28 de Agosto de Destaques

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "28 de Agosto de 2002. Destaques"

Transcrição

1 Famine Early Warning Systems Network 28 de Agosto de 2002 Destaques Uma avaliação rápida de necessidades alimentares foi levada a cabo de 22 de Julho a 11 de Agosto de 2002 por equipas do PMA, FEWS NET, Ministério da Agricultura (MADER) e o Instituto Nacional de Gestão de Calamidades Naturais (INGC). Os resultados finais serão tornados públicos no fim de Agosto, contudo a análise preliminar mostra um ligeiro aumento no número total de pessoas que necessitam de ajuda alimentar. De modo geral, espera-se que o número de pessoas que necessitam de ajuda de emergência seja reduzido em Manica, Tete, Inhambane e Gaza, enquanto que as necessidades estimadas poderão subir em Sofala e Zambézia com a inclusão de vários novos distritos. Na Província de Nampula em geral, a equipa não constatou nenhuma necessidade de ajuda alimentar nos distritos costeiros apesar dos efeitos da doença das mandioqueiras. A mandioca é um dos produtos básicos na região e a produção baixou consideravelmente, mas as famílias têm outras fontes alimentares e de rendimento (incluindo a pesca) as quais são adequadas para satisfazer as necessidades alimentares mínimas bem como outras que não sejam alimentares. É necessária acção urgente para multiplicar e transportar variedades resistentes à doença para os camponeses. Os preços de milho a retalho caíram ligeiramente nos meados de Agosto em Maputo, devido a um aumento de oferta em vários mercados domésticos. Os preços continuaram a subir gradualmente na Beira. Os preços são mais altos do que o normal nesta altura do ano, e espera-se que continuem a subir ao longo do ano. A taxa e a dimensão do aumento serão determinantes chave da segurança alimentar nos próximos meses. A probabilidade do fenómeno El Niño subiu para mais de 95%, tornando virtualmente certo que as condições irão persistir até ao fim de 2002 e princípios de Os especialistas do clima farão a previsão de impactos potenciais deste El Niño sobre Moçambique e sobre o resto da região Austral de África no Fórum da Perspectiva Climática na África Austral Southern Africa Climate Outlook Forum nos princípios de Setembro. As previsões sazonais iniciais preparadas pelo Instituto Internacional de Investigação da Previsão Climática International Research Institute for Climate Prediction (IRI) indicam uma probabilidade de aumento ligeiro de condições de seca na região sul de Moçambique, com um aumento ligeiro de probabilidade de mais precipitação acima do normal no Vale do Zambeze. Este boletim é produzido pela FEWS NET em colaboração com os seus parceiros, incluindo o Departamento de Aviso Prévio (DAP), o Sistema de Informação sobre Mercados Agrícolas (SIMA) do Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural (MADER), o Instituto Nacional de Meteorologia (INAM), e o Programa Mundial da Alimentação (WFP). A Famine Early Warning System Network (FEWS NET) é financiada pela USAID e gerida pela Chemonics International, Inc. FEWS NET Moçambique Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural Direcção Nacional da Agricultura C.P Maputo, Moçambique Telefone: (258-1) / Fac-símile: (258-1) /

2 Avaliação Rápida de Ajuda Alimentar de Emergência Concluída Quatro equipas compostas por quadros técnicos do PMA, FEWS NET, Ministério da Agricultura (MADER), e do Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC) levou a cabo uma avaliação rápida de necessidades de ajuda alimentar de emergência de 22 de Julho a 11 de Agosto de As equipas trabalharam em muitos distritos afectados pela seca, conforme identificados na Missão de Avaliação de Culturas e Ajuda Alimentar da FAO e do PMA, realizada em Abril- Maio deste ano. As equipas visitaram Manica, Tete, Sofala, Zambézia e Inhambane, e actualizaram o trabalho de campo anterior em Gaza. Uma equipa visitou igualmente a Província de Nampula a fim de avaliar o impacto da doença das mandioqueiras na segurança alimenta das famílias. Para as províncias que não foram cobertas pelas equipas (Maputo, Cabo Delgado, Niassa e Gaza), foi desenvolvido um questionário e enviado para as direcções distritais de Agricultura e Desenvolvimento Rural. Na recolha e análise de dados foi usada a abordagem de economias alimentares nas províncias de Tete, Manica e Nampula. Avaliações de Base levadas a cabo anteriormente na província de Gaza e em partes da província de Inhambane foram usadas para projectar necessidades para o ano em curso nestas áreas. Foram utilizadas técnicas mais rápidas nas províncias de Sofala e Zambézia. O relatório final será publicado nos fins de Agosto. As conclusões preliminares e números apresentados aqui poderão mudar durante a análise final da informação. Resultados Preliminares da Missão Na Província de Nampula, a equipa constatou que em geral não há necessidade de ajuda alimentar nos distritos costeiros os quais foram afectados pela doença das mandioqueiras. A mandioca é o principal produto alimentar básico na região e a sua produção foi largamente reduzida, contudo as famílias possuem outras fontes de alimento e de rendimento (incluindo a pesca) as quais são adequadas para satisfazer as suas necessidades mínimas alimentares e não alimentares. Entretanto, a equipa constatou, que existe uma sub-zona dentro do distrito de Memba onde é necessária ajuda alimentar. Nesta sub-zona as famílias estão a enfrentar problemas de acesso á terra porque uma empresa de caju possui vastas áreas de terra fértil na zona. Aliado aos problemas do ano em curso de seca e doença das mandioqueiras, a equipa estimou que as famílias pobres e médias nesta área estão a enfrentar um défice alimentar de aproximadamente 5 meses (de Setembro até Fevereiro). Outra característica das pessoas desta sub-zona é que elas não pescam, á semelhança doutros grupos populacionais das zonas costeiras da Província de Nampula. Na Província de Manica, as áreas mais afectadas continuam a ser partes dos distritos de Guro, Machaze, Macossa e Tambara. Embora as famílias tenham acesso considerável a recursos monetários no Interior semi-árido da província de Manica, parece haver um problema de acesso aos mercados nesta região remota da província. As famílias têm de caminhar longas distâncias para comprar comida. Consequentemente, foi calculado um défice alimentar para as famílias pobres desta zona, de aproximadamente 3 meses até á próxima colheita. Na região mais a norte da província, as famílias pobres do Vale do Zambeze enfrentam um défice de 3-4 meses devido á seca. O número total de pessoas necessitadas na província diminuiu em relação áquele que fora estimado na avaliação de Abril-Maio. Durante a avaliação de Abril-Maio de 2002 na Província de Tete foram identificados sete distritos necessitados de ajuda. O distrito de Mágoe tinha a maior percentagem de população necessitada com 40%, seguido de Cahora Bassa com 30%, Changara com 29% e Mutarara com 25%. Estas percentagens decresceram ligeiramente nesta nova avaliação. A avaliação actual constatou que as famílias pobres em várias zonas do Vale do Zambeze são susceptíveis de não poder compensar a perda das suas culturas, devido á seca, com a compra no mercado devido ao preço extremamente elevado dos produtos alimentares básicos que se prevê para o fim do ano. Na Província de Inhambane, o distrito de Funhalouro continua a ser o mais afectado pela seca, conforme identificado pela missão da FAO-PMA, com 33% de população necessitada. O distrito de Mabote segue-se com 29% e Panda com 20% de população necessitada. Os restantes distritos da 2

