RELEASE NOTES VERSÃO 2.12

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RELEASE NOTES VERSÃO 2.12"

Transcrição

1 RELEASE NOTES S4 VERSÃO 2.12 Página 1 de 41

2 ÍNDICE RELEASE NOTES VERSÃO ) Itens de Menu Criados 4 IMPLEMENTAÇÕES DO JIRA SQUATRO ) Reformulação dos itens de Menu referentes a relatórios no S4 5 3) Alterações do relatório PCMSOS Vencidos e a Vencer por período 6 4) Alterações no relatório PCMSOS Realizados por período 7 5) Criação do relatório de PPRAs vencidos e a vencer por período 9 6) Alterações no relatório PPRA Realizados por período 10 7) Alterações do Relatório de ASO por Período 12 8) Alterações a serem efetuadas no Relatório de Pré-Cadastro 13 9) Criação do Relatório Lista de Trabalhadores Cadastrados segundo Status 14 10) Alteração no Relatório de Resumo de Avaliação Qualitativa 15 11) Criação do relatório GAS X Perigo/Fator Risco p/ Trabalhador 16 12) Criação do Relatório de Controle de Usuários 17 13) Alteração no Relatório de Trabalhadores sem NIT 19 14) Criação do Relatório de Atendimento por profissional segundo STATUS 20 15) Alteração no Relatório de Exames Realizados por Fonoaudiólogo 22 16) Criação do relatório de EPIs por Setor e GAS 24 17) Criação do Relatório de Vigência dos Programas 25 IMPLEMENTAÇÕES DO JIRA SQUATRO ) Alteração Aba 10 Acidente de trabalho 26 19) Migração de dados entre FCO s de um mesmo trabalhador ) Atualizações de dados dos trabalhadores pela FCO 28 21) Alteração Aba 7 - Dados Antropométricos - Parâmetros mínimos e máximos 29 22) Criar Aba Observações do Exame Físico 30 23) Item de menu: Consultar FCO modelo antigo 31 Página 2 de 41

3 24) Relatório de Impressão da Nova FCO Com e Sem limitação de páginas - Assinatura enfermagem 32 25) Alteração da planilha Excel de importação de Trabalhadores 32 26) Alterações na tela de Elaboração do PCMSO 32 27) Alterações na tela de Elaboração do PCMSO EXTERNO 33 28) Alteração na Aba 2 Hábitos de Vida da nova FCO 34 29) Alteração na Aba 12 Exame Físico sub-aba 6 - Membros 35 30) Alteração na ABA Hábitos de Vida Campo Uso de Bebida Alcoólica 35 31) Criação de Script para alterar os valores de Uso de Bebida Alcoólica 37 32) Alteração da aba 15 Conduta da Nova Ficha Clínica 37 33) Alteração no Relatório de Recomendações Educativo-Preventivas para Qualidade de Vida 38 34) Alteração da Tela de Cadastramento da Grade de Exames (Realizar PCMSO) 39 35) Alteração no Relatório do Questionário SRQ IMPLEMENTAÇÕES DO JIRA SQUATRO IMPLEMENTAÇÕES DO JIRA SQUATRO IMPLEMENTAÇÕES DO JIRA SQUATRO Página 3 de 41

4 RELEASE NOTES Versão ) Itens de Menu Criados Relatórios Gerencias Prestador Relatório Cadastral Relatório de Metas Cliente Trabalhadores Cadastrados segundo Status Listagem de NIT Inválidos Movimentação de Trabalhadores Trabalhadores em Pré-Cadastro Trabalhadores por Setor Trabalhadores sem NIT Trabalhadores sem vínculo Diagnóstico Inicial Relatório de Indicadores Contrato e Orçamento Relatórios de Gestão Segurança EPIs por Setor e GAS GAS com trabalhador GAS sem trabalhador GAS X Perigo/Fator Risco p/ Trab. Grupo Homogêneo PPRAs realizados por período PPRAs vencidos e a vencer por período Resumo de Avaliação Qualitativa Vigência dos Programas Saúde ASO por período Atendimento por profissional/status Exames Médicos Efetuados Exames Pendentes por CAT Exames Pendentes por Empresa PCMSO vencido e a vencer por período PCMSO realizados por período Relatório de Retorno Requisição por Período Requisições por Trabalhador Menu Dinâmico Controle de Usuários Saúde / Nova FCO / Consultar FCO Modelo Antigo OS ADMINISTRADORES DO SISTEMA, DEVEM EFETUAR A LIBERAÇÃO DOS NOVOS ITENS DE MENU CRIADOS PARA TODOS OS GRUPOS DE USUÁRIO QUE JULGAREM NECESSÁRIO. Página 4 de 41

5 Implementações do JIRA SQUATRO-253 Este JIRA tem, por objetivo atender a um pacote de alterações em relatórios já existentes e criação de novos relatórios no S4. Foram efetuadas as seguintes alterações: 2) Reformulação dos itens de Menu referentes a relatórios no S4 Foi criado um novo item de menu Relatórios Gerenciais onde serão colocados todos os relatórios gerados no S4. Abaixo deste item de menu serão criados todos os módulos atualmente existentes no sistema e em baixo de cada módulo, todos os relatórios gerados atualmente. A princípio os relatórios ficarão no novo item de menu criado e também permanecerão nos itens de menu atuais até que os usuários se acostumem com a nova localização dos relatórios. Posteriormente os itens de menu antigos serão retirados do S4. Novos itens de menu que foram criados: Relatórios Gerencias Prestador Relatório Cadastral Relatório de Metas Cliente Trabalhadores Cadastrados segundo Status Listagem de NIT Inválidos Movimentação de Trabalhadores Trabalhadores em Pré-Cadastro Trabalhadores por Setor Trabalhadores sem NIT Trabalhadores sem vínculo Diagnóstico Inicial Relatório de Indicadores Contrato e Orçamento Relatórios de Gestão Segurança EPIs por Setor e GAS GAS com trabalhador GAS sem trabalhador GAS X Perigo/Fator Risco p/ Trab. Grupo Homogêneo PPRAs realizados por período PPRAs vencidos e a vencer por período Resumo de Avaliação Qualitativa Vigência dos Programas Saúde Página 5 de 41

6 ASO por período Atendimento por profissional/status Exames Médicos Efetuados Exames Pendentes por CAT Exames Pendentes por Empresa PCMSO vencido e a vencer por período PCMSO realizados por período Relatório de Retorno Requisição por Período Requisições por Trabalhador Menu Dinâmico Controle de Usuários 3) Alterações do relatório PCMSOS Vencidos e a Vencer por período O relatório é solicitado através do item de menu Saúde / Relatórios da Saúde / PCMSO Vencido e a vencer por período Deverá passar a ser solicitado também a partir do item de menu Relatórios Gerenciais / Saúde / PCMSO Vencido e a vencer por período Deve ser adicionado um Filtro por nome de Profissional na tela de solicitação do Relatório. O filtro deverá ser em formato de uma lista que permita múltipla seleção. Nesta lista deverão ser listados todos os Médicos que estejam vinculados aos CATs selecionados.. O relatório deverá passar a ser classificado por ordem alfabética de CAT, razão social e ano de referência. O campo número de trabalhadores deve contabilizar somente trabalhadores que para o Ano de Referência em questão estejam vinculados a um GAS, ou seja, que possuam data de saída do GAS sem preenchimento. Página 6 de 41

7 4) Alterações no relatório PCMSOS Realizados por período O relatório é solicitado através do item de menu Saúde / Relatórios da Saúde / PCMSO realizados por período Deverá passar a ser solicitado também a partir do item de menu Relatórios Gerenciais / Saúde / PCMSO realizados por período Deve ser Adicionado um Filtro de CAT na tela de solicitação do Relatório. Nesta tela também deverá ser substituído no cabeçalho da mesma, a palavra Segurança por saúde. Deverá também ser incluído o campo número do TAP após o campo Ano de Referência Página 7 de 41

8 Deve-se incluir antes do Nome do Médico Coordenador do PCMSO o seguinte título: Nome do Profissional. Deve ser incluída Quebra e Totalização de PCMSOS realizados por CAT no período. O relatório deverá passar a ser classificado por ordem alfabética de CAT, razão social e ano de referência. Ao lado do nome do médico coordenador deve ser concatenado a sigla e o número do registro no conselho do Médico Coordenador do PCMSO. As empresas que não possuírem Médico Coordenador para o Ano de Referência, devem ser agrupadas com o nome do Médico Coordenador EMPRESAS SEM MEDICO COORDENADOR, para que seja identificado que as mesmas não possuem médico coordenador do PCMSO. Deve-se incluir após o campo Ano de Referência o Tipo de PCMSO (SESI ou CLIENTE) Página 8 de 41

