Calibradores de Minerais

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Calibradores de Minerais"

Transcrição

1 uma Companhia Astec Industries Calibradores de Minerais

2 Calibradores de Minerais/Calibradores de Rolos para Aplicações Primárias/Secundárias e Terciárias A gama Osborn de Calibradores de Rolos de Eixo Simples e Eixo Duplo são de concepção de serviço pesado de baixo perfil capazes de lidar com elevadas tonelagens usando potência mínima primária instalada. O Calibrador de Rolo pode ser configurado para funcionar em dois modos dependendo da dimensão de saída de material de exigida. Estes são ou através do centro (Calibradores Centrais) ou dos lados (Calibradores Laterais). Todos os Calibradores Osborn são concebidos para funcionar com transmissão simples ou transmissão dupla. Os Calibradores de Rolo Osborn são ideais para instalações estáticas, semi-móveis e móveis. O peso total e concepção compacta com todas as forças de trituração mantidas no interior do corpo do calibrador permite concepção mais económica sem grandes fundações. Concepção de Calibrador de Rolo de baixa velocidade A concepção do Calibrador de Minerais de eixo duplo rotativo foi desenvolvida nos finais dos anos 70. Descobriu-se que usando eixos rotativos relativamente lentos com grandes dentes, poderia passar-se grandes volumes de material. A torque e força de corte elevada trituram o material de dimensão excessiva e reduzem-no à dimensão exigida produzindo finos mínimos com ruído e consumo de energia reduzidos. Geralmente, o Calibrador de Minerais Osborn pode funcionar a uma razão de trituração de 4:1 e em alguns casos até 6:1 e pode facilmente lidar tanto com material muito macio e pegajoso assim como tipos secos de rochas duras. Este novo conceito revolucionou o sector de mineração subterrânea de carvão, reduzindo entupimentos e pontos de transferência. Foram apresentadas ao Calibrador todos os tipos de aplicações devido a este poder atingir até, e mesmo exceder, toneladas por hora com alimentação de material em excesso de 2m3. O Calibrador de Minerais Osborn foi concebido para ser instalado em aplicações primárias, secundárias e terciárias com uma saída final de dimensão nominal de 50mm. Eixos Calibradores Centrais rodam para o interior Eixos Calibradores Laterais rodam para o exterior 2

3 Calibradores de Minerais - Gama de Modelos A gama Osborn de Calibradores de Minerais vai desde o nosso modelo 550 até ao modelo As dimensões dos modelos são determinadas pela distância entre centros em mm dos rotores principais. Número de Modelo Tipo de Calibrador 550 Calibrador Central e Lateral 650 Calibrador Central e Lateral 800 Calibrador Central e Lateral 1000 Calibrador Central 1250 Calibrador Central 1450 Calibrador Central 1650 Calibrador Central O comprimento da área de trabalho pode variar entre 1-4 metros dependendo da capacidade exigida (garganta útil). Esta é em secções de 500 mm. Concepção de Dente e Rotor O conceito básico do Calibrador de Minerais Osborn é de rolos contrarrotativos rodando um na direcção do outro na concepção de Calibrador central e em direcção oposta na concepção de Calibrador lateral. Os Calibradores Primários podem ser configurados com anéis sobre o eixo do triturador de 3 dentes e 4 dentes. Calibradores de Minerais Secundários e Terciários são construídos com segmentos de dentes múltiplos que são aparafusados aos transportadores de dentes montados nos rotores principais. Calibradores de Minerais Secundários e Terciários são construídos com segmentos de dentes múltiplos que são aparafusados aos transportadores de dentes montados nos rotores principais. O êxito da acção de trituração é largamente dependente da configuração dos dentes com a dimensão e forma do dente especificamente seleccionados para cada aplicação do Calibrador de Minerais. Os dentes são desenhados de modo a serem imobilizados em recessos usinados no eixo que garantem rápida substituição das pontas dos dentes sem necessidade de remover o conjunto completo do rotor. Grampos de serviço pesado fixam os dentes em posição no rotor e cada fila de dentes é apertada com parafusos de tensão que estão situados no exterior do fluxo de alimentação. 3

4 Características de construção dos Calibradores de Minerais Osborn Estrutura principal Fabricados a partir de aço carbono. Chapas de extremidade fabricadas a partir de chapa sólida e separadas horizontalmente ao longo da linha central do eixo do rotor. Estruturas laterais completamente soldadas, de construção com nervuras e dimensionadas a máquina, encaixadas e aparafusadas para formarem um conjunto muito robusto capaz de conter quaisquer forças dinâmicas criadas enquanto as máquinas estão em operação. Chapas de desgaste Os calibradores deminerais Osborn possuem chapas de desgaste que cobrem completamente o interior do corpo e câmara de calibração. As chapas de desgaste são feitas a partir de aço de alta resistência e são aparafusadas ao calibrador para permitir facilidade de substituição. Conjuntos de Eixos Os eixos dos rotores e engrenagens são feitos de aço de alto carbono. Os rolamentos dos eixos são de tipo esférico. Os rolamentos e cartuchos são retidos em cada extremidade do eixo usando grandes portas de aperto de modo que todo o impulso nos dentes e eixos fica contido no interior do eixo e não é transferido aos rolamentos. Caixa de Redução e Transmissão Modulares Os pinhões e engrenagens são usinados, cementados e esmerilados a partir de aço de alta resistência. Os rolamentos são de tipo esférico. A selecção da caixa de velocidades é dimensionada incluindo um elevado factor de segurança. Dentes Calibradores Osborn fornece uma gama de dentes calibradores adequados para diversas aplicações. O tipo e instalação destes variam em conformidade. Lubrificação As engrenagens do calibrador Osborn são lubrificadas por meio de banho de óleo. No reservatório está instalado um visor de nível de óleo, bujão magnético de drenagem e ponto de amostragem de óleo. Detalhes da Transmissão Um motor eléctrico TEFC faz transmissão através de um acoplamento hidráulico que possui uma cobertura de inspecção para manutenção do acoplamento. Uma caixa de redução é aparafusada à caixa de transferência que também possui coberturas de inspecção. A transmissão final é por meio de engrenagem recta que está instalada na caixa de transferência. As engrenagens de transmissão do rotor (entrada e saída) na caixa de transferência são acopladas aos eixos por meio de ranhuras para facilidade de manutenção, substituição se necessário e ajuste de sincronização. O motivo para ajuste de sincronização é para fins de auto-limpeza do rotor. Os engranagens de distribuçao da carcaça do transformador são colocados em eixos de rodadura para facilitar a manutenção e substituição de elementos. As Conexões dentadas permiten a programação de peças que estão adaptadas para as operações de polimento de clientes. Características de um Calibrador de Minerais Osborn Eixo rotor de baixa velocidade Desgaste reduzido das partes de trabalho Níveis reduzidos de ruído Baixa produção de finos Produção mínima de poeira Forças de trituração mantidas no interior da carcaça do calibrador Máquina de construção modular Partes de desgaste dos dentes facilmente substituídas no local Altura de alimentação reduzida Construção do Calibrador de Minerais Motor/es Primário/s Eléctrico/s Acoplamento Hidráulico Caixa de Velocidades de Serviço Pesado (regime contínuo) Estrutura de Suporte do Eixo Principal Rolamentos no Eixo Principal e de Apoio Segmentos Dentados Chapas de Desgaste / Pentes de Limpeza 4

