CONGRESSO BRASILEIRO DE DIREITO DO CONSUMIDOR - BRASILCON OFICINAS DE DIREITO DO CONSUMIDOR - ENM / AMB ENUNCIADOS APROVADOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONGRESSO BRASILEIRO DE DIREITO DO CONSUMIDOR - BRASILCON OFICINAS DE DIREITO DO CONSUMIDOR - ENM / AMB ENUNCIADOS APROVADOS"

Transcrição

1 CONGRESSO BRASILEIRO DE DIREITO DO CONSUMIDOR - BRASILCON OFICINAS DE DIREITO DO CONSUMIDOR - ENM / AMB ENUNCIADOS APROVADOS Oficina 02 - Facilitadores:. Cristina Gaulia (TJRJ). Fabio Torres (TJMG). Werson Rêgo (TJRJ) Tema: Bancos de dados de proteção ao crédito. Inscrição e/ou manutenção indevidas. Dano moral in re ipsa. Parâmetros balizadores das verbas compensatórias correspondentes. Enunciado aprovado: Há dano moral in re ipsa na inscrição e/ou manutenção indevidas do nome do consumidor em banco de dados de proteção ao crédito. Enunciado aprovado: É recomendável ao magistrado, nas hipóteses de inscrição e/ou de manutenção indevidas do nome do consumidor em banco de dados de proteção ao crédito, fixar a verba compensatória do dano moral, ao seu prudente arbítrio, em valor equivalente entre 10 (dez) e 50 (cinquenta) salários mínimos. Tema: Transporte aéreo. Descumprimento do contrato. Atrasos de voos e overbooking. Enunciado aprovado: O atraso de voo igual ou superior a quatro horas, por si só, configura dano moral in re ipsa. Enunciado aprovado: O descumprimento do contrato de transporte em razão de overbooking, configura dano moral in re ipsa. Tema: Financiamento imobiliário. Alienação fiduciária. Inadimplemento contratual do devedor fiduciante. Ausência de resistência do adquirente quanto ao desfazimento do contrato. Antecipação de tutela para a retomada do imóvel. Possibilidade. Enunciado aprovado: Nas demandas fundadas em inadimplemento do promitente adquirente, não havendo resistência ao desfazimento do contrato, é possível a liberação do imóvel no curso do processo, inclusive através da antecipação parcial dos efeitos da tutela jurisdicional, mediante caução integral (art. 273, 6º, CPC), pelo incorporador, do valor pago pelo comprador, com seus consectários. Nas ações que envolvam rescisão contratual de promessa de compra e venda em que não há resistência ao desfazimento do negócio jurídico, a controvérsia se restringirá à apuração de haveres para restituição, deduzidas as penalidades e demais encargos decorrentes do inadimplemento, o que só ocorrerá após o trânsito em julgado da sentença. Com efeito, não se opondo o promitente comprador ao pedido de resolução, nem tendo emendado a mora, estará caracterizado o inadimplemento que resultará, inevitavelmente, na extinção do contrato; além disso, estará também caracterizado o periculum in mora inverso, na medida em que, ao longo dos anos, durante a

2 tramitação do processo, vão se acumulando perdas de difícil reparação, que, ao final, serão acrescidas das despesas correspondentes aos débitos de IPTU e condomínio, bem como dos encargos da mora, além das taxas de fruição não pagos pelo réu (promitente comprador) e da depreciação do imóvel. Trata-se de hipótese de antecipação parcial da tutela, com a decretação da extinção da relação contratual e reintegração do vendedor na posse do imóvel, eis que presentes os requisitos do art. 273 do Código de Processo Civil. Tal medida dá efetividade ao processo, preserva sua duração razoável e nenhum risco de dano acarreta ao devedor, já que - ainda que não tenha direito à restituição integral do valor pago - o juízo estará mais do que suficientemente garantido. Tema: Contratos imobiliários. Sanções em desfavor do consumidor, exclusivamente. Abusividade. Enunciado aprovado: É abusiva a prática de se estipular penalidade exclusivamente ao consumidor, para as hipóteses de mora ou de inadimplemento contratual, ficando isento de tal reprimenda o fornecedor - em situações de análogo descumprimento da avença. Seja por princípios gerais do direito, seja pela principiologia adotada no Código de Defesa do Consumidor, seja, ainda, por imperativo de equidade, revela-se abusiva a prática de se estipular penalidade exclusivamente ao consumidor, para a hipótese de mora ou inadimplemento contratual, ficando isento de tal reprimenda o fornecedor - em situações de análogo descumprimento da avença. Precedente do e. STJ : DIREITO DO CONSUMIDOR E PROCESSUAL CIVIL. RECURSO ESPECIAL. CONTRATO DE PROMESSA DE COMPRA E VENDA DE IMÓVEL. RESCISÃO POR CULPA DA CONSTRUTORA (VENDEDOR). DE- FEITOS DE CONSTRUÇÃO. ARBITRAMENTO DE ALUGUÉIS EM RAZÃO DO USO DO IMÓVEL. POSSI- BILIDADE. PAGAMENTO, A TÍTULO DE SUCUMBÊNCIA, DE LAUDO CONFECCIONADO EXTRAJUDI- CIALMENTE PELA PARTE VENCEDORA. DESCABIMENTO. EXEGESE DOS ARTS. 19 E 20 DO CPC. IN- VERSÃO DE CLÁUSULA CONTRATUAL QUE PREVIA MULTA EXCLUSIVAMENTE EM BENEFÍCIO DO FORNECEDOR, PARA A HIPÓTESE DE MORA OU INADIMPLEMENTO DO CONSUMIDOR. POSSIBILI- DADE. 1. Apesar de a rescisão contratual ter ocorrido por culpa da construtora (fornecedor), é devido o pagamento de aluguéis, pelo adquirente (consumidor), em razão do tempo em que este ocupou o imóvel. O pagamento da verba consubstancia simples retribuição pelo usufruto do imóvel durante determinado interregno temporal, rubrica que não se relaciona diretamente com danos decorrentes do rompimento da avença, mas com a utilização de bem alheio. Daí por que se mostra desimportante indagar quem deu causa à rescisão do contrato, se o suporte jurídico da condenação é a vedação do enriquecimento sem causa. Precedentes. 2. Seja por princípios gerais do direito, seja pela principiologia adotada no Código de Defesa do Consumidor, seja, ainda, por comezinho imperativo de equidade, mostra-se abusiva a prática de se estipular penalidade exclusivamente ao consumidor, para a hipótese de mora ou inadimplemento contratual, ficando isento de tal reprimenda o fornecedor - em situações de análogo descumprimento da avença. Assim, prevendo o contrato a incidência de multa moratória para o caso de descumprimento contratual por parte do consumidor, a mesma multa deverá incidir, em reprimenda do fornecedor, caso seja deste a mora ou o inadimplemento. Assim, mantém-se a condenação do fornecedor - construtor de imóveis - em restituir integralmente as parcelas pagas pelo consumidor, acrescidas de multa de 2% (art. 52, 1º, CDC), abatidos os aluguéis devidos, em vista de ter sido aquele, o fornecedor, quem deu causa à rescisão do contrato de compra e venda de imóvel. 3. Descabe, porém, estender em benefício do consumidor a cláusula que previa, em prol do fornecedor, a retenção de valores a título de comissão de corretagem e taxa de serviço, uma vez que os mencionados valores não possuem natureza de cláusula penal moratória, mas indenizatória.

