Plano de Trabalho Docente de Ciências Naturais - 2º Ano

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Plano de Trabalho Docente de Ciências Naturais - 2º Ano"

Transcrição

1 Plano de Trabalho Docente de Ciências Naturais - 2º Ano Autoria: Silvia Mara Marcos Santos Coordenação Da área de Ciências Naturais SMED Formação Fevereiro de Adaptação: Angela Cristina de Arruda- E.M. Guilherme Ribeiro Gleicy Miranda Senter- E.M. Geraldo Casagrande Período de trabalho: aproximadamente sete aulas. Conteúdos: Terrestre: produção do ecossistema. Matéria e energia diversidade e propriedade: 1.1. Componentes (água, solo, ar, energia solar e seres vivos) e fenômenos da natureza (chuva, vento, erosão,...); 1.2. Matéria bruta e matéria viva (propriedades): semelhança (massa, peso e volume); diferença (ciclo vital e células); 1.3. Matéria bruta (sem vida),pedra, água, ar, copo, panela, lápis, solo, Matéria viva (possuí ciclo vital e células): animais, plantas, microrganismos, seres humanos. Celeste: produção do universo. 1. Sistema Solar (noções): Sol, planetas, satélite da Terra e dos outros planetas, força da gravidade. Histórico social: produção da existência humana. 1. Seres humanos e necessidades básicas de matéria e energia:trabalho, alimentação, habitação, educação, saúde, vestuário, saneamento básico e energia (natural e artificial). Objetivos: Identificar os principais componentes da natureza (água, solo, ar, energia solar, planetas, satélites e seres vivos) nos espaços-tempo: terrestre, celeste e histórico social, relacionando-os aos fenômenos naturais (chuva, vento, relâmpago, arco-íris, erosão,...); Perceber que os seres humanos necessitam de matéria e energia para produzir sua existência e que as mesmas estão presentes nos componentes e fenômenos da natureza. Critérios de Avaliação: 1

2 Identifica os principais componentes da natureza (água, solo, ar, energia solar, planetas, satélites e seres vivos) nos espaços-tempo: terrestre, celeste e histórico social, relacionando-os aos fenômenos naturais (chuva, vento, relâmpago, arco-íris, erosão,...), por meio de experimento, observação e registro do mesmo, produção individual de texto e representação por meio de desenhos; Reconhece que os seres humanos necessitam de matéria e energia para produzir sua existência e que as mesmas estão presentes nos componentes e fenômenos da natureza por meio de confecção de cartaz e produção individual de texto. Instrumentos de Avaliação: Atividades: 4; 8; 13; 16 e 17. Recursos: Areia, terra, pedra, formigas joaninhas, água, plantas, massa de modelar, copo de vidro, água, algodão, sementes, pedrisco, microscópio, palito de sorvete, folhas de vegetais, imagens, Data Show, planetário, lenços, lenços, bolas grandes e pequenas, balões cheios de ar, ônibus, livros e revistas, texto impresso, madeira, garrafas Pet, fios de nylon, embalagens de alimentos,... Referências Bibliográficas: Proposta Curricular da Rede Municipal de Piraquara Ensino Fundamental Anos Iniciais. Referências eletrônicas: mundoeducacao.com.br portaldoprofessor.mec.gov.br portalsaofrancisco.com.br revistaescola.abril.com.br educacaointegralintegradadegv.blogspot.com Encaminhamento Metodológico/ Proposta de trabalho para o aluno: 2

3 Propor aos alunos uma Aula de Campo aos arredores da escola para que observem a diversidade de matérias ali presentes (Matéria bruta: ar, solo, energia solar, água e matéria viva: plantas animais, seres humanos, fungos e bactérias). 1. Vamos fazer uma Aula de Campo nos arredores da escola onde vocês poderão observar uma variedade de objetos e materiais. Problematização: a) Representem o que vocês conseguiram observar durante a Aula de Campo com massa de modelar. (A professora poderá fotografar as modelagens feitas pelos alunos para abordagens futuras, bem como após a exploração das mesmas montar uma exposição). b) Durante a Aula de campo vimos uma diversidade de objetos compostos por matérias diferentes. Você sabe o que é matéria? c) Que tipos de matéria vocês observaram durante a Aula de Campo? d) O que tem na sala de aula que podemos dizer que é matéria?(explorar alguns objetos da sala compostos por matérias diferentes: madeira, plástico, vidro, papel, tecido, metal,...enfim tudo que existe, inclusive nós, pois o nosso corpo é composto por uma diversidade de matérias. Problematizar sobre a origem de cada uma). e) Dos componentes que observamos durante a Aula de Campo, quais eram seres vivos? Separe de um lado da carteira a modelagem representando os seres vivos observados. f) Quais os componentes sem vida que observamos durante a Aula de Campo? (Anote as respostas para futuras pontuações). g) Em sua opinião qual a diferença entre os seres vivos e não vivos? (Anotar as hipóteses dos alunos para futuras pontuações). h) Como vimos a água, o ar e o solo são matérias.vocês sabiam que esses componentes são chamados naturais? Por que será?(explicar para os alunos que esses componentes são naturais porque não foram produzidos pelo trabalho humano. Que eles já existiam muito antes do homem). i) Vocês já ouviram falar em fenômenos da natureza?o que vocês acham que é um fenômeno da natureza? (Provocar os alunos sobre os componentes observados na natureza que estão presentes: na chuva, no arco-íris, vento, erosão,...). Propor aos alunos um experimento utilizando um copo de vidro transparente, algodão, água, semente de feijão ou milho e pedrisco. Cobrir o fundo do copo com o algodão e colocar um pouco de água umedecendo-o em seguida colocar três sementes de feijão ou milho e uma ou duas pedrinhas ao lado das sementes. Problematizar a respeito dos materiais e o que acontecerá com cada um deles, levando os alunos a perceber uma das diferenças entre a matéria bruta ou matéria viva (ciclo vital). Pedir para que os alunos observem diariamente o experimento e representem por meio de desenho ou escrita no caderno o fenômeno que está ocorrendo. 2. Vamos fazer um experimento utilizando um copo de vidro transparente, algodão, água, semente de feijão ou milho e pedrisco. a) Os materiais que vamos usar no experimento são todos iguais? b) Os materiais do experimento são matéria bruta ou viva? Por quê? 3

4 c) O que vocês acham que vai acontecer neste experimento? d) A partir de agora iremos observar, durante as aulas de ciências, as mudanças que ocorreram no nosso experimento. (se possível, estabelecer combinado com a professora regente para que as crianças observem as mudanças que ocorreram durante a semana, ou ainda que possam registrar essas mudanças no papel kraft.) Realizar um experimento de observação com os alunos utilizando o microscópio e alguns dos materiais como água, terra, folhas de vegetais, caules e secreção da mucosa da boca de um dos alunos coletada com espátula de madeira (palito de sorvete). Montar as lâminas usando uma película da folha ou do caule de um vegetal, colocar azul de metileno e colocar a lamínula e posicionar no microscópio, colocar uma pequena porção dos demais componentes em cada lâmina e colocar a lamínula em cima e posicionar no microscópio. Problematizar. (* Na ausência do microscópio, apresentar imagens de alguns materiais que foram ampliados com o uso do microscópio, para que os alunos percebam os componentes de cada elemento). 3. Vamos fazer um experimento agora utilizando o microscópio e um pouco de terra, água, folhas, pedacinhos de caule e um pouco de mucosa da boca de um dos alunos. a) O que vocês estão vendo na imagem da película da folha? b) Vocês sabem o que são esses pedacinhos com formas retangulares de cor esverdeada e um pontinho claro no centro? c) O que vocês estão vendo na imagem da película do caule? d) Vocês sabem o que são esses pedacinhos com formas e tamanhos diferentes? e) O que vocês estão vendo na imagem da gotinha de água? 4

