Criado em Fevereiro de 2008 MANUAL DO CREDENCIADO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Criado em Fevereiro de 2008 MANUAL DO CREDENCIADO"

Transcrição

1 MANUAL DO CREDENCIADO

2 ÍNDICE Introdução Identificação do Beneficiário Cobertura de Planos Prótese Ortodontia Implante Clareamnento Formulários Dental PLAN Guia de Tratamento Odontológico - Solicitação Regras de Preenchimento (GTO-S) Guia de Tratamento Odontológico - Cobrança Regras de Preenchimento (GTO-C) Recursos de Glosa Relatórios enviados pela Dental PLAN Comprovante de Senha Guia de Tratamento Odontológico - Demonstrativo de Pagamento Regras de Auditoria Eletrônica Envio de Documentos e Formulários Guia de Tratamento Odontológico - Solicitação Guia de Tratamento Odontológico - Cobrança Radiografias Recursos de Glosa Urgências Encaminhamento para Especialistas Auditoria Clínica Reposição de Formulários Liberação via WEB Guia rápido de acesso ao Site Elegibilidade de Beneficiários Documentos Necessários Considerações Finais ANEXOS 2

3 1 - Introdução Bem vindo à Rede Credenciada Dental PLAN! A Dental PLAN é uma Operadora de Planos Odontológicos fundada em 1984 e registrada na ANS sob número Nossa missão consiste na participação efetiva da Rede de Serviço, conectada à satisfação de todos os associados, através de um portfólio de serviços de alta qualidade aliados à competência dos profissionais envolvidos na prestação de serviços. Neste momento você está recebendo o Manual do Credenciado que apresenta todas as instruções necessárias para o atendimento dos beneficiários Dental PLAN. Leia atentamente todas as explicações referentes ao preenchimento dos formulários necessários ao atendimento. Ressaltamos que este Manual foi especialmente desenvolvido no intuito de facilitar sua rotina diária, facilitando ainda mais a nossa parceria. Em caso de dúvidas, entre em contato com a Central de Relacionamento Dental PLAN, através do telefone: (grande São Paulo) e (demais localidades). Cordialmente, Inácio Morais Cirurgião Dentista Diretor Presidente 3

4 2 - Identificação do Beneficiário IMPORTANTE: Para o atendimento do beneficiário, deverá ser solicitada a apresentação da CARTEIRA DENTAL PLAN e de um DOCUMENTO DE IDENTIDADE com foto. Sem estes documentos, o beneficiário não poderá ser atendido. Em caso de Plano Pessoa Física, é necessária a apresentação de boleto bancário devidamente quitado. A Dental PLAN não se responsabiliza pela realização de procedimentos que estejam em carência ou fora da cobertura do plano do beneficiário, esta informação será fornecida no momento da préaprovação, assim nunca inicie tratamentos sem antes ter recebido a validação do mesmo (recebimento da senha de liberação via fone ou via site). Procedimentos que não fazem parte do rol de cobertura poderão ser realizados, mediante co-participação, em caráter particular no consultório do próprio profissional, desde que o mesmo esteja credenciado para estas especialidades e que seja seguida a Tabela Dental PLAN de procedimentos não cobertos (solicitar ao Departamento de Credenciamento as tabelas específicas para tratamento não coberto). Importante: A Dental PLAN não limita atendimentos. Não há limite de quantidade de procedimentos realizados por pacientes; não há limites de realizações de restaurações por paciente; não há limite de quantidades de procedimentos realizados no mês. A Dental PLAN oferece a cobertura de restaurações de resina para dentes posteriores, independentemente se a troca é por motivos estéticos ou não. 4

5 3 - Cobertura de Planos SERVIÇOS COBERTOS PLANO GLOBAL: Consultas; Urgências; Radiografias periapicais, bite-wing e oclusal; Dentística (restaurações); Prevenção; Odontopediatria; Endodontia (tratamentos e retratamentos de canais); Periodontia (aumento de Coroa, raspagens supra e sub gengivais) e Cirurgia. PLANO GLOBAL ORTO: Inclui todas as coberturas do Plano Global mais Ortodontia (documentação Ortodôntica inicial e final, aparelho fixo e/ou móvel e manutenções). SERVIÇOS NÃO COBERTOS Ortodontia Prótese Implante Clareamento de dentes vitais Os Serviços Não Cobertos quando realizados em nossa Rede Credenciada terão como parâmetro máximo a Tabela Dental PLAN e deverão ser pagos diretamente ao dentista credenciado. Prótese Implante Clareamento de dentes vitais Os Serviços Não Cobertos quando realizados em nossa Rede Credenciada terão como parâmetro máximo a Tabela Dental PLAN e deverão ser pagos diretamente ao dentista credenciado. PLANO GLOBAL PLUS: Inclui todas as coberturas do Plano Global mais Ortodontia (documentação Ortodôntica inicial e final, aparelho fixo e/ou móvel e manutenções) mediante co-participação. Prótese Implante Clareamento de dentes vitais Os Serviços Não Cobertos quando realizados em nossa Rede Credenciada terão como parâmetro máximo a Tabela Dental PLAN e deverão ser pagos diretamente ao dentista credenciado. PLANO DIAMOND: Inclui todas as coberturas do Plano Global mais Ortodontia (documentação Ortodôntica inicial e final, aparelho fixo e/ou móvel e manutenções) e Prótese. Implante Clareamento de dentes vitais O reembolso de tratamentos realizados em Dentista particular será de acordo com a Tabela de Reembolso Dental PLAN. PLANO DIAMOND PREMIUM: Inclui todas as coberturas do Plano Diamond mais Clareamento de dentes vitais. Implante O reembolso de tratamentos realizados em Dentista particular será de acordo com a Tabela de Reembolso Dental PLAN. Para atendimentos a beneficiários Dental PLAN para a realização de serviços não cobertos ou que possuam outro tipo de plano que não consta na tabela acima, entrar em contato com a Central de Relacionamento da Rede Credenciada para obter maiores informações. 5

6 3.1 - Prótese Para beneficiários com cobertura do plano Diamond e Diamond Premium, a Dental PLAN se responsabilizará pelo repasse do tratamento realizado. Ou seja, o beneficiário não pagará nada ao profissional credenciado. Apenas profissionais credenciados em prótese pela Dental PLAN poderão realizar estes procedimentos em beneficiários do plano Diamond e Diamond Premium. Para o credenciamento na especialidade, é necessário que o profissional seja especialista na área. Caso exista interesse em se credenciar na especialidade, entre em contato com a Central de Relacionamento da Rede Credenciada e solicite maiores informações. Após o credenciamento na especialidade o credenciado receberá todas as informações sobre o atendimento. Todos os pacientes de prótese deverão ter suas fichas clínicas enviadas via fax para o Departamento de Auditoria através do fone/fax: (exclusivo São Paulo) e (demais localidades) ou via correio para o endereço: Departamento de Auditoria Avenida Engenheiro Luis Carlos Berrini, 1297 Cj. 81. Brooklin São Paulo/SP CEP: Sendo assim, o envio de todas as fichas clínicas dos pacientes de prótese é de caráter obrigatório. As Guias de Tratamento - Solicitações enviadas para o Departamento de Auditoria deverão ser preenchidas apenas com os procedimentos de prótese. Ou seja, para pacientes que necessitem simultaneamente de tratamento clínico e protético, o credenciado preencherá duas Guia de Tratamento - Solicitação separadas, onde a Guia contendo o tratamento clínico continua sendo enviada para a Central de Operações e a Guia com tratamento protético deverá ser enviada para o Departamento de Auditoria. Os valores de repasse dos procedimentos de prótese seguirão a Tabela de Repasse de Prótese Plano Diamond e Diamond Premium, acordada entre a Dental PLAN e o profissional credenciado. Para repasse dos procedimentos de prótese em pacientes com cobertura, o credenciado deverá, obrigatoriamente, enviar raio x inicial e final para prótese fixa e raio x inicial para prótese removível, juntamente com a Guia de Tratamento - Cobrança (demais informações encontram-se no Anexo: Informações de Prótese). Para aprovação e repasse dos tratamentos de prótese, as radiografias enviadas serão avaliadas pela Auditoria Técnica considerando os seguintes requisitos: Condições ósseas; Estruturas dentais remanescentes; Espaços protéticos; Tratamento endodôntico realizado. Caso estes critérios não sejam respeitados ou estejam inadequados, ocorrerá a glosa do procedimento pelo Auditor da Dental PLAN. Após o recebimento do relatório de repasse, o credenciado deverá avaliar o motivo da glosa e justificar o acontecido em formulário próprio de Recurso de Glosa e enviar para o Departamento de Auditoria SNC (Serviços Não Cobertos verificar o endereço no anexo 3). 6

7 3.2 - Ortodontia Para beneficiários com cobertura dos planos Global Orto, Global Plus, Diamond e Diamond Premium, a Dental PLAN se responsabilizará pelo repasse do tratamento realizado. Ou seja, o beneficiário não pagará nada ao profissional credenciado. Apenas profissionais credenciados em Ortodontia pela Dental PLAN poderão realizar estes procedimentos em beneficiários dos planos: Global Orto, Global Plus, Diamond e Diamond Premium. Para o credenciamento na especialidade, é necessário que o profissional seja especialista na área. Caso exista interesse em se credenciar na especialidade, entre em contato com a Central de Relacionamento da Rede Credenciada e solicite maiores informações. Após o credenciamento na especialidade o credenciado receberá todas as informações sobre o atendimento. Os valores de repasse dos procedimentos de Ortodontia seguirão a Tabela de Repasse de Ortodontia Planos Global Orto, Global Plus, Diamond e Diamond Premium, acordada entre a Dental PLAN e o profissional credenciado. 7

