SBA Nota da Redação. Celebração SBA. Nota da Redação Por Airton Bagatini* colocando à disposição uma preciosa biblioteca virtual para nossos sócios.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SBA Nota da Redação. Celebração SBA. Nota da Redação Por Airton Bagatini* colocando à disposição uma preciosa biblioteca virtual para nossos sócios."

Transcrição

1

2

3 Nota da Redação Por Airton Bagatini* SBA Nota da Redação Celebração É com enorme prazer que a Anestesia em revista apresenta, nesta edição, a nova biblioteca virtual da SBA, conforme descrito no editorial. Destacamos ainda a nova diretoria da SBA e de suas regionais. A satisfação de ter, pela primeira vez, em 63 anos, uma mulher à frente de nossa presidência foi motivo de muitas comemorações, a começar no Rio de Janeiro, no Hotel Windsor, na Barra da Tijuca. Na oportunidade, reunimos cerca de 300 convidados de diversos estados, entre associados, funcionários, parceiros da entidade, amigos, familiares e autoridades. Neste número, contamos ainda com a participação especial do presidente da Associação Médica Brasileira (AMB), dr. José Luiz Gomes do Amaral, com seu brilhantíssimo texto Judicialização na medicina, além do Desastres: estamos preparados para enfrentá-los?, na seção Responsabilidade Social. colocando à disposição uma preciosa biblioteca virtual para nossos sócios. Ao contrário do que foi publicado na edição passada, o membro da Sociedade Brasileira de Anestesiologia (SBA) Jaime Pinto de Araújo Neto não pertence à Banca Examinadora do Tribunal Eleitoral (TSE). Jaime fez parte da Comissão Examinadora do Título Superior em Anestesiologia (TSA), além dos demais títulos que constam da matéria. Uma ótima leitura! * Editor responsável por esta publicação Você poderá conferir também toda a programação científica da XXXV Jonna Jornada Norte-Nordeste de Anestesiologia, prevista para acontecer entre os dias 17 e 19 de março, em Natal, Rio Grande do Norte, e a 46ª Josulbra Jornada Sul-Brasileira de Anestesiologia agendada para o período de 14 a 16 de abril, em Joinville, Santa Catarina. Já no espaço Opinião, contamos com a ilustre redação da diretora comercial da Elsevier da América Latina, Marina Jancso, na qual celebra cinco anos de parceria com a SBA Nota da Redação 3

4 Expediente Foto do Sumário: Sede da SBA, adquirida na gestão do presidente Dr. Renato Metsavat, no ano 1970, e que foi inaugurada em dezembro de Foto da capa: Morro do Careca, Praia de Ponta Negra - Natal/RN Conselho Editorial: Nádia Maria da Conceição Duarte, José Mariano Soares de Moraes, Ricardo Almeida de Azevedo, Sylvio Valença de Lemos Neto, Oscar César Pires, Antônio Fernando Carneiro e Airton Bagatini Diretor Responsável: Airton Bagatini Projeto Gráfico: ag.totem Diagramação: Ito Oliveira Lopes e Wellington Lopes Equipe Editorial: José Bredariol Jr., Marcelo Marinho, Mercedes Azevedo, Priscila Pais e Rodrigo Matos Jornalista Responsável: Eliane Belleza Impressão e Acabamento: MasterGraph - Tiragem Distribuição Gratuita Cadastre seu na SBA Rua Professor Alfredo Gomes, 36 - Botafogo - Rio de Janeiro - RJ CEP Tel.: (21) Fax: (21) Os artigos publicados na Anestesia em revista são de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores

5 Sumário Editorial Nova Biblioteca Virtual da SBA Notícias SBA comemora troca de gestão em grande estilo Discurso, na íntegra, da presidente da SBA, Dra. Nádia Duarte XXXV Jonna Jornada Norte-Nordeste de Anestesiologia XLVI Josulbra - Jornada Sul-Brasileira de Anestesiologia Antônio Fernando Carneiro é Acadêmico Titular da Academia Goiana de Medicina Judicialização da medicina Artigos Científicos Qualidade em anestesiologia uma exigência mais que atual Anestesia fora do centro cirúrgico: considerações Novas diretrizes para reanimação cardíaca Regionais Novas Diretorias Posse da diretoria da Saepe biênio 2011/2012 Nova diretoria toma posse na Saerj Opinião Parceria Elsevier/SBA Calendário Científico Responsabilidade Social Desastres: estamos preparados para enfrentá-los? Sistema de Gestão da Qualidade Relatório Gerencial da SBA 2010 Planejamento Estratégico Provas da SBA - informações gerais Datas associativas importantes

6 Editorial SBA Editorial Nova Biblioteca Virtual da SBA Com espírito de confiança, força, tolerância e perseverança, é certo que nos deliciaremos e usufruiremos melhor e com mais serenidade de todas as bem-aventuranças das calmarias que se seguem às tempestades. Temos a grata satisfação de comunicar que a SBA identificou e contratou uma nova empresa para garantir o provimento de sua biblioteca virtual, que coloca à disposição um produto de ponta que suprirá a contento as necessidades de nossos associados. Nos últimos dias de 2010, quase no apagar das luzes, a SBA foi, a sua revelia e a despeito de seus atos e contestação, preterida da possibilidade de renovação do portal Ovid, antigo provedor da biblioteca virtual. Não se tratava de preço, mas de conceito. Não desejavam mais um cliente com o perfil de acessos apresentado pela SBA. Propusemos, então, que nos fosse apresentada uma nova proposta para o serviço, mas recusaram-se a sequer enviar um novo orçamento. Não nos queriam mais como clientes simplesmente por nossa característica de acessos e nada mais. Inúmeros telefonemas e s foram recebidos pela secretaria da SBA ou diretamente por seus diretores. Bandeira da SBA Todos, sejamos justos, expressavam profunda preocupação com o tema. A maioria, também é preciso dizer, portava palavras enriquecidas com apoio e sugestões. Outras, felizmente poucas, nem tão amenas ou amistosas. Entretanto, é preciso ressaltar que, em momento algum, nada abateu o moral dessa diretoria e de seus colaboradores, que só redobraram, a cada dia, seus esforços e o sentimento de urgência nas tratativas para a resolução do impasse. 6 Anestesia em revista

7 Haverá, sim, reforço na qualidade dos dados e em sua acessibilidade para todos os que buscam a informação científica embasada em evidências seguras e atuais SBA Editorial E o desfecho foi positivo. O portal MD Consult (MDC), de propriedade da empresa Elsevier, neste momento já é nossa nova biblioteca virtual. Ferramenta clínica por excelência, o MDC conjuga portal completo de referência e busca para o médico especialista, sendo composto por periódicos, livros, dados sobre fármacos, notícias, guidelines, informação ao paciente, imagens etc. A MDC possui mais de 280 mil usuários em 75 países, com licença de uso para organizações de saúde, incluindo 95% das escolas médicas norteamericanas. Recebe um volume de pesquisas de cerca de 1,5 milhão ao mês, em mais de 8 milhões de páginas de conteúdo clínico. Os títulos e a apresentação de livros e periódicos mudarão, e essa mudança será traduzida em qualidade e acessibilidade de dados para todos os que buscam a informação científica embasada em evidências seguras e atuais. Haverá também ganho significativo de quantidade, no volume e no número de material disponível para acesso. Sairemos da realidade anterior de 13 periódicos oferecidos para 19. E de três livros para 26, incluindo aqui o mais lido tratado de anestesia do planeta, de Ronald Miller. Na realidade, mais do que isso, pois, no total, entre os específicos para a anestesiologia e os demais direcionados para as diversas áreas da medicina, teremos mais de 50 livros, 80 periódicos e os textos do Clinics of North America, todos em versão disponível na íntegra: full text. Outro aspecto que será um marco na história da SBA: o acesso estará aberto e disponível para todo o quadro de associados da SBA simultaneamente. Ou seja, não haverá mais espera pela entrada na biblioteca virtual. Isso, certamente, agilizará e facilitará a vida de todo pesquisador. Confira, adiante, a lista de livros específicos para anestesiologia. Miller: Miller s Anesthesia Atlee: Complications in Anesthesia Brown: Atlas of Regional Anesthesia Chestnut: Obstetric Anesthesia Fleisher: Anesthesia and Uncommon Diseases Fleisher: Evidence Based Practice of Anesthesiology Gallagher: Simulation in Anesthesia Hagberg: Benumof s Airway Management Hemmings: Foundations of Anesthesia Hines & Marschall: Stoelting s Anesthesia and Coexisting Disease Kaplan: Essentials of Cardiac Anesthesia Kaplan: Kaplan s Cardiac Anesthesia Motoyama & Davis: Smith s Anesthesia for Infants and Children Newman: Perioperative Medicine Stoelting: Basics of Anesthesia Benzon: Essentials of Pain Medicine & Regional Anesthesia Benzon: Raj s Practical Management of Pain de Leon: Cancer Pain McMahon: Wall and Melzack s Textbook of Pain Melzack: Handbook of Pain Management Editorial 7

