STJ POSiÇÃO ENCICLOPÉDICA DO DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL, Natureza jurídica do Direito da Seguridade Social, 48

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "STJ00041139. 4 POSiÇÃO ENCICLOPÉDICA DO DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL, 48 4.1 Natureza jurídica do Direito da Seguridade Social, 48"

Transcrição

1 Sumário STJ Apresentação, 21 Nota à 15ª edição, 23 Parte I - INTRODUÇÃO AO DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL, 25 EVOLUÇÃO HISTÓRICA, Introdução, Direito estrangeiro, No Brasil, Constituição de 1824, Constituição de 1891, Constituição de 1934, Constituição de 1937, Constituição de 1946, Constituição de 1967, Emenda Constitucional n 2 1, de 1969, Constituição de 1988, 37 Verificação de aprendizagem, 39 2 DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL, Denominação, Conceito, 4~ 2.3 Divisão, 43 Verificação de aprendizagem, 44 3 AUTONOMIA DO DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL, 45 Verificação de aprendizagem, 47 4 POSiÇÃO ENCICLOPÉDICA DO DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL, Natureza jurídica do Direito da Seguridade Social, 48 Verificação de aprendizagem, 49 5 RELAÇÕES DO DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL COM OS DEMAIS RAMOS DO DIREITO, Direito Constitucional, Direito do Trabalho, Direito Administrativo, Direito Civil, 52

2 10 DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL 5.5 Direito Comercial, Direito Penal, Direito Intemacional, Direito Tributário, Direito Financeiro, 55 Verificação de aprendizagem, 56 6 FONTES DO DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL, Introdução, Constituição, Leis, Atos do Poder Executivo, Normas coletivas e regulamentos de empresa, Hierarquia, 61 Verificação de aprendizagem, 61 7 APLICAÇÃO DAS NORMAS DO DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL, Interpretação, Integração, Eficácia, Eficácia no tempo, Eficácia no espaço, 65 Verificação de aprendizagem, 65 8 PRINCíPIOS DA SEGURIDADE SOCIAL Introdução, Princípios gerais, Igualdade, Legalidade, Direito adquirido, Histórico, Conceito, Distinção, Características, Divisão, Teorias, Generalidades, Princípios específicos, Solidarismo, Princípios constitucionais, Universalidade, Uniformidade e equivalência dos benefícios e serviços às popu lações urbanas e rurais, Seletividade e distributividade na prestação de benefícios e serviços, Irredutibilidade do valor dos benefícios, Eqüidade na forma de participação no custeio, Diversidade da base de financiamento, Caráter democrático e descentralizado da administração, Preexistência do custeio em relação ao benefício ou serviço, 80 Verificação de aprendizagem, 81

3 SUMÁRIO 11 Parte 11 - CUSTEIO DA SEGURIDADE SOCIAL, 83 9 FONTES DE CUSTEIO DA SEGURIDADE SOCIAL, Congressistas, Militares, Funcionários públicos federais, Funcionários públicos estaduais e municipais, 87 Verificação de aprendizagem, NATUREZA JURíDICA DA CONTRIBUiÇÃO À SEGURIDADE SOCIAL, Teoria do prêmio de seguro, Teoria do salário diferido, Teoria do salário social, Teoria do salário atual, Teoria fiscal, Teoria parafiscal, Teoria da exação sui generis, Nossa posição, 93 Verificação de aprendizagem, SEGURADOS E CONTRIBUINTES, Segurado, Segurados obrigatórios comuns, Empregado, Empregado doméstico, Trabalhador avulso, Segurados obrigatórios individuais, Trabalhador autônomo, Trabalhador eventual, Equiparados a autônomo, Empresário, Segurado especial, Segurado facultativo, Servidor, Contribuintes, Conceito, Empresa, Empregador doméstico, Filiação e inscrição dos segurados, Inscrição do contribuinte individual e segurado especial, Matrícula da empresa, Atividades concomitantes, 135 Quadro Sinótico, 136 Verificação de aprendizagem, CONTRIBUiÇÕES, Contribuição da União, Contribuição do trabalhador, Salário-de-contribuição, 138

4 12 DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL Abonos, Comissões e percentagens, Gratificações, º salário, Diárias, Férias, Ganhos habituais, Parcelas não integrantes do salário-de-contribuição, Salário-base, Histórico, Denominação, Conceito, Desvinculação do valor recebido pelo segurado, Escala de salário-base, Reajustamento, Enquadramento na escala de salário-base, Interstício, Regressão, Exercício de atividade, Contribuição do contribuinte individual a partir de dezembro de 2003, Empregador rural pessoa física e segurado especial, Aposentado, Conclusão, Contribuição da empresa, Folha de salários, Retenção, Introdução, Natureza jurídica, Responsabilidade, Atividades, Fato gerador, Base de cálculo, Cooperativa, Retenção, Dispensa da retenção, Prazo, Compensação, Autônomo que remunera autônomo, Alíquotas de custeio de acidente do trabalho pagas pela empresa, Contribuição do empregador doméstico, Contribuição do produtor rural e do segurado especial, Contribuição do empregador rural - pessoa jurídica, Clubes de futebol, Contribuições de terceiros, Senac, Sesc, Sesi, Senai, Senar, Sest, Senat, Sebrae, Sescoop, Incra, Salário-educação, 217

5 SUMÁRIO Contribuição social sobre o faturamento, Cofins, PIS/Pasep, Contribuição social sobre o lucro, Simples, Contribuição sobre a receita de concursos de prognósticos, CPMF, Outras receitas, Isenção da contribuição da Seguridade Social, 232 Verificação de aprendizagem, ARRECADAÇÃO E RECOLHIMENTO DE CONTRIBUIÇÓES, Prazo, Do não-recolhimento no prazo legal das contribuições à Seguridade Social, Juros de mora, Multa, 238 Verificação de aprendizagem, RESPONSABILIDADE SOLIDÁRIA, Obrigações acessórias, Extinção de processos trabalhistas, Introdução, Incidência, Competência, Liquidação de sentença, Discriminação das verbas pagas, Desconto da parte relativa ao obreiro, Prazo, Comprovação, Execução, 255 Verificação de aprendizagem, CRÉDITO DA SEGURIDADE SOCIAL, Introdução, Desenvolvimento do tema, Depósito recursal, Dívida Ativa da Seguridade Social, Introdução, Dívida Ativa da Seguridade Social, Certidão Negativa de Débito, Parcelamento, Restituição e compensação de contribuições, Prescrição do direito de pleitear a restituição, Reembolso de pagamentos, 276 Verificação de aprendizagem, PRESCRiÇÃO E DECADÊNCIA RELATIVAS À CONTRIBUiÇÃO DA SEGURIDADE SOCIAL, Decadência, 277

