VIAWEB LCD 128B TECLADO VW 128B LCD

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VIAWEB LCD 128B TECLADO VW 128B LCD"

Transcrição

1 TECLADO VW B LCD Manual de Programação e Instalação V. - R. - FEV Teclado B -

2 - Manual de Programação

3 Índice Características Técnicas... Indicações do Teclado... OPÇÕES PARA USUÁRIO MASTER... OPÇÕES PARA USUÁRIO PADRÃO... DESCRITIVO DAS OPÇÕES... Definir Tela Inicial... Acessar o Menu...9 Programar...9 Cancelar Discagem...9 Enviar Teste manual...9 Horário de Auto Ativa...9 Ajustar Relógio...9 Atender Download...9 Endereços... Zona do Teclado (fio azul)... PGM (fio cinza)... Programando o VIAWEB B... Usuários... [ a ] Características dos Usuários... [ ] Duração dos Usuários de Visita... [ a ] Horário de Funcionamento dos Usuários... [ 9 ] Dias da Semana Horário... [ ] Dias da Semana Horário... [ ] Número de Tentativas de Usuário Incorreto... [ ] Tempo de Bloqueio após Usuário Incorreto... [ a ] Acessibilidade dos Usuários... Auto Ativa... [ ] Zonas Sem Movimento para Auto Ativa... [ ] Tempo Sem Movimento para Auto Ativa... [ e ] Horário de Funcionamento do Auto Ativa... Zona... [ ] Tipo da Zona... [ e ] Tempos de Entrada e Saída... [ ] Partição da Zona... [ ] Exclusão (Bypass)... [ a ] Nome das Zonas... [ ] Configuração da Zona... Partições...9 [ ] Acionamento Parcial...9 [ ] Partições Restritas...9 [ ] Partição do Controle Remoto...9 [ a ] Nomes das Partições...9 PGM... [ ] Tempo da PGM Interna... [ ] Tempo da PGM externa... [ ] PGM Ativada... Eventos Contact ID... [ ] Evento de Rearme da Zona... [ 9 ] Evento de Alarme da Zona... [ ] Evento de Controle de Acesso... Teclado B -

4 Teclas Especiais... [ ] Teclas de Emergência... [ a ] Teclas Especiais... [ a ] Complemento das Teclas Especiais... Diversos... [ ] Configurações extras do Teclado... [ ] Bloqueio Automático de Teclado... [ ] Nível do Backlight das Teclas... [ ] Nível do Backlight do Display... [ ] Volume do Buzzer... Ronda... [ ] Partição dos Eventos de Ronda... [ a ] Faixas de Horário de Ronda... [ a ] Eventos de Ronda... [ ] Evento de Ronda... [ ] Evento de Falha na Ronda... [ ] Evento de Ronda Forçada (fora de horário)... [ ] Evento de Início de Ronda... [ ] Evento de Final Ronda... [ ] Evento de Ronda Alternativa... [ ] Evento de Início de Turno... [ ] Evento de Fim de Turno... Leitor Biométrico... [ ] Cadastro de Usuário... [ 9 ] Descadastro de Usuário... [ a 9 ] Digital... Carta de Programação VIAWEB B LCD... - Manual de Programação

5 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Display LCD. Backlight Azul. Sensor de Temperatura Ambiente. Teclas rápidas de emergência: Alarme Emergência silenciosa Incêndio. Tensão: v v DC ( v DC nominal) Corrente Mínima de Consumo: ma Corrente Máxima de Consumo: ma Dreno de corrente das PGM - ma Tempo mínimo de abertura do sensor: ms Distância máxima da Central: 9 m Visualização de zonas máximo: zonas Resolução do Display x Dimensões:, cm x, cm x cm Os teclados VIAWEB B LCD são interligados à central através do sistema de barramento, o teclado ainda possui uma zona de alarme totalmente programável. A alimentação dos teclados precisa ser ligada ao VM e PR da central. azul cinza/branco Vermelho: Positivo (+v DC). Preto :Negativo (GND). Amarelo : Barramento. Verde : Barramento. Azul : Zona do teclado (se não utilizar ligar ao GND). Cinza/Branco : Saída PGM do teclado (GND quando ativada). Teclado B -

6 INDICAÇÕES DO TECLADO Led Aceso Apagado Central Armada Central Desarmada Indica que todas as zonas estão fechadas. Indica que existe alguma zona aberta. Mostrando informações de falha, Ver Tabela: LCD Piscando Central disparada Indica informações de falhas no sistema. Ver tabela: Falha de bateria Falha de fiação tamper'' Falha de energia elétrica Falha de periférico Falha de sirene Falha de linha telefônica Falha de alimentação do barramento 9 Relógio Falha de comunicação Auto Ativa programado no teclado Indica rede elétrica OK Sem problemas Piscando Falha de bateria Falha de rede elétrica Zona Aberta, Status, Programação. Teclas Função INF Ao pressionar mostra as informações de falhas através do lcd de a EXC Tecla para anular zonas. nº da zona + EXC + senha usuário SIS Ao pressionar indica o estado das partições armada ou desarmada. 9 ESP Tecla especial, ao pressioná-la seguida da tecla numérica ( a ), executa funções pré-definidas na programação. ENT Tecla para entrar e sair da programação. CANC Cancela as últimas teclas digitadas e limpa a memória de disparo quando pressionada por segundos a9 Para digitação de senhas e programação. Página Tecla de navegação Ficar Tecla de navegação - Manual de Programação

7 O VIAWEB B LCD foi desenvolvido visando oferecer alto desempenho, facilidade de operação, além de um design moderno com display e back light azul. Ideal para locais com múltiplos usuários, como por exemplo: condomínios, shoppings, empresas, etc. Permite a visualização de até zonas e pode ser programado para que o sistema de segurança funcione de forma totalmente autônoma. O VIAWEB B LCD pode ser programado para armar ou desarmar apenas as áreas desejadas; o usuário opera o sistema com uma única senha ou digital, não precisa lembrar de armar, pois o sistema pode rearmar automaticamente após o usuário sair do local. Quando necessário, pode dispensar a presença do porteiro, pois é possível interligar o sistema VIAWEB + TECLADO VIAWEB B LCD ao interfone do cliente, automatizando a portaria. MENU DE PROGRAMAÇÃO Existem algumas funções que podem ser consultadas e alteradas acessando o MENU DE PROGRAMAÇÃO DO USUÁRIO. OPÇÕES PARA USUÁRIO MASTER Para os usuários MASTER ( e ) as funções são mais abrangentes que para o restante destes. Para acessar digite: [ENT] + [SENHA usuário ou ] + [selecione a opção ] + [ENT] Armar Armar Forçado Desarmar Cadastrar Senhas Cancelar Discagem Enviar Teste Hora Auto arme Ajustar Relógio Atender Download Selec Partições Excluir Zonas Bloqueio Teclado Configurar Chime Ver Eventos OPÇÕES PARA USUÁRIO PADRÃO Para os demais usuários (acima do ) as funções são básicas. Para acessar digite: [ENT] + [SENHA usuário acima de ] + [selecione a opção ] + [ENT] As opções são: Armar Armar Forçado Selec Partições Excluir Zonas Desarmar Teclado B -

8 DESCRITIVO DAS OPÇÕES Armar : Arma a central ou partições acessíveis, desde que todas as zonas estejam fechadas. Armar Forçado : Arma a central ou partições acessíveis mesmo com zonas abertas. Desarmar : Desarma a central ou partições acessíveis. Cadastrar Senhas : Cadastra novas senhas para os usuários. Cancelar Discagem : Cancela a discagem Enviar Teste : Envia teste () Hora Autoarme : Insere horas e minutos para a central ou partições auto armarem Ajustar Relógio : Ajustar horário (HH:MM), data (DD/MM/AA) do sistema. Atender Download : Faz a central atender a linha telefônica. Selec Partições : Selecione esta opção e percorra as partições usando ; Quando quiser selecionar a partição, pressione ENT e continue usando para percorrer as outras partições; Quando estiverem selecionadas todas as que desejar, pressione SIS para voltar ao menu anterior e selecione o que deseja fazer: armar, desarmar, armar forçado. Excluir Zonas : Selecione esta opção e percorra as zonas do sistema usando ; Quando quiser, selecione a zona pressionando ENT e continue usando para percorrer as outras zonas do sistema; Quando estiverem selecionadas todas as que desejar, pressione SIS para voltar ao menu anterior e arme a central ou partições com as zonas excluídas (inibidas). Bloqueio Teclado : Quando bloqueado, o teclado não permite visualizar as informações da central; Capacitado para bloquear ou desbloquear, somente o usuário e. Configurar Chime : Selecione esta opção e percorra as zonas do sistema usando ; Quando quiser, selecione a zona pressionando ENT e continue usando para percorrer as outras zonas do sistema; Quando estiverem selecionadas todas as que desejar, pressione SIS para voltar ao menu anterior e sair de programação; As zonas selecionadas estarão funcionando como CHIME (anunciador de presença), ou seja, quando acionadas, o teclado irá emitir um beep. DEFINIR TELA INICIAL As telas podem ser alteradas para informar o status do sistema. Tela do Menu Principal Pressione [ENT] + [ ] ou [ ], escolha a tela e pressione [ENT] novamente, para manter a tela escolhida como inicial. As opções são: Status do Sistema Data e Hora Status das Zonas (Senha prog = ) - Manual de Programação Informações e Falhas Status das Partições (Senha Mestre = )

9 ACESSAR O MENU Pressione [ENT] + [SENHA PROG] + [ ] ou [ ] e escolha o menu: Pressione [ENT] para selecionar a opção. PROGRAMAR Para alterar as configurações do painel de alarme pressione [ENT] + [SENHA PROG], selecione com as teclas [ ] ou [ ] o menu PROGRAMAR e pressione [ENT] novamente. Escolha a função e programe. CANCELAR DISCAGEM [ENT] + [SENHA (PROG ou MESTRE)] + [CANC] Para cancelar a discagem do painel de alarme pressione [ENT] + [SENHA (PROG ou MESTRE)], selecione com as teclas [ ] ou [ ] o menu CANCELA DISCAGEM e pressione [ENT] novamente. ENVIAR TESTE MANUAL [ENT] + [SENHA (PROG ou MESTRE)] + [ESP] Para enviar um teste manual (E) pressione [ENT] + [SENHA (PROG ou MESTRE)], selecione com as teclas [ ] ou [ ] o menu ENVIA TESTE e pressione [ENT] novamente. HORÁRIO DE AUTO ATIVA [ENT] + [SENHA (PROG ou MESTRE)] + [INF] Para ajustar hora e minuto em que o sistema será armado, pressione [ENT] + [SENHA (PROG ou MESTRE)], selecione com as teclas [ ] ou [ ] o menu HORA AUTO ATIVA e pressione [ENT]. digite as horas e os minutos e pronto. ( auto ativa, independente do estado das zonas ). AJUSTAR RELÓGIO [ENT] + [SENHA (PROG ou MESTRE)] + [EXC] Para ajustar hora e minuto do sistema, pressione [ENT] + [SENHA (PROG ou MESTRE)], selecione com as teclas [ ] ou [ ] o menu AJUSTAR RELÓGIO e pressione [ENT] novamente. Insira a hora, minuto, dia, mês e ano; [ENT] para finalizar. ATENDER DOWNLOAD Para atender uma chamada do DOWNLOAD pressione [ENT] + [SENHA (PROG ou MESTRE)], selecione com as teclas [ ] ou [ ] o menu ATENDER DOWNLOAD e, após o primeiro toque do telefone, pressione [ENT] novamente. Somente para as versões. ou superiores. O número de toques para download deve estar habilitado. Teclado B - 9

