TEMPERATURAS ELEVADAS RECOMENDAÇÕES GERAIS A POPULAÇÃO/2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TEMPERATURAS ELEVADAS RECOMENDAÇÕES GERAIS A POPULAÇÃO/2015"

Transcrição

1 lazer; TEMPERATURAS ELEVADAS RECOMENDAÇÕES GERAIS A POPULAÇÃO/2015 Aumentar a ingestão de água ou sumos de fruta natural sem adição de açúcar; Evitar o consumo de bebidas alcoólicas; Nos períodos de maior calor procurar permanecer em ambientes frescos; Evitar, sempre que possível, atividades que exijam grandes esforços físicos, nomeadamente atividades desportivas e de Evitar a exposição direta ao sol entre as 11 e as 17 horas; Fora de casa, utilizar roupa solta, opaca e que cubra a maior parte do corpo, chapéu de abas largas, óculos com proteção contra radiação UVA e UVB e protetor solar com fator igual ou superior a 30. Em praias e piscinas renovar a aplicação de protetor solar de duas em duas horas e após os banhos; Os trabalhadores no exterior devem proteger-se de forma adequada, fazendo uma boa hidratação e pausas regulares em locais mais frescos; Ao viajar de carro escolha as horas de menor calor. A permanência de pessoas dentro de viaturas expostas ao sol, especialmente se forem crianças, grávidas ou idosos, deve ser evitada. Tenha em atenção os grupos vulneráveis: Os idosos são particularmente vulneráveis, é importante que os familiares e vizinhos estejam atentos à necessidade de ingestão frequente de líquidos e de assegurar um ambiente fresco; As crianças com menos de 6 meses não devem ser sujeitas a exposição solar pelo que não se aconselha a sua ida à praia; As crianças com menos de 3 anos devem evitar a exposição direta ao sol; As grávidas deverão ter cuidados especiais. Devem assegurar as recomendações de hidratação (ingestão frequente de líquidos), tal como evitar a exposição direta ao sol. Deverão, igualmente, moderar a atividade física; As pessoas que sofram de doença crónica ou estejam a fazer uma dieta com pouco sal ou com restrição de líquidos devem seguir as recomendações específicas do médico assistente. Quando o índice ultravioleta é "extremo, ou seja, igual ou superior a 11, recomenda-se evitar o mais possível a exposição ao sol e aproveitar para descansar em casa. Em regiões com índice de radiação "muito alto", entre 8 e 10, recomenda-se a utilização de óculos de sol com proteção UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol, protetor solar e evitar a exposição das crianças ao sol. Em caso de necessidade, contacte a Linha de Saúde 24: Agrupamento de Centros de Saúde de Lisboa Ocidental e Oeiras Unidade de Saúde Pública Av. António Bernardo Cabral de Macedo, Paço de Arcos

2 Sinais de Alerta Febre; Cor anormal da pele; Ondas de Calor Cuidados com bebés e crianças Sonolência ou agitação atípicas; Sede intensa e/ou perda de peso; Perturbações da consciência; Recusa ou impossibilidade de beber. Acções a Desenvolver Pôr a criança numa divisão fresca; Dar-lhe imediata e regularmente líquidos, se estiver consciente; Fazer baixar a febre através de um banho com água 1 ou 2ºC abaixo da temperatura corporal; PARA ESCLARECER EVENTUAIS DÚVIDAS CONTACTE: O Médico Assistente O Serviço Saúde EM CASO DE EMERGÊNCIA Contacte o Número Nacional de Socorro 112

3 Introdução Ao entardecer, quando a temperatura no exterior for inferior à do interior do O calor expõe os bebés e crianças ao risco de desidratação rápida, uma vez que estes são mais sensíveis. edifício, provocar correntes de ar, mas tendo em atenção os efeitos prejudiciais desta situação; Por outro lado, quando as crianças precisam de água para satisfazer as suas necessidades, normalmente necessitam de ajuda. Privilegiar os espaços frescos (idealmente 5ºC abaixo da temperatura ambiente); Colocar termómetros nas salas ; Medidas Gerais de Prevenção Verificar o funcionamento dos estores, portadas, janelas e sistema de climatização (ou providenciar a sua instalação); Acautelar as condições de armazenamento e conservação dos alimentos (frigoríficos, arcas congeladoras); Assegurar o aprovisionamento de água e gelo; Medidas Individuais de Prevenção Se estiver calor no interior do edifício, deixar os bebés e crianças com vestuário leve, particularmente durante o período em que estão a dormir, não os cobrindo; Oferecer água regularmente, mesmo se não existir solicitação; Em caso de saída, vestir roupas leves, largas, preferencialmente de cores claras, sem esquecer o chapéu e óculos de sol. Manter as janelas e persianas fechadas enquanto a temperatura exterior se mantiver elevada; Sensibilizar os profissionais que estão em contacto com as crianças para os problemas que poderão ocorrer numa situação de calor, identificando-os e definindo as medidas de prevenção a tomar; Utilizar abundante e regularmente um protector solar com índice elevado (superior a 30); No transporte, ter o cuidado de não as manter muito tempo dentro dos veículos;

4 Golpe de calor Sintomas febre; cor anormal da pele; sonolência ou agitação atípicas; sede intensa e/ou perda de peso; perturbações da consciência; recusa ou impossibilidade de beber. Como atuar: colocar a criança numa divisão fresca, dar-lhe imediatamente e regularmente líquidos; se estiver consciente, fazer baixar a febre através de um banho com água 1 ou 2 abaixo da temperatura corporal; no caso da criança sofrer de doença crónica, aplicar as recomedações do médico assistente. Queimadura Solar Sintomas vermelhidão de pele; sensibilidade dolorosa da pele; pele inchada. Com atuar... aplicar compressas frias e húmidas; retirar, se possível, objectos que possam armazenar calor (anéis, brincos, colares, metais); proteger a zona queimada com gaze, lenço ou pano limpo. CALOR E RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA cuidados a ter com as crianças Para mais informações Contacte a Linha Saúde 24 - tel Consulte Especial Verão em Saiba o nível de radiação UV em Consulte também em Recomendações sobre o vestuário apropriado em períodos de temperaturas elevadas Recomendações para creches e infantários Este folheto foi elaborado no âmbito do Módulo CALOR do Plano de Contingência para Temperaturas Extremas Adversas e contou com a colaboração da Associação Portuguesa de Cancro Cutâneo 30+ PROTECTOR SOLAR Design: Sofia Martins Ilustrações: Olga Ruas e Vítor Galvão!

5 As crianças e os bebés constituem um grupo muito vunerável ao calor intenso. Devido ao calor a criança transpira intensamente, o que pode ser muito grave para a sua saúde. Por isso é necessário dar-lhe líquidos, de preferência, água, com muita frequência. É importante que os adultos responsáveis pelas crianças conheçam: os problemas inerentes a situações de calor e radiação ultravioleta intensas as medidas de prevenção a ter com as crianças em casa e na rua. As crianças, normalmente, precisam de ajuda para se hidratar. Prevenção/Calor Em situações de calor intenso deverão ser tomados os seguintes cuidados: beber mais água e/ou sumos de fruta naturais do que habitual e tomar refeições leves e frescas; usar vestuário largo, leve e fresco ; proporcionar ambientes refrescantes (feche persianas e promova a circulação do ar); evitar ir para o exterior durante os períodos de calor; não manter crianças dentro de carros estacionados; assegurar o aprovisonamento de água e gelo. Assegure à criança uma boa hidratação e vista-a com roupas largas e frescas. 30+ PROTECTOR SOLAR Prevenção/Radiações Consulte o nível de radiação ultravioleta em Quando o valor for elevado há cuidados a respeitar: usar roupas largas, leves e frescas, evitando a exposição direta da pele; usar chapéu de abas largas e óculos de sol com proteção UVA e UVB; usar protetor solar com um índice elevado ( a 30) antes de sair para a rua e renová-lo de forma constante, sobretudo, após o banho ou transpiração; procurar sombras e locais frescos; evitar a exposição solar entre as 11h e as 17h; atenção especial em caso de nevoeiro ou vento. Os bebés com menos de 6 meses não devem ser sujeitos a exposição solar e deve evitar-se a exposição direta de crianças com menos de 3 anos. 30+ PROTECTOR SOLAR Assegure que a criança veste roupas de tecido leve mas opaco (quanto mais transparente menos protege). Coloque protetor solar regularmente.

