Universidade Salvador UNIFACS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Universidade Salvador UNIFACS"

Transcrição

1 Universidade Salvador UNIFACS Prof. Manoel Joaquim Fernandes de Barros Sobrinho Reitor Profª. Maria das Graças Sodré Fraga Maia Vice-reitora para Desenvolvimento Interno Prof. Guilherme Marback Neto Vice-reitor para Relações Institucionais Prof. Manoel Joaquim Fernandes de Barros Pró-reitor de Graduação Prof. Luiz Antônio Magalhães Pontes Pró-reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Dr. Sérgio Augusto Gomes Veloso Viana Pró-reitor Financeiro Drª Verônica de Menezes Fahel Pró-reitora Administrativa Prof. Joberto Sérgio Barbosa Martins Adjunto de Reitor para Educação a Distância

2 Porque optar pela UNIFACS Em mais de 35 anos de existência, a Universidade Salvador UNIFACS tem se destacado pelo alto nível da qualidade de ensino, o que é confirmado em diversas manifestações de reconhecimento da comunidade acadêmica, do mercado e da sociedade. Esta posição de vanguarda tem como pilares a tradição aliada à constante busca pela inovação. Prova disso são as atualizações das matrizes curriculares dos cursos e o forte investimento em novas tecnologias educacionais. A UNIFACS é também a universidade particular da Bahia com maior produção científica e a líder na área de pesquisa. Seus projetos de extensão demonstram o compromisso com a responsabilidade social. A UNIFACS está constantemente ampliando seu portifólio de cursos nas áreas de Graduação e Pós-graduação no lato e stricto sensu, o que inclui Especialização, MBAs, Mestrados e Doutorados. A tradição na UNIFACS Única universidade particular da Bahia e uma das duas do Nordeste a ter o curso de Direito condecorado com o selo OAB Recomenda. Primeira universidade particular do País no exame da OAB nacional na primeira fase em Curso de Direito com maior índice de aprovação no Exame da OAB de 2001 a Prêmio Best of Mind nas edições de 2004, 2005, 2006 e 2007 para a pós-graduação como a mais admirada na opinião de importantes empresas da Bahia. O curso de Psicologia obteve o segundo melhor resultado nacional no índice IDD e foi o primeiro lugar na Bahia, de acordo com o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes - ENADE/MEC. Única universidade do Norte e Nordeste entre as seis melhores escolas de educação executiva do Brasil. Melhor instituição de Ensino Superior particular da Bahia para formar profissionais nas áreas de Direito, Economia, Administração e Engenharia, segundo pesquisa Veja Superguia com empresas de grande porte. Uma das melhores instituições do país no ensino da Tecnologia da Informação pela revista INFO Exame. Primeira instituição particular na Bahia e segunda no Norte e Nordeste na avaliação do CNPq para o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica PIBIC. A evolução na UNIFACS Primeira universidade baiana a reservar em seu vestibular vagas de graduação para candidatos oriundos do Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM). Pioneira na Bahia no uso das provas interdisciplinares para o vestibular dentro do conceito do ENEM e na aplicação de provas do vestibular em um só dia. Primeira do ensino privado na Bahia a implantar sistema de crédito educativo próprio. Primeira Ouvidoria criada por instituição de nível superior privada no Brasil. Primeiro curso de Design na Bahia. Primeira instituição baiana a oferecer Cursos Superiores de Curta Duração (Graduação Tecnológica). Primeira universidade do país, entre particulares e públicas, credenciada pela Agência Nacional de Petróleo (ANP) para o controle da qualidade dos combustíveis. Instituição que coordena o Projeto B5 (mantido pela Petrobras) que analisa a utilização do biocombustível de mamona e soja. Primeira instituição de Ensino Superior da Bahia credenciada pelo MEC para oferecer cursos a distância com turma já formada. Uma das três universidades brasileiras, única baiana, a integrar a Rede Latino-Americana de Profissionais da Cidade, da Unesco, tendo sediado a reunião anual em Única instituição de ensino, entre públicas e particulares, da Bahia a ter um laboratório de Qualidade de Energia Elétrica. Primeiro Escritório Público de Arquitetura e Engenharia da Bahia indicado como Boa Prática de Formação Profissional, segundo a Unesco. Integrante da Rede de Videoconferência (Rede Educação) da Secretaria de Educação do Estado da Bahia (SEC), a maior da América Latina. Parceira do Programa Alfabetização Solidária com mais de 40 mil alunos atendidos desde Parceira do Governo do Estado e de empresas privadas para levar energia elétrica a famílias pobres do interior baiano por meio de energia solar. Único curso de Redes de Computadores a oferecer na matriz curricular a oportunidade de se preparar para certificações profissionais. 3

3 Como ingressar na UNIFACS Para os Cursos de Graduação e Graduação Tecnológica presenciais, oferecidos em Salvador, as inscrições estão abertas de 05 de abril a 04 de maio de 2008: Via Internet, pelo site Presencial, a partir de 07 de abril, nos postos da UNIFACS instalados no Campus Iguatemi PA8: Alameda das Espatódias, 915, Caminho das Árvores, no Campus Paralela PA9: Av. Luís Viana, 3100, Paralela e no Posto de Inscrição da Consultec, localizado no Shopping Salvador Trade Center (térreo), Av. Tancredo Neves, 1632, Caminho das Árvores. A Taxa de inscrição de 05 a 22 de abril de 2008 é de R$ 30,00 (trinta reais) e de 23 de abril a 04 de maio de 2008 será de R$ 40,00 (quarenta reais). ATENÇÃO: pagando apenas uma taxa de inscrição, você pode se inscrever nas duas modalidades de curso: Graduação e Graduação Tecnológica. Formas de Ingresso Pelo Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) Para os candidatos aos cursos de Graduação que optarem pela utilização do resultado do ENEM, são reservadas 80% das vagas de cada curso. Para os candidatos aos cursos de Graduação Tecnológica são reservadas 30% das vagas. Pelo Processo Seletivo de Prova Escrita (PSPE) Para os candidatos aos cursos de Graduação que optarem por realizar o PSPE, são reservadas 20% das vagas de cada curso. Para os candidatos aos cursos de Graduação Tecnológica são reservadas 70% das vagas. Provas objetivas e Prova de Redação. Provas do PSPE Dia 18/05/2008 (domingo), pela manhã, de 08:00h às 12:30h, para os cursos de Graduação e de 08:00h às 10:00h para os cursos de Graduação Tecnológica. ATENÇÃO: O candidato que se inscrever para as duas modalidades de curso (Graduação e Graduação Tecnológica), deverá fazer a prova de 8:00h às 12:30h Quer saber mais sobre a história da UNIFACS? A história da UNIFACS teve início em agosto de 1972 com a criação da Escola de Administração de Empresas da Bahia, que oferecia o prestigiado curso de Administração de Empresas. Este curso, um dos destaques da UNIFACS, já formou mais de 5 mil profissionais. Atualmente, a UNIFACS tem 22 cursos de graduação, 10 cursos de graduação tecnológica, oito cursos na modalidade a distância, 63 cursos de pós-graduação lato sensu (23 especializações, 14 MBAs e outros 26 cursos corporativos para empresas públicas e privadas) e oito cursos stricto sensu (cinco mestrados e três doutorados, dois deles multiinstitucionais e todos recomendados pela Capes). Para o serão oferecidos 15 cursos de Graduação e 10 cursos de Graduação Tecnológica. Entre outras atividades acadêmicas estão os 38 núcleos e grupos de pesquisa institucionalizados e cadastrados no CNPq, e inúmeras atividades de extensão. Em Salvador, os campi UNIFACS ficam situados na Federação, Garibaldi, Iguatemi, Imbuí, Paralela, Costa Azul e Amaralina. No interior, a instituição conta com os campi Feira (Feira de Santana) e Oeste (Barreiras). A missão Gerar e transferir conhecimento, através de educação continuada, inovadora e de excelência, de modo a formar pessoas que contribuam para o desenvolvimento regional, sem perder de vista a necessidade de vivenciarmos e colaborarmos com o fazer educacional para o crescimento da Bahia e do Brasil. 4

4 Índice a. Apresentação... 6 b. Regulamentação do Processo Seletivo... 6 c. Formas de ingresso... 6 d. Cursos, Vagas e Turnos Oferecidos... 7 e. Inscrição... 9 Opções de Curso... 9 Período... 9 Taxa... 9 Locais... 9 Via Internet (não-presencial)... 9 Presencial... 9 Procedimentos para a inscrição Inscrição por Procuração Inscrição de Candidato Treineiro Inscrição de Portadores de Deficiência f. Forma de ingresso pelo ENEM Vagas Número de Inscrição Apuração do resultado Matrícula g. Forma de ingresso pelo PSPE Vagas Provas Aplicação das provas Processo de Avaliação Classificação Matrícula h. Divulgação do Resultado e Convocação para Matrícula i. Matrícula Documentos exigidos j. Mensalidades k. Crédito educativo/ Bolsas de Estudo l.informações adicionais m. Conteúdo programático das provas n. Instruções para preenchimento do Requerimento de inscrição Anexo 1 - Solicitação de tempo adicional - Portadores de Deficiência Anexo 2 - Tabela de Estabelecimentos Anexo 3 - Questionário sociocultural

5 a. APRESENTAÇÃO O conteúdo deste Manual complementa o Edital de Abertura do Processo Seletivo para ingresso nos cursos presenciais de Graduação e Graduação Tecnológica da UNIFACS oferecidos no município de Salvador, publicado dentro das normas da legislação vigente. O Processo Seletivo será aberto a todos os interessados, concluintes ou não do Ensino Médio, ou equivalente, necessitando estes, para a efetivação da matrícula, além de outras exigências, comprovar a conclusão do Ensino Médio. Leia com atenção todo o conteúdo deste Manual, pois a inscrição realizada implica na aceitação de todas as normas e procedimentos aqui descritos. b. REGULAMENTAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO O Processo Seletivo para ingresso nos cursos de Graduação e Graduação Tecnológica da Universidade Salvador - UNIFACS está regulamentado pela Lei nº de 20/12/96, pelo Regimento Geral da Universidade, por este Manual e pelos Editais publicados que o complementam e tem por objetivo a seleção e classificação de candidatos à matrícula no 2º semestre dos Cursos Superiores, presenciais, de Graduação e Graduação Tecnológica da Universidade. Consistirá na avaliação de conhecimentos comuns às diversas modalidades do Ensino Médio, estando o seu planejamento e execução sob a inteira responsabilidade da CONSULTEC - Consultoria em Projetos Educacionais e Concursos Ltda., organização externa contratada para esse fim. c. FORMAS DE INGRESSO 1. Pelo Exame Nacional do Ensino Médio - ENEM Poderá ingressar na UNIFACS o candidato submetido ao ENEM que atingir a pontuação mínima na Prova de Redação para ser classificado e convocado, de acordo com o número de vagas disponibilizadas para os cursos oferecidos sob esta forma de ingresso. Veja mais informações sobre o ENEM na página 11. ATENÇÃO: O candidato que optar pela utilização do resultado do ENEM para ingresso em um curso e que, após o processo de classificação e convocação não realizar a matrícula, perde o direito a vaga nesta modalidade. Encerrado o prazo para matrícula dos candidatos classificados no Processo Seletivo de Prova Escrita PSPE e havendo vagas remanescentes em cursos, a UNIFACS poderá convocar para realizar matrícula no prazo estabelecido em edital, candidatos classificados na forma de ingresso do ENEM, e que não realizaram matrícula no prazo estabelecido para aquela etapa do processo seletivo. O candidato que não for classificado pelo ENEM, passará automaticamente a concorrer às vagas do PSPE, em cadastro único, devendo, para tanto, submeter-se ao Processo Seletivo de Prova Escrita (PSPE) no dia 18/05/ Pelo Processo Seletivo de Prova Escrita - PSPE Poderá ingressar na UNIFACS o candidato submetido ao Processo Seletivo de Prova Escrita (PSPE), que avalia conhecimentos e habilidades adquiridas ao longo da Educação Básica, que atingir a pontuação mínima na Prova de Redação para ser classificado e convocado, de acordo com o número de vagas disponibilizadas para os cursos oferecidos sob esta forma de ingresso. Veja mais informações sobre o PSPE na página 12. Independentemente da forma de ingresso, será nula, de pleno direito, a classificação do candidato que tenha participado do Processo Seletivo para ingresso nos Cursos da UNIFACS fazendo uso de documentos falsos ou utilizando-se de meios ilícitos. 6

6 d. CURSOS, VAGAS E TURNOS OFERECIDOS Os cursos de Graduação e Graduação Tecnológica oferecidos sob a forma presencial em Salvador para o Multivestibular , os códigos para inscrição, os turnos, as vagas, as respectivas habilitações, a quantidade de alunos por turma, a duração e o local de funcionamento estão relacionados na tabela a seguir: d.1. Cursos de Graduação Cursos Administração Renovação de Reconhecimento, Portaria Ministerial nº 986, de D.O.U. de Arquitetura e Urbanismo Renovação de Reconhecimento, Portaria Ministerial n º 322, de D.O.U. de Ciência da Computação Reconhecido pela Portaria Ministerial nº 3.124, de D.O.U. de Ciências Contábeis, ênfase em Finanças Corporativas Reconhecido pela Portaria Ministerial nº 1.574, de D.O.U. de Comunicação Social, habilitação em Publicidade e Propaganda Renovação de Reconhecimento, Portaria Ministerial nº 4.237, de D.O.U. de Design, habilitação em Comunicação Visual com ênfase em Meios Digitais Reconhecido pela Portaria Ministerial nº 1.351, de D.O.U. de Engenharia Civil Renovação de Reconhecimento, Portaria Ministerial n º 322, de D.O.U. de Engenharia de Computação Autorizado pela Resolução CONSUNI 19/2005 de Engenharia de Produção Reconhecido pela Portaria Ministerial nº 1088 de D.O.U Código para Inscrição Turnos Vagas Totais Vagas ENEM Vagas PSPE 101 Matutino Noturno Matutino Vespertino Alunos por Turma Duração do curso 55 4 anos 45 5 anos 310 Matutino anos 103 Noturno Matutino anos 3 anos e meio 430 Matutino anos 312 Matutino anos 340 Matutino anos 315 Noturno anos Local de Funcionamento Campus Iguatemi - PA8 Al. das Espatódias, 915, Caminho das Árvores Campus Amaralina PA3 Rua Visconde de Itaboraí, 9799, Amaralina Campus Iguatemi - PA8 Al. das Espatódias, 915, Caminho das Árvores Campus Iguatemi - PA8 Al. das Espatódias, 915, Caminho das Árvores Campus Imbuí PA5 Av. Jorge Amado, 780, Boca do Rio Campus Imbuí PA5 Av. Jorge Amado, 780, Boca do Rio Campus Federação PA2 Av. Cardeal da Silva, 747, Federação Campus Federação PA2 Av. Cardeal da Silva, 747, Federação Campus Federação PA2 Av. Cardeal da Silva, 747, Federação Engenharia Elétrica com Habilitações em Eletrônica e Eletrotécnica Renovação de Reconhecimento, Portaria Ministerial n º 322, de D.O.U. de Engenharia Mecânica Renovação de Reconhecimento, Portaria Ministerial n º 322, de D.O.U. de Engenharia Mecatrônica Autorizado pela Resolução CONSUNI 20/2005 de Engenharia Química Reconhecido pela Portaria Ministerial nº 2.197, de D.O.U Psicologia Formação de Psicólogo Reconhecido pela Portaria Ministerial nº 2.150, de D.O.U. de Sistemas de Informação Reconhecido pela Portaria Ministerial nº 52 de D.O.U de Matutino anos 318 Matutino anos 344 Matutino anos 320 Matutino anos 638 Matutino anos 323 Noturno anos Campus Federação PA2 Av. Cardeal da Silva, 747, Federação Campus Paralela PA7 Av. Luis Viana, s/n, Paralela Campus Paralela PA7 Av. Luis Viana, s/n, Paralela Campus Federação PA2 Av. Cardeal da Silva, 747 Federação Campus Iguatemi PA8 Al. das Espatódias, 915, Caminho das Árvores Campus Iguatemi - PA8 Al. das Espatódias, 915, Caminho das Árvores 7