9 5) Criação do relatório de PPRAs vencidos e a vencer por período O relatório deverá ser solicitado através do item de menu que será criado Relatórios Gerenciais / Segurança / PPRA vencido e a vencer por período O relatório deverá listar todas as Empresas que possuem o programa PPRA no período fornecido. Na tela de solicitação de relatório deverão existir os seguintes Filtros: - CAT - Profissional de Segurança: deve ser criada uma lista que permita múltipla seleção e que contenha todos os Engenheiros e Técnicos de Segurança vinculados aos CATs selecionados. Deverá existir na lista a opção TODOS. - Período de seleção do relatório: Data de Inicio e Fim O relatório deverá passar a ser classificado por ordem alfabética de CAT, razão social e ano de referência. O relatório deve conter os seguintes Campos: - Razão Social - Ano de Referência - Número do TAP - Número de trabalhadores alocados em GAS - Data de início do Programa - Data de término do Programa - Técnico de Segurança - Registro no Conselho do Técnico de Segurança - Engenheiro de Segurança - Registro no Conselho do Engenheiro de Segurança - Situação do PPRA (Vencido ou a Vencer) Página 9 de 41

10 O campo número de trabalhadores deve contabilizar somente trabalhadores que para o Ano de Referência em questão estejam vinculados a um GAS, ou seja, que possuam data de saída do GAS sem preenchimento. 6) Alterações no relatório PPRA Realizados por período O relatório é solicitado através do item de menu Segurança / Relatórios / PPRA realizado por período Deverá passar a ser solicitado também a partir do item de menu Relatórios Gerenciais / Segurança / PPRA realizado por período Página 10 de 41

11 Deve ser Adicionado um Filtro de CAT na tela de solicitação do Relatório. Deverá também ser incluído o campo número do TAP após o campo Ano de Referência Deve-se incluir antes do Nome do Engenheiro de Segurança o seguinte título: Nome do Profissional. Deve ser incluída Quebra e Totalização de PPRAs realizados por CAT no período. O relatório deverá passar a ser classificado por ordem alfabética de CAT, razão social e ano de referência. Ao lado do nome do Engenheiro de Segurança deve ser concatenado a sigla e o número do registro no conselho do Engenheiro. As empresas que não possuírem Engenheiro de Segurança para o Ano de Referência, devem ser agrupadas com o nome do Engenheiro EMPRESAS SEM ENGENHEIRO DE SEGURANÇA, para que seja identificado que as mesmas não possuem Engenheiro de Segurança. Devem ser criados dois campos após o campo situação, para mostrar o nome do Técnico de Segurança e a Sigla e número do Conselho do Técnico de Segurança. Página 11 de 41

12 7) Alterações do Relatório de ASO por Período O relatório é solicitado através do item de menu Saúde / Relatórios da Saúde / ASO por período Deverá passar a ser solicitado também a partir do item de menu Relatórios Gerenciais / Saúde / ASO por período Deve ser incluído na tela de solicitação do Relatório um Filtro por Nome do Médico Examinador. O filtro deve ser em forma de uma lista de Múltipla Seleção. A lista deve conter o nome de todos os Médicos Cadastrados para o DR em questão. Deve existir a Opção TODOS. Caso seja selecionada uma Empresa, a Lista de Médicos devese limitar a somente os médicos que estejam vinculados aos CATs que podem atualizar a Empresa Cliente (CAT_CLIENTE). Caso não seja selecionada nenhuma empresa, devem ser listados todas as Fichas Clínicas realizadas no Período para os médicos selecionados. Caso seja selecionada uma Empresa, devem ser listados somente as Fichas Clínicas da Empresa Selecionada e dos médicos selecionados. Deve ser incluído um totalizador de Fichas Clínicas atendidas por Médico Examinador e também um total geral, que pode ser tanto de atendimentos da Empresa ou de Todos os Médicos. Deve-se portanto incluir um TOTAL GERAL que deve contabilizar todas as fichas clínicas listadas no relatório. Página 12 de 41

13 8) Alterações a serem efetuadas no Relatório de Pré-Cadastro O Relatório é solicitado através do item de menu Cliente / Relatórios / Trabalhadores em Pré-Cadastro Deverá passar a ser solicitado também a partir do item de menu Relatórios Gerenciais / Cliente / Trabalhadores em Pré-Cadastro Devem ser efetuadas as seguintes alterações: - Retirar a coluna Realizou Exames Página 13 de 41

14 - No lugar da coluna retirada deve ser incluída a coluna Situação da Requisição. Para carregar esta nova coluna, deve-se analisar a última FCO do Trabalhador (maior data de requisição) e analisar a situação da Requisição: Caso a Requisição esteja com a Situação Confirmada deve ser impresso Em Aberto Caso a Requisição esteja com a Situação Concluída deve ser impresso Concluída Caso o funcionário não possua nenhuma Requisição deve ser impresso Requisição não Emitida 9) Criação do Relatório Lista de Trabalhadores Cadastrados segundo Status O relatório deve ser criado no item de menu Relatórios Gerenciais / Cliente / Lista de Trabalhadores Cadastrados A Tela de solicitação do Relatório deverá conter filtro por nome de empresa. Deve ser ordenado por Nome do Trabalhador. Deverão ser selecionados todos os trabalhadores cadastrados na Empresa. Página 14 de 41

15 O relatório deve conter os seguintes campos: - Nome do Trabalhador - NIT - Setor (deve-se pegar o Setor cadastrado na última lotação do Trabalhador, ou seja, a que possui a maior data de entrada na lotação) - Cargo (deve-se pegar o Cargo cadastrado na última lotação do Trabalhador, ou seja, a que possui a maior data de entrada na lotação) - Função PPP (deve-se pegar a Função PPP cadastrada na última lotação do Trabalhador, ou seja, a que possui a maior data de entrada na lotação) - Data de Admissão - Data de Demissão - Status : o campo deve ser preenchido de acordo com as seguintes regras: Caso o trabalhador possua data de demissão em branco e tenha sido contratado, deve ser impresso Admitido Caso o trabalhador possua data de demissão preenchida, deve ser impresso Demitido Caso o trabalhador possua as Datas de Admissão e Demissão em branco e não tenha sido contratado, deve ser impresso Não Contratado - Pré_cadastro: Caso o trabalhador esteja na situação de Pré-cadastro deve ser impresso Sim. Em caso contrário deve ser impresso Não 10) Alteração no Relatório de Resumo de Avaliação Qualitativa Atualmente o Relatório é solicitado a partir do item de Menu Segurança / Avaliação Quantitativa / <Planilha de Avaliação Quantitativa> Selecionando-se uma Planilha de Avaliação Quantitativa, depois uma empresa e ano de Referência, o usuário estará na tela de cadastramento/seleção de Grupo Homogêneo. Nesta tela existe o botão Resumo de Avaliação Qualitativa. Clicando-se sobre este botão o relatório de Resumo de Avaliação Qualitativa será impresso. Página 15 de 41

16 Este relatório deverá ser alterado e passar também a ser emitido através do item de Menu Relatórios Gerenciais / Segurança / Resumo de Avaliação Qualitativa Deverão ser efetuadas as seguintes alterações no Relatório: - Deverá ser criada uma tela de Filtro (quando o mesmo for ativado através do novo item de menu criado) com campos para seleção de Empresa e Ano de Referência. - Deverá ser criado o campo Agente que deverá ser impresso antes do Campo Perigo / Fator de Risco. 11) Criação do relatório GAS X Perigo/Fator Risco p/ Trabalhador Este relatório será baseado no Relatório GAS com Trabalhador que é ativado a partir do item de menu Segurança / Relatórios / GAS com trabalhador. O relatório deve ser criado no item de menu Relatórios Gerenciais / Segurança / GAS X Perigo/Fator Risco p/ Trabalhador A Tela de solicitação do Relatório deverá conter filtro por Razão Social da Empresa e Ano de Referência. O relatório deverá listar Todos os trabalhadores da Empresa que estão vinculados a GAS e deverá ser composto por 3 grupos de informação: Setor e GAS : Neste grupo de Informação deverão ser listados todos os Setores e para cada Setor todos os GAS de cada Setor. O grupo deverá conter os seguintes Campos: - Nome do Setor - Nome do GAS Página 16 de 41

