CEGO, SURDO E MUDO (porque nao?) LETRA: Ricardo Oliveira e Mário F.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CEGO, SURDO E MUDO (porque nao?) LETRA: Ricardo Oliveira e Mário F."

Transcrição

1 FRUTO PROIBIDO FRUTO PROIBIDO 1 Cego, surdo e mudo (porque não?) 2 Mundo inteiro 3 Acordo a tempo 4 Contradição 5 A água não mata a fome 6 Quem és é quanto basta 7 Nascer de novo (és capaz de me encontrar) 8 Será (a lua sobre o mar)? 9 Sorriso sombra 10 Fruto proibido

2 AGRADECIMENTOS Este disco é para a Susana. Por todo o apoio, por toda a ternura, por toda a força e energia. Por não haver forma de deixar de estar gravada no meu presente e no meu futuro. Ricardo Oliveira Maria João, Carolina e Miguel: sem o vosso amor, apoio, carinho, sacrifício e compreensão, nada disto seria possível. Ricardo e Tiago: a nossa química, vontade e bom gosto vão dar frutos. A todos os amigos, obrigado pelo apoio e carinho. Mário Pereira Agradeço aos meus pais, à Catarina e a todos os meus amigos que partilham diariamente comigo a vida louca da estrada. Uma palavra de apreço para o Ricardo e para o Mário: juntos conseguimos erguer este trabalho. Quero também agradecer, de uma forma especial, ao Luís Antunes e à Manuela pelo carinho e amizade. Dedico este trabalho à minha bébé Melanie. Tiago Ramos Os FLIRT agradecem: ao Nani, por ter percebido o som que temos dentro de nós e o ter trazido cá para fora; ao Mário F., por nos acompanhar nesta aventura e por polvilhar de palavras a nossa música; ao Ricardo Freitas, que estará sempre nos nossos corações; ao Ricardo Pego Dikk, por ter levado a coisa lá para cima ; ao Gonçalo Pereira, pela arte, pela simpatia e pela entrega; ao João Laginha, pela história que carregamos juntos; ao Pedro Teixeira, que manteve a fasquia elevada; ao Pedro Machado e à ATIPIC, pela ideia, conceito e design fantásticos deste nosso álbum; e a todos aqueles que nos têm acompanhado e incentivado com a sua simpatia e carinho.

3 Dei-me a ti sem juras, que um dia ia aceitar Nunca fiz promessas, mas quiseste acreditar Em prazos sem validade, palavras que te menti Compromissos de uma vida, onde estou melhor sem ti Sei que custa, faz doer E tens tudo a perder, mas Porque não, porque não? Seja cego, surdo e mudo De repente fez-se luz Estava dentro de mim Seja cego, surdo e mudo Quando já não estava à espera Tu já não estavas em mim Não temos histórias, com um final feliz Crias os teus dramas, por coisas que nunca fiz Nada do que pensas, me consegue estimular Ninguém compra um castigo, mas eu sinto-me a pagar Porque não queres saber quem sou? Porque não assumes que és a dor que existe em mim? CEGO, SURDO E MUDO (porque nao?) LETRA: Ricardo Oliveira e Mário F.

4 Não resisti a tentar Tocar-te de passagem Mas não te vou esconder (Nem que seja a doer) Tive o choque e a visão Dou a alma em confissão Trago na pele o teu cheiro Na cabeça o teu nome Parto em primeiro Dá-te a mim, sou verdadeiro Vem dar a volta ao mundo inteiro Se estás a fim, eu estou primeiro Dou-te quem sou e o mundo inteiro A vontade que tenho Aguça a arte e o engenho Não tenho de o esconder Nada tenho a perder Trago o teu sorriso no olhar O teu corpo parte com os meus sonhos ao acordar Concede-me um segundo Prendo a respiração Fica parado o tempo E o mundo em turbilhão MUNDO INTEIRO LETRA: Ricardo Oliveira e Mário F.

5 Por mim está tudo bem Não ligo ao que dizes Deixei de acreditar que com as tuas verdades Nós seremos felizes Não percas o teu tempo a querer saber de mim Mesmo que me conhecesses nada podias fazer Acordo a tempo de sair deste lugar Acordo a tempo de fugir Não me vão parar Acordo a tempo Corto o mal pela raiz Sei ao que estou destinado Posso ser caso perdido, mas insisto não desisto E renego o teu legado Não percas um momento a querer saber quem sou Mesmo que me percebesses nada podias fazer Quando me sinto perto acordo estremunhado Procuro no deserto Dou por mim a teu lado Quando me vejo ao longe Acordo incomodado Imerso em promessas Dou por mim atolado ACORDO A TEMPO LETRA: Ricardo Oliveira e Mário F.

6 Sou livre a todo o momento Agarrado aos braços de alguém Na estrada entrego-me ao vento E ao meu destino também É tarde, mas tanto faz Se ficar para depois É tarde, mas não me importa Esta noite é para nós dois Vem ver por detrás do meu peito Bate uma contradição Vem ver, estou aqui sozinho No meio da multidão Sou prisioneiro de um silêncio Não dá para acreditar Na estrada entrego-me ao vento Que me irá salvar É tarde, mas tanto faz Se souber o que fazer Se nem eu me compreendo Como hás-de perceber? Procuro por um sinal que a noite possa trazer Não quero falar para não me arrepender CONTRADIÇAO LETRA: Ricardo Oliveira

