Desde a primeira CCIH do Brasil, criada em 1963, no Hospital

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Desde a primeira CCIH do Brasil, criada em 1963, no Hospital"

Transcrição

1 Editorial APECIH - 25 Anos Desde a primeira CCIH do Brasil, criada em 1963, no Hospital Ernesto Dornelles, em Porto Alegre, até o início dos anos 80, poucos hospitais brasileiros tinham essas comissões, criadas a partir de iniciativas isoladas de profissionais com formação diversa (sanitaristas, infectologistas, cirurgiões, microbiologistas, enfermeiros e farmacêuticos) em um contexto sociopolítico que dificultava qualquer integração (restrições à liberdade de associação, ausência de internet e redes sociais, medidas protecionistas dificultando importação de tecnologia e conhecimento). Convidado a dar palestras sobre o tema, percebi a presença constante de alguns colegas, surgindo daí a ideia de nos reunirmos periodicamente para aprofundar estudos, com as poucas referências a que conseguíamos acesso, de trocar experiências práticas e tentar uniformizar condutas. Essencialmente, compartilhávamos nossa angústia ao perceber a importância e o descaso dos administradores, profissionais de saúde e das autoridades públicas e universitárias sobre o tema. Em 1982 resolvemos dar um nome para o grupo: Núcleo Paulista de Estudos sobre o Controle de Infecção, que passou a ter reuniões mensais nos vários hospitais que possuíam CCIH. Assim fomos criando nossa identidade multiprofissional, vendo crescer nossa solidariedade. Os anos 80 foram decisivos para o controle de infecção no Brasil e marcaram a transformação do núcleo na APECIH. Vários fatores contribuíram para estas mudanças. A descoberta da Aids reenfatizou a importância de controlar infecções. A OPAS realizou um curso para criação de CCIH em hospitais da América Latina, incluindo o treinamento de representantes do Ministério da Saúde e instituições universitárias. Como reflexos deste treinamento surgem a primeira portaria sobre controle de infecção em 1983 e Sumário Editorial...1 De Interesse...2 Destaque...3 Painel do Sócio...6 Calendário de eventos...7 Divulgação (Da esq. para a dir.) Sergio Wey, Luis Modesto, Hideaki Hishitani, Antonio Tadeu Fernandes, Maria Lucia Pimentel, Denise Mary Cardo e Paulo Henrique. a proposta de se realizar um treinamento em massa de profissionais de saúde no país. A morte do presidente Tancredo Neves em 1985 trouxe definitivamente a infecção hospitalar para a grande mídia e com isso foram efetivados o curso básico para controle de infecções (ainda hoje realizado pela APECIH) e os centros de treinamento que formaram nossa massa crítica e desenvolveram o modelo brasileiro de controle de infecção. Em São Paulo, os centros de treinamento se uniram em torno do Núcleo e em conjunto com a Secretaria da Saúde programaram o curso básico e suas reuniões científicas, que serviram de modelo para as reuniões periódicas dos centros de treinamento em nível federal. Em 1987 foi fundada a APECIH e suas regionais em Marília, Ribeirão Preto e Rio Preto. Em 1989 a APECIH realizou em São Paulo o Primeiro Congresso Brasileiro de Controle de Infecção, envolvendo cerca de participantes, e em 1990 oficializou sua filiação à ABIH, durante o segundo Congresso Brasileiro realizado em Belo Horizonte em conjunto com a AMECIH e ABIH. O governo Collor extinguiu os centros de treinamento no início dos anos 90, mas a atuação multiprofissional integrada já estava solidificada e resistiu nas associações, que realizavam a cada dois anos os congressos de controle de infecção. Os programas de qualidade em saúde, que deram seus primeiros passos nessa época, reforçaram a importância da CCIH, que

2 Editorial ampliou a abordagem epidemiológica para outros riscos relacionados à assistência à saúde, desenvolvendo a epidemiologia hospitalar. Em seu nome, a APECIH troca estudos para epidemiologia. A infecção hospitalar ampliou sua abordagem para outros cenários assistenciais. Embora nossas instituições acadêmicas ainda resistam em criar uma disciplina de controle de infecção, o Brasil tem uma produção científica de qualidade e um número crescente de profissionais de saúde vem se especializando na área. Em 2012 a APECIH mais uma vez sediará, agora em Santos, um congresso brasileiro sobre epidemiologia hospitalar e controle de infecção. Os desafios são imensos, mas as vitórias conquistadas dão a certeza que atingiremos mais este objetivo pela saúde de nossa coletividade, razão de ser da APECIH, desde sua fundação há 25 anos. Dr. Antonio Tadeu Fernandes Médico Infectologista - Diretor MBA Gestão em Saúde e Controle de Infecção. CRM-SP De Interesse Programa enfatiza a importância da adesão às precauções padrão Enfa. Adriana M. Silva Felix Enfermeira do SCIH do HCor. COREN-SP As precauções padrão (PP) consistem em um conjunto de práticas (higiene das mãos, uso de EPI, etiqueta da tosse, descarte adequado de perfurocortantes, limpeza do ambiente) de prevenção de infecção que se aplicam a todos os pacientes, independentemente da condição de infecção suspeita ou confirmada, e do local onde a assistência é prestada. Embora sejam rotineiramente recomendadas há 15 anos, o seu cumprimento ainda é insatisfatório, variando entre 38% a 73%, e as causas dessa baixa adesão são associadas a uma série de fatores, incluindo a falta de conhecimento, falta de equipamento de proteção individual (EPI), elevada carga de trabalho, baixa percepção de risco e baixa percepção de clima de segurança organizacional. Uma variedade de intervenções tem sido adotada para melhorar a adesão às PP, tais como feedback da adesão para o profissional, treinamentos em serviço e instruções online. Referente a esta última intervenção, pesquisadores franceses desenvolveram um programa chamado StopRisk que enfatiza a importância da implementação das PP. O StopRisk é uma iniciativa de melhoria da qualidade e segurança para os estabelecimentos de saúde, que começou em 2009 e continuará em Ele faz parte do Programa Nacional de Prevenção de Infecção Hospitalar da França para o período de 2009/2013, que tem, como temas prioritários: a promoção de uma cultura compartilhada de qualidade e segu- rança, a sensibilização e formação de profissionais de saúde, a detecção de agentes patogênicos emergentes, reforçando a prevenção da transmissão cruzada por meio das PP. Os autores do StopRisk explicam que, para incentivar a formação e sensibilização dos profissionais envolvidos na assistência ao paciente, auxiliares de comunicação e ferramentas de ensino foram disponibilizadas para os estabelecimentos de saúde. Três páginas específicas são de acesso livre na web e todo o conteúdo é atualizado regularmente e pode ser baixado. Estabelecimentos registrados no projeto recebem cartazes, folhetos e panfletos. O preenchimento de um questionário de acompanhamento permite que esses estabelecimentos validem a sua participação. Segundo os pesquisadores responsáveis pelo projeto, aproximadamente profissionais de 218 estabelecimentos de saúde têm seguido o programa. Referências 1. Silva AM. Fatores individuais, laborais e organizacionais associados à adesão às precauções padrão de profissionais de enfermagem de uma instituição privada Tese (Doutorado) - Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto USP. 2. Moonier S, Laprugne GE, Giard M, Russel I, Fabry J, Savey A. Presentation at International Conference on Prevention & Infection Control (ICPIC). Programme StopRisk: all about standard precautions. BMC Proceedings 2011;(Suppl 6):283. 2