3 4. O art. 20, caput e 2º, do Código de Processo Civil enumera apenas as consequências da sucumbência, devendo o vencido pagar ao vencedor as "despesas" que este antecipou, não alcançando indistintamente todos os gastos realizados pelo vencedor, mas somente aqueles "endoprocessuais" ou em razão do processo, quais sejam, "custas dos atos do processo", "a indenização de viagem, diária de testemunha e remuneração do assistente técnico". Assim, descabe o ressarcimento, a título de sucumbência, de valores despendidos pelo vencedor com a confecção de laudo extrajudicial, mediante a contratação de perito de sua confiança. Precedentes. 5. Recurso especial parcialmente provido. (REsp /SC, Rel. Ministro LUIS FELIPE SALOMÃO, QUARTA TURMA, julgado em 16/08/2012, DJe 29/08/2012) Tema: Incorporação imobiliária. Entrega da unidade imobiliária. Cláusula de tolerância. Pressupostos de validade. Enunciado aprovado: É abusiva a estipulação contratual de tolerância de até 180 (cento e oitenta dias) dias do prazo de entrega da obra quando não observados o dever de informar e os demais princípios da legislação consumerista, notadamente no que respeita à estipulação de contrapartidas em favor do adquirente e de sanções pela mora da incorporadora, cujo descumprimento implicará responsabilidade civil objetiva do alienante. Nas construções de grande expressão há uma série de obstáculos, muitas vezes imprevistos, que se interpõem à execução da obra. O prazo de até 180 dias de prorrogação para a entrega das unidades em construção seria, em princípio, razoável. Contudo, para subtrair da cláusula de tolerância, em si, a qualificação negativa da abusividade, devem ser observados pelo fornecedor, além do dever de informação e demais regras do CDC - com ciência clara ao consumidor, inclusive em ofertas, informes e peças publicitárias, do prazo em questão -, o estabelecimento de contrapartidas ao adquirente e de sanções moratórias ao incorporador. Assim, de ser considerada válida a cláusula de tolerância de 180 dias que contenha previsão de contrapartidas e sanção moratória razoáveis Exemplo cláusula com estipulação de contrapartidas e sanção moratória razoáveis: "Durante o prazo de tolerância e enquanto não concluída a obra - desde que adimplente o COMPRADOR com suas prestações pecuniárias -, suportará o VENDEDOR, em contrapartida, o pagamento de valor equivalente a 0,5% (meio por cento) ao mês ou fração, calculada pro rata die, sobre o montante das parcelas do preço de aquisição até então pago pelo adquirente. Esgotado o prazo de tolerância, sem a conclusão da obra - e desde que adimplente o COM- PRADOR com suas prestações pecuniárias -, pagará o VENDEDOR multa penal compensatória no valor correspondente a 1% sobre o montante das parcelas do imóvel e, em substituição à contrapartida acordada, uma multa penal moratória, no valor correspondente a 0,5% (meio por cento) ao mês (ou fração, calculada pro rata die) sobre o montante das parcelas do preço de aquisição até então pago". Vencido o prazo de tolerância e conforme as peculiaridades do caso concreto, o atraso excessivo na entrega da obra seria causa eficiente, direta e imediata de danos materiais (que deverão ser devidamente comprovados e quantificados pelo adquirente) e de danos morais (in re ipsa), pelos quais responderia objetivamente o incorporador.

4 Tema: Incorporação imobiliária. Financiamento imobiliário. Práticas e cláusulas abusivas. Enunciado aprovado: As "taxas de deslocamento" e/ou "de interveniência" sobre os repasses de financiamentos bancários em incorporações imobiliárias são de responsabilidade do incorporador, sendo abusiva as suas transferências ao adquirente. Trata-se de relação contratual estabelecida diretamente entre o incorporador e a entidade financiadora, a qual constitui res inter alios no tocante ao adquirente. Tema: Incorporação imobiliária. Contrato de (promessa de) compra e venda. Texto padronizado. Possibilidade. Enunciado aprovado: Observados os princípios da equidade e da boa-fé, a transparência e a lealdade contratuais, o dever de informação adequada, clara, precisa e suficiente, bem assim os demais princípios corporificados no Código de Defesa do Consumidor, é válida a celebração de contrato com texto padronizado. A contratação através de textos padronizados, em si mesma, não é abusiva. Trata-se de questão meramente instrumental. A abusividade reside no estabelecimento de obrigações consideradas iníquas, que coloquem o consumidor em desvantagem exagerada, ou sejam incompatíveis com a boa-fé ou a eqüidade, ou estejam em desacordo com o sistema de proteção e defesa do consumidor. Por se tratar o contrato de (promessa) de compra e venda de unidade autônoma em incorporação imobiliária de contrato de adesão e, sendo de consumo a relação jurídica estabelecida entre o vendedor e o comprador, a validade de seus termos fica condicionada à observância dos princípios e das regras atinentes à preservação dos direitos do consumidor, especialmente os da equidade e da boa-fé. Os contratos de venda de unidades imobiliárias integrantes de incorporações imobiliárias são estruturados sobre determinados elementos, dados e cláusulas necessariamente invariáveis, até porque cada unidade é apenas uma parte do conjunto imobiliário e os negócios relativos a cada uma dessas partes devem ser convencionados em conformidade com o conjunto, até mesmo por exigência de isonomia. São os casos, por exemplo, do prazo de execução da obra, da definição do padrão de construção e de acabamento, da identificação e destinação das partes comuns, do preço padrão e das condições de pagamento padrão (que podem varias conforme uma ou outra negociação particular), dos percentuais de mora e da cláusula penal por inadimplemento, da vedação de interferência na obra, das normas de uso das partes comuns, da forma de escolha ou sorteio das vagas de garagem, entre muitas outras particularidades que necessariamente têm que ser comuns a todos os contratos. Nessa espécie de negociação o quadro-resumo contendo os elementos variáveis (número da unidade, preço, condições de pagamento etc) é de grande utilidade, na medida em que simplifica a identificação desses elementos. A legislação sobre loteamentos obriga o loteador a arquivar no Registro de Imóveis o contrato padrão de compromisso de venda, exigência que tem sido defendida por muitos autores que se dedicam ao estudo da matéria, como meio de proteção dos direitos dos adquirentes. Não há nada de ilegal ou abusivo no procedimento de contratação por meio de contrato padronizado. Pode haver, eventualmente, cláusulas abusivas em qualquer forma de contrato e o Código de Proteção e Defesa do

5 Consumidor trata da matéria de maneira definitiva e satisfatória, ao discorrer sobre os contratos de adesão, não havendo razão alguma para objeções aos contratos com cláusula padronizadas.