7 Tento mentir ao tempo Enquanto espero pela resposta Um suspiro, uma incerteza Uma sombra à minha porta Deixei que a memória fosse Quem me atormentasse os dias Sem nada pedir em troca Vou cedendo às agonias O espaço que me coube em sorte Faz que morra e renasça mais forte Pouco mais que coisa pouca Vou cedendo às ironias Dar-te o que não me pediste Na incerteza de outros dias Dás-me a tua mão em troca Sem nunca nada pedir Vou sentindo o vento forte Amanhã hei-de surgir Tudo não passa de uma ilusão E eu insisto em andar em contra mão Quero que a vida me tome Arder num fogo que me transforme Porque a sede não me consome E a água não mata a fome Olho em volta E nada me diz Se sou um herói ou um pobre infeliz Invento os nadas Com que me quero enganar E sigo o caminho mas não sei onde vai dar Não sei onde vai dar, onde vai dar Sigo o caminho porque não sei parar Não sei parar, não sei parar A ÁGUA NAO MATA A FOME LETRA: Ricardo Oliveira e Mário F.

8 Imagina os meus passos na estrada Caminho por onde sei que vou Sorrio à luz da madrugada Que desperta quem eu sou Sou quem parte em busca do caminho Ilumino a noite quando estou Nas ruas que me embalam sozinho Eu sou quem se encontrou Se queres vem dar-me o braço Vamos sair daqui, ver a vida que eu vi Anda percorrer o espaço Vem dar conta de ti, sentir o que eu senti Agarra-te ao meu regaço Quem és é quanto basta Diz se é isso que queres ser? O tempo a passar e tu a ver? Sentires que a vida te conduz E afinal és tu a cruz Sentires que a vida te conduz E afinal és tu a luz QUEM ÉS É QUANTO BASTA LETRA: Ricardo Oliveira

9 Não dou um passo em falso Não me atiro ao ar Nos meus lábios não passam as coisas que eu quero contar Não levanto a voz Não me ouvem gritar Tenho a garganta seca da dor que não pude chorar És capaz de me encontrar Numa estrada junto ao mar Mas sou capaz de me esconder Pisar a linha sem a ver Incendiar o lume a arder E ver-me de novo a nascer Não dou parte de fraco Não me canso de mim E ao ver o meu retrato nem sempre sei se sou assim Não conto com a sorte Mas não deixo de tentar E só lamento as derrotas que tive por não arriscar És capaz de me encontrar Numa estrada junto ao mar Mas sou capaz de me esconder Bater a porta sem querer NASCER DE NOVO (és capaz de me encontrar) LETRA: Ricardo Oliveira

10 Tudo o que começa tem um fim Dizem que é a vida, é mesmo assim Eu sei que perco por tudo querer Sou um alvo de escárnio, mal dizer Mas sigo em frente e não fico para ver Não quero saber Deito-me na cama que decido Sou o ultimo a rir E sou o teu fruto proibido Tive quem desdenhasse sem comprar Disseram-me que não estava para amar Mas conheci a cura sem arder E água benta tomo a que quiser Sou um mal que vem por bem sem saber FRUTO PROIBIDO LETRA: Ricardo Oliveira e Mário F.

11 Tu és a noite em chamas Não há como te apagar Tu és a minha raiva À beira de se soltar És memória de outras eras E soltas o que tenho para dar Corres como se todo o tempo Estivesse para acabar Será que a lua sobre o mar Me traz imagens que perdi? E a cor da noite, ao deitar, Será que me traz junto a ti? Tu és a dor que resta Quando penso em me salvar És a luz da madrugada Que vem para me abraçar És o som da minha rua Que me acalma o acordar És um prazo sem validade Uma história por contar Será que não quero acordar? Será que não me vou perder? Será que é a lua sobre o mar que não me deixa ver? SERÁ (a lua sobre o mar)? LETRA: Ricardo Oliveira

12 Hesito, mas defino os teus contornos Decido, enfrentar o teu sabor Permito, que duvides do que quero Liberto, as perguntas por fazer Não contarei a ninguém Que no fundo o meu sorriso É apenas uma imagem de quem me quer ver assim Tão real como a sombra que se esconde atrás de mim Celebro, as noites sem querer dormir Decido, avançar sem me esconder Omito, a dor por trás dos segredos Liberto, as memórias do passado SORRISO SOMBRA LETRA: Ricardo Oliveira e Mário F.

«Tesouro Escondido» Já sei que estás para chegar Espero por ti na ponta do cais O teu navio vem devagar A espera é longa demais

«Tesouro Escondido» Já sei que estás para chegar Espero por ti na ponta do cais O teu navio vem devagar A espera é longa demais Letras Álbum Amanhecer João da Ilha (2011) «Tesouro Escondido» Já sei que estás para chegar Espero por ti na ponta do cais O teu navio vem devagar A espera é longa demais Já sei que és buliçoso Trazes

Leia mais

MÚSICAS. Hino da Praznik Sempre Quando vens p ras colónias Sei de alguém Menino de Bronze Tenho Vontade VuVu & ZéZé

MÚSICAS. Hino da Praznik Sempre Quando vens p ras colónias Sei de alguém Menino de Bronze Tenho Vontade VuVu & ZéZé MÚSICAS Hino da Praznik Sempre Quando vens p ras colónias Sei de alguém Menino de Bronze Tenho Vontade VuVu & ZéZé Hino da Praznik Do Fá Gosto de aqui estar Sol Do E contigo brincar E ao fim vou arranjar

Leia mais

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak Entrevista com Ezequiel Quem é você? Meu nome é Ezequiel, sou natural do Rio de Janeiro, tenho 38 anos, fui

