2 - Autuado como Representação em conformidade com o Despacho de fl. 114 vieram os autos à esta Unidade Técnica para exame.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "2 - Autuado como Representação em conformidade com o Despacho de fl. 114 vieram os autos à esta Unidade Técnica para exame."

Transcrição

1 Tribunal de Contas da União Assunto: Representação Colegiado: Plenário Classe: Classe VII Sumário: Representação com fulcro no art. 113, 1º, da Lei nº 8.666/93. Irregularidade em procedimento licitatório constatada no curso de inspeção. Desclassificação indevida de proposta de menor valor. Inobservância do disposto no art. 48 da Lei nº 8.666/93. Indícios de irregularidade na desclassificação de proposta de menor preço. Conhecimento. Descumprimento dos requisitos formais e materiais previstos no Edital. Improcedência. Recomendações. Ciência à interessada. Apensamento às contas relativas ao exercício de 2000 (TC /2001-6). Natureza: Representação Data da Sessão: 31/10/2001 Relatório do Ministro Relator: Adoto como parte do presente Relatório a percuciente instrução de fls. 163/169, verbis: Cuidam os autos de representação apresentada pela empresa Unipres Comércio e Serviços de Equipamentos Ltda contra a Gerência Executiva do INSS em Santo Antônio de Jesus/BA apontando possíveis irregularidades ocorridas na Tomada de Preços nº 05/2000, que teve como objetivo a contratação de empresa para execução de serviços de manutenção preventiva, corretiva e assistência técnica em aparelhos de ar condicionado de parede e centrais de ar condicionado. 2 - Autuado como Representação em conformidade com o Despacho de fl. 114 vieram os autos à esta Unidade Técnica para exame. DOS FATOS

2 3 - A Gerência Executiva do INSS em Santo Antônio de Jesus/BA, com vistas a contratar empresa para manutenção de aparelhos de ar condicionado de parede e centrais de ar condicionado, realizou a tomada de preço em 09/06/2000, cujo resultado foi publicado em 26/07/2000 (fl.22). Das oito empresas habilitadas apenas duas foram classificadas com relação à proposta de preços por estarem de acordo com o edital (fl. 110). 4 - Consta às fls. 138/140 a proposta da Unipres, que foi desclassificada porque estava em desacordo com as exigências do edital, isto é, apresentou planilha orçamentária diferente daquela do Anexo III e formulou seus preços (mensal e anual) utilizando o dobro de TRs para a central de duto de ar e central self container (fls. 96/97). 5 - A Representante apresentou recurso administrativo não acolhido pela Comissão que entendeu não estar caracterizado o excesso de rigor na análise da proposta como argumenta a recorrente e que tampouco seria o momento próprio para questionar o edital já que, de acordo com o art. 41, 2º, da Lei nº 8.666/93, poderia fazê-lo apenas até o segundo dia útil que antecedesse a abertura dos envelopes com as propostas. 6 - Argüi a Representante (Unipres) que o instrumento convocatório relacionou os equipamentos através de planilha de custos (fl. 42) sem valores totais, possibilitando dupla interpretação e que a Comissão abandonou de forma injustificada sua proposta, que seria a mais vantajosa, valorizando em excesso o formalismo. 7 - A Unidade Técnica, em primeira instrução, entendeu não haver dúvidas em relação à quantidade de TR a ser cotada uma vez que é fácil perceber na planilha de custos de fl.54 que a quantidade de TR indicada, tanto das centrais de ar condicionado quanto dos self containers, se refere ao total dos aparelhos pois o valor total em reais eqüivale ao número de TR multiplicado pelo valor unitário, não havendo como a licitante considerar o total de TR dos equipamentos de central de ar e self container fosse 100 como é indicado na tabela de fl. 10. A Representante não atentou para o fato de que o número total de TR era 50, sendo 25 para as centrais de ar condicionado e 25 para os self containers. A Comissão de Licitação por sua vez, foi inflexível desclassificando a proposta da Unipres que era a economicamente mais vantajosa. 8 - Propôs a Unidade Técnica, na instrução de fls. 109/112 audiência da Gerente Executiva do INSS em Santo Antônio de Jesus, bem como do presidente da Comissão de Licitação para: a) apresentarem as razões que motivaram a desclassificação da proposta da empresa Unipres Comércio e Serviços de Equipamentos Ltda na Tomada de Preços nº 05/2000,

3 considerando que continha claramente os preços unitários; b) apresentarem as razões que motivaram o não provimento de recurso da mesma empresa quando o mesmo comprovava a intenção da empresa em fornecer os equipamentos por preço mais baixo que as outras licitantes, ou seja, manteria os preços unitários fornecidos; c) remessa de cópia das propostas de preços das outras licitantes habilitadas. DAS ALEGAÇÕES DE DEFESA 9 - Em atendimento à audiência determinada pelo Ministro-Relator em despacho de fl. 114 a Gerente Executiva do INSS em Santo Antônio de Jesus anexou cópia da documentação solicitada e apresentou suas razões de justificativas inseridas às fls. 117/157 resumidas como se segue: a) a proposta da Unipres foi desclassificada por estar em desacordo com o Edital, contrariando a planilha de custos contemplou o dobro de TR para as centrais com duto de ar e self container; b) a planilha de custos não enseja a menor dúvida quanto aos quantitativos estando indicados os valores unitários e totais estimados pelo INSS. O total estimado das centrais (R$ 750,00) resulta da multiplicação do valor unitário pelo número de TR (R$ 30,00 x 25); c) a planilha continha todos os detalhes para nortear a formulação das propostas; não prospera a alegação de que a falha da proposta teria decorrido da indefinição da planilha de custos; d) dispõe o item 4.6 do edital que as propostas deverão obedecer rigorosamente aos termos deste Edital e serão classificadas pela ordem crescente dos preços ofertados e aceitáveis, sendo considerada vencedora da licitação a proponente que apresentar a proposta de MENOR PREÇO, considerando-se a soma do valor global para ar condicionado de parede e valor global para centrais de ar condicionado, respeitados os critérios para classificação estabelecidos neste Edital e devendo a mesma estar em conformidade com o contido na Planilha de Custos - Anexo III ; e) a irregularidade da proposta não é meramente formal, não podendo ser passível de correção aceitando-a com base nos preços unitários fornecidos pois que os quantitativos exercem influência decisiva na oferta de preços. Quanto maior é a quantidade menor é o preço;

4 f) permitir a correção da proposta quando já conhecidos os preços dos demais concorrentes implicaria em violação ao Princípio da Isonomia; g) a Administração está inexoravelmente adstrita ao princípio da legalidade, conforme dispõe o caput do art. 37 da Carta Magna; h) o INSS tem sua atuação delineada pelo princípio da legalidade, que ao lado dos princípios da moralidade, impessoalidade e publicidade, deve pautar a conduta do administrador; i) a atuação da Administração se deu nos estritos ditames da norma legal, observando estritamente os termos do edital, que, como se sabe, constitui a lei interna da licitação Administração afirma que a proposta da Unipres foi desclassificada porque contrariou a planilha de custos cotando o dobro da quantidade de TR estando assim em desconformidade com o edital. A comissão de licitação, com base na análise técnica desclassificou a proposta por não estar de acordo com o exigido no Edital de Licitação Analisando a proposta apresentada pela Representante (fls. 138/140) verifica-se que a mesma contém todos os dados especificados nos subitens 3.1 a, a 1, a 3, 3.2 e 3.3 do edital variando apenas na apresentação em relação ao Anexo III - Planilha de Custos (fl. 42) pois que inclui os aparelhos split no item 2, cotando com base no quantitativo das TR, quando no Anexo III deveria estar incluído na item 1 e cotado por quantidade de aparelho A Representante (Unipres) no entanto, errou na indicação da quantidade de TR cotadas, uma vez que interpretou que cada equipamento teria 25 TR, totalizando 100 TR, quando na realidade a quantidade de 25 TR se referia à totalidade dos equipamentos por tipo (25 para as centrais de ar e 25 para os self containers, num total de 50 TR). 13- O argumento da Representante de que o erro na elaboração da proposta foi motivado por indefinição dos quantitativos constantes da planilha de custos não prospera pois que, como dito no item 7 desta instrução razão cabe à Administração quando afirma que a planilha de custos não enseja dúvida quanto aos quantitativos. É fácil perceber na planilha de fl. 54 que a quantidade de TR indicada, tanto das centrais de ar condicionado quanto dos self containers, se refere ao total dos aparelhos pois o valor em reais eqüivale ao número de TR multiplicado pelo valor unitário. Assim, o erro praticado pela Representante (Unipres) não foi meramente formal conforme alega no texto da presente representação Pode-se argüir em favor da Representante (Unipres) que, em conformidade com o Edital (fls. 23/38) a licitação foi realizada na modalidade Tomada de Preços, sob forma de

