RELATÓRIO ANUAL OAS EMPREENDIMENTOS S.A. 3ª Emissão de Debêntures Simples. Abril Página 1

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RELATÓRIO ANUAL 2013. OAS EMPREENDIMENTOS S.A. 3ª Emissão de Debêntures Simples. Abril 2014 www.fiduciario.com.br Página 1"

Transcrição

1 OAS EMPREENDIMENTOS S.A. 3ª Emissão de Debêntures Simples Abril Página 1

2 ÍNDICE CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES... 3 CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA... 3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS... 6 ASSEMBLEIAS DE DEBENTURISTAS... 6 POSIÇÃO DAS DEBÊNTURES... 6 EVENTOS REALIZADOS AGENDA DE EVENTOS OBRIGAÇÕES ADICIONAIS DA EMISSORA... 7 ORGANOGRAMA... 9 EXISTÊNCIA DE OUTRAS EMISSÕES DE DEBÊNTURES PARTICIPAÇÃO NO MERCADO CLASSIFICAÇÃO DE RISCO ALTERAÇÕES ESTATUTÁRIAS INFORMAÇÕES RELEVANTES PRINCIPAIS RUBRICAS COMENTÁRIOS SOBRE AS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DA EMISSORA GARANTIA PARECER DECLARAÇÃO Abril Página 2

3 CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA Denominação Comercial: Endereço da Sede: OAS Empreendimentos S.A. Avenida Angélica, n s 2.220, 7º andar - Consolação CEP São Paulo- SP Telefone Fax: (11) / (11) D.R.I: Vitor Levindo Pedreira CNPJ: / Auditor: Atividade: Categoria CVM: Publicações: ERNST & YOUNG Auditores Independentes Exploração da atividade de engenharia civil e da indústria de construção civil Companhia de Capital Fechado Diário Oficial e Diário do Comércio SP CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES Registro CVM nº: Dispensa de registro na CVM, nos termos do artigo 6º da Instrução CVM nº 476/09, por se tratar de oferta pública com esforços restritos; Número da Emissão: 3ª Emissão; Situação da Emissora: Adimplente com as obrigações pecuniárias; Código do Ativo: CETIP: OASM13 e OASM23; Código ISIN: BROASEDBS028; BROASEDBS036; Banco Mandatário: Banco Itaú Unibanco S.A.; Instituição Depositária ou Escrituradora: Itaú Corretora de Valores S.A; Coordenador Líder: Banco ABC Brasil S.A Data de Emissão: Para todos os efeitos legais a data de emissão das debêntures é o dia 21 de maio de 2013; Abril Página 3

4 Data de Vencimento: As Debêntures vencerão em 11 de abril de 2016; Quantidade de Debêntures: Foram emitidas 160 (cento e sessenta) debêntures, sendo até 60 (sessenta) debêntures da 1ª Série e até 100(cem) debêntures da 2ª Série; Número de Séries: A emissão foi realizada em duas séries; Volume Total da Emissão: O valor total da Emissão é de R$ ,00 (cento e sessenta milhões de reais), na data de emissão; Valor Nominal Unitário: O valor nominal unitário das debêntures é de R$ ,00 (um milhão reais) na data de emissão; Forma: As debêntures são da forma nominativa, escritural, sem emissão de cautelas ou certificados; Espécie: As Debêntures serão da espécie com garantia real, contando com garantia fidejussória adicional. Conversibilidade: As debêntures não são conversíveis em ações; Permuta: Poder Liberatório: Opção: Negociação: As Debêntures possuem registro para negociação no mercado secundário por meio do Módulo CETIP21 Títulos e Valores Mobiliários ( CETIP21 ), administrado e operacionalizado pela CETIP, sendo as negociações liquidadas e as Debêntures custodiadas eletronicamente na CETIP; Atualização do Valor Nominal: Sobre o Valor Nominal Total das Debêntures não incidirá atualização monetária. Pagamento da Atualização: Remuneração: As Debêntures farão jus a uma remuneração equivalente a 100% (cem por cento) da variação acumulada das taxas médias diárias dos Depósitos Interfinanceiros DI de um dia, "over extra grupo", expressa na forma percentual ao ano, base 252 (duzentos e cinquenta e dois) dias úteis, calculada e divulgada pela CETIP, no informativo diário disponível em sua página na internet ( ("Taxa DI"), acrescida, de acordo com a fórmula apresentada na Escritura de Emissão, de uma sobretaxa (FatorSpread, Abril Página 4

5 conforme abaixo definido) calculada ao ano, base 252 (duzentos e cinquenta e dois) dias úteis ("Remuneração"); Pagamento da Remuneração: A Remuneração será paga trimestralmente, a partir de 14 de maio de 2014 para as Debêntures da 1ª Série e a partir de 14 de junho de 2014 para as Debêntures da 2ª Série, sendo o primeiro pagamento devido em 14 de maio de 2014 para as Debêntures da 1ª Série, e em 14 de junho de 2014 para as Debêntures da 2ª Série e, o último, da Data de Vencimento; Amortização: O Valor Nominal Unitário das Debêntures da 1ª Série será amortizado trimestralmente, nas seguintes datas: Datas de Amortização Valor de Amortização 14 de maio de % (vinte por cento) 14 de agosto de % (vinte por cento) 14 de novembro de % (vinte por cento) 14 de fevereiro de % (vinte por cento) 11 de abril de 2016 Saldo remanescente O Valor Nominal Unitário das Debêntures da 2ª Série será amortizado trimestralmente, nas seguintes datas: Datas de Amortização Valor de Amortização 14 de junho de % (vinte por cento) 14 de setembro de % (vinte por cento) 14 de dezembro de % (vinte por cento) 14 de março de % (vinte por cento) 11 de abril de 2016 Saldo remanescente Fundo de Amortização: Prêmio: Repactuação: Aquisição Facultativa: Resgate Antecipado: *As características descritas acima contemplam o Segundo Aditivo à Escritura desta Primeira Emissão, firmado 19 de junho de Abril Página 5

6 DESTINAÇÃO DE RECURSOS Os recursos captados por meio da emissão das Debêntures da 1ª Série serão utilizados prioritariamente para pagamento do saldo devedor total das Cédulas de Crédito Bancário nº e nº emitidas pela Emissora em favor do Banco ABC Brasil S.A, em 14 de dezembro de 2012 e, o valor remanescente, também será utilizado para realização de Investimentos, pela Emissora, em projetos vinculados ao Sistema Financeiro de Habitação ( SFH ). Os recursos captados por meio da emissão das Debêntures da 2ª Série serão utilizados para realização de investimentos, pela Emissora, em projetos vinculados ao SFH. ASSEMBLEIAS DE DEBENTURISTAS Em Assembleia Geral de Debenturistas realizada em 27 de junho de 2013 foi aprovado ratificar as alterações realizadas na Escritura de Emissão, por meio do Segundo Aditamento à Escritura de Emissão, quais sejam, (i) a alteração dos itens 2.1 III, 2.1 VI, 4.6, 4.6.1, 5.7.1, 5.7.2, 5.7.3, 5.8.8, 5.10, 5.13, , , (b), 5.21(iii), 5.21 XXX, , , 5, 6.1.II(G), 8.5 e da Escritura de Emissão; (ii) a inclusão dos itens 5.8.7, 5.21 IV, 5.21 V e do Anexo III na Escritura de Emissão; e (iii) autorizar o Agente Fiduciário assinar o Segundo Aditamento à Escritura de Emissão. Em Assembleia Geral de Debenturistas realizada em 31 de janeiro de 2014 foi aprovado (i) autorizar a transferência do controle indireto da Emissora, a qual se materializará mediante a subscrição e integralização de até 25% (vinte e cinco por cento) das cotas de emissão do FIP OASE pela FUNCEF, permanecendo a OAS Investimentos, após a aludida subscrição e integralização, como detentora de, no mínimo, 75% (setenta e cinco por cento) das cotas de emissão do FIP OASE, sem acarretar, nos termos do quanto disposto no item (xxv) da Escritura de Emissão das Debêntures o vencimento antecipado de todas as obrigações objeto desta última, sendo certo que tal deliberação não implica renúncia ao direito dos Debenturistas de exigir posteriormente o cumprimento do quanto previsto no referido item 5.21 (xxv) da Escritura de Emissão de Debêntures; (ii) autorizar, de outro lado, a dispensa da exigência constante no item (xxxv) da Escritura de Emissão das Debêntures, também sem acarretar, nos termos do quanto disposto no referido dispositivo, o vencimento antecipado de todas as obrigações objeto da Escritura de Emissão das Debêntures. A autorização em questão se justifica uma vez que, não obstante a OAS S.A., em julho de 2013, tenha aportado na Emissora, através de aumento de capital, o valor de R$ ,00 (cinquenta e três milhões, cento e dezessete mil e cento e sessenta e nove reais), ficou comprometida de realizar novos aportes ao longo do 2º semestre do exercício de 2013 pois, nesse período, as negociações com a FUNCEF já se encontravam em estágio bastante avançado, especialmente no que se refere ao número e ao valor das quotas a serem subscritas e integralizadas no FIP OASE, de forma que um novo aporte da OAS S.A. ou de suas Subsidiárias para aumento do capital social da Emissora, comprometeria todas as tratativas e premissas comerciais até então discutidas para o ingresso da FUNCEF no FIP OASE. POSIÇÃO DAS DEBÊNTURES 1ª Série Data Valor Nominal Juros Preço Unitário Financeiro 31/12/2013 R$ , R$72.376, R$ , R$ ,38 Emitidas Resgatadas Canceladas Adquiridas Em Tesouraria Em Circulação Abril Página 6