6 14 DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL Conceito, Distinção, Decadência da contribuição previdenciária, Contagem de prazo, Prescrição, Histórico, Conceito, Requisitos da prescrição, Prescrição da contribuição previdenciária, Decadência e prescrição na Lei nº 8.212, Decadência, Prescrição, 285 Verificação de aprendizagem, CRIMES CONTRA A SEGURIDADE SOCIAL, 288 Verificação de aprendizagem, 292 Parte 111 PREVIDÊNCIA SOCIAL, PREVIDÊNCIA SOCIAL, Histórico, Denominação, Conceito, Princípios, Previdência oficial complementar Previdência privada complementar, FAPI Conselho Nacional de Previdência Social. 302 Verificação de aprendizagem, BENEFICIÁRIOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL, Segurado Manutenção da qualidade de segurado, Segurado facultativo, Dependentes, Das inscrições, Segurado, Dependente. 312 Verificação de aprendizagem PRESTAÇÕES DA PREVIDÊNCIA SOCIAL, Período de carência, Salário-de-benefício, Cálculo, Atividades concomitantes, º salário, Renda mensal dos benefícios, Reajustamento do valor dos benefícios, 326

7 SUMÁRIO Pagamento dos benefícios, 326 Verificação de aprendizagem, BENEFíCIOS, Auxílio-doença, Abono de permanência em serviço, Aposentadoria por invalidez, Aposentadoria por tempo de contribuição, Histórico, Direito comparado, Denominação, Modificações, Aposentadoria proporcional, Professores, Aposentadoria integral, Generalidades, Aposentadoria por idade, Aposentadoria especial, Conversão do tempo de serviço, Pensão por morte, Valor, Concessão, Cessação Pensão especial para os portadores da Síndrome de Talidomida, Pensão especial às vítimas de hemodiálise de Caruaru, Pensão mensal vitalícia aos seringueiros, Aposentadoria excepcional do anistiado, Salário-maternidade, Histórico, Denominação, Conceito, Distinção, Natureza jurídica, Seguradas abrangidas, Período de carência, Pagamento, Valor, Segurada especial, Requerimento, Prazo, Atestado, Documentos, Cumulação, Abono, Contribuições, Salário-fam ília, Histórico, Natureza jurídica, 396

8 16 DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL Custeio, Beneficiários, Idade, Dependentes, Direito, Condições para o pagamento, Valor, Cessação do pagamento, Auxílio-reclusão, Abono anual, Pecúlio, 405 Verificação de aprendizagem, ACIDENTE DO TRABALHO, Histórico, Teorias que fundamentam a proteção ao acidentado, Culpa aquiliana, Teoria do contrato, Responsabilidade pelo fato da coisa, Teoria do risco profissional, Teoria do risco de autoridade, Seguro social, Evolução legislativa no Brasil, Primeiras legislações, Lei nº 3.724, de 1919, Decreto nº , de 1934, Decreto-lei nº 7.036, de 1944, Decreto-lei nº 293, de 1967, Lei nº 5.316, de 1967, Lei nº 6.195, de 1974, Lei nº 6.367, de 1976, Outras disposições, Prevenção de acidentes, Denominação, Conceito de acidente do trabalho, Doenças do trabalho, Causalidade indireta, Concausalidade, Períodos de intervalo na jornada de trabalho, Agravamento do acidente, Dia do acidente, Aplicação, Comunicação do acidente, Caracterização do acidente, Período de carência, Prestações, Cumulação, Cálculo, Exame médico, 428

9 SUMÁRIO Transformação, Retorno à atividade do aposentado, Natureza jurídica da prestação de acidente do trabalho, Prestações relativas a acidente do trabalho, Auxílio-doença acidentário, Aposentadoria por invalidez acidentária, Pensão por morte acidentária, Auxílio-acidente, Pecúlio, Abono anual acidentário, Garantia de emprego do acidentado, Prescrição, Ação acidentá ria, Modelo de petição de acidente do trabalho, Responsabilidade civil do empregador e de terceiros, 447 Verificação de aprendizagem, SEGURO-DESEMPREGO, Histórico, Conceito, Natureza jurídica, Financiamento, Finalidade, Habilitação, Beneficiários, Hipóteses de concessão, Concessão, Valor do benefício, Prazo para concessão, Documentos necessários, Suspensão do benefício, Cancelamento do benefício, Intransferibilidade, Restituição do benefício indevido, Bolsa de qualificação profissional, 458 Verificação de aprendizagem, CUMULAÇÃO DE BENEFíCIOS E PRESCRiÇÃO, Cumulação de benefícios, Retorno à atividade, Prescrição das prestações não reclamadas nas épocas próprias, 462 Verificação de aprendizagem, TEMPO DE SERViÇO E CONTAGEM RECíPROCA, Justificação administrativa, Reconhecimento do tempo de filiação, Averbação do tempo de serviço, Contagem recíproca de tempo de contribuição, Compensação, 467

10 18 DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL Carência, Contagem do tempo, 468 Verificação de aprendizagem, 469 Parte IV - ASSISTÊNCIA SOCIAL, ASSISTÊNCIA SOCIAL, Histórico, Conceito, Objetivos, Princípios, Diretrizes, Organização e gestão, Custeio, Serviços, Serviço Social, Habilitação e reabilitação profissional, Benefícios, Benefício de prestação continuada, Benefícios eventuais, Programas de assistência social, Projetos de enfrentamento da pobreza, 488 Verificação de aprendizagem, 488 Parte V - SAÚDE, SAÚDE, Histórico, Características, Princípios, Diretrizes, Recursos, Sistema Único de Saúde, Outras regras, 501 Verificação de aprendizagem, 502 Tabela de incidências (INSS, FGTS e IRF), 503 Bibliografia, 507

7 Natureza jurídica da contribuição da Seguridade Social, 18]

7 Natureza jurídica da contribuição da Seguridade Social, 18] Parte I - teoria da Seguridade Social, 1 1 evolução histórica, 3 1.1 Introdução, 3 1.2 Direito estrangeiro, 3 1.3 No Brasil, 4 2 Denominação e conceito, 7 2.1 Denominação, 7 2.2 Conceito, 8 2.3 Divisão,

Leia mais

SUMÁRIO INTRODUÇÃO 1. SEGURIDADE SOCIAL

SUMÁRIO INTRODUÇÃO 1. SEGURIDADE SOCIAL SUMÁRIO INTRODUÇÃO 1. SEGURIDADE SOCIAL 1.1 Noção geral 1.1.1 Saúde 1.1.2 Assistência social 1.2 Breve histórico 1.2.1 Evolução legislativa no Brasil 1.3 Conceituação 1.4 Objetivo, organização e princípios

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo 1 - Notas Introdutórias... 1

SUMÁRIO. Capítulo 1 - Notas Introdutórias... 1 SUMÁRIO Capítulo 1 - Notas Introdutórias... 1 1. A Seguridade Social na Constituição de 1988... 1 1.1. Seguridade Social (arts. 194 a 204)... 1 1.1.1. Natureza do Direito à Seguridade Social..... l 1.1.2.

