STORAGE AREA NETWORKING FUNDAMENTOS. Valdir Adorni Serviços a Clientes

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "STORAGE AREA NETWORKING FUNDAMENTOS. Valdir Adorni Serviços a Clientes valdir.adorni@compwire.com.br"

Transcrição

1 STORAGE AREA NETWORKING FUNDAMENTOS Valdir Adorni Serviços a Clientes 22 de Abril de 2010

2 Storage Area Network? Storage Area Network (SAN) é qualquer rede de alto desempenho, cujo principal objetivo é permitir que dispositivos de armazenamento se comuniquem com sistemas de computadores uns com os outros. SAN é a comunicação entre computadores e armazenamento. Muitas organizações operam perfeitamente viáveis SANs que levam o tráfego de aplicação ocasional administrativos e outros. SAN é a utilização Fiber Channel ou Ethernet ou qualquer outra tecnologia de interconexão específico. Disco e unidades de fita, subsistemas RAID, bibliotecas robóticas, e servidores de arquivos estão a ser utilizados de forma produtiva em ambientes SAN hoje. SAN estão interligadas entre dispositivos nomeados Switches ou Directors com tecnologias consolidadas que formam um Fabric dentro de uma SAN

3 Storage Area Network?

4 O que faz Storage Area Network Diferente? Conectividade Universal Storage Conectar-se a vários computadores para vários dispositivos de armazenamento. Conectividade universal de dispositivos de armazenamento e computadores. Compartilhamento de Dados

5 O que faz Storage Area Network Diferente?

6 O que faz uma boa SAN? A SAN deve ser altamente disponível. Estratégias de sobrevivência e recuperação de falhas. Oferecer alto desempenho. Escalabilidade. Dimensionamento dados mais importantes da empresa para os computadores que rodam suas aplicações mais críticas.

7 Conectar Armazenanento a uma Rede? Redução de Custos e Melhoria da Qualidade de Serviços. Economias administrativas e operacionais em não ter de implementar e gerir procedimentos para copiar dados de um lugar para outro. Agrupamento de Computadores em Clusters. Recuperar a falhas de equipamento ou aplicação. Processamento de Dados Continuo. Acesso a dados importantes e extensão a áreas metropolitanas. Remoção de intensidade de tráfego LAN usada por clientes de serviço.

8 Software o Sucesso de uma SAN Sistemas e Software Aplicativos devem tirar proveito do hardware. Regra 3 das redes de armazenamento: Hardware SANs torna possível; Software faz SANs acontecer. SAN Software Capability

9 Software o Sucesso de uma SAN

10 NAS? Network Attached Storage (NAS) é bastante utilizado de forma consistente em toda a indústria Dispositivos de armazenamento inteligentes conectam à rede e fornece acesso a arquivos de clientes Quase universalmente utilizamo Ethernet interconexões e protocolos TCP / IP iscsi é uma das tecnologias emergentes para interconexões entre SAN e Local Area Network. Um dispositivo NAS fornece acesso a arquivos para os clientes que ele se conecta usando o arquivo de protocolos de acesso (principalmente CIFS e NFS) transportados em Ethernet e TCP / IP. Um dispositivo SAN é um bloco de acesso (ou seja, é um disco ou ele emula um ou mais discos) que se conecta a seus clientes com Canais de Fibra e protocolo de acesso a dados como o protocolo SCSI.

11 NAS? Network Attached Storage Escolha NAS para a simplicidade da partilha de dados, especialmente entre os computadores e sistemas operacionais de diferentes tipos. Escolha SAN para o mais alto desempenho de dados entre o cliente e o servidor de dados.

12 NAS? Network Attached Storage

13 COMPWIRE/EMC2 Clariion S.A.N.

14 DISPOSITIVOS SAN

15 ELEMENTOS SAN

16 ELEMENTOS SAN

17 SERVIDORES SERVIDOR HBAS Sistemas Operaconais Arquiteturas Internas de I/O Aplicações Individuais NODES Pontos de Conexões Finais Destinatário de Usuários

18 DISPOSITIVOS DE ARMAZENAMENTO Dispositivos de Armazenamentos FITAS Discos Memória

19 Dispositivos de Discos e Biblioteca de Fitas Dispositivos de Discos Frame Modulares Pessoais

20 Componentes de Rede e Caminhos COMPONENTES HBAS HUBS Switches e Directors NAS Virtualização Extensão Autenticação Encriptação CAMINHOS Fibra (iscsi,fcip,ifcp,canal Fibra) Fios Aéreos

21 Cabos e Conectores Cabos -ÓTICOS Multimode SingleMode Copper Tipos de Conectores ST SC (1 Gbps FC) LC 2/4/8 Gbps FC)

22 Distâncias Máximas Padrões Transci ver Velocidades OM1 OM2 OM3 OM3 OM4 SMF Velocidade 200MHZ-KM 500MHZ-KM 2000MHZ-KM >300MHZ-KM MHZ-KM >25000MHZ-KM 1 Short Wave SFP Gbps 300m 500m 860m >860m 1100m-1500m 1 Long Wave SFP Gbps 10km 2 Short Wave SFP Gbps 150m 300m 500m >500m 650m-700m 2 Long Wave SFP Gbps 10km 4 Short Wave SFP Gbps 70m 150m 270m >270m 350m 4 Long Wave SFP Gbps 4km 4 Long Wave SFP Gbps 10km 8 Short Wave SFP Gbps 21m 50m 150m >150m 180m-200m 8 Long Wave SFP Gbps 1.4km 8 Long Wave SFP Gbps 10km

