OE e Livro Verde um verdadeiro atentado às populações

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OE e Livro Verde um verdadeiro atentado às populações"

Transcrição

1 Câmara Municipal de Mora. Rua do Município Mora. O Concelho aqui tão perto! OE e Livro Verde um verdadeiro atentado às populações Destaque Prova de Vinho Novo de Cabeção com milhares de participantes No dia 10 de Dezembro, as ruas da vila de Cabeção foram pequenas demais para acolher os milhares de pessoas que vieram dos quatro cantos do pais. Mais um ano de grande sucesso desta iniciativa organizada pela Câmara Municipal de Mora e Junta de Freguesia de Cabeção, em colaboração com os produtores, restaurantes e adegas da vila. Outubro o mês do Idoso Mais uma vez a Autarquia de Mora organizou uma série de iniciativas destinadas aos mais idosos do Concelho de Mora. Actividades desportivas, recreativas e culturais preencheram todo o mês de Outubro. Nº81 Nov. - Dez pág pág.6 - No sentido de demonstrar publicamente a indignação, os executivos das Autarquias de Mora, Arraiolos, Vendas Novas, Montemor-o-Novo e algumas freguesias do Concelho de Évora, em colaboração com o STAL e com o Movimento de Cidadãos em Defesa dos Serviços Públicos organizaram uma marcha lenta, no dia 16 de Novembro, com destino à Praça do Giraldo, em Évora. A coluna composta pelo equipamento dos parques de máquinas das respectivas autarquias rumou lentamente até Évora. - pág.5-4 palmos de terra Um projecto da Oficina da Criança, direccionado para as crianças do 1º Ciclo e Jardins de Infância, que visa despertá-los para determinadas vivências que lhes permitam conhecer o meio natural em que estão a crescer. - pág. 9 -

2 Tome nota... Câmara Municipal de Mora Bombeiros Voluntários de Mora Centro de Dia de Pavia Centro de Saúde de Mora Internamento Extensão de Brotas Extensão de Cabeção Extensão de Pavia Centro Reg. Segurança Social de Évora (Delegação de Mora) Centro Social P. N. Sra. P. Cabeção Conservatória do Registo Civil Predial e Cartório Notarial CTT Brotas CTT Cabeção CTT Mora CTT Pavia EDP Escola EB 2,3 S de Mora Farmácia Canelas Paes (Cabeção) Farmácia Central (Pavia) Farmácia Falcão (Mora) GNR Mora Junta de Freguesia de Brotas Junta de Freguesia de Cabeção Junta de Freguesia de Mora Junta de Freguesia de Pavia Lar de Idosos de Brotas Lar de Idosos de Cabeção Lar de Idosos de Mora Posto de Turismo Repartição de Finanças Mora Rodovária do Alentejo, SA (Mora) S.C. da Misericórdia de Mora Sopragol Tesouraria da Fazenda Pública Ficha Técnica Propriedade e Edição Câmara Municipal de Mora Redacção Fotografia Concepção Gráfica Gabinete de Informação Colaboradores Centro de Saúde de Mora Junta de Freguesia de Brotas Junta de Freguesia de Cabeção Junta de Freguesia de Mora Junta de Freguesia de Pavia Associações e Colectividades do Concelho de Mora Periodicidade Mensal Impressão Regiset N.º de Exemplares 3200 Reuniões da Câmara Municipal e Juntas de Freguesia Resumo das Deliberações das Reuniões de Câmara Em Reunião de Câmara realizada a 4 de Outubro foi deliberado: por unanimidade, alienar o lote número 26 da Quinta das Sesmarias a Manuel António Parreira da Rocha Tição, pelo valor de 4 801,00, com a área total de 233,50 m², destinado à área de medicina dentária e o lote número 27 a Adalberto de Jesus Moita Barão, pelo valor de 5 491,20, com a área total de 228,80 m², destinado a estabelecimento de bebidas/pastelaria/cafetaria. por unanimidade, conceder os seguintes subsídios destinados a apoiar as participações dos clubes do Concelho nos campeonatos distritais de atletismo, futebol e futsal, na época 2011/2012: Luso Futebol Clube Morense: Equipa Sénior Futebol 11-1ª tranche ,00 ; Equipa de Futsal Feminino - 1ª tranche ,00 ; Equipa Infantis ,00 ; Escolas ,00 ; Benjamins ,00 ; Sport Clube Brotense: Equipa Sénior Futebol 11-1ª tranche ,00 ; Núcleo de Futsal SIMM: Equipa Futsal Masculino - 1ª tranche ,00 ; Equipa Futsal Juniores ,00 ; Equipa Futsal Juvenis ,00 ; Grupo Desportivo de Pavia: Equipa de Futsal Feminino - 1ª tranche 1.250,00 ; Equipa de Atletismo - 1ª tranche ,00 ; Futebol Clube de Cabeção: Equipa Sénior de Futebol por unanimidade, enviar a proposta de alteração ao Regulamento da Tabela de Taxas e Licenças para apreciação pública. por unanimidade, atualizar a Tabela de Tarifas de Água Saneamento e Resíduos Sólidos, em vigor neste Município. Mais deliberou por unanimidade, que esta Tabela seja aplicada em dois mil e doze. por unanimidade, enviar a proposta de regulamento interno de duração e organização do horário de trabalho, à Comissão Sindical para emissão de parecer e apreciação pública. por unanimidade, manifestar o seu acordo com a proposta de projetos para inclusão no PIDDAC 2012: recuperação da Torre das Águias, reparação das Estradas Nacionais 370 e ER2, alargamento da ponte sobre o antigo caminhode-ferro no troço Mora Pavia na EN251, cumprir com o Contrato Programa do Estado para Financiamento do Fluviário, revisão do Plano de Ordenamento da Albufeira do Gameiro. Em Reunião de Câmara realizada a 19 de Outubro foi deliberado: por unanimidade, abrir procedimento tipo ajuste direto, pelo prazo de quinze dias, para execução da empreitada de requalificação de um troço da Rua do MFA em Brotas. Mais foi deliberado por unanimidade, aprovar o respetivo caderno de encargos. Deliberado ainda por unanimidade, que o júri do presente concurso seja constituído pelos Senhores, Vereador Marco Filipe Barreiros Pires, Engenheiro António Godinho Mourão Costa e Engenheiro João Miguel Caramujo Ramos Enderenço, sendo Presidente do mesmo o Senhor Vereador Marco Filipe Barreiros Pires e Senhores Presidente da Câmara, Luís Simão Duarte de Matos e Arquitecto Victor da Silva Mendes, como membros suplentes. por unanimidade, atribuir um subsídio ao Grupo Desportivo os Torpedos de Cabeção Equipa Sénior Masculinos de Futsal, cujo valor da 1ª tranche será de 1.250,00, para a época desportiva 2011/2012. por unanimidade, abrir concurso tipo ajuste direto, pelo prazo de quinze dias, para o aluguer de duas tendas para a MoraPesca Mais foi deliberado por unanimidade, aprovar o caderno de encargos e programa de concurso. Deliberado ainda por unanimidade, que o júri do presente concurso seja constituído pelos Senhores, Vereadores, António José Catarro Simões, José Manuel da Silva Matos e Engenheiro Joaquim Manuel Lopes Neto, sendo Presidente do mesmo o Senhor Vereador António José Catarro Simões e Senhores, Presidente da Câmara, Luís Simão Duarte de Matos e Vereador José Manuel Ribeiro Pinto, como membros suplentes. Em Reunião de Câmara realizada a 2 de Novembro foi deliberado: por unanimidade, conceder um subsídio ao Grupo Desportivo os Torpedos de Cabeção Equipa Juniores Masculinos de Futsal, cujo valor será de 1.250,00 para a época desportiva 2011/2012. por unanimidade, celebrar contrato para exploração do bar da Mata de Cabeção, com o Senhor António José Ribeiro Vinagre Sousa Galvão pelo valor de cento e cinquenta e um euros e noventa e nove cêntimos. Em Reunião de Câmara realizada a 16 de Novembro foi deliberado: Foi dado conhecimento, que foram distribuídos pelos Senhores Vereadores os Pelouros no âmbito Municipal. Em Reunião de Câmara realizada a 2 de Dezembro foi deliberado: por unanimidade, manifestar o seu acordo no estabelecimento de um protocolo de utilização do pavilhão da Casa do Povo de Mora, com o professor João Fraga (responsável pela utilização para a prática de Ténis) e proceder à assinatura do mesmo. por maioria, com duas abstenções dos Senhores vereadores do partido Socialista, António José Catarro Simões e do Partido Social Democrata, José Manuel da Silva Matos, elaborar e submeter à aprovação da Assembleia Municipal as Opções do Plano para os anos 2012/2015, que incluem o Plano Plurianual de Investimentos 2012/2015 e Plano das Atividades mais Relevantes 2012/2015. por maioria, com uma abstenção do Senhor Vereador do Partido Socialista, António José Catarro Simões, elaborar e submeter à aprovação da Assembleia Municipal, a proposta de Orçamento para o ano

