RapidNet. Categoria 6 CM/UTP RapidNet 6 Vias 46

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RapidNet. Categoria 6 CM/UTP RapidNet 6 Vias 46"

Transcrição

1 RapidNet Página Soluções de Cabos de Cobre e Fibra RapidNet a melhor solução para Data Centers 44 Aplicação 44 Benefícios 44 Disponibilidade do Produto em Cobre 45 Disponibilidade do Produto em FO 45 Categoria 6 CM/UTP RapidNet 6 Vias 46 Categoria 6A F/FTP Deca¹º RapidNet Cassete 47 Deca¹º RapidNet Patch Panel Modular Descarregado 47 Feixe de Cabos RapidNet 47 Solução em Fibra Transmissão 10G em Fibras Ópticas 48 Solução RapidNet em fibra 48 Conector LC 48 Conector SC 48 Cassete para Conector (painel para conector) 49 Solução 10G Deca10 RapidNet Fibras Ópticas 50 RapidNet Trolley 50 Produtos de Fibra 51 RapidNet Painel Modular 1U p/ 4 cassetes 51 Patchcord MTP 52

2 RAPIDNET Soluções de Cabos de Cobre e Fibra RapidNet a melhor solução para Data Centers Muitas instalações críticas de Data Center são realizadas nos finais de semana ou à noite para minimizar o tempo de parada da rede. Mesmo em novas instalações, é comum o instalador se deparar com locais de difícil acesso e pouco tempo para atender o cronograma da obra. A HellermannTyton, fabricante mundial de sistemas de cabeamento estruturado, reforça a sua posição de empresa inovadora colocando-se novamente a frente no mercado com o desenvolvimento tecnológico de uma solução pré conectorizada em fábrica de infraestrutura de comunicação de dados, voz e imagem, que atende as exigências dos padrões internacionais e vai de encontro com a necessidade dos instaladores e clientes finais. Rapidnet RapidNet é um sistema plug and play, préterminado que não requer terminação ou teste de certificação em campo. Este sistema reduz o tempo de instalação em até 85%. A implantação deste tipo de sistema é finalizada em tempo recorde e a qualidade e o rendimento são superados, pois cada conjunto RapidNet é terminado e testado pela HellermannTyton antes de serem enviados para o cliente. O sistema RapidNet de cabeamento estruturado pré-terminado é testado em fábrica e fornecido nas medidas previamente estabelecidas no projeto para minimizar o trabalho em campo. Aplicação: Benefícios do Produto: Redes críticas, ambientes de data center, hostings, storages, call centers, redes temporárias, instalações com tempo de execução curto, pontos de consolidação e cabeamento por zonas, redundâncias, etc. Para cabeamento horizontal, em leitos de cabos ou eletrocalhas, em locais sem fluxo de ar forçado, em instalações em um mesmo ambiente ou em locais com condições de propagação de fogo similares a estas. Para Blackbones, ligações entre racks e salas de telecomunicações, espelhamento de equipamentos, links dentro e salas de equipamentos e Data centers. Menor número requerido de técnicos para a instalação; Não requer certificação dos profissionais que farão a instalação; Maior número de pontos de rede instalados por período; 100% terminado e testado em fábrica; 75% de redução no tempo de instalação de um sistema de cabeamento feito em cobre e 85% de redução no tempo de instalação de um sistema de cabeamento feito em fibras ópticas; Maior agilidade para remanejamentos, expansões ou remoções; 25 anos de garantia estendida; Não deixa sobras ou entulho na obra; Reduz a zero a possibilidade de erro de dimensionamento em projeto; Otimiza o investimento; Reduz o tempo para a entrega do as built. Os relatórios de teste são entregues junto com o produto; 44

3 RAPIDNET Soluções de Cabos de Cobre e Fibra 6 Disponibilidade do Produto em Cobre RapidNet cobre categoria 6; RapidNet cobre categoria 6A; Fornecido em comprimentos entre 3 e 90 metros; Até 25 metros fornecido em caixas respeitando o raio de curvatura com proteção ao cassete/jack durante o transporte; De 25 a 90 metros fornecido em bobinas (respeitando o raio de curvatura com proteção ao cassete/jack durante o transporte) Acompanha relatório de testes e certificado de garantia; Fornecido em cassetes de 4 e 6 cabos; O conjunto possui marcação do fabricante impressa no cabo e em relevo na estrutura do cassete; Cassetes injetados em plástico de alto impacto UL 94V-0 com fecho deslizante para encaixe em painel; Conjunto fabricado com cabos U/UTP de alta performance Categoria 6; Conjunto fabricado com cabos U/FTP de alta performance Categoria 6A; Capa do cabo em PVC retardante a chama tipo CM para categoria 6 e LSZH para categoria 6A; Certificação UL e ANATEL; Possibilidade de fornecimento com terminações diversas: Cassete para Cassete; Cassete para RJ45 fêmea; Cassete para RJ45 macho; Cassete para POD - solução de caixa de piso elevado; Cassete para ponta não terminada. Disponibilidade do Produto em FO RapidNet Fibra Óptica (Multimodo OM1, OM2, OM3, OM4 e Monomodo); Fornecido com cabo terminado no cassete ou MTP/MPO; Até 45 metros fornecidos em caixas (respeitando o raio de curvatura com proteção ao cassete/jack durante o transporte); De 45 a 300 metros fornecido em bobinas (respeitando o raio de curvatura com proteção ao cassete/jack durante o transporte) Acompanha relatório de testes e certificado de garantia; Fornecido: comprimentos entre 3 e 300 m; Fonecido em cassetes de 6 ou 12 fibras; O conjunto possui marcação do fabricante impressa no cabo e em relevo na estrutura do cassete; Cassetes injetados em plástico de alto impacto UL 94V-0 com fecho deslizante para encaixe em painel; Conjunto fabricado com cabos de fibras ópticas Multimodo e Monomodo; Capa do cabo em PVC retardante a chama tipo LSZH; Conectores reconhecidos e/ou disponíveis - LC ou SC; Possibilidade de fornecimento com terminações diversas. 45

4 RAPIDNET Categoria 6CM UTP RapidNet 6 Vias Cassete para Cassete (painel para painel) RAPID C/C C6 CM XM* RapidNet Cat6 CM cassete para cassete 6 portas Cassete para Jack (painel para painel modular ou espelho) RAPID C/JACK C6 CM XM* RapidNet Cat6 CM cassete para jack 6 portas Cassete para Plug (painel para plug) RAPID C/PLUG C6 CM XM* RapidNet Cat6 CM cassete para plug 6 portas Cassete para terminação aberta (painel para terminação aberta) RAPID C/ OPEN C6 CM XM* RapidNet Cat6 CM cassete para terminação aberta 6 portas Cassete para Pod (painel para ponto de consolidação) RAPID C/POD C6 CM XM* RapidNet Cat6 CM cassete para ponto de consolidação 6 portas 46