23 Topologia FABRIC Espaço Virtual usado por Nós de Rede dentro de uma SAN para comunicação uns com os outros. Feito de um grupo de Switches ou Directors conectados juntos Trafico de Rotas entre Dispositivos de Armazenamentos Zoning Identificadores por componentes por endereçamentos únicos dentro de uma SAN Identificação de Dominio e endereçamentos WWN (Worldwide Name)

24 Serviços dentro de um FABRIC Servidor de Acesso a Login Nome de Servidor Controlador de um Fabric Gerenciamento de Servidor

25 Processo de Login SAN FABRIC Processos rodando atráves de um Nó ou Dispositivo de Rede ou Armazenamento são identificados como um N_port Um N_Port autentica junto ao Fabric atráves de uma F_port (FLOGI) e durante o processo de autenticação indentificamse internamente entre N_Ports transacionando entre F_ports (PLOGI) caso exista comunicações redundantes.

26 Processo de Login SAN FABRIC FLOGI Inicialização de Link Cabo HBA e Driver Portas do Switches PLOGI FLOGI Zoning BInd Persistent Setagens dos Drivers

27 Topologias e Conectividade SAN FABRIC LOGICA Capacidade de expansão(fan IN) Consolidação(FAN OUT) Combinada A Distância OTIMIZADA PARA STORAGE Expansão Consolidação Portas FÍSICAS Ponto a Ponto Loop Arbitrario Cascata Ring Mesh Core-Edge

28 Zoning SAN FABRIC Zoning Partições Lógicas dentro de uma seção de dispositivos cada um conhecendo sua zona. Um zoaning são os caminhos e endereçamentos permitidos dentro da SAN para que cada dispositivo de armazenamento dentro deste caminho possam acessar uns aos outros Membros de um zoning podem ser uma HBA (WWN), um Fabric Port (Porta) ou uma Storage Port (Porta). Hard Zoning and Soft Zoaning são as configurações utilizadas.

29 Portas Canal de Fibra SAN FABRIC B_Port E_Port EX_Port F_Port FL_Port G_Port L_Port N_Port NL_Port S_Port U_Port VN_Port

30 Portas Canal de Fibra SAN FABRIC B_Port Bridge port usada para estender um inter switch link E_Port Expansion port usada para ISL e formar multi switch fabric EX_Port Non-marging expansion port, não permite a combinação entre switches F_Port Fabric Port FL_Port Fabric Loop Port G_Port Generic Port L_Port Loop Port - usada para realizar loop arbitrário N_Port Node Port usada para comunicações ponto a ponto NL_Port Node Loop Port S_Port Service Port é uma porta lógica apenas utilizada internamente U_Port Universal Port porta universal VN_Port Virtual Network port

31 Padrões IETF -IP Storage (iscsi) -Network File System (NFS) -Internet Management Support for Storage -Remote Data Placement INCITS -T10 SCSI Storage Interface -T11 Fibre Channel Interface -T12 ATA Storage Interface Padrões Secundários de Armazenamento SNIA - SMI-S Organizações Relacionadas ANSI DMTF ISO

32 OBRIGADO

Vanio Rodrigues/10 Página 1. Figura 1 Retirada do sitio http://learn.iis.net/

Vanio Rodrigues/10 Página 1. Figura 1 Retirada do sitio http://learn.iis.net/ Data Center Data Center também conhecido como centro de processamento de dados (CPD). Projetado para ser um ambiente seguro e de acesso controlado, com monitoramento 24x7, Cabeamento estruturado (fibra

Leia mais

Administração de Sistemas (ASIST)

Administração de Sistemas (ASIST) Administração de Sistemas (ASIST) Virtualização de Storage SAN Storage Area Network Fibre Channel e iscsi Outubro de 2012 1 Um servidor tradicional contém os seu próprio sistema de armazenamento periférico

Leia mais

ANEXO II ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS EXPANSÃO E INTEGRAÇÃO DO SYSTEM STORAGE IBM DS4700.

ANEXO II ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS EXPANSÃO E INTEGRAÇÃO DO SYSTEM STORAGE IBM DS4700. ANEXO II ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS EXPANSÃO E INTEGRAÇÃO DO SYSTEM STORAGE IBM DS4700. LOTE 1 (Único) 1 8 Disco FC de 300 GBytes, 4 Gbps, 15 Krpm E-DDM. Tecnologia Fibre Channel Enhanced Disk Drive Modules;

Leia mais

SISTEMA DE ARMAZENAMENTO (STORAGE)

SISTEMA DE ARMAZENAMENTO (STORAGE) SISTEMA DE ARMAZENAMENTO (STORAGE) Possuir capacidade instalada, livre para uso, de pelo menos 5.2 (cinco ponto dois) TB líquidos em discos SAS/FC de no máximo 600GB 15.000RPM utilizando RAID 5 (com no

Leia mais

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito - Anéis Ópticos em Backbone www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Introdução Em 1980 foi formado o grupo de trabalho ANSI X3T9.5 com a finalidade de desenvolver

Leia mais

Senado Federal Questões 2012

Senado Federal Questões 2012 Senado Federal Questões 2012 Sistemas Operacionais Prova de Analista de Sistemas Prof. Gustavo Van Erven Senado Federal Questões 2012 Rede Social ITnerante http://www.itnerante.com.br/ Vídeo Aulas http://www.provasdeti.com.br/

Leia mais

NAS Network Attached Storage

NAS Network Attached Storage NAS Network Attached Storage Evolução Tecnológica 1993 Primeiro appliance de storage NAS; 1996 Primeiro protocolo de backup em rede NDMP; 1996 Primeiro storage multi-protocolo UNIX/Windows; 1997 Primeiro