3 AVISO Avisa-se todos os promotores de publicidade e/ou de ocupação de via pública que, em cumprimento do artigo 33º do Regulamento de Taxas e Licenças Municipais e em conformidade com o artigo 20º do Regulamento Municipal de Publicidade, a renovação de licenças anuais de anúncios e reclamos publicitários ou de ocupação de via pública deverá ser solicitada verbalmente e paga durante o 1º trimeste de Mora, 9 de Dezembro de 2011 O Presidente da Câmara Municipal Engº Luis Simão Duarte de Matos EDITAL DISTRIBUIÇÃO DE PELOUROS Engº. Luís Simão Duarte de Matos, Presidente da Câmara Municipal de Mora, torna público, nos termos do art. 91º e do nº 2 do art. 69º da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, alterada pela Lei 5-A/2002, de 11 de Janeiro, a distribuição de funções pelos membros do executivo desta Câmara Municipal: Engº. Luís Simão Duarte de Matos Presidente da Câmara Municipal: - Coordenação da Actividade Municipal; - Informação Municipal; - Relações Institucionais D. A. F. Divisão Administrativa e Financeira: - Recursos Humanos; - Gestão Administrativa; - Gestão Financeira; - Património Municipal; - Planeamento e Desenvolvimento; - Modernização Administrativa; - Fundos Comunitários; - Novos Projectos - Protecção Civil; - Acção Social; D.A.S.C. - Divisão de Acção Sócio- Cultural: - Cultura e Desporto; - Equipamentos Desportivos - Juventude; Atendimento: Todos os dias. Dr. José Manuel Ribeiro Pinto Vice-Presidente: - Educação; - Fluviário de Mora; - Turismo; - Sistema de Gestão Integrado. Atendimento: Todos os dias. Marco Filipe Barreiros Pires Vereador: D.U.A. - Divisão de Serviços Urbanos e Ambiente: - Ambiente; - Qualidade das Águas (ETAS); - Saneamento Básico (ETAR); - Resíduos Sólidos e Limpeza Urbana; - Espaços Verdes e Jardins; - Sinalização e Trânsito. D.O.U - Divisão de Obras e Urbanismo: - Obras Municipais; - Parque de Máquinas e Transportes; - Estaleiro e Oficinas; - Comissão de Higiene e Segurança no Trabalho - Obras Particulares; - Habitação e Urbanismo; - Mercados e Feiras. Atendimento: Todos os dias. António José Catarro Simões Vereador Atendimento: terça-feira, das 16:00 às 17:00h. José Manuel da Silva Matos Vereador Atendimento: terça-feira, das 10:00 às 11:00h. Câmara Municipal de Mora, 10 de Novembro de 2011 O Presidente da Câmara Engº. Luís Simão Duarte de Matos 3EDITORIAL Está aí mais uma época Natalícia. Nesta altura do ano e nesta quadra palavras como Amor, Paz, Alegria. Partilha e Compreensão adquirirem um significado superior pelo facto de estarem mais vivas nas nossas mentes e no coração de cada um. Porém neste Natal de 2011 há outras palavras que ao invés atormentam as nossas vidas como a crise, dificuldades financeiras, redução de salários, perda de direitos adquiridos e uma incerteza enorme relativamente ao futuro. Uma coisa é certa, já sabemos que no próximo ano não vamos ter subsídio de Natal (nem de férias), logo teremos de nos conter nas lembranças que trocamos com os amigos e familiares. Mas há mais, infelizmente, muito mais. A saúde vai ficar mais cara; o desemprego vai subir; os reformados vão ficar com menos dinheiro; aumenta o horário de trabalho; etc, etc, etc Também ao nível do Município sofremos uma redução das transferências do Estado da ordem de Euros. Isso significa que também a Câmara Municipal terá menos dinheiro para investir. Terá que reduzir subsídios a Associações, terá de continuar a ter uma gestão rigorosa, mas também sabemos que quem, em última análise, fica prejudicado são os nossos munícipes. No entanto, e apesar de tudo isto, é preciso que tenhamos coragem para ultrapassar as situações adversas. Há valores muito superiores aos bens materiais e, se os tivermos sempre presentes nas nossas mentes e nos nossos corações, podemos construir um mundo melhor. Assim, em nome da Câmara Municipal desejo a todos os Munícipes um BOM NATAL e um ano de 2012 cheio de sucessos e sobretudo com muita saúde. LSM

4 Município Orçamento de Estado e Livro Verde anunciam derrocadas das Autarquias Há 35 anos que pela primeira vez na sua história os portugueses votaram para eleger os seus representantes nos diversos órgãos do Poder Local. Por isso se diz, com toda a justiça, que o Poder Local Democrático é uma das mais belas conquistas do Portugal de Abril. Apesar dos graves problemas que o país atravessa, é bom não esquecer o papel muito positivo que as autarquias desenvolveram nestes últimos 37 anos. Embora constantemente apontado como sendo o Bode Expiatório, é bom relembrar que o Poder Local não foi o causador do actual estado deficitário em que o País se encontra. Bem pelo contrário, em 2010 contribuiu com um superavit de 70 milhões de euros. É bom não esquecer que apesar de gerirem apenas 10% das receitas totais do Estado recolhidas nos vários concelhos, e somente 1,46% do total do Orçamento de Estado em 2011, são as autarquias que asseguram cerca de metade de todo o investimento público. Propõe-se o Governo, através das medidas contidas no chamado Livro Verde da Reforma da Administração Local (autêntico livro de terror) estrangular financeiramente as autarquias e reduzir por decreto a autonomia dos seus órgãos, estas reduções são uma verdadeira medida cega que revela o profundo desprezo pelo poder local e pelas populações. Os municípios e as freguesias têm ao serviço das respectivas populações apenas 18% do total do número de funcionários públicos, não se compreendendo, pois, a imposição de uma redução de 2% em cada ano destes trabalhadores, o dobro do que é proposto para a administração central. Finalmente, é bom não esquecer que é o próprio Livro Verde a reconhecer que Portugal é: - o segundo País da Europa com menor despesa pública; - é o País com menor número de municípios na Europa dos 27; - é o terceiro na média do número de habitantes por município (3452). - Portugal é ainda o segundo com maior área média por município (299 Km2). Não deixa pois de ser caricato que mesmo perante estes factos, os nossos governantes se curvem perante os ditames daquele triunvirato que conseguiu, em poucos meses, levar a Grécia à ruína, tal como fez o FMI, na década de setenta e oitenta, em vários países da América Latina. A Proposta de Lei do Orçamento de Estado para 2012 exibe e impõe um modelo que, para lá da flagrante violação do princípio constitucional da autonomia, exprime uma concepção centralista e de grosseira subalternização do Poder Local e dá um novo passo, que poderá ser fatal, no processo de asfixia financeira das autarquias; Esta concepção significa que decisões como as de abertura de concursos para admissão de pessoal, de fixação da estrutura municipal ou da definição do elenco de pessoal dirigente ou de contracção de empréstimos passam a ser determinadas pelo Ministro das Finanças, num quadro conceptual de gestão local que a aproxima perigosamente daquela que vigorava no tempo do fascismo; Com esta Proposta de Lei, o Governo retira mais 120 milhões de euros aos valores transferidos pelo Orçamento de 2012 face ao ano decorrente. Com a aplicação desta Proposta de Lei, o Governo retira mais 228 mil euros à Câmara Municipal de Mora, cujo orçamento é assim reduzido em cerca de 750 mil euros nestes últimos três anos, valor bastante significativo e que numa Autarquia desta dimensão impõe cortes drásticos em alguns sectores. O Orçamento de Estado contempla ainda o roubo aos trabalhadores da administração local as remunerações correspondentes aos subsídios de férias e de Natal que constituirá um golpe nos rendimentos familiares, um factor de retracção na vida económica local, colocando em risco a sobrevivência de micro e pequenos empresários locais; No documento que se apelida de Livro Verde, a chamada reorganização administrativa destinada à liquidação de quase duas mil freguesias constitui em si mesmo um deliberado factor de empobrecimento da dimensão democrática e participada do Poder Local; Neste mesmo documento é ainda considerado a imposição da subversão do sistema de eleição dos órgãos municipais para assegurar a constituição de executivos monocolores à custa da liquidação do seu carácter plural e democrático e das condições de fiscalização e controlo democráticos. Tendo em conta todos estes atentados do Governo PSD/CDS corroborados pela compadrilha troikana, a Câmara Municipal de Mora, na sua reunião ordinária de dia 16 de Novembro, deliberou por maioria, com a abstenção do Vereador do PSD, aprovar uma moção que aponta alguns pontos primordiais na defesa do Poder Local Democrático, bem como do bem-estar da população e respectivos funcionários ao serviço destas. No sentido de demonstrar publicamente a indignação, os executivos das Autarquias de Mora, Arraiolos, Vendas Novas, Montemor-o-Novo e algumas freguesias do Concelho de Évora, em colaboração com o STAL e com o Movimento de Cidadãos em Defesa dos Serviços Públicos organizaram uma marcha lenta, no dia 16 de Novembro, com destino à Praça do Giraldo, em Évora. A coluna composta pelo equipamento dos parques de máquinas das respectivas autarquias rumou lentamente até Évora. Na Praça do Giraldo a preto e vermelho - as cores das bandeiras empunhadas pelos milhares de pessoas, na maioria trabalhadores das respectivas autarquias e reformados, aprovaram uma moção contra a extinção de freguesias no distrito, bem como levar esta acção junto do Parlamento no dia 30 de Novembro. 4

5 Município SGI Sistema de Gestão Integrado SGI Sistema de Gestão Integrado na Autarquia de Mora Decorreram no mês de Setembro e Outubro três auditorias ao Sistema de Gestão Integrado (SGI) da Câmara Municipal de Mora. As conclusões da auditoria referente à norma SA 8000 efectuada pela APCER, vieram confirmar que a aplicação dos requisitos da referida norma se encontram em perfeita consolidação, quer ao nível do cumprimento da legislação nacional e internacional sobre os direitos dos trabalhadores, quer na aplicação dos requisitos da norma no que respeita aos compromissos sociais assumidos pela Autarquia, e aos quais os nossos fornecedores e entidades que connosco têm relações comerciais estão obrigados a assumir. Em Novembro, e de acordo com o plano Anual de auditorias, foram realizadas duas auditorias internas, uma à totalidade do sistema (ISO 9001, ISO14001, OHSAS18001 e SA 8000) e uma outra à avaliação da conformidade legal nas áreas do Ambiente, Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho. Os resultados obtidos destas avaliações vêem mais uma vez confirmar que a implementação do SGI contribuí para melhorar significativamente o trabalho da Autarquia e com isto atingir o principal objectivo servir melhor as populações. Assembleia Municipal de Sesimbra visita Mora DEITE O LIXO NO LIXO A Câmara Municipal de Mora recebeu no dia 13 de Dezembro uma delegação da Assembleia Municipal (AM) do Concelho de Sesimbra. Esta AM foi a primeira no país a ser certificada pela norma SA9001:2008. A visita tem como principal objectivo inteirarse do trabalho pioneiro que a Câmara Municipal de Mora tem realizado nesta área. Após uma reunião do grupo de trabalho do SGI, a delegação da AM de Sesimbra, encabeçada pela sua Presidente, Dra. Odete Graça, visitou as instalações da Autarquia e o Fluviário de Mora, equipamento cujo processo de certificação teve agora início. Não deite papeis no chão, utilize as papeleiras. Ajude a manter as ruas limpas 5