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO Fórum João Mendes Júnior - 18º Andar, sala 1806, Centro - CEP 01501-900, Fone: 2171-6315, São Paulo-SP

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO Fórum João Mendes Júnior - 18º Andar, sala 1806, Centro - CEP 01501-900, Fone: 2171-6315, São Paulo-SP Registro: 2015.0000075537 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Recurso Inominado nº 1008924-47.2014.8.26.0016, da Comarca de São Paulo, em que é recorrente CHAMALEON EVEN EMPREENDIMENTOS

Leia mais

Contratação Padronizada e Desjudicialização do Mercado Imobiliário

Contratação Padronizada e Desjudicialização do Mercado Imobiliário Contratação Padronizada e Desjudicialização do Mercado Imobiliário Construindo novos relacionamentos Werson Rêgo Fórum de Advogados 86º Encontro Nacional da Indústria da Construção ENIC Goiânia - 2014

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores LUIS MARIO GALBETTI (Presidente sem voto), MIGUEL BRANDI E RÔMOLO RUSSO.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores LUIS MARIO GALBETTI (Presidente sem voto), MIGUEL BRANDI E RÔMOLO RUSSO. fls. 300 Registro: 2015.0000529177 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1106882-72.2014.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante ANA LIGIA PAES NASCIMENTO, é apelado

Leia mais

Atrasos nas entregas de obras

Atrasos nas entregas de obras Atrasos nas entregas de obras Nos últimos anos, houve um crescimento relevante dos lançamentos imobiliários ( boom imobiliário) em todo o país, com a escassez de materiais básicos e mão de obra qualificada

Leia mais

C O N C L U S Ã O S E N T E N Ç A

C O N C L U S Ã O S E N T E N Ç A fls. 360 C O N C L U S Ã O Em 31 de agosto de 2015 faço estes autos conclusos ao(à) MM(a). Juiz(a) de Direito Dr(a). Eduardo Palma Pellegrinelli. Eu (Eduardo Palma Pellegrinelli), Juiz de Direito, subscrevi.

Leia mais

RESOLUÇÃO EXTRAJUDICIAL DE PROMESSA DE COMPRA E VENDA IMOBILIÁRIA POR INADIMPLEMENTO ABSOLUTO DO QUESTÕES ATUAIS E OUTRAS NEM TÃO ATUAIS...

RESOLUÇÃO EXTRAJUDICIAL DE PROMESSA DE COMPRA E VENDA IMOBILIÁRIA POR INADIMPLEMENTO ABSOLUTO DO QUESTÕES ATUAIS E OUTRAS NEM TÃO ATUAIS... RESOLUÇÃO EXTRAJUDICIAL DE PROMESSA DE COMPRA E VENDA IMOBILIÁRIA POR INADIMPLEMENTO ABSOLUTO DO COMPRADOR QUESTÕES ATUAIS E OUTRAS NEM TÃO ATUAIS... Rubens Leonardo Marin SECOVI / SP 11/05/2015 O problema:

Leia mais

RESCISÃO CONTRATUAL ART. 53 DO CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR I. RESCISÃO DE COMPROMISSO DE VENDA E COMPRA

RESCISÃO CONTRATUAL ART. 53 DO CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR I. RESCISÃO DE COMPROMISSO DE VENDA E COMPRA RESCISÃO CONTRATUAL ART. 53 DO CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR I. RESCISÃO DE COMPROMISSO DE VENDA E COMPRA Ocorre a rescisão de um compromisso de venda e compra de bem imóvel, via de regra, quando uma

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS

CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO URBANO PROJETO DE LEI Nº 178, DE 2011 (Apensos: PL nº 1.390/2011 e PL nº 2.606/2011) Altera a Lei nº 4.591, de 16 de dezembro de 1964, a fim de disciplinar o prazo de entrega

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo. Voto nº 23951

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo. Voto nº 23951 10ª Câmara Seção de Direito Privado Apelação com Revisão n 4002213-20.2013.8.26.0562 Comarca: Santos Ação: Compromisso de Venda e Compra e Repetição de indébito Apte(s).: API Assessoria Consultoria e Intermediação

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2013.0000166668 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0203107-50.2009.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante VERSAILLES INCORPORADORA SPE LTDA, são

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2014.0000353XXX ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº XXXXXXX-64.2010.8.26.0084, da Comarca de Campinas, em que é apelante MESTRE ENGENHARIA LTDA., é apelado DIRCE

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO Ministério Público do Distrito Federal e Territórios TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Nº 746/2015

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO Ministério Público do Distrito Federal e Territórios TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Nº 746/2015 TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Nº 746/2015 O (MPDFT), por sua Quarta Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor, de um lado, e a empresa ELMO INCORPORAÇÕES LTDA, por seus representantes legais; Considerando

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE COMPROMISSO DE VENDA E COMPRA DE IMÓVEIS, CESSÃO DE DIREITOS AQUISITIVOS SOBRE BENS IMÓVEIS E OUTRAS AVENÇAS

INSTRUMENTO PARTICULAR DE COMPROMISSO DE VENDA E COMPRA DE IMÓVEIS, CESSÃO DE DIREITOS AQUISITIVOS SOBRE BENS IMÓVEIS E OUTRAS AVENÇAS INSTRUMENTO PARTICULAR DE COMPROMISSO DE VENDA E COMPRA DE IMÓVEIS, CESSÃO DE DIREITOS AQUISITIVOS SOBRE BENS IMÓVEIS E OUTRAS AVENÇAS As Partes: PROMITENTE VENDEDOR ITAÚ UNIBANCO S.A., com sede em São

Leia mais

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte Procedimento Ordinário nº: 0102193-73.2014.8.20.0001 Autor: F.C.L.N. Réu: Delphi Engenharia Ltda e Horizonte Macaíba Empreendimento Imobiliário Ltda DECISÃO F.C.L.N.,

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO Registro: 2015.0000329XX ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº XXXXXX-42.2014.8.26.0565, da Comarca de São Caetano do Sul, em que é apelante LIBERTY INCORPORADORA LTDA, são

Leia mais

COMISSÃO DE CORRETAGEM: DA OBRIGAÇÃO DE PAGAMENTO

COMISSÃO DE CORRETAGEM: DA OBRIGAÇÃO DE PAGAMENTO COMISSÃO DE CORRETAGEM: DA OBRIGAÇÃO DE PAGAMENTO - Posição jurisprudencial Rayane Silva França Advogada A controvérsia que paira acerca da obrigação de pagamento da comissão de corretagem assume vários

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO fls. 314 SENTENÇA Processo Digital nº: 1120876-70.2014.8.26.0100 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Compra e Venda Requerente: Marcelo Mendes dos Reis Fracari Requerido: Cyrela Polinésia Empreendimentos

Leia mais

SENTENÇA. Processo nº: 1026847-91.2015.8.26.0100 Classe Assunto: Procedimento Ordinário - Rescisão do contrato e devolução do dinheiro