Leia mais

A utilização das redes na disseminação das informações

A utilização das redes na disseminação das informações Internet, Internet2, Intranet e Extranet 17/03/15 PSI - Profº Wilker Bueno 1 Internet: A destruição as guerras trazem avanços tecnológicos em velocidade astronômica, foi assim também com nossa internet

Leia mais

REDES INTRODUÇÃO À REDES

REDES INTRODUÇÃO À REDES REDES INTRODUÇÃO À REDES Simplificando ao extremo, uma rede nada mais é do que máquinas que se comunicam. Estas máquinas podem ser computadores, impressoras, telefones, aparelhos de fax, etc. Ex: Se interligarmos

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES Conteúdo 1 Topologia de Redes 5 Escalas 5 Topologia em LAN s e MAN s 6 Topologia em WAN s 6 2 Meio Físico 7 Cabo Coaxial 7 Par Trançado 7 Fibra Óptica 7 Conectores 8 Conector RJ45 ( Par trançado ) 9 Conectores

Leia mais

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação AULA 01 INTRODUÇÃO Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação CONCEITO Dois ou mais computadores conectados entre si permitindo troca de informações, compartilhamento de

Leia mais

DELL POWERVAULT SÉRIE MD ARMAZENAMENTO DE DADOS MODULAR ARMAZENAMENTO DE DADOS DELL POWERVAULT SÉRIE MD

DELL POWERVAULT SÉRIE MD ARMAZENAMENTO DE DADOS MODULAR ARMAZENAMENTO DE DADOS DELL POWERVAULT SÉRIE MD ARMAZENAMENTO DE DADOS MODULAR ARMAZENAMENTO DE DADOS DELL POWERVAULT SÉRIE MD Simplificação da TI O Dell série MD pode simplificar a TI, otimizando sua arquitetura de armazenamento de dados e garantindo

Leia mais

Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul

Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul Redes Locais Curso: Tecnologia em Redes de Computadores Prof. Eduardo M. de Araujo Site: www.professoreduardoaraujo.com Ementa 1 Apresentação da disciplina. Objetivos.

Leia mais

RCO2. LANs, MANs e WANs Visão geral

RCO2. LANs, MANs e WANs Visão geral RCO2 LANs, MANs e WANs Visão geral 1 LAN, MAN e WAN Classificação quanto a alcance, aplicação e tecnologias Distâncias: WAN: : distâncias arbitrariamente longas MAN: : distâncias médias (urbanas) LAN:

Leia mais

Compartilhamento de Dados em Storage de Alta Disponibilidade

Compartilhamento de Dados em Storage de Alta Disponibilidade Compartilhamento de Dados em Storage de Alta Disponibilidade Leonardo Antônio dos Santos¹ Orientadora Prof. Esp. Sabrina Vitório Oliveira Sencioles¹ Co-orientador M.Sc. Pedro Eugênio Rocha² ¹Faculdades

Leia mais

Capítulo 2 - Conceitos Básicos de Redes. Associação dos Instrutores NetAcademy - agosto de 2007 - Página

Capítulo 2 - Conceitos Básicos de Redes. Associação dos Instrutores NetAcademy - agosto de 2007 - Página Capítulo 2 - Conceitos Básicos de Redes 1 Redes de Dados Inicialmente o compartilhamento de dados era realizado a partir de disquetes (Sneakernets) Cada vez que um arquivo era modificado ele teria que

Leia mais

COMANDO DA 8ª REGIÃO MILITAR UASG:160163

COMANDO DA 8ª REGIÃO MILITAR UASG:160163 COMANDO DA 8ª REGIÃO MILITAR UASG:160163 Ata de Registro de Preços referente ao PE Nº 37/2013 Processo 64319000069/2013-65 Cmdo 8ª RM Vigência até 08/01/2015 Produtos EMC² VNX5300 EMC² VNX3150 EMC² Isilon

Leia mais

FISL 13. Fórum Internacional de Software Livre

FISL 13. Fórum Internacional de Software Livre FISL 13 Fórum Internacional de Software Livre Criando um storage iscsi com PCs, Linux e software livre. Que tal? Administração de Sistemas e Alta Disponibilidade Jansen Sena Julho, 2012. Porto Alegre,

Leia mais

Avaliação do sistema de armazenamento EMC CLARiiON AX4

Avaliação do sistema de armazenamento EMC CLARiiON AX4 Avaliação do sistema de armazenamento EMC CLARiiON AX4 Relatório elaborado sob contrato com a EMC Corporation Introdução A EMC Corporation contratou a Demartek para realizar uma avaliação prática do novo

Leia mais

UNICE Ensino Superior Introdução a Redes de Computadores Aula 01

UNICE Ensino Superior Introdução a Redes de Computadores Aula 01 UNICE Ensino Superior Introdução a Redes de Computadores Aula 01 PROFESSOR: Hiarly Alves Rodrigues Paiva Introdução a Redes de Computadores FACULDADE UNICE Fortaleza CE Ementa Introdução. Topologias de

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Software em Sistemas Distribuídos Aplicativo ou Sistema Operacional Sincronismo Interação Controles Um sistema operacional moderno provê dois serviços fundamentais para o usuário

Leia mais

Figura 1 Taxas de transmissão entre as redes

Figura 1 Taxas de transmissão entre as redes Conceitos de Redes Locais A função básica de uma rede local (LAN) é permitir a distribuição da informação e a automatização das funções de negócio de uma organização. As principais aplicações que requerem

