Redes Inteligentes. A Rede do Futuro Construída Hoje

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Redes Inteligentes. A Rede do Futuro Construída Hoje"

Transcrição

1 Redes Inteligentes A Rede do Futuro Construída Hoje

2 Grupo Efacec, Breve descrição Ao longo da sua história, a Efacec tem vindo a antecipar as mudanças num mundo extremamente competitivo, tornando-se numa das mais fortes marcas na área da electromecânica e electrotécnica. Actualmente, o poder da marca Efacec no mercado nacional e internacional é ainda mais forte, representando um factor diferenciador no aumento da competitividade. O espírito empreendedor em combinação com as competências dos colaboradores em todos os mercados, permite à Efacec ter como missão o desenvolvimento de infra-estruturas energéticas, ambientais e de mobilidade para um mundo sustentável, através de: - Parcerias duradouras; - Conteúdo tecnológico potenciado; - Capacidade de resposta e flexibilidade; - Capacidade para atrair e desenvolver talentos em todo o mundo; - Retorno regular a todas as partes interessadas. Efacec Automação, Breve descrição A Efacec Automação é o fornecedor de soluções para redes inteligentes (smart grids) a nível mundial, com especial foco na gestão e controlo de redes e sistemas eléctricos. Apoiado numa filosofia de inovação e diferenciação, a Efacec Automação é um parceiro preferencial para soluções de redes inteligentes, que tem demonstrado continuamente uma forte capacidade de integração, apoiada nas diversas competências tecnológicas adquiridas ao longo da sua história. Com o desenvolvimento da sua própria tecnologia avançada e a experiência dos últimos 30 anos na implementação de sistemas, a Efacec Automação opera globalmente, tendo concentrado a sua actividade na Europa e Brasil, actuando também nos mercados do Magreb, África Austral, Médio Oriente, Índia e América Latina. Delegações e Referências Referências Presença mundial da Efacec Automação

3 Soluções Smart Grid Gestão Sistemas SCADA EMS/DMS/OMS avançados - Aplicações Avançadas de Energia - Interface Gráfica de Utilizador, de Interacção Fácil e Versátil Introdução As redes de energia são sistemas em constante evolução, que exigem elevados níveis de eficiência, de forma a fornecer aos consumidores energia eléctrica de confiança, rentável e sustentável, sendo este o requisito fundamental para o desenvolvimento humano. As comunicações seguras em banda larga e as normas de interoperabilidade estão a apoiar a ligação entre instrumentação da rede e sistemas informáticos potentes, aliando a investigação em sistemas de energia avançados com o sector industrial. Através de uma inteligência distribuída generalizada, a tecnologia disponibiliza ferramentas para uma participação activa de todos os players (consumidores e produtores), rumo à resistência e optimização, através dos operadores de rede e fornecedores, aos agentes e reguladores de mercado. Sistema de Automação de Subestações Avançado IEC Monitorização da Condição de Funcionamento Controlo de Longa Distância Assim, a rede torna-se adaptável e autónoma, com capacidade de recuperação automática, ganhando inteligência a jusante e a montante, sendo optimizada local e globalmente. Esta multi-dimensão da rede garante, a curto e a longo prazo, uma elevada qualidade e disponibilidade de serviço energético, simultaneamente reduzindo perdas de energia e maximizando o proveito de fontes de energia renováveis, ao mesmo tempo diminuindo o capital de investimento e despesas operacionais. Este é o desafio de uma rede inteligente, cuja resposta é o esforço conjunto da sociedade e indústria internacional, sustentada por níveis de inovação, colaboração e interoperação sem precedentes. A Efacec, fornecedora mundial de soluções para redes inteligentes, aceitou este desafio e está a cooperar com parceiros tanto da área industrial como académica, transformando a visão das redes inteligentes numa realidade. Rede de Distribuição Auto-suficiente Micro-rede / VPP Recuperação automática / IVVC Recursos de Energia Distribuídos Renováveis VE Armazenamento

4 Optimização Local Introdução de micro-redes controladas Os conceitos de micro-redes e VPP (central eléctrica virtual - virtual power plants) permitem a utilização optimizada de micro-geração localmente, consumo, armazenamento e carregamento de VE, enquanto proporcionam opções para isolamento controlado. Os contadores inteligentes e os postos de transformação permitem a detecção e resolução das interrupções na rede de baixa tensão atempadamente, melhorando a qualidade de serviço. O controlo local de redes de distribuição activas de baixa tensão disponibiliza meios para a maximização da oferta proveniente da microgeração, permitindo manter os níveis de tensão aceitáveis. Automação avançada de subestações Actualmente, as subestações de energia eléctrica atravessam um processo de actualização para soluções totalmente digitais, recorrendo a inteligência localizada e tecnologias sofisticadas fiéis ao processo. Assim, é garantida maior fiabilidade do sistema e os custos associados são reduzidos. As soluções fornecidas representam uma relação custo-benefício única, dada a integração funcional de protecção, controlo, automação, monitorização e contagem. Através da interoperabilidade e normas como IEC 61850, o conceito de automação de subestações é aplicado em toda a rede eléctrica até à rede de distribuição BT, ligações entre instalações e sistemas remotos. Os algoritmos de protecção avançados e os métodos flexíveis permitem a operação de um sistema de protecção com fluxos de carga dinâmicos, melhorando tanto a velocidade como a selectividade. Monitorização da condição e antecipação de falhas Os equipamentos, rede e sensores ambientais permitem obter informação em tempo real sobre as condições de operação de todos os activos, fornecendo dados para assim antecipar falhas dos equipamentos e da rede, para que situações catastróficas e os tempos de indisponibilidade sejam evitados e tenham o menor impacto possível. As avaliações dinâmicas e limites de cargas disponibilizam opções para melhorar a utilização e o controlo da degradação em função das condições. Relés de protecção Unidades de controlo de painel Servidor de instalação Controladores programáveis de automação

5 Optimização de Área Implementação de redes de distribuição com capacidades de auto-recuperação e auto-optimização Os religadores automáticos e as subestações inteligentes reúnem a detecção, isolamento e recuperação de defeitos (FDIR - Fault Detection, Isolation and Restoration), reduzindo-se assim o número e a duração das interrupções de energia. A inteligência distribuída permite uma optimização Volt/VAr online, minimizando continuamente as perdas na distribuição e assegurando uma utilização ideal da rede. Integração simplificada de recursos renováveis descentralizados, armazenamento e veículos eléctricos Uma gestão de energia melhorada ao nível da distribuição equilibra a geração de energia, armazenamento e carregamento inteligente de VE, para além de contribuir para que as redes de distribuição se tornem auto-suficientes. Os algoritmos avançados de controlo e protecção suportam fluxos de carga bidireccionais, ajudam a monitorizar e a manter a qualidade de energia, bem como asseguram a operação da rede dentro dos limites técnicos específicos. Detector de defeitos Contador inteligente Controlador inteligente Gestão de energia

