APRESENTAÇÃO. Professor(a),

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "APRESENTAÇÃO. Professor(a),"

Transcrição

1 APRESENTAÇÃO Professor(a), O Sinpro-Rio entrega a você o guia da programação da Escola do Professor, relativo ao período de março a julho de Os jogos olímpicos, que serão realizados em nossa cidade, exigiram adaptações do calendário escolar; agosto será, oficialmente, mês de recesso escolar. A Escola do Professor, em sua essência, é um centro de formação política e continua oferecendo os tradicionais cursos de capacitação didático-pedagógicos em toda a base de representação da entidade, inclusive com uma nova turma de alemão para iniciantes. Nossa Palavra do Mestre homenageia os educadores Joel Rufino e Azoilda Loretto da Trindade, falecidos no correr do ano passado, companheiros queridos e intelectuais comprometidos, que nos apontaram caminhos para a construção de um país melhor e nos deram instrumentos para compreender os preconceitos arraigados na sociedade brasileira. Sublinhamos, nesta apresentação, o convite para o debate que o Sindicato está organizando sobre a proposta da Base Nacional Curricular Comum, que será implementada pelo MEC em todo o Brasil, a partir de 2017 e afetará, concretamente, o trabalho dos professores na sala de aula. Realizaremos a Segunda Jornada sobre Inclusão e Autismo. Atendendo à demanda dos professores da Educação Infantil, organizamos também um seminário sobre a Cultura da Infância. Outra atividade tradicional que mantemos é o SindTour, que programou para maio uma viagem a Paraty e uma aula- -passeio ao Morro da Conceição e seu entorno. Lembramos, com orgulho, que este é o 32º guia de programação, que a Escola do Professor entrega ao seu público. Agradecemos a todos que, direta ou indiretamente, ao longo destes 15 anos, ajudaram a construir a proposta da Escola do Professor do Sinpro-Rio, nosso Sindicato, que em 2016 completará 85 anos de vida, lutando pelos direitos dos professores, pelos direitos dos trabalhadores e por uma sociedade justa, fraterna e democrática. A Diretoria

2 REGRAS GERAIS PARA O FUNCIONAMENTO DOS CURSOS 2

3 DAS INSCRIÇÕES: Preferencialmente, as vagas serão oferecidas para professores sindicalizados e dependentes. É necessário se inscrever para as atividades gratuitas pelo . FORMAS DE PAGAMENTO: À vista ou parcelado em até 3 vezes (cheque ou cartão Visa e Mastecard). Pagamento por depósito bancário somente para grupos, após contato prévio com a Escola do Professor para confirmação de vagas. DEVOLUÇÃO: Não haverá devolução de nenhum valor, após iniciado o curso. Em caso de desistência antes do início do curso, será cobrada multa de 10% do valor pago. DOS PREÇOS: Os preços dos cursos tiveram, em seus cálculos, como número base, turmas com 10 alunos ou mais. Havendo interesse dos inscritos, poderemos formar turmas com o mínimo de sete alunos, o que acarretará aumento no valor a ser pago conforme quadro abaixo. A Escola do Professor é um patrimônio da categoria. Precisamos, juntos, garantir a sua sustentação financeira e política. A Diretoria

4 PALAVRA DO A Palavra do Mestre, nesta edição, presta comovida homenagem aos educadores Azoilda Loretto da Trindade ( ) e Joel Rufino ( ). Pedimos emprestado à professora Janete Santos Ribeiro, companheira de luta de Azoilda, as palavras que melhor poderiam definir a trajetória desta educadora. Como definir Azoilda Loretto da Trindade? Professora doutora, militante histórica da luta por uma educação multicultural e multiétnica a serviço da vida, da diversidade, do conhecimento, do amor. Escreveu livros e atuou na formação de profissionais da educação e de crianças e jovens em espaços formais ou não. A Escola do Professor foi parceira nos processos instituintes de diálogos horizontais, acolhendo os quatro fóruns itinerantes: Diversidade Humana em Espaços Escolares e não Escolares, idealizado por ela e organizado pelo Projeto Diálogo entre Povos, instituição sem fins lucrativos, criada em 1993 para viabilizar a realização dos sonhos de uma educação, pela vida, contra o racismo e qualquer forma de injustiça. Azoilda acreditou piamente que a África e seus descendentes imprimiram e imprimem no Brasil valores civilizatórios, ou seja, princípios e normas que corporificam um conjunto de aspectos e características existenciais, espirituais, intelectuais e materiais, objetivas e subjetivas, que se constituíram e se constituem num processo histórico, social e cultural. E apesar do racismo, das injustiças e desigualdades sociais, essa população afrodescendente sempre afirmou a vida e, consequentemente, constitui o/s modo/os de sermos brasileiras e brasileiros. Azoilda Loretto Trindade. Presente

5 DO MESTRE Joel Rufino dos Santos foi professor, historiador, militante, intelectual e autor reconhecido de mais de 50 livros de ficção e não ficção para adultos, crianças e jovens. Cursou história na antiga Faculdade de Filosofia da Universidade do Brasil, atual UFRJ, onde começou a carreira de professor. Durante a ditadura militar-empresarial implantada no Brasil em 1964, exilou-se na Bolívia e depois no Chile, para fugir às perseguições, que sofriam aqueles que lutavam contra o arbítrio. Retornou ainda na ditadura, clandestino, e foi preso três vezes. Reintegrado ao Ministério da Educação após a lei da Anistia, voltou a dar aula na UFRJ, tendo obtido, nessa instituição, os títulos de Notório Saber e Alta Qualificação em História e Doutor em Comunicação e Cultura. Por seu trabalho pela cultura brasileira, recebeu do Ministério da Cultura a comenda da Ordem do Rio Branco. Lucia Xavier, presidente da ONG Crioula e membro do Conselho Nacional de Igualdade Racial, assim nos apresenta o ativista Joel Rufino: O papel que ele exerceu, tanto do ponto de vista intelectual como político, nos últimos 30 anos, foi muito importante. Construiu novos instrumentos para trabalhar as culturas afro-brasileiras, e marcou sua vida política contra o racismo, apresentando novos estudos, mas também trazendo à tona temas do nosso interesse, e que modificavam o modo de pensar da sociedade brasileira. Acima de tudo, ele era um ativista das causas humanas, fará muita falta na nossa vida. Nós, do Sinpro-Rio, que tivemos a honra de contar com a participação do professor Rufino em inúmeros eventos, vamos guardar a imagem de um homem generoso e dedicado à causa pública. Joel Rufino dos Santos. Presente

6 SUMÁRIO Primeira Seção Cursos, Debates, Oficinas, Palestras, Seminários 10 - Debate - Base Nacional Comum Curricular 11 - Pintura em aquarela 12 - Criação de textos literários - poemas, contos e crônicas 13 - Artesanato - Técnicas em madeira e tecido aplicadas à decoração 14 - Contribuições da psicomotricidade na Educação Infantil 15 - Quatro lições sobre o amor: as perspectivas de Platão, Schopenhauer, Robert Wright e Sobonfu Somé 16 - Projeto Cultural em Campo Grande 17 - Dança na escola: práticas inclusivas de dança 18 - O que faz um bebê que nada faz? 19 - Museu - novo espaço de ensino e aprendizagem para o professor 20 - Palestra - A construção da leitura e escrita e suas relações com o processamento auditivo 21 - História da música - O caminho para se ouvir e fazer a música do século XXI 22 - Seminário 2ª Jornada: Educação inclusiva e autismo 24 - A filosofia grega e sua relação com o mundo atual 25 - Palestra - Voz como instrumento de trabalho e suas relações com a aprendizagem do aluno 26 - Seminário Cultura da Infância - Dando voz e vez aos pequenos 27 - O Brasil não é longe daqui : a presença germânica no Rio de Janeiro 28 - Afinal, quem é esse bebê? O trabalho com crianças de 0 a 3 anos sob o olhar de Emmi Pikler 29-1, 2, 3 e já! - Aprender matemática com jogos

7 Segunda Seção Línguas Estrangeiras Sede Centro 31 - Cursos de Alemão 32 - Cursos de Espanhol 33 - Cursos de Francês 34 - Cursos de Inglês conversação 35 - Cursos de Inglês regular 36 - Cursos de Italiano Línguas Estrangeiras Barra 37 - Cursos de Espanhol 38 - Cursos de Francês 39 - Cursos de Inglês 40 - Curso de Italiano Terceira Seção SindTour 42 - Viagem a Paraty 43 - Roteiro Cultural - Morro da Conceição e seu entorno COPAP Comissão de Professores Aposentados e Pensionistas Manhãs culturais e passeios 45 - Programação

8 FÓRUM PERMANENTE DE EDUCAÇÃO INFANTIL TODA 1ª TERÇA-FEIRA DO MÊS, ÀS 14H Local: Sede-Centro (auditório 2º andar) Venha participar! 8

9 PRIMEIRA SEÇÃO CURSOS DEBATES OFICINAS PALESTRAS SEMINÁRIOS Escola do Professor 9

10 DEBATE Base Nacional Comum Curricular Em julho de 2015, o MEC colocou em discussão, em atendimento ao Plano Nacional de Educação/PNE, o documento relativo à Base Nacional Comum Curricular/BNCC, que sinaliza percursos de aprendizagem e desenvolvimento dos estudantes ao longo da Educação Básica. A implantação da BNCC, a partir de 2017, prevista pelo MEC, provocará grande impacto no sistema educacional, nas salas de aula, no trabalho dos professores, no material didático, afetando concretamente a vida dos brasileiros. Inúmeros fóruns, debates e seminários foram organizados por educadores, pesquisadores, universidades, sindicatos, contando, muitos deles, com a participação de representantes do MEC. Esses encontros geraram avaliações positivas e negativas do documento - BNCC, no todo ou em parte, críticas à falta de tempo para maiores debates e sugestões de mudanças, mais ou menos radicais. O prazo inicial para o envio de críticas e sugestões ao MEC, que era dezembro de 2015, foi ampliado para 15 de março de Convidamos os professores e professoras a participarem dessa discussão, acompanhando tanto o site oficial (basenacionalcomum.mec.gov.br), quanto outros sites questionadores, como por exemplo a página da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação - ANPED (anped.org.br) O Sinpro-Rio está organizando um debate sobre o BNCC para o primeiro trimestre de Aguarde notícias no nosso portal. 10

11 CURSO Pintura em aquarela Segundas-feiras, 14, 21, 28 de março, 4, 11 de abril, das 14 às 16h Local: Sede-Centro Carga horária: 10 horas PRIMEIRA SEÇÃO Vagas: 15 Valor: Sindicalizado e dependente: R$ 80 Não sindicalizado: R$ 160 Associado de outra entidade de professor ou professor maior de 60 anos: R$ 110 Objetivos: Introduzir noções fundamentais que compreendem o exercício poético desta técnica, tais como: cor, tipos de aguadas, transparência e opacidade, texturas e gestual. O curso objetiva também o estudo e a montagem de composições de observação, sobre as quais destacaremos o uso dos conceitos formais do desenho e da pintura. Conteúdos: Os conteúdos serão práticos, voltados para o público iniciante. Serão estudados os princípios formais básicos de composição, introdução às técnicas e materiais, noções fundamentais sobre a teoria das cores. Materiais individuais de responsabilidade do aluno: Bloco de papel canson gramatura 300g ou mais pesado. Pincéis redondos ou chatos de pelo animal ou cerda sintética. Estojo de aquarela em pastilha ou tubos (recomendamos a marca Pentel ). Rolo de fita crepe, flanela para secar o pincel, godê e potes plásticos, lápis grafite 6b, borracha limpa-tipos. Paquetá (aquarela de Chico Veríssimo) Renata Nassur - Mestra em Ciência da Arte, artista plástica e professora de Artes Visuais e História da Arte. Escola do Professor 11