5 Execução Direta, no Regime Empreitada por Preço Unitário, do tipo Menor Preço. Segundo o art. 6º, inciso VIII, alínea b, da Lei nº 8.666/93, a empreitada por preço unitário é definida da seguinte forma: quando se contrata a execução do serviço por preço certo de unidades determinadas Como salientado no item 12 da instrução de fls.109/112, Marçal Justen Filho (Comentários à Lei de Licitações e Contratos Administrativos, 5ª Edição), ao tecer comentários sobre o referido dispositivo legal, diz que, sendo por preço unitário, a prestação devida ao particular será fixada em função de unidades a serem executadas No caso em tela a quantidade de unidades a serem executadas é certa e determinada não podendo ser alterada pelo fato do licitante ter se enganado quanto às quantidades O licitante, em seu recurso enfatiza o ânimo de manter o preço unitário ofertado mesmo retificando-se a proposta em relação ao quantitativo de TR cotadas Outro ponto em favor da Representante é que o item 4.11 do Edital especifica que havendo divergência entre os preços unitários e o preço total resultante de cada item prevalecerão os primeiros A alegação da Administração de que o quantitativo influencia decisivamente na oferta do preço unitário (quanto maior a quantidade menor o preço) não é de todo aplicável ao caso sob exame. Não há como alegar que o preço cotado pela Unipres ficou muito abaixo em função da quantidade por ele interpretada uma que vez outra licitante - Hidro Engenharia e Comércio Ltda (desclassificada por questões outras que não o preço ofertado ou a quantidade de TR indicadas para as centrais de ar e sefl containers) - ofereceu preço por TR inferior ao da Unipres (fls. 141 e 154) Vale ressaltar que dentre as licitantes habilitadas apenas uma ofertou preço inferior ao da Unipres sendo que teve sua proposta desclassificada por motivo diverso do ensejador da desclassificação da Unipres (fls. 127/128 e 154) Alega a Administração que permitir a correção da proposta quando já conhecidos os preços dos demais concorrentes implicaria em violação ao Princípio da Isonomia, e que Administração está inexoravelmente adstrita ao princípio da legalidade, conforme dispõe o caput do art. 37 da Carta Magna Entendemos também não caber razão à Administração neste particular porque, independente da correção, a proposta da Unipres foi a de menor preço conforme de observa na tabela a seguir:

6 LICITANTE Valor Mensal Valor Anual Julgamento ADEL 3.438, ,00 Desclassificada Unipres 3.843, ,00 Desclassificada MONT FRIO 4.011, ,00 Classificada HIGRO ENGENHARIA 4.170, ,00 Desclassificada TÉRMICA 4.344, ,00 Classificada TECTENGE 5.144, ,80 Desclassificada MPC ENGENHARIA , ,96 Desclassificada 23 - Com a correção da proposta da Unipres seu valor ficaria abaixo apenas do valor apresentado pela Adel (Unipres R$ 3.393,00; Adel R$ 3.438,00). A proposta da Adel como já dito no item 20 foi desclassificada por motivos outros que não o da desclassificação da Unipres Entendemos que estaria violado o Princípio da Isonomia caso a proposta da Unipres, após a correção da quantidade de TR e consequentemente do valor total, passasse a ter valor inferior ao de outras licitantes classificadas. Nessa situação a Unipres estaria claramente sendo favorecida em prejuízo das demais. Não foi o que aconteceu. Independente de correção da proposta, a oferta da Unipres foi a mais vantajosa para a Administração pois que inferior às demais propostas classificadas A Administração, ao priorizar o Princípio da Vinculação ao Instrumento Convocatório em detrimento do Princípio da Economicidade, desprezou a proposta mais vantajosa. Isto contudo não significa que tenha violado dispositivo legal uma vez que a Unipres efetivamente errou na apresentação de sua proposta e que tal erro não foi meramente formal Indica a Gerente Executiva do INSS em Santo Antônio de Jesus, em suas justificativas, que a licitação de que trata o presente processo se encontra sub judice por conta de Mandado de Segurança impetrado pela Unipres, em curso na 5ª Vara Federal da Seção Judiciária do Estado da Bahia sob nº , ainda não julgado.

7 27 - Em Pesquisa no site do Tribunal Regional Federal - Seção Judiciária da Bahia sobre a situação do processo indicado foi verificado se tratar de Mandado de Segurança Individual, autuado em 08/09/2000 (no dia anterior à autuação da presente representação), sendo autor Unipres Comércio e Serviço de Equipamentos Ltda e réu Gerente Executivo do INSS em Santo Antônio de Jesus e objeto da petição Tomada de Preços Edital Concorrência (fl. 161/162). Pelo resultado da pesquisa não há como se ter certeza de ser o objeto do Mandado de Segurança a Tomada de Preços 05/2000 ou qual a natureza do pedido No referido Mandado de Segurança a Liminar foi indeferida em 24/04/2001. Em 08/06/2001 a sentença de mérito foi prolatada sendo o pedido considerado improcedente, e tendo a decisão transitado em julgado em 04/09/2001. DO PEDIDO 29 - A Representante não expõe claramente seu pedido limitando-se a pedir as providências legais cabíveis, na forma dos dispositivos apontados no preâmbulo da peça inicial (arts. 91 e 113 da lei nº 8.666/93) O art. 91 vem inserido na seção dos crimes e das penas da Lei nº 8.666/93. Refere-se ao crime patrocinar, direta ou indiretamente, interesse privado perante a Administração, dando causa à instauração de licitação ou à celebração de contrato, cuja invalidação vier a ser decretada pelo Poder Judiciário No caso em tela não há nos autos provas de que a Comissão de Licitação tenha agido dolosamente na tentativa de favorecer interesse privado. O que ficou caracterizado foi o rigor adotado quando do julgamento das propostas, na aplicação do princípio da Vinculação ao Instrumento Convocatório o que por si só não se constitui crime. Além do mais em sendo o Mandado de Segurança, referido nos parágrafos 26 a 28 desta instrução, efetivamente relativo à Tomada de Preços nº 05/2000, o indeferimento do pedido da Impetrante (Unipres) desqualifica a aplicação da cláusula penal vez que, ao decidir pela improcedência do Pedido, o Poder Judiciário, mesmo que indiretamente não tenha validado a celebração de instrumento contratual com a licitante vencedora, deixou a Administração livre para que o fizesse O artigo 113 por sua vez refere-se à competência dos Tribunais de Contas no tocante ao controle das despesas decorrentes de contratos e outros instrumentos regidos pela Lei nº 8.666/93, e do ônus incumbido aos órgãos interessados da Administração de demonstrarem a legalidade e regularidade da despesa e execução.

8 33 - Também sob esse aspecto entendemos que não ficou caracterizada transgressão à norma legal ou regulamentar ou a ocorrência de irregularidade quanto à legitimidade ou economicidade. Se de uma lado a Administração seguiu rigorosamente o disposto nas cláusulas do edital, valorizando as formalidades do instrumento convocatório, a Representante (Unipres) não apresentou sua proposta totalmente em conformidade com o disposto no mesmo edital quando indicou a quantidade errada de TR. Vale lembrar que, conforme explicado no parágrafo 7 anterior, as informações do edital e seus anexos são suficientes para não restar dúvidas sobre o quantitativo de TR que deveriam ser cotadas O fato da Administração não ter sido mais flexível no julgamento da proposta da Unipres não significa que tenha agido contra a lei Em relação a efeitos diretos que poderiam beneficiar a Representante (Unipres) entendemos estar a questão prejudicada. Decorridos mais de 12 meses da data de adjudicação da proposta vencedora da Tomada de Preços nº 05/2000 (ocorrida em agosto/2000) e, considerando que o recurso interposto pela Representante (Unipres) não foi conhecido administrativamente, que o Mandado de Segurança impetrado pela Unipres teve Liminar Indeferida em 24/04/2001 (Processo fl. 161) e que a presente Representação não teve efeito suspensivo, a Administração não ficou impedida de contratar o vencedor do certame, ou realizar outro procedimento licitatório visto já se ter expirado o prazo de 60 dias estabelecido no edital para manutenção, pelas licitantes, dos preços ofertados (item 3.2 do edital - fl. 26). CONCLUSÃO 36 - Considerando os fatos elencados e analisados pode-se concluir em favor da Representante os seguintes fatos: a) a licitação foi realizada no regime de Empreitada por Preço Unitário quando a execução do serviço é contratada por preço certo de unidades determinadas. No caso em tela a quantidade de unidades a serem executadas é certa e determinada não podendo ser alterada pelo fato da licitante ter se enganado quanto às quantidades. Além do mais a Representante em seu recurso administrativo enfatiza o ânimo de manter o preço unitário ofertado mesmo retificando-se a proposta com a redução da quantidade de TR cotadas; b) não há como alegar que o preço cotado pela Representante ficou abaixo em função do aumento da quantidade de TR cotadas pois houve outra licitante - a ADEL (cuja proposta foi desclassificada) - que ofertou preço inferior ao da Unipres;

