Redução de Peso em Veículos Comerciais A Contribuição dos Aços de Alta Resistência Micro ligados ao Nióbio - Conceitos e Estudo de Caso

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Redução de Peso em Veículos Comerciais A Contribuição dos Aços de Alta Resistência Micro ligados ao Nióbio - Conceitos e Estudo de Caso"

Transcrição

1 Redução de Peso em Veículos Comerciais A Contribuição dos Aços de Alta Resistência Micro ligados ao Nióbio - Conceitos e Estudo de Caso ED JUAREZ MENDES TAISS Engenheiro Metalurgista, Pós Graduação em Administração Financeira, Especialização em Marketing Industrial, MBA em Gestão Empresarial e MBA em Comercio Exterior e Negócios Internacionais, Consultor da CBMM.

2 Uma Visão Geral da CBMM - Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração

3 Visão Geral da CBMM Entrada da Mina e Unidade Industrial em ARAXÁ - MG

4 Visão Geral da CBMM Vista da Área da Mineração

5 Visão Geral da CBMM Área de Industrial

6 Visão Geral da CBMM Fluxo de Produção

7 Aplicações do Nióbio Propriedades Superiores em Diversos Segmentos

8 Aços Avançados de Alta Resistência e o Atendimento às Legislações de Segurança Veicular

9 Regulamentações sobre Emissões Ações Globais 280 CO 2 equivalent g/km converted to NEDC test cycle 260 California Japan United States Canada Australia China Europe Source: 9

10 Legislação sobre Emissões Veiculares Brasil Situação atual e Perspectivas. Veículos Leves Atualmente, os carros brasileiros emitem, em média, 171 gramas de CO2 por quilômetro, número que pelas diretrizes do decreto deverá cair para 130 gramas até A variação representa queda de 24%. Estudos do governo avaliam que já há tecnologia disponível para atingir esse objetivo em menos de 01(um) ano antes do prazo. Norma em analise pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Para Veículos Comerciais a Anfavea apresentou 02(dois) Projetos ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Programa Nacional de Renovação de Frota de Comerciais. Em conjunto com as principais entidades envolvidas com o transporte rodoviário de carga apresentaram o projeto fundamentado em promover segurança e redução das emissões. Projeto Novas Tecnologias de Propulsão para Veículos Pesados O Projeto de novas tecnologias de propulsão para veículos pesados pretende promover a utilização de novas tecnologias, fomentar a pesquisa e o desenvolvimento.

11 Structure* (kg) BIW (Kg) Ações de Redução de Peso Veículos de Passeio Structure Weight BIW Wt. vs. vs. Gross GVWVehicle Weight '01 - '03 Steel BIW ULSAB-AVC Aluminum BIW '04 - '08 Steel BIW Top 10 Steel BIW EU Super Light Car Linear ('01 - '03 Steel BIW) Linear (ULSAB-AVC) Linear (Top 10 Steel BIW) EU SLC(Super Light Car) - Multi Materials 37% Weight Reduction 112% Cost Increase GVW (Kg) * Body structure w/o closures + IP Beam + Engine Cradle Source: Shaw, J., U.S Steel, Great Designs in Steel, May 2009, 11 '01 - ULSA Alum '04 - Top 1 EU Su Linea Linea Linea

12 FSV Future Steel Vehicle Ciclo de Vida Total de Emissões 12

13 Ligth Weight Materials na Construção de Automotiva Das tecnologias aplicadas para melhorar a segurança veicular e/ou reduzir o consumo de combustível e de emissões somente a utilização de Light Weight Materials não impactam parcialmente os ganhos obtidos. Potencial de Redução de Peso Outras tecnologias como Air Bags e Freios ABS promovem segurança, entretanto agregam peso e consequente exigem maior energia para o deslocamento. Motores Euro 5 para caminhões e/ou aproveitamento de energia da frenagem promovem redução de emissões, mas em contrapartida aumentam o peso e por consequência redução da carga útil e aumento parcial do consumo e de emissões. Dos materiais considerados Light Weigth Materials destacam-se os aços de alta resistência, que além de permitirem a redução de peso e consequente de redução de consumo e de emissões, promovem melhoria da segurança veicular e da rigidez estrutural refletindo na melhoria da dirigibilidade e durabilidade.

14 Utilização de Aços de Alta Resistência Aplicação em Chassis de Veículos Comerciais -22,6%

15 Utilização de Aços de Alta Resistência EuroCarBody 2013

16 Aços Laminados a Quente Graus e Potencial de Redução de Custo

17 Aços Avançados de Alta Resistência Micro ligados ao Nióbio - Conceitos e Aplicações

18 Aços na Construção Automotiva Moderna L-IP TWIP Utilização atualmente no Brasil M- TRIP Martensite based TRIP SB TRIP Super Bainite TRIP DP High Si Trip Concept Al 18

19 Efeito do Nióbio no Aços de Alta Resistencia O Nióbio tem capacidade de promover maior resistência nos aços ao Carbono através de mecanismos de endurecimento por Solução Sólida, Precipitação de Carbonitretos (C-N-Nb ) e Refino de Grão. O Nióbio promove microestrutura fina e homogênea. O Refinamento de grão é o único mecanismo que aumenta a resistência mecânica e a tenacidade(resistência ao Impacto) mesmo a baixas temperaturas. Em função destas propriedades o Nióbio é largamente utilizado como micro liga(<0,10%) na grande maioria dos aços de alta resistência Laminados a Quente e Laminados a Frio e/ou Galvanizados. A utilização do Nióbio nos aços permite a redução de elementos como C e Mn promovendo um impacto positivo na soldabilidade e comformabilidade. A utilização de aços de maior resistência torna possível reduzir a espessura dos componentes estruturais, reduzindo consequentemente o peso na mesma proporção. A redução do peso de qualquer elemento estrutural tem impacto positivo na redução de custo e melhoraria o ciclo de vida (LCA). A utilização em veículos de qualquer natureza promovem redução de consumo e de emissões, independente do sistema propulsão, e em veículos comerciais permitem ainda aumentar a carga transportada.

20 Aços de Alta Resistencia Evolução e o Efeito do Nióbio

21 Aços de Alta Resistencia Laminados a Quente Evolução e o Efeito do Nióbio Em Aços laminados a Frio e Revestidos o Nióbio promove refinamento de grão e uma estrutura homogênea, com impactos positivos nas propriedades mecânicas do aço, em especial nas propriedades de expansão de furo e flangeamento, bem como na Resistência a Delay Craks.

22 Estudo de Caso: Utilização de Aço de Alta Resistência, Micro ligado ao Nb, em Caçambas para Transporte de Minério na Mina da CBMM em Araxá

23 Redução de Peso em Veículos Comerciais Estudo de Caso Dumper Truck Projeto: Substituição de aços convencionais de baixa resistência por de aço de alta resistência micro ligados ao Nióbio em caçambas para transporte de minério na Usina da CBMM em Araxá Reduzir o peso das caçambas elevando, proporcionalmente, a capacidade de transporte de carga; Reduzir o custo de transporte ; Reduzir dos custos de manutenção Aumento da disponibilidade física dos caminhões Reduzir consumo de Combustível e Consequentemente de Emissões INOVAR RESPEITAR COMPETIR

24 Estudo de Caso Dumper Truck Dados Operacionais Quantidade Transportada/ano: Minério: 8 M ton Estéreo : 4 M ton Número de Viagens/ano: Frota de Caminhões : 13 unidades Distância Média de Transporte: 1 km Disponibilidade Física Atual dos Caminhões: 92% ( com as antigas caçambas) Consumo de combustível anual: litros INOVAR RESPEITAR COMPETIR