8 3.3 - Implante Consultar o Departamento de Credenciamento para informações de empresas que têm cobertura para este procedimento. Apenas profissionais credenciados em Implante pela Dental PLAN poderão realizar estes procedimentos em beneficiários cobertos. Para o credenciamento na especialidade, é necessário que o profissional seja especialista na área. Caso exista interesse em se credenciar na especialidade, entre em contato com a Central de Relacionamento da Rede Credenciada e solicite maiores informações. Após o credenciamento na especialidade o credenciado receberá todas as informações sobre o atendimento. Os valores de repasse dos procedimentos de Implante seguirão a Tabela de Repasse de Implante, acordada entre a Dental PLAN e o profissional credenciado. 8

9 3.4 - Clareamento Para beneficiários com cobertura do plano Diamond Premium, a Dental PLAN se responsabilizará pelo repasse do tratamento realizado. Ou seja, o beneficiário não pagará nada ao profissional credenciado. Apenas profissionais credenciados para realizar Clareamento pela Dental PLAN poderão realizar estes procedimentos em beneficiários do plano Diamond Premium. Caso exista interesse em se credenciar na especialidade, entre em contato com a Central de Relacionamento da Rede Credenciada e solicite maiores informações. Após o credenciamento na especialidade o credenciado receberá todas as informações sobre o atendimento. Os valores de repasse dos procedimentos de Clareamento seguirão a Tabela de Repasse de Clareamento Plano Diamond Premium, acordada entre a Dental PLAN e o profissional credenciado. 9

10 4 - Formulários Dental PLAN Para realização de atendimento aos beneficiários Dental PLAN, será necessário o preenchimento de formulários específicos que não poderão conter rasuras e deverão ser assinados pelo beneficiário e profissional credenciado. Exceção feita ao formulário RECURSO DE GLOSA que deverá ser enviado à Dental PLAN somente com a assinatura do credenciado. 10

11 4.1 - Formulário: Guia de Tratamento Odontológico - Solicitação (GTO-S) O GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO - SOLICITAÇÃO tem como finalidade ser utilizada para descrever a situação inicial do paciente e para solicitação dos procedimentos odontológicos, portanto deverá ser preenchido na consulta inicial. Como forma de atualização de dados cadastrais, será necessário que todos os dados solicitados nesta GUIA sejam rigorosamente preenchidos e caso existam campos em branco, o formulário será devolvido ao profissional, pois a falta de dados poderá resultar em informações imprecisas e conseqüentemente comprometerá o valor do repasse dos procedimentos. O envio da Guia de Tratamento Odontológico Solicitação (GTO-S) deve obedecer à seguinte regra: Para senhas solicitadas via fone e via site Esta ficha deverá ser encaminhada juntamente com a Guia de Tratamento Odontológico Cobrança até o dia 03 de cada mês a fim de que os procedimentos solicitados e realizados sejam inseridos, auditados e repassados até o dia 10 do mês subseqüente. Para senhas solicitadas via fax Esta ficha deverá ser encaminhada à Dental PLAN no prazo de 48 horas para que o plano de tratamento seja validado e a senha de liberação enviada. Para senhas solicitadas via correio - Esta ficha deverá ser encaminhada à Dental PLAN para que o plano de tratamento seja validado e a senha de liberação enviada. Os procedimentos cobertos pela Dental PLAN que fazem parte do PLANEJAMENTO DO TRATAMENTO deverão ser descritos nos campos PLANO DE TRATAMENTO/PROCEDIMENTOS SOLICITADOS. Nestes campos serão relacionados, consecutivamente: código do procedimento, descrição, dente/região, face, quantidade, quantidade de US, valor, franquia coparticipação, autorização. O código e o valor de cada procedimento estão descritos no ANEXO 1 Tabela de Serviço. A consulta inicial deverá ser lançada na GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO - SOLICITAÇÃO, porém ela não será repassada. Deve ser inserida tanto na GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO - SOLICITAÇÃO como na GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO - COBRANÇA no dia da primeira consulta do beneficiário para fins de controle de tratamentos iniciados. Cada procedimento deverá ser descrito em uma linha. O preenchimento de mais de um procedimento na mesma linha irá prejudicar o valor do repasse uma vez que somente um procedimento será computado como válido no programa gerencial. 11

12 4.1 - Formulário: Guia de Tratamento Odontológico - Solicitação (GTO-S) GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO - SOLICITAÇÃO 2- Nº 1- Registro ANS Data de Emissão da Guia 4- Data da Autorização 5- Senha 6- Data Validade da Senha Dados do Beneficiário 7- Número da Carteira 8- Plano 9- Empresa 10- Data de Validade da Carteira 11- Número do Cartão Nacional de Saúde 12- Nome 13- Telefone 14- Nome do Titular do Plano Dados do Contratado Solicitante 15- Código na Operadora / CNPJ / CPF 16- Nome do Contrato 17- Número no CRO 18- UF 19- Código CNES 20- Nome do Profissional Solicitante 21- Número no CRO 22- UF 23- Código CBO S Situação Inicial Situação Inicial 24- Sinais clínicos de doença periodontal? 25- Alteração dos tecidos moles? Permanentes Decíduos Decíduos Permanentes Situação Inicial Sim Não Sim Não LEGENDAS E OBSERVAÇÕES SOBRE A SITUAÇÃO INICIAL SITUAÇÃO INICIAL 26- Observações A - Ausente E - Extração Indicada H - Higido C - Cariado R - Restaurado Procedimentos Solicitados 27- Tabela 28- Código do Procedimento 29- Descrição 30- Dente/Região 31- Face 32- Qtd 33- Quantidade US 34- Valor 35- Franquia / Co-participação R$ 36- Aut Declaro, que após ter sido devidamente esclarecido sobre os propósitos, 37- Total Quantidade US 38- Valor Total R$ 39- Total Franquia / Co-participação R$ 40- Observação 41- Data, local e Assinatura do Cirurgião Dentista 42- Data, local e Assinatura do Associado / Responsável 43- Data, local e Carimbo da Empresa O preenchimento da GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO SOLICITAÇÃO deverá seguir rigorosamente as REGRAS PREENCHIMENTO descritas neste manual. Solicitar então que o beneficiário ou o responsável date e assine a ficha. Com esta assinatura o beneficiário declara que foi esclarecido sobre o tratamento proposto e ainda autoriza sua realização. Finalmente o formulário deverá ser assinado e carimbado pelo profissional responsável pelo atendimento. Todas as linhas não utilizadas deverão ser anuladas. Cada GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO SOLICITAÇÃO receberá uma senha de liberação após o recebimento da mesma pela Central de Operações Dental PLAN, independente do usuário, isto significa que um mesmo beneficiário poderá receber mais de um número de senha. A Dental PLAN disponibiliza quatro modalidades de solicitação de senha para atendimento de nossos beneficiários: Solicitação de senha via fone: esta forma de solicitação permite que todos os pacientes tenham seu tratamento iniciado já na primeira consulta. 12

13 4.1 - Formulário: Guia de Tratamento Odontológico - Solicitação (GTO-S) Segue abaixo o passo a passo para solicitação de senha via fone: 1. No momento do agendamento da consulta do paciente, o credenciado deve solicitar o nome completo e/ou código da carteira do mesmo; 2. De posse do nome completo e/ou código da carteira, o credenciado deve ligar para o a fim de verificar se o paciente está elegível (ativo) e já solicitar a senha de liberação para início do tratamento do mesmo na primeira consulta; 3. Nesta senha são informados os procedimentos em longevidade e que, portanto, não podem ser realizados. Caso o credenciado necessite realizar algum destes procedimentos em longevidade deve entrar em contato com a Central de Atendimento ao Credenciado, no , a fim de que um de nossos auditores oriente sobre o procedimento adequado para a liberação dos procedimentos em longevidade; 4. A senha fornecida via fone deve ser anotada na Guia de Solicitação e na de Cobrança. Estas duas guias deverão ser enviadas até o dia 03 de cada mês a fim de que os procedimentos solicitados e realizados sejam inseridos, auditados e repassados até o dia 10 do mês subseqüente. Lembramos que é importantíssimo que toda senha via fone seja solicitada antes do primeiro atendimento do paciente, a fim de que na primeira consulta o tratamento do mesmo já possa ser iniciado. Além de comodidade ao paciente, isso garante ao profissional a fidelização do mesmo, visto que como ele já terá iniciado o tratamento não migrará de profissional com tanta facilidade. Solicitação de senha via site: A opção de envio dos procedimentos via site permite que o credenciado receba a senha imediatamente após a inclusão do procedimentos necessários ao tratamento do paciente. Solicitação de senha via fax: A solicitação de senha via fax deve ser enviada para a Central de Operações Dental PLAN: e (envio do fax para obter a senha de liberação para todo o Brasil - exceto São Paulo) e (envio do fax para obter a senha de liberação - exclusiva para São Paulo). Quando a guia for enviada via fax e a senha recebida via o tempo para liberação de senha é de até 72 horas. Quando a guia for enviada via fax e a senha recebida via correio o tempo da senha será maior, ficando em torno de cinco dias. Caso o credenciado não receba a senha de liberação do tratamento dentro destes prazos acima informados, de acordo com a forma de solicitação efetuada, o mesmo deverá entrar imediatamente em contato com a Dental PLAN através do fone/fax: (exclusivo São Paulo) e demais localidades) ou e fale com um de nossos Consultores. É de inteira responsabilidade do profissional credenciado controlar o prazo de recebimento de suas senhas de liberação. 13