6 Calor/2015 Unidade de Saúde Pública CUIDADOS A TER COM AS CRIANÇAS As crianças e os bebés constituem um grupo muito vulnerável ao calor intenso, pois são mais sensíveis e o risco de desidratação é maior. Assim é necessário dar-lhes líquidos, de preferência, água, com muita frequência. Em situações de calor intenso deverão ser tomados os seguintes cuidados: Beber mais água e/ou sumos de fruta naturais do que o habitual, mesmo sem ter sede, e tomar refeições leves e frescas; Sinais de Alerta Febre; Cor anormal da pele; Sonolência ou agitação atípicas; Sede intensa e/ou perda de peso; Perturbações da consciência; Recusa ou impossibilidade de beber. O que fazer : Colocar a criança numa divisão fresca; Dar-lhe imediata e regularmente líquidos, se estiver consciente; Fazer baixar a febre através de um banho com água 1 ou 2ºC abaixo da temperatura corporal; Contactar um médico. Proporcionar ambientes refrescantes (feche persianas e promova a circulação do ar) e com sombra; Evitar saídas para o exterior durante os picos de calor, e evitar esforços físicos; Em caso de saída, vestir as crianças com roupas leves, largas e de preferência de cores claras, evitando partes expostas da pele, sem esquecer o chapéu e óculos de sol; Utilizar de forma abundante e regular um protetor solar com um índice elevado (superior a 30) e aplicar protetor solar 30 a 60 min. antes de se expor ao sol ; Quando houver lugar ao transporte de crianças, ter o cuidado de não as manter muito tempo dentro dos veículos; Assegurar o aprovisionamento de água e gelo. Em dias de grande calor bebés e crianças NÃO deverão ir à praia Em caso de dúvidas pode sempre consultar: Número nacional de socorro (112); Linha Saúde 24: ; o seu médico; o site da Direção Geral da Saúde (http://www.dgs.pt/); o Delegado de Saúde ( / ); Proteção Civil ( / ) Agrupamento de Centros de Saúde de Lisboa Ocidental e Oeiras Unidade de Saúde Pública Av. António Bernardo Cabral de Macedo, Paço de Arcos Tel Fax

7 QUAIS OS RISCOS DO CALOR? O RISCO MAIS GRAVE Editor: Direcção Geral da Saúde Design: Catarina Lourenço, Isabel Abreu, Lúcia Melo Impressão: Europress Tiragem: exemplares Lisboa2006 A exposição a calor intenso é uma agressão para o organismo, podendo conduzir a desidratação, ou agravamento de doenças crónicas, a um esgotamento ou a um golpe de calor. Deve ter em atenção certos sintomas associados a um esgotamento por calor, tais como cãibras musculares, cansaço, fraqueza, desmaio, náuseas e vómitos, respiração rápida e superficial, grande transpiração, palidez, pele fria e húmida, pulso fraco e rápido e dor de cabeça Se a vítima tiver problemas de coração ou tensão arterial alta, ou se os sintomas persistirem por mais de 1 hora, deve procurar ajuda médica imediata. LIGUE 112 O golpe de calor é a situação mais grave e pode provocar danos irreversíveis à saúde e até levar à morte. Os principais sintomas são febre alta, dores de cabeça, tonturas, pulso rápido e forte, náuseas, confusão, perda de consciência, contracções musculares e pele vermelha, quente e seca, sem suor. ATENÇÃO! Uma vítima de um golpe de calor corre risco de morte. São indispensáveis cuidados médicos de emergência. LIGUE 112 Para mais informações contacte: Serviço Saúde Sítio da DGS CALOR: A SAÚDE EM PERIGO Saiba como proteger-se Direcção-Geral da Saúde Divisão de Saúde Ambiental

8 São mais vulneráveis ao calor: COMO PROTEGER-SE DO CALOR? Crianças nos primeiros anos de vida Idosos Portadores de doenças crónicas (cardiovasculares, respiratórias, renais, diabetes e alcoolismo) Obesos Acamados Pessoas com problemas de saúde mental Pessoas que tomam medicamentos, tais como, anti-hipertensores, antiarrítmicos, diuréticos, antidepressivos, neurolépticos, entre outros. No caso de: Sofrer doença crónica ou estiver a fazer uma dieta com pouco sal ou restrição de líquidos Estar a tomar medicamentos Ter sintomas pouco habituais Consulte o seu médico ou Contacte o Serviço Saúde Proteja-se do Sol e do calor Evite a exposição directa ao Sol, em especial, entre as 11 e as 16 horas Na praia, mesmo debaixo do chapéu de sol não está protegido. A água do mar também reflecte os raios solares podendo provocar queimaduras solares Sempre que se expuser ao Sol ou andar ao ar livre, use protector solar Use chapéu e óculos escuros (especialmente para pessoas de pele clara). Proteja a cabeça das crianças com chapéu de abas Use roupa solta, de preferência de algodão e de cores claras Nos dias de grande calor, os bebés e os idosos não deverão ir à praia Diminua os esforços físicos e repouse frequentemente em locais à sombra, frescos e arejados Beba e faça uma alimentação equilibrada Aumente a ingestão de água ou de sumos de fruta natural, sem açúcar, mesmo sem ter sede Evite bebidas alcoólicas, gaseificadas, com cafeína ou com açúcar, porque podem provocar desidratação Faça refeições leves, pouco condimentadas e mais frequentes Os recém-nascidos, as crianças, as pessoas idosas e as pessoas doentes podem não sentir sede. Ofereçalhes água! Refresque-se Permaneça 2 a 3 horas por dia num ambiente fresco. Se isso não for possível em sua casa, visite centros comerciais, museus, cinemas ou outros locais com ar condicionado. No período de maior calor refresque-se com um banho. Evite, no entanto, mudanças bruscas de temperatura. Em casa Evite que o calor entre. Corra as persianas ou portadas e mantenha o ar a circular Abra as janelas durante a noite Use menos roupa na cama, sobretudo, dos bebés e doentes acamados. Em viagem Se o carro não tiver ar condicionado não feche completamente as janelas Leve água ou sumos sem açúcar Sempre que possível viaje de noite Evite a permanência em viaturas expostas ao Sol, em especial, de crianças, doentes ou idosos PROCURE E DÊ AJUDA Não hesite em pedir ajuda ao um familiar ou vizinho no caso de se sentir mal com o calor Informe-se periodicamente sobre o estado de saúde das pessoas isoladas, idosas ou com dependência que vivam perto de si e ajude-as a protegerem-se do calor AJUDE A PASSAR ESTA MENSAGEM!