8 Editorial SBA Editorial Neal: Complications in Regional Anesthesia and Pain Medicine Raj: Interventional Pain Management: Image-Guided Procedures Shorten: Postoperative Pain Management Smith: Current Therapy in Pain Waddell: The Back Pain Revolution Waldman: Pain Management Prezado associado, trabalhamos focados em sua satisfação e não medimos esforços ou recursos para atender a suas necessidades. A SBA pagará por essa nova biblioteca virtual mais do que o dobro do valor anual que pagava ao provedor anterior. Mas teremos conteúdo maior e acesso melhor. Enfatizamos que jamais arriscamos perder um serviço essencial como esse simplesmente por questão de economia. Confira, a seguir, a lista de periódicos específicos para anestesiologia. Anesthesiology Journal of Clinical Anesthesia Anesthesiology Clinics Advances in Anaesthesia Anaesthesia and Intensive Care Medicine Annales Françaises d Anésthesie et de Réanimation Best Practice & Research Clinical Anaesthesiology Current Anaesthesia & Critical Care European Journal of Pain International Journal of Obstetric Anaesthesia Journal of Cardiothoracic and Vascular Anaesthesia Journal of Clinical Anaesthesia Journal of Pain and Symptom Management The Journal of Pain Journal of PeriAnesthesia Nursing Pain Pain Management Nursing Techniques in Regional Anaesthesia and Pain Management Le Practicien en Anésthesie et Réanimation Apesar da decisão unilateral e irrevogável do antigo provedor de não renovar o contrato, conseguimos transformar essa situação adversa em um importante ganho institucional, com a oferta de um novo serviço mais amplo e moderno para nossa Sociedade. Agradecemos as mensagens de solidariedade e incentivo recebidas de muitos colegas e reiteramos nossa convicção de que suas críticas e sugestões são fundamentais para que, juntos, encontremos as melhores e mais sustentáveis soluções para tudo o que nos aflige. Mantendo-nos coesos, nada nos atingirá mortalmente ou sequer nos deixará vulneráveis. Diretoria/SBA 8 Anestesia em revista

9 Notícias SBA Notícias SBA comemora troca de gestão em grande estilo A cerimônia de posse da nova presidente da Sociedade Brasileira de Anestesiologia (SBA), realizada no Hotel Windsor, na Barra da Tijuca, Rio, no dia 15 de janeiro corrente, foi marcada pela sofisticação do evento e pela elegância dos convidados. Cerca de 300 pessoas de diversos estados compareceram à passagem de gestão, entre elas associados, funcionários, parceiros da entidade, amigos, familiares e autoridades. Da esquerda para direita: acima - Sylvio Lemos, Fernando Carneiro, Oscar Pires e Airton Bagatini; abaixo: José Mariano Moraes, Nádia Duarte e Ricardo Azevedo Notícias 9

10 Chegar e partir são só dois lados da mesma viagem; o trem que chega é o mesmo trem da partida. SBA Notícias Condecoração: Na cerimônia de posse da diretoria da SBA, gestão 2011, o dr. Carlos Eduardo Lopes Nunes condecorou a atual presidente da SBA, a dra. Nádia Duarte. Das autoridades presentes, destacaram-se: a dra. Vera Lúcia Mota da Fonseca, do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj); o dr. Jorge Darze, presidente do Sindicato dos Médicos do Estado do Rio de Janeiro (Sindimed - RJ) e a dra. Maria Cristina Sette de Lima, secretária de Saúde da Cidade de Caruaru - PE. Depois da execução do Hino Nacional, o presidente da Associação Médica Brasileira, dr. José Luiz Gomes do Amaral, saudou a nova diretoria da SBA com seu discurso otimista para o ano de 2011: É com enorme satisfação que eu, em nome de 350 mil médicos, venho saudar a nova diretoria da SBA. Este ano promete abrir uma série de perspectivas, em consequência à oportunidade que tivemos de nos expressar, no final do ano passado, para nossa presidente da República. Foi, sem dúvida, um acontecimento histórico, assim como termos a honra de ter um médico à frente do Ministério da Saúde, o ministro Alexandre Padilha, que já nos telefonou se colocando a nossa disposição. Logo em seguida, o médico Carlos Eduardo Lopes Nunes, que exercia o cargo de presidente da SBA, resumiu, com o um trecho de um poema, o momento que estava vivendo:...chegar e partir são só dois lados da mesma viagem; o trem que chega é o mesmo trem da partida. Cadu, como todos carinhosamente o chamam, se inspirou no poeta para fazer uma analogia do trem com sua satisfação de passar o cargo da presidência: O trem que traz os que chegam também carrega os que saem. 10 Anestesia em revista

11 Notícias SBA Notícias Para fechar os discursos, a dra. Nádia Duarte, presidente da SBA, expôs sua expectativa e intenções em relação à presidência e saudou a todos. Depois da solenidade, todos foram convidados para um jantar, com direito à apresentação de frevo e à recepção calorosa de um boneco gigante de Olinda da dra. Nádia Duarte. Momento de grande emoção e alegria ocorreu com a participação da comitiva de Pernambuco, cujos membros lotaram a pista de dança em homenagem à presidente conterrânea, em integração com o grupo de frevo, com todos vestindo parte do traje típico do cabloco de lança do maracatu pernambucano. A noite continuou com muita animação, com a apresentação da banda Vídeo Music, que interpretou os melhores do rock dos anos 1970, 1980 e A festa foi encerrada de madrugada, depois da participação de um grupo de ritmistas de uma escola de samba que fez os convidados se esbaldarem pelo salão. O dr. Carlos Eduardo Lopes Nunes entrou para a galeria de fotos dos presidentes da SBA de gestões anteriores. E esse trem se chama SBA. É nele, com seus infinitos vagões, que viajam todos os diretores, ex-diretores e futuros diretores. Apenas o que muda é a posição de cada um em relação à plataforma, mas todos estão no trem. É assim que me sinto hoje: meu vagão deixa a plataforma e dá lugar ao próximo e assim sucessivamente, numa contínua troca de responsabilidade, que faz com que a viagem nunca termine. Salão de festas: Mais de 300 convidados encheram o Salão Louvre do Hotel Windsor, na Barra da Tijuca. Entre as atrações, destacaram-se a recepção do boneco de Olinda da Nádia Duarte e o show de frevo, típicos da terra natal da nova presidente. Notícias 11

12 Notícias Dra. Nádia Duarte SBA Notícias Discurso, na íntegra, da presidente da SBA É absolutamente improvável que exista uma palavra, em qualquer idioma conhecido, que possa servir para expressar toda a felicidade que sinto por estar vivendo este momento. Gostaria, imensamente, de compartilhar com todos vocês este sentimento: Viver e não ter a vergonha de ser feliz, como nesses versos felizes do saudoso Gonzaguinha. Muito obrigada por estarem aqui conosco nesta noite de júbilo! O capítulo dos agradecimentos em um discurso é sempre um risco. Risco de omissões, de prolongamentos abusivos, de engasgos, ou seja, uma temeridade. Mas é inevitável, me perdoem. Assim, agradeço sinceramente: à sopa cósmica e tudo o que mais possa ter sido cúmplice da minha criação, bem como de todo o Universo; à minha família, aqui representada pelas minhas irmãs Nilma e Neide, pela minha querida sobrinha Nisdei e pela minha fiel escudeira e companheira Ana Caetano, o amor sem limites, o carinho e os cuidados a mim dedicados; aos meus educadores, que foram e ainda são muitos e que reverencio aqui na pessoa da Dra. Anita Leocádia de Matos Ferraz (responsável pelo CET que me especializou na USP de Ribeirão Preto) e na memória dos meus pais, que me transformaram de um mero arranjo anatômico-funcional de células e sinapses ao que identifico hoje como eu mesma, tornando-me presidente desta sociedade; à minha regional, à Saepe e à Coopanest-PE, uma grande e bonita família da qual faço parte, cujos associados me deram a honra e vieram, em bloco, a esta festa, o apoio incondicional durante todo o meu trajeto político associativo, nas pessoas dos seus respectivos presidentes, Dr. Airton Ayres e Dr. José Antônio de Freitas Netto; aos muitos amigos que estiveram comigo ao longo desses anos de diretoria da SBA, nas pessoas dos presidentes João Aurílio Rodrigues Estrela (que me trouxe para esta casa), Ismar Lima Cavalcanti, Jurandir Coan Turazzi, Luiz Antônio Vane e Carlos Eduardo Lopes Nunes, o nosso Cadu, com quem tanto aprendi, desaprendi e reaprendi sobre fogueiras e similares; a todos os membros da minha diretoria, novos e velhos companheiros que seguem comigo nesta gestão. Saibam que, com vocês, administrar a SBA será praticamente uma atividade lúdica. Tenho certeza de que, mesmo com São Jorge na casa das moças e no 12 Anestesia em revista

