RESOLUÇÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RESOLUÇÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO"

Transcrição

1 O Conselho de Administração do Instituto Infnet, no uso de suas atribuições e demais legislações correlatas, considerando necessário o estabelecimento de critérios para concessão de bolsas de estudo, resolve: Capítulo I DO PROGRAMA DE BOLSAS Art. 1º- O Programa de Bolsas por Mérito e Necessidade para candidatos a ingresso em Graduações, Pós- Graduações e Formações, instituído em 1 de janeiro de 2011, passa a ser regulamentado pelos termos da presente Resolução nº 01/2016. Capítulo II DO OBJETIVO Art. 2º- O Programa destina-se a atender aos candidatos a ingresso que não dispõem de recursos financeiros suficientes para custear os programas do Instituto Infnet (graduações, pós-graduações e formações) e que apresentam alto desempenho em seu histórico acadêmico, demonstrando ser capazes de tirar máximo proveito dos estudos no Infnet. Art. 3º- O Programa de Bolsas por Mérito e Necessidade é permanente, acontecendo durante períodos específicos do ano, tendo suas bolsas concedidas ou não pela Comissão Permanente de Bolsas de Estudo, subsidiada pela Pró-Reitoria de Operações e presidida pelo Pró-Reitor de Operações. Capítulo III DAS INFORMAÇÕES GERAIS Art. 4º- A presente Resolução disciplina o processo de inscrição e seleção de candidatos para o Programa. 1º A instituição se reserva o direito de aplicar as condições estabelecidas neste edital, modificá-las ou revogá-las a qualquer momento, quando julgar conveniente. 2º Os critérios de seleção aqui definidos são obrigatórios para a concessão de bolsas de estudo. Os casos que gerarem dúvidas serão apreciados pela Pró-Reitoria de Operações. 3º Serão ofertadas bolsas de estudos para ingressantes em graduações definidas pelo Instituto Infnet conforme o limite indicado no orçamento anual para o programa, assim como bolsas de estudo em programas de pós-graduação e formações, conforme critérios próprios da Comissão.

2 4º É prerrogativa exclusiva da Pró-Reitoria de Operações a definição do número e dos percentuais de bolsas que serão oferecidas a cada ano, para cada uma das graduações oferecidas pela Instituição. 5º Nenhuma interferência será aceita no processo, que se guiará pelos mais estritos ditames de justiça e impessoalidade, e dentro das possibilidades da instituição. 6º O presente programa não se confunde com o ProUni, que pode ser oferecido pela Instituição e não concorre pelas mesmas bolsas de estudo. Capítulo IV DA COMISSÃO DE BOLSA DE ESTUDO Art. 5º- A Comissão do Programa de Bolsas por Mérito e Necessidade será composta por 5 (cinco) membros titulares, integrantes da Reitoria, Pró-Reitoria e Diretoria do Campus. 1º As deliberações da Comissão de Bolsas de Estudo deverão ser tomadas sempre por, no mínimo, dois de seus membros. 2º São os membros da comissão o Pró-Reitor de Operações, o Pró-Reitor Executivo, o Reitor, o Diretor de Graduação e o Diretor de Pós-graduação. Art. 6º- Através de critérios e procedimentos estabelecidos nesta resolução a Comissão tem por dever acompanhar e fiscalizar o programa para a concessão adequada e coerente de bolsas de estudo. Art. 7º- Esta resolução estabelece as seguintes atribuições à comissão: 1º Elaborar e divulgar anualmente o Edital do Programa, indicando o número máximo de bolsas de estudos para a graduação a serem aprovadas em cada tipo de curso naquele ano, assim como o tempo de análise e resposta aos candidatos; 2º Publicar o teto dos rendimentos Per Capita do grupo familiar do candidato para cada tipo de Programa e nível de bolsa requerido; 3º Receber os processos e analisar os documentos apresentados pelos candidatos.

3 4º Indeferir o pedido de Bolsa de Estudo quando verificada falsidade nas informações prestadas pelo requerente. 5º Informar ao candidato o resultado de seu pedido no tempo definido no Edital; 6º Encaminhar o processo administrativo à Central de Matrícula, para a matrícula do candidato aprovado. 7º Evitar que os resultados e os documentos enviados tornem-se públicos, sendo o benefício de caráter particular. Capítulo V DA PARTICIPAÇÃO NO PROGRAMA Art. 8º- Para participar do Programa será necessário que o candidato: 1º Sendo do interesse do candidato, curso de Graduação, o mesmo deverá se inscrever e ser aprovado no Vestibular. É obrigatória a participação no Exame Nacional do Ensino Médio - ENEM, aos candidatos que concluíram o ensino médio a partir de 2010, assim como a participação no Vestibular. 2º Sendo do interesse do candidato, curso de Pós-Graduação, após a entrega de toda documentação para análise, agendaremos uma entrevista entre o candidato e o coordenador, de acordo com a disponibilidade de ambos. 3º Sendo do interesse do candidato, curso de Formação, não há necessidade de aprovação prévia, devendo o candidato observar se possui os pré-requisitos necessários. 5º Observe todas as cláusulas dispostas nesta resolução e preencha completamente o formulário de Inscrição do Programa - que é de exclusiva responsabilidade do candidato e constitui condição para a participação do mesmo no programa;

4 Art. 9º- Sendo do interesse do candidato, curso de Graduação, inscrito no Programa de Bolsas por Mérito e Necessidade, o mesmo concorrerá à bolsa de estudos apenas no curso escolhido como opção na sua inscrição do Processo Seletivo. 1º Havendo vagas e sendo o candidato agraciado com uma bolsa, a instituição pode, a seu exclusivo critério, permitir que o candidato faça sua matrícula fora do prazo estabelecido, em virtude do tempo necessário para a análise do pedido de bolsa. Art. 10º- As inscrições (compreendidas como preenchimento de formulário e entrega de documentação) e seleções (realização de vestibular ou entrevista com o coordenador de curso) devem ser realizadas nos períodos de 01/jan a 28/fev ou 01/jul a 31/ago de cada ano. Não serão aceitas inscrições e seleções fora deste prazo. O tempo de análise é de no mínimo 30 dias, conforme Art. 9º do Edital do Programa de Bolsas por Mérito e Necessidade. a. A apresentação, pelos candidatos da graduação, dos documentos necessários para a seleção, deve acontecer após aprovação no Processo Seletivo, no endereço indicado nesta resolução; b. Matrícula dos bolsistas: prazo de duas semanas após a aprovação da bolsa, sempre sujeita a disponibilidade de vagas. Art. 11- Não poderão usufruir do Programa de Bolsas por Mérito e Necessidade: a. Candidatos com renda familiar mensal acima dos limites divulgados anualmente no edital; b. Candidatos que já tenham uma habilitação em curso de graduação para solicitação de bolsas de graduação; c. Alunos atuais do Instituto Infnet, exceto no caso de alunos de graduação com a matrícula trancada há mais de 6 meses; d. Candidatos que já participaram do Programa de Bolsas por Mérito e Necessidade e obtiveram bolsa de estudos. Capítulo VI DO PROCESSO SELETIVO Art. 12- O processo seletivo compreende as seguintes etapas, de acordo com o Programa escolhido: a. Graduação: Seleção, Inscrição, Análise, Divulgação e Matrícula. b. Pós Graduação: Inscrição, Seleção, Análise, Divulgação e Matrícula c. Formação: Inscrição, Análise, Divulgação e Matrícula