9 Ozono Troposférico Informações/2015 Unidade de Saúde Pública O que é o Ozono O ozono caracteriza-se como sendo um gás incolor, constituído por 3 átomos de Oxigénio (O), que está presente em duas camadas da atmosfera, a estratosfera e a troposfera. Quando presente na estratosfera tem uma importante função de protecção. Esta camada de ozono que envolve a Terra, sendo, portanto indispensável para a existência de vida no nosso planeta. Na camada mais baixa da atmosfera, a troposfera, a presença do ozono provoca efeitos nefastos na saúde humana e impactos ambientais negativos. O ozono é o principal constituinte do smog fotoquímico que se traduz por uma névoa ou neblina que se forma alguns metros acima da superfície do solo e que se deve a reações químicas que ocorrem entre alguns poluentes primários, provenientes da queima de combustíveis fosseis, nomeadamente dos veículos automóveis, seguidas de uma série de reações químicas e fotoquímicas e sob determinadas condições atmosféricas. Os efeitos do Ozono Os efeitos do ozono troposférico podem fazer-se sentir sobre a pele, nas mucosas, no aparelho respiratório, no aparelho cardio-vascular, no aparelho digestivo e sistema nervoso central (SNC), provocando vários tipos de resposta consoante os orgãos afetados que pode ir desde um simples quadro de sintomas respiratórios até a hipertensão arterial e cancro. A presença de concentrações de ozono na baixa atmosfera, a troposfera, é um forte irritante do sistema respiratório, causando tosse, irritação da garganta e desconforto na respiração. A gravidade destes efeitos aumenta com a concentração de ozono no ar, o tempo de exposição e a quantidade inalada. O que Fazer POPULAÇÃO O QUE FAZER Crianças e idosos com actividades ao ar livre Trabalhadores com actividades ao ar livre Portadores de doenças respiratórias (asmáticos, alérgicos), doentes cardíacos Desportistas Cidadãos em geral Suspender actividades físicas e desportivas no exterior Evitar saídas para o exterior Interrupção das actividades que envolva esforço físico Evitar trabalhar com colas, tintas e vernizes Evitar sair a rua Não fumar Não utilizar colas, tintas ou vernizes dentro de casa Cumprir rigorosamente a medicação que o seu médico tiver prescrito Suspender actividades desportivas no exterior Em caso de irritação ocular, não utilizar lentes de contacto Evitar realizar trabalhos agrícolas ou de jardinagem Manter as casas em condições de luminosidade reduzida, nas horas de maior calor Arejar as casas durante a noite As crianças, idosos, pessoas doentes e acamadas, pessoas com doenças respiratórias e pessoas com doenças mentais são considerados a população mais susceptível. As actividades no exterior podem ser reservadas para alturas do dia em que o ozono esteja em concentrações mais baixas, por exemplo de manhã cedo ou ao fim da tarde. Em caso de dúvidas pode sempre consultar o site da Direcção Geral da Saúde (http://www.dgs.pt/) ou o Delegado de Saúde. Poderá também contactar a Linha Saúde 24: ou em caso de emergência Agrupamento de Centros de Saúde de Lisboa Ocidental e Oeiras Unidade de Saúde Pública Av. António Bernardo Cabral de Macedo, Paço de Arcos Tel Fax

10 Partículas em Suspensão/Poeiras Informações/2015 Unidade de Saúde Pública O que são Partículas/Poeiras em suspensão no ar As partículas inaláveis constituem um poluente atmosférico grave para a saúde pública. As partículas em suspensão têm origem em diversas fontes (combustão, industriais, naturais), e diferem na sua composição química, física, e no tamanho. Contudo, as que representam maior risco para a saúde humana são aquelas cuja fração aerodinâmica é inferior a 10 mm (PM10). Esta classe de partículas representa aquelas que conseguem penetrar nas vias respiratórias com repercussões ao nível da saúde das populações, principalmente nos grupos de risco (pessoas asmáticas, crianças, idosos). Ocasionalmente observa-se na atmosfera a presença de partículas e poeiras em suspensão, identificáveis pela tonalidade amarelada ou esbranquiçada do céu e que deixam as superfícies expostas ao ar, cobertas de poeiras. Estes eventos naturais constituem massas de ar que são formadas sobre grandes regiões secas e áridas, como os desertos do Sahara e Sahel e que transportadas pela circulação atmosférica, podem alcançar regiões distantes como Portugal Continental. Os efeitos sobre a saúde As partículas atmosféricas referidas quando inaladas provocam efeitos adversos na saúde humana, principalmente a nível respiratório, cardiovascular e reações alérgicas (irritação nos olhos, nariz e garganta). As crianças, idosos, doentes/doentes crónicos, pessoas com doenças respiratórias são a população mais vulnerável. POPULAÇÃO População em geral Trabalhadores com atividades ao ar livre Portadores de doenças respiratórias (asmáticos, alérgicos), doentes cardíacos Desportistas Crianças e idosos Recomendações O QUE FAZER Limitar atividades físicas ao ar livre Em caso de irritação ocular, não utilizar lentes de contacto Evitar contactos com produtos irritantes (ex: colas, tintas, vernizes) Não fumar Interrupção das atividades que envolva esforço físico Evitar trabalhar com colas, tintas e vernizes Evitar sair a rua Cumprir rigorosamente a medicação que o seu médico tiver prescrito Limitar atividades desportivas no exterior Limitar atividades físicas e desportivas no exterior e permanecer no interior dos edifícios com as janelas fechadas Em caso de dúvidas pode consultar o site da Direção Geral da Saúde ou Contactar a Linha Saúde Em caso de emergência ligue 112 Bom Verão, com saúde e em segurança! Agrupamento de Centros de Saúde de Lisboa Ocidental e Oeiras Unidade de Saúde Pública Av. António Bernardo Cabral de Macedo, Paço de Arcos Tel Fax

11 Radiação UV Informações/2015 Unidade de Saúde Pública O que é a radiação UV? Os raios ultravioleta (UV) são um tipo de radiação emitida pelo sol. Apesar dos seus benefícios para o ser humano, os raios UV são nocivos pois provocam doenças na pele. Os raios ultravioleta podem ser divididos em três tipos: Raios ultravioleta UVC, que são filtrados pela camada de ozono e impedidos de atingir a superfície terrestre; Raios ultravioleta UVB, que são responsáveis por queimaduras, insolação e predisposição ao cancro da pele; Raios ultravioleta UVA, que causam bronzeamento, manchas, envelhecimento precoce, rugas, flacidez e cancro da pele. Principais Efeitos na Saúde Para além de a exposição solar excessiva ser a principal causa de cancro da pele, também pode causar: Lesões pré-cancerígenas Tumores benignos Flacidez da pele Rugas Sardas Descoloração amarelada da pele Dilatação de pequenos vasos sanguíneos Como se Proteger Evite a exposição solar excessiva e entre as 10h e as 16h e sempre que os valores de UV estejam elevados Beba muitos líquidos; Ao ar livre utilize sempre chapéu, protector e óculos de sol; Deve aplicar o protector solar 30 minutos antes da exposição ao sol; Durante a gravidez, evite a exposição solar excessiva; Não use um protector solar fora de prazo; Utilize um protector solar para o corpo e outro específico para o rosto uma vez que a pele nesta zona é mais sensível; Proteja as crianças nas horas em que há maior concentração dos raios ultravioleta; Utilize um bom creme após exposição solar para hidratar a pele; Nos dias nublados também deve proteger-se. A ingestão de alimentos ricos em betacaroteno, como a cenoura ou a abóbora, ajudam o organismo a protegerse dos efeitos nocivos dos radicais livres. Existem protectores solares, assim como bebidas e suplementos ricos neste nutriente que ajudam a proteger. Em caso de dúvidas consulte o site da DGS ou Contactar a Linha Saúde Em caso de emergência ligue 112 Bom Verão, com saúde e em segurança Agrupamento de Centros de Saúde de Lisboa Ocidental e Oeiras Unidade de Saúde Pública Av. António Bernardo Cabral de Macedo, Paço de Arcos Tel Fax