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais

O PASTOR AMOROSO. Alberto Caeiro. Fernando Pessoa

O PASTOR AMOROSO. Alberto Caeiro. Fernando Pessoa O PASTOR AMOROSO Alberto Caeiro Fernando Pessoa Este texto foi digitado por Eduardo Lopes de Oliveira e Silva, no Rio de Janeiro, em maio de 2006. Manteve-se a ortografia vigente em Portugal. 2 SUMÁRIO

Leia mais

NÃO SE ENCONTRA O QUE SE PROCURA

NÃO SE ENCONTRA O QUE SE PROCURA NÃO SE ENCONTRA O QUE SE PROCURA Do Autor: ficção Não te deixarei morrer, David Crockett (Contos e Crónicas), 2001 Equador (Romance), 2003 Premio Grinzane Cavour Narrativa Straniera (Itália) Rio das Flores

Leia mais

E sua sede começa a crescer Em angústia e desespero Enquanto os ruídos da cachoeira Da grande cachoeira das eras O convoca para mergulhar Mergulhar

E sua sede começa a crescer Em angústia e desespero Enquanto os ruídos da cachoeira Da grande cachoeira das eras O convoca para mergulhar Mergulhar Uma Estória Pois esta estória Trata de vida e morte Amor e riso E de qualquer sorte de temas Que cruzem o aval do misterioso desconhecido Qual somos nós, eu e tu Seres humanos Então tomemos acento No dorso

Leia mais

Quem Desiste num momento de crise é porque realmente é um fraco!

Quem Desiste num momento de crise é porque realmente é um fraco! Paixão do Povo de Cristo x Paixão de Cristo Texto Base: provérbios 24.10 na Linguagem de Hoje: Quem é fraco numa crise, é realmente fraco. Na Bíblia A Mensagem : Quem Desiste num momento de crise é porque

Leia mais

Acólitos. São João da Madeira. Cancioneiro

Acólitos. São João da Madeira. Cancioneiro Acólitos São João da Madeira Cancioneiro Índice Guiado pela mão...5 Vede Senhor...5 Se crês em Deus...5 Maria a boa mãe...5 Quanto esperei por este momento...6 Pois eu queria saber porquê?!...6 Dá-nos

Leia mais

Sinopse I. Idosos Institucionalizados

Sinopse I. Idosos Institucionalizados II 1 Indicadores Entrevistados Sinopse I. Idosos Institucionalizados Privação Até agora temos vivido, a partir de agora não sei Inclui médico, enfermeiro, e tudo o que for preciso de higiene somos nós

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME

ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME CENA 1. HOSPITAL. QUARTO DE. INTERIOR. NOITE Fernanda está dormindo. Seus pulsos estão enfaixados. Uma enfermeira entra,

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

POEMAS DE JOVITA NÓBREGA

POEMAS DE JOVITA NÓBREGA POEMAS DE JOVITA NÓBREGA Aos meus queridos amigos de Maconge Eu vim de longe arrancada ao chão Das minhas horas de menina feliz Fizeram-me estraçalhar a raiz Da prima gota de sangue Em minha mão. Nos dedos

Leia mais

Anexo II - Guião (Versão 1)

Anexo II - Guião (Versão 1) Anexo II - Guião (Versão 1) ( ) nº do item na matriz Treino História do Coelho (i) [Imagem 1] Era uma vez um coelhinho que estava a passear no bosque com o pai coelho. Entretanto, o coelhinho começou a

Leia mais

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Carnaval 2014 A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Nesta noite vamos fazer uma viagem! Vamos voltar a um tempo que nos fez e ainda nos faz feliz, porque afinal como

Leia mais

O Menino do Futuro. Dhiogo José Caetano

O Menino do Futuro. Dhiogo José Caetano O Menino do Futuro Dhiogo José Caetano 1 Início da história Tudo começa em uma cidade pequena do interior de Goiás, com o nome de Uruana. Havia um garoto chamado Dhiogo San Diego, um pequeno inventor que

Leia mais

PRIMEIRO ATO ARGUMENTO

PRIMEIRO ATO ARGUMENTO PRIMEIRO ATO ARGUMENTO Entrando numa horta, procurando um falcão de sua propriedade, Calisto encontra Melibéia. Empolgado de amor por ela, põe-se a falar. Rechaçado por ela volta para casa angustiado.

Leia mais

Sou a nona filha entre dez irmãos. Nasci numa cultura com padrões rígidos de comportamento e com pouco afeto. Quando eu estava com um ano e quatro meses, contraí poliomielite que me deixou com sequelas

Leia mais

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai BOM DIA DIÁRIO Segunda-feira (04.05.2015) Maria, mãe de Jesus e nossa mãe Guia: 2.º Ciclo: Padre Luís Almeida 3.º Ciclo: Padre Aníbal Afonso Mi+ Si+ Uma entre todas foi a escolhida, Do#- Sol#+ Foste tu,

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM RECUPERAÇÃO DE IMAGEM Quero que saibam que os dias que se seguiram não foram fáceis para mim. Porém, quando tornei a sair consciente, expus ao professor tudo o que estava acontecendo comigo, e como eu

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe

Leia mais

10 segredos para falar inglês

10 segredos para falar inglês 10 segredos para falar inglês ÍNDICE PREFÁCIO 1. APENAS COMECE 2. ESQUEÇA O TEMPO 3. UM POUCO TODO DIA 4. NÃO PRECISA AMAR 5. NÃO EXISTE MÁGICA 6. TODO MUNDO COMEÇA DO ZERO 7. VIVA A LÍNGUA 8. NÃO TRADUZA