7 2ª Série Data Valor Nominal Juros Preço Unitário Financeiro 31/12/2013 R$ , R$72.376, R$ , R$ ,30 Emitidas Resgatadas Canceladas Adquiridas Em Tesouraria Em Circulação *O Agente Fiduciário não é responsável pelo cálculo do preço unitário debêntures. Os valores ora informados correspondem a nossa interpretação da Escritura de Emissão e seus Aditamentos, se existentes, não implicando em aceitação de compromisso legal ou financeiro. EVENTOS REALIZADOS 2013 De acordo com a Escritura de Emissão e posteriores Aditamentos, não foram pactuados eventos pecuniários pertinentes ao exercício de AGENDA DE EVENTOS º Série Data Evento 14/05/2014 Remuneração 14/08/2014 Remuneração 14/11/2014 Remuneração 2º Série Data Evento 14/06/2014 Remuneração 14/09/2014 Remuneração 14/12/2014 Remuneração OBRIGAÇÕES ADICIONAIS DA EMISSORA A Emissora no exercício de 2013 atendeu regularmente e dentro dos prazos previstos, a todas as obrigações pactuadas na Escritura de Emissão. A Emissora deverá observar os seguintes limites e índices financeiros e operacionais ( Índices Financeiros e Operacionais da Emissora ): (a) (Dívida Líquida - Dívida SFH e FGTS + Imóveis a Pagar) / Patrimônio Líquido 1,00 (um); e (b) (Contas a Receber + Receitas a Apropriar + Imóveis a Comercializar) / (Dívida Líquida - Dívida SFH e FGTS + Imóveis a Pagar + Custos e Despesas Operacionais a Apropriar) 1,3 (um inteiro e três décimos) ou < 0 (zero); A OAS (Fiadora) deverá observar os seguintes limites e índices financeiros e operacionais ( Índices Financeiros e Operacionais da OAS ): (a) Relação entre Dívida Líquida e Ativo Total da OAS menor ou igual a 0,6 (zero vírgula seis inteiros); e Abril Página 7

8 (b) Relação entre Caixa Disponível para Serviço da Dívida e o Resultado Financeiro da OAS maior ou igual a 1,2 (um inteiro e dois décimos) vezes; A Construtora OAS (Fiadora) deverá observar o seguinte índice financeiro ( Índice Financeiro e Operacional da Construtora OAS ): (a) Relação entre Dívida Líquida e EBITDA da Construtora OAS menor ou igual a 3,0 (três) vezes; (sendo Índices Financeiros e Operacionais da Emissora, Índices Financeiros e Operacionais da OAS e Índice Financeiro e Operacional da Construtora OAS, quando considerados em conjunto, Índices Financeiros e Operacionais ). Índices Financeiros e Operacionais da Emissora 2013 (milhares) (1) Dívida Liq. - Dívida SFH e FGTS + Imóveis a Pagar (2) Contas a Receber + Receitas a Apropriar + Imóveis a Comercilizar (3) Dívida Liq. - Dívida SFH e FGTS + Imóveis a Pagar + Custos e Desp. Oper. Apropriar (4) Patrimônio Líquido Índices Financeiros e Operacionais da OAS (5) Dívida Líquida (6) Ativo Total (7) Caixa Disponível para Serviço da Dívida (8) Resultado Financeiro Índices Financeiros e Operacionais da OAS Construtora (9) Dívida Líquida ( ) (10) EBITDA (i) (1)/(4) < ou = 1,0 0,99 (ii) (2)/(3) > ou = 1,3 ou < ou = 0 5,29 (iii) (5)/(6) < ou = 0,6 0,32 (iv) (7)/(8) > ou = 1,2 2,57 (v) (9) / (10) < ou = 3,0 (3,49) Abril Página 8

9 ORGANOGRAMA Nota 1: Percentual variável de acordo com a estrutura de propriedade de cada entidade jurídica entre a OAS e seus parceiros. Nota 2: Considera (i) a participação direta da OAS Investimentos em Invepar (15,55%), e (ii) a participação direta da OAS S.A. em Invepar (8,89%). Nota 3: Empresa de Águas Peruanas é controlada pela OAS S.A. (75%) e Construtora OAS (25%). Abril Página 9

10 EXISTÊNCIA DE OUTRAS EMISSÕES DE DEBÊNTURES Nos termos da alínea k do artigo 12 da Instrução CVM nº 28/83, informamos que este Agente Fiduciário atua ou atuou nas seguintes emissões de debêntures: * 1ª Emissão de Debêntures da Empresa OAS Empreendimentos S.A., que possui as seguintes características: Emissora: OAS EMPREENDIMENTOS S.A. Emissão: 1ª Emissão Valor da emissão: R$ ,00 (trezentos milhões) Quantidade de debêntures emitidas: 300 (trezentas) Espécie: Garantia Real Prazo de vencimento: 03 de novembro de 2016 Garantias: (i) Garantia Real; e (ii) Garantia Fidejussória Eventos de resgate: Não se aplica Amortização: Semestral, a partir de 03 de novembro de 2012 Conversão: Não conversível em ações Repactuação: Não se aplica Inadimplemento: A Emissora encontra-se adimplente com suas obrigações * 1ª Emissão de Debêntures da Empresa Samar Soluções Ambientais de Araçatuba S.A., que possui as seguintes características: Emissora: SAMAR SOLUÇÕES AMBIENTAIS DE ARAÇATUBA S.A. Emissão: 1ª Emissão Valor da emissão: R$ ,00 Quantidade de debêntures emitidas: Espécie: Garantia Fidejussória Prazo de vencimento: 20/12/2017 Garantias: (i) Garantia Real; (ii) Garantia Fidejussória Eventos de resgate: A qualquer momento Amortização: 54 (cinquenta e quatro) parcelas mensais Conversão: Não conversível em ações Repactuação: Não se aplica Inadimplemento: A Emissora encontra-se adimplente com suas obrigações PARTICIPAÇÃO NO MERCADO A OAS Empreendimentos S.A. tem como principal (ais) atividade(s) (i) a exploração da atividade de engenharia civil e da indústria da construção civil, inclusive gerenciamento e execução de projetos de obras; (ii) a compra e venda de imóveis; (iii) incorporação imobiliária; (iv) prestação de serviços de gestão financeira; (v) prestação de serviços de cessão de mão-de-obra; (vi) locação de máquinas e equipamentos; (vii) administração e comercialização de espaço publicitário próprio; (viii) coordenação e contratação da produção de material editorial da mídia impressa; e (ix) participação como sócia ou acionista em outras sociedades no Brasil e no exterior de qualquer ramo, podendo inclusive, constituir e participar em consórcio de empresas. A constituição da Companhia ocorreu em maio de 2004, porém suas atividades Abril Página 10