12 Proteja-se do sol e do calor: Evite a exposição ao sol, em especial entre as 11 e as 16h; Use protector solar, chapéu de abas e óculos escuros; Use roupa solta, de algodão e cores claras; Diminua os esforços físicos e repouse frequentemente em locais frescos, arejados e à sombra; Refresque-se com um banho, evitando, contudo, alterações bruscas de temperatura. Beba e faça uma alimentação equilibrada: Aumente a ingestão de água e sumos de fruta! Faça refeições leves, pouco condimentadas e mais frequentes; Ofereça frequentemente água a recém-nascidos, crianças, idosos e pessoas doentes. Em casa: Evite a entrada de calor: corra as persianas ou portadas, mantendo o ar a circular; Abra as janelas durante a noite; Em viagem Leve água ou sumos sem açucar; Evite a permanência em viaturas quentes/expostas ao sol, em especial de bebés, crianças, doentes ou idosos.;

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Ministério da Saúde Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Assunto: Para: Contacto na DGS: Ondas de calor medidas de prevenção Recomendações dirigidas à população Conhecimento de todos os estabelecimentos

Leia mais

Direcção-Geral da Saúde

Direcção-Geral da Saúde Assunto: PLANO DE CONTINGÊNCIA PARA AS ONDAS DE CALOR 2009 RECOMENDAÇÕES GERAIS PARA A POPULAÇÃO Nº: 24/DA DATA: 09/07/09 Para: Contacto na DGS: Todos os Estabelecimentos de Saúde Divisão de Saúde Ambiental

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA GOVERNO REGIONAL SECRETARIA REGIONAL DOS ASSUNTOS SOCIAIS INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO DA SAÚDE E ASSUNTOS SOCIAIS, IP-RAM

REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA GOVERNO REGIONAL SECRETARIA REGIONAL DOS ASSUNTOS SOCIAIS INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO DA SAÚDE E ASSUNTOS SOCIAIS, IP-RAM MEDIDAS DE PREVENÇÃO DAS CONSEQUÊNCIAS DO CALOR EM CRECHES E INFANTÁRIOS - RECOMENDAÇÕES Medidas Gerais de Prevenção 1 Edifício Verificar o bom funcionamento e manutenção dos estores, das portadas, das

Leia mais

Algumas medidas podem salvar vidas durante uma onda de calor

Algumas medidas podem salvar vidas durante uma onda de calor Algumas medidas podem salvar vidas durante uma onda de calor Quando ocorre uma Onda de Calor emitem-se Alertas: Amarelo ou Vermelho, com menos e mais gravidade, respectivamente. Devem adoptar-se cuidados

Leia mais

ANEXO I - RESPOSTA FISIOLÓGICA AO CALOR INTENSO

ANEXO I - RESPOSTA FISIOLÓGICA AO CALOR INTENSO ANEXOS 28 ANEXO I - RESPOSTA FISIOLÓGICA AO CALOR INTENSO Resposta fisiológica ao calor intenso A temperatura corporal é constantemente regulada mantendo-se num intervalo relativamente estreito (35ºC 39ºC),

Leia mais

Algumas medidas podem salvar vidas durante uma onda de calor

Algumas medidas podem salvar vidas durante uma onda de calor MINISTÉRIO DA SAÚDE ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SAÚDE DO ALGARVE DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA Algumas medidas podem salvar vidas durante uma onda de calor Durante os meses de Verão as temperaturas podem

Leia mais

Desportistas. Recomendações para Ondas de Calor. Saúde e Desenolvimento Humano

Desportistas. Recomendações para Ondas de Calor. Saúde e Desenolvimento Humano A prática regular e moderada da actividade física pode trazer benefícios substanciais para a saúde da população, como seja reduzir para metade o risco de doenças coronárias, baixar o risco de desenvolver

Leia mais

Direcção-Geral da Saúde

Direcção-Geral da Saúde Assunto: PLANO DE CONTINGÊNCIA PARA ONDAS DE CALOR 2009 RECOMENDAÇÕES PARA DESPORTISTAS Nº: 29/DA DATA: 04/08/09 Para: Contacto na DGS: Todos os Estabelecimentos de Saúde Divisão de Saúde Ambiental INTRODUÇÃO

Leia mais

Direcção-Geral da Saúde

Direcção-Geral da Saúde Assunto: PLANO DE CONTINGÊNCIA PARA AS ONDAS DE CALOR 2008 RECOMENDAÇÕES SOBRE VESTUÁRIO APROPRIADO EM PERÍODOS DE TEMPERATURAS ELEVADAS Nº: 21/DA DATA: 07/08/08 Para: Contacto na DGS: Todos os Estabelecimentos

Leia mais

Margarida Cosme Médica de Saúde Pública Comemorações Dia Mundial da Saúde

Margarida Cosme Médica de Saúde Pública Comemorações Dia Mundial da Saúde Alterações Climáticas Impactos na saúde Margarida Cosme Médica de Saúde Pública Comemorações Dia Mundial da Saúde A actividade humana está a afectar o clima, com repercussão na saúde das populações! As

Leia mais

RISCOS PARA A SAÚDE RESULTANTES DA OCORRÊNCIA DE INCÊNDIOS

RISCOS PARA A SAÚDE RESULTANTES DA OCORRÊNCIA DE INCÊNDIOS RISCOS PARA A SAÚDE RESULTANTES DA OCORRÊNCIA DE INCÊNDIOS Os incêndios florestais e urbanos para além das consequências económicas e ambientais, representam riscos para a saúde das populações decorrentes

Leia mais

Campanha de prevenção do cancro da pele

Campanha de prevenção do cancro da pele Campanha de prevenção do cancro da pele Use o protetor solar adequado. Proteja-se com chapéu e óculos de sol. Evite a exposição solar entre as 11:00 e as 17:00. www.cm-loures.pt facebook.com/municipiodeloures

Leia mais

O verão chegou, e as férias também.

O verão chegou, e as férias também. O verão chegou, e as férias também. Toda a família se prepara para uma viagem rumo à praia, você está pronto para se divertir com ela? Hélios e Hélia têm pressa para encontrar seus amigos e curtir o calor

Leia mais

GRIPE A (H1N1) v Medidas de Prevenção e Controlo em Meio Escolar

GRIPE A (H1N1) v Medidas de Prevenção e Controlo em Meio Escolar GRIPE A (H1N1) v Medidas de Prevenção e Controlo em Meio Escolar Informação para Professores Agosto de 2009 Direcção-Geral da Saúde (www.dgs.pt) Direcção de Serviços de Promoção e Protecção da Saúde Gripe

Leia mais

Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico

Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico Gripe Perguntas Frequentes Perguntas frequentes sobre a gripe sazonal O que é a

Leia mais

VIGILÂNCIA EM SAÚDE AMBIENTAL CIEVS- Centro de Informações Estratégicas em Saúde

VIGILÂNCIA EM SAÚDE AMBIENTAL CIEVS- Centro de Informações Estratégicas em Saúde VIGILÂNCIA EM SAÚDE AMBIENTAL CIEVS- Centro de Informações Estratégicas em Saúde Boletim de Alerta do VIGIAR Palmas 09 de setembro de 2014 RECOMENDAÇÕES PARA ENFRENTAR SITUAÇÕES DE A BAIXA UMIDADE RELATIVA

Leia mais

Frio» Recomendações gerais

Frio» Recomendações gerais No domicílio Antes do Inverno, verifique os equipamentos de aquecimento da sua casa; Se tiver lareira mande limpar a chaminé, se necessário; Mantenha a casa arejada, abrindo um pouco a janela/porta para

Leia mais

O zono. B uraco do ozono

O zono. B uraco do ozono O zono O ozono (O 3 ) é um gás cuja molécula é formada por três átomos de oxigénio; existente na atmosfera numa percentagem mínima (tem efeitos prejudiciais para os seres vivos quando se encontra junto

Leia mais

Clindoxyl Control peróxido de benzoíla

Clindoxyl Control peróxido de benzoíla Clindoxyl Control peróxido de benzoíla APRESENTAÇÕES Gel 50 mg/g (5%) ou 100 mg/g (10%) em bisnaga de 45g USO EXTERNO VIA TÓPICA USO ADULTO E PACIENTES ACIMA DE 12 ANOS COMPOSIÇÃO Clindoxyl Control 5%

Leia mais

Cartilha. Doenças e Complicações. de Verão. Queimaduras solares. Desconforto. Micoses. Coceira. Desidratação. Fungos. Infecções. Ardência. Manchas.