3 província de Inhambane variam de 0 a 8% da população necessitada. O período mais difícil será de Setembro/Outubro e Dezembro. O número total de pessoas necessitadas estimado na avaliação de Abril-Maio decresceu. Uma análise actualizada das zonas de economia alimentar na Província de Gaza, associada aos resultados do questionário, reduziu também o número de pessoas necessitadas que haviam sido identificadas na avaliação de Abril-Maio. As famílias pobres e médias do Alto Limpopo e Zonas Interiores de Gaza estão particularmente necessitadas este ano, com défices alimentares até 4 meses. As famílias do Baixo Limpopo e as Zonas Costeiras são capazes de poder aguentar com a actual seca, devido ás suas variadas e relativamente substanciais fontes de rendimentos. Consequentemente, estas têm capacidade de compra de alimentos nos mercados locais, apesar dos preços serem muito mais altos do que o normal nesta altura do ano. A população necessitada na Província de Sofala aumentou aproximadamente 20% devido á inclusão de partes de dois novos distritos (Chemba e Maríngue) a pedido das autoridades locais. A equipa de avaliação confirmou as necessidades nestes distritos e ajustou as estimativas anteriores de necessidades nos outros dois distritos. A missão da FAO-PMA em Abril-Maio á Província da Zambézia identificou apenas um distrito afectado, o qual era Chinde. Contudo, as autoridades locais pediram igualmente ajuda para os distritos de Inhassunge, Pebane, Maganja da Costa e Namacurra. Pequenas percentagens da população foram incluídas em cada um destes distritos. Preços de Milho a Retalho Relativamente Estáveis em Maputo e Beira Seguindo as tendências sazonais normais, os preços de milho a retalho sofreram uma descida significativa de Março a Maio logo após as colheitas. Como resultado de fracas colheitas em partes do Figura 1 Preço a retalho de milho (MT/Kg) Evolução do preço a retalho de milho em Maputo e Beira ª Abr 1ª Mai 1ª Jun 1ª Jul 1ª Ag 1ª Set país na época de colheita 2001/2002 e a forte procura, os preços na Beira estão a subir de modo consistente. Os preços começaram a subir um mês depois da colheita, e continuaram a subir, enquanto que as culturas da segunda época estão preste ou a ser colhidas Os preços de milho a retalho em 2000 Maputo Maputo também começaram a subir 1000 Beira em Junho e Julho mas nas duas últimas duas semanas de Agosto, os 0 preços baixaram drasticamente devido á subida da oferta de várias fontes do sector doméstico. Esta queda parece Semanas Fonte: MADER/DEA - SIMA ter sido temporária, uma vez que os preços estão a subir em Maputo nos fins de Agosto. Nenhuma importação comercial da África do Sul de milho branco foi efectuada, tão pouco nenhuma chegada de ajuda alimentar foi observada nos mercados de Maputo. Os preços de Maputo ainda são mais altos do que os da Beira, principalmente devido aos custos de transporte. O milho vendido nos mercados de Maputo vem de lugares distantes da região centro de Moçambique tais como Gorongosa, Inchope, Muchungue e Chimoio. Em todo o país os preços são mais altos que o normal para esta altura do ano e espera-se que os preços continuem a subir ao longo do ano. A taxa e a dimensão desta subida poderão ser determinantes- chave da segurança alimentar nos meses que se seguem. 3

4 A Probabilidade de El Niño Aumenta para 97%; Primeiras Previsões Sazonais Mistas para Moçambique Agora é virtualmente certo que ocorrerá um fenómeno El Niño que persistirá durante o resto de 2002 até ao princípio de A probabilidade aumentou para mais de 95%, embora se preveja que a força deste El Niño seja de fraca a moderada, significativamente menos do que o fenómeno de Geralmente espera-se que os efeitos associados do clima sejam mais fracos que no El Niño de , contudo ainda poderão ser substanciais nalgumas áreas. Os efeitos potenciais do El Niño diferem grandemente pelo globo terrestre afora, e cada fenómeno El Niño é único. Em termos gerais, a África Austral experimenta muitas vezes condições mais secas do que o normal durante um fenómeno El Niño, embora a seca não ocorra em todos os anos El Niño. Em 1997/98, o fenómeno El Niño foi muito forte em todo o mundo, contudo isto não resultou na esperada seca em toda a África Austral conforme se temia. Um El Niño normal atinge o seu máximo no período entre Dezembro e Fevereiro. Cientistas regionais e internacionais em aspectos climáticos examinarão as tendências do El Niño, bem como outros indicadores no Southern Africa Climate Outlook Forum (SARCOF), a ser realizado de 4-6 de Setembro em Harare. Os cientistas produzirão uma previsão climática consensual Figura 3 Figura 2 Fonte: IRI Previsão forecast do for IRI Nov-Dec-Jan, para Nov-Dez-Jan, made August feita 2002 em Agosto 2002 para a próxima estação chuvosa. Uma contribuição para o SARCOF será a previsão do International Research Institute for Climate Prediction (IRI) (Instituto Internacional de Investigação e Previsão Climática) o qual indica uma pequena probabilidade de chuvas abaixo do normal para a região sul de Moçambique durante a época chuvosa crucial entre Novembro e Janeiro (vide áreas amarelas na Figura 3). O IRI prevê ainda uma ligeira probabilidade de chuvas acima do normal no centro de Moçambique e ao longo da Bacia do Rio Zambeze (vide áreas verdes na Figura 3). Falta de Chuva Afecta a Disponibilidade de Água As chuvas fracas no princípio deste ano no centro e sul de Moçambique, e nos países vizinhos da África Austral, resultaram em baixos níveis das Figura 4 águas dos rios e albufeiras em todo o país. A escassez de água está a aumentar nalgumas áreas especialmente no centro e sul. O nível de águas armazenadas em albufeiras é baixo e está a decrescer gradualmente, conforme o gráfico para Cahora Bassa (Figura 4). O nível da água na albufeira de Cahora Bassa está abaixo dos níveis recomendados para esta altura do ano, e são susceptíveis de continuar a decrescer até á próxima estação Fonte: DNA 4

5 chuvosa a montante da bacia do Zambeze em Outubro. Os níveis da albufeira não aumentaram até aos níveis esperados durante a passada estação chuvosa, atingiram o máximo no princípio de Março muitos metros abaixo dos níveis desejáveis. A próxima estação chuvosa será crucial para Figura 5 reencher os níveis de água nas albufeiras em todo o país. Os rios sazonais secaram na maior parte do país, e os rios mais importantes como Limpopo alcançaram níveis muito baixos conforme se pode ver na Figura 5 para a Estação de Combomune. Em Combomune, os níveis do rio subiram drasticamente depois das fortes chuvas de Novembro e Dezembro de 2001, mas baixaram do mesmo modo quando as chuvas pararam abruptamente no princípio de As linhas azuis finas no topo da Figura indicam uma ausência virtual de chuva em Combomune durante todo o ano do calendário de Fonte: DNA 5

Perspectiva da Segurança Alimentar em MOÇAMBIQUE. Outubro de 2010 a Março de 2011. Destaques. Calendário sazonal e eventos críticos

Perspectiva da Segurança Alimentar em MOÇAMBIQUE. Outubro de 2010 a Março de 2011. Destaques. Calendário sazonal e eventos críticos Destaques A maioria das famílias rurais conseguirá satisfazer as suas necessidades alimentares básicas durante o período da projecção. Apesar da produção abaixo do normal em algumas partes do sul e centro

Leia mais

MOÇAMBIQUE ACTUALIZAÇÃO DE SEGURANÇA ALIMENTAR Janeiro 2005

MOÇAMBIQUE ACTUALIZAÇÃO DE SEGURANÇA ALIMENTAR Janeiro 2005 MOÇAMBIQUE ACTUALIZAÇÃO DE SEGURANÇA ALIMENTAR Janeiro 2005 TIPO DE ALERTA: NORMAL VIGILÂNCIA AVISO EMERGÊNCIA CONTEÚDO Perspectiva sobre Riscos... 2 Precipitação e implicações... 2 Análise de Mercados...