6 Município Câmara Municipal assinala Outubro o Mês do Idoso Outubro um mês virado para os mais idosos Outubro foi, mais uma vez, o mês destinado às comemorações do Mês do Idoso. A autarquia, em conjunto com a Santa Casa da Misericórdia de Pavia (SCMP) e a Opsis em Metamorphose, organizou um vasto leque de atividades destinadas aos idosos do Concelho, que se realizaram entre os dias 5 e 31 de Outubro. O já habitual almoço de confraternização, na Quinta de Santo António em Mora, marcou o início das comemorações e juntou cerca de 500 idosos de todo o Concelho. Do cartaz de iniciativas destacam-se a realização do III Festival de Acordeões em Brotas, a passagem de modelos Voltar ao Passado no qual os protagonistas foram os utentes do Centro de Dia de Pavia, o colóquio na área da saúde Para continuar a andar de ossos vamos falar a cargo do Centro de Saúde de Mora, o Festival de Teatro Sénior que contou com a participação de 3 grupos de teatro e se realizou na Casa do Povo de Cabeção, o IV Encontro Concelhio de Poetas Populares, o encontro concelhio dos grupos do Envelhecimento Ativo para uma caminhada e uma manhã de atividade física, comemorouse o IX aniversário do Grupo de Cantares da Santa Casa da Misericórdia de Pavia e por fim a tertúlia Violência no Idoso a cargo da SCMP. Apesar do período de crise que atravessamos, foram proporcionados aos Idosos de todo o Concelho momentos de distração, convívio e confraternização entre todos. 6

7 Município Câmara Municipal de Mora e Restaurantes Participantes promovem mais uma edição da Mostra Gastronómica da Caça Mostra Gastronómica da Caça Pelo 16º ano consecutivo realizou-se no Concelho de Mora, entre os dias 1 e 11 de Dezembro, a Mostra Gastronómica da Caça. Um evento que se tem vindo a consolidar de ano para ano e que conta sempre com a preciosa colaboração e consequente valor do setor da restauração. Com dez restaurantes aderentes em todo o Concelho, estiveram à prova durante mais de uma semana dezenas de pratos de caça. Mais uma oportunidade para os apreciadores deste tipo de gastronomia, degustarem de refeições elaboradas com vários tipos de caça que foram desde o coelho, lebre, perdiz, faisão, pombo, javali até ao veado. De forma a assinalar a abertura desta Mostra Gastronómica e tal como já vem sendo habitual, a Câmara Municipal de Mora organizou o Jantar Medieval, que se realizou no dia 3 de Dezembro na Quinta de Santo António em Mora. Este jantar reuniu à mesa aproximadamente 350 pessoas, que tiveram a oportunidade de provar os 31 pratos de caça apresentados pelos restaurantes participantes. Estiveram presentes no jantar a Confraria dos Gastrónomos do Alentejo, a Confraria dos Enófilos do Alentejo, autarcas de concelhos vizinhos, entidades e associações do Concelho de Mora bem como o executivo da autarquia. A gastronomia apresenta-se como um ícone incontornável da região e como tal é de louvar e manter o crescimento registado nesta área, que em muito tem contribuído para a promoção do que de melhor se faz por cá. A edilidade agradece o empenho e dedicação dos restaurantes, cuja colaboração permite o sucesso recorrente da iniciativa, que tem alcançado ao longo dos anos a enorme notoriedade que merece. Restaurantes participantes: O Poço Brotas; A Palmeira, Fluviário, Os Arcos, Solar da Vila Cabeção; Afonso, Marga, Morense, Solar dos Lilases Mora; Solar de São Dinis Pavia. 7

8 Cultura Prova do Vinho Novo em Cabeção Prova do Vinho Novo em Cabeção enche as ruas No dia dez de Dezembro, a vila de Cabeção voltou a ser palco de mais uma Prova do Vinho Novo. A 17ª edição desta iniciativa contou com a participação de 53 produtores de vinho. A cerimónia de abertura aconteceu no Pavilhão Gimnodesportivo de Cabeção, onde foi feita a primeira prova do tão conhecido néctar e onde marcaram também presença alguns stands de artesanato, doçaria conventual, Grupo de Cantares de Cabeção e dois produtores de mel da Associação APIMora. Apesar do mau tempo, manteve-se a tradição com o habitual circuito pelas tascas e adegas da vila, onde se voltou a provar o vinho acompanhado de pequenos petiscos. A animação ficou a cargo do Grupo Cantigas da Eira e da Banda RM. O evento que recebe anualmente cerca de 500 pessoas, este ano teve perto das duas mil presenças, entre os quais grande parte são visitantes vindos de vários pontos do país. A Prova do Vinho Novo tem como objetivo principal divulgar o vinho que é feito artesanalmente por produtores locais, sem os quais esta iniciativa não seria possível, bem como a projecção da freguesia de Cabeção no mercado dos vinhos. São Martinho em Pavia S. Martinho, a tradição mantém-se A tradição manda que o São Martinho se festeje com castanhas, águapé e uma fogueira. Com tudo o que a ocasião exige, comemorou-se assim por mais um ano a dez de Novembro na vila de Pavia, a noite de São Martinho. Sem faltar a castanha assada, a água-pé e a fogueira para se saltar, o Largo dos Combatentes serviu de palco para uma noite animada onde a música ficou a cargo dos acordeonistas Sertório Ramalho, João Marques, Artur e Vanda. Numa tentativa de fazer frente às adversidades que a crise tem trazido às populações portuguesas, este ano não se concretizou o habitual percurso pelos cafés da vila. No entanto, ficou presente o objetivo de se manter viva a tradição. Um convívio que juntou tanto pessoas da terra como das populações vizinhas. Nesta altura relembramse alguns provérbios como por exemplo: No dia de S. Martinho vai-se à adega e prova-se o vinho ; No dia de S. Martinho vai à adega e prova o teu vinho ; No dia de S. Martinho, lume, castanhas e vinho. Em Pavia não faltaram também as quadras alusivas ao dia, escritas a carvão e durante a madrugada, nas paredes exteriores de algumas casas. Lenda de São Martinho Martinho era um soldado romano que regressava de Itália para a sua terra, montado no seu cavalo, quando encontrou um homem muito pobre a pedir esmola, vestido com roupas velhas e rotas. Como não tinha nada para lhe dar, o soldado pegou na sua espada e deu um golpe na sua capa vermelha, dando assim metade ao pobre homem. Nesse momento, as nuvens e o mau tempo desapareceram. Como que uma recompensa por Martinho ter sido bom. Esta altura do ano ficou conhecida como Verão de São Martinho. 8

9 Ambiente Oficina da Criança 4 Palmos de Terra O projeto 4 palmos de terra, desenhado pela Oficina da Criança, nasceu da emergência da redescoberta de valores, hábitos e atitudes na criança que deles necessita para a sua integração social. Se por um lado vivemos num meio rural, por outro assistimos a uma infância vazia de vivências com esse meio assim, a Oficina concebeu um leque de propostas que proporcionam às crianças experiências efectivas, que lhes permita conhecer globalmente o nosso concelho e, de uma forma mais particular, o meio natural onde este se insere, nomeadamente através de actividades práticas de acção/investigação. O público-alvo deste projecto são os alunos de 1º Ciclo e Jardim de Infância do Concelho de Mora e os utilizadores da Oficina da Criança (ATL). Esta iniciativa tem como objectivos gerais promover a Educação Ambiental, sensibilizando as crianças para questões relacionadas com o Meio Ambiente e a sua preservação, valorizar e respeitar o Concelho de Mora, estabelecendo uma ligação estreita com o mesmo, promovendo a cidadania activa e Apelar à participação e à consciencialização de práticas de protecção ambiental. Após a apresentação do projecto aos alunos e professoras do 1º ciclo, a Oficina da Criança deu início em Novembro à fase inicial de implementação do 4 palmos de terra, desenvolvendo actividades práticas e de exploração que conduzem à temática em questão. No mês de Janeiro, perspetiva-se o arranque da Horta Comum no Jardim Público. O trabalho desenvolvido poderá ser acompanhado no blogue: blogspot.com/. 9