5 RAPIDNET Categoria 6A F/FTP 6 Deca¹º RapidNet - Performance e Flexibilidade Deca¹º RapidNet Cassete O Deca¹º RapidNet Cassete é pré terminado com 6 Deca¹º keystone aterrados em uma placa dentro do cassete. A placa de terra do cassete faz os contatos com os pontos de terra no Deca¹º RapidNet panel. O Deca¹º cassete é fabricado com um simples mecanismo push clip e pinos de polarização para previnir inserções erradas. Terminados e testados em fábrica; Economia de até 85% no tempo de instalação; Pedidos de acordo com o comprimento desejado. A solução Deca10 RapidNet incorporou a praticidade do consagrado sistema plug & play da HellermannTyton com o desempenho necessário para transmissões 10Gbps da linha de produtos Deca10. O cassete possui um mecanismo simples de travamento chamado push clip (patente HellermannTyton) com pinos que não permitem a inserção de forma errada. Deca10 RapidNet Patch Panel Modular Descarregado O patch panel modular descarregado Deca10 RapidNet acomoda 4 cassetes de 6 vias permitindo até 24 conexões categoria 6A em 1UR. A solução modular permite intercâmbio de cassetes de cobre e fibra óptica no mesmo painel. Possui sistema de vinculação elétrica entre os módulos de conectores do cassete e o patch panel que garante a continuidade da blindagem. Possibilita a identificação com etiquetas intercambiáveis não colantes em dois locais na lâmina frontal, acima e abaixo de cada cassete. Feixe de Cabos RapidNet Mesmo cabo usado para montagem em campo; Feixe com 6 cabos e elemento central dielétrico; Totalmente LSZH (Inclusive a fita de amarração); Sem Alien Cross Talk por ser uma solução totalmente blindada. Cassete para Cassete Cassete para Keystone Cassete para ponta livre Opções de Fornecimento RN06GA-CACAX*M RN06GA-CAKJX*M RN06G6A-CAENDX*M Nota: para completar o código, substitua o X pelo comprimento solicitado em 47

6 RAPIDNET Soluções em Fibra Transmissão 10Giga em Fibras Ópticas A Fibra Óptica é o meio que melhor suporta as inovações relativas aos constantes aumentos de desempenho dos equipamentos de transmissão. É um meio dielétrico (não sofre interferência eletro magnética) e predomina em sistemas de backbone e FTTX. Solução RapidNet em fibra; RapidNet é uma excelente solução quando se requer altíssima largura de banda ou longas distâncias. RapidNet Fibra utiliza o conector LC com um cabo de 12 fibras tipo tight, e utiliza o conector SC com um cabo de 6 fibras tipo tight. A HellermannTyton fornece no comprimento especificado pelo cliente, cada link de12 fibras ou 6 fibras é fornecido terminado de um lado com o RapidNet cassete patenteado pela HellermannTyton e no outro lado com o cassete ou conector. Cada cassete pré-etiquetado de 12 fibras ou 6 fibras encaixa facilmente no painel modular. A sua remoção também é muito fácil, simplesmente deslizando o fecho para a frente e o cassete sai facilmente pela parte traseira do painel modular. Opções de Fibra 62,5/125µm (OM1); 50/125µm (OM2); 50/125µm laser otimizado para 10G (OM3); 9/125µm Monomodo (OS1e OS2) Característica dos produtos: Excede o TIA/EIA-568-B e IEEE 802.3ae 10GbE standards; Painel modular aceita 4 cassetes RapidNet, permitindo até 48 fibras em 1UR; Certificação com relatório de testes de todos os links de fibra; Para a opção do cassete para conector é fornecido com um olhal de puxamento pré instalado no fim do conector. Conector LC Cassete para Cassete (painel para painel) RAPIDFIBER C/C12LC62.5/125XM* RAPIDFIBER C/C12LC50/125XM* RAPIDFIBER C/C12LCOM3XM* RAPIDFIBER C/C12LCSMXM* RapidNet 62,5/125µm 12-fibra LC Cassete para cassete 12 fibras RapidNet 50/125µm 12-fibra LC Cassete para cassete 12 fibras RapidNet 50/125µm 10Giga 12-fibra LC Cassete para cassete 12 fibras RapidNet 9/125µm Monomodo12-fibra LC Cassete para cassete 12 fibras Conector SC Cassete para Cassete (painel para painel) RAPIDFIBER C/C 6SC62.5/125 XM* RAPIDFIBER C/C 6SC50 XM* RAPIDFIBER C/C 6SCOM3 XM* RAPIDFIBER C/C 6SCSM XM* RapidNet 62,5/125µm 6-fibra SC RapidNet 50/125µm 6-fibra SC RapidNet 50/125µm 10Giga 6-fibra SC RapidNet 9/125µm Monomodo 6-fibra SC *Nota: Para completar o código, substitua o X com o comprimento solicitado em 48

7 RAPIDNET Soluções em Fibra 6 Cassete para Conector (painel para conector) RAPIDFIBER C/LC AAA*XM** RAPIDFIBER C/SC AAA*XM** RapidNet 12-fibra LC cassete para 12 conectores LC RapidNet 6-fibra SC cassete para 6 conectores SC *Nota: Para completar o código, substitua o A com o tipo de fibra apropriada: 62.5, 50, 10G ou SM. **Nota: Para completar o código, substitua o X com o comprimento solicitado em Tipo de Fibra Óptica MM SM 62,5/125µm 50/125µm 9/125µm ( n m) 160/ / / / /500 10GBASE-SR a 26m 2 a 33m 2 a 66m 2 a 82m 2 a 300m y Serial LAN 10GBASE-LR 10GBASE-LRM ,5 a 220m 300m 2m a 10km 10GBASE-ER m a 40km 10GBASE-SW a 26m 2 a 33m 2 a 66m 2 a 82m 2 a 300m Serial WAN 10GBASE-LW m a 10km 10GBASE-EW m a 40km 10GBASE-LX4* 1310** 2 a 66m 2 a 86m 2 a 300m 2m a 10km 49

8 RAPIDNET Solução 10G Deca10 RapidNet Fibras Ópticas RapidNet Óptico pré-terminado Fica Técnica: A solução RapidNet em fibra óptica para atender a taxas de transmissão de 10Gbps pode ser fornecida de duas formas, cassetes com conexão MTP/MPO ou cassetes préterminados em fábrica. Ambas as soluções reduzem significativamente o tempo de instalação em até 85% mantendo a qualidade e a integridade de um sistema terminado e testado em fábrica. Sua alta densidade permite a acomodação de até 96 fibras LC ou 48 fibras SC em 1UR. Aplicação: Ambientes internos; Até 300m usando fibras OM3 ou OM4 (Multimodo otimizada); Até 500m usando fibras OS1 (Monomodo); Terminação LC (6 ou 12 conectores duplex); Terminação SC (6 simplex ou 6 duplex); Dobro da densidade se comparado a versão prévia. Permite a passagem do cabo por caminhos restritos conector de forma reduzida (SFF); Cabos e conectores com 12 fibras; Cassetes de 24 fibras usam dois conectores MTP/MPO; Travas evitam o encaixe incorreto do conector; Disponível como MTP/MPO ou préterminado em alta densidade ou padrão com conexões LC e SC. LC DX - Alta Densidade SC DX - Alta Densidade LC DX - Padrão MTP/MPO 24 (12) Máximo número de conexões (portas por cassete) Fibras (Acoplador Duplex) MTP/MPO 12 (6) MTP/MPO 12 (6) Tipo de Fibra 62,5/125µm (OM1) 50/125µm (OM2) 50/125µm (OM3) 50/125µm (OM4) 9/125µm (monomodo) RapidNet Trolley Cód. TR001-V2 Torna o lançamento de cabos mais fácil; Ajuda no transporte dos cabos; Suporta até 4 bobinas; Estrutura pré montada com 4 rodízios com trava. 50

