Modelo de Negócios da Televisão Digital Brasileira: Novos Conceitos Sendo Aplicados

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Modelo de Negócios da Televisão Digital Brasileira: Novos Conceitos Sendo Aplicados"

Transcrição

1 1 Modelo de Negócios da Televisão Digital Brasileira: Novos Conceitos Sendo Aplicados Guilherme GARCIA 1 Letícia Passos AFFINI 2 Resumo O presente trabalho apresenta conceitos que são de recente aplicação no modelo de negócios da televisão digital brasileira. Com o aumento de outras fontes de informação e entretenimento, como internet e dispositivos móveis, vem a dificuldade de a televisão se manter, economicamente, com o alto custo de infraestrutura, produção de conteúdo e veiculação. Para ajudar nesse processo de remodelagem 3 (três) conceitos são importantes: Branded Entertainment, Product Placement e Product Integration. Palavras-chave: Modelo de Negócios. Branded Entertainment. Product Placement. Product Integration. Televisão Digital. Advertainment. Introdução O sistema de televisão brasileiro tem passado por grandes mudanças nos últimos anos. Com o início da implantação do Sistema de Televisão Digital Brasileiro, nos anos de 2006 e 2007, abriu-se um leque de novas oportunidades e o aumento da qualidade de imagem e da diversidade de informações é evidente. Porém, nem tudo tem agradado a todos. Apesar das melhorias para os usuários/telespectadores, muito trabalho ainda terá de ser feito. Primeiramente, a infraestrutura para que essa veiculação seja possível tem de ser adequada, o que exige: novos equipamentos, treinamento de profissionais da área, parcerias 1 Profissional de Marketing e Planejamento Estratégico. Docente na UNIFAC - Faculdades Integradas de Botucatu. Cursando o Programa de Pós-Graduação em Televisão Digital na Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Pós-Graduado em Marketing Estratégico pela Fundação Getúlio Vargas/Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas, MBA em Gestão Empresarial pela UNIFAC FIB s e Administrador pela UFMS/UNIFAC FIB s. Pesquisador no GrAAu - Grupo de Análise do Audiovisual, cadastrado no CNPq. 2 Graduada em Comunicação Social Habilitação em Radialismo pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, mestra em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e doutora em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atualmente é professora assistente da UNESP. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Audiovisual. Pesquisadora líder no GrAAu - Grupo de Análise do Audiovisual, cadastrado no CNPq.

2 2 das redes de televisão com as empresas de telecomunicações. Tudo isso com um alto custo financeiro. Após a infraestrutura, as redes de televisão precisam se adequar, novos cenários, equipamentos, custo maior de produção devido à qualidade dos materiais usados (já que a qualidade de imagem digital não permite mais o uso dos produtos cenográficos antigos, por não parecerem verossímeis na tela) treinamento dos profissionais como câmeras, diretores, cenógrafos, maquiadores. Com essas mudanças, vem uma terceira, que é de extrema importância para qualquer negócio: quem vai pagar a conta?. O modelo de negócios tradicional, que começou nos anos 50 com os programas patrocinados (branding) e posteriormente o popular break comercial, que se firma com a grade de programação implantada pela TV Globo junto com a Time Life no Brasil, tende a tornar-se obsoleto. A grande quantidade de canais disponíveis no Brasil (abertos e pagos) e a popularização da internet, e dos dispositivos móveis, têm diminuído muito o consumo de comerciais tradicionais, de 15 e 30. A oferta de conteúdo on demand - onde o usuário pode consumir o programa no horário que desejar - e a criação de novos produtos para a TV paga, como o Now da empresa NET, o Multi-telas da HBO, TiVo e mais os conteúdos na internet, como a Globo.com disponibiliza, estão mudando o modo de se consumir programas televisivos. No caso da TV aberta, como o da TV Globo, que disponibiliza as novelas para serem assistidas no portal Globo.com, os custos de assinaturas ficam longe de cobrir os altos custos com as produções dos programas. Devido a esses vários fatores é que, como há muito tempo fazemos, estamos trazendo conceitos que vêm sendo trabalhados em outros gêneros e países para a televisão aberta, a fim de tornar possível a sustentabilidade econômica da televisão brasileira. Definição dos Conceitos Utilizados Apesar de haver traduções para os conceitos utilizados no presente trabalho, todos derivam de conceitos norte-americanos; por esse motivo e pela bibliografia nessa área ser maior na língua inglesa, preferimos o uso dos termos em inglês, para mantermos o sentido original empregado na área de negócios. O conceito principal de qualquer negócio é a forma como ele vai entregar valor e obter receita financeira para poder cobrir os custos e gerar lucros para a empresa. Mesmo empresas

3 3 sem fins lucrativos necessitam de receita financeira para continuar investindo e manter estáveis as suas atividades. Nesse contexto, o Modelo de Negócios é definido da seguinte forma, no livro Business Generation Model 3 : Modelo de Negócios - Business Model: A business model describes the rationale of how an organization creates, delivers, and captures value. (OSTERWALDER, p. 14) É importante ressaltar que sem um modelo de negócios viável, uma empresa está fadada à falência por não ser uma empresa sustentável e viável economicamente, sem receita, nenhuma empresa consegue sequer cobrir seus custos operacionais. Na forma como a televisão digital está sendo implementada, a melhor forma de trabalhar é desmembrando as empresas em empresas de Infraestrutura, Produção de Conteúdo, Veiculação e Marketing, utilizando o conceito abaixo: Empresas Desagregadas - Unbundling Business Models: The concept of the unbundled Corporation holds that there are three fundamentally different types of businesses: Customer Relationship businesses, product innovation businesses, and infrastructure businesses. Each type has different economic, competitive, and cultural imperatives. The three types may coexist within a single Corporation, but ideally they are unbundled into separate entities in order to avoid conflicts or undesirable trade-offs. (OSTERWALDER, p. 57) Exemplos de empresas desagregadas: Indústria de dispositivos móveis e bancos privados. Um modelo que se tornou bastante conhecido, trabalhado por Cris Anderson, é o modelo Cauda Longa, o qual trabalha um mercado de nicho para poucos consumidores, mas que estão dispostos a pagar por isso. Esta é a sua definição: A Cauda Longa - The Long Tail: Long Tail Business Models are about selling less of more: They focus on offering a large number of niche products, each of which sells relatively infrequently. Aggregate sales of niche items can be as lucrative as the traditional model whereby a small 3 O livro Business Model Generation utiliza definições de vários estudiosos da área para compor seus conceitos.

4 4 number of best-sellers account for most revenues. Long Tail business models require low inventory costs and Strong platforms to make niche contents readily available to interested buyers. (OSTERWALDER, p. 67) Apesar do fato de o modelo proposto por Anderson ser muito útil e interessante, deve-se tomar cuidado para que a receita seja suficiente para tornar o negócio sustentável, já que o número de usuários é menor. Exemplo de empresas cauda longa: Netflix, ebay, YouTube, Facebook, Lulu.com. O fenômeno das Plataformas Multi-Faces se dá pela integração de ações que valem para vários grupos diferentes; com isso, a empresa ganha em escala e diminui custos de criação de produtos: Plataformas Multi-Faces - Multi-Sided Platforms: Multi-Sided Platforms bring together two or more distinct but interdependent groups of customers. Such platforms are of value to one group of customers only if the other groups of customers are also present. The platform creates value by facilitating interactions between the different groups. A multi-sided platform grows in value to the extent that it attracts more users, a phenomenon known as the network effect. (OSTERWALDER, p. 77) Empresas como Visa, Google, ebay, Microsoft Windows e Financial Times trabalham com esse modelo. Alguns modelos de negócios são criados para que o usuário não tenha que pagar pelo uso de produtos ou serviços, mas a conta fica a cargo de anunciantes ou parceiros. É o caso do modelo abaixo: Modelo de Negócios Gratuito - Free as a Business Model: In the Free Business Model at least one substantial Customer Segment is able to continuously benefit from a free-of-charge offer. Different patterns make the free offer possible. Non-paying customers are financed by another part of the business model or by another Customer Segment. (OSTERWALDER, p. 89) Esse modelo é utilizado por empresas como Metro (free paper), Flickr, Open Source, Skype, Google, Free Mobile Phones.