11 iniciaram-se em setembro de 2006, com o objetivo de construção de empreendimentos imobiliários na região Nordeste do Brasil. Os seus produtos são destinados aos diversos segmentos e possui operações nas cidades de Salvador/BA, Brasília/DF, São Paulo/SP, Rio de Janeiro/RJ, Porto Alegre/RS, entre outras. As incorporações imobiliárias da Companhia, quando realizadas com terceiros, são estruturadas por meio da participação em Sociedades de Propósito Específico ( SPEs ) ou consórcios. CLASSIFICAÇÃO DE RISCO STANDARD & POOR S Classe Rating Atual Rating Anterior Última Alteração Debêntures 3ª Emissão BrA- (bra) 28/06/2013 ALTERAÇÕES ESTATUTÁRIAS Na Assembleia Geral Extraordinária realizada em 29 de abril de 2013, foi aprovada em Assembleia Geral Extraordinária a reformulação da administração da Companhia, que passará a competir a uma Diretoria composta de 03 (três) membros eleitos em Assembleia Geral, passando os Capítulos III, IV, V e VII do Estatuto Social da Companhia. Na Assembleia Geral Extraordinária realizada em 14 de junho de 2013, foi aprovada pelos acionistas da Companhia a reforma do Estatuto Social, de forma adaptá-los às práticas de governança estipuladas no 4º do artigo 2º da Instrução CVM nº 391. Na Assembleia Geral Extraordinária realizada em 04 de julho de 2013, foi aprovado pelos acionistas da Companhia a instituição e eleição dos membros do Conselho de Administração da Companhia. Na Assembleia Geral Extraordinária realizada em 30 de julho de 2013, foi aprovado pelos acionistas da Companhia o aumento de capital social, bem com a alteração do endereço da sede, modificando assim a redação dos artigos 4 e 3 do Estatuto Social. INFORMAÇÕES RELEVANTES A Companhia publicou no dia 17 de dezembro de 2013, o Fato Relevante ao Mercado e aos Investidores que sua controladora indireta, a OAS Investimentos S.A., inscrita no CNPJ/MF sob o nº / , única quotista do atual controlador direto da Companhia, o Fundo de Investimento em Participações OAS Empreendimentos, inscrito no CNPJ/MF sob o nº / ( Fundo ), celebrou em 09 de dezembro de 2013, Acordo de Investimento ( Acordo ) com FUNCEF Fundação dos Economiários Federais, inscrita no CNPJ/MF sob o nº / ( FUNCEF ), que prevê os termos e condições para que a FUNCEF subscreva e integralize quotas equivalentes a 20% (vinte por cento) do total de quotas do Fundo, pelo valor de R$ ,00 (quatrocentos milhões de reais). O Acordo prevê, ainda, o exercício de uma opção, a exclusivo critério da FUNCEF, de subscrição e integralização de uma participação adicional de 5% (cinco por cento) do total de quotas emitidas pelo Fundo, pelo valor de R$ ,00 (cem milhões de reais), direito este que poderá ser exercido no prazo de 02 (dois) anos, contados a partir da data da primeira subscrição de quotas pela FUNCEF, e que poderá resultar, ao final, na aquisição pela FUNCEF de até 25% (vinte e cinco por cento) do total de quotas emitidas pelo Fundo. Abril Página 11

12 PRINCIPAIS RUBRICAS BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO - R$ MIL ATIVO 2011 AV% 2012 AV% 2013 AV% CIRCULANTE ,2% ,8% ,2% Caixa e equivalentes de caixa ,8% ,1% ,6% Aplicações financeiras ,4% ,4% ,3% Contas a receber de Clientes ,5% ,2% ,5% Estoques ,2% ,2% ,2% Dividendos propostos a receber Impostos a recuperar ,7% ,3% ,7% Despesas antecipadas ,6% ,1% ,1% Créditos de direito de construir Outras contas a receber ,0% ,4% ,6% REALIZÁVEL A LONGO PRAZO ,8% ,2% ,8% Aplicações financeiras ,2% Contas a receber de Clientes ,2% ,5% ,2% Partes relacionadas ,5% ,2% ,6% Estoques ,5% ,7% ,3% Despesas antecipadas 35 0,0% IR e CS diferidos ,1% ,1% ,0% Títulos a receber ,0% ,7% ,6% Outras contas a receber ,5% ,1% ,6% Investimentos ,9% Imobilizado ,6% ,4% ,4% Intangível ,2% ,5% ,0% TOTAL DO ATIVO ,0% ,0% ,0% BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO - R$ MIL PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO 2011 AV% 2012 AV% 2013 AV% CIRCULANTE ,9% ,2% ,1% Fornecedores ,5% ,1% ,5% Empréstimos e financiamentos ,9% ,5% ,8% Debêntures ,0% ,4% ,8% Salários e encargos ,6% ,6% ,5% Tributos e contribuições a recolher ,5% ,4% ,8% Adiantamentos de clientes ,9% ,5% ,2% Obrig. por compra de imóveis ,3% ,3% ,2% Obrig. por compra de incorporações em andamento ,2% ,8% ,7% Outras obrigações ,5% ,3% ,2% Provisões ,5% ,4% ,5% EXIGÍVEL DE LONGO PRAZO ,7% ,6% ,2% Empréstimos e financiamentos ,5% ,5% ,2% Debêntures ,7% ,0% ,6% Impostos diferidos ,7% ,3% ,3% Adiantamentos de clientes ,6% ,9% Partes relacionadas ,2% ,0% ,5% Obrig. por compra de imóveis ,3% ,7% ,2% Provisão ,4% ,3% ,5% Outras contas a pagar ,9% ,2% 171 0,0% PATRIMÔNIO LÍQUIDO ,3% ,2% ,7% Capital social ,0% ,3% ,0% Reservas de lucros Outros resultados abrangentes 339 0,0% Prejuízos acumulados abrangentes (12.622) (1,0%) (68.777) (4,3%) ( ) (19,4%) Participação Aciniostas controladores 24 0,0% Participação Aciniostas não controladores ,2% ,2% ,1% TOTAL DO PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQ ,0% ,0% ,0% Abril Página 12

13 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO - R$ MIL DEMONSTR. DE RESULTADOS 2011 AV% 2012 AV% 2013 AV% (=)Receita líquida ,6% ,8% (572,7%) (-)Custo de bens e/ou serviços vendidos ( ) (874,6%) ( ) (390,8%) ( ) 672,7% (=)Lucro bruto ,0% ,0% (44.383) 100,0% (-) Desp. gerais e administr. (95.778) (245,8%) (92.344) (92,3%) ( ) 232,2% (-) Desp. com vendas (28.368) (72,8%) (32.719) (32,7%) (21.457) 48,3% Depreciações (2.288) (5,9%) (1.718) (1,7%) (1.185) 2,7% (+/-)Resultado Equivalência patrimonial (12.596) 28,4% (-) Outras receitas (despesas) operac. Líq ,2% ,6% (12.464) 28,1% (=) Receitas (despesas) operacionais (58.158) (149,3%) ( ) (110,1%) ( ) 339,7% (=)Lucro da atividade (19.192) (49,3%) (10.136) (10,1%) ( ) 439,7% (+)Receitas (despesas) financeiras líq. (31.315) (80,4%) (37.612) (37,6%) (48.491) 109,3% (=)Lucro operacional (50.507) (129,6%) (47.748) (47,7%) ( ) 549,0% (+/-)Resultados não operacionais (=)Lucro liq. antes da CS e IR (50.507) (129,6%) (47.748) (47,7%) ( ) 549,0% Imposto de renda e contribuição social corrente (6.551) (16,8%) (6.680) (6,7%) (9.970) 22,5% Imposto de renda e contribuição social diferido 584 1,5% (1.329) (1,3%) (22,4%) (=)Lucro disponível do período (56.474) (144,9%) (55.757) (55,7%) ( ) 549,1% COMENTÁRIOS SOBRE AS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DA EMISSORA Índices de Liquidez: Liquidez Geral: de 1,26 em 2012 para 1,09 em 2013 Liquidez Corrente: de 2,00 em 2012 para 1,62 em 2013 Liquidez Seca: de 1,19 em 2012 para 0,92 em 2013 Liquidez Imediata: de 1,15 em 2012 para 0,89 em 2013 Estrutura de Capitais: A Companhia apresentou um índice de Participação de Capital de terceiros de 350,12% em 2012 e 886,85% em O Índice de Composição do Endividamento variou de 46,39% em 2012 para 49,37% em O grau de imobilização do Patrimônio Líquido variou em 31,05% em 2012 para 77,08% em A Empresa apresentou um Índice de Imobilização dos Recursos não Correntes de 51,95% em 2012 e em 2013 de 60,29%. Rentabilidade: A Rentabilidade do Ativo em 2012 foi de -1,82% enquanto que a de 2013 resultou em -15,39%. A Margem Líquida foi de -5,87% em 2012 contra -98,89% em O Giro do Ativo foi de 0,31 em 2012 enquanto em 2013 foi de 0,16. A Rentabilidade do Patrimônio Líquido foi de -8,60% em 2012 contra -99,81% em Recomendamos a leitura completa das Demonstrações Contábeis, Relatório de Administração e Parecer dos Auditores Independentes para melhor análise da situação econômica e financeira da Companhia. Abril Página 13

14 GARANTIA As garantias reais da emissão foram constituídas individualmente para cada série, sendo: 1ª Série Em garantia das Debêntures da 1ª Série, a Emissora, na qualidade de cedente fiduciária, e o Agente Fiduciário, na qualidade de representante dos Debenturistas da 1ª Série, celebraram Instrumento Particular de Cessão Fiduciária de Direitos sobre Conta Vinculada das Debêntures da 1ª Série e Outras Avenças ( Contrato de Cessão Fiduciária das Debêntures da 1ª Série ), por meio do qual foram cedidos fiduciariamente os direitos creditórios de titularidade da Emissora perante o Banco ABC Brasil S.A. ( Banco ABC ), decorrentes de recursos depositados ou a serem depositados na conta indicada no Contrato de Cessão Fiduciária das Debêntures da 1ª Série de titularidade da Emissora junto ao Banco ABC ( Conta Vinculada das Debêntures da 1ª Série ), correspondentes a 100% (cem por cento) dos valores que serão devidos pela Emissora aos Debenturistas a título de amortização do Valor Abril Página 14

