ANO V EDIÇÃO nº 1209 SEÇÃO II

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANO V EDIÇÃO nº 1209 SEÇÃO II"

Transcrição

1 ANO V - EDIÇÃO Nº SEÇÃO II DISPONIBILIZAÇÃO: quarta-feira, 19/12/2012 PUBLICAÇÃO: quinta-feira, 20/12/2012 ANO V EDIÇÃO nº 1209 SEÇÃO II DISPONIBILIZAÇÃO: quarta-feira, 19 de dezembro de 2012 PUBLICAÇÃO: quinta-feira, 20 de dezembro de 2012 Senhores(as) Usuários(as), A Seção II do Diário da Justiça Eletrônico compreende a publicação de atos judiciais e administrativos oriundos da Comarca de Goiânia, 1º grau de jurisdição. Este documento está assinado digitalmente, conforme MP de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil), e Lei /2006 (Lei de Informatização do Processo Judicial). A publicação eletrônica substitui qualquer outro meio de publicação oficial, para quaisquer efeitos legais, à exceção dos casos que, por lei, exigem intimação ou vista pessoal. Considera-se como data da publicação o primeiro dia útil seguinte ao da disponibilização da informação no Diário da Justiça Eletrônico. Os prazos processuais terão início no primeiro dia útil que seguir ao considerado como data da publicação. Utilize os marcadores/bookmarks que aparecem do lado esquerdo para navegar neste documento. DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse de forma digital por RAQUEL MARIA Assinado RAQUEL MARIA GONCALVES MARTINS: c=br, o=icp-brasil, ou=caixa GONCALVES DN: Economica Federal, ou=ac CAIXA v1, cn=raquel MARIA MARTINS:9767 PFGONCALVES MARTINS: Dados: :48:46-03'00' 1 de 49

2 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 2 de 49

3 PODER JUDICIÁRIO tribunal de justiça do estado de goiás Comarca de Goiânia 17ª Vara Cível e Ambiental Protocolo : Ação : Execução/Cumprimento de Sentença Vistos, etc. Carmem Ceres Carneiro Ramos, Ramon Ramos Filho, Carmem Carneiro Ramos, Paulina Carneiro Ramos e Cristiano Francisco Carneiro Ramos sucessores e herdeiros de Ramon Ramos, devidamente qualificados, opuseram IMPUGNAÇÃO AO CUMPRIMENTO DE SENTENÇA nos autos da Ação de Execução de Sentença em face da Ação de Indenização decorrente de acidente de trânsito (fls. 160/161; 186/188; 194/196; 214/218; 219/222 e 254/255) que lhe foi proposta por Victor Luise de Oliveira Herling. Bate pela fixação do valor da pensão mensal em R$ 550,00 e ausência de fixação de multa em função do depósito da integralidade da indenização por danos morais e pensão mensal. Feita a intimação para o cumprimento de sentença os Executados efetivaram o depósito da condenação da pensão mensal no valor de R$ 550,00 e não no percentual de 207,75% do salário mínimo e refutam o pagamento nos termos da sentença em função da mesma ter sido modificada em grau de recurso para o fim de impedir a vinculação com o salário mínimo. Intimada à parte autora manifestou, às fls.174/175, quando manifesta pela fixação da pensão mensal nos termos da sentença. 1 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 3 de 49

4 PODER JUDICIÁRIO tribunal de justiça do estado de goiás Comarca de Goiânia 17ª Vara Cível e Ambiental Cálculo do Contador, às fls.245/253. Impugnação ao cálculo do Contador, às fls.161/165. Relatei, decido. Versa a presente ação sobre Execução de Sentença proferida na Ação de Indenização decorrente de acidente de trânsito em que foi fixada pensão mensal no valor de 207,75% do salário mínimo, danos morais em R$ ,00 e honorários advocatícios em 10% a incidir sobre a soma das prestações vencidas com o capital necessário a produzir a renda correspondente às prestações vincendas e ainda sobre o valor do dano moral (fls.10/34 e 23/28 dos autos da Ação Cautelar Inominada em apenso Protocolo nº ). Extrai da análise do voto proferido pelo Relator (fls.10/34) que não houve modificação dos termos da sentença em relação à pensão mensal, mantendo-se neste ponto a integralidade da mesma. A modificação da sentença foi em relação aos danos morais e honorários advocatícios. Os Executados insistem que o valor da pensão foi fixado em termos nominais no valor de R$ 550,00, mas não é o que ocorre, já que a sentença neste ponto foi mantida em grau de recurso e a MM Juíza processante fixou a pensão a ser paga mensalmente no percentual de 207,75% do salário mínimo. Também não houve erro gráfico na sentença, uma vez que a MM Juíza resolveu fixar a pensão em percentuais do salário mínimo. O percentual de 207,75% do salário mínimo da época é 2 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 4 de 49

5 PODER JUDICIÁRIO tribunal de justiça do estado de goiás Comarca de Goiânia 17ª Vara Cível e Ambiental exatamente o valor nominal fixado na sentença. Esta MM Juíza processante na decisão proferida na ação cautelar inominada em apenso deixou de fazer constar que era percentual do salário mínimo, mas assim o é, devendo prevalecer os exatos termos da sentença. Tergiversa à parte ré ao falar em modificação do valor da pensão pelo Relator, quando este de forma categórica afirmou que mantinha o valor da pensão na forma fixada na sentença, de forma que não houve qualquer modificação a este respeito. A questão do valor da pensão já foi deliberada em várias oportunidades nestes autos, bem como nos autos da Ação Cautelar Inominada, quando a MM Juíza processante explicou detidamente o porquê do valor da condenação da pensão ser de 207,75% do salário mínimo e não o valor de R$ 550,00 como quer fazer parecer à parte ré. Considero os fundamentos da decisão proferida na Ação Cautelar Inominada em apenso Protocolo nº , às fls. 133/136 parte integrante da presente decisão. Observa-se pela discussão ora travada em função do valor da pensão a ser paga, que a parte ré ao ser citada não depositou a integralidade da condenação, fazendo incluir a pensão mensal nos termos da sentença, indenização por danos morais, capital para garantir o cumprimento da sentença, honorários advocatícios e quitação das custas finais na ação de indenização, de forma que sobre o saldo remanescente deverá incidir multa no percentual de 10% nos termos do art. 475-J do CPC. Em função do depósito parcial da condenação, o Suplicante às 3 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 5 de 49