17 O Grupo deve ser classificado por Ordem Alfabética de Nome do Setor e Nome do GAS Perigos / Fator de Risco do GAS: Para cada Setor e GAS, deverá ser impresso o grupo de Perigos/Fator de Risco do GAS em questão. Deverão ser impressos os seguintes campos: - Agente - Perigo / Fator de Risco - Categoria do Risco - Grau de Incerteza O Grupo deverá ser classificado por ordem alfabética de Agente e Perigo/Fator de Risco Funcionários do GAS : Para cada Setor e GAS, e abaixo do grupo de Perigos / Fator de Risco do GAS, deverá ser impresso o grupo de Funcionários do GAS em questão. Deverão ser impressos os seguintes campos: - Nome do Trabalhador - NIT - Cargo - Descrição das Atividades O Grupo deverá ser classificado por Ordem Alfabética de Nome de Trabalhador 12) Criação do Relatório de Controle de Usuários O relatório deve ser criado no item de menu Relatórios Gerenciais / Menu Dinâmico / Controle de Usuários A Tela de solicitação do Relatório deverá conter filtro por Empresa e Setor do Menu Dinâmico e/ou Nome do Usuário. Página 17 de 41

18 O relatório deverá listar dados cadastrais dos usuários do sistema S4 de acordo com o filtro selecionado. Se for informada somente uma Empresa, devem ser mostrados todos os usuários cadastrados na Empresa. Se for selecionado um ou mais setores, devem ser mostrados somente usuários da Empresa e Setor Selecionados. Se for selecionado o nome do usuário, devem-se mostrar apenas os dados cadastrais do usuário selecionado. Devem ser impressas as seguintes informações: - Nome da Empresa (menu Dinâmico) - Nome do Setor (Menu Dinâmico) - Nome do Usuário - Login - - Telefone - Classe do Usuário - Grupo(s) de usuário (podem existir mais de um Grupo) - Estado (Ativo, Bloqueado, Desativado) O relatório deve ser classificado por ordem alfabética de Empresa, Setor e Nome do Usuário. Página 18 de 41

19 13) Alteração no Relatório de Trabalhadores sem NIT O relatório é solicitado através do item de menu Cliente / Relatórios / Trabalhadores sem NIT Deverá passar a ser solicitado também a partir do item de menu Relatórios Gerenciais / Cliente / Trabalhadores sem NIT Alterar a tela de solicitação de relatório, incluindo a opção de Filtrar o relatório por Nome de Empresa. Página 19 de 41

20 14) Criação do Relatório de Atendimento por profissional segundo STATUS O relatório deve ser criado no item de menu Relatórios Gerenciais / Saúde / Atendimento por profissional segundo STATUS A Tela de solicitação do Relatório deverá conter os seguintes Filtros: - CAT :deverá conter uma lista que permita múltipla escolha, contendo todos os CATs cadastrados no DR. deve conter também a opção TODOS. A opção de filtro por CAT e por Empresa São mutuamente Exclusivas. - Razão Social da Empresa. A opção de filtro por CAT e por Empresa São mutuamente Exclusivas. - Médico Examinador : Deverá conter uma lista que permita múltipla escolha, contendo ou todos os Médicos vinculados aos CAT s selecionados (quando forem selecionados CATs) ou então, todos os médicos vinculados aos CATs que tenham acesso a empresa selecionada (quando for selecionada a Empresa). Em ambos os casos deve existir a Opção TODOS. - Período de Seleção : data de inicio e fim de seleção. O relatório deverá listar todas as Fichas Clínicas existentes no Período que atendam aos filtros informados pelos usuários. Devem existir quebras e totalizadores por CAT ou Empresa, por Médico Examinador e um totalizador Geral de Atendimentos (Fichas Clínicas). Os Totalizadores devem separar os Atendimentos Concluídos e Não Concluídos O relatório deverá conter 3 Grupos de informações: Página 20 de 41

21 Grupo de CAT :Caso seja selecionado um ou mais CATs no Filtro - Nome do CAT O Grupo deve estar classificado por ordem alfabética de Nome do CAT Ou Grupo de Empresa : Caso seja selecionada uma Empresa no Filtro - Razão Social da Empresa - Unidade - CNPJ O Grupo deve estar classificado por ordem alfabética de Razão Social da Empresa e Unidade Grupo de Médico Examinador: podem existir um ou mais Médicos examinadores selecionados através do Filtro - Nome do Médico Examinador - Sigla do Conselho - Número no Conselho O Grupo deve estar classificado por ordem alfabética de Nome do Médico Examinador Grupo de Fichas Clínicas do Trabalhador: - Nome do Trabalhador - Data da Requisição : Data de solicitação da Requisição - Data de Conclusão da Requisição : Caso o campo Data da Conclusão não esteja preenchido deve ser impresso em branco no relatório. - Tipo de Exame: deve conter o tipo de Exame, ou seja, Admissional, Periódico, Demissional, Mudança de Função ou Retorno ao Trabalho - Status de Conclusão da FCO: deve conter a situação da Ficha Clínica, ou seja, Concluída ou Em aberto. - ASO : Quando a Ficha Clínica estiver com a situação Concluída, o campo deverá ser preenchido com APTO ou INAPTO. Quando a FCO estiver com situação Em aberto (Confirmada), o campo deve ser impresso em branco. O Grupo deve estar classificado por ordem alfabética de Nome do Trabalhador. Página 21 de 41

22 15) Alteração no Relatório de Exames Realizados por Fonoaudiólogo O relatório é solicitado através do item de menu Saúde/Audiometria / Relatórios da Audiometria / Exames realizados por Fonoaudiólogo Deverá passar a ser solicitado também a partir do item de menu Relatórios Gerenciais / Saúde/Audiometria / Exames realizados por Fonoaudiólogo Deve ser incluído na tela de solicitação do relatório um Filtro de preenchimento não obrigatório que possibilite ao usuário fornecer a Razão Social de uma Empresa. De forma a que o relatório seja gerado somente com os Atendimentos realizados pelos Fonoaudiólogos informados na empresa selecionada. Página 22 de 41

23 Página 23 de 41 Release Notes Versão 2.12

24 16) Criação do relatório de EPIs por Setor e GAS O relatório deve ser criado no item de menu Relatórios Gerenciais / Segurança / EPIs por Setor e GAS A Tela de solicitação do Relatório deverá conter os seguintes Filtros: - Razão Social da Empresa. - Ano de Referência O relatório deverá listar por Setor e GAS todos os Equipamentos de Proteção Individual O relatório deverá conter as seguintes informações: - Setor : O nome do Setor não deve ser repetido, ou seja, deve aparecer somente uma vez na página. Caso ocorra quebra de página e não haja quebra de setor, deverá então aparecer novamente na nova página. - Nome do GAS: O nome do GAS não deve ser repetido, ou seja, deve aparecer somente uma vez na página. Caso ocorra quebra de página e não haja quebra de GAS, deverá então aparecer novamente na nova página. - Nome do EPI : Nome do EPI - CA : Número do Certificado de Aprovação - Atenuação / Fator de Proteção - Eficaz (S/N) O relatório deverá estar classificado por ordem alfabética de Setor, GAS e Nome do EPI Página 24 de 41

25 17) Criação do Relatório de Vigência dos Programas O relatório deve ser criado no item de menu Relatórios Gerenciais / Segurança / Vigência dos Programas A Tela de solicitação do Relatório deverá conter os seguintes Filtros: - CAT : Deverá ser mostrada uma lista com todos os CATs cadastrados no DR. Deverá existir a opção TODOS. O relatório deverá listar todas as Empresas que tenham sido cadastradas por um dos CATs selecionados e que possuam programas que estejam vigentes na data de solicitação do relatório. O relatório deverá conter 2 Grupos de informações: Grupo do CAT -Nome do CAT O Grupo deverá estar classificado por Ordem alfabética de Nome do CAT Grupo de Empresas com programas vigentes - Razão Social - Unidade - CNPJ - Tipo de Cliente (Contribuinte Direto, Não contribuinte Comunidade, etc) - Ano de Referência - Sigla do Programa - Data de Início do Programa - Data de Término do Programa - Número do TAP - Número de trabalhadores vinculados ao GAS Página 25 de 41

26 O Grupo deverá estar classificado por Ordem alfabética de Razão Social e Unidade. Implementações do JIRA SQUATRO-258 Este JIRA tem por objetivo atender a um pacote de alterações a serem realizadas no S4 durante o mês de Dezembro de Foram efetuadas as seguintes alterações: 18) Alteração Aba 10 Acidente de trabalho Página 26 de 41