Cartilha. Doenças e Complicações. de Verão. Queimaduras solares. Desconforto. Micoses. Coceira. Desidratação. Fungos. Infecções. Ardência. Manchas. Cartilha Doenças e Complicações de Verão Queimaduras solares. Desconforto. Micoses. Coceira. Desidratação. Fungos. Infecções. Ardência. Manchas. Devido às condições climáticas, diversas são as doenças

Leia mais

VACINE-SE A PARTIR DE 1 DE OUTUBRO CONSULTE O SEU MÉDICO

VACINE-SE A PARTIR DE 1 DE OUTUBRO CONSULTE O SEU MÉDICO VACINE-SE A PARTIR DE 1 DE OUTUBRO CONSULTE O SEU MÉDICO Perguntas frequentes sobre a gripe sazonal O que é a gripe? É uma doença infecciosa aguda das vias respiratórias, causada pelo vírus da gripe. Em

Leia mais

sol, luz e calor. protetor solar e óculos de sol.

sol, luz e calor. protetor solar e óculos de sol. Com a chegada das férias e o verão, a procura por locais abertos para passeios e diversão é comum, mas é preciso cuidado na exposição ao sol para evitar problemas de saúde. Assim, é necessário adquirir

Leia mais

Produtos químicos PERIGOSOS

Produtos químicos PERIGOSOS Produtos químicos PERIGOSOS Como podemos identificar os produtos químicos perigosos? Os produtos químicos estão presentes em todo o lado, quer em nossas casas, quer nos locais de trabalho. Mesmo em nossas

Leia mais

PERGUNTAS. Um planeta 2/ O Sol envia-nos (há várias respostas correctas): Luz Energia Fogo Calor

PERGUNTAS. Um planeta 2/ O Sol envia-nos (há várias respostas correctas): Luz Energia Fogo Calor 1/ O Sol é: Uma estrela 1 PERGUNTAS Um planeta 2/ O Sol envia-nos (há várias respostas correctas): Luz Energia Fogo Calor Chuva 3/ É verdade que o Sol gira à volta da Terra: Sim Não 4/ A camada de ozono

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUIÍMICO ( FISPQ )

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUIÍMICO ( FISPQ ) 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Anti Ruído Tradicional Aplicação: Reparação e emborrachamento de veículos. Fornecedor: Nome: Mastiflex Indústria e Comércio Ltda Endereço : Rua

Leia mais

Frio» Enregelamento dos membros

Frio» Enregelamento dos membros Frio» Enregelamento dos membros O enregelamento é uma situação que resulta da exposição excessiva ao frio ou pelo contacto com objetos extremamente frios. Consiste no congelamento das camadas superficiais

Leia mais

QUALIDADE DO AR INTERIOR

QUALIDADE DO AR INTERIOR QUALIDADE DO AR INTERIOR POR DIA OS NOSSOS PULMÕES FILTRAM CERCA DE 13. 000 LITROS DE AR! A POLUIÇÃO EM AMBIENTES FECHADOS É UMA DAS PRINCIPAIS CAUSAS DE DOENÇAS RESPIRATÓRIAS A maior parte das nossas

Leia mais

A pele é um sistema orgânico que, quando mantida sua integridade, tem como funções:

A pele é um sistema orgânico que, quando mantida sua integridade, tem como funções: CUIDADOS COM A PELE A pele é um sistema orgânico que, quando mantida sua integridade, tem como funções: Regular a temperatura do nosso corpo; Perceber os estímulos dolorosos e agradáveis; Impedir a entrada

Leia mais

Escudo para férias seguras PROTECTORES SOLARES

Escudo para férias seguras PROTECTORES SOLARES PROTECTORES SOLARES BONS NA DEFESA DA PELE Quase todos os produtos testados protegem a pele, desde que evite os períodos de maior radiação e aplique, no mínimo, a cada 2 horas DESPERDÍCIO NA PRAIA As embalagens

Leia mais

Ingredientes que contribuam para o perigo: Nome químico ou genérico N CAS % Classificação e rotulagem

Ingredientes que contribuam para o perigo: Nome químico ou genérico N CAS % Classificação e rotulagem FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ Nome do produto: DENINPLUS 400-N Página 1 de 5 1. Identificação do produto e da empresa Nome do produto: DENINPLUS 400-N Nome da Empresa: INDÚSTRIA

Leia mais

28-02-2015. Sumário. Atmosfera da Terra. Interação Radiação-Matéria 23/02/2015

28-02-2015. Sumário. Atmosfera da Terra. Interação Radiação-Matéria 23/02/2015 Sumário Na : Radiação, Matéria e Estrutura Unidade temática 2. O ozono como filtro protetor da Terra. Formação e decomposição do ozono na atmosfera. Filtros solares. Alternativas aos CFC. Como se mede

Leia mais

GRIPE A (H1N1) INFORMAÇÃO E RECOMENDAÇÕES PARA ESCOLAS E OUTROS ESTABELECIMENTOS DE EDUCAÇÃO

GRIPE A (H1N1) INFORMAÇÃO E RECOMENDAÇÕES PARA ESCOLAS E OUTROS ESTABELECIMENTOS DE EDUCAÇÃO GRIPE A (H1N1) INFORMAÇÃO E RECOMENDAÇÕES PARA ESCOLAS E OUTROS ESTABELECIMENTOS DE EDUCAÇÃO As escolas e outros estabelecimentos de ensino assumem um papel muito importante na prevenção de uma pandemia

Leia mais

Lista das frases de risco e de segurança

Lista das frases de risco e de segurança Lista das frases de risco e de segurança FRASES DE RISCO R1 : Explosivo no estado seco. R2 : Risco de explosão por choque, fricção, fogo ou outras fontes de ignição. R3 : Grande risco de explosão por choque,

Leia mais

ANÁLISE E AVALIAÇÃO DO RISCO DIÁRIO

ANÁLISE E AVALIAÇÃO DO RISCO DIÁRIO DÁRO ESTADO DE ALERTA ESPECAL Nível de ALERTAS Verde Amarelo ENTDADES DOPS (Dispositivo ntegrado de Operação de Proteção e Socorro) DECF (Dispositivo Especial de Combate a ncêndios Florestais) METEOROLOGA

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÕES PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÕES PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÕES PARA O UTILIZADOR Photofrin 15 mg & 75 mg Pó para Solução para Injecção Porfímero sódico APROVADO EM Leia cuidadosa e integralmente este folheto antes de receber este medicamento.

Leia mais

Tratamento de Rejuvenescimento

Tratamento de Rejuvenescimento Tratamento de Rejuvenescimento O objetivo deste tratamento é o de se obter o rejuvenescimento desejado e de mantê-lo de maneira eficaz e permanente. O resultado começa a ser percebido após o 1º mês de

Leia mais

Prevenção da Gripe A(H1N1)v

Prevenção da Gripe A(H1N1)v Prevenção da Gripe A(H1N1)v Recomendações DSD Departamento da Qualidade na Saúde Quais os Sintomas? Os sintomas são semelhantes aos da gripe sazonal: Febre de início súbito (superior a 38ºC) Tosse Dores

Leia mais

Doenças Respiratórias O QUE SÃO E COMO AS PREVENIR?

Doenças Respiratórias O QUE SÃO E COMO AS PREVENIR? Doenças Respiratórias O QUE SÃO E COMO AS PREVENIR? O NÚMERO DE PESSOAS AFETADAS POR DOENÇAS RESPIRATÓRIAS EVITÁVEIS NÃO PÁRA DE AUMENTAR. AS CRIANÇAS E OS MAIS VELHOS SÃO OS MAIS ATINGIDOS. SÃO DOENÇAS

Leia mais

O que é Radiação Ultravioleta (R-UV)?