15 Nominal Unitário das Debêntures da 1ª Série e da Remuneração, valores esses que deverão ser depositados na Conta Vinculada das Debêntures da 1ª Série com 10 (dez) dias corridos de antecedência da data prevista na Escritura de Emissão para pagamento dos referidos valores, conforme previsto no item 5.13 ( Cessão Fiduciária das Debêntures da 1ª Série ). 2ª Série Em garantia das Debêntures da 2ª Série, a Emissora, na qualidade de cedente fiduciária, e o Agente Fiduciário, na qualidade de representante dos Debenturistas da 2ª Série, celebraram Instrumento Particular de Cessão Fiduciária de Direitos sobre Conta Vinculada das Debêntures da 2ª Série e Outras Avenças, a ser aditado a fim de que sejam alterados alguns termos e condições, inclusive a instituição financeira depositária ( Contrato de Cessão Fiduciária das Debêntures da 2ª Série ), por meio do qual foram cedidos fiduciariamente os direitos creditórios de titularidade da Emissora perante instituição financeira a ser contratada pela Emissora, decorrentes de recursos depositados ou a serem depositados na conta indicada no Contrato de Cessão Fiduciária das Debêntures da 2ª Série de titularidade da Emissora junto a tal instituição financeira ( Conta Vinculada das Debêntures da 2ª Série ), correspondentes a, no mínimo, 100% (cem por cento) dos valores que serão devidos pela Emissora aos Debenturistas a título de amortização do Valor Nominal Unitário das Debêntures da 2ª Série e da Remuneração, valores esses que deverão ser depositados na Conta Vinculada das Debêntures da 2ª Série com 10 (dez) dias corridos de antecedência da data prevista na Escritura de Emissão para pagamento dos referidos valores, conforme previsto no item 5.13 ( Cessão Fiduciária das Debêntures da 2ª Série). PARECER Não temos conhecimento de eventual omissão ou inverdade, contida nas informações divulgadas pela Emissora ou, ainda, o inadimplemento ou atraso na obrigatória prestação de informações, durante o exercício de As demonstrações financeiras da Emissora foram auditadas pela Ernest & Young Auditores Independentes, cujo parecer não apresentou ressalvas. DECLARAÇÃO Declaramos estar aptos e reafirmamos nosso interesse em permanecer no exercício da função de Agente Fiduciário dos Debenturistas, de acordo com o disposto no artigo 68, alínea b da lei nº de 15 de dezembro de e no artigo 12, alínea l, da Instrução CVM 28 de 23 de novembro de Abril Página 15

16 São Paulo, abril de Este Relatório foi elaborado visando o cumprimento do disposto no artigo 68, primeiro, alínea b da Lei nº 6404/76 e do artigo 12 da Instrução CVM nº 28 /83, com base nas informações prestadas pela Companhia Emissora. Os documentos legais e as informações técnicas que serviram para sua elaboração, encontram-se a disposição dos investidores para consulta na sede deste Agente Fiduciário As informações contidas neste Relatório não representam uma recomendação de investimento, uma análise de crédito ou da situação econômica ou financeira da Emissora, nem tampouco garantia, explícita ou implícita, acerca do pontual pagamento das obrigações relativas aos títulos emitidos sob forma de debêntures Abril Página 16

COMPANHIA DE LOCAÇÃO DAS AMÉRICAS - LOCAMÉRICA 4ª Emissão de Debêntures Simples

COMPANHIA DE LOCAÇÃO DAS AMÉRICAS - LOCAMÉRICA 4ª Emissão de Debêntures Simples COMPANHIA DE LOCAÇÃO DAS AMÉRICAS - LOCAMÉRICA 4ª Emissão de Debêntures Simples ÍNDICE CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA...3 CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES...3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS...5 ASSEMBLÉIAS DE DEBENTURISTAS...5

Leia mais

BROOKFIELD INCORPORAÇÕES S.A 4ª Emissão de Debêntures Simples

BROOKFIELD INCORPORAÇÕES S.A 4ª Emissão de Debêntures Simples BROOKFIELD INCORPORAÇÕES S.A 4ª Emissão de Debêntures Simples ÍNDICE CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA...3 CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES...3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS...5 ASSEMBLÉIAS DE DEBENTURISTAS...5 POSIÇÃO

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL 2011. DESCARTE CERTO SOLUÇÕES E SERVIÇOS S.A. 1ª Emissão de Debêntures Simples. Abril 2012 www.fiduciario.com.

RELATÓRIO ANUAL 2011. DESCARTE CERTO SOLUÇÕES E SERVIÇOS S.A. 1ª Emissão de Debêntures Simples. Abril 2012 www.fiduciario.com. RELATÓRIO ANUAL 2011 DESCARTE CERTO SOLUÇÕES E SERVIÇOS S.A. 1ª Emissão de Debêntures Simples Abril 2012 www.fiduciario.com.br Página 1 ÍNDICE CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES... 3 CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA...

Leia mais

DGB Logística Distribuição Geográfica do Brasil S.A 1ª Emissão de Debêntures Simples t

DGB Logística Distribuição Geográfica do Brasil S.A 1ª Emissão de Debêntures Simples t DGB Logística Distribuição Geográfica do Brasil S.A 1ª Emissão de Debêntures Simples t ÍNDICE CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES...3 CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA...3 ASSEMBLÉIAS DE DEBENTURISTAS...5 POSIÇÃO

Leia mais

UNIDAS S.A. 4ª Emissão de Debêntures Simples

UNIDAS S.A. 4ª Emissão de Debêntures Simples UNIDAS S.A. 4ª Emissão de Debêntures Simples ÍNDICE CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA... 3 CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES... 3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS... 5 ASSEMBLEIA DE DEBENTURISTAS... 6 POSIÇÃO DAS DEBÊNTURES...

Leia mais

CRUZEIRO DO SUL EDUCACIONAL S.A. 1ª Emissão Pública de Debêntures

CRUZEIRO DO SUL EDUCACIONAL S.A. 1ª Emissão Pública de Debêntures CRUZEIRO DO SUL EDUCACIONAL S.A. 1ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2013 Cruzeiro do Sul Educacional S.A. 1ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL 2012. ÁQUILLA SECURITIZADORA S.A 1ª Emissão de CRI. Abril 2013 www.fiduciario.com.br Página 1

RELATÓRIO ANUAL 2012. ÁQUILLA SECURITIZADORA S.A 1ª Emissão de CRI. Abril 2013 www.fiduciario.com.br Página 1 ÁQUILLA SECURITIZADORA S.A 1ª Emissão de CRI Abril 2013 www.fiduciario.com.br Página 1 ÍNDICE CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA...3 CARACTERÍSTICAS DAS DEBENTURES...3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS...5 ASSEMBLÉIAS DOS

Leia mais

SANTANDER BRASIL S.A. - ARRENDAMENTO MERCANTIL

SANTANDER BRASIL S.A. - ARRENDAMENTO MERCANTIL Relatório Anual Exercício 2009 SANTANDER BRASIL S.A. - ARRENDAMENTO MERCANTIL (atual denominação SANTANDER LEASING S.A. ARRENDAMENTO MERCANTIL) 3ª Emissão de Debêntures Simples Í NDICE CARACTERIZAÇÃO DA

Leia mais

BROOKFIELD INCORPORAÇÕES S.A. 3ª Emissão Pública de Debêntures

BROOKFIELD INCORPORAÇÕES S.A. 3ª Emissão Pública de Debêntures BROFIELD INCORPORAÇÕES S.A. 3ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2013 Brookfield Incorporações S.A. 3ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente

Leia mais

VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA EM MEIOS DE PAGAMENTO E IDENTIFICAÇÃO S.A. 1ª Emissão Pública de Debêntures

VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA EM MEIOS DE PAGAMENTO E IDENTIFICAÇÃO S.A. 1ª Emissão Pública de Debêntures VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA EM MEIOS DE PAGAMENTO E IDENTIFICAÇÃO S.A. 1ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2011 VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA

Leia mais

VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A. CNPJ/MF n.º 64.571.414/0001-64 NIRE 35.300.338.421 AVISO AOS ACIONISTAS

VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A. CNPJ/MF n.º 64.571.414/0001-64 NIRE 35.300.338.421 AVISO AOS ACIONISTAS VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A. CNPJ/MF n.º 64.571.414/0001-64 NIRE 35.300.338.421 AVISO AOS ACIONISTAS Nos termos do artigo 157, parágrafo 4º da Lei n.º 6.404, de 15 de dezembro de 1976, conforme

Leia mais

VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA EM MEIOS DE PAGAMENTO E IDENTIFICAÇÃO S.A. 3ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES

VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA EM MEIOS DE PAGAMENTO E IDENTIFICAÇÃO S.A. 3ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA EM MEIOS DE PAGAMENTO E IDENTIFICAÇÃO S.A. 3ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de