Leia mais

Concurso Literário. O amor

Concurso Literário. O amor Concurso Literário O Amor foi o tema do Concurso Literário da Escola Nova do segundo semestre. Durante o período do Concurso, o tema foi discutido em sala e trabalhado principalmente nas aulas de Língua

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR Marcha Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe me disse Que é

Leia mais

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar 1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar nosso amor 4. Porque a gente discute nossos problemas

Leia mais

TESTE DE ELENCO COM UMA CENA. Por VINICIUS MOURA

TESTE DE ELENCO COM UMA CENA. Por VINICIUS MOURA TESTE DE ELENCO COM UMA CENA Por VINICIUS MOURA * Embora seja uma cena que contenha dois atores os candidatos serão avaliados individualmente. Os critérios de avaliação se darão a partir da performace

Leia mais

HISTÓRIA DE LINS. - Nossa que cara é essa? Parece que ficou acordada a noite toda? Confessa, ficou no face a noite inteira?

HISTÓRIA DE LINS. - Nossa que cara é essa? Parece que ficou acordada a noite toda? Confessa, ficou no face a noite inteira? HISTÓRIA DE LINS EE PROF.PE. EDUARDO R. de CARVALHO Alunos: Maria Luana Lino da Silva Rafaela Alves de Almeida Estefanny Mayra S. Pereira Agnes K. Bernardes História 1 Unidas Venceremos É a história de

Leia mais

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão Jorge Esteves Objectivos 1. Reconhecer que Jesus se identifica com os irmãos, sobretudo com os mais necessitados (interpretação e embora menos no

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 2 Data: 18/10/2010 Hora: 16h00 Duração: 23:43 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

O dia em que parei de mandar minha filha andar logo

O dia em que parei de mandar minha filha andar logo O dia em que parei de mandar minha filha andar logo Rachel Macy Stafford Quando se está vivendo uma vida distraída, dispersa, cada minuto precisa ser contabilizado. Você sente que precisa estar cumprindo

Leia mais

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Conhece os teus Direitos A caminho da tua Casa de Acolhimento Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Dados Pessoais Nome: Apelido: Morada: Localidade: Código Postal - Telefone: Telemóvel: E

Leia mais

CD: Ao Sentir. Alencastro e Patrícia. 1- Ao Sentir Jairinho. Ao sentir o mundo ao meu redor. Nada vi que pudesse ser real

CD: Ao Sentir. Alencastro e Patrícia. 1- Ao Sentir Jairinho. Ao sentir o mundo ao meu redor. Nada vi que pudesse ser real Alencastro e Patrícia CD: Ao Sentir 1- Ao Sentir Jairinho Ao sentir o mundo ao meu redor Nada vi que pudesse ser real Percebi que todos buscam paz porém em vão Pois naquilo que procuram, não há solução,

Leia mais

MALDITO. de Kelly Furlanetto Soares. Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012.

MALDITO. de Kelly Furlanetto Soares. Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012. MALDITO de Kelly Furlanetto Soares Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012. 1 Em uma praça ao lado de uma universidade está sentado um pai a

Leia mais

Geração Graças Peça: Os Cofrinhos

Geração Graças Peça: Os Cofrinhos Geração Graças Peça: Os Cofrinhos Autora: Tell Aragão Personagens: Voz - não aparece mendigo/pessoa Nervosa/Ladrão faz os três personagens Menina 1 Menina 2 Voz: Era uma vez, duas irmãs que ganharam dois

Leia mais

noite e dia marconne sousa

noite e dia marconne sousa noite e dia marconne sousa Mais uma noite na terra a terra é um lugar tão solitário cheio de pessoas, nada mais onde se esconderam os sentimentos? um dedo que aponta um dedo que desaponta um dedo que entra

Leia mais

O que procuramos está sempre à nossa espera, à porta do acreditar. Não compreendemos muitos aspectos fundamentais do amor.

O que procuramos está sempre à nossa espera, à porta do acreditar. Não compreendemos muitos aspectos fundamentais do amor. Capítulo 2 Ela representa um desafio. O simbolismo existe nas imagens coloridas. As pessoas apaixonam-se e desapaixonam-se. Vão onde os corações se abrem. É previsível. Mereces um lugar no meu baloiço.

Leia mais

Palavras do autor. Escrever para jovens é uma grande alegria e, por que não dizer, uma gostosa aventura.

Palavras do autor. Escrever para jovens é uma grande alegria e, por que não dizer, uma gostosa aventura. Palavras do autor Escrever para jovens é uma grande alegria e, por que não dizer, uma gostosa aventura. Durante três anos, tornei-me um leitor voraz de histórias juvenis da literatura nacional, mergulhei

Leia mais

COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA São José do Rio Preto MÚSICAS PARA A MISSA DO DIA DOS PAIS 07 DE AGOSTO DE 2008

COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA São José do Rio Preto MÚSICAS PARA A MISSA DO DIA DOS PAIS 07 DE AGOSTO DE 2008 COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA São José do Rio Preto MÚSICAS PARA A MISSA DO DIA DOS PAIS 07 DE AGOSTO DE 2008 1. ENTRADA (Deixa a luz do céu entrar) Tu anseias, eu bem sei, por salvação,

Leia mais

ALENCASTRO E PATRICIA CD: NOSSO ENCONTRO. 1 - Nosso encontro - Sérgio Lopes. 2- Família - Twila Paris Versão: Aline Barros e Ronaldo Barros

ALENCASTRO E PATRICIA CD: NOSSO ENCONTRO. 1 - Nosso encontro - Sérgio Lopes. 2- Família - Twila Paris Versão: Aline Barros e Ronaldo Barros ALENCASTRO E PATRICIA CD: NOSSO ENCONTRO 1 - Nosso encontro - Sérgio Lopes Me traz em tuas mãos o teu amor Eu trago em minhas mãos o meu amor E faz do teu abraço o meu abrigo Meu coração te ama e chama

Leia mais

Areias 19 de Janeiro de 2005. Querida Mãezita

Areias 19 de Janeiro de 2005. Querida Mãezita Areias 19 de Janeiro de 2005 Querida Mãezita Escrevo-te esta carta para te dizer o quanto gosto de ti. Sem ti, eu não teria nascido, sem ti eu não seria ninguém. Mãe, adoro- -te. Tu és muito importante

Leia mais

Mensagem: Fé provada. Por David Keeling.