5 1º Seleção: É a realização do vestibular, no caso de candidatos para Graduação ou realização de entrevista com o coordenador do curso, aos candidatos para Pós Graduação. 2º Inscrição: Preenchimento do formulário online e entrega da documentação no Instituto Infnet; 3º Análise: Esta etapa consiste na análise de documentação de cada candidato, e levará o tempo indicado no Edital; 4º Divulgação da relação de selecionados: A divulgação será feita diretamente para o candidato, seja em caso de concessão ou não da bolsa. A informação não será disponibilizada publicamente. 5º Matrícula: O candidato selecionado deverá assinar o Contrato de Prestação de Serviços Educacionais e o Contrato de Concessão de Bolsa. E neste segundo, estarão definidas as obrigações e deveres do aluno e do contratante (no caso de bolsa parcial), a bolsa de estudos concedida e os motivos que poderão gerar o cancelamento da mesma. Se o candidato for menor de idade ou impedido legalmente, seu responsável legal assinará o contrato. Art. 13- Se necessário, a Comissão Permanente de Bolsas de Estudo solicitará entrevista com os candidatos. Art. 14- Um dos critérios considerados na análise do pedido é a pontuação obtida pelo candidato no Vestibular, no caso de pedidos de bolsa para a graduação. Por essa razão, o Vestibular deve ser realizado antes da entrega de da documentação. Capítulo VII DAS CATEGORIAS Art. 15- A distribuição das bolsas de estudos se fará pelo julgamento do mérito e necessidade do candidato, até o limite de bolsas permitido por ano, conforme edital. Art. 16- Serão analisados os requisitos referentes aos recursos financeiros do aluno e do seu grupo familiar e seu desempenho acadêmico, podendo o candidato solicitar bolsas das seguintes categorias: a. Bolsa total de 100% b. Bolsa parcial de 25%, 50% ou 75% Art. 17- No caso de solicitações de bolsas para Formações, poderão ser concedidas bolsas especiais, do tipo Dependente de vaga ociosa. Nesse caso, o candidato à bolsa recebe o direito de fazer a Formação apenas se houver uma vaga ociosa em uma turma da Formação pretendida nos seis meses seguintes à aprovação

6 da bolsa. A disponibilidade de vaga é identificada apenas na antevéspera do início das aulas, exigindo o comparecimento imediato do aluno e do contratante (no caso de bolsas parciais) ao Instituto Infnet. A decisão da Bolsa concedida ser Dependente de Vaga ou normal é da Comissão, não sendo necessário o candidato indicar o tipo desejado. Art. 18- Não é permitido o pedido de revisão de bolsa ao longo de sua vigência. O trancamento ou abandono do curso tornará a bolsa nula. Art. 19- A Comissão Permanente de Bolsas de Estudo pode conceder uma bolsa menor do que a solicitada. Entretanto, o candidato deve solicitar a menor bolsa que atenda as suas necessidades, de forma a aumentar suas chances de obtê-la. Capítulo VIII DA DOCUMENTAÇÃO Art. 20- O candidato deverá apresentar pessoalmente, cópia dos seguintes documentos abaixo relacionados. Não aceitaremos documentos originais. Eles devem estar em papel formato carta ou A4, com excelente visualização das informações. Os documentos devem estar organizados, separados por membros do grupo familiar. Além disso, o preenchimento do formulário online é obrigatório. Art. 21- A documentação exigida para todos os programas (Graduação, Pós-graduação e Formação) segue relacionada abaixo: 1º [EXIGÊNCIA PARA TODOS OS PROGRAMAS] Carteira de identidade própria e de demais pessoas do grupo familiar (grupo familiar são todos que moram na mesma residência). Pode ser substituída pela certidão de nascimento para menores de idade; 2º [EXIGÊNCIA PARA TODOS OS PROGRAMAS] Certidão de Casamento do candidato se o mesmo for casado e se for solteiro que resida com os pais apresentar certidão de casamentos dos pais, no caso de pais casados; 3º [EXIGÊNCIA PARA TODOS OS PROGRAMAS] Certidão de separação, divórcio ou óbito dos pais, no caso de um deles não constar do grupo familiar do candidato; em caso de abandono o candidato deverá o Boletim de Ocorrência da época; nos casos em que for impossível obter a certidão, deve redigir uma carta explicativa à mão (posteriormente digitalizada). 4º [EXIGÊNCIA PARA TODOS OS PROGRAMAS] CPF (Cadastro de Pessoas Físicas do Ministério da Fazenda) - CPF do próprio e do grupo familiar.

7 5º [EXIGÊNCIA PARA TODOS OS PROGRAMAS] Declaração de imposto de renda completa para todos integrantes grupo familiar. A ausência do imposto de renda de um integrante do grupo familiar, sem documento que comprove ser isento, impede o processo de ser analisado pela comissão. 6º [EXIGÊNCIA PARA TODOS OS PROGRAMAS] Comprovante de residência (caso o comprovante não esteja em nome de nenhum componente do Grupo Familiar, deverá ser plenamente justificado) se a residência for alugada e o comprovante estiver no nome do Proprietário, deverá apresentar o Contrato de Locação; São considerados comprovantes de residência: Contas de luz, gás, telefone, água (em caso de comunidade carente devera ser apresentada uma declaração da Associação de Moradores). Candidatos solteiros, que não residam com os pais, deverão enviar comprovante de residência dos mesmos. 7º [EXIGÊNCIA PARA TODOS OS PROGRAMAS] Comprovantes de bens, como documentos dos veículos pertencentes ao grupo familiar. A não comprovação de algum bem imóvel existente poderá anular a bolsa concedida durante sua vigência, além de configurar fraude, punível de acordo com o regimento da instituição. 8º [EXIGÊNCIA PARA TODOS OS PROGRAMAS] Carteiras de trabalho de todos citados em grupo familiar (das páginas referentes à identificação, o último registro de trabalho com página posterior embranco e demais anotações), inclusive daqueles que estiverem desempregados, mesmo dos que nunca trabalharam, bem como dos aposentados, autônomos, funcionários públicos e da economia informal; 9º [EXIGÊNCIA PARA TODOS OS PROGRAMAS] Comprovante de rendimentos do estudante e do grupo familiar; Não serão aceitas declarações de próprio punho, exceto para diarista ou empregada doméstica sem carteira de trabalho assinada. Para comprovação de rendimentos, serão aceitos os documentos relacionados abaixo: a. Emprego regular - contracheques atualizados, de pelo menos três últimos meses; b. Quando estagiário - cópia do contrato ou comprovante de remuneração, e declaração da empresa informando se fornece ou não algum tipo de auxílio para fins de bolsa de estudo; c. Aposentados ou pensionistas - último recibo ou extrato bancário de aposentadoria ou pensão;

8 d. Desempregado (acima de 16 anos) - apresentar carteira de trabalho, bem como cópia das páginas que contenham os seguintes dados: foto, dados pessoais e último registro de trabalho com a página posterior em branco; 10º [EXIGÊNCIA PARA TODOS OS PROGRAMAS] Declaração da empresa informando se fornece ou não algum tipo de auxílio para fins de bolsa de estudo ao candidato (a); 11º [EXIGÊNCIA PARA TODOS OS CURSOS] Em caso de Demissão recente, comprovante de seguro-desemprego, rescisão de contrato de trabalho e do recebimento do FGTS; 12º [EXIGÊNCIA PARA TODOS OS PROGRAMAS] Declaração de próprio punho relatando situação financeira atual do grupo familiar, indicando a razão de não poder arcar com o valor integral do curso; 13º [EXIGÊNCIA PARA TODOS OS PROGRAMAS] Declaração de próprio punho listando as Contas Correntes de todos os membros listados no Grupo Familiar. Extrato Bancário dos 3 últimos meses, de cada conta listada; 14º [EXIGÊNCIA PARA TODOS OS PROGRAMAS] Contrato Social de todas as sociedades ou firmas que qualquer pessoa do grupo familiar seja sócio, se existir; 15º [EXIGÊNCIA PARA TODOS OS PROGRAMAS] Caso algum integrante do grupo familiar seja autônomo, inscrição e comprovante de rendimentos de autônomo e Guia de Recolhimento da Previdência Social (carnê) do INSS, relativo aos últimos 3 meses. 16º [EXIGÊNCIA PARA TODOS OS PROGRAMAS] Caso a renda no grupo familiar consista de outras fontes, anexar o comprovante de recebimento de comissões, alugueis, complemento de aposentadoria e/ou outros. 17º [EXIGÊNCIA PARA TODOS OS PROGRAMAS] Carta impressa, endereçada à Comissão Permanente de Bolsas de Estudo, com até 20 linhas, indicando as razões às quais a bolsa deve ser concedida, incluindo conquistas pessoais anteriores, dedicação pretendida ao curso e outras informações que julgar relevantes. 18º [EXIGÊNCIA PARA TODOS OS PROGRAMAS] Currículo completo. 19º [EXIGÊNCIA PARA GRADUAÇÃO] Histórico Escolar, mais certificado de conclusão do ensino médio.