SENTENÇA. Processo nº: 1026847-91.2015.8.26.0100 Classe Assunto: Procedimento Ordinário - Rescisão do contrato e devolução do dinheiro fls. 375 SENTENÇA Processo nº: 1026847-91.2015.8.26.0100 Classe Assunto: Procedimento Ordinário - Rescisão do contrato e devolução do dinheiro Requerente: Luiz Eduardo Possagnolo Requerido: Gafisa Spe-127

Leia mais

PARECER JURÍDICO RESTITUIÇÃO DE TAXA/COMISSÃO DE CORRETAGEM. POSSIBILIDADE

PARECER JURÍDICO RESTITUIÇÃO DE TAXA/COMISSÃO DE CORRETAGEM. POSSIBILIDADE Júlio Leão Leão Advogados Associados Brasília-DF, 31 de outubro de 2013. PARECER JURÍDICO RESTITUIÇÃO DE TAXA/COMISSÃO DE CORRETAGEM. POSSIBILIDADE EMENTA: MATÉRIA DE DIREITO CIVIL E PROCESSUAL CIVIL.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2014.0000487829 ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2014.0000487829 ACÓRDÃO fls. 2 ACÓRDÃO Registro: 2014.0000487829 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0150136-83.2012.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante SAMPI INVESTIMENTOS IMOBILIÁRIOS

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 1 Registro: 2014.0000669915 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0007471-13.2013.8.26.0002, da Comarca de, em que são apelantes ODEBRECHT REALIZAÇÕES IMOBILIÁRIAS E PARTICIPAÇÕES

Leia mais

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Gabinete da Presidência. AVISO TJ n o 80/2014

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Gabinete da Presidência. AVISO TJ n o 80/2014 Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Gabinete da Presidência AVISO TJ n o 80/2014 A Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, Desembargadora LEILA MARIANO, nos termos do art.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2015.0000029594 ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2015.0000029594 ACÓRDÃO fls. 242 Registro: 2015.0000029594 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1033459-16.2013.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante CALGARY INVESTIMENTOS IMOBILIÁRIOS

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 9ª Câmara de Direito Privado ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 9ª Câmara de Direito Privado ACÓRDÃO Registro: 2014.0000760XXX ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0057XXX- 94.2009.8.26.0405, da Comarca de Osasco, em que é apelante COOPERATIVA HABITACIONAL PLANALTO, é apelado

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 91 Registro: 2014.0000560120 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 4008523-94.2013.8.26.0577, da Comarca de São José dos Campos, em que é apelante ULYSSES PINTO NOGUEIRA,

Leia mais

Direito das Coisas II

Direito das Coisas II 2.8 DO DIREITO DO PROMITENTE COMPRADOR Ao cabo do que já era reconhecido pela doutrina, o Código Civil de 2002, elevou o direito do promitente comprador ao status de direito real. Dantes, tão somente constava

Leia mais

SENTENÇA. Processo Digital nº: 1008986-69.2014.8.26.0604 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Indenização por Dano Material

SENTENÇA. Processo Digital nº: 1008986-69.2014.8.26.0604 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Indenização por Dano Material fls. 194 SENTENÇA Processo Digital nº: 1008986-69.2014.8.26.0604 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Indenização por Dano Material Requerente: MICHAEL DE ALENCAR ALVES Requerido: INPAR PROJETO 86

Leia mais

Contratação Padronizada e Desjudicialização do

Contratação Padronizada e Desjudicialização do Contratação Padronizada e Desjudicialização do Mercado Imobiliário Construindo novos relacionamentos Werson Rêgo Em certos momentos, a construção mais corajosa é a que reconstroi. Donald Trump CENÁRIO

Leia mais

SENTENÇA. Processo Digital nº: 1059894-56.2015.8.26.0100 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Rescisão do contrato e devolução do dinheiro

SENTENÇA. Processo Digital nº: 1059894-56.2015.8.26.0100 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Rescisão do contrato e devolução do dinheiro fls. 332 SENTENÇA Processo Digital nº: 1059894-56.2015.8.26.0100 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Rescisão do contrato e devolução do dinheiro Requerente: Marcelo Monea e outro Requerido: Vila

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores SALLES ROSSI (Presidente sem voto), LUIZ AMBRA (Revisor) E GRAVA BRAZIL.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores SALLES ROSSI (Presidente sem voto), LUIZ AMBRA (Revisor) E GRAVA BRAZIL. Registro: 2014.0000715XXX ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº XXXXXXX- 93.2011.8.26.0625, da Comarca de Taubaté, em que são apelantes INMOB CONSULTORIA IMOBILIÁRIA e MRV -

Leia mais

SENTENÇA. Juiz(a) de Direito: Dr(a). Anna Paula Dias da Costa. Vistos.

SENTENÇA. Juiz(a) de Direito: Dr(a). Anna Paula Dias da Costa. Vistos. fls. 194 SENTENÇA Processo Digital nº: 1017080-32.2015.8.26.0002 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Rescisão do contrato e devolução do dinheiro Requerente: XXXXXX Garcia e outro Requerido: Itaquiti

Leia mais

Incorporação e Contratos Imobiliários. Fabio Coutinho de Alcantara Gil

Incorporação e Contratos Imobiliários. Fabio Coutinho de Alcantara Gil Incorporação e Contratos Imobiliários Fabio Coutinho de Alcantara Gil CONCEITOS Incorporação imobiliária é a atividade empresarial que tem por objeto a construção e comercialização, durante a obra, de

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO Registro: 2014.0000XXXXX ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº XXXXXX- XX.2010.8.26.0576, da Comarca de São José do Rio Preto, em que é apelante/apelado KARINA (OMITIDO), são

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CESSÃO DE DIREITOS CREDITÓRIOS E OUTRAS AVENÇAS

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CESSÃO DE DIREITOS CREDITÓRIOS E OUTRAS AVENÇAS INSTRUMENTO PARTICULAR DE CESSÃO DE DIREITOS CREDITÓRIOS E OUTRAS AVENÇAS As Partes: CEDENTE ITAÚ UNIBANCO S.A., com sede em São Paulo -SP, na Praça Alfredo Egydio de Souza Aranha, nº 100 Torre Olavo Setubal,

Leia mais

SENADO FEDERAL PARECER Nº 552, DE

SENADO FEDERAL PARECER Nº 552, DE SENADO FEDERAL PARECER Nº 552, DE 2015 Da COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE, DEFESA DO CONSUMIDOR E FISCALIZAÇÃO E CONTROLE, sobre o Projeto de Lei da Câmara nº 16, de 2015 (nº 178/2011, na Casa de origem), que

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO fls. 180 SENTENÇA Processo Digital nº: 1021633-14.2014.8.26.0405 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Promessa de Compra e Venda Requerente: RAFAEL RODRIGUES e outro Requerido: IBÉRIA INCORPORADORA

Leia mais

Breves notas sobre a promessa de compra e venda de imóvel.