25 Redução de Peso em Veículos Comerciais Características do Veículo Atual(Antigo) Caçamba confeccionada para Caminhão 8X4 MBB Padrão de Fabricação: Meia Cana Volume: 20 m³ Peso real: Kg. Fabricante: Rossetti Caixa de Carga Fundo de espessura 3/8 (9.52mm); Laterais de espessura 1/4 (6.35mm). Construída em aço 350 MPa (Limite Escoamento) Obs. Perfis de acabamento lateral em aço ASTM A-36. Quadro Inferior Longarinas de espessura 5/16 (8.00mm), dobradas em perfil U ; Travessas espessura 3/16 (4.75mm), dobradas em perfil U ; Articulação da caixa: espessura 3/8 (9.52mm); Construído Basicamente em aço ASTM A-36 e alguns componentes em Aços de Média Resistencia. INOVAR RESPEITAR COMPETIR

26 Estudo de Caso Dumper Truck Melhorias a serem Realizadas (5)Deformação nas chapas de aço da caixa de carga Devido o impacto provocado pelo minério provocando deformação gerando desprendimento do revestimento (1)Trinca nos Braços da Corrente Fadiga no braço, consequência o desalinhamento da tampa (4) Trinca na saia da Caixa de Carga Concentração de tensão mecânica (2) Trinca no sobre-chassis Concentração de tensão mecânica (3) Quebra das Talas de fixação fragilidade Fixação do sobre chassi com o chassi INOVAR RESPEITAR COMPETIR

27 Redução de Peso em Veículos Comerciais Estudo de Caso Dumper Truck (Novo) Dados do Equipamento: Caçamba para Caminhão 8X4 MBB ACTROS Tipo: Meia Cana Volume: 20 m³ Peso: Kg. Caixa de Carga: Fundo de espessura 6mm, WEAR Steel 450 HB Laterais de espessura 4mm, WEAR Steel 400 HB Obs. Perfis de acabamento lateral em aço Estrutural 700 MPa de limite de Escoamento. Sem coluna adicional Quadro Inferior: Longarinas de espessura 8.00mm, dobradas em Perfil U. Aços Estrutural de 700 MPa de Limite de Escoamento Travessas espessura 3/16 (4.75mm), dobradas em perfil U. Aços Estrutural de 700 MPa de Limite de Escoamento INOVAR RESPEITAR COMPETIR

28 Redução de Peso em Veículos Comerciais Estudo de Caso Dumper Truck (Novo) Aço Resistente a Abrasão Classe 450 HB 1 - Fundo em Esp= 6,35mm 2 - Laterais Esp=4,0mm Aços Estrutural Classe 700 MPa de Limite de Escoamento 1 - Perfil lateral Esp = 4.75mm 2 Coluna traseira Esp = 8mm 3 Fechamento Esp = 4.75mm 4 Perfil da Articulação Esp = 6.35mm 5 Base do perfil Esp = 8mm 6 - Travessa Traseira Esp = 8mm

29 Redução de Peso em Veículos Comerciais Estudo de Caso Dumper Truck (Novo) Aços Estrutural Classe 700 MPa de Limite de Escoamento Longarina Longitudinal Espessuara 8 mm Reforços Espessura 6.3 mm Travessas Transversais t 4.75 mm e 9.5 mm Mesmo Design Sobre Chssis do Caminhão Dispositivos e fixações redesenhados objetivando maior resistente à fadiga Aços Resistente ao Desgaste Classe 400 HB 1 Chapa do Fechamento - Esp = 4mm Aço Estrutural Classe 700 MPa de Limite de Escoamento 2 Coluna do Fechamento - Esp = 4.75mm 3 Travessa do Fechamento - Esp = 6.35mm 4 Coluna maior do Fechamento - Esp = 6.35mm

30 Redução de Peso em Veículos Comerciais Estudo de Caso Dumper Truck (Novo) Talas de fixação do sobre chassis com geometria adequada para auxiliar na execução da solda evitando que a mesma não seja realizada no raio de dobra da longarina. Paralamas parafusado Eliminar soldas excessivas nos materiais de alta resistência. Caixa de carga sem a necessidade de colunas adicionais. Braço para corrente cônico, fabricados em aço estrutural de 700 MPa com reforços internos e externos feitos na longarina do sobre chassis, para evitar trincas e quebras do mesmo.

31 Projeto Redução de Peso em Dumper Truck Considerações Finais

32 Projeto Dumper Car CBMM Resultados Obtidos Actros 4844K/42 + Dumper Rossetti Original Actros 4844K/42 8x Wheel base mm Engine OM501LA, Des V6 435PS Euro3 Emissions. Dumper Results Dumper Rossetti Half pipe Capacity 20m3 Floor Des 9,5mm Side 6,3mm Actros 4844K/45 + Dumper Rossetti Proposal Actros 4844K/45 8x Wheel base mm Engine OM501LA, V6 435PS Des Euro5 / SCR System. After treatment with Arla32 injection and use of catalytic element Dumper + Truck Results Dumper Rossetti - Half pipe - Capacity 20m3 - Floor 6mm Des - Side 4mm 7.426kg 1.956kg kg kg 1.500kg 5.470kg Des Des 356kg 100kg Original Dumper 2010 Proposed Dumper 2013 Dumper Reduction Actros EURO Original Dumper Legislation Requirements Vehicle Improvements Actros EURO Proposed Dumper Payload Improvement INOVAR RESPEITAR COMPETIR

33 Projeto Redução de Peso em Dumper Truck Principais Resultados Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração, CBMM, tem um programa forte e sustentável no desenvolvimento de aços ligados ao Nióbio e suas respectivas aplicações. A CBMM integra totalmente o conceito de sustentabilidade, desenvolvendo soluções que promovam redução das emissões, tanto em sua área industrial como em aplicações de aços de alta resistência em diversos segmentos de mercado. Este Case apresenta um projeto que reduz o peso do caminhão basculante para serviço na mineração CBMM em mais de 25% ou seja kg Este conceito pode ser aplicado em qualquer veículo de transporte. O Projeto promoveu a substituição de Aços Carbono comum e de Media Resistência para aços micro ligados ao Nióbio de Alta Resistência A Redução de peso permitiu uma redução de 3,7% no consumo de combustível e de 3% das emissões de dióxido de carbono. Promoveu Redução de (1 ) % no custo de transporte de min viagens a menos (aumento de produtividade)...3,7% no custo com combustível;...custo de material rodante...paradas para Manutenção. Desde o mês de março a caçamba não apresenta nenhuma trinca. Pay-back inferior a 03 meses. (1) Avaliação nos 1ºs 04 Meses

34 Consideração Finais Projeto Ligth Design em Dumper Trucks promoveveu... Redução no consumo de combustível por caminhão = 600 litros/ano 1 litro de diesel * = 2,61 kg de CO 2 Redução nas emissões de CO 2 - combustível (caminhão/ano) = 1,6 toneladas/ CO 2 /ano Redução das emissões de CO 2 - aço (1 aço t = 1,5 t CO 2 = 2,85 toneladas CO 2 TOTAL das emissões por ano (13 caminhões) = 60 toneladas CO 2 /ano (60 toneladas de CO 2 = 17 Carros de passageiros/ano) Considerando quilometragem do carro 20,000 km por / ano * Fonte: Entretanto... No Brasil veículos leves já incorporam um conteúdo significativo de aços de alta resistência, mesmo de aços AHSS (Advanced High Strength Steel), entretanto para veículos comerciais sua utilização ainda é um potencial a ser explorado, principalmente em carrocerias de caminhões e de ônibus, carretas e em rodas pesadas (1). (1) PROJETO FSV (FUTURE STEEL VELHICLE): UTILIZAÇÃO DE AÇOS AHSS (ADVANCED HIGH STREGTH STEEL) NA CONSTRUÇÃO AUTOMOTIVA DO FUTURO E SUA APLICAÇÃO EM VEÍCULOS COMERCIAIS LEVES E PESADOS Taiss, Ed Juarez Mendes USIMINAS, Marra, Kleiner Marques - USIMINAS &Miyamura, Roberto Takeshi USIMINAS Colloquium de Suspenções de Implementos Rodoviários - SAE Brasil 2012.

