PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC)"

Transcrição

1 PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) BALCONISTA DE FARMÁCIA Florestal 2014

2 Reitora da Universidade Federal de Viçosa Nilda de Fátima Ferreira Soares Pró-Reitor de Ensino Vicente de Paula Lelis Diretor Geral do Campus UFV-Florestal Antônio César Pereira Calil Diretor Administrativo Rogério Duarte Torres Diretora de Ensino Poliana Flávia Maia Diretor de Pesquisa e Pós-Graduação do Campus UFV-Florestal Marco Antônio de Oliveira Diretor de Extensão e Cultura do Campus UFV-Florestal Fernando de Souza Bastos Coordenador Geral do Pronatec do Campus UFV-Florestal Fernando de Souza Bastos Coordenador Adjunto do Pronatec do Campus UFV-Florestal José Carlos Baffa Júnior Supervisão Pedagógica Janaina Castelo Branco Bento Gazire

3 1 Dados da Instituição CNPJ / Razão Social UNIVERSIDADE FEDERAL DE VICOSA Campus UFV Florestal Endereço Rodovia LMG 818, Km 6 Cidade/UF/CEP Florestal/MG/ Site da Instituição 2 Dados gerais do curso Nome do curso Balconista de Farmácia Programa PRONATEC FIC Eixo tecnológico Ambiente e Saúde Características do curso (X ) Formação Inicial e Continuada ( ) PROEJA Ensino Fundamental ( ) PROEJA Ensino Médio Número de vagas por turma 25 Frequência da oferta Conforme demanda Carga horária total 240 horas 3 Justificativa Atualmente, o segmento farmacêutico, que se encontra em expansão, têm exigido pessoas qualificadas e preparados para o atendimento a clientes cada vez mais exigentes. Além disso, a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), órgão responsável por regular o setor farmacêutico, publicou várias regulamentações, objetivando a segurança sanitária dos produtos e serviços e a saúde da população. Desse modo torna-se necessário a capacitação de mão de obra que deseja ingressar no setor das drogarias, farmácias hospitalares e de manipulação. O curso balconista de farmácia prepara o participante com os conhecimentos necessários, sob supervisão do farmacêutico para atendimento a clientes, interpretação de prescrições, disposição de produtos e controle de estoque, a fim de promover a venda de produtos farmacêuticos, cosméticos e correlatos, de acordo com princípios éticos e legislação vigente.

4 4 Objetivos do curso Oferecer uma formação geral de conhecimentos, habilidades e atitudes; Formar profissionais para atuarem nos estabelecimentos farmacêuticos (de hospitais, drogarias e farmácias de manipulação), de acordo com os princípios éticos e legislação vigente, sob a supervisão de farmacêuticos; Definir as atribuições e competências que dizem respeito às atividades do Balconista de Farmácia; Promover capacitação que contemple: i) a comercialização e atuação na dispersão de medicamentos e correlatos; ii) interpretação de receitas prescritas pelo médico; iii) auxílio na organização do estabelecimento farmacêutico, no controle de estoques e no armazenamento de medicamentos. 5 Público-alvo I - Estudantes do ensino médio da rede pública, inclusive da educação de jovens e adultos; II - trabalhadores, inclusive agricultores familiares, silvicultores, aquicultores, extrativistas e pescadores; III - beneficiários titulares e dependentes dos programas federais de transferência de renda; IV - pessoas com deficiência; V - povos indígenas, comunidades quilombolas e adolescentes e jovens em cumprimento de medidas socioeducativas; VI - públicos prioritários dos programas do governo federal que se associem à Bolsa- Formação do Pronatec.

5 6 Perfil profissional e áreas de atuação O balconista de farmácia é responsável pelo atendimento e orientação do cliente, fornecendo informações quanto ao uso dos produtos dispensados, sempre sob a supervisão do farmacêutico, respeitando a legislação específica e os princípios éticos. Este profissional atende às prescrições médicas, respeitando a legislação específica. Executa tarefas de caráter administrativo, tais como pagamento, recebimento, conferência de estoque e registro de material e manutenção da higiene do ambiente, aplica técnicas de atendimento ao cliente, fornecendo informações, conforme prescrição dos medicamentos e produtos. Sempre respeitando os limites de sua atuação, realiza as atividades de balconista de farmácia, analisando as formas de relação e organização do trabalho, sob a supervisão do profissional farmacêutico. Atua diretamente em farmácia pública/comercial, hospitalar ou de manipulação. Precisa ter equilíbrio emocional, deve demonstrar disciplina, dinamismo, iniciativa, atenção, discrição, boa disposição física, boa memória, pró-atividade, capacidade de ouvir, paciência, ética e agilidade. 7 Pré-requisito e mecanismo de acesso ao curso Escolaridade mínima de Ensino Fundamental Completo. Acesso através de inscrição no demandante e do cadastro reserva dos alunos no Sistec - Sistema Nacional da Informação da Educação Profissional e Tecnológica. 8 Matriz curricular EIXO TECNOLÓGICO: Ambiente e Saúde Componentes Curriculares Carga Horária (horas relógio) Sequência dos módulos Unidade Temática I: Núcleo Básico Comum 24 1º