Leia mais

JHSF Participações S.A 4ª Emissão de Debêntures Simples

JHSF Participações S.A 4ª Emissão de Debêntures Simples JHSF Participações S.A 4ª Emissão de Debêntures Simples ÍNDICE CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA... 3 CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES... 3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS... 5 ASSEMBLÉIAS DE DEBENTURISTAS... 5 POSIÇÃO

Leia mais

PDG REALTY S.A. EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES 5ª Emissão de Debêntures Simples

PDG REALTY S.A. EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES 5ª Emissão de Debêntures Simples PDG REALTY S.A. EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES 5ª Emissão de Debêntures Simples 1 ÍNDICE CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA... 3 CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES... 3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS... 6 ASSEMBLEIAS DE

Leia mais

5ª EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES SIMPLES DA INEPAR S.A. INDÚSTRIA E CONSTRUÇÕES

5ª EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES SIMPLES DA INEPAR S.A. INDÚSTRIA E CONSTRUÇÕES 5ª EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES SIMPLES DA INEPAR S.A. INDÚSTRIA E CONSTRUÇÕES 1 1. CARACTERÍSTICAS DA EMISSÃO: Nº da Emissão 5 ª Nº de Séries Única Agente Fiduciário BRL TRUST DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS

Leia mais

REIT SECURITIZADORA DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS S.A. (Prata Forte) 3º Série da 2ª Emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários

REIT SECURITIZADORA DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS S.A. (Prata Forte) 3º Série da 2ª Emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários REIT SECURITIZADORA DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS S.A. (Prata Forte) 3º Série da 2ª Emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários ÍNDICE CARACTERÍSTICAS DOS CRI s... 3 CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA... 3

Leia mais

VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA EM MEIOS DE PAGAMENTO E IDENTIFICAÇÃO S.A. CNPJ/MF Nº 33.113.309/0001-47 NIRE 33.3.

VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA EM MEIOS DE PAGAMENTO E IDENTIFICAÇÃO S.A. CNPJ/MF Nº 33.113.309/0001-47 NIRE 33.3. VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA EM MEIOS DE PAGAMENTO E IDENTIFICAÇÃO S.A. CNPJ/MF Nº 33.113.309/0001-47 NIRE 33.3.0027799-4 ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 11 DE MAIO DE

Leia mais

VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A. CNPJ/MF N.º 67.571.414/0001-41 NIRE 35.300.338.421 (Companhia Aberta)

VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A. CNPJ/MF N.º 67.571.414/0001-41 NIRE 35.300.338.421 (Companhia Aberta) VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A. CNPJ/MF N.º 67.571.414/0001-41 NIRE 35.300.338.421 (Companhia Aberta) ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 19 DE MAIO DE 2011 1. DATA, HORA E

Leia mais

MATERIAL PUBLICITÁRIO

MATERIAL PUBLICITÁRIO OFERTA PÚBLICA DE DISTRIBUIÇÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, DA ESPÉCIE QUIROGRAFÁRIA, EM ATÉ QUATRO SÉRIES, DA QUARTA EMISSÃO DA EDP ENERGIAS DO BRASIL S.A. EDP ENERGIAS DO BRASIL

Leia mais

LOCALIZA RENT A CAR S.A. 4ª Emissão de Debêntures Simples

LOCALIZA RENT A CAR S.A. 4ª Emissão de Debêntures Simples LOCALIZA RENT A CAR S.A. 4ª Emissão de Debêntures Simples ÍNDICE CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES... 3 CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA... 3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS... 6 ASSEMBLÉIAS DE DEBENTURISTAS... 6 POSIÇÃO

Leia mais

COMPANHIA DE BEBIDAS DAS AMÉRICAS - AMBEV

COMPANHIA DE BEBIDAS DAS AMÉRICAS - AMBEV COMPANHIA DE BEBIDAS DAS AMÉRICAS - AMBEV 1ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2007 Companhia de Bebidas das Américas - AMBEV 1ª Emissão de Debêntures Relatório

Leia mais

OI S.A. (Atual denominação de Brasil Telecom S.A.) 8ª Emissão Pública de Debêntures

OI S.A. (Atual denominação de Brasil Telecom S.A.) 8ª Emissão Pública de Debêntures OI S.A. (Atual denominação de Brasil Telecom S.A.) 8ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2013 Oi S.A. (atual denominação de BRASIL TELECOM S.A.) 8ª Emissão

Leia mais

EVEN CONSTRUTORA E INCORPORADORA S.A. 4ª Emissão de Debêntures Simples

EVEN CONSTRUTORA E INCORPORADORA S.A. 4ª Emissão de Debêntures Simples EVEN CONSTRUTORA E INCORPORADORA S.A. 4ª Emissão de Debêntures Simples ÍNDICE CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA...3 CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES...3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS...5 ASSEMBLÉIAS DE DEBENTURISTAS...5

Leia mais

BRASIL AGROSEC COMPANHIA SECURITIZADORA 1ª Emissão 1ª Série

BRASIL AGROSEC COMPANHIA SECURITIZADORA 1ª Emissão 1ª Série BRASIL AGROSEC COMPANHIA SECURITIZADORA 1ª Emissão 1ª Série ÍNDICE CARACTERZIZAÇÃO DA EMISSORA...3 CARACTERÍSTICAS DOS CERTIFICADOS...3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS...5 ASSEMBLÉIAS DOS TITULARES DOS CERTIFICADOS...5

Leia mais

HSBC LEASING ARRENDAMENTO MERCANTIL (BRASIL) S.A.

HSBC LEASING ARRENDAMENTO MERCANTIL (BRASIL) S.A. HSBC LEASING ARRENDAMENTO MERCANTIL (BRASIL) S.A. 2ª Emissão de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2005 HSBC LEASING ARRENDAMENTO MERCANTIL (BRASIL) S.A. 2ª Emissão de Debêntures

Leia mais

RB CAPITAL SECURITIZADORA S.A. 74ª SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO

RB CAPITAL SECURITIZADORA S.A. 74ª SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO RB CAPITAL SECURITIZADORA S.A. 74ª SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados Senhores

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL 2012. SISTEMA DE ENSINO ABRIL EDUCAÇÃO S.A 2ª Emissão de Debêntures Simples. Abril 2013 www.fiduciario.com.

RELATÓRIO ANUAL 2012. SISTEMA DE ENSINO ABRIL EDUCAÇÃO S.A 2ª Emissão de Debêntures Simples. Abril 2013 www.fiduciario.com. SISTEMA DE ENSINO ABRIL EDUCAÇÃO S.A 2ª Emissão de Debêntures Simples Abril 2013 www.fiduciario.com.br Página 1 ÍNDICE CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA...3 CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES...3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS...5

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL 2012. BRASILFACTORS S.A. 1ª Emissão de Debêntures Simples. Abril 2013 www.fiduciario.com.br Página 1

RELATÓRIO ANUAL 2012. BRASILFACTORS S.A. 1ª Emissão de Debêntures Simples. Abril 2013 www.fiduciario.com.br Página 1 BRASILFACTORS S.A. 1ª Emissão de Debêntures Simples Abril 2013 www.fiduciario.com.br Página 1 ÍNDICE CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA... 3 CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES... 3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS... 6 ASSEMBLÉIAS

Leia mais

TRX Securitizadora de Créditos Imobiliários S.A.

TRX Securitizadora de Créditos Imobiliários S.A. Balanços patrimoniais em 31 de dezembro (Em Reais) (reclassificado) (reclassificado) Ativo Nota 2012 2011 Passivo Nota 2012 2011 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 4 61.664 207.743 Fornecedores

Leia mais

SUPERVIA CONCESSIONÁRIA DE TRANSPORTE FERROVIÁRIO S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014

SUPERVIA CONCESSIONÁRIA DE TRANSPORTE FERROVIÁRIO S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 SUPERVIA CONCESSIONÁRIA DE TRANSPORTE FERROVIÁRIO S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados Senhores Debenturistas,

Leia mais

BR MALLS PARTICIPAÇÕES S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013

BR MALLS PARTICIPAÇÕES S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 BR MALLS PARTICIPAÇÕES S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2014. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade de

Leia mais

CIELO S.A. EXERCÍCIO DE 2015

CIELO S.A. EXERCÍCIO DE 2015 CIELO S.A. 4ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 Rio de Janeiro, 29 de Abril de 2016. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade de Agente Fiduciário da 4ª

Leia mais

BK BRASIL OPERAÇÃO E ASSESSORIA A RESTAURANTES S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014

BK BRASIL OPERAÇÃO E ASSESSORIA A RESTAURANTES S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 BK BRASIL OPERAÇÃO E ASSESSORIA A RESTAURANTES S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados Senhores Debenturistas,

Leia mais

Relatório dos Auditores Independentes sobre as demonstrações financeiras Em 31 de dezembro de 2010 MUDAR SPE MASTER EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S.A.