Breves notas sobre a promessa de compra e venda de imóvel. Breves notas sobre a promessa de compra e venda de imóvel. Dentre as inúmeras espécies contratuais previstas na legislação civil, emerge uma utilizada em larga escala no dia-a-dia tanto empresarial como

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo ACÓRDÃO Registro: 2014.000057XXXX Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº XXXXXX-XX.2013.8.26.0100, da Comarca de, em que é apelante/ apelado ADALBERTO (Omitido), é apelado/apelante QUEIROZ

Leia mais

Revisão de Informativos 2014.1 Dr. Márcio André Lopes Cavalcante Juiz Federal

Revisão de Informativos 2014.1 Dr. Márcio André Lopes Cavalcante Juiz Federal Revisão de Informativos 2014.1 Dr. Márcio André Lopes Cavalcante Juiz Federal Procurador do Banco Central FURTOS E ROUBOS E RESPONSABILIDADE CIVIL 1) Furto ou roubo no cofre do banco onde estavam guardados

Leia mais

CURSO DE ATUALIZAÇÃO JURÍDICA Disciplina: Direito Comercial Tema: Contratos Mercantis Prof.: Alexandre Gialluca Data: 19/04/2007 RESUMO

CURSO DE ATUALIZAÇÃO JURÍDICA Disciplina: Direito Comercial Tema: Contratos Mercantis Prof.: Alexandre Gialluca Data: 19/04/2007 RESUMO RESUMO 1) Alienação fiduciária 1.1) Alienação fiduciária de bens móveis (Dec-Lei 911/69) Na doutrina há quem diga que se trata de contrato acessório e a quem diga que se trata de contrato incidental. Na

Leia mais

Proteção Contratual. Contratos no CDC Princípios dos contratos Cláusulas Abusivas Garantia contratual

Proteção Contratual. Contratos no CDC Princípios dos contratos Cláusulas Abusivas Garantia contratual Proteção Contratual Contratos no CDC Princípios dos contratos Cláusulas Abusivas Garantia contratual Contratos de adesão Nas últimas décadas, a produção em massa e a comercialização em grande escala geraram

Leia mais

Editorial. Artigo da Vez. Aquisição de imóvel em leilão judicial

Editorial. Artigo da Vez. Aquisição de imóvel em leilão judicial Editorial Nesta edição, nosso informativo Linha Cível apresenta um artigo buscando esclarecer as cautelas que devem ser tomadas na aquisição de imóvel em leilão judicial. Ainda sobre a compra de imóvel,

Leia mais

VISTOS. Com a inicial, adunaram procuração e documentos (fls. 13/96). Citada (fls. 100), a ré apresentou contestação (fls. 101/123).

VISTOS. Com a inicial, adunaram procuração e documentos (fls. 13/96). Citada (fls. 100), a ré apresentou contestação (fls. 101/123). fls. 142 SENTENÇA Processo Digital nº: Classe - Assunto Requerente: Requerido: 1004XXX-23.2015.8.26.0590 Procedimento Ordinário - Rescisão do contrato e devolução do dinheiro Alexandre L. C. e outro Gávea

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2015.0000421989 ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2015.0000421989 ACÓRDÃO fls. 243 Registro: 2015.0000421989 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1114351-72.2014.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante BROOKFIELD SÃO PAULO EMPREENDIMENTOS

Leia mais

É DEVIDO REEMBOLSO POR CANCELAMENTO DE VIAGEM POR PROBLEMAS DE SAÚDE.

É DEVIDO REEMBOLSO POR CANCELAMENTO DE VIAGEM POR PROBLEMAS DE SAÚDE. É DEVIDO REEMBOLSO POR CANCELAMENTO DE VIAGEM POR PROBLEMAS DE SAÚDE. Apelação cível. Prestação de serviços. Contratação de pacote turístico. Autora que cancelou a viagem poucos dias antes do embarque

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO fls. 204 Processo: Requerentes: Requerido: 1014131-35.2015.8.26.0002 - Procedimento Ordinário Gerson da Silva Domingues e Daniella Granche dos Santos Taboão Empreendimento Imobiliário Spe S/a. (Stan Desenvolvimento

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 814.808 - DF (2015/0292510-8) RELATOR AGRAVANTE ADVOGADO AGRAVADO AGRAVADO ADVOGADOS : MINISTRO MOURA RIBEIRO : BOULEVARD EMPREENDIMENTOS IMOBILIARIOS LTDA : LUCIANO ANDRADE

Leia mais

1035597-82.2015.8.26.0100 - lauda 1

1035597-82.2015.8.26.0100 - lauda 1 fls. 294 SENTENÇA Processo Digital nº: 1035597-82.2015.8.26.0100 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Pagamento Indevido Requerente: Debora Andrea de Cássia Carneiro da Cunha Requerido: Acapulco Investimentos

Leia mais

Sentença. 1. Relatório. Relatório dispensado (artigo 38 da Lei 9.099/95). 2. Fundamentação

Sentença. 1. Relatório. Relatório dispensado (artigo 38 da Lei 9.099/95). 2. Fundamentação Processo : 2013.01.1.151018-6 Classe : Procedimento do Juizado Especial Cível Assunto : Contratos de Consumo Requerente : CELSO VIEIRA DA ROCHA JUNIOR Requerido : EMPRESA EBAZAR Sentença 1. Relatório Relatório

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores MIGUEL BRANDI (Presidente sem voto), LUIS MARIO GALBETTI E MARY GRÜN.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores MIGUEL BRANDI (Presidente sem voto), LUIS MARIO GALBETTI E MARY GRÜN. Registro: 2014.0000717XXX ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº XXXXXXX-10.2013.8.26.0625, da Comarca de Taubaté, em que é apelante/apelado MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S/A,

Leia mais

Direito Civil Dr. Márcio André Lopes Cavalcante Juiz Federal

Direito Civil Dr. Márcio André Lopes Cavalcante Juiz Federal Direito Civil Dr. Márcio André Lopes Cavalcante Juiz Federal Escola Brasileira de Ensino Jurídico na Internet (EBEJI). Todos os direitos reservados. 1 Principais julgados do 1 o Semestre de 2013 Julgados

Leia mais

SENTENÇA. Living Apiaí Empreedimentos Imobiliários Ltda Juiz(a) de Direito: Dr(a). Daniel Toscano

SENTENÇA. Living Apiaí Empreedimentos Imobiliários Ltda Juiz(a) de Direito: Dr(a). Daniel Toscano fls. 325 SENTENÇA Processo Digital nº: 1104744-35.2014.8.26.0100 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Indenização por Dano Material Requerente: XXXXXXXXXXXXXXXXX Requerido: Living Apiaí Empreedimentos

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE PROMESSA DE COMPRA DE VENDA DE APARTAMENTO EM CONSTRUÇÃO

INSTRUMENTO PARTICULAR DE PROMESSA DE COMPRA DE VENDA DE APARTAMENTO EM CONSTRUÇÃO INSTRUMENTO PARTICULAR DE PROMESSA DE COMPRA DE VENDA DE APARTAMENTO EM CONSTRUÇÃO Valor: R$...000,00 Pelo presente instrumento particular de promessa de compra e venda de apartamento em construção, entre