13 Notícias SBA Notícias meio de uma briga de um bêbado com um delegado, a nossa equipe trabalhará forte, coesa, motivada e divertida. Sou grata aos funcionários da SBA, verdadeira legião de soldados, abnegados e fiéis, e à minha grande amiga Mercedes por todo o carinho, respeito e admiração, pela incansável batalha diária e pelo seu amor à causa desta sociedade; aos parceiros de empresas e instituições afins, que conosco compartilham sonhos e projetos; a todos os amigos, presentes e ausentes nesta solenidade, que me alimentam diariamente com amor, exemplos e dados. São muitos. E melhor do que ser muitos são ótimos. E não vou citá-los, pois dizia Machado de Assis: Não é amigo aquele que alardeia a amizade: é traficante; a amizade sente-se, não se diz. E, finalmente, também gostaria de agradecer aos que nos dificultam a vida, aos que não apreciam ou reconhecem o nosso trabalho e aos que sequer torcem por nós, pois estes nos ensinam a erradicar os espinhos dos maus pensamentos e a fortalecer o nosso espírito, nos lembrando da inglória, exaustiva e necessária busca da tolerância e do amor ao próximo. Preciso também dar um crédito a quem é de direito. Logo depois do Congresso Brasileiro de Anestesiologia de 2001, realizado em Recife, do qual tive a honra de ser a diretora científica, o meu amigo Imbelloni me sentenciou o seguinte (não sei com que bola de cristal): Você vai crescer dentro da SBA e vai ser presidente. Ri dele naquele momento, sem nenhuma crença no que dizia. E agora? Agora, o reverencio pela sua visão de futuro, agradeço a sua amizade e o recomendo como previsor de destinos. Para que ser presidente da SBA? Essa pergunta também ouvi há alguns anos, e na época, a minha resposta foi: não sei, não tenho esse sonho. Depois de muitos anos de intensa atividade associativa perante as várias regionais da SBA, dentro dos comitês, das comissões e da própria diretoria da SBA, hoje sei a resposta e vou lhes dizer. Eu quero, sim, ser presidente da SBA. Para assumir o ônus e o bônus pelos tropeços e avanços, pelas agruras e doçuras, pelos risos e lágrimas, pelas turbulências, calmarias e bonanças e por todos os atos e palavras de consenso e de polêmica creditados a mim, que farão parte da história da SBA. Assinar embaixo o que vivemos e ainda haveremos de viver juntos. Quero participar da evolução e das indefectíveis mutações, que farão um dia com que a imagem desta sociedade reflita mais e melhor a face e o interesse do anestesiologista brasileiro. Na SBA, pretendo honrar a minha função de presidente deixando mais do que um simples retrato na galeria de presidentes. Quero deixar como herança um trabalho consistente, realizado com conhecimento, com habilidade técnica e política e com postura, que seja revertido em resultados positivos e sustentáveis, tanto para a nossa especialidade quanto para toda a cadeia social e institucional que conosco interage. Notícias 13

14 É a minha intenção trabalhar pela qualidade do ato anestésico, pela saúde ocupacional dos nossos especialistas SBA Notícias É a minha intenção trabalhar pela qualidade do ato anestésico, pela saúde ocupacional dos nossos especialistas, por garantias trabalhistas e pecuniárias de ativos e inativos, pela expansão do plantel de associados, pela ampliação do relacionamento político com entidades afins em níveis nacional e internacional, pela expansão quantitativa e qualitativa das parcerias institucionais e comerciais, pela maior interação com a população civil e militar brasileira, pela saúde administrativa, financeira e associativa da SBA. Pretendo trabalhar para otimizar o ensino, a atualização, a pesquisa e a publicação da anestesia brasileira. Quero ter a ousadia de relembrar à nossa comunidade docente e discente, e também aos mais afeitos à prática assistencial, mas que também se enveredam por caminhos menos formais do academicismo, da pesquisa e da publicação, que o Método Científico é ciência e que a Ética é consciência; que a ciência em si mesmo é de cunho Amoral, e que só a Ética lhe confere a alternativa da moralidade. Pretendo, até o fim do meu mandato, discutir exaustivamente e procurar soluções para um problema sério que identifico em todos os recantos da nossa sociedade e que já expressei nas cerimônias de transmissão de cargos das diretorias da Saepe e da Saerj: a escassez e a apatia dos jovens na participação dos trabalhos e do destino das nossas instituições. Precisamos urgentemente enfrentar e corrigir essa mazela. A solução precisa ocorrer, e não há varinha mágica disponível para esse fim. Muito mais do que oferecer passivamente os nossos bons exemplos, urge que desenvolvamos projetos específicos, com planejamento, no sentido de estimular o associativismo entre os mais jovens que resulte em adesão regular e voluntária nunca compulsória e que venha a preencher essa lacuna etária que atualmente vivemos. É vital para a saúde das nossas instituições coaptar e preparar a legião futura de conferencistas, instrutores, diretores, professores, colaboradores, enfim, os novos filhos da anestesiologia brasileira. Precisamos suprir os nossos jovens de apoio e confiança, para que não se abstenham de viver de forma mais plural e profunda todas as facetas dessa bela especialidade que abraçaram. Para que contribuam com exemplo e trabalho para o engrandecimento dessas organizações que lhes dão abrigo, em especial a SBA e suas regionais, a AMB e o CFM. Convoco, portanto, todas as instâncias desta sociedade a um mutirão de trabalho nesse sentido, com obstinação cega para criação e implantação de planos de ação e metas que visem motivar e trazer para as nossas comissões e diretorias, para as nossas instalações e eventos, para as nossas reuniões e festividades, as novas gerações de especialistas da anestesiologia, para que participem ativamente dos sonhos e projetos presentes e futuros da anestesiologia brasileira. Meus caros amigos dessa nova diretoria: Mariano, Bagatini, Sylvio, Oscar, Ricardo e Fernando Carneiro. 14 Anestesia em revista

15 Notícias SBA Notícias Temos muito a fazer, muito ainda a aprender, muitos desafios a superar. É o nosso desafio manter motivados os mais de mil voluntários que, diariamente, doam o seu tempo e trabalho por alguma causa desta sociedade, estar junto de nossos colaboradores internos, chefiados pela sempre solícita e competente Mercedes, para garantir a regular e mais perfeita possível rotina de funcionamento dessa estrutura com mais de nove mil sócios, a terceira maior sociedade de anestesiologia do mundo. É o nosso desafio manter o padrão de excelência das diretorias que nos antecederam. Consolidar ainda mais a marca SBA como sinônimo de qualidade no âmbito médico nacional e internacional, levando-a a cumprir a sua missão institucional e dirigir-se com passos firmes e inequívocos à sua planejada visão de futuro. Temos o dever e o prazer de zelar pelo nosso passado e de estampá-lo. Temos a honra de sermos os operários do presente. E o desafio e a glória de planejar e tentar nos imiscuir no quadro do futuro. Para guiar a nossa diretoria e colaboradores rumo à missão e visão institucional, um planejamento estratégico foi cuidadosamente elaborado. Com objetivos, estratégias, indicadores, metas e planos de ação traçados e customizados para cada área específica, sendo todos monitorados e controlados continuamente através de um painel de bordo. Tudo minuciosamente pensado para dar certo. É óbvio que é uma tolice pensar que só podemos aprender com os próprios erros. Melhor seria, se possível, aprender com o erro alheio. Há dois mil anos, já proferia Catão: Os sábios evitam os erros dos tolos. Mas mesmo assim, infelizmente, é claro que erramos nem somos tão sábios, nem tão tolos. E é aí que se faz necessário e imperioso o feedback de toda a comunidade de associados e parceiros. Para alguns ajustes de rota, a visão externa é sabidamente superior. Recebemos as críticas e os conselhos com boas-vindas e nos retroalimentamos deles, de onde quer que venham. Só lhes faço um pedido: que essas críticas sejam honestas e carregadas de boas intenções e, principalmente, expressas de forma tranquila. São mais de nove mil associados para ser atendidos e entendidos, ininterruptamente, mais de 18 mil documentos por ano recebidos por via eletrônica ou postal, além dos incontáveis telefonemas e contatos presenciais. A máquina diretiva e o corpo de funcionários são preparados, têm couraça forte, mas os seus corações continuam moles. Pensem nisso quando fizerem uma abordagem. Falando em máquina, couraça e corações, este ano, parece que, finalmente, as mulheres entram em alta. E sobre isso gostaria de discorrer um pouco. Notícias 15

