COPA DO MUNDO DEVERÁ GERAR 47,9 MIL VAGAS NO TURISMO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COPA DO MUNDO DEVERÁ GERAR 47,9 MIL VAGAS NO TURISMO"

Transcrição

1 COPA DO MUNDO DEVERÁ GERAR 47,9 MIL VAGAS NO TURISMO Número corresponde a 35,2% das vagas a serem criadas em 2014 pelo setor de turismo em todo o País. Segmentos de alimentação, hospedagem e transportes deverão responder por nove de cada dez vagas criadas. Salário médio de admissão deverá ser de R$ De acordo com estimativa da Embratur, a Copa do Mundo da Fifa que se realizará no Brasil entre os meses de junho e julho de 2014 deverá gerar um fluxo de 3,6 milhões de turistas, número equivalente à metade do total de visitantes nacionais e estrangeiros que deverão circular pelo País em 2014, segundo estimativas do próprio Ministério do Turismo. A CNC estima que, para atender a esse aumento expressivo no fluxo turístico nos Estados que abrigam as cidades-sede do Mundial, atividades como serviços de hospedagem, de alimentação, de transporte, agências de viagens e serviços culturais e recreativos deverão ampliar em 47,9 mil a oferta de vagas entre os meses de abril e junho de Esse número equivale a 38,1% das 125,8 mil vagas criadas no Brasil em todo o ano de 2013 e a 35,2% daquelas esperadas para As unidades da Federação que sediarão o Mundial criaram 29,5 mil postos de trabalho celetistas no turismo no segundo trimestre de Além da projeção da Embratur, a pesquisa da CNC considerou o fluxo de passageiros nos principais aeroportos do País e dados do Ministério do Trabalho e Emprego (Caged). O segmento de serviços de alimentação, como bares e restaurantes principal segmento turístico, naturalmente deverá responder pela maior parte da geração do emprego no turismo (16,1 mil vagas o equivalente a 33,5% do total). Nesse ramo, o salário médio nacional deve chegar a R$ 935. Em seguida, devem vir os serviços de transporte de passageiros, com previsão de abertura de 14,0 mil empregos (29,2% do total) e em que o salário dos admitidos deverá alcançar, em média, R$ Hotéis, pousadas e similares deverão ofertar 12,3 mil vagas (25,7%) com vencimento médio de R$ 900. Juntos, esses três segmentos deverão responder por 88,4% do total de vagas a serem criadas. Serviços culturais e recreativos, como casas de espetáculos, parques e arenas esportivas, têm perspectiva de abertura de 3,8 mil vagas com remuneração média de R$ Finalmente, o segmento de agências de viagens deverá oferecer a maior remuneração média (R$ 1.626). Entretanto, apenas 3,6% da oferta de emprego vinculado à Copa do Mundo (1,7 mil vagas) deve ser preenchida por este segmento. São Paulo e Rio de Janeiro, que abrigarão, respectivamente, a abertura e o encerramento do Mundial, deverão concentrar mais da metade (52,0%) das oportunidades de emprego decorrentes do evento. Bahia e Pernambuco estados que receberão 11 jogos da Copa vêm em seguida, com 6,4% e 6,0% das vagas, respectivamente. 1

2 Gráfico 1 - Estimativa de postos de trabalho criados pela Copa do Mundo segundo segmentos do turismo Gráfico 2 - Estimativa de salário médio de admissão para os postos de trabalho criados pela Copa do Mundo segundo segmentos do turismo Gráfico 3 - Estimativa de postos de trabalho criados pela Copa do Mundo segundo Estadossede Gráfico 4 - Estimativa de salário médio de admissão para os postos de trabalho criados pela Copa do Mundo segundo segmentos Estados-sede Fonte: CNC 2

3 PERFIL NACIONAL DO TRABALHADOR NO TURISMO FAIXA ETÁRIA: O turismo é um setor jovem no mercado de trabalho. Do total de trabalhadores atualmente empregados no setor (3,4 milhões), 17,9% são trabalhadores de 18 a 24 anos na média do total do mercado trabalho essa proporção é de 16,5%. Mais da metade dos trabalhadores do setor (50,4%) tem entre 30 e 49 anos. GRÁFICO 5 - DISTRIBUIÇÃO % DOS TRABALHADORES CELETISTAS SEGUNDO FAIXAS ETÁRIAS EM 2013 (TOTAL E TURISMO) REMUNERAÇÃO X QUALIFICAÇÃO: Nos últimos seis anos, o mercado de trabalho no setor de turismo experimentou um aumento significativo no salário médio real (+17,7%, descontando-se a inflação) ganho ligeiramente acima da média do mercado de trabalho (+16,3%). A principal razão para os ganhos mais altos no setor turístico foi, sem dúvida, a maior busca por qualificação por parte dos trabalhadores do setor. Em 2007, 41,6% dos trabalhadores formais dessa área tinham pelo menos o nível médio completo. Seis anos depois, a participação dos trabalhadores com esse nível de qualificação saltou para 56,1%. No mercado de trabalho em geral, a participação dos trabalhadores mais qualificados passou de 3

4 56,5% para 66,0% no mesmo período. Portanto, apesar do menor grau de instrução da mão de obra no turismo, seus trabalhadores têm se qualificado mais rapidamente do que a média do mercado de trabalho. MAIORES SALÁRIOS: Embora o salário médio de admissão, atualmente, seja de aproximadamente R$ 1.021, algumas atividades oferecem remunerações bem acima da média do setor e do próprio mercado de trabalho em geral, como, por exemplo, os segmentos de: transporte marítimo de cabotagem (R$ 3.864); transporte aéreo não regular de passageiros (R$ 3.775); e transporte marítimo de longo curso (R$ 3.538). Obviamente, o nível de qualificação exigido nessas profissões também se encontra bem acima da média do próprio setor. Enquanto apenas 7% dos trabalhadores no turismo têm nível superior completo, nas três atividades acima essa qualificação é atendida por 28% das pessoas ocupadas. GRÁFICO 6 - DISTRIBUIÇÃO % DOS TRABALHADORES CELETISTAS NO TURSIMO SEGUNDO GRAUS DE INSTRUÇÃO (2007 E 2012) 4