6 Unidade Temática II: Morfofisiologia humana 40 2º Unidade Temática III: Conceitos Básicos para a Prática em Farmácias 22 3º Unidade Temática IV: Introdução à Farmacologia 24 4º Unidade Temática V: Medicamentos e Classes Farmacológicas 38 5º Unidade Temática VI: Organização da Farmácia 18 6º Unidade Temática VII: Dispersão de medicamentos 20 7º Unidade Temática VIII: Serviços Farmacêuticos 54 8º O curso poderá ter o acréscimo de 50% além da carga horária mínima prevista no Guia Pronatec de Cursos Fic, de acordo com o artigo 44 da Portaria 168, de 7 de março de Essa carga horária extra, será usada de acordo com a necessidade de cada turma, com a finalidade de suprir conhecimentos prévios e pré-requisitos necessários ao desenvolvimento do conteúdo programático do curso. A carga horária adicional será um reforço escolar, realizado através de aulas de português e matemática, empreendedorismo ou outra área que e fizer necessária.

7 9 Componentes curriculares DISCIPLINAS ÁREA TEMÁTICA C. H. (T / P) EMENTAS Prof. Formação ÁREA TEMÁTICA I: NÚCLEO COMUM Noções de Raciocínio Lógico Comunicação e Expressão Oral e Corporal 8h (8-0) 16h (16-0) Raciocínio Lógico. Resolução de Problemas. Desafios. Estudos básicos da Língua Portuguesa. Noções sobre a linguagem. Introdução a técnicas de leitura. Apresentação das modalidades de textos escritos. Noções de compreensão e interpretação textual. Técnicas de linguagem. Noções de expressão oral. Abordagem da linguagem verbal e não verbal nos diversos contextos sociais. Práticas de integração entre falar, falar em público e escrever. Bacharel e/ou 1 o Licenciado em Matemática ou Estatística 2 o Bacharel e/ou Licenciado em Letras. ÁREA TEMÁTICA II: MORFOFISIOLOGIA HUMANA Introdução a Anatomia e Fisiologia Humana 20h (10-10) Introdução ao estudo da anatomia e fisiologia humana: Conceitos e Aplicações. 3 o Bacharel e/ou Licenciado em Biomedicina, Ciências Biológicas ou áreas afins. Primeiros Socorros 20h (12-8) Noções de primeiros socorros.

8 ÁREA TEMÁTICA III: CONCEITOS BÁSICOS PARA A PRÁTICA EM FARMÁCIAS Conhecimentos para a Prática em Farmácias 22h (18-4) Conceitos básicos. Diferenças entre fármaco, medicamento, forma farmacêutica e via de administração. ÁREA TEMÁTICA IV: INTRODUÇÃO À FARMACOLO- GIA Introdução à Farmacologia 24h (24-0) Farmacocinética. Farmacodinâmica. ÁREA TEMÁTICA V: MEDICAMENTOS E CLASSES FARMACOLÓGICAS Medicamentos 24h (18-6) Classificação dos medicamentos. Diferenças entre medicamentos alopáticos, fitoterápicos e homeopáticos. Medicamentos de referência, genéricos e similares. 4 o Bacharel e/ou Licenciado em Biomedicina, Enfermagem, Farmácia ou áreas afins. Classes Farmacológicas 14h (14-0) Classes farmacológicas disponíveis em farmácias. ÁREA TEMÁTICA VI: ORGANIZAÇÃO DA FARMÁCIA Organização da Farmácia 18h (9-9) Diferentes tipos de farmácias. Infra-estrutura física. Recebimento dos produtos. Condições de armazenamento. Organização e exposição dos produtos. Limpeza dos ambientes. Recursos humanos.

9 ÁREA TEMÁTICA VII: DISPERSÃO DE MEDICAMEN- TOS Dispersão de medicamentos 20h (20-0) Dispersão de medicamentos. ÁREA TEMÁTICA VIII: SERVIÇOS FARMACÊUTICOS Serviços Farmacêuticos Ética Profissional e Cidadania 42h (30-12) 12h (12-0) Técnica de higienização das mãos. Aferição de glicemia capilar. Aferição da pressão arterial. Administração de medicamentos. Procedimento de inalação. Procedimento para aplicação de injetáveis. Perfuração do lóbulo auricular para colocação de brincos. Simulação de serviços farmacêuticos. Ética profissional. Situações do dia-a-dia da farmácia. Noções de cidadania e trabalho. 10 Metodologia de ensino A metodologia utilizada para ministrar as aulas e avaliar os alunos será através de aulas expositivas, participativas e dialogadas sobre conceitos, exercícios e vivências, práticas individuais e em grupo, interação com profissionais da área, vídeos demonstrativos, dinâmicas, seminários, simulações, exposição de exemplos práticos e rotineiros, buscando a aprendizagem e interação constante dos educandos. Cada professor deverá elaborar o plano de ensino de sua respectiva disciplina, com base nos objetivos e na ementa disponibilizada neste PPC.