Mensagem: Fé provada. Por David Keeling. Mensagem: Fé provada. Por David Keeling. Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renunciese a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; Porque aquele que quiser salvar

Leia mais

L0NGE, atrás em monte, sol cair e céu ficar em fogo. Fraco, Eu

L0NGE, atrás em monte, sol cair e céu ficar em fogo. Fraco, Eu 5 L0NGE, atrás em monte, sol cair e céu ficar em fogo. Fraco, Eu subir monte, pés d Eu molhados em erva fria. Não haver erva em cima em monte. Só haver terra, em volta, monte como cabeça de homem sem cabelo.

Leia mais

Tudo tem um tempo. Uma hora para nascer e uma hora para morrer.

Tudo tem um tempo. Uma hora para nascer e uma hora para morrer. CAPITULO 3 Ele não é o Homem que eu pensei que era. Ele é como é. Não se julga um Homem pela sua aparência.. Tudo tem um tempo. Uma hora para nascer e uma hora para morrer. Eu costumava saber como encontrar

Leia mais

Álbum: O caminho é o Céu

Álbum: O caminho é o Céu Álbum: O caminho é o Céu ETERNA ADORAÇÃO Não há outro Deus que seja digno como tu. Não há, nem haverá outro Deus como tu. Pra te adorar, te exaltar foi que eu nasci, Senhor! Pra te adorar, te exaltar foi

Leia mais

Músicas Para Casamento

Músicas Para Casamento Músicas Para Casamento 01. Você e Eu - Eliana Ribeiro 7M 7M C#m7 F#7/5+ F#7 Bm7 Quero estar com você, / Lembrar de cada momento bom; C#m7 m7 C#m7 #m7 Em7 7/9 Reviver a nossa história, nosso amor. 7M #m7/5-

Leia mais

Memórias de um Vendaval

Memórias de um Vendaval 3 4 Memórias de um Vendaval 5 6 Carlos Laet Gonçalves de Oliveira MEMÓRIAS DE UM VENDAVAL 1ª Edição PerSe São Paulo - SP 2012 7 Copyright 2011, Carlos Laet Gonçalves de Oliveira Capa: O Autor 1ª Edição

Leia mais

Consternação. Beija-me mais uma vez. Tudo e nada Eu quero Um dilema Em que vivo!

Consternação. Beija-me mais uma vez. Tudo e nada Eu quero Um dilema Em que vivo! Amor perfeito À noite, o mar desponta Nos teus olhos doces No teu corpo, O doce brilho do luar Mexe a brisa Em teus cabelos negros E nessas mãos Tão cheias de carinho Encontro esse amor perfeito Que tens

Leia mais

ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA LUZ E AMOR

ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA LUZ E AMOR PSICÓGRAFA A Sessão de 25-01-07 Em nome de Jesus, aqui vim. Em todos nós há algo que nos modifica interiormente, qual seja a convicção da verdade! Mas nem sempre conseguimos pôr para fora nossa verdade

Leia mais

Tradução da Carta: Dor de Mãe

Tradução da Carta: Dor de Mãe Carta Dor de Mãe Esta carta consta no livro de registro, possivelmente escrito por uma mãe ao deixar seu filho na Roda dos Expostos. Datado de 21 de Maio de 1922. Tradução da Carta: 21 05 1922 Dor de Mãe

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

O Menino do futuro. Dhiogo José Caetano Uruana, Goiás Início da história

O Menino do futuro. Dhiogo José Caetano Uruana, Goiás Início da história O Menino do futuro Dhiogo José Caetano Uruana, Goiás Início da história Tudo começa em uma cidade pequena do interior de Goiás, com o nome de Uruana. Havia um garoto chamado Dhiogo San Diego, um pequeno

Leia mais

CANTOS DO FOLHETO O DOMINGO

CANTOS DO FOLHETO O DOMINGO CANTOS DO FOLHETO O DOMINGO 1. UM POUCO ALÉM DO PRESENTE (10º DOMINGO) 1. Um pouco além do presente, Alegre, o futuro anuncia A fuga das sombras da noite, A luz de um bem novo dia. REFRÃO: Venha teu reino,

Leia mais

O Conselho da Europa é uma organização internacional com 47 países membros. O seu trabalho afecta a vida de 150 milhões de crianças e jovens.