5 O Calibrador de Minerais Osborn possui rolos contra rotativos, impulsionados pelo accionador primário com motor eléctrico através de um acoplamento hidráulico e ligado a uma caixa de velocidades de serviço pesado. A transmissão final dos rotores é feita a partir da caixa de redução para engrenagens cilíndricas que estão situadas na caixa de ligação da unidade principal. As engrenagens são montadas por contracção nos seus eixos e quando são instaladas na caixa de velocidades, formam um trem de engrenagens que fornece a razão de transmissão exigida. Os eixos de entrada e saída são estriados proporcionando montagem simples e transmissão superior, reduzindo assim danos através das cargas contínuas de impacto às quais o Calibrador de Minerais está sujeito. Instalação & Funcionamento Os Calibradores de Minerais Osborn estão equipados com dispositivo de protecção incorporado em caso de paragem ou obstrução dos rotores. O dispositivo controla a velocidade do rotor, (velocidade do acoplamento hidráulico e temperatura do óleo, facultativo). Ao detectar uma paragem, o dispositivo de protecção produz um sinal para parar a máquina e é indicado um aviso no painel de controlo. Se o Calibrador de Minerais parou e contém uma carga plena de material na câmara, pode ser reiniciado sob carga plena. Não é necessário retirar o material. Em condição de paragem, os rolos podem ser primeiramente rodados em sentido inverso para remover a obstrução. Todos os Calibradores de Minerais Osborn são acompanhados de um manual de funcionamento completo, lista de peças sobresselentes, fichas fusíveis para o acoplamento hidráulico, filtros para respiradouros e conjunto de amostragem de óleo. Só existem quatro rolamentos esféricos principais a apoiar o eixo principal que necessitam de uma pequena quantidade de massa numa base diária. Esta é normalmente fornecida através dos sistemas de lubrificação automática a bordo. A caixa de velocidades de redução tem o seu óleo próprio para lubrificar as engrenagens e rolamentos esféricos. É usado um indicador de nível Para controlar o nível. Nota: A alimentação no eixo rotor não deve exceder a altura de queda superior a 2 metros. 5

6 Calibradores Primários de 3 Dentes Calibradores Primários de 4 Dentes Modelo 1650 Centros de Preensão = 2200 mm Dimensão Produto Guia = 500 mm Fluxo até tph Massa média = 200 tons 1650 Modelo 1650 Centros de Preensão = 1650 mm Dimensão Produto Guia = 450 mm Fluxo até tph Massa média = 200 tons Modelo 1450 Centros de Preensão = 1900 mm Dimensão Produto Guia = 450 mm Fluxo até tph Massa média = 150 tons 1450 Modelo 1450 Centros de Preensão = 1450 mm Dimensão Produto Guia = 400 mm Fluxo até tph Massa média = 150 tons Modelo 1250 Centros de Preensão = 1700 mm Dimensão Produto Guia = 400 mm Fluxo até 6000 tph Massa média = 100 tons 1250 Modelo 1250 Centros de Preensão = 1250 mm Dimensão Produto Guia = 350 mm Fluxo até 6000 tph Massa média = 100 tons Modelo 1000 Centros de Preensão = 1300 mm Dimensão Produto Guia = 350 mm Fluxo até 3000 tph Massa média = 50 tons 1000 Modelo 1000 Centros de Preensão = 1000 mm Dimensão Produto Guia = 300 mm Fluxo até 3000 tph Massa média = 50 tons Modelo 800 Centros de Preensão = 1100 mm Dimensão Produto Guia = 300 mm Fluxo até 2500 tph Massa média = 40 tons 800 Modelo 800 Centros de Preensão = 800 mm Dimensão Produto Guia = 250 mm Fluxo até 2500 tph Massa média = 40 tons Modelo 650 Centros de Preensão = 850 mm Dimensão Produto Guia = 250 mm Fluxo até 2000 tph Massa média = 30 tons Modelo 550 Centros de Preensão = 700 mm Dimensão Produto Guia = 200 mm Fluxo até 1500 tph Massa média = 15 tons Modelo 650 Centros de Preensão = 650 mm Dimensão Produto Guia = 200 mm Fluxo até 2000 tph Massa média = 30 tons Modelo 550 Centros de Preensão = 550 mm Dimensão Produto Guia = 150 mm Fluxo até 1500 tph Massa média = 15 tons NOTA: Massa indicada depende muito do comprimento do eixo e é somente uma indicação. 6

7 Calibradores Primários de 3 Dentes ALÇADO FRONTAL Suporte da barra desagregadora Centros dos Eixos ALÇADO LATERAL Conjunto de Barra Desagregadora Pentes de Limpeza Chapa de Desgaste da Extremidade Accionada Tampas de Inspecção Motores elétricos Caixas de velocidades Área Apoiada Área de Trabalho Chapa de Desgaste da Extremidade Não Accionada Sensores de Velocidade Caixa do Acoplamento Hidráulico Caixa de Ligação da Extremidade de Transmissão Estrutura Lateral Área de Trabalho PLANTA Caixa do ROLAMENTO da Extremidade Não Accionada Extremidade Não Accionada Rotores Principais com Segmentos Dentados Dados de Pedido Cliente Elaborado por No. Tel. No. Tel. Data MATERIAL A SER CALIBRADO TIPO DIGITE OU ALIMENTAR Densidade de Massa Livre Kg/m 3 Alimentadora de Esteira Resistência à Compressão Mpa Alimentadora Vibratória Abrasão Alta/ Med/Baixa Transportador de Correia Conteúdo de Humidade % Max FEL Dimensão Máx. de Alimentação mm Escavadora % alimentação com metade da dimensão mm Outro TPH através do Calibrador tph Dimensão de produto pretendida mm Perc. dim. produto na alimentação % 7

8 uma Companhia Astec Industries Sede: 57 Jansen Road, Elandsfontein PO Box 8182 Elandsfontein, 1406 Joanesburgo África do Sul Tel: Fax: uma Companhia Astec Industries Reservados todos os direitos. Excepto se de outro modo indicado, os materiais nestas páginas estão protegidos por direitos de autor da OSBORN. Nenhuma porção destas páginas, seja texto ou imagem, pode ser usada para qualquer fim excepto uso pessoal. Assim, a reprodução, modificação, armazenamento em sistema de reobtenção ou retransmissão, sob qualquer forma ou por qualquer meio, electrónico, mecânico ou de outro modo, por motivos excepto de uso pessoal, são rigorosamente proibidas sem autorização prévia por escrito. Mineral Sizers/0812/ Portuguese Companhias do Grupo Astec Aggregate and Mining

Atlas Copco Compressores portáteis

Atlas Copco Compressores portáteis Atlas Copco Compressores portáteis A proteger o seu investimento. HardHat XA(T,H)S 37-97 32-89 l/s, (1,9-5,3 m 3 /min) 7-12 bar HardHat ideal para situações difíceis Em todo o mundo, as pessoas que trabalham

Leia mais

Há mais de 10 anos, a OMNI CS faz um trabalho diferenciado no campo da mineração e tratamento mineral.

