União dos Escoteiros do Brasil Região Escoteira do Rio Grande do Sul Grupo Escoteiro Jacui 033/RS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "União dos Escoteiros do Brasil Região Escoteira do Rio Grande do Sul Grupo Escoteiro Jacui 033/RS"

Transcrição

1 Guia de Especialidade Especialidade de Pioneiria 1. Fazer e saber a utilidade de pelo menos 15 nós. 2. Fazer as amarras quadrada e diagonal, conhecendo sua aplicação 3. Fazer as amarras: paralela e de tripé, conhecendo sua aplicação. 4. Construir um fogão suspenso e uma mesa de campo. 5. Demonstrar que conhece as regras de segurança no manuseio de ferramentas. 6. Most r ar conheciment o sobr e um dos seguint es assunt os: moviment ação de gr andes pesos e est ir ament o de cabos; ancoragem de sustentação; jangadas; cabos de vai-e-vem; e passagens com cabos. 7. Construir um pórtico ou latrina de campo. 8. Construir um canto de lenhador, e acordo com as regras de segurança. 9. Construir um abrigo natural para duas pessoas, utilizando meios existentes no local. 10. Projetar e coordenar a execução de uma pioneiria de médio porte. 11. Construir uma cozinha de acampamento. 12. Saber afiar ferramentas e conhecer os cuidados com sua manutenção.

2 Guia de Especialidade Especialidade de Sapador 1. Limpar o terreno para a montagem do local onde ficará o material de sapa. 2. Fazer uma fossa para líquidos. 3. Conhecer os cuidados no manuseio de ferramentas de sapa. 4. Saber montar uma latrina de campo. 5. Saber utilizar a serra traçante. 6. Saber afiar ferramentas de sapa. 7. Enumerar e identificar as ferramentas de sapa. 8. Conhecer os cuidados para a conservação das ferramentas de sapa em bom estado. 9. Saber recuperar ferramentas de sapa danificadas.

3 Guia de Especialidade Especialidade de Cozinheiro 1. Abrir latas de conserva, cortar legumes e preparar uma bebida. 2. Identificar os utensílios necessários para a preparação de uma refeição definida pelo examinador. 3. Fritar ovos e preparar saladas, decorando os pratos, e preparar uma bebida quente. 4. Fazer uma list a dos mant iment os com quant idades necessár ias par a uma r ef eição f est iva par a sua Seção. 5. Saber como conservar os alimentos conforme a temperatura ambiente. 6. Pr epar ar um car dápio equilibr ado par a um acampament o de f inal de semana, calculando as quant idades dos gêneros para uma equipe de seis a oito elementos. 7. Cozinhar par a a Pat r ulha dur ant e um acampament o de f inal de semana, a lenha e a gás, demonst r ando cuidados com a segurança e a higiene. 8. Pr epar ar alguma iguar ia da cozinha mat eir a, como pão de caçador, ovo na lar anj a, ovo no espet o, car ne moída no espeto, etc. 9. Pr oj et ar e par t icipar da mont agem da cozinha do seu cant o de pat r ulha, em um acampament o, j ust if i- cando os cuidados adotados para reduzir os riscos de incêndio.

4 Guia de Especialidade Especialidade de Cozinheiro (continuação...) 10. Elaborar um cardápio variado para um dia, somente com comidas mateiras. 11. Preparar, em um acampamento, três tipos de sobremesa. 12. Limpar e preparar uma peça de carne. 13. Limpar e preparar um peixe. 14. Construir uma intendência em seu canto de Patrulha, durante um acampamento. 15. Preparar uma refeição para uma Patrulha sem utilizar utensílios (cozinha mateira).

5 Guia de Especialidade Especialidade de Montanhismo 1. Conhecer as modalidades de escalada e montanhismo, apresentando um trabalho ao seu examinador. 2. Conhecer os equipament os necessár ios par a a r ealização das seguint es at ividades: escaladas t écnicas em paredões artificiais, escaladas naturais, travessias de canyons, atividades de montanha. 3. Demonst r ar conheciment o sobr e as r egr as e equipament os de segur ança de dif er ent es modalidades de montanhismo e escaladas. 4. Par t icipar de pelo menos 3 (t r ês) at ividades ligadas à mont anhismo e escalada, t ais como r apel, pist a de cordas, escaladas técnicas em paredes, etc. 5. Realizar com supervisão direta do examinador, uma atividade de rapel com sua Seção. 6. Ter noções de rádio comunicação HT. 7. Participar de pelo menos 3 (três) conquistas a cumes em sua região, com altura mínima de 500 metros. 8. Apr esent ar um pr oj et o det alhado r ef er ent e a uma expedição par a a conquist a de um cume de pelo menos met r os, especif icando mat er iais e r ecur sos necessár ios, t r einament o, aliment ação, t r anspor t e, etc. 9. Apresentar a sua Seção um trabalho audiovisual sobre 3 (três) montanhas situadas na América.

6 Guia de Especialidade Especialidade de Prevenção de incêndios 1. Saber o que é f ogo, os mét odos de sua ext inção, quais os component es par a que haj a combust ão e tipos de combustão. 2. Saber quais são as classes de incêndio e os agentes extintores de cada classe. 3. Conhecer a localização das est ações de bombeir os de sua localidade, sua abr angência, bem como seus telefones em caso de emergência. 4. Conhecer os principais materiais inflamáveis que existem em sua casa e a forma correta de armazenálos. 5. Conhecer os tipos de extintores de incêndio e suas aplicações, demonstrando seu uso. 6. Conhecer os diferentes tipos de sistemas fixos de combate a incêndio e como utilizá-lo. 7. Saber como proceder com o uso de GLP, formas de utilização, prevenção e combate a incêndio. 8. Saber os procedimentos de segurança em locais de incêndio e forma de evacuação. 9. Saber como localizar e utilizar o sistema fixo de combate a incêndio em um edifício. 10. Demonst r ar que conhece os r iscos de incêndio e as pr ecauções que devem ser adot adas em locais de diversão pública e no uso de fogos de artifício.

7 Guia de Especialidade Especialidade de Prevenção de incêndios (continuação...) 11. Saber como prevenir os incêndios florestais e como combatê-los. 12. Demonstrar ações de salvamento utilizando escadas e descidas por meio de cabos.