O Conselho da Europa é uma organização internacional com 47 países membros. O seu trabalho afecta a vida de 150 milhões de crianças e jovens. Os Serviços de Saúde Amigos das Crianças Crianças e Jovens: digam-nos o que pensam! O Conselho da Europa é uma organização internacional com 47 países membros. O seu trabalho afecta a vida de 150 milhões

Leia mais

Escola EB1 de Brunheiras

Escola EB1 de Brunheiras Escola EB1 de Brunheiras O dia dos namorados Era uma vez uma princesa chamada Francesca que estava apaixonada pelo príncipe Marco. Um dia o príncipe foi salvar a Francesca que estava presa na torre do

Leia mais

O Tomás, que não acreditava no Pai Natal

O Tomás, que não acreditava no Pai Natal O Tomás, que não acreditava no Pai Natal Era uma vez um menino que não acreditava no Pai Natal e fazia troça de todos os outros meninos da escola, e dos irmãos e dos primos, e de qualquer pessoa que dissesse

Leia mais

PEÇA DE TEATRO A equipa das REEE

PEÇA DE TEATRO A equipa das REEE PEÇA DE TEATRO A equipa das REEE Personagens: - Capitão Fluxo - Depositrão - Grandão - Fresquinho - Antenas - Vapores - Luzinhas CENA 1- Personagens: Capitão Fluxo, Depositrão Cenário: no espaço. O Capitão

Leia mais

Usa As Minhas Mãos. Intro: C9 G/B Bb/Eb D. Sei que queres tocar cada um que se abrir D/F# C/E D G Sei que queres agir com poder neste lugar

Usa As Minhas Mãos. Intro: C9 G/B Bb/Eb D. Sei que queres tocar cada um que se abrir D/F# C/E D G Sei que queres agir com poder neste lugar Usa As Minhas Mãos Intro: C9 G/B Bb/Eb D G C/G Sei que queres tocar cada um que se abrir D/F# C/E D G Sei que queres agir com poder neste lugar G Am Sei que queres curar cada coração aqui D Am G/B C E

Leia mais

Entrevista com Aires Alves

Entrevista com Aires Alves 1 Entrevista com Aires Alves Hélder Bértolo (Professor da Faculdade de Medicina de Lisboa) e Maria Lúcia Batezat Duarte Transcrição: Maria Lúcia Batezat Duarte 1 38 anos técnico de computador - cego congênito

Leia mais

Amar Dói. Livro De Poesia

Amar Dói. Livro De Poesia Amar Dói Livro De Poesia 1 Dedicatória Para a minha ex-professora de português, Lúcia. 2 Uma Carta Para Lúcia Querida professora, o tempo passou, mas meus sonhos não morreram. Você foi uma pessoa muito

Leia mais

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa Olhando as peças Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse 3 a 6 anos Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa História Bíblica: Gênesis 41-47:12 A história de José continua com ele saindo da prisão

Leia mais

A Última Carta. Sempre achamos que haverá mais tempo. E aí ele acaba. (The Walking Dead)

A Última Carta. Sempre achamos que haverá mais tempo. E aí ele acaba. (The Walking Dead) A Última Carta Sempre achamos que haverá mais tempo. E aí ele acaba. (The Walking Dead) E la foi a melhor coisa que já me aconteceu, não quero sentir falta disso. Desse momento. Dela. Ela é a única que

Leia mais

I ANTOLOGIA DE POETAS LUSÓFONOS. Fantasias

I ANTOLOGIA DE POETAS LUSÓFONOS. Fantasias Fantasias Acordar dos sonhos, Se é que se chama sonho. Pois, nas noites de insônia tudo é verdadeiro, Na tortura, na incerteza Uma fantasia dentro de um veleiro. Sonhos na madrugada nevando, A loucura

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

Uma história de amor. Elisa Tiegs Gnewuch

Uma história de amor. Elisa Tiegs Gnewuch Uma história de amor Elisa Tiegs Gnewuch Capa TSA - sobre arquivo livre do banco de imagens Morguille (morguefile.com) Todos os direitos desta obra são exclusivos da autora. As mais lindas palavras de

Leia mais

CONVITE. Falecido em 2012, Manuel António Pina deixou uma obra singular, no campo da poesia, da crónica, da literatura infanto-juvenil e do teatro.

CONVITE. Falecido em 2012, Manuel António Pina deixou uma obra singular, no campo da poesia, da crónica, da literatura infanto-juvenil e do teatro. Dando continuidade a projetos anteriores, o Museu Nacional da Imprensa está a preparar várias iniciativas para assinalar o 71.º aniversário do nascimento (18.nov.1943) do jornalista e escritor Manuel António

Leia mais

Diálogo de Lama Lhundrup com os pacientes a um Hospital em Brasília (2005)

Diálogo de Lama Lhundrup com os pacientes a um Hospital em Brasília (2005) Diálogo de Lama Lhundrup com os pacientes a um Hospital em Brasília (2005) Lhundrup: Sou um monge budista. Estou muito contente em encontrar vocês. Vocês já encontraram um monge budista antes? Uma paciente:

Leia mais

E alegre se fez triste

E alegre se fez triste Manuel Alegre Manuel Alegre nasceu em 1936 e estudou na Faculdade de Direito de Coimbra, onde participou activamente nas lutas académicas. Cumpriu o serviço militar na guerra colonial em Angola. Nessa

Leia mais

ÇÃO Chico Buarque DORME A CIDADE RESTA UM CORAÇÃO MISTERIOSO FAZ UMA ILUSÃO SOLETRA UM VERSO LARGA MELODIA SINGELAMENTE DOLOROSAMENTE

ÇÃO Chico Buarque DORME A CIDADE RESTA UM CORAÇÃO MISTERIOSO FAZ UMA ILUSÃO SOLETRA UM VERSO LARGA MELODIA SINGELAMENTE DOLOROSAMENTE DOCE A MÚSICA SILENCIOSA LARGA MEU PEITO SOLTA-SE NO ESPAÇO FAZ-SE CERTEZA MINHA CANÇÃO RESTIA DE LUZ ONDE DORME O MEU IRMÃO... DORME A CIDADE RESTA UM CORAÇÃO MISTERIOSO FAZ UMA ILUSÃO SOLETRA UM VERSO

Leia mais

SAMUEL, O PROFETA Lição 54. 1. Objetivos: Ensinar que Deus quer que nós falemos a verdade, mesmo quando não é fácil.