Há mais de 10 anos, a OMNI CS faz um trabalho diferenciado no campo da mineração e tratamento mineral. 2 A Empresa Há mais de 10 anos, a OMNI CS faz um trabalho diferenciado no campo da mineração e tratamento mineral. Isso mostra porque, hoje é uma referência no mercado nacional, com clientes em vários

Leia mais

Atlas Copco Compressores de ar portáteis

Atlas Copco Compressores de ar portáteis Atlas Copco Compressores de ar portáteis XA(T,H)S 37-97 32-89 l/s, 1,9-5,3 m 3 /min, 67-190 cu.ft/min a 7-12 bar(e), 102-175 psig Série 7 Uma gama completa, concebida para obter os maiores níveis de satisfação

Leia mais

de limpeza frontal com corrente

de limpeza frontal com corrente GRELHA MECÂNICA DE BARRAS de limpeza frontal com corrente tipo GV ou GSV Aplicações As águas de descarga civis podem conter vários lixos. Tudo o que puder ser deitado no esgoto, e mesmo o que não se puder,

Leia mais

Dados técnicos Guindaste sobre esteiras HS 895 HD

Dados técnicos Guindaste sobre esteiras HS 895 HD Dados técnicos Guindaste sobre esteiras HS 895 HD Dimensões Máquina básica com carro inferior R 9760 3650 10000 5480 3675 2445 1810 3950 1610 1700 7945 9360 3975 1720 R 6360 1100 6800 620 17380 Peso operacional

Leia mais

Manual de Usuário. (Y-200, Y-300, Y-400, Y-500, Y-550, Y- 600, Y-700, Y-850, Y-1200, Y-1500 e Y- 2000)

Manual de Usuário. (Y-200, Y-300, Y-400, Y-500, Y-550, Y- 600, Y-700, Y-850, Y-1200, Y-1500 e Y- 2000) AUTOMATIZADORES PARA PORTAS DE ENROLAR IMPORTAÇÃO E SUPORTE TÉCNICO NA INSTALAÇÃO Manual de Usuário (Y-200, Y-300, Y-400, Y-500, Y-550, Y- 600, Y-700, Y-850, Y-1200, Y-1500 e Y- 2000) SAC: 55 + 11 3088

Leia mais

COMPRESSORES DE PARAFUSO ROTATIVO DE INJECÇÃO DE ÓLEO. GA 7-37 VSD+ (7-37 kw/10-50 hp)

COMPRESSORES DE PARAFUSO ROTATIVO DE INJECÇÃO DE ÓLEO. GA 7-37 VSD+ (7-37 kw/10-50 hp) COMPRESSORES DE PARAFUSO ROTATIVO DE INJECÇÃO DE ÓLEO GA 7-37 VSD+ (7-37 kw/10-50 hp) O NOVO COMPRESSOR REVOLUCIONÁRIO DA ATLAS COPCO Com o seu inovador design vertical, o compressor GA 7-37 VSD+ da Atlas

Leia mais

Com água A seco Modelo N.º Capacidade máx. mm Ligação HC-2(W) 10-132 * 1 / 2 RB-3W 10-162 * 1

Com água A seco Modelo N.º Capacidade máx. mm Ligação HC-2(W) 10-132 * 1 / 2 RB-3W 10-162 * 1 Perfuração e corte com diamante Perfuradoras manuais com diamante Máquinas de perfuração com diamante - descrição geral *Máximo ø 82 para perfuração manual com água. Com água A seco Modelo Capacidade máx.

Leia mais

Manual de calibragem para transdutor de força dos travões Banco de ensaio de rolos para travões BDE 2205 / brekon 2000 BDE 2206 / brekon 151-3

Manual de calibragem para transdutor de força dos travões Banco de ensaio de rolos para travões BDE 2205 / brekon 2000 BDE 2206 / brekon 151-3 Manual de calibragem para transdutor de força dos travões Banco de ensaio de rolos para travões Art. Nº.: 2000614602 Version 2.0 Índice Página 1. Medidas de segurança 2 2. Valores de calibragem 3 3. Verificação

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1. ESTRUTURA E BLINDAGEM DOS MODULOS 1.1 - Estruturas Laterais Externas Deverão ser confeccionadas em chapa de aço SAE1010 #18, com varias dobras formando colunas, sem quinas ou

Leia mais

L04 - L22. Compressores de Parafuso com Injecção de Óleo. Intelligent Air Technology

L04 - L22. Compressores de Parafuso com Injecção de Óleo. Intelligent Air Technology L04 - L22 Compressores de Parafuso com Injecção de Óleo Intelligent Air Technology L04 - L22 Compressores de Parafuso com Injecção de Óleo O principal objectivo do desenvolvimento dos compressores de parafuso

Leia mais

Artigo Descrição Núm. do artigo Cabo de conexão universal Cabo de conexão, fêmea-fêmea, universal

Artigo Descrição Núm. do artigo Cabo de conexão universal Cabo de conexão, fêmea-fêmea, universal Cabos Os cabos de tomada que se utilizam são especialmente robustos, fabricados por Amphenol (serie C 16 1/7pin) ou Binder (serie 693/7pin) para as balanças WL 103 e Fischer (tipo 104/4pin) para a WL 104.

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS BRITADOR DE MANDÍBULAS - ZL EQUIPAMENTOS.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS BRITADOR DE MANDÍBULAS - ZL EQUIPAMENTOS. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS BRITADOR DE MANDÍBULAS - ZL EQUIPAMENTOS. 1. DESCRIÇÃO. Os britadores de mandíbulas projetados e fabricados pela ZL Equipamentos são maquinas robustas confeccionadas com matéria-prima

Leia mais

Catálogo Airnet. www.airnet-system.com. rápido simples confiável

Catálogo Airnet. www.airnet-system.com. rápido simples confiável Catálogo Airnet www.airnet-system.com rápido simples confiável ÍNDICE Informação geral...1-2 Tubagem...3 Tubos...3 Conexões... 4- Ligação reta...4 Curva...4 T...5 Válvulas...6 Baixada...7 Conexões de transição...8

Leia mais

Compressores de parafuso

Compressores de parafuso Construídos para toda a vida Compressores de parafuso SÉRIE SM Capacidade: 0.45 a 1.20 m³/min Pressão: 7.5 a 13 bar Compressor de parafusos rotativos Máxima Eficiência e Confiabilidade Há anos os consumidores

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO O - MOTOR PERKINS

MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO O - MOTOR PERKINS Consulte as Assistências Técnicas Autorizadas acesse: www.bambozzi.com.br/assistec.xls ou ligue: +55 (16) 33833806 / 33833807 MANUAL DE INSTRUÇÕES BAMBOZZI PRODUTOS ESPECIAIS LTDA. Av. XV de Novembro,

Leia mais

KERN KHP V20 Versão 1.0 11/2014 P

KERN KHP V20 Versão 1.0 11/2014 P KERN & Sohn GmbH Ziegelei 1 D-72336 Balingen E-mail: info@kern-sohn.com Telefone: +49-[0]7433-9933-0 Fax: +49-[0]7433-9933-149 Internet: www.kern-sohn.com Instrução de instalação Ponte de pesagem ( 3000

Leia mais

CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA

CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA *Imagens meramente ilustrativas CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA Manual de Instruções www.v8brasil.com.br 1. DADOS TÉCNICOS CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA Modelo V8 Chave de impacto