5 f) O que são as bolinhas que aparecem na imagem? (Explicar para os alunos que as bolinhas que eles estão vendo na imagem através do microscópio são gotículas de água). g) O que vocês estão vendo na imagem da mucosa retirada da boca do colega? h) O que são aquelas manchinhas arredondadas com um pontinho no meio? (Explicar para os alunos que além do ciclo vital que eles estão observando por meio do experimento com as sementes, a matéria viva se diferencia da matéria bruta por meio das células, assim como foi observado neste experimento com o microscópio, pois a água não é matéria viva, portanto não possui células como as plantas, nós, os animais e os microrganismos (fungos e bactérias)). Propor aos alunos uma produção coletiva de texto falando sobre as diferenças entre a matéria bruta e a matéria viva. Professor será escriba. 4. Vamos produzir um texto coletivo falando sobre as diferenças entre a matéria bruta e a matéria viva. (* Professora: digitar o texto coletivo e colar no caderno dos alunos, ou ainda deixar um espaço na apostila de Ciências para colar o texto.) Trazer para a sala de aula o planetário e explorar com os alunos a composição do Sistema Solar, destacando o Sol, quanto estrela mais próxima da Terra, os planetas, a Lua e a gravidade. Problematizar a respeito. 5. Problematizações. a) Vocês já tinham visto um Planetário ou ouvido falar sobre ele? b) O que vocês acham que o Planetário representa? c) O que a lâmpada no centro do Planetário representa? 5

6 d) E a esfera de cor azul o que representa? e) E a esfera branca o que representa? f) Será que o Sol é ser vivo? g) Os planetas e a Lua é matéria viva? Por quê? (Explicar para as crianças que tanto o Sol quanto os planetas e a Lua são formados por matérias diferentes e não são seres vivos, pois não possuem ciclo vital e células, mas que os mesmos são importantes para que haja vida em nosso planeta). h) No Planetário os astros do Sistema Solar aparecem presos em sua órbita, mas na realidade isso não acontece, pois os planetas e a Lua percorrem a órbita ao redor do Sol sem estarem presos a nada. O que faz com que os planetas e a Lua não saiam da sua órbita? i) O que faz com que fiquemos presos no planeta Terra sem cair enquanto ela gira ao redor dela mesma e ao redor do Sol? (Explicar para os alunos que existe uma força chamada gravidade que faz com que fiquemos presos a Terra, bem como atrai para o solo os corpos menores). Apresentar um vídeo mostrando o treinamento de astronautas, ou ainda em que estão em naves espaciais. Questionando sobre por quais motivos os objetos e corpos flutuam, enquanto que aqui na Terra nos mantemos presos ao chão. 6. Vamos assistir ao vídeo O treinamento de astronautas na NASA. (www.tecmundo.com.br/nasa/31643). a) O que estava acontecendo com as pessoas e objetos? Por qual razão isso está acontecendo? Organizar alguns experimentos com os alunos trabalhando a gravidade. Levar para a sala de aula objetos de diferentes pesos e pedir que os alunos deixem cair de diferentes alturas. Esses objetos podem incluir lenços de pano ou cachecóis, bolas grandes e pequenas, balões cheios de ar e outros cheios de arroz. Peça que os alunos adivinhem qual objeto vai alcançar o chão primeiro e por que. Escreva as respostas. Encoraje os alunos a escolher pares de objetos e experimentar. Forneça brinquedos envolvendo a gravidade em diferentes áreas da sala. Incluir uma rampa de carro, bolas que quicam sacolas de feijão ou lenços. 6

7 7. Vamos fazer alguns experimentos para observarmos como age à força da gravidade. Apresentar o documentário Barsa Hoobs- Sistema Solar, após problematizar; 8. Vamos assistir ao documentário Barsa Hoobs- Sistema Solar. a) Vocês sabem por que o sistema onde o Planeta Terra se encontra chama-se Sistema Solar? b) Como vimos no documentário o Sol é fonte de energia. Vocês sabem que tipo de energia o Sol fornece para o Planeta Terra? c) Será que as matérias brutas e vivas necessitam da energia do Sol para existir? Por quê? Propor aos alunos que se organizem em grupos de quatro componentes. Solicitar que pesquisem e recortem imagens de revistas e livros onde apareçam os componentes da natureza observados na Aula de Campo pelo pátio da escola. 9. Organizem-se em grupos de quatro alunos cada. Peguem as revistas e livros na caixa de material para recorte, pesquisem algumas imagens onde apareçam os componentes da natureza observados durante a Aula de Campo e recortem. Em seguida colaremos as imagens em uma folha de papel na apostila. Água Solo Ar (vento) Energia solar Seres vivos 7

8 Entregar para os alunos a história em quadrinhos da Turma da Mônica Arco íris. (Anexo) Explorar com os alunos os fenômenos da natureza e os componentes naturais neles presentes. Problematizar. (A história em quadrinhos poderá ser projetada por meio do projetor multimídia). (Esse encaminhamento pode ser substituído ou complementado por um experimento mostrando como se forma o arco-íris e os componentes naturais presentes neste fenômeno da natureza: Pegue um copo de vidro transparente com água até a metade e posicione-o em frente a uma janela onde receba luz solar e em uma mesa ou carteira a frente do copo coloque uma folha A4. Ao transpor o copo com água a luz do Sol será decomposta refletindo sobre a folha A4 o arco-íris). 10. Vamos ler a história em quadrinhos da Turma da Mônica Arco-íris. (Anexo) Problematização: a) Sobre o que fala a Além do arco-íris que outro fenômeno da natureza é citado na história em quadrinhos? b) Para que o fenômeno da natureza arco-íris ocorra quais componentes da natureza precisam estar presentes? c) E para que o fenômeno da natureza conhecido como chuva ocorra quais os componentes da natureza precisam estar presentes? d) E o vento é um fenômeno da natureza? Para que esse fenômeno ocorra que componentes da natureza precisam estar presentes? e) Vocês já viram geadas? Elas também são um fenômeno da natureza? f) Para que as geadas ocorram que componentes da natureza precisam estar presentes? g) Os componentes presentes nestes fenômenos são matéria bruta ou matéria viva? Por quê? h) Existe energia presente nos fenômenos da natureza? Quais? (Explicar para os alunos que para que ocorra o fenômeno natural arco-íris é necessária a energia luminosa do Sol que faz a 8

9 refração nas gotículas de chuva, já a chuva e o vento precisam da energia térmica do Sol para ocorrer, já o fenômeno do dia e da noite depende da energia do movimento (energia cinética) do planeta Terra em torno dela mesma,...). i) Que outros fenômenos da natureza você conhece?(* Professora: anotar no quadro as respostas dos alunos para questionamentos durante a aula). j) Como vimos o Sol é um componente da natureza que está presente em praticamente todos os fenômenos da natureza. Ele é um dos componentes naturais do Universo. Que outros componentes naturais existem no Universo? k) Será que assim como o Sol os planetas e a Lua também contribuem para que alguns fenômenos naturais ocorram? (Destacar o fenômeno do dia e da noite que ocorre pela interação entre o Sol e o planeta Terra; as marés que ocorrem pela interação entre a Lua e o planeta Terra; as fases da Lua que ocorre na interação entre a Lua o planeta Terra e o Sol,...) Propor aos alunos uma representação por meio de desenhos dos fenômenos da natureza e seus componentes. 11. Represente por meio de desenhos os fenômenos da natureza e seus componentes. Propor aos alunos um experimento sobre as propriedades de semelhança dos componentes da natureza (massa, peso e volume). Para isso será necessário construir uma balança com os alunos utilizando um pedaço de madeira, fios de nylon e duas garrafas PET cortadas ao meio. Depois de montada a balança marcar com caneta para retroprojetor o mesmo volume nos dois copos de garrafa PET. Trazer para a sala de aula: terra, água, areia, pedrisco, garrafa com ar dentro ou bexigas, plantas, minhocas,... Problematizar antes de pesar os materiais qual eles acham mais pesado ou mais leve. Destacar o volume que cada um apresenta e que ao serem colocados na balança marcando um mesmo volume a massa e o peso será diferente. 12. Vamos fazer um experimento utilizando uma balança feita com garrafas PET, madeira e fios de nylon. Nela iremos pesar alguns componentes da natureza (água, ar, terra, areia, pedrisco, plantas e pequenos bichos). 9