10 Desporto Escola de Natação da Câmara Municipal de Mora Campeonato Regional de Absolutos e Torneio de Preparação Infantis, Juvenis e Cadetes No passado fim-desemana, 19 e 20 de Novembro de 2011, realizaramse os Campeonatos Regionais de Absolutos e Torneio de Preparação Infantis, Juvenis e Cadetes, época da Associação de Natação do Alentejo, no Complexo de Piscinas Municipais de Estremoz. Esta prova contou com a presença de 10 clubes, num total de 186 atletas. A Escola de Natação da Câmara Municipal de Mora participou com vinte atletas: um absoluto (Simeon Abadjhiev), dois juvenis (Duarte Pires e Sofia Clemente), cinco infantis (Miguel Calhau, João Canelas, Beatriz Dedeiras, Mariana Caldeira e Bruno Nunes) e doze cadetes (Tatiana Rato, Marisa Matos, Ana Coelho, Raquel Caramujo, Catarina Prates, Sara Rosado, Ana Mestre, Ricardo Calhau, Diogo Mestre, Pedro Clemente, Pedro Carregado e Diogo Barroso). Durante o Campeonato Regional de Absolutos, o atleta Simeon Abadjhiev alcançou quatro recordes pessoais, bateu três recordes da escola e ganhou cinco medalhas (quatro referentes ao segundo lugar e uma ao terceiro). O atleta Simeon consagrou-se vice-campeão regional aos 400 metros estilos, 100 metros bruços, 50 metros bruços, 200 metros estilos e terceiro lugar aos 100 metros Mariposa. Os restantes atletas, no torneio de preparação deram boas indicações para o futuro, tendo alcançado 54 recordes pessoais e um da escola. A atleta Mariana Caldeira, com a marca de 8:13.69 aos 400 metros estilos, bateu o recorde da escola, no escalão Infantis B femininos.. Escola Municipal de Desporto Câmara Municipal de Mora promove férias de Natal desportivas Durante a interrupção escolar para as férias de Natal, a Escola Municipal de Desporto preparou dois dias repletos de várias actividades, dias 20 e 21 de Dezembro. Futebol, pintura, ginástica, orientação, dança, jogos, filmes e actividades aquáticas, são as actividades direccionadas aos participantes na Escola Municipal de Desporto. A Câmara Municipal de Mora não só disponibiliza transporte a todos os interessados, como oferece o almoço e lanche a todas as crianças. Um projecto que visa promover o bom desenvolvimento motor das crianças do Concelho de Mora, bem como a integração no meio social e a saudável ocupação dos tempos livres, durante determinados períodos do ano lectivo escolar.. 10

11 Saúde Mais vale prevenir do que remediar Sal na alimentação resultados do rastreio à população do concelho de mora Os consumos de sal pela alimentação constitui um dos fatores mais importantes para o desenvolvimento e/ou agravamento de hipertensão arterial e, consequentemente, de problemas cardiovasculares graves. Neste contexto, ofereceu-se à população do Concelho de Mora a possibilidade de avaliar gratuitamente os seus consumos diários de sal, de forma a sensibilizar para os riscos cardiovasculares dai decorrentes. Numa parceria entre a Câmara Municipal de Mora, Farmácia Central de Mora e Juntas de Freguesia do Concelho, a ação decorreu entre os meses de Julho e Agosto. À iniciativa compareceram pessoas com idades compreendidas entre os 18 e os 101 anos, tendo prevalecido os escalões etários entre os 60 e os 80 anos. Os dados globais demonstraram que cerca de 92% da população que participou na acção tem uma ingestão diária de sal excessiva, sendo que 52% destes consome mais do dobro recomendado pela Organização Mundial de Saúde. Estima-se que mais de metade da população do Concelho carece de uma redução drástica nos consumos diários de sal. Considerando os resultados globais (com e sem lares de idosos) e segregando-os por freguesia, verificam-se consumos médios de sal idênticos (na ordem dos 11g/dia) em Pavia, Mora e Cabeção, sendo Brotas a freguesia do concelho com consumos mais baixos mas, ainda assim, muito próximos do dobro recomendado (na ordem dos 10g/dia). Salienta-se ainda o facto de, nas freguesias de Brotas, Cabeção e Pavia, onde foram incluídos os dados dos lares de idosos, os consumos médios serem ligeiramente mais elevados se não considerarmos os valores dos utentes destas instituições. Esta situação parece denotar consumos médios de sal mais baixos nas instituições de idosos (ainda que elevados, na ordem dos 9.5, 7.7 e 8.4 g de sal por dia, respectivamente). No que respeita à taxa de cobertura por freguesia, Pavia foi onde se registou uma maior adesão à iniciativa com uma taxa de cobertura de 23,2% (224 participantes), seguido de Brotas com 15,8%2 (71 participantes), Mora com 8,4%2 (211 participantes) e, por último, Cabeção com 7,3%2 (79 participantes). Tal facto parece relacionar-se com o grau de envolvimento/contributo de cada uma das respectivas juntas de freguesia. Foram convidadas a comparecer na consulta farmacêutica 101 pessoas, apresentando, no total, consumos médios de 15,5 g/dia. Dos convidados, apenas 66 (65%) compareceram na consulta. Em anexo encontra-se um resumo da população convidada. Em consequência desta acção de saúde parece já existir, a julgar pela opinião que nos tem sido reportada por alguns dos participantes, uma maior sensibilização e redução nos consumos de sal diários. Tal percepção carecerá, naturalmente, de confirmação futura, eventualmente pela repetição da iniciativa. Objectivamente têm sido detectados abaixamentos na pressão arterial de vários participantes que se têm dirigido à Farmácia Central de Mora para monitorização e aconselhamento. Considerase, contudo, ser necessário manter a vigilância da pressão arterial e reforço das recomendações alimentares pertinentes. Farmácia Central de Mora - Rua da Cooperativa, Mora 11

12 Repavimentação da Antiga EN 251 Requalificação urbana do centro histórico de Mora - Largo do Calvário Pavimentação da Estrada do Vale de Mora Repavimentação da Rua do Cemitério, em Cabeção Centro de Interpretação Ambiental do Gameiro (Passadiço) Conclusão das obras na Travessia de Pavia 12

OPÇÕES DO PLANO 2015:2018 datas 2015 2016 2017 2018. conclusão. Respons. início 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196.

OPÇÕES DO PLANO 2015:2018 datas 2015 2016 2017 2018. conclusão. Respons. início 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196. 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196.916,00 1 ENSINO PRÉ-ESCOLAR E DO 1º CICLO 116.500,00 93.625,00 100.574,00 103.487,00 1 Apoios e subsídios CM 13 18 5 05-06-02-03-99 1.000,00 1.030,00 2.122,00

Leia mais

E N T I D A D E P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L MUNICIPIO DE MORA DO ANO 2013

E N T I D A D E P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L MUNICIPIO DE MORA DO ANO 2013 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 25.122,75 53.500,00 53.500,00 55.105,00 51.456,00 53.001,00 238.184,75 1.1. Serviços gerais de 12.275,53 30.500,00 30.500,00 31.415,00 27.054,00 27.866,00 129.110,53 administração

Leia mais

FREGUESIA DE ARRUDA DOS VINHOS

FREGUESIA DE ARRUDA DOS VINHOS FREGUESIA DE ARRUDA DOS VINHOS lano de Activida e es Orçamento PPI 2012 À INTRODUCÃO Para cumprimento do disposto na alínea a) do n 2 do artigo 34 da lei n 169/99 de 18 de Setembro, na redacção que lhe

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 17 AGOSTO DE 2011

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 17 AGOSTO DE 2011 REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 17 AGOSTO DE 2011 A Câmara deliberou, por unanimidade, justificar a falta do Senhor Presidente e do Vereador Senhor Eng.º Sérgio Manuel

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DE Nª. SRª GUADALUPE. Concelho de Évora OPÇÕES DO PLANO PARA 2006. Largo Abel Augusto nº 4 7000-222 Nª. Sr.

JUNTA DE FREGUESIA DE Nª. SRª GUADALUPE. Concelho de Évora OPÇÕES DO PLANO PARA 2006. Largo Abel Augusto nº 4 7000-222 Nª. Sr. JUNTA DE FREGUESIA DE Nª. SRª GUADALUPE Concelho de Évora OPÇÕES DO PLANO PARA 2006 Largo Abel Augusto nº 4 7000-222 Nª. Sr.ª Guadalupe Tel. e Fax: 266 781 165 Tel.: 266 747 916 email: jfguadalupe@mail.evora.net

Leia mais

ACTA N.º 06/2005 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 16 / 03 / 2005 RESUMO DIÁRIO DE TESOURARIA REFERENTE AO DIA 15 / 03 / 2005

ACTA N.º 06/2005 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 16 / 03 / 2005 RESUMO DIÁRIO DE TESOURARIA REFERENTE AO DIA 15 / 03 / 2005 CÂMARA MUNICIPAL DE VIANA DO ALENTEJO ACTA N.º 06/2005 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 16 / 03 / 2005 PRESENÇAS PRESIDENTE : ESTÊVÃO MANUEL MACHADO PEREIRA VEREADORES : JOÃO LUIS BATISTA PENETRA MANUEL

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DO CRATO EDITAL

CÂMARA MUNICIPAL DO CRATO EDITAL CÂMARA MUNICIPAL DO CRATO EDITAL João Teresa Ribeiro, Presidente da Câmara Municipal do Crato, em cumprimento do disposto no artigo 91.º da Lei n.º 169/99 de 18 de setembro, torna público que na 27.ª reunião

Leia mais

Condeixa Aqua Clube. Proposta de patrocínio

Condeixa Aqua Clube. Proposta de patrocínio Condeixa Aqua Clube Proposta de patrocínio Indice 1. Apresentação do Clube 3 2. Modalidades.... 4 3. Corpos Sociais..... 5 4. Técnicos 6 5. Atletas... 7 6. Instalações. 8 7. Estatutos e Regulamentos......