5 5 Há ainda negócios que não utilizam um modelo fixo, pois se aproveitam de parcerias para ajudar na criação e distribuição de seus produtos e serviços, como na definição abaixo: Modelo de Negócios Aberto - Open Business Models: Open Business Models can be used by companies to create and capture value by systematically collaborating with outside partners. This may happen from the outside-in by exploiting external ideas within the firm, or from the inside-out by providing external parties with ideas or assets lying idle within the firm. (OSTERWALDER, p. 109) Esse é o modelo escolhido por empresas como P&G, GlaxoSmithKline e Innocentive. Além dos modelos de negócios, há formas nas quais podem ser trabalhadas a questão do marketing nas empresas e pelas empresas, quando essas querem fazer uma ação de marketing. É através dessas formas que a TV digital aberta brasileira pode conseguir trabalhar seu modelo de negócios. São três (3) os conceitos principais, os quais já são utilizados nos filmes e em séries, há anos, e em alguns programas de televisão, mas que agora parecem ter um lugar definitivo na receita das empresas ligadas ao entretenimento e à informação, assim como é a TV aberta brasileira. O primeiro já é bastante usado na dramaturgia brasileira, com o nome de merchandising, mas cujo nome correto é Placement. Segue abaixo a sua definição: Merchandising - Product Placement: The expression 'product placement', or 'branded placement', essentially describes the location or, more accurately, the integration of a product or a brand into a film or televised series. It is also possible, however, to find commercial insertions within other cultural vehicles, such as songs or novels. In the visual arts and entertainment world, these brand or product placements are grouped under the banner of 'branded entertainment'.... In future, they will be the principal piece of a progressively more sophisticated communication strategy on the marketing chessboard that is 'branded entertainment' - or, quite literally, entertainment by or in conjunction with a brand. This is a world in which a brand is able to get closer to its target audience via a film, a television program or series, a play, a novel, song or show, indeed even a video game, using lines of

6 6 communication quite different from those employed to date by the three main families of above the line, bellow the line and internet marketing. Hence the broader concept of 'entertainment marketing', sometimes used to describe the experiential consumption stemming from these many and varied brand and product placements. (LEHU, p. 1) O segundo conceito, também muito importante nessa nova fase, é um conceito já conhecido dos brasileiros, mas um pouco melhor formatado aqui. O conceito de Branded Entertainment, o de associar marcas aos programas, já é, como dito, bastante utilizado no Brasil, desde o início da era do rádio, com o Reporter Esso, e depois, nos anos 1950 e 1960, popularizou-se com outros programas patrocinados na TV. A diferença é que o novo conceito faz uma aliança mais abrangente com a marca, o qual se transforma em uma referência para o conteúdo dos programas e para a estratégia de marketing da empresa. A definição para esse conceito segue abaixo: Branded Entertainment: Branded entertainment, also known as branded content or advertainment, is an entertainment-based vehicle that is funded by and complementary to a brand's marketing strategy. The purpose of a branded entertainment program is to give a brand the opportunity to communicate its image to its target audience in an original way, by creating positive links between the brand and the program. These projects are often the result of a content partnership between brands, producers and broadcasters. Anything you do outside of work, money spent on activities outside "necessary" is entertainment. When you have internet access from home, but you go to the local coffee/internet cafe to surf the web, that's branded entertainment. For example, people don't go to a coffee shop and sit for 2 hours just to drink coffee, they go to a coffee shop to enjoy the jazz, the people, and the coffee. Branded Entertainment is the "sexy" new approach to connecting with your consumer - "Two decades ago there was a fear that TV commercials would be less relevant as VCRs became ubiquitous. Today, right now, the issue is the fact, not the fear." (ANA, 2007) Talvez, a forma mais interessante, do ponto de vista comercial, seja este terceiro conceito, o de Product Integration, que é uma variação do Product Placement, o qual permite

7 7 que o produto, ou a empresa, faça parte da história, transformando a divulgação de uma marca em uma forma mais orgânica e menos forçada, o que é benéfico para ambos os segmentos, tanto da produção como da empresa anunciante. A sua definição, detalhada, é a seguinte: Product Integration: A variant of product placement is product integration. Product integration varies from product placement because product integration goes beyond just having the product on the screen as part of the show. According to Amanda Lotz, product integration is defined as instances when the product or company name becomes part of the show in such a way that it contributes to the narrative and creates an environment of brand awareness beyond that produced by advanced placement. (LOTZ, pg ) A Concorrência com a Internet De acordo com um relatório divulgado este ano pelo Interactive Advertising Bureau (IAB Brasil) 4, o Brasil é, hoje, um país com 80 milhões de internautas, e esse número está em franco crescimento. Quanto ao consumo semanal de mídia (navegar na web através de vários dispositivos) 42% desses internautas passam pelo menos duas (2) horas conectados, enquanto que 25% dos internautas passam o mesmo tempo diante da televisão. A atividade preferida, com quinze (15) minutos de tempo livre dedicado, é a internet, em todas as faixas etárias. A internet é considerada importante para 82% dos usuários, enquanto a televisão é para 50%. Em casa, a internet é a mais utilizada das mídias (manhã, tarde e noite). O uso da Internet já supera a leitura de jornais pela manhã e o hábito de assistir televisão à noite. Média de 73,3% para internet, contra 37,3% da televisão. A Internet é, também, a mídia mais utilizada em todos os demais lugares e situações de um dia típico. Média de 46% para internet, contra 13% da televisão. A maioria dos usuários de Internet navega na web várias vezes ao dia, 79%. A metade destes também assiste televisão mais de uma vez ao dia, 56%. Aproximadamente seis em cada dez (61%) brasileiros usuários de Internet usam pelo menos frequentemente o computador, desktop, laptop e dispositivos móveis enquanto veem TV. 4