O que é Radiação Ultravioleta (R-UV)? O que é Radiação Ultravioleta (R-UV)? A radiação solar mais conhecida é a faixa do visível. No entanto, outras duas faixas muito importantes são as do ultravioleta (UV) e do infravermelho (IV). A faixa

Leia mais

Página 1 de 6 FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ

Página 1 de 6 FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ Página 1 de 6 1. Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: Ortolan Sep 791 - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda - Endereço: Rua Henry Martin, 235 Vargem Grande

Leia mais

Espaço Saúde SINAIS. Saiba como evitar os acidentes no primeiro ano de vida do seu bebé. O verão já lá vai, mas a vigilância continua! FRIEIRAS PÁG.

Espaço Saúde SINAIS. Saiba como evitar os acidentes no primeiro ano de vida do seu bebé. O verão já lá vai, mas a vigilância continua! FRIEIRAS PÁG. Espaço Saúde N º 7 O U T U B R O A D E Z E M B R O DE 2 0 1 3 SINAIS O verão já lá vai, mas a vigilância continua! P Á G. Saiba como evitar os acidentes no primeiro ano de vida do seu bebé 2 PÁG. 6 FRIEIRAS

Leia mais

Nome do produto: Botatop DM FISPQ nº: 713 Data da última revisão: 02/04/2007. - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda

Nome do produto: Botatop DM FISPQ nº: 713 Data da última revisão: 02/04/2007. - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda Página 1 de 6 1. Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: Botatop DM - Código interno do produto: 713/ 714 - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda - Endereço: Av.

Leia mais

hidratação ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DAS BEBIDAS REFRESCANTES NÃO ALCOÓLICAS

hidratação ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DAS BEBIDAS REFRESCANTES NÃO ALCOÓLICAS hidratação ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DAS BEBIDAS REFRESCANTES NÃO ALCOÓLICAS O NOSSO CORPO É CONSTITUÍDO NA MAIOR PARTE POR ÁGUA A ÁGUA É O PRINCIPAL CONSTITUINTE DO ORGANISMO, É ESSENCIAL PARA A VIDA E TEM

Leia mais

Gripe: o que você pode fazer. Cuidados em casa

Gripe: o que você pode fazer. Cuidados em casa Gripe: o que você pode fazer Cuidados em casa Para mais informações, confira: www.mass.gov/dph/flu Gripe: o que você pode fazer Cuidados em casa ÍNDICE: O que é a gripe? 2 Prevenção da gripe 6 Cuidados

Leia mais

O CALOR EXCESSIVO NO AMBIENTE DE TRABALHO A EXPOSIÇÃO AO CALOR PRODUZ REAÇÕES NO ORGANISMO

O CALOR EXCESSIVO NO AMBIENTE DE TRABALHO A EXPOSIÇÃO AO CALOR PRODUZ REAÇÕES NO ORGANISMO O CALOR EXCESSIVO NO AMBIENTE DE TRABALHO Muitos trabalhadores passam parte de sua jornada diária diante de fontes de calor. As pessoas que trabalham em fundições, siderúrgicas, padarias, - para citar

Leia mais

GESTOS QUE SALVAM Departamento de Formação em Emergência Médica janeiro de 2014

GESTOS QUE SALVAM Departamento de Formação em Emergência Médica janeiro de 2014 GESTOS QUE SALVAM Departamento de Formação em Emergência Médica janeiro de 2014 Gestos que Salvam O que fazer? EM CASO DE EMERGÊNCIA O QUE FAZER Número Europeu de Emergência LIGAR PARA O NÚMERO EUROPEU

Leia mais

PLANO DE CONTINGÊNCIA GRIPE A (H1N1)

PLANO DE CONTINGÊNCIA GRIPE A (H1N1) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ALFREDO DA SILVA ESCOLA EB 2,3 DE ALBARRAQUE GRIPE A (H1N1) Elaborado pela Direcção do Agrupamento de Escolas Alfredo da Silva Tel: 219156510 Fax: 219156513 Mail: eb23alba.geral@mail.telepac.pt

Leia mais

A radiação solar que provoca queimadura solar e é cancerígena é a radiação ultravioleta;

A radiação solar que provoca queimadura solar e é cancerígena é a radiação ultravioleta; REGULAMENTO CONCURSO ENQUADRAMENTO O Sol é indispensável à vida. A sua luminosidade gera alegria de viver. Os raios solares ajudam-nos a fabricar a vitamina D, indispensável ao desenvolvimento ósseo. Mas

Leia mais

Actualizado em 21-09-2009* Doentes com Diabetes mellitus 1

Actualizado em 21-09-2009* Doentes com Diabetes mellitus 1 Doentes com Diabetes mellitus 1 Estas recomendações complementam outras orientações técnicas para protecção individual e controlo da infecção pelo vírus da gripe pandémica (H1N1) 2009. Destaques - Os procedimentos

Leia mais

13 perguntas sobre o sol e a protecção solar

13 perguntas sobre o sol e a protecção solar 13 perguntas sobre o sol e a protecção solar Estes artigos estão publicados no sítio do Consultório de Pediatria do Dr. Paulo Coutinho. Pág. 01 1.2. O sol faz mal? Não existem benefícios da exposição solar?

Leia mais

de Segurança de Produtos Químicos

de Segurança de Produtos Químicos 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: Nome do Produto: CONCRECOR CIMENFLEX Fornecedor:. Av Eng Juarez de Siqueira Britto Wanderley, 380 Jd Vale do Sol CEP: 12.238-565 São José dos Campos - SP e-mail:

Leia mais

Dicas para férias (2): farmácia de viagem, o sol, picadas, segurança.

Dicas para férias (2): farmácia de viagem, o sol, picadas, segurança. Dicas para férias (2): farmácia de viagem, o sol, picadas, segurança. Estes artigos estão publicados no sítio do Consultório de Pediatria do Dr. Paulo Coutinho. Pág. 01 As férias são momentos ansiados

Leia mais

2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS IGREDIENTES: CONCENTRAÇÃO %

2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS IGREDIENTES: CONCENTRAÇÃO % 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: Nome do Produto: CONCRELATÉX Tinta acrílica base d agua. Fornecedor:. Av Eng Juarez de Siqueira Britto Wanderley, 380 Jd Vale do Sol CEP: 12.238-565 São José dos

Leia mais

Medidas de Prevenção e Controlo em Meio Escolar. Informação para alunos e Pais

Medidas de Prevenção e Controlo em Meio Escolar. Informação para alunos e Pais Medidas de Prevenção e Controlo em Meio Escolar Informação para alunos e Pais O que éo vírus da Gripe A(H1N1)v? O vírus A(H1N1)v é um novo vírus da gripe, que afecta os seres humanos. Esta nova estirpe,

Leia mais

MÓDULO VIII ACIDENTES COM PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS

MÓDULO VIII ACIDENTES COM PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS Acidentes com Programa de formação sobre a aplicação de MÓDULO VIII ACIDENTES COM PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS Acidentes com Os são seguros se forem utilizados com cuidado, de acordo com todas as indicações

Leia mais

SAÚDE.sempre. Gripe. newsletter. medidas de auto cuidado. Secretaria Regional dos Assuntos Sociais

SAÚDE.sempre. Gripe. newsletter. medidas de auto cuidado. Secretaria Regional dos Assuntos Sociais Janeiro * 2014 Instituto de Administração da Saúde e Assuntos Sociais, IP-RAM Gripe medidas de auto cuidado newsletter Secretaria Regional dos Assuntos Sociais Ficha Técnica Newsletter - Janeiro de 2014

Leia mais

TRIPOLIFOSFATO SODIO TÉCNICO

TRIPOLIFOSFATO SODIO TÉCNICO F0LHA...: 1/5 1 Identificação do Produto e da Empresa: Nome do Produto: Nome da Empresa: Endereço: Av. Gupê, 10497 Telefone: 55 11 4772 4900 TRIPOLIFOSFATO SODIO TÉCNICO Cosmoquimica Indústria e Comércio

Leia mais

ÍNDICE CÂMARA MUNICIPAL DE MEALHADA DIVISÃO DE ÁGUAS E SANEAMENTO

ÍNDICE CÂMARA MUNICIPAL DE MEALHADA DIVISÃO DE ÁGUAS E SANEAMENTO ÍNDICE 1. OBJECTIVO E ÂMBITO DE APLICAÇÃO... 2 2. INFORMAÇÕES A TRANSMITIR AOS FUNCIONÁRIOS... 2 2.1. QUAIS OS SINTOMAS DA GRIPE A?... 2 2.2. MODOS DE CONTÁGIO... 3 2.3. MEDIDAS DE PROTECÇÃO E PREVENÇÃO...