12 OFICINA LITERÁRIA Criação de textos literários - poemas, contos e crônicas Terças-feiras, de 15 de março a 12 de julho, das 9h30 às 12h Local: Sede-Centro Carga horária: 45 horas Vagas: 15 Valor: Sindicalizado e dependente: R$ 440 Não sindicalizado: R$ 800 Associado de outra entidade de professor ou professor maior de 60 anos: R$ 575 Objetivos: Despertar e exercitar a capacidade de escrever textos literários. Conteúdos: A criação de textos literários, observando as diferenças entre o texto literário e o não literário, o sentido real e o figurado da linguagem; o verso livre (sem métrica) e o verso branco (sem rima), as figuras de linguagem; a maior ou menor comunicação dos textos, o lugar comum e a mudança de sentido; as diferenças temáticas e as ideias. Leitura de poetas e prosadores da literatura brasileira; análise crítica e produção de textos literários. Marcus Vinicius Quiroga - Doutor em Literatura Brasileira, poeta, contista e ensaísta. 12

13 ARTESANATO Técnicas em madeira e tecido aplicadas à decoração Quartas-feiras, de 16 de março a 29 de junho, das 14 às 16h30 PRIMEIRA SEÇÃO Local: Sede-Centro Carga horária: 15 horas Vagas: 40 Valor: Sindicalizado e dependente, estudante e sindicatos filiados às centrais sindicais: R$ 320 Não sindicalizado: R$ 640 Associado de outra entidade de professor ou professor maior de 60 anos: R$ 440 Conteúdos: Découpage, textura, arte francesa, pintura livre, marmorização, bauer, pintura em tecido. Rosemarie Beck - Artesã e professora de arte. Escola do Professor 13

14 OFICINA Contribuições da psicomotricidade na Educação Infantil Sábado, 19 de março, das 9 às 13h Local: Subsede Campo Grande Carga horária: 4 horas Vagas: 20 Valor: Sindicalizado e dependente: R$ 20 Não sindicalizado: R$ 40 Associado de outra entidade de professor ou professor maior de 60 anos: R$ 30 Objetivos: Refletir sobre a importância da psicomotricidade com base no pensamento complexo e transdisciplinar na Educação Infantil. Conteúdos: 1º momento: Realização de vivência corporal com todos os participantes, trabalhando um dos sete saberes necessários à educação do futuro. 2º momento: Dialógica - 1. O que é psicomotricidade? 2. O que é transpsicomotricidade? 3. Objetivos transpsicomotores - Os sete saberes necessários à educação do futuro. 4. A importância da transpsicomotricidade na Educação Infantil. Renata Costa de Oliveira - Transpsicomotricista educacional/ifht/uerj. Especialista em dificuldades de aprendizagem: prevenção e reeducação (UERJ, RJ). Trabalha na Escola Oga Mitá e Creche Talento. Educadora da Rede Estadual e Sócia Titular da Associação Brasileira de Psicomotricidade. 14

15 CURSO Quatro lições sobre o amor: as perspectivas de Platão, Schopenhauer, Robert Wright e Sobonfu Somé Quintas-feiras, 31 de março, 7, 14, 28 de abril, das 16 às 18h PRIMEIRA SEÇÃO Local: Sede-Centro Carga horária: 8 horas Vagas: 20 Valor: Sindicalizado e dependente: R$ 64 Não sindicalizado: R$ 128 Associado de outra entidade de professor ou professor maior de 60 anos: R$ 88 Objetivos: Trazer reflexões e inflexões sobre o amor ( erótico ) a partir de pontos de vista filosóficos e psicológicos de épocas distintas e de matrizes culturais diferentes. A experiência amorosa vai ser problematizada criticamente, colocando em paralelo o viés cultural com a leitura científica para uma análise filosófica. Trazer quatro perspectivas para indagações constitutivas da condição humana, tais como: o que é o amor? Como saber se um sentimento é realmente amor? Conteúdos: 1. O amor platônico. O amor erótico à luz da filosofia de Platão. A questão da alma gêmea. 2. A metafísica do amor sexual. A questão do amor na filosofia de Schopenhauer. Os critérios inconscientes para escolha da pessoa amada. O gênio da espécie. 3. A psicologia evolucionista e o amor. Escolha de parceiras (os), amor e casamento à luz da psicologia evolucionista na perspectiva de Robert Wright. 4. O espírito da intimidade. O pensamento Dagara e o amor na perspectiva de Sobonfu Somé. Por que a paixão é um obstáculo às relações amorosas? Renato Noguera - Professor Adjunto de Filosofia/ UFRRJ, mestre em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos/UFSCar, doutor em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Autor de Aprendendo a ensinar: uma introdução aos fundamentos filosóficos da educação e da Coleção Nana & Nilo. Escola do Professor 15

16 PROJETO CULTURAL EM CAMPO GRANDE Toda segunda sexta-feira do mês, a partir das 20h MÚSICA NO SINDICATO Durante oito anos consecutivos o Sinpro-Rio desenvolveu em sua sede de Campo Grande um projeto cultural que, mais do que oferecer música, artes plásticas, teatro, poesia, cinema, funcionou também como polo de resistência cultural. Agora, estamos em fase de reestruturação e, em parceria com o Sindicato dos Bancários, voltaremos com força total. Aguardem. Evento musical em Campo Grande 16

17 CURSO Dança na escola: práticas inclusivas de dança Sábados, 2 e 9 de abril, das 9h às 13h Local: Sede-Centro PRIMEIRA SEÇÃO Carga horária: 8 horas Vagas: 15 Valor: Sindicalizado e dependente: R$ 40 Não sindicalizado: R$ 80 Associado de outra entidade de professor ou professor maior de 60 anos: R$ 60 Objetivos: Promover o aprendizado de algumas estratégias de ensino e recursos pedagógicos em dança, estimulando o professor a implementar atividades de perfil inclusivo para os alunos com e sem deficiência, no contexto escolar. Mostrar que qualquer professor, de qualquer disciplina, pode utilizar esses recursos e estratégias. Conteúdos: Discussões contemporâneas da Inclusão em Educação A diversidade e a dança no contexto escolar A corporeidade das pessoas com deficiência: concepções e desdobramentos O processo criativo em dança: estratégias de ensino baseado na dança criativa, improvisação e dança terapia (com fins terapêuticos) A criação e recriação de recursos pedagógicos para a prática pedagógica em dança: objetos, tecidos, cordas, etc. Valéria de Assumpção Silva - Doutoranda em Motricidade Humana com especialidade em Dança pela Universidade de Lisboa/Faculdade de Motricidade Humana. Professora de dança do Instituto Municipal Helena Antipoff/SME. Ana Patricia da Silva - Doutora em Educação/UFRJ. Pós-doc Medicina/UERJ. Professora da UERJ, atuando nas áreas de Ensino Superior, Educação e Saúde. Escola do Professor 17

18 OFICINA O que faz um bebê que nada faz? Abordagem de Emmi Pikler * * Emmi Pikler ( ), pediatra e educadora húngara. Um importante princípio da abordagem desenvolvida pela pediatra e educadora húngara é o de que o adulto deve estabelecer uma relação de confiança e interação com o bebê durante os principais cuidados (banho, troca de fraldas, alimentação). Sábado, 9 de abril, das 9h às 13h Local: Subsede Barra da Tijuca Carga horária: 4 horas Vagas: 20 Valor: Sindicalizado e dependente: R$ 20 Não sindicalizado: R$ 40 Associado de outra entidade de professor ou professor maior de 60 anos: R$ 30 Objetivos: Provocar o olhar dos profissionais que atuam em creches para perceber as competências da criança pequena, entendendo-a e respeitando-a como sujeito ativo. Conteúdos: O dia a dia de um bebê, os cuidados corporais com crianças de 0 a 3 anos e a interação do adulto nesse processo. Célia Regina Machado Fonseca - Pedagoga, especialista em Educação Infantil/PUC Rio. Coordenadora da Educação Infantil na Escola Oga Mitá. Maria Lúcia de Araújo Peçanha - Pedagoga, especialista em Educação Infantil (0 a 3 anos). Consultora para projeto de revisão do DCNEI e materiais para a prática das creches públicas de Salvador. 18

19 OFICINA Museu - novo espaço de ensino e aprendizagem para o professor Sábado, 16 de abril, das 9 às 13h Local: Sede-Centro PRIMEIRA SEÇÃO Carga horária: 4 horas Vagas: 20 Valor: Sindicalizado e dependente: R$ 20 Não sindicalizado: R$ 40 Associado de outra entidade de professor ou professor maior de 60 anos: R$ 30 Objetivos: Apresentar ao professor os museus do Rio de Janeiro, como espaço de ensino-aprendizagem, nos quais ele poderá, gratuitamente, buscar aprimoramento intelectual e profissional. Conteúdos: Os museus - de local de visitação a espaço de ensino: o que mudou? Os museus do Rio e seu setor pedagógico: Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), Museu de Arte do Rio (MAR), ALERJ, Museu da República. O circuito de Herança Africana. Exposições nacionais e internacionais: como participar das Capacitações. As exposições para O atendimento aos alunos: oferta de mediação, visita e transporte. A organização de uma visita. Como associar os diversos acervos aos conteúdos da Educação Básica. CCBB-Rio de Janeiro Rosemeri Maria da Conceição - Mestre em História Social/USP. Trabalha no projeto A Cor da Cultura (Canal Futura), UERJ-FFP, FAETEC, Secretaria Estadual de Cultura (Cursos de Formação de Gestores Públicos e Agentes Culturais). Escola do Professor 19

20 PALESTRA A construção da leitura e escrita e suas relações com o processamento auditivo - dicas para educadores Sábado, 16 de abril, das 9h30 às 12h30 Local: Paracambi - Instituto de Educação Aquarela (Rua Bazileu José Leal, 95 - Lages) Valor: Sindicalizado e dependente: R$ 15 Não sindicalizado: R$ 30 Associado de outra entidade de professor ou professor maior de 60 anos: R$ 20 Georgiana Sylvia Dobbin - (CRFa 6614-RJ) - Mestre em Ciências/UFRJ. Pós-Graduada em Fonoaudiologia Clínica /UNESA e em Audiologia Educacional/ IBMR. Diretora da Comunicar e Assistência Fonoaudiológica. 20

21 CURSO História da música O caminho para se ouvir e fazer a música do século XXI Terças-feiras, 26 de abril, 3, 10, 17, 24 de maio, das 17 às 19h PRIMEIRA SEÇÃO Local: Sede-Centro Carga horária: 10 horas Vagas: 20 Valor: Sindicalizado e dependente: R$ 80 Não sindicalizado: R$ 160 Associado de outra entidade de professor ou professor maior de 60 anos: R$ 110 Objetivos: Apresentar a evolução do conhecimento musical e de suas práticas, discutindo importância e contribuições para a formação de músicos (amadores e profissionais) e ouvintes nos dias de hoje. Conteúdos: A música em 4 tempos: dos primórdios à Idade Média; do renascimento ao barroco; do clássico ao romantismo; do impressionismo aos dias de hoje. Paulo Sergio de Souza Rego - Bacharel em Saxofone e bacharelando em composição/ufrj. Músico profissional, compositor e arranjador. Professor de prática de conjunto no curso de extensão/ufrj. Escola do Professor 21

22 SEMINÁRIO Parceria - *Fundação Mundo Azul 2ª JORNADA Educação inclusiva e autismo *O Sinpro-Rio e a Fundação Mundo Azul dão continuidade nesta 2ª JORNADA à parceria iniciada em 2015 para discutir autismo e inclusão, abordando os seguintes pontos: saúde, educação e aspectos jurídicos. Sábado, 30 de abril, das 8h30 às 13h30 Credenciamento a partir das 8h Local: Teatro do Colégio CEC - Barra - Av. Ayrton Senna, 2541 A - Barra da Tijuca Valor: Sindicalizado e dependente e pais da Fundação Mundo Azul: R$ 20 Não sindicalizado: R$ 40 Associado de outra entidade de professor ou professor maior de 60 anos: R$ 30 Atenção: Os inscritos na 1ª Jornada estão isentos de pagamento, mas para garantir a vaga, é indispensável fazer inscrição para a 2ª Jornada. Abertura - 8h45 Oswaldo Teles Presidente do Sinpro-Rio 9 às 11h - Saúde e Educação Tema 1 Transtorno do Espectro Autístico/ TEA - aspectos gerais e perfis cognitivos Palestrante: Dra. Priscila Martins - Neurologista infantil, Mestre em Ciências/Fiocruz. Tema 2 O aluno com autismo: desafios e possibilidades escolares Palestrante: Maryse Suplino - Doutora em Educação/UERJ. Perguntas PROGRAMAÇÃO 22

23 Intervalo 11 às 11h30 11h30 às 13h30 - Direito Tema A mediação escolar sob a ótica da Lei Brasileira de Inclusão Estatuto da Pessoa com Deficiência Palestrantes: Dra. Keyla Blanck - Juíza de Direito do TJRJ Dra. Glória Heloisa Lima da Silva - Juíza de Direito do TJRJ Dr. Luciano Aragão Advogado, Mestre em Direito, Professor da Graduação e Pós Graduação em Direito e membro da Fundação Mundo Azul. PRIMEIRA SEÇÃO Perguntas * A Fundação Mundo Azul é uma organização formada por pais de pessoas autistas que visa conectar o maior número de pessoas na mesma situação e lutar por projetos de lei que possam garantir os direitos dos autistas e de seus familiares. Acreditamos numa vida mais digna e com tratamento adequado. Nossa finalidade é esclarecer e lutar por centros de atendimentos para todos, com tratamento multidisciplinar, diagnóstico precoce, educação especial e lar terapêutico para os que ficaram órfãos. Escola do Professor 23

24 CURSO A filosofia grega e sua relação com o mundo atual Quintas-feiras, 5, 12, 19 de maio, 2, 9 de junho, das 14h às 16h Local: Sede-Centro Carga horária: 10 horas Vagas: 20 Valor: Sindicalizado e dependente: R$ 80 Não sindicalizado: R$ 160 Associado de outra entidade de professor ou professor maior de 60 anos: R$ 110 Objetivos: Introduzir os conceitos de filosofia e possibilitar aos alunos o conhecimento das principais questões filosóficas sobre a ética, a estética e a teoria do conhecimento, que permearam o mundo grego e estão presentes até os dias de hoje. Conteúdos: Por que a filosofia nasceu na Grécia? Os primeiros filósofos. Teogonia e cosmogonia. Os pré- -socráticos. O pensamento de Sócrates, Platão e Aristóteles. A filosofia grega e a formação do pensamento ocidental. Marcelo da Rocha Silveira Mestre em Filosofia e Doutor em Teoria, História e Crítica da Arquitetura. Professor da Escola de Belas Artes/UFRJ. 24

25 PALESTRA Voz como instrumento de trabalho e suas relações com a aprendizagem do aluno: orientações básicas Sábado, 14 de maio, das 9h30 às 12h30 Local: Itaguaí - Escola 5 de julho (Rua General Bocaiúva, 546 Centro) Valor: Sindicalizado e dependente: R$ 15 Não sindicalizado: R$ 30 Associado de outra entidade de professor ou professor maior de 60 anos: R$ 20 PRIMEIRA SEÇÃO Marcia Rodrigues Mehta (CRFa RJ) - Coordenadora do Programa de Saúde Vocal do Professor da Prefeitura do Rio de Janeiro. Especialista em Voz -CEFAC. Escola do Professor 25

26 SEMINÁRIO Cultura da Infância Dando voz e vez aos pequenos Sábado, 21 de maio, das 9 às 13h Credenciamento: a partir de 8h Local: Sede-Centro Valor: Sindicalizado e dependente: R$ 20 Não sindicalizado: R$ 40 Associado de outra entidade de professor ou professor maior de 60 anos: R$ 30 Tema 1 - Infância e Currículo Aristeo Leite Filho Diretor da Escola Oga Mitá, professor do curso de especialização em Educação Infantil da PUC-RIO, professor adjunto da Faculdade de Educação da UERJ. Tema 2 - Infância e Literatura Adrianne Ogêda Guedes Professora adjunta da UERJ, coordenadora adjunta dos cursos de especialização e extensão em Educação Infantil do convênio MEC/ UNIRIO. Especialista em Educação Infantil/PUC e Alfabetização/UFRJ. Tema 3 - Brinquedos e Brincadeiras da Cultura da Infância Luis Vicente Barros Mestre em Artes pela Escola de Comunicação e Artes/USP. Professor do Departamento de Artes e Design da PUC-Rio. O tubarão comilão e o peixinho esperto (Duda, 4a7m) 26

27 CURSO O Brasil não é longe daqui : a presença germânica no Rio de Janeiro Sexta-feiras, 3, 10, 17, 24 de junho, 1 de julho, das 17 às 19h PRIMEIRA SEÇÃO Local: Sede-Centro Vagas: 20 Carga Horária: 10 horas Valor: Sindicalizado e dependente: R$ 80 Não sindicalizado: R$ 160 Associado de outra entidade de professor ou professor maior de 60 anos: R$ 110 Objetivos: Analisar, a partir de uma perspectiva multidisciplinar, a presença e a influência germânica no estado e na cidade do Rio de Janeiro. Conteúdos: 1. A imagem do Brasil como Terra da Promissão com a vinda de imigrantes de origem germânica. 2. Os aspectos do cotidiano das cidades de Nova Friburgo, Petrópolis e Rio de Janeiro presentes em gravuras, fotografias, memórias e relatos de viagens elaborados por viajantes e imigrantes germânicos. 3. As conexões existentes entre religião, ciência e cotidiano dos imigrantes germânicos e seus descendentes. 4. O cotidiano dos imigrantes germânicos e seus descendentes no período da Segunda Guerra Mundial. Maria da Glória Tuxen Bióloga, bacharel em Ecologia/ UFRJ, especialista em Gestão da Biodiversidade/Jardim Botânico do Rio de Janeiro/ UFRJ. Regina Maria F. Castelo Branco Mestra em História do Brasil/UFF, especialista em Sociologia Urbana/UERJ/ICH. Extensão em Educação: Africanidades (curso a Distância/UnB). Escola do Professor 27

28 OFICINA Afinal, quem é esse bebê? O trabalho com crianças de 0 a 3 anos sob o olhar de Emmi Pikler Emmi Pikler Um importante princípio da abordagem desenvolvida pela pediatra e educadora húngara Emmi Pikler ( ) é o de que o adulto deve estabelecer uma relação de confiança e interação com o bebê durante os principais cuidados (banho, troca de fraldas, alimentação). Sábado, 25 de junho, das 9 às 13h Local: Sede-Centro Vagas: 20 Carga Horária: 4 horas Valor: Sindicalizado e dependente: R$ 20 Não sindicalizado: R$ 40 Associado de outra entidade de professor ou professor maior de 60 anos: R$ 30 Objetivos: Provocar o olhar dos profissionais que atuam em creches para que tenham dimensão da importância que têm em relação à constituição do psiquismo dos bebês. Conteúdos: O nascimento psíquico e a abordagem Pikler-Lóczy. Célia Regina Machado Fonseca - Pedagoga, especialista em Educação Infantil/PUC Rio. Coordenadora da Educação Infantil na Escola Oga Mitá. Rita Góes Bezerra de Moraes - Psicóloga, com Mestrado em Saúde Coletiva IMS/UERJ. Consultora da Avante - educação e mobilização social e coordenadora na Rede Pikler Brasil. Consultora para projeto de revisão do DCMEI e materiais para a prática das creches públicas de Salvador. 28

29 OFICINA 1, 2, 3 e já! Aprender matemática com jogos Sábado, 2 de julho, das 9 às 13h Local: Sede-Centro Vagas: 20 PRIMEIRA SEÇÃO Carga Horária: 4 horas Valor: Sindicalizado e dependente: R$ 20 Não sindicalizado: R$ 40 Associado de outra entidade de professor ou professor maior de 60 anos: R$ 30 Objetivos: Refletir sobre a importância das atividades lúdicas na sala de aula. Construir jogos e elaborar atividades que ajudem a criança a formular estratégias variadas de cálculo mental. Conteúdos: Sistema de numeração decimal. Tabuada. Operações. Cálculo Mental. Andréa Nivea - Professora das séries iniciais do Ensino Fundamental I. Pedagoga, especialista em Tecnologia da Educação e em Supervisão Escolar com experiência, estudo e investigação em Matemática. Escola do Professor 29

30 SEGUNDA SEÇÃO LÍNGUAS ESTRANGEIRAS 30

31 LÍNGUAS ESTRANGEIRAS - SEDE-CENTRO Por curso Carga horária: 30 horas Vagas: máximo: 15 mínimo: 10 Valor: Sindicalizado e dependente: R$ (taxa de material) Não sindicalizado: R$ Associado de outra entidade de professor ou professor maior de 60 anos: R$ SEGUNDA SEÇÃO Cursos de Alemão Objetivos: Desenvolver as habilidades oral e escrita em alemão. Conteúdos: Leitura, escrita, compreensão auditiva e comunicação oral bem como situações do cotidiano e da cultura alemãs. Quintas-feiras, de 3 de março a 30 de junho Turma A básico - das 14 às 16h (Livro Menschen A1.1) Turma B intermediário - das 16 às 18h (livro Studio D B1) Turma C básico - das 10 às 12h (Livro Menschen A1.1) Selma Quintanilha Professora graduada/uerj com curso de extensão em alemão como língua estrangeira pela Universidade Landau-Koblenz, na Alemanha. Atualmente, leciona no ICG - Instituto Cultural Germânico. Escola do Professor 31

32 LÍNGUAS ESTRANGEIRAS - SEDE-CENTRO Cursos de Espanhol - Conversação Segundas-feiras, de 14 de março a 20 de junho Turma A módulo 2 das 14 às 16h Professora Rachel Terças-feiras, de 15 de março a 21 de junho Turma C módulo 3 das 14 às 16h Professora Vera Quartas-feiras, de 16 de março a 22 de junho Turma B - módulo 5 das 11 às 13h Professora Rachel Turma D - módulo 4 das 14h30 às 16h30 Professora Vera Quintas-feiras, de 3 de março a 30 de junho Turma E - módulo 4 das 14 às 16h Professora Rachel Objetivos: Motivar os alunos para o aprendizado da língua espanhola através de atividades comunicativas que versam sobre hábitos, costumes e traços culturais de nativos de espanhol; desenvolver a capacidade de comunicação escrita e principalmente oral. Conteúdos: Textos de compreensão auditiva e de leitura; diálogos; jogos; dramatizações; músicas e vídeos, enfocando aspectos das culturas que formam os universos espanhol e latino-americano; trechos ilustrativos da literatura em língua espanhola. Rachel Ribeiro Couto Rodrigues Licenciada em Letras Português/Espanhol/UFRJ, Especialista em Ensino de Línguas Estrangeiras pelo CEFET/RJ. Professora de Espanhol do Ensino Médio. Vera Regina de Almeida Couto Professora de Espanhol com curso superior da Universidade de Santiago de Compostela/Espanha. Mestre em Estudos Linguísticos pela Universidade de Lancaster, Inglaterra. 32

33 LÍNGUAS ESTRANGEIRAS - SEDE-CENTRO Cursos de Francês Regulares Quartas-feiras, de 16 de março a 22 de junho Turma C das 10 às 12h (Tout va bien n II Livre de l élève) Turma A das 13h30 às 15h30 (Tout va bien n II Livre de l élève) Turma D das 15h30 às 17h30 SEGUNDA SEÇÃO Objetivos: Propiciar ao aluno um estudo simples, claro e interessante da língua francesa. Permitir ao aluno, através de situações criadas em aula, a utilização de um vocabulário direcionado ao cotidiano. Dar subsídios para que o aluno construa seu vocabulário, permitindo, assim, uma comunicação mais espontânea, mais compreensível, com as regras gramaticais sendo assimiladas naturalmente. Conversação - Le plaisir de parler Objetivos: Motivar a aprendizagem na língua francesa em situações do cotidiano e lúdicas. Terças-feiras, de 15 de março a 21 de junho Turma C módulo 6 das 10 às 12h Turma A módulo 6 das 13h30 às 15h30 Turma B módulo 7 das 15h30 às 17h30 Sextas-feiras, de 4 de março a 1 de julho Turma F módulo 7 das 10 às 12h Turma G módulo 6 das 13h30 às 15h30 Ana Sylvia Fernandes - Professora formada pela Alliance Française de Paris, graduada em Literatura Francesa pela Sorbonne. Escola do Professor 33

34 LÍNGUAS ESTRANGEIRAS - SEDE-CENTRO Cursos de Inglês Conversação Let s sing and speak English Segundas-feiras, de 14 de março a 20 de junho Turma A módulo 7 das 14 às 16h Terças-feiras, de 15 de março a 21 de junho Turma B módulo 6 das 14 às 16h Turma C módulo 4 das 16 às 18h Quartas-feiras, de 16 de março a 22 de junho Turma E módulo 2 das 11h45 às 13h45 Objetivos: Motivar os alunos para o aprendizado da língua inglesa através de dramatizações de situações do cotidiano, Situational English, que poderão ser usadas em viagens - Travel Situations - ou aqui mesmo na cidade durante os vários eventos que serão sediados na cidade do Rio. How to help a foreigner get around in the city. Nestas Situações, serão destacados aspectos funcionais e gramaticais da língua inglesa, incentivando o aluno a participar na criação e na improvisação de novos diálogos. Conteúdos: Apresentação de musicais, Standards, Pop songs e Play Rea ding para que esse aprendizado se faça de maneira prazerosa e eficaz facilitando a pronúncia, ritmo e entonação. Textos autênticos de jornais, revistas e séries de TV serão usados a fim de facilitar e melhorar a capacidade de compreensão e expressão. Márcia Krengiel - Especialista em Língua Inglesa/ UERJ. Diploma Cambridge University. Diploma University of Michigan Ann Arbor. Certificate-Teachers of English as a Second Language (University of Southern California -USC). Certificate Distance Learning Bowling Green State University/ BG OHIO. 34

35 LÍNGUAS ESTRANGEIRAS - SEDE-CENTRO Inglês regular Terças-feiras, de 15 de março a 21 de junho Turma B módulo 2 das 10 às 12h Quintas-feiras, 3 de março a 30 de junho Turma A módulo 3 das 10 às 12h Turma C módulo 2 das 16 às 18h SEGUNDA SEÇÃO Terças e quintas-feiras, de 15 de março a 21 de junho Turma D módulo 1 das 14 às 16h Objetivos: Desenvolver habilidades básicas de comunicação na língua inglesa (listening, speaking, reading, writing), com ênfase na fala. As atividades incluem o uso de diálogos em situações típicas do dia a dia, utilização de música para aprimoramento da pronúncia e da fluência, assim como outras formas de estímulos em sala, visando à desinibição no uso de uma segunda língua. Conteúdos: Verb to be, regular and irregular verbs (present, past, continuous forms); modal verbs; comparative and superlative; quantifiers, how many, how much; a, an, some, any; be going to (plans / predictions); present perfect. João Tatit - Professor de Inglês; Cultura Inglesa (cursos para Adultos); Certificate Overseas Teachers of English C.O.T.E.; T.T.C.; Diploma Cambridge University. Especialização Cultura e Instituições Britânicas (Bell Schools, London). Cursos Universidade Brasília: Treinamento Inglês Corporativo para Empresas (Petrobrás, Banco Central). Escola do Professor 35

36 LÍNGUAS ESTRANGEIRAS - SEDE-CENTRO Cursos de Italiano Conversação - L italiano in pratica Segundas-feiras, de 14 de março a 20 de junho Turma D módulo 8 das 14 às 16h Quartas-feiras, de 16 de março a 22 de junho Turma E módulo 6 das 10 às 12h Turma A módulo 12 das 14 às 16h Turma G módulo 2 das 16 às 18h Sextas-feiras, de 4 de março a 1 de julho Turma B módulo 10 das 16 às 18h Objetivos: Desenvolver o aprendizado do italiano e motivar a prática da língua, através de um curso rico em atividades lúdicas e culturais (música, vídeos, jogos, histórias em quadrinhos, textos etc). Conteúdos: Desenvolvimento das quatro habilidades (leitura, escrita, compreensão auditiva e expressão oral), com enfoque na prática comunicativa em situações do cotidiano, exercícios e discussão de textos. Aline Leal - Professora de italiano, certificato di Italiano come Lingua Straniera, Universidade de Siena, Itália. 36

37 LÍNGUAS ESTRANGEIRAS - BARRA Local: Subsede Barra da Tijuca Por curso Carga horária: 30 horas Vagas: máximo: 20 mínimo: 10 SEGUNDA SEÇÃO Valor: Sindicalizado e dependente: R$ (taxa de material) Não sindicalizado: R$ Associado de outra entidade de professor ou professor maior de 60 anos: R$ Cursos de Espanhol Conversação - Mientras juego, aprendo Quartas-feiras, de 16 de março a 22 de junho Turma E módulo 5 das 14 às 16h Turma F módulo 1 das 10 às 12h Objetivos: Aprender espanhol de maneira lúdica e prazerosa; conhecer os aspectos que compõem a cultura dos países hispanohablantes; trabalhar com situações do cotidiano que visem à prática efetiva do espanhol. Conteúdos: Gêneros textuais (quadrinhos, receitas, guias, s, cartas), vídeos atuais, jogos, canções diversificadas, dramatizações, exercícios de leitura e compreensão auditiva, gramática e exercícios comunicativos. Fabiana Oliveira de Souza - Especialista em Letramento (s) e Práticas Educacionais CEFET-RJ. Especialista em Literaturas Portuguesa e Africanas UFRJ. Licenciada em Letras Português-Espanhol UFRJ. Atuou durante quatro anos como professora de Língua Espanhola do nível básico ao avançado do CLAC - Cursos de Línguas Abertos à Comunidade, Programa de Extensão da UFRJ. Escola do Professor 37

38 LÍNGUAS ESTRANGEIRAS - BARRA Cursos de Francês Conversação - Le plaisir de parler Segundas-feiras, de 14 de março a 20 de junho Turma J módulo 6 das 14 às 16h Turma K módulo 3 das 16 às 18h Turma M módulo 1 das 10 às 12h Quintas-feiras, de 3 de março a 30 de junho Turma L módulo 4 das 17 às 19h Objetivos: Motivar a aprendizagem da língua francesa, através de situações cotidianas e lúdicas. Ana Sylvia Fernandes - Formada pela Alliance Française de Paris e graduada em Literatura Francesa pela Sorbonne. 38

39 LÍNGUAS ESTRANGEIRAS - BARRA Cursos de Inglês Conversação It s never late...come on... give it a try!!! Segundas-feiras, 14 de março a 20 de junho Turma C - módulo 5 das 10 às 12h Professora Elizabeth Turma F módulo 5 das 14h às 16h Professora Elizabeth SEGUNDA SEÇÃO Terças-feiras, de 15 de março a 21 de junho Turma E módulo 2 das 14 às 16h Professora Elizabeth Quartas-feiras, de 16 de março a 22 de junho Turma D módulo 9 das 10 às 12h Professora Karen Turma B módulo 7 das 14h às 16h Professora Karen Turma A módulo 9 das 16 às 18h Professora Karen Quintas-feiras, de 3 de março a 30 de junho Turma G módulo 3 das 15h30 às 17h30 Professora Elizabeth Objetivos: Motivar os alunos para o aprendizado da língua inglesa, através de um programa que envolve conteúdos de ensino tradicional com um tempero moderno e dinâmico. Conteúdos: Conversação, leitura, escrita, estruturas gramaticais. Karen Holmvard - Formada pela Sociedade de Cultura Inglesa/Universidade de Cambridge. Elizabeth Varges de Souza - Professora de Português/ Inglês/especialista em Língua Inglesa/UERJ e Doutora em Estudos de Linguagem/PUC-Rio. Escola do Professor 39

40 LÍNGUAS ESTRANGEIRAS - BARRA Cursos de Italiano Conversação Quintas-feiras, de 3 de março a 30 de junho Turma A módulo 6 das 14 às 16h Objetivos: Estudo dos níveis e registro na língua italiana, com ênfase em conversação, verificação de elementos básicos constituintes da língua, leitura e discussão de textos autênticos. Conteúdos: Pronúncia, o alfabeto italiano; presente dos verbos auxiliares ser e ter ; verbos regulares e irregulares; uso dos pronomes e das preposições; pedir e dar informações; apresentar-se e saudar; localizar no espaço; descrever lugar e pessoa; vocabulário útil. Alexandro Campos Menezes - Bacharel em Letras Português/Italiano/UFRJ. Curso de Língua Italiana/ Instituto Italiano di Cultura di Rio de Janeiro. 40

41 TERCEIRA SEÇÃO SINDTOUR Escola do Professor 41

42 VIAGEM PARATY À primeira vista, parece que o tempo parou em Paraty, uma cidadezinha espremida entre a serra e o mar e que teve seu apogeu no Ciclo do Ouro. No Centro Histórico, a moldura é formada por preservados casarões coloniais, igrejas dos séculos XVIII e XIX e ruas calçadas pelos escravos em pedras pés-de-moleque, onde o tráfego de automóveis é proibido. Mas basta circular pelas ruelas para conferir uma cidade pulsante, charmosa, com gente, sotaques e paladares do mundo inteiro, combinando tradição e modernidade. Saída, Sexta-feira, 03 de junho Retorno: Domingo, 05 de junho Hospedagem: Pousada Porto Imperial Valores: Consultar agência Passeios previstos: Cachoeira do Bananal, Piscina do Cachadaço e Vila de Trindade e Quilombo do Campinho (a realização dos passeios dependerá da disponibilidade de tempo). Agência - Festival Viagens, Turismo, Transportes e Eventos Rua Senador Dantas, 117, sala 526 Centro - Rio Telefones: / / /

43 PASSEIO CULTURAL O morro da Conceição, seu entorno e a cidade do Rio de Janeiro O Morro da Conceição conserva fragmentos da história da cidade do Rio de Janeiro, que poucos cariocas conhecem. O roteiro proposto pretende apresentar esses fragmentos da história, analisando os traçados de suas ruas e de suas construções. TERCEIRA SEÇÃO Sábado, 14 de maio, das 9 às 13h Valor: R$ 30 Ponto de Encontro: Igreja de Santa Rita Largo de Santa Rita, às 8h30 Percurso: Largo de Santa Rita Igreja de Santa Rita de Cássia; Beco da Sardinha; Morro da Conceição antigo Palácio Episcopal (atual Divisão de Levantamento do Serviço Geográfico do Exército), Fortaleza da Conceição, Rua do Jogo da Bola, Valongo, Pedra do Sal, Largo da Prainha Capela de São Francisco da Prainha; Jardins Suspensos da Imperatriz; Praça Mauá Edifício A Noite, estátua de Mauá e o MAR. Escola do Professor 43

44 COPAP MANHÃS CULTURAIS E PASSEIOS 44

45 PROGRAMAÇÃO Passeio da Copap à Fazenda Ponte Alta MARÇO Tempo de Saudade toda 3ª quarta-feira do mês Local: Sede Centro Sexta-feira, 11, às 10h - Trocando Ideias, bate-papo descontraído sobre fatos do momento e atividades na COPAP. Sexta-feira, 18, às 10h Comemoração do Dia da Mulher Local: Sede Centro ABRIL Sexta-feira, 1 Visita ao Museu do Amanhã e MAR / Praça Mauá Ponto de Encontro: em frente ao Museu do Amanhã, às 9h Sexta-feira, 8, às 10h Roda de poesia com Laura Esteves, escritora, participante do grupo Poesia simplesmente Local: Sede - Centro Sexta-feira, 15, às 10h Trocando Ideias, bate-papo descontraído sobre fatos do momento e atividades na COPAP Local: Sede-Centro Escola do Professor 45

46 PROGRAMAÇÃO Sexta-feira, 29, às 10h Trocando Ideias, bate-papo descontraído sobre fatos do momento e atividades na COPAP Local: Sede-Centro MAIO Sexta-feira, 6, às 10h Oficina Arte Terapia com Marcia Vasconcellos, co-autora do livro Criando Histórias, Criando Vidas Local: Sede-Centro Sexta-feira, 13 Passeio: Posse dos Coutinhos e suas cachoeiras em Tanguá. Almoço e visita a uma casa de farinha Saída: às 9h da Sede-centro Transporte: Sob consulta Sexta-feira, 20, às 10h Trocando Ideias, bate-papo descontraído sobre fatos do momento e atividades na COPAP Local: Sede-Centro JUNHO Sexta-feira, 3, às 10h Palestra: História da Música do Rio de Janeiro com Paulo Rego, bacharel em Saxofone e bacharelando em composição/ufrj, músico profissional, compositor e arranjador. Professor de prática de conjunto no curso de extensão/ufrj Local: Sede-Centro Sexta-feira, 10, às 10h Festa Arraiá da Copap Local: Sede-Centro Sexta-feira, 17, às 10h Trocando Ideias, bate-papo descontraído sobre fatos do momento e atividades na COPAP Local: Sede-Centro 46

47 PROGRAMAÇÃO Sexta-feira, 24, às 10h Visita ao Palácio do Catete Ponto de Encontro: Porta principal do Palácio JULHO Sexta-feira, 1 - Palestra: Olimpíadas (a confirmar) Sexta-feira, 8, às 10h Visita ao bairro de Santa Teresa Ponto de Encontro: Estação dos Bondes/ Centro Sexta-feira, 15, às 10h Trocando Ideias, bate-papo descontraído sobre fatos do momento e atividades na COPAP Local: Sede-Centro Sexta-feira, 22, às 10h Show de Música Paulo Rego Local: Sede-Centro Sábado, 30, das 18 às 23h Chora Cavaco Local: Subsede Campo Grande. Transporte: Sob consulta AGOSTO São Paulo Cultural Num período entre 5 e 22 de agosto Aguardem valores Escola do Professor 47

48 DIRETORIA DO SINPRO-RIO Diretoria Executiva Presidente Oswaldo Luis Cordeiro Teles 1º Vice-presidente Afonso Celso Teixeira 2º Vice-presidente Dilson Ribeiro da Silveira 1º Secretário Marcelo Pereira 2º Secretário João Jorge de Araújo Armênio 1º Tesoureiro Antônio Rodrigues da Silva 2º Tesoureiro Arnaldo Borba Júnior Procurador Elson Simões de Paiva 2ª Diretora do Jurídico Fátima Rodrigues da Silva Diretor de Organização Sindical Helio de Oliveira Maia 1º Diretor de Comunicação Marcio Franco Xavier Vieira 2ª Diretora de Comunicação Marina Job V. de F. Espírito Santo Diretora de Patrimônio Leila dos Santos Azevedo 1ª Diretora de Educação e Cultura Yara Maria Pereira 2ª Diretora de Educação e Cultura Maria Marta de Andrade Cerqueira Conselho Fiscal Adalgisa Burity Silva Fernando Luis Di Giorgio João Paulo Câmara Chaves Marcos Alexandre Souza Gomes Ricardo Carvalho de Faria Wellington Freitas da Silva Diretoria Plena Ana Cláudia de Souza Nogueira André Luiz de Azevedo Andrea Cristina Teodoro Antônio César Pereira Carlos Alberto Absalão de Souza Dayse Soares Deyse de Souza Coutinho Eliza Barbosa de Souza Estevão Fábio Rodrigo Conde Fábio Tadeu de Macedo Santana Fábio Emídio Linhares de Souza Fernando Luís Di Giorgio Glorya Ramos Gustavo Henrique Cornélio Helcio França Alvim Filho Ireni Felizardo Ivan Guimarães Proença Jayram Saraiva Uchoa José Carlos Madureira Siqueira Laio Lopes Luciano Wilser da Costa Zarur Luiz Henrique Rodrigues Bandeira Marcelo Ferreira de Santanna Márcio Antônio Guimarães Aguiar Marco Túlio Paolino Marcos Costa Mário Maturo Coutinho Neide Hanan Orlando Falsett Filho Patrícia D. M. A. Pereira Paulo Roberto Gentil Leal Solange José Dias Valdeci Borges Valéria Cristina Rezende Lobo Valéria de Albuquerque Vânia Siciliano Aieta Luis Augusto Borges Leão FILIADO À FETEERJ CONTEE CUT Assessora Pedagógica: Leda Fraguito Assistente de Produção: Marilac Castor Projeto Gráfico e Diagramação: Polygraf Tiragem: Impressão: 3Graf 48

CATÁLOGO DO CURSO DE PEDAGOGIA Modalidade a Distância

CATÁLOGO DO CURSO DE PEDAGOGIA Modalidade a Distância CATÁLOGO DO CURSO DE PEDAGOGIA Modalidade a Distância ATOS LEGAIS DO CURSO: Nome do Curso: Pedagogia Tempo de Integralização: Mínimo: 8 semestres Máximo: 14 semestres Nome da Mantida: Centro Universitário

Leia mais

C1 MOD 1. BRINCANDO PARA CONSTRUIR O NÚMERO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

C1 MOD 1. BRINCANDO PARA CONSTRUIR O NÚMERO NA EDUCAÇÃO INFANTIL Formação de professores Programação 1ºsemestre de 2015 A proximidade com professores, ouvindo-os em suas questões cotidianas, nos fez organizar a programação do 1º semestre de 2015, a partir de eixos que

Leia mais

Av. Gen. Carlos Cavalcanti, 4748 - CEP 84030-900 - Tel. 0** (42) 220-3000 - Ponta Grossa Pr. - www.uepg.br

Av. Gen. Carlos Cavalcanti, 4748 - CEP 84030-900 - Tel. 0** (42) 220-3000 - Ponta Grossa Pr. - www.uepg.br CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA Turno: MATUTINO/NOTURNO MATUTINO CURRICULO Nº 1 NOTURNO CURRICULO Nº 1 Reconhecido pelo Decreto nº 3.554 de 15.02.01, D.O.E. de 16.02.01. Renovação de Reconhecimento

Leia mais

Coordenação Pedagógica Educação Infantil e 1º Ano Ensino Fundamental I Profª. Hevelyn Tatiane Silva Barcelos Campelo

Coordenação Pedagógica Educação Infantil e 1º Ano Ensino Fundamental I Profª. Hevelyn Tatiane Silva Barcelos Campelo 01 Direção: Profª Renata Teixeira Junqueira Freire Vice Direção Administrativa: Márcio Lóes Alcalá Coordenação Pedagógica Educação Infantil e 1º Ano Ensino Fundamental I Profª. Hevelyn Tatiane Silva Barcelos

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Educação

Programa de Pós-Graduação em Educação 52 URIARTE, Mônica Zewe. 33 Programa de Pós-Graduação em Educação Resumo: Este artigo apresenta informações sobre a experiência da UNIVALI quanto ao ensino de artes no Curso de Pedagogia, preparado para

Leia mais

Orientações Curriculares Nacionais para a Educação Infantil

Orientações Curriculares Nacionais para a Educação Infantil Orientações Curriculares Nacionais para a Educação Infantil Secretaria de Educação Básica Ministério da Educação Processo de revisão DCNEI Encontros Nacionais Reuniões Seminários Audiências Parcerias Perspectivas

Leia mais

HUMANAS. Página na web: www.fea.ufjf.br CIÊNCIAS ECONÔMICAS. Apresentação:

HUMANAS. Página na web: www.fea.ufjf.br CIÊNCIAS ECONÔMICAS. Apresentação: HUMANAS ADMINISTRAÇÃO Os alunos de Administração da UFJF graduam-se na modalidade Bacharelado e podem escolher entre as opções de especialização: Administração de Empresas e Administração Pública. O curso

Leia mais

Caracterização da Escola

Caracterização da Escola 28 O CORDEL DOS TIRADENTES Flávia Helena Pontes Carneiro* helena.flavia@gmail.com *Graduada em Pedagogia, Mestre em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, Professora

Leia mais

Escola Estadual de Ensino Fundamental República EEEFR. Rio de Janeiro, Novembro de 2015 Número 13 - Ano 7 PAISAGISMO NA ESCOLA

Escola Estadual de Ensino Fundamental República EEEFR. Rio de Janeiro, Novembro de 2015 Número 13 - Ano 7 PAISAGISMO NA ESCOLA Rio de Janeiro, Novembro de 2015 Número 13 - Ano 7 Escola Estadual de Ensino Fundamental República EEEFR Página 1 Editorial Nesta edição Página 1 Paisagismo na escola Página 2 Feira Cultural Página 3 Exposoção

Leia mais

PRÉ-FLI PROGRAMAÇÃO COMPLETA

PRÉ-FLI PROGRAMAÇÃO COMPLETA OFICINAS DE LEITURA E ESCRITA PRÉ-FLI PROGRAMAÇÃO COMPLETA Anúncios Literários, com Ericka Martin Leitura do livro "Chapeuzinho (Anuncie aqui) Vermelho", seguida da criação de anúncios para a história

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MATA DE SÃO JOÃO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE MATA DE SÃO JOÃO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE MATA DE SÃO JOÃO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2015 Dispõe orientações sobre a realização da Avaliação Anual Interna da Secretaria Municipal de Educação

Leia mais

Curso de Pedagogia Ementário da Matriz Curricular 2010.2

Curso de Pedagogia Ementário da Matriz Curricular 2010.2 1ª FASE 01 BIOLOGIA EDUCACIONAL A Biologia educacional e os fundamentos da educação. As bases biológicas do crescimento e desenvolvimento humano. A dimensão neurológica nos processos básicos: os sentidos

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO. Pós-graduação

MANUAL DO CANDIDATO. Pós-graduação MANUAL DO CANDIDATO Pós-graduação Prezado(a) Candidato(a), Agradecemos o interesse pelos nossos cursos. Este manual contém informações básicas pertinentes ao curso, tais como: objetivos do curso e das

Leia mais

O DIÁLOGO COM AS CRIANÇAS PEQUENAS - REFLEXÕES SOBRE O COTIDIANO INFANTIL

O DIÁLOGO COM AS CRIANÇAS PEQUENAS - REFLEXÕES SOBRE O COTIDIANO INFANTIL O DIÁLOGO COM AS CRIANÇAS PEQUENAS - REFLEXÕES SOBRE O COTIDIANO INFANTIL Viviane Cardoso¹ Resumo: O objetivo desse artigo é refletir como os ideais da pedagogia freireana tem contribuído para as práticas

Leia mais

A DINÂMICA DOS ATELIÊS DO CAIC/UEPG CENTRO DE ATENÇÃO INTEGRAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (PERÍODO INTEGRAL): PROJETO EM AÇÃO/REFLEXÃO/AÇÃO

A DINÂMICA DOS ATELIÊS DO CAIC/UEPG CENTRO DE ATENÇÃO INTEGRAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (PERÍODO INTEGRAL): PROJETO EM AÇÃO/REFLEXÃO/AÇÃO 11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA (X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA A DINÂMICA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG 1º SEMESTRE 2º SEMESTRE 3º SEMESTRE 4º SEMESTRE 5º SEMESTRE

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG 1º SEMESTRE 2º SEMESTRE 3º SEMESTRE 4º SEMESTRE 5º SEMESTRE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700 Alfenas / MG - CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 Dinâmica Curricular do Curso

Leia mais

Pós graduação EAD Área de Educação

Pós graduação EAD Área de Educação Pós graduação EAD Área de Educação Investimento: a partir de R$ 109,00 mensais. Tempo de realização da pós graduação: 15 meses Investimento: R$109,00 (acesso ao portal na internet e livros em PDF). Ou

Leia mais

CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS

CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS Turno: VESPERTINO Autorizado pela Resolução UNIV. nº 25, de16 de setembro de 2002. Para completar o currículo pleno do curso superior de graduação em Licenciatura

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA/IRATI - EAD (Currículo iniciado em 2010)

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA/IRATI - EAD (Currículo iniciado em 2010) EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA/IRATI - EAD (Currículo iniciado em 2010) COMUNICAÇÃO, EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA C/H 68 (D0031/I) Informação e conhecimento no processo educativo. Recursos de

Leia mais

EDITAL DE OCUPAÇÃO CRIATIVA Circuito Cultural Ribeira Ciclo 3 Segundo Edital

EDITAL DE OCUPAÇÃO CRIATIVA Circuito Cultural Ribeira Ciclo 3 Segundo Edital EDITAL DE OCUPAÇÃO CRIATIVA Circuito Cultural Ribeira Ciclo 3 Segundo Edital Em 17 edições o Circuito Cultural Ribeira ativou a participação de mais de 500 atrações culturais parceiras e a visita de mais

Leia mais

MATEMÁTICA EM TODA PARTE II

MATEMÁTICA EM TODA PARTE II MATEMÁTICA EM TODA PARTE II Episódio: Matemática na Cidade Resumo O Episódio Matemática na Cidade, o segundo da série Matemática em Toda Parte II, vai abordar situações envolvendo fluxo e movimento nas

Leia mais

APRESENTAÇÃO 1 INTRODUÇÃO

APRESENTAÇÃO 1 INTRODUÇÃO APRESENTAÇÃO Definida como primeira etapa da educação básica, a educação infantil passou a ser parte intrínseca do processo educacional e, consequentemente do sistema de ensino. Sem essa primeira etapa

Leia mais

OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS

OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS APRENDER BRINCANDO INVESTIDAS DA PRÁTICA EDUCACIONAL EM ESPAÇOS NÃO ESCOLARES JUNTO AO PROGRAMA INTEGRAÇÃO AABB COMUNIDADE, UMA EXPERIÊNCIA COM CRIANÇAS E JOVENS DA REDE PÚBLICA DE ENSINO DA CIDADE DE

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2016/1

PROCESSO SELETIVO 2016/1 Prezado(a) Vestibulando(a). Bem-vindo ao Vestibular 2016-1 da FACULDADE RAÍZES! Nosso desejo é que você se torne um profissional capaz de competir no mercado de trabalho e de conquistar o seu espaço exercendo

Leia mais

EDITAL N.º 026/2015. 3.1. Desenvolvimento Profissional, Trabalho Docente e Processo de Ensinoaprendizagem

EDITAL N.º 026/2015. 3.1. Desenvolvimento Profissional, Trabalho Docente e Processo de Ensinoaprendizagem EDITAL N.º 026/2015 Por ordem do senhor Reitor da Universidade de Uberaba, Dr. Marcelo Palmério, a Pró Reitoria de Pesquisa, Pós Graduação e Extensão declara abertas as inscrições para o processo de seleção

Leia mais

O ENSINO DE E/LE NA EJA UMA EXPERIÊNCIA POSITIVA NUMA ESCOLA DA REDE MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO. VIVAS, Michele Abreu (UFRJ)

O ENSINO DE E/LE NA EJA UMA EXPERIÊNCIA POSITIVA NUMA ESCOLA DA REDE MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO. VIVAS, Michele Abreu (UFRJ) O ENSINO DE E/LE NA EJA UMA EXPERIÊNCIA POSITIVA NUMA ESCOLA DA REDE MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO. VIVAS, Michele Abreu (UFRJ) Esta proposta pretende mostrar um panorama do ensino de espanhol como língua

Leia mais

DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS 31 ANEXO VI EMENTÁRIO EMENTAS: DISCIPLINAS POR PERÍODO RECOMENDADO DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS PRIMEIRO PERÍODO HDI0123 HFC0065 HFC0067 HFE0068 HFE0051 HFE0054 INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS CIENTÍFICOS EM EDUCAÇÃO

Leia mais

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2008.1

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2008.1 01 BIOLOGIA EDUCACIONAL Fase: 1ª Carga Horária: 60 h/a Prática: 15 h/a Créditos: 4 A Biologia e o educador. Herança e meio, a hereditariedade. Reprodução humana. As funções vegetativas (digestão e alimentos,

Leia mais

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2008.1

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2008.1 01 BIOLOGIA EDUCACIONAL Fase: 1ª Carga Horária: 60 h/a Prática: 15 h/a Créditos: 4 A Biologia e o educador. Herança e meio, a hereditariedade. Reprodução humana. As funções vegetativas (digestão e alimentos,

Leia mais

DISCIPLINAS DE FORMAÇÃO BÁSICA GERAL

DISCIPLINAS DE FORMAÇÃO BÁSICA GERAL CURSO DE LICENCIATURA EM MÚSICA Turno: VESPERTINO Currículo nº 2 Reconhecido pelo Decreto nº. 3.598, de 14.10.08, D.O.E. nº 7.827 de 14.10.08, e complementação do reconhecimento pelo Decreto nº. 5.395,

Leia mais

MATEMÁTICA: É PRECISO LER, ESCREVER E SE ENVOLVER

MATEMÁTICA: É PRECISO LER, ESCREVER E SE ENVOLVER MATEMÁTICA: É PRECISO LER, ESCREVER E SE ENVOLVER Nilton Cezar Ferreira 1 Por mais de dois séculos já se faz reformas curriculares no Brasil, no entanto nenhuma dessas reformas conseguiu mudar de forma

Leia mais

EMEI PROFº ANTONIO CARLOS PACHECO E SILVA PROJETO PEDAGÓGICO 2012 BRINCAR NÃO É BRINCADEIRA...

EMEI PROFº ANTONIO CARLOS PACHECO E SILVA PROJETO PEDAGÓGICO 2012 BRINCAR NÃO É BRINCADEIRA... EMEI PROFº ANTONIO CARLOS PACHECO E SILVA PROJETO PEDAGÓGICO 2012 BRINCAR NÃO É BRINCADEIRA... JUSTIFICATIVA Desde o nascimento a criança está imersa em um contexto social, que a identifica enquanto ser

Leia mais

Município de Caçapava Secretaria Municipal de Educação Estado de São Paulo

Município de Caçapava Secretaria Municipal de Educação Estado de São Paulo Lote 2 I - OBJETO DO CONTRATO: Município de Caçapava ANEXO I - TERMO DE REFÊRENCIA Contratação de Pessoa Jurídica para a prestação de serviços continuados de Assessoria Educacional, Formação e Capacitação

Leia mais

Conhecendo O. História. Aprender com emoção, aprender para sempre. Nesta Edição:

Conhecendo O. História. Aprender com emoção, aprender para sempre. Nesta Edição: Página 1 Conhecendo O Nesta Edição: História 1 Corpo Docente Visita à Sabesp 2 Visita à Prefeitura Feira de Ciências 3 Festa Junina Festa do dia das mães 4 Visita ao Lar Irmã Julia Visita ao Viveiro Projeto

Leia mais

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Currículo 07/02/2012 19:33

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Currículo 07/02/2012 19:33 7//1 19:33 Centro de Ciências da Educação Curso: 9 Pedagogia (Noturno) Currículo: 11/ 1 CNA.157.-3 Biologia Humana Ementa: Natureza Biológica e Visão Sistêmica do Ser humano. Sistemas do corpo humano.

Leia mais

ESCOLA ESPECIAL RENASCER- APAE PROFESSORA: JULIANA ULIANA DA SILVA

ESCOLA ESPECIAL RENASCER- APAE PROFESSORA: JULIANA ULIANA DA SILVA ESCOLA ESPECIAL RENASCER- APAE PROFESSORA: JULIANA ULIANA DA SILVA PROJETO: ARTES NA EDUCAÇÃO ESPECIAL O CORPO E A MENTE EM AÇÃO LUCAS DO RIO VERDE 2009 APRESENTAÇÃO Em primeiro lugar é preciso compreender

Leia mais

PROJETO CIRANDA DAS ARTES

PROJETO CIRANDA DAS ARTES Prefeitura Municipal de Petrópolis Conselho Municipal de Cultura Fundação de Cultura e Turismo PROJETO CIRANDA DAS ARTES APRESENTAÇÃO A arte é uma forma de expressão produzida pelo homem para manifestar

Leia mais

A PRÁTICA PEDAGÓGICA E O ESTUDO ETNOGRÁFICO NA ESCOLA COMO INSTRUMENTO PARA A SUPERAÇÃO DA DESIGUALDADE RACIAL

A PRÁTICA PEDAGÓGICA E O ESTUDO ETNOGRÁFICO NA ESCOLA COMO INSTRUMENTO PARA A SUPERAÇÃO DA DESIGUALDADE RACIAL Universidade Federal de Santa Maria I Seminário Políticas Públicas e Ações Afirmativas Universidade Federal de Santa Maria Observatório de Ações Afirmativas 20 e 21 de outubro de 2015 A PRÁTICA PEDAGÓGICA

Leia mais

EVENTOS COMO FORMA DE MEMÓRIA

EVENTOS COMO FORMA DE MEMÓRIA 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( x ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA EVENTOS COMO FORMA DE MEMÓRIA Apresentador 1 Merylin Ricieli

Leia mais

ARTE NA EDUCAÇÃO ESPECIAL

ARTE NA EDUCAÇÃO ESPECIAL ARTE NA EDUCAÇÃO ESPECIAL Ione Rossi Ribeiro Professora de Artes da APAE de Tupaciguara, graduada em Artes Plásticas pela Universidade Federal de Uberlândia e pós-graduada em Educação Especial pelas Faculdades

Leia mais

Licenciatura em Espanhol

Licenciatura em Espanhol Licenciatura em Espanhol Rebeka Caroça Seixas Apresentação e Objetivos Estamos bem adiantados em nosso curso. Já falamos sobre o conceito de arte, conhecendo um pouco de cada linguagem artística. Hoje,

Leia mais

PREFEITO INAUGURA SEDE DO PÓLO DA UAB SÃO CARLOS

PREFEITO INAUGURA SEDE DO PÓLO DA UAB SÃO CARLOS PREFEITO INAUGURA SEDE DO PÓLO DA UAB SÃO CARLOS O prefeito Newton Lima inaugurou, na manhã de domingo, dia 14, a nova sede da Universidade Aberta do Brasil (UAB), que passa a funcionar no antigo prédio

Leia mais

ENTREVISTA Alfabetização na inclusão

ENTREVISTA Alfabetização na inclusão ENTREVISTA Alfabetização na inclusão Entrevistadora:Amarílis Hernandes Santos Formação: Aluna da graduação de Pedagogia USP Formada em Ciências Biológicas Mackenzie Contato: amarilishernandes@yahoo.com.br

Leia mais

ESCOLA TARSILA DO AMARAL, UMA EXPERIÊNCIA EDUCATIVA CRIATIVA

ESCOLA TARSILA DO AMARAL, UMA EXPERIÊNCIA EDUCATIVA CRIATIVA ESCOLA TARSILA DO AMARAL, UMA EXPERIÊNCIA EDUCATIVA CRIATIVA Karina Ariela Crespo Marchini Coordenadora de Saúde Escola Tarsila do Amaral Odontopediatra Pedagogia (em curso) na Pontifica Universidade Catolica

Leia mais

Sind-UTE/MG participa do Ciclo de Debates sobre os 50 anos da Ditadura Militar

Sind-UTE/MG participa do Ciclo de Debates sobre os 50 anos da Ditadura Militar Sind-UTE/MG participa do Ciclo de Debates sobre os 50 anos da Ditadura Militar Enviado por Eficaz Comunicação 02-Abr-2014 PQN - O Portal da Comunicação Eficaz Comunicação O Sindicato Único dos Trabalhadores

Leia mais

O PAPEL DA FORMAÇÃO CONTINUADA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: ATUAÇÃO DO NEPIEC NO PROINFANTIL 1

O PAPEL DA FORMAÇÃO CONTINUADA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: ATUAÇÃO DO NEPIEC NO PROINFANTIL 1 O PAPEL DA FORMAÇÃO CONTINUADA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: ATUAÇÃO DO NEPIEC NO PROINFANTIL 1 ALVES, Nancy Nonato de Lima i ; BARBOSA, Ivone Garcia ii ; SOARES, Marcos Antônio iii ; SILVEIRA, Telma Aparecida

Leia mais

1º CONGRESSO DE DIVERSIDADE CULTURAL E INTERCULTURALIDADE DE ANGRA DOS REIS

1º CONGRESSO DE DIVERSIDADE CULTURAL E INTERCULTURALIDADE DE ANGRA DOS REIS 1º CONGRESSO DE DIVERSIDADE CULTURAL E INTERCULTURALIDADE DE ANGRA DOS REIS Realização INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE ANGRA DOS REIS UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE IEAR/UFF Parcerias Secretaria Municipal de

Leia mais

QUANTO É? PALAVRAS-CHAVE: Aulas investigativas, lúdico, aprendizagem. INTRODUÇÃO

QUANTO É? PALAVRAS-CHAVE: Aulas investigativas, lúdico, aprendizagem. INTRODUÇÃO QUANTO É? Danielle Ferreira do Prado - GEEM-UESB RESUMO Este trabalho trata sobre um trabalho que recebeu o nome de Quanto é? que foi desenvolvido depois de vários questionamentos a cerca de como criar

Leia mais

Atividades Extraclasse

Atividades Extraclasse Atividades Extraclasse No Marista Ipanema, o estudante também aprende e desenvolve habilidades além da sala de aula, através de atividades esportivas, artísticas e culturais. Conheça cada uma das modalidades

Leia mais

20 Anos de Tradição Carinho, Amor e Educação.

20 Anos de Tradição Carinho, Amor e Educação. Colégio Tutto Amore Colégio Sapience Carinho, Amor e Educação. Trabalhamos com meio-período e integral em todos os níveis de ensino. www.tuttoamore.com.br Nossa História No ano de 1993 deu-se o ponto de

Leia mais

PROFESSORA: GISELE GELMI. LOCAL: SÍTIO BANDEIRANTES

PROFESSORA: GISELE GELMI. LOCAL: SÍTIO BANDEIRANTES EMEF ANTÔNIO ANDRADE GUIMARÃES PROJETO CONSCIÊNCIA NEGRA: EDUCAÇÃO NÃO TEM COR. PROFESSORA: GISELE GELMI. LOCAL: SÍTIO BANDEIRANTES Todo brasileiro, mesmo o alvo, de cabelo louro, traz na alma, quando

Leia mais

Aula lá fora. Episódio 9: Paranapiacaba. Palavras-chave Aula lá fora, escola, pedagogia, pesquisa, meio ambiente, formação de professores.

Aula lá fora. Episódio 9: Paranapiacaba. Palavras-chave Aula lá fora, escola, pedagogia, pesquisa, meio ambiente, formação de professores. Aula lá fora Episódio 9: Paranapiacaba Resumo Este vídeo exibe o episódio n o 9 da série Aula lá fora e trata do tema Meio ambiente. O episódio mostra as atividades desenvolvidas na preparação, realização

Leia mais

Como funciona uma aula de inglês na Language Plus

Como funciona uma aula de inglês na Language Plus Como funciona uma aula de inglês na Language Plus professores nativos de inglês. Sobre os Cursos da Language Plus Os Cursos de Inglês da Language Plus foram desenhados especialmente para os profissionais

Leia mais

PROJETO DE VIVÊNCIA 2016.1

PROJETO DE VIVÊNCIA 2016.1 FACULDADE PIO DÉCIMO LICENCIATURA EM QUÍMICA ENSINO DE QUÍMICA ÁREA 4 PROF a MARIA ANTÔNIA ARIMATÉIA FREITAS QUESTÃO 01 Com base na projeção da população brasileira para o período 2010-2040 apresentada

Leia mais

Metodologia Para a realização desse trabalho foi analisado o Documento orientador

Metodologia Para a realização desse trabalho foi analisado o Documento orientador FORMAÇÃO CONTINUADA: UMA ANÁLISE DA APLICAÇÃO DO SISMÉDIO NA ESCOLA PROFESSOR JOSÉ SOARES DE CARVALHO- GUARABIRA-PB Gyslâynne Mary dos Santos Hermenegildo Rodrigues EEEFM Professor José Soares de Carvalho

Leia mais

RE-ENCONTRANDO COM O ENSINO DA ARTE EM UMA ESCOLA ESTADUAL DO ENSINO FUNDAMENTAL

RE-ENCONTRANDO COM O ENSINO DA ARTE EM UMA ESCOLA ESTADUAL DO ENSINO FUNDAMENTAL RE-ENCONTRANDO COM O ENSINO DA ARTE EM UMA ESCOLA ESTADUAL DO ENSINO FUNDAMENTAL Joelma Cellin Escola Estadual de Ensino Fundamental Eliseu Lofego, Cachoeiro de Itapemirim-ES 1 INTRODUÇÃO Após um período

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL NA CIDADE DE AREIA-PB: DO MUSEU PARA A COMUNIDADE

A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL NA CIDADE DE AREIA-PB: DO MUSEU PARA A COMUNIDADE A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL NA CIDADE DE AREIA-PB: DO MUSEU PARA A COMUNIDADE Resumo Natália Cândido da Cruz Silva 1 - UFPB Márcia Verônica Costa Miranda 2 - UFPB Rebeca Nogueira Martins 3 -

Leia mais

PRÁTICAS LÚDICAS NO PROCESSO DE AQUISIÇÃO DA LÍNGUA ESCRITA DO INFANTIL IV E V DA ESCOLA SIMÃO BARBOSA DE MERUOCA-CE

PRÁTICAS LÚDICAS NO PROCESSO DE AQUISIÇÃO DA LÍNGUA ESCRITA DO INFANTIL IV E V DA ESCOLA SIMÃO BARBOSA DE MERUOCA-CE 1 PRÁTICAS LÚDICAS NO PROCESSO DE AQUISIÇÃO DA LÍNGUA ESCRITA DO INFANTIL IV E V DA ESCOLA SIMÃO BARBOSA DE MERUOCA-CE 1 Rochelle Lopes da Silva- UVA 2 Andrea Abreu Astigarraga- UVA INTRODUÇÃO De acordo

Leia mais

PROCESSO N.º 711/10 PROTOCOLO N.º 10.300.357-1 PARECER CEE/CES N.º 156/10 APROVADO EM 04/05/10 INTERESSADA: UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA UEL

PROCESSO N.º 711/10 PROTOCOLO N.º 10.300.357-1 PARECER CEE/CES N.º 156/10 APROVADO EM 04/05/10 INTERESSADA: UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA UEL PROTOCOLO N.º 10.300.357-1 PARECER CEE/CES N.º 156/10 APROVADO EM 04/05/10 CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR INTERESSADA: UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA UEL MUNICÍPIO: LONDRINA ASSUNTO: Pedido de reconhecimento

Leia mais

A ARTE E A EXPRESSÃO CORPORAL NA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL 1

A ARTE E A EXPRESSÃO CORPORAL NA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 A ARTE E A EXPRESSÃO CORPORAL NA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 Ingrid Dos Santos Gonçalves 2, Sarai De Fátima Silveira De Souza 3, Andrisa Kemel Zanella 4. 1 projeto de extensão

Leia mais

ESTUDO DE CASO PSICOPEDAGÓGICO

ESTUDO DE CASO PSICOPEDAGÓGICO ESTUDO DE CASO PSICOPEDAGÓGICO Autora: Suellen Viviane Lemos Fernandes Co-autora: Maria Irene Miranda Bernardes Universidade Federal de Uberlândia suellenped65@hotmail.com Introdução O presente trabalho

Leia mais

COLEÇÃO LER E SER - Parecer Técnico Penildon Silva Filho

COLEÇÃO LER E SER - Parecer Técnico Penildon Silva Filho COLEÇÃO LER E SER - Parecer Técnico Penildon Silva Filho Dois assuntos atualmente recebem muita atenção dos educadores e gestores em Educação: o acompanhamento da evolução do Índice de Desenvolvimento

Leia mais

PLANEJAMENTO ATELIER CULTURAL FULL DAY COLÉGIO FARROUPILHA 2015

PLANEJAMENTO ATELIER CULTURAL FULL DAY COLÉGIO FARROUPILHA 2015 PLANEJAMENTO ATELIER CULTURAL FULL DAY COLÉGIO FARROUPILHA 2015 A Lezanfan apresenta a programação de atividades de Capoeira, Yoga e Artes para o Full Day 2015 Capoeira Professor Maicon Vieira Técnico

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR. NÚCLEO TEMÁTICO I CONCEPÇÃO E METODOLOGIA DE ESTUDOS EM EaD CÓD DISCIPLINAS E EMENTAS CARGA HORÁRIA

MATRIZ CURRICULAR. NÚCLEO TEMÁTICO I CONCEPÇÃO E METODOLOGIA DE ESTUDOS EM EaD CÓD DISCIPLINAS E EMENTAS CARGA HORÁRIA MATRIZ CURRICULAR MATRIZ CURRICULAR DA LICENCIATURA EM PEDAGOGIA COM HABILITAÇÃO PARA O MAGISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INFANTIL E DOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL NÚCLEO TEMÁTICO I CONCEPÇÃO E METODOLOGIA

Leia mais

Secretaria Municipal de Educação Claudia Costin Subsecretária Helena Bomeny Instituto Municipal Helena Antipoff Kátia Nunes

Secretaria Municipal de Educação Claudia Costin Subsecretária Helena Bomeny Instituto Municipal Helena Antipoff Kátia Nunes Secretaria Municipal de Educação Claudia Costin Subsecretária Helena Bomeny Instituto Municipal Helena Antipoff Kátia Nunes Instituto Municipal Helena Antipoff Educação Especial no Município do Rio de

Leia mais

ANALISANDO O USO DE JOGOS COMO AUXÍLIO NAS DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM MATEMÁTICA

ANALISANDO O USO DE JOGOS COMO AUXÍLIO NAS DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM MATEMÁTICA ANALISANDO O USO DE JOGOS COMO AUXÍLIO NAS DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM MATEMÁTICA Amanda dos Santos Souza (Licencianda em Matemática/UFPB - amanda.souza13@hotmail.com) Carla Manuelle Silva de Almeida

Leia mais

EDUCAÇÃO ALGÉBRICA, DIÁLOGOS E APRENDIZAGEM: UM RELATO DO TRABALHO COM UMA PROPOSTA DIDÁTICA 1

EDUCAÇÃO ALGÉBRICA, DIÁLOGOS E APRENDIZAGEM: UM RELATO DO TRABALHO COM UMA PROPOSTA DIDÁTICA 1 EDUCAÇÃO ALGÉBRICA, DIÁLOGOS E APRENDIZAGEM: UM RELATO DO TRABALHO COM UMA PROPOSTA DIDÁTICA 1 Claudemir Monteiro Lima Secretária de Educação do Estado de São Paulo claudemirmonteiro@terra.com.br João

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE ITABORAÍ ESTADO DO RIO DE JANEIRO

CÂMARA MUNICIPAL DE ITABORAÍ ESTADO DO RIO DE JANEIRO CÂMARA MUNICIPAL DE ITABORAÍ ESTADO DO RIO DE JANEIRO Meta 4: universalizar, para a população de 4 (quatro) a 17 (dezessete) anos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades

Leia mais

TEXTO RETIRADO DO REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA APAE DE PASSOS:

TEXTO RETIRADO DO REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA APAE DE PASSOS: TEXTO RETIRADO DO REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA APAE DE PASSOS: Art. 3º - A Escola oferece os seguintes níveis de ensino: I. Educação Infantil: de 0 a 05 anos de idade. Educação Precoce de 0 a 03 anos Educação

Leia mais

RESUMOS A BIDOCÊNCIA COMO CUIDADO COM OS SUJEITOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL DO COLÉGIO PEDRO II

RESUMOS A BIDOCÊNCIA COMO CUIDADO COM OS SUJEITOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL DO COLÉGIO PEDRO II RESUMOS A BIDOCÊNCIA COMO CUIDADO COM OS SUJEITOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL DO COLÉGIO PEDRO II Renata Santos Tatiana Mello A Educação Infantil do Colégio Pedro II se diferencia da maioria dos sistemas de ensino

Leia mais

Conversando sobre a REALIDADE. Propostas Educação. Ano 1 - nº 3 - Nov/15

Conversando sobre a REALIDADE. Propostas Educação. Ano 1 - nº 3 - Nov/15 Conversando sobre a REALIDADE social do BRASIL Propostas Educação Ano 1 - nº 3 - Nov/15 Partido da Social Democracia Brasileira Presidente: Senador Aécio Neves Instituto Teotônio Vilela Presidente: José

Leia mais

PROJETO MÚSICA NA ESCOLA

PROJETO MÚSICA NA ESCOLA Rede Salesiana de Escolas. Entusiasmo diante da vida. PROJETO MÚSICA NA ESCOLA Escola: Nossa Senhora Auxiliadora Níveis de Ensino: Fundamental II Coordenação Pedagógica: Maria das Graças L. N. Ferreira

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul FACULDADE DE EDUCAÇÃO

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul FACULDADE DE EDUCAÇÃO EMENTAS DAS DISCIPLINAS DA DISCIPLINA: EDUCAÇÃO EM ESPAÇOS NÃO FORMAIS: PESQUISA E PRÁTICA CODICRED: 142AU-04 EMENTA: Caracterização, organização e gestão dos espaços não-formais na promoção da aprendizagem

Leia mais

EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE E

EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE E EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE E QUALIDADE DE VIDA I. O QUE ENTENDEMOS POR EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE E QUALIDADE DE VIDA A educação para sustentabilidade objetiva o desenvolvimento da consciência

Leia mais

Projeto Leitura Viva na Vila Rubi Realizado pela Biblioteca do Centro Educacional Unificado CEU Vila Rubi

Projeto Leitura Viva na Vila Rubi Realizado pela Biblioteca do Centro Educacional Unificado CEU Vila Rubi 50 Relato de experiência Projeto Leitura Viva na Vila Rubi Realizado pela Biblioteca do Centro Educacional Unificado CEU Vila Rubi Anselina Oliveira Soares Coordenadora da Biblioteca - Biblioteca CEU Vila

Leia mais

Princípios Gerais da Psicopedagogia 30. Educação Psicomotora e Prática de jogos 30. Psicologia do Desenvolvimento 30.

Princípios Gerais da Psicopedagogia 30. Educação Psicomotora e Prática de jogos 30. Psicologia do Desenvolvimento 30. A Universidade Candido Mendes tem como mantenedora a Sociedade Brasileira de Instrução, a mais antiga instituição particular de ensino superior do país, fundada em 1902 pelo Conde Candido Mendes de Almeida,

Leia mais

COMUNICAÇÃO SOCIAL: Habilitação em Relações Públicas. Beatriz Alves Corrêa Nº USP: 7165852

COMUNICAÇÃO SOCIAL: Habilitação em Relações Públicas. Beatriz Alves Corrêa Nº USP: 7165852 COMUNICAÇÃO SOCIAL: Habilitação em Relações Públicas Beatriz Alves Corrêa Nº USP: 7165852 CBD0282 Formas, Estados e Processos da Cultura na Atualidade A USP hoje e daqui a 20 anos SÃO PAULO JULHO DE 2014

Leia mais

PROPOSTA DE TRABALHO ENSINO MÉDIO 2010. Pais e Alunos

PROPOSTA DE TRABALHO ENSINO MÉDIO 2010. Pais e Alunos PROPOSTA DE TRABALHO ENSINO MÉDIO 2010 Pais e Alunos Proposta de Trabalho Ensino Médio 2010 A partir de 2010 o nosso projeto pedagógico do Ensino Médio estará ainda mais comprometido com a formação integral

Leia mais

Beneficiário / Clientela:. Equipe envolvida na execução: ( 6 ) Número de docentes. ( ) Número de graduandos bolsistas

Beneficiário / Clientela:. Equipe envolvida na execução: ( 6 ) Número de docentes. ( ) Número de graduandos bolsistas FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária Ano 2015 Título do Projeto: Caminhada Pedagógica Tipo de Projeto: projeto

Leia mais

NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISA EM EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA: PROJETOS, PESQUISA E EXTENSÃO.

NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISA EM EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA: PROJETOS, PESQUISA E EXTENSÃO. NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISA EM EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA: PROJETOS, PESQUISA E EXTENSÃO. Palavras Chave: Educação Especial; Inclusão; Pesquisa; Introdução Mayra da Silva Souza UERJ Edicléa Mascarenhas

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FORMAÇÃO CONTINUADA EM EDUCAÇÃO INCLUSIVA. Parte 1 (solicitante)

Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FORMAÇÃO CONTINUADA EM EDUCAÇÃO INCLUSIVA. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

MONITORIA: EXPERIENCIA DA PESQUISA EM SALA DE AULA NO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA. Resumo

MONITORIA: EXPERIENCIA DA PESQUISA EM SALA DE AULA NO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA. Resumo 1 MONITORIA: EXPERIENCIA DA PESQUISA EM SALA DE AULA NO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA Resumo Patricia Santos de Barros/UFRJ A nossa vivência pedagógica situa-se no âmbito do curso de Licenciatura

Leia mais

Curso: Estudos Sociais Habilitação em História. Ementas das disciplinas: 1º Semestre

Curso: Estudos Sociais Habilitação em História. Ementas das disciplinas: 1º Semestre Curso: Estudos Sociais Habilitação em História Ementas das disciplinas: 1º Semestre Disciplina: Introdução aos estudos históricos Carga horária semestral: 80 h Ementa: O conceito de História, seus objetivos

Leia mais

Palavras-chaves: inclusão escolar, oportunidades, reflexão e ação.

Palavras-chaves: inclusão escolar, oportunidades, reflexão e ação. SOMOS IGUAIS OU DIFERENTES? PROJETO INCLUSÃO ENSINO FUNDAMENTAL Edilene Pelissoli Picciano¹ EE. Pq. Res. Almerinda Chaves - DE Jundiaí RESUMO Frente ao desafio de nossa atualidade, em garantir o acesso

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS DELIBERAÇÃO Nº 019/2014 CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

DIVERSIDADE CULTURAL, UM DESAFIO CONSTANTE DE CIDADANIA E CONSCIÊNCIA NO AMBIENTE ESCOLAR: APOIO TEÓRICO-PRÁTICO

DIVERSIDADE CULTURAL, UM DESAFIO CONSTANTE DE CIDADANIA E CONSCIÊNCIA NO AMBIENTE ESCOLAR: APOIO TEÓRICO-PRÁTICO DIVERSIDADE CULTURAL, UM DESAFIO CONSTANTE DE CIDADANIA E CONSCIÊNCIA NO AMBIENTE ESCOLAR: APOIO TEÓRICO-PRÁTICO Jessé Gonçalves Cutrim 1 RESUMO: Trata-se de um ensaio propositivo sobre Diversidade Cultural

Leia mais

CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS Currículo nº 2

CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS Currículo nº 2 CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS Turno: VESPERTINO Currículo nº 2 Reconhecido pelo Decreto nº. 3595, de 14.10.08, D.O.E. nº 7.827 de 14.10.08, e complementação do reconhecimento pelo Decreto nº.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE FURG PIBID 2014 SUBPROJETO: Interdisciplinar Coordenador de área: Profª. Dra. Elaine Corrêa Pereira

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE FURG PIBID 2014 SUBPROJETO: Interdisciplinar Coordenador de área: Profª. Dra. Elaine Corrêa Pereira UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE FURG PIBID 2014 SUBPROJETO: Interdisciplinar Coordenador de área: Profª. Dra. Elaine Corrêa Pereira Projeto de trabalho Toda criança tem um repertório de conhecimentos

Leia mais

MANUAL DO ALUNO (A) ATIVIDADES COMPLEMENTARES/ESTUDOS INDEPENDENTES

MANUAL DO ALUNO (A) ATIVIDADES COMPLEMENTARES/ESTUDOS INDEPENDENTES A formação complementar é fruto da participação do aluno, durante o período de realização do seu curso superior, em atividades que não estão inseridas na grade curricular, mas que reconhecidamente contribuem

Leia mais

REGULAMENTO GERAL IX FESTIVAL ESTADUAL NOSSA ARTE. CAPÍTULO I Dos Objetivos

REGULAMENTO GERAL IX FESTIVAL ESTADUAL NOSSA ARTE. CAPÍTULO I Dos Objetivos REGULAMENTO GERAL IX FESTIVAL ESTADUAL NOSSA ARTE CAPÍTULO I Dos Objetivos Art. 1º - Promover a arte através de apresentações e exposições em diversos gêneros artísticos, despertando o gosto pelas atividades

Leia mais

UEPG MIX: ARTE, CULTURA E EDUCAÇÃO

UEPG MIX: ARTE, CULTURA E EDUCAÇÃO 9. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( x ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( x ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

ISBN 978-85-64468-27-6. 1. Psicologia Crianças. I. Título. CDU 159.9-053.2. Catalogação na publicação: Mônica Ballejo Canto CRB 10/1023

ISBN 978-85-64468-27-6. 1. Psicologia Crianças. I. Título. CDU 159.9-053.2. Catalogação na publicação: Mônica Ballejo Canto CRB 10/1023 Pausa no cotidiano L692 Lhullier, Raquel Barboza Pausa no cotidiano: reflexões para pais, educadores e terapeutas / Raquel Barboza Lhullier. Novo Hamburgo : Sinopsys, 2014. 88p. ISBN 978-85-64468-27-6

Leia mais

QUADRO DE EQUIVALENTES, CONTIDAS E SUBSTITUTAS DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO

QUADRO DE EQUIVALENTES, CONTIDAS E SUBSTITUTAS DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO 28380 Antropologia Teológica A 1 34 28380 Antropologia Teológica A 1 34 A partir de conceitos teológicos, estimula o aluno a problematizar e analisar, criticamente, Equivalente Estuda a cultura humana,

Leia mais

A caminhada do Instituto de Gestalt-Terapia de Brasília (IGTB) seu credenciamento como curso de especialização.

A caminhada do Instituto de Gestalt-Terapia de Brasília (IGTB) seu credenciamento como curso de especialização. A caminhada do Instituto de Gestalt-Terapia de Brasília (IGTB) seu credenciamento como curso de especialização. AUTORES: Sheila Maria da Rocha Antony - Mestre em Psicologia Clínica pela UnB. - Psicóloga

Leia mais

Prêmio Sinepe. 10 Prêmio Responsabilidade Social Categoria: Desenvolvimento Cultural. Literarte 2015 Artes Visuais no Distrito Criativo.

Prêmio Sinepe. 10 Prêmio Responsabilidade Social Categoria: Desenvolvimento Cultural. Literarte 2015 Artes Visuais no Distrito Criativo. Prêmio Sinepe 10 Prêmio Responsabilidade Social Categoria: Desenvolvimento Cultural Literarte 2015 Artes Visuais no Distrito Criativo tempo Apresentação do Projeto Um pouco de História do Colégio Batista

Leia mais

Valores. da Convivência. e privada. na vida pública. seminário gratuito

Valores. da Convivência. e privada. na vida pública. seminário gratuito Valores da Convivência na vida pública e privada seminário gratuito " Ser visto e ouvido por outros é importante pelo fato de que todos vêem e ouvem de ângulos diferentes. É este o significado da vida

Leia mais

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC METODOLOGIA PARA O ENSINO DE LINGUA PORTUGUESA. Parte 1 (solicitante)

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC METODOLOGIA PARA O ENSINO DE LINGUA PORTUGUESA. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE ENSINO CENTRO DE REFENCIA EM FORMAÇÃO E APOIO

Leia mais

JOGOS NAS AULAS DE HISTÓRIA ATRAVÉS DO PIBID: UMA POSSIBILIDADE DE CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTO E DE INTERAÇÃO

JOGOS NAS AULAS DE HISTÓRIA ATRAVÉS DO PIBID: UMA POSSIBILIDADE DE CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTO E DE INTERAÇÃO JOGOS NAS AULAS DE HISTÓRIA ATRAVÉS DO PIBID: UMA POSSIBILIDADE DE CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTO E DE INTERAÇÃO Rayssa Eutália Gurjão Coutinho Borges 1 Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) E-mail: rayssagurjao@hotmail.com

Leia mais

EDUCAÇÃO. Educação inclusiva, nova forma de ensino para pessoas especiais Oacesso à escola e à qualidade ESCOLA PARA TODOS

EDUCAÇÃO. Educação inclusiva, nova forma de ensino para pessoas especiais Oacesso à escola e à qualidade ESCOLA PARA TODOS EDUCAÇÃO ESCOLA PARA TODOS Educação inclusiva, nova forma de ensino para pessoas especiais Oacesso à escola e à qualidade da educação são os eixos norteadores da política educacional do governo estadual,

Leia mais

Resultados da Candidatura a Alojamento

Resultados da Candidatura a Alojamento Resultados da Candidatura a Alojamento Unidade Orgânica: Serviços de Acção Social RESIDÊNCIA: 02 - ESE ANO LECTIVO: 2015/2016 2ª Fase - Resultados Definitivos >>> EDUCAÇÃO BÁSICA 14711 Ana Catarina Mendes

Leia mais