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 05 FEVEREIRO DE 2014

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 05 FEVEREIRO DE 2014 REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 05 FEVEREIRO DE 2014 A Câmara deliberou, por unanimidade, justificar a falta da Vice-Presidente, Senhora Dr.ª Felícia Maria Cavaleiro

Leia mais

NORMAS DE FUNCIONAMENTO PROGRAMA VIVER SOLIDÁRIO. Programa Viver Solidário/ Normas Página 1

NORMAS DE FUNCIONAMENTO PROGRAMA VIVER SOLIDÁRIO. Programa Viver Solidário/ Normas Página 1 NORMAS DE FUNCIONAMENTO PROGRAMA VIVER SOLIDÁRIO Programa Viver Solidário/ Normas Página 1 PROGRAMA VIVER SOLIDÁRIO NORMAS DE FUNCIONAMENTO 1.INTRODUÇÃO A prática de actividades de animação regular e sistemática,

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DO CRATO EDITAL

CÂMARA MUNICIPAL DO CRATO EDITAL CÂMARA MUNICIPAL DO CRATO EDITAL João Teresa Ribeiro, Presidente da Câmara Municipal do Crato, em cumprimento do disposto no artigo 91.º da Lei n.º 169/99 de 18 de setembro, torna público que na 16.ª reunião

Leia mais

Aos dezanove dias do mês de Abril de dois mil e dez, pelas dezoito horas, na Sala de Reuniões dos Paços

Aos dezanove dias do mês de Abril de dois mil e dez, pelas dezoito horas, na Sala de Reuniões dos Paços ACTA N.º 08/10 ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DA PÓVOA DE VARZIM DE 19 DE ABRIL DE 2010 Aos dezanove dias do mês de Abril de dois mil e dez, pelas dezoito horas, na Sala de Reuniões dos

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 02 FEVEREIRO DE 2011 ORDEM DO DIA

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 02 FEVEREIRO DE 2011 ORDEM DO DIA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 02 FEVEREIRO DE 2011 ORDEM DO DIA ASSUNTO APRECIADO AO ABRIGO DO ART. 83.º DA LEI N.º 169/99, DE 18 DE SETEMBRO, REPUBLICADA PELA LEI

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 06 DE AGOSTO DE 2008 ORDEM DO DIA

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 06 DE AGOSTO DE 2008 ORDEM DO DIA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 06 DE AGOSTO DE 2008 ORDEM DO DIA A Câmara deliberou, por unanimidade, justificar a falta dos Vereadores Senhores Dr. José Polido, Alberto

Leia mais

Câmara Municipal Gondomar REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE GONDOMAR

Câmara Municipal Gondomar REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE GONDOMAR Câmara Municipal Gondomar REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE GONDOMAR Aprovado pela Câmara em 6/02/2003, alterado em Reunião de Câmara de 18/09/2003 Aprovado pela Assembleia Municipal em

Leia mais

Histórico Dados da Colectividade Descrição das Actividades Objectivos a atingir Meios Humanos

Histórico Dados da Colectividade Descrição das Actividades Objectivos a atingir Meios Humanos Histórico Dados da Colectividade Descrição das Actividades s a atingir Meios Humanos O Centro Popular de Trabalhadores do Bairro São João Atlético Clube com Estatutos aprovados em 28/02/1990 e publicados

Leia mais

Certificação de Sistema de Gestão Relatório de Auditoria

Certificação de Sistema de Gestão Relatório de Auditoria Organização: Morada: Locais Auditados: Certificação de Sistema de Gestão Relatório de Auditoria MUNICÍPIO DE MIRANDELA Sede : Praça do Municipio 5370-288 MIRANDELA Sr. Presidente da Câmara: Eng.º António

Leia mais

-------- Aos três dias do mês de Março do ano de dois mil e três reuniu no Salão Nobre dos Paços do Município, a Câmara Municipal de Vila Pouca de

-------- Aos três dias do mês de Março do ano de dois mil e três reuniu no Salão Nobre dos Paços do Município, a Câmara Municipal de Vila Pouca de -------- Aos três dias do mês de Março do ano de dois mil e três reuniu no Salão Nobre dos Paços do Município, a Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar, em reunião ordinária para apreciação e deliberação

Leia mais

Município de Freixo de Espada à Cinta PLANO DE ACÇÃO (2009-2010) Conselho Local de Acção Social de Freixo de Espada à Cinta

Município de Freixo de Espada à Cinta PLANO DE ACÇÃO (2009-2010) Conselho Local de Acção Social de Freixo de Espada à Cinta Município de Freixo de Espada à Cinta PLANO DE ACÇÃO (2009-2010) Conselho Local de Acção Social de Freixo de Espada à Cinta FICHA TÉCNICA Relatório do Plano de Acção de Freixo de Espada à Cinta Conselho

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 07 DE JANEIRO DE 2015 ORDEM DO DIA

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 07 DE JANEIRO DE 2015 ORDEM DO DIA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 07 DE JANEIRO DE 2015 ORDEM DO DIA ASSUNTOS APRECIADOS AO ABRIGO DO N.º 2 DO ART. 50.º DA LEI N.º 75/2013, DE 12 DE SETEMBRO: 1. Empréstimo

Leia mais

Estrutura Orgânica dos Serviços do Município de Paredes de Coura

Estrutura Orgânica dos Serviços do Município de Paredes de Coura Estrutura Orgânica dos Serviços do Município de Paredes de Coura Nos termos do disposto na alínea a) do artigo 7.º e no n.º 3 do artigo 10.º do Decretolei n.º 305/2009, de 23 de Outubro e dentro dos limites

Leia mais

A Participação Voluntária No Planeamento, Execução E Controlo Social Do Orçamento. Participativo

A Participação Voluntária No Planeamento, Execução E Controlo Social Do Orçamento. Participativo Cecília Branco Programa Urbal Red 9 Projecto Orçamento Participativo Reunião de Diadema Fevereiro 2007 A Participação Voluntária No Planeamento, Execução E Controlo Social Do Orçamento Participativo Município

Leia mais

ACTA N.º 27/2009 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 25 / 11 / 2009 RESUMO DIÁRIO DE TESOURARIA REFERENTE AO DIA 19 / 11 / 2009

ACTA N.º 27/2009 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 25 / 11 / 2009 RESUMO DIÁRIO DE TESOURARIA REFERENTE AO DIA 19 / 11 / 2009 CÂMARA MUNICIPAL DE VIANA DO ALENTEJO _ ACTA N.º 27/2009 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 25 / 11 / 2009 PRESENÇAS PRESIDENTE : BERNARDINO ANTÓNIO BENGALINHA PINTO VEREADORES : JOÃO ANTÓNIO MERCA PEREIRA

Leia mais

Mina de Água em Notícia

Mina de Água em Notícia Newsletter Outubro/2013 Mina de Água em Notícia Tomada de posse dos órgão autárquicos da Freguesia de Mina de Água Decorreu no passado dia 22 de Outubro, pelas 19h30, no auditório da Câmara Municipal da

Leia mais

EDITAL Nº 21/10. Regulamento

EDITAL Nº 21/10. Regulamento MUNICÍPIO DO BARREIRO ASSEMBLEIA MUNICIPAL EDITAL Nº 21/10 Regulamento - - - Frederico Fernandes Pereira, Presidente da Assembleia Municipal do Barreiro, torna público que, por deliberação deste órgão

Leia mais

Reunião de Câmara de 12.06 08 1 6

Reunião de Câmara de 12.06 08 1 6 PONTO 3 OFÍCIO DA ASSOCIAÇÃO DA LAVOURA DO DISTRITO DE AVEIRO - RECEPÇÃO DE COMITIVA DE AGRICULTORES - APRESENTAÇÃO DE ABAIXO-ASSINADO.... DELIBERAÇÃO: A Câmara Municipal tomou conhecimento do abaixo-assinado....

Leia mais

FREGUESIA DE ALVORNINHA

FREGUESIA DE ALVORNINHA 56 Aos vinte dias do mês de setembro do ano de dois mil e doze, nesta Freguesia de Alvorninha e edifício da Junta de Freguesia, compareceram os Senhores: Presidente Virgílio Leal dos Santos, Secretário

Leia mais

Introdução. 1 Direcção Geral da Administração Interna, Violência Doméstica 2010 Ocorrências Participadas às

Introdução. 1 Direcção Geral da Administração Interna, Violência Doméstica 2010 Ocorrências Participadas às Câmara Municipal da Departamento de Educação e Desenvolvimento Sociocultural Divisão de Intervenção Social Plano Municipal contra a Violência Rede Integrada de Intervenção para a Violência na Outubro de

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE MANTEIGAS ACTA N.º 7/2002

CÂMARA MUNICIPAL DE MANTEIGAS ACTA N.º 7/2002 30 ACTA N.º 7/2002 Acta da reunião ordinária realizada aos vinte e sete dias do mês de Março de dois mil e dois. Aos vinte e sete dias do mês de Março de dois mil e dois reuniu no Salão Nobre dos Paços

Leia mais

Junta de Freguesia da Marinha Grande ATA NÚMERO UM

Junta de Freguesia da Marinha Grande ATA NÚMERO UM ATA NÚMERO UM Aos oito dias do mês de janeiro de dois mil e quinze, pelas dezanove horas nas instalações da Junta de Freguesia de Marinha Grande, sitas na Rua 25 de abril, reuniu em sessão ordinária o

Leia mais

ACTA N.º 29/2006 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 27 / 12 / 2006 FALTAS JUSTIFICADAS FALTAS INJUSTIFICADAS

ACTA N.º 29/2006 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 27 / 12 / 2006 FALTAS JUSTIFICADAS FALTAS INJUSTIFICADAS CÂMARA MUNICIPAL DE VIANA DO ALENTEJO ACTA N.º 29/2006 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 27 / 12 / 2006 PRESENÇAS PRESIDENTE : JOÃO LUIS BATISTA PENETRA VEREADORES : MANUEL ANTÓNIO MENDES FADISTA ANTÓNIO

Leia mais

ESTATUTOS DE MOBITRAL EMPRESA MUNICIPAL MOBÍLIAS TRADICIONAIS ALENTEJANAS, E.M. CAPÍTULO I

ESTATUTOS DE MOBITRAL EMPRESA MUNICIPAL MOBÍLIAS TRADICIONAIS ALENTEJANAS, E.M. CAPÍTULO I ESTATUTOS DE MOBITRAL EMPRESA MUNICIPAL MOBÍLIAS TRADICIONAIS ALENTEJANAS, E.M. CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1.º Denominação personalidade e capacidade jurídica 1 - A empresa adopta a denominação

Leia mais

Junta de Freguesia da Marinha Grande ACTA NÚMERO CINCO

Junta de Freguesia da Marinha Grande ACTA NÚMERO CINCO ACTA NÚMERO CINCO Aos quatro dias do mês de Março de dois mil e dez, pelas vinte e uma horas e quarenta e cinco minutos, deu-se início à reunião ordinária do Executivo da Junta de Freguesia, sob a presidência

Leia mais

Fls. 1. Departamento de Administração Geral tel.: 351 + 253 + 51 51 23 / 33 fax: 351 + 253 + 51 51 34 e-mail: camaraguimaraes@mail.telepac.