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PODER JUDICIÁRIO COMARCA DE NATAL JUÍZO DE DIREITO DA 16ª VARA CÍVEL

ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PODER JUDICIÁRIO COMARCA DE NATAL JUÍZO DE DIREITO DA 16ª VARA CÍVEL ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PODER JUDICIÁRIO COMARCA DE NATAL JUÍZO DE DIREITO DA 16ª VARA CÍVEL Processo 0115253-84.2012.8.20.0001 Ação: Procedimento Ordinário Autor(a): A.L.F. Réu: Habitare Construtora

Leia mais

1. COMPRA E VENDA OBJETO DE DIREITO CIVIL 1

1. COMPRA E VENDA OBJETO DE DIREITO CIVIL 1 1. COMPRA E VENDA OBJETO DE DIREITO CIVIL 1 1.1 COMPROMISSO PARTICULAR DE COMPRA E VENDA (Modelo 1) Pelo presente instrumento particular, entre partes, como promitentes vendedores, doravante denominados

Leia mais

Programa de Arrendamento Residencial

Programa de Arrendamento Residencial CARTILHA DO PAR Módulo Arrendamento Programa de Arrendamento Residencial SUMÁRIO HISTÓRICO... 3 ORIGEM DOS RECURSOS... 3 PARTICIPANTES DO PROGRAMA... 4 ÁREAS DE ATUAÇÃO... 4 ARRENDAMENTO DAS UNIDADES...

Leia mais

Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios

Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Órgão 2ª Turma Recursal dos Juizados Especiais do Distrito Federal Processo N. Apelação Cível do Juizado Especial 20110710091144ACJ

Leia mais

neste regulamento. 2. DOS CONCEITOS FUNDAMENTAIS

neste regulamento. 2. DOS CONCEITOS FUNDAMENTAIS 1. DAS PARTES 1.1. A constituição e o funcionamento de grupos de consórcio formados pela empresa Sponchiado Administradora de Consórcios Ltda., pessoa neste regulamento. 2. DOS CONCEITOS FUNDAMENTAIS promovida

Leia mais

Adriano Dias da Silva Advogado-Proprietário do escritório de Advocacia e Assessoria Jurídica Adriano Dias.

Adriano Dias da Silva Advogado-Proprietário do escritório de Advocacia e Assessoria Jurídica Adriano Dias. 1 BREVES COMENTÁRIOS SOBRE ALGUMAS CONSEQUÊNCIAS JURÍDICAS PELO ATRASO NA ENTREGA DE IMÓVEIS COMPRADOS NA PLANTA, SOB A LUZ DA ATUAL LEGISLAÇÃO BRASILEIRA Adriano Dias da Silva Advogado-Proprietário do

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 474.388 - SP (2002/0131054-3) RELATOR : MINISTRO ALDIR PASSARINHO JUNIOR RECORRENTE : SISPAR EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S/A E OUTRO ADVOGADO : ANTÔNIO THALES GOUVÊA RUSSO E OUTRO(S)

Leia mais

22/10/2015 https://pje.tjdft.jus.br/pje/consultapublica/detalheprocessoconsultapublica/documentosemloginhtml.seam?ca=e7a42b30ee6f6d0ff5bb5ab6f2d34

22/10/2015 https://pje.tjdft.jus.br/pje/consultapublica/detalheprocessoconsultapublica/documentosemloginhtml.seam?ca=e7a42b30ee6f6d0ff5bb5ab6f2d34 Poder Judiciário da União TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS 2JEFAZPUB 2º Juizado Especial da Fazenda Pública do DF Número do processo: 0706261 95.2015.8.07.0016 Classe judicial:

Leia mais

OS DIREITOS DOS ADQUIRENTES DE IMÓVEIS NA PLANTA

OS DIREITOS DOS ADQUIRENTES DE IMÓVEIS NA PLANTA OS DIREITOS DOS ADQUIRENTES DE IMÓVEIS NA PLANTA Elaborado por Daniel Menegassi Reichel Advogado Fundador do Escritório de Advocacia Menegassi Reichel Advocacia Elaborado em 13/08/2013. Trabalho protegido

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 327 Registro: 2015.0000232987 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 1091097-70.2014.8.26.0100, da Comarca de, em que é apelante CLAUDIO GUERREIRO, são apelados ALTA GRACIA

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 5 TRIBUNAL DE JUSTIÇA São Paulo ACÓRDÃO Registro: 2014.0000527400 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0010031-52.2012.8.26.0554, da Comarca de Santo André, em que é apelante

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO COMARCA DE SÃO PAULO FORO CENTRAL CÍVEL 26ª VARA CÍVEL SENTENÇA

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO COMARCA DE SÃO PAULO FORO CENTRAL CÍVEL 26ª VARA CÍVEL SENTENÇA fls. 212 SENTENÇA Processo nº: 1078364-72.2014.8.26.0100 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Promessa de Compra e Venda Requerente: JOÃO NÓBREGA Requerido: PDG - Realty S/A Empreendimentos e Participações

Leia mais

Repercussões do novo CPC para o Direito Contratual

Repercussões do novo CPC para o Direito Contratual Repercussões do novo CPC para o Direito Contratual O NOVO CPC E O DIREITO CONTRATUAL. PRINCIPIOLOGIA CONSTITUCIONAL. REPERCUSSÕES PARA OS CONTRATOS. Art. 1 o O processo civil será ordenado, disciplinado

Leia mais

1003626-32.2014.8.26.0127 - lauda 1

1003626-32.2014.8.26.0127 - lauda 1 fls. 559 SENTENÇA Processo Digital nº: 1003626-32.2014.8.26.0127 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Antecipação de Tutela / Tutela Específica Requerente: FRANCISCO DAVID FERREIRA DE CARVALHO Requerido:

Leia mais

ACÓRDÃO. Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete da Desembargadora Maria das Neves do Egito de A. D.

ACÓRDÃO. Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete da Desembargadora Maria das Neves do Egito de A. D. AC tf 200.2009.047594-4/002 1 /fl Pu Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete da Desembargadora Maria das Neves do Egito de A. D. Ferreira ACÓRDÃO APELAÇÃO Cá/EL No 200.2009.047594-4/002

Leia mais

ATRASO NA ENTREGA DE OBRA QUAIS SEUS DIREITOS? Thiago Novaes Sahib 1 RESUMO

ATRASO NA ENTREGA DE OBRA QUAIS SEUS DIREITOS? Thiago Novaes Sahib 1 RESUMO ATRASO NA ENTREGA DE OBRA QUAIS SEUS DIREITOS? Thiago Novaes Sahib 1 RESUMO O presente trabalho busca analisar alguns direitos que os consumidores possuem nas situações onde há atraso na entrega de imóveis

Leia mais

II. Contrato Principal: o documento contratual, seus aditivos e anexos, que especificam as obrigações e direitos do segurado e do tomador.

II. Contrato Principal: o documento contratual, seus aditivos e anexos, que especificam as obrigações e direitos do segurado e do tomador. SEGURO-GARANTIA - CONDIÇÕES GERAIS Este seguro garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas pelo tomador no contrato principal, firmado com o segurado, conforme os termos da apólice. I. Seguro-Garantia:

Leia mais

Av. Tabajaras, 1.411, Centro, CEP: 17600-360, Fone: (14) 3491-5540, Tupã/SP.

Av. Tabajaras, 1.411, Centro, CEP: 17600-360, Fone: (14) 3491-5540, Tupã/SP. REVISÃO NO CONTRATO DE CONSUMO. EQUILIBRIO CONTRATUAL E A POSIÇÃO DO STJ. No atual cenário econômico brasileiro, aonde a oferta pelos bens de consumo alcança cada vez mais todas as classes, as instituições

Leia mais

S E N T E N Ç A JOSÉ. 3ª Vara do Trabalho de São José RTOrd 0000307-11.2012.5.12.0054 - Sentença - p. 1

S E N T E N Ç A JOSÉ. 3ª Vara do Trabalho de São José RTOrd 0000307-11.2012.5.12.0054 - Sentença - p. 1 3ª VARA DO TRABALHO DE SÃO JOSÉ - SC TERMO DE AUDIÊNCIA RTOrd 0000307-11.2012.5.12.0054 Aos 17 dias do mês de abril do ano de dois mil e doze, às 17h57min, na sala de audiências da, por ordem da Exma.

Leia mais

CIRCULAR Nº 1.278 Às Caixas Econômicas, Sociedades de Crédito Imobiliário e Associações de Poupança e Empréstimo

CIRCULAR Nº 1.278 Às Caixas Econômicas, Sociedades de Crédito Imobiliário e Associações de Poupança e Empréstimo 1 CIRCULAR Nº 1.278 Às Caixas Econômicas, Sociedades de Crédito Imobiliário e Associações de Poupança e Empréstimo Comunicamos que a Diretoria do Banco Central, tendo em vista o disposto no i- tem XXIII

Leia mais

Guia Rápido do Cliente

Guia Rápido do Cliente Guia Rápido do Cliente Seja bem-vindo! Está chegando a hora de viver a vida em Alphaville. Para nós, é um grande prazer recebê-lo e poder compartilhar esse momento de realização com você. Nesse Guia Rápido,

Leia mais

O DIREITO DE ARREPENDIMENTO NA INCORPORAÇÃO IMOBILIÁRIA POR PARTE DO COMPRADOR.

O DIREITO DE ARREPENDIMENTO NA INCORPORAÇÃO IMOBILIÁRIA POR PARTE DO COMPRADOR. O DIREITO DE ARREPENDIMENTO NA INCORPORAÇÃO IMOBILIÁRIA POR PARTE DO COMPRADOR. BRUNO MATTOS E SILVA O DIREITO DE ARREPENDIMENTO NA INCORPORAÇÃO IMOBILIÁRIA POR PARTE DO COMPRADOR. BRUNO MATTOS E SILVA

Leia mais

DA PROMESSA DE COMPRA E VENDA DE BEM IMÓVEL NA PERSPECTIVA DO REGISTRO DE IMÓVEIS: CLÁUSULAS SUSPENSIVA E RESOLUTIVA, EXTINÇÃO E PUBLICIADE REGISTRAL

DA PROMESSA DE COMPRA E VENDA DE BEM IMÓVEL NA PERSPECTIVA DO REGISTRO DE IMÓVEIS: CLÁUSULAS SUSPENSIVA E RESOLUTIVA, EXTINÇÃO E PUBLICIADE REGISTRAL DA PROMESSA DE COMPRA E VENDA DE BEM IMÓVEL NA PERSPECTIVA DO REGISTRO DE IMÓVEIS: CLÁUSULAS SUSPENSIVA E RESOLUTIVA, EXTINÇÃO E PUBLICIADE REGISTRAL Professor Luiz Egon Richter 1. DA DISTINÇÃO ENTRE A

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores JOÃO CARLOS SALETTI (Presidente) e ARALDO TELLES.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores JOÃO CARLOS SALETTI (Presidente) e ARALDO TELLES. fls. 1 Registro: 2 014.0000682512 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0105908-57.2011.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante/apelado CONSTRUTORA CRESCER S.A.,

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA SEGUNDA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA SEGUNDA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA SEGUNDA CÂMARA CÍVEL Apelação Cível nº. 0120754-14.2010.8.19.0002 Apelante: UNIMED SÃO GONÇALO NITERÓI SOCIEDADE COOPERATIVA DE SERVIÇOS MÉDICOS E HOSPITALARES LTDA Apelado: MARIA EMÍLIA

Leia mais

AÇÃO CIVIL PÚBLICA CONSUMERISTA com pedido de liminar

AÇÃO CIVIL PÚBLICA CONSUMERISTA com pedido de liminar Exmo. Sr. Dr. Juiz de Direito da Empresarial da Comarca da Capital Vara Banco Bradesco Cartão de crédito Cobrança dos juros de mora duas vezes, em patamares superiores ao limite legal O MINISTÉRIO PÚBLICO

Leia mais

RELAÇÃO DE CONSUMO DIREITO DO CONSUMIDOR

RELAÇÃO DE CONSUMO DIREITO DO CONSUMIDOR DIREITO DO CONSUMIDOR RELAÇÃO DE CONSUMO APLICABILIDADE O presente código estabelece normas de proteção e defesa do consumidor, de ordem pública e interesse social, nos termos dos arts. 5, inciso XXXII,

Leia mais

Processo nº: 0000018-42.2014.8.26.0968 ACÓRDÃO

Processo nº: 0000018-42.2014.8.26.0968 ACÓRDÃO fls. 1 Registro: 2014.0000019861 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Pedido de Uniformização de Interpretação de Lei nº 0000018-42.2014.8.26.0968, da Comarca de São Carlos, em que é MICHELLE

Leia mais

Nesta data, faço os autos conclusos ao MM. Dr. Juiz Leonardo de Castro Gomes. Em 08/05/2013. Sentença

Nesta data, faço os autos conclusos ao MM. Dr. Juiz Leonardo de Castro Gomes. Em 08/05/2013. Sentença Fls. Processo: 0482611-20.2012.8.19.0001 Classe/Assunto: Procedimento Sumário - Dano Moral Outros - Cdc; Cobrança de Quantia Indevida E/ou Repetição de Indébito - Cdc; Promessa de Compra e Venda / Coisas

Leia mais

AÇÃO CIVIL PÚBLICA, a ser processada pelo rito ordinário, em face de SILVERSTONE. EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS SPE LTDA., inscrita no CNPJ/MF sob nº

AÇÃO CIVIL PÚBLICA, a ser processada pelo rito ordinário, em face de SILVERSTONE. EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS SPE LTDA., inscrita no CNPJ/MF sob nº Rua Vinte e Três de Maio, nº 107, Vila Tereza, São Bernardo do Campo-SP CEP 09606-000 Telefone (11) 4122-4622 EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE SÃO BERNARDO DO