8 8 Métodos O método utilizado neste trabalho foi o estudo de caráter bibliográfico exploratório, estruturando a pesquisa com base nas obras sobre modelo de negócios e marketing que podem ser aplicadas à televisão brasileira. Analisando as características do novo modelo de televisão digital e o impacto de seu modelo de negócios é possível apontar possíveis caminhos futuros desse sistema televisivo e sua sustentabilidade econômica. Também foram analisadas pesquisas nacionais e internacionais sobre tendências de consumo de sistemas televisivos e tecnológicos que afetam ou podem afetar a televisão digital brasileira. Resultados Marketing indireto ou publicidade indireta é a forma de se inserir mensagens publicitárias, de forma sutil, no conteúdo de programas de televisão, filmes, games, revistas, rádios, eventos, aplicativos, ao invés de simplesmente as exibir como anúncios comerciais. É uma forma de comunicar um produto, ou uma marca, sem que o espectador possa rejeitar as mensagens publicitárias. A lista oficial do filme "O Espetacular Homem-Aranha" traz como parceiros comerciais oficiais: Visa, Schick, Kellogg s, Gameloft, Karl s Jr., Hardy s, O.P.I, Twizzlers, D-Box, Stand Up To Cancer, e Vuforia. Além destes, o filme possui um número considerável de product placements. A Sony tem uma das participações mais proeminentes, com a integração de seus produtos ao filme, como por exemplo, o celular utilizado pela personagem Peter Parker. Também podemos citar os esforços promocionais com Target, Nintendo, Bing e muitos outros. O trabalho mais conhecido de product placement foi o do filme "O Náufrago", com Tom Hanks, com a FedEx e seu inesquecível "parceiro", uma bola de vôlei da marca Wilson. O conceito de branded entertainment é simples; consiste em ser o conteúdo derivado da indústria do entretenimento, no qual uma marca está diretamente envolvida, desde a criação ao financiamento. Esse conteúdo pode ser no formato de áudio, eventos esportivos, multimídia, jogos de vídeo game e vídeos. The Hire é uma série de sete (7) curtas, criados e financiados pela BMW, que conta a história de um motorista, protagonizado por Clive Owen, o qual é contratado por diversas pessoas para transportá-las. Um desses curtas tem a direção de Guy Ritchie e participação de Madonna. A série começou com "Ambush", em 2001, e foi seguido pela criação de mais quatro (4) curtas, mostrando diferentes modelos de BMW:

9 9 "Chosen"; "The Follow"; "Powder Keg" e "Star" (acima). Em 2002, após o sucesso da primeira série, lançaram mais três (3) curtas: "Ticker", "Hostagee" e "Beat the Devil". Um caso brasileiro interessante é o do Big Brother Brasil, programa formatado pela holandesa Endemol e veiculado pela TV Globo no Brasil. O programa mescla várias formas de receita. Utiliza o branding, com algumas marcas patrocinadoras do programa e de provas durante as atividades, mantendo um site na internet, o qual vende publicidade também. Possui grade com breaks para os tradicionais spots comerciais e ainda obtém receita com as ligações e mensagens de seus telespectadores. Discussão As dificuldades de se criar um modelo de negócios para a televisão digital aberta são grandes no momento, pois o sistema passa por uma transição e a maioria dos projetos ainda está em estágio embrionário. As grandes redes de televisão estão sentindo o mercado aos poucos, para poder testar o que funciona e o que não funciona, mas uma tendência tem se mostrado muito forte, o fim do modelo comercial voltado aos breaks, nos intervalos dos programas. A atenção das pessoas aos comerciais está diminuindo em um ritmo acelerado. O bombardeio de informações que as mídias fazem está deixando de ser efetivo, por tornar-se mais do mesmo. A grande ideia está em conseguir ser mais direto e efetivo. Com a televisão digital, será mais fácil se mapear a audiência, assim como já é possível na internet, para que se possa melhor segmentar o mercado e atingir os objetivos das receitas que são necessárias para a infraestrutura, a produção de conteúdo e a veiculação dos gêneros televisivos. Ainda é cedo para se afirmar com certeza qual o futuro desse cenário, mas as pesquisas e algumas experiências estão apontando para uma convergência de informação com a televisão digital, conectada à internet e dispositivos móveis. Dos exemplos vistos nos resultados deste trabalho, todos podem ser aplicados ao modelo de negócios da televisão digital aberta no Brasil. É uma forma eficiente de conectar anunciantes e audiência, sem parecer uma ação forçada e podendo oferecer mais informação, melhor qualidade de imagem e programas mais interessantes, com conteúdo diversificado.

10 10 Referências Bibliográficas OSTERWALDER, A.; PIGNEUR, Y. Business Model Generation (John Wiley & sons, Eds.). New Jersey USA, ULIN, Jeffrey C., The Business of Media Distribution: Monetizing Film, TV and Video Content in an Online World. USA: Elsevier, ANDERSON, Chris.The Long Tail: why the future of business is selling less of more. 1st print. New York: Hyperion, CANNITO, Newton. A Televisão na era digital: interatividade, convergência e novos modelos de negócio. São Paulo: Summus, LEHU, Jean-Marc (2007), Branded Entertainment: Product Placement & Brand Strategy in the Entertainment Business, London, Kogan Page. SUTTON, R., ZACK, B. Best Practices in Branded Entertainment, ANA LOTZ, Amanda. The Television Will Be Revolutionized. New York, NY: New York University Press. pp JENKINS, Henry. Cultura da convergência. 2 e. São Paulo: Aleph, Interactive Advertising Bureau (IAB Brasil) - Acessado de 03/07/2012 a 05/08/2012 Product Placement News - Acessado de 05/07/2012 a 10/08/2012. Produto em Cena: Product Placement para Cinema e TV - Acessado de 15/07/2012 a 12/08/2012. Wikipédia - Acessado de 20/07/2012 a 10/08/

CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS UMA VANTAGEM COMPETITIVA COM A TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS AMANDA ZADRES DANIELA LILIANE ELIANE NUNES ELISANGELA MENDES Guarulhos

Leia mais

UBIQUITOUS COLLABORATION. http://www.trprocess.com

UBIQUITOUS COLLABORATION. http://www.trprocess.com UBIQUITOUS COLLABORATION http://www.trprocess.com Our Company TR PROCESS SMART PROCESS EXPERTS A expressão Smart Process Application, como utilizamos hoje, foi definida e utilizada em seus relatórios pelos

Leia mais

+ de 69 milhões. 80% de alcance +10% de time spending. Internet e vídeo online

+ de 69 milhões. 80% de alcance +10% de time spending. Internet e vídeo online Fonte: comscore VideoMetrix, Total Audience, Total Videos, Top 100 Video Properties (undup.), Fevereiro de 2014 Internet e vídeo online + de 69 milhões de unique viewers na internet brasileira Cada um

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática São Paulo 2010 JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

Leia mais

Guião M. Descrição das actividades

Guião M. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Inovação Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do trabalho Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO Guião M Intervenientes

Leia mais

Comportamento do Shopper no Varejo

Comportamento do Shopper no Varejo Seminário GVcev Comportamento do Shopper no Varejo Case Dafiti Malte Huffmann A Dafiti traz alegria na hora de comprar We deliver fashion & lifestyle products conveniently and accessibly at one click This

Leia mais

Usuários na web Em 2015, a internet alcançará 42,4% da população...

Usuários na web Em 2015, a internet alcançará 42,4% da população... Usuários na web Em 2015, a internet alcançará 42,4% da população... Serão mais de 3 bi de usuários Crescimento no próximo ano será de 6,2% Pela 1ª vez, a internet vai alcançar mais de 2 em cada 5 pessoas

Leia mais

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing Kern, Bryan; B.S.; The State University of New York at Oswego kern@oswego.edu Tavares, Tatiana; PhD;

Leia mais

Apresentação Plataforma de Marketing direto Dinamização do comércio tradicional e mercado turístico Algarve Diretório de empresas & serviços do

Apresentação Plataforma de Marketing direto Dinamização do comércio tradicional e mercado turístico Algarve Diretório de empresas & serviços do Plataforma de Marketing direto Direct Marketing platform Dinamização do comércio tradicional e mercado turístico Focusing on the local and tourism markets Diretório de empresas & serviços do Algarve Algarve

Leia mais

Types of Investments: Equity (9 companies) Convertible Notes (10 companies)

Types of Investments: Equity (9 companies) Convertible Notes (10 companies) IMPACT INVESTING WE STARTED... A Venture Capital Fund Focused on Impact Investing Suport: Financial TA Criterias to select a company: Social Impact Profitabilty Scalability Investment Thesis (Ed, HC,

Leia mais

MÍDIA KIT DIGITAL SEMPRE AO SEU LADO.