27 Foi desmembrado o campo Descrição do acidente/doença ou CID-10 em 2 Campos: Doença / CID 10 Descrição do Acidente. Quando aberto para inserção de dados, o usuário deverá preencher 1 dos campos de forma obrigatória. Campo Doença / CID 10: Na busca de CIDs, permitir que o usuário selecione um CID pai que tenha filhos. Descrição do Acidente: Neste campo, o usuário poderá descrever em 1900 caracteres o acidente. Foi implementado um contador decrescente de caracteres a serem digitados. Página 27 de 41

28 Segue abaixo novo layout da Tela: 19) Migração de dados entre FCO s de um mesmo trabalhador. Os dados referentes à imunização sempre deverão ser migrados da FCO Concluída com data de cadastramento imediatamente anterior a que está se gravando. Caso não exista nenhuma FCO anterior cadastrada, os dados da nova FCO devem ficar sem preenchimento. (Imunizações): Hepatite B, Tríplice viral, Influenza, Dupla viral, Febre amarela, Orientado esquema vacinal, Outras. 20) Atualizações de dados dos trabalhadores pela FCO O sistema deve fazer com que quando um dado de identificação do trabalhador seja alterado via FCO, que o mesmo também seja alterado no cadastro do trabalhador. Os dados de cadastro a serem atualizados são: , Telefone fixo, endereço, estado civil, escolaridade, renda individual e raça/cor O campo nome do município deve deixar de ter seu preenchimento livre, para ser preenchido através do componente de filtro do município, haja vista que o dado alterado na FCO deverá ser atualizado no cadastro do funcionário e portanto, deverá deixar de ser de livre preenchimento para ser preenchido somente com os dados de município previamente cadastrados no sistema. Página 28 de 41

29 Segue abaixo novo layout da Tela: 21) Alteração Aba 7 - Dados Antropométricos - Parâmetros mínimos e máximos Foram inseridas consistências para validação de domínio durante a inserção/atualização dos dados da aba Dados Antropométricos nos seguintes campos: Peso: Peso mínimo: 20 kg Peso máximo: 300 kg Página 29 de 41

30 Altura: Altura mínima: 50 cm Altura máxima: 250 cm Circunferência Abdominal: Máxima: 200 cm 22) Criar Aba Observações do Exame Físico Dentro da Aba 12 Exame Físico, foi criada a sub-aba 9 Observações do Exame Físico. Esta aba deverá conter apenas um campo para que o médico faça qualquer observação sobre o exame físico, limitado a 1900 caracteres e de preenchimento não obrigatório. A exemplo do campo Queixas, existirá uma contagem decrescente de caracteres digitados, limitados a Devido a inclusão desta aba, as seguintes abas tiveram a numeração alterada conforme segue : Página 30 de 41

31 De: 9 Pessoa com deficiência - Pcd Para: 10 Pessoa com deficiência - Pcd De: 10 Caracterização de Pcd Para: 11 Caracterização de Pcd Segue abaixo o novo layout da Tela: 23) Item de menu: Consultar FCO modelo antigo Criar item de menu Saúde > Nova Ficha Clínica > Consultar FCO modelo antigo. O Item de menu deve chamar a mesma tela do item de menu Saúde / Consulta Ocupacional / Consultar FCO, ou seja, a consulta aos dados da Ficha Clínica Modelo Antigo. Página 31 de 41

32 24) Relatório de Impressão da Nova FCO Com e Sem limitação de páginas - Assinatura enfermagem Os relatórios da Nova FCO com e sem limitação de Páginas foram alterados para contemplar as seguintes alterações: Ajustar o campo de assinatura pelos profissionais de enfermagem para que o mesmo seja impresso apenas caso seja selecionado um profissional na aba 1. Identificação do Trabalhador. Alterações efetuadas na ABA 10 Acidente de Trabalho Criação da Aba Observações do Exame Físico Alterações na ABA 2 Hábitos de Vida Uso de Bebida Alcoólica 25) Alteração da planilha Excel de importação de Trabalhadores Foi alterada a planilha Excel de importação para que seja incluído na aba referente aos dados de trabalhadores, o campo CPF. Este campo será de preenchimento obrigatório somente se no DR a propriedade que define se o CPF é obrigatório estiver ligada. Caso o campo venha a ser preenchido, o CPF deverá ser consistido com a rotina de validação de CPF. 26) Alterações na tela de Elaboração do PCMSO Na tela de Cadastramento da Grade de Exames do PCMSO foram criadas 2 perguntas, abaixo da Pergunta Realizar SRQ20. Ambas as perguntas devem ter 2 botões com as opções Sim e Não, sendo a opção Não o valor padrão que deve ser carregado na tela: Obrigar Hábitos Vida/Lazer Obrigar Testes Osteomusculares Devem ser inseridas 2 instruções de tela abaixo das informações referentes ao item SRQ20: 1) Obrigar Hábitos Vida/Lazer: Ao selecionar Sim, os campos: Faz atividade manual, Toca algum instrumento, Canta e Outros serão de preenchimento obrigatório em todas as Fichas Clínicas dos trabalhadores vinculados a este Setor / GAS Página 32 de 41

33 2) Obrigar Testes Osteomusculares: Ao selecionar Sim, os campos referentes aos Testes Osteomusculares serão de preenchimento obrigatório em todas as Fichas Clínicas dos trabalhadores vinculados a este Setor / GAS Estas 2 perguntas irão obrigar ou não o preenchimento dos campos referentes a Hábitos de vida/lazer e Testes Osteomusculares para todas as Novas Fichas Clínicas do GAS em questão. Desta forma, o sistema deverá identificar em qual GAS o Trabalhador está vinculado e depois verificar a obrigatoriedade ou não do preenchimento dos campos analisando o resultado das perguntas. 27) Alterações na tela de Elaboração do PCMSO EXTERNO Na tela de Cadastramento da Grade de Exames do PCMSO Externo foram criadas 2 perguntas abaixo da lista de Grupos da Empresa. Ambas as perguntas devem ter 2 botões de radio com as opções Sim e N ao, sendo a opção não o valor padrão que deve ser carregado na tela: Obrigar Hábitos Vida/Lazer Obrigar Testes Osteomusculares Devem ser inseridas 2 instruções de tela abaixo das informações referentes a exclusão de exames: 1) Obrigar Hábitos Vida/Lazer: Ao selecionar Sim, os campos: Faz atividade manual, Toca algum instrumento, Canta e Outros serão de preenchimento obrigatório em todas as Fichas Clínicas dos trabalhadores vinculados a este Grupo da Empresa. 2) Obrigar Testes Osteomusculares: Ao selecionar Sim, os campos referentes aos Testes Osteomusculares serão de preenchimento obrigatório em todas as Fichas Clínicas dos trabalhadores vinculados a este Grupo da Empresa. Página 33 de 41

34 Estas 2 perguntas irão obrigar ou não o preenchimento dos campos referentes a Hábitos de vida/lazer e Testes Osteomusculares para todas as Novas Fichas Clínicas do Grupo da Empresa em questão. Desta forma, o sistema deverá identificar em qual Grupo da Empresa o Trabalhador está vinculado e depois verificar a obrigatoriedade ou não do preenchimento dos campos analisando o resultado das perguntas. 28) Alteração na Aba 2 Hábitos de Vida da nova FCO Foi alterada a parametrização de obrigatoriedade de preenchimento dos campos : Faz atividade manual, Toca algum instrumento, Canta e Outros. Estes campos passarão a ter uma outra parametrização, que deve sobrepor a parametrização individual dos campos solicitada no JIRA 243. Primeiramente deve-se recuperar o GAS no caso de PCMSO SESI (Interno) ou Grupo da Empresa no caso de PCMSO do Cliente (Externo) ao qual o trabalhador está vinculado. Caso o trabalhador não esteja vinculado a nenhum GAS ou então a nenhum Grupo da Empresa, continuam a valer as regras de parametrização individual dos campos (JIRA 243). Caso o trabalhador esteja vinculado a um GAS ou Local da empresa, deverá se analisar a parametrização existente no momento do cadastramento da Grade de Exames do PCMSO Interno ou Externo dependendo do tipo de PCMSO selecionado quando do momento da criação da Requisição. Caso o campo Obrigar Hábitos de vida / Lazer, existente nas telas de Cadastramento do PCMSO (quando a requisição for do Tipo SESI (PCMSO Interno) ou na tela de cadastramento do PCMSO Externo, caso a requisição seja do tipo Cliente (PCMSO Externo) estiver marcado como SIM, os campos Faz Página 34 de 41

RELEASE NOTES VERSÃO 2.13

RELEASE NOTES VERSÃO 2.13 RELEASE NOTES VERSÃO 2.13 Página 1 de 132 ÍNDICE RELEASE NOTES VERSÃO 2.13 7 1) Itens de Menu Criados no JIRA 264 7 2) Itens de Menu Criados no JIRA 282 7 3) Itens de Menu Criados no JIRA 265 7 ATIVIDADES