10 Problematização: a) O que pesa mais a água ou a terra? b) A terra e a água apresentam o mesmo volume em seus recipientes fora da balança? Por quê? c) E ao colocar na balança o volume é igual ou diferente? Por quê? d) E a quantidade de massa da água e da terra é igual ou diferente? Por quê? e) O que pesa mais a terra ou o pedrisco? Por quê? f) Será que a bexiga cheia de ar tem peso? g) O que pesa mais uma planta ou a água? h) O que apresenta maior volume a água ou o ar da bexiga? Por quê? i) O que apresenta mais volume a planta ou a terra? Por quê? Solicitar aos alunos que tragam embalagens de alimentos que consomem em casa mostrando a diferença de peso em cada uma delas, garrafas de refrigerante e suco de tamanhos diferentes, caixas Tetra Pak com medidas de capacidade diferente (leite, achocolatado, creme de leite,...) para que os alunos possam perceber as propriedades de semelhança entre as matérias (massa, peso e volume). 13. Procure em casa embalagens de alimentos que você consome (feijão, arroz, açúcar, sal, macarrão,...), garrafas de refrigerante ou suco de tamanhos diferentes, caixas Tetra Pak com medida de capacidade diferente (leite, achocolatado, creme de leite,...) para que possamos fazer um trabalho em sala de aula. (Pode-se fazer um bilhete solicitando a ajuda dos pais). 10

11 Problematização: a) As embalagens de alimentos possuem a mesma massa (peso)? Por quê? b) As garrafas e as caixas Tetra Pak possuem o mesmo volume de líquido em seu interior? Por quê? c) O volume do pacote de arroz de um quilo é o mesmo que o de cinco quilos? Por quê? d) O volume da embalagem de um quilo de arroz é a mesma da embalagem de meio quilo de café? e) Em qual delas há maior massa (peso)? f) De acordo com as embalagens dos produtos (matérias) que selecionamos para analisar podemos dizer que todos estes produtos têm massa, peso e volume? Por quê? (Deixar que os alunos levantem suas hipóteses e depois explicar que todos os produtos (matérias) analisados possuem sim massa (quantidade de matéria que compõe um corpo) peso (quantidade de matéria que compõe um 11

12 corpo ou objeto, relacionada à ação da gravidade) e volume (espaço que o produto ou matéria ocupa), pois se quiséssemos saber o peso e não apenas o volume dos líquidos (matéria em estado líquido) poderia pesálos. Portanto toda matéria tem massa, peso e volume que chamamos de propriedades de semelhança). g) Será que a força da gravidade age sobre estes tipos de matérias ou substâncias? h) As substâncias ou matérias presentes nas embalagens são de matéria viva ou bruta? Pedir para os alunos representarem no caderno por meio de desenhos quais das matérias analisadas são derivadas de matéria bruta e matéria viva. 14. Representem por meio de desenhos no caderno quais das matérias analisadas são derivadas de matéria bruta e matéria viva. Matéria bruta Matéria viva Final da 6ª aula. Solicitar que representem com desenho as necessidades básicas do ser humano para poder viver, em atividade para ser realizada em casa. Na próxima aula, problematizar com os alunos as matérias e energias presentes na: alimentação, habitação, educação, vestuário, saúde e trabalho. 15. Represente por meio de desenhos o que você acredita que uma pessoa precisa para viver. Problematização: a) Nos desenhos que vocês fizeram aparecem casas (moradia) isso é importante para as pessoas? Por quê? b) De que matérias (materiais) as casas são feitas? 12

13 c) Para construir uma casa é preciso energia? Que tipos de energias? (Explicar para os alunos que na construção de uma casa são usados vários tipos de energia como: mecânica e química (do movimento do corpo humano para carregar materiais, assentar tijolos, pregar, serrar, mexer a massa,... Para isso o corpo precisa da energia química que vem dos alimentos), energiaelétrica para cortar madeiras, cerâmicas, energia térmica e luminosa do Sol (para aquecer, secar massas e madeiras, bem como iluminar o local de construção). Que para formar a madeira é necessária a energia natural do Sol (luz e calor) como alimento da planta na fotossíntese. Ressaltar que na construção de moradias o ser humano destrói matas, para limpar o terreno onde vai construir, para retirar a madeira que será usada na construção, joga restos de construção no meio ambiente (resíduos sólidos), o gasto de água e energia elétrica, o aumento da poluição do ar e do solo para extração e transporte de materiais. Destacar que tudo que temos e usamos vem de componentes da natureza e que para tirá-los da natureza e transformálos para nosso uso é necessário o uso de energia seja mecânica, elétrica, térmica,...). d) As pessoas também precisam de alimentos para viver. Por quê? e) De onde vêm os alimentos que consumimos? f) A maioria dos alimentos que consumimos vem de matéria bruta ou viva? Por quê? g) Na transformação ou preparação dos alimentos precisamos de energia? Quais? h) As pessoas precisam de roupas e calçados. De onde vem o material para a produção das roupas e calçados que usamos? i) Em sua opinião as roupas e calçados que usamos são feitos de matéria bruta ou viva? Por quê? j) O acesso a educação e a saúde também são importantes para as pessoas? Por quê? k) De onde vêm os materiais utilizados na construção de escolas, e na produção de materiais escolares? l) Para construir escolas e fabricar os materiais escolares é preciso energia? Quais?(Explorar a origem das matérias utilizadas para produção dos materiais escolares). m) Como a água chega a nossos lares? n) Para que utilizamos essa água? o) E depois de ser usada, para onde ela vai? p) O que acontece com ela? q) E o lixo? Para onde ele vai? r) Vocês já ouviram falar em saneamento básico? s) Para que serve o saneamento básico? Ele é importante para a vida das pessoas? (Explicar para os alunos que o saneamento básico refere-se a uma atividade de grande importância para os seres humanos, pois se dedica ao tratamento e abastecimento de água potável, o manejo de água pluvial (água da chuva), a coleta e ao tratamento de esgoto, a limpeza urbana (coleta de lixo), o manejo de resíduos sólidos e o controle de pragas e qualquer tipo de agente patogênico (ex: mosquito da Dengue), visando à saúde das comunidades). Propor para os alunos uma pesquisa com seus pais ou responsáveis sobre saneamento básico. Entregar uma ficha para que os alunos levem para casa e façam a pesquisa com os pais ou responsáveis. 13

14 16. A professora irá entregar uma ficha com algumas questões sobre saneamento básico que vocês irão levar para casa e pedir que os pais ou responsáveis ajudem a marcar um X nas questões sobre Saneamento Básico. SUA CASA SUA CASA SUA RUA SUA RUA Sua casa possui POSSUE ÁGUA POSSUI ÁGUA POSSUI COLETA POSSUI SISTEMA DE ENCANADA? DE POÇO? DE LIXO? SISTEMA DE FOSSA NO COLETA DE QUINTAL ESGOTO? (FOSSA SÉPTICA) SIM NÃO SIM NÃO SIM NÃO SIM NÃO SIM NÃO Confeccionar com os alunos uma tabela em papel Kraft onde os alunos pintem de acordo com os dados da pesquisa feita com os pais ou responsáveis sobre saneamento básico ALUNOS ÁGUA ENCANA DA ÁGUA DE POÇO COLETA DE LIXO COLETA DE ESGOTO FOSSA NO QUINTAL 17. Vamos preencher a tabela fixada no quadro pintando os quadros de acordo com os dados da pesquisa. Propor aos alunos uma produção de texto individual sobre as necessidades básicas de matéria e energia dos seres humanos (moradia, alimentação. Educação, saúde, vestuário, saneamento básico,... 14

15 18. Tente escrever um texto falando sobre as necessidades básicas de matéria e energia dos seres humanos (moradia, alimentação, educação, saúde, vestuário, saneamento básico,...). OBS: Este PTD é apenas uma sugestão podendo ser alterado de acordo com o desenvolvimento da turma, a experiência e criatividade do professor. 15

16 Anexo: AN S: 16

17 17

PLANO DE TRABALHO DOCENTE CIÊNCIAS 3º ANO Professor Vitor

PLANO DE TRABALHO DOCENTE CIÊNCIAS 3º ANO Professor Vitor PLANO DE TRABALHO DOCENTE CIÊNCIAS 3º ANO Professor Vitor CELESTE: PRODUÇÃO DO UNIVERSO 1. Componentes básicos do Universo matéria e energia: - Matéria e energia dos astros luminosos e iluminados; - Sol:

Leia mais

PLANOS DE TRABALHO MATEMÁTICA 2º ANO

PLANOS DE TRABALHO MATEMÁTICA 2º ANO PLANOS DE TRABALHO MATEMÁTICA 2º ANO Adriana da Silva Santi Coordenação Pedagógica de Matemática Piraquara Março/2014 PLANO DE TRABALHO - 2º ANO CONTEÚDOS OBJETIVOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Geometria: -

Leia mais

Oficina 03 Plantas. Atividade 1: O que tem dentro da semente?