7 1. Até o 6º semestre o curso de Engenharia Elétrica funciona nos turnos matutino e noturno. A partir do 7º semestre, funciona apenas no turno noturno. 2. Até o 4º semestre os cursos de Engenharia Civil, Engenharia de Computação, Engenharia de Produção, Engenharia Mecânica, Engenharia Mecatrônica e Engenharia Química e funcionam nos turnos matutino e noturno. A partir do 5º semestre, esses cursos funcionam apenas no turno noturno. 3. O Estágio Supervisionado de cada semestre do Curso de Psicologia será oferecido no turno oposto (vespertino) àquele em que o aluno se encontra regularmente matriculado. d.2. Cursos de Graduação Tecnológica Cursos Código para Inscrição Turnos Vagas Totais Vagas ENEM Vagas PSPE Alunos por Turma Duração do curso Local de Funcionamento Criação e Desenvolvimento de Websites - Autorizado pela Resolução CONSUNI 18/2005 de Noturno anos e meio Campus Imbuí PA5 Av. Jorge Amado, 780, Boca do Rio Design de Interiores Autorizado pela Resolução CONSUNI 15/2006 de Matutino Vespertino Noturno anos Campus Amaralina PA3 Rua Visconde de Itaboraí, 9799, Amaralina Design e Gestão de Moda 815 Matutino Autorizado pela Resolução CONSUNI 11/2006 de Noturno anos Campus Paralela PA9 Luiz Viana Filho, 3100 Paralela Estética Autorizado pela Resolução CONSUNI 16/2006 de Noturno anos Campus Paralela PA9 Luiz Viana Filho, 3100 Paralela Gestão Ambiental 801 Matutino Autorizado pela Resolução CONSUNI 12/2006 de Noturno anos Campus Paralela PA9 Luiz Viana Filho, 3100 Paralela Gestão de Eventos Autorizado pela Resolução CONSUNI 13/2006 de Matutino Noturno anos Campus Paralela PA9 Luiz Viana Filho, 3100 Paralela Gestão de Instituições de Saúde Autorizado pela Resolução CONSUNI 14/2006 de Noturno anos Gestão de Varejo 850 Matutino Autorizado pela Resolução CONSUNI 09/2006 de Noturno Logística 835 Matutino Autorizado pela Resolução CONSUNI 10/2006 de Noturno anos 55 2 anos Campus Iguatemi PA8 Al. das Espatódias, 915, Caminho das Árvores Campus Iguatemi PA8 Al. das Espatódias, 915, Caminho das Árvores Campus Paralela PA9 Luiz Viana Filho, 3100 Paralela Redes de Computadores 845 Matutino Autorizado pela Resolução CONSUNI 17/2005 de Noturno anos e meio Campus Paralela PA9 Luiz Viana Filho, 3100 Paralela Informações comuns aos cursos de Graduação e Graduação Tecnológica 1. A Universidade Salvador - UNIFACS, desde que considere importante para a melhor qualidade do respectivo Projeto Pedagógico, reserva-se o direito de alterar o local para o funcionamento total ou parcial de qualquer um de seus cursos. 2. Quando o número de matriculados em determinado curso/habilitação/turno for igual ou inferior a 50% (cinqüenta por cento) do número total de vagas oferecidas naquele turno, fica a critério da Universidade Salvador oferecer o curso neste turno ou realizar a transferência dos alunos para outro turno. Se, ainda assim, após a transferência, a união de turnos resultar em uma turma com número igual ou inferior a 50% (cinqüenta por cento) do número total de vagas oferecidas neste turno, a Universidade Salvador poderá deixar de oferecer o curso/habilitação. 3. A partir do 2º semestre, se qualquer curso/habilitação/turno apresentar número de alunos matriculados inferior a 50% do total das vagas ofertadas para aquele turno, a Universidade Salvador poderá deixar de oferecer a turma, realizando transferência dos alunos para um único turno. 8

8 e. INSCRIÇÃO Somente serão aceitas inscrições de candidatos que estejam concluindo o Ensino Médio, ou equivalente ou que possuam o Certificado de conclusão deste nível de ensino, obtido pela via regular ou da suplência. A inscrição no Processo Seletivo será feita sob condição de que o candidato apresente prova da conclusão do Ensino Médio (2º grau) ou equivalente no ato da matrícula. Poderão inscrever-se no Processo Seletivo, candidatos com curso concluído de Ensino Médio (2ºgrau) ou equivalente, observando o seguinte: a) Se o candidato estiver cursando a última série do Ensino Médio (2º grau), fica ciente de que a não apresentação no ato da matrícula, do Certificado de Conclusão do referido curso, acarretará, irrecorrivelmente, sua automática desclassificação e conseqüente perda do direito à vaga. b) O candidato que depender de resultados de Exame Supletivo de Ensino Médio (2ºgrau), fica ciente de que a não comprovação da aprovação naquele Exame até o ato da matrícula desclassifica-o automaticamente. 1. Opções de Curso 1.1. Para os cursos de Graduação O candidato poderá fazer duas opções de curso de Graduação ao se inscrever bastando preencher os campos 17 (com a 1ª opção de curso de Graduação) e 18 (com a 2ª opção de curso de Graduação) do Requerimento de Inscrição. ATENÇÃO! O candidato inscrito em curso de Graduação poderá se inscrever também para um curso de Graduação Tecnológica, em turno oposto ao escolhido para a Graduação, bastando, para isso, preencher o campo 19 do Requerimento de Inscrição com o código do respectivo curso. Se aprovado, o candidato será convocado, também, para este curso como 1ª opção O candidato não poderá indicar como 2ª opção o curso/habilitação escolhido como 1ª opção, independente de o curso/habilitação oferecer turnos diferentes, ou seja, o candidato deverá escolher curso/habilitação distintos tanto em 1ª como em 2ª opção. Caso o candidato escolha o mesmo curso/habilitação na 1ª e na 2ª opção de curso, a 2ª opção será automaticamente cancelada Para os cursos de Graduação Tecnológica O candidato poderá fazer apenas uma opção de curso de Graduação Tecnológica ao se inscrever bastando preencher o campo 17 (com a 1ª opção de curso de Graduação Tecnológica). Os cursos de Graduação Tecnológica não têm 2ª opção. ATENÇÃO! O candidato inscrito em curso de Graduação Tecnológica poderá se inscrever também para um curso de Graduação, em turno oposto ao escolhido para Graduação Tecnológica, bastando, para isso, preencher o campo 18 (com opção de curso) do Requerimento de Inscrição com o código do respectivo curso de Graduação. Se aprovado, o candidato será convocado, também, para este curso como 1ª opção. 2. Período de Inscrição: de 05 de abril a 04 de maio de Taxa de inscrição até o dia 22 de abril de 2008, será de R$ 30,00 (trinta reais); a partir do dia 23 de abril e até o dia 04 de maio de 2008, será de R$ 40,00 (quarenta reais) A taxa de inscrição inclui um exemplar do Manual do Candidato e um Requerimento de Inscrição. Para as inscrições via internet o Requerimento de Inscrição e o Manual do Candidato estão disponíveis no site Para as inscrições presenciais o Requerimento de Inscrição e o Manual do Candidato serão entregues pelo Atendente do posto presencial, após a apresentação pelo candidato do comprovante de depósito da taxa de inscrição devidamente quitado. 4. Locais de Inscrição 4.1. Inscrição via Internet (Não Presencial) Realizada através da home-page com atendimento 24 horas (de 05/04/2008 a 04/05/2008) Inscrição Presencial Será realizada nos seguintes Postos: no Campus Iguatemi PA8 (UNIFACS) Dias e horários: de segunda à sexta-feira, no horário de 8:00h às 20:00h e aos sábados de 8:00h às 12:00h. Local: Alameda das Espatódias, 915, Caminho das Árvores, Salvador-Bahia no Campus Paralela PA9 (UNIFACS) Dias e horários: de segunda à sexta-feira, no horário de 8:00h às 20:00h e aos sábados de 8:00h às 12:00h. Local: Av. Luís Viana, 3100, Paralela, Salvador-Bahia 9

9 no Shopping Salvador Trade Center (térreo) Posto da Consultec Dias e horários: de segunda à sexta feira, no horário de 9:00h às 20:00h e aos sábados, das 9:00h às 15:00h. Local: Av. Tancredo Neves, 1632, Caminho das Árvores, Salvador Bahia 5. Procedimentos para a Inscrição 5.1. Para realizar a inscrição via internet (Não Presencial) o candidato deve: a) acessar a home-page e seguir as orientações contidas na tela; b) ler o Manual do Candidato e preencher, cautelosamente, o Requerimento de Inscrição on line, conforme instruções contidas no site; c) imprimir o boleto bancário e efetuar o pagamento exclusivamente por esta forma, em qualquer agência bancária Para realizar a inscrição Presencial o candidato deve: a) realizar o pagamento da Taxa por meio de depósito bancário, comum e identificado com o nome do candidato, a crédito da FACS SERVIÇOS EDUCACIONAIS LTDA, Banco Bradesco, Conta corrente nº , Agência ; b) dirigir-se a um dos postos de atendimento listados no item 4.2 acima; c) apresentar o comprovante original do depósito bancário; d) receber e ler o Manual do Candidato, preenchendo, cuidadosamente, o Requerimento de Inscrição, atentando para as instruções ali contidas e entregá-lo ao Atendente, devidamente preenchido; e) receber o comprovante de entrega do Requerimento de Inscrição, que deverá estar autenticado e assinado pelo Atendente A inscrição só se convalidará seja Presencial ou Não Presencial, com o pagamento da taxa indicada nos prazos estabelecidos neste Manual e com a entrega, no ato da matrícula, da comprovação de conclusão do Ensino Médio ou equivalente O candidato deve acessar a home-page para verificar a situação da sua inscrição cinco dias após o pagamento da taxa de inscrição. 6. Cancelamento da inscrição A inscrição será cancelada automaticamente quando houver: a) duplicidade de inscrição, permanecendo a mais recente; b) documentação irregular ou incompleta, apresentada no ato da matrícula; c) Requerimento de Inscrição com rasuras e/ou com duplicidade de marcação no campo de opção de cursos ou, para os inscritos nos cursos de Graduação, rasura e/ou com duplicidade de marcação também no campo de opção de língua estrangeira; d) pagamento da taxa de inscrição com cheque sem a devida compensação e nos casos de débito em conta corrente com ausência de saldo; e) preenchimento do Requerimento de Inscrição sem a indicação das opções de curso. 7. Inscrição por Procuração Em caso de impedimento do candidato a Inscrição Presencial poderá ser realizada por outra pessoa desde que apresente e anexe uma procuração simples que dispensa reconhecimento da firma, informando além dos dados inerentes a este instrumento, a opção de curso/habilitação/turno e língua estrangeira (essa última, apenas para os inscritos nos cursos de Graduação). 8. Inscrição de candidato Treineiro (apenas para os Cursos de Graduação) Esta é uma inscrição destinada ao candidato não concluinte do Ensino Médio, ou equivalente, e que está realizando o Processo Seletivo de Prova Escrita - PSPE somente para teste. O treineiro somente poderá participar do PSPE, não podendo utilizar os resultados do ENEM. O registro do candidato para esta opção, será feito através do preenchimento do campo próprio no Requerimento de Inscrição, não sendo responsabilidade da Instituição confirmar a referida opção com o candidato O participante treineiro só terá direito a indicar a 1ª opção de curso ao se inscrever no Processo Seletivo de Prova Escrita, fazendo parte de uma lista específica, portanto, sem direito à convocação para matrícula. O candidato Treineiro deve seguir todas as exigências do Manual do Candidato para a realização do PSPE. 9. Inscrição de Portadores de Deficiência 9.1. No ato da inscrição, o candidato portador de deficiência deverá declará-la no próprio Requerimento de Inscrição, bem como especificar os recursos adicionais necessários para a realização da Prova, se for o caso O candidato portador de deficiência que necessitar de tempo adicional para a realização da prova deverá requerêlo (conforme Anexo I deste Manual), com justificativa acompanhada de parecer emitido por especialista da área O Laudo Médico e a solicitação de tempo adicional se for o caso, deverão ser entregues nos Postos de Inscrição Presencial, até o dia 04 de maio de A não observância destas exigências acima, desobriga a Universidade de qualquer atendimento especial. 10