6 Optimização Global O aparecimento de utilizadores e cidades inteligentes Os consumidores envolvidos e conscientes para as questões sobre eficiência energética têm acesso a informação em tempo real e podem interagir com os fornecedores de energia, através da participação em programas de resposta à procura e assim ajustando os perfis de carga e de geração. Os utilizadores assumem o controlo da sua própria utilização de energia e podem recorrer à microprodução, o que conduz naturalmente para a eficiência energética enquanto a utilização da rede é mais prática. O estilo de vida moderno e a forte dependência de energia eléctrica, as cidades inteligentes, iluminação pública, redes de VE, alimentação de linhas férreas, abastecimento de água entre outras infra-estruturas, exigem uma interacção constante com os operadores de rede. Integração de operações da utility em tempo real As novas soluções integradas de EMS/DMS/OMS processam quantidades significativas de informação em tempo real e permitem assim aos operadores de rede uma maior eficácia na monitorização e gestão de redes a todos os níveis de tensão. Os fornecedores de energia obtêm uma perspectiva útil da rede, com base na integração de monitorização em tempo real e de dados de AMI (Advanced Metering Infrastructure) ao nível do centro de comando, o que permite um planeamento e operação optimizados. O novo papel de apoio à decisão de centros de comando defende uma operação de rede optimizada, despacho de equipas de intervenção e de recursos energéticos distribuídos (DER - distributed energy resources), em conjunto com a gestão simplificada de incidentes e interrupções, mesmo em situações de emergência. Aumento da fiabilidade do sistema e optimização de despesas Operar a rede no limite da sua capacidade é possível com as vastas medidas sincronizadas e aplicações como estimação de estados avançada e conhecimento avançado da situação. As novas redes de transmissão garantem plena fiabilidade de todo o sistema e sustentabilidade das redes de distribuição, devido à transmissão de energias renováveis e armazenamento reversível em grandes distâncias, enquanto mantém a estabilidade e energia de reserva. De forma a minimizar os investimentos na rede, reduzir trocas de energia e maximizar a entrada de energias renováveis, são integradas funcionalidades como previsão de carga e de energias renováveis, operações de mercado e controlo de área. A monitorização da condição de funcionamento em conjunto com sistemas especiais aumenta o ciclo de vida do equipamento, reduz as necessidades de manutenção e melhora a utilização dos activos. Os novos métodos e soluções de engenharia potenciam os recursos humanos disponíveis, ao mesmo tempo que as novas políticas de gestão de activos e de recursos maximizam a eficiência económica sem comprometer a confiança ou a segurança.

7 Soluções Integradas A Efacec mantém a actividade independente e contínua de I&D de modo a garantir uma presença competitiva e duradoura no mercado mundial. Isto permite-lhe desenvolver soluções competitivas e de qualidade superior de acordo com o estado da arte, que vão ao encontro das necessidades e especificações de cada um dos seus clientes, e em conformidade com as normas abertas. As soluções da Efacec para redes inteligentes incluem a integração de produtos de terceiros nas suas soluções, oferecendo serviços de valor acrescentado, para além de apoio económico dos sistemas ao longo do ciclo de vida. Este tipo de soluções abrange todos os níveis da rede eléctrica e são fornecidas por equipas de engenharia experientes e altamente qualificadas para instalar e proceder à manutenção de sistemas de elevado desempenho, seguros e económicos, sendo que os prazos e orçamentos são sempre respeitados. As soluções oferecidas são extremamente adaptáveis às exigências dos clientes, tratando-se tanto de novos sistemas, expansões ou actualizações. Os serviços de engenharia da Efacec, certificados em termos de qualidade, ambiente e outros sistemas de gestão, incluem: Fornecimento de soluções chave-na-mão Gestão e execução de projectos Integração de soluções multi-fabricantes Projecto, configuração, teste, integração e comissionamento do sistema

8 Efacec Engenharia e Sistemas S.A. Unidade de negócios Automação Rua Engº Frederico Ulrich Apartado Moreira da Maia Portugal Visite o nosso website QR Code mod. CS184P1401B1 Devido ao contínuo desenvolvimento, as características podem ser alteradas sem aviso prévio. Não é valido como elemento contratual. Tel.: Fax:

Grupo Efacec. Quem Somos. A Efacec incorpora no seu portfólio produtos e serviços que utilizam fontes de energia renovável como:

Grupo Efacec. Quem Somos. A Efacec incorpora no seu portfólio produtos e serviços que utilizam fontes de energia renovável como: Energias Renováveis Quem Somos A Efacec incorpora no seu portfólio produtos e serviços que utilizam fontes de energia renovável como: - Energia Eólica - Energia Solar - Energia das Ondas A visão inovadora

Leia mais

Portefólio de Soluções. Sistemas de Automação de Subestações. Descrição

Portefólio de Soluções. Sistemas de Automação de Subestações. Descrição Portefólio de Soluções Sistemas de Automação de Subestações Descrição Actualmente, os requisitos dos sistemas de energia ao nível de desempenho, fiabilidade, segurança e resultados económicos, exigem não

Leia mais

O QUE FAZEMOS QUEM SOMOS: MARCA DA SOTECNISOL PARA O MERCADO DE OPERAÇÃO, MANUTENÇÃO E ASSISTÊNCIA TÉCNICA:

O QUE FAZEMOS QUEM SOMOS: MARCA DA SOTECNISOL PARA O MERCADO DE OPERAÇÃO, MANUTENÇÃO E ASSISTÊNCIA TÉCNICA: O QUE FAZEMOS QUEM SOMOS: MARCA DA SOTECNISOL PARA O MERCADO DE OPERAÇÃO, MANUTENÇÃO E ASSISTÊNCIA TÉCNICA: 45 anos de mercado, presença activa em 3 continentes Missão comum de ser a mais competente empresa

Leia mais

Gestão do Risco e da Qualidade no Desenvolvimento de Software

Gestão do Risco e da Qualidade no Desenvolvimento de Software Gestão do Risco e da Qualidade no Desenvolvimento de Software Questionário Taxinómico do Software Engineering Institute António Miguel 1. Constrangimentos do Projecto Os Constrangimentos ao Projecto referem-se

Leia mais

DS AGILE SISTEMA DIGITAL INTEGRADO PARA SUBESTAÇÃO DE ENERGIA

DS AGILE SISTEMA DIGITAL INTEGRADO PARA SUBESTAÇÃO DE ENERGIA DS AGILE SISTEMA DIGITAL INTEGRADO PARA SUBESTAÇÃO DE ENERGIA A nova era de Smart Grids inteligentes exige subestações que possuam sistemas de automação mais sofisticados, permitindo aos operadores de

Leia mais

PRORROGAÇÃO DE PRAZO - Candidaturas SI Qualificação PME (Diversificação e Eficiência Energética) (16/07/2010)