Oficina 03 Plantas. Atividade 1: O que tem dentro da semente? Oficina 03 Plantas Atividade 1: O que tem dentro da semente? 1- Apresentação do problema Para iniciar a atividade, o professor deverá distribuir diferentes sementes e lançar a pergunta: O que tem dentro

Leia mais

Olá meninos, vocês parecem contrariados. O que aconteceu?

Olá meninos, vocês parecem contrariados. O que aconteceu? Olá meninos, vocês parecem contrariados. O que aconteceu? Puxa, o lixo é mesmo um problema muito sério. Vocês sabiam que muitos animais silvestres estão morrendo porque confundem lixo com comida? Sério?

Leia mais

Projeto - Desvendando o meio ambiente

Projeto - Desvendando o meio ambiente Projeto - Desvendando o meio ambiente http://pixabay.com/pt/bola-sobrebal%c3%a3o-folhas-jornal-108651/ Público alvo: Educação Infantil Área: Natureza e Sociedade Duração: 8 semanas Justificativa: Tendo

Leia mais

Escola Municipal... Ano: 4º Turma: Apostila de Ciências Naturais. Nome do aluno (a):

Escola Municipal... Ano: 4º Turma: Apostila de Ciências Naturais. Nome do aluno (a): Escola Municipal... Apostila de Ciências Naturais Ano: 4º Turma: Nome do aluno (a): 1) Vamos realizar alguns experimentos: O primeiro experimento será a partir da construção de um terrário e para isso

Leia mais

2º Ano Articulação de conteúdos no eixo e intereixos na área de Ciências Naturais (O quê?) CELESTE: PRODUÇÃO TERRESTRE: PRODUÇÃO DO ECOSSISTEMA

2º Ano Articulação de conteúdos no eixo e intereixos na área de Ciências Naturais (O quê?) CELESTE: PRODUÇÃO TERRESTRE: PRODUÇÃO DO ECOSSISTEMA 1 SMED - Ciências Naturais - Coordenadora Pedagógica - Silvia Mara Marcos Santos 2º Ano Articulação de conteúdos no eixo e intereixos na área de Ciências Naturais (O quê?) CELESTE: PRODUÇÃO TERRESTRE:

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA MATEMÁTICA ALFA Título do Perímetro e área em situações reais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA MATEMÁTICA ALFA Título do Perímetro e área em situações reais SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA MATEMÁTICA ALFA Título do Perímetro e área em situações reais Podcast Área Matemática Segmento Ensino Fundamental Programa de Alfabetização de Jovens e Adultos Duração 6min32seg

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO 1

PROJETO PEDAGÓGICO 1 PROJETO PEDAGÓGICO 1 Projeto Pedagógico Por Beatriz Tavares de Souza* Silêncio criativo Em Catador de Palavras, o jovem leitor tem a oportunidade de escolher as palavras mais adequadas que o ajudarão a

Leia mais

Os microrganismos e suas funções

Os microrganismos e suas funções ós na ala de Aula - Ciências 6º ao 9º ano - unidade 3 essa unidade, as atividades propostas visam colaborar para desenvolver novas perspectivas sobre a fermentação, processo realizado por fungos e bactérias.

Leia mais

REVISÃO PARA AVALIAÇÃO 1º BIMESTRE CIÊNCIAS

REVISÃO PARA AVALIAÇÃO 1º BIMESTRE CIÊNCIAS REVISÃO PARA AVALIAÇÃO 1º BIMESTRE CIÊNCIAS 1) A partir das informações dadas, enumere as informações, em ordem sequencial, de acordo com as etapas do método científico: ( ) Conclusões ( ) Possíveis respostas

Leia mais

Apostila de Atividades

Apostila de Atividades Apostila de Atividades IMAX A viagem pelo espaço continua aqui Transforme a sua sala de aula em uma divertida aventura pelo espaço. Assim que sua classe viver a experiência sem limites pelo universo com

Leia mais

Movimentos da Terra. 4) Número de aulas: São seis etapas que serão divididas em aulas a critério do professor.

Movimentos da Terra. 4) Número de aulas: São seis etapas que serão divididas em aulas a critério do professor. Movimentos da Terra 1) Objetivo Geral Aplicar os conhecimentos sobre os movimentos da Terra e da Lua para o cotidiano, e mais especificamente, para a economia de energia elétrica como o horário de verão

Leia mais

Duração: Aproximadamente um mês. O tempo é flexível diante do perfil de cada turma.

Duração: Aproximadamente um mês. O tempo é flexível diante do perfil de cada turma. Projeto Nome Próprio http://pixabay.com/pt/cubo-de-madeira-letras-abc-cubo-491720/ Público alvo: Educação Infantil 2 e 3 anos Disciplina: Linguagem oral e escrita Duração: Aproximadamente um mês. O tempo

Leia mais

Prof.ª Rosana Chagas. Elaboração da Situação de Aprendizagem MGME- CIÊNCIAS

Prof.ª Rosana Chagas. Elaboração da Situação de Aprendizagem MGME- CIÊNCIAS Elaboração da Situação de Aprendizagem MGME- CIÊNCIAS 1 CONHECENDO O CICLO DE VIDA DO Aedes Aegypti Prof.ª Rosana Matias Das Chagas 2 Tempo previsto: Conteúdos e temas: Público Alvo: Competência e habilidades:

Leia mais

SUSTENTABILIDADE? COMO ASSIM?

SUSTENTABILIDADE? COMO ASSIM? SUSTENTABILIDADE? COMO ASSIM? 1. Matéria Bruta Representa a vontade de melhorar o 6. Reciclagem mundo e construir um futuro mais próspero. É o equilíbrio econômico, social e ambiental que garante a qualidade

Leia mais

Oficina 17: GRANDEZAS E MEDIDAS. Introdução

Oficina 17: GRANDEZAS E MEDIDAS. Introdução Oficina 17: GRANDEZAS E MEDIDAS Introdução Ao chegar à escola, a criança traz consigo uma bagagem muito rica de experiências em relação às medidas vividas no seu dia a dia, nas brincadeiras e jogos e em

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ciências Naturais 2015. Escola Municipal... Apostila de Ciências Naturais. Ano: 5º Turma: Nome do aluno (a):

Plano de Trabalho Docente Ciências Naturais 2015. Escola Municipal... Apostila de Ciências Naturais. Ano: 5º Turma: Nome do aluno (a): Escola Municipal... Plano de Trabalho Docente Ciências Naturais Apostila de Ciências Naturais Ano: 5º Turma: Nome do aluno (a): 1) Leia o texto para entender a diferença entre os vegetais superiores e

Leia mais

CENÁRIO BRASILEIRO. Latas de alumínio e plásticos vão para a indústria de reciclagem.

CENÁRIO BRASILEIRO. Latas de alumínio e plásticos vão para a indústria de reciclagem. CENÁRIO BRASILEIRO O Brasil gera aproximadamente 250 mil toneladas de lixo por dia. Assim, imagine duas filas de caminhões de 5 toneladas de capacidade, ocupando uma distância equivalente a 10 pontes Rio-Niterói.

Leia mais

Jardim Escola Aladdin

Jardim Escola Aladdin Jardim Escola Aladdin Os 4 Rs da Sustentabilidade Rio de janeiro 2016 Objetivo geral Esse projeto tem como objetivo promover o envolvimento dos alunos, professores, pais e comunidade em defesa à sustentabilidade

Leia mais

Segurança, Equipamentos e Investigação Científica

Segurança, Equipamentos e Investigação Científica Segurança, Equipamentos e Investigação Científica Folha do Professor Resumo: O professor fará uma demonstração do que não se deve fazer no laboratório e os alunos tentarão adivinhar os erros. Em seguida,

Leia mais

2. Laboratório: uso do avental, organização e relatório 3. Tarefas. 1. Avaliação da Semana de Geociências e Meio Ambiente 2.