35 A CBMM esta empenhada no desenvolvimento de soluções de redução de peso envolvendo veículos comerciais em conjunto com as Siderúrgicas, Autopeças e Montadoras. Muito Obrigado pela Atenção

Aplicação do Conceito Light Design em Veículos Comerciais com a utilização de Aços de Alta Resistência Micro Ligados ao Nióbio

Aplicação do Conceito Light Design em Veículos Comerciais com a utilização de Aços de Alta Resistência Micro Ligados ao Nióbio Aplicação do Conceito Light Design em Veículos Comerciais com a utilização de Aços de Alta Resistência Micro Ligados ao Nióbio ED JUAREZ MENDES TAISS ed.taiss@terra.com.br Engenheiro Metalurgista, Pós

Leia mais

Fator de Desenvolvimento Contramedida Meio

Fator de Desenvolvimento Contramedida Meio Projeto e Desenvolvimento de Carrocerias de Automóveis com maior participação de Aços Avançados de Alta Resistência 1.a Geração Augusto César Lacerda de Oliveira, MSc. CTS Auto - ArcelorMittal l Brasil

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE RODA MICROLIGADA COM NIÓBIO PARA TRANSPORTE HEAVY HAUL. Eng. (MSc) Domingos José Minicucci

DESENVOLVIMENTO DE RODA MICROLIGADA COM NIÓBIO PARA TRANSPORTE HEAVY HAUL. Eng. (MSc) Domingos José Minicucci COM NIÓBIO PARA TRANSPORTE HEAVY HAUL Eng. (MSc) Domingos José Minicucci CONTEÚDO: Evolução da carga por eixo na Austrália Contato roda trilho Especificação AAR para rodas classe D microligadas Nióbio

Leia mais

Automotive Worldwide. S-in motion

Automotive Worldwide. S-in motion Automotive Worldwide S-in motion Steel - Aço Saving weight - Redução de peso Saving costs - Redução de custos Sustentabilidade Segurança Serviço Strength - Rigidez Soluções Sobre a ArcelorMittal A ArcelorMittal

Leia mais

ESTRUTURAS METÁLICAS - UFPR CAPÍTULO 1 AÇOS ESTRUTURAIS

ESTRUTURAS METÁLICAS - UFPR CAPÍTULO 1 AÇOS ESTRUTURAIS ESTRUTURAS METÁLICAS - UFPR CAPÍTULO 1 AÇOS ESTRUTURAIS 1 INDICE CAPÍTULO 1 - AÇOS ESTRUTURAIS...1 1 INTRODUÇÃO - HISTÓRICO... 1 2 CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DAS ESTRUTURAS DE AÇO... 2 3 REFERÊNCIAS NORMATIVAS...

Leia mais

Novos Produtos para enfrentar novos desafios. Evando Mirra de Paula e Silva Universidade Federal de Minas Gerais

Novos Produtos para enfrentar novos desafios. Evando Mirra de Paula e Silva Universidade Federal de Minas Gerais Novos Produtos para enfrentar novos desafios Evando Mirra de Paula e Silva Universidade Federal de Minas Gerais Produtos extensa gama: materiais metálicos (ferrosos e não ferrosos), cerâmicos, compósitos,

Leia mais

Conheça nossa empresa

Conheça nossa empresa Conheça nossa empresa Empresa Damaeq Integridade, Vontade de Superar-se, Satisfação do Cliente. MODELO PANDA 2015 Novo coletor compactador modelo PANDA 2015, com capacidade para 15m³ ou 19m³ de lixo compactado.

Leia mais

CORTE E DOBRA DE CHAPAS

CORTE E DOBRA DE CHAPAS A praticidade, precisão e tecnologia fazem parte do Centro de Serviços da Tuper - um ambiente que disponibiliza equipamentos como a guilhotina hidráulica, especializada em cortes de chapas e prensa dobradeira

Leia mais

Introdução. 1. Generalidades. Para o aço estrutural. Definição

Introdução. 1. Generalidades. Para o aço estrutural. Definição Introdução Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil PGECIV - Mestrado Acadêmico Faculdade de Engenharia FEN/UERJ Disciplina: Tópicos Especiais em Estruturas (Chapa Dobrada) Professor: Luciano Rodrigues

Leia mais

Figura 1- Fabricação de carrocerias de automóveis. Os aços microligados ao nióbio apresentam ótimas propriedades mecânicas e soldabilidade.

Figura 1- Fabricação de carrocerias de automóveis. Os aços microligados ao nióbio apresentam ótimas propriedades mecânicas e soldabilidade. HISTÓRIA DO NIÓBIO O nióbio foi descoberto na Inglaterra em 1801 por Charles Hatchett, que na época o denominou de colúmbio. Posteriormente, o químico alemão Heinrich Rose, pensando haver encontrado um

Leia mais

BERÇO METÁLICO PARA TRANSPORTE DE BOBINAS DE AÇO

BERÇO METÁLICO PARA TRANSPORTE DE BOBINAS DE AÇO BRASIAÇO INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA. BERÇO METÁLICO PARA TRANSPORTE DE BOBINAS DE AÇO APRESENTAÇÃO E ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE PRODUTO JUATUBA, 27 DE FEVEREIRO DE 2015 1. INTRODUÇÃO Localizada na cidade

Leia mais

ASPECTOS TECNOLÓGICOS DOS AÇOS ESTRUTURAIS

ASPECTOS TECNOLÓGICOS DOS AÇOS ESTRUTURAIS Estruturas de aço. Aspectos tecnológicos e de concepção. Prof. Edson Lubas Silva Agradecimento ao Prof. Dr. Valdir Pignatta pelo material cedido ASPECTOS TECNOLÓGICOS DOS AÇOS ESTRUTURAIS 1 O que é o aço?

Leia mais

Aços Longos. Perfis e Barras Linha Estrutural e Serralheria

Aços Longos. Perfis e Barras Linha Estrutural e Serralheria Aços Longos Perfis e Barras Linha Estrutural e Serralheria Perfis e Barras Linha Estrutural e Serralheria Padrão de Qualidade O padrão de qualidade dos produtos ArcelorMittal está presente também na linha

Leia mais

TUDO PARA VOCÊ FAZER UM TRABALHO DE QUALIDADE

TUDO PARA VOCÊ FAZER UM TRABALHO DE QUALIDADE BARRAS E PERFIS AÇO PARA INDÚSTRIA TUDO PARA VOCÊ FAZER UM TRABALHO DE QUALIDADE Ao usar a ampla linha de Barras e Perfis Gerdau, você coloca mais qualidade no seu trabalho. Cada produto foi desenvolvido

Leia mais

Mercedes-Benz BRASIL (caminhões) Depois de tanto falar em cmiões do Brasil,,,,,,,,

Mercedes-Benz BRASIL (caminhões) Depois de tanto falar em cmiões do Brasil,,,,,,,, Depois de tanto falar em cmiões do Brasil,,,,,,,, http://www.mercedistas.com/forum/index.php?topic=2123.0 (1 sur 9) [18/02/2009 22:47:31] Accelo O Mercedinho que toda a cidade quer Os caminhões leves Accelo,

Leia mais

Contran atualiza requisitos para o transporte de cargas siderúrgicas

Contran atualiza requisitos para o transporte de cargas siderúrgicas SEGURANÇA Contran atualiza requisitos para o transporte de cargas siderúrgicas por Neuto Gonçalves dos Reis 1 O Conselho Nacional de Trânsito CONTRAN baixou, em 06/10/08. a Resolução n o 293, alterando