Leia mais

MIC REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO DIRECÇÃO NACIONAL DO COMÉRCIO

MIC REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO DIRECÇÃO NACIONAL DO COMÉRCIO INFOCOM MIC REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO DIRECÇÃO NACIONAL DO COMÉRCIO Boletim Especial/Setembro de 7 DNC/MIC BOLETIM ESPECIAL DO BALANÇO ALIMENTAR ABRIL DE 7 A MARÇO DE 8

Leia mais

Previsão Climática para o Período Outubro-2008 a Março-2009

Previsão Climática para o Período Outubro-2008 a Março-2009 Previsão Climática para o Período Outubro-2008 a Março-2009 Na elaboração desta previsão climática sazonal tomou-se em consideração a interação do sistema Oceano-Atmosfera e suas implicações para o clima

Leia mais

MOÇAMBIQUE Projecção de Segurança Alimentar Outubro 2013 a Março de 2014

MOÇAMBIQUE Projecção de Segurança Alimentar Outubro 2013 a Março de 2014 MOÇAMBIQUE Projecção de Segurança Alimentar Outubro 2013 a Março de 2014 Espera-se período de escassez menos severo devido a boa produção da segunda época e preços de alimentos estáveis DESTAQUES Figura

Leia mais

Por: Pedro Arlindo, Anabela Mabota, António Paulo, Cynthia Donovan e David Tschirley 1

Por: Pedro Arlindo, Anabela Mabota, António Paulo, Cynthia Donovan e David Tschirley 1 24 de Março de 2004 flash No 38 P Resultados das Pesquisas do SIMA-DEST e Departamento de Análise de Políticas MADER-Direcção de Economia Mudanças nos Padrões de Consumo na Zona Sul: Que Opções Alimentares

Leia mais

D456789: N;74:<;= >:? S65A48:? AB5;54:? MINAG D6G;5H;I66 CJ=HJ5;? 6 AA4?: P5KA4: Boas Perspecvas de produção para a Campanha Agrícola 2014-15.

D456789: N;74:<;= >:? S65A48:? AB5;54:? MINAG D6G;5H;I6<H: >6 CJ=HJ5;? 6 AA4?: P5KA4: Boas Perspecvas de produção para a Campanha Agrícola 2014-15. D456789: N;74::? S65A48:? AB5;54:? MINAG D6G;5H;I66 CJ=HJ5;? 6 AA4?: P5KA4: Edição Nº 01 Campanha Agrícola 2014/15 Publicado em: 02/10/2014 B A Em Foco Boas Perspecvas de produção para a Campanha

Leia mais

5 de Março de 2015 Quente-Quente No. 1025

5 de Março de 2015 Quente-Quente No. 1025 5 de Março de 2015 Quente-Quente No. 1025 Informação Semanal de Mercados Agrícolas no País, Região e Mundo Publicação do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas (SIMA) Ministério da Agricultura - Direcção

Leia mais

CAPÍTULO 6 INTENÇÕES REPRODUTIVAS E PLANEAMENTO DA FECUNDIDADE

CAPÍTULO 6 INTENÇÕES REPRODUTIVAS E PLANEAMENTO DA FECUNDIDADE CAPÍTULO 6 INTENÇÕES REPRODUTIVAS E PLANEAMENTO DA FECUNDIDADE O questionário do IDS de 1997 conteve várias questões para investigar as preferências reprodutivas da população entrevistada. Foi recolhida

Leia mais

Informação Semanal de Mercados Agrícolas no País, Região e Mundo. Preço do Arroz Cai em Alguns Mercados

Informação Semanal de Mercados Agrícolas no País, Região e Mundo. Preço do Arroz Cai em Alguns Mercados 05 de Janeiro de 2006 Quente-Quente No. 548 Informação Semanal de Mercados Agrícolas no País, Região e Mundo Publicação do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas (SIMA) Ministério da Agricultura -

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA Direcção Nacional dos Serviços Agrários

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA Direcção Nacional dos Serviços Agrários MINISTÉRIO DA AGRICULTURA Direcção Nacional dos Serviços Agrários AVALIAÇÃO PRELIMINAR DA CAMPANHA AGRÍCOLA 2009-10 Conteúdo da Apresentação 1. Previsão da estação chuvosa 2009/10 e interpretação na agricultura;

Leia mais

Estudo Sobre a Disseminação e Adopção das Variedades de Batata Doce de Polpa Alaranjada em Moçambique

Estudo Sobre a Disseminação e Adopção das Variedades de Batata Doce de Polpa Alaranjada em Moçambique Estudo Sobre a Disseminação e Adopção das Variedades de Batata Doce de Polpa Alaranjada em Moçambique Por: Maria Isabel Andrade, Abdul Naico e Jose Ricardo INIA/IITA-Moçambique, Tel.258 1 461610, e-mail:

Leia mais

18 de Junho de 2015 Quente-Quente No. 1040

18 de Junho de 2015 Quente-Quente No. 1040 18 de Junho de 2015 Quente-Quente No. 1040 Informação Semanal de Mercados Agrícolas no País, Região e Mundo Publicação do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas (SIMA) Ministério da Agricultura -

Leia mais

Programa de Acção Nacional para a Adaptação. Às Mudanças Climáticas (NAPA)

Programa de Acção Nacional para a Adaptação. Às Mudanças Climáticas (NAPA) MINISTÉRIO PARA COORDENAÇÃO DA ACÇÃO AMBIENTAL (MICOA) DIRECÇÃO NACIONAL DE GESTÃO AMBIENTAL Programa de Acção Nacional para a Adaptação Às Mudanças Climáticas (NAPA) MICOA, Dezembro de 2007 Índice ÍNDICE...I

Leia mais

28 de Janeiro de 2015 Quente-Quente No. 1020

28 de Janeiro de 2015 Quente-Quente No. 1020 28 de Janeiro de 2015 Quente-Quente No. 1020 Informação Semanal de Mercados Agrícolas no País, Região e Mundo Publicação do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas (SIMA) Ministério da Agricultura

Leia mais

ESTRATÉGIAS DO GOVERNO E OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO NO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE

ESTRATÉGIAS DO GOVERNO E OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO NO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE ESTRATÉGIAS DO GOVERNO E OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO NO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE 1 Preparada para o Lançamento da Nova Aliança para a Segurança Alimentar e Nutricional Maputo, 11 de Abril de 2013 Moçambique:

Leia mais

Internet Como um Serviço Essencial

Internet Como um Serviço Essencial Internet Como um Serviço Essencial [O Desenvolvimento da Banda Larga e o Crescimento da Economia Digital ] 20 de Nov de 2015 americo@incm Pontos de Apresentação 1. Banda larga em Moçambique; 2. Como desenvolver

Leia mais

Custos das Fontes Dispersas em Moçambique

Custos das Fontes Dispersas em Moçambique Folheto Informativo Moç. C 01 Custos das Fontes Dispersas em Moçambique Análise dos custos unitários dos contractos de 2009 Júlia Zita, Arjen Naafs WASHCost Dezembro, 2010 O objectivo deste documento da

Leia mais

Eleições Autárquicas 2013

Eleições Autárquicas 2013 Eleições Autárquicas 2013 Boletim sobre o processo político em Moçambique Número EA 17-30 de Junho de 2013 Editor: Joseph Hanlon Editor Adjunto: Adriano Nuvunga Chefe de redação: Fatima Mimbire Repórter:

Leia mais

Como este trabalho cabe com os esforços baseados nas comunidades?