6 PODER JUDICIÁRIO tribunal de justiça do estado de goiás Comarca de Goiânia 17ª Vara Cível e Ambiental fls. 174/175 requereu a penhora on line do saldo remanescente, acrescidos da multa no percentual de 10%, nos termos do art. 475-J do CPC. Não merece prosperar a impugnação da Suplicada, uma vez que inicialmente cumpriu com o seu mister ao efetivar o depósito da condenação num primeiro momento. Acontece que há saldo remanescente a pagar tais como: pensão mensal no percentual de 207,75% do salário mínimo, honorários advocatícios, custas finais na ação de indenização e constituição de capital para garantir o pagamento da pensão e em relação a este saldo remanescente dever-se-á incidir a multa no percentual de 10% nos termos do art. 475-J do CPC. Dúvidas não há quanto ao direito da parte autora em perceber a multa no percentual de 10% sobre o valor do saldo remanescente, uma vez que os Executados não efetivaram o depósito da integralidade da condenação e nos termos do cálculo apurado pelo Exequente, sentença e voto do Relator, fazendo-o a menor e insistindo em depósito a menor, quando esta MM Juíza esclareceu por diversas vezes que a sentença quanto à pensão havia sido mantida em sua integralidade. Os Executados para fins de baixar seus nomes dos cadastros de inadimplentes antes do retorno dos autos do Contador propuseram Ação Cautelar Inominada, quando efetivaram depósito do valor da condenação no valor de R$ (fls.54/79). Após análise detida destes autos observa-se que pelos valores depositados não houve a integralidade da condenação, mas o valor do saldo remanescente a pagar foi garantido mediante indicação de bem imóvel a ser dado em hipoteca legal (fls.219/229). 4 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 6 de 49

7 PODER JUDICIÁRIO tribunal de justiça do estado de goiás Comarca de Goiânia 17ª Vara Cível e Ambiental A parte ré não efetivou o depósito dos honorários advocatícios na ação de indenização, mas apenas o relativo ao cumprimento de sentença. Fez cálculo do valor da pensão com base em R$ 550,00 e não 207,75% do salário mínimo e não creio que haja valor a restituir. Torna-se indispensável o retorno dos autos ao Contador, a fim de que se proceda ao cálculo da sucumbência e a parte ré seja intimada por meio do advogado, para efetivar o depósito do saldo remanescente. No tocante a correção do saldo remanescente a pagar, deve incidir correção monetária pelo INPC, juros de mora no percentual de 1% ao mês, multa no percentual de 10% e dedução do valor da penhora on line e de todos os depósitos efetivados no curso do processo, devendo o Contador observar que há cópia em duplicidade e evitar a dedução por mais de uma vez em relação ao mesmo depósito. Sobre o valor atualizado da pensão e com base no percentual de 207,75% do salário mínimo atual não deverá incidir correção monetária, por se tratar de valor já atualizado. A atualização do valor da pensão é pelo valor do salário mínimo atualizado e não pela correção monetária. Os Autos devem ser novamente encaminhados ao Contador para que faça o cálculo da pensão no percentual de 207,75% do salário mínimo atualizado, fazendo incluir sobre o valor vencido e não pago juros de mora de 12% ao ano e multa no percentual de 10%. O Contador deverá apresentar planilha de cálculo em relação a todas as prestações vencidas e não pagas até data em que se completaram todas as citações (13 de maio de 2010 fls. 131 verso), com juros de mora 5 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 7 de 49

8 PODER JUDICIÁRIO tribunal de justiça do estado de goiás Comarca de Goiânia 17ª Vara Cível e Ambiental e deverá dizer se até esta data foram depositadas a integralidade das prestações vencidas e não pagas, devidamente corrigidas e nos termos desta sentença, voto do Relator e presente decisão. Em caso de saldo remanescente a pagar deverá esclarecer qual o valor e em relação a ele aplicar multa de 10%, nos termos do art. 475-J do CPC. No tocante as prestações vincendas que deverão ser contadas a partir da juntada do último mandado citatório (fls. 131 verso), o Contador deverá observar se mensalmente foram depositados os valores no percentual de 207,75% (duzentos e sete vírgula setenta e cinco por cento do salário mínimo ) e em caso negativo deverá calcular o saldo remanescente e sobre ele fazer incidir juros de mora de 12% ao ano e multa no percentual de 10%. Não houve depósito dos honorários advocatícios na ação de indenização, assim como não foram quitadas as custas finais e sobre estas verbas deverão incidir o percentual de 10%, nos termos do art. 475-J do CPC. A Ação principal de Indenização por Ato Ilícito deverá ser desarquivada para que seja encaminhada ao Contador, a fim de se proceder ao cálculo das custas finais para serem pagas junto com a ação de execução. O Contador deverá por fim verificar se o valor dos danos materiais foram depositados em sua integralidade. Necessário à avaliação do imóvel dado em garantia, bem como a expedição de mandado para proceder ao registro da hipoteca legal. 6 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 8 de 49

9 PODER JUDICIÁRIO tribunal de justiça do estado de goiás Comarca de Goiânia 17ª Vara Cível e Ambiental A parte autora poderá levantar o valor das prestações vencidas e não pagas por tratar de alimentos, bem como o valor depositado das indenizações por danos materiais e morais. O Advogado deverá levantar o valor dos seus honorários e que já foram depositados, uma vez que não o foram na integralidade e após o depósito deverá levantar o saldo remanescente atualizado a partir da data do depósito. Isto posto, indefiro a impugnação ao cumprimento de sentença para o fim de manter o valor da pensão mensal na forma determinada no comando da sentença e no percentual de 207,75% (duzentos e sete vírgula setenta e cinco por cento) do salário mínimo. Determino que sobre o saldo remanescente vencido e não pago após a data de 13/05/2010 faça incidir multa no percentual de 10%, nos termos do art. 475-J do CPC. Determino que a Escrivania providencie o desarquivamento e apensamento nesta ação da ação de indenização para que seja encaminhada junto com a Execução ao Contador para fins de promover o cálculo das custas finais se houver a serem pagas pela parte ré e sobre as quais deverão incidir multa no percentual de 10%. Determino que sobre o valor dos honorários advocatícios fixados no voto do Relator (fls.10/34) faça incidir multa no percentual de 10%, juros de mora e correção monetária. 7 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 9 de 49

10 PODER JUDICIÁRIO tribunal de justiça do estado de goiás Comarca de Goiânia 17ª Vara Cível e Ambiental Determino que o contador proceda ao cálculo do capital para garantir o pagamento das prestações vincendas da pensão mensal. O contador deverá ainda efetivar o cálculo dos honorários advocatícios fixados nesta ação, às fls.176 e na ação principal de indenização e verificar se o valor depositado às fls.219/244 está correto e em caso negativo apresentar o saldo remanescente. Deverá ainda promover a atualização pelos mesmos índices da poupança do valor dos honorários depositados até a data da elaboração do cálculo. O Contador deverá verificar se houve o depósito da integralidade do valor do dano material relativo ao conserto da moto e despesas com o seu tratamento (fls. 28 ação cautelar inominada em apenso). O Contador deverá efetivar o cálculo nos termos da sentença, voto do Relator e presente decisão, devendo ainda calcular as custas no presente processo a serem pagas pela parte ré. Os honorários advocatícios deverão ser pagos ao subscritor da inicial que participou de toda a ação principal de Indenização, bem como da sua execução. Anexado o cálculo do contador, intimem-se as partes, por seus advogados, para sobre ele manifestar no prazo de 10 dias. No mesmo prazo a parte ré, por seu advogado, deverá ser intimada para efetivar o depósito do saldo remanescente e constituição do capital. A parte ré deverá arcar com todas as despesas processuais relativas ao presente processo. 8 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 10 de 49