3 Destaque ABIH Dr. Luís Fernando Waib Médico Infectologista da Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Prestador de Serviços da Irmandade de Misericórdia de Campinas e Prefeitura Municipal de Artur Nogueira. Diretoria ABIH CREMESP Como infectologista e controlador de infecção, sempre cultivei alguns traços que meus colegas reconhecem com facilidade: perfeccionismo, obstinação, busca pelo que é correto... Acredito que estes traços fizeram com que, durante o Congresso Brasileiro da ABIH em Recife (2010), eu fosse convidado a compor a chapa a disputar a Diretoria da ABIH para o biênio 2011/2012. Na ocasião, o Dr. Antonio Tadeu Fernandes estava entre a agitação e a excitação, que finalmente deram lugar à alegria de ser reeleito para mais um mandato. Alegria para ele e apreensão para mim, que nunca havia participado do universo político. O Dr. Tadeu, com sua vasta experiência, foi responsável pela regularização da ABIH junto à ANVISA, uma negociação que, sozinha, já renderia um livro. Mas, em 2011, eis como recebemos a ABIH: nosso saldo remanescente de parcela do lucro do Congresso do Rio de Janeiro (2008); sem acesso à conta bancária na Caixa Econômica Federal em função de irregularidades nenhuma Diretoria havia averbado as atas de eleição desde 2006 sem participação junto aos Grupos de Trabalho na ANVISA; sem um site que desse cara à Associação, e em função disso, sem uma relação sólida com as suas Regionais; e com uma pendência judicial decorrente do Congresso de Salvador (2004) que, caso haja condenação, será impagável. O trabalho na ABIH é totalmente voluntário, e os membros da Diretoria e todos os amigos que nos ajudam o fazem abrindo mão do seu tempo e dos seus recursos financeiros. Mas a reboque do trabalho feito com amor, sempre vêm os resultados: recolocamos o site da abih no ar [http://www.abih.net.br] com descrição do histórico da ABIH, acesso ao Estatuto antigo (2000) e o Estatuto novo (2011), e também acesso ao nosso novo periódico, o Journal of Infection Control que será de acesso livre e gratuito dentro da plataforma SEER; retomamos a participação nos Grupos de Trabalho e na Câmara Setorial de Serviços de Saúde na ANVISA; e finalmente, nossa documentação foi aprovada no Cartório de Belo Horizonte e está sendo averbada, o que nos dará acesso à nossa conta bancária, a retomar o domínio abih.org.br e à possibilidade de patrocínio e financiamento. Nossos próximos passos serão: o estreitamento da relação com as Regionais, através da troca de informações e do apoio a eventos; a estruturação de Regionais onde estas não existem; a indexação do Journal of Infection Control (será encaminhada a partir do número #2) e a implementação da ferramenta de consulta a profissionais do Controle de Infecção no site, com o objetivo de valorizar o Associado junto ao mercado de trabalho indiretamente valorizando as Regionais; e finalmente vamos tentar encerrar o processo judicial que se arrasta há anos e poderia inviabilizar a ABIH. Sabemos que o que fizemos até aqui não é sequer uma fração do necessário para reerguer a ABIH ao seu lugar devido, mas como perfeccionistas e obstinados controladores de infecção que somos, buscaremos o que é correto sempre e não descansaremos até atingirmos nossos objetivos! Site: 3

4 No período de 7 a 10 de novembro de 2012 acontecerá, no Centro de Convenções Mendes, Santos, São Paulo o XIII Congresso Brasileiro de Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar. Este evento objetiva não apenas oferecer uma visão ampla sobre o melhor conhecimento disponível na área de infecção relacionada à assistência à saúde, mas também prover um espaço de convívio e troca de experiência entre os profissionais de saúde de todo o país. Serão discutidos os tópicos mais relevantes da área e a escolha da programação científica reflete a abrangência da infecção hospitalar e sua interface com outras áreas da saúde. Para abordar os temas do programa serão convidados cerca de 80 especialistas nacionais e seis palestrantes de outros países. Estimamos que mais de profissionais da saúde participem do evento. As atividades do congresso serão classificadas de acordo com o nível de complexidade e divididas em seis áreas (Temas Clássicos, Populações Especiais, Antibiótico e Resistência, Microbiologia, Enfermagem e Reflexiva). Os temas estarão dispostos sob a forma de 12 conferências, 18 mesas-redondas, 6 simpósios-satélites e mais 18 sessões com diferentes formatos, incluindo controvérsias, sessões interativas e debate com o especialista. Com intuito de fortalecer e prestigiar os estudos nacionais haverá um horário exclusivo, sem outras atividades, para apresentação de pôster e tema livre. Cinco cursos pré-congresso serão ministrados em tempo integral por profissionais, que são referência em suas áreas de atuação. Além dos cursos pré-congresso, acontecerá pela primeira vez no Brasil o curso de Treinamento em Epidemiologia da Assistência à Saúde da Society for Healthcare Epidemiology of America (SHEA), oportunidade única de ampliar mais ainda os conhecimentos em epidemiologia. Contamos com vocês.

5

6 Painel do Sócio Precauções e Isolamento Nossa próxima monografia a ser lançada, aproveite a ocasião para tirar as suas dúvidas sobre o tema com profissionais experientes da área. Precauções e Isolamento 2ª edição revisada e ampliada Lançamento: 5 de maio de 2012 Das 8 às 16:10 h Palestras Sessão interativa Mesa-redonda Apresentação Lúdica Comunicação Teatral Dia Mundial de Higienização das Mãos Programação completa: (11) Legislação Resolução - RDC nº 6, de 30 de janeiro de 2012 Dispõe sobre as Boas Práticas de Funcionamento para as Unidades de Processamento de Roupas de Serviços de Saúde e dá outras providências. Esta resolução se aplica a todas as unidades no país, sejam elas públicas, privadas, civis e militares, localizadas ou não na mesma área física dos serviços de saúde, podendo ser próprias ou terceirizadas. RESOLUÇÃO - RDC nº 15, DE 15 DE MARÇO DE 2012 Dispõe sobre requisitos de boas práticas para o processamento de produtos para saúde e dá outras providências. Este Regulamento tem o objetivo de estabelecer os requisitos de boas práticas para o funcionamento dos serviços que realizam o processamento de produtos para a saúde visando à segurança do paciente e dos profissionais envolvidos e se aplica aos Centros de Material e Esterilização - CME dos serviços de saúde públicos e privados, civis e militares, e às empresas processadoras envolvidas no processamento de produtos para saúde. 6