5 DADOS REGIONAIS: A região Sudeste ainda concentra mais da metade dos trabalhadores do setor (58,2%) participação que se manteve estável nos últimos anos. O Nordeste ultrapassou o Sul do País e, hoje, concentra 15,7% dos empregados no turismo brasileiro, contra 15% de seis anos atrás. A região Sul, por sua vez, perdeu representatividade, respondendo atualmente por 15,0%, contra 15,8% de seis anos atrás. GRÁFICO 7 - DISTRIBUIÇÃO % DOS TRABALHADORES CELETISTAS NO TURISMO REGIÕES NATURAIS EM

IMPACTO DOS MEGA EVENTOS NA INDuSTrIA hoteleira brasileira JUNHO 2013

IMPACTO DOS MEGA EVENTOS NA INDuSTrIA hoteleira brasileira JUNHO 2013 IMPACTO DOS MEGA EVENTOS NA Industria hoteleira brasileira JUNHO 2013 ENTIDADE ABIH NACIONAL Fundada em 09/11/1936 3.500 associados 35 escritórios 26 capitais + DF 08 regionais ENTIDADE 25.500 meios de

Leia mais

COPA DO MUNDO FIFA 2014 BRASIL. Oportunidades e Desafios

COPA DO MUNDO FIFA 2014 BRASIL. Oportunidades e Desafios COPA DO MUNDO FIFA 2014 BRASIL Oportunidades e Desafios COPA DO MUNDO - OPORTUNIDADES Um evento esportivo do porte de uma Copa do Mundo é como uma grande vitrine do país no exterior e corresponde a um

Leia mais

Emprego no Turismo da Cidade de São Paulo

Emprego no Turismo da Cidade de São Paulo Emprego no Turismo da Cidade de São Paulo Boletim Trimestral Julho - Setembro/2010 Dados: CAGED (MTE) IPEA O objetivo deste Boletim é acompanhar a cada três meses a variação do emprego formal nas atividades

Leia mais

1ª Avaliação Parlamentar Copa do Mundo 2014. Logística

1ª Avaliação Parlamentar Copa do Mundo 2014. Logística 1ª Avaliação Parlamentar Copa do Mundo 2014 Logística Economia Brasileira Gráfico 1 Crescimento Econômico Brasileiro e Mundial PIB 2002 a 2016 (em %) 8,0 6,0 4,0 2,0 0,0-2,0 7,5 61 6,1 5,7 4,6 5,3 5,2

Leia mais

Panorama do emprego no turismo

Panorama do emprego no turismo Panorama do emprego no turismo Por prof. Wilson Abrahão Rabahy 1 Emprego por Atividade e Região Dentre as atividades do Turismo, as que mais se destacam como geradoras de empregos são Alimentação, que

Leia mais

Emprego no Turismo da Cidade de São Paulo

Emprego no Turismo da Cidade de São Paulo Emprego no Turismo da Cidade de São Paulo Boletim Trimestral Outubro - Dezembro/2010 Dados: CAGED (MTE) IPEA O objetivo deste Boletim é acompanhar a cada três meses a variação do emprego formal nas atividades

Leia mais

Recorde-se que no item Transporte chamou-se a atenção para o crescimento do movimento de vôos internacionais no aeroporto de Fortaleza.

Recorde-se que no item Transporte chamou-se a atenção para o crescimento do movimento de vôos internacionais no aeroporto de Fortaleza. A atividade do setor de no Ceará, tem apresentado um expressivo crescimento ao longo dos últimos anos. De fato, tendo recebido 970.000 turistas em 1997, este fluxo alcançou 1.550.857 em 2003 e 1.784.354

Leia mais

Tecnologia que promove qualidade

Tecnologia que promove qualidade Tecnologia que promove qualidade ELIMINE OU REDUZA DE FORMA EFICAZ A CARGA MICROBIANA DO SEU PRODUTO OU MATÉRIA-PRIMA! Você sabia que a aplicação de energia ionizante pode eliminar ou reduzir para o padrão

Leia mais

Turismo de Negócios, Congressos e Eventos. 1º. Encontro de Secretários de Turismo da Rede Mercocidades. Mercodestinos Capitais Gauchas Rotas Tchê

Turismo de Negócios, Congressos e Eventos. 1º. Encontro de Secretários de Turismo da Rede Mercocidades. Mercodestinos Capitais Gauchas Rotas Tchê Turismo de Negócios, Congressos e Eventos 1º. Encontro de Secretários de Turismo da Rede Mercocidades Mercodestinos Capitais Gauchas Rotas Tchê Visão, Acordos, Compromissos, Estratégias e Ações Porto Alegre,

Leia mais

O que o Brasil já ganhou com a Copa. Secretaria-Geral da Presidência da República

O que o Brasil já ganhou com a Copa. Secretaria-Geral da Presidência da República O que o Brasil já ganhou com a Copa COPA DO MUNDO NO BRASIL um momento histórico e de oportunidades A Copa do Mundo é um momento histórico para o Brasil, que vai sediar, em conjunto com as Olimpíadas em

Leia mais

Anexo 1 LISTA DE PRODUTOS CARACTERÍSTICOS DO TURISMO E ATIVIDADES CARACTERÍSTICAS DO TURISMO

Anexo 1 LISTA DE PRODUTOS CARACTERÍSTICOS DO TURISMO E ATIVIDADES CARACTERÍSTICAS DO TURISMO ANEXOS Anexo 1 LISTA DE PRODUTOS CARACTERÍSTICOS DO TURISMO E ATIVIDADES CARACTERÍSTICAS DO TURISMO A. Lista de produtos característicos do turismo A lista de produtos característicos do turismo é provisória