Fls. 1. Departamento de Administração Geral tel.: 351 + 253 + 51 51 23 / 33 fax: 351 + 253 + 51 51 34 e-mail: camaraguimaraes@mail.telepac. Fls. 1 EDITAL ANTÓNIO MAGALHÃES, PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE GUIMARÃES, FAZ SABER, em cumprimento do disposto no art.º 91º da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, alterada e republicada pela Lei 5-A/2002,

Leia mais

PROGRAMA DE AÇÃO 2015. Respostas sociais: O GAS-SVP define, para 2015, como objectivos gerais:

PROGRAMA DE AÇÃO 2015. Respostas sociais: O GAS-SVP define, para 2015, como objectivos gerais: PROGRAMA AÇÃO 2015 O GAS-SVP define, para 2015, como objectivos gerais: - Preservar a identidade da Instituição, de modo especial no que respeita a sua preferencial ação junto das pessoas, famílias e grupos

Leia mais

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE ENXAMES ACTA N.º 8

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE ENXAMES ACTA N.º 8 ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE ENXAMES ACTA N.º 8 Aos vinte dias do mês de Abril do ano de dois mil e sete, reuniu a Assembleia de freguesia de Enxames não se registando nenhuma falta. Ao iniciar a sessão

Leia mais

XII Feira Gastronómica do Porco

XII Feira Gastronómica do Porco XII Feira Gastronómica do Porco Boticas -, e Janeiro Dossier de Imprensa DOSSIER DE IMPRENSA XII Feira Gastronómica do Porco O PORCO VOLTA A SER REI EM Nos próximos dias, e de Janeiro, Boticas promete

Leia mais

Plano de Acção. Rede Social 2011/2012

Plano de Acção. Rede Social 2011/2012 Plano de Acção - Rede Social Plano de Acção Rede Social Conselho Local da Acção Social de Figueira de Castelo Plano de Acção Rede Social Acções a desenvolver Objectivos Resultados esperados Calendarização

Leia mais

EDITAL PUBLICITAÇÃO DAS DELIBERAÇÕES DA CÂMARA MUNICIPAL TOMADAS NA SUA REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA 13 DE MAIO DE 2015

EDITAL PUBLICITAÇÃO DAS DELIBERAÇÕES DA CÂMARA MUNICIPAL TOMADAS NA SUA REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA 13 DE MAIO DE 2015 EDITAL PUBLICITAÇÃO DAS DELIBERAÇÕES DA CÂMARA MUNICIPAL TOMADAS NA SUA REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA 13 DE MAIO DE 2015 JOSÉ GABRIEL CALIXTO, Presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, em conformidade

Leia mais

DELIBERAÇÕES DIVERSAS: --------------------------------------------------------------- 1 BRILHOVAN COMPRA E VENDA DE IMÓVEIS, LDA PEDIDOS DE LICENÇA

DELIBERAÇÕES DIVERSAS: --------------------------------------------------------------- 1 BRILHOVAN COMPRA E VENDA DE IMÓVEIS, LDA PEDIDOS DE LICENÇA DELIBERAÇÕES DIVERSAS: --------------------------------------------------------------- 1 BRILHOVAN COMPRA E VENDA DE IMÓVEIS, LDA PEDIDOS DE LICENÇA ESPECIAL DE RUIDO E DE PROLONGAMENTO DE HORÁRIO RATIFICAÇÃO.

Leia mais

ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA OITO DE OUTUBRO DE DOIS MIL E

ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA OITO DE OUTUBRO DE DOIS MIL E Acta n.º 21 ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA OITO DE OUTUBRO DE DOIS MIL E CATORZE. ------------------------- ------- Aos oito dias de mês de Outubro do ano de dois mil e catorze, na Sala de

Leia mais

MUNICÍPIO DO CARTAXO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. Acta n.º3/2004

MUNICÍPIO DO CARTAXO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. Acta n.º3/2004 MUNICÍPIO DO CARTAXO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Acta n.º3/2004 Aos dez dias do mês de Maio do ano de 2004, no Auditório Municipal da Quinta das Pratas, reuniu o Conselho Municipal de Educação do Concelho

Leia mais

----- ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DESTA CÂMARA MUNICIPAL DE 28 DE JANEIRO DO ANO DE 2011.---------------------------------------------------------------

----- ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DESTA CÂMARA MUNICIPAL DE 28 DE JANEIRO DO ANO DE 2011.--------------------------------------------------------------- ACTA Nº 2/2011 ----- ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DESTA CÂMARA MUNICIPAL DE 28 DE JANEIRO DO ANO DE 2011.--------------------------------------------------------------- ----- Aos 28 dias do mês de Janeiro

Leia mais

CENTRO SOCIAL DE S. FÉLIX DA MARINHA

CENTRO SOCIAL DE S. FÉLIX DA MARINHA CENTRO SOCIAL DE S. FÉLIX DA MARINHA Instituição Particular de Solidariedade Social Pessoa Colectiva de Utilidade Pública Fundada a 8 de Agosto de 1995 FUNDAÇÃO A ideia nasce através de um grupo de amigos

Leia mais

PACTO SOCIAL DO MONTE DESENVOLVIMENTO ALENTEJO CENTRAL, A.C.E. CAPTULO PRIMEIRO DISPOSIÇÕES GERAIS ARTIGO PRIMEIRO. (Denominação)

PACTO SOCIAL DO MONTE DESENVOLVIMENTO ALENTEJO CENTRAL, A.C.E. CAPTULO PRIMEIRO DISPOSIÇÕES GERAIS ARTIGO PRIMEIRO. (Denominação) PACTO SOCIAL DO MONTE DESENVOLVIMENTO ALENTEJO CENTRAL, A.C.E. CAPTULO PRIMEIRO DISPOSIÇÕES GERAIS ARTIGO PRIMEIRO (Denominação) O Agrupamento adopta a denominação de Monte - Desenvolvimento Alentejo Central,

Leia mais

plano anual de educação ambiental

plano anual de educação ambiental plano anual de educação ambiental 2009/2010 complexo de educação ambiental da quinta da gruta PROGRAMA FAMÍLIAS Grelha Resumo por Sector Sector Rios/Espaços Verdes Animais Dias comemorativos Férias Datas

Leia mais

PLANO DE ACTIVIDADES 2014

PLANO DE ACTIVIDADES 2014 PLANO DE ACTIVIDADES 2014 A - INTRODUÇÃO O ano de 2013 que agora termina, foi decisivo para a continuidade da Fundação do Desporto. O Governo, através do Sr. Ministro-Adjunto e dos Assuntos Parlamentares,

Leia mais

Agenda 21 Local de Arganil 3ª Sessão do Fórum Participativo

Agenda 21 Local de Arganil 3ª Sessão do Fórum Participativo Agenda 21 Local de Arganil 3ª Sessão do Fórum Participativo 22 de Fevereiro 2010 Índice Índice PARTE I SÍNTESE DO 2º FÓRUM PARTICIPATIVO (10 minutos) PARTE II SÍNTESE DA ESTRATÉGIA DE SUSTENTABILIDADE

Leia mais

Aldeia de Santa Margarida

Aldeia de Santa Margarida Aldeia de Santa Margarida Agenda Cultural Cultural Edição Especial - Nov Dez 2013 Agenda Cultural Propriedade: Junta de Freguesia de Aldeia de Santa Margarida Edição Especial Nov. Dez. 2013 Distribuição

Leia mais

ATA N.º 20/2015. Ata da Reunião Ordinária de 5/10/2015 Página 1 de 7

ATA N.º 20/2015. Ata da Reunião Ordinária de 5/10/2015 Página 1 de 7 ATA N.º 20/2015 ----- ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DESTA CÂMARA MUNICIPAL DE CINCO DE OUTUBRO DE DOIS MIL E QUINZE. ------------------------------------------------------- ----- Aos cinco dias do mês de outubro

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Considerando que: 1. A experiência do Conselho Local de Educação em Palmela procurou fomentar a valorização da educação como motor de desenvolvimento do local,

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES ORÇAMENTO

PLANO DE ATIVIDADES ORÇAMENTO CENTRO DE CULTURA E DESPORTO DO PESSOAL DO MUNICÍPIO DE CASCAIS PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO 2016 Índice 1. Introdução... 3 2. Eixos Estratégicos... 4 3. Objetivos Estratégicos... 5 4. Notas Finais...