MÍDIA KIT DIGITAL SEMPRE AO SEU LADO. MÍDIA KIT DIGITAL ESTRATÉGIA E POSICIONAMENTO Nosso objetivo é gerar valor aos nossos patrocinadores a partir do desenvolvimento de projetos de mídia, patrocínio e customizados - trabalhados a 04 mãos

Leia mais

ÍNDICE PORTUGUÊS INDEX ENGLISH

ÍNDICE PORTUGUÊS INDEX ENGLISH ÍNDICE PORTUGUÊS 1. Características... 2 2. Conteúdo da Embalagem... 3 3. Como usar o Receptor de TV Digital... 3 4. Tela de Vídeo... 6 5.Requisitos Mínimos... 6 6. Marcas Compatíveis... 8 INDEX ENGLISH

Leia mais

Brasil Conectado Hábitos de Consumo de Mídia

Brasil Conectado Hábitos de Consumo de Mídia Brasil Conectado Hábitos de Consumo de Mídia Objetivos Buscar compreender a audiência online no Brasil, seu envolvimento com a Internet e os diversos tipos de tecnologia (habitos), percepções e atitudes

Leia mais

Easy Linux! FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL. IPortalMais: a «brainware» company www.iportalmais.pt. Manual

Easy Linux! FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL. IPortalMais: a «brainware» company www.iportalmais.pt. Manual IPortalMais: a «brainware» company FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL Easy Linux! Title: Subject: Client: Reference: Funambol Client for Mozilla Thunderbird Doc.: Jose Lopes Author: N/Ref.: Date: 2009-04-17 Rev.:

Leia mais

Rubens Queiroz de Almeida queiroz@unicamp.br

Rubens Queiroz de Almeida queiroz@unicamp.br A Importância Estratégica do Software Livre Rubens Queiroz de Almeida queiroz@unicamp.br O que é o GNU/Linux? Richard Stallman Free Software Foundation Linus Torvalds Kernel Linux Linux é uma implementação

Leia mais

quarta-feira, 21 de novembro de 12

quarta-feira, 21 de novembro de 12 31.outubro.2012 Email Marketing na Era do Mobile First Está Preparado? Ricardo Longo ricardo@ftips.mobi @ricolongo quarta-feira, 21 de novembro de 12 O que eu estou fazendo aqui? quarta-feira, 21 de novembro

Leia mais

Enquadramento. Análise e prospeção das vendas em ecommerce (mundial) EUA - E-COMMERCE

Enquadramento. Análise e prospeção das vendas em ecommerce (mundial) EUA - E-COMMERCE E-COMMERCE nos EUA EUA - E-COMMERCE Enquadramento Análise e prospeção das vendas em ecommerce (mundial) http://www.statista.com/statistics/261245/b2c-e-commercesales-worldwide/ EUA - E-COMMERCE Enquadramento

Leia mais

10 Edição. Um dos maiores eventos de moda de África / One of the biggest fashion show in Africa

10 Edição. Um dos maiores eventos de moda de África / One of the biggest fashion show in Africa a 10 Edição Um dos maiores eventos de moda de África / One of the biggest fashion show in Africa 10 a Edição Retorno ao Patrocinador / Return Primeiramente ter a imagem de sua marca/produto aliada a um

Leia mais

Accessing the contents of the Moodle Acessando o conteúdo do Moodle

Accessing the contents of the Moodle Acessando o conteúdo do Moodle Accessing the contents of the Moodle Acessando o conteúdo do Moodle So that all the available files in the Moodle can be opened without problems, we recommend some software that will have to be installed

Leia mais

As Novas Formas de Financiamento da Economia

As Novas Formas de Financiamento da Economia As Novas Formas de Financiamento da Economia Francisco Fonseca Vice-Presidente ANJE 2º CONGRESSO DAS EMPRESAS E DAS ACTIVIDADES ECONÓMICAS - LISBOA O que são? Formas alternativas de financiamento incluem

Leia mais

Guião A. Descrição das actividades

Guião A. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Ponto de Encontro Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO

Leia mais

Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração

Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração VICTOR HUGO SANTANA ARAÚJO ANÁLISE DAS FORÇAS DE PORTER NUMA EMPRESA DO RAMO FARMACÊUTICO:

Leia mais

Teoria Económica Clássica e Neoclássica

Teoria Económica Clássica e Neoclássica Teoria Económica Clássica e Neoclássica Nuno Martins Universidade dos Açores Jornadas de Estatística Regional 29 de Novembro, Angra do Heroísmo, Portugal Definição de ciência económica Teoria clássica:

Leia mais

BRIGHAM AND EHRHARDT PDF

BRIGHAM AND EHRHARDT PDF BRIGHAM AND EHRHARDT PDF ==> Download: BRIGHAM AND EHRHARDT PDF BRIGHAM AND EHRHARDT PDF - Are you searching for Brigham And Ehrhardt Books? Now, you will be happy that at this time Brigham And Ehrhardt

Leia mais

A OFERTA DE CONTEÚDO MULTIPLATAFORMA NA TELEVISÃO ABERTA BRASILEIRA ENTRE OS ANOS DE 2005 E 2011

A OFERTA DE CONTEÚDO MULTIPLATAFORMA NA TELEVISÃO ABERTA BRASILEIRA ENTRE OS ANOS DE 2005 E 2011 Ciências Humanas e Sociais Comunicação A OFERTA DE CONTEÚDO MULTIPLATAFORMA NA TELEVISÃO ABERTA BRASILEIRA ENTRE OS ANOS DE 2005 E 2011 Ingo A.F. von Ledebur 1 Thiago H. Ruotolo da Silva 2 Gabriela Rufino

Leia mais

User Guide Manual de Utilizador

User Guide Manual de Utilizador 2400 DPI OPTICAL GAMING MOUSE User Guide Manual de Utilizador 2014 1Life Simplify it All rights reserved. www.1-life.eu 2 2400 DPI OPTICAL GAMING MOUSE ENGLISH USER GUIDE...4 MANUAL DE UTILIZADOR PORTUGUÊS...18

Leia mais

:: COMO ESCOLHER UMA ESCOLA IDIOMAS PDF ::

:: COMO ESCOLHER UMA ESCOLA IDIOMAS PDF :: :: COMO ESCOLHER UMA ESCOLA IDIOMAS PDF :: [Download] COMO ESCOLHER UMA ESCOLA IDIOMAS PDF COMO ESCOLHER UMA ESCOLA IDIOMAS PDF - Are you looking for Como Escolher Uma Escola Idiomas Books? Now, you will

Leia mais

Serviços: API REST. URL - Recurso

Serviços: API REST. URL - Recurso Serviços: API REST URL - Recurso URLs reflectem recursos Cada entidade principal deve corresponder a um recurso Cada recurso deve ter um único URL Os URLs referem em geral substantivos URLs podem reflectir