14 4.1 - Formulário: Guia de Tratamento Odontológico - Solicitação (GTO-S) O tempo de recebimento da senha depende da via pelo qual o credenciado envia a GUIA TRATAMENTO ODONTOLÓGICO - SOLICITAÇÃO (GTO-S). O prazo de validade das Fichas clínicas é de 180 dias da data de liberação da senha, após este período todos os procedimentos não realizados serão automaticamente bloqueados. Portanto, caso o beneficiário retorne ao consultório após este período, será necessário que todo o processo seja reiniciado com o preenchimento de nova GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO SOLICITAÇÃO. 14

15 Regras de Preenchimento (GTO-S) A seguir serão descritas as regras de preenchimento da GUIA TRATAMENTO ODONTOLÓGICO - SOLICITAÇÃO. 1 - O campo REGISTRO ANS é referente ao número de 6 dígitos que identifica o registro da operadora de plano de saúde junto à ANS. 2 - Número da folha da GUIA TRATAMENTO ODONTOLÓGICO - SOLICITAÇÃO. 3 - Data da emissão da GUIA TRATAMENTO ODONTOLÓGICO - SOLICITAÇÃO. 4 - Data do recebimento da senha de Liberação (preenchimento opcional). 5 - Número da Senha de liberação. Este número será fornecido ao credenciado no momento da solicitaçao da senha via fone ou após o envio da GUIA TRATAMENTO ODONTOLÓGICO - SOLICITAÇÃO à Dental PLAN (em casos de solicitação via fax). 6 - Data de validade da senha (preenchimento opcional). Dados do Beneficiário: 7 - Número da carteira do beneficiário. Este código encontra-se no cartão de identificação Dental PLAN. 8 - Tipo de plano do beneficiário. 9 - Empresa do beneficiário Data de validade da carteira (preenchimento opcional) Número do cartão nacional de saúde (preenchimento opcional). 12 Nome do beneficiário. Deverá ser grafado de forma idêntica ao da carteirinha do beneficiário. 13 Telefone do beneficiário. 14 Nome do titular do plano. Necessário o preenchimento deste campo caso o beneficiário seja dependente. Dados do Contratado Solicitante: 15 Código na Operadora / CNPJ / CPF. Inserir o código de credenciado. Este código será fornecido ao profissional (ou clínica) quando da entrega deste manual. 16 Nome do Contratado. Este campo deverá ser preenchido com o nome do profissional credenciado ou com a razão social da clínica. 17 Número do CRO. Número de cadastro do profissional credenciado (PF) ou clínica credenciada (PJ) no Conselho Regional de Odontologia. 18 UF Sigla da Unidade Federativa do Conselho Profissional a qual o 15

16 Regras de Preenchimento (GTO-S) credenciado faz parte. 19 Código CNES. Código do CNES (Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde. Do credenciado solicitandte. (preenchimento opcional). 20 Nome do profissional solicitante Nome do profissional que atenderá o beneficiário. O preenchimento deste campo é obrigatório para os casos de credenciados Pessoa Jurídica Número do CRO. O preenchimento deste campo é obrigatório para os casos de credenciados Pessoa Jurídica. 22 UF - Estado o qual o credenciado possui o CRO. O preenchimento deste campo é obrigatório para os casos de credenciados Pessoa Jurídica. 23 Código CBOS. Para o campo CBOS, o profissional deve identificar o código da sua especialidade. Caso a especialidade não esteja discriminada na tabela abaixo, o campo deve ser preenchido com o código de cirurgião dentista clínico geral (06310) (preenchimento opcional). CBO-S Especialidade Cirurgião dentista (endodontia) Cirurgião dentista (patologia bucal) Cirurgião dentista (pediatria) Cirurgião dentista (periodontia) Cirurgião dentista (prótese) Cirurgião dentista (radiologia) Cirurgião dentista (saúde pública) Cirurgião dentista (traumatologia buco maxilo facial) Cirurgião dentista (ortodontia) Cirurgião dentista em geral Situação Inicial: 24 Sinais clínicos da doença periodontal. O cirurgião-dentista identifica nesse campo a presença ou ausência de doença periodontal. O objetivo do campo não é classificar a alteração clínica encontrada. Caso seja necessário descrever maiores detalhes sobre alterações dos tecidos de proteção e suporte, o profissional deve fazê-lo no campo de OBSERVAÇÕES (campo 26). 25 Alterações nos tecidos moles. Nesse campo deve ser assinalada a presença ou ausência de alterações na cavidade oral e nas áreas periorais. Opcionalmente, quando diagnosticada a alteração nos tecidos moles examinados, o profissional pode utilizar o campo OBSERVAÇÕES (campo 26) para sua descrição. Em relação ao preenchimento da situação clínica inicial do paciente, deve ser especificado se o dente é decíduo ou permanente conforme mostra o quadro a seguir: 16

17 Regras de Preenchimento (GTO-S) Situação Inicial Permanentes Decíduos Decíduos Permanentes Situação Inicial Para o preenchimento da situação clínica inicial são considerados critérios adaptados da classificação CPOD preconizada pela organização Mundial de Saúde (OMS). Os itens foram adaptados com a finalidade de registrar a condição dentária inicial dos pacientes de uma forma simplificada. O profissional que necessitar descrever situações especiais deve utilizar o campo OBSERVAÇÕES (campo 26). Legendas e observações sobre a situação inicial: Os campos referentes a cada elemento dentário devem ser registrados de acordo com a legenda constante na própria guia sobre a situação inicial do dente, conforme demonstrado abaixo. Circunde o dente conforme o quadro anterior e na janela em branco acima do dente insira o código referente à tabela abaixo: SITUAÇÃO INICIAL A - Ausente E - Extração Indicada H - Higido C - Cariado R - Restaurado A O dente é classificado como AUSENTE quando um dente permanente ou decíduo estiver ausente por cárie, razões ortodônticas, periodontais, traumáticas ou congênitas. Em casos de dentes decíduos, colocar este código apenas quando o indivíduo estiver numa faixa etária na qual a esfoliação normal não constitui justificativa suficiente para a ausência; Quando o dente participar de uma prótese fixa unitária ou múltipla ele será considerado como RESTAURADO e o pôntico será considerado como AUSENTE. Quando o paciente utilizar prótese total ou parcial removível, o profissional deverá preencher como AUSENTE os locais anatômicos que foram substituídos por recursos protéticos. E O dente deve ser classificado como EXTRAÇÃO INDICADA nos seguintes casos: Presença de lesões cariosas, motivos periodontais, ortodônticos ou estéticos, indicação pré-protética, dentes impactados, dentes supranumerários, dentes associados a lesões patológicas ou em outras situações clínicas; Quando for diagnosticado resto radicular, se este estiver com extração indicada, deve ser registrada EXTRAÇÃO INDICADA. Caso contrário, o elemento dentário deve ser considerado como CARIADO (exemplo: casos em que a raiz dentária será submetida a tratamento protético). 17

18 Regras de Preenchimento (GTO-S) H O dente é classificado como dente HÍGIDO quando não existe evidência de sinais da doença. Os seguintes sinais devem ser codificados como hígidos: Manchas esbranquiçadas; Sulcos e fissuras de esmalte manchados que não apresentam sinais visuais de base amolecida, esmalte socavado ou amolecimento das paredes, detectáveis com a sonda exploradora; Áreas escuras, brilhantes, duras e fissuradas do esmalte de um dente com fluorose moderada ou severa; Lesões que, com base na sua distribuição e história, ou exame visual/tátil, resultem de abrasão. C - O dente é classificado como CARIADO nas seguintes condições: Quando sulco, fissura e superfície lisa do dente apresentar cavidade evidente ou tecido amolecido na base ou descoloração de esmalte ou de parede; Quando há uma ou mais restaurações e ao mesmo tempo uma ou mais áreas do dente apresentam lesões cariosas. R O dente é classificado como RESTAURADO nos seguintes casos: Quando há uma ou mais restaurações definitivas e inexistem lesões cariosas; Quando o dente apresenta selante, o mesmo não deve ser registrado como restaurado. Entretanto, se o dente estiver com sinais de cárie dentária, ele deve ser registrado como CARIADO O campo OBSERVAÇÕES é destinado ao preenchimento de informações adicionais sobre a situação inicial clínica do beneficiário que não estejam contempladas em outros campos da Guia, como os exemplos a seguir: Quando a condição inicial do dente for uma fratura, decorrente de um traumatismo dento-alveolar, o profissional deve especificar a situação no campo de observação; Quando for constatada a presença de um dente extranumerário, o campo observação deve ser utilizado; Quando for um dente não erupcionado, o campo de observação deve ser utilizado. Plano de Tratamento/Procedimentos Solicitados: Em relação ao preenchimento destes dados, o profissional solicitante deve utilizar os códigos constantes na Tabela de Serviços Dental PLAN. 27 Tabela: o código 94 já está inserido neste campo TABELA, pois é utilizado quando a Operadora tiver uma tabela de procedimentos própria (caso da Dental PLAN). 28 Código do Procedimento: deve ser preenchido o código do procedimento solicitado de acordo com a Tabela de Serviços Dental PLAN. O preenchimento deste campo é obrigatório. 18