Relatório dos Auditores Independentes sobre as demonstrações financeiras Em 31 de dezembro de 2010 MUDAR SPE MASTER EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S.A. Relatório dos Auditores Independentes sobre as demonstrações financeiras Em 31 de dezembro de 2010 MUDAR SPE MASTER EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S.A. ÍNDICE 1. Relatório dos Auditores Independentes 03

Leia mais

COMPANHIA SIDERÚRGICA NACIONAL

COMPANHIA SIDERÚRGICA NACIONAL P E N T Á G O N O D E B T R E S E A R C H COMPANHIA SIDERÚRGICA NACIONAL RELATÓRIO DO AGENTE FIDUCIÁRIO BRASIL SETOR: SIDERÚRGIA CÓDIGO CETIP: CSNA13-23 CÓDIGO CBLC: CSNA-D31-D32 REGISTRO NA CVM Nº: CVM/SRE/DEB-2003/022

Leia mais

GAIA SECURITIZADORA S.A 5ª Emissão de CRI 33º série

GAIA SECURITIZADORA S.A 5ª Emissão de CRI 33º série GAIA SECURITIZADORA S.A 5ª Emissão de CRI 33º série ÍNDICE CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA...3 CARACTERÍSTICAS DOS CERTIFICADOS...3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS...5 FUNDO RESERVA...5 ASSEMBLÉIAS DOS TITULARES DOS

Leia mais

OAS EMPREENDIMENTOS S.A. 1ª Emissão de Debêntures Simples

OAS EMPREENDIMENTOS S.A. 1ª Emissão de Debêntures Simples OAS EMPREENDIMENTOS S.A. 1ª Emissão de Debêntures Simples ÍNDICE CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA...3 CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES...3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS...6 ASSEMBLÉIAS DE DEBENTURISTAS...7 POSIÇÃO DAS

Leia mais

COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTO - CEDAE 3ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015

COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTO - CEDAE 3ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTO - CEDAE 3ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 Rio de Janeiro, 29 de Abril de 2016. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade

Leia mais

QUALICORP CORRETORA DE SEGUROS S.A. 2ª Emissão de Debêntures Simples

QUALICORP CORRETORA DE SEGUROS S.A. 2ª Emissão de Debêntures Simples QUALICORP CORRETORA DE SEGUROS S.A. 2ª Emissão de Debêntures Simples ÍNDICE CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA...3 CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES...3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS...5 ASSEMBLÉIAS DE DEBENTURISTAS...5

Leia mais

BV LEASING S/A ARRENDAMENTO MERCANTIL

BV LEASING S/A ARRENDAMENTO MERCANTIL BV LEASING S/A ARRENDAMENTO MERCANTIL 5ª Emissão Pública de Debêntures Não Conversíveis Ações em Série Única da Espécie Subordinada Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício 2008 1 RELATÓRIO ANUAL

Leia mais

ÍNDICE. Definições... 5 Resumo das Características da Oferta... 7 2. INFORMAÇÕES SOBRE OS ADMINISTRADORES, CONSULTORES E AUDITORES

ÍNDICE. Definições... 5 Resumo das Características da Oferta... 7 2. INFORMAÇÕES SOBRE OS ADMINISTRADORES, CONSULTORES E AUDITORES ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO Definições... 5 Resumo das Características da Oferta... 7 2. INFORMAÇÕES SOBRE OS ADMINISTRADORES, CONSULTORES E AUDITORES Administradores da Emissora... 13 Coordenador Líder... 13

Leia mais

Código ISIN: BREKTRDBS069 Rating Standard&Poor s: braa+ AVISO AO MERCADO

Código ISIN: BREKTRDBS069 Rating Standard&Poor s: braa+ AVISO AO MERCADO Elektro Eletricidade e Serviços S.A. Companhia Aberta - CNPJ/MF nº 02.328.280/0001-97 Rua Ary Antenor de Souza, nº 321, Jardim Nova América Campinas SP Código ISIN: BREKTRDBS069 Rating Standard&Poor s:

Leia mais

ÇÕ ÇÕ 49 ÇÕ ÇÕ 51 Á ÇÕ ÇÕ 53 ÇÕ ÇÕ 55 ÇÕ ÇÕ Á 57 EASY CAR LOCAÇÃO DE VEÍCULOS S.A. CNPJ/MF Nº. 05.040.121/0001-80 - NIRE 33.3.0030545-9 Ata da Assembléia Geral Extraordinária. Data, Horário e Local: 27/11/2013,

Leia mais

PROLAGOS S.A. CONCESSIONÁRIA DE SERVIÇOS PÚBLICOS DE ÁGUA E ESGOTO 2ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015

PROLAGOS S.A. CONCESSIONÁRIA DE SERVIÇOS PÚBLICOS DE ÁGUA E ESGOTO 2ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 PROLAGOS S.A. CONCESSIONÁRIA DE SERVIÇOS PÚBLICOS DE ÁGUA E ESGOTO 2ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 Rio de Janeiro, 29 de Abril de 2016. Prezados Senhores

Leia mais

SASCAR TECNOLOGIA E SEGURANÇA AUTOMOTIVA S.A. 1ª Emissão de Debêntures Simples

SASCAR TECNOLOGIA E SEGURANÇA AUTOMOTIVA S.A. 1ª Emissão de Debêntures Simples SASCAR TECNOLOGIA E SEGURANÇA AUTOMOTIVA S.A. 1ª Emissão de Debêntures Simples ÍNDICE CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES... 3 CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA... 3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS... 6 ASSEMBLÉIAS DE DEBENTURISTAS...

Leia mais

COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO - COMGÁS. 2ª Emissão Pública de Debêntures

COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO - COMGÁS. 2ª Emissão Pública de Debêntures COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO - COMGÁS 2ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2013 Companhia de Gás de São Paulo - Comgás 2ª Emissão Pública de Debêntures Relatório

Leia mais

ALOG SOLUÇÕES DE TECNOLOGIA EM INFORMÁTICA S.A., sucessora por incorporação de ALOG DATA CENTERS DO BRASIL S.A. 1ª Emissão Pública de Debêntures

ALOG SOLUÇÕES DE TECNOLOGIA EM INFORMÁTICA S.A., sucessora por incorporação de ALOG DATA CENTERS DO BRASIL S.A. 1ª Emissão Pública de Debêntures ALOG SOLUÇÕES DE TECNOLOGIA EM INFORMÁTICA S.A., sucessora por incorporação de ALOG DATA CENTERS DO BRASIL S.A. 1ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2012 ALOG

Leia mais

MATERIAL PUBLICITÁRIO

MATERIAL PUBLICITÁRIO MATERIAL PUBLICITÁRIO DA OFERTA PÚBLICA DE DISTRIBUIÇÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, DA ESPÉCIE QUIROGRAFÁRIA, EM ATÉ 3 (TRÊS) SÉRIES, DA 5ª (QUINTA) EMISSÃO DA PETRÓLEO BRASILEIRO

Leia mais

SALUS EMPREENDIMENTOS LOGÍSTICOS II S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014

SALUS EMPREENDIMENTOS LOGÍSTICOS II S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 SALUS EMPREENDIMENTOS LOGÍSTICOS II S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados Senhores Debenturistas, Na

Leia mais

COMPANHIA MARANHENSE DE REFRIGERANTES EXERCÍCIO DE 2014

COMPANHIA MARANHENSE DE REFRIGERANTES EXERCÍCIO DE 2014 COMPANHIA MARANHENSE DE REFRIGERANTES 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL 2013. FOZ DO ATLÂNTICO SANEAMENTO S.A 1ª Emissão de Debêntures Simples. Abril 2014 www.fiduciario.com.br Página 1

RELATÓRIO ANUAL 2013. FOZ DO ATLÂNTICO SANEAMENTO S.A 1ª Emissão de Debêntures Simples. Abril 2014 www.fiduciario.com.br Página 1 RELATÓRIO ANUAL 2013 FOZ DO ATLÂNTICO SANEAMENTO S.A 1ª Emissão de Debêntures Simples Abril 2014 www.fiduciario.com.br Página 1 ÍNDICE CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES... 3 CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA...