10 11 Avaliação do processo de ensino e aprendizagem A avaliação será contínua, priorizando aspectos qualitativos relacionados ao processo de aprendizagem e ao desenvolvimento do aluno observado durante a realização das atividades propostas individualmente e/ou em grupo. Assim contribuindo para um melhor desempenho, onde podemos resolver problemas e falhas no decorrer do processo ensino-aprendizagem, contribuindo para o desenvolvimento das capacidades dos alunos. Ao final de cada Unidade Temática acontecerão atividades avaliativas que se julgar necessário. Serão elas: (i) Avaliação Formal; (ii) Organização de Mapa Conceitual em grupo; (iii) Auto-Avaliação (que abordará questões quanto a sua participação pontualidade, assiduidade, comportamento, solidariedade e empenho forma, dedicação e tempo de estudo dedicado às atividades do curso); (iv) Estudos Dirigidos ou Relatórios; (v) Seminário. Todo o material produzido em aula será avaliado, assim como o envolvimento e a participação dos alunos com as atividades propostas. Além disso, para ser considerado aprovado o estudante deve obter pelo menos 75% de frequência sobre o total da carga horária do curso. 12 Bibliografia BIBLIOGRÁFIA BÁSICA Apostila PRONATEC

11 BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR JUNIOR, Euclides Ramos Fernandes. Guia Prático de Primeiros Socorros. São Paulo: Grupo Saúde e Vida, p. KATZUNG, Bertram G. Farmacologia - Básica e Clínica (LANGE). 10. Ed. Porto Alegre: Artmed, p. RANG, H. P. et al. Farmacologia. 7. Ed. Rio de Janeiro: Elsevier, p. RENÉE, A.W. Fundamentos de Farmacologia para Técnico em Farmácia. 1ªed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, p. SCHELLACK, G. Farmacologia uma abordagem didática. 1ªed. Curitiba: Editora Fundamento, p. TORTORA, G. J.; GRABOWSKI, S. R. Corpo Humano: Fundamentos de Anatomia e Fisiologia. 6ª ed. Porto Alegre: ArtMed, p. CAETANO, Norival. BPR Guia de Remédios. 9. ed. São Paulo: Escala, p. KLAASSEN, C.D. & WATKINS III, J.B. Fundamentos em Toxicologia de Casarett e Doull. 2ed. Porto Alegre: AMGH, p. ROSALES, Santiago. Prevenção e Primeiros Socorros: Saúde. São Paulo: Grupo Cultural SA, v. 1, p. ROSALES, Santiago. Prevenção e Primeiros Socorros. São Paulo: Grupo Cultural SA, v. 2, p. 13 Infraestrutura As aulas deste curso estão sendo ministradas na UNINCOR/Pará de Minas, onde podemos contar com salas de aulas, sala de vídeo e laboratório de Anatomia, tudo bem equipado para um bom desenvolvimento das aulas. O campus UFV-Florestal possui uma biblioteca para consulta com enorme acervo, onde existe um bom número de exemplares ligados às disciplinas oferecidas. Todo material e equipamento disponível estão à disposição do aluno do curso de Balconista de Farmácia.

12 Alguns cursos poderão ser ministrados fora do campus, e em outros municípios, desde que cumpram o termo de parceria. Todos foram definidos e vistoriados pelos coordenadores do PRONATEC, e que de acordo com este termo, são limpos, organizados e apropriados, com salas de aula e laboratórios, para a condução das atividades teóricas e práticas das diversas disciplinas, durante o período de realização dos cursos. 14 Certificação O Certificado de conclusão será emitido ao término do curso, desde que o estudante esteja aprovado. A Direção de Extensão e Cultura(DXT) do campus Florestal da Universidade Federal de Viçosa emitirá o certificado Referências Bibliográficas BRASIL. Guia PRONATEC de Formação Inicial e Continuada Disponível em: < Acesso em 01 abr

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC)

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) Operador de Computador Florestal 2014 Reitora da Universidade Federal de Viçosa Nilda de Fátima Ferreira Soares Pró-Reitor de Ensino Vicente

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC)

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) Viveirista de Plantas e Flores Florestal 2014 Reitora da Universidade Federal de Viçosa Nilda de Fátima Ferreira Soares Pró-Reitor de

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL CONTINUADA (FIC)

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL CONTINUADA (FIC) PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL CONTINUADA (FIC) RECICLADOR Florestal 2014 Reitora da Universidade Federal de Viçosa Nilda de Fátima Ferreira Soares Pró-Reitor de Ensino Vicente de Paula

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC)

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) LIBRAS BÁSICO Florestal 2014 Reitora da Universidade Federal de Viçosa Nilda de Fátima Ferreira Soares Pró-Reitor de Ensino Vicente de

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC)

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) Programador Web Florestal 2014 Reitora da Universidade Federal de Viçosa Nilda de Fátima Ferreira Soares Pró-Reitor de Ensino Vicente