10 10. Orientações importantes 10.1 Após a efetivação da Inscrição, não será permitida, sob nenhuma hipótese, troca de opção de curso, de turno ou, se for o caso, de língua estrangeira Independente da forma de inscrição realizada é de inteira responsabilidade do candidato a veracidade dos dados informados para a efetivação da inscrição, bem como o fornecimento dos documentos exigidos no ato da matrícula, sem os quais a inscrição será cancelada A critério da Universidade Salvador - UNIFACS poderá não ser oferecido o curso/habilitação ou o turno de um curso/habilitação em que não houver número de inscritos em 1ª opção (excluídos os treineiros ) equivalente a 150% do número de vagas fixadas O candidato inscrito no curso/habilitação/turno de 1ª e de 2ª opção que não for oferecido, na forma do item acima, poderá reoptar por outro curso/habilitação ou turno em 1ª e em 2ª opção para efeito de classificação no Processo Seletivo. Havendo necessidade de reopção de curso, a UNIFACS enviará comunicado ao candidato, no endereço indicado no Requerimento de Inscrição O candidato inscrito apenas em 1ª opção que não desejar a reopção, poderá requerer a devolução do valor pago da inscrição, conforme as orientações contidas em Edital específico a ser publicado, hipótese única em que poderá haver devolução daquele valor pago e automaticamente, o cancelamento da inscrição O candidato inscrito na Graduação, em curso/habilitação/turno de 1ª opção que não for oferecido e que não realizar reopção de curso e não requerer a devolução do valor pago correspondente à taxa de inscrição no prazo estabelecido, para efeito de nova convocação no Processo Seletivo, terá considerado o curso indicado no Requerimento de Inscrição em 2ª opção O candidato inscrito na Graduação em curso/habilitação/turno de 2ª opção que não for oferecido e não realizar reopção de curso no prazo determinado, terá considerada apenas a 1ª opção de curso para efeito de nova convocação Caso seja constatada a existência de mais de um Requerimento de Inscrição de um mesmo candidato, será considerada válida a inscrição realizada com data mais recente, anulando-se as demais O candidato que optar por um curso de Graduação e que não registrar a opção de Língua Estrangeira no Requerimento de Inscrição, fará prova de Língua Inglesa. f. FORMA DE INGRESSO PELO ENEM 1. Vagas - Para o Processo Seletivo e ingresso nos cursos de Graduação, são disponibilizadas 80% das vagas de cada curso/turno para os candidatos que optarem em utilizar os resultados do ENEM (Exame Nacional de Ensino Médio). Para ingresso nos cursos de Graduação Tecnológica, são disponibilizadas 30% das vagas. A participação no ENEM, entretanto, não dispensa o candidato da apresentação do certificado de conclusão do Ensino Médio no ato da matrícula. Serão aproveitados os resultados do ENEM dos últimos 5 (cinco) anos, ou seja, de 2003 a 2007, visto que o INEP/MEC mantém os registros em sua base de dados do período assinalado. 2. Número de Inscrição - ENEM - Para o aproveitamento do resultado do ENEM para fins de classificação no Processo Seletivo, o candidato deverá, obrigatoriamente, registrar o seu número de inscrição do ENEM, no Requerimento de Inscrição. Caso este número informado esteja incorreto ou em duplicidade, o candidato perderá o direito a concorrer às vagas nesta modalidade, passando automaticamente a concorrer às demais vagas, em cadastro único, submetendo-se ao Processo Seletivo de Prova Escrita (PSPE) O número de inscrição do ENEM possui 12 dígitos e inicia sempre com o ano de realização do Exame, por exemplo: Se o candidato desejar aproveitar o resultado do ENEM do ano de 2005, o número obrigatoriamente será iniciado com 2005XXXXXXXX. Caso não saiba o número, o candidato deve obter informações pelo telefone do Programa Fala Brasil ou pela Internet, no site A UNIFACS não se responsabilizará por incorreções no número de inscrição do ENEM informado pelo candidato. Se o INEP informar que o número registrado pelo candidato está incorreto, este passará, automaticamente, a concorrer ao PSPE. 3. Apuração do Resultado - A Redação eliminará o candidato que não obtiver desempenho igual ou superior a 20% do total de pontos da Prova. A Classificação Final do candidato se dará por ordem decrescente de pontuação, atingida pelo candidato, resultante do somatório entre a Prova objetiva e a Prova de Redação, de acordo com o número de vagas disponibilizadas para cada curso/habilitação/turno, nessa modalidade de ingresso Havendo empate de resultados, terá prioridade para classificação a maior nota obtida na Prova de Redação. Permanecendo o empate, privilegiar-se-á a maior nota na primeira competência da prova objetiva e assim sucessivamente. Caso o INEP não disponibilize em tempo hábil as notas por competência, será priorizado o candidato com maior idade Será divulgado até o dia 12/05/2008 o resultado dos candidatos que optaram pelo aproveitamento do ENEM. Caso o INEP/MEC não informe os resultados até o dia 09/05/2008, o candidato que optar pela modalidade de ingresso ao curso com utilização do resultado desse Exame, deverá se submeter ao PSPE realizando a prova no dia 18/05/2008, perdendo o direito à reserva de vaga nesta modalidade. 4. Matrícula - Será convocado para matrícula o candidato que for classificado dentro do limite de vagas disponibilizadas para esta forma de ingresso. O candidato convocado deverá realizar matrícula, obedecendo às datas divulgadas em Edital específico, apresentando os documentos indicados, conforme item i, subitem 2 deste Manual. 11

11 4.1. Havendo cancelamento de matrícula por qualquer candidato a ingresso pelo ENEM, poderão ser convocados novos candidatos classificados, obedecido o limite de vagas e a data limite para efetivação da matrícula. 5. O candidato que optar pela utilização do resultado do ENEM e que, após o processo de classificação e convocação não realizar matrícula, perde o direito à vaga do curso nesta modalidade. Encerrado o prazo para matrícula dos candidatos classificados no Processo Seletivo de Prova Escrita PSPE e havendo vagas remanescentes em cursos, a UNIFACS poderá convocar para realizar matrícula no prazo estabelecido em edital, candidatos classificados na forma de ingresso do ENEM, e que não realizaram matrícula no prazo estabelecido para aquela etapa do processo seletivo. O candidato que não for classificado pelo ENEM, passará automaticamente a concorrer às vagas do PSPE, em cadastro único, devendo, para tanto, submeter-se ao Processo Seletivo de Prova Escrita (PSPE) no dia 18/05/2008. Atenção: Na hipótese de restarem vagas entre as reservadas para o ENEM, estas serão incorporadas às vagas totais reservadas para o Processo Seletivo de Prova Escrita (PSPE). g. FORMA DE INGRESSO PELO PSPE 1. Vagas - Para o Processo Seletivo dos cursos de Graduação, são disponibilizadas 20% das vagas de cada curso/turno. Para os cursos de Graduação Tecnológica, são disponibilizadas 70% das vagas de cada curso/turno para os candidatos que optarem em realizar o Processo Seletivo de Prova Escrita (PSPE). 2. O Processo Seletivo de Prova Escrita (PSPE) é constituído de provas com questões objetivas, de múltipla escolha, da seguinte forma: 2.1. Para os cursos de Graduação Haverá uma Prova com 55 (cinqüenta e cinco) questões objetivas, abrangendo conteúdos de Comunicação e Expressão, Ciências Físicas e Biológicas, Ciências Humanas/Atualidades e Matemática, além da Prova de Redação A área de Comunicação e Expressão conterá 2(duas) provas objetivas que versarão sobre Língua Portuguesa/ Literatura Brasileira e Língua Estrangeira, e uma prova de Redação O candidato que não registrar a opção de Língua Estrangeira no Requerimento de Inscrição fará prova de Língua Inglesa A área de Ciências Físicas e Biológicas conterá uma prova com questões objetivas abordando conteúdos de Física, Química e Biologia, apresentadas de forma interdisciplinar A área de Ciências Humanas/Atualidades conterá uma prova com questões objetivas abordando conteúdos de Geografia e História/Atualidades, apresentadas de forma interdisciplinar A disciplina Matemática conterá questões objetivas As Provas serão idênticas em conteúdo e em número de questões para todos os candidatos aos Cursos de Graduação e terão os mesmos pesos, conforme tabela a seguir: Áreas/ Provas Comunicação e Expressão / Língua Portuguesa/ Literatura Brasileira Comunicação e Expressão/ Redação Comunicação e Expressão / Língua Estrangeira Ciências Humanas/ Atualidades Ciências Físicas e Biológicas Matemática Pesos 3,0 3,0 1,5 2,0 2,0 2,0 Nº de Questões 10 X Considerando a natureza dos cursos de Graduação oferecidos, a Prova objetiva terá caráter interdisciplinar e será elaborada a partir de uma Matriz, evidenciando as competências e habilidades que precisam ser demonstradas pelos candidatos. A Matriz de Competências e Habilidades encontra-se disponível neste Manual no item relativo ao Conteúdo Programático para os cursos de Graduação As Provas serão idênticas em conteúdo e em número de questões para todos os candidatos, independente do curso. Nessa Prova, o candidato deverá demonstrar: capacidade de ler e interpretar textos informativos e de identificar recursos de que dispõe a Língua como meio de comunicação; capacidade de utilização do raciocínio lógico matemático como instrumento de resolução de problemas e de sua aplicação em outras áreas do conhecimento, valorizando a contextualização; percepção das transformações que ocorrem no micro e no macro contexto socioeconômico, político e cultural da sociedade e suas inter-relações 12

12 2.2. Para os cursos de Graduação Tecnológica Haverá uma Prova, com 20 (vinte) questões objetivas, abrangendo conteúdos de Comunicação e Expressão e Matemática, além da Prova de Redação A área de Comunicação e Expressão conterá uma prova que versará sobre Língua Portuguesa/Literatura Brasileira e uma prova de Redação A disciplina Matemática conterá questões objetivas As Provas serão idênticas em conteúdo e em número de questões para todos os candidatos aos cursos de Graduação Tecnológica e terão os mesmos pesos, conforme tabela a seguir: Áreas/Provas Comunicação e Expressão/ Língua Portuguesa /Literatura Brasileira Comunicação e Expressão/Redação Matemática Considerando a natureza dos cursos de Graduação Tecnológica oferecidos, a prova objetiva terá caráter interdisciplinar e será elaborada a partir de uma Matriz, evidenciando as competências e habilidades que precisam ser demonstradas pelos candidatos. A Matriz de Competências e Habilidades encontra-se disponível neste Manual no item relativo ao Conteúdo Programático para os cursos de Graduação Tecnológica As Provas serão idênticas em conteúdo e em número de questões para todos os candidatos, independente do curso. Nessa Prova, o candidato deverá demonstrar: capacidade de ler e interpretar textos informativos e de identificar recursos de que dispõe a Língua como meio de comunicação; capacidade de utilização do raciocínio lógico matemático como instrumento de resolução de problemas e de sua aplicação em outras áreas do conhecimento, valorizando a contextualização; 3. Prova de Redação 3.1 Tanto para os candidatos aos Cursos de Graduação como para os candidatos aos Cursos de Graduação Tecnológica, a Prova de Redação apresentará um tema, a partir da informação e afirmação de textos ou fragmentos apresentados. O candidato poderá adotar uma linha de abordagem utilizando uma das seguintes formas de produção de texto: a) dissertativa, em que sejam demonstrados valores, opiniões, crenças, hipóteses, idéias, em suma os aspectos axiológicos ou cognitivos para esse tipo de produção textual; b) narrativa, em que sejam evidenciados, fatos, ocorrências, relatos, tramas e ações, dentro de uma linha temporal, própria de textos inerentes a esse tipo de composição. c) persuasiva, em que se constitua uma peça capaz de convencer o destinatário sobre a posição do argumento de um dos textos ou fragmentos apresentados como subsídios para a sua produção textual. 4. Aplicação das Provas Pesos 1,0 1,0 1,0 Nº de Questões 10 X As provas serão aplicadas no dia 18/05/2008 (domingo), pela manhã, das 08:00h às 12:30h para os cursos de Graduação e das 08:00h às 10:00h para os cursos de Graduação Tecnológica. ATENÇÃO: O candidato que se inscrever para as duas modalidades de curso (Graduação e Graduação Tecnológica), fará prova de 8:00h às 12:30h O candidato deverá acessar o site a partir do dia 15/05/2008 e verificar o local onde fará a prova ou, se preferir, entrar em contato com a UNIFACS pelo Os portões para acesso aos locais de prova serão abertos às 7:20h e fechados às 8:00h, devendo o candidato chegar ao local com, pelo menos, 30 (trinta) minutos de antecedência da abertura dos portões Só será permitido o acesso à sala de Prova ao candidato que apresentar o original do documento de identidade (RG) cujo número registrou no seu Requerimento de Inscrição. Em caso de perda desse documento, de não apresentação ou de apresentação de documento danificado, o candidato deverá se submeter aos procedimentos definidos junto à representação do Instituto Pedro Melo, instalada no local de aplicação da Prova Durante a realização das Provas é vedado o uso de máquinas calculadoras ou similares, telefones celulares, rádios, gravadores, pastas, bolsas e relógios de qualquer natureza, consulta a qualquer tipo de documento ou livro. 13

13 É recomendado que o candidato leve apenas para a sala de Prova o que for utilizar. Todos os seus pertences deverão permanecer sob sua carteira. A Universidade não se responsabiliza pelos mesmos Para realização da Prova, o candidato deverá usar lápis preto, caneta esferográfica de tinta azul ou preta escrita grossa - e borracha macia A permanência mínima do candidato ao curso de Graduação em sala será de 1 (uma) hora e 30 (trinta) minutos e do candidato inscrito para os cursos de Graduação Tecnológica será de 1 (uma) hora. Em qualquer das situações, o candidato só poderá levar seu Caderno de Provas após uma permanência mínima de 2 (duas) horas na sala de Provas O candidato é o único responsável pelo manuseio do Caderno de Provas, pela marcação das Folhas de Respostas e pela sua devolução, bem como pela compreensão das instruções ali constantes. O fiscal poderá orientar somente sobre os procedimentos de aplicação definidos pela organização do Processo Seletivo. 5. Processo de Avaliação 5.1. Tanto para os inscritos nos Cursos de Graduação como para os inscritos nos Cursos de Graduação Tecnológica, as Provas Objetivas serão avaliadas pelo total de acertos obtidos pelos candidatos A Redação eliminará o candidato que não obtiver desempenho igual ou superior a 20% do total de pontos da Prova A Redação será avaliada considerando-se: a) entendimento do tema proposto; b) clareza de argumentação/senso crítico; c) seletividade de informação; d) criatividade/originalidade; e) utilização da norma culta da Língua Portuguesa Será anulada a Redação que: a) fugir ao tema proposto; b) apresentar texto padronizado quanto à estrutura, seqüência e vocabulário comuns a vários candidatos (nariz-de-cera); c) for redigida sob a forma de verso; d) apresentar texto sob forma não articulada verbalmente (apenas com desenhos, números e palavras soltas); e) for assinada fora do local apropriado, destinado à Assinatura; f) apresentar qualquer sinal que, de alguma forma, possibilite a identificação do candidato; g) for escrita a lápis, em parte ou totalmente; h) for redigida em folha que não seja a de Redação O Processo Seletivo de Prova Escrita (PSPE) é classificatório. Assim, o que realmente interessa é a posição relativa do indivíduo no grupo. Para determinar essa posição, são utilizadas as várias notas obtidas nas Provas que, somadas, são expressas em uma só nota (média final ou escore global). Dois números só podem ser somados se estiverem expressos na mesma escala de medida. É o que faz o Escore Padronizado, transformando as notas da prova de cada disciplina numa escala padronizada. Na avaliação de cada prova do Processo Seletivo de Prova Escrita (PSPE), o Escore Padronizado tem média igual a 500 (quinhentos) e desvio padrão igual a 100 (cem). Para sua determinação, o programa de computação eletrônica. conta o total de acertos de cada candidato em cada prova (nota bruta). calcula a média e desvio padrão (índice de variação entre os indivíduos) dos acertos de todos os candidatos de cada prova. Cálculo da Média: ΣXi X = N Cálculo do desvio padrão: S = Σ( Xi x) N 2 X = médiado grupo Xi = notabrutado candidato S = desvio padrão N = númerode candidatos Σ = somatória Transforma-se o total de acertos de cada candidato em nota padronizada, calculando-se a diferença entre o total de acertos do candidato na prova e a média dos acertos da prova. A seguir, divide-se essa diferença pelo desvio padrão da prova, multiplica-se o resultado por 100 e, somam-se 500: Xi x NP = S 14