Leia mais

Relatório Anual. Exercício 2010. 1ª Emissão de Debêntures Simples

Relatório Anual. Exercício 2010. 1ª Emissão de Debêntures Simples Relatório Anual Exercício 2010 1ª Emissão de Debêntures Simples Í NDICE CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA... 3 CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES... 3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS... 5 ASSEMBLÉIAS DE DEBENTURISTAS... 6

Leia mais

Demonstrações Contábeis

Demonstrações Contábeis Demonstrações Contábeis Banco do Nordeste Fundo de Investimento Ações Petrobras (Administrado pelo Banco do Nordeste do Brasil S.A. - CNPJ: 07.237.373/0001-20) 31 de março de 2014 com Relatório dos Auditores

Leia mais

AG TELECOM PARTICIPAÇÕES S.A. 2ª. EMISSÃO PRIVADA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2012

AG TELECOM PARTICIPAÇÕES S.A. 2ª. EMISSÃO PRIVADA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2012 AG TELECOM PARTICIPAÇÕES S.A. 2ª. EMISSÃO PRIVADA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2012 Rio de Janeiro, 30 de Abril, 2013. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade de

Leia mais

ATIVOS S.A. SECURITIZADORA DE CRÉDITOS FINANCEIROS 1ª Emissão de Debêntures Simples

ATIVOS S.A. SECURITIZADORA DE CRÉDITOS FINANCEIROS 1ª Emissão de Debêntures Simples ATIVOS S.A. SECURITIZADORA DE CRÉDITOS FINANCEIROS 1ª Emissão de Debêntures Simples ÍNDICE CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA...3 CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES...3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS...5 ASSEMBLÉIAS DE DEBENTURISTAS...6

Leia mais

SANTANDER BRASIL ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A.

SANTANDER BRASIL ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A. SANTANDER BRASIL ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A. 2ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2008 SANTANDER BRASIL ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A. 2ª Emissão Pública de Debêntures

Leia mais

DISTRIBUIDORA DE ÁGUAS TRIUNFO S.A. 1ª. EMISSÃO (PÚBLICA) DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014

DISTRIBUIDORA DE ÁGUAS TRIUNFO S.A. 1ª. EMISSÃO (PÚBLICA) DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 DISTRIBUIDORA DE ÁGUAS TRIUNFO S.A. 1ª. EMISSÃO (PÚBLICA) DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade

Leia mais

CYRELA BRAZIL REALTY S.A. EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013

CYRELA BRAZIL REALTY S.A. EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 CYRELA BRAZIL REALTY S.A. EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2014. Prezados Senhores

Leia mais

ALESAT COMBUSTÍVEIS S.A. EXERCÍCIO DE 2014

ALESAT COMBUSTÍVEIS S.A. EXERCÍCIO DE 2014 ALESAT COMBUSTÍVEIS S.A. 2ª. EMISSÃO (PÚBLICA) DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade de

Leia mais

BHG S.A. BRAZIL HOSPITALITY GROUP. Companhia Aberta CNPJ/MF nº 08.723.106/0001-25 NIRE 35.300.340.540 CVM 02090-7

BHG S.A. BRAZIL HOSPITALITY GROUP. Companhia Aberta CNPJ/MF nº 08.723.106/0001-25 NIRE 35.300.340.540 CVM 02090-7 BHG S.A. BRAZIL HOSPITALITY GROUP Companhia Aberta CNPJ/MF nº 08.723.106/0001-25 NIRE 35.300.340.540 CVM 02090-7 MATERIAL PARA A ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DA BHG S.A. BRAZIL HOSPITALITY GROUP, A

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL 2014. CONSTRUTORA TENDA S.A. 1ª Emissão de Debêntures Simples. Abril 2015 www.fiduciario.com.br Página 1

RELATÓRIO ANUAL 2014. CONSTRUTORA TENDA S.A. 1ª Emissão de Debêntures Simples. Abril 2015 www.fiduciario.com.br Página 1 CONSTRUTORA TENDA S.A. 1ª Emissão de Debêntures Simples Abril 2015 www.fiduciario.com.br Página 1 ÍNDICE CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES...3 CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA...3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS...6 ASSEMBLEIAS

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE ESCRITURA DA QUARTA EMISSÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, DA ESPÉCIE SUBORDINADA, DA AUTOPISTA

INSTRUMENTO PARTICULAR DE ESCRITURA DA QUARTA EMISSÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, DA ESPÉCIE SUBORDINADA, DA AUTOPISTA INSTRUMENTO PARTICULAR DE ESCRITURA DA QUARTA EMISSÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, DA ESPÉCIE SUBORDINADA, DA AUTOPISTA FLUMINENSE S.A. 19 de outubro de 2015 INSTRUMENTO PARTICULAR

Leia mais

LOCALIZA RENT A CAR S.A. 5ª Emissão Pública de Debêntures

LOCALIZA RENT A CAR S.A. 5ª Emissão Pública de Debêntures LOCALIZA RENT A CAR S.A. 5ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2013 LOCALIZA RENT A CAR S.A. 5ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário

Leia mais

POLO CAPITAL SECURITIZADORA S.A. 18ª. e 19ª SÉRIES da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO

POLO CAPITAL SECURITIZADORA S.A. 18ª. e 19ª SÉRIES da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO POLO CAPITAL SECURITIZADORA S.A. 18ª. e 19ª SÉRIES da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2014.

Leia mais

Caderno de Debêntures

Caderno de Debêntures Caderno de Debêntures CSMG16 Cia de Saneamento de M. Gerais COPASA MG Valor Nominal na Emissão: R$1.000.000,00 Quantidade Emitida: 200 Emissão: 15/02/2012 Vencimento: 15/02/2017 Classe: Não Conversível

Leia mais

EVEN CONSTRUTORA E INCORPORADORA S/A

EVEN CONSTRUTORA E INCORPORADORA S/A RELATÓRIO DO AGENTE FIDUCIÁRIO BRASIL P E N T Á G O N O D E B T R E S E A R C H CÓDIGO CETIP: EVEN11 REGISTRO NA CVM Nº: CVM/SRE/DEB-2007/001 EM 02/03/2007 EVEN CONSTRUTORA E INCORPORADORA S/A SETOR: INCORPORAÇÃO

Leia mais

ABRIL COMUNICAÇÕES S.A. EXERCÍCIO DE 2013

ABRIL COMUNICAÇÕES S.A. EXERCÍCIO DE 2013 ABRIL COMUNICAÇÕES S.A. (sucessora por incorporação da EDITORA ABRIL S.A.) 5ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 Rio de janeiro, 30 de Abril de 2014.

Leia mais

LINHAS DE TRANSMISSÃO DE MONTES CLAROS S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013

LINHAS DE TRANSMISSÃO DE MONTES CLAROS S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 LINHAS DE TRANSMISSÃO DE MONTES CLAROS S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2014. Prezados Senhores Debenturistas,

Leia mais

CNPJ 47.902.648/0001-17. CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 (Em R$ Mil)

CNPJ 47.902.648/0001-17. CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa 1.829 Fornecedores 58.422 Contas a Receber 238.880

Leia mais

EVEN CONSTRUTORA E INCORPORADORA S.A. Companhia Aberta. CNPJ/MF nº 43.470.988/0001-65 NIRE 35.300.329.520

EVEN CONSTRUTORA E INCORPORADORA S.A. Companhia Aberta. CNPJ/MF nº 43.470.988/0001-65 NIRE 35.300.329.520 EVEN CONSTRUTORA E INCORPORADORA S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF nº 43.470.988/0001-65 NIRE 35.300.329.520 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 29 DE JANEIRO DE 2008 1. DATA, HORA E LOCAL:

Leia mais

GENERAL SHOPPING BRASIL S.A. Companhia Aberta de Capital Autorizado (Categoria A ) CNPJ/MF nº 08.764.621/0001-53 NIRE 35.300.340.

GENERAL SHOPPING BRASIL S.A. Companhia Aberta de Capital Autorizado (Categoria A ) CNPJ/MF nº 08.764.621/0001-53 NIRE 35.300.340. GENERAL SHOPPING BRASIL S.A. Companhia Aberta de Capital Autorizado (Categoria A ) CNPJ/MF nº 08.764.621/0001-53 NIRE 35.300.340.833 FATO RELEVANTE GENERAL SHOPPING BRASIL S.A. ( Companhia ), em atendimento

Leia mais

LINKS RELACIONADOS (Click no Item)

LINKS RELACIONADOS (Click no Item) Emissor: ALUPAR INVESTIMENTO S.A. Endereço: Avenida Dr. Cardoso de Melo, nº.855, Bloco I, 9º andar, Sala A Bairro: Itaim Bibi Cidade: São Paulo Estado: São Paulo CEP: CEP 04548-005 CNPJ: 08.364.948/000-38

Leia mais

Empresa Energética de Mato Grosso do Sul S.A. - ENERSUL

Empresa Energética de Mato Grosso do Sul S.A. - ENERSUL Empresa Energética de Mato Grosso do Sul S.A. - ENERSUL 6ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2007 Empresa Energética de Mato Grosso do Sul S.A. - ENERSUL 6ª

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL EXERCÍCIO 2011. MUDAR SPE MASTER EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S/A. 1ª Emissão de Debêntures Simples

RELATÓRIO ANUAL EXERCÍCIO 2011. MUDAR SPE MASTER EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S/A. 1ª Emissão de Debêntures Simples RELATÓRIO ANUAL EXERCÍCIO 2011 MUDAR SPE MASTER EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S/A. 1ª Emissão de Debêntures Simples ÍNDICE CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA...3 CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES...3 DESTINAÇÃO DE

Leia mais

GTD PARTICIPAÇÕES S.A.