16 Falando em máquina, couraça e corações, este ano, parece que, finalmente, as mulheres entram em alta SBA Notícias Fundada em 1948, somente em 1982, na gestão do Dr. Altamirando Lima de Santana, a SBA teve, pela primeira vez, uma mulher na sua diretoria, a Dra. Eugesse Cremonesi, como diretora do Depto. Científico. Depois dessa pioneira, apenas mais três mulheres participaram de diretorias antes de mim: as Dras. Maria Betânia Dalcolmo de Azevedo, Maria Ângela Tardelli e Consuelo Plemont Maia. Certamente, esse fato não reflete a ausência da força motriz da mulher. Temos exemplos de sobra de belíssimos legados deixados para a SBA pelo sexo dito fraco, como a organização do primeiro Congresso Brasileiro de Anestesiologia presidido por uma mulher, a Dra. Maria Luíza Alves, realizado em Recife no ano de 1993, os resultados obtidos e reconhecidos em pesquisa científica avançada pela Dra. Maria dos Prazeres Barbalho Simonetti e a elegante imagem e o forte poder agregador da Dra. Consuelo Plemont Maia, entre tantos. Dedico, portanto, a minha presidência na SBA a todas essas abnegadas e valorosas mulheres, que, em silêncio, na maior parte das vezes, construíram e constroem a história da anestesiologia brasileira. Prometo, entretanto (sem querer parodiar ninguém), que na SBA serei a presidente de todos os anestesiologistas, brasileiros e brasileiras. E lhes garanto, senhoras e senhores, que continuarei exatamente como comecei e venho tentando fazer até hoje: trabalhando. Pois acredito que nada resiste ao trabalho. E nesse quesito, o tempo é o senhor da razão. Não pretendo, e assevero que nunca pretendi, ser a dona da verdade. Faço minhas, inclusive, as sábias palavras de John Locke, filósofo inglês, político e médico, que viveu no século 17: Onde está o homem que tem prova incontestável da verdade de tudo o que sustenta, ou da falsidade de tudo o que condena, ou que pode dizer que examinou até o fundo todas as suas próprias opiniões ou as dos outros? A necessidade de acreditar sem conhecimento ou em bases muito frágeis,...deveria nos deixar mais ocupados e cuidadosos em nos informar a nós mesmos do que em constranger os outros. Assim, peço a vocês suporte e compreensão nessa empreitada. Peço mais do que intenções e declarações evanescentes de apoio. Peço também ideias e orações. Peço os seus braços e mentes. Peço que estejam e sejam sempre comigo, porque com vocês e para vocês eu serei. Que o Cosmo conspire ao nosso favor. Muitíssimo obrigada. 16 Anestesia em revista

17 Notícias SBA Notícias XXXV Jonna Jornada Norte-Nordeste de Anestesiologia VII Jornada Norte-Nordeste de Dor Data: 17 a 19 de março de 2011 Local: SEHRS Natal Grand Hotel, Natal, Rio Grande do Norte (RN). Programação preliminar Workshop Vias Aéreas Data: 18 e 19 de março (sexta-feira e sábado). Ministrante: prof. de Stanford, Califórnia Cronograma: Três palestras oito estações de base rotativa (40 minutos). Cada grupo de participantes será composto por seis pessoas. Cada estação terá um instrutor local para facilitar. O workshop será realizado em dois dias (18 e 19 de março), com um total de 48 pessoas por dia. Estação 1 Vias Aéreas Supraglóticas: Máscaras Laríngeas Clássicas, Unique, Flexible, Excel, Proseal e Supreme; AirQ, I Gel. Estação 2 Entubação LMA, Trachlight. Estação 3 Bougie Elástico, Vídeo e Opticolaringoscópios: VideoMac (CMac), Glidescope, Videolaringoscópio McGrath, Pentaz, Airtraq. Estação 4 Técnicas Básicas de Broncofibroscopia Óptica Flexível e Entubacão: Modelos de Baiton, Máscara de Patil, Aprimoramento de Fibroscopia Óptica Nasal e Oral. Estação 5 Entubacão Retrógrada: Clássica, Fibroóptica, Bougie e Trachlight - Técnicas Assistidas. Estação 6 Via Aérea de Emergência: Cricotirotomia, Ventilação a Jet Transtraqueal, Combitube, Easytube, Tubo Laríngeo. Estação 7 Via Aérea Difícil Pediátrica. Estação 8 Visão Fibro-óptica da Anatomia da Via Aérea Inferior. Posicionamento Assistido por Fibroscopia dos Bloqueadores Brônquicos de Arndt e Cohen. Avaliacão Fibro-óptica do Posicionamento do Tubo de Duplo Lúmen. Notícias 17

18 Notícias SBA Notícias Jornada Norte-Nordeste de Anestesiologia Data: 17 de março (quinta-feira) Programação Cursos pré-jornada Sala 1: 9h Workshop Arritimias (30 vagas) Sala 2: 9h Bloqueios Periféricos e Acessos Vasculares Guiados por USG Sala 3: 9h GAS Man/Abbott (40 vagas) Salão Bossa Nova Tema: Parada Cardiorrespiratória Guidelines h às 14h20: Parada Cardiorrespiratória em Adultos 14h20 às 14h40: Parada Cardiorrespiratória em Gestantes 14h40 às 15h: Parada Cardiorrespiratória em Pediatria 15h às 15h20: Proteção Cerebral pós-pcr 15h20 às 15h40: Discussão 15h40 às16h: Intervalo Tema: Via Aérea Difícil 16h às 16h40: Estratégias para Manejo de Via Aérea Difícil 16h40 às 17h20: Manejo da Via Aérea no Século XXI: Velhos Dilemas, Novas Soluções? 17h20 às 18h: Manejo da Via Aérea Difícil Pediátrica 19h30: Sessão Solene de Abertura Apresentação da Orquestra Sinfônica Coquetel na pérgula da piscina Data: 18 de março (sexta-feira) Programação Tema: Anestesia no Cardiopata 9h às 9h30: Técnicas Cardiorrespiratórias que Eu Pratico 9h30 às 10h: Preparo Pré-operatório do Cardiopata para Cirurgia Não Cardíaca 10h às 10h30: Arritmias Pré-operatórias: Diagnóstico e Tratamento 10h30 às 11h: Intervalo Tema: Anestesia no Paciente Grave 11h às 11h30: Otimizando a Oferta de O2 Tecidual e Hemotransfusão 11h30 às 12h: Monitorização do Paciente Grave 12h às 12h30: Anestesia no Paciente Politraumatizado 12h30 às 14h: Almoço 18 Anestesia em revista

19 Notícias SBA Notícias Tema: Anestesia em Situações Especiais 14h às 14h30: Anestesia Venosa em Idosos, Cardiopatas e Pacientes Graves 14h30 às 15h: Pré-condicionamento Cerebral em Anestesia 15h às 15h30: Anestesia no Obeso Mórbido 15h30 às 16h: Coffee break Tema: Especialidade 16h às 16h30: Anestesia Fora do Centro Cirúrgico 16h30 às 17h: Bloqueio no Neuroeixo e Paciente Anticoagulado 17h às 17h30: Anestesia na Criança Obesa 17h30 às 18h: Anestesia Inalatória versus Venosa e Proteção de Órgãos 20h: Jantar dançante Data: 19 de março (sábado) Programação Tema: Anestesia em Cirurgia Plástica 9h às 9h30: Procedimentos Combinados: qual o Limite de Segurança? 9h30 às 10h: Bloqueio versus Geral o que Diz a Literatura? 10h às 10h30: Peridural Torácica Quando Indicar? 10h30 às 11h: Intervalo Tema: Anestesia em Obstetrícia 11h às 11h30: Síndromes Hemorrágicas: Diagnóstico e Tratamento 11h30 às 12h: Gestante com Valvulopatias: Parto Normal ou Cesárea? qual a Melhor Técnica Anestésica? 12h às 12h30: Evolução da Anestesia Uma Viagem no Tempo Festa de encerramento a definir local e banda Dia 17 de março de 2011 quinta-feira Principais Enfermidades Álgicas e Controle Terapêutico Atualizado 13h-13h30 - Fibromialgia: Novos Critérios de Avaliação e Terapia Farmacológica Atual 13h30-14h - Síndrome Miofascial: Desativação de Pontos Gatilho e Controle Terapêutico 14h -14h30 - Neurociência e Dor 14h30-15h - Dor Orofacial: Diagnóstico e Tratamento 15h-15h30 - Intervalo 15h30-16h - Principais Síndromes Álgicas Reumatológicas: Avaliação Clínica e Conduta Terapêutica Atualizada 16h-16h30 - Lidocaína em Bloqueio Simpático Venoso: Indicações Clínicas e Informações Prática 16h30-17h - Lombalgia Aguda: Conduta Médica Conservadora e Terapia Atual Intervencionista Notícias 19