8 Guia de Especialidade Especialidade de 1º Socorros 1. Demonst r ar como limpar f er iment os, como lavar um pacient e, como minist r ar r emédios e como t omar a temperatura, o pulso, os movimentos respiratórios e a pressão arterial. 2. Demonstrar como preparar curativos. 3. Organizar um estojo de primeiros socorros, conhecendo a utilização de cada item. 4 Saber como agir em casos de picadas de inset os e de cobr as, desmaios, queimadur as e f er iment os leves. 5. Saber como agir em caso de entorses, fraturas e luxação. 6. Demonstrar quatro métodos de transportar pacientes. 7. Conhecer métodos de salvamento de afogados. 8. Saber aplicar respiração boca-a-boca, Schefer e Holger-Nielsen. 9. Conhecer a posição das principais artérias e como parar hemorragia externa, venal ou arterial. 10. Saber como proceder nos casos de ataques epilépticos.

9 Guia de Especialidade Especialidade de 1º Socorros (continuação...) 11. Saber aplicar at adur as (t r iangular e de cr epom) na cabeça, nas mãos, nos pés, nos j oelhos, nos t or nozelos e nos cotovelos. 12. Demonstrar como aplicar os primeiros socorros nos casos de fratura na clavícula. 13. Elabor ar um f olhet o ilust r ado sobr e as enf er midades mais comuns em acampament o e seus r espect i- vos sintomas e tratamentos. 14. Saber como agir nos casos de hemorragia nasal, insolação, intermação e queimaduras. 15. Saber tratar de casos de intoxicação alimentar e envenenamentos. 16. Demonstrar a forma adequada de pedir ajuda nos diferentes casos. 17. Ter participado de um curso de socorrista. 18. Saber como prevenir e agir em caso de estado de choque. 19. Saber como identificar e agir em caso de hemorragia interna. 20. Saber como tratar a obstrução de vias aéreas e a difteria (ou crupe). 21 Saber fazer um parto de emergência.

Programa USP Recicla Coordenadoria Executiva de Cooperação Universitária e Atividades Especiais - USP

Programa USP Recicla Coordenadoria Executiva de Cooperação Universitária e Atividades Especiais - USP Programa USP Recicla Coordenadoria Executiva de Cooperação Universitária e Atividades Especiais - USP CEPARA - Centro de Pesquisa para o Aproveitamento de Resíduos Agroindustriais/ESALQ 1. INTRODUÇÃO A

Leia mais

PLANO DE PREVENÇÃO E CONTROLE DE INCÊNDIO

PLANO DE PREVENÇÃO E CONTROLE DE INCÊNDIO PLANO DE PREVENÇÃO E CONTROLE DE INCÊNDIO CONDOMINIO ESPAÇO MÉDICO EMPRESARIAL Telefones em caso de emergências: CORPO DE BOMBEIROS 193 SAMU 192 POLÍCIA MILITAR 190 JF BRIGADA`S JOÃO PAULO: 63 92090197

Leia mais

PROCEDIMENTOS E ORIENTAÇÕES DE SEGURANÇA NAS TAREFAS EXECUTADAS NA COZINHA INDUSTRIAL.

PROCEDIMENTOS E ORIENTAÇÕES DE SEGURANÇA NAS TAREFAS EXECUTADAS NA COZINHA INDUSTRIAL. PROCEDIMENTOS E ORIENTAÇÕES DE SEGURANÇA NAS TAREFAS EXECUTADAS NA COZINHA INDUSTRIAL. OBJETIVO: DIVULGAR OS RISCOS EXISTENTES NOS EQUIPAMENTOS PARA CONHECIMENTO E PARA EVITAR ACIDENTES INDESEJADOS. CORTADOR

Leia mais

CURSO SUPERVISOR DE TRABALHO EM ALTURA

CURSO SUPERVISOR DE TRABALHO EM ALTURA FUNCIONAMENTO DO CURSO O curso terá duração de 40 horas/aula, composto pelos seguintes módulos: MÓDULO h/a Noções de Segurança no Trabalho em Altura 4 Laboratório de Materiais e Equipamentos 4 Gestão de

Leia mais

CURSO SUPERVISOR EM ESPAÇO CONFINADO

CURSO SUPERVISOR EM ESPAÇO CONFINADO FUNCIONAMENTO DO CURSO O curso terá duração de 40 horas/aula, composto pelos seguintes módulos: MÓDULO h/a Entendimento da NR-33 4 Análise de Riscos 4 Permissões de Trabalho e Bloqueio de Energias 4 Proteção

Leia mais

Mét odo do Valor At ual (VA) ou Valor Pr esent e Líquido (VPL)

Mét odo do Valor At ual (VA) ou Valor Pr esent e Líquido (VPL) Mét odo do Valor At ual () ou Valor r esent e Líquido (VL) O mét odo do Valor At ual () per mit e que conheçamos as nossas necessidades de caixa, ou ganhos de cer t o pr oj et o, em t er mos de dinheir

Leia mais

Atenção o gás deve ser ligado pelo técnico credenciado Muita atenção. (Ligação gás com lira de inox)

Atenção o gás deve ser ligado pelo técnico credenciado Muita atenção. (Ligação gás com lira de inox) Chamas da Vida Fogões, Lda Manual de Instruções Atenção o gás deve ser ligado pelo técnico credenciado Muita atenção. (Ligação gás com lira de inox) Legenda A Fornalha A-1 Gaveta Cinzas B Forno C Tampo

Leia mais

Cozinha Industrial. Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho

Cozinha Industrial. Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho Cozinha Industrial Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho Serviços de alimentação Este tipo de trabalho aparenta não ter riscos, mas não é bem assim, veja alguns exemplos: Cortes

Leia mais

Código Símbolo Significado Forma e cor Aplicação. Cuidado, risco de incêndio. Cuidado, risco de explosão. Cuidado, risco de corrosão

Código Símbolo Significado Forma e cor Aplicação. Cuidado, risco de incêndio. Cuidado, risco de explosão. Cuidado, risco de corrosão I - Símbolos da sinalização básica ANEXO B SIMBOLOGIA PARA A SINALIZAÇÃO DE EMERGÊNCIA Os símbolos adotados por esta norma para sinalização de emergência são apresentados a seguir, acompanhados de exemplos

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS UTENSÍLIOS DE COZINHA E REFEITÓRIO ESCOLAR (Versão 1) Junho/2012 UTENSÍLIOS DE COZINHA E REFEITÓRIO ESCOLAR ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS CATEGORIA: UTENSÍLIOS LOTE: INOX ITEM 1: KIT

Leia mais

職 業 安 全 健 康 廳 Departamento de Segurança e Saúde Ocupacional. Lista de controle das condições de Segurança e Saúde Ocupacional para Hotelaria e afins