Leia mais

Sumário. Parte 1 Histórico da Previdência Social. Capítulo 1 Origem e Evolução Legislativa da Previdência Social no Brasil

Sumário. Parte 1 Histórico da Previdência Social. Capítulo 1 Origem e Evolução Legislativa da Previdência Social no Brasil Sumário Introdução Parte 1 Histórico da Previdência Social Capítulo 1 Origem e Evolução Legislativa da Previdência Social no Brasil Questões de Concurso Sobre o Assunto Histórico Parte 2 Financiamento

Leia mais

S u m á r i o. Capítulo 1 A Seguridade Social: Conceito, Origem e Histórico...1

S u m á r i o. Capítulo 1 A Seguridade Social: Conceito, Origem e Histórico...1 S u m á r i o Capítulo 1 A Seguridade Social: Conceito, Origem e Histórico...1 1. A Origem da Proteção Social... 1 2. Conceito de Seguridade Social... 5 3. A Saúde... 8 4. A Assistência Social...12 4.1.

Leia mais

INTRODUÇÃO... 1 PARTE 1 HISTÓRICO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL ORIGEM E EVOLUÇÃO LEGISLATIVA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL... 5 PARTE 2

INTRODUÇÃO... 1 PARTE 1 HISTÓRICO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL ORIGEM E EVOLUÇÃO LEGISLATIVA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL... 5 PARTE 2 Sumário INTRODUÇÃO... 1 PARTE 1 HISTÓRICO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL CAPÍTULO 1 ORIGEM E EVOLUÇÃO LEGISLATIVA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL... 5 HISTÓRICO... 17 PARTE 2 BENEFícIOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL CAPÍTULO

Leia mais

Seguridade Social conceituação e princípios constitucionais

Seguridade Social conceituação e princípios constitucionais Seguridade Social conceituação e princípios constitucionais Seguridade Social Existe no Brasil um sistema de proteção social destinado a proteger todos os cidadãos em todas as situações de necessidade,

Leia mais

2 Evolução Legislativa da Previdência Social no Brasil, 4 Quadro esquemático, 8 Questões, 12

2 Evolução Legislativa da Previdência Social no Brasil, 4 Quadro esquemático, 8 Questões, 12 Nota, xi 1 Origens da Seguridade Social, 1 1.1 Poor Law, 1 1.2 Seguros privados, 2 1.3 Seguros sociais, 2 Quadro esquemático, 3 2 Evolução Legislativa da Previdência Social no Brasil, 4 Quadro esquemático,

Leia mais

Prefácio à 21a edição, xxvii Prefácio à 20a edição, xxix Prefácio à 19a edição, xxxi Prefácio à 1a edição, xxxiii PARTE I - DIREITO FINANCEIRO, 1

Prefácio à 21a edição, xxvii Prefácio à 20a edição, xxix Prefácio à 19a edição, xxxi Prefácio à 1a edição, xxxiii PARTE I - DIREITO FINANCEIRO, 1 Prefácio à 21a edição, xxvii Prefácio à 20a edição, xxix Prefácio à 19a edição, xxxi Prefácio à 1a edição, xxxiii PARTE I - DIREITO FINANCEIRO, 1 1 INTRODUÇÃO, 3 1.1 Conceito de atividade financeira do

Leia mais

SEGURIDADE SOCIAL DIREITO PREVIDENCIÁRIO SEGURIDADE SOCIAL SEGURIDADE SOCIAL SEGURIDADE SOCIAL PREVIDÊNCIA SOCIAL. Prof. Eduardo Tanaka CONCEITUAÇÃO

SEGURIDADE SOCIAL DIREITO PREVIDENCIÁRIO SEGURIDADE SOCIAL SEGURIDADE SOCIAL SEGURIDADE SOCIAL PREVIDÊNCIA SOCIAL. Prof. Eduardo Tanaka CONCEITUAÇÃO DIREITO PREVIDENCIÁRIO Prof. Eduardo Tanaka CONCEITUAÇÃO 1 2 Conceituação: A seguridade social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade, destinadas a

Leia mais

SUMÁRIO. Nota da Oitava Edição... 17 Prefácio... 19 Apresentação... 21

SUMÁRIO. Nota da Oitava Edição... 17 Prefácio... 19 Apresentação... 21 SUMÁRIO Nota da Oitava Edição... 17 Prefácio... 19 Apresentação... 21 Capítulo 1 DEFINIÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL... 23 1.1. Saúde... 24 1.2. Assistência social... 27 1.3. Previdência social... 28 1.3.1.

Leia mais

Unidade 3 Dos contribuintes e segurados 3.1 Contribuintes 3.2 Segurados 3.3 Filiação e inscrição.

Unidade 3 Dos contribuintes e segurados 3.1 Contribuintes 3.2 Segurados 3.3 Filiação e inscrição. 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-54 PERÍODO: 9º CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL. NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL:

Leia mais

CUSTEIO DA SEGURIDADE SOCIAL

CUSTEIO DA SEGURIDADE SOCIAL Seguridade Social Profª Mestre Ideli Raimundo Di Tizio p 15 CUSTEIO DA SEGURIDADE SOCIAL A Seguridade Social é financiada por toda a sociedade, de forma direta e indireta, mediante recursos provenientes

Leia mais

EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA_2013 ESPECIALIZAÇÃO EM TRABALHO E PREVIDÊNCIA

EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA_2013 ESPECIALIZAÇÃO EM TRABALHO E PREVIDÊNCIA EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA_2013 ESPECIALIZAÇÃO EM TRABALHO E PREVIDÊNCIA OBJETIVOS DO CURSO: Proporcionar aos participantes instruções e conhecimento da Legislação Trabalhista e Previdenciária. Tendo como

Leia mais

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL. NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL. NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA 1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: 9º CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL. NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 A evolução da Seguridade

Leia mais

Questões fundamentadas das Leis 8.212/91 e 8.213/91 Concurso do INSS

Questões fundamentadas das Leis 8.212/91 e 8.213/91 Concurso do INSS 1 2 Para adquirir a apostila de 600 Questões Fundamentadas das Leis para o concurso do INSS acesse o site: www.odiferencialconcursos.com.br ESTA APOSTILA SERÁ ATUALIZADA ATÉ A DATA DO ENVIO. ATENÇÃO: ENTREGA

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA FEVEREIRO DE 2011

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA FEVEREIRO DE 2011 AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA FEVEREIRO DE 2011 Até dia Obrigação Histórico 3 IRRF Recolhimento do Imposto de Renda Retido na Fonte correspondente a fatos geradores ocorridos no período de 21 a 31.01.2011,

Leia mais

Curso Master de Direito Previdenciário

Curso Master de Direito Previdenciário Curso Master de Direito Previdenciário Apresentação do Curso O Curso Previdência Social: Regime Geral de Previdência Social e Regime Próprio de Previdência dos Servidores Públicos destina-se à atualização

Leia mais

A autoridade que reduzir ou relevar multa já aplicada recorrerá de ofício para a autoridade hierarquicamente superior.