9 RAPIDNET Solução 10G 6 Produtos de Fibra Óptica Patch Cords e PigTails são fabricados utilizando fibras OM4. Toda conexão é testada para checar a inserção e perda de retorno. O RapidNet MTP/MPO Fan out Assembly está disponível com 12 conexões SC ou LC para MTP/MPO. As conexões MTP/MPO permitem uma rápida e fácil instalação da fibra óptica e são utilizadas em Data Centers ou em áreas com acesso limitado para cabeamento. O novo formato em cassete permite em uma simples conexão até 24 portas por cassete (12 fibras por conector MTP/MPO ou 24 fibras em cabo OM3). O Cassete de fibra pré-terminado de alta densidade está disponível nas versões LC e SC assim como a densidade padrão. Painel Modular RapidNet Todo cassete RapidNet utiliza nosso fecho pratenteado projetado para permitir uma instalação fácil e rápida no patch panel modular. O Patch Panel Modular RapidNet de 1U aceita 4 ou 6 cassetes, e o Patch Panel Modular de 2U aceita 8 ou 12 cassetes. Os painéis se ajustam nos racks padrão 19. RapidNet Painel Modular 1U p/ 4 cassetes RN2408-UL 24 portas UTP de cobre 48 fibras LC 24 fibras SC RNBLANK RapidNet Painel Blank Modular p/ Painel RN2408-UL Obs.: Consulte para mais informações sobre tipos de fibras e comprimentos. 51

10 RAPIDNET Solução 10G Patch Cord MTP Patch cords Optecs MTP/MPO são feitos em cabo redondo de 12 fibras mini-core, com diâmetro mínimo, oferecendo excelente flexibilidade de curvatura. É pré-terminado com conector de 12 fibras MTP nas duas terminações, com tipo de cabo e comprimento especificados pelo cliente. Este tipo de patch cord de alta densidade pode ser usado para agilizar a instalação, minimizar erros e reduzir espaço de aplicação. Características e aplicações: Para conexão entre equipamentos, patching ou instalação de backbone; Opções de ambas terminações com pinos (tipo macho) ou ambas terminações sem pinos (tipo fêmea); Estrutura de cabo mini-core, redondo, 12 fibras, para eliminar sensibilidade na curvatura; Comprimento sob encomenda para adequar-se à cada necessidade de instalação; Pré-terminação de alta precisão de fabricação e montagens testadas na fábrica de acordo com as normas TIA/EIA e IEC. 52

DECA 10. Página Visão HellermannTyton sobre 10G Deca10 Categoria 6A 14

DECA 10. Página Visão HellermannTyton sobre 10G Deca10 Categoria 6A 14 Página Visão HellermannTyton sobre 10G Deca10 Categoria 6A 14 Ferramenta de Inserção sem Impacto 15 Conector Categoria 6A 16 Patch Panel Descarregado 24 portas Deca10 17 Cabo 4 pares trançados F/FTP 17

Leia mais

Cabo Óptico Pré Conectorizado Fanout

Cabo Óptico Pré Conectorizado Fanout Cabo Óptico Pré Conectorizado Fanout Tipo do Produto Cabo Óptico Pré-Conectorizado Descrição Cabo Óptico de construção tipo " tight buffer" (indoor ou indoor/outdoor) ou cordão multifibra (somente indoor)

Leia mais

ECO HD. Bloco 110 e Organizadores Bloco 110 Categoria 5e 35 Bloco 110 Categoria 6 36 Organizadores de cabos 38

ECO HD. Bloco 110 e Organizadores Bloco 110 Categoria 5e 35 Bloco 110 Categoria 6 36 Organizadores de cabos 38 Página Patch Panel Patch Panel cat. 6 32 P. Modular 48 portas em 1UR cat.6 32 Patch Panel Modular descar. 24 portas 33 Voice Panel 1UR 50 Portas 34 Bloco 110 e Organizadores Bloco 110 Categoria 5e 35 Bloco

Leia mais

PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED

PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED Aplicações imagens, segundo requisitos da norma ANSI/TIA/EIA-568A, uso interno, para cabeamento horizontal ou secundário, em salas de telecomunicações (cross-connect)

Leia mais

Cabo Óptico Pré-Conectorizado LC/SC

Cabo Óptico Pré-Conectorizado LC/SC Cabo Óptico Pré-Conectorizado LC/SC Tipo do Produto Descrição Cabo Óptico Pré-Conectorizado Cabo óptico de construção tipo tight buffer (indoor ou indoor/outdoor) pré-conectorizado em fábrica com conectores

Leia mais

CABLING CABOS CONECTORES PATCH PANEL 19 ACESSÓRIOS

CABLING CABOS CONECTORES PATCH PANEL 19 ACESSÓRIOS CABLING CABOS 04 CONECTORES 05 PATCH PANEL 19 06 ACESSÓRIOS 07 02 CABLING CABLAGENS DE COBRE O EIA/TIA 568, de 1991, foi o primeiro padrão americano para os sistemas de cableamento estruturado. Em 1995,

Leia mais

Catálogo de. Produtos LABORATÓRIO ÓPTICO FERRAMENTARIA / METALURGIA PRODUTOS INJETADOS MARCAS DISTRIBUÍDAS B5NX-CNC

Catálogo de. Produtos LABORATÓRIO ÓPTICO FERRAMENTARIA / METALURGIA PRODUTOS INJETADOS MARCAS DISTRIBUÍDAS B5NX-CNC FIBRAS ÓPTICAS E ACESSÓRIOS LABORATÓRIO ÓPTICO FERRAMENTARIA / METALURGIA B5NX-CNC PRODUTOS INJETADOS Catálogo de MARCAS DISTRIBUÍDAS Produtos R A Division of Cisco Systems, Inc. RACKS E ACESSÓRIOS Linha

Leia mais

FIBRA ÓTICA CABOS CORDÃO ÓTICO SIMPLEX OU DUPLEX GAVETAS DE DISTRIBUIÇÃO FIBRA ÓTICA TORPEDOS E CAIXAS PARA JUNTAS ADAPTADORES CONVERSORES DE MEIOS

FIBRA ÓTICA CABOS CORDÃO ÓTICO SIMPLEX OU DUPLEX GAVETAS DE DISTRIBUIÇÃO FIBRA ÓTICA TORPEDOS E CAIXAS PARA JUNTAS ADAPTADORES CONVERSORES DE MEIOS FIBRA ÓTICA CABOS CORDÃO ÓTICO SIMPLEX OU DUPLEX GAVETAS DE DISTRIBUIÇÃO FIBRA ÓTICA TORPEDOS E CAIXAS PARA JUNTAS ADAPTADORES CONVERSORES DE MEIOS 04 05 0 07 08 09 02 FIBRA ÓTICA TECNOLOGIA ÓTICA Com

Leia mais

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES RESUMO 1º BIMESTRE - 2º SEMESTRE