Leia mais

SOCIAL TV UNESP: Proposta de Aplicativo em Segunda Tela com Ênfase em Modelo de Negócios para TV Universitária UNESP

SOCIAL TV UNESP: Proposta de Aplicativo em Segunda Tela com Ênfase em Modelo de Negócios para TV Universitária UNESP SOCIAL TV UNESP: Proposta de Aplicativo em Segunda Tela com Ênfase em Modelo de Negócios para TV Universitária UNESP Francisco Rolfsen BELDA 1 Matheus Monteiro de LIMA 2 Felippe de Souza LIMA 3 Resumo

Leia mais

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS 01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS OBS1: Adaptação didática (TRADUÇÃO PARA PORTUGUÊS) realizada pelo Prof. Dr. Alexandre Rosa dos Santos. OBS2: Textos extraídos do site: http://www.englishclub.com

Leia mais

Searching for Employees Precisa-se de Empregados

Searching for Employees Precisa-se de Empregados ALIENS BAR 1 Searching for Employees Precisa-se de Empregados We need someone who can prepare drinks and cocktails for Aliens travelling from all the places in our Gallaxy. Necessitamos de alguém que possa

Leia mais

O PARADOXO DOS CEOS Por que os CEOs têm que estar nas Redes Sociais. Mauro Segura 4 de Setembro de 2012

O PARADOXO DOS CEOS Por que os CEOs têm que estar nas Redes Sociais. Mauro Segura 4 de Setembro de 2012 O PARADOXO DOS CEOS Por que os CEOs têm que estar nas Redes Sociais Mauro Segura 4 de Setembro de 2012 1 IBM Institute for Business Value 2 2012 IBM Corporation IBM Institute for Business Value The Global

Leia mais

Ações de Interatividade

Ações de Interatividade Ações de Interatividade Fundação Padre Anchieta TV Cultura Julho de 2007 Diário de Bárbara Em agosto de 2007, 14 adolescentes de várias partes do mundo foram convidados a conhecer o Pólo Norte para ver

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação Relatório de estágio apresentado à Universidade Católica Portuguesa para obtenção do

Leia mais

PLANEJAMENTO DE MARKETING ELETRÔNICO

PLANEJAMENTO DE MARKETING ELETRÔNICO Instituto FA7 IBMEC MBA em Marketing Disciplina: Professor: Turma: Equipe: Marketing Eletrônico Renan Barroso Marketing II - Fortaleza Ana Hilda Sidrim, Ana Carolina Danziger PLANEJAMENTO DE MARKETING

Leia mais

SOCIAL MIX A MÍDIA TRADICIONAL E AS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS DO SOCIAL TV. Outubro de 2012 www.elife.com.br twitter.com/elife_br

SOCIAL MIX A MÍDIA TRADICIONAL E AS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS DO SOCIAL TV. Outubro de 2012 www.elife.com.br twitter.com/elife_br SOCIAL MIX A MÍDIA TRADICIONAL E AS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS DO SOCIAL TV Este paper faz parte de uma série elaborada pela E.life/Social Agency que aborda como as tradicionais disciplinas do Mix de Comunicação

Leia mais

GUIÃO A. Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades

GUIÃO A. Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho GUIÃO A 1º Momento Intervenientes e Tempos Descrição das actividades Good morning / afternoon / evening, A and B. For about three minutes, I would like

Leia mais

O PTTMetro como plataforma de intercâmbio digital para o setor de mídia

O PTTMetro como plataforma de intercâmbio digital para o setor de mídia O PTTMetro como plataforma de intercâmbio digital para o setor de mídia Estudo de caso com o apoio do NIC.br participação da Casablanca Online e Rede Globo de Televisão Congresso SET 2011 Pablo Martins

Leia mais

hdd enclosure caixa externa para disco rígido

hdd enclosure caixa externa para disco rígido hdd enclosure caixa externa para disco rígido USER S GUIDE SPECIFICATONS HDD Support: SATA 2.5 Material: Aluminium and plastics Input connections: SATA HDD Output connections: USB 3.0 (up to 5.0Gbps)

Leia mais

Lesson 6 Notes. Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job. Language Notes

Lesson 6 Notes. Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job. Language Notes Lesson 6 Notes Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job Welcome to Fun With Brazilian Portuguese Podcast, the podcast that will take you from beginner to intermediate in short, easy steps. These

Leia mais

Computação em Nuvem. Francimara T.G.Viotti Diretoria de Gestão da Segurança Banco do Brasil Setembro 2013

Computação em Nuvem. Francimara T.G.Viotti Diretoria de Gestão da Segurança Banco do Brasil Setembro 2013 Computação em Nuvem 8888 Francimara T.G.Viotti Diretoria de Gestão da Segurança Banco do Brasil Setembro 2013 A Evolução da Computação 2010s Computação em Nuvem 2000s Aplicativos de Internet 1990s Arquitetura

Leia mais

Edição 3 - Dezembro 2009

Edição 3 - Dezembro 2009 Edição 3 - Dezembro 2009 Indicadores Categorias + vistas na internet (usuários únicos) 33,7 Telecomunicações e Serviços de Internet -10,5% +13% Buscadores, Portais e Comunidades 33,5 Ocasiões Especiais

Leia mais

Compartilhando Energia Humana. Sharing Human Energy

Compartilhando Energia Humana. Sharing Human Energy Compartilhando Energia Humana Sharing Human Energy A Chevron Brasil tem como estratégia e valor um plano de investimento social voltado para o incentivo à qualificação profissional e ao empreendedorismo

Leia mais

Tecnologia e Inovação na era da Informação

Tecnologia e Inovação na era da Informação Tecnologia e Inovação na era da Informação Cezar Taurion Executivo de Novas Tecnologias Chief Evangelist ctaurion@br.ibm.com TUDO EM TEMPO REAL TECNOLOGIA PERVASIVA E COMPUTAÇÃO SOCIAL A SOCIEDADE HIPERCONECTADA

Leia mais

Gestão Empresarial. Estratégias Organizacionais [Português] [Capa comum]

Gestão Empresarial. Estratégias Organizacionais [Português] [Capa comum] Gestão Empresarial. Estratégias Organizacionais [Português] [Capa comum] Download: Gestão Empresarial. Estratégias Organizacionais [Português] [Capa comum] PDF ebook Gestão Empresarial. Estratégias Organizacionais

Leia mais

Novos Economistas 2012 Saídas Profissionais em Tempo de Crise. - Carlos Paz Professor Associado ISG -

Novos Economistas 2012 Saídas Profissionais em Tempo de Crise. - Carlos Paz Professor Associado ISG - Novos Economistas 2012 Saídas Profissionais em Tempo de Crise - Carlos Paz Professor Associado ISG - Agenda Introdução O Tempo de Crise Debate sobre saídas profissionais Conclusões 2 Accenture Accenture:

Leia mais

Frameworks orientados a objetos. Por Sergio Crespo

Frameworks orientados a objetos. Por Sergio Crespo Frameworks orientados a objetos Por Sergio Crespo Frameworks O que é um Framework??? Um framework é um conjunto de classes que constitui um design abstrato para soluções de uma família de problemas - Johnson

Leia mais

CONVITE COMERCIAL Rio de Janeiro, 2014

CONVITE COMERCIAL Rio de Janeiro, 2014 CONVITE COMERCIAL Rio de Janeiro, 2014 O Rio ao Vivo é a primeira plataforma de transmissão online, em tempo real,com imagens de alta qualidade dos locais mais movimentados do Rio de Janeiro para o mundo.