7 Prezado associado, Estamos encaminhando o boleto para o pagamento da anuidade APECIH para Pague antecipado e tenha os benefícios de um menor preço. E lembre-se das vantagens de ser um sócio em dia com sua anuidade: Descontos especiais para o XIII Congresso Brasileiro de Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar e em cursos desenvolvidos ou apoiados pela APECIH. Recebimento gratuito das monografias, novas e as revisadas. Recebimento do Jornal da APECIH, com notícias e atualidades científicas, informes técnicos e revisões importantes ao seu dia a dia de trabalho. Calendário de Eventos Data Curso Instituição Local Informações 10 a 12/05/2012 Infecon Novos Horizontes na Prevenção de Infecções de Sítio Cirúrgico 16 a 19/05/2012 8º Congresso Paulista de Infectologia 26 a 28/07/2012 8º Simpósio Internacional de Esterilização e CIH 07 a 10/11/2012 XIII Congresso Brasileiro de Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar 3M Armação dos Búzios/RJ (19) SPI Campos do Jordão/SP SOBECC São Paulo/SP APECIH Santos/SP Presidente: Luci Corrêa Vice-presidente: Maria Clara Padoveze 1º Secretária: Claudia Vallone Silva 2ª Secretária: Paula Marques de Vidal 3ª Secretária: Adriana Maria da Silva Felix 1ª Tesoureira: Vera Lúcia Borrasca Domingues da Silva 2ª Tesoureira: Lourdes das Neves Miranda 3ª Tesoureiro: Ícaro Boszczowski Associação Paulista de Epidemiologia e Controle de Infecção Relacionada à Assistência à Saúde - APECIH Endereço: Rua Itapeva, conj Bela Vista - CEP São Paulo - SP Tel/Fax: (11) O jornal da APECIH é uma publicação trimestral dirigida particularmente aos associados e editada pela diretoria, sob coordenação da Comissão de Divulgação. DIRETORIA DA APECIH - Triênio: Suplentes: Adriana Maria da Costa e Silva e Mirian de Freitas Dal Ben Corradi Conselho fiscal efetivo: Daniel Wagner de Castro Lima Santos, Adenilde Andrade da Silva e Márcia Valadão Albernaz Conselho fiscal suplente: Gladys Villas Bôas do Prado, Sandra Regina Baltieri e Aurivan Andrade de Lima Comissão de Divulgação (Jornal): Adriana Maria da Silva Felix, Aurivan Andrade de Lima, Claudia Vallone Silva e Paula Marques de Vidal. (Site): Aurivan Andrade de Lima, Gladys Villas Bôas do Prado e Lourdes das Neves Miranda Comissão Científica: Adriana Maria da Costa e Silva, Daniel Wagner de Castro Lima Santos, Maria Clara Padoveze, Mirian de Freitas Dal Ben Corradi e Sandra Regina Baltieri Comissão de Regionais: Márcia Valadão Albernaz Publicação produzida pela Office Editora e Publicidade Ltda. Diretor Responsável: Nelson dos Santos Jr. - Diretora Executiva: Waléria Barnabá - Diretor de Arte: Roberto E. A. Issa - Publicidade: Rodolfo B. Faustino e Denise Gonçalves - Jornalista Responsável: Cynthia de Oliveira Araujo (MTb ) - Redação: Flávia Lo Bello, Luciana Rodriguez e Eduardo Ribeiro - Gerente de Produção Gráfica: Roberto Barnabá - Coordenação: Adriana Pimentel Cruz - Departamento Jurídico: Martha Maria de Carvalho Lossurdo (OAB/SP ). Office Editora e Publicidade Ltda - Rua General Eloy Alfaro, Chácara Inglesa - CEP São Paulo - SP - Brasil - Tel.: (11) com.br. É proibida a reprodução total ou parcial dos artigos sem autorização dos autores e da editora. Os pontos de vista aqui expressos refletem a experiência e as opiniões dos autores. Os conceitos aqui emitidos são de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião da editora. (02712B) 7

8

Editorial. Sumário. Prezados Associados,

Editorial. Sumário. Prezados Associados, Editorial Prezados Associados, O XIII Congresso Brasileiro de Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar se aproxima. A Comissão Organizadora e a Apecih vêm trabalhando intensamente para promover

Leia mais

Caros sócios e Profissionais de Saúde de todo o Brasil

Caros sócios e Profissionais de Saúde de todo o Brasil Editorial Caros sócios e Profissionais de Saúde de todo o Brasil A data do XIII Congresso Brasileiro de Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar, que acontecerá em Santos de 7 a 10 de novembro de

Leia mais

Editorial. Sumário. Editorial... 1 Entrevista... 2 Ciência e Prática... 4 Painel do Sócio... 5 Aconteceu... 6 Calendário de Eventos...

Editorial. Sumário. Editorial... 1 Entrevista... 2 Ciência e Prática... 4 Painel do Sócio... 5 Aconteceu... 6 Calendário de Eventos... Editorial Sumário Editorial... 1 Entrevista... 2 Ciência e Prática... 4 Painel do Sócio... 5 Aconteceu... 6 Calendário de Eventos... 7 O último número de nosso boletim informativo trouxe dois artigos descrevendo

Leia mais

CCIH/SCIH: a Enfermagem à frente da prevenção de infecções hospitalares

CCIH/SCIH: a Enfermagem à frente da prevenção de infecções hospitalares freeimages.com CCIH/SCIH: a Enfermagem à frente da prevenção de infecções hospitalares A adesão dos profissionais de saúde e o envolvimento de pacientes e familiares nas medidas de prevenção reduzem o

Leia mais

Dia mundial de luta contra a Aids

Dia mundial de luta contra a Aids Editorial O último trimestre do ano teve entre os focos da mídia uma avalanche sobre a superbactéria. A KPC revelou de maneira pouco sutil a dificuldade do país em lidar com ameaças microbiológicas, mesmo

Leia mais

Relatório de Gestão da CCIH

Relatório de Gestão da CCIH Relatório de Gestão da CCIH 1 - Apresentação A Comissão de Controle de Infecção Hospitalar CCIH é formada por membros executores -01 enfermeira, 01 farmacêutica e 01 infectologista e consultoresrepresentantes

Leia mais

Relatório de Gestão da CCIH

Relatório de Gestão da CCIH Relatório de Gestão da CCIH 1 - Apresentação A Comissão de Controle de Infecção Hospitalar CCIH é formada por membros executores -01 Enfermeira, 01 Farmacêutica e 01 Medico Infectologista e consultores-representantes

Leia mais

Boletim Informativo SIERJ. Continuação da Programação do I Congresso. de Infectologia do Estado do Rio de Janeiro

Boletim Informativo SIERJ. Continuação da Programação do I Congresso. de Infectologia do Estado do Rio de Janeiro Ano 07 Nº 20 Out/Nov/Dez de 2006 Boletim Informativo SIERJ Continuação da Programação do I Congresso de Infectologia do Estado do Rio de Janeiro 04 Congresso promove atualização e troca de experiência

Leia mais

Plano de Prevenção de Riscos de Acidentes com Materiais Perfuro Cortantes. HOSPITAL...