2. Laboratório: uso do avental, organização e relatório 3. Tarefas. 1. Avaliação da Semana de Geociências e Meio Ambiente 2. PIC VERSÃO PARA O PROFESSOR Produção Integrada ao Conteúdo 6. o ano Ensino Fundamental Componentes da PIC 2. o bimestre Arte Ciências A nota da PIC é a média entre a nota de tarefa (avaliação do conjunto

Leia mais

Professor Ventura Ensina Tecnologia

Professor Ventura Ensina Tecnologia Professor Ventura Ensina Tecnologia Experimento PV001 Maquete com Instalação Elétrica Ensino Fundamental Direitos Reservados = Newton C. Braga 1 Maquete com Instalação Elétrica Você gostaria de aprender

Leia mais

Água. Material de Apoio - Água

Água. Material de Apoio - Água Água Material de Apoio Programa Escola Amiga da Terra Mapa Verde Realização: Instituto Brookfield Assessoria: Práxis Consultoria Socioambiental Este material foi utilizado pelos educadores participantes

Leia mais

CIÊNCIAS LISTA DE RECUPERAÇÃO - 6º ANO RECUPERAÇÃO FINAL 2015 1. Objetivas: c) filariose d) micose e) pressão alta

CIÊNCIAS LISTA DE RECUPERAÇÃO - 6º ANO RECUPERAÇÃO FINAL 2015 1. Objetivas: c) filariose d) micose e) pressão alta CIÊNCIAS Objetivas: 01 Analise as frases abaixo como Verdadeiras (V) ou Falsas (F): ( ) Nos aterros sanitários, o lixo não é coberto com terra. ( ) Nos lixões, a decomposição do lixo é rápida. ( ) Amarelão

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADE 1

PLANO DE ATIVIDADE 1 PLANO DE ATIVIDADE 1 Questão-Problema Para que serve e como funciona o filtro? Material - Filtro de Aquário - 2 Garrafas de Plástico 2L - Tesoura - Colher - Copo transparente - Terra - Areia de Aquário

Leia mais

Amanda Aroucha de Carvalho. Reduzindo o seu resíduo

Amanda Aroucha de Carvalho. Reduzindo o seu resíduo Amanda Aroucha de Carvalho Reduzindo o seu resíduo 1 Índice 1. Apresentação 2. Você sabe o que é Educação Ambiental? 3. Problemas Ambientais 4. Para onde vai o seu resíduo? 5. Soluções para diminuir a

Leia mais

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES PROFESSOR DISCIPLINA TURMA DEISE MENEZES CIÊNCIAS 201 ALUNO SIMULADO COLÉGIO MARQUES RODRIGUES Estrada da Água Branca, 2551 Realengo RJ Tel: (21) 3462-7520 www.colegiomr.com.br Questão 1 A Terra e outros

Leia mais

Meio ambiente conforme o Dicionário Aurélio é aquilo que cerca ou envolve os seres vivos ou as coisas.

Meio ambiente conforme o Dicionário Aurélio é aquilo que cerca ou envolve os seres vivos ou as coisas. Justificativa Meio ambiente conforme o Dicionário Aurélio é aquilo que cerca ou envolve os seres vivos ou as coisas. A Escola de Ensino Fundamental Mondrian, fundada em 2011, começou suas atividades em

Leia mais

Introdução. Observando o ambiente

Introdução. Observando o ambiente Introdução A curiosidade natural do homem, o leva a explorar o ambiente que o cerca, observando, analisando, realizando experiências, procurando saber o porquê das coisas. Nesta atividade, exploradora

Leia mais

PROJETO MEIO AMBIENTE / PRIMAVERA

PROJETO MEIO AMBIENTE / PRIMAVERA Escola Estadual Leontino Alves de Oliveira PROJETO MEIO AMBIENTE / PRIMAVERA Rio Negro MS, Setembro de 2012. Identificação Escola Estadual Leontino Alves de Oliveira Cidade: Rio Negro MS Período: Setembro

Leia mais

É o termo geralmente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto.

É o termo geralmente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto. É o termo geralmente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto. REDUZIR REUTILIZAR RECUPERAR RECICLAR A redução deve ser adaptada por

Leia mais

Você já sabe que o vento é o ar em movimento. Mas o que será que faz o ar se movimentar?

Você já sabe que o vento é o ar em movimento. Mas o que será que faz o ar se movimentar? PROFESSOR: EQUIPE DE CIÊNCIAS BANCO DE QUESTÕES - CIÊNCIAS 3º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Leia VENTO VENTANDO! Você já sabe que o

Leia mais

dicas para usar o celular nas aulas

dicas para usar o celular nas aulas E-book 11 dicas para usar o celular nas aulas Sugestões de atividades com os aplicativos mais básicos e simples de um aparelho Por Talita Moretto É permitido compartilhar e adaptar este material, desde

Leia mais

Oficina 18: TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO. Introdução

Oficina 18: TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO. Introdução Oficina 18: TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO Introdução Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) o conteúdo Tratamento da Informação, deve ser trabalhado de modo que estimule os alunos a fazer perguntas,

Leia mais

Projeto. Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA?

Projeto. Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA? Projeto Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA? 1 Projeto Pedagógico Por Beatriz Tavares de Souza* Apresentação O livro tem como tema o meio ambiente em que mostra o homem e a destruição da natureza,

Leia mais

Nossa Terra. Episódio 2 - Fósseis

Nossa Terra. Episódio 2 - Fósseis Nossa Terra Resumo Episódio 2 - Fósseis A Série Nossa Terra é composta por sete documentários de 15 minutos cada um, em que a Geologia é explorada de forma dinâmica por meio de questionamentos, experimentos,

Leia mais

ATIVIDADES DE CIÊNCIAS 3ª S SÉRIES A-B-C-D. 1. Veja um esquema que representa, de forma simplificada, o ciclo da água no ambiente.

ATIVIDADES DE CIÊNCIAS 3ª S SÉRIES A-B-C-D. 1. Veja um esquema que representa, de forma simplificada, o ciclo da água no ambiente. Nome: n.º 3ª Barueri, de de 2009. 2ª Postagem Disciplina: CIÊNCIAS ATIVIDADES DE CIÊNCIAS 3ª S SÉRIES A-B-C-D 1. Veja um esquema que representa, de forma simplificada, o ciclo da água no ambiente. a) Os

Leia mais

Crianças e números. Senso numérico. Vamos fazer uma experiência. Observe as figuras : Onde há mais pessoas? Agora veja estas figuras :

Crianças e números. Senso numérico. Vamos fazer uma experiência. Observe as figuras : Onde há mais pessoas? Agora veja estas figuras : Senso numérico Crianças e números Vamos fazer uma experiência. Observe as figuras : Onde há mais pessoas? Agora veja estas figuras : Em qual dos dois casos foi mais fácil perceber onde há mais pessoas?

Leia mais

Que equipe da sala conseguirá percorrer os jogos em menor tempo?

Que equipe da sala conseguirá percorrer os jogos em menor tempo? Projeto mão na massa O professor deve ser capaz de observar, analisar, tirar proveito das experiências, organizar as ideias, debater, pesquisar e questionar-se.estas, se.estas, são competências que todo

Leia mais

PROJETO: CASA DE BRINQUEDO 1 RELATO DO PROCESSO

PROJETO: CASA DE BRINQUEDO 1 RELATO DO PROCESSO PROJETO: CASA DE BRINQUEDO 1 RELATO DO PROCESSO Áreas: Matemática, Artes Plásticas Transversal: Meio Ambiente Faixa etária: 4 a 5 anos Turma com 30 crianças Duração: agosto a outubro/2004 Produto final:

Leia mais

Dia da Conservação do Solo - 15 de Abril

Dia da Conservação do Solo - 15 de Abril Dia da Conservação do Solo - 15 de Abril Tema: Comemoração do Dia da Conservação do Solo Destinatários: Crianças dos 6 aos 10 anos - 1º ciclo Objectivo: Pretende-se que no final das actividades as crianças

Leia mais

PLANO DE TRABALHO 1 MATEMÁTICA 4º ANO GEOMETRIA. Adriana da Silva Santi Coordenação Pedagógica de Matemática

PLANO DE TRABALHO 1 MATEMÁTICA 4º ANO GEOMETRIA. Adriana da Silva Santi Coordenação Pedagógica de Matemática PLANO DE TRABALHO 1 MATEMÁTICA 4º ANO GEOMETRIA Adriana da Silva Santi Coordenação Pedagógica de Matemática Piraquara Abril/2015 1 CONTEÚDOS - Poliedros: prismas e pirâmides. - Corpos Redondos: cone, cilindro

Leia mais

Fique de bem. com a natureza!! Turma do Lixildo em:

Fique de bem. com a natureza!! Turma do Lixildo em: Fundado em agosto de 2003, o Instituto Kautsky é uma Associação sem fins lucrativos que tem como missão estabelecer a harmonia do homem com o meio ambiente pesquisando, promovendo e disseminando conhecimentos

Leia mais

Prática Pedagógica: Coleta de Lixo nas Escolas

Prática Pedagógica: Coleta de Lixo nas Escolas Prática Pedagógica: Coleta de Lixo nas Escolas Introdução O objetivo desse trabalho é ajudar as Escolas e demais instituições na implantação do programa da coleta seletiva do lixo e do lixo eletrônico.