Como este trabalho cabe com os esforços baseados nas comunidades? Morbidez e Mortalidade dos Adultos no Moçambique: Prevalência e Estratégias para os Agregados Familiares Rurais que Enfretam Adversidade D. Mather, C. Donovan, H. Marrule, e A. Alage 6 de Novembro, 2003

Leia mais

Plano de Comercialização Agrícola para 2011 e 2012

Plano de Comercialização Agrícola para 2011 e 2012 MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO Plano de Comercialização Agrícola para 2011 e 2012 1 Estrutura de apresentação Objectivo do Plano Caracterização geral da comercialização agrícola Principais Intervenientes

Leia mais

15 de Janeiro de 2014 Quente-Quente No. 967

15 de Janeiro de 2014 Quente-Quente No. 967 15 de Janeiro de 2014 Quente-Quente No. 967 Informação Semanal de Mercados Agrícolas no País, Região e Mundo Publicação do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas (SIMA) Ministério da Agricultura -

Leia mais

ESTUDO STERN: Aspectos Económicos das Alterações Climáticas

ESTUDO STERN: Aspectos Económicos das Alterações Climáticas Resumo das Conclusões Ainda vamos a tempo de evitar os piores impactos das alterações climáticas, se tomarmos desde já medidas rigorosas. As provas científicas são presentemente esmagadoras: as alterações

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DAS FINANÇAS RELATÓRIO DE EXECUÇÃO DO ORÇAMENTO DO ESTADO

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DAS FINANÇAS RELATÓRIO DE EXECUÇÃO DO ORÇAMENTO DO ESTADO REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO S FINANÇAS RELATÓRIO DE EXECUÇÃO DO ORÇAMENTO DO ESTADO ANO 2012 JANEIRO A JUNHO RELATÓRIO 1. Introdução 2. Equilíbrio Orçamental 3. Receitas do Estado 4. Financiamento

Leia mais

Oportunidades de Investimento no Sector Agrario em Mocambique

Oportunidades de Investimento no Sector Agrario em Mocambique Oportunidades de Investimento no Sector Agrario em Mocambique Apresentado pelo Director do Centro de Promoção da Agricultura Abdul Cesar Mussuale Turino, Fevereiro 2012 Estrutura de Apresentacao I. Informacao

Leia mais

RELATÓRIO ESPECIAL Missão FAO/PAM de avaliação das culturas e do abastecimento alimentar em MOÇAMBIQUE

RELATÓRIO ESPECIAL Missão FAO/PAM de avaliação das culturas e do abastecimento alimentar em MOÇAMBIQUE SISTEMA MUNDIAL DE INFORMAÇÃO E ALERTA RÁPIDO SOBRE ALIMENTAÇÃO E AGRICULTURA DA FAO PROGRAMA ALIMENTAR MUNDIAL RELATÓRIO ESPECIAL Missão FAO/PAM de avaliação das culturas e do abastecimento alimentar

Leia mais

A absorção financeira no sector da água, do saneamento e da higiene 1

A absorção financeira no sector da água, do saneamento e da higiene 1 A absorção financeira no sector da água, do saneamento e da higiene 1 Estudo de caso de Moçambique 1 A WaterAid encarregou a Development Finance International (DFI) para realizar uma análise da absorção

Leia mais

Financiamento Bancário em Moçambique Sector da Água

Financiamento Bancário em Moçambique Sector da Água Financiamento Bancário em Moçambique Sector da Água Tiago Valença Pinto Maputo, 31 de Maio de 2013 tiago.pinto@mozabanco.co.mz O PIB Moçambicano cresceu 7,5% em 2012 e a inflação manteve-se em patamares

Leia mais

Fevereiro de 2014 INDICE DE PREÇOS NO CONSUMIDOR (IPC) MOÇAMBIQUE, (Base Dez.2010 = 100)

Fevereiro de 2014 INDICE DE PREÇOS NO CONSUMIDOR (IPC) MOÇAMBIQUE, (Base Dez.2010 = 100) INDICE DE PREÇOS NO CONSUMIDOR Moçambique Fevereiro de 2015 Base: Dezembro de 2010 Instituto Nacional de Estatística Índice de Preços no Consumidor Boletim Mensal Reprodução autorizada, excepto para fins

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ECONOMIA E FINANÇAS DIRECÇÃO NACIONAL DE PLANIFICAÇÃO E ORÇAMENTO ORÇAMENTO CIDADÃO

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ECONOMIA E FINANÇAS DIRECÇÃO NACIONAL DE PLANIFICAÇÃO E ORÇAMENTO ORÇAMENTO CIDADÃO REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ECONOMIA E FINANÇAS DIRECÇÃO NACIONAL DE PLANIFICAÇÃO E ORÇAMENTO ORÇAMENTO CIDADÃO 5ᵃ Edição ORÇAMENTO CIDADÃO 2016 Visão: Assegurar a participação do Cidadão em

Leia mais

OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO NO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE

OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO NO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA AGRICULTURA E SEGURANÇA ALIMENTAR OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO NO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE ABRIL, 2015 Estrutura da Apresentação 2 I. Papel do CEPAGRI II. III. IV.

Leia mais

Sistemas de Aviso Prévio Contra a Fome. 24 de Julho de Destaques

Sistemas de Aviso Prévio Contra a Fome. 24 de Julho de Destaques Sistemas de Aviso Prévio Contra a Fome Actualização da Segurança Alimentar em Moçambique 24 de Julho de 24 Destaques O balanço alimentar ao nível nacional, elaborado pela Direcção Nacional do Comércio

Leia mais

Fórum da Conectividade Rural

Fórum da Conectividade Rural FUNDO DO SERVIÇO DE ACESSO UNIVERSAL (FSAU) Fórum da Conectividade Rural O Fundo do Serviço de Acesso Universal e o seu papel na promoção de parcerias Público- Privadas para a conectividade rural Apresentado

Leia mais

O PAPEL DOS FORNECEDORES PRIVADOS DE ÁGUA EM MOÇAMBIQUE

O PAPEL DOS FORNECEDORES PRIVADOS DE ÁGUA EM MOÇAMBIQUE O PAPEL DOS FORNECEDORES PRIVADOS DE ÁGUA EM MOÇAMBIQUE Suzana Saranga Loforte Gestora de Recursos Hídricos & Meio Ambiente Direcção Nacional de Águas Ministério das Obras Públicas e Habitação de Moçambique