Leia mais

Guia para o doente Informação de segurança sobre o seu tratamento com Xalkori (crizotinib)

Guia para o doente Informação de segurança sobre o seu tratamento com Xalkori (crizotinib) Este medicamento está sujeito a monitorização adicional. Guia para o doente Informação de segurança sobre o seu tratamento com Xalkori (crizotinib) Este guia destina-se a doentes a quem tenha sido receitado

Leia mais

Primeiros Socorros Volume I

Primeiros Socorros Volume I Manual Primeiros Socorros Volume I um Manual de Junho de 2008 Rua Braancamp, 52-4º 1250-051 Lisboa Tel. 212476500 geral@oportalsaude.com Copyright, todos os direitos reservados. Este Guia Técnico não pode

Leia mais

1 O que é Urografina (Forma farmacêutica e Categoria farmacoterapêutica)

1 O que é Urografina (Forma farmacêutica e Categoria farmacoterapêutica) O nome do seu medicamento é: UROGRAFINA Leia atentamente este folheto antes de utilizar o medicamento. Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o reler. Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico

Leia mais

Rebrilhar Catalisador Ureia-Formol

Rebrilhar Catalisador Ureia-Formol 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome comercial do Produto: Nome da Empresa: Rebrilhar Resinas e Vernizes Ltda. Endereço: Rua Luiz de Moraes Rego, nº. 505 Jardim do Bosque Leme/SP Telefones: 19-35186900

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO Página: 1 de 5 FISPQ Nº: 037 Data da última revisão: 26/10/2010 Nome do Produto: Betugrout 1) IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Betugrout Código do Produto: 026050025. Nome da Empresa:

Leia mais

Revisão 15 Abril/13 FISPQ N o 0002-13 Página 1 de 5

Revisão 15 Abril/13 FISPQ N o 0002-13 Página 1 de 5 FISPQ N o 0002-13 Página 1 de 5 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA NOME COMERCIAL Thinner 2750 NOME DO FABRICANTE ANJO QUIMICA DO BRASIL LTDA Rodovia SC, 447 Km 02 Criciúma Santa Catarina CEP: 88.817-440

Leia mais

FISIOLOGIA DA HIDRATAÇÃO:

FISIOLOGIA DA HIDRATAÇÃO: FISIOLOGIA DA HIDRATAÇÃO: Ed Burke, Phd. Fisiologista do Esporte da Universidade do Colorado (USA). DEFINIÇÃO: Causas de fadiga muscular: - Desidratação: Transpiração, respiração, produção de urina. -

Leia mais

PLANO DE CONTINGÊNCIA PARA TEMPERATURAS EXTREMAS ADVERSAS Módulo Calor

PLANO DE CONTINGÊNCIA PARA TEMPERATURAS EXTREMAS ADVERSAS Módulo Calor PLANO DE CONTINGÊNCIA PARA TEMPERATURAS EXTREMAS ADVERSAS Módulo Calor PLANO REGIONAL DE AÇÃO CALOR ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SAÚDE DO ALENTEJO LENTEJO, I.P. DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA E PLANEAMENTO

Leia mais

Informação e Recomendações para Escolas. Segundo a Direcção-Geral de Saúde Ano lectivo 2009/2010

Informação e Recomendações para Escolas. Segundo a Direcção-Geral de Saúde Ano lectivo 2009/2010 Informação e Recomendações para Escolas Segundo a Direcção-Geral de Saúde Ano lectivo 2009/2010 O vírus da Gripe A(H1N1) é um novo subtipo de vírus que afecta os seres humanos. Este novo subtipo, contém

Leia mais

Agir contra a Gripe A

Agir contra a Gripe A Agir contra a Gripe A O papel dos estabelecimentos de educação e ensino Maria Neto Responsável pela área funcional da Promoção e Protecção da Saúde Responsável pelo Programa Nacional de Saúde Escolar na

Leia mais

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO FISPQ N 004/2006 Página 1de 6 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Massas Corrida PVA Nome Comercial: Massa Corrida PVA Empresa: Resicolor Tintas e Vernizes Ltda Endereço: Rodovia

Leia mais

Férias: farmácia de viagem, o sol, picadas, segurança

Férias: farmácia de viagem, o sol, picadas, segurança Férias: farmácia de viagem, o sol, picadas, segurança As férias são momentos ansiados por todos nós. A preparação das férias deve incluir cuidados redobrados com as nossas crianças. Neste texto vamos apresentar

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PRODUTO QUÍMICO

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PRODUTO QUÍMICO Nome do Produto: Nome da Empresa: SEÇÃO I Identificação do Produto Químico e da Empresa CITIMANTA CITIMAT MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA. RUA COMENDADOR SOUZA 72/82 AGUA BRANCA SÃO PAULO SP CEP: 05037-090

Leia mais

de Segurança de Produtos Químicos

de Segurança de Produtos Químicos 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: Nome do Produto: CONCRECOR a base d água. Fornecedor:. Av Eng Juarez de Siqueira Britto Wanderley, 380 Jd Vale do Sol CEP: 12.238-565 São José dos Campos - SP

Leia mais

CENTRO ESTADUAL DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE. BOLETIM INFORMATIVO DO VIGIAR/RS VIGIAR/NVRAnB/DVAS/CEVS/SES-RS (nº 08/2013 de 05/03/2013)

CENTRO ESTADUAL DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE. BOLETIM INFORMATIVO DO VIGIAR/RS VIGIAR/NVRAnB/DVAS/CEVS/SES-RS (nº 08/2013 de 05/03/2013) Objetivo do Boletim CENTRO ESTADUAL DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE BOLETIM INFORMATIVO DO VIGIAR/RS VIGIAR/NVRAnB/DVAS/CEVS/SES-RS (nº 08/2013 de 05/03/2013) Disponibilizar informações do Instituto Nacional de

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ Nome do produto: BIOCAT FISPQ n : 0270/09 Data da última revisão: 05/11/08 Página 1 de 5

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ Nome do produto: BIOCAT FISPQ n : 0270/09 Data da última revisão: 05/11/08 Página 1 de 5 FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ Nome do produto: BIOCAT Página 1 de 5 1. Identificação do produto e da empresa Nome do produto: BIOCAT Nome da Empresa: INDÚSTRIA QUÍMICA ZEQUINI

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos FORTEX Ficha de Segurança Nome do Produto: MASSA PVA FORTEX Data de Revisão: 15/08/2013 Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto:

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome Comercial do produto: CJI URETANO AR ENDURECEDOR Nome da empresa: Endereço: Rua Hermínio Poltroniere,

Leia mais

Página 1 de 5 Produto: 76-71 PRIMER BASE D'ÁGUA FISPQ: 10981 Departamento: ECR - REPINTURA