11 PODER JUDICIÁRIO tribunal de justiça do estado de goiás Comarca de Goiânia 17ª Vara Cível e Ambiental Os autos deverão ser encaminhados ao Contador após o transcurso do prazo para recurso. Oficie-se a instituição financeira solicitando o saldo atualizado da conta e resposta no prazo de 10 dias. Expeça-se alvará em favor do Advogado subscritor da inicial no valor de R$ ,00. Expeça-se alvará em favor da parte autora no valor de R$ ,00, sendo que o saldo remanescente será analisado após cálculo do contador e resposta do ofício do Banco do Brasil. Não encaminhar os autos ao contador antes do transcurso do prazo para recurso, expedição do mandado de avaliação, registro da hipoteca e ofício da instituição financeira. Expeça-se imediatamente mandado para registro da hipoteca legal, avaliação, bem como ofício para a instituição financeira. Mantenha o advogado subscritor da inicial cadastrado, uma vez que deverá ser intimado de todas as decisões e em função dos honorários advocatícios a lhe serem pagos. Cadastre o novo Advogado da parte autora (fls.170/175). Int. Goiânia, 10 de Dezembro de DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 11 de 49

12 PODER JUDICIÁRIO tribunal de justiça do estado de goiás Comarca de Goiânia 17ª Vara Cível e Ambiental ROZANA FERNANDES CAMAPUM Juíza de Direito 10 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 12 de 49

13 Protocolo: Vi Vistos, etc. Acolho os Embargos de Declaração para o fim de corrigir a decisão e fazer constar que o valor da pensão mensal a ser paga é de 207,75% (duzentos e sete vírgula setenta e cinco por cento) do salário mínimo. Intime-se a parte autora por seu advogado para manifestar sobre a condenação, no prazo de 10 dias, bem como para comprovar que o imóvel está livre e desembaraçado. legal. Expeça-se mandado de registro da hipoteca Int. Goiânia, 10 de Dezembro de ROZANA FERNANDES CAMAPUM Juíza de Direito DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 13 de 49

14 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 14 de 49

15 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 15 de 49

16 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 16 de 49

17 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 17 de 49

18 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 18 de 49

19 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 19 de 49

20 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 20 de 49

21 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 21 de 49

22 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 22 de 49

23 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 23 de 49

24 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 24 de 49

25 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 25 de 49

26 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 26 de 49

27 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 27 de 49

28 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 28 de 49

29 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 29 de 49

30 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 30 de 49

31 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 31 de 49

32 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 32 de 49

33 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 33 de 49

34 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 34 de 49

35 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 35 de 49

36 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 36 de 49

37 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 37 de 49

38 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 38 de 49

39 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 39 de 49

40 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 40 de 49

41 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 41 de 49

42 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 42 de 49

43 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 43 de 49

44 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 44 de 49

45 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 45 de 49

46 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 46 de 49

47 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 47 de 49

48 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 48 de 49

49 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Dj Eletrônico - Acesse 49 de 49

ANO IX EDIÇÃO nº 1942 SEÇÃO II

ANO IX EDIÇÃO nº 1942 SEÇÃO II ANO IX - EDIÇÃO Nº 1942 - SEÇÃO II DISPONIBILIZAÇÃO: terça-feira, 05/01/2016 PUBLICAÇÃO: quarta-feira, 06/01/2016 ANO IX EDIÇÃO nº 1942 SEÇÃO II DISPONIBILIZAÇÃO: terça-feira, 05 de janeiro de 2016 PUBLICAÇÃO:

Leia mais

ANO VI EDIÇÃO nº 1235 Suplemento SEÇÃO I

ANO VI EDIÇÃO nº 1235 Suplemento SEÇÃO I ANO VI - EDIÇÃO Nº 1235 Suplemento - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quarta-feira, 30/01/2013 PUBLICAÇÃO: quinta-feira, 31/01/2013 ANO VI EDIÇÃO nº 1235 Suplemento SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quarta-feira, 30

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO SEXTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº: 0043422-69.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: INDÚSTRIAS VEROLME ISHIBRAS S A IVI AGRAVADO: FUJITSU DO BRASIL LTDA RELATORA: DES. TERESA DE ANDRADE

Leia mais

Condições de Venda em Hasta Pública Unificada

Condições de Venda em Hasta Pública Unificada Condições de Venda em Hasta Pública Unificada ORIENTAÇÕES DO PREGÃO JUDICIAL Última atualização em Terça, 26 Agosto 2014 01. Para todas as Varas do Trabalho deste Regional, a Hasta Pública Unificada realizada,

Leia mais

REGULAMENTO EMPRÉSTIMO CASANPREV

REGULAMENTO EMPRÉSTIMO CASANPREV REGULAMENTO EMPRÉSTIMO CASANPREV 1 CAPÍTULO I Do Objeto Art. 1º Este documento, doravante denominado Regulamento de Empréstimo, estabelece os direitos e as obrigações da CASANPREV, dos Participantes, Assistidos

Leia mais

ANO V EDIÇÃO nº 1196 Suplemento SEÇÃO I

ANO V EDIÇÃO nº 1196 Suplemento SEÇÃO I ANO V EDIÇÃO nº 1196 Suplemento SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: sexta-feira, 30 de novembro de 2012 PUBLICAÇÃO: segunda-feira, 03 de dezembro de 2012 Senhores(as) Usuários(as), A Seção I do Diário da Justiça

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE RONDÔNIA Porto Velho - Fórum Cível Av Lauro Sodré, 1728, São João Bosco, 76.803-686 e-mail:

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE RONDÔNIA Porto Velho - Fórum Cível Av Lauro Sodré, 1728, São João Bosco, 76.803-686 e-mail: Vara: 1ª Vara Cível Processo: 0023257-48.2012.8.22.0001 Classe: Procedimento Ordinário (Cível) Requerente: Renata Terezinha Souza de Moraes Paschoal Rodrigues Requerido: Banco Bradescard S.A; Makro Atacadista

Leia mais

IV - APELACAO CIVEL 2007.51.05.000235-5

IV - APELACAO CIVEL 2007.51.05.000235-5 Relatora : Desembargadora Federal SALETE MACCALÓZ APELANTE : CARMEM LUCIA LOPES TEIXEIRA Advogado : Paulo Roberto T. da Costa (RJ141878) APELADO : CAIXA ECONOMICA FEDERAL - CEF Advogado : Gerson de Carvalho

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO AGRAVO LEGAL EM APELAÇÃO CÍVEL Nº 0000720-74.2007.4.03.9999/SP 2007.03.99.000720-4/SP RELATOR : Juiz Federal Convocado Silvio Gemaque APELANTE :

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA LEI N. 3.177, DE 11 DE SETEMBRO DE 2013. PUBLICADO NO DOE Nº 2297, DE 11.09.13

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA LEI N. 3.177, DE 11 DE SETEMBRO DE 2013. PUBLICADO NO DOE Nº 2297, DE 11.09.13 LEI N. 3.177, DE 11 DE SETEMBRO DE 2013. PUBLICADO NO DOE Nº 2297, DE 11.09.13 Consolidada, alterada pela Lei nº: 3250, de 19.11.13 DOE n. 2343, de 19.11.13 Autoriza o Poder Executivo a realizar a compensação