10 ENDEREÇOS O VIAWEB B LCD é interligado à central através do sistema de barramento. Sendo assim, para programar as funções do teclado como: zona, partição da zona, acessibilidade dos usuários, etc... é necessário acessar a programação através do seu endereço no barramento. O teclado possui trilhas de configuração de endereço. Para saber o endereço do teclado, compare a tabela com as trilhas cortadas na placa do teclado. Note que os endereços são diferentes dos endereços de outros modelos de periféricos. Endereço 9 X X X X X X X Jumper X J X X J X X J X trilha cortada Obs.: O sistema não funcionará corretamente se dois ou mais teclados possuírem o mesmo endereço. O endereço da central (painel de alarme) é. ZONA DO TECLADO (FIO AZUL) O teclado possui uma zona de alarme (simples, não dupla) totalmente independente da central, com os mesmos recursos programáveis. As zonas dos teclados serão quase sempre as últimas do sistema conforme o seu endereço ( a 9). Ex.: um painel com um teclado VIAWEB B LCD. o sistema terá o número de zonas total do painel e mais do teclado. A zona do teclado será a última. Mesmo que a central tenha sido programada para zonas sem duplicação. Ex.: um painel com um teclado VIAWEB B LCD e um expansor de zonas; o sistema terá as zonas do painel, mais zonas do expansor e uma zona do teclado (9 no total). Ex.: um painel VIAWEB VWZ com um teclado VIAWEB B LCD e um módulo VIAWEB GPRSIP; o sistema terá as zonas do painel (independente da configuração), mais do teclado e do módulo, sendo no total, porém a do teclado será a zona. PGM (FIO CINZA OU BRANCO) A PGM pode ser acionada pelas teclas especiais, usuários ou por algum outro periférico. Ela passa a ser uma PGM do sistema. - Manual de Programação

11 PROGRAMANDO O VIAWEB B O VIAWEB B LCD é compatível com todas as versões das centrais VIAWEB, podendo ser instalado com os teclados VIAWEB E VIAWEB s no mesmo sistema. Para realizar a programação do teclado realize a seguinte sequência. [ ENT ] + [ ] + [ ENT ] + [ INF ] + [ ] + [ FUNÇÃO ] + [ VALOR ] Sendo que para programar outras funções, estando já em programação, é só digitar a função e o valor a ser programado. Note que algumas funções precisam de [ENT] para confirmar o valor e outras, finalizam a operação emitindo três bips consecutivos, indicando programação aceita. Para sair do modo de programação, digite [ENT]. Obs.: Cada teclado tem um endereço diferente ver tabela na página. Usuários Cada teclado possui usuários totalmente independente da central, os usuários do teclado começam a ser cadastrados de a, dependendo do seu endereçamento. Ex.: Um painel de alarme com um teclado VIAWEB B LCD. O sistema terá o número de usuários total do painel (), e mais usuários do teclado. Os usuários do teclado serão os últimos a. Ex.: Um painel VWZ com um teclado e um teclado VIAWEB B LCD. O sistema terá as usuários do painel ( a ), mais do teclado ( a ) e mais do teclado VIAWEB B LCD ( a ). O teclado VIAWEB B LCD tem os últimos usuários pois seu endereçamento é maior que o teclado. [ A ] CARACTERÍSTICAS DOS USUÁRIOS Padrão: [ ] todos os usuários sem característica especial. [ a ] [ / / / / / / / / ] Característica dos Usuários O VIAWEB B LCD possui usuários com características especiais que são programadas nas funções de [ a ] ( para usuário do teclado, para usuário do teclado e etc...). Essas características podem funcionar em conjunto; para habilitá-las, basta pressionar a tecla correspondente à característica, se o número estiver marcado, significa que a característica está habilitada, se o número estiver desmarcado significa que a característica está desabilitada. OBSERVAÇÃO: as características de a variam conforme a condição do bit. Bit Inativo: usuário normal. Bit Ativo: usuário de ronda. Teclado B -

12 Tabela de características para USUÁRIO COMUM: Nº Característica Definição Usuário de Visita Após cadastrados, apagam-se sozinhos depois do número de horas programados na função [ ]. Usuário que Só Arma Sem permissão para desarmar o sistema, (ARMAR) alguma partição (ou o sistema todo). Por exemplo um funcionário de uma fábrica que precisa ficar até mais tarde, poderá armar o sistema mas não terá acesso para desarmar. Obs.: Se o teclado estiver como somente desarma ( = ) essa característica perde a validade. Horário Restrito Estes usuários só ficam aparentes para o sistema durante os períodos programados nas funções [ e 9 ]. Pode-se impedir por exemplo que se desarme o sistema a noite, ou deixar que funcionários possam somente desarmar o sistema durante o horário comercial. Não Exclui Zonas Impede que o usuário iniba (bypass) qualquer zona. Não Rearmar O VIAWEB B LCD tem a possibilidade de rearmar o sistema após algum tempo, impedindo que áreas que precisam estar constantemente protegidas fiquem desarmadas por erro do usuário. Porém em certos momentos (limpeza, manutenção etc...) deseja-se que a(s) partição(ões) permaneça(m) desarmada(s), então pode-se programar um usuário com está característica e ele não ira rearmar o sistema. Horário Restrito Estes usuários só ficam aparentes para o sistema durante os períodos programados nas funções [ e ]. Pode-se impedir por exemplo que se desarme o sistema a noite, ou deixar que funcionários possam somente desarmar o sistema durante o horário comercial. Usuário de Ronda Define que este usuário terá somente função para RONDA. Tabela de características para USUÁRIO RONDA : Nº Característica Habilitado Senha Exige senha para validação da ronda. Digital Exige digital para validação da ronda. Senha Alternativa Permite validar a ronda somente com a senha. Registro de Turno Usuário com permissão para registro de turno Não usado Não usado Definição Habilita operação deste usuário na ronda. Usuário de Ronda Define que este usuário terá somente função para RONDA. - Manual de Programação

13 [ ] DURAÇÃO DOS USUÁRIOS DE VISITA Padrão: [ ] duração em horas. [ ] [ / / ] Duração dos Usuários de Visita Usuários programados como USUÁRIOS DE VISITA apagam-se sozinhos após o número de horas programados; o tempo de duração destes usuários começa a contar a partir do momento em que se cadastra o usuário. Lembre-se de primeiro programar o tempo de duração desejado antes de programar o usuário (código). Se o tempo de duração dos usuários for alterado, os usuários de visita já cadastrados anteriormente irão manter o tempo de duração que existia no momento do cadastramento, até que se cadastre esses usuários novamente. A duração pode variar de a horas. [ A ] HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DOS USUÁRIOS Horário Restrito [ ] Horário Inicial [ / : / ] HH + MM Padrão : [ 9 ] Horário Final [ / : / ] HH + MM Padrão :9 Horário Restrito [ ] Horário Inicial [ / : / ] HH + MM Padrão : [ ] Horário Final [ / : / ] HH + MM Padrão :9 Determina o horário de funcionamento dos usuários com horário restrito na função a, usuários de horário restrito só irão armar/desarmar o sistema durante os horários programados. [ 9 ] DIAS DA SEMANA HORÁRIO Padrão: [ _ ] Todos os dias da semana habilitados. [ 9 ] [ / / / / / / / / ] Dias da semana Restritos Habilita os dias da semana em que os usuários programados como [Horário Restrito ] irão funcionar. Nº Dia Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Inverte todos O indica como será o funcionamento nos dias não marcados. Se apagado as os usuários não funcionam, se aceso os usuários funcionarão horas. Acessar esta função; Desabilitar/ habilitar os dias de funcionamento; Finalizar função; Repetir o processo para Horário se necessário. Exemplo: o Horário deve ter acesso somente de segunda a sextafeira. ENT + + ENT + INF () + ENT Observe que foram digitados os números e, desabilitando o domingo e o sábado, já que por padrão todos os dias estão habilitados. Teclado B -

14 [ ] DIAS DA SEMANA HORÁRIO Padrão: [ _ ] Todos os dias da semana habilitados. [ ] [ / / / / / / / / ] Dias da semana Restritos Habilita os dias da semana em que os usuários programados como [Horário Restrito ] irão funcionar. Nº Dia Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Inverte todos O indica como será o funcionamento nos dias não marcados. Se apagado os usuários não funcionam, se aceso os usuários funcionarão horas. Acessar esta função; Desabilitar/ habilitar os dias de funcionamento; Finalizar função; Repetir o processo para Horário se necessário. Exemplo: o Horário deve ter acesso somente sábado e domingo. ENT + + ENT + INF () + ENT Observe que somente e, estão habilitados, sendo assim os usuários do Horário terão validade apenas sábado e domingo. [ ] NÚMERO DE TENTATIVAS DE USUÁRIO INCORRETO Padrão: [ ] tentativas. [ ] [ / / ] Número de Tentativas de Usuário Incorreto O VIAWEB B LCD tem a possibilidade de ficar bloqueado por um tempo programado após um número de senhas ou digitais incorretas forem utlizados. Programe quantas tentativas de utilização de senhas ou digitais podem ser feitas antes que o teclado fique bloqueado( a ). Programando neste campo, desabilita esta opção ( o teclado nunca ficará bloqueado ). [ ] TEMPO DE BLOQUEIO APÓS USUÁRIO INCORRETO Padrão: [ ] Segundos. [ ] [ / / ] Tempo de Bloqueio após Usuário Incorreto Depois de ultrapassar o número de tentativas de senha ou digitais incorretas, o teclado ficará bloqueado pelo tempo programado em segundos e envia o evento E para a central de monitoramento.(o tempo pode variar de a segundos.) - Manual de Programação

15 [ A ] ACESSIBILIDADE DOS USUÁRIOS Padrão: [ _ ] Partição habilitada. [ ] [ / / / / / / / / ].. [ ] [ / / / / / / / / ] Define as partições que cada usuário poderá atuar, essas funções são apenas para os usuários existentes no VIAWEB B LCD. Para habilitar as partições basta pressionar as teclas (números) correspondentes às partições que os usuários terão acesso. Auto Ativa [ ] ZONAS SEM MOVIMENTO PARA AUTO ATIVA Padrão:... (sempre dígitos). [ / / /. / / /. / / /.. / / /. / / /. / / ] O VIAWEB B LCD pode ser configurado para armar uma ou mais partições (programadas na função []), após decorrido um tempo sem movimento nas zonas programadas em []. O sistema somente será reativado se o usuário for digitado no VIAWEB B LCD ou pela zona do teclado programada como controle remoto. Uma lista de a setores podem ser programados para que o auto ativa sem movimento reative as partições programadas ou para desabilitar. [ ] TEMPO SEM MOVIMENTO PARA AUTO ATIVA Padrão: [ ] Desabilitado. [ ] [ / / ] Tempo sem Movimento para Auto Ativa Depois de desarmar o sistema através de um usuário no VIAWEB B LCD, após o tempo programado se não houver movimento nas zonas programadas na função [] o VIAWEB B LCD armará todas as partições programadas na função []. Lembre-se que não irá rearmar se o usuário digitado no teclado for programada como não rearma nas funções de [ a ]. O tempo mínimo para o Auto Ativa é de segundos, então para se programar segundos por exemplo, deve-se digitar ( X = ). O horário de funcionamento do Auto Ativa pode ser programado nas funções [ e ]. (O valor pode variar de a x seg.). [ E ] HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO AUTO ATIVA [ ] Horário Inicial [ / : / ] HH + MM Padrão : [ ] Horário Final [ / : / ] HH + MM Padrão :9 Como este teclado pode ser programado para manter o sistema sempre armado, então seleciona-se um período do dia para que a auto ativa funcione. Fora do período programado o sistema não rearma automaticamente. Teclado B -