Plano de Prevenção de Riscos de Acidentes com Materiais Perfuro Cortantes. HOSPITAL... Plano de Prevenção de Riscos de Acidentes com Materiais Perfuro Cortantes. Baseado na NR 32 Segurança e Saúde no Trabalho em Serviços de Saúde Portaria N 1.748 de 30 de Agosto de 2011. HOSPITAL... Validade

Leia mais

ANEXO ROTEIRO DE INSPEÇÃO DO PROGRAMA DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR

ANEXO ROTEIRO DE INSPEÇÃO DO PROGRAMA DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 1 OBJETIVO: ANEXO ROTEIRO DE INSPEÇÃO DO PROGRAMA DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR Este Roteiro estabelece a sistemática para a avaliação do cumprimento das ações do Programa de Controle de Infecção

Leia mais

Edital do Concurso Público SOBRAGEN 2015

Edital do Concurso Público SOBRAGEN 2015 Titulação de Especialista em Gerenciamento em Enfermagem INSCRIÇÕES até 15/09/2015 Normas do Concurso Público para obtenção do Título de Especialista em Gerenciamento em Enfermagem PREFÁCIO A Sociedade

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÂO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR (CCIH) E SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR (SCIH) DO HU/UFJF

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÂO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR (CCIH) E SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR (SCIH) DO HU/UFJF REGIMENTO INTERNO DA COMISSÂO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR (CCIH) E SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR (SCIH) DO HU/UFJF CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO Artigo 1º Atendendo à Portaria de número

Leia mais

Controle da infecção hospitalar no Estado de São Paulo. Cilmara Polido Garcia

Controle da infecção hospitalar no Estado de São Paulo. Cilmara Polido Garcia Controle da infecção hospitalar no Estado de São Paulo Cilmara Polido Garcia Períodos de 1855 N. de soldados admitidos no hospital N. (%) de soldados que morreram Janeiro a março 10.283 3354 (33) Abril

Leia mais

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP DIRETORIA NACIONAL Presidente: JOÃO DE MORAES PRADO NETO - SP 1º Vice-Presidente: NÍVEO STEFFEN - RS 2º Vice-Presidente: DENIS CALAZANS LOMA - SP Secretário

Leia mais

ANEXO I TERMO DE COMPROMISSO DE APOIO À ASSISTÊNCIA HOSPITALAR

ANEXO I TERMO DE COMPROMISSO DE APOIO À ASSISTÊNCIA HOSPITALAR ANEXO I TERMO DE COMPROMISSO DE APOIO À ASSISTÊNCIA HOSPITALAR Pelo presente termo de compromisso, de um lado a Secretaria de Estado da Saúde do Estado do Rio de Janeiro/ Fundo Estadual de Saúde, com endereço

Leia mais

Qualidade e Segurança do Paciente: A perspectiva do Controle de Infecção. Paula Marques Vidal APECIH Hospital São Camilo Unidade Pompéia

Qualidade e Segurança do Paciente: A perspectiva do Controle de Infecção. Paula Marques Vidal APECIH Hospital São Camilo Unidade Pompéia Qualidade e Segurança do Paciente: A perspectiva do Controle de Infecção Paula Marques Vidal APECIH Hospital São Camilo Unidade Pompéia Tópicos 1. CCIH no Brasil 2. CCIH e a Segurança do Paciente: Qual

Leia mais

Contribuição da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar para a Segurança do Paciente

Contribuição da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar para a Segurança do Paciente Contribuição da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar para a Segurança do Paciente Paula Marques Vidal Hospital Geral de Carapicuíba- OSS Grupo São Camilo Abril -2013 TÓPICOS CCIH no Brasil Trabalho

Leia mais

CURSO DE ATUALIZAÇÃO. Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde

CURSO DE ATUALIZAÇÃO. Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde CURSO DE ATUALIZAÇÃO Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde Promoção da Saúde do Trabalhador da Saúde: conscientização acerca do uso de luvas e higienização das mãos pelos

Leia mais

PROGRAMA DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR-PCIH

PROGRAMA DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR-PCIH Código: PCIH. SCIH. 001 Versão: 1.0 Revisão: 00 Página: 1de 9 PROGRAMA DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR-PCIH 2013 Código: PCIH. SCIH. 001 Versão: 1.0 Revisão: 00 Página: 2de 9 Programa de Atividades

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 10 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM ONCOLOGIA Unidade Dias

Leia mais

QUALIDADE NO REPROCESSAMENTO DE ARTIGOS PELO VAPOR SATURADO SOB PRESSÃO. Unidade Acadêmica: Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva - NESC/UFG

QUALIDADE NO REPROCESSAMENTO DE ARTIGOS PELO VAPOR SATURADO SOB PRESSÃO. Unidade Acadêmica: Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva - NESC/UFG QUALIDADE NO REPROCESSAMENTO DE ARTIGOS PELO VAPOR SATURADO SOB PRESSÃO. Alline Cristhiane da Cunha MENDONÇA 1 ; Ana Lúcia Queiroz BEZERRA 2 ; Anaclara Ferreira Veiga TIPPLE 3. Unidade Acadêmica: Núcleo

Leia mais

RESOLUÇÃO 252/2014 - SBG

RESOLUÇÃO 252/2014 - SBG RESOLUÇÃO 252/2014 - SBG O Conselho Diretor da Sociedade Brasileira de Geologia SBG, reunido em 21 de setembro de 2014, em conformidade com o disposto no Artigo 4º (a, b) do Estatuto da Sociedade, estabelece

Leia mais

Eventos Fehosp. Promovendo e fortalecendo as relações para o aprimoramento das ações na saúde.

Eventos Fehosp. Promovendo e fortalecendo as relações para o aprimoramento das ações na saúde. Eventos Fehosp. Promovendo e fortalecendo as relações para o aprimoramento das ações na saúde. Quem Somos A Fehosp Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes do Estado de São Paulo, é uma instituição

Leia mais

COMISSÃO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR ROTINA DE CONTROLE DE VETORES NO AMBIENTE HOSPITALAR

COMISSÃO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR ROTINA DE CONTROLE DE VETORES NO AMBIENTE HOSPITALAR 1 COMISSÃO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR ROTINA DE CONTROLE DE VETORES NO AMBIENTE HOSPITALAR Flávia Valério de Lima Gomes Enfermeira da CCIH / SCIH Jair

Leia mais

Contratação de serviços de Limpeza

Contratação de serviços de Limpeza 19º Jornada de Controle de Infecção Hospitalar de Ribeirão Preto 1º Jornada de Inovação da Prática em Enfermagem Contratação de serviços de Limpeza próprio terceirizado Vantagens e desvantagens e como

Leia mais

EDITAL RETIFICADO DO 3º CONGRESSO INTERNACIONAL INTERDISCIPLINAR EM SOCIAIS E HUMANIDADES (CONINTER)

EDITAL RETIFICADO DO 3º CONGRESSO INTERNACIONAL INTERDISCIPLINAR EM SOCIAIS E HUMANIDADES (CONINTER) ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO INTERDISCIPLINAR EM SOCIAIS E HUMANIDADES EDITAL RETIFICADO DO 3º CONGRESSO INTERNACIONAL INTERDISCIPLINAR EM SOCIAIS E HUMANIDADES (CONINTER) Em atenção

Leia mais

PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DE SERVIÇOS DA SAÚDE (PGRSS)

PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DE SERVIÇOS DA SAÚDE (PGRSS) PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DE SERVIÇOS DA SAÚDE (PGRSS) 1 1. Apresentação do Projeto O presente documento tem por finalidade apresentar um Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviço de Saúde

Leia mais

REGIMENTO INTERNO. - Associação Brasileira de Energia Nuclear - (Aben)

REGIMENTO INTERNO. - Associação Brasileira de Energia Nuclear - (Aben) REGIMENTO INTERNO - Associação Brasileira de Energia Nuclear - (Aben) Este Regimento Interno, aprovado na Assembléia Geral Ordinária da Associação Brasileira de Energia Nuclear (ABEN), realizada em 29