9 20º [EXIGÊNCIA PARA GRADUAÇÃO] Boletim do ENEM, aos candidatos que concluíram o ensino médio a partir de º [EXIGÊNCIA PARA GRADUAÇÃO] Se o candidato tiver sido estudante de instituição de ensino particular durante o ensino médio, declaração de próprio punho indicando o valor das mensalidades no último ano. Caso tenha estudado com bolsa, com declaração da direção informando que foi bolsista integral e o % da bolsa. 22º [EXIGÊNCIA PARA PÓS GRADUAÇÃO] Diploma da Graduação, mais Histórico Escolar. 23º [EXIGÊNCIA PARA FORMAÇÃO] Certificado de conclusão do ensino médio ou superior, mais Histórico Escolar. 24º [OPCIONAL PARA TODOS OS CURSOS] Opcionalmente, mas com bom peso na decisão da Comissão, Carta (s) de recomendação de professores ou da direção da escola/faculdade em que tenha estudado. Capítulo IX DA CONCESSÃO DA BOLSA Art. 23- A concessão de bolsas para as Graduações, Formações e Pós-graduações se dará dentro do prazo estabelecido nesta Resolução. Art. 24- As bolsas concedidas pelo Programa de Bolsas por Mérito e Necessidade terão validade equivalente ao período mínimo de conclusão de cada curso. Art. 25- Reposições de módulos perdidos por faltas ou desempenho, seja em programas de Graduação, Pós- Graduação ou Formações, serão cobrados normalmente, pelo preço usualmente praticado. Capítulo X DA MANUTENÇÃO DA BOLSA Art. 26- Para manter seu benefício, obrigatoriamente, o aluno deve seguir as condições exigidas para rematrícula. O bolsista não poderá incorrer nas seguintes condições impeditivas da manutenção da bolsa de estudo: a. Descumprir os prazos de rematrícula; b. Rendimento Acadêmico abaixo de 75% por semestre, no caso de graduações;

10 c. Qualquer tempo por inidoneidade de documento apresentado ou falsidade de informação prestada pelo bolsista; d. Esgotamento do prazo de conclusão do curso (no caso de Formações, transferência de mais de um módulo); e. Substancial mudança de condição socioeconômica do bolsista, que comprometa a observância dos requisitos estabelecidos por este regulamento; f. Caso o aluno se envolva em qualquer situação que o leve a medidas disciplinares, como advertências e/ou suspensões; g. Trancamento de matrícula; h. Evasão do bolsista. Capítulo XI DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Art. 27- A bolsa concedida não se estende a eventuais taxas praticadas pela Instituição. Qualquer taxa de prestação de serviços educacionais, que não sejam as mensalidades do curso, ficará por conta do aluno. Art. 28- Os alunos bolsistas estão sujeitos às normas estabelecidas nesta resolução e ao regimento da instituição. Art. 29- O aluno, não poderá em momento algum, solicitar transferência da bolsa concedida para outro curso. Art. 30- Caso necessário, a Comissão do Programa de Bolsas por Mérito e Necessidade poderá solicitar outros documentos, além dos que se encontram listada neste regulamento para comprovar a veracidade das informações e documentos apresentados pelo candidato. Art. 31- Sendo comprovado que o candidato apresentou informações falsas, ou tenha omitido informações que alterem o valor final mensal per capita, estará obrigado ao pagamento das parcelas as quais foi desonerado. Art. 32- Não é permitido o acúmulo de benefícios com outros concedidos pelo Instituto Infnet. Art. 33- Não serão admitidos quaisquer recursos referentes aos critérios de análise e seleção dos candidatos neste programa.

11 Art. 34- Serão automaticamente desclassificados os candidatos que tentarem desrespeitar qualquer um dos itens deste regulamento, ou ainda, utilizarem qualquer meio ilícito para obter benefício próprio ou para terceiro. Art. 35- A participação neste programa implica a aceitação total de todos os itens deste regulamento, que poderão ser alterados mediante aviso prévio aos candidatos. Art. 36 Os documentos deverão ser apresentados no Instituto Infnet, campus São José, localizado na Rua São José, 90, 11º andar, sala 1106 Centro.

RESOLUÇÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

RESOLUÇÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO O Conselho de Administração do Instituto Infnet, no uso de suas atribuições e demais legislações correlatas, considerando necessário o estabelecimento de critérios para concessão de bolsas de estudo, resolve:

Leia mais

REGULAMENTO PARA A CONCESSÃO DA BOLSA POR DESEMPENHO NO PROCESSO SELETIVO

REGULAMENTO PARA A CONCESSÃO DA BOLSA POR DESEMPENHO NO PROCESSO SELETIVO REGULAMENTO PARA A CONCESSÃO DA BOLSA POR DESEMPENHO NO PROCESSO SELETIVO O Conselho de Administração do Instituto Infnet, no uso de suas atribuições e demais legislações correlatas, considerando necessário

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSA AUXÍLIO ESPECIAL PARA ALUNOS DE FORA DO GRANDE RIO

PROGRAMA DE BOLSA AUXÍLIO ESPECIAL PARA ALUNOS DE FORA DO GRANDE RIO PROGRAMA DE BOLSA AUXÍLIO ESPECIAL PARA ALUNOS DE FORA DO GRANDE RIO O Conselho de Administração do Instituto Infnet, no uso de suas atribuições e demais legislações correlatas, considerando necessário

Leia mais

UNIABEU CENTRO UNIVERSITÁRIO EDITAL CONCURSOS DE BOLSAS 2016.1

UNIABEU CENTRO UNIVERSITÁRIO EDITAL CONCURSOS DE BOLSAS 2016.1 UNIABEU CENTRO UNIVERSITÁRIO EDITAL CONCURSOS DE BOLSAS 2016.1 O Reitor do UNIABEU - Centro Universitário torna pública a abertura de inscrições para o Processo Seletivo Social, para o 1º semestre de 2016,

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA EDUCACIONAL Capítulo I Do objetivo Art. 1º - O Programa de Assistência Educacional do Centro Universitário

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA EDUCACIONAL Capítulo I Do objetivo Art. 1º - O Programa de Assistência Educacional do Centro Universitário REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA EDUCACIONAL Capítulo I Do objetivo Art. 1º - O Programa de Assistência Educacional do Centro Universitário Franciscano para estudantes dos cursos de graduação, executado

Leia mais

EDITAL DE 24 DE JULHO DE 2012 2º VESTIBULAR SOCIAL

EDITAL DE 24 DE JULHO DE 2012 2º VESTIBULAR SOCIAL UNIABEU CENTRO UNIVERSITÁRIO EDITAL DE 24 DE JULHO DE 2012 2º VESTIBULAR SOCIAL O Reitor da UNIABEU - Centro Universitário torna pública a abertura de inscrições para o Vestibular Social, para o 2º semestre

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA AUXÍLIO-ALIMENTAÇÃO CAMPI- ICÓ E BREJO SANTO EDITAL Nº 002/2015 DAE/UFCA A DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI (DAE/UFCA), em atendimento ao Decreto

Leia mais

EDITAL VESTIBULAR SOCIAL 2015.2

EDITAL VESTIBULAR SOCIAL 2015.2 UNIABEU CENTRO UNIVERSITÁRIO EDITAL VESTIBULAR SOCIAL 2015.2 O Reitor do UNIABEU - Centro Universitário torna pública a abertura de inscrições para o Processo Seletivo Social, para o 2º semestre de 2015,