PRORROGAÇÃO DE PRAZO - Candidaturas SI Qualificação PME (Diversificação e Eficiência Energética) (16/07/2010) PRORROGAÇÃO DE PRAZO - Candidaturas SI Qualificação PME (Diversificação e Eficiência Energética) (16/07/2010) Foi prorrogado o prazo para apresentação de candidaturas no âmbito do Aviso N.º 03/SI/2010,

Leia mais

As regiões Portuguesas: Lisboa: Competitividade e Emprego; Madeira: Phasing-in; Algarve: Phasing-out; Norte, Centro, Alentejo, Açores: Convergência

As regiões Portuguesas: Lisboa: Competitividade e Emprego; Madeira: Phasing-in; Algarve: Phasing-out; Norte, Centro, Alentejo, Açores: Convergência A Nova Agenda da Política de Coesão no Espaço Europeu Nuno Teixeira CCDR-LVT 26.Novembro.2010 A Nova Agenda da Política de Coesão no Espaço Europeu 1 ÍNDICE I. A coesão no espaço europeu II. O Tratado

Leia mais

Descentralização da rede de Call Centres: a experiência da PT Contact

Descentralização da rede de Call Centres: a experiência da PT Contact Descentralização da rede de call centres Descentralização da rede de Call Centres: a experiência da PT Contact Francisco Cesário PT Contact A PT CONTACT A PT Contact, Empresa do grupo Portugal Telecom,

Leia mais

B U S I N E S S I M P R O V E M E N T

B U S I N E S S I M P R O V E M E N T BUSINESS IMPROVEMENT A I N D E V E QUEM É A Indeve é uma empresa especializada em Business Improvement, composta por consultores com uma vasta experiência e com um grande conhecimento do mundo empresarial

Leia mais

REGULAMENTO DE OPERAÇÃO DAS INFRA-ESTRUTURAS

REGULAMENTO DE OPERAÇÃO DAS INFRA-ESTRUTURAS REGULAMENTO DE OPERAÇÃO DAS INFRA-ESTRUTURAS DO SECTOR DO GÁS NATURAL Fevereiro 2010 ENTIDADE REGULADORA DOS SERVIÇOS ENERGÉTICOS Rua Dom Cristóvão da Gama n.º 1-3.º 1400-113 Lisboa Tel: 213 033 200 Fax:

Leia mais

sistema de gestão do desempenho e potencial Directório de Competências e de Perfis Profissionais

sistema de gestão do desempenho e potencial Directório de Competências e de Perfis Profissionais SGDP sistema de gestão do desempenho e potencial :: Directório de Competências e de Perfis Profissionais :: Directório de Competências e de Perfis Profissionais ÍNDICE Competências Inovação e Criatividade

Leia mais

POLÍTICA DE DIVERSIDADE DO GRUPO EDP

POLÍTICA DE DIVERSIDADE DO GRUPO EDP POLÍTICA DE DIVERSIDADE DO GRUPO EDP CONTEXTO Respeitar a diversidade social e a representatividade presente nas comunidades em que as organizações se inserem é um dever ético e simultaneamente um fator

Leia mais

O Consumidor e o mercado da eletricidade do futuro. Vítor Santos Presidente do Conselho de Administração da ERSE

O Consumidor e o mercado da eletricidade do futuro. Vítor Santos Presidente do Conselho de Administração da ERSE O Consumidor e o mercado da eletricidade do futuro Vítor Santos Presidente do Conselho de Administração da ERSE O Futuro da Energia: Os consumidores e o mercado da eletricidade do futuro Vitor Santos Conferência

Leia mais

01. Missão, Visão e Valores

01. Missão, Visão e Valores 01. Missão, Visão e Valores 01. Missão, Visão e Valores 06 Missão, Visão e Valores Missão A missão do ICP-ANACOM reflecte a sua razão de ser, concretizada nas actividades que oferece à sociedade para satisfazer

Leia mais

A Telemática como Instrumento de Promoção de Eficiência e de Sustentabilidade no Transporte de Passageiros

A Telemática como Instrumento de Promoção de Eficiência e de Sustentabilidade no Transporte de Passageiros de Promoção de Eficiência e de de Passageiros 1. Introdução 2. Gestão da Capacidade de Vias Rodoviárias; 3. Sistemas Ferroviários Urbanos; 4. Gestão Aeroportuária; 5. Conclusão 1.Introdução O que é a Telemática?

Leia mais

A MOBILIDADE ELÉCTRICA

A MOBILIDADE ELÉCTRICA A MOBILIDADE ELÉCTRICA Contextualização As significativas alterações climáticas e o aumento do preço dos combustíveis sustentam um dos maiores desafios do século XXI - fiabilidade, segurança e sustentabilidade

Leia mais

DOCUMENTOS DE GESTÃO FINANCEIRA Realizado por GESTLUZ - Consultores de Gestão

DOCUMENTOS DE GESTÃO FINANCEIRA Realizado por GESTLUZ - Consultores de Gestão DOCUMENTOS DE GESTÃO FINANCEIRA Realizado por GESTLUZ - Consultores de Gestão A Análise das Demonstrações Financeiras Este artigo pretende apoiar o jovem empreendedor, informando-o de como utilizar os

Leia mais

Como utilizar a energia do sol da forma mais eficiente?

Como utilizar a energia do sol da forma mais eficiente? Como utilizar a energia do sol da forma mais eficiente? Inversores SINVERT e componentes para sistemas fotovoltaicos: rendimento máximo maior durabilidade e fiabilidade. Answers for the environment. Tornamos

Leia mais

IAPMEI Agência para a Competitividade e Inovação, I.P. A importância das TIC na inovação e na internacionalização Miguel Cruz miguel.cruz@iapmei.

IAPMEI Agência para a Competitividade e Inovação, I.P. A importância das TIC na inovação e na internacionalização Miguel Cruz miguel.cruz@iapmei. IAPMEI Agência para a Competitividade e Inovação, I.P. A importância das TIC na inovação e na internacionalização Miguel Cruz miguel.cruz@iapmei.pt Aveiro, 17 de setembro de 2015 Grandes objetivos da economia

Leia mais

Projetos de Pesquisa e Desenvolvimento P&D. Companhia Energética do Maranhão - CEMAR. Última atualização:

Projetos de Pesquisa e Desenvolvimento P&D. Companhia Energética do Maranhão - CEMAR. Última atualização: Projetos de Pesquisa e Desenvolvimento P&D Companhia Energética do Maranhão - CEMAR Última atualização: Março/2015 Título do Projeto: Desenvolvimento de Cabeça de Série de Transformador com Medição Integrada

Leia mais

Disciplina: TRANSPORTES. Sessão 10: A Intermodalidade em Sistemas de. Transportes: potencialidades, dificuldades, soluções