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL CONTINUADA (FIC)

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL CONTINUADA (FIC) PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL CONTINUADA (FIC) AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE Florestal 2014 Reitora da Universidade Federal de Viçosa Nilda de Fátima Ferreira Soares Pró-Reitor de Ensino

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC)

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) INGLÊS INTERMEDIÁRIO Florestal 2014 Reitora da Universidade Federal de Viçosa Nilda de Fátima Ferreira Soares Pró-Reitor de Ensino Vicente

Leia mais

PLANO DE CURSO. Dados da Instituição Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal

PLANO DE CURSO. Dados da Instituição Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal PLANO DE CURSO Razão Social Esfera Administrativa Site de Instituição Dados da Instituição Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC)

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) Montador e Reparador de Computadores Florestal 2014 Reitora da Universidade Federal de Viçosa Nilda de Fátima Ferreira Soares Pró-Reitor

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL CONTINUADA (FIC)

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL CONTINUADA (FIC) PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL CONTINUADA (FIC) Instalador e Reparador de Redes de Computadores Florestal 2014 Reitora da Universidade Federal de Viçosa Nilda de Fátima Ferreira Soares

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) Programador de Dispositivos Móveis

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) Programador de Dispositivos Móveis PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) Programador de Dispositivos Móveis Florestal 2014 Reitora da Universidade Federal de Viçosa Nilda de Fátima Ferreira Soares Pró-Reitor

Leia mais

PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC

PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC Dados da Instituição Razão Social Esfera Administrativa Site de Instituição Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de

Leia mais

I - Estudantes do ensino médio da rede pública, inclusive da educação de jovens e adultos;

I - Estudantes do ensino médio da rede pública, inclusive da educação de jovens e adultos; Plano de Curso Dados da Instituição Razão Social Esfera Administrativa Site de Instituição Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO. Drogas no Ambiente Escolar. Laboratório de Morfofisiologia Animal

IDENTIFICAÇÃO. Drogas no Ambiente Escolar. Laboratório de Morfofisiologia Animal IDENTIFICAÇÃO Atividade/Curso: Local utilizado: Drogas no Ambiente Escolar Laboratório de Morfofisiologia Animal Subprojeto: Ciências da Natureza Público Alvo (no. Máximo): 20 Presencial: 20h Total: 24h

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC)

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) Espanhol Básico Florestal 2014 Reitora da Universidade Federal de Viçosa Nilda de Fátima Ferreira Soares Pró-Reitor de Ensino Vicente

Leia mais

PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC

PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC Dados da Instituição Razão Social Esfera Administrativa Site de Instituição e do Programa Supervisor do Curso Titulação Nome do Curso Características

Leia mais

PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC. Apresentação do Curso. Especialista M.B.A em Gestão de Pessoas

PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC. Apresentação do Curso. Especialista M.B.A em Gestão de Pessoas PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC Dados da Instituição Razão Social Esfera Administrativa Site de Instituição Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de

Leia mais

Plano de Curso. Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal

Plano de Curso. Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal Plano de Curso Dados da Instituição Razão Social Esfera Administrativa Site de Instituição Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC)

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) MANICURE E PEDICURE Florestal 2014 Reitora da Universidade Federal de Viçosa Nilda de Fátima Ferreira Soares Pró-Reitor de Ensino Vicente

Leia mais

PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC

PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC Dados da Instituição Razão Social Esfera Administrativa Site de Instituição e do Programa Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal

Leia mais

PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC

PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC Dados da Instituição Razão Social Esfera Administrativa Site de Instituição Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO FIC

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO FIC INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS- CÂMPUS RIO POMBA PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO- PRONATEC PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO FIC CUIDADOR

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC)

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SERTÃO PERNAMBUCANO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL

Leia mais

PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC

PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC Dados da Instituição Razão Social Esfera Administrativa Site de Instituição e do Programa Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal

Leia mais

PLANO DE CURSO. Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal

PLANO DE CURSO. Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal Dados da Instituição Razão Social Esfera Administrativa Site de Instituição PLANO DE CURSO Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO PROMOTOR DE VENDAS

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO PROMOTOR DE VENDAS Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO PROMOTOR DE VENDAS Belo Horizonte

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO BALCONISTA DE FARMÁCIA

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO BALCONISTA DE FARMÁCIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA BAHIA PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO- PRONATEC CAMPUS FEIRA DE SANTANA PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS - LIBRAS BÁSICO

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS - LIBRAS BÁSICO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS - LIBRAS BÁSICO 1. CARACTERÍSTICAS DO CURSO Denominação do curso: Língua Brasileira de Sinais - Libras Básico Nível: Educação Básica/Ensino Fundamental

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL CONTINUADA (FIC)

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL CONTINUADA (FIC) PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL CONTINUADA (FIC) Domador de Cavalos Florestal 2014 Reitora da Universidade Federal de Viçosa Nilda de Fátima Ferreira Soares Pró-Reitor de Ensino Vicente

Leia mais

RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº 43/2014, DE 07 DE NOVEMBRO DE 2014

RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº 43/2014, DE 07 DE NOVEMBRO DE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO SUPERIOR Avenida Rio Branco, 50 Santa Lúcia 29056-255 Vitória ES 27 3227-5564 3235-1741 ramal 2003 RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC de Produção de Texto Dissertativo-Argumentativo: o ENEM como Horizonte

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC de Produção de Texto Dissertativo-Argumentativo: o ENEM como Horizonte MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

PLANO DE CURSO. Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal

PLANO DE CURSO. Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal PLANO DE CURSO Dados da Instituição Razão Social Esfera Administrativa Site de Instituição e do Programa Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL CONTINUADA (FIC)

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL CONTINUADA (FIC) PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL CONTINUADA (FIC) AUXILIAR FINANCEIRO Florestal 2014 Reitora da Universidade Federal de Viçosa Nilda de Fátima Ferreira Soares Pró-Reitor de Ensino Vicente

Leia mais

PRONATEC. Fomenta as redes estaduais de EPT por intermédio do Brasil Profissionalizado;

PRONATEC. Fomenta as redes estaduais de EPT por intermédio do Brasil Profissionalizado; PRONATEC Criado em 26 de Outubro de 2011 com a sanção da Lei nº 12.513/2011, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) será executado pela União com a finalidade de ampliar a

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ FACULDADE DE MATEMÁTICA CURSO DE MATEMÁTICA REGULAMENTO N 001, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2013

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ FACULDADE DE MATEMÁTICA CURSO DE MATEMÁTICA REGULAMENTO N 001, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ FACULDADE DE MATEMÁTICA CURSO DE MATEMÁTICA REGULAMENTO N 001, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2013 Estabelece os procedimentos necessários à sistematização do Estágio Curricular Supervisionado

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA ESCOLA TÉCNICA DE SÁUDE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA ESCOLA TÉCNICA DE SÁUDE 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA ESCOLA TÉCNICA DE SÁUDE PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO CUIDADOR DE INFANTIL NA MODALIDADE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE TRABALHADORES FIC PELO PRONATEC UBERLÂNDIA 2012

Leia mais

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC METODOLOGIA PARA O ENSINO DE LINGUA PORTUGUESA. Parte 1 (solicitante)

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC METODOLOGIA PARA O ENSINO DE LINGUA PORTUGUESA. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE ENSINO CENTRO DE REFENCIA EM FORMAÇÃO E APOIO

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO AGENTE CULTURAL

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO AGENTE CULTURAL Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO AGENTE CULTURAL Belo Horizonte Agosto

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO FACULDADE EDUCACIONAL DE MEDIANEIRA MISSÃO: FORMAR PROFISSIONAIS CAPACITADOS, SOCIALMENTE RESPONSÁVEIS E APTOS A PROMOVEREM AS TRANSFORMAÇÕES FUTURAS. ESTÁGIO SUPERVISIONADO LETRAS COM HABILITAÇÃO EM LÍNGUA

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC de INFORMÁTICA II - FERRAMENTAS PARA ESCRITÓRIO. Parte 1 (Solicitante)

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC de INFORMÁTICA II - FERRAMENTAS PARA ESCRITÓRIO. Parte 1 (Solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Período/ Fase: 3º Semestre: 1º Ano: 2013 Disciplina: Introdução à Enfermagem

PLANO DE ENSINO. Período/ Fase: 3º Semestre: 1º Ano: 2013 Disciplina: Introdução à Enfermagem PLANO DE ENSINO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Enfermagem Professorer: Dayane Borille Dborille@hotmail.com Período/ Fase: 3º Semestre: 1º Ano: 2013

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA ACADÊMICA EM CURSOS SUPERIORES E SUBSEQUENTES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA ACADÊMICA EM CURSOS SUPERIORES E SUBSEQUENTES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CAMPUS OSÓRIO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA ACADÊMICA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ CÂMPUS CURITIBA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ CÂMPUS CURITIBA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ CÂMPUS CURITIBA Pró-Reitoria de Extensão, Pesquisa e Inovação Diretoria de Extensão e Políticas de Inclusão

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PRONATEC de MECÂNICO DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS. Parte 1 (solicitante)

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PRONATEC de MECÂNICO DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

CATÁLOGO DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA - Bacharelado

CATÁLOGO DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA - Bacharelado CATÁLOGO DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA - Bacharelado ATOS LEGAIS DO CURSO: Nome do Curso: Educação Física - Área de Saúde e Qualidade de Vida - Bacharelado Nome da Mantida: Centro Universitário de Rio Preto

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO ALEMÃO BÁSICO

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO ALEMÃO BÁSICO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA CÂMPUS PANAMBI PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO ALEMÃO BÁSICO Câmpus Panambi RS 2014 Presidente da República

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO Introdução a Interpretação em Língua Brasileira de Sinais (libras/português)

Leia mais

Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO Formação Continuada em Ferramentas e-learning

Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO Formação Continuada em Ferramentas e-learning MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta PROJETO