Leia mais

EDITAL Nº 097/2015 PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE PARCELAMENTO ESTUDANTIL SENAC 2º PROCESSO DE SELEÇÃO

EDITAL Nº 097/2015 PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE PARCELAMENTO ESTUDANTIL SENAC 2º PROCESSO DE SELEÇÃO EDITAL Nº 097/2015 PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE PARCELAMENTO ESTUDANTIL SENAC 2º PROCESSO DE SELEÇÃO O Reitor do Centro Universitário Senac, no uso de suas atribuições legais, torna pública a abertura

Leia mais

EDITAL N.º 01/2015 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS PARA O ANO LETIVO DE

EDITAL N.º 01/2015 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS PARA O ANO LETIVO DE EDITAL N.º 01/2015 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS PARA O ANO LETIVO DE 2015 (Em conformidade com a Lei nº 12.101/2009, Lei nº 12.868/2013 e Decreto nº 8.242/2014) A Associação Antônio

Leia mais

EDITAL 01/2015-PCG ESCOLA/SESC/ES

EDITAL 01/2015-PCG ESCOLA/SESC/ES EDITAL 01/2015-PCG ESCOLA/SESC/ES O Diretor do Serviço Social do Comércio - Administração Regional no Estado do Espírito Santo - SESC-AR/ES, entidade de natureza jurídica privada, sem fins lucrativos,

Leia mais

INSTITUTO DAS APÓSTOLAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Rua Coronel Melo de Oliveira, 221 Pompéia São Paulo SP - CNPJ: 61.015.

INSTITUTO DAS APÓSTOLAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Rua Coronel Melo de Oliveira, 221 Pompéia São Paulo SP - CNPJ: 61.015. INSTITUTO DAS APÓSTOLAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Rua Coronel Melo de Oliveira, 221 Pompéia São Paulo SP - CNPJ: 61.015.087/0001-65 UNIDADE EXECUTORA: COLÉGIO COR JESU AV. L2 SUL /SGAS 615 - BRASÍLIA/DF

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL/ AUXÍLIO MORADIA 2015. CAMPI- JUAZEIRO DO NORTE, CRATO, BARBALHA, ICÓ E BREJO SANTO. EDITAL Nº 003/2014 DAE/UFCA A DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL

Leia mais

COLÉGIO METODISTA GRANBERY EDITAL 2015 BOLSAS DE ESTUDO ANO LETIVO 2016

COLÉGIO METODISTA GRANBERY EDITAL 2015 BOLSAS DE ESTUDO ANO LETIVO 2016 COLÉGIO METODISTA GRANBERY EDITAL 2015 BOLSAS DE ESTUDO ANO LETIVO 2016 A Comissão Permanente de Bolsas de Estudo do Instituto Metodista Granbery torna público o edital para o processo de concessão de

Leia mais

Edital do Processo Seletivo 2014. Ato Edital n 029. (Resolução CONSEPE - nº 23 de 06 de agosto de 2013)

Edital do Processo Seletivo 2014. Ato Edital n 029. (Resolução CONSEPE - nº 23 de 06 de agosto de 2013) CENTRO UNIVERSITÁRIO LUTERANO DE MANAUS Decreto de 26/03/2001 - DOU de 27/03/2001. Edital do Processo Seletivo 2014 Ato Edital n 029 (Resolução CONSEPE - nº 23 de 06 de agosto de 2013) O Diretor Geral

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL/ AUXÍLIO-TRANSPORTE 2015. CAMPI- JUAZEIRO DO NORTE, CRATO, BARBALHA, ICÓ E BREJO SANTO. EDITAL Nº 003/2015 DAE/UFCA A Diretoria de Assistência

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO DE VAGAS REMANESCENTES DO PROUNI 2010

EDITAL DO PROCESSO DE VAGAS REMANESCENTES DO PROUNI 2010 EDITAL DO PROCESSO DE VAGAS REMANESCENTES DO PROUNI 2010 O Diretor Acadêmico da FACINTER Faculdade Internacional de Curitiba e FATEC INTERNACIONAL Faculdade de Tecnologia Internacional, no uso de suas

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA

EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA CLARETIANO - CENTRO UNIVERSITÁRIO / BATATAIS/SP EDITAL 2016 PERÍODO LETIVO: 2º SEMESTRE

Leia mais

E D I T A L Nº 003/2010 ARTIGO 170

E D I T A L Nº 003/2010 ARTIGO 170 E D I T A L Nº 003/2010 ARTIGO 170 Estabelece normas e critérios do processo seletivo aos alunos desta IES para bolsas de estudo e bolsas de pesquisa, instituída pela lei complementar nº. 281/05, que regulamenta

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO LUTERANO DE JI-PARANÁ Reconhecido pela Portaria Ministerial nº 3.950, de 30/12/02, D.O.U. 31/12/02, Seção 1, p. 31.

CENTRO UNIVERSITÁRIO LUTERANO DE JI-PARANÁ Reconhecido pela Portaria Ministerial nº 3.950, de 30/12/02, D.O.U. 31/12/02, Seção 1, p. 31. CENTRO UNIVERSITÁRIO LUTERANO DE JI-PARANÁ Reconhecido pela Portaria Ministerial nº 3.950, de 30/12/02, D.O.U. 31/12/02, Seção 1, p. 31. ATO EDITAL Nº 02/2013 (Resolução CEPE n 16, de 03 de setembro de

Leia mais

REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA ALUNO CARENTE 2015

REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA ALUNO CARENTE 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUCMINAS E DO COLÉGIO SANTA MARIA REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA ALUNO CARENTE 2015 1. INSCRIÇÃO 1.1 Poderão participar do Processo, de que trata este

Leia mais

Programa de Assistência Estudantil da UFPR- PROBEM. Edital Nº 01 / 2015

Programa de Assistência Estudantil da UFPR- PROBEM. Edital Nº 01 / 2015 Programa de Assistência Estudantil da UFPR- PROBEM Edital Nº 01 / 2015 Processo Seletivo do PROBEM (Programa de Benefícios Econômicos para a Manutenção dos Estudantes de Graduação e Ensino Profissionalizante)

Leia mais

EDITAL Nº 11/2015 BOLSA DE ESTUDO INSTITUCIONAL 2016/1

EDITAL Nº 11/2015 BOLSA DE ESTUDO INSTITUCIONAL 2016/1 EDITAL Nº 11/2015 BOLSA DE ESTUDO INSTITUCIONAL 2016/1 O Diretor da Faculdade São Luiz, Claudio Marcio Piontkewicz, faz saber aos interessados que, de acordo com a legislação vigente e com o Programa de

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA RENOVAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA

EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA RENOVAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA RENOVAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA CLARETIANO - FACULDADE / RIO CLARO/SP EDITAL 2015 PERÍODOS LETIVOS: 1º E 2º SEMESTRES

Leia mais

Programa de Assistência Estudantil da UFPR- PROBEM. Edital Nº 02 / 2015

Programa de Assistência Estudantil da UFPR- PROBEM. Edital Nº 02 / 2015 Programa de Assistência Estudantil da UFPR- PROBEM Edital Nº 02 / 2015 Processo Seletivo do PROBEM (Programa de Benefícios Econômicos para a Manutenção dos Estudantes de Graduação e Ensino Profissionalizante)

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS UFMG COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR COPEVE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS UFMG COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR COPEVE UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS UFMG COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR COPEVE EDITAL DO PROGRAMA DE ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO AO VESTIBULAR (PITV) UFMG 2014 A Universidade Federal de Minas Gerais

Leia mais

1 DA ISENÇÃO DO PAGAMENTO DA TAXA DE INSCRIÇÃO

1 DA ISENÇÃO DO PAGAMENTO DA TAXA DE INSCRIÇÃO UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA (UnB) CENTRO DE SELEÇÃO E DE PROMOÇÃO DE EVENTOS DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA (CESPE/UnB) PROGRAMA DE AVALIAÇÃO SERIADA (PAS) E 1º VESTIBULAR DE 2011 EDITAL Nº 1 PAS/1º VEST 2011,

Leia mais

EDITAL/PROEX Nº. 02/2012 SELEÇÃO DE CANDIDATOS AO PROGRAMA DE ACESSO DEMOCRÁTICO À UNIVERSIDADE PADU / PALMAS

EDITAL/PROEX Nº. 02/2012 SELEÇÃO DE CANDIDATOS AO PROGRAMA DE ACESSO DEMOCRÁTICO À UNIVERSIDADE PADU / PALMAS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS UFT PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS PROEX Tel. (63) 3232-8212 / E-mail: prevestibular@uft.edu.br EDITAL/PROEX Nº. 02/2012

Leia mais

4. Comprovante de renda de todo o grupo familiar referente ao mês anterior à inscrição no processo seletivo para Bolsa Social.