A autoridade que reduzir ou relevar multa já aplicada recorrerá de ofício para a autoridade hierarquicamente superior. 17 INFRAÇÕES À LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA. Aplicáveis quando há o descumprimento de obrigações previdenciárias acessórias. Descumprida uma obrigação acessória, surge uma principal que é o pagamento de multa.

Leia mais

Portaria SOF nº 11, de 22 de agosto de 2002

Portaria SOF nº 11, de 22 de agosto de 2002 Portaria SOF nº 11, de 22 de agosto de 2002 Dispõe sobre a classificação orçamentária por natureza de receita para aplicação no âmbito da União. O SECRETÁRIO DE ORÇAMENTO FEDERAL, no uso das atribuições

Leia mais

Organizado pelo Prof. Murilo Aquino

Organizado pelo Prof. Murilo Aquino Organizado pelo Prof. Murilo Aquino PORTUGUÊS 1 Compreensão e interpretação de textos. 2 Tipologia textual. 3 Ortografia oficial. 4 Acentuação gráfica. 5 Emprego das classes de palavras. 6 Emprego do sinal

Leia mais

EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA_2012 ESPECIALIZAÇÃO DIREITO DO TRABALHO E PREVIDÊNCIA SOCIAL SANTA CRUZ DO SUL/RS

EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA_2012 ESPECIALIZAÇÃO DIREITO DO TRABALHO E PREVIDÊNCIA SOCIAL SANTA CRUZ DO SUL/RS EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA_2012 ESPECIALIZAÇÃO DIREITO DO TRABALHO E PREVIDÊNCIA SOCIAL SANTA CRUZ DO SUL/RS OBJETIVOS DO CURSO: Proporcionar aos participantes instruções e conhecimento da Legislação Trabalhista

Leia mais

Simulado do concurso para Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil

Simulado do concurso para Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil Hugo Goes Simulado do concurso para Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil Questões elaboradas pelo Prof. Hugo Goes 1. A respeito da base de incidência das contribuições previdenciárias, assinale

Leia mais

Curso de Especialização em DIREITO PREVIDENCIÁRIO

Curso de Especialização em DIREITO PREVIDENCIÁRIO Curso de Especialização em DIREITO PREVIDENCIÁRIO ÁREA DO CONHECIMENTO: Direito. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em DIREITO PREVIDENCIÁRIO. PERFIL PROFISSIONAL: O curso

Leia mais

MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - ORÇAMENTO RECEPCIONISTA. Página 1. Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação)

MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - ORÇAMENTO RECEPCIONISTA. Página 1. Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação) Obs.: O modelo utiliza o Regime de Tributação Lucro Real. A empresa deverá utilizar o seu Regime de Tributação indicando as respectivas alíquotas no item C, do Módulo 5. MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E

Leia mais

5. A qualidade de segurado obrigatório está insitamente ligada ao exercício de atividade

5. A qualidade de segurado obrigatório está insitamente ligada ao exercício de atividade PROCURADOR FEDERAL 1998 (ADAPTADA) Com relação à certidão negativa de débito, julgue os seguintes itens. 1. A certidão negativa de débito, cujo o prazo de validade é de 180 dias, não será exigida das microempresas

Leia mais

CCA BERNARDON DESTAQUES DA SEMANA: CONTADORES E ADVOGADOS SEMANÁRIO Nº 46/2014 2ª SEMANA NOVEMBRO DE 2014

CCA BERNARDON DESTAQUES DA SEMANA: CONTADORES E ADVOGADOS SEMANÁRIO Nº 46/2014 2ª SEMANA NOVEMBRO DE 2014 News Consultoria, treinamento para gestão administrativa e atuação em processos e negócios. CCA BERNARDON CONTADORES E ADVOGADOS SEMANÁRIO Nº 46/2014 2ª SEMANA NOVEMBRO DE 2014 DESTAQUES DA SEMANA: TRIBUTOS

Leia mais

1 A SEGURIDADE SOCIAL NO BRASIL

1 A SEGURIDADE SOCIAL NO BRASIL Sumário Coleção Sinopses para Concursos... 13 Nota do autor 4ª edição... 15 Nota do autor 3ª edição... 17 Nota do autor 2ª edição... 19 Nota do autor 1ª edição... 21 Guia de leitura da Coleção... 23 Capítulo

Leia mais

Benefício Novos valores da tabela de salários de contribuição e reajustes de benefícios

Benefício Novos valores da tabela de salários de contribuição e reajustes de benefícios Benefício Novos valores da tabela de salários de contribuição e reajustes de benefícios TEXTO NA ÍNTEGRA Em face da publicação do Decreto nº 8.618/2015 - DOU de 30.12.2015, este procedimento foi atualizado.

Leia mais

LEI Nº 7.787, DE 30 DE JUNHO DE 1989

LEI Nº 7.787, DE 30 DE JUNHO DE 1989 CÂMARA DOS DEPUTADOS Centro de Documentação e Informação LEI Nº 7.787, DE 30 DE JUNHO DE 1989 Dispõe sobre alterações na legislação de custeio da Previdência Social e dá outras providências. O PRESIDENTE

Leia mais

Seminário. Direito Trabalhista e Previdenciário. Setembro 2012. Elaborado por: Valéria de Souza Telles

Seminário. Direito Trabalhista e Previdenciário. Setembro 2012. Elaborado por: Valéria de Souza Telles Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

EMENTÁRIO DE CLASSIFICAÇÃO DAS RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS

EMENTÁRIO DE CLASSIFICAÇÃO DAS RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE ORÇAMENTO FEDERAL DEPARTAMENTO DE ASSUNTOS FISCAIS EMENTÁRIO DE CLASSIFICAÇÃO DAS RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS Brasília 2006 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO,

Leia mais

MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - ORÇAMENTO. Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação)

MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - ORÇAMENTO. Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação) Obs.: O modelo utiliza o Regime de Tributação Lucro Real. A empresa deverá utilizar o seu Regime de Tributação indicando as respectivas alíquotas no item C, do Módulo 5. MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E

Leia mais

Diária Imposto sobre a Exportação (IE) 0107 Exportação, cujo registro da declaração para despacho aduaneiro tenha se verificado 15 dias antes.