19 Regras de Preenchimento (GTO-S) 29 Descrição do Procedimento: deve ser especificado o procedimento solicitado e este deve ser referente ao código do procedimento. (preenchimento opcional) Dente/Região: neste campo deve ser preenchida a identificação do dente ou região a que se refere o plano de tratamento e o procedimento solicitado de acordo com a tabela de serviços Dental PLAN. Para preenchimento da REGIÃO, o profissional solicitante deve utilizar os códigos constantes na tabela específica utilizada para as regiões. Dente: utilizar o código numérico sistema FDI para designação dos dentes: DENTES PERMANENTES DENTES DECÍDUOS 1 = quadrante superior direito 5 = quadrante superior direito 2 = quadrante superior esquerdo 6 = quadrante superior esquerdo 3 = quadrante inferior esquerdo 7 = quadrante inferior esquerdo 4 = quadrante inferior direito 8 = quadrante inferior direito DENTES PERMANENTES DENTES DECÍDUOS 1 = incisivos centrais 1 = incisivos centrais 2 = incisivos laterais 2 = incisivos laterais 3 = caninos 3 = caninos 4 = primeiros pré molares 4 = primeiros molares 5 = segundos pré molares 5 = segundos molares 6 = primeiros molares 7 = segundos molares 8 = terceiros molares Caso o procedimento seja realizado em regiões, utilizar as seguintes siglas: Descrição no anexo 1 como REGIÃO 0 Arcada completa (superior e inferior) = É necessário informar região quando o procedimento é realizado em Boca Toda (ex: consulta inicial, aplicação tópica de fluor, etc). ASAI Descrição no anexo 1 como REGIÃO 1 Região de Arcada Superior = AS Região de Arcada Inferior = AI Descrição no anexo 1 como REGIÃO 2 Região de Molares direito = RMD Região de Pré Molares direitos = RPD Região Anterior = RA Região de Pré Molares esquerdos = RPE Região de Molares esquerdos = RME 19

20 Regras de Preenchimento (GTO-S) Descrição no anexo 1 como REGIÃO 3 Hemi arcada superior direita = HSD Hemi arcada superior esquerda = HSE Hemi arcada inferior direita = HID Hemi arcada inferior esquerda = HIE Descrição no anexo 1 como REGIÃO 4 Região de Molares superiores direitos = RMSD Região de Pre Molares superiores direitos = RPSD Região de anterior superior = RAS Região de Pre Molares superiores esquerdos = RPSE Região de Molares superiores esquerdos = RMSE Região de Molares inferiores direitos = RMID Região de Pre Molares inferiores direitos = RPID Região anterior inferiores = RAI Região de Pre Molares inferiores esquerdos = RPIE Região de Molares inferiores esquerdos = RMIE 31 Faces: está condicionado ao preenchimento do campo dente/região, quando este for referente a um dente. Deve ser preenchido para indicar a FACE do dente (permanente ou decíduo) a que se refere o plano de tratamento e o procedimento solicitado. Os tipos de faces constam na tabela de serviços Dental PLAN e o profissional solicitante pode preencher de uma até cinco faces. Para as faces utilizar: M = para face mesial de todos os dentes O = para face oclusal dos dentes posteriores I = para face incisal dos dentes anteriores D = para face distal de todos os dentes V = para face vestibular de todos os dentes P = para face palatina dos dentes superiores L = para face lingual dos dentes inferiores 32 Quantidade: este campo refere-se à quantidade do procedimento solicitado, e é de preenchimento não obrigatório. É um campo condicionado ao preenchimento do campo código do procedimento. (preenchimento opcional). 33 Quantidade de US: refere-se à quantidade de Unidade de Serviço (US) por procedimento solicitado. (preenchimento opcional). 34 Valor (R$): este campo refere-se ao valor em reais de Unidade de Serviço (US) por procedimento solicitado. (preenchimento opcional) Franquia/Co-participação: refere-se ao valor total em reais de franquia/coparticipação por procedimento solicitado. (preenchimento opcional). 36 Autorização do tratamento: indicador de existência de autorização para o procedimento solicitado. Este ítem será preenchido pela Dental PLAN. 20

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ. TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR Odontologia

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ. TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR Odontologia MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR Odontologia Brasília/DF - 2007 1 1. Introdução A meta deste trabalho é estruturar e auxiliar no correto preenchimento das

Leia mais

Padrão TISS - Troca de Informações em Saúde Suplementar

Padrão TISS - Troca de Informações em Saúde Suplementar Ministério da Saúde Agência Nacional de Saúde Suplementar - Troca de Informações em Saúde Suplementar para preenchimento das Guias Odontológicas Índice O que é TISS 3 Como utilizar esse manual 4 Instruções

Leia mais

Manual de Conteúdo e Estrutura ODONTOLOGIA Instruções para Preenchimento das Guias

Manual de Conteúdo e Estrutura ODONTOLOGIA Instruções para Preenchimento das Guias Manual de Conteúdo e Estrutura ODONTOLOGIA Instruções para Preenchimento das Guias versão 1.1 SUMÁRIO O QUE É TISS?... 4 INSTRUÇÕES GERAIS... 6 GUIAS VISÃO GERAL... 7 GUIA TRATAMENTO ODONTOLÓGICO... 9

Leia mais

Guia de Autorização Odontológica Instrução de Preenchimento Manual

Guia de Autorização Odontológica Instrução de Preenchimento Manual A Guia de Autorização Odontológica deverá ser preenchida pelo profissional de saúde, na área de perícia odontológica, que mantém compromisso de credenciamento específico firmado com a Eletrobras Furnas

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR VERSÃO 2

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR VERSÃO 2 MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR VERSÃO 2 1 Brasília/DF - 2007 1. Introdução A meta deste trabalho é estruturar e auxiliar no correto preenchimento das Guias

Leia mais

Manual de Conteúdo e Estrutura GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO (GTO)

Manual de Conteúdo e Estrutura GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO (GTO) Manual de Conteúdo e Estrutura GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO (GTO) Instruções para Preenchimento da Guia Jul/08 O QUE É TISS? A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar TISS

Leia mais

A manutenção acompanhará periodicamente o paciente, identificando, o mais cedo possível, qualquer desequilíbrio relacionado a sua saúde.

A manutenção acompanhará periodicamente o paciente, identificando, o mais cedo possível, qualquer desequilíbrio relacionado a sua saúde. Prezado Credenciado, Diante do modelo atual de cuidados voltados para a promoção de saúde e prevenção de doenças e da missão de aproximar a sociedade da Odontologia, a Rede Dental conta com a efetiva participação

Leia mais

Premissa. Códigos e rios

Premissa. Códigos e rios Índices epidemiológicos em saúde bucal 3/10/2011 Prof. Samuel Jorge Moysés, Ph.D. 1 Premissa A epidemiologia pode ser definida como o estudo da distribuição e dos determinantes de eventos ou estados relacionados

Leia mais

Padrão TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar Manual de utilização para preenchimento das Guias Odontológicas

Padrão TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar Manual de utilização para preenchimento das Guias Odontológicas Ministério da Saúde Agência Nacional de Saúde Suplementar Troca de Informações em Saúde Suplementar para preenchimento das Guias Odontológicas Índice O que é TISS 3 Como utilizar esse manual 4 Instruções

Leia mais

Manual do Referenciamento ANS - 41.553-7

Manual do Referenciamento ANS - 41.553-7 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS A 1 A ODONTO é uma Operadora de Planos Odontológicos, devidamente registrada nos órgãos competentes, conforme estabelecido pela Lei 9656/98 que dispõe de Rede Referenciada de Profissionais

Leia mais

F.A.Q. ( FREQUENTLY ASKED QUESTIONS)

F.A.Q. ( FREQUENTLY ASKED QUESTIONS) F.A.Q. ( FREQUENTLY ASKED QUESTIONS) Cobertura dos planos e procedimentos. PLANO FIRST Rol ANS Consultas e Diagnóstio; Urgência/Emergência; Radiologia (Radiografias Intraorais e Rx Panorâmica); Odontopediatria;

Leia mais

MANUAL DO CREDENCIADO

MANUAL DO CREDENCIADO MANUAL DO CREDENCIADO MANUAL DO CREDENCIADO APRESENTAÇÃO Prezado (a) Doutor (a): A ORAL ODONTO é uma empresa criada e administrada por profissionais dentistas que se dedicam a oferecer os melhores recursos

Leia mais

MANUAL Troca de Informações em Saúde Suplementar TISS

MANUAL Troca de Informações em Saúde Suplementar TISS MANUAL Troca de Informações em Saúde Suplementar TISS Plano de Auto-Gestão em Saúde da CERON - PAGSC Porto Velho ago/2007 1 APRESENTAÇÃO A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar

Leia mais

UNIODONTO ARARAQUARA NORMAS DE PROCEDIMENTOS EM VIGOR

UNIODONTO ARARAQUARA NORMAS DE PROCEDIMENTOS EM VIGOR UNIODONTO ARARAQUARA NORMAS DE PROCEDIMENTOS EM VIGOR Março/2014 NORMAS DE PROCEDIMENTOS O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO NO USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES LEGAIS E ESTATUTÁRIAS RESOLVE ALTERAR AS NORMAS DE PROCEDIMENTOS

Leia mais

Manual do Credenciado

Manual do Credenciado Manual do Credenciado Prezado (a) Credenciado (a), Este manual tem o objetivo de orientar e esclarecer as dúvidas relacionadas aos atendimentos prestados pelo credenciado aos beneficiários da Sermed Odonto.