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PRONATEC de Auxiliar de Agropecuária. Parte 1 (solicitante)

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PRONATEC de Auxiliar de Agropecuária. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA CÂMPUS SÃO CARLOS Aprovação do curso e Autorização da oferta

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS- CÂMPUS RIO POMBA

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS- CÂMPUS RIO POMBA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS- CÂMPUS RIO POMBA PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO PRONATEC PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO FIC AUXILIAR

Leia mais

Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO Formação Continuada em Comunicação interna e feedback

Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO Formação Continuada em Comunicação interna e feedback MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta PROJETO

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC INTRODUÇÃO AO CÁLCULO. Parte 1 (solicitante)

Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC INTRODUÇÃO AO CÁLCULO. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO PARANÁ SENAR-AR/PR PROGRAMA APRENDIZAGEM DE ADOLESCENTES E JOVENS

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO PARANÁ SENAR-AR/PR PROGRAMA APRENDIZAGEM DE ADOLESCENTES E JOVENS SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO PARANÁ SENAR-AR/PR PROGRAMA APRENDIZAGEM DE ADOLESCENTES E JOVENS Rua Mal. Deodoro, 450 17º - Centro Curitiba - PR CEP 80.010-910 - Fone

Leia mais

Data de Aprovação: 17/04/2013 INSTRUÇÃO NORMATIVA PRONATEC/IFPI Nº 01

Data de Aprovação: 17/04/2013 INSTRUÇÃO NORMATIVA PRONATEC/IFPI Nº 01 13/213- CONSUP 17/4/13 Pág. 1 de 18 TEMA: INSTRUÇÃO NORMATIVA PRONATEC/IFPI N 1 DO INSTITUTO INSTRUÇÃO NORMATIVA PRONATEC/IFPI Nº 1 ORIENTAÇÕES OPERACIONAIS REFERENTES ÀS ATIVIDADES ACADÊMICAS E DO SISTEMA

Leia mais

EDITAL Nº 011/2014 - PRONATEC/IFMS

EDITAL Nº 011/2014 - PRONATEC/IFMS EDITAL Nº 011/2014 - PRONATEC/IFMS PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO PRONATEC CURSO DE FORMAÇAO INICIAL E CONTINUADA (FIC) DE BOVINOCULTOR DE LEITE NO ÂMBITO DO INSTITUTO FEDERAL

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PRONATEC de MODELISTA. Parte 1 (solicitante)

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PRONATEC de MODELISTA. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde Habilitação Profissional: : Técnico em Enfermagem Qualificação:

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC Violências e Educação: Compreender para Enfrentar. Parte 1 (solicitante)

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC Violências e Educação: Compreender para Enfrentar. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: AMBIENTE E SAÚDE Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Técnico em Gerência de Saúde FORMA/GRAU:( ) integrado ( X ) subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO AUXILIAR FINANCEIRO

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO AUXILIAR FINANCEIRO Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO AUXILIAR FINANCEIRO Belo Horizonte

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DO PROFESSOR

PLANO DE TRABALHO DO PROFESSOR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA CAMPUS SANTA ROSA Rua Uruguai, 1675Bairro Central CEP: 98900.000

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: INFRAESTRUTURA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Curso Técnico em Edificações FORMA/GRAU:( )integrado ( x )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Infraestrutura Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Curso Técnico em Edificações FORMA/GRAU: ( X )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

Plano de Curso. Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal

Plano de Curso. Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal Plano de Curso Dados da Instituição Razão Social Esfera Administrativa Site de Instituição Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO AUXILIAR DE RECURSOS HUMANOS

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO AUXILIAR DE RECURSOS HUMANOS Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO AUXILIAR DE RECURSOS HUMANOS Belo

Leia mais

AUXILIAR DE MANUTENÇÃO PREDIAL

AUXILIAR DE MANUTENÇÃO PREDIAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CÂMPUS CANOAS PROJETO PEDAGÓGICO CURSO FIC PRONATEC Canoas

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO FIC AGENTE DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO FIC AGENTE DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS- CÂMPUS RIO POMBA PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO PRONATEC PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO FIC AGENTE

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Qualificação: Sem Certificação Técnica

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Qualificação: Sem Certificação Técnica Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico Etec PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município:TUPÃ Eixo Tecnológico: AMBIENTE e SAÚDE Habilitação Profissional:- Técnica de Nível Médio de TÉCNICO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 52/11. Aprova Bolsa Formação do PRONATEC

RESOLUÇÃO Nº 52/11. Aprova Bolsa Formação do PRONATEC RESOLUÇÃO Nº 52/11. Aprova Bolsa Formação do PRONATEC O CONSELHO SUPERIOR DO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, e, tendo vista o contido no parecer exarado pelo

Leia mais

Plano de Ensino Docente

Plano de Ensino Docente Plano de Ensino Docente IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura em Matemática FORMA/GRAU: ( ) integrado ( ) subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado (x) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( x ) Presencial

Leia mais

EIXO TECNOLÓGICO: Infraestrutura CURSO/MODALIDADE: Curso Técnico em Edificações Modalidade Integrado DISCIPLINA: Educação Física