Leia mais

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 2ª TURMA RECURSAL JUÍZO C

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 2ª TURMA RECURSAL JUÍZO C JUIZADO ESPECIAL (PROCESSO ELETRÔNICO) Nº201070630010993/PR RELATORA : Juíza Andréia Castro Dias RECORRENTE : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL RECORRIDA : MARIA APARECIDA FERNANDES DE OLIVEIRA V O T

Leia mais

Resolvem, na melhor forma de direito, celebrar o presente Contrato de Mútuo ( Contrato ), de acordo com os seguintes termos e condições:

Resolvem, na melhor forma de direito, celebrar o presente Contrato de Mútuo ( Contrato ), de acordo com os seguintes termos e condições: CONTRATO DE MÚTUO Prelo presente instrumento particular, [O Estudante, pessoa física proponente de empréstimo com determinadas características ( Proposta )], identificado e assinado no presente contrato

Leia mais

ANO VIII EDIÇÃO nº 1783 Suplemento SEÇÃO I

ANO VIII EDIÇÃO nº 1783 Suplemento SEÇÃO I ANO VIII - EDIÇÃO Nº 1783 Suplemento - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: terça-feira, 12/05/2015 PUBLICAÇÃO: quarta-feira, 13/05/2015 ANO VIII EDIÇÃO nº 1783 Suplemento SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: terça-feira, 12

Leia mais

Nº 70028459576 COMARCA DE PORTO ALEGRE KELLY BORCHARDT GREGORIS CLARO DIGITAL S/A A CÓRDÃO

Nº 70028459576 COMARCA DE PORTO ALEGRE KELLY BORCHARDT GREGORIS CLARO DIGITAL S/A A CÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO DE CANCELAMENTO DE DÉBITO E INDENIZAÇÃO. TELEFONE MÓVEL. SERVIÇO DE ACESSO À INTERNET. Não foi comprovado o satisfatório esclarecimento da consumidora sobre os termos da contratação,

Leia mais

CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL. Empresa: Matrícula: Telefone: ( ) Renegociação? ( ) NÃO ( ) SIM Novo Contrato:

CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL. Empresa: Matrícula: Telefone: ( ) Renegociação? ( ) NÃO ( ) SIM Novo Contrato: CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL Nome do Participante/Assistido: Empresa: Matrícula: Telefone: ( ) Valor do Empréstimo: Quantidade de Prestações: Renegociação? ( ) NÃO ( ) SIM Novo Contrato: Valor liquido

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.270

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.270 DECRETO Nº 13.270 Regulamenta o parcelamento e pagamento de créditos do município de Vitória e dá outras providências. O Prefeito Municipal de Vitória, Capital do, no uso de suas atribuições legais, e

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 538.235 - RJ (2003/0086882-4) RELATORA : MINISTRA ELIANA CALMON RECORRENTE : BANCO CENTRAL DO BRASIL PROCURADOR : FRANCISCO SIQUEIRA E OUTROS RECORRIDO : REGINALDO REIS MENEZES ADVOGADO

Leia mais

DECRETO-LEI Nº 05, DE 15 DE MARÇO DE 1975. (Redação atual) INSTITUI O CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

DECRETO-LEI Nº 05, DE 15 DE MARÇO DE 1975. (Redação atual) INSTITUI O CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. DECRETO-LEI Nº 05, DE 15 DE MARÇO DE 1975. (Redação atual) INSTITUI O CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, no uso das atribuições

Leia mais

ANO VII EDIÇÃO nº 1471 Suplemento SEÇÃO I

ANO VII EDIÇÃO nº 1471 Suplemento SEÇÃO I ANO VII - EDIÇÃO Nº 1471 Suplemento - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 23/01/2014 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 24/01/2014 ANO VII EDIÇÃO nº 1471 Suplemento SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 23

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO. Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO. Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2013.0000251389 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0128060-36.2010.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante AGÊNCIA ESTADO LTDA, é apelado IGB ELETRÔNICA

Leia mais

Autor: SINDICATO DOS TRABALHADORES EM HOTÉIS, APART HOTÉIS, MOTÉIS, FLATS, RESTAURANTES, BARES, LANCHONETES E SIMILARES DE SÃO PAULO E REGIÃO,

Autor: SINDICATO DOS TRABALHADORES EM HOTÉIS, APART HOTÉIS, MOTÉIS, FLATS, RESTAURANTES, BARES, LANCHONETES E SIMILARES DE SÃO PAULO E REGIÃO, ATENÇÃO - Texto meramente informativo, sem caráter intimatório, citatório ou notificatório para fins legais. PODER JUDICIÁRIO FEDERAL Justiça do Trabalho - 2ª Região Número Único: 01497003320065020075

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO N. 0044606-60.2014.4.01.0000/GO (d) R E L A T Ó R I O

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO N. 0044606-60.2014.4.01.0000/GO (d) R E L A T Ó R I O 21 100 PODER JUDICIÁRIO R E L A T Ó R I O O Exmo. Sr. Desembargador Federal JIRAIR ARAM MEGUERIAN (Relator): Trata-se de agravo de instrumento interposto pela Associação Aparecidense de Educação, mantenedora

Leia mais

Norma do Empréstimo Pré-fixado Plano Prece III

Norma do Empréstimo Pré-fixado Plano Prece III Norma do Empréstimo Pré-fixado Plano Prece III Sumário - Objetivo -1/6 - Conceitos Básicos -1/6 - Competências - 2/6 - Condições para o Financiamento - 2/6 - Disposições Gerais - 6/6 - Vigência - 6/6 Objetivo.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA AGRAVO DE INSTRUMENTO N º 699.549-0/0 SÃO PAULO Agravante: Sociedade de Cultura Franciscana Agravadas: CHR Construtora e Comercial Ltda. Portifólio Participações e Empreendimentos Ltda. Agropecuária Rio

Leia mais

PARCELAMENTO ORDINÁRIO DE TRIBUTOS FEDERAIS

PARCELAMENTO ORDINÁRIO DE TRIBUTOS FEDERAIS PARCELAMENTO ORDINÁRIO DE TRIBUTOS FEDERAIS PARCELAMENTO ORDINÁRIO DE TRIBUTOS FEDERAIS 1 Os débitos de qualquer natureza para com a Fazenda Nacional podem ser parcelados em até 60 (sessenta) prestações

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01 TCE-TO de 07 de março de 2012. Dispõe sobre o processo eletrônico no âmbito do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01 TCE-TO de 07 de março de 2012. Dispõe sobre o processo eletrônico no âmbito do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01 TCE-TO de 07 de março de 2012. Dispõe sobre o processo eletrônico no âmbito do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins. O TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS, no uso de

Leia mais

Parte Contrária: INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS APRESENTAÇÃO

Parte Contrária: INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS APRESENTAÇÃO LAUDO PERÍCIA EXTRAJUDICIAL Parte Interessada: Parte Contrária: INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS APRESENTAÇÃO AGISPEC CONSULTORIA E PERÍCIA CONTÁBIL, empresa especializada em perícia da área