Leia mais

COPA. Copa de 2014, Desafios e Oportunidades JOÃO ALBERTO VIOL. Vice-Presidente Nacional ABECE - ABCIC. 29 de Outubro 2009

COPA. Copa de 2014, Desafios e Oportunidades JOÃO ALBERTO VIOL. Vice-Presidente Nacional ABECE - ABCIC. 29 de Outubro 2009 COPA Copa de 2014, Desafios e Oportunidades JOÃO ALBERTO VIOL Vice-Presidente Nacional ABECE - ABCIC 29 de Outubro 2009 1 SINAENCO Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva

Leia mais

Anuário Estatístico de Turismo - 2013

Anuário Estatístico de Turismo - 2013 Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Anuário Estatístico de Turismo - 2013 Volume 40 Ano base 2012 Guia de leitura Guia de leitura O Guia de Leitura tem o propósito de orientar

Leia mais

Legado turístico pós-copa: as potencialidades de BH. Roberto Luciano Fagundes Presidente do BHC&VB

Legado turístico pós-copa: as potencialidades de BH. Roberto Luciano Fagundes Presidente do BHC&VB Legado turístico pós-copa: as potencialidades de BH Roberto Luciano Fagundes Presidente do BHC&VB Legado turístico pós-copa: as potencialidades de BH O que é Belo Horizonte Convention & Vistors Bureau

Leia mais

Diálogos Governo -Sociedade Civil COPA 2014. O que o Brasil já ganhou com a Copa

Diálogos Governo -Sociedade Civil COPA 2014. O que o Brasil já ganhou com a Copa Diálogos Governo -Sociedade Civil COPA 2014 O que o Brasil já ganhou com a Copa 2 O que o Brasil já ganhou com a Copa Investimentos A Copa do Mundo é um grande investimento para todos brasileiros Os únicos

Leia mais

Projeções dos Impactos Econômicos da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos no Brasil. Marcelo Weishaupt Proni Unicamp

Projeções dos Impactos Econômicos da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos no Brasil. Marcelo Weishaupt Proni Unicamp Projeções dos Impactos Econômicos da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos no Brasil Marcelo Weishaupt Proni Unicamp A discussão sobre os megaeventos ainda é feita com base em informações precárias Sem dúvida,

Leia mais

Norte Nordeste Centro-Oeste Sudeste Sul INTERNACIONAL

Norte Nordeste Centro-Oeste Sudeste Sul INTERNACIONAL 3.11 Perfil do turista Os documentos utilizados para a análise do perfil do turista que visita o Ceará são: Relatório de Pesquisa da Demanda Turística via Fortaleza 1999 foram aplicados 4.032 questionários

Leia mais

Entrevistas pessoais com as 80 maiores empresas de turismo no Brasil;

Entrevistas pessoais com as 80 maiores empresas de turismo no Brasil; 10ª edição / 2014 Apresentação Entrevistas pessoais com as 80 maiores empresas de turismo no Brasil; Série histórica iniciada em 2004 Pesquisa complementar ao BDET (Boletim de Desempenho Econômico do Turismo),

Leia mais

São Paulo. O Brasil como Pólo Internacional de Investimentos e Negócios. tsando@visitesaopaulo.com

São Paulo. O Brasil como Pólo Internacional de Investimentos e Negócios. tsando@visitesaopaulo.com São Paulo O Brasil como Pólo Internacional de Investimentos e Negócios São Paulo Convention & Visitors Bureau Fundação 25 de Janeiro Entidade estadual, mantida pela iniciativa privada. Captação e apoio

Leia mais

Copa das Confederações FIFA Brasil 2013. Estimativas dos impactos econômicos do evento

Copa das Confederações FIFA Brasil 2013. Estimativas dos impactos econômicos do evento Copa das Confederações FIFA Brasil 2013 Estimativas dos impactos econômicos do evento " O estudo avaliou o impacto de gastos e investimentos realizados para a Copa das Confederações nas seis cidades-sede

Leia mais

BOLETIM EMPREGO Setembro 2014

BOLETIM EMPREGO Setembro 2014 Introdução A seguir são apresentados os últimos resultados disponíveis sobre o emprego no Brasil, com foco no ramo Metalúrgico. Serão utilizadas as bases de dados oficiais, são elas: a RAIS (Relação Anual

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TURISMO E HOTELARIA SETEMBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TURISMO E HOTELARIA SETEMBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TURISMO E HOTELARIA SETEMBRO DE 2015 1 2 PRODUTOS De acordo com a Organização Mundial do Turismo (OMT) o turismo compreende as atividades realizadas

Leia mais

A decolagem do turismo

A decolagem do turismo A decolagem do turismo OBrasil sempre foi considerado detentor de um enorme potencial turístico. Em 1994, no entanto, o país recebeu menos de 2 milhões de turistas internacionais, um contingente que, na

Leia mais

Copa do Mundo 2014: Oportunidades para o Brasil e para a iniciativa privada

Copa do Mundo 2014: Oportunidades para o Brasil e para a iniciativa privada BRA-MEB001-100209-0 Copa do Mundo 2014: Oportunidades para o Brasil e para a iniciativa privada São Paulo, 9 de março de 2010 0 BRA-MEB001-100209-1 O que o Brasil quer com uma Copa do Mundo FIFA Mobilizar

Leia mais

Projeto PERNAMBUCO NA COPA 2014

Projeto PERNAMBUCO NA COPA 2014 Projeto PERNAMBUCO NA COPA 2014 4º Fórum de Direito do Turismo 20 de Maio de 2011 ARRANJO INSTITUCIONAL - GOVERNO DE PERNAMBUCO SECOPA-PE Atribuições Planejar, coordenar e gerir as iniciativas dos órgãos