Leia mais

AÇOS ESTRUTURAIS. Fabio Domingos Pannoni, M.Sc., Ph.D. 1

AÇOS ESTRUTURAIS. Fabio Domingos Pannoni, M.Sc., Ph.D. 1 ESTRUTURAIS Fabio Domingos Pannoni, M.Sc., Ph.D. 1 INTRODUÇÃO Dentre os materiais encontrados no nosso dia-a-dia, muitos são reconhecidos como sendo metais, embora, em quase sua totalidade, eles sejam,

Leia mais

Mercedes-Benz renova toda a linha de veículos comerciais no Brasil

Mercedes-Benz renova toda a linha de veículos comerciais no Brasil Corporativo Informação à Imprensa Mercedes-Benz renova toda a linha de veículos comerciais no Brasil Data: 23 de outubro de 2011 De forma inédita na indústria automobilística nacional, a Mercedes- Benz

Leia mais

galvanizados por imersão a quente

galvanizados por imersão a quente por imersão a quente 3 ÍNDICE 6 Soluções Completas em Aço 8 Aço Galvanizado por Imersão a Quente (HDG) 10 Póstratamentos 12 Processo de produção 14 16 22 26 28 32 34 36 38 Aço Qualidade Comercial Aço para

Leia mais

A Siderurgia brasileira de aços planos e o Atendimento ao Mercado Naval e Offshore

A Siderurgia brasileira de aços planos e o Atendimento ao Mercado Naval e Offshore A Siderurgia brasileira de aços planos e o Atendimento ao Mercado Naval e Offshore Workshop de Tecnologia de Construção Naval e Offshore PROMINP Firjan, 24 de Junho de 2009 Sergio Leite de Andrade Vice

Leia mais

2 Revisão Bibliográfica

2 Revisão Bibliográfica 20 2 Revisão Bibliográfica 2.1 Aços utilizados na Indústria Automotiva Os aços automotivos podem ser classificados de três formas diferentes: 1) por denominação metalúrgica; 2) pela resistência do aço

Leia mais

TUDO PARA VOCÊ FAZER UM TRABALHO DE QUALIDADE

TUDO PARA VOCÊ FAZER UM TRABALHO DE QUALIDADE BARRAS E PERFIS AÇO PARA INDÚSTRIA TUDO PARA VOCÊ FAZER UM TRABALHO DE QUALIDADE Quando você usa a ampla linha de barras e perfis Gerdau, você coloca mais qualidade no seu trabalho. Cada produto foi desenvolvido

Leia mais

A EmprE A Empr s E A MODEL MODEL MODEL MODEL MODEL

A EmprE A Empr s E A MODEL MODEL MODEL MODEL MODEL A Empresa Fundada há 10 anos para atender o mercado com excelência na produção de venezianas industriais, corte e dobra de chapas, corte a plasma, projeto e fabricação de caçambas estacionárias e caçambas

Leia mais

SELEÇÃO DE MATERIAIS PARA APLICAÇÕES AUTOMOTIVAS: COMPETIÇÃO OU SIMBIOSE?

SELEÇÃO DE MATERIAIS PARA APLICAÇÕES AUTOMOTIVAS: COMPETIÇÃO OU SIMBIOSE? SELEÇÃO DE MATERIAIS PARA APLICAÇÕES AUTOMOTIVAS: COMPETIÇÃO OU SIMBIOSE? Antonio Augusto Gorni www.gorni.eng.br Setembro de 2012 HISTÓRICO Nas últimas décadas uma série de acontecimentos impactou a forma

Leia mais

ESTRUTURAS METÁLICAS

ESTRUTURAS METÁLICAS ESTRUTURAS METÁLICAS Disciplina: Projeto e dimensionamento de estruturas de aço em perfis soldados e laminados. Curso: Especialização em Engenharia de Estruturas Professor: Carlos Eduardo Javaroni Mini

Leia mais

1º. Seminário Internacional Sobre Eficiência Energética de Veículos Pesados DESPOLUIR/CNT PNEUS VERDES. 06 de Junho de 2013

1º. Seminário Internacional Sobre Eficiência Energética de Veículos Pesados DESPOLUIR/CNT PNEUS VERDES. 06 de Junho de 2013 01 1º. Seminário Internacional Sobre Eficiência Energética de Veículos Pesados DESPOLUIR/CNT PNEUS VERDES 06 de Junho de 2013 02 Índice A Indústria Brasileira de Pneus ANIP pg 03-09 Pneus Verdes ou Biopneus

Leia mais

VEMAQ 10-1 - CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS 1.1 - APRESENTAÇÃO

VEMAQ 10-1 - CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS 1.1 - APRESENTAÇÃO Equipamento: COLETOR COMPACTADOR DE LIXO 10 m³ Modelo : CCL-10 Aplicação: Coleta de resíduos domésticos e/ou industriais,selecionados ou não Fabricante: VEMAQ - Indústria Mecânica de Máquinas Ltda 1 -

Leia mais

LINHA SUPER LEVE. Modelo: PSL. Proger/Leasing/CDC/Finame/Cartão BNDES. Av. Um, 142 - Parque Veneza Santana do Paraíso - MG CEP 35167-000

LINHA SUPER LEVE. Modelo: PSL. Proger/Leasing/CDC/Finame/Cartão BNDES. Av. Um, 142 - Parque Veneza Santana do Paraíso - MG CEP 35167-000 LINHA SUPER LEVE Proger/Leasing/CDC/Finame/Cartão BNDES Modelo: PSL Av. Um, 142 - Parque Veneza Santana do Paraíso - MG CEP 35167-000 (31) 3618 9001 (31) 3822 8193 contato@helpcarplataformas.com.br LINHA

Leia mais

Fórmula nacional. Nova estrela da GM Sonic chega ao Brasil em junho nas versões sedã e hatch {pág 10}

Fórmula nacional. Nova estrela da GM Sonic chega ao Brasil em junho nas versões sedã e hatch {pág 10} Nova estrela da GM Sonic chega ao Brasil em junho nas versões sedã e hatch {pág 10} Quinta-feira, 24 de maio de 2012 Edição Especial Guia de pneus Saiba como identificar a melhor alternativa para seu veículo

Leia mais

Apostila Técnica de Porta Paletes 01 de 31

Apostila Técnica de Porta Paletes 01 de 31 Apostila Técnica de Porta Paletes 01 de 31 Tópicos Abordados: 1. Porta Paletes Seletivo (convencional): 2. Drive-in / Drive-thru Objetivo: Esta apostila tem como principal objetivo ampliar o conhecimento

Leia mais

FSV - Future Steel Vehicle e a Nova AHSS - Advanced High Strength Steel na Construção Automotiva.