職 業 安 全 健 康 廳 Departamento de Segurança e Saúde Ocupacional. Lista de controle das condições de Segurança e Saúde Ocupacional para Hotelaria e afins Local de Trabalho 1 Manter o local de trabalho sempre limpo. 2 Não obstruir as vias de circulação. 3 Desimpedir as saídas de emergência e escapatórias. 4 Arrumar materiais ordenadamente e não demasiado

Leia mais

PROGRAMA DE TREINO DE COMPETÊNCIAS DE GESTÃO DOMÉSTICA ECONOMIA ALIMENTAR

PROGRAMA DE TREINO DE COMPETÊNCIAS DE GESTÃO DOMÉSTICA ECONOMIA ALIMENTAR de formação PROGRAMA DE TREINO DE COMPETÊNCIAS DE GESTÃO DOMÉSTICA ECONOMIA ALIMENTAR 16 HORAS Página 1 de 11 INTRODUÇÃO O Programa de Treino de Competências Básicas de Gestão Doméstica Economia Alimentar

Leia mais

Art. 1 Aprovar e colocar em vigor a NORMA TÉCNICA N 03/2015-CBMDF, na forma do anexo a presente Portaria.

Art. 1 Aprovar e colocar em vigor a NORMA TÉCNICA N 03/2015-CBMDF, na forma do anexo a presente Portaria. Sistema Integrado de Normas Jurídicas do Distrito Federal SINJ-DF PORTARIA N 09, DE 20 DE MARÇO DE 2015. Aprova a Norma Técnica N 03/2015- CBMDF - Sistema de Proteção por Extintores de Incêndio. O COMANDANTE-GERAL

Leia mais

CADERNO DE PROTEÇÕES COLETIVAS

CADERNO DE PROTEÇÕES COLETIVAS Quando edificares uma casa nova, farás um parapeito, no eirado, para que não ponhas culpa de sangue na tua casa, se alguém de algum modo cair dela. Moisés (1473 A.C.). Deuteronômio 22.8 CADERNO DE PROTEÇÕES

Leia mais

FORMAÇÃO 2013/ 2014 1. ACESSO A ESTRUTURAS. 1.2. Acesso a Estruturas c/ Resgate e Salvamento. 1.7. Acesso a Estruturas e Instalador de Linhas de Vida

FORMAÇÃO 2013/ 2014 1. ACESSO A ESTRUTURAS. 1.2. Acesso a Estruturas c/ Resgate e Salvamento. 1.7. Acesso a Estruturas e Instalador de Linhas de Vida FORMAÇÃO 2013/ 2014 1. ACESSO A ESTRUTURAS 1.1. Acesso a Estruturas 1.2. Acesso a Estruturas c/ Resgate e Salvamento 1.3. Verificação de Acesso a Estruturas 1.4. Acesso a Espaços Confinados 1.5. Instaladores

Leia mais

Lima, Jennifer Rush. Rua 1º de Dezembro, Nº 18, 1º Dtº, Venteira 2700-671 Amadora

Lima, Jennifer Rush. Rua 1º de Dezembro, Nº 18, 1º Dtº, Venteira 2700-671 Amadora CURRICULUM V ITAE 1/6 M O D E L O E U R O P E U Informação pessoal Apelido (s) / Nome (s) próprio (s) Morada Telemóvel email Lima, Jennifer Rush Rua 1º de Dezembro, Nº 18, 1º Dtº, Venteira 2700-671 Amadora

Leia mais

Plano Anual Curricular Estudo do Meio - 1º Ciclo -

Plano Anual Curricular Estudo do Meio - 1º Ciclo - Plano Anual Curricular Estudo do Meio - 1º Ciclo - Estudo do Meio 1º Ano 1º Período 2º Período 3º Período À descoberta de si mesmo - A sua identificação Conhecer a sua identificação Conhecer o seu nome

Leia mais

MITOS X VERDADES SOBRE A DENGUE

MITOS X VERDADES SOBRE A DENGUE Uma boa alimentação garante imunidade à doença? Mito. Não há algum alimento específico contra a dengue. Porém, uma alimentação incluindo frutas e vegetais, torna o organismo da pessoa mais saudável e o

Leia mais

20/04/2010. serviço de esteira rolante; serviço de cafeteria; auto-serviço(self service); serviço à la carte; refeições transportadas.

20/04/2010. serviço de esteira rolante; serviço de cafeteria; auto-serviço(self service); serviço à la carte; refeições transportadas. ALIMENTAÇÃO COLETIVA DISTRIBUIÇÃO DE REFEIÇÕES Flávia Milagres Campos A distribuição das refeições, geralmente, ocorre nos salões de refeição (refeitório) e pode ter diferentes modalidades. DISTRIBUIÇÃO

Leia mais

NR-24 CONDIÇÕES SANITÁRIAS E DE CONFORTO NOS LOCAIS DE TRABALHO

NR-24 CONDIÇÕES SANITÁRIAS E DE CONFORTO NOS LOCAIS DE TRABALHO NR-24 CONDIÇÕES SANITÁRIAS E DE CONFORTO NOS LOCAIS DE TRABALHO Órgão Responsável pelo Estabelecimento Endereço CNAE Inspetor (es) DADOS DA INSPEÇÃO Estabelecimento Contato Numero de Servidores Referências

Leia mais

RES-227/2010 de 28/12/2010 Título: SUBSTITUIÇÃO DE CHAVE FUSÍVEL EM TRANSFORMADOR, EM REDE DESENERGIZADA.

RES-227/2010 de 28/12/2010 Título: SUBSTITUIÇÃO DE CHAVE FUSÍVEL EM TRANSFORMADOR, EM REDE DESENERGIZADA. Página: 1/8 1. OBJETIVO Este procedimento tem como objetivo determinar a metodologia para Substituição e Manutenção de Chaves Fusíveis de Transformador em rede desenergizada. 2. ABRANGÊNCIA Este procedimento

Leia mais

É MUITO GRAVE! COMBATER O MOSQUITO É DEVER DE TODOS!

É MUITO GRAVE! COMBATER O MOSQUITO É DEVER DE TODOS! Filiado a: Dengue, Chikungunya e Zika Vírus É MUITO GRAVE! COMBATER O MOSQUITO É DEVER DE TODOS! AEDES AEGYPTI Aedes Aegypti e Aedes Albopictus são as duas espécies de mosquito que podem transmitir Dengue,

Leia mais

Trabalhos em Altura com a Utilização de Cadeira Suspensa (Balancim)

Trabalhos em Altura com a Utilização de Cadeira Suspensa (Balancim) PROCEDIMENTO DE SMS Trabalhos em Altura com a Utilização de Cadeira Suspensa (Balancim) PR-99-993-CPG-009 Revisão: 00 Aprovação: 30/05/2014 Página: 1/7 1. OBJETIVO Estabelecer requisitos de segurança para

Leia mais

IT - 32 SUBESTAÇÕES ELÉTRICAS

IT - 32 SUBESTAÇÕES ELÉTRICAS IT - 32 SUBESTAÇÕES ELÉTRICAS SUMÁRIO ANEXO 1 Objetivo - Figuras, separações e afastamentos entre equipamentos e edificações. 2 Aplicação 3 Referências normativas e bibliográficas 4 Definições 5 Procedimentos

Leia mais

Série 1000 Manual de Instruções da Unidade de Sucção. pulmocare DISPOSITIVO DE SUCÇÃO MÉDICA. Modelos No. SU-DC02

Série 1000 Manual de Instruções da Unidade de Sucção. pulmocare DISPOSITIVO DE SUCÇÃO MÉDICA. Modelos No. SU-DC02 medcare a saúde em 1º lugar Série 1000 Manual de Instruções da Unidade de Sucção pulmocare DISPOSITIVO DE SUCÇÃO MÉDICA Modelos No. SU-02 Modelos No. SU-DC02 Esta unidade é compatível com a EU EMC norma

Leia mais

PROCEDIMENTO. RES-227/2010 de 28/12/2010 Título: SUBSTITUIÇÃO DE CONDUTOR DE MÉDIA TENSÃO, EM VÃO DE REDE DESENERGIZADA.

PROCEDIMENTO. RES-227/2010 de 28/12/2010 Título: SUBSTITUIÇÃO DE CONDUTOR DE MÉDIA TENSÃO, EM VÃO DE REDE DESENERGIZADA. Página: 1/8 1. OBJETIVO Determinar a metodologia para substituição de condutor de média tensão, em vão de rede desenergizada. 2. ABRANGÊNCIA Este procedimento aplica-se a todas as Empresas de Distribuição

Leia mais

Etapa 1: A Diarreia: Identificar e reconhecer a doença

Etapa 1: A Diarreia: Identificar e reconhecer a doença GUIA DO/DA FACILITADOR(A) DE SAUDE Luta contra doenças diarreicas e a Malária Inter Aide Projecto Agua e Saneamento Luta contra Malaria CP 6 Nacala a Velha 82 78 29 956 MENSAGENS CHAVES Etapa 1: A Diarreia:

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Qualificação: Auxiliar de Farmácia

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Qualificação: Auxiliar de Farmácia Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO Código:136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de TÉCNICO EM

Leia mais

Conheça nosso portfólio de produtos e serviços e entenda como a 2AJ Equipamentos de Segurança pode atender a sua necessidade.

Conheça nosso portfólio de produtos e serviços e entenda como a 2AJ Equipamentos de Segurança pode atender a sua necessidade. Conheça nosso portfólio de produtos e serviços e entenda como a 2AJ Equipamentos de Segurança pode atender a sua necessidade. Especializada em engenharia de projetos que garantem a segurança contra quedas

Leia mais

Conheça nosso portfólio de produtos e serviços e entenda como a 2AJ Equipamentos de Segurança pode atender a sua necessidade.

Conheça nosso portfólio de produtos e serviços e entenda como a 2AJ Equipamentos de Segurança pode atender a sua necessidade. Conheça nosso portfólio de produtos e serviços e entenda como a 2AJ Equipamentos de Segurança pode atender a sua necessidade. Especializada em engenharia de projetos que garantem a segurança contra quedas

Leia mais

Técnicas de Salvamentos em Grande Ângulo

Técnicas de Salvamentos em Grande Ângulo Técnicas de Salvamentos em Grande Ângulo Finalidades Para a concretização das diversas Operações de Salvamento (Resgate) em locais de difícil acesso, edifícios de grande altura, em zonas de montanha ou

Leia mais

CONTEÚDO DO TRABALHO. Introdução e visão geral; NR-18 : PCMAT e PPRA;

CONTEÚDO DO TRABALHO. Introdução e visão geral; NR-18 : PCMAT e PPRA; Introdução e visão geral; NR-18 : PCMAT e PPRA; CONTEÚDO DO TRABALHO Doenças ocupacionais e riscos da construção civil; Quedas; Choque elétrico; Soterramento. A construção é um dos ramos mais antigos do

Leia mais

Manual Descritivo para Construção do ASBC

Manual Descritivo para Construção do ASBC Manual descritivo para construção do ASBC 1 Felipe Marques Santos Manual Descritivo para Construção do ASBC (Aquecedor Solar de Baixo Custo) Coordenador: Prof. Dr. Rogério Gomes de Oliveira 2 Manual descritivo

Leia mais

OFERTA FORMATIVA APRESENTAÇÃO 1 FORMAÇÃO INTEREMPRESAS Á REA DA SEGURANÇ A CONTRA INCÊNDIO EM EDIFÍCIOS - TÉCNICOS:

OFERTA FORMATIVA APRESENTAÇÃO 1 FORMAÇÃO INTEREMPRESAS Á REA DA SEGURANÇ A CONTRA INCÊNDIO EM EDIFÍCIOS - TÉCNICOS: APRESENTAÇÃO OFERTA FORMATIVA 1 FORMAÇÃO INTEREMPRESAS Á REA DA SEGURANÇ A CONTRA INCÊNDIO EM EDIFÍCIOS - TÉCNICOS: Curso de Segurança contra Incêndio em Edifícios (SCIE): Aplicação da Regulamentação em

Leia mais

PREVENÇÃO DE ACIDENTES NA INFÂNCIA CAUSAS E SOLUÇÕES

PREVENÇÃO DE ACIDENTES NA INFÂNCIA CAUSAS E SOLUÇÕES PREVENÇÃO DE ACIDENTES NA INFÂNCIA CAUSAS E SOLUÇÕES Introdução As crianças pequenas não têm a capacidade para avaliar o perigo, pelo que qualquer objeto que encontram em casa pode transformar-se num brinquedo

Leia mais

Oportunidades Educativas Sugeridas

Oportunidades Educativas Sugeridas F1.1 F1.2a F1.2b Receber uma mensagem verbal de 20 palavras e, depois de ter corrido 2 km em passo de escuta, transmiti-la oralmente e de forma compreensível. Nadar correctamente dois estilos e saber mergulhar

Leia mais

Portaria nº 15/2001. Jornal Oficial Nº 9 I 01-03-2001 PAG. 161

Portaria nº 15/2001. Jornal Oficial Nº 9 I 01-03-2001 PAG. 161 Portaria nº 15/2001 Jornal Oficial Nº 9 I 01-03-2001 PAG. 161 A educação extra-escolar como forma de contribuir para o desenvolvimento pessoal e social dos cidadãos, tornando-os mais aptos ao desempenho

Leia mais

Situação I. Lei. Situação Risco Medidas. preventivas/prevenção. (Tijolos mal

Situação I. Lei. Situação Risco Medidas. preventivas/prevenção. (Tijolos mal Situação I (Tijolos mal posicionados) executa tarefas com uma serra eléctrica; conduz um veículo sem sinalização; (Dum par) Fractura grave a nível da cabeça; Amputação de superiores; Cegueira; Atropelamento;

Leia mais

1º Boletim : Informação sobre os métodos de avaliação e material de estudo para os eventos

1º Boletim : Informação sobre os métodos de avaliação e material de estudo para os eventos 1º Boletim : Informação sobre os métodos de avaliação e material de estudo para os eventos COMO SERÃO FEITAS AS AVALIAÇÃOES Os requisitos gerais, espirituais, área de acampamento e disciplina, serão avaliados

Leia mais

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos)

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos) Pág.: 1 de 7 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome: Código interno: 03022 Empresa: BOMBRIL S/A Endereço: Marginal Direita da Via Anchieta s/n.º, km 14 Bairro: Rudge Ramos - Cidade: São Bernardo

Leia mais

A ESCOLA PROMOVENDO HÁBITOS ALIMENTARES SAUDÁVEIS

A ESCOLA PROMOVENDO HÁBITOS ALIMENTARES SAUDÁVEIS A ESCOLA PROMOVENDO HÁBITOS ALIMENTARES SAUDÁVEIS ELABORAÇÃO Clarissa Hoffman Irala e Patrícia Martins Fernandez COORDENAÇÃO Elisabetta Recine Universidade de Brasília. Faculdade de Ciências da Saúde.

Leia mais

Organizado por: Márcio de Oliveira

Organizado por: Márcio de Oliveira A PRODUÇÃO MAI S LI MPA COMO FERRAMENTA DE GESTÃO AMBI ENTAL PARA AS I NDÚSTRI AS DO MUNI CÍ PI O DE JUI Z DE FORA Organizado por: Márcio de Oliveira O que você acha que custa mais caro: produzir de forma

Leia mais

SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO Constituição de 1934 direito do trabalhador de higiene e segurança Constituição de 1937 - direito do trabalhador de

SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO Constituição de 1934 direito do trabalhador de higiene e segurança Constituição de 1937 - direito do trabalhador de SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO Constituição de 1934 direito do trabalhador de higiene e segurança Constituição de 1937 - direito do trabalhador de higiene e segurança Constituição de 1967 - direito do

Leia mais

O que Fazer em Uma Emergência

O que Fazer em Uma Emergência O que Fazer em Uma Emergência Primeiros Socorros e Emergências Aquáticas Dr David Szpilman Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro Maj BM QOS David Szpilman Em qualquer emergência procure

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS Página: 1/5 1- Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: SULFATO DE ALUMÍNIO E POTÁSSIO - Código interno de identificação do produto: S1049 - Nome da empresa: Labsynth Produtos para Laboratórios

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO versão 04

MEMORIAL DESCRITIVO versão 04 MEMORIAL DESCRITIVO versão 04 Arquitetônico Hidrossanitário EMPREENDIMENTO: Edifício Residencial ÁREA CONSTRUIDA: 2.323,60 m² ÁREA DO TERRENO: 1.474,00 m² LOCALIZAÇÃO: Rua Ianne Thorstemberg, n 344 Bairro

Leia mais

F.I.S.P.Q. FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO TIPO DE PRODUTO : DESINFETANTE HOSPITALAR PARA SUPERFICIES FIXAS

F.I.S.P.Q. FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO TIPO DE PRODUTO : DESINFETANTE HOSPITALAR PARA SUPERFICIES FIXAS F.I.S.P.Q. FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA NOME DO PRODUTO ALCOOL NORD DESINFETANTE HOSPITALAR PARA SUPERFICIES FIXAS NOME DO FABRICANTE Cinord

Leia mais

Dengue uma grande ameaça. Mudanças climáticas, chuvas e lixo fazem doença avançar.

Dengue uma grande ameaça. Mudanças climáticas, chuvas e lixo fazem doença avançar. Dengue uma grande ameaça. Mudanças climáticas, chuvas e lixo fazem doença avançar. O verão chega para agravar o pesadelo da dengue. As mortes pela doença aumentaram na estação passada e vem preocupando

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico - FISPQ

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico - FISPQ Produto: Ultra Fluído Reativo 100M Página 1 de 5 1 Informação do Produto e da Empresa Nome do Produto: Ultra Fluído Reativo 100M Fornecedor Nome: Ultralub Química Ltda. Endereço: Estrada dos Crisântemos,

Leia mais

Condições de Instalação e Uso

Condições de Instalação e Uso [M06 11102011] 1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA É muito importante que você leia atentamente todas as instruções antes de utilizar o produto, pois elas garantirão sua segurança. Condições de Instalação

Leia mais

NORMAS DE SEGURANÇA EM LABORATÓRIO

NORMAS DE SEGURANÇA EM LABORATÓRIO NORMAS DE SEGURANÇA EM LABORATÓRIO 1. INTRODUÇÃO Toda e qualquer atividade prática a ser desenvolvida dentro de um laboratório apresentam riscos e estão propensas a acidentes. Devemos então utilizar normas

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS Página: 1/5 1- Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: CLORETO DE OURO - Código interno de identificação do produto: C1111 - Nome da empresa: Labsynth Produtos para Laboratórios Ltda -

Leia mais

Instruções para utilização

Instruções para utilização Instruções para utilização MÁQUINA DE LAVAR ROUPA Português AWM 129 Sumário Instalação, 16-17-18-19 Desembalar e nivelar Ligações hidráulicas e eléctricas Primeiro ciclo de lavagem Dados técnicos Instruções

Leia mais

Manual de instruções Forno para pizza Mini

Manual de instruções Forno para pizza Mini P Manual de instruções Forno para pizza Mini 203510 203500 V1/0813 PORTUGUÊS Tradução do manual de instruções original Antes de iniciar a utilização deve ler o manual de instruções e seguidamente guardá-lo

Leia mais

APIR- Aspectos / Perigos e Impactos / Riscos

APIR- Aspectos / Perigos e Impactos / Riscos Administrativas APIR- Aspectos / Perigos e Impactos / Riscos RG-083 Rev. 1 20/09/2012 CONTRATO / FRENTE DE TRABALHO: GESTÃO ATNAS ESCOPO: APOIO TÉCNICO / ADMINISTRATIVO E TRANSPORTE DE PESSOAS ALTERAÇÃO

Leia mais

ECOFOGÃO MODELO CAMPESTRE 2. Manual de instalação, uso e manutenção.

ECOFOGÃO MODELO CAMPESTRE 2. Manual de instalação, uso e manutenção. ECOFOGÃO MODELO CAMPESTRE 2 Manual de instalação, uso e manutenção. Parabéns, ao adquirir o Ecofogão, você tem em mãos uma das tecnologias mais simples, eficiente e limpa atualmente disponível, para o

Leia mais

Manual de Operação setembro / 2010

Manual de Operação setembro / 2010 Hid atec Manual de Operação setembro / 2010 Anotações Assistência Técnica 02 Anotações Assistência Técnica Índice PARTIDA 1. Material necessário 2. Descrição das atividades 3. Ações no caso de anormalidade

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Coletor Solar com Tubo a Vácuo. BAIXA PRESSÃO (5 m.c.a.) Modelo: RSV-30T33-BP

MANUAL DO USUÁRIO. Coletor Solar com Tubo a Vácuo. BAIXA PRESSÃO (5 m.c.a.) Modelo: RSV-30T33-BP MANUAL DO USUÁRIO Coletor Solar com Tubo a Vácuo BAIXA PRESSÃO (5 m.c.a.) Modelo: RSV-30T33-BP Importado por: Rinnai Brasil Tecnologia de Aquecimento Ltda. Rua Tenente Onofre Rodrigues de Aguiar, 200 CEP

Leia mais

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. Rua Manoel Joaquim Filho, 303, CEP. 13148-115 Paulínia / SP.

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. Rua Manoel Joaquim Filho, 303, CEP. 13148-115 Paulínia / SP. Página 1 de 6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Nome da Empresa: CICATRILEX PRATA Ceva Saúde Animal Ltda. Rua Manoel Joaquim Filho, 303, CEP. 13148-115 Paulínia / SP. Nome do Fabricante:

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE DEPARTAMENTO NACIONAL DE ENDEMIAS RURAIS

MINISTÉRIO DA SAÚDE DEPARTAMENTO NACIONAL DE ENDEMIAS RURAIS MINISTÉRIO DA SAÚDE DEPARTAMENTO NACIONAL DE ENDEMIAS RURAIS Publicado sob os auspícios do Ministério da Saúde sendo ministro o prof. MAURÍCIO DE MEDEIROS e Diretor-Geral do D.N.E.Ru. o Dr. MÁRIO PINOTTI.

Leia mais

CIÊNCIAS PROVA 1º BIMESTRE 4º ANO

CIÊNCIAS PROVA 1º BIMESTRE 4º ANO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO CIÊNCIAS PROVA 1º BIMESTRE 4º ANO 2010 Questão 1 PROVA DE CIÊNCIAS 4 ANO Boa alimentação

Leia mais

INTENÇÃO DE REGISTRO DE PREÇOS Processo Administrativo Nº 2015.02.005794

INTENÇÃO DE REGISTRO DE PREÇOS Processo Administrativo Nº 2015.02.005794 INTENÇÃO DE REGISTRO DE PREÇOS Processo Administrativo Nº 2015.02.005794 A Fundação UNIRG, por intermédio da Comissão Permanente de Licitação, em obediência ao disposto no art. 5º do Decreto Federal nº

Leia mais

Presidência da República Secretaria -Geral

Presidência da República Secretaria -Geral PLANO DE SEGURANÇA (versão simplificada para utilizadores) 1 1. Introdução Um Plano de Segurança é definido como um conjunto de medidas de autoprotecção (organização e procedimentos) tendentes a evitar

Leia mais

02/13 972-09-05 782259 REV.0. Fritadeira Inox 2,5L. Manual de Instruções SOMENTE SOMENTE PARA USO PARA DOMÉSTICO

02/13 972-09-05 782259 REV.0. Fritadeira Inox 2,5L. Manual de Instruções SOMENTE SOMENTE PARA USO PARA DOMÉSTICO 02/13 972-09-05 782259 REV.0 Fritadeira Inox 2,5L SOMENTE SOMENTE PARA USO PARA DOMÉSTICO USO DOMÉSTICO Manual de Instruções INTRODUÇÃO Parabéns pela escolha da Fritadeira a óleo Britânia. Para garantir

Leia mais

CURSO FORMAÇÃO DE BOMBEIRO PROFISSIONAL CIVIL

CURSO FORMAÇÃO DE BOMBEIRO PROFISSIONAL CIVIL 410h/a MÓDULO I - INTRODUÇÃO Aula Inaugural Materiais e Equipamentos Introdução ao Gerenciamento de Emergências/Acidentes Históricos Segurança no Trabalho Saúde Ocupacional O profissional BPC EPI e EPR

Leia mais

SEGURANÇA NA TERCEIRA IDADE OS FATORES QUE MAIS CAUSAM AS QUEDAS PODEM SER:

SEGURANÇA NA TERCEIRA IDADE OS FATORES QUE MAIS CAUSAM AS QUEDAS PODEM SER: SEGURANÇA NA TERCEIRA IDADE As quedas tornam-se mais frequentes com o avançar da idade. Segundo a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia, a maioria dos casos acontecem dentro de casa e são a

Leia mais

FICHA DE SEGURANÇA Edição revista no : 1

FICHA DE SEGURANÇA Edição revista no : 1 Página : 1 Etiqueta 2.2 : Gás não inflamável e não tóxico. 1 IDENTIFICAÇÃO DA SUBSTÂNCIA/PREPARAÇÃO E DA SOCIEDADE / EMPRESA Designação Comercial : N Ficha de Segurança : Uso : Gas Refrigerante. Identificação

Leia mais

RISCO DE EXPLOSÃO EM SALA DE BATERIAS COMO EVITAR

RISCO DE EXPLOSÃO EM SALA DE BATERIAS COMO EVITAR RISCO DE EXPLOSÃO EM SALA DE BATERIAS COMO EVITAR Recentemente estive envolvido na elaboração de um laudo técnico pericial referente ao um princípio de incêndio ocorrido em um local onde estavam sendo

Leia mais

FISPQ A - 016 Em conformidade com a NBR 14725:2005 2 ed.

FISPQ A - 016 Em conformidade com a NBR 14725:2005 2 ed. 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Aplicação: Limpa Contatos Limpeza de contatos elétricos Fornecedor: Sprayon Química Industrial Ltda - ME - Indústria Brasileira Endereço: Rua Chile

Leia mais

FISPQ (FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS.) DETERGENTE EUCALIPTO GEL 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA:

FISPQ (FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS.) DETERGENTE EUCALIPTO GEL 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: 1.1 Nome Comercial: Detergente Eucalipto Gel Maranso 1.2 Código de Venda:004 1.3 Nome do Fabricante: QOB MATERIAIS DOMISSANEANTES LTDA EPP Rua Ministro Joaquim

Leia mais

PRIMEIRO A SEGURANÇA. Armazenamento e Manuseamento Seguro de Produtos de Limpeza e de Desinfecção. Seguir as Regras de Segurança:

PRIMEIRO A SEGURANÇA. Armazenamento e Manuseamento Seguro de Produtos de Limpeza e de Desinfecção. Seguir as Regras de Segurança: Seguir as Regras de Segurança: 1. Seguir sempre as recomendações e instruções de aplicação dos produtos de limpeza e de desinfecção. 2. Observar os pictogramas de perigo, as advertências de perigo e as

Leia mais

SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO

SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO Conjunto de medidas educacionais, técnicas, médicas e psicológicas adotadas com o objetivo de prevenir acidentes. As causas de um acidente: a) condição insegura: Tal condição

Leia mais

Liquidificador LEIA ANTES DE USAR. Dúvidas? Por favor, ligue nossos associados estão prontos para ajudar. SAC: 0800-2412411

Liquidificador LEIA ANTES DE USAR. Dúvidas? Por favor, ligue nossos associados estão prontos para ajudar. SAC: 0800-2412411 Liquidificador LEIA ANTES DE USAR Visite o site: www.hamiltonbeach.com.br para conhecer a nossa linha completa de produtos Dúvidas? Por favor, ligue nossos associados estão prontos para ajudar. SAC: 0800-2412411

Leia mais

Palestras. Manuseio de Cargas - Levantamento Correto de Peso - Posicionamento - Orientações posturais no ambiente de trabalho.

Palestras. Manuseio de Cargas - Levantamento Correto de Peso - Posicionamento - Orientações posturais no ambiente de trabalho. Palestras Comitê de Ergonomia Dicas de Ergonomia e Bem-Estar - Saúde Ocupacional áreas de atuação - Ergonomia (definição) - Comitê de ergonomia (definição) - Criação do comitê - Missões - Intervenção ergonômica

Leia mais

PARADA CARDIORRESPIRATÓRIA E MANOBRAS DE RESSUSCITAÇÃO CARDIOPULMONAR

PARADA CARDIORRESPIRATÓRIA E MANOBRAS DE RESSUSCITAÇÃO CARDIOPULMONAR PARADA CARDIORRESPIRATÓRIA E MANOBRAS DE RESSUSCITAÇÃO CARDIOPULMONAR Parada cardíaca ou parada cardiorrespiratória (PCR) é a cessação súbita da circulação sistêmica e da respiração. As principais causas

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS Página: 1/5 1- Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: ACETATO DE SÓDIO ANIDRO - Código interno de identificação do produto: A1014 - Nome da empresa: Labsynth Produtos para Laboratórios

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS Página: 1/5 1- Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: SACAROSE - Código interno de identificação do produto: S1002 - Nome da empresa: Labsynth Produtos para Laboratórios Ltda - Endereço:

Leia mais

FRITADEIRA MEGA FRY INOX

FRITADEIRA MEGA FRY INOX 02/13 973-09-05 782264 REV.0 FRITADEIRA MEGA FRY INOX SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO MANUAL DE INSTRUÇÕES INTRODUÇÃO Parabéns pela escolha da Fritadeira Philco. Para garantir o melhor desempenho de seu produto,

Leia mais

LIMPA PNEU ECO 3000 Manual Técnico

LIMPA PNEU ECO 3000 Manual Técnico Greensun Ind. e Com. de Prod. de Limp. Ltda. CNPJ: 39.708.888/0001-57 - Ins. Est: 85.419.269 Rua da Fonte 1028, Nova Cidade - Rio das Ostras - Rio de Janeiro / Brasil Telefax: (22) 2760-0518 - Químico

Leia mais

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) MIRANDA, João & ZAGO, Luciana. 2013. Guia de Escalada em Rocha: Praia do Santinho, Morro das Aranhas, Florianópolis, SC. João M.D. Miranda (Ed.),

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS Página: 1/5 1- Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: DODECILSULFATO DE SÓDIO - Código interno de identificação do produto: D1014 - Nome da empresa: Labsynth Produtos para Laboratórios

Leia mais

Projeto de Capacitação de Crianças e Adolescentes sobre Socorrismo, prevenção de acidentes, Defesa Civil e Cidadania

Projeto de Capacitação de Crianças e Adolescentes sobre Socorrismo, prevenção de acidentes, Defesa Civil e Cidadania R e s g a t e M i r i m Comunitário Projeto de Capacitação de Crianças e Adolescentes sobre Socorrismo, prevenção de acidentes, Defesa Civil e Cidadania 1 B E L O H O R I Z O N T E, S A N T A L U Z I A

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico Produto : NO RUST D ( para desenvolvimento de poços) ver.03.07 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Empresa: Clanox Ind. e Comércio de Produtos Químicos

Leia mais

PLANO DE TRABALHOS COM RISCOS ESPECIAIS Execução de pinturas

PLANO DE TRABALHOS COM RISCOS ESPECIAIS Execução de pinturas Página 1 de 7 PLANO DE TRABALHOS COM RISCOS ESPECIAIS Execução de pinturas Página 2 de 7 PROCESSO CONSTRUTIVO 1. EECUÇÃO DE PINTURAS Esta actividade consiste nos trabalhos de pinturas nas paredes simples

Leia mais

Inicialmente, divide esses serviços em dois grupos:

Inicialmente, divide esses serviços em dois grupos: COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO URBANO 1 PROJETO DE LEI N o 787, DE 2003 Institui diretrizes nacionais para a cobrança de tarifas para a prestação dos serviços de abastecimento de água e dá outras providências.