Leia mais

ODONTOLOGIA MANUAL DO PRESTADOR

ODONTOLOGIA MANUAL DO PRESTADOR Secretaria de Gestão do STF-Med Seção de Processamento de Despesas Odontológicas ODONTOLOGIA MANUAL DO PRESTADOR 1. ORIENTAÇÕES DE FATURAMENTO JUNTO AO STF-MED Considerando a assinatura do Termo de Credenciamento

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça TABELA DE ODONTOLOGIA DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA INSTRUÇÕES DE FATURAMENTO 1. Deverão ser faturados ao STJ somente os tratamentos concluídos. 2. Quando a(s) perícia(s) for(em) obrigatória(s) para

Leia mais

A EMPRESA. Visão. Missão

A EMPRESA. Visão. Missão MANUAL DE RH 2015 A EMPRESA Com mais de 18 anos e com profundo conhecimento sobre saúde bucal, a DENTALPAR destaca-se no mercado odontológico pela qualidade nos serviços prestados e por promover e manter

Leia mais

Digitação e pesquisa de contas via site Mediservice (www.mediservice.com.br).

Digitação e pesquisa de contas via site Mediservice (www.mediservice.com.br). 1 Objetivo: Digitação e pesquisa de contas via site Mediservice (www.mediservice.com.br). Acesso ao site Na página inicial do site da Mediservice, o prestador deve selecionar a opção Credenciado. 2 Caso

Leia mais

Manual de Instruções ODONTOLOGIA CAMED SAÚDE

Manual de Instruções ODONTOLOGIA CAMED SAÚDE Manual de Instruções ODONTOLOGIA CAMED SAÚDE AGOSTO/2014 1 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Orientações Gerais... 4 2.1 Entrega de guias... 4 2.2 Numeração de guias... 4 2.3 Pacotes - Autorização e cobrança...

Leia mais

Uniodonto São José dos Campos APRESENTAÇÃO

Uniodonto São José dos Campos APRESENTAÇÃO Uniodonto São José dos Campos APRESENTAÇÃO Prezados (as) Cooperados (as), A presentamos a edição 2014 da Tabela de Atos Odontológicos Local e Intercâmbio, de acordo com a Terminologia Unificada em Saúde

Leia mais

UNNA CLÍNICA GERAL. regras específicas

UNNA CLÍNICA GERAL. regras específicas CLÍNICA GERAL regras específicas índice UNNA 1 2 3 4 5 9 10 Apresentação Gestão da Qualidade em Saúde Bucal Atendimento em Dentística Envio de Imagens via Internet Envio de Imagens via Correios Programa

Leia mais

UNIODONTO DUQUE DE CAXIAS INSTRUÇÕES OPERACIONAIS DO SISTEMA UNIODONTO - DUQUE DE CAXIAS

UNIODONTO DUQUE DE CAXIAS INSTRUÇÕES OPERACIONAIS DO SISTEMA UNIODONTO - DUQUE DE CAXIAS UNIODONTO DUQUE DE CAXIAS INSTRUÇÕES OPERACIONAIS DO SISTEMA UNIODONTO - DUQUE DE CAXIAS 1 Solicite ao usuário titular ou dependente do plano o CARTÃO UNIODONTO (Fig.01) acompanhado de um documento de

Leia mais

NUCLEBRÁS EQUIPAMENTOS PESADOS S/A. NUCLEP

NUCLEBRÁS EQUIPAMENTOS PESADOS S/A. NUCLEP NUCLEBRÁS EQUIPAMENTOS PESADOS S/A. NUCLEP PLANO SUPLEMENTAR DE SAÚDE PSS/ARH-2 5/8/2011 Vigência: 07/2011 Versão 02 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO...4 2. CREDENCIAMENTO...4 2.1 Alteração de dados cadastrais...4

Leia mais

Instruções de Preenchimento das Guias Odontológicas

Instruções de Preenchimento das Guias Odontológicas Instruções de Preenchimento das Guias Odontológicas Outubro/2010 Salutis Administração em Saúde 1 1. GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO SOLICITAÇÃO E COBRANÇA A Guia de Tratamento Odontológico tem como finalidade

Leia mais

parceiro Manual do Credenciado Rede Credenciada Odonto A Excelência em Odontologia Só um pode oferecer tanto! Só um parceiro pode oferecer tanto!

parceiro Manual do Credenciado Rede Credenciada Odonto A Excelência em Odontologia Só um pode oferecer tanto! Só um parceiro pode oferecer tanto! ANS Nº 406481 MKT Odonto A Só um parceiro pode oferecer tanto! Manual do Credenciado parceiro Só um pode oferecer tanto! Rede Credenciada Odonto A Excelência em Odontologia Odonto A Saúde Empresarial Rua

Leia mais

REGULAMENTO ODONTOLÓGICO

REGULAMENTO ODONTOLÓGICO REGULAMENTO ODONTOLÓGICO Regulamento Vigente REGULAMENTO ODONTOLÓGICO ARTIGO 1º - A Associação dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo - AFRESP - prestará a seus associados inscritos na Administração

Leia mais

MANUAL DO ASSOCIADO. Plano Empresarial. A solução definitiva em odontologia

MANUAL DO ASSOCIADO. Plano Empresarial. A solução definitiva em odontologia MANUAL DO ASSOCIADO Plano Empresarial A solução definitiva em odontologia MISSÃO DA EMPRESA O nosso compromisso é atingir e superar as expectativas dos clientes, garantindo sua total satisfação, fazendo

Leia mais

Bem-vindo ao Plano Odontológico Riachuelo!

Bem-vindo ao Plano Odontológico Riachuelo! Bem-vindo ao Plano Odontológico Riachuelo! Sorria! Assim como cerca de 6,2 milhões de brasileiros, você agora poderá contar com os melhores serviços odontológicos do país. Este Plano, resultado de uma

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO GUIAS TISS

MANUAL DE PREENCHIMENTO GUIAS TISS MANUAL DE PREENCHIMENTO GUIAS TISS Padrão TISS Atendendo à exigência da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), a partir do dia 31 de Agosto do corrente ano, a Unimed Sobral se adequará ao padrão

Leia mais

Passo a passo para utilização. do Padrão TISS

Passo a passo para utilização. do Padrão TISS Passo a passo para utilização do Padrão TISS INDICE Configurações Iniciais Necessárias... 3 Parametrizando o Sistema... 4 Cadastros... 5 Cadastro do Prestador de Saúde... 5 Cadastro do Beneficiário...

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICO ADMINISTRATIVAS

MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICO ADMINISTRATIVAS MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICO ADMINISTRATIVAS PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA ANS nº 31.547-8 1 Sumário OBJETIVO... 3 INSTRUÇÕES GERAIS... 3 Serviços cobertos pelo sistema de credenciamento... 3 Quem

Leia mais

MISSÃO DA EMPRESA. O nosso compromisso é atingir e superar as expectativas dos clientes, garantindo sua total satisfação, fazendo da Dental Plus

MISSÃO DA EMPRESA. O nosso compromisso é atingir e superar as expectativas dos clientes, garantindo sua total satisfação, fazendo da Dental Plus MISSÃO DA EMPRESA O nosso compromisso é atingir e superar as expectativas dos clientes, garantindo sua total satisfação, fazendo da Dental Plus Manual sinônimo do Dentista de excelência Credenciado em

Leia mais

APRESENTAÇÃO UNIHOSP SAÚDE S/A CNPJ: 01.445.199/0001-24 Rua Campos Sales, 517 Centro Santo André - SP MANUAL DE ORIENTAÇÕES AO CREDENCIADO

APRESENTAÇÃO UNIHOSP SAÚDE S/A CNPJ: 01.445.199/0001-24 Rua Campos Sales, 517 Centro Santo André - SP MANUAL DE ORIENTAÇÕES AO CREDENCIADO APRESENTAÇÃO UNIHOSP SAÚDE S/A CNPJ: 01.445.199/0001-24 Rua Campos Sales, 517 Centro Santo André - SP MANUAL DE ORIENTAÇÕES AO CREDENCIADO Este manual visa esclarecer as regras e normas para o serviço

Leia mais

FORMULÁRIOS TISS SUMÁRIO

FORMULÁRIOS TISS SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Formulários Padrão TISS 2. Preenchimento das Guias Padrão TISS Guia de Consulta Guia de Serviço Profissional/Serviço Auxiliar de Diagnóstico e Terapia SP/SADT Guia de Solicitação de Internação