9 c) a correção da proposta da Representante não implicaria em violação ao Princípio da Isonomia uma vez que, após a correção, seu valor global ficaria abaixo apenas de valor da licitante ADEL, que foi desclassificada por motivo outro que não o quantitativo de TR. Independente da correção, a proposta da Unipres foi economicamente a mais vantajosa em comparação com as propostas classificadas No entanto, razão cabe à Administração no tocante aos seguintes pontos: a) a proposta da Representante (Unipres) contrariou a planilha de custos cotando em dobro a quantidade de TR para as centrais de ar condicionado e self containers. A Unipres errou na indicação da quantidade de TR cotadas quando interpretou que cada equipamento teria 25 TR, totalizando 100 TR (2 centrais de ar condicionado e 2 self containers) quando na realidade a quantidade de 25 TR se referia à totalidade dos equipamentos por tipo (25 para as centrais de ar condicionado e 25 para os self containers, num total de 50 TR). Tal erro não é meramente de aspecto formal como afirma a empresa no expediente encaminhado a este Tribunal; b) a planilha de custos continha todos os detalhes para nortear a formulação das propostas. Assim, não prospera a alegação de que a falha da proposta teria decorrido da indefinição da referida planilha; c) não existe no processo provas de dolo no procedimento da Comissão de Licitação na tentativa de favorecer interesses privados; d) a Administração, ao desclassificar a proposta da Unipres, não violou dispositivos legais. O fato de não ter sido flexível no julgamento permitindo a correção da proposta da Representante (Unipres) não significa que tenha agido contra a lei. No máximo cometeu um ato antieconômico, porém não ilegal ou irregular. PROPOSTA DE ENCAMINHAMENTO 37 - Diante do exposto, somos pelo encaminhamento dos autos ao Exmº Ministro Relator Adylson Motta, propondo o que se segue: I - Considerar parcialmente procedente a presente representação ante os fatos elencados nos parágrafos 10 a 34, 36 e 37 desta instrução. II - Recomendar à Gerente Executiva do INSS no Município de Santo Antônio de Jesus/BA ou a quem a suceder:

10 a) que os editais de licitação da Entidade sejam elaborados de modo que os objetos licitados sejam determinados de forma precisa, suficiente e clara, com descrição dos itens imprescindíveis à qualificação para não deixar margem a qualquer dúvida, bem como contendo todas as exigências necessárias à apresentação das propostas, de forma a não permitir equívocos de interpretação em relação ao que a Administração pretende com a realização do certame; b) observância, quando da realização de licitações, dos princípios que norteiam os procedimentos licitatórios expressos na Constituição Federal e na Lei nº 8.666/93. III - Dar ciência à Representante da decisão que o TCU vier a adotar. IV - Remessa dos autos à 4ª Secex para juntada às contas respectivas objetivando exame em conjunto e em confronto, nos termos do 1º, do art. 194, do RI/TCU, em conformidade com o despacho de fl À fl. 169, o digno Diretor da 2ª Divisão Técnica, acompanhado pelo ilustre titular da Unidade Técnica (fls. 170), acolhe a proposta de encaminhamento acima transcrita. Voto do Ministro Relator: Preliminarmente, deve-se registrar que a presente Representação, fulcrada no art. 113, 1º, da Lei nº 8.666/93, atende a todos os requisitos de admissibilidade previstos no art. 69, 1º, da Resolução nº 136/2000 combinado com o art. 213 do Regimento Interno. Por esta razão pode ser conhecida. Da análise dos documentos e informações incluídos nos autos, verifica-se que a proposta da licitante autora da representação, não obstante ser a mais vantajosa dentre as apresentadas, foi, a meu ver, devidamente desclassificada por não preencher requisitos formais e materiais específicos que envolvem a identidade do objeto e a satisfatoriedade da prestação, consoante a classificação adotada por Marçal Justen Filho (Comentários à Lei de Licitações e Contratos Administrativos. Rio de Janeiro: Aide, 1996, p. 310 e seguintes). Em primeiro lugar, restou comprovado que a licitante Unipres - Comércio e Serviços de Equipamentos Ltda. contrariou exigências formais do edital, ao apresentar planilha orçamentária com dados e critérios diferentes da constante do Anexo III do ato convocatório. É notório que as formalidades têm caráter meramente instrumental e não devem ser vistas como um fim em si mesmo, mas, diante da importância do requisito formal relativo à utilização da correta unidade para uma boa compreensão da proposta submetida ao exame da Comissão, entendo que uma ofensa a esse requisito não poderia ser relevada.

11 Além disso, se levarmos em conta a literalidade da proposta desclassificada, pode-se dizer que os preços anuais e mensais foram cotados levando-se em conta a existência de equipamentos com uma capacidade, expressa em toneladas de refrigeração (TRs), equivalente ao dobro do previsto no Edital, ultrapassando em muito a real necessidade da Administração. Entendo que a Comissão, diante desse informe, poderia validamente interpretar que a empresa se equivocou ao ofertar serviços que sobejam e se distanciam do objeto efetivamente licitado. Deve-se consignar ainda que, na prestação de serviços licitada, estava compreendido o fornecimento de mão-de-obra especializada, materiais, peças originais, equipamentos, ferramentas, assistência técnica, enfim, tudo que for necessário para o perfeito e ininterrupto funcionamento dos mesmos (subitem 1.1 do Edital). É intuitivo que equipamentos de refrigeração mais potentes requerem serviços e peças diferenciados e mais dispendiosos, logo, resta evidente que a proposta também não preencheu o requisito material específico que diz respeito à identidade do objeto e à satisfatoriedade da prestação. Diante disso, sem prejuízo do acolhimento das recomendações sugeridas pela Secex/BA, entendo que a Gerência Executiva do INSS em Santo Antônio de Jesus/BA agiu corretamente ao desclassificar a proposta da empresa Unipres - Comércio e Serviço de Equipamentos Ltda., autora da presente Representação, uma vez que ela não preencheu os requisitos formais e materiais necessários. Na preleção de Marçal Justen Filho, Os licitantes devem ser tratados com igualdade. Se um único licitante preencher os requisitos necessários (incluindo a proposta formal e materialmente perfeita), não se admitirá apreciação das propostas dos demais (idem, p. 315). Destarte, acolho a essência da proposta da Unidade Técnica e Voto no sentido de que o Tribunal adote a Decisão que ora submeto à deliberação deste Plenário. T.C.U., Sala das Sessões, em 31 de outubro de ADYLSON MOTTA Interessados: Interessada: Unipres - Comércio e Serviços de Equipamentos Ltda.