Diária Imposto sobre a Exportação (IE) 0107 Exportação, cujo registro da declaração para despacho aduaneiro tenha se verificado 15 dias antes. AGENDA TRIBUTÁRIA informativo Dezembro Data de Diária Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) Rendimentos do Trabalho Tributação exclusiva sobre remuneração indireta 2063 FG ocorrido no mesmo dia Rendimentos

Leia mais

PLANO DE ENSINO. 5. RELAÇÕES INTERDISCIPLINARES Direito Constitucional, Direito do Trabalho e Direito Processual Civil.

PLANO DE ENSINO. 5. RELAÇÕES INTERDISCIPLINARES Direito Constitucional, Direito do Trabalho e Direito Processual Civil. PLANO DE ENSINO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Direito Professor: Rodrigo Barzotto Pereira de Souza rodrigo@uniarp.edu.br Período / Fase: 10º Semestre:

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL SUDESTE DE MINAS GERAIS CÂMPUS SÃO JOÃO DEL-REI

INSTITUTO FEDERAL SUDESTE DE MINAS GERAIS CÂMPUS SÃO JOÃO DEL-REI MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de MG Câmpus São João del-rei Diretoria de Administração e Planejamento ANEXO IV Modelo de Planilha de Custos e Formação

Leia mais

OS REGIMES PREVIDENCIÁRIOS. Prof. Ms. Danilo César Siviero Ripoli

OS REGIMES PREVIDENCIÁRIOS. Prof. Ms. Danilo César Siviero Ripoli OS REGIMES PREVIDENCIÁRIOS Prof. Ms. Danilo César Siviero Ripoli No Brasil, existem 2 regimes previdenciários: A) REGIME PÚBLICO: RGPS Regime Geral de Previdência Social, o regime previdenciário próprio

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO

DIREITO PREVIDENCIÁRIO 1. Da Previdência Social DIREITO PREVIDENCIÁRIO Art. 201. A previdência social será organizada sob a forma de regime geral, de caráter contributivo e de filiação obrigatória, observados critérios que preservem

Leia mais

Legislação Básica da Micro e Pequena Empresa

Legislação Básica da Micro e Pequena Empresa Legislação Básica da Micro e Pequena Empresa A Constituição Federal e o Estatuto Os artigos 146, 170, 179 da Constituição de 1988 contêm os marcos legais que fundamentam as medidas e ações de apoio às

Leia mais

eduardo.silveira@saeb.ba.gov.br (71) 3116-5476 SUPREV/SAEB

eduardo.silveira@saeb.ba.gov.br (71) 3116-5476 SUPREV/SAEB INATIVAÇÃO DOS SERVIDORES PÚBLICOS Eduardo Matta Milton da Silveira Diretor de Administração dos Benefícios Previdenciários eduardo.silveira@saeb.ba.gov.br (71) 3116-5476 SUPREV/SAEB O que vou levar? Como

Leia mais

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site:

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: www.sei-cesucol.edu.br e-mail: sei-cesu@vsp.com.br FACULDADE

Leia mais

PREVIDÊNCIA. - Do latim pre videre, ver com antecipação as contingências sociais e procurar compô-las, ou praevidentia, prever, antever.

PREVIDÊNCIA. - Do latim pre videre, ver com antecipação as contingências sociais e procurar compô-las, ou praevidentia, prever, antever. PREVIDÊNCIA CONCEITO - Do latim pre videre, ver com antecipação as contingências sociais e procurar compô-las, ou praevidentia, prever, antever. - Nasce com o Direito do Trabalho, tendo por objetivo minorar

Leia mais

Sumário. Prefácio, XIX 2 FONTES DO DIREITO TRIBUTÁRIO, 19

Sumário. Prefácio, XIX 2 FONTES DO DIREITO TRIBUTÁRIO, 19 STJ00090468 Sumário Prefácio, XIX PARTE GERAL - FUNDAMENTOS CONSTITUCIONAIS DO DIREITO TRIBUTÁRIO, 1 1 INTRODUÇÃO AO DIREITO TRIBUTÁRIO, 3 1.1 Introdução, 3 1.1.1 Sistema jurídico-tributário, 3 1.2 Finalidade

Leia mais

PARTE GERAL FUNDAMENTOS CONSTITUCIONAIS DO DIREITO TRIBUTÁRIO, 1

PARTE GERAL FUNDAMENTOS CONSTITUCIONAIS DO DIREITO TRIBUTÁRIO, 1 PARTE GERAL FUNDAMENTOS CONSTITUCIONAIS DO DIREITO TRIBUTÁRIO, 1 1 INTRODUÇÃO AO DIREITO TRIBUTÁRIO, 3 1.1 Introdução, 3 1.1.1 Sistema jurídico-tributário, 3 1.2 Finalidade do Estado, 5 1.3 Atividade financeira

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA FEVEREIRO DE 2015

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA FEVEREIRO DE 2015 AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA FEVEREIRO DE 2015 Até dia Obrigação 4 IRRF Histórico Recolhimento do Imposto de Renda Retido na Fonte correspondente a fatos geradores ocorridos no período de 21 a 31.01.2015,

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica COMENTÁRIOS SOBRE A MEDIDA PROVISÓRIA Nº 447/2008 ALTERAÇÃO DOS PRAZOS DE PAGAMENTOS DE IMPOSTOS E CONTRIBUIÇÕES FEDERAIS Francisco Guilherme Braga de Mesquita Advogado

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO

DIREITO PREVIDENCIÁRIO 1 Belo Horizonte 2013 DIREITO PREVIDENCIÁRIO Roteiro de Estudos PROF. ANDRÉ LUIZ LOPES ESCOLA SUPERIOR DOM HELDER CÂMARA 1 2 I - SEGURIDADE SOCIAL CONCEITO conjunto integrado de ações de iniciativa dos

Leia mais

PROJETO RETA FINAL QUESTÕES COMENTADAS. INSS - FCC www.beabadoconcurso.com.br Todos os direitos reservados. - 1 -

PROJETO RETA FINAL QUESTÕES COMENTADAS. INSS - FCC www.beabadoconcurso.com.br Todos os direitos reservados. - 1 - INSS - FCC www.beabadoconcurso.com.br Todos os direitos reservados. - 1 - DIREITO PREVIDENCIÁRIO SÚMARIO UNIDADE 1 Seguridade Social (Origem e evolução legislativa no Brasil; Conceituação; Organização

Leia mais

Desoneração sobre folha de pagamento

Desoneração sobre folha de pagamento Desoneração sobre folha de pagamento Luciana Lupinucci Agosto/2015 Qual o conceito de contribuição patronal? Em regra, as empresas possuem os seguintes encargos previdenciários (INSS patronal), incidentes

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PREVIDENCIÁRIO

ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PREVIDENCIÁRIO ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PREVIDENCIÁRIO INÍCIO EM 07/07/2012 COORDENADORES DO CURSO: MARCELO DA FONSECA GUERREIRO - Juiz Federal e Mestre em Direito. Foi Juiz Titular do 7º. Juizado Previdenciário/RJ.