SAMUEL, O PROFETA Lição 54. 1. Objetivos: Ensinar que Deus quer que nós falemos a verdade, mesmo quando não é fácil. SAMUEL, O PROFETA Lição 54 1 1. Objetivos: Ensinar que Deus quer que nós falemos a verdade, mesmo quando não é fácil. 2. Lição Bíblica: 1 Samuel 1 a 3 (Base bíblica para a história o professor) Versículo

Leia mais

SARAMAU. Carolina Pereira Rodrigues e Milena da Silva

SARAMAU. Carolina Pereira Rodrigues e Milena da Silva SARAMAU Carolina Pereira Rodrigues e Milena da Silva CENA 1 Saramau entra no palco leve e com um ar de alegria e paz. ela acaba de compreender que ama de verdade José o seu marido. Ela entra chamando pelo

Leia mais

CD UM NOVO DIA. Um Novo Dia Autor: Paulo Cezar

CD UM NOVO DIA. Um Novo Dia Autor: Paulo Cezar CD UM NOVO DIA Um Novo Dia Autor: Paulo Cezar Quantos momentos da vida. Me fazem ver. O que aqui dentro existe. Ouvi dizer. Luto pra conseguir, corro só pra fugir, faço o que posso, mas já não sou vencedor,

Leia mais

Coaching para pessoas disponíveis, ambos

Coaching para pessoas disponíveis, ambos Nota da Autora 1001 maneiras de ser Feliz, é o meu terceiro livro. Escrevi Coaching para mães disponíveis e Coaching para pessoas disponíveis, ambos gratuitos e disponíveis no site do Emotional Coaching.

Leia mais

O valor do silêncio na vida do cristão

O valor do silêncio na vida do cristão O valor do silêncio na vida do cristão Salve Maria! Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Em nosso blog, temos muitas palavras de profecia sobre o silêncio. E, por Providência Divina, encontramos um

Leia mais

DIAS DE DRILANE PREFÁCIO: LÁGRIMAS DE CRISTAL

DIAS DE DRILANE PREFÁCIO: LÁGRIMAS DE CRISTAL GILSON SANTOS DIAS DE DRILANE PREFÁCIO: LÁGRIMAS DE CRISTAL "Colherei as lágrimas que caírem dos teus olhos, pois, ao emanarem de ti, transformam-se em cristais, tão delicados, que os unirei, num colar

Leia mais

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno.

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno. Meu lugar,minha história. Cena 01- Exterior- Na rua /Dia Eduardo desce do ônibus com sua mala. Vai em direção a Rose que está parada. Olá, meu nome é Rose sou a guia o ajudara no seu projeto de história.

Leia mais

HISTÓRIA DE SÃO PAULO. Alunos: Tatiana Santos Ferreira, Joyce Cruvello Barroso, Jennifer Cristine Silva Torres dos Santos, Sabrina Cruz. 8ª série.

HISTÓRIA DE SÃO PAULO. Alunos: Tatiana Santos Ferreira, Joyce Cruvello Barroso, Jennifer Cristine Silva Torres dos Santos, Sabrina Cruz. 8ª série. EE Bento Pereira da Rocha HISTÓRIA DE SÃO PAULO Alunos: Tatiana Santos Ferreira, Joyce Cruvello Barroso, Jennifer Cristine Silva Torres dos Santos, Sabrina Cruz. 8ª série. História 1 CENA1 Mônica chega

Leia mais

R U I P E D R O R E I S

R U I P E D R O R E I S Quem: Rui Pedro Reis Idade: 30 anos Pretexto: É coordenador da SIC Notícias e editor do programa Música do Mundo Outros trabalhos: Foi uma das figuras de uma rádio nacional Imagem: Fanático pelos media

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento

Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento Paróquia de Calheiros, 1 e 2 de Março de 2008 Orientadas por: Luís Baeta CÂNTICOS E ORAÇÕES CÂNTICOS CRISTO VIVE EM MIM Cristo vive em mim, que

Leia mais

Gostava de redacções, como gostava! Dos seis filhos da família Santos apenas ele e a Nazaré (que andava no 9. ano) gostavam de escrever; de resto

Gostava de redacções, como gostava! Dos seis filhos da família Santos apenas ele e a Nazaré (que andava no 9. ano) gostavam de escrever; de resto 1 Gostava de redacções, como gostava! Dos seis filhos da família Santos apenas ele e a Nazaré (que andava no 9. ano) gostavam de escrever; de resto eram também os únicos que passavam horas a ler, nos tempos

Leia mais

www.aciportugal.org ESTOU NESTE MUNDO COMO NUM GRANDE TEMPLO Santa Rafaela Maria

www.aciportugal.org ESTOU NESTE MUNDO COMO NUM GRANDE TEMPLO Santa Rafaela Maria www.aciportugal.org ESTOU NESTE MUNDO COMO NUM GRANDE TEMPLO Santa Rafaela Maria 2 www.aciportugal.org 11 ORAÇÃO FINAL Senhor Jesus Cristo, hoje sentimos a Tua paixão por cada um de nós e pelo mundo. O

Leia mais

Atividades Lição 5 ESCOLA É LUGAR DE APRENDER

Atividades Lição 5 ESCOLA É LUGAR DE APRENDER Atividades Lição 5 NOME: N º : CLASSE: ESCOLA É LUGAR DE APRENDER 1. CANTE A MÚSICA, IDENTIFICANDO AS PALAVRAS. A PALAVRA PIRULITO APARECE DUAS VEZES. ONDE ESTÃO? PINTE-AS.. PIRULITO QUE BATE BATE PIRULITO

Leia mais

Ficar velho é obrigatório, crescer é opcional.