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO DA VERSÃO V2.09. SQUATRO-82 Geração do Arquivo de Exportação para o Módulo de Fomento

DOCUMENTAÇÃO DA VERSÃO V2.09. SQUATRO-82 Geração do Arquivo de Exportação para o Módulo de Fomento DOCUMENTAÇÃO DA VERSÃO V2.09 SQUATRO-82 Geração do Arquivo de Exportação para o Módulo de Fomento e SQUATRO-89 Alterações efetuadas na Nova Ficha Clínica Página 1 de 24 ÍNDICE VERSÃO 2.09 GERAÇÃO DO ARQUIVO

Leia mais

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Acesso para cadastramento da empresa 2 Caso já tenha se

Leia mais

Release Notes Julho/2014

Release Notes Julho/2014 Julho/2014 Título do documento Saúde e Segurança do Trabalho (11.8.0.11) Copyright 2009 TOTVS. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste documento pode ser copiada, reproduzida, traduzida ou transmitida

Leia mais

MANUAL VERSÃO 2.13 1

MANUAL VERSÃO 2.13 1 1 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 1. O QUE É O EOL?... 3 2. ACESSANDO O EOL... 3 3. TELA INICIAL... 4 4. EXAMES ADMISSIONAIS... 4 5. MUDANÇA DE FUNÇÃO... 6 6. EXAMES DEMISSIONAL E RETORNO AO TRABALHO... 7 7. EXAMES

Leia mais

Release Notes. [Abril/2013]

Release Notes. [Abril/2013] [Abril/2013] Personal Med - SST Este pacote é obrigatório. Para o perfeito funcionamento do produto, é necessária a aplicação dos procedimentos de atualização do produto, contidos nos Boletins Técnicos

Leia mais

Estalo Desenvolvimento e Tecnologia Rua Ismael Carlos Correia, 107 CEP 89221-520 - Joinville - SC estalo@estalo.com.br

Estalo Desenvolvimento e Tecnologia Rua Ismael Carlos Correia, 107 CEP 89221-520 - Joinville - SC estalo@estalo.com.br Estalo PCMSO Conteúdo APRESENTAÇÃO... 3 1.1 O QUE É O ESTALO PCMSO?... 3 1.2 ONDE ELE SE APLICA?... 3 1.3 COMO SE REALIZA A ENTRADA DE DADOS?... 3 AJUDA PARA UTILIZAÇÃO DO PROGRAMA... 4 2.1 ASSISTENTE

Leia mais

6.1. Inserir... 09 6.2. Consultar... 10 6.3. Listar Todos... 11 6.4. Alterar... 12 7. BENEFÍCIOS... 12

6.1. Inserir... 09 6.2. Consultar... 10 6.3. Listar Todos... 11 6.4. Alterar... 12 7. BENEFÍCIOS... 12 Sumário 1. APRESENTAÇÃO INICIAL... 03 2. EMPRESA... 03 3. UNIDADE... 03 3.1. Consultar... 03 3.2. Listar Todas... 04 4. SETOR... 05 4.1. Consultar... 05 4.2. Inserir... 05 4.3. Listar... 06 5. FUNÇÃO...

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO

Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO Versão 1.0 Julho/2012 ÍNDICE 1 REQUISITOS MÍNIMOS PARA INSTALAÇÃO... 4 1.1 Equipamento e Sistemas Operacionais 4 1.1.1

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DE CONSULTA À AMEDINAL

MANUAL DE INSTRUÇÕES DE CONSULTA À AMEDINAL MANUAL DE INSTRUÇÕES DE CONSULTA À AMEDINAL ACESSAR AS INFORMAÇÕES DA EMPRESA PELO SITE DA AMEDINAL Entre no site da AMEDINAL, www.amedinal.com.br e acesse a área EXCLUSIVO PARA CLIENTES, localizada na

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO - CORDILHEIRA VERSÃO 2

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO - CORDILHEIRA VERSÃO 2 BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO - CORDILHEIRA VERSÃO 2 Cordilheira Recursos Humanos CRH 2.85A As rotinas de Retiradas de Pró-labore e Autônomos tiveram diversas alterações, com o objetivo

Leia mais

Manual Laboratório. ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014

Manual Laboratório. ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014 2014 Manual Laboratório ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014 Sumário Acesso ao Sistema... 2 Menu Cadastros... 4 Cadastro de usuários... 4 Inclusão de Novo Usuário... 5 Alteração de usuários...

Leia mais

Novidades da Versão 3.0.0.30

Novidades da Versão 3.0.0.30 Novidades da Versão 3.0.0.30 Alteração Equipamento Unidade Instalação Inserida informação Telemetria na Tela de Alteração de Equipamento Unidade de Instalação (326). A informação Roaming Internacional

Leia mais

Manual do sistema SMARsa WEB

Manual do sistema SMARsa WEB Manual do sistema SMARsa WEB Módulo Solicitação/Ouvidoria SMARsa WEB Solicitação/Ouvidoria Versão 2.7 1 Sumário INTRODUÇÃO...4 OBJETIVOS...4 Bem-vindo ao sistema SMARsa WEB: Módulo solicitação/ouvidoria...5

Leia mais

Novidades da Versão 3.0.0.29 do Sistema OnixNet / TrucksNet

Novidades da Versão 3.0.0.29 do Sistema OnixNet / TrucksNet Comercial Novidades da Versão 3.0.0.29 do Sistema OnixNet / TrucksNet Consulta Pedido/Nota Fiscal A consulta passou a diferenciar o número da nota fiscal por filial, ou seja, caso exista uma nota fiscal

Leia mais

MANUAL VERSÃO 4.14 0

MANUAL VERSÃO 4.14 0 0 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 1. O QUE É O EOL?... 2 2. ACESSANDO O EOL... 2 3. TELA INICIAL... 3 4. EXAMES ADMISSIONAIS... 4 5. MUDANÇA DE FUNÇÃO... 7 6. EXAMES DEMISSIONAL E RETORNO AO TRABALHO... 8 7. EXAMES

Leia mais

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA.

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA MANUAL DO VTWEB CLIENT CADASTROS /PEDIDOS E PROCEDIMENTOS Resumo Esse manual tem como o seu objetivo principal a orientação de uso do

Leia mais

MÓDULO 1.0 Tela inicial do sistema, onde é identificado o usuário pelo próprio CRO sendo coerente com a senha, lhe é permitido o acesso via WEB ao sistema DENTAL GROUP. Quando carrego a tela de menu já

Leia mais

Passo a Passo na Ferramenta Inventários no SIGLA Digital

Passo a Passo na Ferramenta Inventários no SIGLA Digital Passo a Passo na Ferramenta Inventários no SIGLA Digital Inventários Página 1 de 6 Utilizado para fazer o inventário de todos os produtos cadastrados no sistema SIGLA Digital 1 Começando o Cadastro 11

Leia mais

Release Notes Outubro/2013

Release Notes Outubro/2013 Outubro/2013 SST Saúde e Segurança do Trabalho (11.8.0.8) Este pacote é obrigatório. Para o perfeito funcionamento do produto, é necessária a aplicação dos procedimentos de atualização do produto, contidos

Leia mais

MANUAL VERSÃO 2.11 1

MANUAL VERSÃO 2.11 1 1 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 O QUE É O EOL?... 3 3 ACESSO AO CLIENTE... 3 4 ACESSANDO O EOL... 3 5 TELA INICIAL... 4 6 EXAMES ADMISSIONAIS... 5 7 MUDANÇA DE FUNÇÃO... 7 8 EXAMES DEMISSIONAL E RETORNO

Leia mais

CADASTRO DO PCMSO INTERNO 1. OBJETIVO. Padronizar o processo de confecção do PCMSO Interno. 2. DEFINIÇÃO E CONCEITO

CADASTRO DO PCMSO INTERNO 1. OBJETIVO. Padronizar o processo de confecção do PCMSO Interno. 2. DEFINIÇÃO E CONCEITO 1/8 1. OBJETIVO Padronizar o processo de confecção do PCMSO Interno. 2. DEFINIÇÃO E CONCEITO PCMSO Programa de Controle Médico da Saúde Ocupacional; PPRA Programa de Prevenção de Riscos Ambientais; PCMAT

Leia mais

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Dezembro/2012 2 Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Sumário de Informações do Documento Título do Documento: Resumo:

Leia mais

SST - PPP. 11.8.x. abril de 2015. Versão: 4.0

SST - PPP. 11.8.x. abril de 2015. Versão: 4.0 SST - PPP 11.8.x abril de 2015 Versão: 4.0 1 Sumário 1 Objetivo... 4 2 Como utilizar esse material em seus estudos de Atendimento Clínico... 4 3 Introdução... 5 4 PPP... 6 4.1 Principais botões do sistema...