Leia mais

A Seguridade Social em Risco: Desafios à Consolidação dos Direitos e à Implantação do SUAS

A Seguridade Social em Risco: Desafios à Consolidação dos Direitos e à Implantação do SUAS 1 A Seguridade Social em Risco: Desafios à Consolidação dos Direitos e à Implantação do SUAS Conferência realizada no 34 0 Encontro Nacional do Conjunto CFESS/CRESS Manaus, 4 a 7 de setembro de 2005 2

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA NOVEMBRO DE 2015

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA NOVEMBRO DE 2015 AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA NOVEMBRO DE 2015 Até dia Obrigação 5 IRRF Histórico Recolhimento do Imposto de Renda Retido na Fonte correspondente a fatos geradores ocorridos no período de 21 a 31.10.2015,

Leia mais

Contribuição Previdenciária Área Rural e SENAR DRF LAURO DE FREITAS/BA

Contribuição Previdenciária Área Rural e SENAR DRF LAURO DE FREITAS/BA Contribuição Previdenciária Área Rural e SENAR DRF LAURO DE FREITAS/BA 1 Receita Federal do Brasil - RFB Estrutura na 5ª Região Fiscal (Bahia e Sergipe) 6 Delegacias, 3 Inspetorias e 2 Alfândegas DRF Lauro

Leia mais

Prof. Adilson Sanchez Lei nº 8.213 (DOU de 25.07.91) Plano de Benefícios da Previdência Social PBPS

Prof. Adilson Sanchez Lei nº 8.213 (DOU de 25.07.91) Plano de Benefícios da Previdência Social PBPS Prof. Adilson Sanchez Prof. Adilson Sanchez www.adilsonsanchez.adv.br Lei nº 8.213 (DOU de 25.07.91) Plano de Benefícios da Previdência Social PBPS TÍTULO III Do Regime Geral de Previdência Social RGPS

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA SETEMBRO DE 2015

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA SETEMBRO DE 2015 AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA SETEMBRO DE 2015 Até dia Obrigação 3 IRRF Salário de Agosto de 2015 Histórico ocorridos no período de 21 a 31.08.2015, incidente sobre rendimentos de (art. 70, I, letra

Leia mais

Previdência 2011: Novos Valores do Salário de Contribuição e Salário- Família 2011 03/01/2011

Previdência 2011: Novos Valores do Salário de Contribuição e Salário- Família 2011 03/01/2011 Previdência 2011: Novos Valores do Salário de Contribuição e Salário- Família 2011 03/01/2011 A Portaria Interministerial 568 MPS-MF, de 31-12-2010, publicada no Diário Oficial de 3-1-2011, reajustou em

Leia mais

ANEXO IV PLANILHA ESTIMATIVA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - SERVIÇO DE ASCENSORISTA

ANEXO IV PLANILHA ESTIMATIVA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - SERVIÇO DE ASCENSORISTA ANEXO IV PLANILHA ESTIMATIVA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - SERVIÇO DE ASCENSORISTA DADOS COMPLEMENTARES DO ANEXO DA PROPOSTA DE PREÇOS: ADSERTE - ADMINISTRAÇÃO E TERCEIRIZAÇÃO DE MÃO DE OBRA

Leia mais

INSS CURSO DE EXERCÍCIOS Previdenciário Bateria de Exercícios 03 Sérgio Armanelli

INSS CURSO DE EXERCÍCIOS Previdenciário Bateria de Exercícios 03 Sérgio Armanelli 159 (CESPE/2012/TCE-ES/Auditor de Controle Externo) No âmbito do RGPS, o auxílio-acidente, concedido no dia seguinte ao da cessação do auxílio-doença, visa indenizar o segurado empregado cuja capacidade

Leia mais

EDITAL INSS 02/2015 CONCURSO INSS

EDITAL INSS 02/2015 CONCURSO INSS EDITAL INSS 02/2015 CONCURSO INSS CARGO: TÉCNICO DO SEGURO SOCIAL (NÍVEL MÉDIO) O MATEMÁTICO 2016 Curso Preparatório para Concursos Públicos. Todos os Direitos Reservados. Central de Atendimento: 55+ (084)

Leia mais

Apostilas OBJETIVA Técnico do Seguro Social INSS Instituto Nacional do Seguro Social - Concurso Público 2015. Índice

Apostilas OBJETIVA Técnico do Seguro Social INSS Instituto Nacional do Seguro Social - Concurso Público 2015. Índice Índice Seguridade Social - Origem e evolução legislativa no Brasil... 02 Organização e Princípios Constitucionais... 08 INSS... 12 SUS... 22 DRT... 31 Fontes, vigência, hierarquia, interpretação e integração...

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO RESUMO DE D. PREVIDENCIÁRIO 2 Cláudio Basques

DIREITO PREVIDENCIÁRIO RESUMO DE D. PREVIDENCIÁRIO 2 Cláudio Basques DIREITO PREVIDENCIÁRIO RESUMO DE D. PREVIDENCIÁRIO 2 Cláudio Basques CUSTEIO (L. 8212/91) Finalidade = pagar custos de manutenção Tipos: a) direto = ao pg contribuição, b) indireto = ao pg impostos Fontes:

Leia mais

LEI DE BENEFICIOS DA PREVIDENCIA SOCIAL

LEI DE BENEFICIOS DA PREVIDENCIA SOCIAL DANIEL MACHADO DA ROCHA JOSÉ PAULO BALTAZAR JUNIOR COMENTÁRIOS À, LEI DE BENEFICIOS DA A PREVIDENCIA SOCIAL Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991 13ª Edição SÃO PAULO EDITORA ATLAS S.A. - 2015 2014 by Editora

Leia mais

Anexo III do Manual de Orientação do esocial Tabelas Versão 2.1. Tabelas do esocial. Sumário

Anexo III do Manual de Orientação do esocial Tabelas Versão 2.1. Tabelas do esocial. Sumário Anexo III do Manual de Orientação do esocial Tabelas Versão 2.1 Tabelas do esocial Sumário Tabela 1 Categorias de Trabalhadores...2 Tabela 2 Grau de Exposição a Agentes Nocivos...3 Tabela 3 Tabela de Natureza

Leia mais

Direito Previdenciário. rio. Prof. Gláucio Diniz de Souza (Aula 3 e 4)

Direito Previdenciário. rio. Prof. Gláucio Diniz de Souza (Aula 3 e 4) Direito Previdenciário rio Prof. Gláucio Diniz de Souza (Aula 3 e 4) Financiamento da Previdência Social Empregado, Trabalhador Avulso e Empregado Doméstico Contribuição Progressiva Salário rio-de-contribuição