EIXO TECNOLÓGICO: Infraestrutura CURSO/MODALIDADE: Curso Técnico em Edificações Modalidade Integrado DISCIPLINA: Educação Física MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA CAMPUS SANTA ROSA Rua Uruguai, 1675Bairro Central CEP: 98900.000

Leia mais

CATÁLOGO DO CURSO DE BIOMEDICINA

CATÁLOGO DO CURSO DE BIOMEDICINA CATÁLOGO DO CURSO DE BIOMEDICINA ATOS LEGAIS DO CURSO: Nome do Curso: Biomedicina Nome da Mantida: Centro Universitário de Rio Preto Endereço de Funcionamento do Curso: Rua Yvette Gabriel Atique, 45 Bairro

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PRONATEC de Organizador de Eventos. Parte 1 (solicitante)

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PRONATEC de Organizador de Eventos. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

EIXO TECNOLÓGICO: Produção Industrial CURSO/MODALIDADE: Curso Técnico em Móveis Modalidade Integrado DISCIPLINA: Educação Física

EIXO TECNOLÓGICO: Produção Industrial CURSO/MODALIDADE: Curso Técnico em Móveis Modalidade Integrado DISCIPLINA: Educação Física MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA CAMPUS SANTA ROSA Rua Uruguai, 1675Bairro Central CEP: 98900.000

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: AMBIENTE E SAÚDE Habilitação Profissional: Especialização Profissional Técnica

Leia mais

O PRONATEC como política estruturante da Educação Profissional Brasileira

O PRONATEC como política estruturante da Educação Profissional Brasileira PRONATEC Programa MINISTÉRIO Nacional de Acesso DA EDUCAÇÃO ao Ensino Técnico e Emprego O PRONATEC como política estruturante da Educação Profissional Brasileira Maio de 2012 FINALIDADE ampliar a oferta

Leia mais

ANEXO II PROJETO PEDAGÓGICO

ANEXO II PROJETO PEDAGÓGICO ANEXO II PROJETO PEDAGÓGICO 1 IDENTIFICAÇÃO 1.1 DA INSTITUIÇÃO FEDERAL: Nome da instituição: CNPJ: Nome do Reitor(a) ou do Diretor(a)-Geral do CEFET: Endereço da reitoria ou unidade sede: Telefones (comercial

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2014

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plano de Trabalho Docente 2014 Etec Paulino Botelho Código: 091-6 Município: São Carlos EE: Arlindo Bittencourt Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DO PROFESSOR

PLANO DE TRABALHO DO PROFESSOR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA CAMPUS SANTA ROSA Rua Uruguai, 1675Bairro Central CEP: 98900.000

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Técnico em Manutenção e Suporte em Informática FORMA/GRAU:( X )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 063 CONSUPER/2013

RESOLUÇÃO Nº 063 CONSUPER/2013 RESOLUÇÃO Nº 063 CONSUPER/2013 Dispõe sobre a regulamentação de Curso de Formação Inicial e Continuada ou Qualificação Profissional do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Catarinense. O

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PRX ANEXO I ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE TRABALHADORES FIC

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PRX ANEXO I ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE TRABALHADORES FIC ANEXO I ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE TRABALHADORES FIC PRONATEC SÃO PAULO 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E

Leia mais

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC METODOLOGIA PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA. Parte 1 (solicitante)

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC METODOLOGIA PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE ENSINO CENTRO DE REFENCIA EM FORMAÇÃO E APOIO

Leia mais

Art. 1º Definir o ensino de graduação na UNIVILLE e estabelecer diretrizes e normas para o seu funcionamento. DA NATUREZA

Art. 1º Definir o ensino de graduação na UNIVILLE e estabelecer diretrizes e normas para o seu funcionamento. DA NATUREZA UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 07/04 Define o ensino de graduação na UNIVILLE e estabelece diretrizes e normas para seu funcionamento.

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO RESOLUÇÃO Nº 0XX/CONSUP/IFMA, DE XX DE XXXXXXX DE 2015. Dispõe sobre

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA EM SAÚDE CURSO DE NUTRIÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA EM SAÚDE CURSO DE NUTRIÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA EM SAÚDE CURSO DE NUTRIÇÃO NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - NUTRIÇÃO/ CCS

Leia mais

Componente Curricular: Toxicologia Clínica Código: FAR - 109 60h Pré-requisito: Farmacologia II Período Letivo: 2013.1

Componente Curricular: Toxicologia Clínica Código: FAR - 109 60h Pré-requisito: Farmacologia II Período Letivo: 2013.1 CURSO DE FARMÁCIA Autorizado pela Portaria nº 991 de 01/12/08 DOU Nº 235 de 03/12/08 Seção 1. Pág. 35 Componente Curricular: Toxicologia Clínica Código: FAR - 109 60h Pré-requisito: Farmacologia II Período

Leia mais

ANEXO VI - (Quadro de Vagas com as respectivas codificações)