Leia mais

FORMULÁRIO DE CANDIDATURA À REDE DE CONSULTORES

FORMULÁRIO DE CANDIDATURA À REDE DE CONSULTORES FORMULÁRIO DE CANDIDATURA À REDE DE CONSULTORES da empresa da pessoa de contacto Data: Detalhes de contacto País: Data de preenchimento: Telefone: Fax: e-mail: Caixa Postal: 1. CONSULTORES Os consultores

Leia mais

Rede de Sistemas de Aviso Prévio Sobre a Fome 15 de Dezembro 2003

Rede de Sistemas de Aviso Prévio Sobre a Fome 15 de Dezembro 2003 Actualização da Segurança Alimentar em Moçambique Rede de Sistemas de Aviso Prévio Sobre a Fome 15 de Dezembro 2003 Destaques À medida que a época chuvosa evolui, nota-se uma preocupação crescente de um

Leia mais

CONFERÊNCIA DE INVESTIGAÇÃO

CONFERÊNCIA DE INVESTIGAÇÃO CONFERÊNCIA DE INVESTIGAÇÃO A CRISE FINANCEIRA E ECONÓMICA MUNDIAL E O SUL: IMPACTO E RESPOSTAS Data: 17-18 de Maio de, 2012 Local: Dakar, Senegal Apelo a Candidaturas Dentro do quadro da segunda fase

Leia mais

ÍNDICE DE RISCO DE 2008 PORTUGAL

ÍNDICE DE RISCO DE 2008 PORTUGAL ÍNDICE DE RISCO DE 2008 PORTUGAL Índice de Pagamentos 2004 191 2005 184 2006 183 2007 182 2008 183 Desenvolvimento Económico (%) UE 27 - Média PIB per capita US 21.800 (2007) Crescimento do PIB 1,9 2,9

Leia mais

AGRO 728 & PEDIZA II PROJECTO. Introdução

AGRO 728 & PEDIZA II PROJECTO. Introdução PROJECTO AGRO 728 & PEDIZA II Instituições Intervenientes UE - Universidade de Évora - Dep. de Eng.Rural. COTR - Centro Operativo e de Tecnologia de Regadio ESAB - Escola Superior Agrária de Beja. ATOM

Leia mais

GESTÃO DE RISCO BASEADA NA COMUNIDADE

GESTÃO DE RISCO BASEADA NA COMUNIDADE GESTÃO DE RISCO BASEADA NA COMUNIDADE Introdução Moçambique é um dos países mais afectados por fenómenos extremos causados por forças naturais e por acções do homem sobre a natureza e que nos põe em perigo.

Leia mais

Análise de Vulnerabilidade 2004: Processo e o Ponto de Situação

Análise de Vulnerabilidade 2004: Processo e o Ponto de Situação Análise de Vulnerabilidade 2004: Processo e o Ponto de Situação Maputo, Junho de 2004 Mapa das regiões de AV 2004 41 distritos vulneráveis á insegurança alimentar devido aos efeitos combinados de seca

Leia mais

Barragens no Espaço da CPLP Experiências, Soluções e Desafios Maputo, 17-18 de Novembro, 2014

Barragens no Espaço da CPLP Experiências, Soluções e Desafios Maputo, 17-18 de Novembro, 2014 Barragens no Espaço da CPLP Experiências, Soluções e Desafios Maputo, 17-18 de Novembro, 2014 Pequenas Barragens em Moçambique: Motivação, Projecto e Manutenção Prof. Álvaro Carmo Vaz CONSULTEC 1 1 Tópicos

Leia mais

Direcção do Registo Académico

Direcção do Registo Académico 1 Direcção do Registo Académico EDITAL MATRÍCULAS E INSCRIÇÕES PARA OS NOVOS INGRESSOS ANO LECTIVO DE 2016 1. Introdução A Universidade Eduardo Mondlane (UEM) informa ao público que a matrícula para os

Leia mais

Prognostico da Estação Chuvosa e sua Interpretação para Agricultura

Prognostico da Estação Chuvosa e sua Interpretação para Agricultura Prognostico da Estação Chuvosa 2016-2017 e sua Interpretação para Agricultura Setembro de 2016 PROGNÓSTICO SOBRE A ESTAÇÃO CHUVOSA 2016/2017 E INTERPRETAÇÃO PARA AGRICULTURA 1. INTRODUÇÃO A Oscilação Sul

Leia mais

Departamento de Tecnologia e Extensão RELATÓRIO DO CURSO SOBRE O CULTIVO DE TILÁPIA

Departamento de Tecnologia e Extensão RELATÓRIO DO CURSO SOBRE O CULTIVO DE TILÁPIA REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DAS PESCAS INSTITUTO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA AQUACULTURA Departamento de Tecnologia e Extensão RELATÓRIO DO CURSO SOBRE O CULTIVO DE TILÁPIA Maputo, Outubro de

Leia mais

PROPOSTA DO PLANO ECONÓMICO E SOCIAL PARA 2013

PROPOSTA DO PLANO ECONÓMICO E SOCIAL PARA 2013 REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ENERGIA DIRECÇÃO DE ESTUDOS E PLANIFICA ÇÃO PROPOSTA DO PLANO ECONÓMICO E SOCIAL PARA 2013 Nampula, 16 de Agosto de 2012 MINISTÉRIO DA ENERGIA 1 1. CONTEXTUALIZAÇÃO

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE COMISSÃO NACIONAL DE ELEIÇÕES. Deliberação n.º 65/CNE/2014 De 3 de Agosto

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE COMISSÃO NACIONAL DE ELEIÇÕES. Deliberação n.º 65/CNE/2014 De 3 de Agosto REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE COMISSÃO NACIONAL DE ELEIÇÕES Deliberação n.º 65/CNE/2014 De 3 de Agosto Atinente ao ajustamento da distribuição, por cada círculo eleitoral, de número de deputados da Assembleia

Leia mais

Roteiro Passo a Passo

Roteiro Passo a Passo Roteiro Passo a Passo As secções abaixo providenciam um roteiro passo a passo para o ciclo de projecto ABC. O roteiro está organizado em torno dos estágios simplificados do ciclo do projecto análise, desenho

Leia mais

CONFERÊNCIA DOS MINISTROS DO TRABALHO E SEGURANÇA SOCIAL E DOS ASSUNTOS SOCIAIS DA CPLP

CONFERÊNCIA DOS MINISTROS DO TRABALHO E SEGURANÇA SOCIAL E DOS ASSUNTOS SOCIAIS DA CPLP CONFERÊNCIA DOS MINISTROS DO TRABALHO E SEGURANÇA SOCIAL E DOS ASSUNTOS SOCIAIS DA CPLP INTERVENÇÃO DO SENHOR EMBAIXADOR DOMINGOS DIAS PEREIRA MASCARENHAS, CHEFE DA DELEGAÇÃO, SOBRE O TEMA CENTRAL OS DESAFIOS

Leia mais

BOLETIM DA REPÚBLICA 11.º SUPLEMENTO PUBLICAÇÃO OFICIAL DA REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE. Sexta-feira, 30 de Dezembro de 2011 I SÉRIE Número 52 SUMÁRIO

BOLETIM DA REPÚBLICA 11.º SUPLEMENTO PUBLICAÇÃO OFICIAL DA REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE. Sexta-feira, 30 de Dezembro de 2011 I SÉRIE Número 52 SUMÁRIO Sexta-feira, 30 de Dezembro de 2011 I SÉRIE Número 52 BOLETIM DA REPÚBLICA PUBLICAÇÃO OFICIAL DA REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE 11.º SUPLEMENTO IMPRENSA NACIONAL DE MOÇAMBIQUE, E.P. Conselho de Ministros: Decreto