14 Multiplica-se a nota padronizada do candidato em cada prova pelo respectivo peso: NP x PESO = Total de Pontos da Prova A classificação dos candidatos obedecerá às seguintes etapas: cálculo do escore bruto de cada candidato; cálculo dos escores padronizados; cálculo dos escores globais de cada candidato. 6. Classificação 6.1. O candidato que participar do Processo Seletivo de Prova Escrita (PSPE) será classificado por ordem decrescente de escore global obtido como pontuação final As vagas serão preenchidas pelo sistema de classificação, considerando-se o total de pontos obtidos pelo candidato e obedecendo-se à ordem de classificação dos Escores Globais atingidos Ocorrendo empate de resultados, serão aplicados os seguintes critérios para o desempate, na ordem que se encontram, tendo preferência quem tiver: Para os cursos de Graduação a) maior nota na Prova de Redação; b) maior nota na prova de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira; c) maior nota na prova de Ciências Humanas; d) maior nota na prova de Matemática; e) maior nota na prova de Língua Estrangeira; f) maior nota na prova de Ciências Físicas e Biológicas; g) maior idade Para os cursos de Graduação Tecnológica a) maior nota na Prova de Redação; b) maior número de acertos nas questões de Comunicação e Expressão em Língua Portuguesa e Literatura Brasileira; c) maior número de acertos nas questões de Matemática; d) maior idade No PSPE far-se-á a classificação de cada candidato por curso/habilitação e turno escolhido em 1ª opção e por curso/ habilitação e turno escolhido em 2ª opção, obedecendo-se a ordem de classificação, segundo os Escores Globais, até o limite de vagas oferecidas em cada curso/habilitação e turno Mesmo havendo vagas, não será classificado no PSPE o candidato que: a) deixar de comparecer à realização das Provas; b) não obtiver o aproveitamento mínimo exigido na Prova de Redação de acordo com o estabelecido na letra g, item 5.2; c) utilizar meios ilícitos para realização da Prova ou praticar atos contra as normas ou a disciplina deste Processo Seletivo. 7. Matrícula - Será convocado para matrícula o candidato que obtiver a classificação correspondente ao número de vagas disponibilizadas para esta forma de ingresso. O candidato convocado deverá realizar matrícula, obedecendo às datas divulgadas em Edital específico, apresentando os documentos indicados, conforme item i, subitem 2 deste Manual Havendo cancelamento de matrícula, por qualquer candidato a ingresso pelo PSPE, poderão ser convocados novos candidatos classificados, obedecido o limite de vagas e a data limite para efetivação da matrícula. h. DIVULGAÇÃO DO RESULTADO E CONVOCAÇÃO PARA MATRÍCULA 1. A divulgação do resultado e a convocação para matrícula serão feitos por meio do site e de listas afixadas no Prédio de Aulas 8, situado na Alameda das Espatódias, Caminho das Árvores e no Prédio de Aulas 9, situado na Av. Luiz Vianna Filho, 3100 Paralela. 2. Convocação para o candidato aprovado através do ENEM 2.1. A convocação para matrícula de candidato classificado através do ENEM será divulgada em edital específico. 15

15 3. Convocação para o candidato classificado através do PSPE para os cursos de Graduação 3.1. Não havendo candidato classificado para o preenchimento das vagas em curso/turno de 1ª opção de acordo com escore global atingido, será convocado o candidato, prioritariamente na seguinte ordem: classificado em 1ª opção para o turno oposto do curso e que não obteve classificação e convocação para matrícula no turno escolhido. classificado em 2ª opção daquele turno. classificado em 2ª opção para o turno oposto do curso e que não obteve classificação e convocação para matrícula no turno de opção. O candidato convocado para o curso de 2ª opção que se matricular neste, perderá o direito à vaga no curso de sua 1ª opção Caso o curso seja oferecido em 3 (três) turnos, não havendo candidato classificado em 1ª opção para preenchimento das vagas de um turno, serão convocados os candidatos classificados em 1ª opção dos turnos opostos de acordo com a classificação geral obtida De acordo com a ordem de classificação, permanecendo vaga remanescente, será convocado novo candidato classificado para os cursos afins, conforme escores globais atingidos. 4. Convocação para o candidato classificado através do PSPE para os cursos de Graduação Tecnológica 4.1. Não havendo classificação de candidato para o preenchimento das vagas em curso/turno de 1ª opção de acordo com escore global atingido, será convocado o candidato classificado em 1ª opção para o turno oposto do curso e que não obteve classificação nem convocação para matrícula no turno escolhido, se for o caso Caso o curso seja oferecido em 3 (três) turnos, não havendo candidato classificado em 1ª opção para preenchimento das vagas de um turno, serão convocados os candidatos classificados em 1ª opção dos turnos opostos de acordo com a classificação geral obtida De acordo com a ordem de classificação, permanecendo vaga remanescente, será convocado novo candidato classificado para os cursos afins, conforme escores globais atingidos. 5. Após aplicação dos procedimentos acima descritos, permanecendo vagas não preenchidas, a critério da Universidade Salvador - UNIFACS, poderá ser realizada outra etapa do Processo Seletivo para ingresso em qualquer das duas Modalidades, a ser divulgado em edital específico, além de Processo Seletivo para Transferência e para Portadores de Diploma de Curso Superior. i. MATRÍCULA 1. Após a divulgação do resultado, o candidato classificado e convocado, seja optante pelo ENEM ou pelo PSPE, deverá efetuar a sua matrícula nos locais e prazos estabelecidos pela UNIFACS em Edital e Comunicados publicados no site e no Quadro de Avisos do Prédio de Aulas 8, situado na Alameda das Espatódias, nº Caminho das Árvores e no Prédio de Aulas 9, situado na Av. Luiz Vianna Filho, 3100 Paralela. 2. Documentos exigidos para a Matrícula: a) Certificado de conclusão do Ensino Médio (2º grau) ou equivalente e respectivo Histórico Escolar (apresentar original e entregar fotocópia legível e sem rasuras/emendas). b) Carteira de Identidade (apresentar original e entregar fotocópia legível e sem rasuras/emendas). c) Cadastro de Pessoas Físicas CPF (entregar fotocópia legível e sem rasuras/emendas). d) Certidão de Nascimento ou Casamento (entregar fotocópia legível e sem rasuras/emendas); e) 01 (uma) foto 3x4 recente; f) Comprovante de Residência 2.1. Toda a documentação necessária para matrícula (contrato, ficha de matrícula, boleto etc) estará disponível no site O candidato que tenha realizado estudos equivalentes ao Ensino Médio no exterior deverá apresentar prova de equivalência de estudos fornecida pela autoridade competente, com data anterior à data da matrícula, e cópia do histórico escolar do país de origem com sua respectiva tradução. 3. A Universidade Salvador - UNIFACS não aceitará matrícula por ausência de documentação e/ou apresentação de documentação irregular ou por pagamento da mensalidade fora do prazo fixado, junto a estabelecimento bancário. 4. O candidato que, por qualquer motivo, não efetuar a matrícula para o curso/habilitação e turno de acordo com sua convocação, no período estabelecido, ou apresentar documentação incompleta ou irregular, será considerado eliminado do Processo Seletivo, perdendo definitivamente o direito à vaga. 16

16 5. É facultado à UNIFACS não efetuar matrícula de candidato classificado e convocado, que apresentar vínculo anterior com a Universidade e que tenha sido constatada situação irregular. 6. É responsabilidade do candidato informar-se, diariamente, sobre as listas de convocação para matrícula e preenchimento de vaga remanescente, divulgadas pela Universidade Salvador - UNIFACS, devendo permanecer atento aos Editais e aos Comunicados publicados, conforme especificado no subitem A matrícula poderá ser feita por procurador legalmente habilitado, mediante apresentação do instrumento particular de procuração. 8. As mensalidades ou parcelas da semestralidade do período letivo serão pagas conforme critérios igualitários e comuns nos moldes usuais para todos os alunos que ingressam na UNIFACS. 9. Na hipótese de pedido de cancelamento da matrícula, devidamente formalizado junto à Central de Atendimento ao Estudante, o pagamento realizado será restituído, sendo descontado o correspondente a 10% do valor da primeira mensalidade, a título de indenização compensatória, face aos serviços que foram prestados pela Universidade Salvador - UNIFACS. Caso o pedido ocorra após o último dia anterior ao início do período letivo, configurar-se-á o cancelamento da matrícula sem a devolução das mensalidades pagas anteriormente. 10. O pedido de aproveitamento de estudos cursados em curso superior e conseqüente dispensa de disciplinas/matérias somente será avaliado após matrícula no semestre, observados o princípio da razoabilidade e os limites fixados pelos Colegiados Superiores. 11. Desde que haja vaga e após convocação de todos os candidatos para o turno pretendido, mediante solicitação por escrito, poderá ser realizada transferência de turno para o aluno que ingressar na UNIFACS. A transferência a partir do 2º semestre, fica condicionada à existência de vaga. 12. O candidato que optar por um dos cursos de Graduação, se convocado e matriculado pela 2ª opção de curso perderá o direito à vaga da sua 1ª opção de curso. 13. O candidato que desejar participar do Programa Universidade para Todos - PROUNI, deve ficar atento a publicação de Edital específico na imprensa oficial, no site e nos quadros de avisos dos Prédios de Aulas da UNIFACS. No Edital terá a informação dos cursos, vagas e turnos a serem oferecidos e as condições necessárias para participar desse Programa. j. MENSALIDADES Os valores para pagamento antecipado das mensalidades dos cursos/habilitações/turnos de Graduação e de Graduação Tecnológica vigentes no ano 2008, são os seguintes: 1. Para os cursos de Graduação Grupos Cursos Mensalidade (R$)* I Ciências Contábeis, ênfase em Finanças Corporativas 518,42 II Sistemas de Informação 727,00 III IV V Administração Ciência da Computação Comunicação Social, habilitação em Publicidade e Propaganda Design, habilitação em Comunicação Visual com ênfase em Meios Digitais Engenharia Civil Engenharia de Computação Engenharia de Produção Engenharia Elétrica com habilitações em Eletrônica e Eletrotécnica Engenharia Mecânica Engenharia Mecatrônica Engenharia Química Arquitetura e Urbanismo Psicologia 817,07 861,51 880,30 (*) Os valores acima, válidos para 2008, referem-se ao pagamento antecipado até o dia 30. Após o dia 30, serão cobrados os valores integrais, sem a concessão do desconto para pagamento antecipado anteriormente mencionado. 17

17 2. Para os cursos de Graduação Tecnológica Curso Mensalidade matutino (R$)* Mensalidade vespertino (R$)* Mensalidade noturno (R$)* Horários Criação e Desenvolvimento de Web Sites ,68 18h30 às 22h Design de Interiores 391,47 391,47 430,68 Design e Gestão de Moda 414,22-439,69 8h50 às 12h20 14h20 às17h50 18h30 às 22h 8h50 às 12h20 18h30 às 22h Estética ,75 18h30 às 22h Gestão Ambiental 419,50-461,51 Gestão de Eventos 391,47-430,68 Gestão de Varejo 418,22-461,51 7 às 10h30 18h30 às 22h 8h50 às 12h20 18h30 às 22h 7 às 10h30 18h30 às 22h Gestão de Instituições de Saúde ,68 18h30 às 22h Logística 376,47-461,51 Redes de Computadores 473,30-520,68 7 às 10h30 18h30 às 22h 7 às 10h30 18h30 às 22h (*) Os valores acima, válidos para 2008, referem-se ao pagamento antecipado até o dia 30. Após o dia 30, serão cobrados os valores integrais, sem a concessão do desconto para pagamento antecipado anteriormente mencionado. k. CRÉDITO EDUCATIVO/BOLSAS DE ESTUDO Na busca de soluções para o desenvolvimento de um sistema educacional includente, a Universidade Salvador criou em 1995 um programa próprio de Crédito Educativo que vem possibilitando a formação universitária de muitos jovens. A UNIFACS disponibiliza, também, o Programa de Crédito do Governo Federal - FIES e mantém Termo de Adesão ao Programa de Bolsas de Estudos do Governo Federal - PROUNI, Programa Universidade para Todos. Os alunos interessados em informações como disponibilidade de vagas e períodos próprios de inscrição sobre os programas de benefícios aos estudantes devem procurar o Departamento de Apoio ao Estudante (DAE) através do site l. INFORMAÇÕES ADICIONAIS 1. Fica sem efeito a convocação para matrícula do candidato que não comprovar a conclusão do Ensino Médio ou equivalente. 2. Os alunos matriculados nos cursos da UNIFACS submeter-se-ão ao Regimento Geral da Universidade Salvador - UNIFACS, acatando as normas referentes ao sistema de matrícula, regime escolar e ao contrato de prestação de serviços educacionais. 3. A CONSULTEC está autorizada a incinerar todos os documentos dos candidatos inscritos no Processo Seletivo que estiverem em seu poder, após 3 (três) meses da data de divulgação do resultado do respectivo Processo Seletivo. 4. A Universidade Salvador - UNIFACS poderá alterar algumas das disposições fixadas para este Processo Seletivo, publicando NOTA PÚBLICA, que se constituirá parte integrante das normas regulamentadoras do referido processo. 5. Este Manual, pela Legislação, tem força de Lei, bem como as orientações contidas no Caderno de Provas. 6. A efetivação da inscrição caracteriza, para todo e qualquer efeito, a ciência e aceitação de todos os procedimentos e normas adotados para esta Seleção, dos quais, em momento algum, o candidato poderá alegar desconhecimento. 7. Os casos omissos serão resolvidos pelos órgãos competentes da Universidade Salvador. 18