Leia mais

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Página 1 de 9 Este é um dos principais módulos do SIGLA Digital. Utilizado para dar entrada de produtos no estoque, essa ferramenta segue a seguinte

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando o sistema

Leia mais

Manual do usuário: Sigo w3 Business Módulo Cliente

Manual do usuário: Sigo w3 Business Módulo Cliente 1 Manual do usuário: Sigo w3 Business Módulo Cliente A sua empresa agora está conectada em tempo real com a sua prestadora de serviços de Medicina e Segurança do Trabalho através do Sigo w3 Business Módulo

Leia mais

PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe

PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO MANUAL DO SERVIDOR 1ºGRAU MÓDULO 3 Sumário 1 Cadastros Básicos3 11 Documento3 111 Modelo3 112 Tipo6 12 Pessoa10 121 Conciliador10

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Módulo SAC Atendimento ao Cliente

Módulo SAC Atendimento ao Cliente Módulo SAC Atendimento ao Cliente Objetivo O Módulo SAC ou Serviço de Atendimento ao Cliente é uma ferramenta que gerencia, cria e administra informações num canal de comunicação informatizado entre a

Leia mais

Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos. Instituto Ambiental do Paraná. Funções do Módulo Requerimento de Mudas Nativas

Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos. Instituto Ambiental do Paraná. Funções do Módulo Requerimento de Mudas Nativas Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos Instituto Ambiental do Paraná SGA Sistema de Gestão Ambiental Manual do Usuário Funções do Módulo Requerimento de Mudas Nativas Outubro 2014 Equipe: CELEPAR

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Manual de Utilização Índice 1 Introdução...2 2 Acesso ao Sistema...3 3 Funcionamento Básico do Sistema...3 4 Tela Principal...4 4.1 Menu Atendimento...4 4.2 Menu Cadastros...5 4.2.1 Cadastro de Médicos...5

Leia mais

Módulo Medicina e Segurança do Trabalho Exames Periódicos

Módulo Medicina e Segurança do Trabalho Exames Periódicos Módulo Medicina e Segurança do Trabalho Exames Periódicos Logix 10 Sumário Sumário... 2 Texto Introdutório... 3 Fluxo dos Subprocessos que compõem o Módulo... 3 Fluxo SubProcessos Exames Periódicos...

Leia mais

1. Introdução... 5. 2. Instalação do Módulo Gerenciador de Acessos SinaGAS... 6. 3. Tipos de Autenticação... 8. 3.1. Autenticação Sinacor...

1. Introdução... 5. 2. Instalação do Módulo Gerenciador de Acessos SinaGAS... 6. 3. Tipos de Autenticação... 8. 3.1. Autenticação Sinacor... Índice 1. Introdução... 5 2. Instalação do Módulo Gerenciador de Acessos SinaGAS... 6 3. Tipos de Autenticação... 8 3.1. Autenticação Sinacor... 8 3.2. Autenticação AD... 11 4. Fluxo Operacional... 14

Leia mais

Manual de utilização Sistema de Gestão de Serviço de Segurança e Saúde do Trabalho SESI/DR/AC

Manual de utilização Sistema de Gestão de Serviço de Segurança e Saúde do Trabalho SESI/DR/AC Justificativa: Tendo em vista o SESI/DR/AC fortalecer a implantação do Modelo SESI em SST (Segurança e Saúde do Trabalho) através do Sistema Informatizado Sistema S4, cria esse Manual para auxiliar as

Leia mais

- Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus.

- Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus. - Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus. Ou digite www.simpo.com.br/protocolo/login.php, para ir diretamente

Leia mais

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet www.controlenanet.com.br Copyright 2015 - ControleNaNet Conteúdo Tela Principal... 3 Como imprimir?... 4 As Listagens nas Telas... 7 Clientes... 8 Consulta... 9 Inclusão... 11 Alteração... 13 Exclusão...

Leia mais

4 / Nova tela de Descrição Cirúrgica - Médicos. O que mudou?

4 / Nova tela de Descrição Cirúrgica - Médicos. O que mudou? Nova tela de Descrição Cirúrgica - Médicos. O que mudou? 1 Possibilidade de inserir uma ou varias descrições por cirurgia (uma para cada procedimento) 2 Possibilidade de inserir varias anestesias por cirurgia

Leia mais

Versão Liberada. www.gerpos.com.br. Gerpos Sistemas Ltda. info@gerpos.com.br. Av. Jones dos Santos Neves, nº 160/174

Versão Liberada. www.gerpos.com.br. Gerpos Sistemas Ltda. info@gerpos.com.br. Av. Jones dos Santos Neves, nº 160/174 Versão Liberada A Gerpos comunica a seus clientes que nova versão do aplicativo Gerpos Retaguarda, contendo as rotinas para emissão da Nota Fiscal Eletrônica, já está disponível. A atualização da versão

Leia mais

Ajuda do Sistema Aquarius.

Ajuda do Sistema Aquarius. Ajuda do Sistema Aquarius. Esta ajuda é diferenciada da maioria encontrada nos sistemas de computador do mercado. O objetivo desta ajuda é literalmente ajudar o usuário a entender e conduzir de forma clara

Leia mais

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição SSE 3.0 Guia Rápido Módulo Secretaria Nesta Edição 1 Acessando o Módulo Secretaria 2 Cadastros Auxiliares 3 Criação de Modelos Definindo o Layout do Modelo Alterando o Layout do Cabeçalho 4 Parametrização

Leia mais

manual Sistema de Gestão de Contribuições

manual Sistema de Gestão de Contribuições manual Sistema de Gestão de Contribuições Conteúdo 1. Login 4 2. Home 5 3. Informações básicas 3.1. Menus 6 3.2. Números e status 7 3.3. Ações 8 4. Ambientes da ferramenta 4.1. Sindicato 13 4.2. Empresas

Leia mais

ÍNDICE. 2.1. Funcionalidades... 5

ÍNDICE. 2.1. Funcionalidades... 5 ÍNDICE 1. PRIMEIRO ACESSO AO SITE... 3 2. MAPA DO SITE... 4 2.1. Funcionalidades... 5 3. ENVIO DE COBRANÇAS ELETRÔNICAS... 5 3.1. Solicitações... 7 3.1.1. Internação... 7 3.1.2. Prorrogação... 8 3.1.3.

Leia mais

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização WebEDI - Tumelero Manual de Utilização Pedidos de Compra Notas Fiscais Relação de Produtos 1. INTRODUÇÃO Esse documento descreve o novo processo de comunicação e troca de arquivos entre a TUMELERO e seus

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB 0 Sumário Introdução... 2 Funcionalidades... 2 Requisitos Necessários... 2 Faturamento Web... 3 Faturamento Simplificado... 4 Faturamento Detalhado... 9 Faturamento

Leia mais

Manual TDMax Web Commerce VERSÃO: 0.1

Manual TDMax Web Commerce VERSÃO: 0.1 Manual TDMax Web Commerce VERSÃO: 0.1 Sumário Visão geral Bilhetagem Eletrônica... 3 1 TDMax Web Commerce... 4 1.1 Requisitos e orientações gerais... 4 2 Acesso... 5 2.1 Como realizar um cadastro usuário

Leia mais

Síntese de fluxo de máquinas e implementos

Síntese de fluxo de máquinas e implementos Síntese de fluxo de máquinas e implementos Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Objetivo... 3 Parâmetros para utilização do processo... 3 Cadastro

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

Versão 2.0. Data de criação 13/05/2015

Versão 2.0. Data de criação 13/05/2015 Apostila de Treinamento Agendamento Versão 2.0 Data de criação 13/05/2015 Data de efetivação Este documento entra em vigor na sua publicação. Versão do Sistema 2.0.0.0 Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 Objetivo

Leia mais

MANUAL VERSÃO 1.13-abv

MANUAL VERSÃO 1.13-abv 1 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 1. O QUE É O EOL?... 3 2. ACESSANDO O EOL... 3 4. EXAMES ADMISSIONAIS... 4 5. MUDANÇA DE FUNÇÃO... 6 6. EXAMES DEMISSIONAL E RETORNO AO TRABALHO... 8 7. EXAMES PERIÓDICOS... 9

Leia mais

Gestão de Ativos. Manual do Usuário. Treinamento Fase 1 (TRN 01)

Gestão de Ativos. Manual do Usuário. Treinamento Fase 1 (TRN 01) Gestão de Ativos Manual do Usuário Treinamento Fase 1 (TRN 01) Índice 1. Introdução... 3 2. Movimentações de Ativos... 4 2.1. Monitoração... 4 2.1.1. Monitor de Movimentação de Ativos...4 2.2. Transações...15

Leia mais

Ajuda On-line - Sistema de Portaria. Versão 4.8.J

Ajuda On-line - Sistema de Portaria. Versão 4.8.J Versão 4.8.J Sumário PORT - Módulo de Apoio Portaria 3 1 Manual... de Processos - Portaria 4 Fluxo - Portaria... 5 2 Configurações... 6 Unidades... de Internação 6 Setores Administrativos... 9 Configuração...