20 Notícias SBA Notícias 17h-17h30 - Dor Neuropática: Controle Terapêutico Atual e Novas Perspectivas 17h30-18h - Perguntas e Respostas Dia 18 de março de 2011 sexta-feira Tratamento Farmacológico da Dor 8h30-9h - Analgésicos Opioides no Controle Terapêutico da Dor Não Oncológica: Atualização 9h-9h30 - AINEs e Relaxantes Musculares Mais Utilizados no Controle Terapêutico da Dor 9h30-10h - Antidepressivos no Tratamento da Dor: Avanços Terapêuticos 10h-10h30 - Uso de Anticonvulsivantes no Controle Dor e em Neuropatias: Abordagem Atualizada 10h30-11h - Intervalo 11h-11h30 - Drogas Biológicas do Controle da Dor: Avanços Terapêuticos 11h30-12h - Bloqueios Anestésicos e Neurolíticos no Tratamento da Dor 12h-12h30 - Perguntas e Respostas 12h30-14h30 - Almoço 16h30-17h - Opioides na Dor Não Oncológica: Atualização e Novas Perspectivas 17h-17h30 - Dor Oncológica: Humanização e Ética 17h30-18h - Perguntas e Respostas Dia 19 de março de 2011 sábado Dor Pós-operatória 8h30-9h - Enfermagem na Assistência ao Paciente com Dor no Pós-operatório e em Cuidados Paliativos 9h-9h30 - Fisioterapia no Tratamento da Dor Pósoperatória 9h30-10h - Acupuntura no Controle Terapêutico Antiálgico 10h-10h30 - Neurocirurgia no Tratamento da Dor: Abordagem Atual 10h30-11h - Intervalo 11h-11h30 - Analgesia Preventiva: como Eu Faço? 11h30-12h - Bomba de Infusão PCA: Abordagem Prática e Atualizada 12h-12h30 - Perguntas e Respostas 12h30-13h - Encerramento Dor Oncológica E Cuidados Paliativos 14h30-15h - Dor Oncológica: Consenso Atual h-15h30 - Cuidados Paliativos na Dor Oncológica 15h30-16h - Principais Técnicas Intervencionistas no Controle da Dor 16h-16h30 - Intervalo Ponte de Todos, Newton Navarro, Natal/RN 20 Anestesia em revista

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social DISCURSO DO MINISTRO DA EDUCAÇÃO, HENRIQUE PAIM Brasília, 3 de fevereiro de 2014 Hoje é um dia muito especial para mim. É um dia marcante em uma trajetória dedicada à gestão pública ao longo de vários

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 8. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 8. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 3 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 7 Cronograma de Aulas Pág. 8 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM DOR Unidade Dias e Horários

Leia mais

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento.

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento. DISCURSO DE POSSE Boa Noite a todos! Cumprimento o ex-diretor presidente Sebastião Calais, o Prefeito Leris Braga, o vice-prefeito Alcemir Moreira, o presidente da Câmara de Vereadores Juarez Camilo, o

Leia mais

CURSO DE HABILIDADES PRÁTICAS EM MEDICINA INTENSIVA 8 e 9 de agosto de 2014 03 e 04 de outubro de 2014

CURSO DE HABILIDADES PRÁTICAS EM MEDICINA INTENSIVA 8 e 9 de agosto de 2014 03 e 04 de outubro de 2014 CURSO DE HABILIDADES PRÁTICAS EM MEDICINA INTENSIVA 8 e 9 de agosto de 2014 03 e 04 de outubro de 2014 Coordenação Dr. Luciano Cesar Pontes Azevedo Doutor em medicina pela Universidade de São Paulo - USP

Leia mais

Agradeço aos conselheiros que representam todos os Associados do Estado, o que faço na pessoa do Conselheiro Decano, João Álfaro Soto.

Agradeço aos conselheiros que representam todos os Associados do Estado, o que faço na pessoa do Conselheiro Decano, João Álfaro Soto. Agradecimentos: Cumpre-me inicialmente agradecer a toda Diretoria Executiva, especialmente ao Teruo, por confiarem no meu trabalho e me darem toda a autonomia necessária para fazer o melhor que fui capaz

Leia mais

100 Dicas do Presidente do RI Sakuji Tanaka para Fortalecer os Rotary Clubs

100 Dicas do Presidente do RI Sakuji Tanaka para Fortalecer os Rotary Clubs 100 Dicas do Presidente do RI Sakuji Tanaka para Fortalecer os Rotary Clubs 1. Fazer mais atividades humanitárias com maior enfoque. 2. Ajustar o número de comissões ao tamanho do clube. 3. Fazer com que

Leia mais

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social O Projeto Social Luminando O LUMINANDO O Luminando surgiu como uma ferramenta de combate à exclusão social de crianças e adolescentes de comunidades

Leia mais

Curso ISO 9001:2008 Qualidade em Serviços

Curso ISO 9001:2008 Qualidade em Serviços Curso ISO 9001:2008 Qualidade em Serviços Guia Fundamental para Gestão de Qualidade em Serviços Objetivo Capacitar os participantes a interpretarem os requisitos da Norma ISO 9001:2008, relacionados aos

Leia mais

Competências avaliadas pela ICF

Competências avaliadas pela ICF Competências avaliadas pela ICF ð Estabelecendo a Base: 1. Atendendo as Orientações Éticas e aos Padrões Profissionais Compreensão da ética e dos padrões do Coaching e capacidade de aplicá- los adequadamente

Leia mais

Concurso Literário. O amor

Concurso Literário. O amor Concurso Literário O Amor foi o tema do Concurso Literário da Escola Nova do segundo semestre. Durante o período do Concurso, o tema foi discutido em sala e trabalhado principalmente nas aulas de Língua

Leia mais

I Seminário de Gestão do Corpo Clínico

I Seminário de Gestão do Corpo Clínico I Seminário de Gestão do Corpo Clínico AMMG e FEDERASSANTAS Experiências e Modelos de Gestão de Corpo Clínico. Henrique Salvador 27.11.13 Dados Gerais Corpo Clínico Gestão do Corpo Clínico O HOSPITAL MATER

Leia mais

PGQP. Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade

PGQP. Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade PGQP Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade visão das lideranças A Excelência de qualquer organização depende da sinergia entre três fatores:

Leia mais

O que é o Ação Integrada?

O que é o Ação Integrada? O que é o Ação Integrada? Resultado de uma articulação entre a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE/MT), o Ministério Público do Trabalho (MPT/MT), a Fundação Uniselva da Universidade

Leia mais

PROGRAMA COMPLIANCE VC

PROGRAMA COMPLIANCE VC Seguir as leis e regulamentos é ótimo para você e para todos. Caro Colega, É com satisfação que compartilho esta cartilha do Programa Compliance VC. Elaborado com base no nosso Código de Conduta, Valores

Leia mais

Juliana S. Amaral Rocha Enfermeira de Práticas Assistenciais Hospital Alemão Oswaldo Cruz. Junho/ 2015

Juliana S. Amaral Rocha Enfermeira de Práticas Assistenciais Hospital Alemão Oswaldo Cruz. Junho/ 2015 Juliana S. Amaral Rocha Enfermeira de Práticas Assistenciais Hospital Alemão Oswaldo Cruz Junho/ 2015 MODELO ASSISTENCIAL - DEFINIÇÃO Forma como atribuições de tarefas, responsabilidade e autoridade são

Leia mais

especialidade Psic. Raquel Pusch pusch11@terra.com.br www.psicosaude.com.br

especialidade Psic. Raquel Pusch pusch11@terra.com.br www.psicosaude.com.br Psicologia Intensiva uma especialidade Psic. Raquel Pusch pusch11@terra.com.br www.psicosaude.com.br PSICOLOGIA INTENSIVA O intensivismo é uma especialidade que apresenta um caráter interdisciplinar voltado

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

Auditoria: Desafio e Confiança. 13 de setembro de 2013

Auditoria: Desafio e Confiança. 13 de setembro de 2013 XI Congresso da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas Auditoria: Desafio e Confiança 13 de setembro de 2013 Senhor Bastonário da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas, Dr. José Azevedo Rodrigues, Senhoras

Leia mais

Governança Clínica. As práticas passaram a ser amplamente utilizadas em cuidados de saúde à partir de 1.995.

Governança Clínica. As práticas passaram a ser amplamente utilizadas em cuidados de saúde à partir de 1.995. Governança Clínica As práticas passaram a ser amplamente utilizadas em cuidados de saúde à partir de 1.995. O Modelo de Gestão Atual foi desenvolvido a 100 anos. Repensar o Modelo de Gestão nos serviços

Leia mais

A medicina da família e a humanização do atendimento ao paciente

A medicina da família e a humanização do atendimento ao paciente A medicina da família e a humanização do atendimento ao paciente por Denise Marson Apesar da implantação do programa Saúde da família, a formação de profissionais especializados na área de medicina da

Leia mais

ESPECÍFICO DE ENFERMAGEM PROF. CARLOS ALBERTO

ESPECÍFICO DE ENFERMAGEM PROF. CARLOS ALBERTO ESPECÍFICO DE ENFERMAGEM PROF. CARLOS ALBERTO CONCURSO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ESPECÍFICO DE ENFERMAGEM TEMA 04: ATIVIDADES DO ENFERMEIRO ATIVIDADES DO ENFERMEIRO SUPERVISÃO GERENCIAMENTO AVALIAÇÃO AUDITORIA

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ATIVIDADE FÍSICA PARA PREVENÇÃO, TRATAMENTO

Leia mais

Programas de Qualificação dos Prestadores de Serviços - ANS

Programas de Qualificação dos Prestadores de Serviços - ANS Programas de Qualificação dos Prestadores de Serviços - ANS São Paulo - 18 de junho de 2013 GERPS/GGISE/DIDES/ANS Agenda Cenário Atual da Qualidade no Setor. Programas de Qualificação dos Prestadores de

Leia mais

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo Projeto Amplitude Plano de Ação 2015 P r o j e t o A m p l i t u d e R u a C a p i t ã o C a v a l c a n t i, 1 4 7 V i l a M a r i a n a S ã o P a u l o 11 4304-9906 w w w. p r o j e t o a m p l i t u

Leia mais

PROJETO TEMÁTICO Campanha de divulgação Do Programa de Responsabilidade Socioambiental do TJDFT VIVER DIREITO

PROJETO TEMÁTICO Campanha de divulgação Do Programa de Responsabilidade Socioambiental do TJDFT VIVER DIREITO PROJETO TEMÁTICO Campanha de divulgação Do Programa de Responsabilidade Socioambiental do TJDFT VIVER DIREITO OBJETIVO A campanha teve por objetivo implantar na Instituição a cultura da responsabilidade

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina 008ª Zona Eleitoral de Canoinhas/SC

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina 008ª Zona Eleitoral de Canoinhas/SC Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina 008ª Zona Eleitoral de Canoinhas/SC gdelbem@tre-sc.gov.br ; gdelbem@yahoo.com.br Proposta de valores no Planejamento Estratégico da Justiça Eleitoral Gestão

Leia mais

FAZENDO SEXO APÓS O CÂNCER DE PRÓSTATA. Alícia Flores Jardim

FAZENDO SEXO APÓS O CÂNCER DE PRÓSTATA. Alícia Flores Jardim FAZENDO SEXO APÓS O CÂNCER DE PRÓSTATA Alícia Flores Jardim Dedicatórias Dedico este trabalho a meu pai que morreu em janeiro de 2013, após um câncer de próstata descoberto tardiamente. Ao meu marido

Leia mais

HOSPITAL ABREU SODRÉ A sua próxima escolha.

HOSPITAL ABREU SODRÉ A sua próxima escolha. HOSPITAL ABREU SODRÉ A sua próxima escolha. Qualidade máxima e confiança são fundamentais no momento de escolher um hospital, e você precisa do que há de melhor na área médica. Por isso, prepare-se para

Leia mais

TOPE [EA]². Assessoria de imprensa voltada à divulgação da ciência

TOPE [EA]². Assessoria de imprensa voltada à divulgação da ciência Assessoria de imprensa voltada à divulgação da ciência Camila Delmondes Assessoria de Relações Públicas e Imprensa Faculdade de Ciências Médicas Unicamp Divulgação Cientifica e Cultural Laboratório de

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO

MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO AGENDA ESTRATÉGICA DA GESTÃO (2012-2015) AGENDA ESTRATÉGICA DA GESTÃO (2012-2015) Este documento tem o propósito de promover o alinhamento da atual gestão

Leia mais

GESTÃO DE PESSOAS E PRODUTIVIDADE

GESTÃO DE PESSOAS E PRODUTIVIDADE GESTÃO DE PESSOAS E PRODUTIVIDADE 2 Download da Apresentação www.gptw.com.br publicações e eventos palestras Great Place to Work - Missão 3 Construindo um Excelente Ambiente de Trabalho 4 1 2 3 4 O que

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM NO SUPORTE À CIRURGIA ROBÓTICA

Leia mais

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Brasília, 02 de janeiro de 2015. Ministra Miriam Belchior, demais autoridades, parentes e amigos aqui presentes.

Leia mais

2009/2010 CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DE ANESTESIA

2009/2010 CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DE ANESTESIA 2009/2010 COMISSÃO CIENTÍFICA Celínia Antunes Cristina Baião Fernanda Príncipe Henrique Dias Jorge Coelho José Alberto Martins José David Ferreira Marcos Pacheco Nuno Tavares Lopes Paulo Amorim Paulo Figueiredo

Leia mais

Política do Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE

Política do Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE Política do Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE O Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE visa fortalecer a missão de desenvolver a nossa terra e nossa gente e contribuir para

Leia mais

Uma área em expansão. Radiologia

Uma área em expansão. Radiologia Uma área em expansão Conhecimento especializado e treinamento em novas tecnologias abrem caminho para equipes de Enfermagem nos serviços de diagnóstico por imagem e radiologia A atuação da Enfermagem em

Leia mais

Quais são os objetivos dessa Política?

Quais são os objetivos dessa Política? A Conab possui uma Política de Gestão de Desempenho que define procedimentos e regulamenta a prática de avaliação de desempenho dos seus empregados, baseada num Sistema de Gestão de Competências. Esse

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA DATA: 1 a 3 de SETEMBRO LOCAL: HOTEL GOLDEN TULIP / VITÓRIA-ES Realização: Tema: O Envolvimento Interdisciplinar na Qualidade de Assistência e na Segurança do Paciente COMISSÃO ORGANIZADORA

Leia mais

Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências

Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências boletim Jovem de Futuro ed. 04-13 de dezembro de 2013 Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências O Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013 aconteceu de 26 a 28 de novembro.

Leia mais

5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO

5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO 5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO Este e book foi criado após ter percebido uma série de dúvidas de iniciantes em Facebook Ads. O seu conteúdo é baseado na utilização da plataforma

Leia mais

Experiência: REDUÇÃO DA TAXA DE CANCELAMENTO DE CIRURGIAS ATRAVÉS DA OTIMIZAÇÃO DO PROCESSO ASSISTENCIAL

Experiência: REDUÇÃO DA TAXA DE CANCELAMENTO DE CIRURGIAS ATRAVÉS DA OTIMIZAÇÃO DO PROCESSO ASSISTENCIAL Experiência: REDUÇÃO DA TAXA DE CANCELAMENTO DE CIRURGIAS ATRAVÉS DA OTIMIZAÇÃO DO PROCESSO ASSISTENCIAL Hospital de Clínicas de Porto Alegre Ministério da Educação Responsável: Sérgio Carlos Eduardo Pinto

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

Programa de Acreditação Internacional. Gestão da Qualidade e Segurança

Programa de Acreditação Internacional. Gestão da Qualidade e Segurança 2012 Programa de Acreditação Internacional Gestão da Qualidade e Segurança Responda rapidamente: Os serviços prestados pela sua instituição têm qualidade e segurança satisfatórias??? Por Quê???? QUALIDADE?

Leia mais

Por que ouvir a sua voz é tão importante?

Por que ouvir a sua voz é tão importante? RESULTADOS Por que ouvir a sua voz é tão importante? Visão Tokio Marine Ser escolhida pelos Corretores e Assessorias como a melhor Seguradora pela transparência, simplicidade e excelência em oferecer soluções,

Leia mais

O desenvolvimento do Terceiro Setor e a profissionalização

O desenvolvimento do Terceiro Setor e a profissionalização O desenvolvimento do Terceiro Setor e a profissionalização Cristiane dos Santos Schleiniger * Lise Mari Nitsche Ortiz * O Terceiro Setor é o setor da sociedade que emprega aproximadamente 1 milhão de pessoas.