Leia mais

Síntese do planejamento e os impactos para o país com a Copa do Mundo 2014

Síntese do planejamento e os impactos para o país com a Copa do Mundo 2014 Code-P0 Síntese do planejamento e os impactos para o país com a Copa do Mundo 2014 Encontro Nacional - Abracen Eventos Esportivos e os Impactos para o país São Paulo, 7 de março de 2012 Code-P1 O Brasil

Leia mais

Estatísticas básicas de turismo. Brasil

Estatísticas básicas de turismo. Brasil Estatísticas básicas de turismo Brasil Brasília, outubro de 2010 Estatísticas básicas de turismo Índice Páginas I - Turismo no mundo 1. Fluxo receptivo internacional 1.1 - Chegadas de turistas internacionais

Leia mais

MODELO DE GOVERNANÇA CTNDT AÇÕES EM CURSO NOMTur LINHAS DE FINANCIAMENTO

MODELO DE GOVERNANÇA CTNDT AÇÕES EM CURSO NOMTur LINHAS DE FINANCIAMENTO CONSELHO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - CDES PLANO ESTRATÉGICO DO A COPA DO MUNDO FIFA 24/11/2010 PLANO ESTRATÉGICO DO TURISMO TURISMO BRASILEIRO BRASILEIRO PARA PARA A A COPA COPA DO DO MUNDO

Leia mais

Oportunidades de Negócios com a Copa do Mundo 2014. Salvador 04/11/10

Oportunidades de Negócios com a Copa do Mundo 2014. Salvador 04/11/10 Oportunidades de Negócios com a Copa do Mundo 2014 Salvador 04/11/10 É a vez do Brasil! Linha do Tempo Eventos Esportivos Copa das Confederações 2013 Copa do Mundo FIFA 2014 Olimpíadas e Paraolimpíadas

Leia mais

ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DO TURISMO EM ALAGOAS, PARA JULHO DE 2015

ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DO TURISMO EM ALAGOAS, PARA JULHO DE 2015 ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DO TURISMO EM ALAGOAS, PARA JULHO DE 2015 Superintendência de Produção da Informação e do Conhecimento (SINC) Diretoria de Estatística e Indicadores A partir da análise da movimentação

Leia mais

CTNDT - CÂMARA TEMÁTICA NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO

CTNDT - CÂMARA TEMÁTICA NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO CTNDT - CÂMARA TEMÁTICA NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO PAUTA HISTÓRICO CTNDT / METODOLOGIA DE TRABALHO CTNDT / PROPOSTA DE TEMAS PARA DEBATE/EIXO TEMÁTICO HISTÓRICO BRASIL

Leia mais

Universidade. Estácio de Sá. Turismo, Hotelaria e Gastronomia

Universidade. Estácio de Sá. Turismo, Hotelaria e Gastronomia Universidade Estácio de Sá Turismo, Hotelaria e Gastronomia A Estácio Hoje reconhecida como a maior instituição particular de ensino superior do país, a Universidade Estácio de Sá iniciou suas atividades

Leia mais

Legado da Arena das Dunas em discussão

Legado da Arena das Dunas em discussão 25.02.2013 Thaisa Galvão Xx Xx Positiva Legado da Arena das Dunas em discussão Durante o 4º Fórum de Turismo do Rio Grande do Norte, marcado para 13 e 14 de março, no Centro de Convenções de Natal, um

Leia mais

São Paulo. o perfil dos. cada ano esticam mais a estadia e começam a agregar, cada vez mais, o lazer ao trabalho. cidade. anuário 2012 CRIATIVA

São Paulo. o perfil dos. cada ano esticam mais a estadia e começam a agregar, cada vez mais, o lazer ao trabalho. cidade. anuário 2012 CRIATIVA São Paulo anuário 2012 o perfil dos visitantes Os turistas que visitam a capital paulista, a cada ano esticam mais a estadia e começam a agregar, cada vez mais, o lazer ao trabalho Turistas conheça o perfil

Leia mais

Deslocações turísticas de residentes aumentaram

Deslocações turísticas de residentes aumentaram PROCURA TURÍSTICA DOS RESIDENTES 2º Trimestre 2013 31 de outubro de 2013 Deslocações turísticas de residentes aumentaram Entre abril e junho de 2013, os residentes em Portugal efetuaram 3,9 milhões de

Leia mais

Associação de Promoção da Região Autónoma da Madeira

Associação de Promoção da Região Autónoma da Madeira Associação de Promoção da Região Autónoma da Madeira REGULAMENTO DE QUOTIZAÇÃO CAPÍTULO I Princípios Gerais Artigo 1º Espécies de quotas 1- Os associados da Associação de Promoção estão obrigados a pagar

Leia mais

Um programa que fala diretamente com quem trabalha no setor.

Um programa que fala diretamente com quem trabalha no setor. Um programa que fala diretamente com quem trabalha no setor. Simpatia e hospitalidade são os aspectos do povo brasileiro mais valorizados pelos turistas estrangeiros. Já imaginou quantas novas oportunidades

Leia mais

Acordo de Cooperação Técnica nº 23/2009 CODEPLAN/IPEA

Acordo de Cooperação Técnica nº 23/2009 CODEPLAN/IPEA Acordo de Cooperação Técnica nº 23/2009 CODEPLAN/IPEA Relatório 3 B Indicadores básicos do emprego no turismo para o Distrito Federal, Região Centro-Oeste e Brasil Junho 2013 1 SISTEMA DE INFORMAÇÕES SOBRE

Leia mais

ABREMAR ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRUZEIROS MARÍTIMOS

ABREMAR ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRUZEIROS MARÍTIMOS ABREMAR ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRUZEIROS MARÍTIMOS Marcia Leite Coordenadora do GET de Infraestrutura e Operações CRUZEIROS NO BRASIL últimos 10 anos Cruzeiristas no Brasil 800,000 700,000 600,000 500,000