Leia mais

Coordenação de Estágio Integrado. Instruções para o cadastro da contratação de estágio pelo Aluno

Coordenação de Estágio Integrado. Instruções para o cadastro da contratação de estágio pelo Aluno Coordenação de Estágio Integrado Instruções para o cadastro da contratação de estágio pelo Aluno 7 de Novembro de 04 Acesso ao SGE Ao efetuar o login no Sistema de Gestão Acadêmico (SGA), acesse a aba

Leia mais

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário Smart Laudos 1.9 A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos Manual do Usuário Conteúdo 1. O que é o Smart Laudos?... 3 2. Características... 3 3. Instalação... 3 4. Menu do Sistema... 4 5. Configurando

Leia mais

Manual do Usuário DENATRAN

Manual do Usuário DENATRAN Manual do Usuário DENATRAN Confidencial Portal SISCSV - 2007 Página 1 Índice Analítico 1. INTRODUÇÃO 5 2. ACESSANDO O SISCSV 2.0 6 2.1 Configurando o Bloqueador de Pop-Ups 6 3. AUTENTICAÇÃO DO USUÁRIO

Leia mais

Unimed Ponte Nova Cooperativa de Trabalho Médico Ltda Rua Hugo Saporetti, 48 Guarapiranga Ponte Nova MG CEP: 35430-202

Unimed Ponte Nova Cooperativa de Trabalho Médico Ltda Rua Hugo Saporetti, 48 Guarapiranga Ponte Nova MG CEP: 35430-202 1 Sumário 1 HILUM... 3 2 Identificação do Beneficiário... 4 3 Help OnLine... 6 4 Consulta... 7 4.1 Execução... 7 5 SADT... 13 5.1 Solicitação... 13 5.2 Solicitação / Execução... 21 5.3 Execução... 30 5.4

Leia mais

Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira

Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira Manual do Usuário Página1 Sumário 1 Configurações Recomendadas... 4 2 Objetivos... 4 3 Acesso ao Sistema... 5 3.1. Acessar 6 3.2. Primeiro

Leia mais

Manual Ilustrado Módulo At. Clínico Cadastros (Arquivos)

Manual Ilustrado Módulo At. Clínico Cadastros (Arquivos) Manual Ilustrado Módulo At. Clínico Cadastros (Arquivos) Março - 2014 Índice Título do documento 1. Objetivo... 5 2. Como utilizar esse material em seus estudos de Atendimento Clínico... 5 3. Introdução...

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Fundap. Programa de Estágio. Manual de Utilização do Sistema de Administração de Bolsas de Estágio. Plano de Estágio

Fundap. Programa de Estágio. Manual de Utilização do Sistema de Administração de Bolsas de Estágio. Plano de Estágio Fundap Fundação do Desenvolvimento Administrativo Programa de Estágio Programa de Estágio Manual de Utilização do Sistema de Administração de Bolsas de Estágio Plano de Estágio Julho de 2008 SABE - Sistema

Leia mais

Orientações para o Lançamento de Notas. Diretor

Orientações para o Lançamento de Notas. Diretor Orientações para o Lançamento de Notas Diretor 1 CONTEÚDO Conteúdo... 2 Como acessar o Conexão Educação... 3 Lançamento de Notas... 5 Notas por Turma... 5 Liberação de Lançamento de Notas... 13 2 COMO

Leia mais

Manual de Utilização Autorizador

Manual de Utilização Autorizador 1) Acessando: 1-1) Antes de iniciar a Implantação do GSS, lembre-se de verificar os componentes de software instalados no computador do prestador de serviço: a) Sistema Operacional: nosso treinamento está

Leia mais

Web Empresas. Agemed Saúde S/A. Versão 03

Web Empresas. Agemed Saúde S/A. Versão 03 2011 Versão 03 Web Empresas Agemed Saúde S/A. Esse documento tem como objetivo orientar as empresas contratantes do plano de saúde Agemed a utilizarem o ambiente Web para realização de movimentações cadastrais

Leia mais

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos.

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos. VERSÃO 5 Outubro/2012 Release Notes Não deixe de atualizar o seu sistema Planejamos a entrega ao longo do exercício de 2012 com mais de 140 melhorias. Mais segurança, agilidade e facilidade de uso, atendendo

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DA LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE

MANUAL DO USUÁRIO DA LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE MANUAL DO USUÁRIO DA LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE Introdução: Esporte é saúde. As pessoas que praticam esporte vivem melhor e mais. Esporte previne e combate doenças do corpo e da mente, torna as pessoas

Leia mais

Manual do sistema SMARsa Web

Manual do sistema SMARsa Web Manual do sistema SMARsa Web Módulo Gestão de atividades RS/OS Requisição de serviço/ordem de serviço 1 Sumário INTRODUÇÃO...3 OBJETIVO...3 Bem-vindo ao sistema SMARsa WEB: Módulo gestão de atividades...4

Leia mais

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da. Secretaria Municipal de Saúde do. Município de São Paulo

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da. Secretaria Municipal de Saúde do. Município de São Paulo Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Manual Cartão SUS Manual de Operação Julho/2011 Conteúdo Sumário...

Leia mais

Manual NFSe - Prestadores e Tomadores de Serviço

Manual NFSe - Prestadores e Tomadores de Serviço VALPARAÍSO DE GOIÁS quarta-feira, 28 de outubro de 2014 Manual NFSe - Prestadores e Tomadores de Serviço ÍNDICE Legislação Cadastrando A Senha Eletrônica Acessando O Sistema De Nfs- E Pela Primeira Vez

Leia mais

Assim que o usuário entrar nesta ferramenta do sistema a seguinte tela será exibida:

Assim que o usuário entrar nesta ferramenta do sistema a seguinte tela será exibida: O que é o TDMax Web Commerce? O TDMax Web Commerce é uma ferramenta complementar no sistemas de Bilhetagem Eletrônica, tem como principal objetivo proporcionar maior conforto as empresas compradoras de

Leia mais

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Compra Direta - Guia do Fornecedor PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Página As informações contidas neste documento, incluindo quaisquer URLs e outras possíveis referências a web sites, estão sujeitas

Leia mais

SIPESQ Sistema de Pesquisas da PUCRS

SIPESQ Sistema de Pesquisas da PUCRS SIPESQ Sistema de Pesquisas da PUCRS Abril de 2014 Versão 1 Página 1 de 17 Apresentação O Sistema de Pesquisas da PUCRS (SIPESQ) tem por objetivo fazer o mapeamento das estruturas e projetos de pesquisa

Leia mais

MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet

MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet Qualquer dúvida entre em contato: (33)32795093 01 USUÁRIO/CSPSNet O sistema CSPSNet está configurado para funcionar corretamente nos seguintes browsers: Internet Explorer 8.0,

Leia mais

Manual do Usuário. Manual do Usuário - Versão 1.0. 1

Manual do Usuário. Manual do Usuário - Versão 1.0. 1 Manual do Usuário Manual do Usuário - Versão 1.0. 1 Índice 1. Visão Geral... 3 2. Acessar o sistema... 3 3. Módulo Inicial... 6 3.1. Cabeçalho do sistema... 6 3.2. Fale Conosco... 6 3.3. Meu Cadastro...

Leia mais

PERFIL PROFISSIOGRÁFICO PREVIDENCIÁRIO (PPP)

PERFIL PROFISSIOGRÁFICO PREVIDENCIÁRIO (PPP) PERFIL PROFISSIOGRÁFICO PREVIDENCIÁRIO (PPP) Os documentos (PPP) que estão anexados foram preparados pela GV Clínicas com os dados contidos no PCMSO, PPRA e LTCAT. É uma exigência do INSS e devem ser entregues

Leia mais

Manual CORP Microlins Dinâmica

Manual CORP Microlins Dinâmica Manual CORP Microlins Dinâmica Índice 1. Acesso ao CORP 2. Cadastro de Colaborador 1. Dados 2. Endereço 3. Telefone 4. E-mail 5. Franquias vinculadas 6. Cursos 7. Permissões 3. Cadastro de Recesso 4. Cadastro

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. 1. Descrição Geral Este manual descreve as operações disponíveis no módulo VTWEB Client, cuja finalidade é gerenciar cadastros de funcionários, realização de pedidos e controle financeiro dos pedidos.