Disciplina: TRANSPORTES. Sessão 10: A Intermodalidade em Sistemas de. Transportes: potencialidades, dificuldades, soluções MESTRADO INTEGRADO DE ENGENHARIA CIVIL Disciplina: TRANSPORTES Prof. Responsável: José Manuel Viegas Transportes: potencialidades, dificuldades, soluções 2010 / 2011 1/16 MÚLTIPLAS SOLUÇÕES MODAIS Devido

Leia mais

LOGÍSTICA. Capítulo - 9 Movimentação de Materiais, Automatização e Questões Relacionadas com Embalagem

LOGÍSTICA. Capítulo - 9 Movimentação de Materiais, Automatização e Questões Relacionadas com Embalagem LOGÍSTICA Capítulo - 9 Movimentação de Materiais, Automatização e Questões Relacionadas com Embalagem Objectivos do Capítulo Mostrar de uma maneira geral os principais tipos de sistemas de movimentação,

Leia mais

Seminário sobre Energia Elétrica Luanda, 8 e 9 de Setembro de 2011

Seminário sobre Energia Elétrica Luanda, 8 e 9 de Setembro de 2011 Seminário sobre Energia Elétrica Luanda, 8 e 9 de Setembro de 2011 A política energética europeia para a promoção da competitividade, sustentabilidade e segurança de abastecimento Jorge de Sousa Professor

Leia mais

Prognos SMART OPTIMIZATION

Prognos SMART OPTIMIZATION Prognos SMART OPTIMIZATION A resposta aos seus desafios Menos estimativas e mais controlo na distribuição A ISA desenvolveu um novo software que permite o acesso a dados remotos. Através de informação

Leia mais

BOGE AIR. THE AIR TO WORK. CONTROLADORES

BOGE AIR. THE AIR TO WORK. CONTROLADORES BOGE AIR. THE AIR TO WORK. CONTROLADORES Mais de 100.000 utilizadores da indústria, exigem mais quando se trata do fornecimento de ar comprimido. Ar Boge é o ar que utilizam para trabalhar. Ao longo da

Leia mais

Tecnologia nacional potencia sustentabilidade

Tecnologia nacional potencia sustentabilidade Tecnologia nacional potencia sustentabilidade 1 Tecnologia nacional potencia sustentabilidade O desenvolvimento de soluções inovadoras que melhoram a eficiência das organizações e a qualidade de vida das

Leia mais

WORKSHOP SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE E SUA CERTIFICAÇÃO. Onde estão os Riscos?

WORKSHOP SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE E SUA CERTIFICAÇÃO. Onde estão os Riscos? WORKSHOP SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE E SUA CERTIFICAÇÃO Onde estão os Riscos? No Futuro... que pode ser duvidoso e nos forçar a mudanças... Nas Mudanças... que podem ser inúmeras e nos forçam a decisões...

Leia mais

Plano Tecnológico Uma ideia mobilizadora, uma agenda de prioridades e um compromisso político

Plano Tecnológico Uma ideia mobilizadora, uma agenda de prioridades e um compromisso político Plano Tecnológico Uma ideia mobilizadora, uma agenda de e um compromisso político Apresentação ao Conselho Consultivo do Plano Tecnológico 19 de Julho de 26 Um mundo em profunda mudança O Mundo enfrenta

Leia mais

2 Sistemas de alarme de incêndio Painel de alarme de incêndio modular FPA-5000. Bosch Security Systems

2 Sistemas de alarme de incêndio Painel de alarme de incêndio modular FPA-5000. Bosch Security Systems 2 Sistemas de alarme de incêndio Painel de alarme de incêndio modular FPA-5000 Bosch Security Systems Para mais informações consulte o nosso site: www.boschsecuritysystems.com Bosch Sicherheitssysteme

Leia mais

SK, SÉRGIO KIMURA. ELEKTRO Eletricidade e Serviços SA BRASIL RESUMO

SK, SÉRGIO KIMURA. ELEKTRO Eletricidade e Serviços SA BRASIL RESUMO SK, SÉRGIO KIMURA ELEKTRO Eletricidade e Serviços SA BRASIL RESUMO O trabalho tem a finalidade de compartilhar a experiência da ELEKTRO com a utilização da norma IEC61850 implantada atualmente em 18(dezoito)

Leia mais

Visão de Futuro 2010. F3M Information Systems, S.A.

Visão de Futuro 2010. F3M Information Systems, S.A. 1 Reunir várias entidades do sector óptico nacional e discutir o futuro do sector bem como os temas cruciais para os empresários e intervenientes da área foram os objectivos do evento Visão de Futuro 2010,

Leia mais

PROPOSTA DE REGULAMENTO DE OPERAÇÃO INFRA-ESTRUTURAS DAS. Documento Justificativo ENTIDADE REGULADORA DOS SERVIÇOS ENERGÉTICOS.

PROPOSTA DE REGULAMENTO DE OPERAÇÃO INFRA-ESTRUTURAS DAS. Documento Justificativo ENTIDADE REGULADORA DOS SERVIÇOS ENERGÉTICOS. PROPOSTA DE REGULAMENTO DE OPERAÇÃO DAS INFRA-ESTRUTURAS Documento Justificativo Fevereiro de 2007 ENTIDADE REGULADORA DOS SERVIÇOS ENERGÉTICOS Rua Dom Cristóvão da Gama n.º 1-3.º 1400-113 Lisboa Tel:

Leia mais

Damos valor à sua energia

Damos valor à sua energia Damos valor à sua energia Invista em energias renováveis e eficiência energética e comece a poupar naturalmente. Energia O futuro do planeta está cada vez mais nas nossas mãos e a forma como obtemos e

Leia mais

SEMINÁRIO MAXIMIZAÇÃO DO POTENCIAL DA DIRETIVA SERVIÇOS

SEMINÁRIO MAXIMIZAÇÃO DO POTENCIAL DA DIRETIVA SERVIÇOS SEMINÁRIO MAXIMIZAÇÃO DO POTENCIAL DA DIRETIVA SERVIÇOS Eliminação de Barreiras à livre Prestação de Serviços Confederação do Comércio e Serviços de Portugal Esquema 1. PORTUGAL- UMA ESPECIALIZAÇÃO COM

Leia mais

Biblioteca Virtual. BIBLIOTECA VIRTUAL DA UNIVERSIDADE DO PORTO (BVUP) Plano de Actividades 2007

Biblioteca Virtual. BIBLIOTECA VIRTUAL DA UNIVERSIDADE DO PORTO (BVUP) Plano de Actividades 2007 Biblioteca Virtual BIBLIOTECA VIRTUAL DA UNIVERSIDADE DO PORTO (BVUP) Plano de Actividades 2007 A. Introdução A Biblioteca Virtual da Universidade do Porto (BVUP) continuará no ano de 2007 com a sua missão

Leia mais

ILIMITADOS THE MARKETING COMPANY

ILIMITADOS THE MARKETING COMPANY ILIMITADOS THE MARKETING COMPANY _ CURRICULUM Composta por uma equipa multidisciplinar, dinâmica e sólida, Sobre Nós A ilimitados - the marketing company é uma empresa de serviços na área do Marketing,