Leia mais

1ºano. 2º período 1.1 CIÊNCIAS. 6 de junho de 2014 1. ESCUTE, ATENTAMENTE, A LEITURA DO TEXTO ABAIXO FEITA POR SUA PROFESSORA. A GOTINHA VIAJANTE

1ºano. 2º período 1.1 CIÊNCIAS. 6 de junho de 2014 1. ESCUTE, ATENTAMENTE, A LEITURA DO TEXTO ABAIXO FEITA POR SUA PROFESSORA. A GOTINHA VIAJANTE 1ºano 1.1 CIÊNCIAS 2º período 6 de junho de 2014 1. ESCUTE, ATENTAMENTE, A LEITURA DO TEXTO ABAIXO FEITA POR SUA PROFESSORA. A GOTINHA VIAJANTE EM UM RIACHO BEM LIMPINHO NASCEU UMA GOTINHA D'ÁGUA. JUNTO

Leia mais

Livro Novo Eu gosto - Ciências. Áreas envolvidas: Ciências, Linguagem, Matemática, Arte, Informática.

Livro Novo Eu gosto - Ciências. Áreas envolvidas: Ciências, Linguagem, Matemática, Arte, Informática. Projeto Feira de Ciências Escola Dinâmica Infantil Projeto para Feira de Ciências, com atividades para as quatro séries (ou para os quatro anos). Livro Novo Eu gosto - Ciências. Áreas envolvidas: Ciências,

Leia mais

3.ª e 4.ª SÉRIES/4.º e 5.º ANOS

3.ª e 4.ª SÉRIES/4.º e 5.º ANOS 3.ª e 4.ª SÉRIES/4.º e 5.º ANOS 1) Qual das planificações abaixo não é a planificação de um cubo? Resposta: I Existem 11 planificações diferentes para o cubo, indicadas pelas letras A, B, C, D, E, F, G,

Leia mais

Universidade Estadual de Campinas

Universidade Estadual de Campinas Universidade Estadual de Campinas Instituto de Física Gleb Wataghin F 709 Tópicos do Ensino de Física II Relatório Final 1 Semestre de 2007 Apresentação de Experimentos de Eletrostática para alunos do

Leia mais

pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe rtyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbn Ciências

pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe rtyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbn Ciências Qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfg hjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuio Planejamento Anual 2014 pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1D

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1D CADERNO DE EXERCÍCIOS 1D Ensino Fundamental Ciências da Natureza II Questão Conteúdo Habilidade da Matriz da EJA/FB 01 Propriedades e aplicação dos materiais H55/H56 02 Propriedades específicas, físicas

Leia mais

O trabalho de química no Ensino Fundamental I. Identificação: Patrícia Aparecida Schmidt Roselli, psicopedagoga, Colégio Sidarta Cotia / SP.

O trabalho de química no Ensino Fundamental I. Identificação: Patrícia Aparecida Schmidt Roselli, psicopedagoga, Colégio Sidarta Cotia / SP. O trabalho de química no Ensino Fundamental I Identificação: Patrícia Aparecida Schmidt Roselli, psicopedagoga, Colégio Sidarta Cotia / SP. Modalidade: Relato de experiência. Resumo: O trabalho de química

Leia mais

Oficina 10: Flutua ou afunda?

Oficina 10: Flutua ou afunda? Oficina 10: Flutua ou afunda? Introdução O tema água domina este texto. A importância dessa matéria em todas as áreas científicas é evidente. A água é um importante componente do planeta Terra e o ambiente

Leia mais

PROJETO SENTINDO A ÁGUA

PROJETO SENTINDO A ÁGUA PROJETO SENTINDO A ÁGUA Adriana Maria de Souza Geraldo Fernanda Daniela F. Rodrigues Juliana Aparecida Ribeiro Resumo O presente projeto foi desenvolvido em um Centro Municipal de Educação Infantil, com

Leia mais

USO DE TERRÁRIO NA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS DO ENSINO FUNDAMENTAL

USO DE TERRÁRIO NA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS DO ENSINO FUNDAMENTAL USO DE TERRÁRIO NA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS DO ENSINO FUNDAMENTAL Giovana Pereira dos Santos Lima (PIBIC/Fundação Araucária), Kátya Regina de Freitas (Orientadora), e-mail: giovana_p.lima@hotmail.com, krfreitas@utfpr.edu.br.

Leia mais

AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE CIÊNCIAS NATURAIS. Aluno (a): 6 ano Turma:

AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE CIÊNCIAS NATURAIS. Aluno (a): 6 ano Turma: Escola Estadual AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE CIÊNCIAS NATURAIS Professor (a) : Data: / /2012 Aluno (a): 6 ano Turma: 1 - Todos os seres vivos e a parte não-viva de um ambiente (água, minerais do solo, gases

Leia mais

Dica nº 1: Esta dica do manual é relacionada ao bom uso da água!

Dica nº 1: Esta dica do manual é relacionada ao bom uso da água! Dica nº 1: Esta dica do manual é relacionada ao bom uso da água! Fui atrás de dados sobre o seu consumo consciente no site da Sabesp e encontrei ótimas informações. Você sabia que segundo a ONU - Organização

Leia mais

Óptica. Feixe de Raios Paralelos: A luz do sol que atinge a terra pode ser considerada um feixe de raios paralelos.

Óptica. Feixe de Raios Paralelos: A luz do sol que atinge a terra pode ser considerada um feixe de raios paralelos. Óptica Os fenômenos ópticos que observamos através do nosso aparelho de visão (Olho Humano) são todos devidos às propriedades da luz. Para estudarmos a óptica, ou seja, os efeitos sofridos pela luz, utilizaremos

Leia mais

Mistérios no banheiro: o que é isso entre os azulejos?

Mistérios no banheiro: o que é isso entre os azulejos? Mistérios no banheiro: o que é isso entre os azulejos? Eixo(s) temático(s) Vida e ambiente Tema Água e vida / o caminho cíclico dos materiais no ambiente / a reprodução e a ocupação de novos ambientes

Leia mais

EDUCAÇÃO EM SAÚDE NO SUS BINGO DA ÁGUA

EDUCAÇÃO EM SAÚDE NO SUS BINGO DA ÁGUA EDUCAÇÃO EM SAÚDE NO SUS Desenvolver ações educativas e de mobilização social é disseminar informações visando o controle de doenças e agravos à saúde e fomentar nas pessoas o senso de responsabilidade

Leia mais

Esplanada sem desperdício: preservando o meio ambiente.