4. Comprovante de renda de todo o grupo familiar referente ao mês anterior à inscrição no processo seletivo para Bolsa Social. UNIABEU CENTRO UNIVERSITÁRIO EDITAL VESTIBULAR SOCIAL 2013.1 REPUBLICADO EM 28 DE DEZEMBRO DE 2012 PROCESSO SELETIVO UNIFICADO - 1º SEMESTRE DE 2013 O Reitor da UNIABEU - Centro Universitário torna pública

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Leia com atenção e fique atento a todas as datas do processo. Saia na frente e boa sorte!

APRESENTAÇÃO. Leia com atenção e fique atento a todas as datas do processo. Saia na frente e boa sorte! APRESENTAÇÃO Descomplicando o ProUni é um guia que detalha o edital do Programa Universidade para Todos, o ProUni, do Governo Federal, que concede bolsas de estudo integrais e parciais para candidatos

Leia mais

EDITAL DE BOLSA DE ESTUDO E PESQUISA ART. 170-2014. Para candidatar-se a Bolsa de Estudo ou Bolsa de Pesquisa o aluno deverá:

EDITAL DE BOLSA DE ESTUDO E PESQUISA ART. 170-2014. Para candidatar-se a Bolsa de Estudo ou Bolsa de Pesquisa o aluno deverá: EDITAL DE BOLSA DE ESTUDO E PESQUISA ART. 170-2014 O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, através do seu Diretor Regional Sérgio Roberto Arruda, faz saber aos interessados que, de acordo com a

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA INGRESSO NO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA UNIFEI 2014

EDITAL DE SELEÇÃO PARA INGRESSO NO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA UNIFEI 2014 1 EDITAL DE SELEÇÃO PARA INGRESSO NO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA UNIFEI 2014 A Pró-Reitoria de Graduação (PRG) e a (DAE) tornam público o lançamento do presente edital e convoca os discentes

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COLÉGIO DE APLICAÇÃO. EDITAL Nº 238 - ADMISSÃO DE ALUNOS AO CAp 2016

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COLÉGIO DE APLICAÇÃO. EDITAL Nº 238 - ADMISSÃO DE ALUNOS AO CAp 2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COLÉGIO DE APLICAÇÃO EDITAL Nº 238 - ADMISSÃO DE ALUNOS AO CAp 2016 A Diretora do Colégio de Aplicação da UFRJ, no uso de suas

Leia mais

EDITAL referente à concessão de bolsa filantrópica 01/2016

EDITAL referente à concessão de bolsa filantrópica 01/2016 EDITAL referente à concessão de bolsa filantrópica 01/2016 Edital de seleção bolsas de estudo para o ensino superior com recursos decorrentes da condição de Entidade Filantrópica conforme disposições da

Leia mais

PORTARIA-DG-001/2016 REGULAMENTA A BOLSA PARCIAL DE ESTUDO NO ÂMBITO DAS FACULDADES INTEGRADAS SANTA CRUZ DE CURITIBA FARESC TÍTULO I

PORTARIA-DG-001/2016 REGULAMENTA A BOLSA PARCIAL DE ESTUDO NO ÂMBITO DAS FACULDADES INTEGRADAS SANTA CRUZ DE CURITIBA FARESC TÍTULO I PORTARIA-DG-001/2016 REGULAMENTA A BOLSA PARCIAL DE ESTUDO NO ÂMBITO DAS FACULDADES INTEGRADAS SANTA CRUZ DE CURITIBA FARESC O Diretor Geral das Faculdades Integradas Santa Cruz de Curitiba FARESC, no

Leia mais

PROCESSO SELETIVO LISTA DE ESPERA SISU EDITAL DE UTILIZAÇÃO DA LISTA DE ESPERA SISU 2013/1 EDITAL Nº 01 /2013

PROCESSO SELETIVO LISTA DE ESPERA SISU EDITAL DE UTILIZAÇÃO DA LISTA DE ESPERA SISU 2013/1 EDITAL Nº 01 /2013 PROCESSO SELETIVO LISTA DE ESPERA SISU EDITAL DE UTILIZAÇÃO DA LISTA DE ESPERA SISU 2013/1 EDITAL Nº 01 /2013 O, de acordo com a legislação vigente e conforme previsto na Portaria Normativa MEC n 21, de

Leia mais

ATENÇÃO! www.enem.inep.gov.br

ATENÇÃO! www.enem.inep.gov.br Cursos Presenciais Manual do Processo de Isenção do Pagamento da Taxa de Inscrição das Provas a serem realizadas pela UFSCar ATENÇÃO! Candidatos ao Vestibular da UFSCar para 2010, precisam fazer as provas

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá Comissão Central do Vestibular Unificado

Universidade Estadual de Maringá Comissão Central do Vestibular Unificado Universidade Estadual de Maringá Comissão Central do Vestibular Unificado VESTIBULAR DE INVERNO/2011 Home CVU Home UEM O Sistema de Cotas Sociais, forma de ingresso aos cursos de graduação da UEM, é destinado

Leia mais

Estado da Paraíba Prefeitura Municipal de João Pessoa Secretaria de Desenvolvimento Social EDITAL DE SELEÇÃO N.º 001/2014

Estado da Paraíba Prefeitura Municipal de João Pessoa Secretaria de Desenvolvimento Social EDITAL DE SELEÇÃO N.º 001/2014 Estado da Paraíba Prefeitura Municipal de João Pessoa Secretaria de Desenvolvimento Social EDITAL DE SELEÇÃO N.º 001/2014 Cumprindo o que determina a Lei Municipal 11.608/2008 que instituiu o Programa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COLÉGIO DE APLICAÇÃO. EDITAL Nº 184 - ADMISSÃO DE ALUNOS AO CAp 2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COLÉGIO DE APLICAÇÃO. EDITAL Nº 184 - ADMISSÃO DE ALUNOS AO CAp 2015 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COLÉGIO DE APLICAÇÃO EDITAL Nº 184 - ADMISSÃO DE ALUNOS AO CAp 2015 A Diretora do Colégio de Aplicação da UFRJ, no uso de suas

Leia mais

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS EDITAL DO PROCESSO DE SOLICITAÇÃO DE BOLSAS semestre 2016.1

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS EDITAL DO PROCESSO DE SOLICITAÇÃO DE BOLSAS semestre 2016.1 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS EDITAL DO PROCESSO DE SOLICITAÇÃO DE BOLSAS semestre 2016.1 A Fundação Getulio Vargas torna pública a abertura das inscrições para o Processo de Solicitação de Bolsas aos candidatos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS COORDENAÇÃO DE APOIO SOCIAL EDITAL 2016 PROGRAMAS DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL PROAES

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS COORDENAÇÃO DE APOIO SOCIAL EDITAL 2016 PROGRAMAS DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL PROAES UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS COORDENAÇÃO DE APOIO SOCIAL EDITAL 2016 PROGRAMAS DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL PROAES A Universidade Federal Fluminense por meio Pró-Reitoria