12 Decisão: O Tribunal Pleno, diante das razões expostas pelo Relator e com fulcro no art. 19, inciso I, u, DECIDE: 8.1. conhecer da presente Representação para, no mérito, considerá-la improcedente; 8.2. recomendar à Gerência Executiva do Instituto Nacional do Seguro Social - INSS em Santo Antônio de Jesus/BA que: a) os futuros editais de licitação sejam elaborados de modo que os objetos licitados estejam descritos de forma precisa, suficiente e clara, com todas as exigências necessárias à apresentação das propostas; b) observe os princípios legais e constitucionais relativos aos procedimentos licitatórios; 8.3. dar ciência à representante a respeito do inteiro teor da presente Decisão; Grupo: Grupo I Indexação: Representação; INSS; Santo Antônio de Jesus BA; Tomada de Preços; Licitação; Julgamento das Propostas; Data da Aprovação: 07/11/2001 Unidade Técnica: SECEX-BA - Secretaria de Controle Externo - BA; Quorum: Ministros presentes: Valmir Campelo (Vice-Presidente, no exercício da Presidência), Adylson Motta (Relator), Walton Alencar Rodrigues, Guilherme Palmeira, Ubiratan Aguiar, Benjamin Zymler e o Ministro-Substituto Augusto Sherman Cavalcanti. Ementa: Representação formulada por licitante. Possíveis irregularidades praticadas pela Gerência Executiva do INSS, em Santo Antônio de Jesus BA. Tomada de Preços. Indícios de irregularidades na desclassificação de proposta de menor preço. Improcedência. Recomendação. Juntada às contas.

13 Data DOU: 12/11/2001 Número da Ata: 48/2001 Entidade: Entidade/Órgão: Instituto Nacional do Seguro Social - INSS/Gerência Executiva em Santo Antônio de Jesus/BA Processo: / Ministro Relator: ADYLSON MOTTA;

INDEXAÇÃO Representação; Licitação; INPI; Concorrência; Edital; Capacidade Técnica; Atestado; Prestação de Serviços; Assistência Médica;

INDEXAÇÃO Representação; Licitação; INPI; Concorrência; Edital; Capacidade Técnica; Atestado; Prestação de Serviços; Assistência Médica; Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-1027-47/00-P Identidade do documento: Decisão 1027/2000 - Plenário Ementa: Representação formulada por licitante. Possíveis irregularidades praticadas

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Assunto: Representação. Colegiado: Plenário. Classe: Classe VII

Tribunal de Contas da União. Assunto: Representação. Colegiado: Plenário. Classe: Classe VII Tribunal de Contas da União Assunto: Representação Colegiado: Plenário Classe: Classe VII Sumário: Representação formulada com base no art. 113 da Lei nº 8.666/93 contra possíveis irregularidades em convite.

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Assunto: Representação. Colegiado: Plenário. Classe: Classe VII

Tribunal de Contas da União. Assunto: Representação. Colegiado: Plenário. Classe: Classe VII Tribunal de Contas da União Assunto: Representação Colegiado: Plenário Classe: Classe VII Sumário: Representação formulada com base no art. 113 da Lei nº 8.666/93 contra possíveis irregularidades em tomada

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Dados Materiais: Apenso: TC-009.212/1999-0. Assunto: Representação. Colegiado: Plenário. Classe: Classe VII

Tribunal de Contas da União. Dados Materiais: Apenso: TC-009.212/1999-0. Assunto: Representação. Colegiado: Plenário. Classe: Classe VII Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Apenso: TC-009.212/1999-0 Assunto: Representação. Colegiado: Plenário Classe: Classe VII Sumário: Representação formulada pelo Ministério Público Federal. Inquérito

Leia mais

INDEXAÇÃO Representação; MRE; Contrato; Pagamento Antecipado; Auditoria; Diárias; Passagem Aérea;

INDEXAÇÃO Representação; MRE; Contrato; Pagamento Antecipado; Auditoria; Diárias; Passagem Aérea; Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0245-12/00-P Identidade do documento: Decisão 245/2000 - Plenário Ementa: Representação formulada por Equipe de Auditoria do TCU. Possíveis irregularidades

Leia mais

Contratação de Empresa Especializada para Fornecimento e Instalação de Piso Elevado, Rede Elétrica e Rede Estrutural para o CPD 3º Andar.

Contratação de Empresa Especializada para Fornecimento e Instalação de Piso Elevado, Rede Elétrica e Rede Estrutural para o CPD 3º Andar. 0Processo: A 06/334 Interessado: Assunto: Gerência Administrativa Contratação de Empresa Especializada para Fornecimento e Instalação de Piso Elevado, Rede Elétrica e Rede Estrutural para o CPD 3º Andar.

Leia mais

Interessados: Interessada: CompuAdd do Brasil Importadora e Distribuidora Ltda.

Interessados: Interessada: CompuAdd do Brasil Importadora e Distribuidora Ltda. Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0152-09/00-P Identidade do documento: Decisão 152/2000 - Plenário Ementa: Representação formulada por licitante. Possíveis irregularidades praticadas

Leia mais

Representante do Ministério Público: MARIA ALZIRA FERREIRA;

Representante do Ministério Público: MARIA ALZIRA FERREIRA; Tribunal de Contas da União Representante do Ministério Público: MARIA ALZIRA FERREIRA; Assunto: Consulta Colegiado: Plenário Classe: Classe III Sumário: Consulta formulada pela Presidência do Tribunal

Leia mais

Entidade: Órgão de Origem: Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região/PB

Entidade: Órgão de Origem: Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região/PB Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0414-27/01-P Identidade do documento: Decisão 414/2001 - Plenário Ementa: Representação formulada pela Procuradoria Regional do Trabalho 13ª Região PB.

Leia mais

JULGAMENTO DA REPRESENTAÇÃO ADMINISTRATIVA

JULGAMENTO DA REPRESENTAÇÃO ADMINISTRATIVA JULGAMENTO DA REPRESENTAÇÃO ADMINISTRATIVA FEITO: REPRESENTAÇÃO ADMINISTRATIVA REFERÊNCIA: EDITAL DA CONCORRÊNCIA Nº 001/2014 - COMPEL RAZÕES: JULGAMENTO DA PROPOSTA DE PREÇOS OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA

Leia mais

Entidade: Superintendência Regional da Receita Federal da 10ª Região Fiscal

Entidade: Superintendência Regional da Receita Federal da 10ª Região Fiscal Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0285-19/01-P Identidade do documento: Decisão 285/2001 - Plenário Ementa: Acompanhamento. Outorga de permissão da Estação Aduaneira em Novo Hamburgo

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0317-18/01-2. Identidade do documento: Acórdão 317/2001 - Segunda Câmara

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0317-18/01-2. Identidade do documento: Acórdão 317/2001 - Segunda Câmara Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0317-18/01-2 Identidade do documento: Acórdão 317/2001 - Segunda Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. Fundação Nacional de Saúde - Distrito Sanitário

Leia mais

Representante do Ministério Público: JATIR BATISTA DA CUNHA;

Representante do Ministério Público: JATIR BATISTA DA CUNHA; Tribunal de Contas da União Representante do Ministério Público: JATIR BATISTA DA CUNHA; Assunto: Recurso de Reconsideração. Acórdão: VISTOS, relatados e discutidos estes autos de recurso de reconsideração

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 374/94 - Plenário - Ata 24/94 Processo nº TC 014.243/93-8 Interessado: Laboratório Universal - Pesquisas e Análises Clínicas Ltda. Órgão: Secretaria

Leia mais

INDEXAÇÃO Tomada de Contas Especial; CEF; Responsável em Débito; Ato Ilícito; Crime; Fraude;

INDEXAÇÃO Tomada de Contas Especial; CEF; Responsável em Débito; Ato Ilícito; Crime; Fraude; Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0664-44/00-2 Identidade do documento: Acórdão 664/2000 - Segunda Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. CEF. Prática de ilícitos em operações bancárias

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: DC-0103-13/00-1. Identidade do documento: Decisão 103/2000 - Primeira Câmara

Tribunal de Contas da União. Número do documento: DC-0103-13/00-1. Identidade do documento: Decisão 103/2000 - Primeira Câmara Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0103-13/00-1 Identidade do documento: Decisão 103/2000 - Primeira Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. Royalties. Prefeitura Municipal de Planalto

Leia mais

Pregão Eletrônico nº 04/2013-CGTI/DPF Processo administrativo nº 08206.000881/2012-14 JULGAMENTO DE RECURSO

Pregão Eletrônico nº 04/2013-CGTI/DPF Processo administrativo nº 08206.000881/2012-14 JULGAMENTO DE RECURSO Pregão Eletrônico nº 04/2013-CGTI/DPF Processo administrativo nº 08206.000881/2012-14 JULGAMENTO DE RECURSO Trata-se do Pregão Eletrônico para Formação de Registro de Preços para futura contratação de

Leia mais

Assunto: Representação nos termos do 1º do artigo 79 do Decreto-lei nº 2.300/86

Assunto: Representação nos termos do 1º do artigo 79 do Decreto-lei nº 2.300/86 Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 606/92 - Plenário - Ata 57/92 Processo nº: TC 375.283/92-7 Interessados: Adegenor Moreira, Arthur Flávio Vianna, Fernando Pessôa, Gastão Pessôa, Lilian