Leia mais

1 - AUTOMATIZADOR: Utilizado exclusivamente em portas de enrolar de aço. Existem diversas capacidades e tamanhos. Verifique sempre o peso e o tamanho

1 - AUTOMATIZADOR: Utilizado exclusivamente em portas de enrolar de aço. Existem diversas capacidades e tamanhos. Verifique sempre o peso e o tamanho 1 ME-01 REV00 13 3 1 2 14 9 10 12 4 5 6 7 11 8 1 - AUTOMATIZADOR: Utilizado exclusivamente em portas de enrolar de aço. Existem diversas capacidades e tamanhos. Verifique sempre o peso e o tamanho da porta

Leia mais

correas UNIPLY Funcionamento das Correias Elevadoras Componentes de um Elevador de Correias a Canecas Referências:

correas UNIPLY Funcionamento das Correias Elevadoras Componentes de um Elevador de Correias a Canecas Referências: Funcionamento das Correias Elevadoras Componentes de um Elevador de Correias a Canecas Os elevadores de correias a caçambas são os equipamentos mais comuns e econômicos para o movimento vertical de materiais

Leia mais

SISTEMA DE RODAS INTERMEDIÁRIAS DE IMPACTO ELEVADO

SISTEMA DE RODAS INTERMEDIÁRIAS DE IMPACTO ELEVADO SISTEMA DE RODAS INTERMEDIÁRIAS DE IMPACTO ELEVADO SISTEMA DE RODAS INTERMEDIÁRIAS DE IMPACTO ELEVADO PATENTEADO APLICAÇÕES Um sistema de suporte da correia no ponto de carga concebido para proporcionar

Leia mais

Parte 2: Instruçes de montagem classe 806

Parte 2: Instruçes de montagem classe 806 Indice Página: Parte : Instruçes de montagem classe 806 1. Equipamento da máquina de costura............................... 3. Montagem da máquina de costura.1 Dispositivos de segurança para transporte.............................

Leia mais

ARRUMAÇÃO SEGURA NO LOCAL DE TRABALHO. Arrumação Segura no Local de Trabalho. N.º de modelos. Capacidade (m 3 ) Página

ARRUMAÇÃO SEGURA NO LOCAL DE TRABALHO. Arrumação Segura no Local de Trabalho. N.º de modelos. Capacidade (m 3 ) Página Sistemas de Arrumação RIDGID KNAACK Gama completa de recipientes multiusos de armazenamento em aço reforçado. Líder global nos sectores da construção e industrial. Costuras totalmente soldadas para resistência

Leia mais

Nordberg. Britadores de mandíbulas série C

Nordberg. Britadores de mandíbulas série C Nordberg Britadores de mandíbulas série C Apresentação do produto C80 C100 C96 C106 C116 C3054 C110 C125 C140 C145 C160 C200 2 Apresentação do produto O britador de mandíbulas preferido no mundo inteiro

Leia mais

Instruções de montagem e operação EB 2430 PT. Termóstato Tipo 2430 K para Válvulas da Série 43

Instruções de montagem e operação EB 2430 PT. Termóstato Tipo 2430 K para Válvulas da Série 43 Termóstato Tipo 2430 K para Válvulas da Série 43 Fig. 1 Termóstato Tipo 2430 ligado a Válvula Tipo 2432 K (Regulador de Temperatura Tipo 43-2) Instruções de montagem e operação EB 2430 PT Edição de Setembro

Leia mais

Localização do termostato 14 Posicionamento e instalação do sensor 14. Instalação eléctrica normal 15 Montagem do termostato na caixa de parede 16

Localização do termostato 14 Posicionamento e instalação do sensor 14. Instalação eléctrica normal 15 Montagem do termostato na caixa de parede 16 ÍNDICE INTRODUÇÃo 13 Especificações técnicas 14 POSICIONAMENTO DO TERMOSTATO E DO SENSOR 14 Localização do termostato 14 Posicionamento e instalação do sensor 14 INSTALAÇÃO 15 Instalação eléctrica normal

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO OL MODELO OL - MOTOR PERKINS

MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO OL MODELO OL - MOTOR PERKINS Consulte as Assistências Técnicas Autorizadas acesse: www.bambozzi.com.br/assistec.xls ou ligue: +55 (16) 33833806 / 33833807 MANUAL DE INSTRUÇÕES BAMBOZZI PRODUTOS ESPECIAIS LTDA. Av. XV de Novembro,

Leia mais

rimetal máquina codificadora a laser Modelo: TRCL Manual do Usuário Máquinas para Baterias

rimetal máquina codificadora a laser Modelo: TRCL Manual do Usuário Máquinas para Baterias máquina codificadora a laser Modelo: TRCL Manual do Usuário ÍNDICE INTRODUÇÃO Apresentação Dados Técnicos Cuidados Segurança Limpeza 2 3 4 5 6 MANUTENÇÃO Instruções Manutenção Preventiva REGULAGEM E AJUSTES

Leia mais

Plantadeira de Micro-Trator 1 Linha - Plantio Direto e Convencional Instruções do Operador

Plantadeira de Micro-Trator 1 Linha - Plantio Direto e Convencional Instruções do Operador R Plantadeira de Micro-Trator 1 Linha - Plantio Direto e Convencional Instruções do Operador INDÚSTRIA MECÂNICA KNAPIK LTDA. Rua Prefeito Alfredo Metzler, 480 - CEP 89400-000 - Porto União - SC Site: www.knapik.com.br

Leia mais

21 55 102 Volume de ar (fluxo livre) 24 55 100 Volume de ar (com filtro de exaustão instalado) m³/h. 14 40 75 Nível de ruído

21 55 102 Volume de ar (fluxo livre) 24 55 100 Volume de ar (com filtro de exaustão instalado) m³/h. 14 40 75 Nível de ruído Série - Ventilador com Filtro (24 630) m³/h SÉRIE.50.8.xxx.1020.50.8.xxx.2055.50.8.xxx.3100 Ventilador com Filtro adequado para armários e painéis elétricos, versões de 120V ou 230V AC Baixo nível de ruído

Leia mais

aos elementos de transmissão

aos elementos de transmissão A U A UL LA Introdução aos elementos de transmissão Introdução Um motorista viajava numa estrada e não viu a luz vermelha que, de repente, apareceu no painel. Mais alguns metros, o carro parou. O motorista,

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO AGA-TEC Indústria, Comércio e Manutenção Ltda. R: Danilo Valbuza, 703 - Laranjeiras 07700-000 Caieiras / SP - Brasil Tels /Fax: (11) 4441 8353 / 8309 / 8247 / 8502 E-mail: agatecvendas@terra.com.br MANUAL

Leia mais

Remanufatura do Cartucho Colorido HP Cp1215

Remanufatura do Cartucho Colorido HP Cp1215 Remanufatura do Cartucho Colorido HP Cp1215 Por Enrique E.Stura CB540A Cartuchos de toner para HP CP1215 / 1515 / 1518 & CM1312 MFP 50 Guia do Reciclador - Ano 4 - Número 29 1. Com a etiqueta do cartucho

Leia mais

Manual de instruções do produto Sistema de Laminação Frente e Verso Matrix MX-530 DP