Leia mais

ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO

ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO MTUR/DEAOT/CGQT Campinas, 20 de março de 2010 ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO POLÍTICAS DE INCENTIVO AO TURISMO NORMATIZAÇÃO DE CAMPINGS COPA DO MUNDO E OLIMPÍADAS REGISTRO

Leia mais

O MERCADO DE TRABALHO

O MERCADO DE TRABALHO O MERCADO DE TRABALHO NAS ATIVIDADES CARACTERÍSTICAS DE TURISMO NA CIDADE DE SÃO PAULO 99.090 Postos de Trabalho Formais e Diretos Alimentação 44,5% Agência de Viagem 13,1% 22,2% Alojamento 14,7% s 1,9%

Leia mais

CADASTUR E AS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS. www.cadastur.turismo.gov.br

CADASTUR E AS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS. www.cadastur.turismo.gov.br CADASTUR E AS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS www.cadastur.turismo.gov.br O QUE É? É o cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos no Brasil. OBJETIVO Promover o ordenamento, a formalização e a legalização

Leia mais

SÃO PAULO TURISMO - OBSERVATÓRIO DE TENDÊNCIAS NÚMEROS DA CIDADE DE SÃO PAULO

SÃO PAULO TURISMO - OBSERVATÓRIO DE TENDÊNCIAS NÚMEROS DA CIDADE DE SÃO PAULO TURISMO - INDICADORES GERAIS Demanda Total de Turistas (estimativa) Principais Procedências - Internacionais 13,22 milhões; 84% Brasileiros, 16% Estrangeiros EUA, Argentina, Alemanha, Chile, Espanha 2013

Leia mais

1. O que é Convention Bureau? 2. Desenvolvimento da estrutura de Porto Alegre no turismo de eventos

1. O que é Convention Bureau? 2. Desenvolvimento da estrutura de Porto Alegre no turismo de eventos 1. O que é Convention Bureau? 2. Desenvolvimento da estrutura de Porto Alegre no turismo de eventos 3. Planos e Perspectivas do POACVB para a Copa do Mundo no RS. Quem Somos O Porto Alegre & Região Metropolitana

Leia mais

COPA 2014 DESAFIOS E OPORTUNIDADES. GEAE Grupo de Excelência em Administração Esportiva Conselho Regional de Administração - SP

COPA 2014 DESAFIOS E OPORTUNIDADES. GEAE Grupo de Excelência em Administração Esportiva Conselho Regional de Administração - SP COPA 2014 DESAFIOS E OPORTUNIDADES GEAE Grupo de Excelência em Administração Esportiva Conselho Regional de Administração - SP A INDÚSTRIA DO ESPORTE A Indústria do Esporte Atividades econômicas relacionadas

Leia mais

3 Jornal da Federação - 2012 ENCONTRO REGIONAL SUDESTE 4 Jornal da Federação - 2012 ENCONTRO REGIONAL NORDESTE Jornal da Federação - 2012 ENCONTRO REGIONAL SUL 5 Jornal da Federação - 2012 ENCONTRO REGIONAL

Leia mais

AGENDA DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE COPA 2014

AGENDA DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE COPA 2014 Code-P0 AGENDA DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE COPA 2014 Agenda de Trabalho Junho 2011 Claudio Langone Code-P1 OPORTUNIDADE PARA O BRASIL 2011 - Jogos Militares Mundiais 2012 - RIO + 20 - Cúpula das

Leia mais

Síntese do planejamento do Governo Federal para a Copa do Mundo 2014 Brasília, Setembro de 2012

Síntese do planejamento do Governo Federal para a Copa do Mundo 2014 Brasília, Setembro de 2012 Code-P0 Síntese do planejamento do Governo Federal para a Copa do Mundo 2014 Brasília, Setembro de 2012 Code-P1 O Brasil recebe os grandes eventos esportivos em um contexto favorável COPA OLIMPÍADAS Brasil

Leia mais

Observatório do Turismo

Observatório do Turismo USUS 2012 Observatório do Turismo Cidade de São Paulo Brasil Turismo no Mundo 9,0% Representatividade no PIB Mundial em 2011 US$ 6,3 TRILHÕES Movimentação Financeira em 2011 980 MILHÕES Viagens no Mundo,

Leia mais

Como a Copa do Mundo 2014 vai movimentar o Turismo Brasileiro

Como a Copa do Mundo 2014 vai movimentar o Turismo Brasileiro Como a Copa do Mundo 214 vai movimentar o Turismo Brasileiro 9 dias O estudo As empresas Principais conclusões a 9 dias da Copa 1 principais emissores 1 Desempenho das cidades-sede Chegadas internacionais

Leia mais

Indústria do Turismo. Aumento da renda do brasileiro alavancou mercado de passagens aéreas nos últimos anos

Indústria do Turismo. Aumento da renda do brasileiro alavancou mercado de passagens aéreas nos últimos anos Indústria do Turismo Aumento da renda do brasileiro alavancou mercado de passagens aéreas nos últimos anos Abril 2011 Aumento da renda do brasileiro alavancou mercado de passagens aéreas nos últimos anos

Leia mais

Coordenação-geral de Competitividade e Inovação

Coordenação-geral de Competitividade e Inovação Coordenação-geral de Competitividade e Inovação Legislação Turística LEI N º 11.771/2008 DECRETO N 7.381/2010 PORTARIA N 197/20103 PORTARIA Nº 311/2013 Legislação Turística Lei Geral do Turismo 11.771/2008

Leia mais

INQUÉRITO AOS GASTOS E SATISFAÇÃO DOS TURISTAS, 2009

INQUÉRITO AOS GASTOS E SATISFAÇÃO DOS TURISTAS, 2009 INQUÉRITO AOS GASTOS E SATISFAÇÃO DOS Praia, 29 de Abril de 2010 Plano de apresentação Introdução. Nota metodológica. Apresentação dos resultados..satisfação..gastos. TURISTAS, 2009 Objectivos do Inquérito

Leia mais

* Respectivamente, gerente, administradora e engenheiro da Gerência Setorial 4 do BNDES.