18 m. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS 1. Para os cursos de Graduação PROVA DE COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO LÍNGUA PORTUGUESA Objetivo: A prova de LÍNGUA PORTUGUESA pretende avaliar o desempenho dos candidatos quanto as suas habilidades e competências em leitura, compreensão e interpretação de textos verbais, mistos e não-verbais, bem como sua capacidade de associar idéias, fazer inferências, sobretudo do significado de palavras ou expressões contextualizadas e também identificar elementos lingüísticos e gramaticais no contexto. Além disso, deverão demonstrar a sua capacidade de produzir texto com coesão e coerência e de identificar, formal e conceitualmente, estilos de época em Literatura. Conteúdos: 1. LEITURA E RECURSOS LINGÜÍSTICOS: Leitura e interpretação de textos literários e/ou informativos de variada tipologia, extraídos de livros e periódicos contemporâneos Classes de palavras e suas flexões nominais e verbais Palavras de relação: intervocabular e interoracional Sintaxe de concordância, de regência e de colocação. Crase Frase, oração e período. Frase verbal e nominal. Elementos constituintes da oração e suas funções morfossintáticas Processo de coordenação: seu paralelismo de construção. Processo de subordinação: suas relações de dependência e de interdependência. Orações coordenadas e subordinadas Semântica: conotação, denotação, sinonímia, antonímia e paronímia. Figuras de linguagem Níveis de linguagem e funções de linguagem. Formas de discurso Pontuação: seus recursos expressivos e sintático-semânticos Formação de palavras: processos Ortografia. Acentuação gráfica. 2. LITERATURA BRASILEIRA: Análise literária e estilos de época em Literatura Escolas, movimentos e correntes literárias: Barroco; Arcadismo/Neoclassicismo;Romantismo;Realismo/ Naturalismo/Parnasianismo; Simbolismo e Pré-Modernismo (Período Sincrético); Modernismo e tendências atuais. 3. REDAÇÃO: Temas da realidade histórico-cultural dos candidatos e do seu mundo de experiência, em cuja redação o candidato deverá evidenciar domínio da língua portuguesa e expressá-la com clareza, originalidade, coesão e coerência. LÍNGUA ESTRANGEIRA - INGLÊS Objetivo: A prova de LÍNGUA ESTRANGEIRA - INGLÊS pretende avaliar o desempenho dos candidatos quanto a suas habilidades e competências de leitura, compreensão e interpretação de textos variados, de nível intermediário, bem como sua capacidade de associar idéias, fazer inferências, sobretudo do significado de palavras ou expressões contextualizadas e também identificar elementos lingüísticos e gramaticais no contexto. Conteúdos: 1. COMPREENSÃO DE TEXTO: Textos contemporâneos, literários e/ou não-literários, extraídos de livros, jornais, revistas ou de qualquer outro tipo de publicação Textos mistos e não-verbais. 2. CONHECIMENTOS LINGÜÍSTICOS: Frase nominal: o substantivo e seus modificadores, o adjetivo e o artigo. Funções que desempenham no texto. Flexões Pronome Frase verbal: o verbo (modo, tempo, aspecto) e seus complementos (advérbio e locução verbal). Modais. Gerúndio. Voz ativa e passiva. Orações condicionais. Discurso indireto Preposição Conjunção Frase declarativa e frase interrogativa Derivação de palavras: processos de prefixação e sufixação Numerais Semântica, sinonímia e antonímia. LÍNGUA ESTRANGEIRA - ESPANHOL Objetivo: A prova de LÍNGUA ESTRANGEIRA - ESPANHOL pretende avaliar o desempenho dos candidatos quanto a suas habilidades e competências de leitura, compreensão e interpretação de textos variados, de nível intermediário, bem como sua capacidade de associar idéias, fazer inferências, sobretudo do significado de palavras ou expressões contextualizadas e também identificar elementos lingüísticos e gramaticais no contexto. Conteúdos: 1. COMPREENSÃO DE TEXTO: Textos de qualquer gênero de nível intermediário, que abordem temas de interesse geral. 2. CONHECIMENTOS LINGÜÍSTICOS: Substantivo: gênero e número Adjetivo: gênero e número. Grau: positivo; comparativo de igualdade, inferioridade e superioridade; comparativo sintético e superlativo absoluto e relativo; superlativo sintético. Apócope Determinativos. Artigo: formas, emprego e omissão; o artigo diante de substantivos que começam por a o ha tônica. Contração. Função substantivadora. Demonstrativos: formas. Valor anafórico e catafórico das formas neutras. Possessivos: formas apocopadas e plenas. Indefinidos: formas e uso. Numerais: cardinais, ordinais, partitivos, multiplicativos e dual. Distributivos: formas e uso. Interrogativos: formas e uso. Locuções determinativas Pronomes. Pessoais: formas tônicas e átonas; funções dos pronomes átonos: complemento direto, indireto e dativo. Relativos. Interrogativos. Demonstrativos. Indefinidos: nada, algo, nadie, alguien, quienquiera, quienesquiera Verbo: tempo, modo, aspecto, pessoa e número. Classes: regulares e irregulares; tipos de irregularidade, defectivos unipessoais, bipessoais auxiliares, transitivos e intransitivos, pronominais, copulativos. Formas não pessoais: infinitivo, particípio e gerúndio. Perífrases e locuções verbais: formas e significado Advérbios e locuções adverbiais. Grau Preposições e locuções prepositivas Conjunções: coordenativas e subordinativas e locuções conjuntivas. 2.9 Interjeição e locuções interjetivas Oração. Sujeito. Predicado: tipos. Orações impessoais. Orações atributivas. Oração complexa e o conjunto oracional: coordenação e subordinação Ortografia: acentuação Léxico: sinonímia, antonímia, conotação, divergências léxicas entre o espanhol e o português. PROVA DE MATEMÁTICA Objetivo: O candidato, na prova de MATEMÁTICA, deverá demonstrar compreensão da linguagem matemática e sua simbologia. A Prova busca avaliar, no candidato, a capacidade de utilização dessa ciência como um instrumento de resolução de problemas e de sua aplicação a outras áreas do conhecimento, valorizando a contextualização. O mais importante, portanto, não é memorizar fórmulas, 19

19 definições e teoremas, mas, sim, trabalhar idéias, métodos e técnicas no contexto do raciocínio lógico, indutivo e analógico, associado a recursos da imaginação e da criatividade. Conteúdos: 1.LÓGICA MATEMÁTICA E CONJUNTOS: Proposições Operações Lógicas: negação, conjunção, disjunção, condicional e bicondicional Implicação e Equivalência Quantificadores. Negação de proposições quantificadas Relação de pertinência e inclusão. Propriedades Operações entre conjuntos. Propriedades Noções de argumentos lógicos. Análise da validade de argumentos através do diagrama de Venn. 2. CONJUNTOS NUMÉRICOS: O conjunto dos números reais e seus subconjuntos. 2.2 Operações no conjunto dos números reais. Propriedades Razão e Proporção. Grandezas diretamente e inversamente proporcionais O conjunto dos números complexos. Formas algébrica e trigonométrica. Representação geométrica. Operações. Fórmulas de Moivre para potências e raízes n-ésimas de um número complexo. 3. EXPRESSÕES ALGÉBRICAS E POLINÔMIOS: Expressões algébricas. Fatorações Polinômios: operações e propriedades. Equações polinomiais. Relação entre coeficientes e raízes de um polinômio. O teorema fundamental da Álgebra. 4. FUNÇÕES: O plano cartesiano. Relações Funções. Conceitos fundamentais: domínio, imagem, gráfico. Crescimento e decrescimento Composição de funções. Funções injetoras e sobrejetoras. Funções inversas Estudo das funções: afim, quadrática, modular, exponencial e logarítmica. Propriedades As funções trigonométricas. Relação entre as funções trigonométricas. Fórmulas trigonométricas Gráficos de funções. Transformações de gráficos com o uso de translações e simetrias Equações e inequações Sistemas de equações e inequações Seqüências de números reais: lei de formação de uma seqüência. Progressão aritmética e progressão geométrica. 5. MATRIZES, DETERMINANTES E SISTEMAS LINEARES: Matrizes: operações e propriedades Tipos de matrizes A inversa de uma matriz Determinante de uma matriz. Propriedades Sistemas de equações lineares de, no máximo, três equações e três incógnitas. 6. ANÁLISE COMBINATÓRIA: O princípio fundamental da contagem Arranjos, combinações e permutações simples. 6.3 O Binômio de Newton. 7. NOÇÕES DE PROBABILIDADE E ESTATÍSTICA: Experimentos aleatórios, espaço amostral, eventos. Noções de probabilidade em espaços amostrais finitos Noções de Estatística Descritiva: levantamento de dados e tabelas. Distribuição de freqüências Interpretação de gráficos estatísticos. Medidas de posição e medidas de dispersão. 8. NOÇÕES DE MATEMÁTICA FINANCEIRA: Juros simples e compostos. Descontos simples Capitalização simples e composta. 9. TRIGONOMETRIA: Arcos e ângulos Razões trigonométricas no triângulo retângulo e na circunferência Trigonometria num triângulo qualquer: as leis do seno e do cosseno. 10. GEOMETRIA: Geometria plana: segmentos, ângulos, triângulos, quadriláteros, polígonos regulares. Congruências e semelhanças de triângulos. Circunferência. Perímetro e áreas de figuras planas Geometria espacial: paralelismo e perpendicularismo. Prisma, pirâmide, cilindro, cone e esfera. Área e volume Geometria analítica plana: distância entre dois pontos. Estudo da reta e da circunferência. Identificação de cônicas através das equações básicas. Lugares geométricos. PROVA DE CIÊNCIAS HUMANAS/ATUALIDADES GEOGRAFIA Objetivo: O candidato, na prova de GEOGRAFIA, deverá demonstrar habilidades e competências que envolvam a capacidade de analisar e compreender a organização do espaço geográfico onde a natureza e a sociedade se interagem e de interpretar instrumentos próprios da ciência geográfica, revelando a compreensão de fenômenos geográficos. Conteúdos: 1. ESPAÇO DA NATUREZA: A relação Sociedade - Universo. A Terra no Sistema Solar: movimentos e suas conseqüências geográficas. Fusos horários Os fatores que definem o espaço: localização, coordenadas geográficas. Linguagem e instrumentação cartográfica: projeções, escalas, tipos de mapas, imagens de satélites, fotografias aéreas Os fatores endógenos e exógenos que interferem no processo de formação do espaço. Formas e estrutura do relevo terrestre. A estrutura e a dinâmica da atmosfera e suas implicações. Fatores e elementos do clima. Tipos de clima. O clima no Brasil. Importância do clima na organização do espaço e na ocupação do solo. Os solos no Brasil. Os grandes conjuntos climatobotânicos do mundo e do Brasil. Águas oceânicas e continentais: sua importância na organização do espaço. O uso da água e seus problemas. As bacias hidrográficas brasileiras e suas potencialidades. Os ecossistemas brasileiros. O meio ambiente: exploração, conservação e preservação. Os problemas ambientais e o desenvolvimento sustentável. 2. ESPAÇO DA PRODUÇÃO: As atividades agropecuárias e a expansão do capitalismo no campo: o desenvolvimento técnicocientífico-informacional na agricultura e as conseqüências sociais e econômicas A industrialização e a geopolítica: fatores de localização, tipos de indústrias. A industrialização clássica e a industrialização tardia. O processo de industrialização brasileira. As multinacionais. A Divisão Internacional do Trabalho e a Nova Divisão Internacional do Trabalho Energia - fontes, distribuição no mundo e no Brasil. A política energética brasileira O comércio internacional e a OMC. O comércio brasileiro e seus problemas População no mundo e no Brasil: distribuição, dinâmica e estruturas; os movimentos migratórios e suas conseqüências. 2.6 O processo de urbanização no mundo e no Brasil: Rede urbana. Hierarquia urbana. Metropolização: causas e problemas. Áreas metropolitanas brasileiras O sistema viário do mundo e do Brasil: importância da acessibilidade na organização do espaço brasileiro A organização espacial brasileira: divisões regionais do Brasil e suas características: As macrorregiões. 3. ESPAÇO MUNDIAL: Os sistemas socioeconômicos e a ordem mundial bipolar. A nova ordem mundial: o mundo multipolar e suas áreas de influência. As áreas de conflitos étnico-religiosos. Os blocos regionais: componentes e objetivos A globalização e o neoliberalismo: conseqüências no mundo desenvolvido e subdesenvolvido. HISTÓRIA/ATUALIDADES Objetivo: O candidato, na prova de HISTÓRIA, deverá demonstrar competências e habilidades que envolvam a compreensão do processo histórico mundial, nacional e regional diante das questões que se impõem ao mundo, analisando, de forma crítica e reflexiva, temáticas econômicas, sociais, políticas e culturais, que lhe permitam valorizar os acontecimentos do passado como recurso ao entendimento do mundo atual. Conteúdos: 1. A HISTÓRIA COMO CIÊNCIA: Conceitos de História Fontes para a escrita da História Relações da História com as demais ciências. 2. FUNDAMENTOS ANTIGOS DA CIVILIZAÇÃO OCIDENTAL: 20

20 2.1 - A diversidade cultural no Antigo Oriente Próximo e no Mundo Greco-Romano. TRANSIÇÃO DO MUNDO ANTIGO AO MUNDO MEDIEVAL: Do escravismo ao feudalismo: origens e desenvolvimento das estruturas econômicas e sociais. 3.2 Estruturas políticas medievais: fragmentação e descentralização. As monarquias feudais A Igreja e a formação do pensamento no mundo medieval: a construção da cultura cristã. O papel das ordens religiosas e a ação política da Igreja. Filosofia, ciências e artes O mundo bizantino como elo entre o Oriente e o Ocidente: as trocas comerciais e culturais O mundo islâmico: formação, expansão e presença no contexto do Mediterrâneo O fenômeno das Cruzadas e seu papel nas transformações do mundo medieval Os fundamentos da Revolução Comercial: desenvolvimento do comércio regional e à longa distância, articulado ao processo de urbanização e sua influência nas estruturas feudais. 4. TRANSIÇÃO DO FEUDALISMO AO CAPITALISMO: A crise do século XIV e suas implicações políticas, sociais e econômicas: a grande fome e a peste negra, a Guerra dos Cem Anos e a rebelião dos servos A expansão marítima européia dos séculos XV e XVI relacionada à Revolução Comercial: o papel da Península Ibérica. A presença européia no Índico e no Pacífico A transição cultural: o Renascimento e a Reforma como fenômenos da cultura européia em transição. Suas implicações econômicas, políticas e socioculturais Das monarquias feudais às monarquias nacionais. O Estado Moderno: política no Antigo Regime Estruturas econômicas em transição: colonização e mercantilismo: formação dos impérios coloniais na América e a estrutura do mercantilismo como política e como prática. 5. O BRASIL COLONIAL: As bases econômicas da colonização portuguesa nas terras do Brasil: o exclusivo comercial. A propriedade, a mão-de-obra e a monocultura. A concorrência externa Estrutura política e administrativa: o poder metropolitano e o poder local. 5.3 A sociedade colonial: homens livres e escravos. A posição da mulher e dos cristãos-novos. Os movimentos coloniais contra a Metrópole Especificidades regionais A crise do Antigo Sistema Colonial: os movimentos anticoloniais do século XVIII. 6. A CONSOLIDAÇÃO DO MUNDO CAPITALISTA: A critica ao Antigo Regime: o iluminismo As revoluções burguesas dos séculos XVII e XVIII: Revolução Inglesa, Revolução Americana, Revolução Francesa. A Era Napoleônica e sua projeção no Novo Mundo: a Corte portuguesa no Brasil A Revolução Industrial: origens, desenvolvimento e desdobramentos Ideologia burguesa e críticas ao capitalismo Expansão da Revolução Industrial e o imperialismo como teoria e como prática Consolidação do pensamento burguês: revoluções liberais e políticas das nacionalidades. 7. O NOVO MUNDO: DA TRANSIÇÃO DO PERÍODO COLONIAL À CONSOLIDAÇÃO DA AUTONOMIA POLÍTICA O Brasil e a construção do Estado Nacional: a Constituição de O papel da região na construção do Estado Nacional Brasileiro A crise do Primeiro Império e as contradições do Período Regencial Consolidação da independência nos EUA. A guerra de Secessão e seus desdobramentos políticos e sociais A descolonização das áreas hispanoamericanas. 8. DO BRASIL DO IMPÉRIO À CONSOLIDAÇÃO DA REPÚBLICA: Forças econômicas e sua projeção política: contradições regionais e tentativas de industrialização O quadro social e os aspectos culturais no Brasil do século XIX Estrutura política do Brasil Imperial. As especificidades regionais A crise do Império e a instalação da Republica. A Constituição de A Primeira Republica brasileira: centralização X descentralização. A sociedade e a economia. As Rebeliões. A Semana da Arte Moderna. A Revolução de A formação do operariado no Brasil. Conflitos e negociações regionais. 9. O MUNDO OCIDENTAL E AS CRISES DO INÍCIO DO SÉCULO XX: Dos conflitos do imperialismo à política das alianças: a Primeira Grande Guerra, a Revolução Russa de 1917 e a construção do mundo soviético O período entre guerras. A crise de 1929 e seus efeitos. 9.3 Expansão das ideologias autoritárias no Brasil e suas conseqüências: o golpe de 1937 e a instalação do Estado Novo. A influência exercida nas diferentes regiões O populismo na América Latina: ascensão e colapso. 10. A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL E AS ALTERAÇÕES NO MUNDO E NA AMÉRICA LATINA: O mundo pós-guerra: bipolaridade e Guerra Fria. A descolonização da África e da Ásia. A montagem do neo-imperalismo e a ação das empresas multinacionais China: Revolução cultural e política de modernização A América Latina: bipolaridade e Guerra Fria O Brasil pós-estado Novo: aspectos sociais, políticos, econômicos e culturais O movimento militar de 1964: o modelo político, o econômico e suas bases ideológicas. O esgotamento do modelo e a abertura política. A transição democrática. Influências no âmbito regional Panorama político, econômico, social e cultural do Brasil da década de 60 até a de 90 do século XX. 11. O MUNDO ATUAL: O fim da Guerra Fria e a crise do socialismo real Questões no Oriente Médio Globalização, neoliberalismo e hegemonia norte-americana. Blocos políticos e econômicos no mundo globalizado. A situação dos excluídos: a fome no mundo e as epidemias na África Novos valores em extensão: questões de gênero: o poder da informação e a luta pela identidade cultural. A questão ambiental e sua abordagem política, econômica e científica: o futuro do planeta Terra. A questão ambiental no Brasil e a busca de alternativas para a preservação do meio-ambiente O Brasil e a América Latina no mundo atual: formação de blocos econômicos e busca da cooperação continental. Ação da guerrilha e do narcotráfico em áreas rurais e urbanas. Favelização, desemprego e crise social. 12. ATUALIDADES: Acontecimentos de interesse geral (internacional, nacional, regional) amplamente divulgados pela mídia nos dois últimos anos. PROVA DE CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS BIOLOGIA Objetivo: O candidato, na prova de BIOLOGIA, deverá demonstrar as habilidades que envolvam a compreensão dos conceitos unificadores da Biologia e suas aplicações na preservação da qualidade de vida do Homem e de seu ambiente. Conteúdos: 1. ORIGEM DA VIDA: A INDISSOCIABILIDADE DA HISTÓRIA DA VIDA E DA HISTÓRIA DA TERRA: Aspectos da Terra primitiva e as possibilidades de emergência da vida A origem da vida reescrita a partir da Biologia Molecular A colonização da Terra no alvorecer da vida e suas repercussões. 2. EVOLUÇÃO CELULAR E O CONTEXTO SOCIAL DAS CÉLULAS: Célula procariótica: organização estrutural e ensaios dos processos metabólicos no reino Monera O estabelecimento das células eucarióticas: a compartimentação e seus aspectos morfofuncionais O reino Protista Divisão de trabalho, especialização e pluricelularidade. 3. PROCESSOS VITAIS EM ORGANISMOS PLURICELULARES: UMA VISÃO INTEGRADA: Sistemas de revestimento e sustentação Sistemas de nutrição, respiração, circulação e excreção Sistemas endócrino e nervoso: a integração orgânica Biossistemática dos pluricelulares. 4. O PARADOXO DA HEREDITARIEDADE: PRESERVAÇÃO E VARIABILIDADE: A continuidade da vida: reprodução celular e orgânica A revolução mendeliana. 4.3 Genética pós-mendeliana A natureza 21