Manual de instruções do produto Sistema de Laminação Frente e Verso Matrix MX-530 DP Manual de instruções do produto Sistema de Laminação Frente e Verso Matrix MX-530 DP O Matrix foi concebido para ser de fácil utilização, no entanto recomendamos vivamente que tome alguns minutos para

Leia mais

06.06-PORB. Adaptadores Vic-Flange. Nº. Sistema Enviado por Seção Espec. Parágr. Local Data Aprovado Data TUBO DE AÇO-CARBONO ACOPLAMENTOS RANHURADOS

06.06-PORB. Adaptadores Vic-Flange. Nº. Sistema Enviado por Seção Espec. Parágr. Local Data Aprovado Data TUBO DE AÇO-CARBONO ACOPLAMENTOS RANHURADOS PARA MAIS DETALHES CONSULTE A PUBLICAÇÃO VICTAULIC 10.01 Modelo 741 O adaptador Modelo 741 é desenhado para incorporar diretamente componentes flangeados com padrões de orifício do parafuso ANSI CL. 125

Leia mais

Variadores e redutores de velocidade e manutenção de engrenagens

Variadores e redutores de velocidade e manutenção de engrenagens Variadores e redutores de velocidade e manutenção de engrenagens A UU L AL A Um conjunto de engrenagens cônicas pertencente a uma máquina começou a apresentar ruídos estranhos. O operador da máquina ficou

Leia mais

19,5 kw / 26,1 CV a 2.200 rpm 3.660 kg 3.025-3.155 mm. DX35z. Gama compacta

19,5 kw / 26,1 CV a 2.200 rpm 3.660 kg 3.025-3.155 mm. DX35z. Gama compacta 19,5 kw / 26,1 CV a 2.200 rpm 3.660 kg 3.025-3.155 mm DX35z Gama compacta DOOSAN DX35z Escavadora Hidráulica: um novo modelo com novas funções A nova escavadora hidráulica DX35z (rotação de raio zero)

Leia mais

INSTALAÇÃO, LUBRIFICAÇÃO E MANUTENÇÃO DAS CORRENTES TRANSPORTADORAS PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO DA CORRENTE

INSTALAÇÃO, LUBRIFICAÇÃO E MANUTENÇÃO DAS CORRENTES TRANSPORTADORAS PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO DA CORRENTE UNP-130408 1 de 6 INSTALAÇÃO, LUBRIFICAÇÃO E MANUTENÇÃO DAS CORRENTES TRANSPORTADORAS A vida útil das correntes transportadoras e elevadoras está diretamente ligada aos cuidados com a instalação, lubrificação

Leia mais

Ralos lineares. Características do ralo linear de parede

Ralos lineares. Características do ralo linear de parede Ficha técnica Ralos lineares O ralo linear da butech é um ralo para bases de duche construídas, com saída horizontal. Caracteriza-se por um bandeja amplo em torno da grelha, o que facilita a ligação à

Leia mais

Maceradores Trituradores Para Tubulação e Canal de Entrada

Maceradores Trituradores Para Tubulação e Canal de Entrada Maceradores Trituradores Para Tubulação e Canal de Entrada Maceradores Trituradores para as Aplicações Mais Exigentes Os Maceradores Trituradores são projetados para lidar com materiais fibrosos e sólidos

Leia mais

BOMBA-FILTRO MANUAL DO UTILIZADOR

BOMBA-FILTRO MANUAL DO UTILIZADOR ESPECIALISTA EM INSUFLÁVEIS BOMBA-FILTRO MANUAL DO UTILIZADOR Para os modelos: 110 220v Leia atentamente e guarde para referência futura! 1 INSTRUÇÕES Agradecemos-lhe a compra da nossa bomba-filtro. Pensamos

Leia mais

EXAUSTOR MUNTERS MANUAL DE INSTALAÇÃO EXAUSTOR MUNTERS REV.00-11/2012-MI0047P

EXAUSTOR MUNTERS MANUAL DE INSTALAÇÃO EXAUSTOR MUNTERS REV.00-11/2012-MI0047P MANUAL DE INSTALAÇÃO EXAUSTOR MUNTERS REV.00-11/2012-MI0047P 0 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 IMPORTANTE... 3 SEGURANÇA... 3 CUIDADOS AO RECEBER O EQUIPAMENTO... 4 1) Instalação dos exaustores... 5 2) Instalação

Leia mais

Soluções Recomendadas

Soluções Recomendadas Cement Wood Board Soluções Recomendadas Fachadas Fichas de Aplicação Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas Aplicação: Exterior Estrutura de suporte: Madeira ou metal Fixação: s de cabeça externa Espessura:

Leia mais

veneza Armário de automação IP 55

veneza Armário de automação IP 55 Armário de automação IP 55 Armário de automação IP 55 veneza A solução flexível para compor A oferta da Hager acaba de ser ampliada com a nova série veneza, a solução ideal para realizar armários de automação,

Leia mais

SOLUÇÔES INTEGRAIS 1

SOLUÇÔES INTEGRAIS 1 SOLUÇÔES INTEGRAIS 111 Sistema estrutural de alumínio Perfis e acessórios Série MICRO Tipo... Liga... Estado... Tolerâncias dimensionais... Terminação... Sistema modular de perfis de alumínio e seus acessórios

Leia mais

Compressores de Ar de Parafusos Rotativos Lubrificados

Compressores de Ar de Parafusos Rotativos Lubrificados Compressores de Ar de Parafusos Rotativos Lubrificados Séries-R 55-75 kw/75-100 hp Compressores Rotativos 3 Um Novo Nível de Confiabilidade, Eficiência e Produtividade Os compressores de ar de parafuso

Leia mais

Visão geral do processamento de cimento. Produtos e soluções de transmissão de potência para o processamento de cimento

Visão geral do processamento de cimento. Produtos e soluções de transmissão de potência para o processamento de cimento Visão geral do processamento de cimento Produtos e soluções de transmissão de potência para o processamento de cimento Escolha a Rexnord para ajudá-lo a produzir hoje o cimento de amanhã. Da especificação

Leia mais

ÍNDICE GUIA DE CONSULTA RÁPIDA INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO TABELA DE PROGRAMAS BROCHURA

ÍNDICE GUIA DE CONSULTA RÁPIDA INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO TABELA DE PROGRAMAS BROCHURA ÍNDIE GUIA DE ONSULTA RÁPIDA TABELA DE PROGRAMAS PREPARAÇÃO DA ROUPA SELEIONAR AS OPÇÕES E O PROGRAMA INIIAR E TERMINAR UM PROGRAMA MODIFIAR UM PROGRAMA INTERROMPER UM PROGRAMA MANUTENÇÃO E LIMPEZA DIÁRIAS

Leia mais

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Página 1 de 9 Informativo nº 9 VENTILADOR DE MESA 30cm VENTNK1200 ASSUNTO: Lançamento. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Alimentação: Cor: Potência do aparelho: Consumo de energia: Característica diferencial: Período

Leia mais

OS PAINÉIS DE CONTROLE E COMANDO DOS EQUIPAMENTOS ESTÃO INCLUSOS NO VALOR DA PROPOSTA

OS PAINÉIS DE CONTROLE E COMANDO DOS EQUIPAMENTOS ESTÃO INCLUSOS NO VALOR DA PROPOSTA Rio de Janeiro, 02 de dezembro de 2011. UNIDADE TRIAGEM E RECICLAGEM E INCLUSÃO SOCIAL E VALORIZAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS. 01. Proposta Simplificada PRODUTO QUANTIDADE VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL

Leia mais

Reboques para comboios logísticos. Soluções completas para utilização no interior e no exterior.