Leia mais

Relatório de Atividades à Assembleia de Freguesia relativo ao período entre 21 de abril a 20 de junho de 2014

Relatório de Atividades à Assembleia de Freguesia relativo ao período entre 21 de abril a 20 de junho de 2014 Relatório de Atividades à Assembleia de Freguesia relativo ao período entre 21 de abril a 20 de junho de 2014 Representação Externa No período em análise no âmbito das suas funções, a Presidente da Junta

Leia mais

ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA DEZ DE

ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA DEZ DE Ata n.º 14 ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA DEZ DE JULHO DE DOIS MIL E TREZE. ------- Aos dez dias do mês de Julho do ano dois mil e treze, na Sala de Sessões da Câmara Municipal de Mora, reuniu

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SANTARÉM. Preâmbulo

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SANTARÉM. Preâmbulo REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SANTARÉM Preâmbulo A Lei n.º 159/99, de 14 de Setembro estabelece, no seu artigo 19.º, n.º 2, alínea b), a competência dos órgãos municipais para criar os

Leia mais

ATA NÚMERO CENTO E TRINTA E DOIS

ATA NÚMERO CENTO E TRINTA E DOIS ATA NÚMERO CENTO E TRINTA E DOIS Aos vinte e dois dias de Abril de dois mil e catorze, pelas vinte e uma horas e trinta minutos, reuniram-se em sessão ordinária, os membros da Assembleia de Freguesia de

Leia mais

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE CONDEIXA-A-NOVA ACTA Nº 2/2009 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 2009/04/27

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE CONDEIXA-A-NOVA ACTA Nº 2/2009 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 2009/04/27 ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE CONDEIXA-A-NOVA ACTA Nº 2/2009 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 2009/04/27 mod. EXP 14.1 Aos vinte e sete dias do mês de Abril do ano de dois mil e nove, reuniu no Salão Nobre dos Paços do

Leia mais

ANÁLISE INTERNA. 1. Balanço da época desportiva do Boccia Sénior 2013/14

ANÁLISE INTERNA. 1. Balanço da época desportiva do Boccia Sénior 2013/14 ACTA Realizamos a reunião do fim de época do Campeonato Nacional de Boccia Sénior 2013/14 no Centro de Reabilitação da APPC no dia 17 de Julho de 2014, pelas 10 horas com a seguinte ordem de trabalhos:

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE. (Aprovado na 23ª Reunião Ordinária de Câmara Municipal, realizada em 21 de Novembro de 2001)

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE. (Aprovado na 23ª Reunião Ordinária de Câmara Municipal, realizada em 21 de Novembro de 2001) REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE (Aprovado na 23ª Reunião Ordinária de Câmara Municipal, realizada em 21 de Novembro de 2001) REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE (Aprovado na 23ª Reunião

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 21 DE AGOSTO DE 2009 ORDEM DO DIA

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 21 DE AGOSTO DE 2009 ORDEM DO DIA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 21 DE AGOSTO DE 2009 ORDEM DO DIA A Câmara deliberou, por unanimidade, justificar a falta do Vereador Senhor Alberto Manuel Gameiro Santos,

Leia mais

Regulamento do Cartão Jovem Municipal

Regulamento do Cartão Jovem Municipal Regulamento do Cartão Jovem Municipal O Cartão Jovem Municipal é um documento emitido pela Câmara Municipal de S. João da Madeira, capaz de conceder benefícios na utilização de bens e serviços públicos

Leia mais

sobre as quais recaíram despachos de aprovação do Presidente da Câmara, que se submetem a

sobre as quais recaíram despachos de aprovação do Presidente da Câmara, que se submetem a Fl. ATA N.º 14/13 ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DA PÓVOA DE VARZIM DE 01 DE JULHO DE 2013 Ao primeiro dia do mês de Julho de dois mil e treze, pelas dezoito horas, na Sala de Reuniões dos

Leia mais

Eventos. Eixo I Emprego, Formação e Qualificação. Acção: Bom Porto

Eventos. Eixo I Emprego, Formação e Qualificação. Acção: Bom Porto Eventos Eixo I Emprego, Formação e Qualificação Acção: Bom Porto - Gabinete de Empregabilidade e Empreendedorismo: Uma das acções do projecto consiste na criação de um Gabinete de atendimento na área da

Leia mais

Plano Anual de atividades 2014/2015 1º Periodo

Plano Anual de atividades 2014/2015 1º Periodo Plano Anual de atividades 2014/2015 1º Periodo Designação Objectivos Grupo alvo Calendarização Responsáveis pela actividade Recursos a afectar J F M A M J J A S O N D Humanos Materiais Logísticos Exercício

Leia mais

3. Caracterização e cadastro do Movimento Associativo do concelho

3. Caracterização e cadastro do Movimento Associativo do concelho De : DCED/DICUL Carlos Anjos Proc. Nº Para : ANA JOSÉ CARVALHO, CHEFE DA DICUL Assunto : PROPOSTA DE PLANO DE ACTIVIDADES DO GRUPO DE TRABALHO PARA O MOVIMENTO ASSOCIATIVO - 2011 Para os efeitos tidos

Leia mais

Divisão de Gestão Administrativa e Financeira ATA N.º 27/2014

Divisão de Gestão Administrativa e Financeira ATA N.º 27/2014 ATA N.º 27/2014 ----- ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DESTA CÂMARA MUNICIPAL DE 23 DE DEZEMBRO DE 2014. ----------------------------------------------------------------------- ----- Aos vinte e três dias do mês

Leia mais

PROPOSTA DE PLANO DE ACTIVIDADES PARA A VILA DE ARCOZELO

PROPOSTA DE PLANO DE ACTIVIDADES PARA A VILA DE ARCOZELO PROPOSTA DE PLANO DE ACTIVIDADES PARA A VILA DE ARCOZELO ANO ECONÓMICO DE 2010 GRANDES OPÇÕES DO PLANO PARA O QUADRIÉNIO 2009 2013 É tempo de um novo mandato autárquico, resultante das eleições do passado

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO ACÇÕES CONJUNTAS INSTITUIÇÕES PARTICULARES DE SOLIDARIEDADE SOCIAL DO SEIXAL NA ÁREA DA INFÂNCIA 2009 Elaborado por: Isabel Rosinha Seixal, 28 de Setembro de 2009 Página 1 de 19

Leia mais

FL 128 ACTA DE / /20

FL 128 ACTA DE / /20 FL 128 ACTA DE / /20 Acta da reunião ordinária da Câmara Municipal do Concelho de Vila Velha de Ródão levada a efeito no dia onze de Dezembro de dois mil e três Acta º28 --------Aos onze dias do mês de

Leia mais

Agenda 21 Local de Figueiró dos Vinhos 3ª Sessão do Fórum Participativo

Agenda 21 Local de Figueiró dos Vinhos 3ª Sessão do Fórum Participativo Agenda 21 Local de Figueiró dos Vinhos 3ª Sessão do Fórum Participativo 22 de Fevereiro de 2010 Índice Índice PARTE I SÍNTESE DO 2º FÓRUM PARTICIPATIVO (10 minutos) PARTE II SÍNTESE DA ESTRATÉGIA DA SUSTENTABILIDADE

Leia mais

Regulamento do Conselho Municipal de Educação do Fundão. Preâmbulo

Regulamento do Conselho Municipal de Educação do Fundão. Preâmbulo REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DO FUNDÃO Publicação II SÉRIE N.º 98 20 de Maio de 2010 Regulamento do Conselho Municipal de Educação do Fundão Preâmbulo A Lei de Bases do Sistema Educativo

Leia mais

ATA DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

ATA DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATA DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Ao décimo primeiro dia do mês de março de dois mil e treze, pelas nove horas e trinta minutos, no edifício da Junta de Freguesia de Viana do Alentejo, reuniu o Conselho

Leia mais

ESTATUTOS DA ASSOCIAÇÃO RUAS RECRIAR UNIVERSIDADE ALTA E SOFIA

ESTATUTOS DA ASSOCIAÇÃO RUAS RECRIAR UNIVERSIDADE ALTA E SOFIA ESTATUTOS DA ASSOCIAÇÃO RUAS RECRIAR UNIVERSIDADE ALTA E SOFIA CAPÍTULO I Disposições gerais Artigo 1. Denominação e natureza A RUAS Recriar Universidade Alta e Sofia, adiante designada abreviadamente

Leia mais

Cartão Almodôvar Solidário. Regulamento Municipal

Cartão Almodôvar Solidário. Regulamento Municipal Cartão Almodôvar Solidário Regulamento Municipal junho de 2015 Regulamento do Cartão Almodôvar Solidário Proposta de Regulamento aprovada por Deliberação da Câmara Municipal, na Reunião Ordinária de 11

Leia mais

Conhecer, sentir e viver a Floresta

Conhecer, sentir e viver a Floresta Projeto de Sensibilização e Educação da População Escolar Conhecer, sentir e viver a Floresta 2011-12 Floresta, Fonte de Vida Guia das Atividades - - Dia de S. Martinho, Castanhas e Castanheiros - Dia

Leia mais

GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2011

GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2011 GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2011 1. Análise do Plano Plurianual de Investimentos (PPI) Neste orçamento, o Município ajustou, as dotações para despesas de investimento, ao momento de austeridade que o país

Leia mais

1º - PONTO CRIAÇÃO DE EMPRESA INTERMUNICIPAL DE CAPITAIS PÚBLICOS PARA O ABASTECIMENTO DE ÁGUA E SANEAMENTO

1º - PONTO CRIAÇÃO DE EMPRESA INTERMUNICIPAL DE CAPITAIS PÚBLICOS PARA O ABASTECIMENTO DE ÁGUA E SANEAMENTO 13ª - 19/06/2006 ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE MONTEMOR-O-NOVO REALIZA- DA NO DIA DEZANOVE E DOIS DE JUNHO DE DOIS MIL E SEIS Aos dezanove dias do mês de Junho do ano dois mil e

Leia mais

Aos dezassete dias do mês de Dezembro de dois mil e doze, pelas dezoito horas, na Sala de Reuniões

Aos dezassete dias do mês de Dezembro de dois mil e doze, pelas dezoito horas, na Sala de Reuniões Fl. ATA N.º 25/12 ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DA PÓVOA DE VARZIM DE 17 DE DEZEMBRO DE 2012 Aos dezassete dias do mês de Dezembro de dois mil e doze, pelas dezoito horas, na Sala de Reuniões

Leia mais

I EMJ 8 de Junho de 2013 Recomendações finais Participantes nos grupos de trabalho que produziram as recomendações:

I EMJ 8 de Junho de 2013 Recomendações finais Participantes nos grupos de trabalho que produziram as recomendações: Nr Área Recomendação Valido Abstenh o-me C/6 E/7 F/7 Voluntariado Aproveitar espaços sem utilização para fazer jardins, espaços para convívio e locais de desporto para a população. Promover a limpeza dos

Leia mais

MUNICÍPIO DE ALCOCHETE CÂMARA MUNICIPAL. Regimento do Conselho Municipal de Educação de Alcochete

MUNICÍPIO DE ALCOCHETE CÂMARA MUNICIPAL. Regimento do Conselho Municipal de Educação de Alcochete MUNICÍPIO DE ALCOCHETE CÂMARA MUNICIPAL Regimento do Conselho Municipal de Educação de Alcochete A construção de um futuro impõe que se considere fundamental investir na capacitação e formação das pessoas,

Leia mais

1.ª REUNIÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 22 DE OUTUBRO DE 2013

1.ª REUNIÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 22 DE OUTUBRO DE 2013 1.ª REUNIÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 22 DE OUTUBRO DE 2013 A Câmara reconhecendo a urgência de deliberação deliberou, por unanimidade, apreciar o seguinte assunto não incluído na

Leia mais

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Viana do Alentejo Preâmbulo

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Viana do Alentejo Preâmbulo Regimento do Conselho Municipal de Educação de Viana do Alentejo Preâmbulo A Lei nº 159/99, de 14 de setembro, visou estabelecer um quadro de transferências de atribuições e competências da Administração

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE SANTIAGO DO CACÉM REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SANTIAGO DO CACÉM, DE DEZOITO DE SETEMBRO DE DOIS MIL E CATORZE

CÂMARA MUNICIPAL DE SANTIAGO DO CACÉM REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SANTIAGO DO CACÉM, DE DEZOITO DE SETEMBRO DE DOIS MIL E CATORZE REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SANTIAGO DO CACÉM, DE DEZOITO DE SETEMBRO DE DOIS MIL E CATORZE --------------------------------- Aos dezoito dias do mês de setembro de dois mil e catorze, nesta

Leia mais

GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2009

GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2009 GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2009 1. Análise do Plano Plurianual de Investimentos (PPI) O plano plurianual de investimentos para 2009 tem subjacente um planeamento financeiro que perspectiva a execução dos

Leia mais

Estrada Nacional nº 4 Km 158 7151-912 Borba Tel: 268891510 Fax: 268891529 geral@valorpedra.pt www.valorpedra.pt

Estrada Nacional nº 4 Km 158 7151-912 Borba Tel: 268891510 Fax: 268891529 geral@valorpedra.pt www.valorpedra.pt Artigo 1º. Denominação, Sede e duração 1. A Associação, sem fins lucrativos, adopta a denominação ASSOCIAÇÃO VALOR PEDRA, tem a sede na Estrada Nacional 4, km 158, Apartado 48 EC Borba, 7151-912 Borba,

Leia mais

GINÁSIO CLUBE DE SANTO TIRSO

GINÁSIO CLUBE DE SANTO TIRSO GINÁSIO CLUBE DE SANTO TIRSO ASSOCIAÇÃO DE UTILIDADE PÚBLICA FUNDADO EM 16 DE SETEMBRO DE 1961 PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO 2013 Fundado em 16 de Setembro de 1961 PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO 2013

Leia mais

MUNICÍPIO DE ALCOUTIM

MUNICÍPIO DE ALCOUTIM MUNICÍPIO DE ALCOUTIM ACTA N.º 16/2007 Da reunião pública ordinária da Câmara Municipal de Alcoutim Realizada em 26 de Setembro de 2007 --------- Aos vinte e seis dias do mês de Setembro de dois mil e

Leia mais

ATA N.º 75 Mandato 2009-2013. Data da reunião extraordinária: 12-07-2012 Local da reunião: Sala das reuniões da Câmara Municipal de Santarém

ATA N.º 75 Mandato 2009-2013. Data da reunião extraordinária: 12-07-2012 Local da reunião: Sala das reuniões da Câmara Municipal de Santarém REUNIÃO DO EXECUTIVO MANDATO 2009-2013 DE 12-07-2012 83 Data da reunião extraordinária: 12-07-2012 Local da reunião: Sala das reuniões da Câmara Municipal de Santarém Início da reunião: 09:10 horas Términus

Leia mais

Município de Vieira do Minho

Município de Vieira do Minho CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE VIEIRA DO MINHO REGIMENTO INTERNO A lei nº 159/99, de 14 de Setembro estabelece no seu artigo19º, nº 2, alínea b), a competência dos órgãos municipais para criar os conselhos

Leia mais

MAPA DE PESSOAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE CARNIDE - Ano 2014 Nos termos da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro

MAPA DE PESSOAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE CARNIDE - Ano 2014 Nos termos da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro MAPA DE PESSOAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE CARNIDE - Ano 204 Nos termos da Lei n.º 2-A/2008, de 27 de Fevereiro SECÇÃO DE APOIO E DE COORDENAÇÃO GERAL (Capitulo III do Regulamento da Organização dos Serviços)

Leia mais

ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA VINTE NOVE

ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA VINTE NOVE Acta n.º 15 ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA VINTE NOVE DE JULHO DE DOIS MIL E QUINZE. ------- Aos vinte nove dias de mês de Julho do ano de dois mil e quinze, na Sala de Sessões da Câmara Municipal

Leia mais

MAPA DE PESSOAL. Gabinete de Apoio ao Presidente. Gabinete de Fiscalização Sanitária

MAPA DE PESSOAL. Gabinete de Apoio ao Presidente. Gabinete de Fiscalização Sanitária Preenchidos A preencher Preenchidos Gabinete de Apoio ao Presidente Coordenar e executar todas as atividades inerentes à assessoria, secretariados, protocolos da Presidência e assegurar a interligação

Leia mais

Projecto Integrado da Baixa da Banheira

Projecto Integrado da Baixa da Banheira Projecto Integrado da Baixa da Banheira 1. INTRODUÇÃO O Projecto Integrado da Baixa da Banheira nasce de uma parceria entre a Câmara Municipal da Moita e o ICE tendo em vista induzir as Associações da

Leia mais

Junta de Freguesia de Carnaxide www.jf-carnaxide.pt

Junta de Freguesia de Carnaxide www.jf-carnaxide.pt UNIVERSIDADE SÉNIOR DE CARNAXIDE - APRENDIZAGEM E LAZER ARTIGO 1º Aspectos Gerais REGULAMENTO 1- A Universidade Sénior de Carnaxide - Aprendizagem e Lazer, adiante designada por USCAL, tem por objectivo

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCABIDECHE ESCOLA BÁSICA 2,3 DE ALCABIDECHE Sede

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCABIDECHE ESCOLA BÁSICA 2,3 DE ALCABIDECHE Sede AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCABIDECHE ESCOLA BÁSICA 2,3 DE ALCABIDECHE Sede 1. Identificação DEPARTAMENTO: Pré-Escolar PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES - PROPOSTA DE ACTIVIDADES ANO LECTIVO - 2010 / 2011 Coordenador(a):

Leia mais

MUNICÍPIO DE ALCANENA

MUNICÍPIO DE ALCANENA REUNIÃO Nº 06 DATA 17.03.2014 AGENDA PERIODO ANTES DA ORDEM DO DIA. Pelas, a Excelentíssima Senhora Presidente fixou o período Antes da Ordem do Dia, com a duração máxima de sessenta minutos, para tratamento

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA. --- DATA DA REUNIÃO: Dezassete de julho de dois mil e doze. --------------------------

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA. --- DATA DA REUNIÃO: Dezassete de julho de dois mil e doze. -------------------------- REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA AT A N º 18/2012 - JULHO --- DATA DA REUNIÃO: Dezassete de julho de dois mil e doze. -------------------------- --- LOCAL DA REUNIÃO: Sala das

Leia mais

V Fórum Rede Portuguesa de Cidades Saudáveis. As Desigualdades em Saúde e o Planeamento Saudável. Montijo 14 de Novembro de 2014

V Fórum Rede Portuguesa de Cidades Saudáveis. As Desigualdades em Saúde e o Planeamento Saudável. Montijo 14 de Novembro de 2014 V Fórum Rede Portuguesa de Cidades Saudáveis As Desigualdades em Saúde e o Planeamento Saudável Montijo 14 de Novembro de 2014 1. Saudação Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal do Montijo Exmo. Sr.

Leia mais

Projeto Pedagógico e de Animação

Projeto Pedagógico e de Animação Projeto Pedagógico e de Animação 1 - Memória Descritiva 2 Identificação e Caracterização da Instituição Promotora 3 - Objetivos Gerais 4 - Objetivos Específicos 5 - Princípios educacionais 6 Metodologias

Leia mais

FREGUESIA DE VILARINHO SANTO TIRSO MANDATO 2014/2017. Grandes opções do plano de atividades e investimentos ANO 2014

FREGUESIA DE VILARINHO SANTO TIRSO MANDATO 2014/2017. Grandes opções do plano de atividades e investimentos ANO 2014 1 FREGUESIA DE VILARINHO SANTO TIRSO MANDATO 2014/2017 Grandes opções do plano de atividades e investimentos ANO 2014 2 ÍNDICE - INTRODUÇÃO 3 - AÇÃO SOCIAL E EMPREGO 3,4 - EDUCAÇÃO SAÚDE 4 CULTURA, DESPORTO

Leia mais