Leia mais

Equipamentos de Rede. Prof. Sérgio Furgeri 1

Equipamentos de Rede. Prof. Sérgio Furgeri 1 Equipamentos de Rede Repetidor (Regenerador do sinal transmitido)* Mais usados nas topologias estrela e barramento Permite aumentar a extensão do cabo Atua na camada física da rede (modelo OSI) Não desempenha

Leia mais

QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 22/2015 - BNDES. Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece:

QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 22/2015 - BNDES. Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece: QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 22/2015 - BNDES Prezado(a) Senhor(a), Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece: 1. Com relação ao item: 8.1.9. Os 2 (dois)

Leia mais

TSE 2012 em Exercícios Tecnologias de Datacenter Backup e Armazenamento de Dados. Thiago Fagury

TSE 2012 em Exercícios Tecnologias de Datacenter Backup e Armazenamento de Dados. Thiago Fagury TSE 2012 em Exercícios Tecnologias de Datacenter Backup e Armazenamento de Dados Thiago Fagury Memória Secundária (Introdução) Usada para gravar grande quantidade de dados, que não são perdidos com o desligamento

Leia mais

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s:

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s: Tecnologia em Redes de Computadores Redes de Computadores Professor: André Sobral e-mail: alsobral@gmail.com Conceitos Básicos Modelos de Redes: O O conceito de camada é utilizado para descrever como ocorre

Leia mais

Informática Aplicada I. Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull

Informática Aplicada I. Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull Informática Aplicada I Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull 1 Conceito de Sistema Operacional Interface: Programas Sistema Operacional Hardware; Definida

Leia mais

TI Aplicada. Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br

TI Aplicada. Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br TI Aplicada Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br Conceitos Básicos Equipamentos, Modelos OSI e TCP/IP O que são redes? Conjunto de

Leia mais

FACSENAC Banco de questões Documento de Projeto Lógico de Rede

FACSENAC Banco de questões Documento de Projeto Lógico de Rede FACSENAC Banco de questões Documento de Projeto Lógico de Versão: 1.3 Data: 20 de novembro de 2012 Identificador do documento: GTI Soluções Versão do Template Utilizada na Confecção: 1.0 Localização: www.gestaotisolucoes.com.br

Leia mais

ANEXO II ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. EXPANSÃO DE TAPE LIBRARY IBM TS3310 - EXPANSÃO DE SYSTEM STORAGE IBM DS5020 e DS4700 - EXPANSÃO DE REDE SAN

ANEXO II ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. EXPANSÃO DE TAPE LIBRARY IBM TS3310 - EXPANSÃO DE SYSTEM STORAGE IBM DS5020 e DS4700 - EXPANSÃO DE REDE SAN ANEXO II ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS EXPANSÃO DE TAPE LIBRARY IBM TS3310 - EXPANSÃO DE SYSTEM STORAGE IBM DS5020 e DS4700 - EXPANSÃO DE REDE SAN LOTE 01 DESCRIÇÃO ITEM 1 Gabinete expansão 3576E9U para Tape

Leia mais

Conteúdo do pacote de 03 cursos hands-on

Conteúdo do pacote de 03 cursos hands-on Conteúdo do pacote de 03 cursos hands-on Windows Server 2012 Virtualização Hyper-v Firewall Pfsense C o n t e ú d o d o c u r s o H a n d s - on 2 Sumário 1 Conteúdo Windows 2012... 3 2 Conteúdo Virtualização...

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Elementos da Comunicação Origem da mensagem ou remetente; O canal meio físico; Destino da mensagem ou receptor; Rede de dados ou redes de informação são capazes de trafegar diferentes

Leia mais

William Stallings Arquitetura e Organização de Computadores 8 a Edição

William Stallings Arquitetura e Organização de Computadores 8 a Edição William Stallings Arquitetura e Organização de Computadores 8 a Edição Capítulo 7 Entrada/saída Os textos nestas caixas foram adicionados pelo Prof. Joubert slide 1 Problemas de entrada/saída Grande variedade

Leia mais

SOLUÇÃO DE STORAGE PROJETO X86 ARMAZENAMENTO. 1.2 Para efeito de cálculo do volume total em TB deverá ser considerado que 1KB = 1024 bytes.

SOLUÇÃO DE STORAGE PROJETO X86 ARMAZENAMENTO. 1.2 Para efeito de cálculo do volume total em TB deverá ser considerado que 1KB = 1024 bytes. SOLUÇÃO DE STORAGE PROJETO X86 ARMAZENAMENTO Características Técnicas: 1.1 Deverá ser ofertada Solução de Storage com capacidade mínima de 100 TB (cem Terabyte) líquido, sendo 80TB (oitenta Terabytes)

Leia mais

Sistema Integrado de Administração de Materiais e Serviços - SIAD Catálogo de Materiais e Serviços - CATMAS SISTEMA DE ARMAZENAMENTO (STORAGE)

Sistema Integrado de Administração de Materiais e Serviços - SIAD Catálogo de Materiais e Serviços - CATMAS SISTEMA DE ARMAZENAMENTO (STORAGE) SISTEMA DE ARMAZENAMENTO (STORAGE) Storage O subsistema de armazenamento de dados deverá ser do tipo bloco, disponibilizando nativamente componentes de hardware para armazenamento baseado em bloco, com

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES

REDE DE COMPUTADORES SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES Tecnologias de Rede Arquitetura Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com 1 A arquitetura de redes tem como função

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - Aula Complementar - EQUIPAMENTOS DE REDE 1. Repetidor (Regenerador do sinal transmitido) É mais usado nas topologias estrela e barramento. Permite aumentar a extensão do cabo e atua na camada física