16 Zona [ ] TIPO DA ZONA Padrão: [ ] Instantânea. O VIAWEB B LCD está preparado com zona de alarme que pode funcionar de várias maneiras; marque o tipo da zona, se todos os números estiverem desmarcados a zona é instantânea. [ ] [ / / / / / / / ] Tipo da Zona Nº Característica - Instantânea Temporizada Observações: Chime Preventiva horas Quando a zona do teclado estiver programada como controle remoto, não altera o auto ativa do VIAWEB B LCD, se programado. (Controle desliga e auto ativa rearma). Silenciosa Zona Arrombada Controle Remoto Restauro Ao desligar o sistema por uma zona da central, o sistema não será rearmado novamente por não movimento programado no VIAWEB B LCD. Instantânea: Quando nenhum led estiver aceso a zona dispara imediatamente após a abertura, se a central estiver armada. Temporizada: Gera um atraso antes de disparar (tempo de entrada) e também inibe a zona por um tempo quando a central é armada (tempo de saída). Chime: Se a zona estiver programada com a função chime ela irá emitir um sinal sonoro nos teclados toda vez que forem abertas. Preventiva: Tem a finalidade de prevenir alarmes falsos, sendo indicado para áreas semi-abertas ou totalmente abertas e mais suscetíveis a alarmes falsos,tempo de zona preventiva é fixo em segundos para ficar aberta ou contar duas aberturas para ocasionar o disparo. Não é recomendado para sensores de barreira ou magnéticos. Horas: Essa característica permite programar botões de pânico ou proteger áreas onde nunca deve haver violação (como sensores de barreira em muros, por exemplo). Essa zona dispara mesmo com a central ou a partição desativada. Silenciosa: A zona funciona da mesma forma da zona instantânea sendo que a única diferença é que em caso de disparo a sirene não irá tocar. Zona Arrombada: Esta função, quando habilitada funciona como um auto-inibidor de zona. Quando zona estiver em constante disparo durante todo tempo de sirene por defeito de algum sensor ou da própria fiação, o teclado inibe essa zona até que a central seja desativada e feita a manutenção da zona. Se isso não acontecer a central ficará em disparo quando ativada novamente. Se a zona fechar volta a funcionar normalmente, não havendo necessidade de desativar e ativar a central. Controle Remoto: Entrada de chave para armar ou desarmar o sistema. Para o bom funcionamento da central, deve-se utilizar uma chave ou receptor NF (normalmente fechado) tipo pulso. O receptor deve ser instalado da mesma maneira que um sensor de alarme. Restauro: Envia o evento de restauro logo após o fechamento da zona disparada. Se não for habilitado, o restauro é enviado quando a sirene pára de tocar. - Manual de Programação

17 [ E ] TEMPOS DE ENTRADA E SAÍDA Padrão: [ ] Entrada [] Saída (Segundos). [ ] [ / / ] Tempo de Entrada [ ] [ / / ] Tempo de Saída Quando a zona do teclado for programada como temporizada é aqui que se define qual será o tempo de entrada e saída. O tempo pode variar de a segundos. [ ] PARTIÇÃO DA ZONA Padrão: [ ] Partição. [ ] [ ] Partição da Zona Define para qual partição pertencerá a zona. A zona pode fazer parte apenas de uma das oito partições. [ ] EXCLUSÃO (BYPASS) Padrão: [ ] Habilitado. [ ] [ ] Exclusão (Bypass) Quando habilitada (), permite que a zona seja excluída via teclado quando necessário, ou valor () para desabilitar. [ A ] NOME DAS ZONAS Padrão: [] /// /Z/o/n/a//// / / / / [] /// /Z/o/n/a//// / / / / [] /// /Z/o/n/a//// / / / / [ ] [] /// /Z/o/n/a//// / / / / Para cada zona a função possui até caracteres. A tecla [SIS] alterna entre letras maiúsculas, minúsculas ou números. A tecla [ ] insere caracteres especiais: Para finalizar insira o símbolo com a tecla [ ]. Para inserir uma letra, entre na função referente a zona escolhida e com as teclas alfanuméricas escolha as letras; com as teclas ou é possível retornar ou avançar para alterar alguma das letras. A tabela de letras, números e símbolos é a seguinte:. # 9 - * A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z Espaço b c f g i j k l m n t u y z /! º a ( ), d e h o p q r s v w 9 x Teclado B -

18 [ ] CONFIGURAÇÃO DA ZONA Padrão : [ ] (Zonas NF sem resistor de fim de linha e sem tamper). Define a forma de instalação da zona e o nível de proteção contra falhas de tamper e curto na fiação. Modo Configuração Zonas NF sem resistor de fim de linha e sem tamper. Zonas NF com resistor de fim de linha e sem tamper. Zonas NF sem resistor de fim de linha, com tamper. Zonas NF com resistor de fim de linha, com tamper e falha de fiação. MODO MODO MODO MODO - Manual de Programação

19 Partições [ ] ACIONAMENTO PARCIAL Padrão: [ _ ] partição habilitada Limita o funcionamento do teclado apenas nas partições que foram habilitadas. Mesmo sendo utilizado um usuário que tenha acesso a mais partições, só serão armadas as partições que o usuário tenha acesso e o teclado esteja habilitado. Por exemplo: num prédio com hall e garagem, é possível ter um teclado no hall e um teclado na garagem. Um usuário deste prédio com a mesma senha ou digital utilizada no hall, só desarma o hall e utilizada na garagem, só desarma a garagem. [ ] PARTIÇÕES RESTRITAS Padrão: [ ] todas as partições habilitadas Restringir as partições visíveis em cada TECLADO B, assim um usuário que tem um TECLADO B não tem como saber como está o sistema do outro usuário, porém pode-se permitir que esse usuário veja como estão as partições comuns. Muitas vezes em sistemas compartilhados, não é interessante que um usuário do sistema saiba se o outro está com sua partição armada ou não. Esta função, normalmente é combinada com a função (acionamento parcial). [ ] PARTIÇÃO DO CONTROLE REMOTO Padrão: [ _ ] partição [ ] [ / / / / / / / / ] Partição do Controle Remoto Define qual das partições o controle remoto arma ou desarma. Quando a zona estiver programada como controle remoto os números marcados definem as partições que serão armadas. Caso o sistema não seja particionado, pelo menos o Nº da partição deve estar marcado. A zona funciona com qualquer receptor (por pulso) de controle remoto normalmente fechado. [ A ] NOMES DAS PARTIÇÕES Padrão: [] P// /P/a/r/t/i/ç/ã/o/ // / [] [] [] [] [] [] [] P// P// P// P// P// P// P// /P/a/r/t/i/ç/ã/o/ /P/a/r/t/i/ç/ã/o/ /P/a/r/t/i/ç/ã/o/ /P/a/r/t/i/ç/ã/o/ /P/a/r/t/i/ç/ã/o/ /P/a/r/t/i/ç/ã/o/ /P/a/r/t/i/ç/ã/o/ // / // / // / // / // / // / // / Para cada partição a função possui até caracteres. A tecla [SIS] alterna entre letras maiúsculas, minúsculas ou números. A tecla [ ] insere caracteres especiais: Para finalizar insira o símbolo com a tecla [ ]. Teclado B - 9

20 Os nomes ajudam na identificação das áreas protegidas. Para inserir uma letra, entre na função referente à partição escolhida e com as teclas alfanuméricas escolha as letras; com as teclas ou é possível retornar ou avançar para alterar alguma das letras. A tabela de letras, números e símbolos é a seguinte:. # 9 - * A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z Espaço b c f g i j k l m n t u y z /! º a ( ), d e h o p q r s v w 9 x PGM [ ] TEMPO DA PGM INTERNA Padrão: [ ] segundos (muda de estado) [ ] [ / / / ] Tempo da PGM Nesse campo é definido quanto tempo a PGM do teclado ficará acionada quando ocorrer algum evento programado. O tempo pode variar de a 9999 segundos ou quando programado ela muda de estado (retenção). [ ] TEMPO DA PGM EXTERNA Padrão: [ ] segundos (muda de estado) [ ] [ / / / ] Tempo da PGM Nesse campo é definido quanto tempo a PGM programada na função [] ficará acionada quando ocorrer algum evento programado. O tempo pode variar de a 9999 segundos. Quando estiver programado o tempo que a PGM irá seguir, é o tempo que está programado em seu respectivo equipamento. [ ] PGM ATIVADA Padrão: [ ] (Desabilitada ) O TECLADO B pode funcionar como chave para portaria. Para tanto tem a possibilidade de ativar uma PGM toda vez que um usuário correto for utilizado e nenhuma partição armar. Para ativar uma PGM, programe o número da PGM desejada. Se não desejar ativar, programe nesta função. Eventos Contact ID [ ] EVENTO DE REARME DA ZONA Padrão: [ ] [ ] [ / / / ] Código de Rearme da Zona em Contact ID Código enviado quando a zona do teclado fechar após um disparo. Obs.: Para alterar o código veja tabela do protocolo anexa no manual dos painéis de alarme. Protocolo + : [ / ] Código de restauro. Quando estiver sendo utilizado o protocolo de comunicação + o evento enviado será igual aos dois primeiros dígitos programados no protocolo CONTACT-ID. - Manual de Programação

21 [ 9 ] EVENTO DE ALARME DA ZONA Padrão: [ ] [ 9 ] [ / / / ] Código de alarme da Zona em Contact ID Código enviado quando a zona do teclado disparar. Obs.: Para alterar o código veja tabela do protocolo anexa no manual dos painéis de alarme. Protocolo + : [ / ] Código de alarme. Quando estiver sendo utilizado o protocolo de comunicação + o evento enviado será igual aos dois primeiros dígitos programados no protocolo CONTACT-ID. [ ] EVENTO DE CONTROLE DE ACESSO Padrão: [ ] desabilitado [ ] [ / / / ] Código de Evento de Controle de Acesso O evento de Controle de Acesso é enviado quando um usuário é utilizado para desarmar o sistema ou somente acionar a PGM, permite monitorar qual usuário acionou a PGM. ENT + Senha de Programação + ENT + INF + [ / / ] Endereço do teclado + [] + [ / / / ] Evento em CONTACT ID. Teclas Especiais [ ] TECLAS DE EMERGÊNCIA Padrão: [ _ ] Habilitadas. [ ] [ / / / / / / / / ] Teclas de Emergência Quando habilitadas, enviam eventos se duas teclas forem pressionadas simultaneamente. Nº Marcado Apagado Teclas Característica Eventos Dispara Sirene Habilitado Desabilitado + Alarme () sim Habilitado Desabilitado + Emergência Silenciosa () não Habilitado Desabilitado +9 Incêndio () Sim [ A ] TECLAS ESPECIAIS Padrão: [ ] sem função Com a tecla ESP associada as teclas numéricas é possível ter até teclas especiais com diferentes funções. As teclas especiais podem tanto ser programadas na central como no teclado. [ ] [ ] Tecla Especial ( repete até a - tecla especial ) Teclado B -

22 Teclas Função ESP + Nº padrão Nº Característica Sem Função ESP + Desativa PGM ESP + Ativa PGM ESP + Arme Rápido ESP + Envia evento e dispara a sirene ESP + ESP + Envia evento ESP + ESP ESP + [ A ] COMPLEMENTO DAS TECLAS ESPECIAIS Padrão: [ ] sem complemento Após a escolha da função das teclas especiais, faz-se necessário escolher o complemento, por exemplo, se a opção for desarmar PGM, deve-se dizer qual PGM se deseja desarmar. Obs.: O complemento muda conforme a característica da tecla especial. Teclas Função ESP + ESP + ESP + ESP + ESP + ESP + ESP + ESP + ESP ESP + Complemento Se a função da tecla for desativar () ou ativar () uma PGM, o complemento irá conter qual PGM será acionada. [ ] Se a função da tecla for arme rápido (), o complemento irá conter quais partições serão armadas. Note que é possível fazer teclas especiais diferentes acionarem partições diferentes no mesmo teclado). [ ] Se a função for enviar evento ( ou ) o complemento será o código do evento a ser enviado. Note que o evento é o mesmo tanto para o Contact ID quanto para o +). Exemplos.: Tecla especial (ESP + ) como arme rápido da partição e. Teclas Função Característica Função Complemento ESP + - ENT + Senha de Programação + ENT + INF + [ / / ] Endereço do teclado + [] + [ ] e [] + [ ] + ENT. - Manual de Programação

23 Tecla especial (ESP + ) como ativar a PGM. Teclas Função Característica Função Complemento ESP + ENT + Senha de Programação + ENT + INF + [ / / ] Endereço do teclado + [] + [ ] e [] + [ ] + ENT. Diversos [ ] CONFIGURAÇÕES EXTRAS DO TECLADO Padrão: [ ] Todos desabilitados. Nº Característica Definição Somente usuários do teclado Restringe a utilização do teclado como controle de acesso. Apenas os usuários cadastrados no teclado acionarão a PGM programada na função [] e enviarão o evento de controle de acesso []. Para utilizar o controle de acesso com todos os usuários cadastrados no sistema, deixar esta opção desabilitada. Desabilitar Leitor - Reservado Somente desarma - Reservado Quando habilitado, desabilita leitor biométrico. Reservado para aplicações futuras. Existem situações em que se deseja que o teclado permita apenas que os usuários desarmem o sistema (por exemplo: o teclado está preparado para rearmar sozinho e não é necessário armá-lo), utilizando o modo somente desarma evita que usuários armem o sistema pensando que estão desarmando-o. Reservado para aplicações futuras. [ ] BLOQUEIO AUTOMÁTICO DE TECLADO Padrão: [ ] desabilitado. [ ] [ ] Bloqueio Automático Quando habilitado () aguarda minutos de inatividade do teclado (sem digitar), e bloqueia o acesso as informações do sistema. Só é possível desbloquear com a senha mestre. Para desbloquear, no menu principal escolha a opção bloqueio de teclado e pressione [ENT]. [ ] NÍVEL DO BACKLIGHT DAS TECLAS Padrão: [ ] máximo. [ ] [ / / ] Nível do Backlight das Teclas Controla o nível de iluminação das teclas; o valor programado pode variar entre (apagado) até (máximo). Teclado B -

24 [ ] NÍVEL DO BACKLIGHT DO DISPLAY Padrão: [ ] máximo [ ] [ / / ] Nível do Backlight do Display Controla o nível de iluminação do display; o valor programado pode variar entre (apagado) até (Máximo). [ ] VOLUME DO BUZZER Padrão: [ ] máximo. [ ] [ / / ] Volume do buzzer Controla o volume do buzzer; o valor programado pode variar entre (Mínimo) até (Máximo). RONDA [ ] PARTIÇÃO DOS EVENTOS DE RONDA Padrão: [ ] sem partição. [ ] [ / ] Partição dos Eventos de Ronda Programa a partição que será utilizada no envio dos eventos de ronda. ( a 99) [ A ] FAIXAS DE HORÁRIO DE RONDA FAIXA DE HORÁRIO [ ] Horário Inicial [ / : / ] HH + MM Padrão : [ ] Horário Final [ / : / ] HH + MM Padrão :9 [ ] Intervalo de Ronda em Minutos Horário Padrão: [ ] Minutos Tempo em minutos que o usuário de ronda deve ser registrado. ( a ). Para valor menor do que será considerado sempre. [ ] Dias da Semana do Horário (Desabilitado) Dias Tecla/Led Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Se nenhum dia estiver marcado, a faixa de horário está inativa. - Manual de Programação

25 FAIXA DE HORÁRIO [ ] Horário Inicial [ / : / ] HH + MM Padrão : [ ] Horário Final [ / : / ] HH + MM Padrão :9 [ ] Intervalo de Ronda em Minutos Horário Padrão: [ ] Minutos Tempo em minutos que o usuário de ronda deve ser registrado. ( a ). Para valor menor do que será considerado sempre. [ ] Dias da Semana do Horário (Desabilitado) Dias Tecla/Led Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Se nenhum dia estiver marcado, a faixa de horário está inativa. FAIXA DE HORÁRIO [ ] Horário Inicial [ / : / ] HH + MM Padrão : [ 9 ] Horário Final [ / : / ] HH + MM Padrão :9 [ ] Intervalo de Ronda em Minutos Horário Padrão: [ ] Minutos Tempo em minutos que o usuário de ronda deve ser registrado. ( a ). Para valor menor do que será considerado sempre. [ ] Dias da Semana do Horário (Desabilitado) Dias Tecla/Led Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Se nenhum dia estiver marcado, a faixa de horário está inativa. FAIXA DE HORÁRIO [ ] Horário Inicial [ / : / ] HH + MM Padrão : [ ] Horário Final [ / : / ] HH + MM Padrão :9 [ ] Intervalo de Ronda em Minutos Horário Padrão: [ ] Minutos Tempo em minutos que o usuário de ronda deve ser registrado. ( a ). Para valor menor do que será considerado sempre. [ ] Dias da Semana do Horário (Desabilitado) Dias Tecla/Led Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Se nenhum dia estiver marcado, a faixa de horário está inativa. Teclado B -

26 FAIXA DE HORÁRIO [ ] Horário Inicial [ / : / ] HH + MM Padrão : [ ] Horário Final [ / : / ] HH + MM Padrão :9 [ ] Intervalo de Ronda em Minutos Horário Padrão: [ ] Minutos Tempo em minutos que o usuário de ronda deve ser registrado. ( a ). Para valor menor do que será considerado sempre. [ 9 ] Dias da Semana do Horário (Desabilitado) Dias Tecla/Led Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Se nenhum dia estiver marcado, a faixa de horário está inativa. FAIXA DE HORÁRIO [ ] Horário Inicial [ / : / ] HH + MM Padrão : [ ] Horário Final [ / : / ] HH + MM Padrão :9 [ ] Intervalo de Ronda em Minutos Horário Padrão: [ ] Minutos Tempo em minutos que o usuário de ronda deve ser registrado. ( a ). Para valor menor do que será considerado sempre. [ ] Dias da Semana do Horário (Desabilitado) Dias Tecla/Led Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Se nenhum dia estiver marcado, a faixa de horário está inativa. [ A ] EVENTOS DE RONDA Observações: Para alterar o código veja tabela do protocolo que está anexada no manual dos painéis de alarme. Contact ID : [ A / B / C / D ] Protocolo + : [ A / B ] Quando estiver sendo utilizado o protocolo de comunicação + o evento enviado será igual aos dois primeiros dígitos programados no protocolo CONTACT- ID. [ ] EVENTO DE RONDA Padrão: [] Habilitado. [ ] [ / / / ] Código de Ronda Confirmada Código enviado quando o ponto de ronda é acionado no período aceitável da ronda. - Manual de Programação

27 [ ] EVENTO DE FALHA NA RONDA Padrão: [ ] Habilitado. [ ] [ / / / ] Código de Falha na Ronda Código enviado quando a ronda não é confirmada no horário programado. [ ] EVENTO DE RONDA FORÇADA (FORA DE HORÁRIO) Padrão: [ ] Habilitado. [ ] [ / / / ] Código de Falha Forçada Código enviado quando o usuário deseja enviar um evento de ronda fora do horário programado. [ ] EVENTO DE INÍCIO DE RONDA Padrão: [ ] Habilitado. [ ] [ / / / ] Código de Início de Ronda Código enviado quando inicia-se uma faixa de horário. [ ] EVENTO DE FINAL RONDA Padrão: [ ] Habilitado. [ ] [ / / / ] Código de Final de Ronda Código enviado quando o encerra-se uma faixa de horário. [ ] EVENTO DE RONDA ALTERNATIVA Padrão: [ ] Habilitado. [ ] [ / / / ] Código de Ronda Alternativa Código enviado quando o usuário confirma presença no ponto ou horário de ronda utilizando recurso de confirmação alternativo. Exemplo: não aplica digital, aplica somente a senha e confirma ronda. [ ] EVENTO DE INÍCIO DE TURNO Padrão: [ ] Habilitado. [ ] [ / / / ] Código de Início de Turno Código enviado quando se inicia o turno de ronda. Obs.: Habilitar bit função a. Quando é necessário registrar turno de algum usuário específico. [ ] EVENTO DE FIM DE TURNO Padrão: [ ] Habilitado. [ ] [ / / / ] Código de Fim de Turno Código enviado quando se termina o turno de ronda. Obs.: Para todos os eventos, no campo partição será enviada a partição programada na função e no campo zona, o código do usuário que gerou a ronda. Teclado B -

28 LEITOR BIOMÉTRICO [ ] CADASTRO DE USUÁRIO [ ] [ / / ] Código de Usuário Inicia o modo de cadastramento de usuário remotamente no teclado. A operação ocorre como se o usuário estivesse utilizando o menu Cadastrar Senhas. Ex: Um vigilante que não possui digital cadastrada e precisa ter acesso ao local, mas não possui senha que permite o cadastramento de novos usuários. A central de monitoramento libera o cadastramento de usuário remotamente, e assim ele pode cadastrar sua digital. Obs.: Esta operação só permite o cadastro de um usuário por vez. [ 9 ] DESCADASTRO DE USUÁRIO [ 9 ] [ / / ] Código de Usuário Apaga cadastro completo do usuário informado remotamente. Informando o valor [ ] o descadastro ocorre pela digital capturada. [ A 9 ] DIGITAL [ 9 ] [ / / / ] Código de Usuário No primeiro digito é informado a ação, sendo para cadastro, para exclusão, para pesquisa de posição das digitais utilizadas e para leitura. Nos três seguintes é informado o número do usuário cuja digital será transferida nas próximas funções. Se a operação não for iniciada em até segundos, a operação é cancelada. Esta opção só está disponível para os usuários do teclado que será programado. Ex: Carregando Usuário Programando [9] com o valor, o teclado preenche as funções [ a ] com a digital do usuário. Programando Usuário Programar as funções [ a ] com a digital desejada e em seguida programar a função [9] com o usuário (programa a digital selecionada no usuário ). Excluindo usuário pela digital: Programar as funções [ a ] com a digital desejada e em seguida programar a função [9] com o valor (exclui o usuário que contém a digital selecionada). - Manual de Programação

29 Pesquisando posições ocupadas Informando [] na função [9] a função [] é preenchida com um espelho (bit a bit) das digitais utilizadas (byte - digitais de a / byte digitais de 9 a, etc). [ ] [ bytes] bytes de um total de, componentes da imagem da digital. [ ] [ bytes] bytes de um total de, componentes da imagem da digital. [ ] [ bytes] bytes de um total de, componentes da imagem da digital. [ ] [ bytes] bytes de um total de, componentes da imagem da digital. [ ] [ bytes] bytes de um total de, componentes da imagem da digital. [ ] [ bytes] bytes de um total de, componentes da imagem da digital. [ ] [ bytes] bytes de um total de, componentes da imagem da digital. [ ] [ bytes] bytes de um total de, componentes da imagem da digital. [ 9 ] [ bytes] bytes de um total de, componentes da imagem da digital. [ ] [ bytes] bytes de um total de, componentes da imagem da digital. [ ] [ bytes] bytes de um total de, componentes da imagem da digital. [ ] [ bytes] bytes de um total de, componentes da imagem da digital. [ ] [ bytes] bytes de um total de, componentes da imagem da digital. [ ] [ bytes] bytes de um total de, componentes da imagem da digital. [ ] [ bytes] bytes de um total de, componentes da imagem da digital. [ ] [ bytes] bytes de um total de, componentes da imagem da digital. [ ] [ bytes] bytes de um total de, componentes da imagem da digital. [ ] [ bytes] bytes de um total de, componentes da imagem da digital. Teclado B - 9

30 CARTA DE PROGRAMAÇÃO VIAWEB B LCD Senha Mestre (usuário ) = Senha Prog = USUÁRIOS Características dos Usuários [ - ENT]... -visita / -só arma / -horário restrito / -não exclui zonas / -não rearma / -dia da semana restrito Duração dos usuários de visita [ / / ( à dias)]... Horário de funcionamento [ - 9 : HH:MM]... Horário de funcionamento [ - : HH:MM]... Nº de tentativas de usuário incorreto [ / / ( a tentativas)]... Tempo de Bloqueio usuário incorreto [ / / ( à segundos)]... Acessibilidades dos usuários [ à ENT]... AUTO ATIVA Zonas para auto ativa [ _. _. _. _. _. _. _ ].. Tempo para auto ativa [ / / ( à x seg)]... Horário funcionamento auto ativa [ / : HH:MM]... ZONA Tipo da zona [ ]... P P P P P P P P P P P -temporizada / -chime / -preventiva / -hrs / -silenciosa / -arrombada / -controle remoto / -restauro Tempo de entrada Tempo de saída Partição da zona Exclusão Nome da zona Configuração da zona do teclado PARTIÇÕES Acionamento parcial Partições restritas Partição controle remoto Nome das partições PGM Tempo da PGM PGM ativada Tempo da PGM externa EVENTOS CONTACT-ID Evento de Rearme da Zona Evento de Alarme da Zona Evento de Controle de Acesso TECLAS ESPECIAIS Teclas de Emergência [ / / ( à segundos)]... [ / / ( à segundos)]... [ ]... [ (,)]... [ à / / / / / / / / / / / / / / / ] [ ( a )]... P P P P P P [ ENT]... [ ENT]... [ ]... [ à / / / / / / / / / / / / / / / ] P9 P9 P9 P9 [ / / / ]... [ / / ]... [ / / / ]... P P P [ / / / ]... [ 9 / / / ]... [ / / / ]... P P P [ ]... P -Habilitado( teclas + Alarme) / -Habilitado( teclas + Emerg. Silenc.) / -Habilitado( teclas +9 Incêndio) Teclas especiais Complemento das teclas especiais DIVERSOS Teclado Somente Desarma Bloqueio Automático do Teclado Nível do Backlight das teclas Nível do Backlight do display Volume do Buzzer - Manual de Programação [ à (,,,,,)]... [ à ]... P P [ (,)]... [ (,)]... [ / / ( a )]... [ / / ( a )]... [ / / ( a )]... P P P P P

31 RONDA Partição dos Eventos de Ronda Faixas de Horário de Ronda Eventos de Ronda LEITOR BIOMÉTRICO Cadastro de Usuário Descadastro de Usuário Digital [ / ( a 99)]... [ à ]... [ à ]... P P P [ _ / _ /_ ]... P [ 9 _ /_ / _ ]... P [ a 9 _ /_ /_ / _ ]... P Teclado B -

Teclado VIAWEB LCD 128s. TECLADO VW 128s LCD. Manual de Programação e Instalação V2.10 - R1.06 - FEV 2014. Teclado 128s - 1

Teclado VIAWEB LCD 128s. TECLADO VW 128s LCD. Manual de Programação e Instalação V2.10 - R1.06 - FEV 2014. Teclado 128s - 1 Teclado VIAWEB LCD 128s TECLADO VW 128s LCD Manual de Programação e Instalação V2.10 - R1.06 - FEV 2014 Teclado 128s - 1 2 - Manual de Programação Teclado VIAWEB 128s LCD Índice Teclado VIAWEB LCD 128s

Leia mais

TECLADO VIAWEB TOUCH

TECLADO VIAWEB TOUCH TECLADO VIAWEB TOUCH Manual de Programação e Instalação V1.0 R1.09 Dezembro 2013 1 - Manual de Programação Teclado Viaweb Touch - 2 Índice Características Técnicas...7 Conectando o Teclado Touch ao sistema

Leia mais

Teclado GRAPH TECLADO GRAPH. Manual de Programação e Instalação V2.10 - R1.12 - FEV 2014. Teclado GRAPH - 1

Teclado GRAPH TECLADO GRAPH. Manual de Programação e Instalação V2.10 - R1.12 - FEV 2014. Teclado GRAPH - 1 TECLADO GRAPH Manual de Programação e Instalação V2.10 - R1.12 - FEV 2014 Teclado GRAPH - 1 2 - Manual de Programação Teclado GRAPH Índice Teclado GRAPH Características Técnicas...05 Indicações do Teclado...06

Leia mais

TECLADO - GRAPH. Teclado - GRAPH

TECLADO - GRAPH. Teclado - GRAPH TECLADO - GRAPH www.viawebsystem.com.br S I Sistemas Inteligentes Ltda. Rua Amadeu Piotto, 161 CIC Curitiba -Paraná Brasil Setembro 2007 R1.0 1 Índice Alterando as Telas...5 Menu...6 Programar...6 Cancelar

Leia mais

Manual de Operação ibus Teclado 32i Modelo: ibus - Teclado

Manual de Operação ibus Teclado 32i Modelo: ibus - Teclado ibus Manual de Operação ibus Teclado 32i Modelo: ibus - Teclado Este produto está homologado pela ANATEL, de acordo com os procedimentos regulamentados pela Resolução 242/2000, e atende aos requisitos

Leia mais

TECLADO VIAWEB TOUCH

TECLADO VIAWEB TOUCH TECLADO VIAWEB TOUCH GUIA DE USUÁRIO V1.0 R1.00 Julho 2013 Teclado Touch - 1 2 - Guia do Usuário Teclado VIAWEB TOUCH Sumário INDICAÇÕES DO TECLADO...3 MENU DE PROGRAMAÇÃO...4 ACESSAR MENU...5 OPÇÕES PARA

Leia mais

Carta de Programação Logix LOG-10 V 3.53

Carta de Programação Logix LOG-10 V 3.53 Carta de Programação Logix LOG-10 V 3.53 rev 3.00 22/04/10 ALARM A EQUIPAM ENTOS DE SEGURANÇA Site: w w w.a la rm a.c om.br E-mail: te c nic a @a la rm a.c om.br CARTA DE PROGRAMAÇÃO CENTRAL LOGIX LOG

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Central de Alarme Particionada

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Central de Alarme Particionada MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO AP6 Central de Alarme Particionada www.compatec.com.br 2 www.compatec.com.br 3 4. Dimensões do produto... 5. Conhecendo o seu produto... 7 5.1 Conhecendo as funções da central...

Leia mais

Intruções de instalação e programação: Antes de instalar e programar esta unidade por favor leia atentamente este manual e retenha-o para futura

Intruções de instalação e programação: Antes de instalar e programar esta unidade por favor leia atentamente este manual e retenha-o para futura MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO Painel de alarme 10 zonas 2 PARTIÇÕES E10 Intruções de instalação e programação: Antes de instalar e programar esta unidade por favor leia atentamente este manual e retenha-o

Leia mais

PAINEL DE ALARME GUIA DE INSTALAÇÃO

PAINEL DE ALARME GUIA DE INSTALAÇÃO PAINEL DE ALARME GUIA DE INSTALAÇÃO Active 20 GPRS Rev00 23/04/2009 1- CARACTERÍSTICAS GERAIS 8 Zonas duplas programáveis, mais 1 zona por teclado; 4 Teclados endereçáveis com programações independentes;

Leia mais

Central Monitorada CAM 816

Central Monitorada CAM 816 MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO Central Monitorada CAM 816 www.compatec.com.br Índice 1.Apresentação... 2.Características Gerais....Características Técnicas... 4 4.Status de Bips... 4 5.Status de Bips

Leia mais

Manual Prático. VW16ZGPRS - VW16ZGPRS g - VW16ZETH - VW16Z. V3.30 - R1.04 - Ago 2013 VW16Z - 1

Manual Prático. VW16ZGPRS - VW16ZGPRS g - VW16ZETH - VW16Z. V3.30 - R1.04 - Ago 2013 VW16Z - 1 Manual Prático VW16ZGPRS - VW16ZGPRS g - VW16ZETH - VW16Z V3.30 - R1.04 - Ago 2013 VW16Z - 1 2 - Manual Prático Índice Formato de comunicação...4 Comunicador Internet...5 GPRS...5 Ethernet...5 Comunicador

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Central de Alarme Particionada AP4/AP4 D

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Central de Alarme Particionada AP4/AP4 D MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO Central de Alarme Particionada AP/AP D Índice 1.Apresentação... 2.Características... 3.Características Técnicas... 5.Status de Bips... 5 5.Status dos Led s... 5 6.Conhecendo

Leia mais

Central de alarme ANM 2004 MF / ANM 2008 MF

Central de alarme ANM 2004 MF / ANM 2008 MF Central de alarme ANM 2004 MF / ANM 2008 MF Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. A central de alarme ANM 2004/2008 MF é compacta e de fácil programação, possui

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO. Central de Alarme Intelbras AMT 1010 / AMT 1018

GUIA DO USUÁRIO. Central de Alarme Intelbras AMT 1010 / AMT 1018 AMT 1010 AMT 1018 GUIA DO USUÁRIO Central de Alarme Intelbras AMT 1010 / AMT 1018 DESCRIÇÃO E APLICAÇÕES Parabéns, você acaba de adquirir um produto desenvolvimento com a tecnologia e segurança Intelbras.

Leia mais

Apostila de Programação POSONIC

Apostila de Programação POSONIC Apostila de Programação POSONIC Programação de Usuário Senha Usuário Mestre: 474747 Cadastro de usuário [ENTER] + cod.mestre + Nº de alocação [01] + senha nova + [ENTER] Alteração de senha de usuário [ENTER]

Leia mais

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA. Manual de Instalação e Operação. Central de alarme HR 4031 Light \ Plus 4 setores HERA

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA. Manual de Instalação e Operação. Central de alarme HR 4031 Light \ Plus 4 setores HERA Central de alarme HR 4031 Light \ Plus 4 setores HERA Manual do Usuário 1 Índice: 1 Aplicação:... 3 2 Características:... 3 3 Características de funcionamento... 3 4- Apresentação da Central... 4 4.1 Parte

Leia mais

CENTRAL DE ALARME BRISA 4 PLUS

CENTRAL DE ALARME BRISA 4 PLUS CENTRAL DE ALARME BRISA 4 PLUS Parabéns, Você acaba de adquirir uma central de alarme modelo Brisa 4 Plus produzida no Brasil com a mais alta tecnologia de fabricação. 1- PAINEL FRONTAL Led REDE: Indica

Leia mais

Sumário. www.compatec.com.br

Sumário. www.compatec.com.br Sumário Apresentação... 4 Características... 4 Características Técnicas... 5 Status de Bips... 5 Status de Bips programação... 5 Status de Bips Acesso Remoto... 5 Conhecendo o Teclado... 6 Leds Teclado...

Leia mais

MD-50 Plus. Com a senha mestre são permitidas todas as funções de programação do módulo. A senha de fábrica é 5-6-7-8.

MD-50 Plus. Com a senha mestre são permitidas todas as funções de programação do módulo. A senha de fábrica é 5-6-7-8. MD-50 Plus DESCRIÇÃO DO PRODUTO Com esse equipamento você pode monitorar qualquer central de alarme convencional ou eletrificador. Ele possui 4 entradas e uma saída PGM que pode ser acionada por telefone

Leia mais

CARACTERISTICAS PRINCIPAIS - VW16Z

CARACTERISTICAS PRINCIPAIS - VW16Z Empresa: Grupo Setec. Data: 19/04/2013 Autor: Márcio Gomes da Silva. Prezados (as); Resumo de programação dos equipamentos da Viaweb V 3.0 Cada módulo possui a sua programação distinta, logo, deve-se programar

Leia mais

Dedicado. V 3.20 Jul09 r2.00

Dedicado. V 3.20 Jul09 r2.00 Dedicado V 3.20 Jul09 r2.00 Índice Apresentação...2 Instalação...2 Esquema de Ligação...3 Operação...4 Terminal...5 Funções de Programação...6 [007 a 011] Programação da Entrada (Setor Interno)...6 Função

Leia mais

PAINEL DE ALARME VERSÃO 01

PAINEL DE ALARME VERSÃO 01 PAINEL DE ALARME VERSÃO 01 1. CARACTERÍSTICAS GERAIS 8 Zonas duplas programáveis, mais 1 zona por teclado; 4 Teclados endereçáveis com programações independentes; 95 usuários, 3 usuários temporários, além

Leia mais

CENTRAL DE ALARME ASD-260 SINAL/VOZ

CENTRAL DE ALARME ASD-260 SINAL/VOZ CENTRAL DE ALARME ASD-60 SINAL/VOZ Parabéns, Você acaba de adquirir uma central de alarme modelo ASD-60 produzida no Brasil com a mais alta tecnologia de fabricação. - PAINEL FRONTAL Led REDE: Indica que

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. STK 728U, STK 738U e STK 748. Apostila elaborada pelo. Eng. Sergio Americano Mendes CREA-MG 29.539/D

MANUAL DO USUÁRIO. STK 728U, STK 738U e STK 748. Apostila elaborada pelo. Eng. Sergio Americano Mendes CREA-MG 29.539/D MANUAL DO USUÁRIO STK 728U, STK 738U e STK 748 Apostila elaborada pelo Eng. Sergio Americano Mendes CREA-MG 29.539/D Proibida a reprodução não autorizada 2014 1 OPERANDO O SISTEMA COMO USUÁRIO Teclado

Leia mais

Guia de Usuário Teclado sensível ao toque TM40

Guia de Usuário Teclado sensível ao toque TM40 Guia de Usuário Teclado sensível ao toque TM40 1 Índice Página Principal... 1 Menu... 3 Modo Anunciador... 9 Slide Show... 9 Planta Baixa... 9 Status... 9 Zona... 9 Info... 9 Menu.... 3 Funções de Segurança...

Leia mais

Comprador: Endereço: Cidade: Bairro: CEP: Revendedor: Fone: Data da venda: / / ID: P18407 - Rev. 1

Comprador: Endereço: Cidade: Bairro: CEP: Revendedor: Fone: Data da venda: / / ID: P18407 - Rev. 1 A instalação por outrem implicará em exclusão da garantia em decorrência de defeitos causados pela instalação inadequada. Somente técnico autorizado está habilitado a abrir, remover, substituir peças ou

Leia mais

Central de alarme Ventura GSM

Central de alarme Ventura GSM Central de alarme Ventura GSM Manual do Usuário 1 Índice: 1 Aplicação:... 3 2 Características:... 3 3 Características de funcionamento... 3 4- Apresentação da Central... 4 4.1 Parte externa... 4 4.2 Parte

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO VIAWEBiBUS MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO V1.04 R1.20 Setembro/2012 Aplicável para as seguintes versões de produtos: Ponto de Acesso V1.04 Roteador V1.01 Sensor Magnético V1.13 Sensor IVP V1.02 Sensor

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO CENTRAL MC 4D

MANUAL DO USUÁRIO CENTRAL MC 4D 12 Manual do Usuário Intrusos podem entrar em zonas sem proteção, ou ter sofisticação para isolar um sensor ou desconectar dispositivos de aviso de alarme; Central, detectores, sensores só funcionam quando

Leia mais

MODEM MONITORAMENTO. Manual de Instalação e Operação

MODEM MONITORAMENTO. Manual de Instalação e Operação COMPATEC PRODUTOS PARA SUA SEGURANÇA MODEM MONITORAMENTO Manual de Instalação e Operação ÍNDICE Características técnicas do modem...3 Características gerais do modem...3 Conheça o modem...3 Apresentação...4

Leia mais

PAINEL DE ALARME ACTIVE 10 E 10 LITE

PAINEL DE ALARME ACTIVE 10 E 10 LITE PAINEL DE ALARME ACTIVE 0 E 0 LITE - FUNÇÕES BÁSICAS. VISUALIZAÇÃO DOS PROBLEMAS NO SISTEMA Para visualizar os problemas, pressione a tecla P por segundos. O led SISTEMA começa a piscar, continue pressionando

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE PROGRAMAÇÃO CENTRAL INTELBRÁS

GUIA RÁPIDO DE PROGRAMAÇÃO CENTRAL INTELBRÁS Especificações técnicas GUIA RÁPIDO DE PROGRAMAÇÃO CENTRAL INTELBRÁS Características Alimentação AC 90 a 265 V Suporte a 2 chips (cartões SIM) de celular (somente AMT 2018 EG). Alimentação DC Bateria de

Leia mais

Central de Alarme de Oito Zonas

Central de Alarme de Oito Zonas Central de Alarme de Oito Zonas R02 ÍNDICE CARACTERÍSTICAS GERAIS:... 3 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS:... 3 CONHECENDO A CENTRAL:... 4 COMO A CENTRAL FUNCIONA:... 4 COMO APAGAR A MEMÓRIA DA CENTRAL:... 4 COMO

Leia mais

Controle de Acesso Stand Alone Biofinger 22K

Controle de Acesso Stand Alone Biofinger 22K Imagem meramente ilustrativa Controle de Acesso Stand Alone Biofinger 22K 1 Sumário Apresentação... 3 1. Fixação do Equipamento... 3 2. Estrutura e Funções... 4 3. Conexões... 4 4. Conexão com outros acessórios...

Leia mais

A senha 001 de fábrica é 151515.

A senha 001 de fábrica é 151515. 1 2 Índice PROGRAMANDO USUÁRIOS...4 MODO DE PROGRAMAÇÃO DE SENHAS:...4 COMO CADASTRAR NOVOS USUÁRIOS:... 4 COMO DESABILITAR USUÁRIOS:... 4 ATIVANDO A CENTRAL...5 ATIVAR GERAL... 5 ATIVAÇÃO RÁPIDA...5 ATIVAR

Leia mais

Alard Max 16 EX GUIA DE INSTALAÇÃO C209936 - REV 1

Alard Max 16 EX GUIA DE INSTALAÇÃO C209936 - REV 1 Alard Max 16 EX GUIA DE INSTALAÇÃO C20996 - REV 1 IMPORTANTE: É necessário energizar a central de alarme através dos bornes AC para a central retirar energia da bateria. Se ligar primeiramente a bateria

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO Ver 1.5

MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO Ver 1.5 MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO Ver 1.5 CENTRAL DE ALARME MONITORADA EX-10 Índice Características... 4 Instalação... 5 Rede AC... 5 Bateria... 5 Terminais Auxiliares... 6 Linha telefônica... 6 Sirene...

Leia mais

* Acesso à programação protegido por senha; * Alimentação: 90 a 240Vca (Fonte chaveada).

* Acesso à programação protegido por senha; * Alimentação: 90 a 240Vca (Fonte chaveada). PROGRAMADOR HORÁRIO MANUAL DE INSTRUÇÕES MTZ622R - 90~240VCA - P504 VERSÃO.0 ABRIL/202 * Acesso à programação protegido por senha; * Alimentação: 90 a 240Vca (Fonte chaveada). 3.2 DIMENSÕES PLACA IHM:

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Temporizador Automático / Relógio Programador de Horário Para Acionamento Automático de Sirenes e Outros Equipamentos Código: AFKITPROG 2 O REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO REP O Relógio Acionador Automático

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES USUÁRIO

MANUAL DE INSTRUÇÕES USUÁRIO MANUAL DE INSTRUÇÕES USUÁRIO SISTEMA DE SEGURANÇA TERMINAL DSC INSTRUÇÕES DE USO: PARA INIBIR ZONAS (#), (*), (1), (Senha de acesso), (nº da zona: 01 a 16), a zona selecionada acende no teclado. (#) para

Leia mais

PAINEL DE ALARME MONITORÁVEL ACTIVE 9 ULTRA

PAINEL DE ALARME MONITORÁVEL ACTIVE 9 ULTRA PAINEL DE ALARME MONITORÁVEL ACTIVE 9 ULTRA FUNÇÕES BÁSICAS. MODO DE PROGRAMAÇÃO Com o alarme desarmado pressione ESC por segundos (led PROBLEMA pisca e a tecla ESC acende) mais a senha do instalador para

Leia mais

MADIS RODBEL SOLUÇÕES DE PONTO E ACESSO LTDA

MADIS RODBEL SOLUÇÕES DE PONTO E ACESSO LTDA MADIS RODBEL SOLUÇÕES DE PONTO E ACESSO LTDA Manual de operação Relógio MD 5705 Revisão 1.02 Maio de 2010 1 Índice Apresentação... 3 Display de LCD... 3 Leitor de crachás... 3 Leitor biométrico... 3 Teclado...

Leia mais

GUIA DE PROGRAMAÇÃO ESPIRIT SOFTWARE VERSÃO 3.10

GUIA DE PROGRAMAÇÃO ESPIRIT SOFTWARE VERSÃO 3.10 GUIA DE PROGRAMAÇÃO ESPIRIT SOFTWARE VERSÃO 3.10 RESET DA CENTRAL O Código do instalador deve estar destrancado (endereço 058: qualquer valor diferente de 147) Para Resetar Remova a bateria e desligue

Leia mais

TECNOLOGIA EM SEGURANÇA SOLUÇÕES EM ELETRÔNICA

TECNOLOGIA EM SEGURANÇA SOLUÇÕES EM ELETRÔNICA TECNOLOGIA EM SEGURANÇA SOLUÇÕES EM ELETRÔNICA 2. APRESENTAÇÃO DA PLACA 3. CARACTERÍSTICAS 3.1 Central de alarme microprocessada com 3 setores; 3.2 Acompanha dois transmissores (mod. TSN); 3.3 Freqüência

Leia mais

3.1.2 CONTROLE REMOTO * Alimentação: 12V - 1 pilha A23. * Alcance: 15 metros sem obstáculos.

3.1.2 CONTROLE REMOTO * Alimentação: 12V - 1 pilha A23. * Alcance: 15 metros sem obstáculos. 1. CARACTERÍSTICAS CONTROLADOR DE TEMPERATURA PARA AQUECIMENTO SOLAR E AUTOMAÇÃO DE PISCINA MTZ621R - 90~240VCA - P551 MANUAL DE INSTRUÇÕES VERSÃO 1.2 - JAN/2014 2.2 CONTROLE REMOTO 3.3 SENSOR DE TEMPERATURA

Leia mais

ELECTRONIC ENGINEERING LTD. Teclado OLED. Guia do Utilizador. Fevereiro 2011 Ver 1.0

ELECTRONIC ENGINEERING LTD. Teclado OLED. Guia do Utilizador. Fevereiro 2011 Ver 1.0 ELECTRONIC ENGINEERING LTD. Teclado OLED Guia do Utilizador Fevereiro 2011 Ver 1.0 Indice TECLAS DE FUNÇÃO...2 TECLAS ALFANUMÉRICAS...3 SINAIS AUDÍVEIS...3 INDICADORES...3 SUMÁRIO DE FUNÇÕES...3 COMO ARMAR

Leia mais

Global Security Network GSN Brasil. 1

Global Security Network GSN Brasil. 1 Global Security Network GSN Brasil. 1 Operação Básica O teclado Spectra 1689 e o Teclado 1641 (cristal liquido) funcionam da mesma maneira, Mas não oferecem a mesma visualização. Nesta seção veremos suas

Leia mais

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA. Manual de Instalação e Operação. Central de alarme HR 4020 2 setores HERA.

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA. Manual de Instalação e Operação. Central de alarme HR 4020 2 setores HERA. Central de alarme HR 4020 2 setores HERA Manual do Usuário 1 Índice: 1 Aplicação... 3 2 Características... 3 3 - Apresentação da Central... 3 3.1 - Parte externa... 3 3.2 - Parte interna... 4 4 - Diagramas

Leia mais

CENTRAL DE ALARME BRISA 8 VOZ / BRISA 8 SINAL

CENTRAL DE ALARME BRISA 8 VOZ / BRISA 8 SINAL CENTRAL DE ALARME BRISA 8 VOZ / BRISA 8 SINAL CARACTERÍSTICAS BÁSICAS 8 Zonas programáveis sendo 4 mistas, ou seja, com fio e sem fio e 4 com fio; 1 senha mestre; 1 senha de usuário; Entrada para teclado

Leia mais

M150SP MANUAL DO UTILIZADOR / INSTALADOR. v1.0 REV. 10/2015

M150SP MANUAL DO UTILIZADOR / INSTALADOR. v1.0 REV. 10/2015 M150SP MANUAL DO UTILIZADOR / INSTALADOR v1.0 REV. 10/2015 00. CONTEÚDO 01. AVISOS DE SEGURANÇA ÌNDICE 01. AVISOS DE SEGURANÇA NORMAS A SEGUIR 02. O DISPOSITIVO CARACTERISTICAS TÉCNICAS ASPETO VISUAL LEGENDA

Leia mais

Manual do Painel Aceno Digital A3000/A6000. www.acenodigital.com.br. Rua Porto Alegre, 212 Jd. Agari 43 3027-2255 Cep: 86.

Manual do Painel Aceno Digital A3000/A6000. www.acenodigital.com.br. Rua Porto Alegre, 212 Jd. Agari 43 3027-2255 Cep: 86. Manual do Painel Aceno Digital A3000/A6000 Manual do Painel Aceno Digital A3000/A6000 Este manual apresenta o funcionamento e os procedimentos de configuração e instalação dos painéis Aceno Digital, modelos

Leia mais

MANUAL TÉCNICO DA CENTRAL FÊNIX-20L

MANUAL TÉCNICO DA CENTRAL FÊNIX-20L MANUAL TÉCNICO SUMÁRIO CARACTERÍSTICAS GERAIS... 3 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS... 3 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS... 3 PAINEL... 4 FUNÇÕES DO PAINEL... 4 FUNÇÕES INTERNAS PLACA DE CONTROLE... 6 FUNÇÕES INTERNAS

Leia mais

Senha de Acesso. 1. Apresentação da Senha de Acesso. Fig. 01

Senha de Acesso. 1. Apresentação da Senha de Acesso. Fig. 01 Senha de Acesso 1. Apresentação da Senha de Acesso Fig. 01 Guia Rápido 1 - Alterar Senha Mestre: Pressione * 1 Senha Mestre atual e em seguida a Nova Senha. Ex.: * 1 1 2 3 4 4 3 2 1 Função Senha Mestre

Leia mais

R3M. Saída da antena. Teclas de setor. Teclas de aprendizagem. Teclado do Tele Alarme (opcional) Gabinete metálico com espaço para bateria

R3M. Saída da antena. Teclas de setor. Teclas de aprendizagem. Teclado do Tele Alarme (opcional) Gabinete metálico com espaço para bateria 47 R3M CENTRAL DE ALARME 3 SETORES MICROPROCESSADA Aplicação - Usada como central de alarme residencial, comercial ou industrial. Saída da antena APRESENTAÇÃO DA CENTRAL Teclas de setor Teclas de aprendizagem

Leia mais

DESCRIÇÕES GERAIS SL A X 4 - MT

DESCRIÇÕES GERAIS SL A X 4 - MT DESCRIÇÕES GERAIS SL A X 4 - MT Sua central de alarme SL AX4 - MT, é microcontrolada, com quatro setores independentes, com fios ou sem fios (dependendo dos opcionais instalados), com opções monitoráveis

Leia mais

CENTRAL DE ALARME MONITORÁVEL. Versão 3.0 ou superior MANUAL DE INSTRUÇÕES

CENTRAL DE ALARME MONITORÁVEL. Versão 3.0 ou superior MANUAL DE INSTRUÇÕES CENTRAL DE ALARME MONITORÁVEL Versão 3.0 ou superior MANUAL DE INSTRUÇÕES Active 8/20v3 Rev00 10/12/2014 ÍNDICE 1 Características 2 1.1 Características gerais 2 1.2 Módulos expansores compatíveis (opcionais)

Leia mais

CENTRAL DE ALARME BRISA CELL 804

CENTRAL DE ALARME BRISA CELL 804 CENTRAL DE ALARME - PAINEL FRONTAL Led REDE: Indica que o aparelho está sendo alimentado pela rede AC. Led BATERIA: Indica que o aparelho está sendo alimentado pela bateria. Led ARMADO: Aceso indica que

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Unidade Discadora Telefônica - Para Monitoramento Remoto Até 5 Números Código: AFDISC A unidade discadora telefônica para monitoramento remoto, código AFDISC é um equipamento que deve ser instalado em

Leia mais

Central de alarme ANM 2004 MF / ANM 2008 MF

Central de alarme ANM 2004 MF / ANM 2008 MF Central de alarme ANM 2004 MF / ANM 2008 MF Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. A central de alarme ANM 2004/2008 MF é compacta e de fácil programação, possui

Leia mais

i16 ALARME MONITORADO

i16 ALARME MONITORADO Manual de instruções i16 ALARME MONITORADO F: 0800 550 250 Posicione o leitor de código QR do seu smartphone e obtenha mais informações no site PPA 50 1 Por favor, leia este manual com atenção para uma

Leia mais

CONFORTO COM SEGURANÇA CONFORTO COM SEGURANÇA. 4 P26894 - Rev

CONFORTO COM SEGURANÇA CONFORTO COM SEGURANÇA. 4 P26894 - Rev P26894 - Rev. 4 ÍNDICE Manual Técnico Monitus 10 Características do painel de alarme Monitus 10... 03 Instalação do painel Monitus 10... 04 Alimentação... 04 Sirene... 04 Conectando sensores... 05 Entrada

Leia mais

www: toppoalarmes.com.br SAC: 0800-643-6680

www: toppoalarmes.com.br SAC: 0800-643-6680 Prezado cliente, Muito obrigado por escolher o alarme residencial TPS-100: você adquiriu um produto de alta qualidade, confiabilidade e sofisticação. Por favor leia todas as instruções relacionadas ao

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO Central de Alarme Intelbras AMT 1004 RF

GUIA DO USUÁRIO Central de Alarme Intelbras AMT 1004 RF GUIA DO USUÁRIO Central de Alarme Intelbras AMT 1004 RF DESCRIÇÃO E APLICAÇÕES Parabéns, você acaba de adquirir um produto concebido com a tecnologia e a segurança Intelbras. A central de alarme AMT 1004

Leia mais

Fechadura Digital. Manual de Instruções YDF40. Português

Fechadura Digital. Manual de Instruções YDF40. Português Fechadura Digital anual de Instruções YDF40 Português ATENÇÃO, LEIA AS INSTRÇÕES ANTES DE TILIZAR O PRODTO. As funções e design deste produto podem ser modificadas sem aviso prévio visando a qualidade

Leia mais

AP4/AP4D CENTRAL DE ALARME PARTICIONADA MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Compatec Sistemas Eletrônicos Ltda Indústria Brasileira www.compatec.com.

AP4/AP4D CENTRAL DE ALARME PARTICIONADA MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Compatec Sistemas Eletrônicos Ltda Indústria Brasileira www.compatec.com. SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO CLIENTE COMPATEC ALARMES PARA SUA SEGURANÇA MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO suporte@compatec.com.br fone:(54)4009 4711 Compatec Sistemas Eletrônicos Ltda Indústria Brasileira

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO TETROS MOTO V2. N de Homologação: 1702-09-2791. Versão 1.00

MANUAL DE INSTALAÇÃO TETROS MOTO V2. N de Homologação: 1702-09-2791. Versão 1.00 MANUAL DE INSTALAÇÃO TETROS MOTO V2 N de Homologação: 1702-09-2791 Versão 1.00 Manual de Instalação TETROS MOTO V2 2 Índice 1. Introdução... 3 2. Especificações técnicas... 3 3. Conhecendo o equipamento...

Leia mais

TECNOLOGIA EM SEGURANÇA SOLUÇÕES EM ELETRÔNICA

TECNOLOGIA EM SEGURANÇA SOLUÇÕES EM ELETRÔNICA TECNOLOGIA EM SEGURANÇA SOLUÇÕES EM ELETRÔNICA 3. CARACTERÍSTICAS 3.1 Central de alarme microprocessada com 4 setores expansível para 8 ou 12 setores; 3.2 Acompanha dois transmissores (mod. TSN); 3.3 Acionamento

Leia mais

GC2 Painel Guia do Usuário

GC2 Painel Guia do Usuário GC2 Painel Guia do Usuário V1.14 Firmware SISTEMA DE SEGURANÇA WIRELESS ATENÇÃO: AVISO DE INSTRUÇÕES DO PROPRIETÁRIO Não deve ser removido por ninguém, exceto ocupante CONTENIDO Visão geral do sistema.........................................................

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO PAINEL DE ALARME MONITORÁVEL GARANTIA

GUIA DE INSTALAÇÃO PAINEL DE ALARME MONITORÁVEL GARANTIA GARANTIA A JFL Equipamentos Eletrônicos Indústria e Comércio Ltda garante este aparelho por um período de 12 meses a partir da data de aquisição, contra defeitos de fabricação que impeçam o funcionamento

Leia mais

A L A R M E S P A R A S U A S E G U R A N Ç A MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO CENTRAL DE ALARME PARTICIONADA AP2/AP2D

A L A R M E S P A R A S U A S E G U R A N Ç A MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO CENTRAL DE ALARME PARTICIONADA AP2/AP2D COMPATEC A L A R M E S P A R A S U A S E G U R A N Ç A MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO CENTRAL DE ALARME PARTICIONADA AP2/AP2D ÍNDICE Apresentação...3 Conheçendo a central...3 Características Gerais...4

Leia mais

www.n7tecnologia.com.br e-mail: comercial@n7tecnologia.com.br

www.n7tecnologia.com.br e-mail: comercial@n7tecnologia.com.br SAFECELL INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO Antes da instalação do equipamento, é importante que: 1) Seja verificado se o SIM CARD que será usado está habilitado e permite a realização de chamadas e também o envio

Leia mais

ALARME DE 6 ZONAS & 2 PARTIÇÕES RONDA E CONTROLE DE ACESSO

ALARME DE 6 ZONAS & 2 PARTIÇÕES RONDA E CONTROLE DE ACESSO ALARME DE 6 ZONAS & 2 PARTIÇÕES RONDA E CONTROLE DE ACESSO VERSÃO 1.8 1 2 Manual de Instalação e Programação APRESENTAÇÃO Pág. 4 INSTALAÇÃO Pág. 7 Montando o Painel Pág. 7 Montando o Teclado Pág. 7 Conexões

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CÓDIGOS CONTACT ID

PROGRAMAÇÃO CÓDIGOS CONTACT ID POSONIC 710U ÍNDICE CARACTERÍSTICAS 2 Numero de Zonas 2 Numero de usuários 2 CÓDIGOS DE OPERAÇÃO 2 Código Máster 2 Código do Instalador 2 OPERANDO O SISTEMA 2 Armando 2 Armando Stay 2 Armar Rápido Total

Leia mais

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-211 CONTROLE REMOTO

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-211 CONTROLE REMOTO CENTRAL DE ALARME COM FIO AW2 CONTROLE REMOTO CARACTERÍSTICAS DO APARELHO Central de alarme de setor com fio; Caixa plástica com alojamento para bateria selada de 7 A/H; Carregador de bateria incorporado;

Leia mais

TECLADO STK 636 TECLADO STK 636

TECLADO STK 636 TECLADO STK 636 TECLADO STK 636 1.0 OPERAÇÃO BASICA 1.1 Visual Os números, símbolos, leds e chaves no teclado informam o status do sistema como descrito abaixo. Figure 1: Figura do teclado STK 636 1- Led verde aceso :

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PARADOX 728EX

MANUAL DO USUÁRIO PARADOX 728EX MANUAL DO USUÁRIO PARADOX 728EX 1 Principais Características: Visual 2 partições. Na prática, duas centrais em uma; Memória dos 120 últimos eventos, com data e hora; Relógio Real Time com auto arma; 48

Leia mais

Seu manual do usuário SIEMENS EUROSET 3025 http://pt.yourpdfguides.com/dref/569877

Seu manual do usuário SIEMENS EUROSET 3025 http://pt.yourpdfguides.com/dref/569877 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para SIEMENS EUROSET 3025. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no manual

Leia mais

Características... 3. Identificando a placa... 3. Esquema de ligação... 3. Parâmetros programados no painel de alarme... 4

Características... 3. Identificando a placa... 3. Esquema de ligação... 3. Parâmetros programados no painel de alarme... 4 P18640 - Rev. 0 Índice Características... 3 Identificando a placa... 3 Esquema de ligação... 3 Parâmetros programados no painel de alarme... 4 Instalação do software programador... 4 Instalação do cabo

Leia mais

Principais características

Principais características P00959 - Rev. 0 Parabéns, você acaba de adquirir um sistema de alarme i16, uma excelente ferramenta de apoio para você garantir a segurança do seu imóvel. O i16 é de fácil operação e conta com o padrão

Leia mais

Compacta e de fácil programação possuindo:

Compacta e de fácil programação possuindo: '(6&5,d (6*(5$,66/$; Sua central de alarme 6/ ± $;, é microcontrolada, com quatro setores independentes, com fios ou sem fios (dependendo dos opcionais instalados), controle remoto e discador telefônico,

Leia mais

TKVAP404 - instruções programação

TKVAP404 - instruções programação TKVAP44 - instruções programação 1 s de programação 1 1 1 2 1 3 2 1 2 2 2 3 2 4 3 1 3 2 3 3 3 4 4 1 4 2 5 1 5 2 5 3 5 4 6 1 6 2 6 3 6 4 6 5 6 6 7 1 7 2 7 3 7 4 7 5 7 6 7 7 7 8 1 1 1 2 1 3 1 4 1 6 1 7 1

Leia mais

Centrais de Alarme DSC MANUAL DE CENTRAL DE ALARME. Disponibilizado por www. alarmsystems. com.

Centrais de Alarme DSC MANUAL DE CENTRAL DE ALARME. Disponibilizado por www. alarmsystems. com. MANUAL DE CENTRAL DE ALARME Sumário 1. Excluir setores do alarme. 2. Trocar, apagar ou inserir senhas. 3. Acerto de relógio. 4. Auto arme do sistema. 5. Beep de teclado. 6. Luz de problema acesa. 7. Leds

Leia mais

MANUAL DE PROGRAMAÇÃO STK 728 MANUAL DE PROGRAMAÇÃO STK 728

MANUAL DE PROGRAMAÇÃO STK 728 MANUAL DE PROGRAMAÇÃO STK 728 MANUAL DE Nossos produtos possuem o certificado norte americano FCC, e são projetados de modo a não emitir ondas que possam prejudicar a sua saúde se instalados e operados conforme estas instruções. Graças

Leia mais

Sistema de Alarme GSM com Lcd

Sistema de Alarme GSM com Lcd Sistema de Alarme GSM com Lcd Manual Instruções Instruções de Funcionamento Versão de lingua Ingles/Chines integrado para as necessidades do cliente: 8 zonas de proteção sem fios, cada zona pode ter ate

Leia mais

MÓDULO MD-50 DESCRIÇÃO DO PRODUTO CARACTERÍSTICAS GERAIS CONECTOR DE ENTRADA SENHA DO USUÁRIO

MÓDULO MD-50 DESCRIÇÃO DO PRODUTO CARACTERÍSTICAS GERAIS CONECTOR DE ENTRADA SENHA DO USUÁRIO MÓDULO MD-50 DESCRIÇÃO DO PRODUTO Com esse equipamento você pode monitorar qualquer central de alarme convencional ou eletrificador. Ele possui 5 entradas e uma saída PGM que pode ser acionada por telefone

Leia mais

Leucotron Telecom 082M02R8 20/10/2008

Leucotron Telecom 082M02R8 20/10/2008 SUMÁRIO 1. Descrição Técnica do Produto...03 2. Especificações Técnicas... 03 3. Local apropriado para a instalação...04 4. Como ligar um Chipcell+ em um PABX... 04 5. Como ligar um Chipcell+ em um telefone

Leia mais

Teclados 624 e 640 Manual do Usuário

Teclados 624 e 640 Manual do Usuário Teclados 624 e 640 624 640 Manual do Usuário Sumário 1. Operação Básica... 2 2. Códigos de Acesso... 4 3. Armando e Desarmando...5 4. Zonas de Pânico... 10 5. Programação com Tecla de Acesso...11 6. Características

Leia mais

Vigilance V8. Manual do Instalador 1/48

Vigilance V8. Manual do Instalador 1/48 Vigilance V8 Manual do Instalador 1/48 ÍNDICE 1 Introdução... 3 2 Características técnicas... 3 3 Instalação esquema de ligação... 4 3.1 Alimentação... 5 3.2 Instalação do teclado... 5 3.3 Instalação dos

Leia mais

Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:...

Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:... 0 Conteúdo Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:... 4 1.2 Acesso através do teclado (digitando a matrícula):...

Leia mais

CENTRAL DE ALARME BRISA 4 PLUS

CENTRAL DE ALARME BRISA 4 PLUS CENTRAL DE ALARME BRISA 4 PLUS Parabéns, Você acaba de adquirir uma central de alarme modelo Brisa 4 Plus produzida no Brasil com a mais alta tecnologia de fabricação. - PAINEL FRONTAL Led REDE: Indica

Leia mais

4 3. Sinalização... 7 4. Programação... 8 5. Controlando o equipamento via ligação de voz... 17 6. Exemplos de Programação...

4 3. Sinalização... 7 4. Programação... 8 5. Controlando o equipamento via ligação de voz... 17 6. Exemplos de Programação... 1. Introdução... 3 2. Funcionamento... 4 3. Sinalização... 7 4. Programação... 8 5. Controlando o equipamento via ligação de voz... 17 6. Exemplos de Programação... 18 7. Especificações... 21 Certificado

Leia mais

Índice. 1. Características técnicas

Índice. 1. Características técnicas Termo de garantia A ELETROPPAR - Indústria Eletrônica Ltda., localizada na rua Carlos Ferrari nº 2651, Distrito Industrial, Garça/SP, CEP 17400-000, CNPJ 02.748.434/0001-08, IE 315.026.341.111 garante

Leia mais

MANUAL DO INSTALADOR. CENTRAL DE ALARME SUPÉRIA 3000 D4 e SUPÉRIA 3000 D8

MANUAL DO INSTALADOR. CENTRAL DE ALARME SUPÉRIA 3000 D4 e SUPÉRIA 3000 D8 1 2 MANUAL DO INSTALADOR CENTRAL DE ALARME SUPÉRIA 3000 D4 e SUPÉRIA 3000 D8 Parabéns, você adquiriu um sistema de alarme da CS Eletrônica. Os nossos equipamentos foram projetados para lhe oferecer anos

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Central de Alarme AP 1

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Central de Alarme AP 1 MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO Central de Alarme AP 1 www.compatec.com.br 2.Características...3 3.Características Técnicas...3 4.Conhecendo o seu produto...4 5.Programando o seu produto...5 6.Utilidades...8

Leia mais