Leia mais

Guia dos cargos de Patrulha

Guia dos cargos de Patrulha Guia dos cargos de Patrulha Tudo o que você precisa saber para ser um bom... COZINHEIRO EQUIPE O conteúdo deste guia foi idealizado e organizado por: André Karakú Luiz Assi Andressa Almeida Douglas Nogueira

Leia mais

Patio Heater. Aquecedor de Ambiente Externo. Premium PH-2750

Patio Heater. Aquecedor de Ambiente Externo. Premium PH-2750 Patio Heater Aquecedor de Ambiente Externo Premium PH-2750 Rua João Álvares Soares, 1530 Campo Belo, São Paulo SP, Cep 04609-004, Brasil. Telefax: (011) 5044-1683 Site: www.generalheater.com.br / E-mail:

Leia mais

Mãos e dedos. atenção. Risco de: Esmagamentos Escoriações Cortes Amputações Fraturas

Mãos e dedos. atenção. Risco de: Esmagamentos Escoriações Cortes Amputações Fraturas Mãos e dedos Risco de: Esmagamentos Escoriações Cortes Amputações Fraturas Nenhum empregado foi exposto ao perigo para produzir esse material. As fotos simulam possíveis situações de risco no seu dia de

Leia mais

1º SEMINÁRIO DESAFIOS DO SANEAMENTO ASSEMAE RS

1º SEMINÁRIO DESAFIOS DO SANEAMENTO ASSEMAE RS 1º SEMINÁRIO DESAFIOS DO SANEAMENTO ASSEMAE RS A sustentabilidade e a integração prática das diferentes modalidades do saneamento: água, esgoto, drenagem e resíduos sólidos Porto Alegre, 01 de dezembro

Leia mais

PREV FIRE TREINAMENTOS PREV FIRE TREINAMENTOS. www.prevfire.com.br

PREV FIRE TREINAMENTOS PREV FIRE TREINAMENTOS. www.prevfire.com.br PREV FIRE TREINAMENTOS PREV FIRE TREINAMENTOS www.prevfire.com.br Apresentação A Prev Fire Treinamentos é uma empresa privada constituída em 2010, especializada em prestação de serviços na área de segurança,

Leia mais

Acidentes na Infância

Acidentes na Infância Acidentes na Infância Realizado por: Ana Cristina Pinheiro Mário Quintaneiro ACIDENTES NA INFÂNCIA Os acidentes são a maior causa de morbilidade e mortalidade na infância e a maioria deles é prevenível,

Leia mais

CBME CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE MONTANHISMO E ESCALADA

CBME CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE MONTANHISMO E ESCALADA PADRÕES DE COMPETÊNCIAS DO GUIA DE MONTANHA VOLUNTÁRIO CBME INTRODUÇÃO A CBME diante do crescimento das atividades de montanhismo e escalada ocorrido nos últimos anos, que vem resultando na fundação de

Leia mais

Primeiros Socorros. São ações que cada cidadão pode realizar para ajudar alguém que esteja passando por um momento de risco.

Primeiros Socorros. São ações que cada cidadão pode realizar para ajudar alguém que esteja passando por um momento de risco. PRIMEIROS SOCORROS Primeiros Socorros São ações que cada cidadão pode realizar para ajudar alguém que esteja passando por um momento de risco. Há um conjunto de procedimentos de emergências para vítima

Leia mais

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos) NO AR ONE TOUCH Lavanda, Jardim e Pomar, Conforto do Lar e Amor de Mãe.

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos) NO AR ONE TOUCH Lavanda, Jardim e Pomar, Conforto do Lar e Amor de Mãe. Página 1 de 7 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome Código interno Aparelho / Refil NO AR LAVANDA (Provence) 9047 / 9051 NO AR AMOR DE MÃE (Lembranças) 9049 / 9053 NO AR JARDIM E POMAR 9046 / 9050

Leia mais

SUMÁRIO OBESIDADE...4 OBESIDADE EM ADULTOS...5 PREVENÇÃO...6 EM BUSCA DO PESO SAUDÁVEL...7 TRATAMENTO...9 CUIDADOS DIÁRIOS COM A ALIMENTAÇÃO...

SUMÁRIO OBESIDADE...4 OBESIDADE EM ADULTOS...5 PREVENÇÃO...6 EM BUSCA DO PESO SAUDÁVEL...7 TRATAMENTO...9 CUIDADOS DIÁRIOS COM A ALIMENTAÇÃO... 2 SUMÁRIO OBESIDADE...4 OBESIDADE EM ADULTOS...5 PREVENÇÃO...6 EM BUSCA DO PESO SAUDÁVEL...7 TRATAMENTO...9 CUIDADOS DIÁRIOS COM A ALIMENTAÇÃO...12 OUTROS HÁBITOS SAUDÁVEIS...14 ATIVIDADE FÍSICA...14 CUIDADOS

Leia mais

Um sistema bem dimensionado permite poupar, em média, 70% a 80% da energia necessária para o aquecimento de água que usamos em casa.

Um sistema bem dimensionado permite poupar, em média, 70% a 80% da energia necessária para o aquecimento de água que usamos em casa. Mais Questões Isildo M. C. Benta, Assistência Técnica Certificada de Sistemas Solares Quanto poupo se instalar um painel solar térmico? Um sistema bem dimensionado permite poupar, em média, 70% a 80% da

Leia mais

TR 400 ATENÇÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO. A Turbo Roda se utilizada fora das condições citadas nas tabelas técnicas, perderá a garantia.

TR 400 ATENÇÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO. A Turbo Roda se utilizada fora das condições citadas nas tabelas técnicas, perderá a garantia. ATENÇÃO A Turbo Roda se utilizada fora das condições citadas nas tabelas técnicas, perderá a garantia. A TURBO RODA BETTA é um equipamento patenteado, PATENTE n MU 736-4 qualquer violação contra os direitos

Leia mais

WORX AEROCART MODELO WG050

WORX AEROCART MODELO WG050 WORX AEROCART MODELO WG050 Avisos Gerais de Segurança AVISO Leia todos os avisos e instruções de segurança. Não seguir os avisos e instruções pode resultar em lesão séria. Guarde todos os avisos e instruções

Leia mais

FICHAS DE PROCEDIMENTO PREVENÇÃO DE RISCOS

FICHAS DE PROCEDIMENTO PREVENÇÃO DE RISCOS PP. 1/7 FICHAS DE PROCEDIMENTO PREVENÇÃO DE RISCOS 1 TAREFA GRUAS TORRE 2 DESCRIÇÃO As gruas torre são máquinas utilizadas para elevação de cargas (por meio de um cabo), e transporte dentro de um raio

Leia mais

cisternas para os convênios municipais Cartilha do programa

cisternas para os convênios municipais Cartilha do programa cisternas para os convênios municipais Cartilha do programa 1 Prefácio Esta cartilha se propõe a ser uma companheira útil e simples. É voltada, principalmente, para as comunidades do semi-árido brasileiro

Leia mais