Leia mais

OPORTUNIDADES DO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE

OPORTUNIDADES DO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE OPORTUNIDADES DO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE 1 O CEPAGRI (1-3) 2 Criado através do Decreto nº 20/2006 de 29 de Junho como instituição subordinada ao Ministério da Agricultura Criado com objectivo de: Estimular

Leia mais

INMET/CPTEC-INPE INFOCLIMA, Ano 13, Número 07 INFOCLIMA. BOLETIM DE INFORMAÇÕES CLIMÁTICAS Ano 13 13 de julho de 2006 Número 07

INMET/CPTEC-INPE INFOCLIMA, Ano 13, Número 07 INFOCLIMA. BOLETIM DE INFORMAÇÕES CLIMÁTICAS Ano 13 13 de julho de 2006 Número 07 INFOCLIMA BOLETIM DE INFORMAÇÕES CLIMÁTICAS Ano 13 13 de julho de 2006 Número 07 PERMANECE A TENDÊNCIA DE CHUVAS ABAIXO DA MÉDIA NA REGIÃO SUL SUMÁRIO EXECUTIVO A primeira semana da estação de inverno,

Leia mais

19 de Junho de 2013 Quente-Quente No. 937

19 de Junho de 2013 Quente-Quente No. 937 19 de Junho de 2013 Quente-Quente No. 937 Informação Semanal de Mercados Agrícolas no País, Região e Mundo Publicação do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas (SIMA) Ministério da Agricultura - Direcção

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DAS FINANÇAS RELATÓRIO DE EXECUÇÃO DO ORÇAMENTO DO ESTADO

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DAS FINANÇAS RELATÓRIO DE EXECUÇÃO DO ORÇAMENTO DO ESTADO REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO S FINANÇAS RELATÓRIO DE EXECUÇÃO DO ORÇAMENTO DO ESTADO ANO 2013 JANEIRO A JUNHO RELATÓRIO 1. Introdução 2. Equilíbrio Orçamental 3. Receitas do Estado 4. Financiamento

Leia mais

IMPORTÂNCIA DAS FLORESTAS

IMPORTÂNCIA DAS FLORESTAS ÍNDICE O que é? Importância das florestas; Taxa de Desflorestação Anual; Processo de Desflorestação; Cobertura Florestal no Mundo; Áreas Florestais no Mundo mais ameaçadas; Consequências; Soluções; Curiosidades;

Leia mais

A COLOCAÇÃO DE ESCRITÓRIOS PODE VOLTAR AOS 150 MIL/170 MIL M2 EM 2009

A COLOCAÇÃO DE ESCRITÓRIOS PODE VOLTAR AOS 150 MIL/170 MIL M2 EM 2009 OJE 3 de Dezembro 2008 (1/5) A COLOCAÇÃO DE ESCRITÓRIOS PODE VOLTAR AOS 150 MIL/170 MIL M2 EM 2009 O take-up de ESCRITÓRIOS vai regredir em 2009 para o nível dos anos de 2004 e 2005, embora o preço das

Leia mais

Plano de Desenvolvimento na Área da Energia em Moçambique

Plano de Desenvolvimento na Área da Energia em Moçambique Plano de Desenvolvimento na Área da Energia em Moçambique A. de Sousa Fernando asousa@edm.co.mz 1 Principais Operadores do Sector Eléctrico Electricidade de Moçambique (EDM) Empresa Nacional de Electricidade,

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA TERRA, AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO RURAL DIRECÇÃO NACIONAL DO AMBIENTE. Unidade Técnica do REDD+

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA TERRA, AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO RURAL DIRECÇÃO NACIONAL DO AMBIENTE. Unidade Técnica do REDD+ REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA TERRA, AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO RURAL DIRECÇÃO NACIONAL DO AMBIENTE Unidade Técnica do REDD+ Consulta Pública Regional Sul Gaza sobre EN-REDD+ e FIP Realizou-se

Leia mais

GABINETE DO ORDENADOR NACIONAL PARA A COOPERAÇÃO MOÇAMBIQUE / UE DELEGAÇÃO DA UNIÃO EUROPEIA EM MOÇAMBIQUE

GABINETE DO ORDENADOR NACIONAL PARA A COOPERAÇÃO MOÇAMBIQUE / UE DELEGAÇÃO DA UNIÃO EUROPEIA EM MOÇAMBIQUE GABINETE DO ORDENADOR NACIONAL PARA A COOPERAÇÃO MOÇAMBIQUE / UE DELEGAÇÃO DA UNIÃO EUROPEIA EM MOÇAMBIQUE Parte 1- Informação geral e elegibilidade dos custos Parte 2 Opção dos custos simplificados Parte

Leia mais

A necessidade de elevar a incidência da contribuição para o PIS/PASEP e da COFINS sobre cigarros

A necessidade de elevar a incidência da contribuição para o PIS/PASEP e da COFINS sobre cigarros A necessidade de elevar a incidência da contribuição para o PIS/PASEP e da COFINS sobre cigarros Estudo de Roberto Iglesias, economista, consultor da ACT Maio de 2009 O Poder Executivo, através da Medida

Leia mais

Estatísticas do Emprego 1º trimestre de 2010

Estatísticas do Emprego 1º trimestre de 2010 Estatísticas do Emprego 1º trimestre de 2010 18 de Maio de 2010 A taxa de desemprego foi de 10,6% no 1º trimestre de 2010 A taxa de desemprego estimada para o 1º trimestre de 2010 foi de 10,6%. Este valor

Leia mais

Uma Síntese do Quarto Relatório do IPCC

Uma Síntese do Quarto Relatório do IPCC RESENHA Uma Síntese do Quarto Relatório do IPCC Por Ana Maria Heuminski de Avila Universidade Estadual de Campinas Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura - CEPAGRI CIDADE

Leia mais

MINISTERIO DA AGRICULTURA E PESCAS

MINISTERIO DA AGRICULTURA E PESCAS MINISTERIO DA AGRICULTURA E PESCAS Direcção de Economia Agrária Relatórios Preliminares de Pesquisa Diagnóstico da Estrutura, Comportamento, e Desempenho dos Mercados Alimentares Rurais de Moçambique Por

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. Recomendação de PARECER DO CONSELHO

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. Recomendação de PARECER DO CONSELHO COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 13.2.2007 SEC(2007) 190 final Recomendação de PARECER DO CONSELHO em conformidade com o n.º 3 do artigo 9º do Regulamento (CE) n.º 1466/97 do Conselho, de 7

Leia mais

Director: Rogério Sitoe. Maputo, Sexta-Feira, 7 de Setembro de 2007 http://www.jornalnoticias.co.mz/pls/notimz2/getxml/pt/contentx/69451/20070907

Director: Rogério Sitoe. Maputo, Sexta-Feira, 7 de Setembro de 2007 http://www.jornalnoticias.co.mz/pls/notimz2/getxml/pt/contentx/69451/20070907 notícias Director: Rogério Sitoe. Maputo, Sexta-Feira, 7 de Setembro de 2007 http://www.jornalnoticias.co.mz/pls/notimz2/getxml/pt/contentx/69451/20070907 Homepage > Politica > SP apostam na formação Sobre