Reboques para comboios logísticos. Soluções completas para utilização no interior e no exterior. Reboques para comboios logísticos Soluções completas para utilização no interior e no exterior. Soluções de transporte desde a recepção dos produtos até à área de distribuição/produção. Com capacidades

Leia mais

Instruções para uso do peso de bater automático

Instruções para uso do peso de bater automático Este equipamento foi desenvolvido com as finalidades de: 1) Agilizar e otimizar o tempo necessário para os testes de penetração de solo; 2) Melhorar a ergonomia do procedimento, evitando esforços físicos

Leia mais

AXOLUTE ETÈRIS O charme das linhas finas, de design inovador e essencial: espessura mínima

AXOLUTE ETÈRIS O charme das linhas finas, de design inovador e essencial: espessura mínima X, Eteris 2 O charme das linhas finas, de design inovador e essencial: espessura mínima e estética monocromática. Formas quadradas, design essencial e estética monocromática. AXOLUTE ETÉRIS é o novo padrão

Leia mais

Lubrificadores Automáticos Ponto a Ponto Compacto e Reutilizável Lubrificador Ponto a Ponto

Lubrificadores Automáticos Ponto a Ponto Compacto e Reutilizável Lubrificador Ponto a Ponto S I S T EMASAUT OMÁT I COS DEL UBRI FI CAÇÃO MONOPONT O smart lubrication Lubrificadores Automáticos Ponto a Ponto Compacto e Reutilizável Lubrificador Ponto a Ponto simalube, o lubrificador compacto que

Leia mais

TRANSPORTADORES DE CORREIA

TRANSPORTADORES DE CORREIA 1. DESCRIÇÃO Os Transportadores de correia é a solução ideal para o transporte de materiais sólidos a baixo custo. Sua construção é compacta e com excelente desempenho funcional. Sua manutenção é simples

Leia mais

Pregão 003/2006 Alteração 01 ANEXO I ESPECIFICAÇÃO ESPECIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE ARQUIVAMENTO COMPOSTO DE MÓDULOS DE ARQUIVOS DESLIZANTES

Pregão 003/2006 Alteração 01 ANEXO I ESPECIFICAÇÃO ESPECIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE ARQUIVAMENTO COMPOSTO DE MÓDULOS DE ARQUIVOS DESLIZANTES Pregão 003/2006 Alteração ESPECIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE ARQUIVAMENTO COMPOSTO DE MÓDULOS DE ARQUIVOS DESLIZANTES ITEM O1 Sistema de arquivamento composto de módulos de arquivos deslizantes, com acionamento

Leia mais

Unidade móvel de classificação de areia e agregados

Unidade móvel de classificação de areia e agregados M2500 Unidade móvel de classificação de areia e agregados UMA REVOLUÇÃO NA CLASSIFICAÇÃO, OFERECENDO ALIMENTAÇÃO, PENEIRAMENTO, CLASSIFICAÇÃO DE AREIA E EMPILHAMENTO EM UMA ESTRUTURA COMPACTA CDE GLOBAL

Leia mais

Seu manual do usuário KONICA MINOLTA BIZHUB PRO C5500 http://pt.yourpdfguides.com/dref/589352

Seu manual do usuário KONICA MINOLTA BIZHUB PRO C5500 http://pt.yourpdfguides.com/dref/589352 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para KONICA MINOLTA BIZHUB PRO C5500. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS SISTEMA DE ARQUIVO DESLIZANTE ORGÃO GERENCIADOR:

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS SISTEMA DE ARQUIVO DESLIZANTE ORGÃO GERENCIADOR: ATA DE REGISTRO DE PREÇOS SISTEMA DE ARQUIVO DESLIZANTE ORGÃO GERENCIADOR: Código UASG: 393003 Pregão Eletrônico SRP n 511/14 Vigência: 26/11/2014 a 25/11/2015 Sr. Luciano Sacramento Fone: (61) 3315-4241/4601

Leia mais

Nova Geração de Britadores. Britadores cônicos HP3

Nova Geração de Britadores. Britadores cônicos HP3 Nova Geração de Britadores Britadores cônicos HP3 2 2 Apresentação do produto Britadores cônicos HP3 Desempenho Produtivo Não há escolha melhor que um britador cônico quando se trata de... Elevada produtividade,

Leia mais

Lubrificação IV. Notou-se excessivo ruído no sistema de mudança. Sistema selado

Lubrificação IV. Notou-se excessivo ruído no sistema de mudança. Sistema selado A U A UL LA Lubrificação IV Introdução Notou-se excessivo ruído no sistema de mudança da caixa de câmbio de um automóvel. Um mecânico verificou que a caixa de câmbio estava com problemas por falta de óleo.

Leia mais

Manual Técnico de Instalação, Operação e Manutenção. Lavador de Ar

Manual Técnico de Instalação, Operação e Manutenção. Lavador de Ar Manual Técnico de Instalação, Operação e Manutenção ISO 9001:2008 VENTEC AMBIENTAL EQUIPAMENTOS E INSTALAÇÕES LTDA Rua André Adolfo Ferrari, nº 550 - Distrito Industrial Nova Era - Indaiatuba - São Paulo

Leia mais

Disjuntor a Vácuo uso Interno

Disjuntor a Vácuo uso Interno Disjuntor a Vácuo uso Interno D27 - U 1 Sumário 1. Aplicação... 3 2. Condições Normais de Serviço... 4 3. Principais Parâmetros Técnicos... 4 4. Estrutura e Operação do Disjuntor... 5 4.1. Estrutura Geral:...

Leia mais

PLANTADEIRAS DE MÚLTIPLA SEMEADURA

PLANTADEIRAS DE MÚLTIPLA SEMEADURA PLANTADEIRAS DE MÚLTIPLA SEMEADURA Plantio direto para todo tipo de cultura. A Case IH lança no mercado sua linha de plantadeiras para todos os tipos de cultura: girassol, aveia, trigo, arroz, algodão,

Leia mais

Mineração de cobre Visão Geral. Produtos e soluções de transmissão de potência para minas de cobre

Mineração de cobre Visão Geral. Produtos e soluções de transmissão de potência para minas de cobre Mineração de cobre Visão Geral Produtos e soluções de transmissão de potência para minas de cobre Escolha a Rexnord para ajudá-lo a fornecer hoje o cobre de amanhã Da compra e instalação ao monitoramento

Leia mais

Introdução. Bem vindo, ao mundo dos automatizadores para portas de enrolar!!!

Introdução. Bem vindo, ao mundo dos automatizadores para portas de enrolar!!! D I S T R I B U I D O R Introdução Bem vindo, ao mundo dos automatizadores para portas de enrolar!!! A NEW AUTOMATIZADORES atua no mercado nacional há 1 ano, distribuindo para todo Brasil e America Latina.