Leia mais

ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS

ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS REFERENTE AO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇOS N.º 1119/2013 CPL 04, pelo regime de menor preço por lote. Cujo objeto é Contratação de empresa para prestação de serviços

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO LICITAÇÃO

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO LICITAÇÃO JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO Nº 011/2016 PREGÃO PRESENCIAL Nº 008/2016 Trata-se de julgamento de recurso de licitação que tem por objeto a aquisição parcelada de

Leia mais

MI ISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DE SERGIPE ASSESSORIA ESPECIAL PARECER

MI ISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DE SERGIPE ASSESSORIA ESPECIAL PARECER MI ISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DE SERGIPE ASSESSORIA ESPECIAL Proc. 0. 1.35.000.000335/2011-18 Assunto: Obra de construção do edifício-sede desta Procuradoria. PARECER Retomam

Leia mais

Interessados: RESPONSÁVEIS: João Paulo Bastos Hildebrandt e Paulo Macedo de Carvalho Mesquita

Interessados: RESPONSÁVEIS: João Paulo Bastos Hildebrandt e Paulo Macedo de Carvalho Mesquita Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0054-06/99-1 Identidade do documento: Acórdão 54/1999 - Primeira Câmara Ementa: Tomada de Contas. Centro Psiquiátrico Pedro II. Exercício de 1997. Garantias

Leia mais

Assunto: Denúncia sobre possíveis irregularidades na doação de aparas de papel.

Assunto: Denúncia sobre possíveis irregularidades na doação de aparas de papel. Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 74/97 - Plenário - Ata 06/97 Processo nº TC 016.626/94-0 (Sigiloso) Responsável: Ary Cícero de Moraes Ribeiro, ex-diretor-geral. Interessado: Antônio

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Assunto: Representação. Colegiado: Plenário. Classe: Classe VII

Tribunal de Contas da União. Assunto: Representação. Colegiado: Plenário. Classe: Classe VII Tribunal de Contas da União Assunto: Representação Colegiado: Plenário Classe: Classe VII Sumário: Representação formulada pelo Tribunal de Contas do Espado de Pernambuco versando sobre possíveis irregularidades

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: DC-0230-12/00-P. Identidade do documento: Decisão 230/2000 - Plenário

Tribunal de Contas da União. Número do documento: DC-0230-12/00-P. Identidade do documento: Decisão 230/2000 - Plenário Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0230-12/00-P Identidade do documento: Decisão 230/2000 - Plenário Ementa: Acompanhamento. Programa Nacional de Desestatização. Outorga de concessões

Leia mais

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Eletrônico nº. 24/2008

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Eletrônico nº. 24/2008 Processo: A 08/376 Interessado: Gerência de Recursos Humanos Assunto: Contratação de Empresa Especializada em administração, gerenciamento, emissão, distribuição e fornecimento de documentos de legitimação,

Leia mais

ILUSTRÍSSIMA SENHORA PREGOEIRA DO CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLÓGICO CNPq

ILUSTRÍSSIMA SENHORA PREGOEIRA DO CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLÓGICO CNPq ILUSTRÍSSIMA SENHORA PREGOEIRA DO CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLÓGICO CNPq Ref.: Pregão nº 017/2004 Impugnação a Recurso Administrativo ITAUTEC PHILCO S/A - GRUPO ITAUTEC PHILCO,

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE ITURAMA ESTADO DE MINAS GERAIS

CÂMARA MUNICIPAL DE ITURAMA ESTADO DE MINAS GERAIS JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO PROCESSO LICITATÓRIO Nº. 01/2011 PREGÃO PRESENCIAL Nº. 01/2011 RECORRENTES: SERVIÇOS ESPECIALIZADOS E ADMINSITRAÇÃO PÚBLICA E PROJETOS LTDA SEAP e PERSONA CAPACITAÇÃO

Leia mais

Interessados: Interessado: Ministério das Comunicações, Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Interessados: Interessado: Ministério das Comunicações, Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0483-30/01-P Identidade do documento: Decisão 483/2001 - Plenário Ementa: Acompanhamento. ANATEL. Licitação. Outorga de direito de concessão para a exploração

Leia mais

Entidade: Sociedade de Proteção à Infância e Maternidade de Bom Jesus de Itabapoana - SPIM/RJ

Entidade: Sociedade de Proteção à Infância e Maternidade de Bom Jesus de Itabapoana - SPIM/RJ Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0376-36/99-1 Identidade do documento: Acórdão 376/1999 - Primeira Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. Subvenção Social. MBES. Sociedade de Proteção

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Acórdão 18/98 - Plenário - Ata 07/98 Processo nº TC 014.945/95-9 Interessados: Vânia Regina Soares Marques, Francisco Eduardo Pereira, Sérgio Eduardo Langkjer

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO AUDITORIA INTERNA SECRETARIA DE ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO PARECER SEORI/AUDIN MPU Nº 385/2015

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO AUDITORIA INTERNA SECRETARIA DE ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO PARECER SEORI/AUDIN MPU Nº 385/2015 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO AUDITORIA INTERNA SECRETARIA DE ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO PARECER SEORI/AUDIN MPU Nº 385/2015 Referência : Correio eletrônico, de 24/2/2015. Protocolo AUDIN-MPU nº 745/2015. Assunto

Leia mais

Art. 40. (...) 2º. Constituem anexos do edital, dele fazendo parte integrante:

Art. 40. (...) 2º. Constituem anexos do edital, dele fazendo parte integrante: EM LICITAÇÕES PARA A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS COM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DE MÃO DE OBRA É DEVIDA A INCLUSÃO DE ITEM A TÍTULO DE RESERVA TÉCNICA NA PLANILHA DE ESTIMATIVA DE CUSTOS E FORMAÇÃO

Leia mais

Interessados: INTERESSADA: ELESERVICE do Brasil - Componentes Eletrônicos Ltda.

Interessados: INTERESSADA: ELESERVICE do Brasil - Componentes Eletrônicos Ltda. Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0255-19/99-P Identidade do documento: Decisão 255/1999 - Plenário Ementa: Representação formulada por licitante. Possíveis irregularidades praticadas

Leia mais

JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO. Referência: Pregão Presencial para Registro de Preço n 071/2013 Processo Administrativo de compras n 146/2013

JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO. Referência: Pregão Presencial para Registro de Preço n 071/2013 Processo Administrativo de compras n 146/2013 Betim (MG), 27 de Fevereiro de 2014 JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO Referência: Pregão Presencial para Registro de Preço n 071/2013 Processo Administrativo de compras n 146/2013 Cuida-se de resposta do Pedido

Leia mais

PARECER JURÍDICO N 0420/2016 - ASJUR

PARECER JURÍDICO N 0420/2016 - ASJUR PROCESSO(S) N(S)º: 63754153/2015 64933051/2016 INTERESSADO: Petrobrás Distribuidora S/A ASSUNTO: Impugnação Pregão Presencial n 001/2016 PARECER JURÍDICO N 0420/2016 - ASJUR Os autos aportaram a esta Assessoria

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - DNIT JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO RAZÕES: JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Nº.