* Respectivamente, gerente, administradora e engenheiro da Gerência Setorial 4 do BNDES. HOTEL DE NEGÓCIOS Mary Lessa Alvim Ayres Ilka Gonçalves Daemon Paulo Cesar Siruffo Fernandes* Resumo Muito têm-se falado de hotéis de negócios: oportunidades de investimentos, grupos estrangeiros alardeando

Leia mais

Por Denize BACOCCINA. Isto é Dinheiro - sexta-feira, 03 de maio de 2013 Seção: Economia / Autor: Por Denize BACOCCINA

Por Denize BACOCCINA. Isto é Dinheiro - sexta-feira, 03 de maio de 2013 Seção: Economia / Autor: Por Denize BACOCCINA O poder de compra alimenta o dragão A persistência da inflação em torno de 6,5% ao ano tem um componente virtuoso: o crescimento do setor de serviços, que lidera a criação de empregos e aumenta a renda

Leia mais

DO SENADOR BENEDITO DE LIRA (PP AL)

DO SENADOR BENEDITO DE LIRA (PP AL) DO SENADOR BENEDITO DE LIRA (PP AL) Senhor Presidente, Senhoras Senadoras e Senhores Senadores, O turismo é uma das atividades mais prósperas da economia alagoana. Todos os indicadores divulgados pela

Leia mais

Prof. Dr. Claudio Tavares de Alencar

Prof. Dr. Claudio Tavares de Alencar 1 AS OPORTUNIDADES E OS RISCOS DE INVESTIMENTOS EM REAL ESTATE FOMENTADOS POR EVENTOS ESPORTIVOS GLOBAIS: A COPA DO MUNDO DE 2014 NO BRASIL Prof. Dr. Claudio Tavares de Alencar A realização de grandes

Leia mais

Programa Senac Gratuidade lança vagas para agosto

Programa Senac Gratuidade lança vagas para agosto 14.07.2012 Portal De Fato Xx Xx Postado em 14/07/2012-09:09 Programa Senac Gratuidade lança vagas para agosto O Programa Senac Gratuidade (PSG) disponibilizará mais de 540 bolsas de estudos integrais para

Leia mais

A Copa do Brasil. Secretaria de Políticas para as Mulheres. Governo Federal

A Copa do Brasil. Secretaria de Políticas para as Mulheres. Governo Federal A Copa do Brasil Secretaria de Políticas para as Mulheres Governo Federal Apresentação A Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR) publicou em seu sítio eletrônico,

Leia mais

INFORMAÇÕES SOBRE A COPA FIFA 2014

INFORMAÇÕES SOBRE A COPA FIFA 2014 INFORMAÇÕES SOBRE A COPA FIFA 2014 Por Milton Karam 06.outubro.2010 COPA FIFA 2014 CRONOLOGIA 2003 03 de junho - a Confederação Sul-Americana de Futebol CONMEBOL anuncia Argentina, Brasil e Colômbia 2006

Leia mais

Programa Copa 2014 na Bahia Planejamento, Realizações e Legados do Mundial na Bahia. SINAENCO 18 de Maio de 2012

Programa Copa 2014 na Bahia Planejamento, Realizações e Legados do Mundial na Bahia. SINAENCO 18 de Maio de 2012 Programa Copa 2014 na Bahia Planejamento, Realizações e Legados do Mundial na Bahia SINAENCO 18 de Maio de 2012 AGENDA 1. Linha do Tempo 2. A Copa em números 3. Programa Copa 2014 na Bahia 4. Plano Diretor

Leia mais

Pesquisa do Perfil do Turista Nacional em Porto Alegre. Outono 2010

Pesquisa do Perfil do Turista Nacional em Porto Alegre. Outono 2010 Pesquisa do Perfil do Turista Nacional em Porto Alegre Outono 2010 Pesquisa realizada pela SMTur, em parceria com a FARGS e com apoio da Infraero e da Veppo. 22 a 28 de abril Aeroporto área de embarque

Leia mais

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Julho 2014

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Julho 2014 Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Julho 2014 O SETOR HOTELEIRO BRASILEIRO APÓS A COPA Caio Sergio Calfat Jacob - ex-presidente da LARES (Latin American Real Estate Society)

Leia mais

na cidade de São Paulo

na cidade de São Paulo OBSERVATÓRIO DO TURISMO DA CIDADE DE SÃO PAULO SÃO PAULO TURISMO Copa do mundo da fifa Brasil 2014 impacto econômico na cidade de São Paulo A pesquisa Objetivo: * Identificar o movimento econômico gerado

Leia mais

SAP Customer Success Story Turismo Hotel Urbano. Hotel Urbano automatiza controle financeiro e internaliza contabilidade com SAP Business One

SAP Customer Success Story Turismo Hotel Urbano. Hotel Urbano automatiza controle financeiro e internaliza contabilidade com SAP Business One Hotel Urbano automatiza controle financeiro e internaliza contabilidade com SAP Business One Geral Executiva Nome da Hotel Urbano Indústria Turismo Produtos e Serviços Comercialização online de pacotes

Leia mais

PNAD - Segurança Alimentar 2004 2009. Insegurança alimentar diminui, mas ainda atinge 30,2% dos domicílios brasileiros

PNAD - Segurança Alimentar 2004 2009. Insegurança alimentar diminui, mas ainda atinge 30,2% dos domicílios brasileiros 1 of 5 11/26/2010 2:57 PM Comunicação Social 26 de novembro de 2010 PNAD - Segurança Alimentar 2004 2009 Insegurança alimentar diminui, mas ainda atinge 30,2% dos domicílios brasileiros O número de domicílios