Leia mais

Câmbio MONEY CHANGER. I d like to exchange some money. Gostaria de cambiar um pouco de dinheiro. Where can I find a money changer?

Câmbio MONEY CHANGER. I d like to exchange some money. Gostaria de cambiar um pouco de dinheiro. Where can I find a money changer? MONEY CHANGER Câmbio I d like to exchange some money. Where can I find a money changer? Gostaria de cambiar um pouco de dinheiro. Onde posso encontrar um câmbio? I d like to exchange (I would) Where can

Leia mais

Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014. 1.º Momento. 4 (A), are you a health-conscious person?

Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014. 1.º Momento. 4 (A), are you a health-conscious person? Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014 GUIÃO A Disciplina: Inglês, Nível de Continuação 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho 1.º Momento Intervenientes e Tempos

Leia mais

30 Dicas Sobre Marketing Online que toda empresa precisa saber

30 Dicas Sobre Marketing Online que toda empresa precisa saber 1 30 Dicas Sobre Marketing Online que toda empresa precisa saber reachlocal.com.br 11. 3081.0777 2014 ReachLocal, Inc. Todos os direitos reservados. ReachLocal é uma marca registrada. Todas as outras marcas

Leia mais

Como incentivar investimentos em infraestrutura de redes? Quem paga a conta?

Como incentivar investimentos em infraestrutura de redes? Quem paga a conta? Como incentivar investimentos em infraestrutura de redes? Quem paga a conta? PAINEL - O novo SCM: de serviço convergente para plataforma planificada: VoIP, Neutralidade e Outros Desafios. Pedro Abreu São

Leia mais

O mercado de e-commerce e como torná-lo mais rentável usando o marketing digital. Julia Lopes - gerente de parcerias de canais

O mercado de e-commerce e como torná-lo mais rentável usando o marketing digital. Julia Lopes - gerente de parcerias de canais O mercado de e-commerce e como torná-lo mais rentável usando o marketing digital Julia Lopes - gerente de parcerias de canais Dados de e-commerce no Brasil dimensionando o mercado Faturamento do e-commerce

Leia mais

MIDIA KIT. Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br

MIDIA KIT. Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br MIDIA KIT Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br Sobre nosso site O Notícias de Alagoinhas hoje é o portal mais completo da cidade. Somos um Canal de comunicação online que integra

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu Mídias Digitais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu Mídias Digitais Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu Mídias Digitais Apresentação A emergência de novas tecnologias de informação e comunicação e sua convergência exigem uma atuação de profissionais com visão

Leia mais

Inglês. Guião. Teste Intermédio de Inglês. Parte IV Interação oral em pares. Teste Intermédio

Inglês. Guião. Teste Intermédio de Inglês. Parte IV Interação oral em pares. Teste Intermédio Teste Intermédio de Inglês Parte IV Interação oral em pares Teste Intermédio Inglês Guião Duração do Teste: 10 a 15 minutos De 25.02.2013 a 10.04.2013 9.º Ano de Escolaridade D TI de Inglês Página 1/ 7

Leia mais

Redes sociais vários canais e muitas possibilidades de engajamento

Redes sociais vários canais e muitas possibilidades de engajamento Redes sociais vários canais e muitas possibilidades de engajamento O desafio é saber como, com qual conteúdo e onde as pessoas querem ser abordadas, de forma a direcionar a comunicação nos variados canais

Leia mais

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Portuguese Lesson A Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Story Time is a program designed for students who have already taken high school or college courses or students who have completed other

Leia mais

Perguntas & Respostas

Perguntas & Respostas Perguntas & Respostas 17 de Abril de 2008 Versão Portuguesa 1. O que é uma Certidão Permanente?...4 2. Como posso ter acesso a uma Certidão Permanente?...4 3. Onde posso pedir uma Certidão Permanente?...4

Leia mais

MARKETING DIGITAL MOSTRANDO SUA IDENTIDADE

MARKETING DIGITAL MOSTRANDO SUA IDENTIDADE MARKETING DIGITAL MOSTRANDO SUA IDENTIDADE Por que mostrar sua identidade Atualmente, são 52,5 milhões* de usuários de internet ativos no Brasil. A previsão de investimentos em anúncios online no Brasil

Leia mais

APRESENTAÇÃO. ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410

APRESENTAÇÃO. ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410 APRESENTAÇÃO ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410 Instalações elétricas de baixa tensão NBR 5410:1997 NBR 5410:2004

Leia mais

YouTube Insights: o que considerar na hora de criar o vídeo da sua campanha

YouTube Insights: o que considerar na hora de criar o vídeo da sua campanha YouTube Insights: o que considerar na hora de criar o vídeo da sua campanha Nesses dez anos de vida do YouTube, o vídeo online passou por transformações significativas, moldou a relação das pessoas Publicado

Leia mais

Sobre 4YouSee. Já imaginou seu conteúdo digital publicado em 1 minuto? Digital Signage, uma tendência. Versatilidade

Sobre 4YouSee. Já imaginou seu conteúdo digital publicado em 1 minuto? Digital Signage, uma tendência. Versatilidade Sobre 4YouSee Conhecendo os recursos de mídia, bem como as necessidades do mercado publicitário, a F6 Sistemas desenvolveu 4YouSee, um software capaz de reunir rentabilidade, eficiência e rapidez no gerenciamento

Leia mais

CRIED IED Centro Ricerche Núcleo de inteligência, pesquisa avançada, formação executiva e consultoria do IED.

CRIED IED Centro Ricerche Núcleo de inteligência, pesquisa avançada, formação executiva e consultoria do IED. CRIED IED Centro Ricerche Núcleo de inteligência, pesquisa avançada, formação executiva e consultoria do IED. Toda a inteligência do IED Brasil e Mundo a favor dos teus negócios. Design Estratégico Formação

Leia mais

Propriedade Intelectual e a segunda tela: conteúdo autoral em qualquer lugar, a qualquer hora. Roberta Westin 26.08.14

Propriedade Intelectual e a segunda tela: conteúdo autoral em qualquer lugar, a qualquer hora. Roberta Westin 26.08.14 Propriedade Intelectual e a segunda tela: conteúdo autoral em qualquer lugar, a qualquer hora Roberta Westin 26.08.14 AGENDA O fenômeno da segunda tela O impacto para os usuários e o mercado Potenciais

Leia mais

Desenvolvimento Ágil 1

Desenvolvimento Ágil 1 Desenvolvimento Ágil 1 Just-in-Time Custo = Espaço + Publicidade + Pessoal De que forma poderiamos bater a concorrência se um destes factores fosse zero? 2 Just-in-time Inventory is waste. Custo de armazenamento

Leia mais

Criando diferenciais competitivos e minimizando riscos com uma boa. Claudio Yamashita Country Manager Intralinks Brasil

Criando diferenciais competitivos e minimizando riscos com uma boa. Claudio Yamashita Country Manager Intralinks Brasil Criando diferenciais competitivos e Informação minimizando riscos com uma boa Governança da Claudio Yamashita Country Manager Intralinks Brasil PESQUISA GLOBAL DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO 2014 - EY Pensando