Leia mais

EVOLUÇÃO DO SEGURO DE SAÚDE EM PORTUGAL

EVOLUÇÃO DO SEGURO DE SAÚDE EM PORTUGAL EVOLUÇÃO DO SEGURO DE SAÚDE EM PORTUGAL Ana Rita Ramos 1 Cristina Silva 2 1 Departamento de Análise de Riscos e Solvência do ISP 2 Departamento de Estatística e Controlo de Informação do ISP As opiniões

Leia mais

Plano Estratégico de Educação 1999-2003

Plano Estratégico de Educação 1999-2003 REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Plano Estratégico de Educação 1999-2003 Combater a Exclusão, Renovar a Escola MAPUTO, OUTUBRO 1998 ÍNDICE I. INTRODUÇÃO... 1 II. ANTECEDENTES E CONTEXTO DO

Leia mais

Diálogo da SADC sobre a Água com Múltiplas Partes Envolvidas e Interessadas

Diálogo da SADC sobre a Água com Múltiplas Partes Envolvidas e Interessadas Nota Informativa 7 th Diálogo da SADC sobre a Água com Múltiplas Partes Envolvidas e Interessadas Desenvolvimento do Fornecimento de Água na SADC: O papel central da água na impulsão da industrialização

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Versão Comercial - Outubro de 2010

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Versão Comercial - Outubro de 2010 Comercialização No mês de outubro, foram analisados 18.164 imóveis destinados à comercialização, contemplados em imóveis residenciais e comerciais. Na amostra, a participação dos imóveis residenciais obteve

Leia mais

OCEAN2012. Dia da Dependência de Pescado - Portugal

OCEAN2012. Dia da Dependência de Pescado - Portugal OCEAN2012 Dia da Dependência de Pescado - Portugal A Europa está tão dependente de produtos da pesca capturados fora das suas águas que, neste momento, cerca de metade do pescado que consomem é proveniente

Leia mais

Boletim Económico Angola

Boletim Económico Angola Boletim Económico Angola 1. Conjuntura: estabilidade macro económica reforçada 3º Trimestre de 2013 A informação disponível para caracterizar o desempenho da economia de Angola no 3º trimestre de 2013

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVOSoja

BOLETIM INFORMATIVOSoja BOLETIM INFORMATIVOSoja Ed. No 03 Bimensal / Maio-Junho 2011 Director: Luís Pereira Editor: Belchion Lucas MOLUMBO, NOVO QUARTEL GENERAL DA SOJA O P o s t o Administrativo de Molumbo, distrito de Milange,

Leia mais

Programa de Assistência para Projectos Comunitários Embaixada do Japão Informação 2015

Programa de Assistência para Projectos Comunitários Embaixada do Japão Informação 2015 Programa de Assistência para Projectos Comunitários Embaixada do Japão Informação 2015 Visão Geral O Governo do Japão reconhece a importância dos projectos de desenvolvimento ao nível das bases que podem

Leia mais

Projecto AMC em Moçambique

Projecto AMC em Moçambique MICOA Projecto AMC em Moçambique Assembleia Geral de Horizont3000 20.11.2014 Page 1 Enquadramento do Projecto AMC-Moz Projecto de cooperação bilateral entre a Republica de Moçambique e a Republica Federal

Leia mais

BALANÇO PRELIMINAR DA CAMPANHA AGRÍCOLA (2010/2011)

BALANÇO PRELIMINAR DA CAMPANHA AGRÍCOLA (2010/2011) REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA AGRICULTURA DIRECÇÃO NACIONAL DOS SERVIÇOS AGRÁRIOS BALANÇO PRELIMINAR DA CAMPANHA AGRÍCOLA (2010/2011) Agosto, 2011 Conteúdo de Apresentação 1. Introdução 2. Principais

Leia mais

A expansão dos recursos naturais de Moçambique Quais são os Potenciais Impactos na Competitividade da Agricultura?

A expansão dos recursos naturais de Moçambique Quais são os Potenciais Impactos na Competitividade da Agricultura? A expansão dos recursos naturais de Moçambique Quais são os Potenciais Impactos na Competitividade da Agricultura? Outubro 2014 A agricultura é um importante contribuinte para a economia de Moçambique

Leia mais

Secretariado Técnico de Segurança Alimentar e Nutricional Av. das FPLM nº 2698 (Recinto do IIAM - Pavilhão Novo) Tel: +258 21 461873 Tel/Fax: +258 21

Secretariado Técnico de Segurança Alimentar e Nutricional Av. das FPLM nº 2698 (Recinto do IIAM - Pavilhão Novo) Tel: +258 21 461873 Tel/Fax: +258 21 1 Agradecimentos Para se atingir os resultados finais de quaisquer análises requer-se a intervenção conjunta de diferentes parceiros. Sendo o SETSAN um órgão multissectorial, o resultado atingido foi devido

Leia mais

Audiência Parlamentar Internacional em Moçambique Maputo, 19 de Setembro de 2009 1. ELECTRIFICAÇÃO RURAL EM MOÇAMBIQUE Moçambique é rico em recursos energéticos, como é o caso da energia hidroeléctrica,

Leia mais

Soja: elevação dos preços da convencional/transgênica deve dificultar incremento da orgânica

Soja: elevação dos preços da convencional/transgênica deve dificultar incremento da orgânica Soja: elevação dos preços da convencional/transgênica deve dificultar incremento da orgânica Produção mundial deve recuar em 2007/08 Segundo o relatório de oferta e demanda divulgado pelo Usda em setembro

Leia mais

PERSPECTIVAS MUNDIAIS DA TECNOLOGIA ENERGÉTICA 2050 (ESTUDO WETO-H2)

PERSPECTIVAS MUNDIAIS DA TECNOLOGIA ENERGÉTICA 2050 (ESTUDO WETO-H2) PERSPECTIVAS MUNDIAIS DA TECNOLOGIA ENERGÉTICA 2050 (ESTUDO WETO-H2) PRINCIPAIS MENSAGENS O estudo WETO-H2 elaborou uma projecção de referência do sistema energético mundial e dois cenários alternativos,

Leia mais

GOVERNO. Orçamento Cidadão 2015

GOVERNO. Orçamento Cidadão 2015 REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE GOVERNO Orçamento Cidadão 2015 Os recursos públicos do Estado são recursos públicos do povo e para o povo, condição que dá ao cidadão o direito de saber como

Leia mais

Cesta Básica DIEESE/PROCON atinge o maior valor de sua história. Gráfico 1 Cesta Básica DIEESE/PROCON Valor Diário (EM URV/Real) 190,00 2º. Sem.

Cesta Básica DIEESE/PROCON atinge o maior valor de sua história. Gráfico 1 Cesta Básica DIEESE/PROCON Valor Diário (EM URV/Real) 190,00 2º. Sem. ANOTE Informativo Eletrônico do DIEESE Ano 4, N.º. 38 Maio de 2.003 1 CONJUNTURA Cesta Básica DIEESE/PROCON atinge o maior valor de sua história Calculada diariamente desde março de 1990, ou seja, a mais

Leia mais

PASSO 6 Planejamento de ações

PASSO 6 Planejamento de ações PASSO 6 Planejamento de ações Assegure-se que haja enfoque e tempo suficientes para este último passo. Se vulnerabilidades e capacidades forem levantadas em relação a diferentes ameaças de desastres, mas

Leia mais

RELATÓRIO. Curso Aquicultura geral. Curso Metodologia da pesquisa científica em aquicultura

RELATÓRIO. Curso Aquicultura geral. Curso Metodologia da pesquisa científica em aquicultura Universidade Federal de Santa Catarina Centro de Ciências Agrárias - Departamento de Aquicultura Florianópolis - Santa Catarina - Brasil Southern Oceans Education and Development Project (Canadian International

Leia mais

Anexo 2 - Avaliação de necessidades de formação em H.S.T.