Página 1 de 5 Produto: 76-71 PRIMER BASE D'ÁGUA FISPQ: 10981 Departamento: ECR - REPINTURA Página 1 de 5 Código 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 76-71 PRIMER BASE D'ÁGUA Empresa S. A. - Divisão Tintas e Vernizes Avenida Ângelo Demarchi, n 123 - Bairro Demarchi São Bernardo do Campo -

Leia mais

Recomendações para instituições

Recomendações para instituições Recomendações para instituições Quando fazer a higiene das mãos A higiene das mãos deve ser feita com grande frequência em contexto de pandemia da gripe, com maior incidência nos seguintes casos: Após

Leia mais

TÍTULO: Introdução ao stress térmico em ambientes quentes. AUTORIA: Ricardo Sá (Edifícios Saudáveis, Lda)

TÍTULO: Introdução ao stress térmico em ambientes quentes. AUTORIA: Ricardo Sá (Edifícios Saudáveis, Lda) TÍTULO: Introdução ao stress térmico em ambientes quentes AUTORIA: Ricardo Sá (Edifícios Saudáveis, Lda) PUBLICAÇÕES: TECNOMETAL n.º 124 (Setembro/Outubro de 1999) Enquadramento do tema A temperatura interior

Leia mais

Introdução. O objectivo desta apresentação:

Introdução. O objectivo desta apresentação: Prevenção da Gripe A Introdução O objectivo desta apresentação: Consiste num conjunto de medidas e acções que deverão ser aplicadas oportunamente, de modo, articulado, em cada fase da evolução da pandemia.

Leia mais

CUIDADOS COM O SOL! CONVERSAS SÉRIAS EM TAMANHO XS SOBRE CUIDADOS A TER EM TEMPO DE SOL

CUIDADOS COM O SOL! CONVERSAS SÉRIAS EM TAMANHO XS SOBRE CUIDADOS A TER EM TEMPO DE SOL CUIDADOS COM O SOL! r CONVERSAS SÉRIAS EM TAMANHO XS SOBRE CUIDADOS A TER EM TEMPO DE SOL Olá a todos! Hoje, decidimos falar sobre um tema de uma forma diferente! Vamos abordá-lo em jeito de história.

Leia mais

Sejam bem-vindas a nossa Terça do Conhecimento!

Sejam bem-vindas a nossa Terça do Conhecimento! Sejam bem-vindas a nossa Terça do Conhecimento! Tema: Linha solar Mary Kay Pele A pele é o maior órgão do corpo humano, Tem a função de proteger o corpo contra o calor, a luz e as infecções é responsável

Leia mais

2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES

2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome: VOTOMASSA CHAPISCO CONCRETO Empresa: VOTORANTIM CIMENTOS LTDA. Endereço: Rodovia PR092, 1303 Cidade: Curitiba Estado: PR Telefone: 0800 701 98 98 Telefone

Leia mais

Luz Solar. 1. Cite duas doenças que podem ser prevenidas com a luz solar? 3. Cite alguns benefícios da luz solar para os seres humanos.

Luz Solar. 1. Cite duas doenças que podem ser prevenidas com a luz solar? 3. Cite alguns benefícios da luz solar para os seres humanos. Luz Solar 1. Cite duas doenças que podem ser prevenidas com a luz solar? Raquitismo e Osteoporose 2. Em qual dia da criação, Deus criou a luz? 1 dia 3. Cite alguns benefícios da luz solar para os seres

Leia mais

Conselhos para Colaboradores e Parceiros da Securitas Portugal securitas.pt

Conselhos para Colaboradores e Parceiros da Securitas Portugal securitas.pt Security, Health and Safety Conselhos para Colaboradores e Parceiros da Securitas Portugal securitas.pt O Regulamento (CE) 1272/2008 CLP (classificação, rotulagem e embalagem) harmoniza a legislação comunitária

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO - FISPQ

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO - FISPQ FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO - FISPQ PRODUTO: BATERIA MOURA 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Nome da Empresa: Endereço: Bateria Moura Acumuladores Moura

Leia mais

CONFIRA DICAS PARA ENFRENTAR O ALTO ÍNDICE ULTRAVIOLETA

CONFIRA DICAS PARA ENFRENTAR O ALTO ÍNDICE ULTRAVIOLETA PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE Edifício Durval Silva, QD. 103 Sul, Rua SO-07, LT. 03, Centro CEP 77.016-010 Telefone: (63) 3218-5210 / E-mail: cievspalmas@gmail.com VIGILÂNCIA

Leia mais

FICHA TÉCNICA DE SEGURANÇA DO PRODUTO QUÍMICO - FISPQ Data da Revisão: 06.03.06

FICHA TÉCNICA DE SEGURANÇA DO PRODUTO QUÍMICO - FISPQ Data da Revisão: 06.03.06 01. Identificação do Produto e da Empresa. Nome do Produto: Rotosafe Bro 700 001 OR 0050 nº Material: 110319 Nome da Empresa: Domingos Araújo Neto Endereço: Av. Francisco Sá, 3405 Monte Castelo Fortaleza

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Nome do produto: Cloreto de Níquel Solução 80%

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Nome do produto: Cloreto de Níquel Solução 80% 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E EMPRESA Nome comercial: Cloreto de Níquel Solução 80% Código interno de identificação do produto: A022 Nome da Empresa: Endereço: Estrada Municipal Engenheiro Abílio Gondin

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA 1. Identificação da substância/preparação e da sociedade / empresa Identificação da substância / preparação Nome comercial: LUSO EXTRUDER Código do produto: TPVE 301 Utilização da substância / da preparação:

Leia mais

Objetivos. Salvar a vida humana. Minimizar a dor. Evitar complicações

Objetivos. Salvar a vida humana. Minimizar a dor. Evitar complicações Primeiros Socorros Objetivos Salvar a vida humana Minimizar a dor Evitar complicações Abordagem na vítima Verificar Sinais Vitais Verificar se há sangramento, fraturas e etc. Informar-se,se possível o

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA BIOESTIM K 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Data de emissão: 13 / 03 / 08 Nome do produto: Uso do produto: BIOESTIM K Adubo Empresa responsável pela comercialização:

Leia mais

Segurança e Higiene no Trabalho. Volume VI Riscos Químicos Parte 1. Guia Técnico. um Guia Técnico de O Portal da Construção

Segurança e Higiene no Trabalho. Volume VI Riscos Químicos Parte 1. Guia Técnico. um Guia Técnico de O Portal da Construção Guia Técnico Segurança e Higiene no Trabalho Volume VI Riscos Químicos Parte 1 um Guia Técnico de Março de 2008 Copyright, todos os direitos reservados. Este Guia Técnico não pode ser reproduzido ou distribuído

Leia mais

OMENAX. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Cápsula 20mg e 40mg

OMENAX. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Cápsula 20mg e 40mg OMENAX Geolab Indústria Farmacêutica S/A Cápsula 20mg e 40mg tratar dispepsia, condição que causa acidez, azia, arrotos ou indigestão. Pode ser usado também para evitar sangramento do trato gastrintestinal

Leia mais

FISPQ Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico CLORETO DE AMÔNIO

FISPQ Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico CLORETO DE AMÔNIO Página 1 de 6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Nome da Empresa/fornecedor: Endereço: Resimapi Produtos Químicos Ltda Av. Osaka, 800 Arujá São Paulo Telefone da Empresa: (xx11)

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO. Amarelado. Característico ph 10,00 11,50 g/cm3 ( 20ºC )

RELATÓRIO TÉCNICO. Amarelado. Característico ph 10,00 11,50 g/cm3 ( 20ºC ) RELATÓRIO TÉCNICO I - DADOS GERAIS: Nome do Produto: ÁGUA SANITÁRIA Estado Físico: Líquido Cuidados para conservação: Conservar o produto na embalagem original. Proteger do sol, do calor e da umidade.

Leia mais