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - DNIT JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO RAZÕES: JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Nº. SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - DNIT JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO FEITO: IMPUGNAÇÃO ADMINISTRATIVA REFERÊNCIA: EDITAL Nº. 0026/2014 RAZÕES: JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Nº. 0026/2014

Leia mais

Caráter excepcional da indicação de marca em edital

Caráter excepcional da indicação de marca em edital RELATORA: CONSELHEIRA ADRIENE ANDRADE Caráter excepcional da indicação de marca em edital DICOM TCEMG EMENTA: CONSULTA PRESIDENTE DE CÂMARA MUNICIPAL ELABORAÇÃO DE EDITAL DE LICITAÇÃO ESPECIFICAÇÃO DO

Leia mais

TCE-RJ PROCESSO Nº 212.955-5/07 RUBRICA: FLS.:

TCE-RJ PROCESSO Nº 212.955-5/07 RUBRICA: FLS.: TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO GABINETE DO CONSELHEIRO JOSÉ MAURÍCIO DE LIMA NOLASCO VOTO GC-4 50201/2012 PROCESSO: TCE-RJ Nº 212.955-5/07 ORIGEM: FUNDAÇÃO TEATRO MUNICIPAL TRIANON DE CAMPOS

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A Processo: TOMADA DE PREÇOS N.º 004/2007 Assunto: Recorrente: JOY ENGENHARIA COMÉRCIO E REPRESENTAÇÕES LTDA. JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO PROPOSTA COMERCIAL Os membros da Comissão Permanente de Licitação

Leia mais

GERÊNCIA DE FILIAL DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES GILIC/RJ

GERÊNCIA DE FILIAL DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES GILIC/RJ GERÊNCIA DE FILIAL DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES GILIC/RJ ATA PARA FINS DE JULGAMENTO DE RECURSO INTERPOSTO CONTRA O RESULTADO DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 053/7031-2006, PARA A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO

Leia mais

INDEXAÇÃO Tomada de Contas Especial; CEF; Adiantamento a Título de Empréstimo; Alegações de Defesa Rejeitadas; Prazo; Recolhimento; Débito;

INDEXAÇÃO Tomada de Contas Especial; CEF; Adiantamento a Título de Empréstimo; Alegações de Defesa Rejeitadas; Prazo; Recolhimento; Débito; Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0029-06/01-2 Identidade do documento: Decisão 29/2001 - Segunda Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. CEF. Concessão irregular de crédito e adiantamento

Leia mais

PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO Nº 55000.000886/2012-25 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 03/2012 RESPOSTA À RECURSO ELETRÔNICO

PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO Nº 55000.000886/2012-25 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 03/2012 RESPOSTA À RECURSO ELETRÔNICO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Assunto: Representação. Colegiado: Plenário. Classe: Classe VII

Tribunal de Contas da União. Assunto: Representação. Colegiado: Plenário. Classe: Classe VII Tribunal de Contas da União Assunto: Representação. Colegiado: Plenário Classe: Classe VII Sumário: Representação de equipe de auditoria. Convênio firmado entre o governo do estado do Rio Grande do Norte

Leia mais

INDEXAÇÃO Levantamentos de Auditoria; CEFET; RJ; Obra Pública; Execução Parcial de Obras e Serviços; Pagamento Antecipado;

INDEXAÇÃO Levantamentos de Auditoria; CEFET; RJ; Obra Pública; Execução Parcial de Obras e Serviços; Pagamento Antecipado; Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0065-09/00-1 Identidade do documento: Decisão 65/2000 - Primeira Câmara Ementa: Levantamento de Auditoria. Centro Federal de Educação Tecnológica RJ.

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 307/98 - Plenário - Ata 19/98 Processo TC nº 014.188/97-0 Interessado: Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados. Entidade:

Leia mais

Aquisição e instalação do sistema de missão crítica, composto pelos seguintes bens: 02 UPS s de 60 kva e 02 PDU s

Aquisição e instalação do sistema de missão crítica, composto pelos seguintes bens: 02 UPS s de 60 kva e 02 PDU s 1/8 Processo: A 06/249 Interessado: Assunto: Gerência Administrativa Aquisição e instalação do sistema de missão crítica, composto pelos seguintes bens: 02 UPS s de 60 kva e 02 PDU s Referência: Apreciação

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Acórdão 271/97 - Segunda Câmara - Ata 16/97 Processo TC nº 012.895/94-6. Responsável: Júlio Maito Filho, Presidente. Entidade: Conselho Regional dos Representantes

Leia mais

RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N 006/2009

RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N 006/2009 RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N 006/2009 Trata-se de procedimento licitatório, modalidade Concorrência, cujo objeto é a contratação de empresa do ramo da construção civil para execução

Leia mais

PROCESSO Nº : 12630-6/2010 INTERESSADOS: IPIRANGA ASFALTOS S/A E SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATO GROSSO - SAD ASSUNTO : DENÚNCIA

PROCESSO Nº : 12630-6/2010 INTERESSADOS: IPIRANGA ASFALTOS S/A E SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATO GROSSO - SAD ASSUNTO : DENÚNCIA PROCESSO Nº : 12630-6/2010 INTERESSADOS: IPIRANGA ASFALTOS S/A E SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATO GROSSO - SAD ASSUNTO : DENÚNCIA acerca de possíveis irregularidades na realização do Pregão

Leia mais

Supremo Tribunal Federal Secretaria de Administração e Finanças Pregoeiro

Supremo Tribunal Federal Secretaria de Administração e Finanças Pregoeiro PREGÃO ELETRÔNICO Nº 118/2009 Processo nº 336.243 IMPUGNAÇÃO. TABELA PRÓPRIA PARA CONVÊNIOS E CREDENCIAMENTOS DO STF- MED. REGULARIDADE. UTILIZAÇÃO DA CODIFICAÇÃO EXISTENTE NA TABELA SIMPRO HOSPITALAR

Leia mais

b) da análise procedida na prestação de contas apresentada constatou-se: b.1) ausência da documentação fiscal de despesa (notas fiscais);

b) da análise procedida na prestação de contas apresentada constatou-se: b.1) ausência da documentação fiscal de despesa (notas fiscais); GRUPO: I - CLASSE IV - Plenário TC-017.273/2003-8 NATUREZA: Tomada de Contas Especial. ENTIDADE: Município de Socorro do Piauí/PI. RESPONSÁVEL: Manoel Dionísio Ribeiro Neto (ex-prefeito). SUMÁRIO: Tomada

Leia mais

ATA DE ADSSIMIBILIDADE RECURSO ADMINISTRATIVO

ATA DE ADSSIMIBILIDADE RECURSO ADMINISTRATIVO ATA DE ADSSIMIBILIDADE RECURSO ADMINISTRATIVO PROCESSO LICITATÓRIO N 128/2015 PREGÃO PRESENCIAL N 072/2015 LICITANTE RECORRENTE: LIFEMED INDUSTRIAL DE EQUIPAMENTOS E ARTIGOS MÉDICOS HOSPITALARES S.A. LICITANTE

Leia mais

CONTRA RAZÃO : À Comissão Permanente de Licitação do DNIT Superintendência Regional de São Paulo/SP.

CONTRA RAZÃO : À Comissão Permanente de Licitação do DNIT Superintendência Regional de São Paulo/SP. Pregão Eletrônico Visualização de Recursos, Contra-Razões e Decisões CONTRA RAZÃO : À Comissão Permanente de Licitação do DNIT Superintendência Regional de São Paulo/SP. O CONSÓRCIO IQS/ICOPLAN vem apresentar

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 21ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 21ª REGIÃO PROCESSO Nº 009.707/2015 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 016/2013 OBJETO: Registro de preços para eventual contratação de empresa especializada na prestação de serviços de controle sanitário integrado no combate

Leia mais

JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO

JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO Referência: Licitação Concorrência Técnica e Preço Processo Administrativo n : 21221.001621/2012-28 1. Cuida-se de reposta ao Pedido de Impugnação ao Edital interposto pela Sociedade

Leia mais

Conselho Nacional de Justiça

Conselho Nacional de Justiça Conselho Nacional de Justiça PROCEDIMENTO DE CONTROLE ADMINISTRATIVO Nº 200910000039388 RELATOR: REQUERENTE: REQUERIDO: CONSELHEIRO JOSÉ ADONIS CALLOU DE ARAÚJO SÁ JOSÉ FERREIRA LEITE, MARCELO SOUZA DE

Leia mais

I - RESUMO DOS FATOS. A decisão de inabilitação foi proferida da seguinte forma:

I - RESUMO DOS FATOS. A decisão de inabilitação foi proferida da seguinte forma: ILUSTRÍSSIMA SENHORA PREGOEIRA DA CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A. - CERON PREGÃO ELETRÔNICO nº 002/2014 ORGANIZAÇÃO LEVÍN DO BRASIL LTDA., pessoa jurídica de direito privado, com sua sede estabelecida

Leia mais

Ministro-Relator José Antonio Barreto de Macedo RELATÓRIO. Grupo II Classe II 1ª Câmara

Ministro-Relator José Antonio Barreto de Macedo RELATÓRIO. Grupo II Classe II 1ª Câmara MUNICÍPIO DE SANTOS DUMONT/MG - DOAÇÃO À ENTIDADE PÚBLICA DE DIREITO PRIVADO DE PRÉDIO CONSTRUÍDO COM RECURSOS FEDERAIS REPASSADOS A PREFEITURA MUNICIPAL MEDIANTE CONVÊNIOS Tomada de Contas Especial Grupo