Leia mais

Utilizem sempre peças originais, para que possam ter garantida a performance e vida útil do seu equipamento. ALGODEN INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA

Utilizem sempre peças originais, para que possam ter garantida a performance e vida útil do seu equipamento. ALGODEN INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA ALGODEN INSTRUÇÕES GERAIS Antes de colocar em operação o equipamento, este deve funcionar em vazio durante algum tempo. Neste período deve se dar atenção nos diferentes pontos de lubrificação. Durante

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO SOPRADORES TIPO ROOTS DOSITEC SÉRIE Cutes - CR

MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO SOPRADORES TIPO ROOTS DOSITEC SÉRIE Cutes - CR MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO SOPRADORES TIPO ROOTS DOSITEC SÉRIE Cutes - CR Parabéns por adquirir sopradores roots Dositec, série Cutes - CR, os quais são o resultado de avançado projeto

Leia mais

Extensômetro de Alto Alongamento AHX800 Manual Title

Extensômetro de Alto Alongamento AHX800 Manual Title Extensômetro de Alto Alongamento AHX800 Manual Title Additional Manual do Information Produto be certain. 100-238-343 A Informações sobre Direitos Autorais Informações sobre Marca Registrada Informação

Leia mais

CORTE DOS METAIS. Prof.Valmir Gonçalves Carriço Página 1

CORTE DOS METAIS. Prof.Valmir Gonçalves Carriço Página 1 CORTE DOS METAIS INTRODUÇÃO: Na indústria de conformação de chapas, a palavra cortar não é usada para descrever processos, exceto para cortes brutos ou envolvendo cortes de chapas sobrepostas. Mas, mesmo

Leia mais

bambozzi Manual de Instruções NM 250 TURBO +55 (16) 3383 S.A.B. (Serviço de Atendimento Bambozzi) 0800 773.3818 sab@bambozzi.com.

bambozzi Manual de Instruções NM 250 TURBO +55 (16) 3383 S.A.B. (Serviço de Atendimento Bambozzi) 0800 773.3818 sab@bambozzi.com. bambozzi A SSISTÊNCIAS T ÊCNICAS AUTORIZADAS acesse: www.bambozzi.com.br/assistencias.html ou ligue: +55 (16) 3383 3818 Manual de Instruções BAMBOZZI SOLDAS LTDA. Rua Bambozzi, 522 Centro CEP 15990-668

Leia mais

[ACESSÓRIOS STANDARD] Bancada. Bucha 125 mm x 3 grampos. Ponto fixo CM2. Ponto fixo CM3.

[ACESSÓRIOS STANDARD] Bancada. Bucha 125 mm x 3 grampos. Ponto fixo CM2. Ponto fixo CM3. TORNO PARALELO [CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS] Acabamento de alta precisão. Uma precisão rotação da bucha

Leia mais

Manual de Instruções Transportadores Moveflex Série Roll

Manual de Instruções Transportadores Moveflex Série Roll Manual de Instruções Transportadores Moveflex Série Roll Versão: 4.0 Data:01/2015 Ind. e Com. Eletro Eletronica Gehaka Ltda. CNPJ: 13005553/0001-23 Av. Duquesa de Goiás, 235 - Real Parque 05686-900 -

Leia mais

Caminhões basculantes. Design PGRT

Caminhões basculantes. Design PGRT Informações gerais sobre caminhões basculantes Informações gerais sobre caminhões basculantes Os caminhões basculantes são considerados como uma carroceria sujeita à torção. Os caminhões basculantes são

Leia mais

ER900 & ES900 ESCADAS ROLANTES & ESTEIRAS

ER900 & ES900 ESCADAS ROLANTES & ESTEIRAS ER900 & ES900 ESCADAS ROLANTES & ESTEIRAS www.grupojmms.com A solução perfeita para sua demanda e necessidade. Nossas soluções buscam trazer benefícios e segurança para seu empreendimento. Uma escolha

Leia mais

Manual de Instruções. Bicicleta Profissional - 359-359E - 360

Manual de Instruções. Bicicleta Profissional - 359-359E - 360 Manual de Instruções Bicicleta Profissional - 359-359E - 360 PREZADO CLIENTE Parabéns pela escolha! Você acaba de adquirir um equipamento EMBREEX, produzido dentro do mais rigoroso padrão de qualidade!

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALEGRE ES CNPJ 27.174.101/0001-35 - RELATÓRIO -

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALEGRE ES CNPJ 27.174.101/0001-35 - RELATÓRIO - 1 - RELATÓRIO - Modalidade de Licitação: Pregão Presencial para Registro de Preço 016/2013 Processo n : 3091/2012 de 14/06/2012 (Convênio FUNASA nº 0611/2011) Objeto: Materiais Para Execução de Sistema

Leia mais

PRINCIPAIS DEFICIÊNCIAS EM CIRCUITOS HIDRÁULICOS QUE OCASIONAM FALHAS EM BOMBAS HIDRÁULICAS

PRINCIPAIS DEFICIÊNCIAS EM CIRCUITOS HIDRÁULICOS QUE OCASIONAM FALHAS EM BOMBAS HIDRÁULICAS INFORMATIVO TÉCNICO N 019/09 INFORMATIVO TÉCNICO PRINCIPAIS DEFICIÊNCIAS EM CIRCUITOS HIDRÁULICOS QUE OCASIONAM FALHAS EM BOMBAS HIDRÁULICAS 1/21 INFORMATIVO TÉCNICO N 019/09 O PRINCIPAL COMPONENTE DE

Leia mais

NEW HOLLAND BB9OOO BB9O8O

NEW HOLLAND BB9OOO BB9O8O NEW HOLLAND BB9OOO BB9O8O 2 3 LIDERANÇA MUNDIAL NÃO É MERA COINCIDÊNCIA. Com parceiros do setor, a New Holland foi responsável por algumas das principais inovações e lançamentos que garantiram a ela a

Leia mais

Transmissor de Vazão Mod. RTVG

Transmissor de Vazão Mod. RTVG 1. Introdução O Medidor de vazão tipo turbina é um instrumento de medição de vazão volumétrico. O elemento sensível à vazão é um rotor com um sistema de palhetas fixas, suspenso livremente sobre um eixo

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº.

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº. SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº. 27/2010 Armazenamento em silos SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências

Leia mais

TS-9972 Reach Stacker

TS-9972 Reach Stacker TS-9972 Reach Stacker Capacidade: 45 Ton (99.000 lbs) Primeira Fila / 4 de Altura 2,9m (9,5 pés) Capacidade: 41 Ton (90.000 lbs) Primeira Fila / 5 de Altura (9,5 pés) 6,500 mm (256 pol) Entre- Eixos TS-9972

Leia mais

POLIAS DE CORRENTE PARA OPERAÇÃO DE VÁLVULAS ELEVADAS. Ferro dúctil Aço inox Alumínio Aço carbono

POLIAS DE CORRENTE PARA OPERAÇÃO DE VÁLVULAS ELEVADAS. Ferro dúctil Aço inox Alumínio Aço carbono POLIAS DE CORRENTE E ACESSÓRIOS PARA OPERAÇÃO DE VÁLVULAS ELEVADAS Ferro dúctil Aço inox Alumínio Aço carbono Industries, Inc. POLIAS DE CORRENTE AJUSTÁVEIS DE FERRO DÚCTIL USADAS PARA OPERAR VÁLVULAS