Leia mais

10132XX-70.2014.8.26.0564 - lauda 1

10132XX-70.2014.8.26.0564 - lauda 1 fls. 305 SENTENÇA Processo Digital nº: Classe - Assunto Requerente: Requerido: 10132XX-70.2014.8.26.0564 Procedimento Ordinário - Rescisão do contrato e devolução do dinheiro JOÃO GABRIEL (OMITIDO) e outro

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo ACÓRDÃO Registro: 2015.00000XXXX Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº XXXXX- 91.2012.8.26.0100, da Comarca de, em que é apelante MAXCASA XII EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA, é apelado

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO Registro: 2015.0000853162 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1012384-11.2014.8.26.0576, da Comarca de São José do Rio Preto, em que é apelante ALEX VOLTOLINI, é apelado MOLISE

Leia mais

MODELO DE CONTRATO DE PROMESSA DE COMPRA E VENDA DE IMÓVEL

MODELO DE CONTRATO DE PROMESSA DE COMPRA E VENDA DE IMÓVEL Sugestão de Contrato de Promessa de Compra e Venda de Imóvel MODELO DE CONTRATO DE PROMESSA DE COMPRA E VENDA DE IMÓVEL Pelo presente instrumento de promessa de compra e venda, de um lado como promitente

Leia mais

CONCLUSÃO. Em 18 de junho de 2015, estes autos são conclusos ao MM. Juiz de Direito Titular II, Dr. Marco Antonio Botto Muscari.

CONCLUSÃO. Em 18 de junho de 2015, estes autos são conclusos ao MM. Juiz de Direito Titular II, Dr. Marco Antonio Botto Muscari. fls. 452 CONCLUSÃO Em 18 de junho de 2015, estes autos são conclusos ao MM. Juiz de Direito Titular II, Dr. Marco Antonio Botto Muscari. Processo nº: 1000819-86.2015.8.26.0003 Classe - Assunto Procedimento

Leia mais

2 FASE DIREITO CIVIL ESTUDO DIRIGIDO DE PROCESSO CIVIL 2. Prof. Darlan Barroso - GABARITO

2 FASE DIREITO CIVIL ESTUDO DIRIGIDO DE PROCESSO CIVIL 2. Prof. Darlan Barroso - GABARITO Citação 2 FASE DIREITO CIVIL ESTUDO DIRIGIDO DE PROCESSO CIVIL 2 Prof. Darlan Barroso - GABARITO 1) Quais as diferenças na elaboração da petição inicial do rito sumário e do rito ordinário? Ordinário Réu

Leia mais

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO 1 1) O DIREITO MATERIAL DE PAGAMENTO POR CONSIGNAÇÃO a) Significado da palavra consignação b) A consignação como forma de extinção da obrigação c) A mora accipiendi 2 c)

Leia mais

DIREITO CIVIL. 5. A simples interpretação de cláusula contratual não enseja recurso especial.

DIREITO CIVIL. 5. A simples interpretação de cláusula contratual não enseja recurso especial. SÚMULAS DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA - STJ DIREITO CIVIL 5. A simples interpretação de cláusula contratual não enseja recurso especial. c Art. 105, III, da CF. c Art. 257 do RISTJ. 16. A legislação

Leia mais

- Havendo sucumbência recíproca, os honorários advocatícios devem ser compensados, nos termos da Súmula nº 306 do Superior Tribunal de Justiça.

- Havendo sucumbência recíproca, os honorários advocatícios devem ser compensados, nos termos da Súmula nº 306 do Superior Tribunal de Justiça. -:::- PROMESSA DE COMPRA E VENDA - CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR - DISTRATO - PARCELAS QUITADAS - RESTITUIÇÃO - PERCENTUAL - DIREITO À RETENÇÃO - SUCUMBÊNCIA - HONORÁRIOS - COMPENSAÇÃO Ementa: Contrato

Leia mais

D E C I S Ã O M O N O C R Á T I C A

D E C I S Ã O M O N O C R Á T I C A APELAÇÃO CÍVEL Nº 294997-26.2011.8.09.0051 (201192949978) GOIÂNIA APELANTE APELADO RELATOR CÂMARA : INCORPORADORA BORGES LANDEIRO S/A : PRISCILLA LEITE CHAVES : DESEMBARGADOR ITAMAR DE LIMA : 3ª CÍVEL

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores ALVARO PASSOS (Presidente) e JOSÉ JOAQUIM DOS SANTOS. São Paulo, 9 de dezembro de 2014.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores ALVARO PASSOS (Presidente) e JOSÉ JOAQUIM DOS SANTOS. São Paulo, 9 de dezembro de 2014. Registro: 2014.000080XXXX ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº XXXXXX- XX.2014.8.26.0032, da Comarca de Araçatuba, em que é apelante MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES LTDA, é

Leia mais

Abuso de Direito (art. 187 CC) Limites ao exercício de um direito: Fins econômicos, fins sociais, costumes e boa fé.

Abuso de Direito (art. 187 CC) Limites ao exercício de um direito: Fins econômicos, fins sociais, costumes e boa fé. Turma e Ano: Flex B (2013) Matéria / Aula: Civil (Contratos) / Aula 15 Professor: Rafael da Motta Mendonça Conteúdo: Teoria Geral dos Contratos: Princípios: Boa fé Objetiva; Fases do Contrato: Formação

Leia mais

Série Estudo Esquematizado Interesses Difusos e Coletivos Cleber Masson, Landolfo Andrade e Adriano Andrade 4ª para 5ª edição

Série Estudo Esquematizado Interesses Difusos e Coletivos Cleber Masson, Landolfo Andrade e Adriano Andrade 4ª para 5ª edição Pág. 315 No item 3.7, entra nota de rodapé: Segundo o art.7º da LAP, a ação popular obedecerá ao procedimento ordinário do CPC, 1 com algumas peculiaridades. Vejamos quais são. Pág. 321 Inserir, ao final

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 26ª CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR Proc. nº 0008489-07.2014.8.19.0042 APELAÇÃO CÍVEL CONSUMIDOR

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 26ª CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR Proc. nº 0008489-07.2014.8.19.0042 APELAÇÃO CÍVEL CONSUMIDOR RECURSO...: APELANTE (S)...: APELADO (S)...: JUÍZO DE ORIGEM.: JDS. DES. RELATOR: APELAÇÃO CÍVEL CONSUMIDOR BRUNO MACEDO BASTOS. BANCO SANTANDER BRASILO S/A. 3ª VARA CÍVEL DE PETRÓPOLIS. RICARDO ALBERTO

Leia mais

PROMESSA DE VENDA E COMPRA DE VEÍCULO AUTOMOTOR APREENDIDO POR CONTA DE ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA

PROMESSA DE VENDA E COMPRA DE VEÍCULO AUTOMOTOR APREENDIDO POR CONTA DE ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA PROMESSA DE VENDA E COMPRA DE VEÍCULO AUTOMOTOR APREENDIDO POR CONTA DE ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA Realização de promessa de venda e compra de veículos apreendidos, objeto de busca e apreensão, em face de alienação

Leia mais