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS:

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS: De acordo com a Lei nº 9.394 de 20/12/96 e o Regimento Geral, a Reitora da Universidade Salvador - UNIFACS, no uso de suas atribuições, torna pública a abertura das inscrições do Processo Seletivo Tradicional

Leia mais

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS De acordo com a Lei nº 9.394 de 20/12/96 e o Regimento Geral, a Reitora da Universidade Salvador - UNIFACS, no uso de suas atribuições, torna pública a abertura das inscrições do Processo Seletivo Tradicional

Leia mais

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS De acordo com a Lei nº 9.394 de 20/12/96 e o Regimento Geral, a Reitora da Universidade Salvador - UNIFACS, no uso de suas atribuições, torna pública a abertura das inscrições do Processo Seletivo Tradicional

Leia mais

Total de Vagas. Autorizado pela Resolução CONSUNI, nº 05/2012 de 13.07.2012 Autorizado pela Resolução CONSUNI, nº 05/2012 de 13.07.

Total de Vagas. Autorizado pela Resolução CONSUNI, nº 05/2012 de 13.07.2012 Autorizado pela Resolução CONSUNI, nº 05/2012 de 13.07. De acordo com a Lei nº 9.394 de 20/12/96 e o Regimento Geral, a Reitora da Universidade Salvador - UNIFACS, no uso de suas atribuições, torna pública a abertura das inscrições do Processo Seletivo Agendado

Leia mais

Número máximo de alunos por turma. Curso/Habilitação/ Modalidade. Total de Vagas. Local de Funcionamento. Legislação do curso.

Número máximo de alunos por turma. Curso/Habilitação/ Modalidade. Total de Vagas. Local de Funcionamento. Legislação do curso. De acordo com a Lei nº 9.394 de 20/12/96 e o Regimento Geral, a Reitora da Universidade Salvador - UNIFACS, no uso de suas atribuições, torna pública a abertura das inscrições do Processo Seletivo UNIFACS

Leia mais

Número máximo de alunos por turma. Total de Vagas. Curso/Habilitação/ Modalidade. Local de Funcionamento. Legislação do curso.

Número máximo de alunos por turma. Total de Vagas. Curso/Habilitação/ Modalidade. Local de Funcionamento. Legislação do curso. De acordo com a Lei nº 9.394 de 20/12/96 e o Regimento Geral, a Reitora da Universidade Salvador - UNIFACS, no uso de suas atribuições, torna pública a abertura das inscrições do Processo Seletivo EAD

Leia mais

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS De acordo com a Lei nº 9.394 de 20/12/96 e o Regimento Geral, a Reitora da Universidade Salvador - UNIFACS, no uso de suas atribuições, torna pública a abertura das inscrições do Processo Seletivo ENEM

Leia mais

E D I T A L 02/2015 02. CURSOS, ATOS AUTORIZATIVOS, TEMPO DE INTEGRALIZAÇÃO, NÚMERO DE VAGAS, TURNOS E TURMAS

E D I T A L 02/2015 02. CURSOS, ATOS AUTORIZATIVOS, TEMPO DE INTEGRALIZAÇÃO, NÚMERO DE VAGAS, TURNOS E TURMAS E D I T A L 02/2015 Processo Seletivo para os Cursos de Graduação do Instituto Nacional de Telecomunicações Inatel, para o segundo semestre de 2015. Marcelo de Oliveira Marques, Diretor, em cumprimento

Leia mais

EDITAL Nº. 011/2013 PROCESSO SELETIVO 2013/2 DOS CURSOS DE ENGENHARIA

EDITAL Nº. 011/2013 PROCESSO SELETIVO 2013/2 DOS CURSOS DE ENGENHARIA EDITAL Nº. 011/2013 PROCESSO SELETIVO 2013/2 DOS CURSOS DE ENGENHARIA A Diretoria da Faculdade Alves Faria ALFA, mantida pelo Centro Educacional Alves Faria Ltda., com base em dispositivo constante de

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DE POÇOS DE CALDAS Av. João Pinheiro, 1046 Centro 37701-386 (35) 2107-6000. EDITAL Processo Seletivo nº 02/2016

FACULDADE PITÁGORAS DE POÇOS DE CALDAS Av. João Pinheiro, 1046 Centro 37701-386 (35) 2107-6000. EDITAL Processo Seletivo nº 02/2016 FACULDADE PITÁGORAS DE POÇOS DE CALDAS Av. João Pinheiro, 1046 Centro 37701-386 (35) 2107-6000 EDITAL Processo Seletivo nº 02/2016 O Diretor da Unidade Faculdade Pitágoras de Poços de Caldas, no uso de

Leia mais

EDITAL Nº 004/2016 1. CURSOS OFERECIDOS:

EDITAL Nº 004/2016 1. CURSOS OFERECIDOS: Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DE VOTORANTIM - SOROCABA Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira, 279 Centro 18110-008 (15) 3416-7000

FACULDADE PITÁGORAS DE VOTORANTIM - SOROCABA Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira, 279 Centro 18110-008 (15) 3416-7000 FACULDADE PITÁGORAS DE VOTORANTIM - SOROCABA Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira, 279 Centro 18110-008 (15) 3416-7000 EDITAL Processo Seletivo nº 02/2016 O Diretor da Unidade Faculdade Pitágoras de Votorantim

Leia mais

FACULDADE ATENAS MARANHENSE DE SÃO LUÍS Av. São Luís Rei de França, 32 Turu 65065-470 (98) 2108-6000. EDITAL Processo Seletivo nº 01/2014

FACULDADE ATENAS MARANHENSE DE SÃO LUÍS Av. São Luís Rei de França, 32 Turu 65065-470 (98) 2108-6000. EDITAL Processo Seletivo nº 01/2014 EDITAL Processo Seletivo nº 01/2014 O Diretor Geral da Faculdade Atenas Maranhense de São Luís, no uso de suas atribuições e demais disposições legais, aprova e torna público o presente edital contendo

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DE VOTORANTIM - SOROCABA Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira, 279 Centro 18110-008 (15) 3416-7000

FACULDADE PITÁGORAS DE VOTORANTIM - SOROCABA Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira, 279 Centro 18110-008 (15) 3416-7000 EDITAL Processo Seletivo nº 01/2015 O Diretor Geral da Faculdade Pitágoras de Votorantim, no uso de suas atribuições e demais disposições legais, aprova e torna público o presente edital contendo orientações

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DE VOTORANTIM - SOROCABA Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira, 279 Centro 18110-008 (15) 3416-7000

FACULDADE PITÁGORAS DE VOTORANTIM - SOROCABA Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira, 279 Centro 18110-008 (15) 3416-7000 EDITAL Processo Seletivo nº 01/2014 O Diretor Geral da Faculdade Pitágoras de Votorantim, no uso de suas atribuições e demais disposições legais, aprova e torna público o presente edital contendo orientações

Leia mais

EDITAL Processo Seletivo nº 01/2014

EDITAL Processo Seletivo nº 01/2014 Rod. Governador Jones dos Santos Neves, 0 Lagoa Funda 29214-005 (27) 3361-8300 EDITAL Processo Seletivo nº 01/2014 O Diretor Geral da Faculdade Pitágoras de Guarapari, Faculdade de Direito Pitágoras, Faculdade

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DE POÇOS DE CALDAS Av. João Pinheiro, 1046 Centro 37701-386 (35) 2107-6000. EDITAL Processo Seletivo nº 01/2014

FACULDADE PITÁGORAS DE POÇOS DE CALDAS Av. João Pinheiro, 1046 Centro 37701-386 (35) 2107-6000. EDITAL Processo Seletivo nº 01/2014 EDITAL Processo Seletivo nº 01/2014 O Diretor Geral da Faculdade Pitágoras de Poços de Caldas, no uso de suas atribuições e demais disposições legais, aprova e torna público o presente edital contendo

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DE DIVINÓPOLIS Rua Santos Dumont, 1001 Manoel Valinhas 35500-286 (31) 2101-4877. EDITAL Processo Seletivo nº 01/2014

FACULDADE PITÁGORAS DE DIVINÓPOLIS Rua Santos Dumont, 1001 Manoel Valinhas 35500-286 (31) 2101-4877. EDITAL Processo Seletivo nº 01/2014 EDITAL Processo Seletivo nº 01/2014 O Diretor Geral da Faculdade Pitágoras de Divinópolis, no uso de suas atribuições e demais disposições legais, aprova e torna público o presente edital contendo orientações

Leia mais

EDITAL Nº. 81/2013 PROCESSO SELETIVO 2014/1

EDITAL Nº. 81/2013 PROCESSO SELETIVO 2014/1 EDITAL Nº. 81/2013 PROCESSO SELETIVO 2014/1 O Diretor Superintendente da Faculdade Autônoma de Direito FADISP, no uso de suas atribuições regimentais e em acordo com a Lei nº. 9394/1996 das Diretrizes

Leia mais

FACULDADE 7 DE SETEMBRO

FACULDADE 7 DE SETEMBRO FACULDADE 7 DE SETEMBRO EDITAL Nº 18/2015 A Faculdade 7 de Setembro (FA7), com base no seu Regimento Interno e nas disposições da legislação em vigor, torna pública, a abertura das inscrições do seu Processo

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CONTINUADO 1º SEMESTRE 2016

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CONTINUADO 1º SEMESTRE 2016 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CONTINUADO 1º SEMESTRE 2016 O Diretor da Faculdade Victor Hugo, no uso de suas atribuições legais e em conformidade com O 3º do art. 32 da PN nº 40/2007, torna público que se

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DO IPÊ - FAIPE EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 002/2013

FACULDADE DE TECNOLOGIA DO IPÊ - FAIPE EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 002/2013 FACULDADE DE TECNOLOGIA DO IPÊ - FAIPE EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 002/2013 Dispõe as normas do Processo de Seleção FAIPE 2013/2 para ingresso de alunos ao Curso Superior de Tecnologia em Marketing

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO 2016.1 PORTADORES DE DIPLOMA DE NÍVEL SUPERIOR

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO 2016.1 PORTADORES DE DIPLOMA DE NÍVEL SUPERIOR EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO 2016.1 PORTADORES DE DIPLOMA DE NÍVEL SUPERIOR A Universidade Salvador UNIFACS, em conformidade com seu Regimento Geral, torna pública a abertura das inscrições

Leia mais

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS De acordo com a Lei nº 9.394 de 20/12/96 e o Regimento Geral, a Reitora da Universidade Salvador - UNIFACS, no uso de suas atribuições, torna pública a abertura das inscrições do Processo Seletivo UNIFACS

Leia mais

UNIFACS - UNIVERSIDADE SALVADOR MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO PRESENCIAL - VESTIBULAR 2011.2 CURSOS DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA CAMPI SALVADOR

UNIFACS - UNIVERSIDADE SALVADOR MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO PRESENCIAL - VESTIBULAR 2011.2 CURSOS DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA CAMPI SALVADOR UNIFACS - UNIVERSIDADE SALVADOR MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO PRESENCIAL - VESTIBULAR 2011.2 CURSOS DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA CAMPI SALVADOR Processo Seletivo Vestibular 2011.2 Cursos Tecnológicos

Leia mais

CURSOS ATOS LEGAIS LOCAL TURNO. Renovação do Reconhecimento pela Portaria nº 153 de 02/04/2013 - DOU 06/04/2013

CURSOS ATOS LEGAIS LOCAL TURNO. Renovação do Reconhecimento pela Portaria nº 153 de 02/04/2013 - DOU 06/04/2013 1 GRUPO IBMEC EDUCACIONAL S.A. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2015.1 e 2015.2 O Diretor Presidente do Grupo Ibmec Educacional SA, mantenedor das Faculdades de Economia e Finanças Ibmec e Faculdade de Ciências

Leia mais

2º Processo Seletivo para o 2º semestre de 2016. Edital

2º Processo Seletivo para o 2º semestre de 2016. Edital 2º Processo Seletivo para o 2º semestre de 2016 Edital A Direção Geral da Faculdade Salesiana Maria Auxiliadora faz saber, através do presente Edital, que estarão abertas, no período de 10/06 a 04/07/2016,

Leia mais

EDITAL FATEC SENAI Nº 02/2014

EDITAL FATEC SENAI Nº 02/2014 1 EDITAL FATEC SENAI Nº 02/2014 Processo Seletivo 2015 FATEC SENAI Campo Grande 1. Das disposições preliminares: 1.1 A Faculdade de Tecnologia SENAI Campo Grande, tendo em vista o disposto nas Leis nº

Leia mais

EDITAL DO VESTIBULAR 2/2016

EDITAL DO VESTIBULAR 2/2016 EDITAL DO VESTIBULAR 2/2016 O Diretor Geral da Faculdade FIA de Administração e Negócios, no uso de suas atribuições regimentais e da legislação vigente, por meio do presente Edital, torna público o edital

Leia mais

EDITAL 01/2015 EDITAL DE ABERTURA DO VESTITULAR FUCAPE

EDITAL 01/2015 EDITAL DE ABERTURA DO VESTITULAR FUCAPE EDITAL 01/2015 EDITAL DE ABERTURA DO VESTITULAR FUCAPE A Comissão Coordenadora do Processo Seletivo da Faculdade FUCAPE, para conhecimento de todos os interessados, torna público que, nos períodos indicados