Leia mais

Manual do Prevencionista

Manual do Prevencionista Manual do Prevencionista Sumário 1- Introdução 2- Instruções de atendimento 2.1- Identificação do beneficiário 2.2- Quanto ao tratamento 2.2.1- Etapas do atendimento 2.2.1.1- Situação atual 2.2.1.2- Fichas

Leia mais

MANUAL DE REGRAS E NORMAS TÉCNICAS PARA WEB GUIA E DEMONSTRATIVO DE PAGAMENTO

MANUAL DE REGRAS E NORMAS TÉCNICAS PARA WEB GUIA E DEMONSTRATIVO DE PAGAMENTO MANUAL DE REGRAS E NORMAS TÉCNICAS PARA WEB GUIA E DEMONSTRATIVO DE PAGAMENTO Este Manual tem por finalidade orientar os procedimentos de preenchimento da Web Guia do CREDENCIADO no atendimento aos beneficiários

Leia mais

Manual de Preenchimento da TISS (Troca de Informações em Saúde Suplementar)

Manual de Preenchimento da TISS (Troca de Informações em Saúde Suplementar) Manual de Preenchimento da TISS (Troca de Informações em Saúde Suplementar) 0 Última Atualização: 16/05/07 9:30h SUMÁRIO I Introdução Página 2 II - Formulários/ Legendas Página 5 II.1 Guias Página 5 2.1.1

Leia mais

Tabela de Procedimentos Odontológicos Página: 1 de 8 Especialidade: DENTÍSTICA RESTAURADORA

Tabela de Procedimentos Odontológicos Página: 1 de 8 Especialidade: DENTÍSTICA RESTAURADORA Tabela de Procedimentos Odontológicos Página: 1 de 8 Grupo: 100-Diagnose - As consultas deverão ser faturadas em Guias de Atendimento - GA, separadamente dos demais procedimentos, que serão faturados na

Leia mais

Manual do Credenciado ODONTOLOGIA

Manual do Credenciado ODONTOLOGIA Manual do Credenciado ODONTOLOGIA ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 4 1. Saúde CAIXA... 5 2. BENEFICIÁRIOS... 5 3. Convênio Pró-Saúde... 8 4. CREDENCIAMENTO... 8 Alteração de dados cadastrais... 8 Rescisão do Contrato

Leia mais

Prezado Associado, Porque o nosso maior compromisso é com você! Como Manter Contato com a Operadora OdontoGroup

Prezado Associado, Porque o nosso maior compromisso é com você! Como Manter Contato com a Operadora OdontoGroup Prezado Associado, É um grande prazer ter você como cliente. Afinal, trabalhamos muito para levar a você e a sua família uma das melhores e mais seguras coberturas de plano odontológico do Brasil. Para

Leia mais

PROTOCOLOS OPERACIONAIS DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A SEREM SEGUIDOS PELOS PERITOS E PRESTADORES DE SERVIÇO DO SESI/DR/AC

PROTOCOLOS OPERACIONAIS DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A SEREM SEGUIDOS PELOS PERITOS E PRESTADORES DE SERVIÇO DO SESI/DR/AC PROTOCOLOS OPERACIONAIS DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A SEREM SEGUIDOS PELOS PERITOS E PRESTADORES DE SERVIÇO DO SESI/DR/AC A) TIPOS DE SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A.1 Consulta Inicial Entende-se como exame clínico,

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO DELIBERATIVO DO PROGRAMA TST-SAÚDE

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO DELIBERATIVO DO PROGRAMA TST-SAÚDE TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO DELIBERATIVO DO PROGRAMA TST-SAÚDE ATO DELIBERATIVO Nº 56, DE 25 DE NOVEMBRO DE 2014 Dispõe sobre a assistência odontológica indireta aos beneficiários do Programa

Leia mais

Manual do Prestador SEPACO. Saúde. ANS - n 40.722-4

Manual do Prestador SEPACO. Saúde. ANS - n 40.722-4 Manual do Prestador Saúde o ANS - n 40.722-4 SEPACO Prezado prestador, Este manual tem como objetivo formalizar a implantação das rotinas administrativas do Sepaco Saúde, informando as características

Leia mais

Manual de Orientação: BRADESCO DENTAL. Produto: Seguro Odontológico. 1 Descrição do Produto:

Manual de Orientação: BRADESCO DENTAL. Produto: Seguro Odontológico. 1 Descrição do Produto: Manual de Orientação: BRADESCO DENTAL Produto: Seguro Odontológico 1 Descrição do Produto: O Produto BRADESCO DENTAL é um seguro de despesas de assistência odontológica e atendimento em rede referenciada

Leia mais

Manual do Cliente. Ao aderir o plano da OdontoGroup, você recebe o cartão de acesso para a sua identificação perante nossa rede credenciada.

Manual do Cliente. Ao aderir o plano da OdontoGroup, você recebe o cartão de acesso para a sua identificação perante nossa rede credenciada. Manual do Cliente IDENTIFICAÇÃO ODONTOGROUP Ao aderir o plano da OdontoGroup, você recebe o cartão de acesso para a sua identificação perante nossa rede credenciada. No seu cartão de acesso personalizado,

Leia mais

Glosas e negativas. Código da Mensagem. Grupo. Descrição da Mensagem

Glosas e negativas. Código da Mensagem. Grupo. Descrição da Mensagem Glosas e negativas Grupo Descrição da Elegibilidade 1001 Número da carteira inválido Elegibilidade 1002 Número do Cartão Nacional de Saúde inválido Elegibilidade 1003 A admissão do Beneficiário no prestador

Leia mais

Manual de Orientação ao Beneficiário OdontoGroup. Prezado Beneficiário, Seja Bem-Vindo!

Manual de Orientação ao Beneficiário OdontoGroup. Prezado Beneficiário, Seja Bem-Vindo! Prezado Beneficiário, Seja Bem-Vindo! É uma honra para a OdontoGroup tê-lo como cliente. Afinal, são mais de 18 anos trabalhando para levar a você e à sua família uma das melhores e mais seguras coberturas

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Empresa: FACULDADE CATOLICA. Número da Proposta: 02/2015

APRESENTAÇÃO. Empresa: FACULDADE CATOLICA. Número da Proposta: 02/2015 Empresa: FACULDADE CATOLICA Número da Proposta: 02/2015 APRESENTAÇÃO A UNIMEDODONTO oferece produtos que foram desenvolvidos com o intuito de atender o nicho de mercado odontológico, trazendo diferenciais

Leia mais

Manual do referenciado

Manual do referenciado Manual do referenciado 2 conteúdo apresentação 3 Cartão de identificação 4 Planos e diferencias 4 rede credenciada 5 atendimento 5 datas PARA APROVAÇÃO E POSTAGEM DA DOCUMENTAÇÃO PARA RECEBIMENTO 7 recursos

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL 1 CONHEÇA A PRODENT Nosso objetivo é garantir a plena satisfação dos nossos beneficiários, empresas clientes e parceiros, por meio da prestação de serviços altamente qualificados.

Leia mais

Nome do campo Descrição Obrigatório. Registro da operadora na ANS. Já consta na guia. Número da guia de solicitação.

Nome do campo Descrição Obrigatório. Registro da operadora na ANS. Já consta na guia. Número da guia de solicitação. Legenda da Guia de solicitação de internação Núm. do Campo Nome do campo Descrição 1 Registro ANS Registro da operadora na ANS. Já consta na guia. 2 Número da guia Número da guia de solicitação. Já consta

Leia mais

REGULAMENTO DA ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA - UNICOODONTO

REGULAMENTO DA ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA - UNICOODONTO REGULAMENTO DA ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA - UNICOODONTO V.02 jan./14 Este Regulamento aplica-se ao serviço de assistência odontológica oferecido pela Atual Tecnologia e Administração de Cartões Ltda ("ATUAL"),

Leia mais

Conceitos e definições da ANS (Agencia Nacional de Saúde)

Conceitos e definições da ANS (Agencia Nacional de Saúde) Conceitos e definições da ANS (Agencia Nacional de Saúde) Demonstrativo de retorno: modelo formal de representação e descrição documental do padrão TISS sobre o pagamento dos eventos assistenciais realizados

Leia mais

TREINAMENTO 2013 BRADESCO DENTAL -SPG

TREINAMENTO 2013 BRADESCO DENTAL -SPG TREINAMENTO 2013 BRADESCO DENTAL -SPG Bradesco Dental SPG Plano para pequenas empresas Mercado de Planos Odontológicos Ranking das Operadoras Características Produto desenvolvido para pequenos grupos Compulsório:

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL PERFIL E MISSÃO CORPORATIVA COMPROMISSO INPAO DENTAL Superar as expectativas e garantir a total satisfação de seus clientes; Ser sinônimo de credibilidade e excelência na prestação

Leia mais

Divulgação Novo TISS 3.02.00

Divulgação Novo TISS 3.02.00 Manual TISS 3.0.00 Índice Tema Introdução Conteúdo e Estrutura Guia de Consulta Legenda Guia de Consulta Guia SP SADT Legenda Guia SP SADT Guia Solicitação de Internação Legenda Guia Solicitação de Internação

Leia mais

1001 NÚMERO DA CARTEIRA INVÁLIDO 16/11/2006 16/11/2006 1002 NÚMERO DO CARTÃO NACIONAL DE SAÚDE INVÁLIDO 16/11/2006 16/11/2006

1001 NÚMERO DA CARTEIRA INVÁLIDO 16/11/2006 16/11/2006 1002 NÚMERO DO CARTÃO NACIONAL DE SAÚDE INVÁLIDO 16/11/2006 16/11/2006 1001 NÚMERO DA CARTEIRA INVÁLIDO 16/11/2006 16/11/2006 1002 NÚMERO DO CARTÃO NACIONAL DE SAÚDE INVÁLIDO 16/11/2006 16/11/2006 1003 A ADMISSÃO DO BENEFICIÁRIO NO PRESTADOR OCORREU ANTES DA INCLUSÃO DO BENEFICIÁRIO

Leia mais

1001 NÚMERO DA CARTEIRA INVÁLIDO 16/11/2006 16/11/2006

1001 NÚMERO DA CARTEIRA INVÁLIDO 16/11/2006 16/11/2006 1001 NÚMERO DA CARTEIRA INVÁLIDO 16/11/2006 16/11/2006 1002 NÚMERO DO CARTÃO NACIONAL DE SAÚDE INVÁLIDO 16/11/2006 16/11/2006 A ADMISSÃO DO BENEFICIÁRIO NO PRESTADOR OCORREU ANTES DA INCLUSÃO 1003 DO BENEFICIÁRIO

Leia mais

TISS 3.01.00 CARTILHA. 1. Divulgação 3.01.00 - CNU/ANS. 2. Material TISS 3.01.00. 3. Componentes da TISS 3.01.00

TISS 3.01.00 CARTILHA. 1. Divulgação 3.01.00 - CNU/ANS. 2. Material TISS 3.01.00. 3. Componentes da TISS 3.01.00 1. Divulgação 3.01.00 - CNU/ANS CARTILHA TISS 3.01.00 2. Material TISS 3.01.00 3. Componentes da TISS 3.01.00 4. Rotina Operacional Central de Atendimento Autorização 5. Rotina Operacional Contas Médicas

Leia mais

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários Nosso consultório odontológico está equipado para oferecer ao produtor rural todos os tratamentos odontológicos disponíveis na atualidade. Segue abaixo uma discriminação detalhada de cada tratamento oferecido

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM

MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM Versão 01/2013 Consultório e SADT 11 IDENTIFICAÇÃO VOAM VOLVO ODONTOLOGIA E ASSISTÊNCIA MÉDICA. Razão Social: VOLVO DO BRASIL VEÍCULOS LTDA. CNPJ: 43.999.424/0001-14

Leia mais

Manual do Prestador. Versão 1.0 Maio/2014. Manaus - Amazonas ANS Nº 38809-2 1

Manual do Prestador. Versão 1.0 Maio/2014. Manaus - Amazonas ANS Nº 38809-2 1 Manual do Prestador Versão 1.0 Maio/2014 Manaus - Amazonas 1 SUMÁRIO Apresentação... 3 1. Identificação do beneficiário...3 2. Atendimento ao beneficiário... 4 2.1. Requisitos para o atendimento... 4 2.2.

Leia mais

MANUAL DE REGRAS E NORMAS OPERACIONAIS PARA CREDENCIAMENTO DE CIRURGIÕES-DENTISTAS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS

MANUAL DE REGRAS E NORMAS OPERACIONAIS PARA CREDENCIAMENTO DE CIRURGIÕES-DENTISTAS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS MANUAL DE REGRAS E NORMAS OPERACIONAIS PARA CREDENCIAMENTO DE CIRURGIÕES-DENTISTAS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS Este Manual faz parte integrante do Termo de Credenciamento firmado entre a SÃO FRANCISCO ODONTOLOGIA,

Leia mais

ANEXO I ESTRUTURA FÍSICA DOS CAMPOS DAS GUIAS E DOS DEMONSTRATIVOS

ANEXO I ESTRUTURA FÍSICA DOS CAMPOS DAS GUIAS E DOS DEMONSTRATIVOS ANEXO I ESTRUTURA FÍSICA DOS CAMPOS DAS GUIAS E DOS DEMONSTRATIVOS 1. Documentos preenchidos pelos prestadores e encaminhados às operadoras 1.1. Guia de Consulta Padrão TISS versão 2.1 Página 2-94 1.1.1.

Leia mais

Manual do Prestador Versão TISS 3.02

Manual do Prestador Versão TISS 3.02 Manual do Prestador Versão TISS 3.02 Caro(a) Prestador(a) Serviços, É com muito prazer e satisfação que aproveitamos esta página para demonstrar nosso agradecimento em relação à confiança depositada por

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM

MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM Versão 01/2013 XML 11 IDENTIFICAÇÃO VOAM VOLVO ODONTOLOGIA E ASSISTÊNCIA MÉDICA. Razão Social: VOLVO DO BRASIL VEÍCULOS LTDA. CNPJ: 43.999.424/0001-14 Registro

Leia mais

ORTODONTIA. r e g r a s e s p e c í f i c a s

ORTODONTIA. r e g r a s e s p e c í f i c a s ORTODONTIA r e g r a s e s p e c í f i c a s índice 1 2 2 6 11 12 12 13 14 15 Apresentação Gestão da Qualidade em Saúde Bucal Atendimento em Ortodontia via Portal Rede UNNA Atendimento em Ortodontia via

Leia mais

Manual de Operação. Módulo Odonto

Manual de Operação. Módulo Odonto Manual de Operação Módulo Odonto Índice Introdução...5 Cadastro de prestadores...6 Endereços...6 Contratos...6 Cadastro de beneficiários...6 Cadastro de dentes e segmentos...7 Cadastro da tabela de procedimentos

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA A REDE DE PRESTADORES GUIA DE CONSULTA

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA A REDE DE PRESTADORES GUIA DE CONSULTA MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA A REDE DE PRESTADORES GUIA DE CONSULTA Recife/2007 SUMÁRIO PAG I Objetivos... 02 II Orientações Gerais... 04 III Instruções para preenchimento da Guia de Consulta... 06 IV Anexos......

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CREDENCIADO

MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CREDENCIADO MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CREDENCIADO Índice: 1. Apresentação 2. Endereços e contatos. 3. Atendimento ao paciente A. Identifi cação do associado B. Tipo de planos C. Período de Carência D. Serviços cobertos

Leia mais

ÍNDICE TISS versão 3.0 Implantação 31/05/2014

ÍNDICE TISS versão 3.0 Implantação 31/05/2014 1 ÍNDICE 1. Visão Geral 3 2. O que é a TISS 3 3. Histórico da evolução do modelo 3 4. O que faz parte da TISS 4 5. Guias e demonstrativos 4 6. Plano de contingência 4 7. Guia de consulta 5 8. Guia de SP/SADT

Leia mais

SulAmérica Odonto Empresarial

SulAmérica Odonto Empresarial SulAmérica Odonto Empresarial O sorriso dos seus colaboradores está em nossos planos. A partir de 100 vidas sulamerica.com.br Sobre a SulAmérica A SulAmérica Seguros, Previdência e Investimentos, com 116

Leia mais

Atendimento em consultório particular com hora marcada. Sem limite de procedimentos odontológicos.

Atendimento em consultório particular com hora marcada. Sem limite de procedimentos odontológicos. Plano Odontologico CONHEÇA O SEU PLANO O plano oferecido pela sua Empresa junto à Prodent possui ampla cobertura nas principais especialidades odontológicas, para que você e seus dependentes possam cuidar

Leia mais

Recursos detalhados GKM- SISTEMA ADMINISTRATIVO

Recursos detalhados GKM- SISTEMA ADMINISTRATIVO Recursos detalhados GKM- SISTEMA ADMINISTRATIVO Agenda de Consultas: - Agenda para marcação de consultas e compromissos - Cores indicativas de faltas, encaixes e pacientes e clientes inadimplentes a partir

Leia mais

EXCELÊNCIA NOS RESULTADOS

EXCELÊNCIA NOS RESULTADOS INSTITUCIONAL 31 anos no mercado odontológico; Presença com sedes em 10 cidades brasileiras, dentre elas 9 capitais; Solidez e tradição na atenção à Saúde Bucal; Mais de 2 milhões de beneficiários; Mais

Leia mais

TISS. Manual de Instruções. Manual de Instruções. Troca de Informação em Saúde Suplementar 1/40 ANS 36.825-3

TISS. Manual de Instruções. Manual de Instruções. Troca de Informação em Saúde Suplementar 1/40 ANS 36.825-3 TISS Manual de Instruções Manual de Instruções Troca de Informação em Saúde Suplementar 1/40 1. INTRODUÇÃO 2. ORIENTAÇÕES GERAIS 2.1 Entrega de guias SUMÁRIO......... 2.2 Numeração de guias Pacotes...