Leia mais

and work, with work having a multiplication factor double). Relacionamento Comercial Internacional International Commercial Relationship

and work, with work having a multiplication factor double). Relacionamento Comercial Internacional International Commercial Relationship Sucesso é a união de três elementos: confiança, reciprocidade e trabalho, tendo o trabalho um fator duplo de multiplicação (success is basically the union of three elements: trust, reciprocity and work,

Leia mais

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores Tese de Mestrado em Gestão Integrada de Qualidade, Ambiente e Segurança Carlos Fernando Lopes Gomes INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS Fevereiro

Leia mais

DEPARTAMENTO DE LETRAS INGLÊS TÉCNICO E CIENTÍFICO PROFESSOR: WELLINGTON BORGES

DEPARTAMENTO DE LETRAS INGLÊS TÉCNICO E CIENTÍFICO PROFESSOR: WELLINGTON BORGES Palavras cognatas, palavras repetidas e marcas tipográficas UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ DEPARTAMENTO DE LETRAS INGLÊS TÉCNICO E CIENTÍFICO PROFESSOR: WELLINGTON BORGES Fatos: A língua inglesa teve origem

Leia mais

Frequências: São Paulo 102,1 MHz; Litoral Paulista MHz 90,1; Endereço: Av. Paulista, 2.200 15º andar CEP 01310-300 São Paulo SP

Frequências: São Paulo 102,1 MHz; Litoral Paulista MHz 90,1; Endereço: Av. Paulista, 2.200 15º andar CEP 01310-300 São Paulo SP Empresa Nome fantasia: Rádio Kiss FM Razão Social: Kiss Telecomunicações LTDA. Frequências: São Paulo 102,1 MHz; Litoral Paulista MHz 90,1; Campinas 107,9 MHz; Brasília 94,1 MHz CNPJ: 59.477.240/0001-24.

Leia mais

Oportunidades e Desafios para a Comunicação em Mídias Sociais Virtuais: Um estudo sobre as empresas operadoras de telefonia celular

Oportunidades e Desafios para a Comunicação em Mídias Sociais Virtuais: Um estudo sobre as empresas operadoras de telefonia celular Renata de Sousa-Aguiar Máximo Oportunidades e Desafios para a Comunicação em Mídias Sociais Virtuais: Um estudo sobre as empresas operadoras de telefonia celular Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada

Leia mais

Universidade do Minho. Escola de Engenharia. UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13. 11 de outubro 2012

Universidade do Minho. Escola de Engenharia. UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13. 11 de outubro 2012 Universidade do Minho Escola de Engenharia UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13 11 de outubro 2012 1 2 2 courses offered in the first semestre: Métodos de Investigação em Engenharia

Leia mais

Tema. Adblock. Que é?

Tema. Adblock. Que é? Dez 2015 Tema Adblock Que é? É um plug- in que se instala nos computadores e que tem como função bloquear publicidade pelo udlizadores em sites, blogs, portais e até mesmo motores de busca. Os formatos

Leia mais

Por que anunciar na internet?

Por que anunciar na internet? Por que anunciar na internet? Os investimentos publicitários cresceram 7% em 2012, comparado ao ano anterior. O investimento em TV "estacionou" e o investimento em Internet teve um crescimento de 21%.

Leia mais

Integrando pessoas ao negócio através de um portal colaborativo. ROGÉRIO INOMATA inomata@br.ibm.com Portal Sales Leader, IBM América Latina

Integrando pessoas ao negócio através de um portal colaborativo. ROGÉRIO INOMATA inomata@br.ibm.com Portal Sales Leader, IBM América Latina Integrando pessoas ao negócio através de um portal colaborativo ROGÉRIO INOMATA inomata@br.ibm.com Portal Sales Leader, IBM América Latina Por quê? INOVAÇÃO Então O que é um portal mesmo? MS Office & Windows

Leia mais

SUMÁRIO VOLUME 1 LÍNGUA INGLESA

SUMÁRIO VOLUME 1 LÍNGUA INGLESA SUMÁRIO VOLUME 1 "No mar tanta tormenta e dano, Tantas vezes a morte apercebida, Na terra, tanta guerra, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida." Os Lusíadas, p. 106, Luís Vaz de Camões Lesson 1 -

Leia mais

Aqui pode escolher o Sistema operativo, e o software. Para falar, faça download do Cliente 2.

Aqui pode escolher o Sistema operativo, e o software. Para falar, faça download do Cliente 2. TeamSpeak PORTUGUES ENGLISH Tutorial de registo num servidor de TeamSpeak Registration tutorial for a TeamSpeak server Feito por [WB ].::B*A*C*O::. membro de [WB ] War*Brothers - Non Dvcor Dvco Made by:

Leia mais

Aula 2: Formação das equipes de desenvolvimento

Aula 2: Formação das equipes de desenvolvimento Aula 2: Formação das equipes de desenvolvimento Autores Eduardo Zancul (USP), Sergio Scheer (UFPR), Roseli Lopes (USP), Paulo Blikstein (Stanford University) A atividade de projeto de engenharia é realizada

Leia mais

Título. LogLine (Português) Sinopse (1000 caracteres com espaço) Plano de Produção (1000 caracteres com espaço)

Título. LogLine (Português) Sinopse (1000 caracteres com espaço) Plano de Produção (1000 caracteres com espaço) Nota: Por se tratar de um evento de negócios e restrito a profissionais do setor, menores de 18 anos, mesmo que acompanhados, não serão admitidos. Note: Since this is a business event and is restricted

Leia mais

PAI RICO PAI POBRE PDF

PAI RICO PAI POBRE PDF PAI RICO PAI POBRE PDF ==> Download: PAI RICO PAI POBRE PDF PAI RICO PAI POBRE PDF - Are you searching for Pai Rico Pai Pobre Books? Now, you will be happy that at this time Pai Rico Pai Pobre PDF is available

Leia mais

Como Gerir Dispositivos Moveis Techdata - TIC. Miguel Almeida Channel Manager at Avaya (almeidam@avaya.com)

Como Gerir Dispositivos Moveis Techdata - TIC. Miguel Almeida Channel Manager at Avaya (almeidam@avaya.com) Como Gerir Dispositivos Moveis Techdata - TIC Miguel Almeida Channel Manager at Avaya (almeidam@avaya.com) Tendências Sociais e de Mercado As organizações enfrentam uma economia difícil, concorrentes agressivos,

Leia mais

w w w. e t e r n y o n. c o m 2014, All Rights Reserved, Eternyon, LLC

w w w. e t e r n y o n. c o m 2014, All Rights Reserved, Eternyon, LLC w w w. e t e r n y o n. c o m Quem Somos A ETERNYON é uma empresa de Publicidade e Tecnologias, que utiliza o Marketing Multinível como meio de expansão Global de negócios, através de nossos Associados

Leia mais

Strings. COM10615-Tópicos Especiais em Programação I edmar.kampke@ufes.br 2014-II

Strings. COM10615-Tópicos Especiais em Programação I edmar.kampke@ufes.br 2014-II Strings COM10615-Tópicos Especiais em Programação I edmar.kampke@ufes.br Introdução Uma estrutura de dados fundamental Crescente Importância Aplicações: Busca do Google Genoma Humano 2 Caracteres Codificação