Esplanada sem desperdício: preservando o meio ambiente. Implementar ações voltadas ao uso racional de recursos sustentabilidade naturais para promover a ambiental e socioeconômica na Administração Pública Federal. A Esplanada terá metas de racionalização do

Leia mais

:: NOVA ESCOLA ON-LINE ::

:: NOVA ESCOLA ON-LINE :: Page 1 of 7 Planos de aula Educação Infantil Conhecimento de Mundo Natureza e Sociedade Seres Vivos Plano de trabalho O ovo vira pinto Introdução Muito freqüentemente, o trabalho com as ciências naturais,

Leia mais

TERRESTRE: PRODUÇÃO DO ECOSSISTEMA

TERRESTRE: PRODUÇÃO DO ECOSSISTEMA PLANO DE TRABALHO DOCENTE Adaptação do PTD: Nivalda Lomba, Silvana Perle e Aline Bertollo Área: Ciências Ano: 4 Ano Período: CELESTE: PRODUÇÃO DO UNIVERSO 1.3. Sol Terra: Movimentos da Terra: - Rotação:

Leia mais

FORMAÇÃO DO SOLO E AS CONSEQÜÊNCIAS DA EROSÃO

FORMAÇÃO DO SOLO E AS CONSEQÜÊNCIAS DA EROSÃO FORMAÇÃO DO SOLO E AS CONSEQÜÊNCIAS DA EROSÃO Lucieli Lopes Marques Supervisora: Mara Regina Dorcidônio Molina CONTEXTUALIZAÇÃO A presente proposta de trabalho tem como tema a formação e erosão do solo

Leia mais

CONTEÚDOS OBJETIVOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO. - Lêr com ritmo, fluência e entonação os gêneros estudados em sala apreendendo suas principais ideias;

CONTEÚDOS OBJETIVOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO. - Lêr com ritmo, fluência e entonação os gêneros estudados em sala apreendendo suas principais ideias; PLANO DE LÍNGUA PORTUGUESA ELABORAÇÃO: JOSIANE DE LIMA GÊNERO: Receita PERÍDO APROXIMADAMENTE: 5º Ano CONTEÚDOS OBJETIVOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - Ritmo, fluência e entonação na leitura; - Apreensão das

Leia mais

13-09-2010 MATERIAIS RECICLÁVEIS, PROCESSO DE RECICLAGEM

13-09-2010 MATERIAIS RECICLÁVEIS, PROCESSO DE RECICLAGEM MATERIAIS RECICLÁVEIS, PROCESSO DE RECICLAGEM 1 2 Introdução História da limpeza; Educação Ambiental; Campanhas de Sensibilização, Publicidade; Reciclagem antigamente; Materiais reutilizáveis; Processos

Leia mais

Cores e Formas. Aplicando os conceitos da reciclagem, fazer uso das formas geométricas como materiais para a composição e decomposição de figuras.

Cores e Formas. Aplicando os conceitos da reciclagem, fazer uso das formas geométricas como materiais para a composição e decomposição de figuras. Cores e Formas 1) Objetivo Geral Aplicando os conceitos da reciclagem, fazer uso das formas geométricas como materiais para a composição e decomposição de figuras. 2) Objetivo Específico Reconhecimento,

Leia mais

Apague velhos. Acenda uma grande. hábitos. idéia.

Apague velhos. Acenda uma grande. hábitos. idéia. Apague velhos hábitos. Acenda uma grande idéia. Crise Energética Por que todos falam em crise energética? Porque a crise energética sul-americana deixou de ser um cenário hipotético para se transformar

Leia mais

RESÍDUOS COMO ALTERNATIVA DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO SÓCIO-AMBIENTAL

RESÍDUOS COMO ALTERNATIVA DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO SÓCIO-AMBIENTAL RESÍDUOS COMO ALTERNATIVA DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO SÓCIO-AMBIENTAL SOUZA,I.C. ;BUFAIÇAL,D.S.S;SANTOS,M.D.;ARANTES,S.S.;XAVIER,L.;FERREIRA,G.K.S; OLIVEIRA,B.A.;PAGOTTO,W.W.B.S.;SILVA,R.P.;SANTOS.L.G.;SANTOS.F.F.S.;FRANCO,R.

Leia mais

Reciclagem. Projetos temáticos

Reciclagem. Projetos temáticos Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino fundamental Publicado em 2011 Projetos temáticos 2 o ano Data: / / Nível: Escola: Nome: Reciclagem Justificativa Este projeto tem como foco promover

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES CIËNCIAS DESAFIO DO DIA. Aula 1.1 Conteúdo. O Universo

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES CIËNCIAS DESAFIO DO DIA. Aula 1.1 Conteúdo. O Universo CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Aula 1.1 Conteúdo O Universo 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA

Leia mais

EXPLORANDO O MUNDO COM OS SENTIDOS RESUMO INTRODUÇÃO

EXPLORANDO O MUNDO COM OS SENTIDOS RESUMO INTRODUÇÃO EXPLORANDO O MUNDO COM OS SENTIDOS RESUMO Andrea Cristina Lombardo Debora Cristina Millan Maria Conceição Olimpio de Almeida deboramillan@yahoo.com.br Ouvir o barulho da chuva, saborear os alimentos, cheirar

Leia mais

Nome do(a) Aluno(a): Turma: RECOMENDAÇÕES IMPORTANTES

Nome do(a) Aluno(a): Turma: RECOMENDAÇÕES IMPORTANTES 5º ANO ESPECIALIZADO E CURSO PREPARATÓRIO 4º SIMULADO/2014-2ª ETAPA MATEMÁTICA Nome do(a) Aluno(a): Turma: RECOMENDAÇÕES IMPORTANTES 01) Verifique o total de folhas (09) deste Simulado. Ele contém 20 (vinte)

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE FÍSICA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE FÍSICA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE FÍSICA Nome: Nº 9º ano Data: / / 2015 Professor: Boniek Nota: A - Introdução Leia, atentamente, este roteiro, pois ele resgata conteúdos essenciais para o prosseguimento

Leia mais

CONTEÚDOS OBJETIVOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO. Representar as idéias do texto através de desenho, modelagem e dramatização;

CONTEÚDOS OBJETIVOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO. Representar as idéias do texto através de desenho, modelagem e dramatização; PLANO DE TRABALHO DE LÍNGUA PORTUGUESA ELABORAÇÃO: JOSIANE DE LIMA ANO: 1º GÊNERO: PARLENDA PERÍDO APROXIMADAMENTE: CONTEÚDOS OBJETIVOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Ideia de representação; (desenho, modelagem

Leia mais

Comprovação dos índices de refração

Comprovação dos índices de refração Comprovação dos índices de refração 1 recipiente de vidro; 1 bastão de vidro, e Glicerina. 1. Encha até a metade o recipiente com glicerina, depois basta afundar o bastão de vidro na glicerina e pronto!

Leia mais

ECOLOGIA GERAL FLUXO DE ENERGIA E MATÉRIA ATRAVÉS DE ECOSSISTEMAS

ECOLOGIA GERAL FLUXO DE ENERGIA E MATÉRIA ATRAVÉS DE ECOSSISTEMAS ECOLOGIA GERAL Aula 05 Aula de hoje: FLUXO DE ENERGIA E MATÉRIA ATRAVÉS DE ECOSSISTEMAS Sabemos que todos os organismos necessitam de energia para se manterem vivos, crescerem, se reproduzirem e, no caso

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL e 1 o ANO

EDUCAÇÃO INFANTIL e 1 o ANO EDUCAÇÃO INFANTIL e 1 o ANO (Materiais Complementares) SUGESTÕES DE ATIVIDADES PARA A CONSTRUÇÃO DA BASE ALFABÉTICA 1. Jogo do correio: as crianças escrevem mensagens e as colocam num envelope com o nome

Leia mais

Colégio Estadual Dr. Xavier da Silva EF e EM. PIBID - FÍSICA Disciplina: Física 1º Ano EM Turma:A Atividade Experimental Conteúdo: Colisões

Colégio Estadual Dr. Xavier da Silva EF e EM. PIBID - FÍSICA Disciplina: Física 1º Ano EM Turma:A Atividade Experimental Conteúdo: Colisões Colégio Estadual Dr. Xavier da Silva EF e EM. PIBID - FÍSICA Disciplina: Física 1º Ano EM Turma:A Atividade Experimental Conteúdo: Colisões Aluno(a): Nº: Data: / /2014 INTRODUÇÃO: a) Se você pudesse escolher

Leia mais

Experimentos Realizados na Disciplina Ciência dos Solos e das Águas

Experimentos Realizados na Disciplina Ciência dos Solos e das Águas Experimentos Realizados na Disciplina Ciência dos Solos e das Águas Os alunos do Curso de Gestão Ambiental, orientados pela professora Me. Fernanda Lobo, realizaram nos dias 12 e 19 de março de 2012 dois

Leia mais

- Ler com ritmo, fluência e entonação adequada ao gênero estudado em sala de aula, compreendendo as idéias contidas no texto.