Leia mais

Precatório Itinerante

Precatório Itinerante 1. IDENTIFICAÇÃO 2. E-MAIL planejamento@trt16.jus.br 3. PROJETO Precatório Itinerante 4. TEMA Gestão de Processo Judicial 5. NOME DO RESPONSÁVEL E/OU DA EQUIPE Márcia Andrea Farias da Silva, Liliana Maria

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.409.688 - SP (2013/0336707-5) RELATOR : MINISTRO HERMAN BENJAMIN RECORRENTE : FAZENDA NACIONAL ADVOGADO : PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL RECORRIDO : EDS ELECTRONIC DATA SYSTEMS

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL 1. FINALIDADE 1.1. Este Regulamento tem por finalidade disciplinar as concessões de empréstimos aos Participantes do Plano de Benefícios JMalucelli, administrado pelo

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA SCO SISTEMA CONTÁBIL Nº 004/2014, DE 2 DE MAIO DE 2014 VERSÃO 02 CAPÍTULO I DA FINALIDADE CAPÍTULO II DA ABRANGÊNCIA

INSTRUÇÃO NORMATIVA SCO SISTEMA CONTÁBIL Nº 004/2014, DE 2 DE MAIO DE 2014 VERSÃO 02 CAPÍTULO I DA FINALIDADE CAPÍTULO II DA ABRANGÊNCIA INSTRUÇÃO NORMATIVA SCO SISTEMA CONTÁBIL Nº 004/2014, DE 2 DE MAIO DE 2014 VERSÃO 02 Versão: 02 Aprovação em: 20 de maio de 2014 Ato de aprovação: Resolução nº 104/2014 Unidade Responsável: Secretaria

Leia mais

Resolução nº 003, de 02 de Fevereiro de 2.016

Resolução nº 003, de 02 de Fevereiro de 2.016 Resolução nº 003, de 02 de Fevereiro de 2.016 Regulamenta os serviços disponibilizados aos Associados e dependentes do SIRCOM/BENEFÍCIOS e dá outras providências Considerando a existência de uma regulamentação

Leia mais

Nº 162, quinta-feira, 22 de agosto de 2013 3 ISSN 1677-7069 167. Tribunal de Contas da União EXTRATOS DE ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA a) Espécie: Acordo de Cooperação Técnica firmado entre o Tribunal de

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 772.028-0/0 SÃO SEBASTIÃO Agravante: Condomínio Santa Helena Agravado: Nelson Manoel do Rego Filho DESPESAS DE CONDOMÍNIO. AÇÃO DE EXECUÇÃO. PENHORA DO IMÓVEL GERADOR (DAS DESPESAS).

Leia mais

CONTRATO QUE DISCIPLINA A CONSTITUIÇÃO E O FUNCIONAMENTO DE GRUPOS DE CONSÓRCIO REFERENCIADOS EM BENS IMÓVEIS.

CONTRATO QUE DISCIPLINA A CONSTITUIÇÃO E O FUNCIONAMENTO DE GRUPOS DE CONSÓRCIO REFERENCIADOS EM BENS IMÓVEIS. CONTRATO QUE DISCIPLINA A CONSTITUIÇÃO E O FUNCIONAMENTO DE GRUPOS DE CONSÓRCIO REFERENCIADOS EM BENS IMÓVEIS. Cláusula 1ª - A Proposta de Adesão é o instrumento pelo qual o proponente, doravante denominado

Leia mais

c Publicada no DOU de 16-12-2004.

c Publicada no DOU de 16-12-2004. LEI N o 10.999, de 15 DE DEZEMBRO DE 2004 Autoriza a revisão dos benefícios previdenciários concedidos com data de início posterior a fevereiro de 1994 e o pagamento dos valores atrasados nas condições

Leia mais

MANUAL PRÁTICO DE ROTINAS DAS VARAS CRIMINAIS PROCESSO DE EXECUÇÃO PENAL

MANUAL PRÁTICO DE ROTINAS DAS VARAS CRIMINAIS PROCESSO DE EXECUÇÃO PENAL MANUAL PRÁTICO DE ROTINAS DAS VARAS CRIMINAIS PROCESSO DE EXECUÇÃO PENAL Autores: Henrique Baltazar Vilar dos Santos Fábio José Guedes de Sousa Sumário: 1. Início do processo:... 2 a. Recebimento de Processo

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP 20 Anos. SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Brasilcap Capitalização S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP 20 Anos. SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Brasilcap Capitalização S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP 20 Anos I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Brasilcap Capitalização S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 OUROCAP 20 ANOS MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.900585/2015-60

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2014.0000XXXXX ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº XXXXXX-XX.2014.8.26.0000, da Comarca de Santo André, em que é agravante CR2 SÃO PAULO 2 EMPREENDIMENTOS

Leia mais

Perguntas e Respostas

Perguntas e Respostas CONTA COM A GENTE PARCELE SUA DÍVIDA COM DESCONTOS NOS JUROS E MULTA Perguntas e Respostas P: O que é o Programa de Recuperação de Crédito do DMAE? R: É a oportunidade dos usuários que possuem dívidas

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO INDIVIDUAL DE PECÚLIO POR MORTE DAS CARACTERÍSTICAS

REGULAMENTO DO PLANO INDIVIDUAL DE PECÚLIO POR MORTE DAS CARACTERÍSTICAS REGULAMENTO DO PLANO INDIVIDUAL DE PECÚLIO POR MORTE DAS CARACTERÍSTICAS Art. 1º. A Bradesco Vida e Previdência S.A., doravante denominada EAPC, institui o Plano de Pecúlio por Morte, estruturado no Regime

Leia mais

ITAÚ MAXI RENDA FIXA FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 04.222.433/0001-42

ITAÚ MAXI RENDA FIXA FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 04.222.433/0001-42 ITAÚ MAXI RENDA FIXA FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 04.222.433/0001-42 MENSAGEM DO ADMINISTRADOR Prezado Cotista, Este FUNDO, constituído sob a forma de condomínio aberto,

Leia mais

TERMO DE AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO, INSTRUÇÃO E JULGAMENTO

TERMO DE AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO, INSTRUÇÃO E JULGAMENTO fls. 1 TERMO DE AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO, INSTRUÇÃO E JULGAMENTO Reclamação: 0000304-52.2012.8.26.0010 Requerentes: Raquel Berg da Silva e Fabio Levi Gonçalves, assistidos pelos advogados Fabio Tadeu Ferreira

Leia mais

2006-02-17 - PGT-CCR-67-2006

2006-02-17 - PGT-CCR-67-2006 Processo-PGT-CCR - 67/2006 Interessado 1: Ofícios de Uberlândia e Juiz de Fora(PRT 3ª Região) Interessado 2: PRT 3ª Região Assunto: Conflitos de atribuições entre Ofício e Sede (3ª Região) VOTO I - RELATÓRIO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIANA

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIANA INSTRUÇÃO NORMATIVA SJU Nº 02/2014 Versão: 01 Data da Aprovação: 31/03/2014 Ato de Aprovação: Decreto Municipal Nº 075/2014 Unidade Responsável: Procuradoria Geral. I - FINALIDADE: A presente Instrução

Leia mais

1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA.