Leia mais

24/05/2015. Índice. Portugal 2020 : Objectivos e Prioridades. Estrutura Operacional. ISQ e Portugal 2020. Oportunidades

24/05/2015. Índice. Portugal 2020 : Objectivos e Prioridades. Estrutura Operacional. ISQ e Portugal 2020. Oportunidades 24/05/2015 Índice Portugal 2020 : Objectivos e Prioridades Estrutura Operacional ISQ e Portugal 2020 Oportunidades 1 ( ) Portugal 2020 é o conjunto de políticas, estratégias de desenvolvimento, domínios

Leia mais

Nota Técnica. Exigências de Certificações para Equipamentos Servidores de Rede

Nota Técnica. Exigências de Certificações para Equipamentos Servidores de Rede Nota Técnica Exigências de Certificações para Equipamentos Servidores de Rede CONTEXTO 1. O FNDE tornou público o certame licitatório na modalidade de Pregão Eletrônico para Registro de Preços, sob n o

Leia mais

Descrição da Solução

Descrição da Solução Descrição da Solução Índice 1 Âmbito... 4 2 Solução... 5 3 Requisitos para instalação... 6 4 Arquitetura... 7 5 Software de Exploração Kisense... 8 5.1 Módulo Explorador de Dados... 8 5.2 Módulo Atuação...

Leia mais

Dispositivo autónomo de detecção de defeitos ou pequena RTU para redes de distribuição.

Dispositivo autónomo de detecção de defeitos ou pequena RTU para redes de distribuição. Portefólio de Produto Controlador Inteligente / Concentrador de Contadores Introdução Parte integrante da família de produtos SmartGate, o G Smart é um dispositivo inovador para redes de distribuição que

Leia mais

Projeto IntelliGrid A CEMIG construindo a rede inteligente do futuro

Projeto IntelliGrid A CEMIG construindo a rede inteligente do futuro SMARTGRIDS LATIN AMERICA Santiago, Chile Novembro de 2008 Projeto IntelliGrid A CEMIG construindo a rede inteligente do futuro Arnoldo Magela Morais Superintendência de Engenharia da Distribuição CEMIG

Leia mais

Resposta da Sonaecom Serviços de Comunicações, SA (Sonaecom) à consulta pública sobre o Quadro Nacional de Atribuição de Frequências 2010 (QNAF 2010)

Resposta da Sonaecom Serviços de Comunicações, SA (Sonaecom) à consulta pública sobre o Quadro Nacional de Atribuição de Frequências 2010 (QNAF 2010) Resposta da Sonaecom Serviços de Comunicações, SA (Sonaecom) à consulta pública sobre o Quadro Nacional de Atribuição de Frequências 2010 (QNAF 2010) I. Introdução O espectro radioeléctrico é um recurso

Leia mais

TURISMO DE PORTUGAL DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO GERAL DA FORMAÇÃO

TURISMO DE PORTUGAL DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO GERAL DA FORMAÇÃO TURISMO DE PORTUGAL DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO GERAL DA FORMAÇÃO INDICE 1 NOTA PRÉVIA 3 2 LINHAS DE ORIENTAÇÃO ESTRATÉGICA 4 3 PLANO DE FORMAÇÃO 4 4 FREQUÊNCIA DE ACÇÕES DE FORMAÇÃO 6

Leia mais

O consumidor e a mudança de paradigma

O consumidor e a mudança de paradigma O consumidor e a mudança de paradigma XIV Réunion Anual Iberoamericana de Reguladores de la Energia 28 de Abril Maria Margarida Corrêa de Aguiar Índice 1. Envolvente do sector energético: tendências e

Leia mais

ÐЏٸ Я [Я Carlos Martins

ÐЏٸ Я [Я Carlos Martins ك Я] ك Я ٸÐЏ Carlos Martins Estudo Macroeconómico Desenvolvimento de um Cluster de Indústrias Criativas da Região do Norte QUESTÕES CHAVE Qual o perfil actual do sector criativo e cultural? Qual o seu

Leia mais

Projetos de Pesquisa e Desenvolvimento P&D. Companhia Energética do Maranhão - CEMAR. Última atualização:

Projetos de Pesquisa e Desenvolvimento P&D. Companhia Energética do Maranhão - CEMAR. Última atualização: Projetos de Pesquisa e Desenvolvimento P&D Companhia Energética do Maranhão - CEMAR Última atualização: Março/2016 PROGRAMA DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO CEMAR CONCLUÍDO 2015 Título do Projeto: Sistema

Leia mais

O Papel da Engenharia no Crescimento

O Papel da Engenharia no Crescimento O Papel da Engenharia no Crescimento Visão e Objectivos Projecto Engenharia 2020 - Tecnologia e Inovação Iniciativa António Manzoni e Vilar Filipe 11 de Abril de 2013 Projecto Engenharia 2020 Plataforma

Leia mais

Prazos para a Apresentação de Candidaturas Entre o dia 23 de Dezembro de 2011 e o dia 11 de Abril de 2012 (24 horas).

Prazos para a Apresentação de Candidaturas Entre o dia 23 de Dezembro de 2011 e o dia 11 de Abril de 2012 (24 horas). SI INOVAÇÃO [Projectos PROVERE] Aviso para Apresentação de Candidaturas n.º 15/SI/2011 Aberto concurso para a implementação dos PROVERE Programas de Valorização Económica de Recursos Endógenos que pretendem

Leia mais

Sistema de UPS trifásico MODULYS Green Power de 20 a 240 KVA uma solução UPS modular e expansível para os mais recentes centros de dados

Sistema de UPS trifásico MODULYS Green Power de 20 a 240 KVA uma solução UPS modular e expansível para os mais recentes centros de dados uma solução UPS modular e expansível para os mais recentes centros de dados A tecnologia de informação é um estrato invisível que está a influenciar cada vez mais todos os aspectos das nossas vidas e negócios.

Leia mais

Iniciativa PE2020. A Engenharia como fator de competitividade Projetos colaborativos. António Manzoni/Vilar Filipe

Iniciativa PE2020. A Engenharia como fator de competitividade Projetos colaborativos. António Manzoni/Vilar Filipe Iniciativa PE2020 A Engenharia como fator de competitividade Projetos colaborativos António Manzoni/Vilar Filipe Novembro 2013 Projeto Engenharia 2020 Preocupações macroeconómicas Papel da engenharia na

Leia mais

Redes Inteligentes Inovar, para Competir nos Mercados Globais

Redes Inteligentes Inovar, para Competir nos Mercados Globais Missão Desenvolver infraestruturas de energia, mobilidade e ambiente, para um mundo sustentável Construindo parcerias de longo prazo Com elevado conteúdo tecnológico Assegurando agilidade e flexibilidade

Leia mais

Aviso de confidencialidade

Aviso de confidencialidade Aviso de confidencialidade A informação que consta desta apresentação é confidencial. Qualquer forma de divulgação, reprodução, cópia ou distribuição total ou parcial da mesma é proibida, não podendo ser

Leia mais

S E M P R E E M C O N T R O L O. A Solução Inteligente de Recuperação de Veículos e Gestão de Frotas 84 900 0000 100% CONFIANÇA

S E M P R E E M C O N T R O L O. A Solução Inteligente de Recuperação de Veículos e Gestão de Frotas 84 900 0000 100% CONFIANÇA S E M P R E E M C O N T R O L O A Solução Inteligente de Recuperação de Veículos e Gestão de Frotas 84 900 0000 100% CONFIANÇA INTRODUÇÃO A segurança é, nos dias de hoje, um valor essencial a preservar.