Leia mais

SISTEMA ELÉTRICO. Bateria 64 Ah. Giro da lança Esquerda: 50 / Direita: 80. Comprimento do chassi Bitola da esteira Número de roletes

SISTEMA ELÉTRICO. Bateria 64 Ah. Giro da lança Esquerda: 50 / Direita: 80. Comprimento do chassi Bitola da esteira Número de roletes CX80 MIDIESCAVADEIRA MOTOR Modelo Tipo Isuzu AU-4LE2X 4 tempos, turboalimentado, intercooler Cilindros 4 Deslocamento 2,2 l (2.189 cm 3 ) Diâmetro x Curso 85 x 96 mm Injeção de combustível eletrônica Filtro

Leia mais

CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DE BRITADORES APLICADOS AO PROCESSAMENTO MINERAL

CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DE BRITADORES APLICADOS AO PROCESSAMENTO MINERAL CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DE BRITADORES APLICADOS AO PROCESSAMENTO MINERAL J. Varela Dr.-Ing, Tecnologias de Britagem e Peneiramento,ThyssenKrupp Fördertechnik Latino Americana Rua Ceará, 1566, Belo Horizonte-MG,

Leia mais

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros Instrução Técnica Nº 027/2010 EM REVISÃO Armazenamento em Silos SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação

Leia mais

Industry. SNR, a solução concreta para suas aplicações

Industry. SNR, a solução concreta para suas aplicações Industry SNR, a solução concreta para suas aplicações Suas exigências e nosso savoir-faire: uma mistura homogênea O cimento, na forma de concreto, está presente em todos os lugares. Todo nosso ambiente

Leia mais

VENTILADORES AXIAIS AC / B/ AL AFR

VENTILADORES AXIAIS AC / B/ AL AFR VENTILADORES AXIAIS AC / B/ AL AFR ÍNDICE CONTEÚDO Pág Nº Generalidades sobre ventiladores 4 Generalidades sobre as curvas características 5 Ventiladores AFR 5 Nomenclatura 6 Seleção 7 Dimensões AFR /

Leia mais

Lavacontentores. Assim, na concepção e construção deste equipamento teve-se em consideração os seguintes elementos relevantes:

Lavacontentores. Assim, na concepção e construção deste equipamento teve-se em consideração os seguintes elementos relevantes: BASRIO Lavacontentores Introdução Memória descritiva Assunto: Cisterna e Câmara de Lavagem Aspecto geral do Lavacontentores Pontos de interesse especiais: Lavagem interna e externa através de jactos de

Leia mais

GEAPS EXCHANGE 99 Sessão Educacional. O que há de novo: Watchdog Elite da 4B Elevator Components Ltd. Monitor de Elevador de Caçamba para o Século 21

GEAPS EXCHANGE 99 Sessão Educacional. O que há de novo: Watchdog Elite da 4B Elevator Components Ltd. Monitor de Elevador de Caçamba para o Século 21 GEAPS EXCHANGE 99 Sessão Educacional Visita 4B no Stand # 500 O que há de novo: Watchdog Elite da 4B Elevator Components Ltd. Monitor de Elevador de Caçamba para o Século 21 Uma apresentação por Johnny

Leia mais

Pedro Rocha 2015-10-15

Pedro Rocha 2015-10-15 Pedro Rocha 2015-10-15 Circulação O veiculo não pode sair do centro para se posicionar nas linhas ou áreas de inspeção Via de fuga Evitar o cruzamento de veículos 2 As linhas devem ser estruturadas para

Leia mais

Detalhes DBC. - Manual versão 1.05 - Junho de 2012. o x i g ê n i o. Máscara de Solda de auto-escurecimento DBC-600 CA 27617.

Detalhes DBC. - Manual versão 1.05 - Junho de 2012. o x i g ê n i o. Máscara de Solda de auto-escurecimento DBC-600 CA 27617. DBC o x i g ê n i o Detalhes - Manual versão 1.0 - Junho de 2012 Máscara de Solda de auto-escurecimento DBC-00 CA 21 Manual do Usuário Índice Conteúdo 1) Breve histórico das máscaras 2) Componentes deste

Leia mais

DSB Ponte Tática de Apoio. Liderança Mundial em Pontes Táticas Militares DSB. Ponte Tática de Apoio

DSB Ponte Tática de Apoio. Liderança Mundial em Pontes Táticas Militares DSB. Ponte Tática de Apoio DSB Ponte Tática de Apoio Liderança Mundial em Pontes Táticas Militares DSB Ponte Tática de Apoio DSB Ponte Tática de Apoio A DSB (Ponte Tática de Apoio) representa a nova geração das pontes táticas militares.

Leia mais

Introdução... 3 Modelos & Designação... 4 Materiais... 6 Montagem... 7 Funcionamento... 8. Retentores de Pressão... 93. Retentores BADUO...

Introdução... 3 Modelos & Designação... 4 Materiais... 6 Montagem... 7 Funcionamento... 8. Retentores de Pressão... 93. Retentores BADUO... www.hidromarinha.pt Rua José Alves Júnior, 2430-076 Marinha Grande, Portugal TEL +351 244 570 400 Fax +351 244 568 914 GPS 39 o 44'28.07"N 8 o 54'11.33"W Í Introdução... 3 Modelos & Designação... 4 Materiais...

Leia mais

DISTRIBUIDORES DE ADUBO CENTRÍFUGO

DISTRIBUIDORES DE ADUBO CENTRÍFUGO DISTRIBUIDORES DE ADUBO CENTRÍFUGO ÍNDICE ÍNDICE CAP1 INTRODUÇÃO P5 CAP2 IDENTIFICAÇÃO DA MÁQUINA P7 CAP3 CONDIÇÕES DE GARANTIA P9 CAP4 DESCRIÇÃO P11 CAP5 DADOS TÉCNICOS P17 CAP6 ACOPLAMENTO AO TRACTOR

Leia mais

Descrição B. Cilindro sensor PD 40..

Descrição B. Cilindro sensor PD 40.. Descrição B Cilindro sensor PD 40.. PT 1. Segurança 2 2. unção 3 3. Transporte 8 4. Montagem 8 5. Instalação 9 6. Comissionamento 10 7. uncionamento/operação 10 8. Eliminação de falhas / Reparação 11 9.

Leia mais

Hydro-Probe/Hydro-Probe XT Manual de Instalação

Hydro-Probe/Hydro-Probe XT Manual de Instalação Hydro-Probe/Hydro-Probe XT Manual de Instalação Para nova encomenda indique o número de peça: Revisão: Data da revisão: HD0675pt 1.3.0 Maio de 2016 Direitos de autor É proibida a adaptação ou reprodução

Leia mais

Enroladores de Cabos - Contrapeso. Sistemas de Recuperação

Enroladores de Cabos - Contrapeso. Sistemas de Recuperação Enroladores de Cabos - Contrapeso Sistemas de Recuperação As figuras acima ilustram os tipos de acionamento a contrapeso. Na figura 7a temos o acionamento direto, na 7b, o acionamento direto através de

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 02/2008

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 02/2008 MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 02/2008 1 DO OBJETO Visa à contratação de empresa especializada nos serviços de fornecimento, entrega e instalação

Leia mais