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA O CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO ÍNDICE:

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA O CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO ÍNDICE: MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA O CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO ÍNDICE: CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO:...1 1. DO CADASTRO DE PRETENDENTES:... 2 1.1. RECIBO DE INCLUSÃO:... 4 2. REGISTRO ADICIONAL DE PRETENDENTES:...

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

Guia de Primeiros Passos - CONFIGURAÇÕES

Guia de Primeiros Passos - CONFIGURAÇÕES Guia de Primeiros Passos - CONFIGURAÇÕES Este documento tem o objetivo principal de iniciar você de forma rápida e simples no sistema.aprog., configurando as funcionalidades à sua realidade. A série Primeiros

Leia mais

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - SICONV Inclusão e Envio de Proposta Manual

Leia mais

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3 SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 1. Login no sistema... 2 Atendente... 3 1. Abrindo uma nova Solicitação... 3 1. Consultando Solicitações... 5 2. Fazendo uma Consulta Avançada... 6 3. Alterando dados da

Leia mais

CeC. Cadastro eletrônico de Contribuintes. Usuário Anônimo

CeC. Cadastro eletrônico de Contribuintes. Usuário Anônimo CeC Cadastro eletrônico de Contribuintes Usuário Anônimo Versão 1.3 11/02/2011 SUMÁRIO Apresentação... 3 Objetivos... 3 1. Solicitação de CeC... 4 1.1. Cadastro de Pessoas Físicas... 6 1.1.1 Cadastro de

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Criação de Formulários no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Criação de Formulários no Google Drive Introdução...

Leia mais

Estalo Desenvolvimento e Tecnologia Rua Ismael Carlos Correia, 107 CEP 89221-520 - Joinville - SC estalo@estalo.com.br Fone/Fax: (47) 3425-5745

Estalo Desenvolvimento e Tecnologia Rua Ismael Carlos Correia, 107 CEP 89221-520 - Joinville - SC estalo@estalo.com.br Fone/Fax: (47) 3425-5745 Estalo PPP Conteúdo Apresentação...3 1.1 O QUE É O ESTALO PPP?...3 1.2 ONDE ELE SE APLICA?...3 1.3 COMO SE REALIZA A ENTRADA DE DADOS?...3 Ajuda para utilização do programa...4 2.1 ASSISTENTE (WIZARD)...4

Leia mais

MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS

MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS 1 Conteúdo Apresentação... 3 1 Página Principal do Sistema... 4 2 Telas de busca... 8 3 Teclas de Navegação... 11 4 Tela de Menu de Relatório... 12 5 Telas de

Leia mais

Manual de Navegação Básica. Siga Relacionamento Sou Abrasel - Site

Manual de Navegação Básica. Siga Relacionamento Sou Abrasel - Site Manual de Navegação Básica Siga Relacionamento Sou Abrasel - Site 1 Conteúdo Iniciando a implantação:... 3 para o treinamento no encontro de executivos... 3 Siga Relacionamento... 4 O que é Unidade de

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO MODULO ALMOXARIFADO SUAP

MANUAL DO USUÁRIO MODULO ALMOXARIFADO SUAP MANUAL DO USUÁRIO MODULO ALMOXARIFADO SUAP Pouso Alegre MG 2013 SUMÁRIO 1. Introdução.... 6 2. Efetuar Entrada de Material.... 8 2.1. Entrada de Material por Compra.... 8 2.1.1. Cadastro de Empenho...

Leia mais

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet Manual do Usuário Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo A Ficha de Vendas...3 Os Recibos...6 Como imprimir?...7 As Listagens...9 Clientes... 10 Consulta... 11 Inclusão... 13 Alteração... 14 Exclusão...

Leia mais

Manual de PRODUÇÃO ONLINE. Autorização e Faturamento

Manual de PRODUÇÃO ONLINE. Autorização e Faturamento Manual de PRODUÇÃO ONLINE 2 APRESENTAÇÃO A Unimed-Rio desenvolveu seu sistema de Produção Online, criado para facilitar a rotina de atendimento de seus médicos cooperados. Este sistema é composto por dois

Leia mais

Sistema de Autorização Unimed

Sistema de Autorização Unimed Diretoria de Gestão Estratégica Departamento de Tecnologia da Informação Divisão de Serviços em TI Sistema de Autorização Unimed MANUAL DO USUÁRIO DIVISÃO DE SERVIÇOS EM TI A Divisão de Serviços em TI

Leia mais

SISCOF - Manual do Usuário

SISCOF - Manual do Usuário SISCOF - Manual do Usuário SERPRO / SUPDE / DECTA / DE901 SISTEMA DE CONTROLE DE FREQUÊNCIA Versão 1.2 Sumário SISCOF Sistema de Controle de Frequência 1. Login e Senha... 2 1.1 Como Efetuar Login No Sistema...

Leia mais

VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios

VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios Atrelada ao processo: Validação de layout dos arquivos de convênios/cobrança de um novo convênio/cedente Classificação da informação: uso interno

Leia mais

Manual do Sistema - Gerenciamento

Manual do Sistema - Gerenciamento Manual do Sistema - Gerenciamento Tabela de Conteúdos Ajuda do egoverne Saúde... 1 Introdução...Erro! Indicador não definido. Utilizando o sistema... 5 Cadastros Estruturais... 5 Introdução - Cadastros

Leia mais

Sistema de de Bilhetagem Eletrônica MANUAL MÓDULO PDV

Sistema de de Bilhetagem Eletrônica MANUAL MÓDULO PDV Sistema de de Eletrônica SETRANSP DOTFLEX MANUAL MÓDULO PDV REGIÃO MANUAL METROPOLITANA MÓDULO PESSOA Revisão JURÍDICA 02 / Setembro SBE de 2008 - DOTFLEX Revisão 00 / Março de 2009 MANUAL MÓDULO EMPRESA

Leia mais

Manual do Módulo SAC

Manual do Módulo SAC 1 Manual do Módulo SAC Índice ÍNDICE 1 OBJETIVO 4 INICIO 4 SAC 7 ASSOCIADO 9 COBRANÇA 10 CUSTO MÉDICO 10 ATENDIMENTOS 11 GUIAS 12 CREDENCIADO 13 LIVRETO 14 BUSCA POR RECURSO 15 CORPO CLÍNICO 16 MENU ARQUIVO

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE CREDENCIADOS - SGC MANUAL DO CANDIDATO CREDENCIADOS. 0800 570 0800 / www.sebrae.com.br

SISTEMA DE GESTÃO DE CREDENCIADOS - SGC MANUAL DO CANDIDATO CREDENCIADOS. 0800 570 0800 / www.sebrae.com.br SISTEMA DE GESTÃO DE - SGC MANUAL DO CANDIDATO SISTEMA DE GESTÃO DE - SGC PESSOA JURÍDICA SISTEMA DE GESTÃO DE - SGC Identificação do Edital Para fazer a inscrição, o candidato (Representante Legada da

Leia mais

Autorizador Plasc TISS Web. - Manual de Instrução-

Autorizador Plasc TISS Web. - Manual de Instrução- Autorizador Plasc TISS Web - Manual de Instrução- A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS para registro e intercâmbio de dados entre operadoras de planos privados

Leia mais

NFE Nota Fiscal eletrônica. Versão 2.0 (07/2012)

NFE Nota Fiscal eletrônica. Versão 2.0 (07/2012) NFE Nota Fiscal eletrônica Versão 2.0 (07/2012) Sumário INTRODUÇÃO... 2 COMO OBTER AUTORIZAÇÃO PARA EMISSÃO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA... 3 2º VIA DE SOLICITAÇÃO/AUTORIZAÇÃO DE IMPRESSÃO DE DOCUMENTOS FISCAIS...

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura Ministério da Cultura MANUAL DO PROPONENTE: PROPOSTAS VERSÃO 1.1 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 10/11/2011 1.0 Criação do documento. Aline Oliveira - MINC 07/01/2013 1.1 Atualização do

Leia mais

SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição Configurando a Conexão com o Banco de Dados

SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição Configurando a Conexão com o Banco de Dados SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição 1 Configurando a Conexão com o Banco de Dados 2 Primeiro Acesso ao Sistema Manutenção de Usuários 3 Parametrizando o Sistema Configura

Leia mais