Leia mais

Software de gestão em tecnologia Web

Software de gestão em tecnologia Web Software de gestão em tecnologia Web As Aplicações de Gestão desenvolvidas em Tecnologia Web pela Mr.Net garantem elevados níveis de desempenho, disponibilidade, segurança e redução de custos. A Mr.Net

Leia mais

Avaliação de Investimentos Logísticos e. Outsourcing Logístico

Avaliação de Investimentos Logísticos e. Outsourcing Logístico APLOG Centro do Conhecimento Logístico Avaliação de Investimentos Logísticos e Outsourcing Logístico Guilherme Loureiro Cadeia de Abastecimento- Integração dos processos de gestão Operador Logístico vs

Leia mais

SOLUÇÕES DATA CENTER GROUP

SOLUÇÕES DATA CENTER GROUP SOLUÇÕES DATA CENTER SOLUÇÕES EFICIENTES - PROJECTOS COMPETITIVOS Na SENSYS todos os esforços estão concentrados num elevado grau de qualidade e especialização. Aliada a vários parceiros tecnológicos,

Leia mais

Metadados. 1. Introdução. 2. O que são Metadados? 3. O Valor dos Metadados

Metadados. 1. Introdução. 2. O que são Metadados? 3. O Valor dos Metadados 1. Introdução O governo é um dos maiores detentores de recursos da informação. Consequentemente, tem sido o responsável por assegurar que tais recursos estejam agregando valor para os cidadãos, as empresas,

Leia mais

Página Web 1 de 1. Ana Oliveira

Página Web 1 de 1. Ana Oliveira Página Web 1 de 1 Ana Oliveira De: GEOTA [geota@mail.telepac.pt] Enviado: quarta-feira, 11 de Abril de 2001 20:53 Para: erse@erse.pt Assunto: Comentários do GEOTA à proposta de Revisão dos Regulamentos

Leia mais

POLÍTICA DE SAÚDE E SEGURANÇA POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA

POLÍTICA DE SAÚDE E SEGURANÇA POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DE SAÚDE E SEGURANÇA POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA Política de SAÚDE E SEGURANÇA Política de SAÚDE E SEGURANÇA A saúde e a segurança dos nossos funcionários fazem

Leia mais

Marcos N. Lessa. Global Document Outsourcing Director

Marcos N. Lessa. Global Document Outsourcing Director Marcos N. Lessa Global Document Outsourcing Director Managed Print Services: Serviço de valor acrescentado Managed Print Services (MPS) é um serviço que envolve a gestão de todos os equipamentos de impressão,

Leia mais

Gestão Inteligente e Individualizada da Iluminação. Apresentação. SmartLi v1.01 Janeiro de 2010

Gestão Inteligente e Individualizada da Iluminação. Apresentação. SmartLi v1.01 Janeiro de 2010 Gestão Inteligente e Individualizada da Iluminação Apresentação. SmartLi v1.01 Janeiro de 2010 Percentagens a determinar para cada ponto de luz Visualizar filme em: www.smartli.net Introdução O sistema

Leia mais

Eficiência energética e Certificação no contexto da Reabilitação: barreiras, oportunidades e experiências

Eficiência energética e Certificação no contexto da Reabilitação: barreiras, oportunidades e experiências WORKSHOP Eficiência energética e Certificação no contexto da Reabilitação: barreiras, oportunidades e experiências Os desafios... Como identificar e dar a conhecer aos proprietários as oportunidades de

Leia mais

Administração de Sistemas (ASIST)

Administração de Sistemas (ASIST) Administração de Sistemas (ASIST) Funções do Administrador de Sistemas Centros de Processamento de Dados Virtualização de Servidores Setembro de 2014 1 As funções do Administrador de Sistemas Abrangem

Leia mais

Identificação da empresa

Identificação da empresa Identificação da empresa ANA Aeroportos de Portugal, S.A. Missão, Visão e Valores Missão da ANA A ANA - Aeroportos de Portugal, SA tem como missão gerir de forma eficiente as infraestruturas aeroportuárias

Leia mais

ÁREAS DE ACTUAÇÃO MISSÃO VISÃO VALORES. Packaging. Logística. Produtos e Soluções Industriais. Cerâmica

ÁREAS DE ACTUAÇÃO MISSÃO VISÃO VALORES. Packaging. Logística. Produtos e Soluções Industriais. Cerâmica www.gesticer.pt A Gesticer SA Industrial Technologies, está sedeada no centro de Portugal e tem como core business a importação, exportação, comercialização, concepção e fabrico de equipamentos e soluções

Leia mais

inovar Ajudamos http://www.adi.pt

inovar Ajudamos http://www.adi.pt Ajudamos a inovar http://www.adi.pt Promover a inovação e o desenvolvimento tecnológico facilitando o aprofundamento das relações entre o mundo da investigação e o tecido empresarial português A Agência

Leia mais

Compras Públicas. Uma ambição de futuro SOURCE Sistema de Qualificacao de Fornecedores 13.05.15

Compras Públicas. Uma ambição de futuro SOURCE Sistema de Qualificacao de Fornecedores 13.05.15 Compras Públicas Uma ambição de futuro SOURCE Sistema de Qualificacao de Fornecedores 13.05.15 A REN é uma concessionária de Serviço Público que gere em simultâneo as redes de transporte de eletricidade

Leia mais

Energia e produtividade por um mundo melhor ABB em Portugal

Energia e produtividade por um mundo melhor ABB em Portugal Energia e produtividade por um mundo melhor ABB em Portugal Process Automation Gestão e controlo de processos A divisão Process Automation disponibiliza produtos e sistemas de automação destinados ao controlo

Leia mais

CONFERÊNCIA PLANO DE ACÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO TURISMO EM PORTUGAL

CONFERÊNCIA PLANO DE ACÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO TURISMO EM PORTUGAL Parceiros Estratégicos: Hospital Particular do Algarve CONFERÊNCIA TURISMO 2020 PLANO DE ACÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO TURISMO EM PORTUGAL Turismo e Fundos Comunitários. Que futuro? O caso do Algarve

Leia mais

PARCERIA PORTUGUESA PARA A ÁGUA Um Projecto de Internacionalização do Sector

PARCERIA PORTUGUESA PARA A ÁGUA Um Projecto de Internacionalização do Sector Em colaboração com: PARCERIA PORTUGUESA PARA A ÁGUA Um Projecto de Internacionalização do Sector Lisboa, 18 de Fevereiro de 2011 Francisco Nunes Correia Portugal tem um tecido diversificado e maduro de

Leia mais

EDITAL. Iniciativa OTIC Oficinas de Transferência de Tecnologia e de Conhecimento

EDITAL. Iniciativa OTIC Oficinas de Transferência de Tecnologia e de Conhecimento EDITAL Iniciativa OTIC Oficinas de Transferência de Tecnologia e de Conhecimento A difusão de informação e do conhecimento tem um papel fundamental na concretização de projectos inovadores e com grande

Leia mais

inovação e normalização José Augusto A. K. Pinto de Abreu Rio de Janeiro, 2 de Setembro de 2010

inovação e normalização José Augusto A. K. Pinto de Abreu Rio de Janeiro, 2 de Setembro de 2010 inovação e normalização José Augusto A. K. Pinto de Abreu Rio de Janeiro, 2 de Setembro de 2010 Bilhões de US$ A explosão do comércio internacional 18.000 16.000 14.000 12.000 10.000 8.000 6.000 4.000

Leia mais

FIRE DETECTION. Deteção de Calor Linear por Fibra Óptica (LHD) para Aplicações de Perigos Especiais. Leading the Way with Passion.

FIRE DETECTION. Deteção de Calor Linear por Fibra Óptica (LHD) para Aplicações de Perigos Especiais. Leading the Way with Passion. FIRE DETECTION Deteção de Calor Linear por Fibra Óptica (LHD) para Aplicações de Perigos Especiais AP Sensing: O seu parceiro de confiança para a deteção de incêndios A AP Sensing é o seu fornecedor global

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Green Value Energy Building Solutions Janeiro de 2014 Índice Apresentação Áreas de Negócio Consultoria em Eficiência Energética e Ambiental Clientes Contactos Auditorias energéticas

Leia mais

Soluções completas e integradas que apoiam o crescimento de sua empresa

Soluções completas e integradas que apoiam o crescimento de sua empresa Automação Comercial OKI Brasil Soluções completas e integradas que apoiam o crescimento de sua empresa Sobre a OKI Brasil A OKI Brasil é a empresa de automação bancária, automação comercial e serviços

Leia mais

Candidatura 2010 ENERGIA. Utilização racional de energia e eficiência energético - ambiental em equipamentos colectivos IPSS e ADUP

Candidatura 2010 ENERGIA. Utilização racional de energia e eficiência energético - ambiental em equipamentos colectivos IPSS e ADUP Candidatura 2010 ENERGIA Utilização racional de energia e eficiência energético - ambiental em equipamentos colectivos IPSS e ADUP ÍNDICE: 1. ENQUADRAMENTO 2. EIXO 2 APOIO AS ENERGIAS RENOVÁVEIS 3. OBJECTIVOS

Leia mais

potente Escolha portáteis inovadores de elevada qualidade, a preços acessíveis. Escolha desempenho eficiente e trabalho móvel alargado.

potente Escolha portáteis inovadores de elevada qualidade, a preços acessíveis. Escolha desempenho eficiente e trabalho móvel alargado. potente DESEMPENHO dual-core PROCESSAMENTO dual-core PARA MÁXIMO DESEMPENHO EMPRESARIAL Com a mais recente linha de computadores profissionais com processadores Intel Core 2 Duo, a Toshiba proporciona,

Leia mais

CA Mainframe Chorus for Storage Management Versão 2.0

CA Mainframe Chorus for Storage Management Versão 2.0 FOLHA DO PRODUTO CA Mainframe Chorus for Storage Management CA Mainframe Chorus for Storage Management Versão 2.0 Simplifique e otimize suas tarefas de gerenciamento de armazenamento, aumente a produtividade

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO CONSULTORIA E AUDITORIA ALIMENTAR AUDITOR LÍDER ISO

PÓS-GRADUAÇÃO CONSULTORIA E AUDITORIA ALIMENTAR AUDITOR LÍDER ISO PÓS-GRADUAÇÃO CONSULTORIA E AUDITORIA ALIMENTAR AUDITOR LÍDER ISO 22000:2005 Lead Auditor Training course ENTIDADES PARCEIRAS SGS PORTUGAL SOCIEDADE GERAL DE SUPERINTENDÊNCIA, S.A. O Grupo SGS Société

Leia mais

ITIL. Conteúdo. 1. Introdução. 2. Suporte de Serviços. 3. Entrega de Serviços. 4. CobIT X ITIL. 5. Considerações Finais

ITIL. Conteúdo. 1. Introdução. 2. Suporte de Serviços. 3. Entrega de Serviços. 4. CobIT X ITIL. 5. Considerações Finais ITIL Conteúdo 1. Introdução 2. Suporte de Serviços 3. Entrega de Serviços 4. CobIT X ITIL 5. Considerações Finais Introdução Introdução Information Technology Infrastructure Library O ITIL foi desenvolvido,

Leia mais

A importância crescente das Telecomunicações para um Distribuidor de Energia Eléctrica. 31 de Maio de 2016

A importância crescente das Telecomunicações para um Distribuidor de Energia Eléctrica. 31 de Maio de 2016 A importância crescente das Telecomunicações para um Distribuidor de Energia Eléctrica 31 de Maio de 2016 Agenda A EDP, EDP Distribuição e EDP Inovação O contexto atual para o sector elétrico As Telecomunicações

Leia mais

P L A N O D E A C T I V I D A D E S

P L A N O D E A C T I V I D A D E S Agência Regional de Energia e Ambiente do Norte Alentejano e Tejo P L A N O D E A C T I V I D A D E S = 2008 = Janeiro de 2008 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ACTIVIDADES A DESENVOLVER NO ANO DE 2008... 5

Leia mais

PRESSUPOSTOS BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO NO ALENTEJO

PRESSUPOSTOS BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO NO ALENTEJO PRESSUPOSTOS BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO NO ALENTEJO ÍNDICE 11. PRESSUPOSTO BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO 25 NO ALENTEJO pág. 11.1. Um sistema regional de inovação orientado para a competitividade

Leia mais

Soluções de análise preditiva para optimizar os processos de negócio. João Pequito. Director Geral da PSE

Soluções de análise preditiva para optimizar os processos de negócio. João Pequito. Director Geral da PSE Soluções de análise preditiva para optimizar os processos de negócio João Pequito Director Geral da PSE Soluções de análise preditiva para optimizar os processos de negócio Qualquer instituição tem hoje

Leia mais

sustentabilidade da construção Isabel Santos e Carla Silva

sustentabilidade da construção Isabel Santos e Carla Silva O papel do Ambiente Urbano na sustentabilidade da construção Isabel Santos e Carla Silva SUMÁRIO O PAPEL DO AMBIENTE URBANO NA SUSTENTABILIDADE DA CONSTRUÇÃO APRESENTAÇÃO DOS SERVIÇOS DE AMBIENTE URBANO

Leia mais

35º FDB - A Energia Elétrica no Brasil. Tecnologias de transmissão e distribuição SMART GRID

35º FDB - A Energia Elétrica no Brasil. Tecnologias de transmissão e distribuição SMART GRID 35º FDB - A Energia Elétrica no Brasil Tecnologias de transmissão e distribuição SMART GRID Smart Grid: Visão Tecnológica Redes de Sensores Medidores Eletrônico Redes de Comunicação Centros de Controle

Leia mais

GM IMOBILIZADO. O parceiro ideal nas tecnologias de Informação. O GM Imobilizado é a solução para a eficaz gestão do Imobilizado de uma organização.

GM IMOBILIZADO. O parceiro ideal nas tecnologias de Informação. O GM Imobilizado é a solução para a eficaz gestão do Imobilizado de uma organização. GM O GM Imobilizado é a solução para a eficaz gestão do Imobilizado de uma organização A solução alia um interface simples e intuitivo a um conjunto de funcionalidades que possibilitam o acompanhamento

Leia mais

EWAD~C. série para aplicações. de grandes dimensões COMFORTO. Todo o ano. Aquecimento. Ar condicionado. Sistemas Hidrónicos.

EWAD~C. série para aplicações. de grandes dimensões COMFORTO. Todo o ano. Aquecimento. Ar condicionado. Sistemas Hidrónicos. EWAD~C série para aplicações COMFORTO Todo o ano de grandes dimensões Aquecimento Ar condicionado Sistemas Hidrónicos Refrigeração EWAD~C- Concebida para exceder os requisitos da indústria HVAC relativamente

Leia mais

Programa de assistência técnica alargada da Kaspersky

Programa de assistência técnica alargada da Kaspersky Programa de assistência técnica alargada da Kaspersky NÍVEIS MSA ENTERPRISE E MSA BUSINESS Reduza os impactos financeiros e operacionais negativos das interrupções Preserve a imagem da sua marca e os níveis

Leia mais

Francisco M. Pires Neto Gestor de Sistemas de Controle EDP BANDEIRANTE Brasil

Francisco M. Pires Neto Gestor de Sistemas de Controle EDP BANDEIRANTE Brasil Francisco M. Pires Neto Gestor de Sistemas de Controle EDP BANDEIRANTE Brasil 28 a 30 de Setembro de 2010 Centro de Convenções Frei Caneca São Paulo BRASIL Premissas básicas de projetos Foram desenhados

Leia mais

Construção e Energias Renováveis. Volume IV Energia das Ondas. um Guia de O Portal da Construção. www.oportaldaconstrucao.com

Construção e Energias Renováveis. Volume IV Energia das Ondas. um Guia de O Portal da Construção. www.oportaldaconstrucao.com Construção e Energias Renováveis Volume IV Energia das Ondas um Guia de Copyright, todos os direitos reservados. Este Guia Técnico não pode ser reproduzido ou distribuído sem a expressa autorização de.

Leia mais

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR Gabinete do Ministro CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR Breve apresentação da proposta de Orçamento de Estado para 2008 23 de Outubro de 2007 Texto

Leia mais

QREN 2007-2013 Agenda Factores de Competitividade Sistemas de Incentivos Workshop Medidas de Apoio às Empresas Marinha Grande.

QREN 2007-2013 Agenda Factores de Competitividade Sistemas de Incentivos Workshop Medidas de Apoio às Empresas Marinha Grande. QREN 2007-2013 Agenda Factores de Competitividade Sistemas de Incentivos Workshop Medidas de Apoio às Empresas Marinha Grande Carlos Castro 1 SI I&DT Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento

Leia mais

IRRICAMPO solidez organização interna saúde económico-financeira segurança estabilidade IRRICAMPO

IRRICAMPO solidez organização interna saúde económico-financeira segurança estabilidade IRRICAMPO A IRRICAMPO tem participado activamente no espectacular crescimento do mercado nacional da rega automatizada e desde sempre que as prioridades são a solidez, a organização interna e a saúde económico-financeira,

Leia mais

Uma nova marca para um novo futuro

Uma nova marca para um novo futuro Uma nova marca para um novo futuro Há 10 anos no mercado, a INFOPLAN Soluções em Tecnologia, oferece um amplo portfólio de soluções em infraestrutura, que agrega Hardware, Software, Networking, Serviços

Leia mais

COMENTÁRIOS DA COGEN PORTUGAL AO ANUNCIO DE PROPOSTA DE REGULAMENTAÇÃO DO SECTOR DO GÁS NATURAL

COMENTÁRIOS DA COGEN PORTUGAL AO ANUNCIO DE PROPOSTA DE REGULAMENTAÇÃO DO SECTOR DO GÁS NATURAL COMENTÁRIOS DA COGEN PORTUGAL AO ANUNCIO DE PROPOSTA DE REGULAMENTAÇÃO DO SECTOR DO GÁS NATURAL Página 1 de 23 INTRODUÇÃO A actividade da produção combinada de calor e de electricidade cogeração tem tido,

Leia mais

Válvulas de Controle-"Case"- Copesul. Nelzo Luiz Neto da Silva 1 Jader Weber Brum 2

Válvulas de Controle-Case- Copesul. Nelzo Luiz Neto da Silva 1 Jader Weber Brum 2 Válvulas de Controle-"Case"- Copesul Nelzo Luiz Neto da Silva 1 Jader Weber Brum 2 RESUMO Visando rever conceitos, procedimentos, estratégias e tecnologias voltadas para a manutenção de válvulas, partimos

Leia mais

Fórum Nacional das Rádios Comunitárias (FORCOM) Estratégia de Comunicação

Fórum Nacional das Rádios Comunitárias (FORCOM) Estratégia de Comunicação Fórum Nacional das Rádios Comunitárias (FORCOM) Estratégia de Comunicação 2011-2015 Maputo, Janeiro de 2011 2 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO......... 3 1.1 Contextualização............ 3 1.2 Justificativa (Porquê

Leia mais

Soluções de Retrofit Modernize, aumentando confiabilidade e eficiência do seu equipamento

Soluções de Retrofit Modernize, aumentando confiabilidade e eficiência do seu equipamento Soluções de Retrofit Modernize, aumentando confiabilidade e eficiência do seu equipamento É hora de renovar O mercado de retrofit tem crescido exponencialmente nos últimos anos. Novas regulamentações

Leia mais

O princípio da afirmação da sociedade civil.

O princípio da afirmação da sociedade civil. Dois dos Valores do PSD O Princípio do Estado de Direito, respeitante da eminente dignidade da pessoa humana - fundamento de toda a ordem jurídica baseado na nossa convicção de que o Estado deve estar

Leia mais