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES RESUMO 1º BIMESTRE - 2º SEMESTRE APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES RESUMO 1º BIMESTRE - 2º SEMESTRE 1 1. CABEAMENTO ESTRUTURADO Cabeamento estruturado é a disciplina que estuda a disposição organizada e padronizada de conectores e meios

Leia mais

Cabeamento Metálico: Tudo o que você precisa saber Parte 1

Cabeamento Metálico: Tudo o que você precisa saber Parte 1 Cabeamento Metálico: Tudo o que você precisa saber Parte 1 Conteúdo CABOS METÁLICOS SÓLIDO COMPONENTES DE UMA REDE CABOS ELETRÔNICOS INTERCONEXÃO E CROSS-CONNECT CABOS METÁLICOS E ACESSÓRIOS PONTO DE CONSOLIDAÇÃO

Leia mais

CABEAMENTO ESTRUTURADO NORMAS AMERICANAS EIA/TIA

CABEAMENTO ESTRUTURADO NORMAS AMERICANAS EIA/TIA CABEAMENTO ESTRUTURADO NORMAS AMERICANAS EIA/TIA NORMAS AMERICANAS EIA/TIA EIA/TIA 568-B: Commercial Building Telecomunications Cabling Standard Essa norma de 2001 é a revisão da norma EIA/TIA 568-A de

Leia mais

Legrand Cabling System LCS 2 cat. 6A

Legrand Cabling System LCS 2 cat. 6A Legrand Cabling System LCS 2 cat. 6A patch panel, blocos de conectores, patch cords e tomadas RJ45 335 73 335 76 Conector cat. 6a FTP blindado 517 82 327 78 6602 09 6602 13 765 99 Patch panels de montagem

Leia mais

NORMA ANSI/EIA/TIA 568 - B. Projeto Físico de Rede

NORMA ANSI/EIA/TIA 568 - B. Projeto Físico de Rede NORMA ANSI/EIA/TIA 568 - B O PADRÃO BASEIA-SE NOS SEIS PRINCIPAIS COMPONENTES DE UM SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO, QUE SÃO: 1 FACILIDADE DE ENTRADA (Entrance Facility) : É COMPOSTA POR HARDWARE DE

Leia mais

Cabeamento Estruturado

Cabeamento Estruturado Cabeamento Estruturado Infra-estrutura de cabeamento metálico ou óptico, capaz de atender a diversas aplicações proporcionando flexibilidade de layout, facilidade de gerenciamento, administração e manutenção

Leia mais

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 3 Técnicas de cabeamento

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 3 Técnicas de cabeamento APRENDIZAGEM INDUSTRIAL UNIDADE 3 Técnicas de cabeamento O cabeamento horizontal Compreende os segmentos de cabos que são lançados horizontalmente entre as áreas de trabalho e as salas de telecomunicações

Leia mais

Cabling. Cabling. Cabling. Cabos HDCS 54 Keystone 62 Patch Cord 66 Patch Panel 72 Faceplate HDCS 80 Ferramentas e acessórios 84

Cabling. Cabling. Cabling. Cabos HDCS 54 Keystone 62 Patch Cord 66 Patch Panel 72 Faceplate HDCS 80 Ferramentas e acessórios 84 Cabos HDCS 54 Keystone 62 Patch Cord 66 Patch Panel 72 Faceplate HDCS 80 Ferramentas e acessórios 84 Cabeamento Estruturado Cabos Montados Conectores DIO Racks FTTx Acessórios Conteúdo Geral A família

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA Departamento de Compras e Licitações - DCL Campus Universitário Trindade Florianópolis SC CEP 88.040-900 CNPJ/MF n 83.899.526/0001-82 Telefone

Leia mais

História da Fibra Óptica

História da Fibra Óptica História da Fibra Óptica Em 1870, o físico inglês Jonh Tyndall, demonstrou o princípio de guiamento da luz através de uma experiência muito simples, utilizando um recipiente furado com água, um balde e

Leia mais

Patch Panel & Keystone Jack (Cat5e)

Patch Panel & Keystone Jack (Cat5e) Este manual descreve como instalar os Patch Panels (modelos: 51.024) e Keystone Jacks (modelos: 31.090-WH, 31.090-BK e 31.090-IV) Categoria 5e da Gts Telecom. Apresenta como realizar a crimpagem, testes

Leia mais

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 6 Cabeamento Residencial

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 6 Cabeamento Residencial APRENDIZAGEM INDUSTRIAL UNIDADE 6 Cabeamento Residencial Cabeamento residencial Sistema que integra os serviços de telecomunicações em uma residência: Rede local de computadores, acesso à internet, controle

Leia mais

EXTENSÃO ÓPTICA CONECTORIZADA

EXTENSÃO ÓPTICA CONECTORIZADA EXTENSÃO ÓPTICA CONECTORIZADA Tipo do Produto Extensão Óptica Família do Produto Descrição TeraLan A Extensão Óptica Conectorizada é composta, (1) normalmente, por dois itens principais : Extensão Óptica:

Leia mais

Planejamento de Redes e Cabeamento Estruturado

Planejamento de Redes e Cabeamento Estruturado Planejamento de Redes e Cabeamento Estruturado Projeto e Instalação Prof. Deivson de Freitas Introdução Nenhuma área de tecnologia cresceu tanto como a de redes locais (LANs) A velocidade passou de alguns

Leia mais

DTN WEBEX NOVOS PRODUTOS

DTN WEBEX NOVOS PRODUTOS DTN WEBEX NOVOS PRODUTOS Conectividade 6A Linha de Bandejas Ópticas HDX Linha de Racks ITMAX Linha de Racks Fechados Acessórios de Organização Produtos de alta densidade FTP UTP Descarregado Azul/Branco/Bege

Leia mais

FICHA TÉCNICA PATCH PANEL 24 PORTAS C5e RoHS

FICHA TÉCNICA PATCH PANEL 24 PORTAS C5e RoHS FICHA TÉCNICA PATCH PANEL 24 PORTAS C5e RoHS 1- Aplicação: Este produto aplica-se a sistemas de cabeamento estruturado, para tráfego de voz, dados e imagens, do tipo 10BASE-T, 100BASE-Tx, 155M ATM, 4/16MB

Leia mais

Newell TM - Catálogo Cablagem Estruturada Fibra Óptica e Cobre

Newell TM - Catálogo Cablagem Estruturada Fibra Óptica e Cobre Newell TM - Catálogo Cablagem Estruturada Fibra Óptica e Cobre SOLUÇÃO DE CONECTIVIDADE Introdução pag 2 Acessórios de FO pag 3 FIBRA ÓPTICA LC pag 4 SC pag 5 ST pag 6 FC pag 7 DATASHEETS Cat 5E pag 8

Leia mais

14 CABOS DE FIBRA ÓTICA

14 CABOS DE FIBRA ÓTICA FIBRA OTICA 4 4 CABOS DE FIBRA ÓTICA Fibra Ótica com diferentes tipos de cabos: Tight Buffer - Estrutura Fechada Fibra ótica com revestimento em PVC. Usado para ligações dentro de edifícios (cabos, cordões

Leia mais

REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC

REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE CABEAMENTO ESTRUTURADO ÍNDICE 1 Informativos gerais 2 Especificações e Tabelas

Leia mais

Quando vamos precisar mais que 10 Gbps? Como será solução de cabling para 40/100 Gbps?

Quando vamos precisar mais que 10 Gbps? Como será solução de cabling para 40/100 Gbps? Organização em Datacenters Quando vamos precisar mais que 10 Gbps? O que diz a norma IEEE 802.3ba? Como será solução de cabling para 40/100 Gbps? Principais problemas em DATA CENTERS GRUPO SERVERS 1 GRUPO

Leia mais

Infraestrutura de Redes

Infraestrutura de Redes Infraestrutura de Redes Apresentação 01: Conceitos de Cabeamento Estruturado Prof. João Paulo Just - http://just.pro.br 1 Conceitos de Cabeamento Porque? Anteriormente: serviços como sistemas de alarmes,

Leia mais

CORDÃO ÓPTICO MONOFIBRA OU DUPLEX

CORDÃO ÓPTICO MONOFIBRA OU DUPLEX CORDÃO ÓPTICO MONOFIBRA OU DUPLEX Tipo do Produto Cordão Óptico Família do Produto TeraLan Descrição Cordão Óptico é o cabo óptico monofibra ou duplex com conector óptico nas duas extremidades Aplicação

Leia mais

FICHA TÉCNICA JACK RJ-45 C5e

FICHA TÉCNICA JACK RJ-45 C5e FICHA TÉCNICA JACK RJ-45 C5e 1- Aplicação: Este produto aplica-se a sistemas de cabeamento estruturado, para tráfego de voz, dados e imagens, em conformidade com os requisitos estabelecidos na Norma ANSI/TIA/EIA-568B.2

Leia mais

PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE

PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE São Paulo, 29 de julho de 2010 PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE 1. Informações e recomendações importantes O projeto foi solicitado pela Unidade para a implantação de rede local para o prédio GETS, sendo

Leia mais

Aumentar Diminuir Procura Tela Cheia Imprimir

Aumentar Diminuir Procura Tela Cheia Imprimir ADAPTER CABLE M8v CATEGORIA 5 ENHANCED Sistemas de Cabeamento Estruturado para tráfego de voz, dados e imagens, segundo requisitos da norma ANSI/TIA/EIA-568A, incluindo o adendo 5 (Categoria 5e), para

Leia mais

EIA/TIA 569-B infra-estrutura caminhos e espaços

EIA/TIA 569-B infra-estrutura caminhos e espaços ANSI EIA/TIA 569-B EIA/TIA 569-B infra-estrutura caminhos e espaços Conforme a EIA/TIA 569A a infra-estrutura é dividida nos seguintes subsistemas: Área de Trabalho; Percursos horizontais; Sala ou armário

Leia mais

Padronização. Rua Lourenço Pinto, 299 - Curitiba Paraná Brasil CEP 80010-160

Padronização. Rua Lourenço Pinto, 299 - Curitiba Paraná Brasil CEP 80010-160 Padronização O presente documento tem o intuito de definir a padronização utilizada para a infra-estrutura de rede de dados e voz, em sites da GVT. Deverá ser usado como base para execução dos projetos

Leia mais

ITMAX SOLUÇÃO DATA CENTER

ITMAX SOLUÇÃO DATA CENTER ITMAX SOLUÇÃO DATA CENTER DATA CENTER A Furukawa apresenta a solução ITMAX para Data Center, com produtos especialmente desenvolvidos para atender este mercado que requer componentes de alta performance.

Leia mais

LOTE 01 VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL ITEM DESCRIÇÃO RESUMIDA UNIDADE QUANTIDADE

LOTE 01 VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL ITEM DESCRIÇÃO RESUMIDA UNIDADE QUANTIDADE LOTE 01 ITEM DESCRIÇÃO RESUMIDA UNIDADE QUANTIDADE 1.1 Ponto de rede CAT.5E utilizando ponto de consolidação. Os equipamentos e materiais incluem, cabo UTP 4 pares, tomada RJ45 fêmea (obedecendo padrões

Leia mais

"TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS "TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS I - OBJETO 1.1. Contratação de empresa especializada em serviços de Infraestrutura com manutenção corretiva, manutenção preventiva, instalações, desinstalações,

Leia mais

Megaband - Cat 5e. Conectores RJ45 Tipo Keystone Jacks Conector MegaBand categoria 5e 27. Patch Panel P. Modular 24 ou 48 portas GigaBand cat.

Megaband - Cat 5e. Conectores RJ45 Tipo Keystone Jacks Conector MegaBand categoria 5e 27. Patch Panel P. Modular 24 ou 48 portas GigaBand cat. Megaband - at 5e Página abos para Redes an abo AN UTP at 5e 26 onectores RJ45 Tipo Keystone Jacks onector MegaBand categoria 5e 27 Patch Panel P. Modular 24 ou 48 portas GigaBand cat.5e 28 Patch ord Patch

Leia mais

Curso Técnico Integrado em Manutenção e Suporte em Informática

Curso Técnico Integrado em Manutenção e Suporte em Informática Curso Técnico Integrado em Manutenção e Suporte em Informática Disciplina: Infraestrutura de Redes de Computadores 07. Introdução às práticas de instalação do Prof. Ronaldo Introdução

Leia mais

Data Center Novas Tendências. Florianópolis 10 de outubro de 2013

Data Center Novas Tendências. Florianópolis 10 de outubro de 2013 Data Center Novas Tendências Florianópolis 10 de outubro de 2013 Está tudo crescendo tão rápido que tenho dúvidas se a infraestrutura de cabeamento do meu DC é capaz de suportar as novas velocidades de

Leia mais

CONECTIVIDADE COBRE /FIBRA ÓPTICA

CONECTIVIDADE COBRE /FIBRA ÓPTICA CONECTIVIDADE COBRE /FIBRA ÓPTICA 1 Garantia Vitalícia Os sistemas de conectividade 4Lan compostos por cabos, conectores, patch panels e patchcords cumprem com as normas indicadas e te m uma garantia vitalícia,

Leia mais

Disciplina: Cabeamento de Redes Profª Érica Barcelos

Disciplina: Cabeamento de Redes Profª Érica Barcelos Disciplina: Cabeamento de Redes Profª Érica Barcelos CAPÍTULO 4 4. CABEAMENTO ESTRUTURADO- PARTE II Cada nível do subsistema estudado no capítulo anterior foi regulamentado por normas que visam padronizar

Leia mais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Infraestrutura de Redes de Computadores Euber Chaia Cotta e Silva euberchaia@yahoo.com.br Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Introdução ao cabeamento

Leia mais

Gigaband - Cat6. Conectores RJ45 Tipo Keystone Jacks Conector GigaBand Categoria 6 21. Patch Panel P. Modular 24 ou 48 portas GigaBand Cat.

Gigaband - Cat6. Conectores RJ45 Tipo Keystone Jacks Conector GigaBand Categoria 6 21. Patch Panel P. Modular 24 ou 48 portas GigaBand Cat. Gigaband - at6 Página abos para Redes an abo AN U/UTP Gigaband - ategoria 6 20 onectores RJ45 Tipo Keystone Jacks onector GigaBand ategoria 6 21 Patch Panel P. Modular 24 ou 48 portas GigaBand at. 6 22

Leia mais

Aula 4b Elementos da Infraestrutura

Aula 4b Elementos da Infraestrutura Aula 4b Elementos da Infraestrutura Prof. José Maurício S. Pinheiro 2010 1 Elementos de Infra-estrutura São utilizados em projetos de sistemas de cabeamento para estabelecer o tráfego de voz, dados e imagens,

Leia mais

Anexo 3 - MEMORIAL DESCRITIVO DA AMPLIAÇÃO DO ALMOXARIFADO - TI ET 07-02-203

Anexo 3 - MEMORIAL DESCRITIVO DA AMPLIAÇÃO DO ALMOXARIFADO - TI ET 07-02-203 Anexo 3 - MEMORIAL DESCRITIVO DA AMPLIAÇÃO DO ALMOXARIFADO - TI ET 07-02-203 1 REDE ESTRUTURADA DE TELECOMUNICAÇÕES Introdução O sistema de Telecomunicações constará alimentação dos pontos de comunicação

Leia mais

LEGRAND CABLING SYSTEM 2. 2ª Edição PERFORMANCE DA SALA DE TELECOMUNICAÇÕES À ÁREA DE TRABALHO

LEGRAND CABLING SYSTEM 2. 2ª Edição PERFORMANCE DA SALA DE TELECOMUNICAÇÕES À ÁREA DE TRABALHO 2ª Edição LEGRAND CABLING SYSTEM 2 PERFORMANCE DA SALA DE TELECOMUNICAÇÕES À ÁREA DE TRABALHO LEGRAND CABLING SYSTEM 2 LCS 2 Soluções da sala técnica à estação de trabalho Veja pág. 02 a 15 LCS 2 cobre

Leia mais

Certificação de redes ópticas de 10GbE

Certificação de redes ópticas de 10GbE CABEAMENTO ESTRUTURADO Certificação de redes ópticas de 10GbE 70 RTI DEZ 2008 JDSU (Brasil) As redes ópticas baseadas em 10GbE exigem um bom processo de certificação. O artigo a seguir detalha os principais

Leia mais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Infraestrutura de Redes de Computadores Euber Chaia Cotta e Silva euberchaia@yahoo.com.br Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Administração Euber

Leia mais

FLEXIBILIDADE CAIXA DE PISO DA INFRA ESTRUTURA NA ESTAÇÃO DE TRABALHO PISO ELEVADO, CONTRAPISO, MONOLÍTICO. acabamento diferenciado instalação rápida

FLEXIBILIDADE CAIXA DE PISO DA INFRA ESTRUTURA NA ESTAÇÃO DE TRABALHO PISO ELEVADO, CONTRAPISO, MONOLÍTICO. acabamento diferenciado instalação rápida CAIXA DE PISO FLEXIBILIDADE DA INFRA ESTRUTURA NA ESTAÇÃO DE TRABALHO PISO ELEVADO, CONTRAPISO, MONOLÍTICO acabamento diferenciado instalação rápida ii LEGRAND SOLUÇÕES INTEGRADAS Comprometida com a melhoria

Leia mais

Meios de transmissão. Professor Leonardo Larback

Meios de transmissão. Professor Leonardo Larback Meios de transmissão Professor Leonardo Larback Meios de transmissão Na comunicação de dados são usados muitos tipos diferentes de meios de transmissão. A escolha correta dos meios de transmissão no projeto

Leia mais

Capítulo 5 - Sistemas de Cabeamento Estruturado

Capítulo 5 - Sistemas de Cabeamento Estruturado Capítulo 5 - Sistemas de Cabeamento Estruturado Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre em Informática 1 de 44 Roteiro Cabeamento Planejamento para o Cabeamento Estruturado Cabeamento Horizontal Cabeamento

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO E DE ESPECIFICAÇÕES

MEMORIAL DESCRITIVO E DE ESPECIFICAÇÕES MEMORIAL DESCRITIVO E DE ESPECIFICAÇÕES SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO OBRA: ESCOLA DE ENSINO PROFISSIONALIZANTE PROJETO PADRÃO PROPRIETÁRIO: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - MEC FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Distribuidor Interno Óptico Gaveta. Distribuidor Interno Óptico Fit

Distribuidor Interno Óptico Gaveta. Distribuidor Interno Óptico Fit Linha Óptica Família de produtos que tem como principal função proporcionar o tráfego de dados, voz e imagem através de cordões e cabos de fibra óptica com o auxílio de acessórios para garantir a infraestrutura

Leia mais

22/02/2014. Cabeamento estruturado garante: Organização; Flexibilidade; Desempenho; Escalabilidade; Simplificação do uso; Simplificação da manutenção.

22/02/2014. Cabeamento estruturado garante: Organização; Flexibilidade; Desempenho; Escalabilidade; Simplificação do uso; Simplificação da manutenção. Consiste de um conjunto de produtos de conectividade, empregados de acordo com regras específicas de engenharia; Tais produtos garantem conectividade máxima para os dispositivos existentes e preparam a

Leia mais

Meios Físicos de Comunicação

Meios Físicos de Comunicação Meios Físicos de Comunicação Aula 2 Padrões de Cabeamento Meios Físicos de Comunicação - Padrões de Cabeamento 1 Conteúdo Padrões de Crimpagem Montagem e Organização Teste Tomadas e Emendas Recomendações

Leia mais

Cabeamento Estruturado. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Cabeamento Estruturado. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Cabeamento Estruturado Prof. Marciano dos Santos Dionizio Norma ANSI/EIA/TIA 568B Divide um sistema de cabeamento em subsistemas: 1. Facilidades de Entrada (pela NBR14565: Sala de Entrada de Telecomunicações

Leia mais

09/08/2015 DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES. Tecnologia em Jogos Digitais. Mídias (meios) de transmissão

09/08/2015 DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES. Tecnologia em Jogos Digitais. Mídias (meios) de transmissão Tecnologia em Jogos Digitais Mídias (meios) de transmissão DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES Mídias físicas: composta pelo cabeamento e outros elementos componentes utilizados na montagem

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO O cabeamento vertical, ou cabeamento de backbone integra todas as conexões entre o backbone do centro administrativo e os racks departamentais,

Leia mais

InfraEstrutura de Redes

InfraEstrutura de Redes Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul InfraEstrutura de Redes Curso: Tecnologia em Redes de Computadores Prof:Eduardo M. de Araujo Site-http://www.professoreduardoaraujo.com Cabeamento Estruturado

Leia mais

Cabeamento Estruturado. Norma 568

Cabeamento Estruturado. Norma 568 Cabeamento Estruturado Norma 568 1 Resumo Evolução da Norma; Onde e como utilizar a norma; Conhecer como a norma ANSI/EIA/TIA 568B está dividida em subsistemas; D e s c r e v e r a s c a r a c t e r í

Leia mais

Cabeamento estruturado para ambientes industriais

Cabeamento estruturado para ambientes industriais Cabeamento estruturado para ambientes industriais Linha de produtos MultiLan / GigaLan Conhecendo os produtos... Conhecendo os ambientes... Ferrovias Armazéns... Frigoríficos Mineradoras... Terminais portuários

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com COMUTAÇÃO CIRCUITOS PACOTES É necessário estabelecer um caminho dedicado entre a origem e o

Leia mais

InfraEstrutura de Redes

InfraEstrutura de Redes Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul InfraEstrutura de Redes Curso: Tecnologia em Redes de Computadores Prof:Eduardo M. de Araujo Site-http://www.professoreduardoaraujo.com Line Cords e Patch Cables.

Leia mais

Especificação Técnica Sistema de Cabeamento Estruturado

Especificação Técnica Sistema de Cabeamento Estruturado Especificação Técnica Sistema de Cabeamento Estruturado Patch Cord Tipo RJ-45 - RJ45 - CATEGORIA 5 Modelo: D8AU Patch Cord com comprimento aproximado de xx metros, com conectores modulares de 8 posições

Leia mais

Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br

Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br Cabo coaxial Cabo par trançado Fibra óptica IFPB/Patos - Prof. Claudivan 2 Foi um dos primeiros tipos de cabo utilizados nas redes de computadores Malha de cobre

Leia mais

Cabeamento Metálico: Tudo o que você precisa saber Parte 3

Cabeamento Metálico: Tudo o que você precisa saber Parte 3 Cabeamento Metálico: Tudo o que você precisa saber Parte 3 Conteúdo Cabos Ópticos Aplicação LAN Cabos Ópticos Aplicação Lan - Linha FCS Acessórios Ópticos - Aplicação Lan - Linha FCS Recomendação De Instalação

Leia mais

PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE

PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE São Paulo, 21 de maio de 2010 PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE 1 Informações e recomendações importantes O projeto foi solicitado pela Unidade para a implantação de rede local para o prédio MAC- IBIRAPUERA

Leia mais

Meios de Transmissão. Conceito. Importância. É a conexão física entre as estações da rede. Influência diretamente no custo das interfaces com a rede.

Meios de Transmissão. Conceito. Importância. É a conexão física entre as estações da rede. Influência diretamente no custo das interfaces com a rede. Meios de Transmissão Conceito Importância É a conexão física entre as estações da rede. Influência diretamente no custo das interfaces com a rede. Meios de Transmissão Qualquer meio físico capaz de transportar

Leia mais

InfraEstrutura de Redes

InfraEstrutura de Redes Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul InfraEstrutura de Redes Curso: Tecnologia em Redes de Computadores Prof:Eduardo M. de Araujo Site-http://www.professoreduardoaraujo.com Cabeamento Estruturado

Leia mais

LEGRAND CABLING SYSTEM 2. 4ª Edição PERFORMANCE DA SALA DE TELECOMUNICAÇÕES À ÁREA DE TRABALHO

LEGRAND CABLING SYSTEM 2. 4ª Edição PERFORMANCE DA SALA DE TELECOMUNICAÇÕES À ÁREA DE TRABALHO 4ª Edição LEGRAND CABLING SYSTEM 2 PERFORMANCE DA SALA DE TELECOMUNICAÇÕES À ÁREA DE TRABALHO LEGRAND CABLING SYSTEM 2 LCS 2 Soluções da sala técnica à estação de trabalho Veja pág. 02 a 15 LCS 2 cobre

Leia mais

Nome : Empresa : Cargo : Endereço : Telefone : FAX: E-mail : Site :

Nome : Empresa : Cargo : Endereço : Telefone : FAX: E-mail : Site : Nome : Empresa : Cargo : Endereço : Cidade: CEP: Telefone : FAX: E-mail : Site : Assinatura Local e Data IMPORTANTE: Preencher os dados completos e em letra legível pois, em caso de aprovação, as informações

Leia mais

TI Aplicada. Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br

TI Aplicada. Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br TI Aplicada Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br Conceitos Básicos Equipamentos, Modelos OSI e TCP/IP O que são redes? Conjunto de

Leia mais

LISTA DE PRODUTOS ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: SETEMBRO DE 2008

LISTA DE PRODUTOS ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: SETEMBRO DE 2008 LISTA DE PRODUTOS DE PRODUTOS LISTA ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: SETEMBRO DE 2008 Ativos / Wireless ADSL Modem; Conversores de Mídia; Firewall; Hub s; KVM (2 / 4 / 8 e 16 Portas); Modem Externo; Placas de Rede

Leia mais

Infra-estrutura tecnológica

Infra-estrutura tecnológica Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação ATTI Supervisão de Infra-estrutura Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Infra-estrutura tecnológica Rede Lógica

Leia mais

NOTA DE ESCLARECIMENTO Nº 8

NOTA DE ESCLARECIMENTO Nº 8 Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Assessoria Especial para Modernização da Gestão Central de Compras e Contratações NOTA DE ESCLARECIMENTO Nº 8 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 4/2015 PROCESSO Nº 04300.003546/2014-01

Leia mais

Meios físicos Os meios físicos

Meios físicos Os meios físicos Meios físicos Os meios físicos são considerados componentes da camada 1. Se encarregam daquilo que diz respeito à representação física são bits (por exemplo, voltagem ou pulsos de luz). 1 Representação

Leia mais

a) Deve possuir certificado de performance elétrica (VERIFIED) pela UL ou ETL, conforme especificações da norma ANSI/TIA-568-C.2 CATEGORIA 6.

a) Deve possuir certificado de performance elétrica (VERIFIED) pela UL ou ETL, conforme especificações da norma ANSI/TIA-568-C.2 CATEGORIA 6. 1 - Cabo UTP - Categoria 6 LSZH a) Deve possuir certificado de performance elétrica (VERIFIED) pela UL ou ETL, conforme especificações da norma ANSI/TIA-568-C.2 CATEGORIA 6.; b) O cabo utilizado deverá

Leia mais

diagrama de ligações, relatórios emitidos pelo Analisador de Cabos

diagrama de ligações, relatórios emitidos pelo Analisador de Cabos ESPECIFICAÇÔES TÉCNICAS 1 CABEAMENTO HORIZONTAL Instalação da rede para padrão T568B constituída de 466 (quatrocentos e sessenta e seis) pontos, devidamente identificados, conforme localização definida

Leia mais

www.reymaster.com.br 41. 3021-5000

www.reymaster.com.br 41. 3021-5000 www.reymaster.com.br 41. 3021-5000 CATÁLOGO DE CONECTIVIDADE Sinônimo de Confiança Linhas de Distribuição: Marcas Parceiras em Conectividade: Com mais de 25 anos de mercado, a REYMASTER é referência na

Leia mais

Especificação técnica. Conector rj45 macho e fêmea para rede de dados e voz

Especificação técnica. Conector rj45 macho e fêmea para rede de dados e voz DO - DIRETORIA DE OPERAÇÃO GRP - GERÊNCIA REGIONAL DE PAULO AFONSO SPTL- SERVIÇO DE TELECOMUNICAÇÕES DE PAULO AFONSO Especificação técnica Conector rj45 macho e fêmea para rede de dados e voz ET-SPTL-006-novembro/2013

Leia mais

A escolha desses itens é importante pois interfere no custo das interfaces de rede. Cabo coaxial Par trançado Fibra ótica

A escolha desses itens é importante pois interfere no custo das interfaces de rede. Cabo coaxial Par trançado Fibra ótica Meios físicos de transmissão Objetivos: 1 - Definir os termos referentes a cabeamento. 2 - Identificar os principais tipos de cabos de rede. 3 - Determinar o tipo de cabeamento apropriado para cada tipo

Leia mais

Catálogo de Produtos. Marca de primeira categoria para cabeamento metálico e óptico

Catálogo de Produtos. Marca de primeira categoria para cabeamento metálico e óptico Catálogo de Produtos Marca de primeira categoria para cabeamento metálico e óptico NOSSA HISTÓRIA O GRUPO PREFORMED Tudo começou em 1947, quando a PLP - PREFORMED LINE PRODUCTS foi fundada em Cleveland,

Leia mais

Infraestrutura de Redes Locais. Edmilson Carneiro Moreira

Infraestrutura de Redes Locais. Edmilson Carneiro Moreira Infraestrutura de Redes Locais Edmilson Carneiro Moreira Sumário Introdução Histórico Cabeamento Estruturado Conceitos Categorias e Classes de desempenho ANSI/TIA-568-C Referências [1] Paulo Sérgio Cabeamento

Leia mais

REDE ESTRUTURADA DE TELECOMUNICAÇÕES - TEL

REDE ESTRUTURADA DE TELECOMUNICAÇÕES - TEL REDE ESTRUTURADA DE TELECOMUNICAÇÕES - TEL SISTEMA DE RACK FECHADO 44U E ACESSÓRIOS Rack Fechado 44 U Padrão 19 Rack modelo gabinete com altura máxima de 44U; Estrutura básica em perfis de alumínio estrudado;

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS

CATÁLOGO DE PRODUTOS CATÁLOGO DE PRODUTOS 2014 Apresentação A PONTO DA REDE iniciou suas atividades em setembro de 1997, com sede em Salvador-Bahia, onde dispomos de um grande estoque para pronta entrega. Atuamos nos mercados

Leia mais

REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA

REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Sumário 1. Cabos de fibras ópticas... 2 2. Lançamento de Cabo Óptico... 3 3. Emendas ópticas... 3 4. Distribuidor Geral Óptico DGO... 4 5. Medições

Leia mais

Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica Divisão de Manutenção / Departamento de Manutenção de Sistemas Digitais

Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica Divisão de Manutenção / Departamento de Manutenção de Sistemas Digitais Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica Divisão de Manutenção / Departamento de Manutenção de Sistemas Digitais Especificação Técnica ETD -00.063 Materiais de telecomunicação ópticos Versão:

Leia mais

Documentação Técnica Empresa SA. PR049_10

Documentação Técnica Empresa SA. PR049_10 AS BUILT Documentação Técnica Documentação Técnica serviço de cabeamento lógico, realizado na Empresa SA. Serviço realizado após aprovação da proposta PR049_10, sendo todo projeto acompanhado pelo Sr.

Leia mais

Painel Guia Cabo Painel Cego 19 Gaveta de Sobra - Cordões Gaveta de Sobra - Tubo Loose

Painel Guia Cabo Painel Cego 19 Gaveta de Sobra - Cordões Gaveta de Sobra - Tubo Loose s Painel slim Mini TOA 12 TOA 48 Compact P12 P24 Fix Flex Vision Protect Intercon 1 Intercon 2 Intercon Ultra Office Double Atlas Pentamax Fit Painel Guia Cabo Painel Cego 19 Gaveta de Sobra - dões Gaveta

Leia mais

Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária

Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária TERMO DE REFERÊNCIA Contratação de empresa especializada para realizar a atualização tecnológica do backbone óptico da rede lógica para o padrão 10 Gigabit Ethernet, integrante do SISTEMA ELETRÔNICO/TELEMÁTICA

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Contrato Didático-Pedagógico: Semana Aulas Programação 1. 04 2. 04 3. 04 4. 04

PLANO DE ENSINO. Contrato Didático-Pedagógico: Semana Aulas Programação 1. 04 2. 04 3. 04 4. 04 PLANO DE ENSINO Curso: REDES DE COMPUTADORES Disciplina: PRÁTICAS DE CABEAMENTO ESTRUTURADO Professor: FRANCISCO TESIFOM MUNHOZ Período: NOTURNO Carga Horária: 80h Ano Letivo: 2008 Período: 1º semestre

Leia mais

MULTILAN CAT. 5E UTP 24 AWG 4PARES - CM

MULTILAN CAT. 5E UTP 24 AWG 4PARES - CM MULTILAN CAT. 5E UTP 24 AWG 4PARES - CM Características Gerais Descritivo: - Modelo TK 1002B - Condutor de cobre nu, coberto por polietileno. - Os condutores são trançados em pares, 04 pares 24 AWG. -

Leia mais

Cabeamento Estruturado Metálico em Edifícios Comerciais

Cabeamento Estruturado Metálico em Edifícios Comerciais Cabeamento Estruturado Metálico em Edifícios Comerciais Cabeamento estruturado - definição Sistema de cabeamento capaz de prover tráfego de gêneros de informações diferenciadas dentro de um mesmo sistema

Leia mais

GUIA DE RECOMENDAÇÃO PARA DATACENTER. Soluções Furukawa para Data Center. Data Center. Estrutura e Topologia

GUIA DE RECOMENDAÇÃO PARA DATACENTER. Soluções Furukawa para Data Center. Data Center. Estrutura e Topologia Soluções Furukawa para Data Center Seja qual for a aplicação utilizada em seu Data Center, a Furukawa oferece soluções metálicas e ópticas e de infraestrutura para que você se preocupe somente com o seu

Leia mais

LINKEO Confiabilidade, facilidade de instalação e alto nível de performance já conhecidos nos produtos Legrand.

LINKEO Confiabilidade, facilidade de instalação e alto nível de performance já conhecidos nos produtos Legrand. LINKEO QUALIDADE SOB MEDIDA PARA O SEU PROJETO NOVA SOL SOLUÇÃO PARA CABEAMENTO ENTO ESTRUTURADO A LEGRAND É ESPECIALISTA MUNDIAL EM SISTEMAS ELÉTRICOS E DIGITAIS PARA INFRAESTRUTURAS PREDIAIS LINKEO Confiabilidade,

Leia mais

PRODUTOS E SISTEMAS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS E DE COMUNICAÇÃO

PRODUTOS E SISTEMAS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS E DE COMUNICAÇÃO PRODUTOS E SISTEMAS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS E DE COMUNICAÇÃO pág. 398 Conectores Racks, Gabinetes e Acessórios para VDI pág. 410 Mini gabinetes LCS 2 pág. 424 Gabinete Rack 19 Caixas de distribuição

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA 2014

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA 2014 APRESENTAÇÃO CORPORATIVA 2014 Política de Qualidade Atender as expectativas dos nossos clientes e requisitos regulamentares com a participação de todos os funcionários, buscando a melhoria contínua em

Leia mais

TESTE DO SISTEMA OBJETIVO DA SEÇÃO

TESTE DO SISTEMA OBJETIVO DA SEÇÃO OBJETIVO DA SEÇÃO I. Lembrar-se dos requisitos de equipamentos de testes para cabos de pares trançados balanceados e fibras ópticas e seu uso adequado. II. Lembrar-se dos requisitos de testes de enlace

Leia mais