Leia mais

FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE COMISSÃO DE VESTIBULAR 2012/1

FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE COMISSÃO DE VESTIBULAR 2012/1 1 FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE COMISSÃO DE VESTIBULAR 12/1 EDITAL Nº 6-12/1 A Faculdade Católica Dom Orione, credenciada pelo Ministério da Educação sob as Portarias, n.º 4.044 de Novembro de 05 para

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO PARAÍBA EDITAL DO PROCESSO SELETIVO UNIVAP 2016

UNIVERSIDADE DO VALE DO PARAÍBA EDITAL DO PROCESSO SELETIVO UNIVAP 2016 UNIVERSIDADE DO VALE DO PARAÍBA EDITAL DO PROCESSO SELETIVO UNIVAP 2016 O Magnífico Reitor da UNIVAP - Universidade do Vale do Paraíba, no uso de suas atribuições estatutárias e gozo de autonomia universitária

Leia mais

EDITAL DO 1º PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO AOS CURSOS PRESENCIAIS DE GRADUAÇÃO, DA FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DO ALTO SÃO FRANCISCO

EDITAL DO 1º PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO AOS CURSOS PRESENCIAIS DE GRADUAÇÃO, DA FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DO ALTO SÃO FRANCISCO EDITAL DO 1º PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO AOS CURSOS PRESENCIAIS DE GRADUAÇÃO, DA FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DO ALTO SÃO FRANCISCO - 2009 A senhora Diretora da (FASF), mantida pelas Obras

Leia mais

FACULDADE CDL. Edital do Primeiro Concurso Vestibular 2016.2

FACULDADE CDL. Edital do Primeiro Concurso Vestibular 2016.2 FACULDADE CDL Credenciada pela Portaria MEC n o 354 de 14 de março de 2008; D.O.U. nº 53, de 18/03/2008. Edital do Primeiro Concurso Vestibular 2016.2 O Diretor Geral da Faculdade CDL, no uso de suas atribuições

Leia mais

1.2 Relação dos Cursos/vagas

1.2 Relação dos Cursos/vagas UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA (EAD) 2016 A Universidade Cruzeiro do Sul, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40, de 12.12.2007, resolve

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 1 SEMESTRE DE 2016 FACULDADE ÚNICA DE IPATINGA

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 1 SEMESTRE DE 2016 FACULDADE ÚNICA DE IPATINGA EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 1 SEMESTRE DE 2016 FACULDADE ÚNICA DE IPATINGA COMISSÃO ORGANIZADORA Eliane Assis Neves Júlio César Alvim Marquione Gomes Raquel Munis Suelen Gomes 2 SUMÁRIO 1 CURSOS OFERECIDOS

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DE ARARAQUARA Credenciada pela Portaria nº 1660 de 19/10/2000

FACULDADES INTEGRADAS DE ARARAQUARA Credenciada pela Portaria nº 1660 de 19/10/2000 1 O Diretor Acadêmico das Faculdades Integradas de Araraquara, com base nas disposições regimentais e na Lei 9394/96 (L.D.B.), Portaria 1120/99, Portaria 1647/00, Portaria 391/02 e demais disposições legais,

Leia mais

FACULDADE DE ENGENHARIA DE SOROCABA FACENS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO / 1º SEMESTRE DE 2015

FACULDADE DE ENGENHARIA DE SOROCABA FACENS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO / 1º SEMESTRE DE 2015 1 DA ABERTURA FACULDADE DE ENGENHARIA DE SOROCABA FACENS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO / 1º SEMESTRE DE 2015 O Diretor da Faculdade de Engenharia de Sorocaba FACENS, mantida pela Associação Cultural de Renovação

Leia mais

1.2. O presente PROCESSO SELETIVO terá validade para o semestre letivo de 2014/2.

1.2. O presente PROCESSO SELETIVO terá validade para o semestre letivo de 2014/2. EDITAL Nº 003/RTR/2014-Universidade Anhanguera- Uniderp, de 04 de abril de 2014. A Reitora da Universidade Anhanguera-Uniderp, mantida pela Anhanguera Educacional Ltda., no uso de suas atribuições regimentais

Leia mais

EDITAL Nº. 16/2015. Prova em 17/10/2015 Período de Inscrição: De 15 de Setembro de 2015 a 14 de Outubro de 2015

EDITAL Nº. 16/2015. Prova em 17/10/2015 Período de Inscrição: De 15 de Setembro de 2015 a 14 de Outubro de 2015 EDITAL Nº. 16/2015 PROCESSO SELETIVO 2016/1 CURSOS DE ARQUITETURA E URBANISMO, DIREITO, ENGENHARIA CIVIL, ENGENHARIA ELÉTRICA, ENGENHARIA MECÂNICA, PSICOLOGIA O Diretor Superintendente da Faculdade Alves

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016.1.1

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016.1.1 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016.1.1 A Diretoria da FACULDADE CARAJÁS, no uso de suas atribuições regimentais, na conformidade do que dispõe a legislação educacional vigente, torna público que as inscrições

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO LUTERANO DE JI-PARANÁ Reconhecido pela Portaria Ministerial nº 3.950, de 30/12/02, D.O.U. 31/12/02, Seção 1, p. 31.

CENTRO UNIVERSITÁRIO LUTERANO DE JI-PARANÁ Reconhecido pela Portaria Ministerial nº 3.950, de 30/12/02, D.O.U. 31/12/02, Seção 1, p. 31. CENTRO UNIVERSITÁRIO LUTERANO DE JI-PARANÁ Reconhecido pela Portaria Ministerial nº 3.950, de 30/12/02, D.O.U. 31/12/02, Seção 1, p. 31. ATO EDITAL Nº 02/2013 (Resolução CEPE n 16, de 03 de setembro de

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CURITIBA (UNICURITIBA) PROCESSO SELETIVO SERIADO (PSS) ETAPA 2013 EDITAL Nº 008/2013/GR/UNICURITIBA

CENTRO UNIVERSITÁRIO CURITIBA (UNICURITIBA) PROCESSO SELETIVO SERIADO (PSS) ETAPA 2013 EDITAL Nº 008/2013/GR/UNICURITIBA CENTRO UNIVERSITÁRIO CURITIBA (UNICURITIBA) PROCESSO SELETIVO SERIADO (PSS) ETAPA 2013 EDITAL Nº 008/2013/GR/UNICURITIBA O Centro Universitário Curitiba (UNICURITIBA), recredenciado pela Portaria 625-MEC,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS - FTC. Edital de 23 de setembro de 2015

PROCESSO SELETIVO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS - FTC. Edital de 23 de setembro de 2015 IMES - INSTITUTO MANTENEDOR DE ENSINO SUPERIOR DA BAHIA LTDA CNPJ Nº. 04.670.333/0001-89 PROCESSO SELETIVO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS - FTC O INSTITUTO MANTENEDOR DE ENSINO SUPERIOR DA BAHIA

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016 2º SEMESTRE EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO FISIOTERAPIA

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016 2º SEMESTRE EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO FISIOTERAPIA EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016 2º SEMESTRE EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO FISIOTERAPIA O Diretor Geral da Faculdade do Clube Náutico Mogiano, com sede na cidade de Mogi das

Leia mais

2 - DO CRONOGRAMA DE ATIVIDADES DO PROCESSO SELETIVO DATAS ATIVIDADES. 4/7/2014 Início das inscrições via internet, às 10 horas.

2 - DO CRONOGRAMA DE ATIVIDADES DO PROCESSO SELETIVO DATAS ATIVIDADES. 4/7/2014 Início das inscrições via internet, às 10 horas. A Magnífica Reitora da Universidade de Santo Amaro - UNISA, Margareth Rose Priel, considerando o estabelecido na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, torna público o Edital do Processo Seletivo

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO TRADICIONAL 2015/2

EDITAL PROCESSO SELETIVO TRADICIONAL 2015/2 EDITAL PROCESSO SELETIVO TRADICIONAL 2015/2 CONSOLIDADO A Diretora da Faculdade Cenecista de Vila Velha-FACEVV, com sede no município de Vila Velha, Estado do ES, torna público, na forma regimental e em

Leia mais

Art. 5º 3. Da Inscrição Art. 6º Art. 7º Art. 8º ANEXO I ANEXO II Medicina ANEXO II Art. 9º

Art. 5º 3. Da Inscrição Art. 6º Art. 7º Art. 8º ANEXO I ANEXO II Medicina ANEXO II Art. 9º 1 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO AOS CURSOS PRESENCIAIS DE GRADUAÇÃO E CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA DA UNIVERSIDADE DE SANTO AMARO PARA O ANO LETIVO DE 2013. A Magnífica Reitora da Universidade

Leia mais

Art. 1º Aprovar o Edital do Processo Seletivo dos Cursos Superiores na modalidade presencial Vestibular 2º semestre de 2016, conforme consta em anexo.

Art. 1º Aprovar o Edital do Processo Seletivo dos Cursos Superiores na modalidade presencial Vestibular 2º semestre de 2016, conforme consta em anexo. ATO ADMINISTRATIVO REITORIA Nº 10/2016 Aprova o Edital do Processo Seletivo dos Cursos Superiores na modalidade presencial Vestibular 2º Semestre de 2016 O REITOR DA UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO,

Leia mais

P O R T A R I A. São José dos Pinhais, 05 de maio de 2014. Frei Nelson José Hillesheim, OFM Diretor-Geral FACULDADE FAE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS

P O R T A R I A. São José dos Pinhais, 05 de maio de 2014. Frei Nelson José Hillesheim, OFM Diretor-Geral FACULDADE FAE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS PORTARIA DG N.º 08/2014 APROVA, AD REFERENDUM DO CSA, O EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2014, 2 SEMESTRE, DA FACULDADE FAE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS. O Diretor-Geral da Faculdade FAE São José dos Pinhais, no uso

Leia mais

CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA

CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA EDITAL Nº. 23 PRIMEIRO SEMESTRE DE 2016 A Diretoria da Faculdade Cambury, mantida pelo Centro Tecnológico Cambury Ltda., com base em dispositivo constante em seu Regimento Geral, e de acordo com a Lei

Leia mais

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS De acordo com a Lei nº 9.394 de 20/12/96 e o Regimento Geral, a Reitora da Universidade Salvador - UNIFACS, no uso de suas atribuições, torna pública a abertura das inscrições do Processo Seletivo UNIFACS

Leia mais

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS:

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS: De acordo com a Lei nº 9.394 de 20/12/96 e o Regimento Geral, a Reitora da Universidade Salvador - UNIFACS, no uso de suas atribuições, torna pública a abertura das inscrições do Processo Seletivo Tradicional

Leia mais

Edital do Processo Seletivo 2014. Ato Edital n 029. (Resolução CONSEPE - nº 23 de 06 de agosto de 2013)

Edital do Processo Seletivo 2014. Ato Edital n 029. (Resolução CONSEPE - nº 23 de 06 de agosto de 2013) CENTRO UNIVERSITÁRIO LUTERANO DE MANAUS Decreto de 26/03/2001 - DOU de 27/03/2001. Edital do Processo Seletivo 2014 Ato Edital n 029 (Resolução CONSEPE - nº 23 de 06 de agosto de 2013) O Diretor Geral

Leia mais

Edital. Processo Seletivo 2016

Edital. Processo Seletivo 2016 Edital Processo Seletivo 2016 O Diretor Executivo da Fundação Educacional Nordeste Mineiro FENORD, no uso de suas atribuições, faz saber aos interessados que, no período indicado neste Edital, estarão

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO 2016.2

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO 2016.2 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO.2 A Diretora Geral da ESPM Unidade Rio de Janeiro, em consonância com o regimento da instituição, torna público o edital do processo seletivo classificatório

Leia mais

FACULDADE 7 DE SETEMBRO

FACULDADE 7 DE SETEMBRO FACULDADE 7 DE SETEMBRO SEDE IMPERADOR PROCESSO SELETIVO 2015.2 EDITAL Nº 11/2015 A Faculdade 7 de Setembro (FA7), com base no seu Regimento Interno e nas disposições da legislação em vigor, torna pública,

Leia mais

EDITAL 07/2015 PROCESSO SELETIVO UNIFICADO DE ADMISSÃO/2016

EDITAL 07/2015 PROCESSO SELETIVO UNIFICADO DE ADMISSÃO/2016 1 EDITAL 07/2015 PROCESSO SELETIVO UNIFICADO DE ADMISSÃO/2016 A Presidente da Comissão Mista Organizadora dos Processos Seletivos do Centro Universitário Salesiano de São Paulo e da Faculdade Salesiana

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2015.2

PROCESSO SELETIVO 2015.2 PROCESSO SELETIVO 2015.2 Prezado(a) candidato(a): Este é um momento importante da sua vida. Aqui começa o seu futuro como Profissional e como cidadão. A escolha de uma faculdade será decisiva para uma

Leia mais

3º Processo Seletivo para o 1º semestre de 2015 EDITAL. Eventos Data Horário. 22, 26 e 29/01/15. 23, 27 e 30/01/15

3º Processo Seletivo para o 1º semestre de 2015 EDITAL. Eventos Data Horário. 22, 26 e 29/01/15. 23, 27 e 30/01/15 3º Processo Seletivo para o 1º semestre de 2015 EDITAL A Direção Geral da Faculdade Salesiana Maria Auxiliadora faz saber, através do presente Edital, que estarão abertas, no período de 19/01 a 29/01/2015,

Leia mais

E D I T A L. Art. 3º Dê-se ciência aos interessados e a quem de direito para que o presente produza seus efeitos. Publique-se.

E D I T A L. Art. 3º Dê-se ciência aos interessados e a quem de direito para que o presente produza seus efeitos. Publique-se. EDITAL PROSEL 26/2015 DISPÕE SOBRE O PROCESSO SELETIVO 2015/INVERNO, PARA ACESSO AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF. A Presidente da Comissão do Processo Seletivo, observado o art.