Leia mais

SÃO PAULO TURISMO - OBSERVATÓRIO DE TENDÊNCIAS Números DA CIDADE DE SÃO PAULO

SÃO PAULO TURISMO - OBSERVATÓRIO DE TENDÊNCIAS Números DA CIDADE DE SÃO PAULO Turismo - indicadores gerais Demanda Total de Turistas (Estimativa) Demanda Total de Turistas (Estimativa) Principais Procedências - Internacionais 13,2 milhões; 85% Brasileiros, 15% Estrangeiros 15,1

Leia mais

3.12. Gastos Turísticos

3.12. Gastos Turísticos PRODETUR NE-II PDITS Pólo Litoral Sul 3.12. Gastos Turísticos 451 3.12. Gastos Turísticos Introdução Nesse capítulo o padrão e o volume dos gastos dos turistas do Pólo serão avaliados. Outro objetivo é

Leia mais

3.14 Demanda atual e potencial

3.14 Demanda atual e potencial 3.14 Demanda atual e potencial O Estado do Ceará vem adquirindo, no cenário nacional, uma importância turística crescente. Em 1998, por exemplo, ocupou o terceiro lugar dentre os destinos mais visitados

Leia mais

Informe Técnico do ETENE

Informe Técnico do ETENE Ano IX, Nº 3, julho de 2015 Informe Técnico do ETENE Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste ETENE PANORAMA DO SETOR TURÍSTICO NO NORDESTE DO BRASIL 2014 Autor Laura Lúcia Ramos Freire 1 Colaboração

Leia mais

FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DE, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA -

Leia mais

Anexos. 1 - Lista de produtos específicos do turismo. 2 - Lista de atividades e produtos característicos do turismo

Anexos. 1 - Lista de produtos específicos do turismo. 2 - Lista de atividades e produtos característicos do turismo Anexos 1 - Lista de produtos específicos do turismo 2 - Lista de atividades e produtos característicos do turismo Anexos (continua) 63110.0 Serviços de alojamento em hotéis e motéis 63191.0 Serviços de

Leia mais

42ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional do Turismo - EMBRATUR. Brasília-DF, 03 de dezembro de 2013

42ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional do Turismo - EMBRATUR. Brasília-DF, 03 de dezembro de 2013 42ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional do Turismo - EMBRATUR Brasília-DF, 03 de dezembro de 2013 Diagnóstico do Setor de Aviação Brasileiro: IPCA Passagens Aéreas (IBGE) Pesquisa nos sítios das principais

Leia mais

200 4 Anuário Estatístico

200 4 Anuário Estatístico 2004 Anuário Estatístico REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA Presidente MINISTÉRIO DO TURISMO WALFRIDO SILVINO DOS MARES GUIA Ministro INSTITUTO BRASILEIRO DE TURISMO EMBRATUR EDUARDO

Leia mais

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2010

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2010 1 CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2010 O Censo da Educação Superior, realizado anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), constitui se em importante instrumento

Leia mais

RELATÓRIO DA GERÊNCIA DE MONITORAMENTO PANORAMA DO COOPERATIVISMO BRASILEIRO - ANO 2011

RELATÓRIO DA GERÊNCIA DE MONITORAMENTO PANORAMA DO COOPERATIVISMO BRASILEIRO - ANO 2011 RELATÓRIO DA GERÊNCIA DE MONITORAMENTO PANORAMA DO COOPERATIVISMO BRASILEIRO - ANO 2011 Março 2012 SUMÁRIO I - EVOLUÇÃO DO NÚMERO DE COOPERATIVAS, COOPERADOS E EMPREGADOS, 3 II - ANÁLISE POR RAMO, 8 2.1

Leia mais

1 - Lista de produtos específi cos de turismo

1 - Lista de produtos específi cos de turismo Anexos 1 - Lista de produtos específi cos de turismo Economia do Turismo Análise das atividades características do turismo 2003 (continua) 63110.0 Serviços de alojamento em hotéis e motéis 63191.0 Serviços

Leia mais

DESEMPENHO DO SETOR DE TURISMO EM ALAGOAS, PARA SETEMBRO DE 2015

DESEMPENHO DO SETOR DE TURISMO EM ALAGOAS, PARA SETEMBRO DE 2015 DESEMPENHO DO SETOR DE TURISMO EM ALAGOAS, PARA SETEMBRO DE 2015 Superintendência de Produção da Informação e do Conhecimento (SINC) Gerência de Estatística e Indicadores Os resultados do turismo no estado

Leia mais

RELATÓRIO DE PESQUISA COPA DAS CONFEDERAÇÕES CONSUMIDOR

RELATÓRIO DE PESQUISA COPA DAS CONFEDERAÇÕES CONSUMIDOR RELATÓRIO DE PESQUISA COPA DAS CONFEDERAÇÕES CONSUMIDOR Julho 2013 COPA DAS CONFEDERAÇÕES - CONSUMIDOR Pesquisa realizada pela CNDL e SPC Brasil. Foram realizadas 620 entrevistas, com um erro máximo de

Leia mais

Pontapé inicial: Planejamento Integrado Governo de Minas e PBH. escolha das cidades-sede. Copa

Pontapé inicial: Planejamento Integrado Governo de Minas e PBH. escolha das cidades-sede. Copa Minas Gerais na Copa do Mundo de 2014 Copa em Minas já começou Pontapé inicial: Planejamento Integrado Governo de Minas e PBH 31 de maio de 2011 dois anos de escolha das cidades-sede 2014 BH/MG modelo

Leia mais

ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DE GARÇA FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE BACHARELADO EM TURISMO RA: 31.951

ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DE GARÇA FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE BACHARELADO EM TURISMO RA: 31.951 ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DE GARÇA FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE BACHARELADO EM TURISMO RA: 31.951 A ATIVIDADE TURÍSTICA E O SEGMENTO DE EVENTOS. PERSPECTIVAS DE CRESCIMENTO GRAÇAS À COPA

Leia mais

O Direito ao Turismo para a Pessoa Idosa no Brasil. Gloria Maria Widmer e Ana Julia de Souza Melo