Leia mais

Modelo de Plano de Ação

Modelo de Plano de Ação Modelo de Plano de Ação Para a implementação da Estratégia Multimodal da OMS para a Melhoria da Higiene das Mãos Introdução O Modelo de Plano de Ação é proposto para ajudar os representantes de estabelecimentos

Leia mais

PLANO DE SEGURANÇA DO PACIENTE DO HOSPITAL MATERNO INTANTIL DE BRASÍLIA

PLANO DE SEGURANÇA DO PACIENTE DO HOSPITAL MATERNO INTANTIL DE BRASÍLIA 1 GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE COORDENAÇÃO GERAL DE SAÚDE DA ASA SUL HOSPITAL MATERNO INFANTIL DE BRASÍLIA PLANO DE SEGURANÇA DO PACIENTE DO HOSPITAL MATERNO INTANTIL DE BRASÍLIA

Leia mais

Uma fonte inédita de informação

Uma fonte inédita de informação Mensagem do Presidente Uma fonte inédita de informação Este trabalho, patrocinado pelo Sincor-SP, corresponde a uma expectativa do setor quanto aos dados relativos às corretoras de seguros, em um momento

Leia mais

Propostas de Participação

Propostas de Participação Propostas de Participação Ações Promocionais 5º Congresso Brasileiro de Biologia Marinha 17 a 21 de maio de 2015 Hotel Armação Porto de Galinhas, Ipojuca - PE 1 Proposta de participação A abertura oficial

Leia mais

II Encontro de Disfagia: a utilização de protocolos na prática fonoaudiológica

II Encontro de Disfagia: a utilização de protocolos na prática fonoaudiológica II Encontro de Disfagia: a utilização de protocolos na prática fonoaudiológica O que vamos conversar? Sobre o Conselho Atividades da Fiscalização Código de Ética e Legislações relacionadas à Disfagia Discussão

Leia mais

Gerente de Qualidade do Hospital Sírio-Libanês. Vera Lúcia Borrasca Enfermeira Gerente de Segurança Assistencial do Hospital Sírio-Libanês

Gerente de Qualidade do Hospital Sírio-Libanês. Vera Lúcia Borrasca Enfermeira Gerente de Segurança Assistencial do Hospital Sírio-Libanês Coordenação Sandra Cristine da Silva Profª. Dra. em Enfermagem Gerente de Qualidade do Vera Lúcia Borrasca Enfermeira Gerente de Segurança Assistencial do Apresentação Abordar a qualidade em saúde não

Leia mais

O CUIDADO QUE FAZ A DIFERENÇA

O CUIDADO QUE FAZ A DIFERENÇA O CUIDADO QUE FAZ A DIFERENÇA DAL BEN: SUA PARCEIRA EM CUIDADOS ASSISTENCIAIS A saúde no Brasil continua em constante transformação. As altas taxas de ocupação dos hospitais brasileiros demandam dos profissionais

Leia mais

Questionário básico sobre a percepção de profissionais de saúde a respeito das infecções relacionadas à assistência à saúde e à higienização das mãos

Questionário básico sobre a percepção de profissionais de saúde a respeito das infecções relacionadas à assistência à saúde e à higienização das mãos IDENTIFICAÇÃO DO LOCAL: ANEXO 31 Questionário básico sobre a percepção de profissionais de saúde a respeito das infecções relacionadas à assistência à saúde e à higienização das mãos Você está em contato

Leia mais

MODELO REGIMENTO DO CORPO CLÍNICO CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO

MODELO REGIMENTO DO CORPO CLÍNICO CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO MODELO REGIMENTO DO CORPO CLÍNICO CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO Art. 1º - Corpo Clínico é o conjunto de médicos que se propõe a assumir solidariamente a responsabilidade de prestar atendimento aos usuários que

Leia mais

A Comunicação da Rede Social de Cidades. Maio de 2012

A Comunicação da Rede Social de Cidades. Maio de 2012 A Comunicação da Rede Social de Cidades Maio de 2012 Sistematização da pesquisa virtual realizada entre os integrantes da Rede no período de abril a maio de 2012 A pesquisa de satisfação da Comunicação

Leia mais

Checklist prático da RDC 15/2012

Checklist prático da RDC 15/2012 Checklist prático da RDC 15/2012 19ª JORNADA DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR Ribeirão Preto, 12 de setembro de 2014 Marta Maria Noccioli Sanches Enfermeira Divisão de Vigilância Sanitária Todos os estabelecimentos,

Leia mais

PGRSS PASSO A PASSO NATAL/RN NOV/2013

PGRSS PASSO A PASSO NATAL/RN NOV/2013 NATAL/RN NOV/2013 PLANO DE GERENCIAMENTO DE RSS Documento que aponta e descreve ações relativas ao manejo dos resíduos sólidos nos estabelecimentos assistenciais de saúde Considerando as Características

Leia mais

Notícias da SPE Seção Brasil

Notícias da SPE Seção Brasil Palavra do Presidente Prezados associados da SPE, Notícias da SPE Seção Brasil Julho de 2015 connect.spe.org/brazil brazil_section@spemail.org A edição de julho do nosso periódico traz várias boas notícias.

Leia mais

PLANO DE AÇÕES SINDICAIS 2012 anexo ata de 03 de fevereiro de 2012 DEMANDA AÇÃO QUANDO FAZER COMO FAZER

PLANO DE AÇÕES SINDICAIS 2012 anexo ata de 03 de fevereiro de 2012 DEMANDA AÇÃO QUANDO FAZER COMO FAZER PLANO DE AÇÕES SINDICAIS 2012 anexo ata de 03 de fevereiro de 2012 DEMANDA AÇÃO QUANDO FAZER COMO FAZER 1.1-Reunião com a diretoria 1.1.1 03/02 ( sexta feira ) 17h 1.1.1.1 Convocar membros da diretoria

Leia mais

2012 Global. Central de Documentação e Serviços Ltda. Portfólio de Serviços

2012 Global. Central de Documentação e Serviços Ltda. Portfólio de Serviços 2012 Global Central de Documentação e Serviços Ltda. Portfólio de Serviços Quem Somos A GLOBAL CENTRAL DE DOCUMENTAÇÃO E SERVIÇOS LTDA foi constituída com o objetivo máximo de prestar serviços de consultoria

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL Autarquia Federal - Lei nº 5.905/73

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL Autarquia Federal - Lei nº 5.905/73 CÂMARA TÉCNICA DE LEIS E NORMAS CÂMARA TÉCNICA DE PESQUISA E EDUCAÇÃO PARECER TÉCNICO Nº 01/2015 Porto Alegre, 06 de novembro de 2015. Atividade do Técnico de Enfermagem como auxiliar de operador de máquina,

Leia mais

InovarH Rede de inovação e aprendizagem em gestão hospitalar. Autoria: Vera Lúcia Peixoto Santos Mendes RESUMO INTEGRADOR

InovarH Rede de inovação e aprendizagem em gestão hospitalar. Autoria: Vera Lúcia Peixoto Santos Mendes RESUMO INTEGRADOR InovarH Rede de inovação e aprendizagem em gestão hospitalar Autoria: Vera Lúcia Peixoto Santos Mendes RESUMO INTEGRADOR Esta sessão coletiva tem como objetivo apresentar para a comunidade de estudiosos