FSV - Future Steel Vehicle e a Nova AHSS - Advanced High Strength Steel na Construção Automotiva. FSV - Future Steel Vehicle e a Nova Geração de Aços A AHSS - Advanced High Strength Steel na Construção Automotiva. XXXIV SEMINÁRIO INTERNO DE LAMINAÇÃO 25 a 27 de Abril de 2011 Ed Juarez Mendes Taiss

Leia mais

tiras a quente sumário Soluções Completas em Aço Tiras a Quente Aço para Uso Geral Aço Estrutural Comum Aço para Longarinas e Rodas

tiras a quente sumário Soluções Completas em Aço Tiras a Quente Aço para Uso Geral Aço Estrutural Comum Aço para Longarinas e Rodas tiras a quente 4 tiras a quente sumário Soluções Completas em Aço Tiras a Quente Aço para Uso Geral Aço Estrutural Comum Aço para Longarinas e Rodas Aço Estrutural Estampável Aço Estrutural Naval Aço para

Leia mais

CONDIÇÕES TÉCNICO-ECONÔMICAS PARA VIABILIZAR O EMPREGO DE AÇOS PLANOS DE ELEVADA RESISTÊNCIA MECÂNICA EM APLICAÇÕES PRÁTICAS

CONDIÇÕES TÉCNICO-ECONÔMICAS PARA VIABILIZAR O EMPREGO DE AÇOS PLANOS DE ELEVADA RESISTÊNCIA MECÂNICA EM APLICAÇÕES PRÁTICAS Resumo CONDIÇÕES TÉCNICO-ECONÔMICAS PARA VIABILIZAR O EMPREGO DE AÇOS PLANOS DE ELEVADA RESISTÊNCIA MECÂNICA EM APLICAÇÕES PRÁTICAS doi: 10.4322/tmm.00601001 Willy Ank de Morais 1 Herbert Christian Borges

Leia mais

2. REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

2. REVISÃO BIBLIOGRÁFICA 33 2. REVISÃO BIBLIOGRÁFICA 2.1.AÇOS Os aços são definidos como ligas de ferro-carbono, contendo geralmente 0.008% até aproximadamente 2,11% de carbono, e outros elementos resultantes de seu processo de

Leia mais

MULTIVARIÁVEL. Antonio Augusto Gorni. Antonio Augusto Gorni. Marcos Roberto Soares da Silva José Herbert Dolabela da Silveira

MULTIVARIÁVEL. Antonio Augusto Gorni. Antonio Augusto Gorni. Marcos Roberto Soares da Silva José Herbert Dolabela da Silveira CORRELAÇÃO ENTRE PARÂMETROS NOVAS TENDÊNCIAS NO PROCESSO DO PROCESSO DE LAMINAÇÃO E DE ESTAMPAGEM A QUENTE PROPRIEDADES MECÂNICAS DE DE CHAPAS BOBINAS A QUENTE. PARTE 1: ANÁLISE ESTATÍSTICA Antonio Augusto

Leia mais

Maná EDI. tiras a quente. Impresso em fevereiro de 2013. www.usiminas.com

Maná EDI. tiras a quente. Impresso em fevereiro de 2013. www.usiminas.com Maná EDI tiras a quente wwwusiminascom Impresso em fevereiro de 13 3 ÍNDICE 6 Soluções Completas em Aço 10 Tiras a Quente 10 Processo de produção 12 14 28 32 34 36 38 40 Aço para Uso Geral Aço Estrutural

Leia mais

Segmento Eletricitário na Visão da Montadora 16.06.2015. Andria Cristina Giusti

Segmento Eletricitário na Visão da Montadora 16.06.2015. Andria Cristina Giusti Segmento Eletricitário na Visão da Montadora Andria Cristina Giusti Agenda 1 MAN Latin America 2 Informações de Mercado 3 Volkswagen Sob Medida 4 Segmento Eletricitário 5 Tendências Página 2 256 anos MAN

Leia mais

AÇOS. Construção Mecânica

AÇOS. Construção Mecânica AÇOS Construção Mecânica SÃO CERCA DE 10.000 TONELADAS EM AÇOS E METAIS A PRONTA ENTREGA GGD 10 Composição Química C Mn Si Cr Al P S 0,17 0,24 0,18 0,23 0, 0,60 0,60 0,90 0, máx 0,15 0, ----- --- 0, 0,

Leia mais

Mercedes-Benz lança novas opções para o transporte rodoviário de passageiros

Mercedes-Benz lança novas opções para o transporte rodoviário de passageiros Lançamento de ônibus Mercedes-Benz lança novas opções para o transporte rodoviário de passageiros Informação à imprensa 26 de agosto de 2014 Chassis O 500 RSD 6x2 e RSDD 8x2, com 2º eixo direcional de

Leia mais

INFLUÊNCIA DO TRATAMENTO DE VIBRAÇÃO NAS TENSÕES RESIDUAIS GERADAS NA SOLDAGEM A LASER DE AÇOS ARBL E IF

INFLUÊNCIA DO TRATAMENTO DE VIBRAÇÃO NAS TENSÕES RESIDUAIS GERADAS NA SOLDAGEM A LASER DE AÇOS ARBL E IF INFLUÊNCIA DO TRATAMENTO DE VIBRAÇÃO NAS TENSÕES RESIDUAIS GERADAS NA SOLDAGEM A LASER DE AÇOS ARBL E IF T. C. Chuvas 1 ; M. P. Cindra Fonseca 1 ; D. A. Castello 2 1 Departamento de Engenharia Mecânica/PGMEC

Leia mais

Matérias-primas em questão

Matérias-primas em questão Matérias-primas em questão Apesar da liderança do aço na indústria veicular, alumínio e plástico correm com o desenvolvimento de soluções para ganhar preferência em novos projetos Texto Alzira Rodrigues

Leia mais

IV LINGOTE Produto resultante da solidificação do metal líquido em molde metálico, geralmente destinado a posterior conformação plástica;

IV LINGOTE Produto resultante da solidificação do metal líquido em molde metálico, geralmente destinado a posterior conformação plástica; RESOLUÇÃO Nº 293, DE 29 DE SETEMBRO DE 2008 Fixa requisitos de segurança para circulação de veículos que transportem produtos siderúrgicos e dá outras providências. O CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO - CONTRAN,

Leia mais

Produtos de Aço para Indústria e Construção Civil

Produtos de Aço para Indústria e Construção Civil Produtos de Aço para Indústria e Construção Civil CATÁLOGO 2015 AÇOS longos E PLANOS PRODUTOS DE AÇO PARA INDÚSTRIA E CONSTRUÇÃO CIVIL SUMÁRIO Sobre a Dimensão Aços Longos e Planos Produtos para Produtos

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS. Rua Des. Antonio de Paula, 848 Boqueirão Curitiba PR acossulnorte@acossulnorte.com.br www.acossulnorte.com.

CATÁLOGO DE PRODUTOS. Rua Des. Antonio de Paula, 848 Boqueirão Curitiba PR acossulnorte@acossulnorte.com.br www.acossulnorte.com. F o n e : ( 4 1 ) 3 0 9 1-6 9 0 0 Rua Des. Antonio de Paula 848 Boqueirão Curitiba PR acossulnorte@acossulnorte.com.br w w w. a c o s s u l n o r t e. c o m. b r CATÁLOGO DE PRODUTOS MATRIZ BARRAS CANTONEIRAS

Leia mais

Empresa. Unidades fabris/centros de distribuição

Empresa. Unidades fabris/centros de distribuição Empresa Presente no cenário nacional desde 1988, a palavra de ordem da Multiaços é antecipar às necessidades do mercado. Essa preocupação colocou a empresa entre as líderes no fornecimento de aços planos,

Leia mais

MANUAL TÉCNICO DE AÇO INOXIDÁVEL

MANUAL TÉCNICO DE AÇO INOXIDÁVEL MANUAL TÉCNICO DE AÇO INOXIDÁVEL Manual Técnico de Aço Inoxidável Índice 1. INTRODUÇÃO...59 2. FABRICAÇÃO DO INOX...60 3. APLICABILIDADE DO AÇO INOXIDÁVEL...61 3.1 - Aço Inoxidável Austenítico...61 3.2

Leia mais

Tubos, Projetos Especiais e Processos Agregados

Tubos, Projetos Especiais e Processos Agregados Tubos, Projetos Especiais e Processos Agregados Toda a qualidade em aço que você precisa www.meincol.com.br voestalpine AG A voestalpine está segmentada em 4 divisões: voestalpine. Uma empresa com forte

Leia mais

Linha Telecom m Teleco

Linha Telecom m Teleco Linha Telecom Telecom Linha Telecom Esteiras para telecomunicações... 93 Sistema para condução e distribuição do cabeamento, constituído de barra chata de aço carbono, muito utilizado como solução no cabeamento