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 111/97 - Plenário - Ata 09/97 Processo nº TC 0l5.766/96-9. Interessado: Identidade preservada. Entidade: Superintendência da Zona Franca de Manaus -

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Acórdão 291/96 - Segunda Câmara - Ata 17/96 Processo nº TC 399.124/93-4 Responsável: Sebastião Fernandes Barbosa Entidade: Prefeitura Municipal de Minas Novas

Leia mais

EM RESPOSTA AO QUESTIONAMENTO ABAIXO, O SETOR SOLICITANTE, PREGOEIRO E SUA EQUIPE DE APOIO TEM A INFORMAR A TODOS QUE POSSAM INTERESSAR O QUE SEGUE:

EM RESPOSTA AO QUESTIONAMENTO ABAIXO, O SETOR SOLICITANTE, PREGOEIRO E SUA EQUIPE DE APOIO TEM A INFORMAR A TODOS QUE POSSAM INTERESSAR O QUE SEGUE: EM RESPOSTA AO QUESTIONAMENTO ABAIXO, O SETOR SOLICITANTE, PREGOEIRO E SUA EQUIPE DE APOIO TEM A INFORMAR A TODOS QUE POSSAM INTERESSAR O QUE SEGUE: De: xxxxxxx Enviada em: segunda-feira, 14 de julho de

Leia mais

Interessados: Interessado: Identidade preservada (art. 55, 1º, da Lei n.º 8.443/92, c/c o art. 66 da Resolução n.º 136/2000 TCU)

Interessados: Interessado: Identidade preservada (art. 55, 1º, da Lei n.º 8.443/92, c/c o art. 66 da Resolução n.º 136/2000 TCU) Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0011-01/01-P Identidade do documento: Decisão 11/2001 - Plenário Ementa: Denúncia. Possíveis irregularidades praticadas pela ECT PE. Contratação ilegal

Leia mais

RELATÓRIO DE INSTRUÇÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO

RELATÓRIO DE INSTRUÇÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO RELATÓRIO DE INSTRUÇÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO De: Para: Assunto: Pregoeira e Equipe de Apoio Superintendente de Suporte Administrativo de Manaus - SUMN Instrução de Recurso Administrativo Referente:

Leia mais

1. A presente impugnação ao edital tem fundamento no art. 41, 2º da Lei 8.666/93:

1. A presente impugnação ao edital tem fundamento no art. 41, 2º da Lei 8.666/93: Ofício nº. 904/2015-AJ. São José/SC, 07 de dezembro de 2015. À COMISSÃO DE LICITAÇÕES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE DO PARANÁ (UENP) - REITORIA, DESIGNADA PELA PORTARIA 350/2014, RESPONSÁVEL PELA EXECUÇÃO

Leia mais

Interessados: Responsável: Francisco de Sousa Filho, ex-secretário Municipal de Turismo e Desporto

Interessados: Responsável: Francisco de Sousa Filho, ex-secretário Municipal de Turismo e Desporto Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0198-47/99-P Identidade do documento: Acórdão 198/1999 - Plenário Ementa: Tomada de Contas Especial. Prefeitura Municipal de Aquiraz CE. Desvio de recursos

Leia mais

Entidade: Unidade: Coordenação de Serviços Gerais da Secretaria de Administração-Geral do Ministério da Educação e do Desporto

Entidade: Unidade: Coordenação de Serviços Gerais da Secretaria de Administração-Geral do Ministério da Educação e do Desporto Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0237-21/99-1 Identidade do documento: Acórdão 237/1999 - Primeira Câmara Ementa: Tomada de Contas. Coordenação de Serviços Gerais da Secretaria de Administração-Geral

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Exmo. Sr. Juiz Federal da.ª Vara da Seção Judiciária Federal de São Paulo O Ministério Público Federal, por seu Procurador que ao final assina e com base no artigo 129, II e III da Constituição Federal,

Leia mais

RESPOSTA A PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO

RESPOSTA A PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO RESPOSTA A PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO Trata-se de resposta a pedido de impugnação apresentado pela sociedade empresária INCORP TECHNOLOGY INFORMÁTICA LTDA EPP, referente ao Edital de Pregão Eletrônico n.º 21/2014.

Leia mais

Entidade: Órgão de Origem: Secretaria do Estado da Justiça e Cidadania de Santa Catarina

Entidade: Órgão de Origem: Secretaria do Estado da Justiça e Cidadania de Santa Catarina Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0776-48/99-P Identidade do documento: Decisão 776/1999 - Plenário Ementa: Inspeção. Secretaria de Justiça de Santa Catarina. Pedido de reexame de decisão

Leia mais

Em razão da impugnação apresentada, informo:

Em razão da impugnação apresentada, informo: Proc. nº. 892/2010-GO Pregão Eletrônico nº. 27/2014 Prezado Licitante, Em razão da impugnação apresentada, informo: A empresa BRILHANTE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO LTDA-EPP apresentou, em 30/09/2014, pedido

Leia mais

Ao ILMO. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO/SECRETARIA EXECUTIVA/SUBSECRETARIA DE ASSUSNTOS ADMINISTRATIVOS.

Ao ILMO. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO/SECRETARIA EXECUTIVA/SUBSECRETARIA DE ASSUSNTOS ADMINISTRATIVOS. Ao ILMO. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO/SECRETARIA EXECUTIVA/SUBSECRETARIA DE ASSUSNTOS ADMINISTRATIVOS. Sr. Sandoval Luiz de Souza Referência: Pregão N.º 06/2006 VOETUR CARGAS E ENCOMENDAS LTDA.,

Leia mais

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO Licitação para execução do serviço de transporte por táxi do município de Belo Horizonte sob o regime jurídico de permissão delegada a pessoa jurídica. PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 374/2012 CONCORRÊNCIA

Leia mais

RELATÓRIO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 030.196/2014-0

RELATÓRIO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 030.196/2014-0 GRUPO I CLASSE VII Plenário TC 030.196/2014-0. Natureza: Representação. Órgão: Ministério da Cultura (MinC). Interessado: Tribunal de Contas da União (TCU). Advogado constituído nos autos: não há. SUMÁRIO:

Leia mais

COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DECISÃO DO RECURSO ADMINISTRATIVO IMPETRADO CONTRA JULGAMENTO DAS PROPOSTAS DE PREÇOS

COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DECISÃO DO RECURSO ADMINISTRATIVO IMPETRADO CONTRA JULGAMENTO DAS PROPOSTAS DE PREÇOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DECISÃO DO RECURSO ADMINISTRATIVO IMPETRADO CONTRA JULGAMENTO DAS PROPOSTAS DE PREÇOS REFERÊNCIA : Processo n. 06/2014 - Carta Convite n.01/2014 OBJETO: Contratação de

Leia mais

EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO. Objeto: Prestação de Serviço de Manutenção Predial

EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO. Objeto: Prestação de Serviço de Manutenção Predial EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO Pregão Presencial nº. 003/2008 Objeto: Prestação de Serviço de Manutenção Predial EMENTA: AUSÊNCIA DE COMPROVAÇÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 029.920/2014-0

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 029.920/2014-0 GRUPO I - CLASSE VII - Plenário TC 029.920/2014-0 Natureza: Representação Órgão/Entidade: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano Interessado: Saneamento, Telecomunicação, Eletricidade

Leia mais

A EXIGÊNCIA DE AMOSTRAS EM LICITAÇÕES

A EXIGÊNCIA DE AMOSTRAS EM LICITAÇÕES A EXIGÊNCIA DE AMOSTRAS EM LICITAÇÕES Gina Copola (maio de 2.013) I O tema relativo às amostras em licitações tem sido discutido pelos aplicadores do direito já por algum tempo, porém ainda não resta pacificado,

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS

CÂMARA DOS DEPUTADOS PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº 43, DE 2011 Propõe que o Tribunal de Contas da União TCU realize atos de fiscalização e controle em todos os contratos firmados entre o Banco do Brasil e as empresas

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DO TOCANTINS SENTENÇA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DO TOCANTINS SENTENÇA Classe 2100 : MANDADO DE SEGURANÇA Impetrante : CONSTRUMIL CONSTRUTORA E TERRAPLANAGEM LTDA Impetrado : SUPERINTENDENTE REGIONAL DO DNIT Sentença tipo A SENTENÇA I RELATÓRIO Trata-se de MANDADO DE SEGURANÇA