Leia mais

REDE NACIONAL DE MONITORAMENTO DA RESISTÊNCIA MICROBIANA EM SERVIÇOS DE SAÚDE REDE RM NOVO TERMO DE ADESÃO

REDE NACIONAL DE MONITORAMENTO DA RESISTÊNCIA MICROBIANA EM SERVIÇOS DE SAÚDE REDE RM NOVO TERMO DE ADESÃO REDE NACIONAL DE MONITORAMENTO DA RESISTÊNCIA MICROBIANA EM SERVIÇOS DE SAÚDE REDE RM NOVO TERMO DE ADESÃO Atribuições dos participantes da Rede RM 1) Gestor dos Hospitais Colaboradores da Rede RM Indicar

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 10 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE SEGURANÇA DO

Leia mais

PORTARIA Nº 071 REITOR/2007

PORTARIA Nº 071 REITOR/2007 UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS GABINETE DO REITOR PORTARIA Nº 071 REITOR/2007 CONSTITUI E NOMEIA GRUPO DE TRABALHO DE HUMANIZAÇÃO DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO CLEMENTE DE FARIA - HUCF, E DÁ OUTRAS

Leia mais

A GESTÃO DA IMPLANTAÇÃO UM CAMINHO SEM VOLTA. Luciene P. da Silva Potenciano

A GESTÃO DA IMPLANTAÇÃO UM CAMINHO SEM VOLTA. Luciene P. da Silva Potenciano A GESTÃO DA IMPLANTAÇÃO UM CAMINHO SEM VOLTA Luciene P. da Silva Potenciano Enfermeira do Trabalho IMPLANTAÇÃO DA NR 32 EM GOIÁS Introdução Antes da NR32 não havia padronização que desse resposta a inúmeros

Leia mais

Agenda. Escola de Enfermagem da USP promove ciclo de seminários no Programa de Aperfeiçoamento de Ensino

Agenda. Escola de Enfermagem da USP promove ciclo de seminários no Programa de Aperfeiçoamento de Ensino Serviços Agenda Programe-se para participar dos principais eventos da Enfermagem Escola de Enfermagem da USP promove ciclo de seminários no Programa de Aperfeiçoamento de Ensino A Escola de Enfermagem

Leia mais

ATA DE REUNIÃO. Ata da Sessão Plenária nº 3362 Data: 21/08/2012 Folha: 01/02

ATA DE REUNIÃO. Ata da Sessão Plenária nº 3362 Data: 21/08/2012 Folha: 01/02 Ata da Sessão Plenária nº 3362 Data: 21/08/2012 Folha: 01/02 1. PRESENÇAS: 1.1. Conselheiros Titulares: Adm. Wagner Siqueira Presidente Adm. Carlos Roberto Fernandes de Araujo V.P. de Administração e Finanças

Leia mais

INSTITUTO DE MEDICINA INTEGRAL PROFº FERNANDO FIGUEIRA - IMIP

INSTITUTO DE MEDICINA INTEGRAL PROFº FERNANDO FIGUEIRA - IMIP INSTITUTO DE MEDICINA INTEGRAL PROFº FERNANDO FIGUEIRA - IMIP Complexo Hospitalar - Hospital Filantrópico - Área 69.000 m² - 10 prédios - 1.143 leitos - 101 leitos de UTI NHE (VEH / GRSH / CCIH) COMISSÕES

Leia mais

Deve ser constituída e implantada de acordo com o que determina a Portaria 2616/98. Os documentos necessários são

Deve ser constituída e implantada de acordo com o que determina a Portaria 2616/98. Os documentos necessários são 1 A Comissão de Controle de Infecção hospitalar deve ser composta por profissionais da área de saúde, de nível superior. O número de componentes dependerá do número de leitos (no caso de ser um hospital),

Leia mais

CONTROLE DA INFECÇÃO HOSPITALAR É DEFICIENTE EM MAIS DE 90% DOS HOSPITAIS DE SÃO PAULO

CONTROLE DA INFECÇÃO HOSPITALAR É DEFICIENTE EM MAIS DE 90% DOS HOSPITAIS DE SÃO PAULO CONTROLE DA INFECÇÃO HOSPITALAR É DEFICIENTE EM MAIS DE 90% DOS HOSPITAIS DE SÃO PAULO 13/04/2009 Levantamento inédito sobre a situação do controle da infecção hospitalar realizado pelo Conselho Regional

Leia mais

DELIBERAÇÃO Nº 146/12

DELIBERAÇÃO Nº 146/12 DELIBERAÇÃO Nº 146/12 Dispõe sobre a Responsabilidade Técnica e o Exercício Profissional de Farmacêutico apto a atuar em Análises Clínicas e Postos de Coleta e dá outras providências. O PRESIDENTE DO CONSELHO

Leia mais

Aplicação de Programa de Controle de Tuberculose Nosocomial no Instituto de Infectologia Emílio Ribas

Aplicação de Programa de Controle de Tuberculose Nosocomial no Instituto de Infectologia Emílio Ribas Aplicação de Programa de Controle de Tuberculose Nosocomial no Instituto de Infectologia Emílio Ribas Instituto de Infectologia Emílio Ribas Referência em doenças infecciosas, com 230 leitos (60% para

Leia mais

Reportagem Gestão de Resíduos

Reportagem Gestão de Resíduos 22 Reportagem Gestão de Resíduos Conexão 32 Setembro/Outubro 2010 23 Enfermagem na gestão de resíduos Uma das etapas mais complexas da segurança e da limpeza hospitalar está relacionada à gestão dos Resíduos

Leia mais

Reunião do Conselho Deliberativo da ABGE - Gestão 2014/2015 Data: 15/04/2014 - Horário: 16h00 - Local: Sede da ABGE

Reunião do Conselho Deliberativo da ABGE - Gestão 2014/2015 Data: 15/04/2014 - Horário: 16h00 - Local: Sede da ABGE Reunião do Conselho Deliberativo da ABGE - Gestão 2014/2015 Data: 15/04/2014 - Horário: 16h00 - Local: Sede da ABGE Presentes: Adalberto, Bartorelli, Eduardo, Francisco N. Jorge, João Jerônimo, Kátia,

Leia mais

Cirurgia Segura: O que muda após a RDC n 36/2013? Adriana Oliveira Abril - 2014

Cirurgia Segura: O que muda após a RDC n 36/2013? Adriana Oliveira Abril - 2014 Cirurgia Segura: O que muda após a RDC n 36/2013? Adriana Oliveira Abril - 2014 Aspectos a serem abordados: Reflexões sobre: O contexto da Aliança Mundial para Segurança do Paciente. Panorama da Regulamentação

Leia mais

RELAÇÃO TRABALHOS APROVADOS 9º SIMPÓSIO

RELAÇÃO TRABALHOS APROVADOS 9º SIMPÓSIO RELAÇÃO TRABALHOS APROVADOS 9º SIMPÓSIO Os Trabalhos publicados são de total responsabilidade dos respectivos autores. 1 - CÓD. 792 CONSCIENTIZAÇÃO DA EQUIPE DE ENFERMAGEM DA CME SOBRE A IMPORTÂNCIA DO

Leia mais

- PROJETO CUIDADOR IPC (INSTITUTO PAULISTA DE CANCEROLOGIA)

- PROJETO CUIDADOR IPC (INSTITUTO PAULISTA DE CANCEROLOGIA) - PROJETO CUIDADOR IPC (INSTITUTO PAULISTA DE CANCEROLOGIA) Vera Anita Bifulco ministrou a aula: Quem é o cuidador? Quem cuida do cuidador? Cuidados paliativos no Projeto Cuidador, em 02 de Junho de 2009,

Leia mais

Área temática escolhida: Saúde. Introdução

Área temática escolhida: Saúde. Introdução TÍTULO:AVALIAÇÃO DA DESRATIZAÇÃO E DESINSETIZAÇÃO EM UM HOSPITAL GERAL DA REDE PÚBLICA NOS ANOS DE 2000 E 2002 Autores: Ana Claudia Santos Amaral ( anacsamaral@globo.com ) 1 Aline do Nascimento Macedo

Leia mais

Estruturação dos Projetos SERVIÇOS CANAL DE SUPORTE JURÍDICO Problema / Oportunidade

Estruturação dos Projetos SERVIÇOS CANAL DE SUPORTE JURÍDICO Problema / Oportunidade CANAL DE SUPORTE JURÍDICO Dificuldade do associado, quando questionado juridicamente ou com a possibilidade de uma situação de solução através da justiça; muitas vezes não sabe a que área do direito recorrer.