Leia mais

MANUAL DE REGRAS E NORMAS TÉCNICAS ADMINISTRATIVAS PARA CREDENCIAMENTO DE CIRURGIÕES-DENTISTAS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS

MANUAL DE REGRAS E NORMAS TÉCNICAS ADMINISTRATIVAS PARA CREDENCIAMENTO DE CIRURGIÕES-DENTISTAS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS MANUAL DE REGRAS E NORMAS TÉCNICAS ADMINISTRATIVAS PARA CREDENCIAMENTO DE CIRURGIÕES-DENTISTAS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS Este Manual faz parte integrante do Termo de Credenciamento e tem por finalidade

Leia mais

MANUAL DE RECURSOS HUMANOS

MANUAL DE RECURSOS HUMANOS 2012 MANUAL DE RECURSOS HUMANOS Seja Bem Vindo! É motivo de grande satisfação tê-lo como cliente. Este manual tem como objetivo fornecer aos administradores do Benefício Odontológico nas empresas, todas

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÕES AO CREDENCIADO

GUIA DE ORIENTAÇÕES AO CREDENCIADO GUIA DE ORIENTAÇÕES AO CREDENCIADO Com o objetivo de tornar o processo de autorização, faturamento e pagamento dos atendimentos odontológicos mais eficiente, recomendamos a leitura completa e minuciosa

Leia mais

Diretoria de Saúde da Marinha Centro Médico Assistencial da Marinha Odontoclínica Central da Marinha

Diretoria de Saúde da Marinha Centro Médico Assistencial da Marinha Odontoclínica Central da Marinha Diretoria de Saúde da Marinha Centro Médico Assistencial da Marinha Odontoclínica Central da Marinha MANUAL DE DIREITOS E RESPONSABILIDADES DOS PACIENTES www.ocm.mar.mil.br MARINHA DA BRASIL ODONTOCLÍNICA

Leia mais

Manual de Instruções Maio 2007

Manual de Instruções Maio 2007 Manual de Instruções Maio 2007 SUMÁRIO 1. Introdução 03 2. Orientações Gerais 04 2.1 Entrega de guias 04 2.2 Numeração de guias 04 2.3 Pacotes Autorização e cobrança 04 3. Identificação do Beneficiário

Leia mais

Guia para um. Sorriso Saudável

Guia para um. Sorriso Saudável Guia para um Sorriso Saudável Fotos meramente ilustrativas. Seja bem-vindo ao serviço odontológico do Sesc Rio! 3 Serviços Nosso serviço está disponível em diversas Unidades Operacionais, exclusivamente

Leia mais

Seguro Odontológico O SORRISO DE SEUS COLABORADORES ESTÁ EM NOSSOS PLANOS.

Seguro Odontológico O SORRISO DE SEUS COLABORADORES ESTÁ EM NOSSOS PLANOS. Seguro Odontológico O SORRISO DE SEUS COLABORADORES ESTÁ EM NOSSOS PLANOS. SUTEO Out 2012 Tradição e Solidez Maior seguradora independente do Brasil 119 anos de existência Sede no Rio de Janeiro 90 Filiais

Leia mais

Benefício Plano Odontológico

Benefício Plano Odontológico ÍNDICE 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DISPOSIÇÕES GERAIS... 2 3.1. Planos do Benefício Odontológico... 2 3.1.1. Dental I... 2 3.1.2. Dental II... 2 3.1.3. Dental II Plus E (com porcelana)... 2

Leia mais

ÍNDICE. - 1 Guia Padrão TISS Versão 3.01.00

ÍNDICE. - 1 Guia Padrão TISS Versão 3.01.00 ÍNDICE TÓPICO PAG. 1 Apresentação... 2 2 Definição do Padrão TISS... 3 3 Objetivo do Padrão TISS... 3 4 Guias (formulários) do Padrão TISS... 3 5 Preenchimento das Guias do Padrão TISS... 4 Guia de Consulta...

Leia mais

Serviço odontológico. normas e orientações

Serviço odontológico. normas e orientações 1 Serviço odontológico normas e orientações 2 3 Seja bem-vindo ao Serviço Odontológico do Sesc! 4 Normas e Orientações do Serviço Odontológico As normas e orientações a seguir garantem um tratamento mais

Leia mais

Legenda da Guia de solicitação e realização de serviço profissional / serviço auxiliar diagnóstico e terapia (SP / SADT)

Legenda da Guia de solicitação e realização de serviço profissional / serviço auxiliar diagnóstico e terapia (SP / SADT) Legenda da Guia de solicitação e realização de serviço profissional / serviço auxiliar diagnóstico e terapia (SP / SADT) Núm. do Nome do campo Descrição Campo Dados da autorização Registro da operadora

Leia mais

Prezado (a) beneficiário (a):

Prezado (a) beneficiário (a): REABILITAÇÃO COM COROA TOTAL METÁLICA UNITÁRIA - INCLUI PEÇA PROTÉTICA REABILITAÇÃO COM NÚCLEO METÁLICO FUNDIDO / NÚCLEO PRÉ - FABRICADO REABILITAÇÃO COM RESTAURAÇÃO METÁLICA FUNDIDA (RMF) UNITÁRIA - INCLUI

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB 0 Sumário Introdução... 2 Funcionalidades... 2 Requisitos Necessários... 2 Faturamento Web... 3 Faturamento Simplificado... 4 Faturamento Detalhado... 9 Faturamento

Leia mais

EXAMES LABORATORIAIS DIAGNOSTICO ANATOMOPATOLOGICO EM MATERIAL DE BIOPSIA NA REGIAO BUCO-MAXILO- 81000138 FACIAL

EXAMES LABORATORIAIS DIAGNOSTICO ANATOMOPATOLOGICO EM MATERIAL DE BIOPSIA NA REGIAO BUCO-MAXILO- 81000138 FACIAL UNIODONTO PORTO ALEGRE Modalidade pré-pagamento sem coparticipação, ou seja, o contratante pagará apenas o valor da mensalidade e terá a sua disposição todos os beneficios previstos pela ANS. Atendimento

Leia mais

Orientador Odontológico SITTRATER/DF ÍNDICE

Orientador Odontológico SITTRATER/DF ÍNDICE Orientador Odontológico SITTRATER/DF ÍNDICE Introdução... Pág. 03 Acesso Web... Pág. 04 Orientações ao Beneficiário... Pág. 09 Atendimento de Urgência 24 horas... Pág. 11 Orientador Odontológico... Pág.

Leia mais

MANUAL DO CREDENCIADO. Prezado colega,

MANUAL DO CREDENCIADO. Prezado colega, MANUAL DO CREDENCIADO Prezado colega, A DENTSY é uma empresa especializada em atendimento odontológico empresarial de alto padrão. Fundada por Cirurgiões-Dentistas, que participam tanto do processo administrativo,

Leia mais

Paciente: Pessoa física que venha a utilizar-se dos serviços da clínica quer seja uma consulta, um exame ou um procedimento.

Paciente: Pessoa física que venha a utilizar-se dos serviços da clínica quer seja uma consulta, um exame ou um procedimento. CADASTROS Efetuar Cadastros é a primeira providencia que se deve tomar ao se iniciar a operação com a plataforma clinicaonline, pois é nele que se concentrarão todos os parâmetros e informações sobre:

Leia mais

Institucional Invest Oral

Institucional Invest Oral Institucional Invest Oral A Invest Oral Fundada em 2003, por nosso sócio fundado Dr. Fabio Loriato Calmon; possui grande expertise conquistada ao longo de seus 12 anos de existência; Uma empresa operadora

Leia mais

Horário: de 08:00 às 18:30h Segunda a Sexta-feira. Telefone: (32) 3215-0706

Horário: de 08:00 às 18:30h Segunda a Sexta-feira. Telefone: (32) 3215-0706 Prezado Usuário A UNIODONTO-JF sente-se honrada em tê-lo como cliente. Este Manual contém as informações necessárias para utilização do Sistema UNIODONTO. Leia-o com atenção e sempre o tenha à mão para

Leia mais

PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA. Formulários do Plano de Contingência

PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA. Formulários do Plano de Contingência PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA Formulários do Plano de Contingência Padrão TISS - Componente de Conteúdo e Estrutura - Novembro 2013 311 Logo da Empresa GUIA DE CONSULTA 2- Nº Guia no Prestador

Leia mais

Manual de Reembolso. Para ter acesso a este benefício, fique atento às dicas a seguir. 2ª edição

Manual de Reembolso. Para ter acesso a este benefício, fique atento às dicas a seguir. 2ª edição Manual de Reembolso 2ª edição Você sabia que quando não utiliza os serviços da rede credenciada do Agros, seja por estar fora da área de cobertura do plano de saúde ou por opção, pode solicitar o reembolso

Leia mais

A nossa maior satisfação é vê-lo 100% satisfeito.

A nossa maior satisfação é vê-lo 100% satisfeito. Seja bem-vindo! Este é um momento muito especial. A sua chegada nos traz muita alegria, afinal, estamos prontos para oferecer melhor qualidade de vida e bem-estar a você e seus dependentes. O SAÚDE PAS

Leia mais

COBERTURAS DO PLANO VIP PLUS

COBERTURAS DO PLANO VIP PLUS COBERTURAS DO PLANO VIP PLUS DESCRIÇÃO DO SERVIÇO 01. DIAGNÓSTICO Exame clínico inicial Consultas com hora marcada Exame clínico final Exame admissional (exame de sanidade dentária) 02. ATENDIMENTO DE

Leia mais