Leia mais

Sumário Capítulo I Teoria das contribuições Andrei Pitten Velloso

Sumário Capítulo I Teoria das contribuições Andrei Pitten Velloso Sumário Capítulo I Teoria das contribuições 1. As contribuições no direito comparado 13 1.1. Itália 13 1.2. Espanha 15 1.3. Alemanha 15 1.4. Portugal 17 1.5. França 18 2. As contribuições no Brasil 19

Leia mais

AGENDA DE OBRIGAÇÕES FEDERAIS, TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS ABRIL/2014. Pagamento do IOF apurado no 3º decêndio de Março/2014:

AGENDA DE OBRIGAÇÕES FEDERAIS, TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS ABRIL/2014. Pagamento do IOF apurado no 3º decêndio de Março/2014: AGENDA DE OBRIGAÇÕES FEDERAIS, TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS ABRIL/2014 03/Abril. 5ª Feira. IOF - Imposto sobre Operações Financeiras. Pagamento do IOF apurado no 3º decêndio de Março/2014: - Operações

Leia mais

Parte I INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE TRIBUTÁRIA: CONCEITOS, PRINCÍPIOS E NORMAS BÁSICAS, 3

Parte I INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE TRIBUTÁRIA: CONCEITOS, PRINCÍPIOS E NORMAS BÁSICAS, 3 Apresentação, xxv Prefácio à 12a Edição, xxvii Introdução, 1 Parte I INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE TRIBUTÁRIA: CONCEITOS, PRINCÍPIOS E NORMAS BÁSICAS, 3 1 Contabilidade Tributária, 5 1.1 Conceito, 5 1.1.1

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 669. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Faço saber que a Assembléia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte

LEI COMPLEMENTAR Nº 669. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Faço saber que a Assembléia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte LEI COMPLEMENTAR Nº 669 Institui a modalidade de remuneração por subsídio e o Plano de Carreira para os servidores ocupantes dos cargos de Músico de Orquestra Nível Superior, Músico A e Músico B e dá outras

Leia mais

A ACADEMIA BRASILEIRA DE SOLUÇÕES E TREINAMENTOS traz para Você o seguinte treinamento:

A ACADEMIA BRASILEIRA DE SOLUÇÕES E TREINAMENTOS traz para Você o seguinte treinamento: A ACADEMIA BRASILEIRA DE SOLUÇÕES E TREINAMENTOS traz para Você o seguinte treinamento: QUESTÕES POLEMICAS: Método de Pesquisa de Preço de Serviços, Compreensão e Manejo de Planilhas para Julgamento de

Leia mais

AGENDA TRIBUTÁRIA DEZEMBRO/2007

AGENDA TRIBUTÁRIA DEZEMBRO/2007 Fonte: Portal Tributário AGENDA TRIBUTÁRIA DEZEMBRO/2007 05/12/2007 IOF IRF Recolhimento do - 3º decêndio de NOVEMBRO/2007 - Bebidas - capítulo 22 da T e Cigarros 2402.20.00 T. Recolhimento do IOF relativo

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PREVIDENCIÁRIO

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PREVIDENCIÁRIO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PREVIDENCIÁRIO ÁREA DO CONHECIMENTO Direito. NOME DO CURSO Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em DIREITO PREVIDENCIÁRIO. AMPARO LEGAL E PORTARIA DO MEC

Leia mais

PREVIDÊNCIA SIMULADO 02

PREVIDÊNCIA SIMULADO 02 PREVIDÊNCIA SIMULADO 02 Nas questões de 01 a 10, marque a alternativa correta: 01) I. Os beneficiários da previdência social subdividem se em dependentes e segurados. Já os segurados, podem ser obrigatórios

Leia mais

Agenda de Obrigações Federal - Abril/2015

Agenda de Obrigações Federal - Abril/2015 Agenda de Obrigações Federal - Abril/2015 Até: Segunda-feira, dia 6 IOF Pagamento do IOF apurado no 3º decêndio de março/2015: - Operações de crédito - Pessoa Jurídica - Cód. Darf 1150 - Operações de crédito

Leia mais

pelo art. 1º da Lei nº 12.470 -

pelo art. 1º da Lei nº 12.470 - 180 PREVIDÊNCIA 2º - Os recursos oriundos da majoração das contribuições previstas nesta Lei ou da criação de novas contribuições destinadas à Seguridade Social somente poderão ser utilizados para atender

Leia mais

Direito Previdenciário - Custeio

Direito Previdenciário - Custeio Direito Previdenciário - Custeio Aula 4 Contribuição dos Empregadores Sobre a Folha de Salários e Demais Rendimentos do Trabalho. Professor: Marta Gueller Coordenação: Dr. Wagner Ballera "CONTRIBUIÇÃO

Leia mais

ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA

ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA Ao ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S/A COMISSÃO DE LICITAÇÃO COLIC Ref. PREGÃO ELETRÔNICO N. 2013/ Prezados Senhores, Apresentamos em atendimento ao Edital do Pregão em epígrafe

Leia mais

ENCARGOS SOCIAIS NAS EMPRESAS DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO PROCEDIMENTOS

ENCARGOS SOCIAIS NAS EMPRESAS DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO PROCEDIMENTOS ENCARGOS SOCIAIS NAS EMPRESAS DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO PROCEDIMENTOS SUMÁRIO 1. Introdução 2. Cálculo dos Encargos 2.1. Enquadramento de FPAS 2.2. Enquadramento no SAT/RAT 2.3. Terceiros 3. Fundo de Garantia

Leia mais

Regras de Aposentadorias e Pensões

Regras de Aposentadorias e Pensões Seguridade Social: A seguridade social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade, destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde, à previdência e

Leia mais

ANEXO ÚNICO. Agenda Tributária Outubro de 2009. Código Darf. Data de. Código GPS. Período de Apuração do Fato Gerador (FG)

ANEXO ÚNICO. Agenda Tributária Outubro de 2009. Código Darf. Data de. Código GPS. Período de Apuração do Fato Gerador (FG) ANEXO ÚNICO Agenda Tributária Outubro de 2009 5 Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) Rendimentos de Capital Títulos de renda fixa - Pessoa Física 8053 21 a 30/setembro/2009 Títulos de renda fixa - Pessoa

Leia mais

Tabelas do esocial. Sumário

Tabelas do esocial. Sumário Tabelas do esocial Sumário Tabela 1 Categorias de Trabalhadores...2 Tabela 2 Grau de Exposição a Agentes Nocivos...3 Tabela 4 Códigos e Alíquotas de Fpas/Terceiros...13 Tabela 5 Tipos de Inscrição...22

Leia mais

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 174, DE 2009

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 174, DE 2009 SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 174, DE 2009 Dispõe sobre a criação do Serviço Social do Turismo - SESTUR e do Serviço Nacional de Aprendizagem do TURISMO - SENATUR. O CONGRESSO NACIONAL decreta:

Leia mais

Direito Previdenciário Maratona INSS. Prof. Carlos Mendonça

Direito Previdenciário Maratona INSS. Prof. Carlos Mendonça Direito Previdenciário Maratona INSS Prof. Carlos Mendonça Salário Família Art. 201. A previdência social será organizada sob a forma de regime geral, de caráter contributivo e de filiação obrigatória,

Leia mais

CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1988

CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1988 MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL MPS SECRETARIA DE POLÍTICAS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL SPPS DEPARTAMENTO DOS REGIMES DE PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO DRPSP COORDENAÇÃO-GERAL DE AUDITORIA, ATUÁRIA, CONTABILIDADE

Leia mais

INSS Contribuição Previdenciária Transporte Rodoviário de Carga 01/2014

INSS Contribuição Previdenciária Transporte Rodoviário de Carga 01/2014 INSS Contribuição Previdenciária Transporte Rodoviário de Carga 01/2014 Áreas comprometidas Área Fiscal: Fará a apuração da receita bruta, com todas as particularidades de exclusões, CFOP, etc. Além disso,

Leia mais

Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado. Clique e veja o compromisso do dia. 6 7 8. Clique e veja o compromisso do dia.

Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado. Clique e veja o compromisso do dia. 6 7 8. Clique e veja o compromisso do dia. Atenção 01 Aqueles contribuintes obrigados ao envio mensal do arquivo SINTEGRA à SEFAZ, devem observar a data de entrega, conforme definido pelo fisco. Atenção 02 Essas informações não substituem aquelas

Leia mais

http://agenda.cenofisco.com.br/agenda/agenda.dll/infobase/5/11/13/170?f=templates&fn=document-fra...

http://agenda.cenofisco.com.br/agenda/agenda.dll/infobase/5/11/13/170?f=templates&fn=document-fra... 0 http://agenda.cenofisco.com.br/agenda/agenda.dll/infobase/5/11/13/170?f=templates&fn=document-fra... Outubro Notas Cenofisco: 1ª) Além das obrigações relacionadas neste Calendário, o assinante poderá,

Leia mais

Área Juizado da Fazenda Pública Estadual

Área Juizado da Fazenda Pública Estadual Área Juizado da Fazenda Pública Estadual ÁREA JUIZADO DA FAZENDA PÚBLICA ESTADUAL Descrição da Carta de ordem 258 Atos executórios 11786 #N/D #N/D Carta de ordem 258 Citação 11783 #N/D #N/D Carta de ordem

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 22/2013. Processo Administrativo n. 23069.079918/2012-34 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 22/2013. Processo Administrativo n. 23069.079918/2012-34 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 22/2013 Processo Administrativo n. 23069.079918/2012-34 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS Planilha de Custo e Formação de Preços (Em conformidade à Portaria nº 7, de 09/03/2011

Leia mais

CURSO COMO PLANEJAR E JULGAR AS CONTRATAÇÕES DE TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE ACORDO COM A IN Nº 02/08 E ALTERAÇÕES

CURSO COMO PLANEJAR E JULGAR AS CONTRATAÇÕES DE TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE ACORDO COM A IN Nº 02/08 E ALTERAÇÕES CURSO COMO PLANEJAR E JULGAR AS CONTRATAÇÕES DE TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE ACORDO COM A IN Nº 02/08 E ALTERAÇÕES PERÍODO DE REALIZAÇÃO E CARGA HORÁRIA O curso será realizado no período de 02 a 05 de

Leia mais

PROVA DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO TCE-CE FCC 2015

PROVA DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO TCE-CE FCC 2015 PROVA DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO TCE-CE FCC 2015 Direito Previdenciário 67. (Auditor de Controle Externo/TCE-CE/FCC/2015): O princípio constitucional estipulando que a Seguridade Social deve contemplar

Leia mais

SELEÇÃO DE ESTÁGIO - DIREITO

SELEÇÃO DE ESTÁGIO - DIREITO SELEÇÃO DE ESTÁGIO - DIREITO - Verifique se este caderno contém 20 questões objetivas e 2 temas de redação. Caso contrário, reclame ao fiscal da sala outro caderno. - A resposta deve ser marcada com caneta

Leia mais

CURSO COMPLETO de DIREITO PREVIDENCIÁRIO INSS 2015 Professores ITALO ROMANO e FLAVIANO LIMA

CURSO COMPLETO de DIREITO PREVIDENCIÁRIO INSS 2015 Professores ITALO ROMANO e FLAVIANO LIMA APOSTILA 05 Prof. Flaviano Lima Olá pessoal, Vamos continuar o nosso estudo das contribuições previdenciárias!!! Hoje, vamos estudar as contribuições previdenciárias devidas pelas empresas rurais e pelas

Leia mais

Obrigações Fiscais das Entidades sem Fins Lucrativos e Sociedades Cooperativas. Impostos - Contribuições Obrigações Fiscais

Obrigações Fiscais das Entidades sem Fins Lucrativos e Sociedades Cooperativas. Impostos - Contribuições Obrigações Fiscais OSMAR REIS AZEVEDO Pós-graduado em Contabilidade. Formado em Ciências Contábeis. Professor universitário da Universidade São Judas Tadeu na década de 1990. Autor de três livros tributários, com os títulos:

Leia mais

Organizado pelo Prof. Murilo Aquino

Organizado pelo Prof. Murilo Aquino Organizado pelo Prof. Murilo Aquino PORTUGUÊS 1 Compreensão e interpretação de textos. 2 Tipologia textual. 3 Ortografia oficial. 4 Acentuação gráfica. 5 Emprego das classes de palavras. 6 Emprego do sinal

Leia mais

Aposentadoria Argumentos de vendas para a Previdência. Maurício Viot

Aposentadoria Argumentos de vendas para a Previdência. Maurício Viot Aposentadoria Argumentos de vendas para a Previdência Maurício Viot 1 Aposentadoria do INSS O valor da sua aposentadoria social (INSS) é que irá auxilia-lo a definir o seu padrão de vida futuro. Se é que...

Leia mais

SEGURIDADE SOCIAL DIREITO PREVIDENCIÁRIO. Origem e evolução legislativa no Brasil. Origem e evolução legislativa no Brasil.

SEGURIDADE SOCIAL DIREITO PREVIDENCIÁRIO. Origem e evolução legislativa no Brasil. Origem e evolução legislativa no Brasil. DIREITO PREVIDENCIÁRIO Prof. Eduardo Tanaka Origem e evolução legislativa no Brasil Origem e evolução legislativa no Brasil. No Brasil, uma das primeiras manifestações de Seguridade Social são: as santas

Leia mais

Pós-graduação em Direito Previdenciário. Apresentação. Diferenciais

Pós-graduação em Direito Previdenciário. Apresentação. Diferenciais Apresentação O Grupo Verbo Jurídico figura hoje como uma das instituições mais completas quando se trata de preparação para Concursos Públicos, também atuando no segmento editorial e de ensino. No campo

Leia mais