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA CLÍNICA Unidade Dias e Horários

Leia mais

O Dr. Pasquini informou que na última AGO, foi prestado contas do Congresso de Curitiba em 2009 que deu lucro a SBTMO e foi um sucesso científico.

O Dr. Pasquini informou que na última AGO, foi prestado contas do Congresso de Curitiba em 2009 que deu lucro a SBTMO e foi um sucesso científico. Ata Assembléia Geral Ordinária da Sociedade Brasileira de Transplante de Medula Óssea SBTMO, realizada no vinte e sete de agosto de dois mil e dez no XIV Congresso da SBTMO. No dia vinte sete de agosto

Leia mais

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários ESTATUTO DA LIGA GERIATRIA E GERONTOLOGIA - LIG Capítulo I - Da Natureza e Finalidade ART. 1º - A LIGA DE GERIATRIA E GERONTOLOGIA é uma entidade sem fins lucrativos, com duração ilimitada, sob a supervisão

Leia mais

Programas de Acreditação Hospitalar ajudam ou atrapalham o SCIH?

Programas de Acreditação Hospitalar ajudam ou atrapalham o SCIH? Programas de Acreditação Hospitalar ajudam ou atrapalham o SCIH? Dra. Cláudia Mangini Hospital Municipal de SJC Hospital vivalle Controle de Infecção Hospitalar e Sistemas de Acreditação Traçar um paralelo

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 10 2 PÓS-GRADUAÇÃO DE ENFERMAGEM EM CENTRO

Leia mais

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários ESTATUTO DA LIGA ACADÊMICA DE ESPORTES E SAÚDE - LIES Capítulo I - Da Natureza e Finalidade ART. 1º - A Liga Acadêmica de Esportes e Saúde é uma entidade sem fins lucrativos, com duração ilimitada, sob

Leia mais

DESCRITIVO DE CARGOS. Diretor Presidente

DESCRITIVO DE CARGOS. Diretor Presidente Experiência mínima requerida: Acessor de Departamento Diretor de Departamento Competências Específicas: DESCRITIVO DE CARGOS Diretor Presidente Humildade Respeito Companheirismo Senso de justiça com bases

Leia mais

ESTATUTO DO DIRETÓRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES DAS FACULDADES DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO. Capítulo I Da denominação, fundação e sede.

ESTATUTO DO DIRETÓRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES DAS FACULDADES DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO. Capítulo I Da denominação, fundação e sede. ESTATUTO DO DIRETÓRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES DAS FACULDADES DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO. Capítulo I Da denominação, fundação e sede. Artigo 1º O Diretório Central dos Estudantes das Faculdades de Tecnologia

Leia mais

Relatório de Atividades 2014. Comissão de Ética

Relatório de Atividades 2014. Comissão de Ética Comissão de Ética Introdução As ações desenvolvidas pela Comissão de Ética em 2014 foram pautadas nos parâmetros do Questionário de Avaliação da Ética elaborado pela Comissão de Ética Pública (CEP) que

Leia mais

Relatório do I Seminário Semestral de Gerenciamento da Rede Nacional de Monitoramento da Resistência Microbiana em Serviços de Saúde Rede RM

Relatório do I Seminário Semestral de Gerenciamento da Rede Nacional de Monitoramento da Resistência Microbiana em Serviços de Saúde Rede RM Relatório do I Seminário Semestral de Gerenciamento da Rede Nacional de Monitoramento da Resistência Microbiana em Serviços de Saúde Rede RM Data: 12 de dezembro de 2006 Local: OPAS - Brasília Participantes

Leia mais

O papel da CCIH no Processamento de Roupas de Serviços de Saúde

O papel da CCIH no Processamento de Roupas de Serviços de Saúde O papel da CCIH no Processamento de Roupas de Serviços de Saúde A Portaria MS nº 2616/98 define a Infecção Hospitalar (IH) como sendo aquela adquirida após a admissão do paciente e que se manifesta durante

Leia mais

Limpeza hospitalar *

Limpeza hospitalar * CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO São Paulo, março de 2009. Limpeza hospitalar * Limpeza hospitalar é o processo de remoção de sujidades de superfícies do ambiente, materiais e equipamentos,

Leia mais

Esse é o nome do jogo.

Esse é o nome do jogo. Esse é o nome do jogo. 23º CONGRESSO DE PRESIDENTES, PROVEDORES, DIRETORES E ADMINISTRADORES HOSPITALARES DE SANTAS CASAS E HOSPITAIS BENEFICENTES DO ESTADO DE SÃO PAULO 23ª MOSTRA DE MATERIAIS, EQUIPAMENTOS

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AVALIAÇÃO DE IMPACTO

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AVALIAÇÃO DE IMPACTO ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AVALIAÇÃO DE IMPACTO COMUNICAÇÃO REFERENTE À ORGANIZAÇÃO DA 2a CONFERÊNCIA DA REDE DE LÍNGUA PORTUGUESA DE AVALIAÇÃO DE IMPACTOS E 1o CONGRESSO BRASILEIRO DE AVALIAÇÃO DE IMPACTO

Leia mais

BOLETIM. Produto Interno Bruto paulista continua no patamar de um trilhão de reais

BOLETIM. Produto Interno Bruto paulista continua no patamar de um trilhão de reais patamar de um trilhão Em ano atípico, o PIB do Estado de São apresentou redução real em 2009, mas ampliou sua participação no PIB brasileiro. Em 2009, o PIB, calculado pela Fundação Seade em parceria com

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE: ABORDAGEM

Leia mais

Plano de Ação 2011-2012. Preparado para: Site da Apimec Rio Abr/2011

Plano de Ação 2011-2012. Preparado para: Site da Apimec Rio Abr/2011 Plano de Ação 2011-2012 Preparado para: Site da Apimec Rio Abr/2011 Sumário Introdução Resultados 2010 Estrutura Organizacional Plano de Ação 2011 Assuntos Gerais IPTU da Sede Contribuição Nacional Assessoria

Leia mais

ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE HISTÓRIA DA PSICOLOGIA (SBHP). No dia 28 de outubro de 2015, convocada por edital

ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE HISTÓRIA DA PSICOLOGIA (SBHP). No dia 28 de outubro de 2015, convocada por edital ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE HISTÓRIA DA PSICOLOGIA (SBHP). No dia 28 de outubro de 2015, convocada por edital de 26/09/2015 (cópia anexa), realizou-se a Assembleia

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA SECRETARIA MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA SECRETARIA MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA SECRETARIA MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE TERMO DE REFERÊNCIA PARA APRESENTAÇÃO DO PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE NO MUNICÍPIO DE CURITIBA

Leia mais

Reumatologia Avançada

Reumatologia Avançada 19 a 21 de maio - Maksoud Plaza Hotel São Paulo, SP 1 Comunicado Apresentação O XVII Encontro de - ERA se aproxima rapidamente. Novamente teremos a oportunidade de discutir importantes temas tanto básicos

Leia mais

www.grupoidealbr.com.br

www.grupoidealbr.com.br www.grupoidealbr.com.br Programa Nacional de Segurança do Paciente Introdução Parágrafo 12 do primeiro livro da sua obra Epidemia: "Pratique duas coisas ao lidar com as doenças; auxilie ou ao menos não

Leia mais

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PESQUISADORES EM ARTES PLÁSTICAS. Regimento Interno da ANPAP

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PESQUISADORES EM ARTES PLÁSTICAS. Regimento Interno da ANPAP ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PESQUISADORES EM ARTES PLÁSTICAS Regimento Interno da ANPAP Aprovado na Assembleia Geral Extraordinária realizada no dia 19 de outubro de 2013, durante o XXII Encontro Nacional

Leia mais

Programa. Prêmio Latino Americano de Excelência e Inovação na Higienização das Mãos 2015-2016

Programa. Prêmio Latino Americano de Excelência e Inovação na Higienização das Mãos 2015-2016 Programa Prêmio Latino Americano de Excelência e Inovação na Higienização das Mãos 2015-2016 Mensagem do Presidente da Iniciativa O Primeiro Desafio Global na área da Segurança do Paciente da OMS Clean

Leia mais

HOSPITAL REGIONAL DE DIVINOLÂNDIA CONDERG-CONSÓRCIO DE DESENVOLVIMENTO DA REGIÃO DE GOVERNO DE SÃO JOÃO DA BOA VISTA

HOSPITAL REGIONAL DE DIVINOLÂNDIA CONDERG-CONSÓRCIO DE DESENVOLVIMENTO DA REGIÃO DE GOVERNO DE SÃO JOÃO DA BOA VISTA 1. Apresentação A Comissão de Controle de Infecção Hospitalar - CCIH, formada por Membros Executores e Consultores, tem como objetivo, elaborar e implementar o programa anual de controle de infecções,

Leia mais

Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA. Sindilojas, 24 de julho de 2014

Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA. Sindilojas, 24 de julho de 2014 Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA Sindilojas, 24 de julho de 2014 Legislação da CIPA Decreto-lei nº 7.036 de 10/11/1944 (Lei de Acidentes do Trabalho): Art. 82. Os empregadores, cujo número

Leia mais

RASTREABILIDADE DE MEDICAMENTOS

RASTREABILIDADE DE MEDICAMENTOS Não reproduza sem os devidos créditos! PLÁGIO É CRIME! RASTREABILIDADE DE MEDICAMENTOS Farmacêutica Daiane Lima de Oliveira Serviço de Farmácia SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO DE MEDICAMENTOS DOSE UNITÁRIA Cinco

Leia mais

Oncologia. Aula 3: Legislação específica. Profa. Camila Barbosa de Carvalho

Oncologia. Aula 3: Legislação específica. Profa. Camila Barbosa de Carvalho Oncologia Aula 3: Legislação específica Profa. Camila Barbosa de Carvalho Legislações importante em oncologia - RDC n o. 220/2004 - RDC n o. 67/2007 - RDC n o. 50/2002 - RDC n o. 306/2004 - NR 32/2005

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de

Leia mais

2. Quais os objetivos do Programa Nacional de Segurança do Paciente?

2. Quais os objetivos do Programa Nacional de Segurança do Paciente? O tema Segurança do Paciente vem sendo desenvolvido sistematicamente pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) desde sua criação, cooperando com a missão da Vigilância Sanitária de proteger

Leia mais

Tema Central: Assistência Domiciliar no Brasil: Sustentabilidade Política, Administrativa, Técnica e Financeira

Tema Central: Assistência Domiciliar no Brasil: Sustentabilidade Política, Administrativa, Técnica e Financeira Tema Central: Assistência Domiciliar no Brasil: Sustentabilidade Política, Administrativa, Técnica e Financeira 21 a 23 de março de 2012 XI SIBRAD - Simpósio Brasileiro de Assistência Domiciliar Assistência

Leia mais

PARECER COREN-SP 028/2014 CT PRCI n 100.954 Ticket n 280.428, 282.601, 283.300, 283.647, 284.499, 287.181, 290.827, 299.421

PARECER COREN-SP 028/2014 CT PRCI n 100.954 Ticket n 280.428, 282.601, 283.300, 283.647, 284.499, 287.181, 290.827, 299.421 PARECER COREN-SP 028/2014 CT PRCI n 100.954 Ticket n 280.428, 282.601, 283.300, 283.647, 284.499, 287.181, 290.827, 299.421 Ementa: Realização de treinamentos, palestras, cursos e aulas por profissionais

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENFERMAGEM

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENFERMAGEM REGIMEN TO INTERNO CAPÍTULO I Das finalidades e objetivos Art. 1º A 9ª JORNADA BRASILEIRA DE ENFERMAGEM GERIÁTRICA E GERONTOLÓGICA doravante denominado (9ª. JBEGG), acontecerá na cidade de Fortaleza, de

Leia mais

Funcionamento das comissões hospitalares metropolitanas que funcionam sob a gestão do Imip RELATOR: Cons. Mauro Luiz de Britto Ribeiro

Funcionamento das comissões hospitalares metropolitanas que funcionam sob a gestão do Imip RELATOR: Cons. Mauro Luiz de Britto Ribeiro PARECER CFM nº 4/13 INTERESSADO: CRM-PE ASSUNTO: Funcionamento das comissões hospitalares metropolitanas que funcionam sob a gestão do Imip RELATOR: Cons. Mauro Luiz de Britto Ribeiro EMENTA: Em obediência

Leia mais

REGIMENTO INTERNO CAPITULO I

REGIMENTO INTERNO CAPITULO I 1 Conselho Municipal do Idoso de São Caetano do Sul Lei n 4.179 de 23/10/2003. R. Heloísa Pamplona, 304 B. Fundação CEP 09520-310 São Caetano do Sul/SP. cmi@saocaetanodosul.sp.gov.br REGIMENTO INTERNO

Leia mais

Projeto Jovem Aprendiz Irmã Scheilla. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente)

Projeto Jovem Aprendiz Irmã Scheilla. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Mostra Local de: Londrina Projeto Jovem Aprendiz Irmã Scheilla Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Núcleo Esoirita Irmã Scheilla

Leia mais

CURSO DE ATUALIZAÇÃO. Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde

CURSO DE ATUALIZAÇÃO. Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde CURSO DE ATUALIZAÇÃO Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde CONSCIENTIZAÇÃO DOS SERVIDORES DA REDE FHEMIG QUANTO À IMPORTÂNCIA DA REALIZAÇÃO DO EAME PERIÓDICO Maria de Lourdes

Leia mais