Leia mais

REQUERIMENTO DE SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO - 2014

REQUERIMENTO DE SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO - 2014 REQUERIMENTO DE SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO - 2014 A Escola Técnica de Eletrônica Francisco Moreira da Costa acredita que, ao conceder uma bolsa de estudo, está investindo no aluno, na família e no

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA MATRÍCULA SISUTEC 2013 (Aplica-se a todos os candidatos)

DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA MATRÍCULA SISUTEC 2013 (Aplica-se a todos os candidatos) Anexo 03 DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA MATRÍCULA SISUTEC 2013 (Aplica-se a todos os candidatos) a) Certificado de conclusão do Ensino Médio (original e fotocópia legível); b) Histórico Escolar do Ensino Médio

Leia mais

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR CÁPITULO I SUMÁRIO Art. 1. Do Objetivo 02 CAPÍTULO II Art. 2. Da Bolsa Social 02 Art. 3. Do Âmbito 02 Arts. 4 a 8. Das

Leia mais

EDITAL INTERNO Nº 048/2015 PROGRAMA DE CONCESSÃO DE AUXÍLIO TRANSPORTE - PROCAT

EDITAL INTERNO Nº 048/2015 PROGRAMA DE CONCESSÃO DE AUXÍLIO TRANSPORTE - PROCAT INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA CÂMPUS COLORADO DO OESTE DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA AO EDUCANDO COORDENAÇÃO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL EDITAL INTERNO Nº 048/2015 PROGRAMA DE

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO EDITAL Nº 25, DE 07 DE FEVEREIRO DE 2014. CRONOGRAMA E PROCEDIMENTOS

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO EDITAL N.º 012/PROEG/UFMT PROCESSO SELETIVO ESPECÍFICO 2016 DE GRADUAÇÃO EM MÚSICA A Universidade

Leia mais

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS SOCIAL DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS SOCIAL DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS SOCIAL DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR CÁPITULO I SUMÁRIO Art. 1. Do Objetivo 02 CAPÍTULO II Art. 2. Da Bolsa Social 02 Art. 3. Do Âmbito 02 Arts. 4 a 8. Das Disposições

Leia mais

Centro Universitário Senac - São Paulo Sede - SP - Unidade Descentralizada de Águas de São Pedro - SP - Unidade Descentralizada de Campos do Jordão SP

Centro Universitário Senac - São Paulo Sede - SP - Unidade Descentralizada de Águas de São Pedro - SP - Unidade Descentralizada de Campos do Jordão SP Centro Universitário Senac - São Paulo Sede - SP - Unidade Descentralizada de Águas de São Pedro - SP - Unidade Descentralizada de Campos do Jordão SP PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TODOS - ProUni 1º SEMESTRE

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS IFAL CÂMPUS SÃO MIGUEL DOS CAMPOS DIREÇÃO GERAL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS IFAL CÂMPUS SÃO MIGUEL DOS CAMPOS DIREÇÃO GERAL 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS IFAL CÂMPUS SÃO MIGUEL DOS CAMPOS DIREÇÃO GERAL EDITAL INTERNO Nº01/2015/DG - IFAL CÂMPUS SÃO MIGUEL DOS CAMPOS A Direção Geral

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL PROEC

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL PROEC Edital Nº 021/ 2013 - PAE- /UEMS A Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários, no uso de suas atribuições legais, torna público para conhecimento da comunidade acadêmica UEMS o Edital Nº

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE - Ufac PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS - Proaes DIRETORIA DE APOIO ESTUDANTIL - DAE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE - Ufac PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS - Proaes DIRETORIA DE APOIO ESTUDANTIL - DAE UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE - Ufac PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS - Proaes DIRETORIA DE APOIO ESTUDANTIL - DAE EDITAL Nº 22/2016 Proaes DAE PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL BOLSA Pró-Inclusão 2016

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA UESB Recredenciada pelo Decreto Estadual N 9.996, de 02.05.2006 EDITAL Nº 132/2015

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA UESB Recredenciada pelo Decreto Estadual N 9.996, de 02.05.2006 EDITAL Nº 132/2015 UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA UESB Recredenciada pelo Decreto Estadual N 9.996, de 02.05.2006 EDITAL Nº 132/2015 SELEÇÃO DE CANDIDATOS AO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM NÍVEL DE MESTRADO ACADÊMICO

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO - UNICID. Edital de 27 de agosto de 2010 - Processo Seletivo Medicina - 1º Semestre de 2011

UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO - UNICID. Edital de 27 de agosto de 2010 - Processo Seletivo Medicina - 1º Semestre de 2011 UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO - UNICID Edital de 27 de agosto de 2010 - Processo Seletivo Medicina - 1º Semestre de 2011 O Reitor da Universidade Cidade de São Paulo UNICID, com base no respectivo Regimento

Leia mais

2. Dos Cursos da UNISA, Turnos, Duração, Vagas, Locais de Funcionamento, Número de Alunos por Turma, Atos de Legalização e Modalidade de Ensino

2. Dos Cursos da UNISA, Turnos, Duração, Vagas, Locais de Funcionamento, Número de Alunos por Turma, Atos de Legalização e Modalidade de Ensino EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO AOS CURSOS PRESENCIAIS E SEMIPRESENCIAIS DE GRADUAÇÃO/HABILITAÇÕES/MODALIDADES E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA, DA UNIVERSIDADE DE SANTO AMARO 2009 - TURMAS DE AGOSTO -

Leia mais

ATENÇÃO ALUNOS!!! Serão abertas as Inscrições do FIES: INÍCIO: 06 DE NOVEMBRO/2006 TÉRMINO: 19 DE NOVEMBRO/2006 PARA ALUNOS COM PROUNI

ATENÇÃO ALUNOS!!! Serão abertas as Inscrições do FIES: INÍCIO: 06 DE NOVEMBRO/2006 TÉRMINO: 19 DE NOVEMBRO/2006 PARA ALUNOS COM PROUNI ATENÇÃO ALUNOS!!! Serão abertas as Inscrições do FIES: INÍCIO: 06 DE NOVEMBRO/2006 TÉRMINO: 19 DE NOVEMBRO/2006 PARA ALUNOS COM PROUNI TÉRMINO: 26 DE NOVEMBRO/2006 PARA AOS DEMAIS ALUNOS PRORROGADA AS

Leia mais

PROGRAMAS DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL SELEÇÃO 2016 ESTUDANTES CONVOCADOS PARA A ENTREVISTA

PROGRAMAS DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL SELEÇÃO 2016 ESTUDANTES CONVOCADOS PARA A ENTREVISTA PROGRAMAS DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL SELEÇÃO 2016 ESTUDANTES CONVOCADOS PARA A ENTREVISTA A Divisão de Programas Sociais da PROAES divulga a relação dos estudantes convocados para o processo de entrevista.