Leia mais

Questionamentos dos Representantes IBM. (Ação Global IBM InfoDive)

Questionamentos dos Representantes IBM. (Ação Global IBM InfoDive) Questionamentos dos Representantes IBM (Ação Global IBM InfoDive) Questão 01 2.1 Todos os sistemas bem como seus respectivos componentes de "software" e de "hardware" deverão ser novos, e deverão estar

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 009/2012

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 009/2012 Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 009/2012 1 DO OBJETO 1.1 - Fornecimento de solução avançada de backup desduplicado, com serviços de assistência técnica e capacitação, visando a integração

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação Design de Rede Local Design Hierárquico Este design envolve a divisão da rede em camadas discretas. Cada camada fornece funções específicas que definem sua função dentro da rede

Leia mais

Cláusula 1.º Objecto. Cláusula 2.º Especificação da prestação

Cláusula 1.º Objecto. Cláusula 2.º Especificação da prestação CADERNO DE ENCARGOS CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE PARA A IMPLEMENTAÇÃO DE UM PROJECTO DE ARQUIVO DIGITAL DE INFRA-ESTRUTURAS DE IT O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas a incluir no contrato

Leia mais

Tecnologia e Infraestrutura. Conceitos de Redes

Tecnologia e Infraestrutura. Conceitos de Redes Tecnologia e Infraestrutura Conceitos de Redes Agenda Introdução às Tecnologias de Redes: a) Conceitos de redes (LAN, MAN e WAN); b) Dispositivos (Hub, Switch e Roteador). Conceitos e tipos de Mídias de

Leia mais

Evolução na Comunicação de

Evolução na Comunicação de Evolução na Comunicação de Dados Invenção do telégrafo em 1838 Código Morse. 1º Telégrafo Código Morse Evolução na Comunicação de Dados A evolução da comunicação através de sinais elétricos deu origem

Leia mais

Unidade 1. Conceitos Básicos

Unidade 1. Conceitos Básicos Unidade 1 Conceitos Básicos 11 U1 - Conceitos Básicos Comunicação Protocolo Definição de rede Rede Internet 12 Comunicação de dados Comunicação de dados comunicação de informação em estado binário entre

Leia mais

Avaliação da plataforma de armazenamento multiprotocolo EMC Celerra NS20

Avaliação da plataforma de armazenamento multiprotocolo EMC Celerra NS20 Avaliação da plataforma de armazenamento multiprotocolo EMC Celerra NS20 Relatório elaborado sob contrato com a EMC Corporation Introdução A EMC Corporation contratou a Demartek para realizar uma avaliação

Leia mais

Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul

Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul Redes Locais Curso: Tecnologia em Redes de Computadores Prof:Eduardo M. de Araujo Site-http://professoreduardoaraujo.com Modelo de Rede Hierárquico Camada de

Leia mais

Serviço HP StoreEasy 1000/3000 and X1000/3000 Network Storage Solution Installation and Startup

Serviço HP StoreEasy 1000/3000 and X1000/3000 Network Storage Solution Installation and Startup Serviço HP StoreEasy 1000/3000 and X1000/3000 Network Storage Solution Installation and Startup HP Technology Services O serviço HP StoreEasy 1000/3000 and X1000/3000 Network Storage Solution fornece a

Leia mais

Comunicando através da rede

Comunicando através da rede Comunicando através da rede Fundamentos de Rede Capítulo 2 1 Estrutura de Rede Elementos de comunicação Três elementos comuns de comunicação origem da mensagem o canal destino da mensagem Podemos definir

Leia mais

NEVOA BACKUP SYSTEM. 2009 Nevoa Networks Ltda. All Rights Reserved.

NEVOA BACKUP SYSTEM. 2009 Nevoa Networks Ltda. All Rights Reserved. NEVOA BACKUP SYSTEM Com o Nevoa Backup System você garante não só o mais eficiente sistema de backup para seus dados, mas também a solução mais escalável do mercado, afinal, se sua empresa cresce, seus

Leia mais

Professor Esp. Douglas Diego INESUL- ANÁPOLIS

Professor Esp. Douglas Diego INESUL- ANÁPOLIS Professor Esp. Douglas Diego INESUL- ANÁPOLIS Historia Antes do advento de computadores baseadas em algum tipo de sistema de telecomunicação, a comunicação entre máquinas calculadoras e computadores antigos

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE FITOTECA AUTOMATIZADA Substituição dos Silos Robóticos Storagetek 9310

ESPECIFICAÇÃO DE FITOTECA AUTOMATIZADA Substituição dos Silos Robóticos Storagetek 9310 Especificação Técnica 1. A Solução de Fitoteca ofertada deverá ser composta por produtos de Hardware e Software obrigatoriamente em linha de produção do fabricante, não sendo aceito nenhum item fora de

Leia mais

Soluções corporativas personalizadas com o Microsoft Exchange 2010 e o Cisco Unified Computing System (UCS)

Soluções corporativas personalizadas com o Microsoft Exchange 2010 e o Cisco Unified Computing System (UCS) Soluções corporativas personalizadas com o Microsoft Exchange 2010 e o Cisco Unified Computing System (UCS) Hoje é fundamental para as empresas poder contar com recursos de comunicação, mobilidade, flexibilidade

Leia mais

FreeNAS: Armazenamento Centralizado

FreeNAS: Armazenamento Centralizado FreeNAS: Armazenamento Centralizado Paulo Renato Security Specialist & GNU/Linux LPIC 1 LPIC 2 NCLA DCTS VSP-4 VSTP-4 FreeNAS: Armazenamento Centralizado Slide 1-2 Apresentação Paulo Renato Lopes Seixas

Leia mais

ANEXO II ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS AMPLIAÇÃO E MODERNIZAÇÃO DA INFRAESTRUTURA DE ARMAZENAMENTO DE DADOS DA JFES.

ANEXO II ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS AMPLIAÇÃO E MODERNIZAÇÃO DA INFRAESTRUTURA DE ARMAZENAMENTO DE DADOS DA JFES. ANEXO II ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS AMPLIAÇÃO E MODERNIZAÇÃO DA INFRAESTRUTURA DE ARMAZENAMENTO DE DADOS DA JFES. LOTE 01 ITEM 1 Biblioteca automatizada de armazenamento em fita IBM (Modelo ref.: IBM TS3500

Leia mais

JOF - JOINT OPERATIONS FACILITY

JOF - JOINT OPERATIONS FACILITY Anexo 1 Especificações Técnicas (com alterações) 1. OBJETO DA CONTRATAÇÃO Aquisição de equipamentos de informática. 2. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS LOTE 01 Item DESCRIÇÃO CARACTERÍSTICAS DO PRODUTO QTD 1 Servidor

Leia mais

Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S/A

Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S/A PREGÃO PRESENCIAL N. 2010/169 OBJETO: AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE ARMAZENAMENTO EXTERNO - STORAGE E TAPE LIBRARY. Ref.: Esclarecimentos A unidade de Tape Library será instalada em servidor dedicado a

Leia mais

Ata de Registro de Preços

Ata de Registro de Preços Ata de Registro de Preços Vigência: 18/03/2015 à 18/03/2016 Lote 1 Servidores/Expansões/Racks/Windows Call/Serviços Lote 2 Switches/Firewall (UTM)/Gerenciamento/Serviços Lote 3 VMware/Treinamento/Serviços

Leia mais

Série Connect. Switches e Conversores Industriais. www.altus.com.br

Série Connect. Switches e Conversores Industriais. www.altus.com.br Série Connect Switches e Conversores Industriais www.altus.com.br Conectividade e simplicidade Compacto: design robusto e eficiente para qualquer aplicação Intuitivo: instalação simplificada que possibilita

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com RESUMO 1 COMUTAÇÃO DE CIRCUITOS Reservados fim-a-fim; Recursos são dedicados; Estabelecimento

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES TECNOLOGIA ETHERNET

REDE DE COMPUTADORES TECNOLOGIA ETHERNET SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES TECNOLOGIA ETHERNET Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com ARQUITETURA ISDN (Integrated Services Digital Network)

Leia mais

HP StorageWorks P2000 G3 Modular Smart Array

HP StorageWorks P2000 G3 Modular Smart Array HP StorageWorks P2000 G3 Modular Smart Array Crescimento do Armazenamento Empresas de pequeno e médio porte estão enfrentando diversos problemas relacionados a armazenamento, pois a capacidade interna

Leia mais

Fernando Albuquerque - fernando@cic.unb.br REDES LAN - WAN. Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br

Fernando Albuquerque - fernando@cic.unb.br REDES LAN - WAN. Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br REDES LAN - WAN Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br Tópicos Modelos Protocolos OSI e TCP/IP Tipos de redes Redes locais Redes grande abrangência Redes metropolitanas Componentes Repetidores

Leia mais

Equipamentos de Rede

Equipamentos de Rede Equipamentos de Rede Professor Carlos Gouvêa SENAIPR - Pinhais 2 Introdução Objetivos Finalidade dos equipamentos Equipamentos e descrição Nomenclatura de desenho técnico para redes Exercício de orientação

Leia mais

NEVOA STORAGE SYSTEM. 2009 Nevoa Networks Ltda. All Rights Reserved.

NEVOA STORAGE SYSTEM. 2009 Nevoa Networks Ltda. All Rights Reserved. NEVOA STORAGE SYSTEM Com o Nevoa Storage System você garante não só o mais eficiente sistema de gerenciamento para seus dados, mas também a solução mais escalável do mercado, afinal, se sua empresa cresce,

Leia mais

Gestão de Armazenamento

Gestão de Armazenamento Gestão de Armazenamento 1. Introdução As organizações estão se deparando com o desafio de gerenciar com eficiência uma quantidade extraordinária de dados comerciais gerados por aplicativos e transações

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

Técnico em Redes de Computadores. Equipamentos e Acessórios

Técnico em Redes de Computadores. Equipamentos e Acessórios Técnico em Redes de Computadores Equipamentos e Acessórios Componentes de uma Rede Uma rede é um sistema composto de um arranjo de componentes: Cabeamento Hardware Software Cabeamento Componentes de uma

Leia mais

Telecomunicações. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Telecomunicações. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Telecomunicações Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Introdução à tecnologia de redes Redes de Computadores Século XX - Era da Informação -> invenção do computador. No início, os mainframes

Leia mais

Prazo de Garantia dos produtos: 5 anos.