Leia mais

EDITAL N. 01 DO PROCESSO SELETIVO DE MEDICINA

EDITAL N. 01 DO PROCESSO SELETIVO DE MEDICINA EDITAL N. 01 DO PROCESSO SELETIVO DE MEDICINA Edital n. 01, de 18 de novembro de 2014, que regulamenta o Processo Seletivo para ingresso no curso de Graduação em Medicina da Faculdade Allfredo Nasser A

Leia mais

EDITAL CEPS 003/2016 PROCESSO SELETIVO UNIFICADO CESUC 2016/2

EDITAL CEPS 003/2016 PROCESSO SELETIVO UNIFICADO CESUC 2016/2 PROCESSO SELETIVO UNIFICADO CESUC 2016/2 O Presidente da Comissão Especial do Processo Seletivo Unificado - CEPS, torna público por meio do presente Edital, que serão recebidas as inscrições referentes

Leia mais

FACULDADE FIA DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS Mantida pela Fundação Instituto de Administração

FACULDADE FIA DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS Mantida pela Fundação Instituto de Administração EDITAL DO VESTIBULAR 2/2011 O Diretor Geral da Faculdade FIA de Administração e Negócios, no uso de suas atribuições regimentais e da legislação vigente, por meio do presente Edital, torna público o edital

Leia mais

EDITAL Nº 01/2014 EDITAL Nº 01/2014 DO PROCESSO SELETIVO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CUIABÁ INGRESSO EM 2015/1

EDITAL Nº 01/2014 EDITAL Nº 01/2014 DO PROCESSO SELETIVO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CUIABÁ INGRESSO EM 2015/1 CUIABÁ CUIABÁ CUIABÁ CUIABÁ UNIDADE PARCELAS MENSALIDADE (R$) TURNO VAGAS DURAÇÃO DO CURSO EDITAL Nº 01/2014 EDITAL Nº 01/2014 DO PROCESSO SELETIVO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CUIABÁ INGRESSO EM 2015/1

Leia mais

1.2 Relação dos Cursos/vagas

1.2 Relação dos Cursos/vagas UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DO SISTEMA CAMPUS VIRTUAL CRUZEIRO DO SUL, MODALIDADE A DISTÂNCIA (EaD) 2015 A Universidade Cruzeiro do Sul, atendendo a Portaria Normativa MEC

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2015 / 2 Semestre

PROCESSO SELETIVO 2015 / 2 Semestre PROCESSO SELETIVO 2015 / 2 Semestre A Diretora Acadêmica do Centro Universitário Hermínio da Silveira - IBMR, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, na conformidade do que dispõe a Legislação

Leia mais

FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE COMISSÃO DE VESTIBULAR 2011/2

FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE COMISSÃO DE VESTIBULAR 2011/2 1 FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE COMISSÃO DE VESTIBULAR 11/2 EDITAL Nº 5/11 1.0 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES O Processo Seletivo 11/2 dos cursos de Administração e de Direito da Faculdade Católica Dom Orione

Leia mais

EDITAL Nº 01 DE 10 DE SETEMBRO DE 2015 PROCESSO SELETIVO PARA O PRIMEIRO E SEGUNDO SEMESTRE 2016

EDITAL Nº 01 DE 10 DE SETEMBRO DE 2015 PROCESSO SELETIVO PARA O PRIMEIRO E SEGUNDO SEMESTRE 2016 EDITAL Nº 01 DE 10 DE SETEMBRO DE 2015 PROCESSO SELETIVO PARA O PRIMEIRO E SEGUNDO SEMESTRE 2016 A Diretora Geral, no uso de suas atribuições, de acordo com o Estatuto e Regimento Geral em vigor e nos

Leia mais

FACULDADE DAS AMÉRICAS Edital do Processo Seletivo - 2º Semestre de 2015

FACULDADE DAS AMÉRICAS Edital do Processo Seletivo - 2º Semestre de 2015 FACULDADE DAS AMÉRICAS Edital do Processo Seletivo - A Diretora Geral da Faculdade das Américas, com base no Regimento Geral, na Portaria Ministerial nº 391 de 07/02/2002, na Portaria Normativa nº 40,

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO -2014.1-

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO -2014.1- A Universidade Castelo Branco torna público o presente Edital com normas, rotinas e procedimentos relativos ao Processo Seletivo para ingresso no 1º semestre de 2014 nos Cursos de Graduação, na modalidade

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO DO SENAI BAHIA Processo Seletivo 2015.2

PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO DO SENAI BAHIA Processo Seletivo 2015.2 PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO DO SENAI BAHIA Processo Seletivo 2015.2 O Diretor Regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento

Leia mais

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR MÚLTIPLO - IESM - DO PROCESSO SELETIVO DE VESTIBULAR PARA INGRESSO 2016.1 EDITAL Nº. 02/2015

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR MÚLTIPLO - IESM - DO PROCESSO SELETIVO DE VESTIBULAR PARA INGRESSO 2016.1 EDITAL Nº. 02/2015 INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR MÚLTIPLO - IESM - DO PROCESSO SELETIVO DE VESTIBULAR PARA INGRESSO 2016.1 EDITAL Nº. 02/2015 A Faculdade IESM- Instituto de Ensino Superior Múltiplo, situada na Avenida Boa

Leia mais

UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO - UNICID. Edital de 27 de agosto de 2010 - Processo Seletivo Medicina - 1º Semestre de 2011

UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO - UNICID. Edital de 27 de agosto de 2010 - Processo Seletivo Medicina - 1º Semestre de 2011 UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO - UNICID Edital de 27 de agosto de 2010 - Processo Seletivo Medicina - 1º Semestre de 2011 O Reitor da Universidade Cidade de São Paulo UNICID, com base no respectivo Regimento

Leia mais

Engenharia Civil Bacharelado (matutino-diurno) 30 Engenharia Civil Bacharelado (noturno) 30 ADITIVO EDITAL Nº. 14/2013

Engenharia Civil Bacharelado (matutino-diurno) 30 Engenharia Civil Bacharelado (noturno) 30 ADITIVO EDITAL Nº. 14/2013 ADITIVO EDITAL Nº. 14/2013 A Faculdade Farias Brito FFB, entidade de ensino superior aprovada pelo parecer Nº 1195/2001 do Conselho Nacional de Educação e credenciada pela Portaria Nº 1825/MEC, de 15.08.2001

Leia mais

VESTIBULAR 2014.2 FACULDADE FARIAS BRITO FFB A FACULDADE DA QUALIDADE

VESTIBULAR 2014.2 FACULDADE FARIAS BRITO FFB A FACULDADE DA QUALIDADE EDITAL VESTIBULAR PROGRAMADO 07/2014 VESTIBULAR 2014.2 FACULDADE FARIAS BRITO FFB A FACULDADE DA QUALIDADE SUMÁRIO EDITAL Nº. 07/2014... 3 1. DA VALIDADE... 3 2. DAS INSCRIÇÕES... 3 3. DAS PROVAS... 4

Leia mais

UNI-FACEF CENTRO UNIVERSITÁRIO MUNICIPAL DE FRANCA

UNI-FACEF CENTRO UNIVERSITÁRIO MUNICIPAL DE FRANCA EDITAL 001/2016 PROCESSO SELETIVO COM APROVEITAMENTO DO ENEM OU DO HISTÓRICO ESCOLAR DO ENSINO MÉDIO (VAGAS REMANESCENTES) CURSOS DE GRADUAÇÃO UNI-FACEF 2016 O UNI-FACEF CENTRO UNIVERSITÁRIO MUNICIPAL

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO 2013.2 TRANSFERÊNCIA EXTERNA e PORTADORES DE DIPLOMA DE NÍVEL SUPERIOR

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO 2013.2 TRANSFERÊNCIA EXTERNA e PORTADORES DE DIPLOMA DE NÍVEL SUPERIOR EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO 2013.2 TRANSFERÊNCIA EXTERNA e PORTADORES DE DIPLOMA DE NÍVEL SUPERIOR A Universidade Salvador UNIFACS, em conformidade com seu Regimento Geral, torna pública a

Leia mais

EDITAL Nº 09/2015 PROCESSO SELETIVO TRADICIONAL 2015/2 CONSOLIDADO

EDITAL Nº 09/2015 PROCESSO SELETIVO TRADICIONAL 2015/2 CONSOLIDADO EDITAL Nº 09/2015 PROCESSO SELETIVO TRADICIONAL 2015/2 CONSOLIDADO O Diretor da FACULADE CENECISTA DE OSÓRIO - FACOS, com sede no município de Osório, Estado do RS, torna público, na forma regimental e

Leia mais

Edital 009/16 DAC Apucarana, 02 de maio de 2016. EDITAL

Edital 009/16 DAC Apucarana, 02 de maio de 2016. EDITAL Edital 009/16 DAC Apucarana, 02 de maio de 2016. A Direção Acadêmica da Faculdade de Apucarana - FAP, no uso de suas competências e demais disposições legais, aprova e torna público o seguinte EDITAL 1.

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS RECONHECIDO PELA LEI Nº 11.892, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2008

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS RECONHECIDO PELA LEI Nº 11.892, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2008 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS RECONHECIDO PELA LEI Nº 11.892, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2008 - E D I T A L N 2 - O Reitor Pro Tempore do Instituto Federal de

Leia mais

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS:

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS: De acordo com a Lei nº 9.394 de 20/12/96 e o Regimento Geral, a Reitora da Universidade Salvador - UNIFACS, no uso de suas atribuições, torna pública a abertura das inscrições do Processo Seletivo UNIFACS

Leia mais

VESTIBULAR 2016.1 FACULDADE FARIAS BRITO FFB A FACULDADE DA QUALIDADE

VESTIBULAR 2016.1 FACULDADE FARIAS BRITO FFB A FACULDADE DA QUALIDADE EDITAL 01/2016 VESTIBULAR 2016.1 FACULDADE FARIAS BRITO FFB A FACULDADE DA QUALIDADE Faculdade Farias Brito FFB Rua Castro Monte, 1364 Varjota A Faculdade da Qualidade Sumário EDITAL Nº. 01/2016... 3 1.

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO DO SENAI BAHIA Processo Seletivo 2015.1

PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO DO SENAI BAHIA Processo Seletivo 2015.1 PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO DO SENAI BAHIA Processo Seletivo 2015.1 O Diretor Regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento

Leia mais

FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU CAMPINA GRANDE Credenciado pela Portaria Nº 65, DE 30 DE JANEIRO DE 2014 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.

FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU CAMPINA GRANDE Credenciado pela Portaria Nº 65, DE 30 DE JANEIRO DE 2014 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015. FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU CAMPINA GRANDE Credenciado pela Portaria Nº 65, DE 30 DE JANEIRO DE 2014 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 A Direção da Faculdade Maurício de Nassau de Campina Grande-PB no

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2015 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via Prova Agendada. Inscrição Calendário Redação Resultado Matrícula

PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2015 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via Prova Agendada. Inscrição Calendário Redação Resultado Matrícula PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2015 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via Prova Agendada A Universidade de Franca, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40 de 12.12.2007, resolve promover Processo

Leia mais

I) A prova de Redação será escrita e respondida em Língua Portuguesa, no valor total de 100 (cem) pontos.

I) A prova de Redação será escrita e respondida em Língua Portuguesa, no valor total de 100 (cem) pontos. EDITAL DO PROCESSO SELETIVO E MATRÍCULA DOS CANDIDATOS APROVADOS NO CURSO PRESENCIAL OFERECIDO PARA O PRIMEIRO SEMESTRE DE 2016 DA FACULDADE MODAL (INÍCIO DAS AULAS EM FEVEREIRO DE 2016). De ordem do Sr.

Leia mais

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR DE INVERNO 2009/2

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR DE INVERNO 2009/2 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR DE INVERNO 2009/2 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO O Reitor do Centro Universitário Feevale, instituição de ensino superior recredenciada pela Portaria nº. 1.566, de 27 de maio

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE 2016

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE 2016 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE 2016 A Profa. Ms. Lizika Goldchleger, Gerente Executiva da Faculdade Cultura Inglesa, no uso de suas atribuições legais, FAZ SABER que o Processo Seletivo para o

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SEGUNDO SEMESTRE DE 2015 Nº 02 - VAGAS REMANESCENTES

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SEGUNDO SEMESTRE DE 2015 Nº 02 - VAGAS REMANESCENTES 1 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SEGUNDO SEMESTRE DE 2015 Nº 02 - VAGAS REMANESCENTES A Comissão Permanente de Seleção da Católica do Tocantins COSEF torna público para conhecimento, aos interessados, as

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2016 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM

PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2016 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2016 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM A Universidade Cruzeiro do Sul, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40 de 12.12.2007, resolve promover Processo

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2015 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via Prova Agendada

PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2015 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via Prova Agendada PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2015 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via Prova Agendada A Universidade de Franca, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40 de 12.12.2007,republicada em 01.12.2010

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO EAD TRADICIONAL 2016.1 CURSOS DE GRADUAÇÃO (BACHARELADO E LICENCIATURA) & CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA

MANUAL DO CANDIDATO EAD TRADICIONAL 2016.1 CURSOS DE GRADUAÇÃO (BACHARELADO E LICENCIATURA) & CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA MANUAL DO CANDIDATO EAD TRADICIONAL 2016.1 CURSOS DE GRADUAÇÃO (BACHARELADO E LICENCIATURA) & CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA 1 UNIFACS - UNIVERSIDADE SALVADOR Mantenedora: FACS Serviços Educacionais LTDA

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial - autorizado pela Portaria SERES/MEC nº 387 de 23/09/2011 - DOU 26/09/2011 p.

Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial - autorizado pela Portaria SERES/MEC nº 387 de 23/09/2011 - DOU 26/09/2011 p. FACULDADE FACCENTRO Credenciada pela Portaria SERES/MEC nº 483, de 16/12/2011 D.O.U. de 19/12/2011 EDITAL nº 003, de 01 de novembro de 2012. PROCESSO SELETIVO 2013/1 A Faculdade FACCENTRO, mantida pelo

Leia mais

FACULDADE CESUMAR DE CURITIBA EDITAL Nº 01/2016, de 15 de janeiro de 2016.

FACULDADE CESUMAR DE CURITIBA EDITAL Nº 01/2016, de 15 de janeiro de 2016. FACULDADE CESUMAR DE CURITIBA EDITAL Nº 01/2016, de 15 de janeiro de 2016. NORMAS DO PROCESSO SELETIVO AGENDADO PARA INGRESSO NA FACULDADE CESUMAR DE CURITIBA EM 2016. A Direção da Faculdade Cesumar de

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 164/2012

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 164/2012 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 164/2012 Dispõe sobre as normas e fixa o calendário e número de vagas para o Processo Seletivo/2013 dos cursos presenciais de graduação. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade

Leia mais

Faculdade La Salle Mantida pela Sociedade Porvir Científico Credenciada pela Portaria Ministerial nº. 2.653 de 07/12/01 D.O.U. de 10/12/01.

Faculdade La Salle Mantida pela Sociedade Porvir Científico Credenciada pela Portaria Ministerial nº. 2.653 de 07/12/01 D.O.U. de 10/12/01. EDITAL Nº. 03/2009 Art. 1º O Diretor Geral da FACULDADE LA SALLE, na forma do disposto no art. 44, Inciso II da Lei de Diretrizes e Bases Nº 9.394, de 20/12/96, Portaria Ministerial Normativa MEC Nº 2.941,

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2016, de 29/10/2015 CONCURSO VESTIBULAR

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2016, de 29/10/2015 CONCURSO VESTIBULAR EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2016, de 29/10/2015 CONCURSO VESTIBULAR O Diretor Geral da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ibitinga - FAIBI, mantida pela Fundação Educacional Municipal da Estância

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE CULTURA CAPIXABA FACULDADE CAPIXABA DE ADMINISTRAÇÃO E EDUCAÇÃO Credenciada pela Portaria nº 554 de 22/03/2001 - MEC

INSTITUTO SUPERIOR DE CULTURA CAPIXABA FACULDADE CAPIXABA DE ADMINISTRAÇÃO E EDUCAÇÃO Credenciada pela Portaria nº 554 de 22/03/2001 - MEC INSTITUTO SUPERIOR DE CULTURA CAPIXABA FACULDADE CAPIXABA DE ADMINISTRAÇÃO E EDUCAÇÃO Credenciada pela Portaria nº 554 de 22/03/2001 - MEC EDITAL N.º 05/2011 PROCESSO SELETIVO PARA O PRIMEIRO SEMESTRE

Leia mais

CURSO TURNO RECONHECIMENTO OU AUTORIZAÇÃO

CURSO TURNO RECONHECIMENTO OU AUTORIZAÇÃO EDITAL Nº 09 DE 16 DE OUTUBRO DE 2013 PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO 2014-1º SEMESTRE A Direção Geral da Faculdade do Vale do Itapecuru FAI, mantida pela Sociedade Educacional Caxiense S/C Ltda. SOEDUCA,

Leia mais