Leia mais

ESCOLA TÉCNICA SANTA CASA BH CONHECIMENTO NA DOSE CERTA PARA O SEU SUCESSO PROFISSIONAL

ESCOLA TÉCNICA SANTA CASA BH CONHECIMENTO NA DOSE CERTA PARA O SEU SUCESSO PROFISSIONAL ESCOLA TÉCNICA SANTA CASA BH CONHECIMENTO NA DOSE CERTA PARA O SEU SUCESSO PROFISSIONAL A SANTA CASA BH TEM TODOS OS CUIDADOS PARA VOCÊ CONQUISTAR UMA CARREIRA SAUDÁVEL. Missão Humanizar a assistência

Leia mais

NR 35 - GESTÃO DA SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO (PROPOSTA DE TEXTO)

NR 35 - GESTÃO DA SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO (PROPOSTA DE TEXTO) NR 35 - GESTÃO DA SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO (PROPOSTA DE TEXTO) Objeto, princípios e campo de aplicação 35.1 Esta Norma Regulamentadora - NR estabelece princípios e requisitos para gestão da segurança

Leia mais

CURSO A DISTÂNCIA DISSEMINADORES DE EDUCAÇÃO FISCAL

CURSO A DISTÂNCIA DISSEMINADORES DE EDUCAÇÃO FISCAL CURSO A DISTÂNCIA DISSEMINADORES DE EDUCAÇÃO FISCAL 2013 1. IDENTIFICAÇÃO GRUPO DE EDUCAÇÃO FISCAL ESTADUAL DE GOIÁS GEFE/GO 2. APRESENTAÇÃO O curso a distância de Disseminadores de Educação Fiscal constitui

Leia mais

Luiz Ildebrando Pierry Porto Alegre, Maio de 2006

Luiz Ildebrando Pierry Porto Alegre, Maio de 2006 Luiz Ildebrando Pierry Porto Alegre, Maio de 2006 Evolução Estratégica do Movimento Qualidade RS 13 anos de atividade Instalação do Programa Cumulativo Consolidação do Programa como Promotor da Causa Evolução

Leia mais

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA Autor: Jeferson Correia dos Santos ARTIGO TÉCNICO INOVAÇÃO NA GESTÃO DE PÓS-VENDAS: SETOR AUTOMOTIVO RESUMO A palavra inovação tem sido atualmente umas das mais mencionadas

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014 Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social Entidade: Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil Endereço: Rua Antônio Miguel Pereira

Leia mais

UNESCO Brasilia Office Representação da UNESCO no Brasil Entrevista: Portal Domínio Público

UNESCO Brasilia Office Representação da UNESCO no Brasil Entrevista: Portal Domínio Público UNESCO Brasilia Office Representação da UNESCO no Brasil Entrevista: Portal Domínio Público UNESCO Ministério da Educação Brasília 2006 Artigo publicado, em 06 de dezembro de 2006, no Observatório da Sociedade

Leia mais

Estudo de Caso. Cliente: Cristina Soares. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Cristina Soares. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Cristina Soares Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Quando decidi realizar meu processo de coaching, eu estava passando por um momento de busca na minha vida.

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER II JORNADA DE TÉCNICOS DE ENFERMAGEM DO INCA

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER II JORNADA DE TÉCNICOS DE ENFERMAGEM DO INCA INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER II JORNADA DE TÉCNICOS DE ENFERMAGEM DO INCA FORMAÇÃO E EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE NA ATENÇÃO AO CÂNCER: DESAFIOS PARA OS TÉCNICOS DE ENFERMAGEM ESPECIALIZAÇÃO DO TÉCNICO

Leia mais

8 Erros Que Podem Acabar Com Seu Negócio de Marketing Digital

8 Erros Que Podem Acabar Com Seu Negócio de Marketing Digital 8 Erros Que Podem Acabar Com Seu Negócio de Marketing Digital Empreender em negócios de marketing digital seguramente foi uma das melhores decisões que tomei em minha vida. Além de eu hoje poder ter minha

Leia mais

As Novas Tecnologias e o Processo Legislativo Parlamentar

As Novas Tecnologias e o Processo Legislativo Parlamentar CAMARA DOS DEPUTADOS As Novas Tecnologias e o Processo Legislativo Parlamentar Lúcio Henrique Xavier Lopes XII Encontro da Associação dos Secretários- Gerais dos Parlamentos de Língua Portuguesa CAMARA

Leia mais

Gestão de Qualidade. HCFMRP - USP Campus Universitário - Monte Alegre 14048-900 Ribeirão Preto SP Brasil

Gestão de Qualidade. HCFMRP - USP Campus Universitário - Monte Alegre 14048-900 Ribeirão Preto SP Brasil Gestão de Qualidade O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, visando a qualidade assistencial e a satisfação do cliente compromete-se a um entendimento

Leia mais

COMO FAZER A TRANSIÇÃO

COMO FAZER A TRANSIÇÃO ISO 9001:2015 COMO FAZER A TRANSIÇÃO Um guia para empresas certificadas Antes de começar A ISO 9001 mudou! A versão brasileira da norma foi publicada no dia 30/09/2015 e a partir desse dia, as empresas

Leia mais

Em nome do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime. UNODC quero agradecer ao coordenador residente, sr. Jorge

Em nome do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime. UNODC quero agradecer ao coordenador residente, sr. Jorge Boa tarde! Em nome do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime UNODC quero agradecer ao coordenador residente, sr. Jorge Chediek, e a toda sua equipe, pela oportunidade em participar desse importante

Leia mais

Apoio. Patrocínio Institucional

Apoio. Patrocínio Institucional Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 83 Papo Reto com José Junior 12 de junho de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura

Leia mais

ANEXO RESOLUÇÃO COFEN Nº 468/2014 ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO NO ACONSELHAMENTO GENÉTICO

ANEXO RESOLUÇÃO COFEN Nº 468/2014 ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO NO ACONSELHAMENTO GENÉTICO ANEXO RESOLUÇÃO COFEN Nº 468/2014 ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO NO ACONSELHAMENTO GENÉTICO I. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para atuação privativa do Enfermeiro em Aconselhamento Genético, no âmbito da equipe

Leia mais

Por Tiago Bastos Quer Dinheiro Online? 1

Por Tiago Bastos Quer Dinheiro Online? 1 Por Tiago Bastos Quer Dinheiro Online? 1 Se não pode subir a montanha, torne-se uma. Por Tiago Bastos Quer Dinheiro Online? 2 ISSO ESTÁ ME GERANDO R$7.278,05 - R$10.588,38 POR SEMANA E VOCÊ PODE FAZER

Leia mais

CUIDADOS PALIATIVOS DIRECIONADOS A PACIENTES ONCOLÓGICOS EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

CUIDADOS PALIATIVOS DIRECIONADOS A PACIENTES ONCOLÓGICOS EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA CUIDADOS PALIATIVOS DIRECIONADOS A PACIENTES ONCOLÓGICOS EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA Júlio César Coelho do Nascimento (Enfermeiro Pós-graduando em Oncologia Clínica- Centro de Especialização em Enfermagem

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR 1. Como são os cursos ofertados pela plataforma freire e quais os benefícios para os professores que forem selecionados? O professor sem formação poderá estudar nos

Leia mais

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex...

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... (/artigos /carreira/comopermanecercalmosob-pressao /89522/) Carreira Como permanecer calmo sob pressão (/artigos/carreira/como-permanecer-calmosob-pressao/89522/)

Leia mais

Política de humanização no estado de São Paulo

Política de humanização no estado de São Paulo Artigo Política de humanização no estado de São Paulo Por Eliana Ribas A autora é psicanalista e doutora em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Atua como coordenadora

Leia mais

República de Moçambique

República de Moçambique República de Moçambique Dia do Médico Moçambicano: Momento de celebração e reflexão sobre desafios da classe e do sector Discurso de Sua Excelência Filipe Jacinto Nyusi, Presidente da República de Moçambique,

Leia mais

Código de Ética e Conduta

Código de Ética e Conduta Código de Ética e Conduta Introdução A Eucatex, através deste Código de Ética e Conduta, coloca à disposição de seus colaboradores, fornecedores e comunidade, um guia de orientação para tomada de decisões

Leia mais

DETALHAMENTO DA FORMAÇÃO EM COACHING EM RESILIÊNCIA

DETALHAMENTO DA FORMAÇÃO EM COACHING EM RESILIÊNCIA DETALHAMENTO DA FORMAÇÃO EM COACHING EM RESILIÊNCIA FILOSOFIA DO TREINAMENTO, MODELO E ABORDAGEM O Coaching em Resiliência é uma formação de coaching exclusiva licenciada pela SOBRARE e única especializada

Leia mais

Gestão do Conhecimento e Governo Como sensibilizar os órgãos governamentais para implementarem a GC

Gestão do Conhecimento e Governo Como sensibilizar os órgãos governamentais para implementarem a GC Gestão do Conhecimento e Governo Como sensibilizar os órgãos governamentais para implementarem a GC Elisabeth Gomes elisabeth.gomes@sbgc.org.br Diretora de relações com o governo - SBGC 2º Fórum de Gestão