Leia mais

Inovações das Tecnologias Diesel

Inovações das Tecnologias Diesel Inovações das Tecnologias Diesel Seminário Frotas e Fretes Verdes Dezembro 2013 Marco Rangel Cummins América do Sul 2 Inovações Tecnológicas Diesel e as Mudanças Climáticas Globais Qual o ambiente regulamentador

Leia mais

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS DA CARROCERIA

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS DA CARROCERIA CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS DA CARROCERIA CARROCERIA EM ALUMÍNIO Carroceria aberta em duralumínio, com caixas nas laterais direita e esquerda na extensão da carroceria e com acesso pela lateral direta, logo

Leia mais

MARCELO SAMPAIO MARTINS CARACTERIZAÇÃO EM IMPACTO E FADIGA DO AÇO ESTRUTURAL DE FASES COMPLEXAS, UTILIZADO NA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA

MARCELO SAMPAIO MARTINS CARACTERIZAÇÃO EM IMPACTO E FADIGA DO AÇO ESTRUTURAL DE FASES COMPLEXAS, UTILIZADO NA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA 1 MARCELO SAMPAIO MARTINS CARACTERIZAÇÃO EM IMPACTO E FADIGA DO AÇO ESTRUTURAL DE FASES COMPLEXAS, UTILIZADO NA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA Tese apresentada à Faculdade de Engenharia do Campus de Guaratinguetá,

Leia mais

Totais R$ 255.000,00 R$ 255.000,00 R$ 255.000,00 (Duzentos e cinquenta e cinco mil reais)

Totais R$ 255.000,00 R$ 255.000,00 R$ 255.000,00 (Duzentos e cinquenta e cinco mil reais) PROPOSTA COMERCIAL EDITAL DE PREGÃO Nº 00003/2015 MP OBJETO: ARQUIVO DESLIZANTE LOTE 01 Item Especificação do Objeto Und. Qtde. Preço Unit. Preço Total Mens. 01 Fornecimento, instalação de arquivos deslizantes,

Leia mais

Volvo Buses Volvo Buses

Volvo Buses Volvo Buses O Grupo Volvo é um dos líderes mundiais na fabricação de caminhões, ônibus, equipamentos de construção, motores marítimos e industriais. Volvo na América dos Sul Volvo Colômbia Bogotá Volvo Peru Lima Mack

Leia mais

Scania Série F ÔNIBUS URBANOS E RODOVIÁRIOS. Versatilidade e robustez para o segmento urbano ou rodoviário

Scania Série F ÔNIBUS URBANOS E RODOVIÁRIOS. Versatilidade e robustez para o segmento urbano ou rodoviário Scania Série F ÔNIBUS URBANOS E RODOVIÁRIOS Versatilidade e robustez para o segmento urbano ou rodoviário Scania Série F ÔNIBUS URBANOS E RODOVIÁRIOS A performance que você pode confiar 2 3 Criado para

Leia mais

OS PAINÉIS DE CONTROLE E COMANDO DOS EQUIPAMENTOS ESTÃO INCLUSOS NO VALOR DA PROPOSTA

OS PAINÉIS DE CONTROLE E COMANDO DOS EQUIPAMENTOS ESTÃO INCLUSOS NO VALOR DA PROPOSTA Rio de Janeiro, 02 de dezembro de 2011. UNIDADE TRIAGEM E RECICLAGEM E INCLUSÃO SOCIAL E VALORIZAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS. 01. Proposta Simplificada PRODUTO QUANTIDADE VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL

Leia mais

NOÇÕES BÁSICAS SOBRE TUBOS DE AÇO CARBONO COM COSTURA

NOÇÕES BÁSICAS SOBRE TUBOS DE AÇO CARBONO COM COSTURA 1 NOÇÕES BÁSICAS SOBRE TUBOS DE AÇO CARBONO COM COSTURA 1. INTRODUÇÃO 2. FABRICAÇÃO DE TUBOS 3. NORMAS DE FABRICAÇÃO 4. INFORMAÇÕES TÉCNICAS 4.1 - Cálculo do Peso Teórico 4.2 - Raio de Canto teórico dos

Leia mais

Estruturas Metálicas. Módulo I. Normas e Matérias

Estruturas Metálicas. Módulo I. Normas e Matérias Estruturas Metálicas Módulo I Normas e Matérias NORMAS DE ESTRUTURA ABNT NBR 8800/2008 PROJETO E EXECUÇÃO DE ESTRUTURAS DE AÇO EM EDIFICIOS - ABNT NBR 6120/1980 Cargas para o cálculo de estruturas de edificações

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO RESOLUÇÃO Nº 805, DE 24 DE OUTUBRO DE 1995

CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO RESOLUÇÃO Nº 805, DE 24 DE OUTUBRO DE 1995 CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO RESOLUÇÃO Nº 805, DE 24 DE OUTUBRO DE 1995 Estabelece os requisitos técnicos mínimos do pára-choque traseiro dos veículos de carga O CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO, usando

Leia mais

www.maremaparts.com.br

www.maremaparts.com.br Objetivo: Atender às necessidades e especificações do mercado em revestimentos protetivos, impermeabilizantes e peças técnicas, entregando produtos e serviços, superando as expectativas de nossos parceiros

Leia mais

Inspeção Técnica Veicular

Inspeção Técnica Veicular Inspeção Técnica Veicular Paulo Cezar Gottlieb Engenheiro Mecânico Campanha de Segurança no Trânsito Fatores que causam acidentes Veículo Motorista - Falhas em componentes de segurança - Recall não realizado

Leia mais

www.peugeot.com.br/professional

www.peugeot.com.br/professional www.peugeot.com.br/professional Todos os veículos Peugeot estão de acordo com o PROCONVE, Programa de Controle de Poluição do Ar por Veículos Automotores. Colar etiqueta de identificação da Concessionária.

Leia mais

Equipamentos INMECO avançam pelos canteiros de obra em todo Brasil

Equipamentos INMECO avançam pelos canteiros de obra em todo Brasil Informativo da INMECO Equipamentos Rodoviários Julho de 2014 Edição Nº 7 Caçamba INMECO trabalhando em mineradora no Mato Grosso do Sul. Equipamentos INMECO avançam pelos canteiros de obra em todo Brasil

Leia mais

Nota Técnica Tendências e Inovações em Aços. Panorama do Setor Siderúrgico

Nota Técnica Tendências e Inovações em Aços. Panorama do Setor Siderúrgico Nota Técnica Tendências e Inovações em Aços Panorama do Setor Siderúrgico Ivani de S. Bott Este material é documento de trabalho para apoiar as atividades do Estudo Prospectivo do Setor Siderúrgico; requer

Leia mais

O USO DO PARÂMETRO DE REVENIMENTO NO TRATAMENTO TÉRMICO DE CHAPAS GROSSAS NA USIMINAS-CUBATÃO 1

O USO DO PARÂMETRO DE REVENIMENTO NO TRATAMENTO TÉRMICO DE CHAPAS GROSSAS NA USIMINAS-CUBATÃO 1 O USO DO PARÂMETRO DE REVENIMENTO NO TRATAMENTO TÉRMICO DE CHAPAS GROSSAS NA USIMINAS-CUBATÃO 1 Marcos Roberto Fernandes Noro 2 Antonio Augusto Gorni 3 Resumo Foram desenvolvidas correlações entre o parâmetro

Leia mais

Instruções para Implementadores

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Curitiba, Brazil Instruções para Implementadores Data Grupo Edição Pág. 8.2011 95 02 1( 5 ) Generalidades Inspeção Final VM BRA49905 89028788 Portuguese/Brazil Printed in Brazil

Leia mais

Construções Metálicas I AULA 1 - Introdução

Construções Metálicas I AULA 1 - Introdução Universidade Federal de Ouro Preto Escola de Minas Ouro Preto - MG Construções Metálicas I AULA 1 - Introdução Definições e histórico O aço e o ferro fundido são ligas de ferro e carbono, com outros elementos

Leia mais

Caminhões Mercedes-Benz oferecem elevado padrão de segurança

Caminhões Mercedes-Benz oferecem elevado padrão de segurança Segurança nas estradas Caminhões Mercedes-Benz oferecem elevado padrão de segurança Informação à imprensa 21 de novembro de 2012 Solução integrada da Mercedes-Benz inclui a oferta de itens de avançada

Leia mais

TW101 TW201 TW301 TW311 TW321 TW421 TW431 MAIS QUE PRODUTOS. PRODUTIVIDADE.

TW101 TW201 TW301 TW311 TW321 TW421 TW431 MAIS QUE PRODUTOS. PRODUTIVIDADE. TW101 TW201 TW301 TW311 TW321 TW421 TW431 MAIS QUE PRODUTOS. PRODUTIVIDADE. PARA FURAR MATERIAIS DE ALTA RESISTÊNCIA OU EM CONDIÇÕES EXTREMAS, UTILIZE NOSSA GAMA DE SOLUÇÕES. ALTA PERFORMANCE COM MÁXIMA

Leia mais

Os Tratamentos Termomecânicos Garantem a Competitividade dos Produtos Planos de Aço

Os Tratamentos Termomecânicos Garantem a Competitividade dos Produtos Planos de Aço Siderurgia Os Tratamentos Termomecânicos Garantem a Competitividade dos Produtos Planos de Aço Antonio Augusto Gorni - Usiminas; Cubatão, SP O avanço na ciência metalúrgica e na tecnologia de equipamentos,

Leia mais

Instruções para Implementadores

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Curitiba, Brazil Instruções para Implementadores Data Grupo Edição Pág. 10.2011 95 01 1( 8 ) Características Construtivas Cabina e Chassi VM BRA50589 89034684 Portuguese/Brazil

Leia mais

EU EXIJO MAIS DOS MEUS AÇOS PARA O TRANSPORTE AÇOS DE ALTA RESISTÊNCIA RUUKKI. A NOVA DEFINIÇÃO PARA PREMIUM. SOLUÇÕES PARA O TRANSPORTE

EU EXIJO MAIS DOS MEUS AÇOS PARA O TRANSPORTE AÇOS DE ALTA RESISTÊNCIA RUUKKI. A NOVA DEFINIÇÃO PARA PREMIUM. SOLUÇÕES PARA O TRANSPORTE www.ruukki.com.br SOLUÇÕES PARA O TRANSPORTE EU EXIJO MAIS DOS MEUS AÇOS PARA O TRANSPORTE AÇOS DE ALTA RESISTÊNCIA AO DESGASTE AÇOS DE ALTA RESISTÊNCIA MECÂNICA AÇOS DE ALTA RESISTÊNCIA RUUKKI. A NOVA

Leia mais

Materiais de construção de máquinas

Materiais de construção de máquinas Universidade Estadual do Norte Fluminense Centro de Ciências e Tecnologias Agropecuárias Laboratório de Engenharia Agrícola EAG 03204 Mecânica Aplicada * Materiais de construção de máquinas 1. Introdução

Leia mais

Dramix Dramix : marca registrada da N.V. Bekaert

Dramix Dramix : marca registrada da N.V. Bekaert Aços Longos Dramix Dramix : marca registrada da N.V. Bekaert Produtos Drawings, photo s: copyright N.V. Bekaert Dramix As fibras de aço Dramix são produzidas a partir de fios de aço trefilados tendo como

Leia mais

Vantagens da Aplicação do Aço na Sinalização Rodoviária. 7º Encontro Técnico DER/PR

Vantagens da Aplicação do Aço na Sinalização Rodoviária. 7º Encontro Técnico DER/PR Vantagens da Aplicação do Aço na Sinalização Rodoviária 7º Encontro Técnico DER/PR AÇO BRUTO MILHÕES DE TON / ANO PRODUÇÃO MUNDIAL Após um período longo de estagnação, a produção mundial de aço iniciou

Leia mais

Curso de Tecnologia de Pavimentos de Concreto. Módulo 2 Projeto e Dimensionamento dos Pavimentos

Curso de Tecnologia de Pavimentos de Concreto. Módulo 2 Projeto e Dimensionamento dos Pavimentos Curso de Tecnologia de Pavimentos de Concreto Módulo 2 Projeto e Dimensionamento dos Pavimentos Fundamento da mecânica dos pavimentos e da ciência dos pavimentos rígidos Projetar uma estrutura que dê conforto,

Leia mais

Ciclo de vida do alumínio é mais ecológico que aço e magnésio

Ciclo de vida do alumínio é mais ecológico que aço e magnésio + Entrevista: Alumínio deve substituir cobre em componentes de eletrônica embarcada + Rodas: Montadoras apostam em rodas forjadas de alumínio para veículos de passeio + Transportes: Alumínio aumenta capacidade

Leia mais

RTQ 32 - PÁRA-CHOQUE TRASEIRO DE VEÍCULOS RODOVIÁRIOS PARA O TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS - CONSTRUÇÃO, ENSAIO E INSTALAÇÃO

RTQ 32 - PÁRA-CHOQUE TRASEIRO DE VEÍCULOS RODOVIÁRIOS PARA O TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS - CONSTRUÇÃO, ENSAIO E INSTALAÇÃO RTQ 32 - PÁRA-CHOQUE TRASEIRO DE VEÍCULOS RODOVIÁRIOS PARA O TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS - CONSTRUÇÃO, ENSAIO E INSTALAÇÃO SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Campo de Aplicação 3 Responsabilidade 4 Siglas e Abreviaturas

Leia mais

Tubos. Especificações técnicas de fabricação

Tubos. Especificações técnicas de fabricação A Empresa Perfipar Uma completa estrutura, com mais de 500 colaboradores e capacidade de processar 80 mil toneladas de aço por ano, essa é a Perfipar. Uma empresa fundada no Paraná, que está em constante

Leia mais

Automóveis no mercado norte-americano terão em média 179 kg de alumínio em 2015, diz estudo

Automóveis no mercado norte-americano terão em média 179 kg de alumínio em 2015, diz estudo + Entrevista: Uma questão de combustível + Produção Fábrica de componentes em alumínio fundido deve entrar em operação em 2015 + Transportes Ideais para pegar no pesado + Inovação Inédita, leve e robusta

Leia mais

Memorial Descritivo 01/2013 - V01

Memorial Descritivo 01/2013 - V01 Memorial Descritivo P.SQ.07 01/2013 - V01 ÍNDICE Piso em Aço - Modelo AX-1000 Piso em aço Chapa Inferir Estampada Chapa Superior Lisa Concreto Sistema Estrutural Cruzeta Chapa Superior Chapa de Reforço

Leia mais

Missão: Contribuir para a competitividade de nossos clientes, ofertando soluções inovadoras em produtos e serviços no segmento siderúrgico.