1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA. 1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA. Fundamento legal: Art. 840 CLT Subsidiariamente: 282 do CPC. Partes: Reclamante (autor), Reclamada (ré). Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz do Trabalho da ª Vara

Leia mais

Resolução nº 9, de 16 de julho de 1997 (publicada no Diário Oficial da União de 13.8.97)

Resolução nº 9, de 16 de julho de 1997 (publicada no Diário Oficial da União de 13.8.97) Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE SCN Quadra 2 Projeção C, Brasília, DF CEP 70712-902 Tel.: (61) 426-8599 Fax: (61) 328-5523 cade@cade.gov.br Resolução nº 9, de 16

Leia mais

ENGENHARIA LTDA. E RENATO LUIZ GONÇALVES CABO

ENGENHARIA LTDA. E RENATO LUIZ GONÇALVES CABO Tribunal de Justiça 12ª Câmara Cível Apelação Cível nº 0001159-62.2008.8.19.0011 Apelante 1: CARLOS ÁLVARO FERREIRA VAIRÃO Apelante 2: DEYSE LÚCIA COUTO PEREIRA DOS SANTOS Apelante 3: JOÉCIO PEREIRA DOS

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de AGRAVO DE PETIÇÃO, provenientes da MM. 06ª VARA DO TRABALHO DE CURITIBA - PR, sendo Agravante ADEMAR WALTER REISDORFER COMPANHIA DE AUTOMÓVEIS SLAVIERO.

Leia mais

A execução incide somente sobre o patrimônio do executado. É sempre real.

A execução incide somente sobre o patrimônio do executado. É sempre real. PRINCÍPIOS DA EXECUÇÃO - Princípio da Patrimonialidade A execução incide somente sobre o patrimônio do executado. É sempre real. Art. 591. O devedor responde, para o cumprimento de suas obrigações, com

Leia mais

Prestação de Serviços Capítulo I. Disposições Gerais. Cláusula 1ª (Objecto)

Prestação de Serviços Capítulo I. Disposições Gerais. Cláusula 1ª (Objecto) Prestação de Serviços Capítulo I Disposições Gerais Cláusula 1ª (Objecto) O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas que têm por objecto principal a Prestação de Serviços de Fiscal Único. Cláusula

Leia mais

BANCO ABC BRASIL S.A. CNPJ/MF nº 28.195.667/0001-06 Companhia Aberta AVISO AOS ACIONISTAS AUMENTO DE CAPITAL MEDIANTE SUBSCRIÇÃO PARTICULAR DE AÇÕES

BANCO ABC BRASIL S.A. CNPJ/MF nº 28.195.667/0001-06 Companhia Aberta AVISO AOS ACIONISTAS AUMENTO DE CAPITAL MEDIANTE SUBSCRIÇÃO PARTICULAR DE AÇÕES BANCO ABC BRASIL S.A. CNPJ/MF nº 28.195.667/0001-06 Companhia Aberta AVISO AOS ACIONISTAS AUMENTO DE CAPITAL MEDIANTE SUBSCRIÇÃO PARTICULAR DE AÇÕES Banco ABC Brasil S.A. ( Companhia ), vem a público comunicar

Leia mais

ANO VIII EDIÇÃO nº 1879 Suplemento SEÇÃO I

ANO VIII EDIÇÃO nº 1879 Suplemento SEÇÃO I ANO VIII EDIÇÃO nº 1879 Suplemento SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: segunda-feira, 28 de setembro de 2015 PUBLICAÇÃO: terça-feira, 29 de setembro de 2015 Senhores(as) Usuários(as), A Seção I do Diário da Justiça

Leia mais

Ação # 01.114777-6 ORDINÁRIA. Waldir Rodrigues Bio CONTRA Bradesco Administradora de cartões de Crédito Ltda. controle 2061

Ação # 01.114777-6 ORDINÁRIA. Waldir Rodrigues Bio CONTRA Bradesco Administradora de cartões de Crédito Ltda. controle 2061 Adir Jacob 1 Exmo. Sr. Dr. Juiz de Direito da 2 ª Vara Cível Fórum João Mendes Jr. Ação # 01.114777-6 ORDINÁRIA. Waldir Rodrigues Bio CONTRA Bradesco Administradora de cartões de Crédito Ltda. controle

Leia mais

Copyright Proibida Reprodução.

Copyright Proibida Reprodução. PROCEDIMENTO PADRÃO PERÍCIA AMBIENTAL Prof. Éder Responsabilidade Clementino dos civil Santos INTRODUÇÃO BRASIL: Perícia Ambiental É um procedimento utilizado como meio de prova; Fornecimento de subsídios

Leia mais

OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS DOS MUNICÍPIOS E LEI 12.810

OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS DOS MUNICÍPIOS E LEI 12.810 PALESTRA OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS DOS MUNICÍPIOS E LEI 12.810 Teresina, 06/2013 Delegacia da em Teresina-PI OS MUNICÍPIOS E AS OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS Delegacia da em Teresina-PI OS MUNICÍPIOS E A RFB Tributos

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUIZO DE DIREITO DA SERVENTIA CÍVEL E ANEXOS COMARCA DE MATINHOS-PR

PODER JUDICIÁRIO JUIZO DE DIREITO DA SERVENTIA CÍVEL E ANEXOS COMARCA DE MATINHOS-PR Pág. 01 A Doutora DANIELLE GUIMARÃES DA COSTA, Juíza de Direito nesta Serventia Cível e anexos de Matinhos PR. FAZ SABER a todos quantos o presente edital virem ou dele tomarem conhecimento, que ficam

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 635.342-4, DA 3ª VARA CÍVEL DE PONTA GROSSA. Agravante : PÉRICLES DE HOLLEBEN MELLO

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 635.342-4, DA 3ª VARA CÍVEL DE PONTA GROSSA. Agravante : PÉRICLES DE HOLLEBEN MELLO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 635.342-4, DA 3ª VARA CÍVEL DE PONTA GROSSA Agravante : PÉRICLES DE HOLLEBEN MELLO Agravado : MINISTÉRIO PÚBLICO Relator : Des. LEONEL CUNHA Autos nº 581/2008 1) O MINISTÉRIO PÚBLICO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo ACÓRDÃO Registro: 2012.0000127003 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 0201283-94.2011.8.26.0000, da Comarca de, em que é agravante FUNDAÇÃO DOS ECONOMIÁRIOS FEDERAIS

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL N. 283218-56.2009.8.09.0015 (200992832187) COMARCA DE AURILÂNDIA APELANTE

APELAÇÃO CÍVEL N. 283218-56.2009.8.09.0015 (200992832187) COMARCA DE AURILÂNDIA APELANTE APELAÇÃO CÍVEL N. 283218-56.2009.8.09.0015 (200992832187) COMARCA DE AURILÂNDIA APELANTE : MUNICÍPIO DE AURILÂNDIA APELADA : GERALDA GUILHERMINA DE JESUS RELATOR : DES. ROGÉRIO ARÉDIO FERREIRA RELATÓRIO