Leia mais

HOSPITAL SÃO RAFAEL TUDO É POSSÍVEL A QUEM CRÊ

HOSPITAL SÃO RAFAEL TUDO É POSSÍVEL A QUEM CRÊ HOSPITAL SÃO RAFAEL TUDO É POSSÍVEL A QUEM CRÊ Origem A preocupação com as questões sociais fez com que o professor e sacerdote italiano D. Luigi Maria Verzé chegasse ao Brasil, em 1974, através do Monte

Leia mais

UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS

UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS Nessa unidade vou mostrar para você como escrever e-mails que geram resultados. Mas que resultados são esses? Quando você escreve um e-mail tem que saber

Leia mais

coleção Conversas #7 - ABRIL 2014 - f o? Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça.

coleção Conversas #7 - ABRIL 2014 - f o? Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça. Eu quero não parar coleção Conversas #7 - ABRIL 2014 - de consigo.o usar que eu drogas f o? aç e Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora

Leia mais

Gestão de Redes Assistenciais e o Impacto no Custeio da Assistência. Irene Minikovski Hahn

Gestão de Redes Assistenciais e o Impacto no Custeio da Assistência. Irene Minikovski Hahn Gestão de Redes Assistenciais e o Impacto no Custeio da Assistência Irene Minikovski Hahn novas tecnologias remuneração pela doença transição demográfica falta de incentivo para avaliação de qualidade

Leia mais

Educação Corporativa. Liderança Estratégia Gestão. KM Partners Educação Corporativa

Educação Corporativa. Liderança Estratégia Gestão. KM Partners Educação Corporativa Educação Corporativa Liderança Estratégia Gestão O que é Educação corporativa? Educação corporativa pode ser definida como uma prática coordenada de gestão de pessoas e de gestão do conhecimento tendo

Leia mais

Dra. Fabiana Hauser Fisiatra e Acupunturista Serviço de Dor e Cuidados Paliativos Hospital Nossa Senhora da Conceição Porto Alegre

Dra. Fabiana Hauser Fisiatra e Acupunturista Serviço de Dor e Cuidados Paliativos Hospital Nossa Senhora da Conceição Porto Alegre Dra. Fabiana Hauser Fisiatra e Acupunturista Serviço de Dor e Cuidados Paliativos Hospital Nossa Senhora da Conceição Porto Alegre Dor Crônica Cuidados Paliativos Atendimento ambulatorial Internação Ambulatório

Leia mais

Plano de Comunicação para o Hospital Infantil Varela Santiago¹

Plano de Comunicação para o Hospital Infantil Varela Santiago¹ Plano de Comunicação para o Hospital Infantil Varela Santiago¹ José Alves de SOUZA² Maria Stella Galvão SANTOS³ Universidade Potiguar (UnP ), Natal, RN RESUMO Este Plano de Comunicação refere-se a um estudo

Leia mais

GUIA DE SOCIAIS EM REDES BOAS PRÁTICAS EM GESTÃO DO ATENDIMENTO E RELACIONAMENTO MELHORES PRÁTICAS. MELHORES RESULTADOS.

GUIA DE SOCIAIS EM REDES BOAS PRÁTICAS EM GESTÃO DO ATENDIMENTO E RELACIONAMENTO MELHORES PRÁTICAS. MELHORES RESULTADOS. GUIA DE BOAS PRÁTICAS EM GESTÃO DO ATENDIMENTO E RELACIONAMENTO EM REDES SOCIAIS MELHORES PRÁTICAS. MELHORES RESULTADOS. APRESENTAÇÃO OBJETIVO A ABA - Associação Brasileira de Anunciantes, por meio de

Leia mais

Junho 2013 1. O custo da saúde

Junho 2013 1. O custo da saúde Junho 2013 1 O custo da saúde Os custos cada vez mais crescentes no setor de saúde, decorrentes das inovações tecnológicas, do advento de novos procedimentos, do desenvolvimento de novos medicamentos,

Leia mais

Prof. MS. Ellen H. Magedanz

Prof. MS. Ellen H. Magedanz Prof. MS. Ellen H. Magedanz As transformações nos padrões de saúde/doença constituíram-se em uma das características do último século, estão associadas às mudanças na estrutura etária populacional. América

Leia mais

Como transformar Grupos em Equipes

Como transformar Grupos em Equipes Como transformar Grupos em Equipes Caminhos para somar esforços e dividir benefícios Introdução Gestores de diversos segmentos, em algum momento de suas carreiras, deparam-se com desafios que, à primeira

Leia mais

Planejamento de Recursos Humanos

Planejamento de Recursos Humanos UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Faculdade de Filosofia e Ciências Câmpus de Marília Departamento de Ciência da Informação Planejamento de Recursos Humanos Profa. Marta Valentim Marília 2014 As organizações

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

Como criar. um artigo. em 1h ou menos. Por Natanael Oliveira

Como criar. um artigo. em 1h ou menos. Por Natanael Oliveira Como criar um artigo em 1h ou menos Por Natanael Oliveira 1 Como escrever um artigo em 1h ou menos Primeira parte do Texto: Gancho Inicie o texto com perguntas ou promessas, algo que prenda atenção do

Leia mais

MINHA HISTÓRIA NO NOVOTEL

MINHA HISTÓRIA NO NOVOTEL MINHA HISTÓRIA NO NOVOTEL Lembro-me que haviam me convocado para uma entrevista de trabalho no NOVOTEL. Lembro-me de estar ansioso e ter passado a noite anterior preparando a minha entrevista. Como iria

Leia mais

III PRÊMIO PARAÍBA ABRAÇA ODM

III PRÊMIO PARAÍBA ABRAÇA ODM III PRÊMIO PARAÍBA ABRAÇA ODM Faça parte desse abraço A Fundação Solidariedade ponto focal do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento,braço social do Sistema Correio de Comunicação, é uma Associação

Leia mais

Relatório de Gestão Setorial 2010

Relatório de Gestão Setorial 2010 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Relatório de Gestão Setorial 2010 Cruz das Almas BA 2010 ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO RELATÓRIO DE ATIVIDADES Período: Janeiro

Leia mais

BLACK MÚSICA ANIMADA. FADE IN: Close de imagens variadas dos produtos da Drama Queen Make Up, mostrando suas diferentes cores, formas e texturas.

BLACK MÚSICA ANIMADA. FADE IN: Close de imagens variadas dos produtos da Drama Queen Make Up, mostrando suas diferentes cores, formas e texturas. 1 Roteiro para Institucional CLIENTE: Drama Queen Make Up PEÇA: Introdução ao treinamento/5 TÍTULO: Você faz parte desse time! ROTEIRISTA: Simone Teider VIDEO BLACK FADE IN: Close de imagens variadas dos

Leia mais

informe 30 anos de história no RN COOPERATIVA ODONTOLÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE Outubro 2012 www.uniodontorn.com.

informe 30 anos de história no RN COOPERATIVA ODONTOLÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE Outubro 2012 www.uniodontorn.com. Outubro 2012 NATAL www.unirn.com.br (84) 4009-4664 Rua Açu, 665 - Tirol Natal/RN - CEP 59020-110 30 anos de história no RN www.unirn.com.br COOPERATIVA LÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE ANS - n.º 34531-8 Palavra

Leia mais

O CUIDADO QUE FAZ A DIFERENÇA

O CUIDADO QUE FAZ A DIFERENÇA O CUIDADO QUE FAZ A DIFERENÇA DAL BEN: SUA PARCEIRA EM CUIDADOS ASSISTENCIAIS A saúde no Brasil continua em constante transformação. As altas taxas de ocupação dos hospitais brasileiros demandam dos profissionais

Leia mais

Personal and Professional Coaching

Personal and Professional Coaching Personal and Professional Coaching Seu salto para a excelência pessoal e profissional 1 O novo caminho para o sucesso e a realização pessoal! Todos sabem que para ser médico, advogado, dentista ou engenheiro

Leia mais

Oficina de Planejamento Estratégico

Oficina de Planejamento Estratégico Oficina de Planejamento Estratégico Conselho Estadual de Saúde Secretaria Estadual da Saúde Paraná, agosto de 2012 Planejamento Estratégico Planejamento: atividade inerente ao ser humano Cada um de nós

Leia mais

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FISIOTERAPIA

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FISIOTERAPIA INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FISIOTERAPIA Capítulo I Definições e Finalidade Art. 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC)

Leia mais

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS:

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: EDIÇÃO 12 ANO IV (11) 3648-4700 / (21) 3161-8600 www.pacer.com.br Informativo Julho/ Agosto/ Setembro 2015 PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: 10 ANOS PACER:

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais