As rotas da pirataria

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "As rotas da pirataria"

Transcrição

1 Gazeta do Povo 23/03/2014 Caderno Vida e Cidadania CRIME DO TABACO As rotas da pirataria Num efeito cucaracha, quadrilhas mudam as estratégias e redefinem os caminhos do contrabando de cigarro conforme a geografia da fronteira e as operações das forças policiais no lado brasileiro 23/03/ :16 MAURI KÖNIG E DIEGO ANTONELLI A logística do contrabando de cigarro muda conforme a repressão policial e a geografia da fronteira do Brasil com o Paraguai. A partir de 2005, o governo brasileiro jogou luz sobre as rotas clandestinas nas adjacências de Foz do Iguaçu, ligada a Ciudad del Este pela Ponte Internacional da Amizade. Traficantes e contrabandistas buscaram os pontos obscuros da fronteira. Foi bom para os negócios. Eles encontraram uma área carente de controle nos 150 quilômetros do Lago de Itaipu e nos 1,3 mil quilômetros de fronteira seca com o Paraguai. No Paraná, a transposição se dá pelo Rio Paraná e pelo Lago de Itaipu, com a maior parte das caixas de cigarro seguindo em veículos pequenos pelas estradas vicinais que desviam os controles policiais na BR-277 até chegar aos depósitos em cidades ao longo da rodovia, onde carretas são abastecidas para seguir viagem. No Mato Grosso do Sul, as cargas entram em carretas pela fronteira seca. Uma variação é o transporte em barcos pelo Rio Paraná, muitas vezes contornando o Parque de Ilha Grande, para descarregar em cidades paranaenses e sul-matogrossenses que servem de entreposto. A usina hidrelétrica de Itaipu, empreendimento conjunto dos dois países, contribuiu de maneira involuntária para o fluxo ilegal de cigarros. Abaixo dela, 11 portos clandestinos se estendem nos 18 quilômetros do Rio Paraná até o final da fronteira entre os dois países. Acima, o problema é complexo. O lago formado pelo reservatório da hidrelétrica tem 180 quilômetros em linha reta de Foz do Iguaçu a Guaíra, de um extremo a outro da fronteira do Paraná com o Paraguai. Porém, as muitas reentrâncias do lago formam 1,35 mil quilômetros de margens. Nessa miríade de vãos encobertos por vegetação, portos de atraque se multiplicam às centenas de um lado e de outro da fronteira. O vaivém de embarcações é constante. A Polícia Federal (PF) patrulha dia e noite o Rio Paraná e as águas mansas do reservatório, mas o contrabando persiste.

2 Eles não têm burocracia, são muito rápidos e operam com celulares e radiocomunicadores, diz o policial Celso Calore, do Núcleo Especial de Polícia Marítima (Nepom), em Foz do Iguaçu. Ainda assim, o arsenal logístico dos contrabandistas tem sofrido baixas. Só o Nepom de Foz apreendeu 200 embarcações usadas pelos contrabandistas entre 2011 e Já o Nepom de Guaíra confiscou outros 300 barcos de janeiro de 2009 a junho de 2012, dos quais 90% usados para transportar cigarros e o restante para maconha e cocaína. Por causa da repressão policial, os contrabandistas mudaram o perfil das embarcações usadas na travessia do rio com contrabando. Trocaram barcos grandes por outros menores, uma forma de dar aos seus pilotos mais agilidade na hora da fuga e para diluir os prejuízos no caso de apreensão. De Guaíra (PR) a Ponta Porã (MS), os contrabandistas usam a Linha Internacional, uma estrada de chão ao longo dos 1,3 mil quilômetros da fronteira do Mato Grosso do Sul com o Paraguai. A falta de fiscalização permite o tráfego nos dois sentidos, tornando a via um território livre para o transporte de ilícitos. As pistas paralelas limitam a ação policial. Em caso de operação de repressão, basta transpor a fronteira e passar para o país vizinho. Ultrapassada a Linha Internacional, as cargas avançam Brasil adentro por diferentes rodovias sul-matogrossenses. Quadrilhas agem como empresas, com recursos até para pagar fiança O contrabando de cigarros do Paraguai para o Brasil funciona como uma empresa, com uma cadeia hierárquica de comando e a terceirização de alguns setores. A divisão de trabalho inclui um sistema de administração e regras, com um fundo de reserva para as perdas eventuais em apreensões e o pagamento de fiança dos funcionários pegos pela polícia. A contabilidade inclui ainda recursos para subornar servidores de diferentes escalões do Estado, uma rubrica necessária para um negócio que tem a corrupção como combustível. Em dois meses de trabalho de campo nos principais trechos da fronteira do Paraguai com os estados do Paraná e Mato Grosso do Sul, a reportagem da Gazeta do Povo constatou que as quadrilhas paraguaio-brasileiras atuam em parceria nos dois países. O contrabando de cigarro se caracteriza ainda pelo uso de tecnologia sofisticada, pela divisão funcional de atividades, cooptação de agentes públicos, poder de intimidação e conexão entre organizações similares. A estrutura é elaborada. A logística é aprimorada e parte dela, terceirizada. As quadrilhas têm muito dinheiro, estrutura sofisticada e muita gente trabalhando. No cume da pirâmide, os fabricantes fogem à responsabilidade alegando que apenas vendem o cigarro e o que acontece depois não é problema deles. Logo abaixo vêm

3 os operadores do contrabando, que negociam grandes volumes nas fábricas e fazem girar a roda do contrabando. Eles têm em seu staff equipes encarregadas da logística de distribuição, que inclui os retirantes, batedores de caixa, pilotos de barco, pilotos de carro, espiões, batedores e olheiros (ou bandeirinhas). A atribuição do retirante é buscar o cigarro na fábrica e levá-lo até a margem paraguaia do Rio Paraná, onde os batedores de caixa fazem a baldeação dos veículos para os barcos já atracados nos portos clandestinos. Dali, os pilotos das embarcações precisam driblar a fiscalização da Polícia Federal no rio e entregar a mercadoria aos batedores de caixa na margem brasileira, onde as cargas são baldeadas para os carros. Vencida essa etapa, é preciso passar pelas barreiras da Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas estradas do Paraná e do Mato Grosso do Sul. Entra em cena outra classe de operários da indústria do contrabando, contratados pela destreza ao volante. Eles vão conduzir os carros lotados de cigarro por estradas vicinais para contornar os postos de controle da PRF. São precedidos de batedores que seguem à frente com celulares e radiocomunicadores para informar sobre a fiscalização. Mais adiante, em outra cidade, outro motorista levará o carro por novos desvios. Olheiros ficam posicionados em locais estratégicos ao longo das rotas para avisar pelo celular ou pelo rádio sobre a presença da polícia. Os operários do contrabando são recrutados em meio a uma legião de desempregados, além de pescadores e agricultores que vivem em cidades às margens do Rio Paraná. Muitos até alugam suas casas ou barracões para armazenar o cigarro. No destino final, as cargas são armazenadas em casas ou barracões na periferia das grandes cidades, de onde são distribuídas para a venda no varejo em feiras, em pequenos comércios ou por ambulantes nas ruas. Obstáculos Rotas têm dois triângulos da fumaça onde o risco de apreensões é maior Existem duas principais zonas de risco para os contrabandistas. São onde as apreensões se concentram. A primeira está no Paraná e forma um triângulo entre Foz do Iguaçu, Guaíra e Cascavel. O cigarro passa pela faixa fronteiriça que se estende entre as duas primeiras cidades e desemboca em Cascavel, um entroncamento rodoviário que permite diluir as cargas por diferentes rotas. Dali em diante, os riscos de confisco das cargas vão se reduzindo à medida que o cigarro se aproxima dos maiores mercados consumidores, São Paulo e Rio de Janeiro. A segunda zona de risco também forma um triângulo, desta vez no Mato Grosso do Sul. As rotas de entrada vão de Mundo Novo a Porto Murtinho, até desembocar em Campo Grande. Nessa região se concentra o maior volume de apreensões no estado, com destaque para a cidade de Naviraí, perto da divisa com o Paraná.

4

5 Albari Rosa/ Gazeta do Transporte pelo Rio Paraná é uma das rotas mais usadas Esta reportagem foi produzida com apoio do Instituto Prensa y Sociedad, do Peru, com a colaboração dos jornalistas Martha Soto, do jornal El Tiempo, da Colômbia, e Ronny Rojas, do jornal La Nación, da Costa Rica. Fonte:

ASSUNTOS A SEREM ABORDADOS

ASSUNTOS A SEREM ABORDADOS 1 ASSUNTOS A SEREM ABORDADOS Área de atuação e atividades sob a responsabilidade da Delegacia da Receita Federal do Brasil em Foz do Iguaçu; Atividades de repressão desenvolvidas na jurisdição da Delegacia

Leia mais

Marinha do Brasil e Polícia Federal apreendem contrabando no Paraná

Marinha do Brasil e Polícia Federal apreendem contrabando no Paraná Marinha do Brasil e Polícia Federal apreendem contrabando no Paraná Nesta segunda-feira (27 de julho), uma ação conjunta da Marinha do Brasil e Polícia Federal realizou a apreensão de contrabando e duas

Leia mais

Gazeta do Povo 23/03/2014. Caderno Vida e Cidadania

Gazeta do Povo 23/03/2014. Caderno Vida e Cidadania Gazeta do Povo 23/03/2014 Caderno Vida e Cidadania CRIME DO TABACO O berço dos patrões Notabilizada pelo tráfico de drogas e todo tipo de contrabando, a Tríplice Fronteira foi escolhida pela indústria

Leia mais

Desafios atuais no Combate a Infrações de Propriedade Industrial

Desafios atuais no Combate a Infrações de Propriedade Industrial 16 Série Aperfeiçoamento de Magistrados 3 Desafios atuais no Combate a Infrações de Propriedade Industrial Alberto Republicano de Macedo Junior Juiz de Direito da 1ª à 5ª Varas Cíveis - Niterói Em 17 de

Leia mais

OPERAÇÃO CARNAVAL 2011 BOLETIM FINAL

OPERAÇÃO CARNAVAL 2011 BOLETIM FINAL 1 OPERAÇÃO CARNAVAL 211 BOLETIM FINAL Referência: De 4/3/211 - h a 9/3/211-23h59. 4/3 5/3 6/3 7/3 8/3 9/3 15 ACIDENTES 62 1 962 146 5 611 41 534 62 ACUMULADO 4.165 ( + 28,7%) FERIDOS 289 6 4 2 394 555

Leia mais

O Crack na Fronteira Brasileira

O Crack na Fronteira Brasileira O Crack na Fronteira Brasileira Brasília, setembro de 2013 2 O Crack nos Municípios brasileiros Observatório do crack nos Municípios de Fronteira O Observatório do crack após lançar seu terceiro estudo

Leia mais

DROGAS: legalizar ou não? Um grande desafio! RESUMO

DROGAS: legalizar ou não? Um grande desafio! RESUMO 40 DROGAS: legalizar ou não? Um grande desafio! Eduardo Barcaro Carnavali RESUMO O presente artigo tem o intuito de explanar acerca da discussão de um tema cujo debate é extremamente urgente e importante,

Leia mais

Tendo como referência as informações apresentados no texto acima, julgue o item que se segue.

Tendo como referência as informações apresentados no texto acima, julgue o item que se segue. COMENTÁRIO PROA POLICIA EDERAL 2009 COMENTÁRIO GERAL A prova foi bem fácil para o aluno que estudou. A CESPE continuou impecável, abordando todos os assuntos do edital. Existe apenas uma questão cujo gabarito

Leia mais

ESPECIAL DIA MUNDIAL SEM TABACO 2015 CQCT ARTIGO 15 ELIMINAR O COMÉRCIO ILÍCITO DE PRODUTOS DE TABACO

ESPECIAL DIA MUNDIAL SEM TABACO 2015 CQCT ARTIGO 15 ELIMINAR O COMÉRCIO ILÍCITO DE PRODUTOS DE TABACO Nº 8 - MAIO/2015 ESPECIAL DIA MUNDIAL SEM TABACO 2015 CQCT ARTIGO 15 ELIMINAR O COMÉRCIO ILÍCITO DE PRODUTOS DE TABACO O mercado ilegal de tabaco domina dez por cento dos cigarros consumidos mundialmente,

Leia mais

Incidentes no PARANÁ

Incidentes no PARANÁ Gestão dos Óleos Lubrificante Usados ou Contaminados Incidentes no PARANÁ Março/2015 Foto: Defesa Civil Uso de OLUC para acobertar tráfico de drogas Capanema/PR Foto: PF/Divulgação 2 Uso de OLUC para acobertar

Leia mais

CRIMINALIDADE NA FRONTEIRA BRASIL/PARAGUAI: REDES GEOGRÁFICAS ILEGAIS DE DROGAS ILÍCITAS

CRIMINALIDADE NA FRONTEIRA BRASIL/PARAGUAI: REDES GEOGRÁFICAS ILEGAIS DE DROGAS ILÍCITAS CRIMINALIDADE NA FRONTEIRA BRASIL/PARAGUAI: REDES GEOGRÁFICAS ILEGAIS DE DROGAS ILÍCITAS Vanderleia Gemelli 1 Edson Belo Clemente de Souza 2 Eixo temático: POLÍTICAS DO ESTADO NA FRONTEIRA RESUMO: O presente

Leia mais

Febem apura se maus tratos a internos provocaram rebeliões

Febem apura se maus tratos a internos provocaram rebeliões Clipping produzido pelo Instituto de Políticas Públicas de Segurança da Fundação Santo André INSEFUSA 07/04/2006 Febem apura se maus tratos a internos provocaram rebeliões Diário de São Paulo/Agora São

Leia mais

MANILA Uma disputa por negócios no extremo oriente para 3 a 5 jogadores acima de 10 anos

MANILA Uma disputa por negócios no extremo oriente para 3 a 5 jogadores acima de 10 anos MANILA Uma disputa por negócios no extremo oriente para 3 a 5 jogadores acima de 10 anos Estamos em 1821 e há 250 anos as Ilhas Filipinas estão sob o controle da Coroa Espanhola. Entretanto, na verdade,

Leia mais

Assessoria de Comunicação & Marketing Assessoria de Imprensa e Divulgação

Assessoria de Comunicação & Marketing Assessoria de Imprensa e Divulgação Assessoria de Comunicação & Marketing Assessoria de Imprensa e Divulgação Monitoramento das Notícias da UNISUL Dia 28 de novembro de 2011 JORNAIS Vestibular de Verão Diário Catarinense Moda Diário Catarinense

Leia mais

3,45 milhões de veículos devem trafegar pelas rodovias administradas pelo Grupo CCR durante o feriado de Finados

3,45 milhões de veículos devem trafegar pelas rodovias administradas pelo Grupo CCR durante o feriado de Finados 3,45 milhões de veículos devem trafegar pelas rodovias administradas pelo Grupo CCR durante o feriado de Finados Concessionárias da CCR nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Mato Grosso do

Leia mais

Cadernos da Escola de Comunicação

Cadernos da Escola de Comunicação Polícia Federal e a percepção do crime organizado, tráfico de drogas e sua relação com a mídia: análise a partir de uma pesquisa qualitativa Andrea Moraes Elisana Fuckner Felipe Harmata Marinho RESUMO

Leia mais

Reaproveitamento de Máquinas Caça-Níqueis

Reaproveitamento de Máquinas Caça-Níqueis Reaproveitamento de Máquinas Caça-Níqueis Gustavo Rissetti 1 1 Acadêmico do Curso de Ciência da Computação Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) rissetti@inf.ufsm.br Resumo. Este artigo trata sobre

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA I.Título do Projeto:

TERMO DE REFERÊNCIA I.Título do Projeto: TERMO DE REFERÊNCIA I.Título do Projeto: INTERLIGAÇÃO DAS HIDROVIAS TIETÊ-PARANÁ E PARANÁ-PRATA COM A TRANSPOSIÇÃO DA REPRESA DE ITAIPU, MEDIANTE A CONSTRUÇÃO DE PORTOS INTERMODAIS E ESTRUTURAS COMPLEMENTARES

Leia mais

P a n o r a m a dos insetos pragas das culturas de soja, milho e algodão na Defesa Sanitária Vegetal para Mato Grosso do Sul

P a n o r a m a dos insetos pragas das culturas de soja, milho e algodão na Defesa Sanitária Vegetal para Mato Grosso do Sul P a n o r a m a dos insetos pragas das culturas de soja, milho e algodão na Defesa Sanitária Vegetal para Mato Grosso do Sul PAULO E. DEGRANDE Universidade Federal da Grande Dourados O CONVITE versus FALAR

Leia mais

Atividade de risco de vida INSEGURANÇA

Atividade de risco de vida INSEGURANÇA Atividade de risco de vida INSEGURANÇA A insegurança da população brasileira está se tornando insuportável, com o aumento da criminalidade em todas as camadas da sociedade, e a sensação de impunidade dos

Leia mais

GERENCIAMENTO DE VEÍCULOS

GERENCIAMENTO DE VEÍCULOS 1. OBJETIVO Estabelecer o procedimento padrão a ser implementado na Irapuru Transportes Ltda quanto ao gerenciamento (solicitação e programação) de veículos (carretas e cavalos) da frota própria bem como

Leia mais

PROPOSTA DE ARRANJO PRODUTIVO LOCAL (APL)

PROPOSTA DE ARRANJO PRODUTIVO LOCAL (APL) PROPOSTA DE ARRANJO PRODUTIVO LOCAL (APL) ESTRADA PARQUE PATANTANAL (EPP) MS CARACTERIZAÇÃO ESTRADA PARQUE PANTANAL (EPP) Com 120 quilômetros, a Estrada Parque Pantanal diferencia-se de uma estrada convencional

Leia mais

Traçando os caminhos

Traçando os caminhos A UU L AL A Traçando os caminhos Hoje vamos aprender a traçar o caminho entre dois lugares. Já sabemos como encontrar no mapa um lugar que procuramos. Agora, é preciso decidir qual a melhor maneira de

Leia mais

Sustentabilidade do uso e ocupação do solo em áreas metropolitanas: expansão residencial em áreas de proteção de mananciais ou risco ambiental

Sustentabilidade do uso e ocupação do solo em áreas metropolitanas: expansão residencial em áreas de proteção de mananciais ou risco ambiental Sustentabilidade do uso e ocupação do solo em áreas metropolitanas: expansão residencial em áreas de proteção de mananciais ou risco ambiental Favelas O nome favela revela o cotidiano de milhares de brasileiros

Leia mais

Qual o objetivo do Programa de Monitoramento de Atropelamento de Fauna?

Qual o objetivo do Programa de Monitoramento de Atropelamento de Fauna? Bióloga explica monitoramento de animais atropelados na BR 262/MS Desde junho, número de atropelamentos chega a quase 200. Entre os registros há espécies ameaçadas de extinção Só em setembro, 42 animais

Leia mais

105S - Adequação de Trecho Rodoviário - Divisa SE/BA - Entroncamento BR-324 - na BR-101 - no Estado da Bahia

105S - Adequação de Trecho Rodoviário - Divisa SE/BA - Entroncamento BR-324 - na BR-101 - no Estado da Bahia Programa 2075 - Transporte Rodoviário Número de Ações 227 105S - Adequação de Trecho Rodoviário - Divisa SE/BA - Entroncamento BR-324 - na BR-101 - no Estado da Bahia UO: 39252 - Departamento Nacional

Leia mais

TRÁFICO INTERNACIONAL DE DROGAS

TRÁFICO INTERNACIONAL DE DROGAS TRÁFICO INTERNACIONAL DE DROGAS (enfrentamento, cooperação e esforços os regionais) LUIZ PONTEL DE SOUZA Delegado de Polícia Federal Adido Policial em Portugal SUMÁRIO Situação das drogas ilícitas no Brasil

Leia mais

39ª Reunião Ordinária da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Tabaco

39ª Reunião Ordinária da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Tabaco 39ª Reunião Ordinária da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Tabaco Grupo Temático do Mercado Ilegal Breve Análise do Protocolo para Eliminação do Mercado Ilegal de Cigarros (COP5) Rafael S. Bosi Ribeiro

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2015 (Do Sr. JEFFERSON CAMPOS) O Congresso Nacional decreta:

PROJETO DE LEI Nº, DE 2015 (Do Sr. JEFFERSON CAMPOS) O Congresso Nacional decreta: 1 PROJETO DE LEI Nº, DE 2015 (Do Sr. JEFFERSON CAMPOS) Dispõe sobre as cabines de cobrança automática de pedágio. O Congresso Nacional decreta: Art. 1º Esta Lei dispõe sobre as cabines de cobrança automática

Leia mais

A Centre Collaborating with UNEP COMO IDENTIFICAR CRIMES AMBIENTAIS AMÉRICA LATINA

A Centre Collaborating with UNEP COMO IDENTIFICAR CRIMES AMBIENTAIS AMÉRICA LATINA A Centre Collaborating with UNEP COMO IDENTIFICAR CRIMES AMBIENTAIS AMÉRICA LATINA 1 2 COMO IDENTIFICAR CRIMES AMBIENTAIS AMÉRICA LATINA A Centre Collaborating with UNEP 3 DAS FLORESTAS ÀS LOJAS É muito

Leia mais

O CIRCUITO SACOLEIRO E AS SUAS CONFIGURAÇÕES: CONFLITOS E RESISTÊNCIAS NAS TRÊS FRONTEIRAS.

O CIRCUITO SACOLEIRO E AS SUAS CONFIGURAÇÕES: CONFLITOS E RESISTÊNCIAS NAS TRÊS FRONTEIRAS. O CIRCUITO SACOLEIRO E AS SUAS CONFIGURAÇÕES: CONFLITOS E RESISTÊNCIAS NAS TRÊS FRONTEIRAS. Eric Gustavo Cardin 1 As práticas dos trabalhadores pertencentes ao circuito sacoleiro não são estáveis ou perenes.

Leia mais

FÍSICA I LISTA 5 DIVERSOS EXERCÍCIOS GABARITO Orientação para V2 e VS 1. Um ônibus passa pelo km 30 de uma rodovia às 6 h, e às 9 h 30 min passa

FÍSICA I LISTA 5 DIVERSOS EXERCÍCIOS GABARITO Orientação para V2 e VS 1. Um ônibus passa pelo km 30 de uma rodovia às 6 h, e às 9 h 30 min passa FÍSICA I LISTA 5 DIVERSOS EXERCÍCIOS GABARITO Orientação para V2 e VS. Um ônibus passa pelo km 30 de uma rodovia às 6 h, e às 9 h 30 min passa pelo km 240. Determine: a) a velocidade escalar média desenvolvida

Leia mais

ppt_monumentos_catarat_7quedas_pafonso_vggrande COMPARANDO QUATRO DOS MAIORES MONUMENTOS FLUVIAIS NOS RIOS IGUAÇU, PARANÁ, SÃO FRANCISCO E XINGU

ppt_monumentos_catarat_7quedas_pafonso_vggrande COMPARANDO QUATRO DOS MAIORES MONUMENTOS FLUVIAIS NOS RIOS IGUAÇU, PARANÁ, SÃO FRANCISCO E XINGU ppt_monumentos_catarat_7quedas_pafonso_vggrande COMPARANDO QUATRO DOS MAIORES MONUMENTOS FLUVIAIS NOS RIOS IGUAÇU, PARANÁ, SÃO FRANCISCO E XINGU 1. O médio rio Iguaçu abre as numerosas cataratas ao cair

Leia mais

Sonhos. Castelo de. reportagem

Sonhos. Castelo de. reportagem Na divisa entre Mato Grosso e Pará, redes criminosas fazem tráfico de adolescentes para serem exploradas em prostíbulos ao longo da BR-163. por Marques Casara e Tatiana Cardeal Castelo de Sonhos Outdoor

Leia mais

TITULO. Fronteira Brasil Paraguai e a exploração da força de trabalho de adolescentes como mulas na rota de tráfico internacional do Paraná

TITULO. Fronteira Brasil Paraguai e a exploração da força de trabalho de adolescentes como mulas na rota de tráfico internacional do Paraná 1 Grupo de trabalho I TITULO Fronteira Brasil Paraguai e a exploração da força de trabalho de adolescentes como mulas na rota de tráfico internacional do Paraná Dra. Andréa Pires Rocha, Doutora em Serviço

Leia mais

Resultados Institucionais

Resultados Institucionais Coordenação-Geral de Operações Coordenadoria de Gestão Estratégica Resultados Institucionais TRÂNSITO Fonte: Relatório Operacional Diário ROD/PRF; Lei nº 12.546/2012; e RFB. MULTAS Atuação Punitivo-Pedagógica

Leia mais

TRANSFORMAÇÃO E CONSTRUÇÃO DO ESPAÇO E DO TERRITÓRIO BRASILEIRO LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA DO BRASIL

TRANSFORMAÇÃO E CONSTRUÇÃO DO ESPAÇO E DO TERRITÓRIO BRASILEIRO LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA DO BRASIL TRANSFORMAÇÃO E CONSTRUÇÃO DO ESPAÇO E DO TERRITÓRIO BRASILEIRO LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA DO BRASIL O Brasil é um país que integra a América do Sul e apresenta extensão territorial de 8.514.876 Km². É o quinto

Leia mais

As transformações do relevo e as bacias hidrográficas.

As transformações do relevo e as bacias hidrográficas. As transformações do relevo e as bacias hidrográficas. Conteúdos do 3º bimestre para o 1º Ano do Ensino Médio na disciplina de Geografia, de acordo com o currículo mínimo estabelecido pela SEEDUC / RJ

Leia mais

FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES

FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES 1 FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES Londrina (PR) 2009 Caro cidadão londrinense: 2 Londrina quer um trânsito mais seguro. E convida você para entrar nesta campanha. Esta cartilha traz informações sobre como

Leia mais

Série Fronteiras : A visão do Jornal Nacional sobre as fronteiras Brasileiras

Série Fronteiras : A visão do Jornal Nacional sobre as fronteiras Brasileiras Série Fronteiras : A visão do Jornal Nacional sobre as fronteiras Brasileiras Anelise Schütz Dias, Gregório Mascarenhas, Ada Cristina Machado Silveira Série Fronteiras Série Fronteiras : a visão do Jornal

Leia mais

SUBCOMISSÃO PERMANENTE DA AMAZÔNIA E DA FAIXA DE FRONTEIRA 1º PAINEL

SUBCOMISSÃO PERMANENTE DA AMAZÔNIA E DA FAIXA DE FRONTEIRA 1º PAINEL SUBCOMISSÃO PERMANENTE DA AMAZÔNIA E DA FAIXA DE FRONTEIRA RELATÓRIO: TEMA I FRONTEIRAS E SEGURANÇA NACIONAL 1º PAINEL Realizado no dia 24 de maio de 2011, pela Subcomissão Permanente da Amazônia e da

Leia mais

João Paulo Koslovski Presidente

João Paulo Koslovski Presidente Curitiba, Junho de 2015 C onsiderando que o alto valor das tarifas de pedágio praticadas no chamado Anel de Integração no Paraná penaliza o setor produtivo paranaense e compromete a competitividade do

Leia mais

Hidrografia - Brasil. Professora: Jordana Costa

Hidrografia - Brasil. Professora: Jordana Costa Hidrografia - Brasil Professora: Jordana Costa As reservas brasileiras de água doce O Brasil é um país privilegiado em relação a disponibilidade de água; Possui cerca de 12% de água doce do planeta em

Leia mais

SUBCOMISSÃO DOS CAMINHONEIROS DESAPARECIDOS

SUBCOMISSÃO DOS CAMINHONEIROS DESAPARECIDOS SUBCOMISSÃO DOS CAMINHONEIROS DESAPARECIDOS A Subcomissão dos Caminhoneiros Desaparecidos já teve papel importante na década de 1990 quando mobilizou à sociedade rio-grandense na busca de caminhoneiros

Leia mais

1 - Projetos de Investimentos. a) Terceira faixa na serra

1 - Projetos de Investimentos. a) Terceira faixa na serra 1 - Projetos de Investimentos a) Terceira faixa na serra A Serra de Teresópolis receberá a terceira faixa de rolamento em 12 de seus 14 quilômetros. O projeto, previsto no contrato de concessão, foi liberado

Leia mais

Pesquisa que aprimorou sistema de vigilância global em tabagismo confere ao Brasil prêmio internacional

Pesquisa que aprimorou sistema de vigilância global em tabagismo confere ao Brasil prêmio internacional Nº 4 MARÇO/2015 DESTAQUES Pesquisa que aprimorou sistema de vigilância global em tabagismo confere ao Brasil prêmio internacional Uma pesquisa realizada em 2008, pioneira nas Américas, que ajudou a aprimorar

Leia mais

Guria Informação & Sistemas

Guria Informação & Sistemas Zero Hora (RS) Projeto tenta prevenir acidentes com caminhões Será lançado em setembro o projeto DM - Vida Urgente na Estrada, uma parceria da Fundação Thiago de Moraes Gonzaga e da DM Internacional, líder

Leia mais

(GIANSANTI, Roberto. O desafio do desenvolvimento sustentável. São Paulo: Atual, 1998. p. 13.)

(GIANSANTI, Roberto. O desafio do desenvolvimento sustentável. São Paulo: Atual, 1998. p. 13.) PROCESSO SELETIVO/2006 1 O DIA GAB. 1 25 GEOGRAFIA QUESTÕES DE 41 A 50 41. Leia o trecho abaixo: Considera-se, em economia, o desenvolvimento sustentável como a capacidade de as sociedades sustentarem-se

Leia mais

TRABALHO DE CAMPO NA USINA HIDRELÉTRICA DE ITAIPU E CATARATAS DO IGUAÇU, EM FOZ DO IGUAÇU-PR DIAS, Baltazar Sobrinho. PARUSSI, Jânio.

TRABALHO DE CAMPO NA USINA HIDRELÉTRICA DE ITAIPU E CATARATAS DO IGUAÇU, EM FOZ DO IGUAÇU-PR DIAS, Baltazar Sobrinho. PARUSSI, Jânio. TRABALHO DE CAMPO NA USINA HIDRELÉTRICA DE ITAIPU E CATARATAS DO IGUAÇU, EM FOZ DO IGUAÇU-PR DIAS, Baltazar Sobrinho. PARUSSI, Jânio. RESUMO: Este texto trata a respeito do trabalho de campo na Usina Hidrelétrica

Leia mais

VII Curso de Extensão em Defesa Nacional / UFMS. A segurança das áreas de fronteira Brasileira. Campo Grande - MS, 05 a 07 de junho de 2013

VII Curso de Extensão em Defesa Nacional / UFMS. A segurança das áreas de fronteira Brasileira. Campo Grande - MS, 05 a 07 de junho de 2013 SECRETARIA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA VII Curso de Extensão em Defesa Nacional / UFMS A segurança das áreas de fronteira Brasileira Campo Grande - MS, 05 a 07 de junho de 2013 Fronteira, aqui começa

Leia mais

Transporte fluvial Mobilidade com Desenvolvimento Turístico Urbano e Inclusão Social

Transporte fluvial Mobilidade com Desenvolvimento Turístico Urbano e Inclusão Social Transporte fluvial Mobilidade com Desenvolvimento Turístico Urbano e Inclusão Social O Rio Capibaribe já foi navegável e suas águas limpas serviam para banhos medicinais. Ele serviu de escoamento para

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis

Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis ENCONTRE-SE NA UNILA! 1. Alojamentos A UNILA oferece auxílio moradia em três modalidades (quartos duplos em alojamento em diferentes prédios administrados por terceiros, Moradia Estudantil própria, ou

Leia mais

Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas

Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas Capítulo I Disposições Gerais Artigo 1 A Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas tem por finalidade estabelecer princípios, diretrizes

Leia mais

PRONUNCIAMENTO SOBRE LOGÍSTICA DE TRANSPORTES

PRONUNCIAMENTO SOBRE LOGÍSTICA DE TRANSPORTES PRONUNCIAMENTO SOBRE LOGÍSTICA DE TRANSPORTES Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Senadores, Amigos que nos assistem e nos ouvem pela Rádio Senado e pela TV Senado Há poucos dias, um fato foi amplamente

Leia mais

PIRATAS, PORTOS E PISTOLAS - A CONTRAFAÇÃO DA MARCA SMITH & WESSON NO BRASIL *

PIRATAS, PORTOS E PISTOLAS - A CONTRAFAÇÃO DA MARCA SMITH & WESSON NO BRASIL * PIRATAS, PORTOS E PISTOLAS - A CONTRAFAÇÃO DA MARCA SMITH & WESSON NO BRASIL * Denis Allan Daniel ** Combater o fluxo de mercadorias pirateadas no Brasil não é tarefa fácil. O território brasileiro cobre

Leia mais

Pesquisa Rodoviária CNT 2002. Relatório Gerencial

Pesquisa Rodoviária CNT 2002. Relatório Gerencial Pesquisa Rodoviária CNT 2002 Relatório Gerencial APRESENTAÇÃO A Pesquisa Rodoviária CNT que este ano entra em sua sétima edição é o mais importante balizador da sociedade brasileira para planejar, investir,

Leia mais

ATENÇÃO: O RELATÓRIO ESTÁ SOB EMBARGO INTERNACIONAL. QUALQUER DADO SÓ PODERÁ SER PUBLICADO DIA 26/6 A PARTIR DE 10H30 HORA BRASÍLIA

ATENÇÃO: O RELATÓRIO ESTÁ SOB EMBARGO INTERNACIONAL. QUALQUER DADO SÓ PODERÁ SER PUBLICADO DIA 26/6 A PARTIR DE 10H30 HORA BRASÍLIA 1 ATENÇÃO: O RELATÓRIO ESTÁ SOB EMBARGO INTERNACIONAL. QUALQUER DADO SÓ PODERÁ SER PUBLICADO DIA 26/6 A PARTIR DE 10H30 HORA BRASÍLIA O Brasil no Relatório Mundial de Drogas 2007 TENDÊNCIAS DO MERCADO

Leia mais

QUESTAO ENVOLVENDO RACIOCINIO DIRETO OBSERVE QUE APENAS AS PLACAS I-III e V deve-se verificar a informação ALTERNATIVA D

QUESTAO ENVOLVENDO RACIOCINIO DIRETO OBSERVE QUE APENAS AS PLACAS I-III e V deve-se verificar a informação ALTERNATIVA D 11. Em um posto de fiscalização da PRF, cinco veículos foram abordados por estarem com alguns caracteres das placas de identificação cobertos por uma tinta que não permitia o reconhecimento, como ilustradas

Leia mais

O Contexto da MP 320 Portos Secos

O Contexto da MP 320 Portos Secos O Contexto da MP 320 Portos Secos Não há dúvidas de que o sistema aduaneiro brasileiro carece de aprimoramentos profundos e urgentes, sobretudo no que se refere à sua capacidade operacional de promover

Leia mais

Categoria: Construção de Ferrovia

Categoria: Construção de Ferrovia Projeto 015 : Construção do contorno ferroviário de São Francisco do Sul E2 Ferroviária LOCALIZAÇÃO: São Francisco do Sul - SC INTERVENÇÃO: Construção Categoria: Construção de Ferrovia EXTENSÃO/QUANTIDADE/VOLUME:

Leia mais

Figura 3.4.0. Perceba a conta que você fez, pra saber a diferença de velocidade entre eles calculamos, ou seja:

Figura 3.4.0. Perceba a conta que você fez, pra saber a diferença de velocidade entre eles calculamos, ou seja: Movimento Relativo MOVIMENTO RELATIVO A velocidade relativa é um conceito cai bastante nas objetivas, então fica ligado! Ela trata estudar as relações de como um corpo, em movimento ou não, vê o outro

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BENEFÍCIOS DE ASSISTÊNCIA 24H DA SOMATTO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BENEFÍCIOS DE ASSISTÊNCIA 24H DA SOMATTO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BENEFÍCIOS DE ASSISTÊNCIA 24H DA SOMATTO ÂMBITO TERRITORIAL Os serviços de assistência serão prestados ao associado, em todo Território Brasileiro, conforme limitações estipuladas

Leia mais

Prova 3 Geografia QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE GEOGRAFIA. QUESTÕES OBJETIVAS GABARITO 3

Prova 3 Geografia QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE GEOGRAFIA. QUESTÕES OBJETIVAS GABARITO 3 Prova 3 QUESTÕES OBJETIVAS QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE GEOGRAFIA. UEM Comissão Central do Vestibular Unificado GEOGRAFIA 01 Sobre as rochas que compõem

Leia mais

Sitrovel realiza amistoso entre empresas

Sitrovel realiza amistoso entre empresas Sitrovel realiza amistoso entre empresas Desta vez foram os trabalhadores das empresas Engelétrica Ambiental e Agremix (Página 7) Ano inicia com intensas atividades sindicais Leia no Editorial (Página

Leia mais

Índice de mortes no Carnaval é o menor em dez anos

Índice de mortes no Carnaval é o menor em dez anos Índice de mortes no Carnaval é o menor em dez anos Brasília, 14 de fevereiro 2013 A Polícia Rodoviária Federal registrou queda nas estatísticas do Carnaval nos 70 mil quilômetros de rodovias federais brasileiras.

Leia mais

N O V E E S C O L H A S

N O V E E S C O L H A S comissão turismo Brasil Sul NOVE ESCOLHAS Nove escolhas. Um destino encantador em cada roteiro no sul do Brasil. Escolha um mar azul, um cânion, uma cidade de outro tempo ou as capitais mais modernas da

Leia mais

Clipping FENTECT CORREIOS - BRASIL. BEM PÚBLICO Correios divulgam resultado de concurso

Clipping FENTECT CORREIOS - BRASIL. BEM PÚBLICO Correios divulgam resultado de concurso Página 1 CORREIOS - BRASIL BEM PÚBLICO Correios divulgam resultado de concurso Os Correios divulgaram nesta terça-feira (5) o resultado das provas objetivas para 9.190 vagas de emprego oferecidas pelo

Leia mais

Rinaldo de Fernandes ROMEU NA ESTRADA. Romance

Rinaldo de Fernandes ROMEU NA ESTRADA. Romance ROMEU NA ESTRADA Rinaldo de Fernandes ROMEU NA ESTRADA Romance Copyright Rinaldo de Fernandes Direitos cedidos para esta edição à Editora Garamond Ltda. Rua Candido de Oliveira, 43/Sala 101 - Rio Comprido

Leia mais

balanço 1Oº março >> junho 2014 A gente FAZ um brasil de oportunidades

balanço 1Oº março >> junho 2014 A gente FAZ um brasil de oportunidades balanço 1Oº março >> junho 2014 A gente FAZ um brasil de oportunidades Metrô de Salvador Linha 1 Trecho Lapa - Acesso Norte Salvador BA apresentação O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) completa

Leia mais

TRATAMENTO DAS TRAVESSIAS RODOVIÁRIAS EM ÁREAS URBANAS

TRATAMENTO DAS TRAVESSIAS RODOVIÁRIAS EM ÁREAS URBANAS TRATAMENTO DAS TRAVESSIAS % RODOVIÁRIAS EM ÁREAS URBANAS AS COMUNIDADES LOCALIZADAS ÀS MARGENS DE RODOVIAS FREQÜENTEMENTE SE DEPARAM COM SITUAÇÕES NAS QUAIS OS CONFLITOS DE TRÁFEGO SE TORNAM CRÍTICOS.

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO COM REDAÇÃO FINAL

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO COM REDAÇÃO FINAL CÂMARA DOS DEPUTADOS DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO TRANSCRIÇÃO IPSIS VERBIS CPI TRÁFICO DE ARMAS EVENTO: Audiência Pública/Reunião N : 838/2006

Leia mais

A PASSAGEM DAS ÁGUAS A HISTÓRIA DA FAMÍLIA DE ZÉ DE PEDRO E MARIA DO CARMO

A PASSAGEM DAS ÁGUAS A HISTÓRIA DA FAMÍLIA DE ZÉ DE PEDRO E MARIA DO CARMO A PASSAGEM DAS ÁGUAS A HISTÓRIA DA FAMÍLIA DE ZÉ DE PEDRO E MARIA DO CARMO Adriana Galvão Freire, Bióloga, Mestre em Administração Rural, Assessora Técnica da Assessoria e Serviços a Projetos em Agricultura

Leia mais

Drogas, Violência e Estado de Exceção o caso da proibição da Marcha da Maconha Brasil,

Drogas, Violência e Estado de Exceção o caso da proibição da Marcha da Maconha Brasil, Drogas, Violência e Estado de Exceção o caso da proibição da Marcha da Maconha Brasil, Solidarizo-me com o grupo organizador Coletivo Marcha da Maconha Brasil e os congratulo pela iniciativa da realização

Leia mais

O LAVA JATO MACABRO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA

O LAVA JATO MACABRO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA O LAVA JATO MACABRO Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA Rua alameda dom Pedro II n 718 Venda da cruz São Gonçalo. e-mail:jfigueiredo759@gmail.com TEL: (21)92303033 EXT.LAGE DA CASA.DIA Renam está sentado na

Leia mais

O poderio norte-americano

O poderio norte-americano A U A UL LA Acesse: http://fuvestibular.com.br/ O poderio norte-americano Nesta aula vamos estudar os Estados Uni- dos da América, a mais importante economia nacional do planeta, e o Canadá, seu vizinho,

Leia mais

Eduardo Stranz Mariana Boff Barreto Rosângela Ribeiro Virna Limongi

Eduardo Stranz Mariana Boff Barreto Rosângela Ribeiro Virna Limongi O Crack na Fronteira Brasileira Eduardo Stranz Mariana Boff Barreto Rosângela Ribeiro Virna Limongi Resumo: O Observatório do Crack, projeto elaborado e mantido pela Confederação Nacional de Municípios

Leia mais

UM ESTUDO CRÍTICO SOBRE O PROCESSO DE TRANFORMAÇÃO ÁREA DE RISCO EM ÁREA DE RICOS NA AVENIDA FILADÉLFIA EM ARAGUAÍNA - TO

UM ESTUDO CRÍTICO SOBRE O PROCESSO DE TRANFORMAÇÃO ÁREA DE RISCO EM ÁREA DE RICOS NA AVENIDA FILADÉLFIA EM ARAGUAÍNA - TO UM ESTUDO CRÍTICO SOBRE O PROCESSO DE TRANFORMAÇÃO ÁREA DE RISCO EM ÁREA DE RICOS NA AVENIDA FILADÉLFIA EM ARAGUAÍNA - TO Antonio Marcos P. Marinho - Acadêmico do curso de Geografia do CAMUAR-UFT marcosnvo@hotmail.com

Leia mais

CLIPPING VIVAVOZ. Fonte: Sul21 Seção: Página: Data: 28/02/2013

CLIPPING VIVAVOZ. Fonte: Sul21 Seção: Página: Data: 28/02/2013 CLIPPING 28/02/2013 CLIPPING VIVAVOZ Fonte: Sul21 Seção: Página: Data: 28/02/2013 Tribunal derruba liminar que autorizava venda de cigarro com sabor Da Agência Brasil O Tribunal Regional Federal da 1ª

Leia mais

PUBLICADA NO DOE 21-07-2011 SEÇÃO I PÁG 66-67

PUBLICADA NO DOE 21-07-2011 SEÇÃO I PÁG 66-67 PUBLICADA NO DOE 21-07-2011 SEÇÃO I PÁG 66-67 RESOLUÇÃO CONJUNTA SMA/SLT Nº 001 DE 20 DE JULHO DE 2011 Dispõe sobre a implementação dos Planos de Implantação e de Gestão e Operação da Rodovia Arlindo Béttio

Leia mais

Conheça os 10 mares mais pirateados do mundo e fuja deles

Conheça os 10 mares mais pirateados do mundo e fuja deles Conheça os 10 mares mais pirateados do mundo e fuja deles Piratas nos fazem pensar em histórias antigas, com batalhas no mar e caça a tesouros. Mas, nos dias atuais, piratas modernos ameaçam navegantes

Leia mais

A pena de perdimento de veículo

A pena de perdimento de veículo A pena de perdimento de veículo Autora: Catarina Volkart Pinto Juíza Federal Substituta publicado em 30.04.2015 Resumo A fragilidade das fronteiras brasileiras leva ao ingresso irregular de grande volume

Leia mais

ALBERTO R. GONZALES PROCURADOR GERAL E SECRETÁRIO DE JUSTIÇA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA. RIO DE JANEIRO, BRASIL SEXTA-FEIRA, 9 DE FEVEREIRO de 2007

ALBERTO R. GONZALES PROCURADOR GERAL E SECRETÁRIO DE JUSTIÇA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA. RIO DE JANEIRO, BRASIL SEXTA-FEIRA, 9 DE FEVEREIRO de 2007 ALBERTO R. GONZALES PROCURADOR GERAL E SECRETÁRIO DE JUSTIÇA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA RIO DE JANEIRO, BRASIL SEXTA-FEIRA, 9 DE FEVEREIRO de 2007 Associação Brasileira da Propriedade Intelectual -

Leia mais

Tabela das Multas. Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades R$ 191,54 R$ 574,61

Tabela das Multas. Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades R$ 191,54 R$ 574,61 Tabela das Multas 7 pontos na CNH Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades Dirigir com a carteira já vencida há mais de 30 dias Recolhimento da carteira e retenção do veículo Não reduzir a

Leia mais

Aduana Brasileira. Controle Aduaneiro e Combate à Corrupção. Corrupção CORRUPÇÃO: - Origem do termo - O que é corrupção? R E I D I.

Aduana Brasileira. Controle Aduaneiro e Combate à Corrupção. Corrupção CORRUPÇÃO: - Origem do termo - O que é corrupção? R E I D I. Controle Aduaneiro e Combate à Corrupção Corrupção - Origem do termo - O que é corrupção? CORRUPÇÃO: R E I D I Maio de 2015 1 Corrupção Corrupção - Definição pelo senso comum: Propina Facilidades Prejuízo

Leia mais

ANEXO I MEMORIAL DESCRITIVO DA LINHA PERIMÉTRICA DA ÁREA DE EXPANSÃO URBANA DA SEDE DO MUNICÍPIO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES

ANEXO I MEMORIAL DESCRITIVO DA LINHA PERIMÉTRICA DA ÁREA DE EXPANSÃO URBANA DA SEDE DO MUNICÍPIO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES ANEXO I MEMORIAL DESCRITIVO DA LINHA PERIMÉTRICA DA ÁREA DE EXPANSÃO URBANA DA SEDE DO MUNICÍPIO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES P 01 Ponto situado na foz do Córrego Poço D' Anta, no Rio Itapemirim. De

Leia mais

Discurso feito no Grande Expediente da Câmara dos Deputados no dia 28 de outubro

Discurso feito no Grande Expediente da Câmara dos Deputados no dia 28 de outubro Discurso feito no Grande Expediente da Câmara dos Deputados no dia 28 de outubro Venho a essa tribuna para discutir o tema da violência e a sua associação com o comercio ilegal das drogas, duas questões

Leia mais

Máquinas CNC. Quando seu neto contou que havia visto, Um problema. Controle de máquinas

Máquinas CNC. Quando seu neto contou que havia visto, Um problema. Controle de máquinas A UU L AL A Máquinas CNC Quando seu neto contou que havia visto, numa feira de tecnologia, tornos trabalhando sozinhos, seu Adamastor não acreditou. Riu com pouco caso e mergulhou novamente nas notícias

Leia mais

A REGIÃO COSTA OESTE DO PARANÁ E OS CENSOS DEMOGRÁFICOS: EVOLUÇÃO E DINÂMICA DEMOGRÁFICA (1991, 2000 e 2010)

A REGIÃO COSTA OESTE DO PARANÁ E OS CENSOS DEMOGRÁFICOS: EVOLUÇÃO E DINÂMICA DEMOGRÁFICA (1991, 2000 e 2010) A REGIÃO COSTA OESTE DO PARANÁ E OS CENSOS DEMOGRÁFICOS: EVOLUÇÃO E DINÂMICA DEMOGRÁFICA (1991, 2000 e 2010) Adriana Eliane Casagrande 1 Edson Belo Clemente de Souza 2 Eixo temático: POLITICAS DE ESTADO

Leia mais

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E O REINO DE ESPANHA SOBRE A CRIAÇÃO DE POSTOS MISTOS DE FRONTEIRA

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E O REINO DE ESPANHA SOBRE A CRIAÇÃO DE POSTOS MISTOS DE FRONTEIRA Decreto n.º 5/98 de 17 de Fevereiro Acordo entre a República Portuguesa e o Reino de Espanha sobre a Criação de Postos Mistos de Fronteira, assinado em Madrid em 19 de Novembro de 1997 Nos termos da alínea

Leia mais

De olho na estrada Ecoponte, Polícia Rodoviária Federal e Detran desenvolvem ações no Carnaval 2016. Revista

De olho na estrada Ecoponte, Polícia Rodoviária Federal e Detran desenvolvem ações no Carnaval 2016. Revista Revista Uma publicação para os usuários da Ecoponte De olho na estrada Ecoponte, Polícia Rodoviária Federal e Detran desenvolvem ações no Carnaval 2016 Ano 2 - Nº 07 jan.2016 Foto: Luciana carneiro Foto:

Leia mais

5 A INFLUÊNCIA DE FATORES EXÓGENOS NO COMPORTAMENTO RECENTE. sobre esses Eixos, este capítulo está organizado em seis seções.

5 A INFLUÊNCIA DE FATORES EXÓGENOS NO COMPORTAMENTO RECENTE. sobre esses Eixos, este capítulo está organizado em seis seções. 5 A INFLUÊNCIA DE FATORES EXÓGENOS NO COMPORTAMENTO RECENTE DOS EIXOS Neste Capítulo, são analisados os impactos de fatores exógenos, ocorridos a partir da década de 1960, sobre a Região Oeste do Paraná,

Leia mais

OS 10+ CARTA DO PRESIDENTE. Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social de Fronteiras (IDESF)

OS 10+ CARTA DO PRESIDENTE. Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social de Fronteiras (IDESF) 1 CARTA DO PRESIDENTE N este dia 3 de Março a sociedade civil organizada, através de entidades representativas, associações de classe e em conjunto com o poder público, instituem a presente data como um

Leia mais

Directrizes para o exame de condução de automóveis ligeiros de. transmissão automática

Directrizes para o exame de condução de automóveis ligeiros de. transmissão automática Directrizes para o exame de condução de automóveis ligeiros de transmissão automática 1. Prova no parque de manobras (1) Antes de iniciar a marcha Antes de ligar o motor, o candidato deve verificar se

Leia mais

A estrutura das migrações tem mudado muito desde o final do século XX. Vejamos algumas dessas mudanças.

A estrutura das migrações tem mudado muito desde o final do século XX. Vejamos algumas dessas mudanças. POPULAÇÃO Migrações A estrutura das migrações tem mudado muito desde o final do século XX. Vejamos algumas dessas mudanças. A população estrangeira em países mais desenvolvidos aumentou em 23 milhões na

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.897/2002 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.897/2002 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.897/2002 ACÓRDÃO L/M CAVITOS. Impropriedade da embarcação para o serviço em que era utilizada e empregada para prática de ato ilícito previsto em lei como crime (descaminho).

Leia mais

13. Desatenção e cansaço

13. Desatenção e cansaço 13. Desatenção e cansaço Aula Interdisciplinar Indicação: 6º ao 9º Ano do Ensino Fundamental Ilustração do manual de Direção Defensiva do DENATRAN O ato de dirigir um veículo requer atenção permanente.

Leia mais

PONTE INTERNACIONAL DA AMIZADE (Brasil-Paraguai) Segurança pública e Direito Penal Internacional

PONTE INTERNACIONAL DA AMIZADE (Brasil-Paraguai) Segurança pública e Direito Penal Internacional PONTE INTERNACIONAL DA AMIZADE (Brasil-Paraguai) Segurança pública e Direito Penal Internacional Prof. Dr. Cândido Furtado Maia Neto - candidomaia@uol.com.br Necessário se faz, dirimir dúvidas e aclarar

Leia mais

Como cinco cidades brasileiras oferecem educação de qualidade em todas as escolas da rede pública

Como cinco cidades brasileiras oferecem educação de qualidade em todas as escolas da rede pública Como cinco cidades brasileiras oferecem educação de qualidade em todas as escolas da rede pública CAMILA GUIMARÃES, COM DÉBORA RUBIN, DE SERTÃOZINHO, E FABIULA WURMEISTER, DE FOZ DO IGUAÇU - Revista Época

Leia mais

SENADO FEDERAL DIGA NÃO ÀS DROGAS SENADOR CLÉSIO ANDRADE

SENADO FEDERAL DIGA NÃO ÀS DROGAS SENADOR CLÉSIO ANDRADE SENADO FEDERAL DIGA NÃO ÀS DROGAS SENADOR CLÉSIO ANDRADE Diga não às drogas apresentação A droga oferece um único caminho: começa pela busca do prazer e da euforia e acaba no inferno para manter o vício.

Leia mais