Ficar velho é obrigatório, crescer é opcional. Ficar velho é obrigatório, crescer é opcional. No primeiro dia de aula nosso professor se apresentou aos alunos, e nos desafiou a que nos apresentássemos a alguém que não conhecêssemos ainda. Eu fiquei

Leia mais

SEU GUIA DEFINITIVO PARA PLANEJAR E EXECUTAR DE UMA VEZ POR TODAS SEU SONHO ENGAVETADO

SEU GUIA DEFINITIVO PARA PLANEJAR E EXECUTAR DE UMA VEZ POR TODAS SEU SONHO ENGAVETADO FAÇA ACONTECER AGORA MISSÃO ESPECIAL SEU GUIA DEFINITIVO PARA PLANEJAR E EXECUTAR DE UMA VEZ POR TODAS SEU SONHO ENGAVETADO RENATA WERNER COACHING PARA MULHERES Página 1 Q ue Maravilha Começar algo novo

Leia mais

CIFRAS - CUKA FRESCA

CIFRAS - CUKA FRESCA INTRODUÇÃO: D9 A/C# Bm7/11 G7+ D9 A/C# G7+ G/A A/C# CIFRAS - CUKA FRESCA EU VOU TE AMAR Bm7/11 G7+ G/A A/C# QUANDO SENTIR TRISTEZA E NÃO PUDER TE ACALMAR Bm7/11 G7+ G/A QUANDO HOUVER UM VAZIO QUE NÃO POSSA

Leia mais

Como você pode se livrar da Depressão, Surpreenda-se! SUMÁRIO

Como você pode se livrar da Depressão, Surpreenda-se! SUMÁRIO 1 SUMÁRIO A História... 2 Vários pensamentos... 2 Ódio... 2 Pena de MIM... 3 Sem controle sobre a minha mente... 4 Tristeza Profunda... 4 Falta de compreensão... 5 A cura... 6 Basta este dia... 8 Um novo

Leia mais

claudia houdelier - maternidade maternidade

claudia houdelier - maternidade maternidade claudia houdelier - maternidade maternidade dedicatória para alexandre, meu único filho. de fora para dentro Tudo começa no ventre materno com certeza, a nossa história começa aqui. Uma história de uma

Leia mais

TALVEZ TE ENCONTRE AO ENCONTRAR-TE

TALVEZ TE ENCONTRE AO ENCONTRAR-TE TALVEZ TE ENCONTRE Vivaldo Terres Itajaí /SC Talvez algum dia eu te encontre querida Para renovarmos momentos felizes, Já que o nosso passado foi um passado lindo, Tão lindo que não posso esquecer Anseio

Leia mais

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Apresentaremos 4 lições, que mostram algum personagem Bíblico, onde as ações praticadas ao longo de sua trajetória abençoaram a vida de muitas

Leia mais

Do Livro do Desassossego - Bernardo Soares

Do Livro do Desassossego - Bernardo Soares Do Livro do Desassossego - Bernardo Soares Bernardo Soares (heterônimo de Fernando Pessoa) 1. "O coração, se pudesse pensar, pararia." "Considero a vida uma estalagem onde tenho que me demorar até que

Leia mais

Depressão na Gravidez

Depressão na Gravidez De Depressão na Gravidez Um relato de uma mulher com Depressão na Gravidez O E-mail enviado por Gabriela, uma mulher que teve depressão durante a Gravidez e as respostas de apoio e ajudar à essa mulher.

Leia mais

SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!...

SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!... SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!...) A cada manhã 71 (A cada manhã as misericórdias se renovam...)

Leia mais

É POSSÍVEL CONVIVER COM UM LOBO? Pr. Bullón. www.sisac.org.br

É POSSÍVEL CONVIVER COM UM LOBO? Pr. Bullón. www.sisac.org.br É POSSÍVEL CONVIVER COM UM LOBO? Pr. Bullón www.sisac.org.br "No capítulo 7 da epístola aos Romanos, encontramos o grito desesperado de um homem que não conseguia viver à altura dos princípios que conhecia.

Leia mais

MULHER SOLTEIRA. Marcos O BILAU

MULHER SOLTEIRA. Marcos O BILAU MULHER SOLTEIRA REFRÃO: Ei, quem tá aí Se tem mulher solteira dá um grito que eu quero ouvir Ei, quem tá aí Se tem mulher solteira dá um grito que eu quero ouvir (Essa música foi feita só prás mulheres

Leia mais

DOMINGO V DA QUARESMA

DOMINGO V DA QUARESMA DOMINGO V DA QUARESMA LEITURA I Ez 37, 12-14 «Infundirei em vós o meu espírito e revivereis» Leitura da Profecia de Ezequiel Assim fala o Senhor Deus: «Vou abrir os vossos túmulos e deles vos farei ressuscitar,

Leia mais

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade.

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade. A Palavra de Deus 2 Timóteo 3:16-17 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso

Leia mais

CANTOS - Novena de Natal

CANTOS - Novena de Natal 1 1 - Refrão Meditativo (Ritmo: Toada) D A7 D % G Em A7 % Onde reina o amor, frater---no amor. D A7 D % G A7 D Onde reina o amor, Deus aí está! 2 - Deus Trino (Ritmo: Balada) G % % C Em nome do Pai / Em

Leia mais