Prazo de Garantia dos produtos: 5 anos. MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA Edital de Licitação n.º 051/2014 - PREGÃO ELETRÔNICO -SRP ATA de Registro de Preços 046/2014 ATA válida até 25/11/2015 Item

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DO SWITCH FIBRE CHANNEL Tipo I 320 portas

ESPECIFICAÇÃO DO SWITCH FIBRE CHANNEL Tipo I 320 portas ESPECIFICAÇÃO DO SWITCH FIBRE CHANNEL Tipo I 320 portas A configuração inicial deverá fornecer um mínimo de 320 portas Fibre Channel (FC) ativas de 8 Gbps para conectividade de dispositivos na SAN e no

Leia mais

Sistemas de Informação. Profª Ana Lúcia Rodrigues Wiggers Instrutora Cisco Networking Academy - UNISUL 2013

Sistemas de Informação. Profª Ana Lúcia Rodrigues Wiggers Instrutora Cisco Networking Academy - UNISUL 2013 Sistemas de Informação Profª Ana Lúcia Rodrigues Wiggers Instrutora Cisco Networking Academy - UNISUL 2013 Conjunto de Módulos Processadores (MP) capazes de trocar informações e compartilhar recursos,

Leia mais

ISEP. Instituto Superior de Engenharia do Porto. Análise de Sistemas Informáticos

ISEP. Instituto Superior de Engenharia do Porto. Análise de Sistemas Informáticos ISEP Instituto Superior de Engenharia do Porto Análise de Sistemas Informáticos Armazenamento de Dados em Rede A Revolução do Armazenamento Partilhado A crise económica e a crescente necessidade de armazenamento

Leia mais

Disciplina : Transmissão de Dados

Disciplina : Transmissão de Dados Disciplina : Transmissão de Dados Paulo Henrique Teixeira Overwiew Conceitos Básicos de Rede Visão geral do modelo OSI Visão geral do conjunto de protocolos TCP/IP 1 Conceitos básicos de Rede A largura

Leia mais

Unidade III FUNDAMENTOS DE SISTEMAS. Prof. Victor Halla

Unidade III FUNDAMENTOS DE SISTEMAS. Prof. Victor Halla Unidade III FUNDAMENTOS DE SISTEMAS OPERACIONAIS Prof. Victor Halla Conteúdo Arquitetura de Processadores: Modo Operacional; Velocidade; Cache; Barramento; Etc. Virtualização: Maquinas virtuais; Gerenciamento

Leia mais

Interconexão redes locais (LANs)

Interconexão redes locais (LANs) Interconexão redes locais (LANs) Descrever o método de funcionamento dos dispositivos bridge e switch, desenvolver os conceitos básicos de LANs intermediárias, do uso do protocolo STP e VLANs. Com o método

Leia mais

Arquitetura de Sistemas Distribuídos. Introdução a Sistemas Distribuídos

Arquitetura de Sistemas Distribuídos. Introdução a Sistemas Distribuídos Introdução a Sistemas Distribuídos Definição: "Um sistema distribuído é uma coleção de computadores autônomos conectados por uma rede e equipados com um sistema de software distribuído." "Um sistema distribuído

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES. Desenvolvimento Duração: 35 aulas (2 horas cada aula) Redes de computadores. 1 Apresentação

REDE DE COMPUTADORES. Desenvolvimento Duração: 35 aulas (2 horas cada aula) Redes de computadores. 1 Apresentação REDE DE COMPUTADORES Desenvolvimento Duração: 35 aulas (2 horas cada aula) 1 Apresentação Conhecendo os alunos Conceitos básicos de redes O que é uma rede local Porque usar uma rede local 2 Como surgiram

Leia mais

Aula 1 Windows Server 2003 Visão Geral

Aula 1 Windows Server 2003 Visão Geral Aula 1 Windows Server 2003 Visão Geral Windows 2003 Server Introdução Nessa Aula: É apresentada uma visão rápida e geral do Windows Server 2003. O Foco a partir da próxima aula, será no serviço de Diretórios

Leia mais

Gerência de Redes de Computadores. 05 Gerência de Hospedeiros (Hosts)

Gerência de Redes de Computadores. 05 Gerência de Hospedeiros (Hosts) Gerência de Redes de Computadores 05 Gerência de Hospedeiros (Hosts) UFCG / DSC / JPS * 05 GERÊNCIA DE HOSPEDEIROS 1 TIPOS DE HOSPEDEIROS DOIS TIPOS DE HOSPEDEIROS o Servidores o Estações Clientes HÁ GRANDE

Leia mais

Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Emissor: Receptor: Meio de transmissão Sinal:

Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Emissor: Receptor: Meio de transmissão Sinal: Redes - Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Comunicação sempre foi, desde o início dos tempos, uma necessidade humana buscando aproximar comunidades distantes.

Leia mais

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Conhecer os modelo OSI, e TCP/IP de cinco camadas. É importante ter um padrão para a interoperabilidade entre os sistemas para não ficarmos

Leia mais

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO)

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) Par Trançado UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) O cabo UTP é composto por pares de fios, sendo que cada par é isolado um do outro e todos são trançados juntos dentro de uma cobertura externa, que não possui

Leia mais

ACELERANDO A TRANSFORMAÇÃO DA TI COM A SOLUÇÃO EMC DE ARMAZENAMENTO UNIFICADO E BACKUP DE ÚLTIMA GERAÇÃO

ACELERANDO A TRANSFORMAÇÃO DA TI COM A SOLUÇÃO EMC DE ARMAZENAMENTO UNIFICADO E BACKUP DE ÚLTIMA GERAÇÃO ACELERANDO A TRANSFORMAÇÃO DA TI COM A SOLUÇÃO EMC DE ARMAZENAMENTO UNIFICADO E BACKUP DE ÚLTIMA GERAÇÃO A virtualização, em particular, a VMware, transformou a maneira como as empresas encaram suas estratégias

Leia mais

Universidade Federal do Acre. Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas

Universidade Federal do Acre. Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Universidade Federal do Acre Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Universidade Federal do Acre Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Pós-graduação Lato Sensu em Desenvolvimento de Software e Infraestrutura