Leia mais

Centro Universitário Senac - São Paulo Sede - SP - Unidade Descentralizada de Águas de São Pedro - SP - Unidade Descentralizada de Campos do Jordão SP

Centro Universitário Senac - São Paulo Sede - SP - Unidade Descentralizada de Águas de São Pedro - SP - Unidade Descentralizada de Campos do Jordão SP Centro Universitário Senac - São Paulo Sede - SP - Unidade Descentralizada de Águas de São Pedro - SP - Unidade Descentralizada de Campos do Jordão SP PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TODOS - ProUni 2º SEMESTRE

Leia mais

EDITAL BOLSA SOCIAL Faculdade FIPECAFI

EDITAL BOLSA SOCIAL Faculdade FIPECAFI EDITAL BOLSA SOCIAL Faculdade FIPECAFI A FACULDADE FIPECAFI, órgão institucional ligado ao Departamento de Contabilidade e Ciências Atuariais da FEA-USP, informa a abertura do Edital Bolsa Social para

Leia mais

EDITAL Nº 01/2016 BOLSA DE ESTUDO ARTIGO 170 UNIEDU

EDITAL Nº 01/2016 BOLSA DE ESTUDO ARTIGO 170 UNIEDU MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - MEC FACULDADE REGIONAL PALMITOS FAP CAMPUS DA FACULDADE SANTA RITA PALMITOS Credenciada pela Portaria Ministerial nº 222, de 12 de março de 2009 EDITAL Nº 01/2016 BOLSA DE ESTUDO

Leia mais

Edital de Seleção para o Programa de Assistência Estudantil PAE UCB -2016.1. Edital 1

Edital de Seleção para o Programa de Assistência Estudantil PAE UCB -2016.1. Edital 1 Edital 1 Seleção de Bolsa de Estudos conforme Lei Federal n.º 12.101, de 27 de Novembro de 2009 A Vice-Reitoria da Universidade Castelo Branco, mantida pelo Centro Educacional de Realengo, no uso de suas

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO INGRESSO 2015/2 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO INGRESSO 2015/2 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO INGRESSO 2015/2 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA Art. 1º. Este Regulamento disciplina o processo de seleção, concessão, manutenção e acompanhamento

Leia mais

Processo de Ingresso 2016 para a Gratuidade Educacional Ensino Fundamental e Ensino Médio. Belo Horizonte, 15 de Julho de 2015.

Processo de Ingresso 2016 para a Gratuidade Educacional Ensino Fundamental e Ensino Médio. Belo Horizonte, 15 de Julho de 2015. Belo Horizonte, 15 de Julho de 2015. Senhores pais, mães e/ou responsáveis, A Associação Franciscana de Educação e Assistência Social sediada na Rua Sabinópolis, n o 50 Letra A, Carlos Prates, na cidade

Leia mais

FACULDADE CESUMAR DE CURITIBA EDITAL Nº 01/2016, de 15 de janeiro de 2016.

FACULDADE CESUMAR DE CURITIBA EDITAL Nº 01/2016, de 15 de janeiro de 2016. FACULDADE CESUMAR DE CURITIBA EDITAL Nº 01/2016, de 15 de janeiro de 2016. NORMAS DO PROCESSO SELETIVO AGENDADO PARA INGRESSO NA FACULDADE CESUMAR DE CURITIBA EM 2016. A Direção da Faculdade Cesumar de

Leia mais

DOS CRITÉRIOS DE ISENÇÃO:

DOS CRITÉRIOS DE ISENÇÃO: SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS PRO-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS PROEST ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO DO VESTIBULAR UFT/ 2010.2 EDITAL Nº 001/2010, DE 23 DE FEVEREIRO DE 2010

Leia mais

EDITAL BOLSA SOCIAL DOM ADÉLIO TOMASIN

EDITAL BOLSA SOCIAL DOM ADÉLIO TOMASIN EDITAL BOLSA SOCIAL DOM ADÉLIO TOMASIN A CISNE Faculdade de Quixadá e a CISNE Faculdade Tecnológica de Quixadá informam a abertura do Edital da Bolsa Social Dom Adélio Tomasin para todos os cursos de graduação

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO À PESQUISA

FUNDAÇÃO DE APOIO À PESQUISA EDITAL DE CHAMAMENTO Nº 01, DE 16 DE JANEIRO DE 2009 FUNDAÇÃO DE APOIO À PESQUISA O GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL, por intermédio da FUNDAÇÃO DE APOIO À PESQUISA - FAP, órgão vinculado à SECRETARIA DE ESTADO

Leia mais

EDITAL N.º 138/2012 TESTE DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA INGLESA - 1º SEMESTRE/2012

EDITAL N.º 138/2012 TESTE DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA INGLESA - 1º SEMESTRE/2012 EDITAL N.º 138/2012 TESTE DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA INGLESA - 1º SEMESTRE/2012 A REITORA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA, no uso de suas atribuições legais e estatutárias torna público para conhecimento

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO DO SENAI BAHIA Processo Seletivo 2015.2

PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO DO SENAI BAHIA Processo Seletivo 2015.2 PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO DO SENAI BAHIA Processo Seletivo 2015.2 O Diretor Regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento

Leia mais

EDITAL Nº 004/2013 PARA ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO DO PROCESSO SELETIVO/VESTIBULAR 2013/2

EDITAL Nº 004/2013 PARA ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO DO PROCESSO SELETIVO/VESTIBULAR 2013/2 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO EDITAL Nº 004/2013 PARA ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO DO PROCESSO SELETIVO/VESTIBULAR 2013/2 O substituto

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO Campus São José dos Campos

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO Campus São José dos Campos UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO Campus São José dos Campos Programa de Pós-Graduação em Matemática Aplicada EDITAL Seleção para ingresso no Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Matemática Aplicada

Leia mais

EDITAL INTERNO 001/2014 ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFSP CAMPUS CAPIVARI

EDITAL INTERNO 001/2014 ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFSP CAMPUS CAPIVARI EDITAL INTERNO 001/2014 ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFSP O Diretor do Campus Capivari torna público o processo de seleção de alunos das turmas do Curso Técnico Concomitante/Subsequente, Curso Técnico Integrado

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Matemática Aplicada. EDITAL Aluno Especial

Programa de Pós-Graduação em Matemática Aplicada. EDITAL Aluno Especial EDITAL Aluno Especial Seleção de alunos especiais do (PPG-MAT) 2 Semestre de 2016 O (PPG-MAT) da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) torna pública a abertura de inscrições e estabelece normas para

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2015.2 EDITAL Nº 011/2015-PROGRAD/UFC

PROCESSO SELETIVO 2015.2 EDITAL Nº 011/2015-PROGRAD/UFC PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO, INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (COPIC) Curso de Licenciatura em Letras-LIBRAS PROCESSO SELETIVO 2015.2 EDITAL Nº 011/2015-PROGRAD/UFC O Pró-Reitor de

Leia mais

Edital de Seleção para o Programa de Assistência Estudantil PAE -2014.2

Edital de Seleção para o Programa de Assistência Estudantil PAE -2014.2 Edital de Seleção Bolsa de Estudos conforme Lei Federal n.º 12.101, de 27 de Novembro de 2009 A Universidade Castelo Branco mantida pelo Centro Educacional de Realengo, no uso de suas competências e atribuições,

Leia mais

Edital nº 10 de 22 de maio de 2015.

Edital nº 10 de 22 de maio de 2015. PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDOS DO O Diretor Geral do Campus São Luís Monte Castelo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão, no uso de suas atribuições

Leia mais

ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DO PARÁ ACEPA CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESTADO DO PARÁ CESUPA PROCESSO SELETIVO PROUNI/CESUPA 2016

ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DO PARÁ ACEPA CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESTADO DO PARÁ CESUPA PROCESSO SELETIVO PROUNI/CESUPA 2016 ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DO PARÁ ACEPA CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESTADO DO PARÁ CESUPA PROCESSO SELETIVO PROUNI/CESUPA 2016 EDITAL Nº 012/2016 PROUNI/CESUPA 1. O Reitor do Centro Universitário do

Leia mais

Estado da Paraíba. Prefeitura Municipal de João Pessoa. Secretaria de Desenvolvimento Social EDITAL DE SELEÇÃO N.º 001/2016

Estado da Paraíba. Prefeitura Municipal de João Pessoa. Secretaria de Desenvolvimento Social EDITAL DE SELEÇÃO N.º 001/2016 Estado da Paraíba Prefeitura Municipal de João Pessoa Secretaria de Desenvolvimento Social EDITAL DE SELEÇÃO N.º 001/2016 Cumprindo o que determina a Lei Municipal 11.608/2008 que instituiu o Programa

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO DO SENAI BAHIA Processo Seletivo 2015.1

PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO DO SENAI BAHIA Processo Seletivo 2015.1 PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO DO SENAI BAHIA Processo Seletivo 2015.1 O Diretor Regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento

Leia mais

PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL Nº 01/2015

PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL Nº 01/2015 PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL Nº 01/2015 DIVULGA PROCESSO PARA SOLICITAÇÃO DE AUXÍLIOS AOS DISCENTES O Diretor Geral do campus de Maracanaú, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ATENDIMENTO E REGISTROS ACADÊMICOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ATENDIMENTO E REGISTROS ACADÊMICOS UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ATENDIMENTO E REGISTROS ACADÊMICOS ANEXO COMPLEMENTAR II EDITAL 2015 PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE INSCRIÇÃO PARA O PROGRAMA SOCIAL BOLSA UNIVERSITÁRIA EDITAL Nº 003/2015

PROCESSO SELETIVO DE INSCRIÇÃO PARA O PROGRAMA SOCIAL BOLSA UNIVERSITÁRIA EDITAL Nº 003/2015 O Município de Itapemirim, Estado do Espírito Santo, por intermédio da Comissão Executiva instituída pela Portaria nº 008, de 27 de janeiro de 2015. TORNA PÚBLICO que realizará Processo Seletivo de Inscrição

Leia mais

EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA ADESÃO AO CRÉDITO EDUCACIONAL CREDFAJ ESPECÍFICO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA INSTITUIÇÃO NO 1º SEMESTRE DE 2016

EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA ADESÃO AO CRÉDITO EDUCACIONAL CREDFAJ ESPECÍFICO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA INSTITUIÇÃO NO 1º SEMESTRE DE 2016 ! EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA ADESÃO AO CRÉDITO EDUCACIONAL CREDFAJ ESPECÍFICO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA INSTITUIÇÃO NO 1º SEMESTRE DE 2016 Torna-se público o Edital de inscrição para adesão ao Crédito

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FINANCIAMENTO EDUCRED

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FINANCIAMENTO EDUCRED REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FINANCIAMENTO EDUCRED OBJETO O financiamento concedido pela EDUCRED é um programa de crédito educativo suplementar aos programas do Governo Federal já existentes. Destina-se

Leia mais

EDITAL 01/2016 PROCESSO SELETIVO GRADUAÇÃO PRESENCIAL 1º SEMESTRE - ANO 2016

EDITAL 01/2016 PROCESSO SELETIVO GRADUAÇÃO PRESENCIAL 1º SEMESTRE - ANO 2016 EDITAL 01/2016 PROCESSO SELETIVO GRADUAÇÃO PRESENCIAL 1º SEMESTRE - ANO 2016 A Diretora Geral da Faculdade de Educação de São Mateus (FAESM), torna público através do presente Edital, que estão abertas

Leia mais

SOCIEDADE DIVINA PROVIDÊNCIA

SOCIEDADE DIVINA PROVIDÊNCIA SOCIEDADE DIVINA PROVIDÊNCIA Edital de Processo Seletivo para Concessão de Assistência Social Educacional (Bolsas de Estudo) Educação Básica: Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio Edital

Leia mais

Universidade Federal Fluminense BOLSA PERMANÊNCIA - MEC

Universidade Federal Fluminense BOLSA PERMANÊNCIA - MEC Universidade Federal Fluminense BOLSA PERMANÊNCIA - MEC Apresentar os Documentos comprobatórios Análise Socioeconômica e Entrevista - FOTOCÓPIAS E ORIGINAIS. PARA O ESTUDANTE SOLTEIRO SEM CÔNJUGE E/OU

Leia mais

REQUERIMENTO DE BOLSA DE ESTUDO FILANTRÓPICA PROCESSO DE RENOVAÇÃO FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO 2016

REQUERIMENTO DE BOLSA DE ESTUDO FILANTRÓPICA PROCESSO DE RENOVAÇÃO FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO 2016 1-DADOS DO ESTUDANTE Nome do aluno(a): Série que cursará em 2016: RG/CPF: Sexo: F ( ) M ( ) Data de nascimento: / / Idade 2. SITUAÇÃO SOCIOECONÔMICA FAMILIAR Pai: Idade: Data de nascimento: / / Naturalidade:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS Vitória, 16 de outubro de 2015. EDITAL 5/2015/SRI A Secretaria de Relações Internacionais (SRI) da Universidade Federal do Espírito

Leia mais

Edital de Seleção de Participantes do Programa de Parcelamento de Mensalidades para Calouros Planos Fixo e Progressivo 1ª Semestre de 2016

Edital de Seleção de Participantes do Programa de Parcelamento de Mensalidades para Calouros Planos Fixo e Progressivo 1ª Semestre de 2016 Edital de Seleção de Participantes do Programa de Parcelamento de Mensalidades para Calouros Planos Fixo e Progressivo 1ª Semestre de 2016 Como parte de suas atividades filantrópicas, a Associação Cultural

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO FACULDADE DE EDUCAÇÃO Edital Nº 09/ 2007

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO FACULDADE DE EDUCAÇÃO Edital Nº 09/ 2007 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO FACULDADE DE EDUCAÇÃO Edital Nº 09/ 2007 Estabelece normas do Processo Seletivo para ingresso no Curso de Especialização

Leia mais

ACE - ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE ENSINO FGG - FACULDADE GUILHERME GUIMBALA

ACE - ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE ENSINO FGG - FACULDADE GUILHERME GUIMBALA EDITAL Nº 03/2011 EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA BOLSA DE ESTUDO 2011 REMATRÍCULA E INGRESSANTES A Faculdade Guilherme Guimbala, FGG, torna público o presente Edital para os alunos matriculados nos Cursos de

Leia mais

Documentação necessária para os candidatos pré-selecionados no PROUNI - 2016-1

Documentação necessária para os candidatos pré-selecionados no PROUNI - 2016-1 Documentação necessária para os candidatos pré-selecionados no PROUNI - 2016-1 Documentação que deve ser apresentada pelo candidato e membros do grupo familiar, na fase de comprovação de informações. O

Leia mais

Universidade Federal Fluminense BOLSA PERMANÊNCIA - MEC

Universidade Federal Fluminense BOLSA PERMANÊNCIA - MEC Universidade Federal Fluminense BOLSA PERMANÊNCIA - MEC Apresentar os Documentos comprobatórios FOTOCÓPIAS e o questionário socioeconômico em envelope lacrado. PARA O ESTUDANTE SOLTEIRO SEM CÔNJUGE E/OU

Leia mais

MESTRADO EM CIÊNCIAS NATURAIS - MCN

MESTRADO EM CIÊNCIAS NATURAIS - MCN UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS - FANAT PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS NATURAIS - PPGCN MESTRADO EM CIÊNCIAS NATURAIS - MCN EDITAL 02/2014

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE DE 2013 BOLSAS REMANESCENTES ORIENTAÇÕES GERAIS

PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE DE 2013 BOLSAS REMANESCENTES ORIENTAÇÕES GERAIS PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE DE 2013 BOLSAS REMANESCENTES ORIENTAÇÕES GERAIS LOCAL DA AVALIAÇÃO E AFERIÇÃO DOS DOCUMENTOS: SHIS QI 07 CONJUNTO 10 BLOCO E LAGO SUL BRASÍLIA/DF FACIPLAC - CAMPUS I Estão

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) 2016

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) 2016 RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) 2016 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 Será concedida a Bolsa Filantrópica com base nos critérios básicos consignados

Leia mais

EDITAL- Faculdade SATC n 035/2011 de 07.06.2011 APROVADOS NO PROCESSO SELETIVO 2011/2 (VESTIBULAR) PRIMEIRA CHAMADA

EDITAL- Faculdade SATC n 035/2011 de 07.06.2011 APROVADOS NO PROCESSO SELETIVO 2011/2 (VESTIBULAR) PRIMEIRA CHAMADA A Direção da Faculdade SATC, mantida pela Associação Beneficente da Indústria Carbonífera de Santa Catarina - SATC, credenciada pela Portaria Ministerial n. 3.556 de 26/11/2003, publicada no D.O.U., em

Leia mais