Missão: Contribuir para a competitividade de nossos clientes, ofertando soluções inovadoras em produtos e serviços no segmento siderúrgico. Somos uma central de serviços integrados para Aços Planos e Longos sediada na cidade de Curitiba-PR, instalados em uma unidade fabril de.000 m² temos uma capacidade instalada para processar 130.000 toneladas

Leia mais

Indice. 1 - Via Aéreas e Acessórios

Indice. 1 - Via Aéreas e Acessórios CATÁLOGO GERAL 2013 Indice 1 - Via Aéreas e Acessórios 1.1 - Birail em perfil de aço inox 1.2 - Birail em perfil de alumínio 1.3 - Monorail em perfil de alumínio 1.4 - Monorail ligeiro em perfil de alumínio

Leia mais

CAMPUS REGIONAL DE RESENDE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ÊNFASE EM PRODUÇÃO MECÂNICA

CAMPUS REGIONAL DE RESENDE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ÊNFASE EM PRODUÇÃO MECÂNICA UERJ CAMPUS REGIONAL DE RESENDE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ÊNFASE EM PRODUÇÃO MECÂNICA CAPÍTULO 8: AÇOS PARA CONSTRUÇÃO MECÂNICA DEPARTAMENTO DE MECÂNICA MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO MECÂNICA IV PROF. ALEXANDRE

Leia mais

Conheça nossa empresa

Conheça nossa empresa Conheça nossa empresa Empresa Damaeq Integridade, Vontade de Superar-se, Satisfação do Cliente. MINI 4m³ e 5m³ Caminhão Coletor Compactador de Lixo MODELO MINI 2015 Coletor Satélite para resíduos sólidos

Leia mais

Edfer, soluções em ferro e aço

Edfer, soluções em ferro e aço Edfer, soluções em ferro e aço Inaugurada em 2007, na cidade de Coronel Fabriciano, Vale do Aço - MG, a EDFER é uma empresa que atua no mercado de ferro e aço para estruturas metálicas, caldeiraria, usinagem,

Leia mais

Mudança tecnológica na indústria automotiva

Mudança tecnológica na indústria automotiva ESTUDOS E PESQUISAS Nº 380 Mudança tecnológica na indústria automotiva Dyogo Oliveira * Fórum Especial 2010 Manifesto por um Brasil Desenvolvido (Fórum Nacional) Como Tornar o Brasil um País Desenvolvido,

Leia mais

Emissão Veicular de Gases de Efeito Estufa (GEE) Em Automotivos Movidos a Diesel

Emissão Veicular de Gases de Efeito Estufa (GEE) Em Automotivos Movidos a Diesel Emissão Veicular de Gases de Efeito Estufa (GEE) Em Automotivos Movidos a Diesel *MELO JUNIOR, A. S a.;gatti, L. b.; FERREIRA, P. G c.; FRUGOLLI, A. d a.universidade de São Paulo (USP)/Universidade Paulista,

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 56/2012 PROCESSO: 23066.040825/12-97 UASG: 153038 Vigência: 17/04/2013 até 17/04/2014

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 56/2012 PROCESSO: 23066.040825/12-97 UASG: 153038 Vigência: 17/04/2013 até 17/04/2014 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 56/2012 PROCESSO: 23066.040825/12-97 UASG: 153038 Vigência: 17/04/2013 até 17/04/2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA DIVISÃO DE MATERIAL DIM Maria Edite Jesus Brandão DIVISÃO DE MATERIAL

Leia mais

Telecurso 2000 Processos de fabricação Peça; Retalho; Tira.

Telecurso 2000 Processos de fabricação Peça; Retalho; Tira. Conjunto de processos: Corte, Dobramento/curvamento (calandragem), Embutimento (estamp. profunda), Cunhagem, Perfilamento, Repuxamento. Processo a frio, Produto acabado, Matéria prima laminada, Forma volumétrica,

Leia mais

Perguntas mais Frequentes

Perguntas mais Frequentes Perguntas mais Frequentes 1. O que significa PROCONVE fases P7 e L6? PROCONVE é o Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores, criado pelo conselho Nacional de Meio Ambiente - CONAMA.

Leia mais

Trator de Rodas Derrubador-Amontoador

Trator de Rodas Derrubador-Amontoador 553 563 573 Trator de Rodas Derrubador-Amontoador 553 563 573 Motor Motor CAT C6.6 ACERT Motor CAT C7 ACERT Motor CAT C7 ACERT Comp. Classe III Comp. Classe III Comp. Classe III Potência Bruta 129 kw (173

Leia mais

SUGESTÃO PARA REDUÇÃO GLOBAL DA EMISSÃO DE POLUENTES DOS AUTOMOVEIS José Góes de Araujo Prof. Aposentado Abstract Comments about the reduction possibility of CO² on the atmosphere by the limitation of

Leia mais

>Técnicas de soldagem

>Técnicas de soldagem >Técnicas de soldagem DOCERAM Advanced Ceramic Solutions Soluções Avançadas em Cerâmica Indústria automobilística Indústria de componentes > Técnicas de soldagem > Construção de dispositivos > Pinos guias

Leia mais

ANEXO I. Pará Pag.: 2 Governo Municipal de Água Azul do Norte. Preço Unit (R$) Código

ANEXO I. Pará Pag.: 2 Governo Municipal de Água Azul do Norte. Preço Unit (R$) Código Pará Pag.: 1 001835 LOCAÇÃO DE VEICULO UTILITÁRIO CAMIONETE 1.500,0000 DIA PICK-UP 4X4 Cabine Dupla, Potência Mínima de 120 CV, Direção Hidráulica, Ar-Condicionado,Bancos Reclináveis, Freio a Disco nas

Leia mais

Leia com atenção este termo de garantia, mantenha-o ao seu alcance e consulte-o sempre que surgir dúvidas. TERMO DE GARANTIA

Leia com atenção este termo de garantia, mantenha-o ao seu alcance e consulte-o sempre que surgir dúvidas. TERMO DE GARANTIA Leia com atenção este termo de garantia, mantenha-o ao seu alcance e consulte-o sempre que surgir dúvidas. TERMO DE GARANTIA A Maggion Inds. de Pneus e Máquinas Ltda. garante, por um período de 5 ( cinco

Leia mais

Aperam - Alto Forno 2 - Timóteo (MG) AÇOS PLANOS ESPECIAIS

Aperam - Alto Forno 2 - Timóteo (MG) AÇOS PLANOS ESPECIAIS Aperam - Alto Forno 2 - Timóteo (MG) AÇOS PLANOS ESPECIAIS 1 A Aperam Bioenergia administra um patrimônio de florestas de eucalipto no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais e produz energia renovável dentro

Leia mais

Resultados dos testes de Uso Experimental e Específico. Óleo diesel com teor de biodiesel superior ao disposto em lei

Resultados dos testes de Uso Experimental e Específico. Óleo diesel com teor de biodiesel superior ao disposto em lei Resultados dos testes de Uso Experimental e Específico Óleo diesel com teor de biodiesel superior ao disposto em lei Agenda Regulamentação; Resultados dos testes de uso experimental e específico; Companhia

Leia mais

Press Hardening com PCH

Press Hardening com PCH Press Hardening com PCH Rápido, flexível, EFICIENTE CARROCERIA MAIS LEVE É A CHAVE PARA O FUTURO. Schuler avança em soluções para a produção de carros mais leves. A Schuler é uma das pioneiras no desenvolvimento

Leia mais

PROPRIEDADES MECANICAS RELACIONADAS COM A MICROESTRUTURA DE AÇOS AVANÇADOS DESTINADOS À INDÚSTRIA AUTOMOBILISTICA

PROPRIEDADES MECANICAS RELACIONADAS COM A MICROESTRUTURA DE AÇOS AVANÇADOS DESTINADOS À INDÚSTRIA AUTOMOBILISTICA PROPRIEDADES MECANICAS RELACIONADAS COM A MICROESTRUTURA DE AÇOS AVANÇADOS DESTINADOS À INDÚSTRIA AUTOMOBILISTICA A.R.Faria Neto, A.Harada, M.S.Pereira Av. Dr. Ariberto Pereira da Cunha, 333. CEP: 12516-410

Leia mais

Brasil é o maior fabricante

Brasil é o maior fabricante Produtos No Brasil a fabricação artesanal do primeiro ônibus é atribuída aos imigrantes italianos e irmãos Luiz e Fortunato Grassi. Em 1904 eles fabricavam carruagens em São Paulo e em 1911 encarroçaram

Leia mais