- Ler com ritmo, fluência e entonação adequada ao gênero estudado em sala de aula, compreendendo as idéias contidas no texto. PLANO DE LÍNGUA PORTUGUESA ELABORAÇÃO: JOSIANE DE LIMA GÊNERO: História em quadrinho PERÍDO APROXIMADAMENTE: 5º Ano CONTEÚDOS OBJETIVOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - Ritmo, fluência e entonação na leitura;

Leia mais

Escola Estadual Dr.Moreira Brandão

Escola Estadual Dr.Moreira Brandão Escola Estadual Dr.Moreira Brandão 32ª Superintendência Regional de Ensino de Pouso Alegre Cidade: Camanducaia Professora Responsável pela Elaboração do Projeto: Ângela Aparecida Carvalho. Ano: 4º ano

Leia mais

MANUAL SERVIÇOS AMBIENTAIS NO CORREDOR ETNOAMBIENTAL TUPI MONDÉ CADERNO DE ATIVIDADES

MANUAL SERVIÇOS AMBIENTAIS NO CORREDOR ETNOAMBIENTAL TUPI MONDÉ CADERNO DE ATIVIDADES MANUAL SERVIÇOS AMBIENTAIS NO CORREDOR ETNOAMBIENTAL TUPI MONDÉ CADERNO DE ATIVIDADES MÓDULO I Corredor Etnoambiental Tupi Mondé Atividade 1 Conhecendo mais sobre nosso passado, presente e futuro 1. No

Leia mais

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual / Critérios de avaliação. Disciplina: Estudo do Meio 2.º ano 2015/2016

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual / Critérios de avaliação. Disciplina: Estudo do Meio 2.º ano 2015/2016 DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110 Planificação Anual / Critérios de avaliação Disciplina: Estudo do Meio 2.º ano 2015/2016 Domínio (Unidade/ tema) Subdomínio/Conteúdos Metas de Aprendizagem Estratégias/

Leia mais

Unidade 2 Água: substância vital

Unidade 2 Água: substância vital Sugestões de atividades Unidade 2 Água: substância vital 6 CIÊNCIAS Estados físicos da água 1. Como ocorre o processo de formação das nuvens? 2. A água pode ser encontrada nos diferentes estados físicos

Leia mais

1a) Resposta: O aluno deveria ter pintado a bola maior de amarelo e a média de azul ou indicado a cor.

1a) Resposta: O aluno deveria ter pintado a bola maior de amarelo e a média de azul ou indicado a cor. Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) - Agência Espacial Brasileira (AEB) VIII Olimpíada Brasileira de Astronomia e de Astronáutica- 2005 Gabarito da Prova do nível 1 (para alunos da 1ª à 2ª série) Questão

Leia mais

Projeto - Profissões. Público alvo: Educação Infantil / Crianças de 3 a 4 anos. Áreas: Natureza e Sociedade / Identidade e Autonomia

Projeto - Profissões. Público alvo: Educação Infantil / Crianças de 3 a 4 anos. Áreas: Natureza e Sociedade / Identidade e Autonomia Projeto - Profissões Público alvo: Educação Infantil / Crianças de 3 a 4 anos Áreas: Natureza e Sociedade / Identidade e Autonomia Duração: 5 semanas Justificativa: Este projeto visa apresentar às crianças

Leia mais

Ambiental. Cartilha. Aquecimento Global. Saiba como reduzir ou até neutralizar suas emissões de Co2. Vamos deixar um futuro melhor para nossos filhos?

Ambiental. Cartilha. Aquecimento Global. Saiba como reduzir ou até neutralizar suas emissões de Co2. Vamos deixar um futuro melhor para nossos filhos? Cartilha Ambiental Vamos deixar um futuro melhor para nossos filhos? Saiba como reduzir ou até neutralizar suas emissões de Co2 Com atitudes simples você pode contribuir para diminuir sua emissão de CO2,

Leia mais

Consumo Consciente. Faz bem para você, para a sociedade e para o planeta

Consumo Consciente. Faz bem para você, para a sociedade e para o planeta Consumo Consciente Faz bem para você, para a sociedade e para o planeta Uma mudança do bem Para nós da Rossi, o consumo consciente é algo vital para a sustentabilidade da sociedade e para o futuro do nosso

Leia mais

Aprender Ciências a Brincar

Aprender Ciências a Brincar Aprender Ciências a Brincar Os conhecimentos serão transmitidos recorrendo à exploração do meio e através de experiências simples, com materiais de uso corrente. A realização de experiências permitirá

Leia mais

REGINA APARECIDA DE OLIVEIRA ASSESSORIA PEDAGÓGICA DE MATEMÁTICA LONDRINA, SETEMBRO DE 2011.

REGINA APARECIDA DE OLIVEIRA ASSESSORIA PEDAGÓGICA DE MATEMÁTICA LONDRINA, SETEMBRO DE 2011. REGINA APARECIDA DE OLIVEIRA ASSESSORIA PEDAGÓGICA DE MATEMÁTICA LONDRINA, SETEMBRO DE 2011. 2 Planejamento de aula abordando alguns conteúdos de Geometria. Sugestão para: Educação Infantil e 1º ano. Tema

Leia mais

Sistematização das questões desenvolvidas pelos estudantes na atividade da primeira semana

Sistematização das questões desenvolvidas pelos estudantes na atividade da primeira semana Sistematização das questões desenvolvidas pelos estudantes na atividade da primeira semana A energia empreendida no processo de floração se equivale a energia empreendida no processo de "secagem" das flores?

Leia mais

CIÊNCIA E MEIO AMBIENTE Prof. Dr. Anderson Orzari Ribeiro

CIÊNCIA E MEIO AMBIENTE Prof. Dr. Anderson Orzari Ribeiro CIÊNCIA E MEIO AMBIENTE Prof. Dr. Anderson Orzari Ribeiro Tópico: A água Objetivos: i) identificação dos diferentes tipos de uso dos recursos hídricos e seu impacto ambiental, econômico e social ii) Ciclo

Leia mais

Unidade. 6 Coleção IAB de Ciências / 3º ANO

Unidade. 6 Coleção IAB de Ciências / 3º ANO I Unidade 6 Coleção IAB de Ciências / 3º ANO UNIDADE I: A VIDA EM NOSSO PLANETA Introdução A ciência se faz com observação da natureza, perguntas e busca de respostas. Você já observou como o Planeta Terra

Leia mais

GUIÃO DO PROFESSOR EXPLORA. Luz 2º CEB. Exploração de conteúdos Preparação da visita Caderno do professor Caderno do aluno Recursos online

GUIÃO DO PROFESSOR EXPLORA. Luz 2º CEB. Exploração de conteúdos Preparação da visita Caderno do professor Caderno do aluno Recursos online GUIÃO DO PROFESSOR EXPLORA Luz Exploração de conteúdos Preparação da visita Caderno do professor Caderno do aluno Recursos online 2º CEB Introdução O Explora é uma verdadeira floresta de fenómenos naturais.

Leia mais

Introdução. Esses acidentes são os mais variados possíveis. Ingestão de água sanitária ou outros

Introdução. Esses acidentes são os mais variados possíveis. Ingestão de água sanitária ou outros Introdução Quase todos os dias vemos nos noticiários ou ouvimos dos colegas relatos de acidentes ocorridos em residências, principalmente com crianças. Estatísticas de acidentes indicam que acidentes fatais

Leia mais

Capitulo 3 Horta Orgânica

Capitulo 3 Horta Orgânica ASSOCIAÇÃO SOCIOAMBIENTALISTA SOMOS UBATUBA Conteúdo Pedagógico Capitulo 3 Horta Orgânica Organização Parceria Convênio Horta Orgânica Introdução Esta etapa é composta por atividades ligadas pelas relações

Leia mais

REDUZIR REUTILIZAR RECICLAR. O caminho para um futuro melhor.

REDUZIR REUTILIZAR RECICLAR. O caminho para um futuro melhor. R R R REDUZIR REUTILIZAR RECICLAR O caminho para um futuro melhor. A FGR se preocupa com o planeta. v Reduza o quanto puder; Reutilize tudo que puder; Recicle o máximo que puder. 2 A qualidade de vida

Leia mais

IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS. Aluno(a): Turma:

IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS. Aluno(a): Turma: IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS Aluno(a): Turma: Querido (a) aluno (a), Este estudo dirigido foi realizado para que você revise

Leia mais

6. o ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF. FRANCISCA AGUIAR PROF. SUZY PINTO

6. o ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF. FRANCISCA AGUIAR PROF. SUZY PINTO 6. o ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF. FRANCISCA AGUIAR PROF. SUZY PINTO Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana. Aula 6.2 Conteúdo Porque construir seu próprio brinquedo? Habilidades (Re)criar

Leia mais