GTD PARTICIPAÇÕES S.A. GTD PARTICIPAÇÕES S.A. DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS REFERENTES AOS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 E 2008 E PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES GTD PARTICIPAÇÕES S.A. DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

Leia mais

BANCO ABC BRASIL S.A. CNPJ/MF nº 28.195.667/0001-06 Companhia Aberta AVISO AOS ACIONISTAS AUMENTO DE CAPITAL MEDIANTE SUBSCRIÇÃO PARTICULAR DE AÇÕES

BANCO ABC BRASIL S.A. CNPJ/MF nº 28.195.667/0001-06 Companhia Aberta AVISO AOS ACIONISTAS AUMENTO DE CAPITAL MEDIANTE SUBSCRIÇÃO PARTICULAR DE AÇÕES BANCO ABC BRASIL S.A. CNPJ/MF nº 28.195.667/0001-06 Companhia Aberta AVISO AOS ACIONISTAS AUMENTO DE CAPITAL MEDIANTE SUBSCRIÇÃO PARTICULAR DE AÇÕES Banco ABC Brasil S.A. ( Companhia ), vem a público comunicar

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - TECNISA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - TECNISA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

Eólica Faísa V Geração e Comercialização de Energia Elétrica S.A.

Eólica Faísa V Geração e Comercialização de Energia Elétrica S.A. Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo 2012 2011 Passivo e patrimônio líquido 2012 2011 (Não auditado) (Não auditado) Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa (Nota 4) 415 7 Fornecedores

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL 2013. CONSTRUTORA TENDA S.A. 1ª Emissão de Debêntures Simples. Abril 2014 www.fiduciario.com.br Página 1

RELATÓRIO ANUAL 2013. CONSTRUTORA TENDA S.A. 1ª Emissão de Debêntures Simples. Abril 2014 www.fiduciario.com.br Página 1 CONSTRUTORA TENDA S.A. 1ª Emissão de Debêntures Simples Abril 2014 www.fiduciario.com.br Página 1 ÍNDICE CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA... 3 CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES... 3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS... 6

Leia mais

IMIGRANTES COMPANHIA SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS 2ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS

IMIGRANTES COMPANHIA SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS 2ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS IMIGRANTES COMPANHIA SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS 2ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2011 Rio de Janeiro, 30 de Abril, 2012.

Leia mais

BRC Securitizadora S/A

BRC Securitizadora S/A BRC Securitizadora S/A Demonstrações Financeiras acompanhadas do Relatório dos Auditores Independentes Em 31 de dezembro de 2011 1/13 Notas explicativas às demonstrações financeiras dos exercícios findos

Leia mais

Cia. Brasileira de Petróleo Ipiranga

Cia. Brasileira de Petróleo Ipiranga RELATÓRIO DO AGENTE FIDUCIÁRIO BRASIL P E N T Á G O N O D E B T R E S E A R C H Cia. Brasileira de Petróleo Ipiranga SETOR: PETROQUÍMICA CÓDIGO CETIP: PTIP11 REGISTRO NA CVM Nº: CVM/SRE/DEB/2006/10 EM

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02091-5 MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 08.343.492/0001-20 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02091-5 MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 08.343.492/0001-20 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL 2011. WTORRE S.A 1ª Emissão de Debêntures Simples. Abril 2012 www.fiduciario.com.br Página 1

RELATÓRIO ANUAL 2011. WTORRE S.A 1ª Emissão de Debêntures Simples. Abril 2012 www.fiduciario.com.br Página 1 RELATÓRIO ANUAL 2011 WTORRE S.A 1ª Emissão de Debêntures Simples Abril 2012 www.fiduciario.com.br Página 1 ÍNDICE CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES... 3 CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA... 3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS...

Leia mais

Demonstrações Contábeis

Demonstrações Contábeis Demonstrações Contábeis Banco do Nordeste Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento DI Institucional Longo Prazo (Administrado pelo Banco do Nordeste do Brasil S.A. - CNPJ: 07.237.373/0001-20)

Leia mais

LOCAR GUINDASTES E TRANSPORTES INTERMODAIS S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2012

LOCAR GUINDASTES E TRANSPORTES INTERMODAIS S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2012 LOCAR GUINDASTES E TRANSPORTES INTERMODAIS S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2012 Rio de Janeiro, 30 de Abril, 2013. Prezados Senhores Debenturistas,

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01999-2 TOTVS S/A 53.113.791/0001-22 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01999-2 TOTVS S/A 53.113.791/0001-22 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/6/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Reapresentação Espontânea O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

DUKE ENERGY INT, GERAÇÃO PARANAPANEMA S.A. 4ª Emissão de Debêntures Simples

DUKE ENERGY INT, GERAÇÃO PARANAPANEMA S.A. 4ª Emissão de Debêntures Simples DUKE ENERGY INT, GERAÇÃO PARANAPANEMA S.A. 4ª Emissão de Debêntures Simples ÍNDICE CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA... 3 CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES... 3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS... 6 ASSEMBLÉIAS DE DEBENTURISTAS...

Leia mais

Perfazendo o montante total de

Perfazendo o montante total de ANÚNCIO DE INÍCIO DE OFERTA PÚBLICA DE DISTRIBUIÇÃO, DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, DA ESPÉCIE QUIROGRAFÁRIA, EM TRÊS SÉRIES, DA 4ª (QUARTA) EMISSÃO DA EDP - ENERGIAS DO BRASIL S.A.

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2015 - DOMMO EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S.A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2015 - DOMMO EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S.A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

CAPÍTULO III - DA COMPOSIÇÃO E DIVERSIFICAÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO

CAPÍTULO III - DA COMPOSIÇÃO E DIVERSIFICAÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO CAPÍTULO I - DO FUNDO Artigo 1º O CAIXA FUNDO MÚTUO DE PRIVATIZAÇÃO FGTS PETROBRAS IV CAIXA FMP FGTS PETROBRAS IV, doravante designado, abreviadamente, FUNDO, é uma comunhão de recursos, constituído sob

Leia mais

Kinea Renda Imobiliária FII (CNPJ/MF nº 12.005.956/0001-65)

Kinea Renda Imobiliária FII (CNPJ/MF nº 12.005.956/0001-65) Kinea Renda Imobiliária FII (CNPJ/MF nº 12.005.956/0001-65) PERFIL DO FUNDO (20/10/2010) Código de Negociação KNRI11 Código ISIN BRKNRICTF007 Local de Atendimento aos Cotistas Agências Especializadas (1)

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01446-0 BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS 73.178.600/0001-18 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01446-0 BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS 73.178.600/0001-18 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/21 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

COSAN S.A. INDÚSTRIA E COMÉRCIO CNPJ nº 50.746.577/0001-15 NIRE 35.300.177.045 Companhia Aberta

COSAN S.A. INDÚSTRIA E COMÉRCIO CNPJ nº 50.746.577/0001-15 NIRE 35.300.177.045 Companhia Aberta COSAN S.A. INDÚSTRIA E COMÉRCIO CNPJ nº 50.746.577/0001-15 NIRE 35.300.177.045 Companhia Aberta COSAN LOGISTICA S.A. CNPJ/MF 17.346.997/0001-39 NIRE 35.300.447.581 Companhia Aberta FATO RELEVANTE A COSAN

Leia mais

TAM LINHAS AÉREAS S.A.

TAM LINHAS AÉREAS S.A. Relatório Anual Exercício 2009 TAM LINHAS AÉREAS S.A. 1ª Emissão de Debêntures Simples Í NDICE CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA... 3 CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES... 3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS... 6 ASSEMBLÉIAS

Leia mais

ASCENTY DATA CENTERS LOCAÇÃO E SERVIÇOS S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014

ASCENTY DATA CENTERS LOCAÇÃO E SERVIÇOS S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 ASCENTY DATA CENTERS LOCAÇÃO E SERVIÇOS S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados Senhores Debenturistas,

Leia mais

GAFISA S.A. EXERCÍCIO DE 2014

GAFISA S.A. EXERCÍCIO DE 2014 GAFISA S.A. 6ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade de Agente Fiduciário

Leia mais

BROOKFIELD INCORPORAÇÕES S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2010.

BROOKFIELD INCORPORAÇÕES S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2010. BROOKFIELD INCORPORAÇÕES S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2010. Rio de janeiro, 29 de Abril de 2011. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade

Leia mais

CSHG REAL ESTATE FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII CNPJ/MF n 09.072.017/0001-29 Código Cadastro CVM 122-8 AVISO AO MERCADO

CSHG REAL ESTATE FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII CNPJ/MF n 09.072.017/0001-29 Código Cadastro CVM 122-8 AVISO AO MERCADO CSHG REAL ESTATE FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII CNPJ/MF n 09.072.017/0001-29 Código Cadastro CVM 122-8 AVISO AO MERCADO CREDIT SUISSE HEDGING-GRIFFO CORRETORA DE VALORES S.A., sociedade por ações

Leia mais