Leia mais

Representante do Ministério Público: UBALDO ALVES CALDAS;

Representante do Ministério Público: UBALDO ALVES CALDAS; Tribunal de Contas da União Representante do Ministério Público: UBALDO ALVES CALDAS; Dados Materiais: c/ 01 volume Assunto: Recurso de Reconsideração Acórdão: VISTOS, relatados e discutidos estes autos

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO EM MANDADO DE SEGURANÇA Nº 32.617 - MT (2010/0131496-9) RELATOR RECORRENTE ADVOGADO RECORRIDO PROCURADOR : MINISTRO HERMAN BENJAMIN : ANTÔNIO MÁXIMO GOMES DE SANTANA : ANA LÚCIA RICARTE : ESTADO

Leia mais

ASSUNTO: Atualização do Perguntas e Respostas nº 003/2010 que versa sobre Pregão ORIGEM: GEALC PSEF 40284/10-7

ASSUNTO: Atualização do Perguntas e Respostas nº 003/2010 que versa sobre Pregão ORIGEM: GEALC PSEF 40284/10-7 PERGUNTAS E RESPOSTAS OT Nº 001/11 ASSUNTO: Atualização do Perguntas e Respostas nº 003/2010 que versa sobre Pregão ORIGEM: GEALC PSEF 40284/10-7 Este trabalho visa a orientar os agentes administrativos,

Leia mais

RESPOSTA A IMPUGNAÇÃO

RESPOSTA A IMPUGNAÇÃO RESPOSTA A IMPUGNAÇÃO Recebida impugnação da Empresa VIVO, a mesma foi submetida a Coordenadoria Jurídica desta Companhia Docas do Ceará, que manifestou-se mediante Parecer nº 152/2012, nos seguintes termos:

Leia mais

EXM. º SENHOR PRESIDENTE DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DA PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO- PORTO ALEGRE/RS

EXM. º SENHOR PRESIDENTE DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DA PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO- PORTO ALEGRE/RS EXM. º SENHOR PRESIDENTE DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DA PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO- PORTO ALEGRE/RS REF.: EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 27/2013 MICHIELIN CENTRO DE PROMOÇÃO À SAÚDE OCUPACIONAL

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1 Número: 2 Categoria de Investimento: 3 Anexo: 4 Objeto: 5 Justificativa: 5.1. 5.2. 5.3.

TERMO DE REFERÊNCIA 1 Número: 2 Categoria de Investimento: 3 Anexo: 4 Objeto: 5 Justificativa: 5.1. 5.2. 5.3. TERMO DE REFERÊNCIA 1 Número: 2 Categoria de Investimento: Concurso Público de Provas e Títulos 3 Anexo: 4 Objeto: Contratação de Fundação/empresa para prestar serviços técnicos especializados de organização

Leia mais

2º FÓRUM DE DEBATES DO CICLO DE CONTRATAÇÕES PÚBLICAS DIAS 27 e 28 de ABRIL de 2011

2º FÓRUM DE DEBATES DO CICLO DE CONTRATAÇÕES PÚBLICAS DIAS 27 e 28 de ABRIL de 2011 2º FÓRUM DE DEBATES DO CICLO DE CONTRATAÇÕES PÚBLICAS DIAS 27 e 28 de ABRIL de 2011 QUESTÕES SOBRE PREGÃO ELETRÔNICO 1. Quando se pode utilizar a modalidade pregão? E o eletrônico? Como se caracterizam

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO N. 0044606-60.2014.4.01.0000/GO (d) R E L A T Ó R I O

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO N. 0044606-60.2014.4.01.0000/GO (d) R E L A T Ó R I O 21 100 PODER JUDICIÁRIO R E L A T Ó R I O O Exmo. Sr. Desembargador Federal JIRAIR ARAM MEGUERIAN (Relator): Trata-se de agravo de instrumento interposto pela Associação Aparecidense de Educação, mantenedora

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 446/95 - Plenário - Ata 40/95 Processo nº TC 020.528/94-9 Interessado: Representante da empresa Lynch Representações e Participações Ltda. Entidade:

Leia mais

NOTA TECNICA JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO FASE COMPLEMENTAR. Aguiar Feres Auditores Independentes S/S - EPP RECORRIDA:

NOTA TECNICA JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO FASE COMPLEMENTAR. Aguiar Feres Auditores Independentes S/S - EPP RECORRIDA: NOTA TECNICA JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO FASE COMPLEMENTAR TERMO: Decisório FEITO: Recurso Administrativo REFERENCIA: Pregão Eletrônico nº 39/2015 Contratação de empresa especializada em prestação

Leia mais

PROJETO JARDIM DO CERRADO: DA CASA AO TERRITÓRIO. Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano - IADH

PROJETO JARDIM DO CERRADO: DA CASA AO TERRITÓRIO. Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano - IADH PROJETO JARDIM DO CERRADO: DA CASA AO TERRITÓRIO Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano - IADH Processo Administrativo nº 001/2015, de 13/02/2015 Processo Seletivo nº 001/2015, de 13/02/2015

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 007.924/2007-0

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 007.924/2007-0 GRUPO I CLASSE I Plenário TC-007.924/2007-0 (com 1 volume e 2 anexos) Natureza: Pedido de Reexame em Auditoria Recorrente/Unidade: Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A. (Eletronorte) SUMÁRIO: PEDIDO

Leia mais

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 071/2015 PREGÃO PRESENCIAL Nº 010/2015 RECORRENTE: LAFAIETE PROVEDOR DE INTERNET E TELECOMUNICAÇÕES LTDA. RECORRIDA: OI MÓVEL S/A Em 27 de novembro

Leia mais

Assunto: Denúncia acerca de possíveis irregularidades ocorridas na aquisição de imóvel pelo CRC/MG.

Assunto: Denúncia acerca de possíveis irregularidades ocorridas na aquisição de imóvel pelo CRC/MG. Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 383/97 - Plenário - Ata 24/97 Processo nº TC 002.280/97-3 (Sigiloso). Responsável: Jayme Crusoé Loures de Macedo Meira, Presidente. Entidade: Conselho

Leia mais

Entidade: Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - Ibama

Entidade: Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - Ibama Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0372-38/00-2 Identidade do documento: Decisão 372/2000 - Segunda Câmara Ementa: Representação formulada por Unidade Técnica do TCU. IBAMA. Possíveis

Leia mais

ILMO. SR. PREGOEIRO DA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO RIO DE JANEIRO.

ILMO. SR. PREGOEIRO DA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO RIO DE JANEIRO. ILMO. SR. PREGOEIRO DA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO RIO DE JANEIRO. PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS N.º 003/2012. PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º E-03/012.746/2011. UNIRIO MANUTENÇÃO E SERVIÇOS

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO RESPONSÁVEL PELO PROCESSO DE LICITAÇÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO.

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO RESPONSÁVEL PELO PROCESSO DE LICITAÇÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO. ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO RESPONSÁVEL PELO PROCESSO DE LICITAÇÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO. Ref. Edital de Pregão Eletrônico Nº 052\2012 AFEQUE SERVIÇOS DE VIGILÂNCIA LTDA, pessoa jurídica de

Leia mais

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Presencial nº. 18/2007

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Presencial nº. 18/2007 Processo: A 07/204 Interessado: Assunto: Gerência Administrativa Contratação de empresa especializada para a prestação de serviços em implementação de windows server 2003 enterprise, active directory,

Leia mais

Desembargador CARLOS SANTOS DE OLIVEIRA

Desembargador CARLOS SANTOS DE OLIVEIRA AÇÃO DE COBRANÇA. PAGAMENTO DE GRATIFICAÇÃO DE INCENTIVO À DOCÊNCIA. VERBA DESTACADA DO FUNDEB. LEI FEDERAL Nº 11.494/07. NUTUREZA PROPTER LABOREM. PROFESSORES EM ESTAGIO PROBATÓRIO. ATO ADMINISTRATIVO

Leia mais

GERÊNCIA DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES EM BRASÍLIA GILIC/BR

GERÊNCIA DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES EM BRASÍLIA GILIC/BR GERÊNCIA DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES EM BRASÍLIA GILIC/BR ATA DE JULGAMENTO DE RECURSO APRESENTADO CONTRA O RESULTADO DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 33/7855-2010, TIPO MENOR PREÇO GLOBAL CUJO OBJETO É A CONTRATAÇÃO

Leia mais