O Direito ao Turismo para a Pessoa Idosa no Brasil. Gloria Maria Widmer e Ana Julia de Souza Melo O Direito ao Turismo para a Pessoa Idosa no Brasil Gloria Maria Widmer e Ana Julia de Souza Melo Objetivo: identificar a presença do turismo como atividade integrante de programas de lazer criados pelo

Leia mais

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Maio de 2010 Paulo Moreira da Fonseca Agenda Introdução Arenas Hotéis Mobilidade Urbana Demais Investimentos Agenda Introdução Arenas Hotéis Mobilidade

Leia mais

Empreendimentos Turísticos em Maceió

Empreendimentos Turísticos em Maceió Empreendimentos Turísticos em Maceió Descrição Atração de empreendimentos turísticos para Maceió, sejam eles hoteleiros, de entretenimento, culturais, comerciais ou de serviços, capacitados estruturalmente

Leia mais

GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA NA ECONOMIA NACIONAL. Mapa de oportunidades para Agências de Viagens

GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA NA ECONOMIA NACIONAL. Mapa de oportunidades para Agências de Viagens GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA NA ECONOMIA NACIONAL Mapa de oportunidades para Agências de Viagens O que é ABAV? Entidade empresarial, sem fins lucrativos, que representa as Agências de Viagens espalhadas

Leia mais

Turismo no Recife: Caso de sucesso

Turismo no Recife: Caso de sucesso Secretaria de Turismo Turismo no Recife: Caso de sucesso O Recife no Brasil: Reconhecimento nacional na Parceria Público-Privada PCR e RCVB; Prêmio de Melhor Política Pública do Turismo entre os 65 Destinos

Leia mais

- Foram aplicados 17.205 questionários em 44 municípios; (Lista completa na última página)

- Foram aplicados 17.205 questionários em 44 municípios; (Lista completa na última página) Pesquisa Fipe 2011 Metodologia - Foram aplicados 17.205 questionários em 44 municípios; (Lista completa na última página) Fluxo - Fluxo de brasileiros de outros estados que vêm à Bahia: 5.291.242 (5,29

Leia mais

Anexo IV Metas Fiscais IV.11 Renúncias Previdenciárias (Art. 4 o, 2 o, inciso V, da Lei Complementar n o 101, de 4 de maio de 2000)

Anexo IV Metas Fiscais IV.11 Renúncias Previdenciárias (Art. 4 o, 2 o, inciso V, da Lei Complementar n o 101, de 4 de maio de 2000) Anexo IV Metas Fiscais IV.11 Renúncias s QUADRO I - 2014 Projeção 2014 Renúncia Simples Nacional 14.030.854.152 28,98 3,65 0,26 Entidades Filantrópicas 10.116.875.300 20,89 2,63 0,19 Exportação da Produção

Leia mais

Análise dos resultados

Análise dos resultados Análise dos resultados Caracterização da entidade e supervisão A Pesquisa das Entidades de Assistência Social Privadas sem Fins Lucrativos - PEAS, realizada em 2006, levantou informações sobre 16 089 entidades,

Leia mais

Análise Setorial de Emprego

Análise Setorial de Emprego Análise Setorial de Emprego Abril de 2015 Ficha Técnica Governador do Estado de Minas Gerais Fernando Pimentel Secretário de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social André Quintão Secretária Adjunta

Leia mais

RENDA, TRABALHO E EMPREENDEDORISMO NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

RENDA, TRABALHO E EMPREENDEDORISMO NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RENDA, TRABALHO E EMPREENDEDORISMO NOTA CONJUNTURAL Nº35 2015 NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO NOTA CONJUNTURAL Nº35 2015 PANORAMA GERAL O ano de 2015 se inicia com grandes incertezas com relação à economia

Leia mais

MAIS TURISMO, MAIS DESENVOLVIMENTO

MAIS TURISMO, MAIS DESENVOLVIMENTO Ministério do Turismo MAIS TURISMO, MAIS DESENVOLVIMENTO INDICADORES 2012 MAIS TURISMO, MAIS DESENVOLVIMENTO INDICADORES maio - 2013 Lagoa Azul, Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, MA Mais Turismo

Leia mais

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 174, DE 2009

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 174, DE 2009 SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 174, DE 2009 Dispõe sobre a criação do Serviço Social do Turismo - SESTUR e do Serviço Nacional de Aprendizagem do TURISMO - SENATUR. O CONGRESSO NACIONAL decreta:

Leia mais

O Mercado de Trabalho nas Atividades Culturais no Brasil, 1992-2001

O Mercado de Trabalho nas Atividades Culturais no Brasil, 1992-2001 1 Ministério da Cultura Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) Data de elaboração da ficha: Ago 2007 Dados das organizações: Nome: Ministério da Cultura (MinC) Endereço: Esplanada dos Ministérios,

Leia mais

39 aeroportos envolvidos, localizados nas cidades-sede ou a até 200 km delas

39 aeroportos envolvidos, localizados nas cidades-sede ou a até 200 km delas GRANDES NÚMEROS 39 aeroportos envolvidos, localizados nas cidades-sede ou a até 200 km delas mais de 1 milhão de atletas, delegações e turistas circulando pelos principais aeroportos do evento. 4 mil são

Leia mais

EMBRATUR. Percepção dos estrangeiros sobre o Brasil durante a Copa das Confederações 2013

EMBRATUR. Percepção dos estrangeiros sobre o Brasil durante a Copa das Confederações 2013 EMBRATUR Percepção dos estrangeiros sobre o Brasil durante a Copa das Confederações 2013 Com 20 anos de experiência em Estudos de Mercado, o Instituto Methodus garante aos seus clientes relatórios que

Leia mais

Análise Setorial de Emprego

Análise Setorial de Emprego Análise Setorial de Emprego Maio de 2015 Ficha Técnica Governador do Estado de Minas Gerais Fernando Pimentel Secretário de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social André Quintão Secretária Adjunta

Leia mais