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA Nº 825/2013 - PGGB RECURSO EM MANDADO DE SEGURANÇA Nº 31959/DF RECTE : VILMA MARTINS DE AZEVEDO RECDO : UNIÃO ADVOGADO: BRUNO DE ALBUQUERQUE BAPTISTA

Leia mais

EXMO(A). SR(A). DR(A). JUIZ(A) DE DIREITO DA DA COMARCA DE

EXMO(A). SR(A). DR(A). JUIZ(A) DE DIREITO DA DA COMARCA DE EXMO(A). SR(A). DR(A). JUIZ(A) DE DIREITO DA DA COMARCA DE VARA CÍVEL {NOME AUTOR}, {NACIONALIDADE}, {ESTADO CIVIL}, {PROFISSÃO}, portador(a) da carteira de identidade n.º {CARTEIRA DE IDENTIDADE} e do

Leia mais

PRECATÓRIOS REGULAMENTAÇÃO RESOLUÇÃO DO CNJ

PRECATÓRIOS REGULAMENTAÇÃO RESOLUÇÃO DO CNJ COORDENAÇÃO-GERAL DE NORMAS DE CONTABILIDADE APLICADAS À FEDERAÇÃO GERÊNCIA DE NORMAS E PROCEDIMENTOS DE GESTÃO FISCAL. PRECATÓRIOS REGULAMENTAÇÃO RESOLUÇÃO DO CNJ GRUPO TÉCNICO DE PADRONIZAÇÃO DE RELATÓRIOS

Leia mais

14/06/2013. Andréa Baêta Santos

14/06/2013. Andréa Baêta Santos Tema: DIREITO REGISTRAL IMOBILIÁRIO Questões de Registro de Imóveis 14/06/2013 1. Na certidão em relatório Oficial deve sempre se ater ao quesito requerente? formulado o pelo Não, pois sempre que houver

Leia mais

INFORMATIVO: AÇÃO DE COBRANÇA DE EXPURGOS INFLACIONÁRIOS EM CADERNETAS DE POUPANÇAS DURANTE OS PLANOS ECONÔMICOS (COLLOR I E II)

INFORMATIVO: AÇÃO DE COBRANÇA DE EXPURGOS INFLACIONÁRIOS EM CADERNETAS DE POUPANÇAS DURANTE OS PLANOS ECONÔMICOS (COLLOR I E II) 1 INFORMATIVO: AÇÃO DE COBRANÇA DE EXPURGOS INFLACIONÁRIOS EM CADERNETAS DE POUPANÇAS DURANTE OS PLANOS ECONÔMICOS (COLLOR I E II) 1 - OBJETO: O pedido contido na ação visa cobrar das Instituições Bancárias

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo. Apelação nº 0198645-79.2011.8.26.0100 - São Paulo - VOTO Nº 4/9. fls. 4

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo. Apelação nº 0198645-79.2011.8.26.0100 - São Paulo - VOTO Nº 4/9. fls. 4 fls. 4 da cláusula porque realizado somente por ocasião da apelação, No recurso a autora passou a dizer que o pedido de indenização por danos morais é motivado pela privação da coisa, enquanto na inicial

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Memorial Office

Fundo de Investimento Imobiliário Memorial Office São Paulo, 03 de setembro de 2009. Fundo de Investimento Imobiliário Memorial Office Relatório da Administração Agosto/2009 LOCAÇÃO: Encontra-se disponível para locação 431,34m². A principal locatária

Leia mais

Nº 70053391546 COMARCA DE FELIZ CONSTRUTORA SC LTDA A C Ó R D Ã O

Nº 70053391546 COMARCA DE FELIZ CONSTRUTORA SC LTDA A C Ó R D Ã O APELAÇÃO CÍVEL. LICITAÇÃO. MULTA APLICADA EM RAZÃO DE ATRASO NA EXECUÇÃO DE OBJETO DO CONTRATO. NECESSIDADE DE ABERTURA DE PRAZO PARA DEFESA PRÉVIA. A imposição de qualquer das penalidades previstas nos

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 9.276, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2009.

RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 9.276, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2009. RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 9.276, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2009. Autoriza o Poder Executivo a conceder parcelamento de débitos fiscais relacionados com o Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias

Leia mais

ITAÚ PERSONNALITÉ RENDA FIXA FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO

ITAÚ PERSONNALITÉ RENDA FIXA FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO ITAÚ PERSONNALITÉ RENDA FIXA FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 00.832.424/0001-12 MENSAGEM DO ADMINISTRADOR Prezado Cotista, Este FUNDO, constituído sob a forma de condomínio

Leia mais

A T A D E A U D I Ê N C I A

A T A D E A U D I Ê N C I A A T A D E A U D I Ê N C I A Aos 27 de julho de 2011, às 16:13 horas, na sala de audiências desta Vara, na presença da Juíza do Trabalho Substituta, ALESSANDRA JAPPONE ROCHA MAGALHÃES, foram apregoados

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES INICIAIS

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES INICIAIS CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ANCHIETA Jundiaí/SP REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES INICIAIS Art. 1º. O estágio de prática jurídica supervisionado

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE RONDÔNIA Porto Velho - Fórum Cível Av Lauro Sodré, 1728, São João Bosco, 76.803-686 e-mail:

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE RONDÔNIA Porto Velho - Fórum Cível Av Lauro Sodré, 1728, São João Bosco, 76.803-686 e-mail: Vara: 1ª Vara Cível Processo: 0002465-39.2013.8.22.0001 Classe: Procedimento Ordinário (Cível) Requerente: Shirlane Guillen dos Santos Requerido: Banco Bradesco S/A SENTENÇA Vistos, etc... RELATÓRIO. SHIRLANE

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX PREVIDÊNCIA SOCIAL. Débitos Previdenciários Municípios Parcelamento Normatização

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX PREVIDÊNCIA SOCIAL. Débitos Previdenciários Municípios Parcelamento Normatização TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX PREVIDÊNCIA SOCIAL Orientador Empresarial Débitos Previdenciários Municípios Parcelamento Normatização INSTRUÇÃO NORMATIVA SRP 10/2005 DOU:

Leia mais

PORTARIA 2/2015 REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS CAPITULO I DISPOSIÇÕES INICIAIS

PORTARIA 2/2015 REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS CAPITULO I DISPOSIÇÕES INICIAIS PORTARIA 2/2015 O Prof. Ms. Márcio Franklin Nogueira, Coordenador do Curso de Direito, tendo em conta mudança na sistemática de agendamento e cômputo de horas das atividades de prática jurídica, agora

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB XIII EXAME DE ORDEM C006 DIREITO TRIBUTÁRIO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB XIII EXAME DE ORDEM C006 DIREITO TRIBUTÁRIO C006 DIREITO TRIBUTÁRIO PEÇA PRÁTICO-PROFISSIONAL C006042 Responsabilidade Tributária. Exceção de pré-executividade. Determinada pessoa jurídica declarou, em formulário próprio estadual, débito de ICMS.

