MEDIDAS EDUCATIVAS DO REGIME EDUCATIVO ESPECIAL REGULAMENTO DE GESTÃO ADMINISTRATIVA E PEDAGÓGICA DE ALUNOS (PORTARIA 60/2012, de 29 de maio) Direção Regional da

Leia mais

CAPÍTULO VIII APROVEITAMENTO DE BENS DESTINADOS A UTILIZAÇÃO DO PÚBLICO

CAPÍTULO VIII APROVEITAMENTO DE BENS DESTINADOS A UTILIZAÇÃO DO PÚBLICO TABELA DE TAXAS E LICENÇAS CAPÍTULO VIII APROVEITAMENTO DE BENS DESTINADOS A UTILIZAÇÃO DO PÚBLICO Utilização das instalações do complexo municipal de piscinas de Santa Marta de Penaguião (Art. 5º do Regulamento

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 60-GR/UNICENTRO, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2012. ESTA RESOLUÇÃO ESTÁ RATIFICADA PELA RESOLUÇÃO Nº 7/2013- CEPE/UNICENTRO. Aprova, ad referendum do CEPE, o Curso de Especialização em Educação a

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2012. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2012. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2012 Ensino Técnico ETEC: Monsenhor Antonio Magliano Código: 088 Município: Garça - SP Eixo Tecnológico: Indústria Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015 Ensino Técnico Código: ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: : Proteção e Prevenção Componente Curricular: : HST HIGIENE E SEGURANÇA

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico ETEC Paulino Botelho Código: 091.01 Município: São Carlos (SP) Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional Técnica de Nível Médio de Auxiliar

Leia mais

EDITAL Nº 016/2013 DG/IF SUDESTE MG

EDITAL Nº 016/2013 DG/IF SUDESTE MG EDITAL Nº 016/2013 DG/IF SUDESTE MG Dispõe sobre o Processo de Seleção para os encargos de Apoio Acadêmico e Administrativo e para formação de cadastro reserva para atuarem no Programa Bolsa-formação do

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Eixo Tecnológico: Indústria Habilitação Profissional: Técnico em Mecânica Qualificação: Assistente

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS 2012 FORMAÇÃO DE TREINADORES FEDERAÇÃO PORTUGUESA DO PENTATLO MODERNO

PLANO DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS 2012 FORMAÇÃO DE TREINADORES FEDERAÇÃO PORTUGUESA DO PENTATLO MODERNO 1 PLANO DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS 2012 FORMAÇÃO DE TREINADORES FEDERAÇÃO PORTUGUESA DO PENTATLO MODERNO 2 1. Introdução O processo de adaptação e ajustamento ao PNFT entra em 2012 na sua fase terminal

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico. Professor: André /

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico. Professor: André / PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015 Ensino Técnico Código: 262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Componente Curricular: Aplicativos Informatizados Eixo Tecnológico: Ambiente Saúde e

Leia mais

CEF Periodização e Sistemas de Treino

CEF Periodização e Sistemas de Treino CEF Periodização e Sistemas de Treino João Pedro Ramos, CPT, PES National Academy of Sports Medicine Certified Personal Trainer Performance Enhancement Specialist Periodização TF Sistemas de TF 1 PLANO

Leia mais

PROJETO DE DESPORTO SÉNIOR PROGRAMA CONTINUAR

PROJETO DE DESPORTO SÉNIOR PROGRAMA CONTINUAR PROJETO DE DESPORTO SÉNIOR PROGRAMA CONTINUAR PROGRAMA CONTINUAR MISSÃO Melhoria da qualidade de vida da população sénior. Sensibilização para os benefícios da prática da atividade física. Contributo para

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DOS GESTORES E TÉCNICOS DOS RECURSOS HUMANOS

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DOS GESTORES E TÉCNICOS DOS RECURSOS HUMANOS Protocolo Corporate ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DOS GESTORES E TÉCNICOS DOS RECURSOS HUMANOS Protocolo Corporate APG (Associados Colectivos, Associados Individuais, Colaboradores e Familiares) O protocolo pressupõe

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS - DEX UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS - UFLA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS - DEX UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS - UFLA 1 REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS - DEX UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS - UFLA CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Em consonância

Leia mais

GUIA DE FUNCIONAMENTO DA UNIDADE CURRICULAR

GUIA DE FUNCIONAMENTO DA UNIDADE CURRICULAR Curso ENGENHARIA CIVIL Ano letivo 2011-2012 Unidade Curricular INSTALAÇÕES DE EDIFÍCIOS ECTS 5 Regime Obrigatório Ano 2º Semestre 2º Semestre Horas de trabalho globais Docente(s) José António Furtado Figueiredo

Leia mais

EDITAL. 3. Grau que confere Mestre. 4. Destinatários. Página 1 de 6

EDITAL. 3. Grau que confere Mestre. 4. Destinatários. Página 1 de 6 EDITAL Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa do Instituto Politécnico de Lisboa Mestrado em Segurança e Higiene no Trabalho - Regime Especial 4.ª Edição Ano Letivo 2013/2014 A Escola Superior

Leia mais

Regulamento Municipal de Apoio ao Associativismo Desportivo

Regulamento Municipal de Apoio ao Associativismo Desportivo Regulamento Municipal de Apoio ao Associativismo Desportivo Exposição dos Motivos Do conjunto das atribuições que estão confiadas aos Municípios destacam-se as intervenções nas áreas de tempos livres e

Leia mais

METODOLOGIA DO TREINO

METODOLOGIA DO TREINO faculdade de motricidade humana unidade orgânica de ciências do desporto METODOLOGIA DO TREINO Objectivos 1. dominar os conceitos fundamentais em treino desportivo. 2. conhecer os diversos factores do

Leia mais

Historial. A cadeia SOLINCA Health & Fitness Club conta já com 7 unidades em funcionamento, com representatividade em todo o país.

Historial. A cadeia SOLINCA Health & Fitness Club conta já com 7 unidades em funcionamento, com representatividade em todo o país. Índice Historial Moradas Posicionamento O Sócio Programas de treino Modalidades Outras modalidades Saúde e Beleza Outros serviços Perfil de inscrições Condições Convite Contactos 3 4 5 6 7 9 11 12 14 15

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico 1º Semestre

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico 1º Semestre Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico 1º Semestre ETEC Dr. Júlio Cardoso Código: : 078 Município: Franca Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em

Leia mais

informatização nos processos de loteamentos

informatização nos processos de loteamentos Tema: Registro de Imóveis Procedimentos e informatização nos processos de loteamentos Palestrante: Flauzilino Araújo dos Santos 1º Oficial de Registro de Imóveis em São Paulo e Presidente da Arisp CENTRAL

Leia mais

LISTA DE MATERIAL 1º ANO 2012. 1 estojo com 2 (dois) lápis pretos; 1 (uma) borracha, 1 (um) apontador, lápis de cor e uma régua de

LISTA DE MATERIAL 1º ANO 2012. 1 estojo com 2 (dois) lápis pretos; 1 (uma) borracha, 1 (um) apontador, lápis de cor e uma régua de LISTA DE MATERIAL 1º ANO 2012 1 pasta com elástico Inglês 1 estojo com 2 (dois) lápis pretos; 1 (uma) borracha, 1 (um) apontador, lápis de cor e uma régua de 15 cm 1 caderno de desenho grande (espiral

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015

Plano de Trabalho Docente 2015 Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico ETEC MONSENHOR ANTONIO MAGLIANO Código: 088 Município: GARÇA / SP Eixo tecnológico: Industria Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico em

Leia mais

PISCINAS MUNICIPAIS QUINTA DAS DROGAS (4 A 15 DE JULHO) ATIVIDADE 2ª e 6ª 3ª e 5ª 4ª e 6ª

PISCINAS MUNICIPAIS QUINTA DAS DROGAS (4 A 15 DE JULHO) ATIVIDADE 2ª e 6ª 3ª e 5ª 4ª e 6ª PISCINAS MUNICIPAIS QUINTA DAS DROGAS (4 A 15 DE JULHO) ATIVIDADE 2ª e 6ª 3ª e 5ª 4ª e 6ª AMA 1 7-14 AMA 2 7-14 HIDRO 12h45 CORAÇÃO SAUDÁVEL 12h00 16h30 HIDRO SÉNIOR 11h15 16h30 CORREÇÃO POSTURAL NATAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DE CEDÊNCIA DE INSTALAÇÕES ESCOLARES

REGULAMENTO DE CEDÊNCIA DE INSTALAÇÕES ESCOLARES REGULAMENTO DE CEDÊNCIA DE INSTALAÇÕES ESCOLARES O Agrupamento de Escolas de Torrão dispõe de várias salas e outras estruturas de apoio integrado, que são utilizadas, nomeadamente para aulas e outras atividades

Leia mais

PROJETO COLÉGIO NA ACADEMIA

PROJETO COLÉGIO NA ACADEMIA PROJETO COLÉGIO NA ACADEMIA Este projeto tem como objetivo mostrar para os alunos de forma teórica e pratica a importância de fazer exercícios físicos e que na academia se tem grande variedade de atividades

Leia mais

REGULAMENTO DO PAVILHÃO DE DESPORTOS 1 I DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DO PAVILHÃO DE DESPORTOS 1 I DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO DO PAVILHÃO DE DESPORTOS 1 I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º - O Pavilhão de Desportos é propriedade da Câmara Municipal de Vila do Conde e tem como finalidade a prestação de serviços à população

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em Mecânica

Leia mais

Federação de Ginástica de Portugal 3º Curso de Treinadores de GRAU I (nº 3/I/2015)

Federação de Ginástica de Portugal 3º Curso de Treinadores de GRAU I (nº 3/I/2015) Federação de Ginástica de Portugal 3º Curso de Treinadores de GRAU I (nº 3/I/2015) Todas as disciplinas Formação Geral (41h) e Formação Específica (59h) 1. Componente Geral Regulamento de Participação

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em Mecânica

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DE BASE DE RECRUTAMENTO

CONSTITUIÇÃO DE BASE DE RECRUTAMENTO CONSTITUIÇÃO DE BASE DE RECRUTAMENTO Anúncio para convite à apresentação de currículos para constituição de uma base de recrutamento 1 com vista à contratação de monitores de investigação a tempo parcial,

Leia mais

Planificação do treino de velocistas (100 e 200 m)

Planificação do treino de velocistas (100 e 200 m) Planificação do treino de velocistas (100 e 200 m) NOTA: Nos treinos de ginásio faz-se sempre pliometria de caixas e no aquecimento estão incluídos exercícios de pliometria básicos. Preparação Específica

Leia mais

Novembro de 2008 ISBN: 978-972-614-430-4. Desenho gráfico: WM Imagem Impressão: Editorial do Ministério da Educação Tiragem: 5 000 exemplares

Novembro de 2008 ISBN: 978-972-614-430-4. Desenho gráfico: WM Imagem Impressão: Editorial do Ministério da Educação Tiragem: 5 000 exemplares Título: Educação em Números - Portugal 2008 Autoria: Gabinete de Estatística e Planeamento da Educação (GEPE)/Ministério da Educação Edição: Gabinete de Estatística e Planeamento da Educação (GEPE)/Ministério

Leia mais

CURSO DE TREINADORES DE FUTEBOL UEFA C RAIZES / GRAU I REGULAMENTO

CURSO DE TREINADORES DE FUTEBOL UEFA C RAIZES / GRAU I REGULAMENTO CURSO DE TREINADORES UEFA C RAIZES / GRAU I 1. ORGANIZAÇÃO REGULAMENTO A Associação de Futebol da Madeira candidata-se à organização de um CURSO DE TREINADORES UEFA C RAIZES / GRAU I, de acordo com o Serviço

Leia mais

LEGISLAÇÃO E DOCUMENTOS NORMATIVOS ESPECÍFICOS DE ACORDO COM A NATUREZA JURÍDICA DAS ENTIDADES ESTABELECIMENTOS E SERVIÇOS INTEGRADOS

LEGISLAÇÃO E DOCUMENTOS NORMATIVOS ESPECÍFICOS DE ACORDO COM A NATUREZA JURÍDICA DAS ENTIDADES ESTABELECIMENTOS E SERVIÇOS INTEGRADOS LEGISLAÇÃO E DOCUMENTOS NORMATIVOS ESPECÍFICOS DE ACORDO COM A NATUREZA JURÍDICA DAS ENTIDADES ESTABELECIMENTOS E SERVIÇOS INTEGRADOS Portaria n.º 355/97, de 28 de Maio Aprova o modelo do livro de reclamações

Leia mais

EDUCAÇÃO ESPECIAL. Decreto-Lei n.º 3/2008, de 7 de janeiro

EDUCAÇÃO ESPECIAL. Decreto-Lei n.º 3/2008, de 7 de janeiro EDUCAÇÃO ESPECIAL Decreto-Lei n.º 3/2008, de 7 de janeiro GRUPO ALVO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL Alunos que apresentam limitações graves ao nível da Actividade e Participação, decorrentes de Execução de uma ação

Leia mais

Áreas Específicas CEF Secundário 3º Ciclo e Cursos Profissionais. Atividades Físicas e Desportivas 50% 60% 50% Conhecimentos 10% 20% 20%

Áreas Específicas CEF Secundário 3º Ciclo e Cursos Profissionais. Atividades Físicas e Desportivas 50% 60% 50% Conhecimentos 10% 20% 20% Critérios de Avaliação Educação Física e 1. Ponderação da Avaliação A avaliação em Educação Física é composta por três Áreas Especificas. Áreas Específicas CEF e Cursos Profissionais Atividades Físicas

Leia mais

REGULAMENTO DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO DESPORTIVO

REGULAMENTO DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO DESPORTIVO REGULAMENTO DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO DESPORTIVO Capitulo I - Generalidades Artigo 1º Definição O Regulamento de Apoio ao Associativismo Desportivo, define os Programas, Tipos de apoio e critérios,

Leia mais

GABINETE DE SAÚDE E CONDIÇÃO FÍSICA

GABINETE DE SAÚDE E CONDIÇÃO FÍSICA GABINETE DE SAÚDE E CONDIÇÃO FÍSICA 1 O problema do sedentarismo não reside nos jovens, mas sim nos diferentes sistemas e subsistemas que enquadram a sua formação e desenvolvimento e influenciam a família.

Leia mais

Preparação física no Futebol? Uma abordagem sistémica - complexa do Jogo

Preparação física no Futebol? Uma abordagem sistémica - complexa do Jogo Preparação física no Futebol? Uma abordagem sistémica - complexa do Jogo Licenciado em Ciências do Desporto (FMH); Treinador de Futebol há 15 anos; Pós-Graduação em Treino de Alto Rendimento; Especialização

Leia mais

Versão 1.00. Referenciais de FORMAÇÃO. Natação. Grau

Versão 1.00. Referenciais de FORMAÇÃO. Natação. Grau Versão 1.00 Referenciais de FORMAÇÃO Natação Grau I Versão 1.00 Referenciais de FORMAÇÃO Natação Grau I Edição: Conteúdos: Data: Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P. Federação Portuguesa de

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC MONSENHOR ANTONIO MAGLIANO Código: 088 Município: Garça Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico de Nível

Leia mais

Mapa de Pessoal Ano de 2016 ( Art.º 29º do anexo à Lei nº 35/2014, de 20 de junho )

Mapa de Pessoal Ano de 2016 ( Art.º 29º do anexo à Lei nº 35/2014, de 20 de junho ) Mapa de Pessoal Ano de 2016 ( Art.º 29º do anexo à Lei nº 35/2014, de 20 de junho ) Atribuições/Competências/Actividades Chefe de Divisão Superior Especialista de Informática de Informática Coordenador

Leia mais

Índice: 1) Identificação.Pág.2. 2) Descrição geral, justificação e funcionamento Pág.2. 3) Objectivos..Pág.5. 4) Duração do programa...pág.

Índice: 1) Identificação.Pág.2. 2) Descrição geral, justificação e funcionamento Pág.2. 3) Objectivos..Pág.5. 4) Duração do programa...pág. Índice: 1) Identificação.Pág.2 2) Descrição geral, justificação e funcionamento Pág.2 3) Objectivos..Pág.5 4) Duração do programa...pág.8 5) Público-alvo..Pág.8 6) Recursos Pág.10 7) Construção, obras

Leia mais

Gestão de Complexos Desportivos

Gestão de Complexos Desportivos Gestão de Instalações Desportivas Gestão de Complexos Desportivos Módulo 5 Curso profissional de técnico(a) de L/O/G/O apoio à gestão desportiva ÍNDICE 1. Complexos desportivos 1.1. Definição 1.2. Tipologias

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013

Plano de Trabalho Docente 2013 Administração Central Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC DR FRANCISCO NOGUEIRA DE LIMA Código: 059 Município: CASA BRANCA - SP Eixo Tecnológico:SAÚDE, AMBIENTE E SEGURANÇA Habilitação Profissional:

Leia mais

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM JESUS DA SERRA GABINETE DO PREFEITO CNPJ: 16.418.709/0001-41 LEI COMPLEMENTAR Nº 002/2014

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM JESUS DA SERRA GABINETE DO PREFEITO CNPJ: 16.418.709/0001-41 LEI COMPLEMENTAR Nº 002/2014 5 LEI COMPLEMENTAR Nº 002/2014 Dispõe sobre a criação de cargos na estrutura administrativa do Município e dá outras providências. O Prefeito Municipal de Bom Jesus da Serra, Bahia, USANDO das atribuições

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec: PROFª NAIR LUCCAS RIBEIRO Código: 156 Município: TEODORO SAMPAIO Área de conhecimento: Área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE MONTEMOR-O-VELHO. Regulamento da Utilização do Centro de Alto Rendimento (CAR) NOTA JUSTIFICATIVA

CÂMARA MUNICIPAL DE MONTEMOR-O-VELHO. Regulamento da Utilização do Centro de Alto Rendimento (CAR) NOTA JUSTIFICATIVA Regulamento da Utilização do Centro de Alto Rendimento (CAR) NOTA JUSTIFICATIVA O Desporto de Alto Rendimento reveste-se de especial interesse público na medida em que constitui um importante fator de

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: DR JOSÉ LUIZ VIANA COUTINHO Código: 073 Município: JALES Eixo Tecnológico: GESTÃO E NEGÓCIOS Habilitação Profissional: Habilitação Profissional

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico 1º semestre

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico 1º semestre Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico 1º semestre ETEC Dr. Júlio Cardoso Código: 078 Município: Franca/SP Eixo Tecnológico: Controle

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DAS PROVAS TEÓRICO-PRÁTICAS MATÉRIA - PROJETO DE DECORAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DAS PROVAS TEÓRICO-PRÁTICAS MATÉRIA - PROJETO DE DECORAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ESCOLA DE BELAS ARTES CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTE DO MAGISTÉRIO SUPERIOR CAMPI DE SALVADOR - EDITAL Nº 03/2011 DEPARTAMENTO I - HISTORIA DA ARTE E PINTURA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico 1º Semestre

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico 1º Semestre Plano de Trabalho Docente 2015 Etec Ensino Técnico 1º Semestre ETEC Dr. Júlio Cardoso Código: 078 Município: Franca Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional de: Técnico

Leia mais

REGULAMENTO DA FORMAÇÃO NÃO GRADUADA SECÇÃO I COORDENADOR DE CURSO. Artigo 1.º Coordenador de Curso

REGULAMENTO DA FORMAÇÃO NÃO GRADUADA SECÇÃO I COORDENADOR DE CURSO. Artigo 1.º Coordenador de Curso REGULAMENTO DA FORMAÇÃO NÃO GRADUADA SECÇÃO I COORDENADOR DE CURSO Artigo 1.º Coordenador de Curso 1. A coordenação pedagógica e científica de um curso de formação não graduada cabe, em regra, a um docente

Leia mais

MANUAL DO PROGRAMA DE ESTAGIO SUPERVISIONADO CAMPUS COLINAS DO TOCANTINS-TO

MANUAL DO PROGRAMA DE ESTAGIO SUPERVISIONADO CAMPUS COLINAS DO TOCANTINS-TO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA COORDENAÇÃO DE INTERAÇÃO SERVIÇO ESCOLA-EMPRESA MANUAL DO PROGRAMA DE ESTAGIO SUPERVISIONADO CAMPUS COLINAS DO TOCANTINS-TO COLINAS

Leia mais

PROGRAMA TAG RUGBY NAS ESCOLAS 2015 2016

PROGRAMA TAG RUGBY NAS ESCOLAS 2015 2016 PROGRAMA TAG RUGBY NAS ESCOLAS 2015 2016 2. RUGBY NAS ESCOLAS 2.1. Objectivos Introdução do Rugby através do Tag Rugby como matéria alternativa na Educação Física (2º/3º Ciclo); Criação de núcleos de Desporto

Leia mais

MUNICÍPIO DE ALCOCHETE CÂMARA MUNICIPAL REGULAMENTO DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO

MUNICÍPIO DE ALCOCHETE CÂMARA MUNICIPAL REGULAMENTO DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO MUNICÍPIO DE ALCOCHETE CÂMARA MUNICIPAL REGULAMENTO DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO Introdução 1. As Autarquias locais desempenharam ao longo dos últimos anos um papel insubstituível no desenvolvimento

Leia mais

DIRETRIZES PARA CRIAÇÃO DE DEPARTAMENTOS ACADÊMICOS DA UTFPR

DIRETRIZES PARA CRIAÇÃO DE DEPARTAMENTOS ACADÊMICOS DA UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Reitoria Conselho de Graduação e Educação Profissional DIRETRIZES PARA CRIAÇÃO DE DEPARTAMENTOS ACADÊMICOS DA UTFPR APROVADO PELA RESOLUÇÃO

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SESC/TO, EDITAL Nº 21/2015.

PROCESSO SELETIVO SESC/TO, EDITAL Nº 21/2015. PROCESSO SELETIVO SESC/TO, EDITAL Nº 21/2015. O SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO/SESC ADMINISTRAÇÃO REGIONAL NO TOCANTINS, entidade de direito privado sem fins lucrativos, por meio da Coordenadoria de Recrutamento,

Leia mais

REGULAMENTO DE ALTA COMPETIÇÃO

REGULAMENTO DE ALTA COMPETIÇÃO REGULAMENTO DE ALTA COMPETIÇÃO ÍNDICE 1. Nota Introdutória... 2 2. Classificação dos Praticantes em Regime de Alta Competição... 3 (Portaria nº947/95 de 1 de Agosto) 3. Níveis de Qualificação... 5 4. Critérios

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Habilitação Profissional: Técnico em Desenho de Construção Civil

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Habilitação Profissional: Técnico em Desenho de Construção Civil Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC MASSUYUKI KAWANO Código: 9136 Município: Tupã - SP Eixo Tecnológico: Construção Civil Habilitação Profissional: Técnico em Desenho de Construção Civil

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DE BASE DE RECRUTAMENTO

CONSTITUIÇÃO DE BASE DE RECRUTAMENTO CONSTITUIÇÃO DE BASE DE RECRUTAMENTO Anúncio para convite à apresentação de currículos para constituição de uma base de recrutamento 1 com vista à contratação de monitores de investigação a tempo parcial,

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2013

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2013 Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plano de Trabalho Docente 23 Etec de Nova Odessa Código: 234 Município: Nova Odessa

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO ANO LETIVO 2015/2016. Disciplinas: Português Ano Letivo 2015/2016

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO ANO LETIVO 2015/2016. Disciplinas: Português Ano Letivo 2015/2016 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS Disciplinas: Português Ano Letivo 2015/2016 Portfólios Produção de textos Fazer Relatórios CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS E

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL - N.º 084/2015

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL - N.º 084/2015 PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL - N.º 084/2015 O Professor Miguel Archanjo de Freitas Júnior, Pró-Reitor de Graduação da Universidade Estadual de Ponta Grossa, no uso de suas atribuições, tendo em vista

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho / Extensão E.E. Arlindo Bittencourt Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional:

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº 2 DE BEJA Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Grupo 550 Informática Ano Lectivo 2015/16 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO A avaliação é uma componente essencial do processo

Leia mais