Leia mais

Sistema De Armazenamento De Dados Storage

Sistema De Armazenamento De Dados Storage Sistema De Armazenamento De Dados Storage SUBITEM ESPECIFICAÇÕES 1.0 1.1 1.2 1.3 1.4 1.5 DESCRIÇÃO O Sistema de Armazenamento deverá possuir no mínimo 60 TB (Sessenta Terabytes) líquidos livres para uso

Leia mais

prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores

prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores Apresentação do professor, da disciplina, dos métodos de avaliação, das datas de trabalhos e provas; introdução a redes de computadores; protocolo TCP /

Leia mais

Turno/Horário Noturno PROFESSOR : Salomão Dantas Soares AULA Apostila nº

Turno/Horário Noturno PROFESSOR : Salomão Dantas Soares AULA Apostila nº UNIDADE 1I: SISTEMA COMPITACIONAL Elementos hardware e periféricos Um sistema computacional consiste num conjunto de dispositivos eletrônicos (hardware) capazes de processar informações de acordo com um

Leia mais

Configuração de VLANS em ambientes CISCO

Configuração de VLANS em ambientes CISCO Configuração de VLANS em ambientes CISCO Vanderlei Lemke Kruger, André Moraes 1 Faculdade de Tecnologia Senac Pelotas (FATEC - Senac) Rua Gonçalves Chaves, 602 Centro Curso Superior de Tecnologia em Redes

Leia mais

ANEXO II ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS REGISTRO DE PREÇOS PARA CONTRATAÇÃO DE: SOLUÇÃO DE VIRTUALIZAÇÃO DE STORAGES E REPLICAÇÃO REMOTA

ANEXO II ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS REGISTRO DE PREÇOS PARA CONTRATAÇÃO DE: SOLUÇÃO DE VIRTUALIZAÇÃO DE STORAGES E REPLICAÇÃO REMOTA ANEXO II ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS REGISTRO DE PREÇOS PARA CONTRATAÇÃO DE: SOLUÇÃO DE VIRTUALIZAÇÃO DE STORAGES E REPLICAÇÃO REMOTA LOTE 01 DESCRIÇÃO ITEM 1 Sistema de armazenamento Storage IBM StorWize

Leia mais

Oracle Database em High Availability usando Microsoft Windows Clusters Server (MSCS) e Oracle Fail Safe

Oracle Database em High Availability usando Microsoft Windows Clusters Server (MSCS) e Oracle Fail Safe Oracle Database em High Availability usando Microsoft Windows Clusters Server (MSCS) e Oracle Fail Safe Objetivos: Apresentar conceitos do Microsoft Windows Clusters Server Apresentar a arquitetura do

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES

REDE DE COMPUTADORES SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES Tecnologias de Rede Topologias Tipos de Arquitetura Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com 1 REDES LOCAIS LAN -

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES LAN MAN WAN

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES LAN MAN WAN SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES LAN MAN WAN - Prof. Airton / airton.ribeiros@gmail.com - Prof. Altenir / altenir.francisco@gmail.com 1 REDE LOCAL LAN - Local Area Network

Leia mais

5.2 MAN s (Metropolitan Area Network) Redes Metropolitanas

5.2 MAN s (Metropolitan Area Network) Redes Metropolitanas MÓDULO 5 Tipos de Redes 5.1 LAN s (Local Area Network) Redes Locais As LAN s são pequenas redes, a maioria de uso privado, que interligam nós dentro de pequenas distâncias, variando entre 1 a 30 km. São

Leia mais

Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S/A

Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S/A EDITAL - PREGÃO PRESENCIAL N. 2011/123 OBJETO: AQUISIÇÃO DE UNIDADE DE ARMAZENAMENTO DE DADOS. ESCLARECIMENTOS TÉCNICOS 1) Referente a terceira exigência da seção CONECTIVIDADE : É obrigatório que as portas

Leia mais

Redes de Computadores IEEE 802.3

Redes de Computadores IEEE 802.3 Redes de Computadores Ano 2002 Profª. Vívian Bastos Dias Aula 8 IEEE 802.3 Ethernet Half-Duplex e Full-Duplex Full-duplex é um modo de operação opcional, permitindo a comunicação nos dois sentidos simultaneamente

Leia mais

EMC SYMMETRIX VMAX 10K

EMC SYMMETRIX VMAX 10K EMC SYMMETRIX VMAX 10K O EMC Symmetrix VMAX 10K com o ambiente operacional Enginuity oferece uma arquitetura de scale-out de várias controladoras com consolidação e eficiência para a empresa. O VMAX 10K

Leia mais

Redes de computadores e Internet

Redes de computadores e Internet Polo de Viseu Redes de computadores e Internet Aspectos genéricos sobre redes de computadores Redes de computadores O que são redes de computadores? Uma rede de computadores é um sistema de comunicação

Leia mais

ANEXO I - TERMOS DE REFERÊNCIA (Ao Edital de Pregão Amplo nº34/2007)

ANEXO I - TERMOS DE REFERÊNCIA (Ao Edital de Pregão Amplo nº34/2007) 1. INTRODUÇÃO Esta contratação objetiva a aquisição de uma solução inteligente que combina uma arquitetura modular de armazenamento de dados e uma solução de backup em fitas, oferecendo melhor escalabilidade,

Leia mais

Fundamentos em Informática

Fundamentos em Informática Fundamentos em Informática Aula 06 Redes de Computadores francielsamorim@yahoo.com.br 1- Introdução As redes de computadores atualmente constituem uma infraestrutura de comunicação indispensável. Estão

Leia mais