Anexo 2 - Avaliação de necessidades de formação em H.S.T. Anexo 2 - Avaliação de necessidades de formação em H.S.T. 54 3Inquérito às necessidades de formação profissional em higiene e segurança do trabalho 59 Inquérito às necessidades de formação profissional

Leia mais

Actualização da Segurança Alimentar em MOÇAMBIQUE Setembro de 2009

Actualização da Segurança Alimentar em MOÇAMBIQUE Setembro de 2009 Actualização da Segurança Alimentar em MOÇAMBIQUE Setembro de 2009 Embora as reservas alimentares estejam a registar queda acentuada, após uma safra relativamente boa, a maioria das famílias continua a

Leia mais

A AFD EM MOÇAMBIQUE. Uma parceria antiga e diversificada

A AFD EM MOÇAMBIQUE. Uma parceria antiga e diversificada A AFD EM MOÇAMBIQUE Uma parceria antiga e diversificada Acompanhar a estratégia de desenvolvimento e de crescimento Parque Nacional das Quirimbas actividades comunitárias (poços) Depois de mais de 15 anos

Leia mais

1 A INEFICIENCIA ENERGÉTICA EM PORTUGAL AGRAVA A CRISE ECONÓMICA E SOCIAL

1 A INEFICIENCIA ENERGÉTICA EM PORTUGAL AGRAVA A CRISE ECONÓMICA E SOCIAL Ineficiência energética agrava a crise económica e social em Portugal Pág. 1 A INEFICIENCIA ENERGÉTICA EM PORTUGAL AGRAVA A CRISE ECONÓMICA E SOCIAL RESUMO DESTE ESTUDO A baixa eficiência como é utilizada

Leia mais

Informação CTGC Nrº42 INGC/CENOE/2012_2013

Informação CTGC Nrº42 INGC/CENOE/2012_2013 República de Moçambique Ministério da Administração Estatal Instituto Nacional de Gestão de Calamidades Centro Nacional Operativo de Emergência Informação CTGC Nrº42 INGC/CENOE/2012_2013 Maputo, 25 de

Leia mais

Mercado. Cana-de-açúcar: Prospecção para a safra 2013/2014

Mercado. Cana-de-açúcar: Prospecção para a safra 2013/2014 Mercado Cana-de-açúcar: Prospecção para a safra 2013/2014 Por: WELLINGTON SILVA TEIXEIRA As mudanças climáticas provocadas pelo aquecimento global suscitam as discussões em torno da necessidade da adoção

Leia mais

Tabela 1. Raiz de mandioca Área colhida e quantidade produzida - Brasil e principais estados Safras 2005/06 a 2007/08

Tabela 1. Raiz de mandioca Área colhida e quantidade produzida - Brasil e principais estados Safras 2005/06 a 2007/08 Mandioca outubro de 2008 Safra nacional 2006/07 Na safra brasileira 2006/07 foram plantados 2,425 milhões de hectares e colhidos 26,920 milhões de toneladas - representando um crescimento de 0,87% e de

Leia mais

Boletim Econômico da Scot Consultoria

Boletim Econômico da Scot Consultoria Boletim Econômico da Scot Consultoria ano 1 edição 2 22 a 28 de abril de 2013 Destaque da semana Alta na taxa Selic O Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu elevar a taxa Selic para 7,50% ao ano,

Leia mais

PROGRAMA DE GARANTIA BETTER COTTON

PROGRAMA DE GARANTIA BETTER COTTON PROGRAMA DE GARANTIA BETTER COTTON O TRABALHO COM INDICADORES DE RESULTADOS APLICÁVEL A PARTIR DA COLHEITA DE 2014 ORIENTAÇÃO Este documento contém orientações sobre as metodologias a serem utilizadas

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE INTERVENÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA, IOLANDA CINTURA SEUANE, MINISTRA DA MULHER E DA ACÇÃO SOCIAL DE MOÇAMBIQUE SOBRE O TEMA DESAFIOS DA PROTECÇÃO SOCIAL PARA ALCANÇAR A SEGURANÇA ALIMENTAR

Leia mais

Plano de Desenvolvimento na Área da Energia em Moçambique

Plano de Desenvolvimento na Área da Energia em Moçambique Plano de Desenvolvimento na Área da Energia em Moçambique Augusto de Sousa Fernando asousa@edm.co.mz 1 Electricidade de Moçambique (EDM) Empresa Nacional de Electricidade, responsável pela Produção, Transporte,

Leia mais

USDA REAFIRMA DÉFICIT INTERNACIONAL EM 2015/16 - MERCADO REAGE TIMIDAMENTE

USDA REAFIRMA DÉFICIT INTERNACIONAL EM 2015/16 - MERCADO REAGE TIMIDAMENTE Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 30/novembro/2015 n. 603 USDA REAFIRMA DÉFICIT INTERNACIONAL EM 2015/16 - MERCADO REAGE TIMIDAMENTE Com o título já enfático sobre o futuro dos preços

Leia mais

APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DEFINITIVOS E DE INDICADORES SÓCIO DEMOGRÁFICOS DO CENSO 2007

APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DEFINITIVOS E DE INDICADORES SÓCIO DEMOGRÁFICOS DO CENSO 2007 APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DEFINITIVOS E DE INDICADORES SÓCIO DEMOGRÁFICOS DO CENSO 2007 Tete, 9 de Junho, 2009 INSTITUTO NACIONAL DE ESTATÍSTICA Nesta apresentação vamos abordar 16 tópicos do Censo 2007

Leia mais

EDIÇÃO DA REPRESENTAÇÃO EM PORTUGAL DA COMISSÃO EUROPEIA

EDIÇÃO DA REPRESENTAÇÃO EM PORTUGAL DA COMISSÃO EUROPEIA R A P I D EDIÇÃO DA REPRESENTAÇÃO EM PORTUGAL DA COMISSÃO EUROPEIA IP/08/1276 Lisboa, 28 de Agosto de 2008 Roaming: telefonar do estrangeiro já é mais barato, mas enviar mensagens de texto (ainda) não

Leia mais

A taxa de desemprego foi de 11,1% no 4º trimestre de 2010

A taxa de desemprego foi de 11,1% no 4º trimestre de 2010 Estatísticas do Emprego 4º trimestre de 2010 16 de Fevereiro de 2011 A taxa de desemprego foi de 11,1% no 4º trimestre de 2010 A taxa de desemprego estimada para o 4º trimestre de 2010 foi de 11,1%. Este

Leia mais

Evolução da Agricultura Portuguesa no Período 1989/2010. Análise de Indicadores Relevantes.

Evolução da Agricultura Portuguesa no Período 1989/2010. Análise de Indicadores Relevantes. Evolução da Agricultura Portuguesa no Período 1989/2010. Análise de Indicadores Relevantes. Deolinda Alberto 1, José Pedro Fragoso Almeida 2 1 Professor Adjunto, Escola Superior Agrária de Castelo Branco,

Leia mais