Leia mais

Quem Somos? www.bsi-brasil.com OBJETIVO: CONVERSÃO. Agência Digital com soluções para proporcionar aos nossos clientes uma presença profissional;

Quem Somos? www.bsi-brasil.com OBJETIVO: CONVERSÃO. Agência Digital com soluções para proporcionar aos nossos clientes uma presença profissional; Quem Somos? Agência Digital com soluções para proporcionar aos nossos clientes uma presença profissional; Estamos no mercado desde 2004; Oferecemos um serviço de 360º; Com uma história construída com pioneirismo

Leia mais

O Modelo DX sumário executivo

O Modelo DX sumário executivo White Paper O Modelo DX sumário executivo INTRODUÇÃO 2 O MODELO BROADCAST 3 MODELO TRADICIONAL DE BROADCAST 3 O MODELO DX 4 NOVOS MODELOS DE RECEITA 5 O MODELO DX PARA TELAS COLETIVAS 6 1 www.dx.tv.br

Leia mais

"Top 10" Google na lista com maior nº de patentes... Com 2.566 registros em 2014, companhia ocupa 8º lugar

Top 10 Google na lista com maior nº de patentes... Com 2.566 registros em 2014, companhia ocupa 8º lugar "Top 10" Google na lista com maior nº de patentes... Com 2.566 registros em 2014, companhia ocupa 8º lugar IBM é líder há 22 anos Queridinho dos brasileiros ipad é o tablet favorito... 62% prefere o dispositivo

Leia mais

Rede IPTV DX - Clubes Desportivos

Rede IPTV DX - Clubes Desportivos White Paper 24 de Setembro de 2014 Rede IPTV DX - Clubes Desportivos Alcançando e realizando o potencial do torcedor móvel IPTV Móvel para Clubes Desportivos - DX - 1 O negócio de mídia e venda para torcedores

Leia mais

WORKING CHILDREN. a) How many children in Britain have part-time jobs?. b) What do many Asian children do to make money in Britain?.

WORKING CHILDREN. a) How many children in Britain have part-time jobs?. b) What do many Asian children do to make money in Britain?. Part A I. TEXT. WORKING CHILDREN Over a million school children in Britain have part-time Jobs. The number is growing, too. More and more teenagers are working before school, after school or on weekends.

Leia mais

Comunicação por meio de dispositivos móveis ainda tem muito para crescer no país

Comunicação por meio de dispositivos móveis ainda tem muito para crescer no país Comunicação por meio de dispositivos móveis ainda tem muito para crescer no país Atualmente, não dá para falar em mídias digitais sem considerar o mobile. Se por um lado os acessos móveis ganham força,

Leia mais

e-lab: a didactic interactive experiment An approach to the Boyle-Mariotte law

e-lab: a didactic interactive experiment An approach to the Boyle-Mariotte law Sérgio Leal a,b, João Paulo Leal a,c Horácio Fernandes d a Departamento de Química e Bioquímica, FCUL, Lisboa, Portugal b Escola Secundária com 3.º ciclo Padre António Vieira, Lisboa, Portugal c Unidade

Leia mais

UM PASSEIO PELA NAB 2011. Geraldo Cesar de Oliveira Star One

UM PASSEIO PELA NAB 2011. Geraldo Cesar de Oliveira Star One UM PASSEIO PELA NAB 2011 Geraldo Cesar de Oliveira Star One NAB 2011 em Números Mais de 1500 Expositores 151 países representados 92.708 visitantes cadastrados 25.601 visitantes internacionais Brasil uma

Leia mais

Portal Paparazzo / Paparazzo TV

Portal Paparazzo / Paparazzo TV Portal Paparazzo / Paparazzo TV Media Kit 2015 O conteúdo do Portal Paparazzo e do Paparazzo TV em diferentes formatos para você anunciar. Conteúdo Página 1 Sobre Nós Audiência Formatos Preços Condições

Leia mais

4G no Brasil: Demanda dos Usuários e Exemplos de Aplicações. Alexandre Jann FIESP. Marketing & Strategy General Manager NEC Latin America

4G no Brasil: Demanda dos Usuários e Exemplos de Aplicações. Alexandre Jann FIESP. Marketing & Strategy General Manager NEC Latin America 5º Encontro de Telecomunicações Respeito ao Consumidor 4G no Brasil: FIESP Demanda dos Usuários e Exemplos de Aplicações Alexandre Jann Marketing & Strategy General Manager NEC Latin America Tópicos Perfil

Leia mais

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. Palestrante. Gabriel Rossi. Especialista em Marketing e Branding

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. Palestrante. Gabriel Rossi. Especialista em Marketing e Branding APRESENTAÇÃO COMERCIAL Palestrante Gabriel Rossi Especialista em Marketing e Branding Quem é Gabriel Rossi Gabriel Rossi é experiente palestrante profissional em marketing, branding e cibercultura, estrategista

Leia mais

João Matias. Managing Director Oracle Portugal

João Matias. Managing Director Oracle Portugal João Matias Managing Director Oracle Portugal Pontos de Partida. Para onde Vamos? Evolução. Estratégia. Desafios. A vida começa aos quarenta... Evolução O passado recente dos ambientes de IT Best of Breed

Leia mais

O / 4 FAIXA ETÁRIA SEXO 1.5% 0.2% 6.1% 0.2% 13.5% 25.8% 52.6% 407 entrevistas foram realizadas nos dias 27 e 28 de janeiro de 2010. Feminino.

O / 4 FAIXA ETÁRIA SEXO 1.5% 0.2% 6.1% 0.2% 13.5% 25.8% 52.6% 407 entrevistas foram realizadas nos dias 27 e 28 de janeiro de 2010. Feminino. A TERCEIRA EDIÇÃO DA CAMPUS PARTY BRASIL, REALIZADA EM SÃO PAULO ENTRE OS DIAS 25 E 31 DE JANEIRO DE 2010, REUNIU QUASE 100 MIL PARTICIPANTES PARA DISCUTIR AS TENDÊNCIAS DA INTERNET E DAS MÍDIAS DIGITAIS.

Leia mais

CUENTOS Y CIRCO soluções conteúdo multiplataforma foco gerenciar e produzir conteúdo audiovisual conectado às plataformas digitais

CUENTOS Y CIRCO soluções conteúdo multiplataforma foco gerenciar e produzir conteúdo audiovisual conectado às plataformas digitais premiere de venda CUENTOS Y CIRCO Oferecemos soluções em conteúdo multiplataforma. Temos como foco gerenciar e produzir conteúdo audiovisual conectado às plataformas digitais. Estamos antenados no que

Leia mais

Extra -------------------------------- 105 Audiência / Editorias ---------------- 108. Cenário ---------------------------------- 3

Extra -------------------------------- 105 Audiência / Editorias ---------------- 108. Cenário ---------------------------------- 3 Cenário ---------------------------------- 3 O Globo -------------------------------- 15 Audiência / Editorias ------------------ 48 Formatos e Patrocínios ---------------- 11 Rio Show ------------------------------

Leia mais

Novos Modelos de Negócio em Televisão Digital 1. Felippe de Souza LIMA 2

Novos Modelos de Negócio em Televisão Digital 1. Felippe de Souza LIMA 2 Novos Modelos de Negócio em Televisão Digital 1 Felippe de Souza LIMA 2 RESUMO Este artigo tem o propósito de analisar a atual realidade da televisão aberta brasileira em relação ao seu modelo de lucratividade

Leia mais