ANEXO VI - (Quadro de Vagas com as respectivas codificações) ANEXO VI - (Quadro de Vagas com as respectivas codificações) 001 Assistente de Produção cultural Florestal 002 Assistente de Produção cultural Florestal 003 Assistente de Produção cultural Mateus Leme

Leia mais

EDITAL Nº 013/2014 PRONATEC/IFMS

EDITAL Nº 013/2014 PRONATEC/IFMS EDITAL Nº 013/2014 PRONATEC/IFMS PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO PRONATEC DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) NO ÂMBITO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA IFSP/CJO

MANUAL DE ORIENTAÇÕES DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA IFSP/CJO MANUAL DE ORIENTAÇÕES DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA IFSP/CJO Campos do Jordão 2015 SUMÁRIO 1 - APRESENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO... 3 a) Definição... 3 b) Legislação...

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO AUXILIAR DE CONTABILIDADE

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO AUXILIAR DE CONTABILIDADE Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO AUXILIAR DE CONTABILIDADE Belo Horizonte

Leia mais

CIENCIAS MOLECULARES E CELULARES

CIENCIAS MOLECULARES E CELULARES CIENCIAS MOLECULARES E CELULARES Profa. Ms Solange A O Neves Curso: Enfermagem 1 Apresentação do docente Professora Ms Solange Aparecida de Oliveira Neves 2 Curso: Enfermagem Disciplina: Ciências Moleculares

Leia mais

I RELATÓRIO: 4846/2014, de 18/09/2014 PARECER CEE/PE Nº 94/2014-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM 01/09/2014

I RELATÓRIO: 4846/2014, de 18/09/2014 PARECER CEE/PE Nº 94/2014-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM 01/09/2014 INTERESSADO: CPO CENTRO DE PREPARAÇÃO EM ODONTOLOGIA - RECIFE/PE ASSUNTO: CREDENCIAMENTO DA INSTITUIÇÃO PARA A OFERTA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO E AUTORIZAÇÃO DO CURSO TÉCNICO EM SAÚDE

Leia mais

APROVADO AD REFERENDUM EM 04/01/2011 PARECER CEE/PE Nº 01/2011-CEB Homologado pelo Plenário em 07/02/2011

APROVADO AD REFERENDUM EM 04/01/2011 PARECER CEE/PE Nº 01/2011-CEB Homologado pelo Plenário em 07/02/2011 INTERESSADO: SERVIÇO DE TECNOLOGIA ALTERNATIVA SERTA II ASSUNTO: CREDENCIAMENTO DA INSTITUIÇÃO PARA A OFERTA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO E AUTORIZAÇÃO DO CURSO TÉCNICO EM AGROECOLOGIA

Leia mais

PROGRAMA E-TEC BRASIL CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA COORDENAÇÃO DO CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA A DISTÂNCIA

PROGRAMA E-TEC BRASIL CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA COORDENAÇÃO DO CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA A DISTÂNCIA PROGRAMA E-TEC BRASIL CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA COORDENAÇÃO DO CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA A DISTÂNCIA O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul de Minas, campus Muzambinho, disponibiliza

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC de Comunicação e relações interpessoais no ensino médio

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC de Comunicação e relações interpessoais no ensino médio MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

ANEXO 1. Programas e Ações do Ministério da Educação - MEC. 1. Programas e Ações da Secretaria da Educação Básica SEB/2015

ANEXO 1. Programas e Ações do Ministério da Educação - MEC. 1. Programas e Ações da Secretaria da Educação Básica SEB/2015 ANEXO 1 Programas e Ações do Ministério da Educação - MEC 1. Programas e Ações da Secretaria da Educação Básica SEB/2015 Docência em Educação Infantil A oferta de curso integra a política nacional de formação

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE NOVAS METODOLOGIAS DE ENSINO

REFLEXÕES SOBRE NOVAS METODOLOGIAS DE ENSINO REFLEXÕES SOBRE NOVAS METODOLOGIAS DE ENSINO Prof. Luiz Capraro, MSc. Engenheiro Civil Sec. Geral da ABENC Presd CEP/CREA-PR Coord Nacional Adj da CNCEP/CONFEA Decretos Lei de 1933 23... (Agronomia) 23...

Leia mais

PLANO DE CURSO FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA FIC CADISTA PARA A CONSTRUÇÃO CIVIL

PLANO DE CURSO FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA FIC CADISTA PARA A CONSTRUÇÃO CIVIL Instituto Federal de Brasília PLANO DE CURSO FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA FIC Campus Ceilândia CADISTA PARA A CONSTRUÇÃO CIVIL Ceilândia Outubro de 2014 Reitoria Wilson Conciani Reitor Adilson Cesar de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MACUCO GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA MUNICIPAL DE MACUCO GABINETE DO PREFEITO LEI Nº 493/09 ALTERA A LEI MUNICIPAL Nº 302/05 - PLANO DE CARREIRA E REMUNERAÇÃO DO MAGISTÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Prefeito Municipal de Macuco, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais