JORNAL IMPRESSO X JORNAL ONLINE AS DIFERENÇAS E SEMELHANÇAS DO DESENHO DE COMUNICAÇÃO VISUAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "JORNAL IMPRESSO X JORNAL ONLINE AS DIFERENÇAS E SEMELHANÇAS DO DESENHO DE COMUNICAÇÃO VISUAL"

Transcrição

1 JORNAL IMPRESSO X JORNAL ONLINE AS DIFERENÇAS E SEMELHANÇAS DO DESENHO DE COMUNICAÇÃO VISUAL Mariah Carraro Smaniotto Mestranda em Design Centro Universitário Ritter dos Reis Resumo: Este trabalho apresenta os pensamenteos e um apanhado de autores que falam sobre a construção de um bom jornal impresso e online. Introduzindo sobre o assunto, fala-se um pouco sobre a evolução do jornal, tão importante até hoje como meio de adquirir informações. Também encontrará algumas vantagens de um meio sobre o outro (impresso x online) e o que os jornais brasileiros estão buscando para que o meio impresso não chegue ao fim. 1 Introdução Hoje vivemos num mundo onde a informação está em todos os lados, em todos os locais e a qualquer hora. A comunicação é uma das maiores necessidades do ser humano. Existem diferentes formas de ela ser recebida pelo usuário, como pela TV, revista, jornal, rádio e Internet. O jornal em si, como meio de transmitir notícias e informações, surgiu em Roma, cerca de 59 a.c.. Acta Diurna é considerado o mais antigo jornal. Foi inventado pelo imperador romano Júlio César, que tinha como finalidade informar os romanos sobre os acontecimentos mais importantes na sociedade e na política. Esses primeiros jornais foram escritos em grandes placas brancas e expostas em lugares públicos e populares. Mas foi com Johann Gutenberg, em 1447, que surgiu o jornal como conhecemos hoje. O jornal, assim como todos os meios impressos de forma escrita de comunicação em massa, surgiu graças à invenção do tipo móvel de Gutenberg. O jornal é um meio de comunicação que combina textos e imagens para transmitir informações. Graças a ele, tornou possível a livre circulação e o intercâmbio de ideias e a disseminação do conhecimento. A palavra escrita é buscada em jornais, revistas, livros e na Internet. Os jornais não se diferem dos outros meios apenas pela aparência, não importa o assunto: moda, economia, biologia. Nos livros está o conhecimento seguro; nos jornais, assim como na Internet, está a informação quente. Livros abrangem o saber estável, o permanente e estabilizam o passado. Já nas revistas está o saber dinâmico, o transitório e apontam o futuro. Nos jornais e na Internet o saber também é dinâmico e transitório, porém a informação é muito mais rápida e direta, e a linguagem é diferenciada. É por isso que, quando queremos saber o que está acontecendo de novo, vamos às revistas, à Internet, e, quando procuramos referências sólidas, vamos aos livros. Assim os livros

2 transmitem maior segurança, enquanto os jornais e a Internet transmitem inquietação. Uma das vantagens da página impressa é que ela proporciona uma sensação de encerramento. Um jornal ou revista tem um início e um fim, uma primeira página e um passado, enquanto os sites são uma barragem interminável de informações. O sucesso da Internet revolucionou a comunicação. A informação tornou-se mais instantânea do que nunca. Os leitores e assinantes de muitos jornais (inclusive revistas) estão migrando para a Internet. A publicidade, a melhor fonte de receita dos editores de jornais, já está migrando para a Internet, onde estão os consumidores. Com isso podemos afirmar que o jornal impresso pode, sim, estar com os seus dias contados. Por questões principalmente do avanço tecnológico e de sustentabilidade. Os editores terão que se adaptar às novas tendências, como vem ocorrendo toda vez que surge uma nova tecnologia. Haverá talvez um mercado de nicho para os jornais impressos, mas a grande maioria dos jornais poderá ser lida nas telas dos computadores. O objetivo principal deste trabalho é mostrar as diferenças e semelhanças entre o jornal físico e o jornal encontrado na Internet e quais são os principais elementos para a criação destes projetos de design. Outro objetivo é ver quais os recursos que um utiliza do outro para se beneficiar. Os objetivos específicos deste texto é aprimorar o conhecimento de leiaute e organização visual, além das vantagens e desvantagens dos dois tipos de jornalismo. Inicialmente apresentarei um pouco de como foi a evolução do jornal impresso com o avanço da tecnologia. Também como essas mídias foram complementares. Apresentarei um levantamento bibliografico realizado para conhecer quais são os pontos principais para a leitura visual dos jornais. Finalmente apresentarei quais são os princípios básicos para a construção de um projeto de jornal impresso e online. 2 O jornal e suas mudanças Os jornais já enfrentaram diferentes guerras no passado, não é com a Internet de hoje, que os jornais tiveram que se reinventar. A primeira vez que ocorreu a transformação da imprensa escrita foi em 1844, com a invenção do telégrafo. As informações, a partir desse momento, eram transmitidas mais rápidas e com fatos mais atuais. Quando, nos anos de 1920, Marconi inventou o rádio, os jornais tiveram que passar novamente por um processo de transformação. O rádio surgiu como uma fonte barata e alternativa de informações. Conseguindo a adaptação frente ao rádio, surge nos anos de 1950 a televisão como um poderosíssimo meio de comunicação em massa. Como conseqüência, a circulação dos jornais caiu. Com isso ocorreu a primeira grande mudança nos jornais que passaram a ser coloridos e oferecer artigos curtos, rápidos e objetivos. O intuito era

3 conter o avanço da tecnologia e tornar os jornais semelhantes às matérias mostradas na televisão. Tendo atravessado mais de um milênio desde a sua invenção, o jornal chegou ao século XXI. Hoje ele encontra-se diante dos avanços tecnológicos e dos desafios da sociedade moderna. Agora o novo desafio é com a Internet, onde as notícias aparecem a cada instante. O jornalismo na Web pode ser dividido em três fases não cronológicas, segundo Mielniczuk (2001): A primeira fase: reproduções do jornal impresso na Internet, atualizado a cada 24 horas, lê-se na tela o mesmo jornal da banca, é uma cópia deste; a segunda fase: os jornais na Web passam a utilizar novos recursos que a Internet passou a disponibilizar, como links para fatos que ocorreram entre as edições; e a terceira fase: passou a ser usado a interatividade, a customização do conteúdo, a hipertextualidade, o uso de recursos multimídias, como vídeos, infográficos animados e a possibilidade de armazenamento do conteúdo antigo. O jornal tradicional se desdobra em 2 modelos distintos quando falamos em meio eletrônico: jornal online, no qual podemos considerar o modelo ideal para a leitura em computadores de mesa e em smartfones; e o jornal digital parece ser o caminho para a leitra em e-readers, tablets e para periódicos digitalizados em computadores de mesa. 3 As mídias impressas e digitais são complementares Hoje o jornal e a Internet são meios de comunicação em massa que se completam, não concorrentes. E quem se beneficia são os leitores que dispõem de conteúdos cada vez mais qualificados, a toda hora. Com a explosão da Internet, cada ambiente de informação passou a ter seu atrativo: na Web o usuário navega e busca exatamente o que quer, aos jornais cabe selecionar, analisar, oferecer o inesperado e pautar os grandes assuntos de um país. O jornalismo impresso começa a se redesenhar para um futuro promissor. Em que a chave está na convergência cada vez maior com o mundo digital. Apesar de nos últimos anos ter virado moda prever o fim dos jornais, especialistas são uníssonos com um produto mais analítico e sofisticado, o prognóstico é de vida longa e saudável. Os jornais são detentores do conteúdo de alta qualidade, justifica Christopher Riess, chefe do grupo executivo da Associação Mundial de Jornais (WAN Ifra). (O ESTADO DE S. PAULO, 14 de março de 2010) O jornal impresso é o que pauta os grandes assuntos de um país, e sua influência só aumenta com a repercussão gerada na Internet. De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo, que tem também o jornal estadão.com.br, afirma que na Web o usuário navega e busca exatamente o que quer, aos jornais cabe surpreender, fazer apostas, oferecer o inesperado. De acordo com o Estadão, que teve seu projeto gráfico, tanto do impresso como do online remodelado completamente e inaugurado junto, o

4 jornal deve procurar adaptar seu modelo gráfico às novidades da época, para melhor servir aos que distinguem com sua preferência na procura de informação sobre sua cidade, país ou mundo. Os jornais diários parecem cada vez mais destinados a ajudar a pensar, compreender e a criticar do que simplesmente informar. [...] os sites dos principais jornais do Brasil tranformaram-se em portais, oferecendo outros produtos principalmente baseados no entretenimento, como fator de atração do leitor de Internet, mais difícil de ser chamado para um foco específico diante de tantas opções de informações que circulam na rede. (BARBOSA apud MACIEL, 2001) O elemento mais importante do jornal é a sua capa, pois é a partir dela que compramos o jornal na banca e temos um resumo de todos os principais destaques daquela edição. A capa de um jornal impresso dá destaque a uma matéria principal, e existe várias outras chamadas que podem descrever o assunto e informar a página onde se encontra esta matéria. Garcia (2002) compara que a capa do jornal impresso quando bem projetada tem a mesma função dos hiperlinks das páginas do jornal online, pois quando temos pouco tempo para ler, procuramos ir direto ao que nos interessa. A capa ele considera que é um dos fatores que a Internet copiou do jornal, pois se observarmos a página inicial, podemos ver que existe uma (ou várias) notícia de destaque, e existem as de menor destaque e é a partir disso que temos uma visão geral de todas as notícias e, assim, selecionamos para ler apenas a que interessa. A navegação desses tipos de jornais é mais parecida nas questões de etiquetas (cabeçalho, seção, onde diz se está falando de política, esporte, entretenimento), quando queremos saber sobre um assunto específico navegamos diretamente para aquele local a partir de links ou etiquetas das páginas. Por exemplo, se queremos ler algo sobre futebol, sabe-se que encontraremos nas últimas páginas da Zero Hora, já na Internet sabemos que existe um link só de esportes, que mostrará as últimas notícias sobre futebol. Um bom jornal tanto virtual como impresso pensa primeiro no usuário, aquele que vai ler a notícia. Deve-se pensar sempre no conforto do leitor ao percorrer a página, por isso deve-se pensar na tipografia, no entrelinhamento, no contraste de cores etc. 4 Leitura visual dos jornais Todos os jornais têm uma arquitetura de página, que se refere como um designer usa o espaço disponível na tela da página. Ele é definido pelo número de colunas utilizadas, as variedades disponíveis e como o texto e como as fotos misturam-se na página. Quando se trata de arquitetura de página, a página dá o tom", e dá a sua publicação personalidade distinta. Numa página de jornal podem ser observadas as zonas de visualização. Quando alguém recebe uma comunicação escrita, uma carta por exemplo, instintivamente sua visão se fixa no lado superior à esquerda do papel, pois estamos condicionados a saber que o começo da escrita ocidental será sempre no lado superior esquerdo.

5 Para Silva (1985, p.47), numa página de jornal facilmente podemos identificar as seguintes zonas de visualização, como podemos observar na figura: 1. Principal ou primária; 2. Secundária; 3. Morta; 4. Morta; 5. Centro ótico; 6. Centro Geométrico. Figura 1 - Zonas de Visualização da página (Fonte: Silva,1985, p. 49) De acordo com Silva (1985), a zona primária deve conter um elemento forte para atrair a atenção e interesse do leitor. Esse elemento pode ser uma foto, um texto, um grande título. Assim como a visão instintivamente se desloca com rapidez em diagonal para o lado inferior oposto, a rota básica da vista se projeta do lado superior esquerdo para o lado inferior direito. Para isso o diagramador terá o cuidado de preencher as zonas mortas e o centro ótico da página com aspectos atrativos para que a leitura se torne ordenada, com racionalidade, sem o deslocamento brutal da visão. [...] É importante lembrar que o centro ótico ou o centro real de qualquer peça impressa está situada um pouco acima do centro geométrico, quando do cruzamento das diagonais. A altura do centro ótico varia de acordo com a dimensão da página, dependendo da relação entre a largura e altura (SILVA, 1985, p.47-48). A diagramação deve preencher esses espaços mortos da página com elementos de grande atração visual, proporcionando e conduzindo a leitura de forma confortável e ao mesmo tempo rápida. Autores como White (2006) afirmam que devemos preencher com imagens, pois são elementos que já atraem o leitor automaticamente, não precisando estar numa zona de alta visualização. Uma pesquisa importante foi realizada em 1984 para descobrir como os olhos movem-se através de uma página, que Garcia (2002) apresenta em seu livro Pure Design. Para ele os resultados desse estudo são hoje mais atuais do

6 que nunca. A pesquisa concluiu que, primeiro, os leitores entram em uma página impressa a partir da maior imagem na página, geralmente uma fotografia. Após isso, as manchetes são visto pela maioria dos leitores. E as legendas sob as fotografias são o terceiro mais vistos da página. Garcia (2002, p.86) continua, aprendemos que as nossas melhores oportunidades para agarrar a atenção dos leitores são nessas três áreas. Aprendemos que devemos sempre ter um elemento dominante na página, três vezes maior do que qualquer outro elemento visual da página. Este é o ponto do leitor de entrada. Aprendemos também que as manchetes e legendas de fotos são ferramentas fantásticas na qual se deseja acrescentar informação nova e atraente. Já na página da Internet, foi feita uma pesquisa para saber como os olhos movem-se através de uma tela. Garcia (2002) apresenta a investigação realizada por Stanford/Poynter, sendo o primeiro estudo conhecido para saber como leitores lêem jornal na Web. Foi realizada utilizando a tecnologia Eye- Track. Alguns destaques dos resultados foram: Os olhos dos usuários não vão primeiro para fotografias ou gráficos, mas para o texto. Resumos ou legendas são as primeiras coisas observadas. Em seguida, eles voltam para fotos ou imagens, muitas vezes até não retornam para a primeira página após um clique de distância. Garcia(2002, p.87) diz: Aprendemos que a primeira chance do designer para envolver o leitor é através do texto. Nós continuamos a ver os padrões em que o texto é procurado e desmenbrado para ler. Atribui-se que o texto é preferido sobre fotos, ao fato de que muitos sites de notícias não usam as fotos corretamente, muitas vezes, copiam o leiaute do jornal. Como resultado, as fotos são apresentadas em um formato reduzido e seu impacto se perde. Por que essa diferença de impresso e online? Porque na maioria das vezes, os papéis publicam fotos dominantes que comandam a atenção imediata do leitor. Já para a Web se reduzem as fotografias para um tamanho mais adequado para a tela, aí o impacto desaparece. No entanto, quando as fotos são apresentadas em separado, e dimensionadas de forma adequada, os usuários vão olhar para elas como uma peça-chave da história. Uma afirmação curiosa de Garcia (2002) é que os jornais online devem lembrar mais livros do que revistas ou jornais. Para ele, quem compra um livro está interessado em um tópico específico. Um livro exige concentração total, como faz um site. Mais importante, os livros de texto normalmente separam as fotos e isso também é algo que deve acontecer em sites. Em termos de escrita, livros nos mantêm interessados ao longo da narrativa e os Web sites devem tentar fazer o mesmo. Para Garcia (2002), um bom projeto de jornal tanto impresso como online deve ter três aspectos básicos: Facilite a leitura - o uso de tipografia que seja clara e fácil de percorrer os olhos, sem se perder, e muito legível.

7 Tornar mais fácil de encontrar - empregar ferramentas de navegação que permitem ao leitor chegar ao conteúdo que ele deseja ler no mínimo de tempo possível. Faça-o visualmente atraente - proporcionar um ambiente em que o bom índice encontrará exposição atrativa, aumentando assim o número de leitores que irão utilizá-lo. 5 Um futuro não muito distante A sobrevivência de impressão de jornais depende fortemente da capacidade dos editores de abraçar as novas mídias. O futuro é composto de pessoas que vivem em um ambiente multimídia. Eles vão ler na tela, bem como na página impressa. Os editores terão que certificar-se de manter os usuários que se deslocam de um meio para o outro, enfatizando as vantagens de cada um e sabendo utiliza-los com a finalidade de se complementares. Mas a real influência da Internet sobre a impressão pode ser a da área de índices, dispositivos de navegação e a melhor utilização de cores, de forma funcional. A Web tornou-nos mais conscientes dos índices e sumários, facilitando o que desejamos encontrar, e levando-nos lá. Impressos agora podem ser vistos regularmente usando a aplicação destas funções para o conteúdo das páginas, capas e outras ferramentas de indexação. Quanto à cor, estamos começando a usá-lo, como nunca antes. Web designers descobriram a cor como um elemento funcional para mudar o usuário de um lado da tela para o outro. No impresso, designers estão imitando a técnica, com grande sucesso. A migração de leitores de jornais para a mídia digital, que se intensificou nos países desenvolvidos nos últimos anos, é acompanhada com atenção pelas empresas jornalísticas brasileiras de acordo com a ANJ, que vêm se preparando para fornecer ao mercado leitor e publicitário produtos que atendam às necessidades de uma audiência híbrida (impresso e digital) mediante o oferecimento de conteúdos mais ricos e diversificados. O jornalismo móvel nada mais é que a incorporação de tecnologias móveis digitais em redes de terceira geração à produção jornalística. Um exemplo disso é que o próprio repórter, munido de celular, câmera de video e notebook, filma, edita e envia áudio em tempo real à redação do jornal. O uso das tecnologias móveis como colaboração ao jornalismo vem sendo cada vez mais discutido. O problema hoje da Web é que as notícias ficam velhas mais rapidamente, por isso é necessário um mecanismo que ajude na atualização quase que instantânea ao que acontece. Hoje a tendência dos principais jornais do mundo é uma nova plataforma de mídia.o jornal poderá ser acessado de qualquer lugar por meio de um aparelho para leitura de textos eletrônicos. Hoje o mais conhecido no Brasil, é o Kindle, é mais que um e-reader (leitor eletrônico). O aparelho desenvolvido pela empresa americana Amazon permite ler livros, jornais, documentos em PDF e ouvir música em formato mp3. O novo serviço oferece ao leitor mobilidade e mais acesso à informação, em qualquer horário e local. Porém, o conteúdo apresentado é um pouco diferente do jornal impresso. As notícias

8 aparecem em listas, umas abaixo das outras. Devido às limitações tecnológicas atuais do Kindle, a foto aparece em preto e branco, e são pouco utilizadas. Atualmente, tabelas e gráficos não podem ser visualizados. Porém, mesmo com esse novo aparelho, conclue-se que sempre haverá jornais impressos e revistas, de alguma forma (formato menor, com certeza), mas as publicações serão fortes aliados de tudo o que estamos aprendendo com a Internet. A sobrevivência do jornal está em ser sério, pensar na sociedade, alicerçar sua credibilidade na precisão da informação, deixando de lado velocidade e sensação, terreno em que não tem como competir com as outras mídias, principalmente a Internet. O jornal impresso sobreviverá com um bom jornalismo, bem feito, com grandes jornalistas e profissionais, com conteúdos interessantes e responsáveis, fazendo com que o internauta procure melhores esclarecimentos sobre as notíciasm bem construídas. Isso também pode se fazer na Internet, mas, se o jornal não fizer melhor, ele acabará. Finalmente, com todos os avanços tecnológicos que já surgiram, como o rádio e a televisão, não conseguiram matar o jornal, a Internet não o matará. Só quem pode matá-lo é ele mesmo, querendo ser igual à Internet ou fazendo mal jornalismo. Referência ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE JORNAIS. <Disponível em: Acesso em: abril a maio de GARCIA, Mario. Pure Design. Flórida: Miller Media,2002. MACIEL, Alexandre Zárate; SALES, Clayton Wander Nascimento de. Mídia impressa e mídia eletrônica na trilha da profundidade. Prosa UNIDERP, v.3, n.2, dez. 2003, p MIELNICZUK, Luciana. Características e implicações do jornalismo na Web. In: CONGRESSO DA SOPCOM, 2., 2001, Lisboa. Anais. Lisboa: Universidade Lusófona, Disponível em: <http://www.facom.ufba.br/jol/pdf/2001_mielniczuk_caracteristicasimplicacoes.p df>. Acesso em: 27 maio de SILVA, Rafael Souza. Diagramação: o planejamento visual gráfico na comunicação impressa. 6. ed. São Paulo: Summus, 1985.

9 WHITE, Jan V. Edição e design: para designers, diretores de arte e editores: o guia clássico para ganhar leitores. São Paulo: JSN, 2006.

Características do jornalismo on-line

Características do jornalismo on-line Fragmentos do artigo de José Antonio Meira da Rocha professor de Jornalismo Gráfico no CESNORS/Universidade Federal de Santa Maria. Instantaneidade O grau de instantaneidade a capacidade de transmitir

Leia mais

WEBJORNALISMO. Aula 04: Características do Webjornalismo. Características do webjornalismo

WEBJORNALISMO. Aula 04: Características do Webjornalismo. Características do webjornalismo WEBJORNALISMO Aula 04: Características do Webjornalismo Prof. Breno Brito Características do webjornalismo O webjornalismo apresenta algumas características específicas em relação a aspectos que quase

Leia mais

A Rotina de Atualização na TV Uol: Produção, Participação e Colaboração 1. Thais CASELLI 2. Iluska COUTINHO 3

A Rotina de Atualização na TV Uol: Produção, Participação e Colaboração 1. Thais CASELLI 2. Iluska COUTINHO 3 A Rotina de Atualização na TV Uol: Produção, Participação e Colaboração 1 RESUMO Thais CASELLI 2 Iluska COUTINHO 3 Universidade Federal de Juiz De Fora, Juiz de Fora, MG Este trabalho verifica como é a

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Serviço de Documentação e Informação EDIÇÃO E GESTÃO DE CONTEÚDO PARA WEB

TRABALHOS TÉCNICOS Serviço de Documentação e Informação EDIÇÃO E GESTÃO DE CONTEÚDO PARA WEB TRABALHOS TÉCNICOS Serviço de Documentação e Informação EDIÇÃO E GESTÃO DE CONTEÚDO PARA WEB Gestão do Conhecimento hoje tem se materializado muitas vezes na memória organizacional da empresa. O conteúdo

Leia mais

NOVAS MÍDIAS DIGITAIS - AULA 01 - APRESENTAÇÃO

NOVAS MÍDIAS DIGITAIS - AULA 01 - APRESENTAÇÃO NOVAS MÍDIAS DIGITAIS - AULA 01 - APRESENTAÇÃO O QUE É MÍDIA DIGITAL? É conjunto de meios de comunicação baseados em tecnologia digital, permitindo a distribuição de informação na forma escrita, sonora

Leia mais

Projeto de Digitalização de Jornais do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102700

Projeto de Digitalização de Jornais do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102700 Projeto de Digitalização de Jornais do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102700 Valor total do Projeto: R$ 2.283.138,52 Apresentação: O jornal A Gazeta foi comprado por Cásper Líbero em 1918. Produziu

Leia mais

Jornalismo Interativo

Jornalismo Interativo Jornalismo Interativo Antes da invenção da WWW, a rede era utilizada para divulgação de informações direcionados a públicos muito específicos e funcionavam através da distribuição de e-mails e boletins.

Leia mais

O futuro do YouTube - VEJA.com

O futuro do YouTube - VEJA.com Entrevista O futuro do YouTube 29/08/2009 10:49 Por Leo Branco Nesta semana, Chad Hurley, de 32 anos, um dos criadores do YouTube, esteve no Brasil e falou a VEJA sobre o futuro do maior site de vídeos

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: website; jornalismo online; comunicação organizacional.

PALAVRAS-CHAVE: website; jornalismo online; comunicação organizacional. Contribuições para a comunicação organizacional de um curso de Jornalismo: Website do Curso de Comunicação Social - Jornalismo da UFSJ 1 Priscila NATANY 2 Alessandra de FALCO 3 Universidade Federal de

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DA MÍDIA Profa. Marli Hatje Educação Física e as Novas TICs CEFD/UFSM

CARACTERÍSTICAS DA MÍDIA Profa. Marli Hatje Educação Física e as Novas TICs CEFD/UFSM CARACTERÍSTICAS DA MÍDIA Profa. Marli Hatje Educação Física e as Novas TICs CEFD/UFSM Jornal Revista Televisão Rádio Internet - Relata o que já passou e o que vai acontecer; -Credibilidade; - Cobertura

Leia mais

O TEXTO DA MÍDIA DIGITAL

O TEXTO DA MÍDIA DIGITAL PACOTE DE NOTÍCIAS no dreamweaver O TEXTO DA MÍDIA DIGITAL União das principais características das mídias "anteriores : - Agilidade (rádio) - rapidez na atualização de conteúdo e na formatação do layout

Leia mais

Jornalismo digital: as características do portal Extra Online 1

Jornalismo digital: as características do portal Extra Online 1 Jornalismo digital: as características do portal Extra Online 1 Naine Carvalho da SILVA 2 Felipe Gil FERNANDES 3 Guilherme Augusto de Souza PINHEIRO 4 Luciane Guiomar BARBOSA 5 Susy Elaine da Costa FREITAS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS. Prof. M.Sc.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS. Prof. M.Sc. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS Microsoft Office PowerPoint 2007 Prof. M.Sc. Fábio Hipólito Julho / 2009 Visite o site:

Leia mais

WEBJORNALISMO. Aula 03: Contextualizando o webjornalismo. Conceitos e Nomenclaturas

WEBJORNALISMO. Aula 03: Contextualizando o webjornalismo. Conceitos e Nomenclaturas WEBJORNALISMO Aula 03: Contextualizando o webjornalismo Prof. Breno Brito Conceitos e Nomenclaturas Jornalismo digital Jornalismo eletrônico Ciberjornalismo Jornalismo on-line Webjornalismo 2 Prof. Breno

Leia mais

Inovação e o Telejornalismo Digital

Inovação e o Telejornalismo Digital Inovação e o Telejornalismo Digital Prof. Antonio Brasil Cátedra UFSC - RBS 2011 Telejornalismo Digital Novas práticas, desafios e oportunidades O que é Telejornalismo Digital Inovação tecnológica Interatividade

Leia mais

Design de navegação para tablet : Abordagem projetual da revista digital Wired

Design de navegação para tablet : Abordagem projetual da revista digital Wired Design de navegação para tablet : Abordagem projetual da revista digital Wired Gabriel da Costa Patrocínio Universidade Anhembi Morumbi patrocínio.design@gmail.com O presente artigo tem como proposta analisar

Leia mais

Uma ferramenta de comunicação é um meio, uma forma de transmitir uma informação, pensamento, ideia, opinião.

Uma ferramenta de comunicação é um meio, uma forma de transmitir uma informação, pensamento, ideia, opinião. Uma ferramenta de comunicação é um meio, uma forma de transmitir uma informação, pensamento, ideia, opinião. Uma forma oral? Uma forma sonora? ou Uma forma visual/escrita?? Off-line: Revistas; Panfletos;

Leia mais

SUA EMPRESA VAI RESISTIR A EVOLUÇÃO DIGITAL?

SUA EMPRESA VAI RESISTIR A EVOLUÇÃO DIGITAL? SUA EMPRESA VAI RESISTIR A EVOLUÇÃO DIGITAL? A EVOLUÇÃO DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO A evolução dos Meios de Comunicação 1990 2000 telex e-mail internet notebook e hoje?? celular MMS TV aberta TV a cabo DVD

Leia mais

Roxio Easy CD & DVD Burning

Roxio Easy CD & DVD Burning Roxio Easy CD & DVD Burning Guia de Introdução 2 Começando a usar o Easy CD & DVD Burning Neste guia Bem-vindo ao Roxio Easy CD & DVD Burning 3 Sobre este guia 3 Sobre o conjunto Easy CD & DVD Burning

Leia mais

Este documento provê informação atualizada, e simples de entender, para o empreendedor que precisa iniciar ou avaliar suas operações online.

Este documento provê informação atualizada, e simples de entender, para o empreendedor que precisa iniciar ou avaliar suas operações online. Os segredos dos negócios online A Internet comercial está no Brasil há menos de 14 anos. É muito pouco tempo. Nesses poucos anos ela já mudou nossas vidas de muitas maneiras. Do programa de televisão que

Leia mais

São 30 as categorias do Prêmio Abril de Jornalismo 2015

São 30 as categorias do Prêmio Abril de Jornalismo 2015 REGULAMENTO I - AS CATEGORIAS São 30 as categorias do Prêmio Abril de Jornalismo 11 de Matéria Completa 3 de Texto 4 de Arte 4 de Fotografia 5 Digitais 2 Especiais Prêmio Roberto Civita Prêmio Matéria

Leia mais

DIFERENCIAIS SERVIÇOS. 1. Desenvolvimento De Sites Personalizados

DIFERENCIAIS SERVIÇOS. 1. Desenvolvimento De Sites Personalizados DIFERENCIAIS Acredito que o desenvolvimento de soluções para Internet não é um trabalho qualquer, deve-se ter certa experiência e conhecimento na área para projetar sistemas que diferenciem você de seu

Leia mais

Microsoft Office Excel

Microsoft Office Excel 1 Microsoft Office Excel Introdução ao Excel Um dos programas mais úteis em um escritório é, sem dúvida, o Microsoft Excel. Ele é uma planilha eletrônica que permite tabelar dados, organizar formulários,

Leia mais

Anexo I Ementário das Modalidades conforme Categorias DA EXPOCOM

Anexo I Ementário das Modalidades conforme Categorias DA EXPOCOM Anexo I Ementário das Modalidades conforme Categorias DA EXPOCOM JORNALISMO JO 01 Agência Jr. de Jornalismo (conjunto/ série) Modalidade voltada a agências de jornalismo experimentais, criadas, desenvolvidas

Leia mais

Revista Ênfase: informação e entretenimento no jornalismo acadêmico. Nayara Pessini COSSI 1 Alex Sandro de Araujo CARMO 2

Revista Ênfase: informação e entretenimento no jornalismo acadêmico. Nayara Pessini COSSI 1 Alex Sandro de Araujo CARMO 2 Revista Ênfase: informação e entretenimento no jornalismo acadêmico Nayara Pessini COSSI 1 Alex Sandro de Araujo CARMO 2 Maicon Ferreira de SOUZA 3 Faculdade Assis Gurgacz, Cascavel, PR. RESUMO O presente

Leia mais

Palavras-chave: análise de discurso; Estadão; manifestações; webjornalismo.

Palavras-chave: análise de discurso; Estadão; manifestações; webjornalismo. A cobertura do Estadão nas manifestações de 13 e 15 de março: uma análise crítica de discurso 1 Resumo Daniel Affonso Montandon POMPEU 2 Pedro Vitor Alves SILVA 3 Thalita de Araujo MEDEIROS 4 Ygor Teodoro

Leia mais

Tópicos Especiais em Informática. Msc. Márcio Alencar

Tópicos Especiais em Informática. Msc. Márcio Alencar Tópicos Especiais em Informática Msc. Márcio Alencar Recursos Certamente, um dos atrativos do chamado e- Learning (ou ensino á distância com uso de ferramentas computacionais/eletrônicas), são os novos

Leia mais

GfK Audience Measurements & Insights MEDIÇÃO DE AUDIÊNCIA DE TV E VÍDEO

GfK Audience Measurements & Insights MEDIÇÃO DE AUDIÊNCIA DE TV E VÍDEO MEDIÇÃO DE AUDIÊNCIA DE TV E VÍDEO Em nenhum momento de toda a história dos meios de comunicação modernos houve tantas mudanças fundamentais na distribuição e mensuração da mídia. Com o surgimento da transmissão

Leia mais

Usuários Únicos. Visitas. Pageviews. Educação 6,3% Celebridades 8,0% Esportes 9,2% Notícias 14,5% Família 7,1% Entretenimento 13,1% Negócios 6,7%

Usuários Únicos. Visitas. Pageviews. Educação 6,3% Celebridades 8,0% Esportes 9,2% Notícias 14,5% Família 7,1% Entretenimento 13,1% Negócios 6,7% Lançado em julho de 2000, o clicrbs é um portal de internet voltado às comunidades do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Com mais de 100 canais, os usuários encontram o conteúdo dos jornais, das rádios

Leia mais

Bem-vindo! Prazer em conhecê-lo.

Bem-vindo! Prazer em conhecê-lo. Bem-vindo! Prazer em conhecê-lo. A nova ferramenta para a confecção de livros do Blurb, o BookWright, foi projetado para ser o mais intuitivo possível, mas duas cabeças não pensam da mesma forma. E todos

Leia mais

MANUAL DO BLOG. Blog IBS

MANUAL DO BLOG. Blog IBS MANUAL DO BLOG Blog IBS Seja bem vindo! O Blog é um website dinâmico, um espaço virtual que usa a internet para compartilhar informações. Por meio do blog você pode publicar textos, opiniões, notícias,

Leia mais

O Modelo DX sumário executivo

O Modelo DX sumário executivo White Paper O Modelo DX sumário executivo INTRODUÇÃO 2 O MODELO BROADCAST 3 MODELO TRADICIONAL DE BROADCAST 3 O MODELO DX 4 NOVOS MODELOS DE RECEITA 5 O MODELO DX PARA TELAS COLETIVAS 6 1 www.dx.tv.br

Leia mais

Introdução à Arte da Ciência da Computação

Introdução à Arte da Ciência da Computação 1 NOME DA AULA Introdução à Arte da Ciência da Computação Tempo de aula: 45 60 minutos Tempo de preparação: 15 minutos Principal objetivo: deixar claro para os alunos o que é a ciência da computação e

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Aprecie as apresentações a seguir. Boa leitura!

APRESENTAÇÃO. Aprecie as apresentações a seguir. Boa leitura! APRESENTAÇÃO A Informatiza Soluções Empresariais está no mercado desde 2006 com atuação e especialização na criação de sites e lojas virtuais. A empresa conta com um sistema completo de administração de

Leia mais

Manual do Professor versão 2.0. FTD Sistema de Ensino

Manual do Professor versão 2.0. FTD Sistema de Ensino Manual do Professor versão 2.0 FTD Sistema de Ensino Plataforma Digital do FTD Sistema de Ensino Concepção Fernando Moraes Fonseca Jr Arquitetura e coordenação de desenvolvimento Rodrigo Orellana Arquitetura,

Leia mais

Jovens do mundo todo Conheça outras culturas

Jovens do mundo todo Conheça outras culturas 5 a a 8 a séries Ensino Fundamental Jovens do mundo todo Conheça outras culturas Softwares Necessários: Microsoft Encarta 2000 Internet Explorer 5,0 Microsoft Publisher 2000 Microsoft Word 2000 Áreas:

Leia mais

Sumário. O que fazemos 3. Conversão para ebooks 5. Criação de ebooks 8. Transforme em ebook ou revista 11. Serviços de editoração 14

Sumário. O que fazemos 3. Conversão para ebooks 5. Criação de ebooks 8. Transforme em ebook ou revista 11. Serviços de editoração 14 Produção de ebooks Produção de ebooks Sumário O que fazemos 3 Conversão para ebooks 5 Criação de ebooks 8 Transforme em ebook ou revista 11 Serviços de editoração 14 Serviços de marketing e distribuição

Leia mais

Ebook dos ebooks. Como usar conteúdo para gerar leads e oportunidades de negócio

Ebook dos ebooks. Como usar conteúdo para gerar leads e oportunidades de negócio Ebook dos ebooks Como usar conteúdo para gerar leads e oportunidades de negócio O que está no ebook? Muitas empresas estão começando a reconhecer o valor de criar ebooks como parte de suas estratégias

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL Disciplina: Internet na Publicidade/Noite Profª: Silvana Sandini

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL Disciplina: Internet na Publicidade/Noite Profª: Silvana Sandini PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL Disciplina: Internet na Publicidade/Noite Profª: Silvana Sandini ALEXANDRA HOHENBERGER PLANEJAMENTO SITE INSTITUCIONAL

Leia mais

15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB!

15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB! 7 a e 8 a SÉRIES / ENSINO MÉDIO 15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB! Sua home page para publicar na Internet SOFTWARES NECESSÁRIOS: MICROSOFT WORD 2000 MICROSOFT PUBLISHER 2000 SOFTWARE OPCIONAL: INTERNET EXPLORER

Leia mais

Apostilas OBJETIVA Cargo: AGENTE DE TELECOMUNICAÇÕES PC Polícia Civil do Estado de São Paulo - Concurso Público 2015. 3º Caderno.

Apostilas OBJETIVA Cargo: AGENTE DE TELECOMUNICAÇÕES PC Polícia Civil do Estado de São Paulo - Concurso Público 2015. 3º Caderno. 3º Caderno Índice Pg. Editor de Apresentações MS-PowerPoint 2010... Exercícios pertinentes... Edição de textos, planilhas e apresentações BROffice... Exercícios pertinentes... Conceitos, ferramentas, aplicativos

Leia mais

Joice Vieira Estagiária do Jornal Correio

Joice Vieira Estagiária do Jornal Correio Considero o Programa Correio de Futuro um ponta pé inicial para minha carreira profissional, pois apesar de não ter experiência em redação de jornal, o programa foi uma porta aberta que me levou a fazer

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft Word 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

Leia mais

Repensando o design gráfico do jornal-laboratório Campus 1

Repensando o design gráfico do jornal-laboratório Campus 1 Repensando o design gráfico do jornal-laboratório Campus 1 João Gabriel Darros Falcade 2 Leonardo Lopes 3 Letícia de Toledo Garcia 4 Renato Valderramas 5 Daniela Pereira Bochembuzo 6 RESUMO Diante dos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL www.blogger.com Autor: Calvin da Silva Cousin Orientação: Profª Drª Sílvia Porto Meirelles Leite SUMÁRIO 1. O

Leia mais

Marcele Bastos Consultora de comunicação mbastos.sa@gmail.com MÍDIAS SOCIAIS

Marcele Bastos Consultora de comunicação mbastos.sa@gmail.com MÍDIAS SOCIAIS Marcele Bastos Consultora de comunicação mbastos.sa@gmail.com MÍDIAS SOCIAIS TEMAS o O que são mídias sociais (conceito, apresentação dos diversos canais das redes sociais, gestão dos canais) o Moda ou

Leia mais

Formatos digitais dos e-books. Biblioteca digital. Recebendo o e-book. Compartilhando seu e-book

Formatos digitais dos e-books. Biblioteca digital. Recebendo o e-book. Compartilhando seu e-book COMO E-BOOK? COMPRAR UM Tire suas dúvidas e veja algumas dicas na hora de comprar seu e-book no Brasil, os principais formatos digitais, as diferenças entre os e-readers e entenda como funciona o ADE,

Leia mais

MOBILE MARKETING. Prof. Fabiano Lobo

MOBILE MARKETING. Prof. Fabiano Lobo MOBILE MARKETING Prof. Fabiano Lobo - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo o conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros e é protegido pela legislação

Leia mais

NEWSLETTER COMO PROPULSORA DE ACESSOS NO SITE PORTAL COMUNITÁRIO

NEWSLETTER COMO PROPULSORA DE ACESSOS NO SITE PORTAL COMUNITÁRIO 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( X) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA NEWSLETTER COMO PROPULSORA DE ACESSOS

Leia mais

Marketing de Conteúdo para iniciantes CONTENT STRATEGY

Marketing de Conteúdo para iniciantes CONTENT STRATEGY Marketing de Conteúdo para iniciantes CONTENT STRATEGY A Rock Content ajuda você a montar uma estratégia matadora de marketing de conteúdo para sua empresa. Nós possuimos uma rede de escritores altamente

Leia mais

CAMPUS PARTY RECIFE 2015

CAMPUS PARTY RECIFE 2015 CAMPUS PARTY RECIFE 2015 CAMPUS PARTY RECIFE 2015 APRESENTAÇÃO A quarta edição da Campus Party Recife já começa a tomar forma. A feira que ocorrerá entre os dias 23 a 26 de julho, deve manter seu caráter

Leia mais

Classes Funcionais 21

Classes Funcionais 21 Classes Funcionais 21 3 Classes Funcionais Em todo trabalho de classificação funcional é necessário determinar quais serão as classes funcionais utilizadas. Esta divisão não se propõe a ser extensiva,

Leia mais

RESUMO. Portal Comunicare 1

RESUMO. Portal Comunicare 1 Portal Comunicare 1 Rodrigo Yoshio SIGUIMURA 2 Bruna CARVALHO 3 Vitor Augusto Maoski da CRUZ 4 Julius Vinicius Marques NUNES 5 Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), Curitiba, PR RESUMO Este

Leia mais

Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1

Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1 Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1 Aparecido Marden Reis 2 Marli Barboza da Silva 3 Universidade do Estado de Mato Grosso, Unemat - MT RESUMO O projeto experimental

Leia mais

Integração com a Mídia Social

Integração com a Mídia Social Guia rápido sobre... Integração com a Mídia Social Neste guia... Vamos mostrar como integrar seu marketing com as mídias sociais para você tirar o maior proveito de todo esse burburinho online! Nós ajudamos

Leia mais

Crie seu mecanismo de engajamento: parte 2. David Mogensen. Novembro 2013

Crie seu mecanismo de engajamento: parte 2. David Mogensen. Novembro 2013 Crie seu mecanismo de engajamento: ESCRITO POR David Mogensen PUBLICADO Novembro 2013 parte 2 O RESUMO A jornada de decisão do consumidor já foi uma linha reta, mas agora é um caminho circular e em desenvolvimento.

Leia mais

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação Sobre o Autor: Sempre fui comprometido com um objetivo de vida: TER MINHA PRÓPRIA EMPRESA. Mas assim como você, eu também ralei bastante

Leia mais

Android. Escolhe o dispositivo Android certo!

Android. Escolhe o dispositivo Android certo! Android O Android é a plataforma mais popular do mundo das telecomunicações. Podemos usar todos os aplicativos do Google, existem mais de 600.000 aplicativos e jogos disponíveis no Google Play para nos

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Sua melhor opção em desenvolvimento de sites! Mais de 200 clientes em todo o Brasil. Totalmente compatível com Mobile

APRESENTAÇÃO. Sua melhor opção em desenvolvimento de sites! Mais de 200 clientes em todo o Brasil. Totalmente compatível com Mobile APRESENTAÇÃO Totalmente compatível com Mobile Sua melhor opção em desenvolvimento de sites! Mais de 200 clientes em todo o Brasil APRESENTAÇÃO Muito prazer! Somos uma empresa que presta serviços em soluções

Leia mais

A revista Superinteressante para tablet Um exemplo de inovação

A revista Superinteressante para tablet Um exemplo de inovação A revista Superinteressante para tablet Um exemplo de inovação The magazine Superinteressante for tablet - An example of incremental Gabriel Patrocinio; Mestrando em Design; Universidade Anhembi Morumbi

Leia mais

Histórias, Redes Sociais e Memória

Histórias, Redes Sociais e Memória Histórias, Redes Sociais e Memória h.d.mabuse "A capacidade de lembrar o que já se viveu ou aprendeu e relacionar isso com a situação presente é o mais importante mecanismo de constituição e preservação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL http://pt.wordpress.com http://.wordpress.org Autor: Calvin da Silva Cousin Orientação: Profª Drª Sílvia Porto

Leia mais

Estação Centro: planejamento gráfico e diagramação do jornal-laboratório da FAPSP 1

Estação Centro: planejamento gráfico e diagramação do jornal-laboratório da FAPSP 1 Estação Centro: planejamento gráfico e diagramação do jornal-laboratório da FAPSP 1 Washington Anibal CORREA 2 Egberto Gomes FRANCO 3 Daniel Ladeira de ARAÚJO 4 Miguel VALIONE JUNIOR 5 Faculdade do Povo,

Leia mais

SONHE. PLANEJE.EMBARQUE.

SONHE. PLANEJE.EMBARQUE. SONHE. PLANEJE.EMBARQUE. [na direção certa] A Viagem e Turismo é feita por pessoas que amam viajar e têm a sorte de trabalhar com o que amam. Isso se reflete em todas as dimensões da nossa marca. Nossa

Leia mais

Elaboração de pauta para telejornal

Elaboração de pauta para telejornal Elaboração de pauta para telejornal Pauta é a orientação transmitida aos repórteres pelo pauteiro, profissional responsável por pensar de que forma a matéria será abordada no telejornal. No telejornalismo,

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: Internet; Web; Webjornalismo; Portal; Estadão.

PALAVRAS-CHAVE: Internet; Web; Webjornalismo; Portal; Estadão. Análise das características do webjornalismo no portal de notícias Estadão 1 ROCHA, Arisson Leda da 2 JÚNIOR, Josemar Pereira de Freitas 3 MATOS, Igson Luiz de Souza 4 MACIEL, Alexsander Nickson Leda 5

Leia mais

INTEGRADOR WEB INTEGRADOR

INTEGRADOR WEB INTEGRADOR O produto e seus processos. - Automatização das operações repetitivas. - Formatação de estilos de entrada e de saída para as várias mídias. Acesso remoto via Web. Diagrama Base INTEGRADOR WEB INTEGRADOR

Leia mais

PAINEL DE NOTÍCIAS. Boxnet prefeitura@boxnet.com.br Tel: 2272 0388

PAINEL DE NOTÍCIAS. Boxnet prefeitura@boxnet.com.br Tel: 2272 0388 2014 PAINEL DE NOTÍCIAS Boxnet prefeitura@boxnet.com.br Tel: 2272 0388 O acesso à página da Prefeitura é feito pelo endereço www2.boxnet.com.br/pmsp Abrindo essa tela colocar login e senha solicitados.

Leia mais

RESENHA. SANTAELLA, L. Por que as comunicações e as artes estão convergindo? São Paulo: Paulus, 2005.

RESENHA. SANTAELLA, L. Por que as comunicações e as artes estão convergindo? São Paulo: Paulus, 2005. 1 RESENHA Mónica Santos Pereira Defreitas 1 SANTAELLA, L. Por que as comunicações e as artes estão convergindo? São Paulo: Paulus, 2005. O livro de Lúcia Santaella, Por que as comunicações e as artes estão

Leia mais

Fundamentos de design

Fundamentos de design Fundamentos de design gordongroup Sobre o gordongroup gordongroup é uma agência de marketing e comunicação de tempo integral e de balcão único, que oferece um conjunto exclusivo de serviços criativos,

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Usando o SI como vantagem competitiva Vimos

Leia mais

Legibilidade. Buracos brancos. Entrelinhas

Legibilidade. Buracos brancos. Entrelinhas A única coisa capaz de atrair o leitor é uma informação transmitida de maneira clara, pertinente e envolvente. A ilustração e o título atraem sua atenção, mas é o texto que encerra toda a informação que

Leia mais

Nós fazemos fácil o difícil

Nós fazemos fácil o difícil TrustThisProduct - Um serviço de marketing on-line internacional para fabricantes do mundo todo. As principais características que o serviço TrustThisProduct fornece aos fabricantes: - Criação e edição

Leia mais

Introdução ao X3. Exercício 1: Criando um registro de Contato

Introdução ao X3. Exercício 1: Criando um registro de Contato Introdução ao X3 Exercício 1: Criando um registro de Contato Inicie por adicionar um novo registro de Contato. Navegue para a tabela de Contato clicando na aba de Contato no alto da página. Existem duas

Leia mais

Emerald Group Publishing Limited. Descubra como aproveitar os benefícios da editora líder mundial de Pesquisa em Gestão. www.emeraldinsight.

Emerald Group Publishing Limited. Descubra como aproveitar os benefícios da editora líder mundial de Pesquisa em Gestão. www.emeraldinsight. Emerald Group Publishing Limited Descubra como aproveitar os benefícios da editora líder mundial de Pesquisa em Gestão www.emeraldinsight.com Conteúdo Esta apresentação foi elaborada para ajudá-lo a aproveitar

Leia mais

O CONSUMIDOR MOBILE. Uma visão global

O CONSUMIDOR MOBILE. Uma visão global O CONSUMIDOR MOBILE Uma visão global A PRÓXIMA POTÊNCIA EM MÍDIA Quando a primeira chamada foi realizada por um telefone móvel em 1973, o protótipo utilizado tinha bateria com duração de 30 minutos e levava

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Criação de Formulários no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Criação de Formulários no Google Drive Introdução...

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000023 - COMUNICACAO SOCIAL - JORNALISMO Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000023 - COMUNICACAO SOCIAL - JORNALISMO Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000023 - COMUNICACAO SOCIAL - JORNALISMO Nivel: Superior Area Profissional: 0006 - COMUNICACAO Area de Atuacao: 0110 - EDITORACAO/COMUNICACAO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU Seção Judiciária do Rio Grande do Norte Rua Dr. Lauro Pinto, nº 245, Lagoa Nova, Natal/RN

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU Seção Judiciária do Rio Grande do Norte Rua Dr. Lauro Pinto, nº 245, Lagoa Nova, Natal/RN PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU Seção Judiciária do Rio Grande do Norte Rua Dr. Lauro Pinto, nº 245, Lagoa Nova, Natal/RN PROCESSO SELETIVO PARA ESTÁGIO REMUNERADO EM COMUNICAÇÃO

Leia mais

Analisado por: Aprovado por: Equipe do Gabinete do Corregedor-Geral da Justiça (CGJ)

Analisado por: Aprovado por: Equipe do Gabinete do Corregedor-Geral da Justiça (CGJ) Proposto por: Analisado por: Aprovado por: Equipe do Gabinete do Corregedor-Geral da Justiça (CGJ) Chefe do Gabinete do Corregedor-Geral da Justiça (CGJ) Corregedor- Geral da Justiça 1 OBJETIVO Estabelecer

Leia mais

Alta gerência líderes

Alta gerência líderes Alta gerência líderes Manual de um As melhores práticas de um líder empresarial, assim como as tendências tecnológicas e de mercado, foram alguns dos temas desenvolvidos por John Chambers, presidente-executivo

Leia mais

Como deixar seu negócio on-line. Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO!

Como deixar seu negócio on-line. Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO! Como deixar seu negócio on-line Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO! A palavra de ordem das redes sociais é interação. Comparando a internet com outros meios de comunicação em massa como

Leia mais

Cronograma Encontro I aula 2: Webjornalismo

Cronograma Encontro I aula 2: Webjornalismo Cronograma Encontro I aula 1: Agência de No6cias Imprensa Jovem ü Encontro I aula 2: Webjornalismo Encontro II Fotojornalismo Encontro III - Radiojornalismo I Encontro IV - Radiojornalismo II Encontro

Leia mais

Estudo Hábitos. Hábitos de uso e comportamento dos internautas nas mídias sociais e como as empresas podem melhorar sua atuação nas redes

Estudo Hábitos. Hábitos de uso e comportamento dos internautas nas mídias sociais e como as empresas podem melhorar sua atuação nas redes Estudo Hábitos 2012 Hábitos de uso e comportamento dos internautas nas mídias sociais e como as empresas podem melhorar sua atuação nas redes O estudo O Estudo Hábitos é realizado anualmente pela E.life

Leia mais

Com a chegada das tablets, os hábitos de leitura estão mudando.

Com a chegada das tablets, os hábitos de leitura estão mudando. Com a chegada das tablets, os hábitos de leitura estão mudando. Para começar a ler, toque e arraste a página para a esquerda Você e sua empresa precisam acompanhar esta mudança. Toda empresa pode ganhar

Leia mais

3 As Mídias Sociais como Ferramentas de Marketing

3 As Mídias Sociais como Ferramentas de Marketing 26 3 As Mídias Sociais como Ferramentas de Marketing O surgimento das mídias sociais está intimamente ligado ao fenômeno da geração de conteúdo pelo usuário e ao crescimento das redes sociais virtuais

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA MBA EM TV DIGITAL, RADIODIFUSÃO E NOVAS E NOVAS MÍDIAS

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA MBA EM TV DIGITAL, RADIODIFUSÃO E NOVAS E NOVAS MÍDIAS UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA MBA EM TV DIGITAL, RADIODIFUSÃO E NOVAS E NOVAS MÍDIAS Trabalho final da disciplina Computadores, Redes, IP e Internet Professor: Walter Freire Aluno:

Leia mais

12. JORNAL DE ONTEM. 5 a e 8 a SÉRIES. A vida no Egito e México antigos. Guia do Professor

12. JORNAL DE ONTEM. 5 a e 8 a SÉRIES. A vida no Egito e México antigos. Guia do Professor 5 a e 8 a SÉRIES 12. JORNAL DE ONTEM A vida no Egito e México antigos Áreas: H, LP, G, PC SOFTWARES NECESSÁRIOS: ENCICLOPÉDIA MICROSOFT ENCARTA 2000 MICROSOFT WORD 2000 MICROSOFT EXCEL 2000 MICROSOFT PUBLISHER

Leia mais

O conjunto é composto por duas seções: o App Inventor Designer e o App Inventor Blocks Editor, cada uma com uma função específica.

O conjunto é composto por duas seções: o App Inventor Designer e o App Inventor Blocks Editor, cada uma com uma função específica. Google App Inventor: o criador de apps para Android para quem não sabe programar Por Alexandre Guiss Fonte: www.tecmundo.com.br/11458-google-app-inventor-o-criador-de-apps-para-android-para-quem-naosabe-programar.htm

Leia mais

MIDIA KIT. Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br

MIDIA KIT. Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br MIDIA KIT Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br Sobre nosso site O Notícias de Alagoinhas hoje é o portal mais completo da cidade. Somos um Canal de comunicação online que integra

Leia mais

Introdução do Jornalismo Móvel

Introdução do Jornalismo Móvel Introdução do Jornalismo Móvel Semana 1: Visão geral das plataformas móveis, tendências e futuro Instrutor Técnico Móvel: Will Sullivan Instrutora Brasileira: Lorena Tárcia http://visual.ly/reaching-50-million-users

Leia mais

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Índice Como acessar o Moodle Editando seu PERFIL Editando o curso / disciplina no Moodle Incluindo Recursos

Leia mais

www.rakutencommerce.com.br E-BOOK

www.rakutencommerce.com.br E-BOOK APRENDA AS ÚLTIMAS DICAS E TRUQUES SOBRE COMO DAR UM TAPA 3.0 NA SUA LOJA VIRTUAL. www.rakutencommerce.com.br E-BOOK propósito desse ebook é muito simples: ajudar o varejista on-line a dar um tapa 3.0

Leia mais

Estéticas tecnológicas no Jornalismo Digital. A migração do modelo impresso para o digital na Web e nas mídias móveis

Estéticas tecnológicas no Jornalismo Digital. A migração do modelo impresso para o digital na Web e nas mídias móveis Estéticas tecnológicas no Jornalismo Digital A migração do modelo impresso para o digital na Web e nas mídias móveis A GAZETA DE BEIJIN Criada pelo imperador Mingti da Dinastia Tang na primeira metade

Leia mais

GERENCIANDO SUA BIBLIOTECA

GERENCIANDO SUA BIBLIOTECA GERENCIANDO SUA BIBLIOTECA ORGANIZANDO SUA BIBLIOTECA Os livros da sua biblioteca são ordenados alfabeticamente pelo título. Clique em ORDENAR POR, na parte superior da página, para alterar a forma como

Leia mais

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de OCR e separação de documentos de código de correção

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de OCR e separação de documentos de código de correção Este procedimento corresponde ao fluxo de trabalho de Indexação de OCR com separação de código de correção no programa de treinamento do Capture Pro Software. As etapas do procedimento encontram-se na

Leia mais

Apostilas OBJETIVA Escrevente Técnico Judiciário TJ Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo - Concurso Público 2015. Índice

Apostilas OBJETIVA Escrevente Técnico Judiciário TJ Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo - Concurso Público 2015. Índice Índice Caderno 2 PG. MS-Excel 2010: estrutura básica das planilhas, conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos, elaboração de tabelas e gráficos, uso de fórmulas, funções e macros, impressão,

Leia mais

Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011

Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011 Curso de Marketing Disciplina: Web Marketing Professor: Roberto Marcello Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011 Web Marketing Web Marketing é qualquer esforço promocional realizado

Leia mais