Leia mais

Estado do Acre DECRETO Nº 4.971 DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012

Estado do Acre DECRETO Nº 4.971 DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012 DECRETO Nº 4.971 DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012. Publicado no DOE nº 10.952 de 21-12-2012.. Alterado pelos Decretos nºs 5.089/2013, 6.287/2013, 7.299, 8.251/2014, 1.490/2015, 2.301/2015, 2.884/2015 e 3.472/2015..

Leia mais

2ª TURMA RECURSAL JUIZADOS ESPECIAIS FEDERAIS SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ

2ª TURMA RECURSAL JUIZADOS ESPECIAIS FEDERAIS SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ 2ª TURMA RECURSAL JUIZADOS ESPECIAIS FEDERAIS SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ Processo nº 2007.70.50.015769-5 Relatora: Juíza Federal Andréia Castro Dias Recorrente: CLAUDIO LUIZ DA CUNHA Recorrida: UNIÃO FEDERAL

Leia mais

REGULAMENTO FINANCEIRO DA FITO

REGULAMENTO FINANCEIRO DA FITO REGULAMENTO FINANCEIRO DA FITO DOS CONTRATANTES Art. 1º - Pela matrícula, a Fundação Instituto Tecnológico de Osasco, doravante denominada FITO e o Aluno e/ou Responsável Financeiro estabelecem recíprocos

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 35 Registro: 2016.0000031880 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0003042-68.2011.8.26.0003, da Comarca de, em que é apelante/apelado JOSUÉ ALEXANDRE ALMEIDA (JUSTIÇA

Leia mais

JUSTIÇA FEDERAL/TRF 3ª REGIÃO

JUSTIÇA FEDERAL/TRF 3ª REGIÃO JUSTIÇA FEDERAL/TRF 3ª REGIÃO Lei nº 9.289/1996 - Art. 14 e Resolução nº 278/2007, alterada pela Resolução nº 411/2010 DO RECOLHIMENTO DAS CUSTAS Custas, despesas processuais e preparo para recursos que

Leia mais

EDITAL N.º 8120695 EDITAL DE LEILÃO

EDITAL N.º 8120695 EDITAL DE LEILÃO EXECUÇÃO FISCAL Nº 2006.70.02.006579-0/PR EXEQUENTE : UNIÃO - FAZENDA NACIONAL ADVOGADO : FABRIZIO CANDIA DOS SANTOS EXECUTADO : ENACEX EMPRESA NACIONAL EXPORTADORA DE ARMARINHOS LTDA ADVOGADO : JISLAINE

Leia mais

MUNICÍPIO DE REGUENGOS DE MONSARAZ

MUNICÍPIO DE REGUENGOS DE MONSARAZ MUNICÍPIO DE REGUENGOS DE MONSARAZ AJUSTE DIRETO AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE CONTRATAÇÃO DE ARTISTAS PARA OS EVENTOS A REALIZAR NO ÂMBITO DA CIDADE EUROPEIA DO VINHO CADERNO DE ENCARGOS ÍNDICE DISPOSIÇÕES

Leia mais

1º LABORATÓRIO DE PEÇAS

1º LABORATÓRIO DE PEÇAS 1º LABORATÓRIO DE PEÇAS PRÁTICA TRABALHISTA Peça 01 Márcio trabalhava para a empresa Boi Fresco LTDA., exercendo a função de coordenador de frigorífico. Laborava sempre das 8h00 às 17h00, com intervalo

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS Acórdão: 20.514/14/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 15.000017859-30 Impugnação: 40.010135173-41 Impugnante: Proc. S. Passivo: Origem: EMENTA Daniel dos Santos Lauro CPF: 084.807.156-50 Karol Araújo Durço DF/Juiz

Leia mais

AL CAR EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES S.A.

AL CAR EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES S.A. AL CAR EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES S.A. 1ª Emissão de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2004 AL CAR EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES S.A. 1ª Emissão de Debêntures Relatório

Leia mais

CONTRATO GERAL DE MATRÍCULA PARA CURSOS E EVENTOS DE EXTENSÃO PESSOA JURÍDICA

CONTRATO GERAL DE MATRÍCULA PARA CURSOS E EVENTOS DE EXTENSÃO PESSOA JURÍDICA Criado em 29/09/2015 12:00 - Página 1 de 6 CONTRATO GERAL DE MATRÍCULA PARA CURSOS E EVENTOS DE EXTENSÃO PESSOA JURÍDICA Ao solicitar matrícula no curso ou evento, a empresa declara estar ciente das cláusulas

Leia mais

COMPRA - FASE INTERNA DA LICITAÇÃO PREGÃO, CONVITE, TOMADA DE PREÇOS E CONCORRÊNCIA

COMPRA - FASE INTERNA DA LICITAÇÃO PREGÃO, CONVITE, TOMADA DE PREÇOS E CONCORRÊNCIA SECRETARIA DE CONTROLE INTERNO - SCI FOLHA DE VERIFICAÇÃO - DALC COMPRA - FASE INTERNA DA LICITAÇÃO PREGÃO, CONVITE, TOMADA DE PREÇOS E CONCORRÊNCIA Processo: TRT/SOF nº Volumes: Exercício: Subelemento:

Leia mais

[Nota: os instrumentos de alteração contratual devem conter o número de registro da sociedade no CNPJ e o número de inscrição da sociedade na OAB/ES]

[Nota: os instrumentos de alteração contratual devem conter o número de registro da sociedade no CNPJ e o número de inscrição da sociedade na OAB/ES] ... ª ALTERAÇÃO E CONSOLIDAÇÃO DO CONTRATO SOCIAL DA SOCIEDADE DE ADVOGADOS...(nome da Sociedade)... [Nota: os instrumentos de alteração contratual devem conter o número de registro da sociedade no CNPJ

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS. Pagamento Cota de sorteio % Cota de carregamento % Cota de Capitalização % 1º ao 3º 5,7736% 84,2264% 10,0000%

CONDIÇÕES GERAIS. Pagamento Cota de sorteio % Cota de carregamento % Cota de Capitalização % 1º ao 3º 5,7736% 84,2264% 10,0000% CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO Subscritor é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso de efetuar o pagamento na forma convencionada nestas Condições Gerais. Titular

Leia mais

SENTENÇA. Maxcasa Xii Empreendimentos Imobiliários Ltda

SENTENÇA. Maxcasa Xii Empreendimentos Imobiliários Ltda fls. 1 SENTENÇA Processo nº: 0008740-84.2013.8.26.0100 Classe Assunto: Procedimento Ordinário - Perdas e Danos Requerente: Fernando Albieri Requerido: Maxcasa Xii Empreendimentos Imobiliários Ltda Juiz(a)

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE METODISTA DE SANTA MARIA (FAMES)

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE METODISTA DE SANTA MARIA (FAMES) REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE METODISTA DE SANTA MARIA (FAMES) SANTA MARIA RS 2014 1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE PROMESSA DE VENDA E COMPRA - PARCELADO -

INSTRUMENTO PARTICULAR DE PROMESSA DE VENDA E COMPRA - PARCELADO - INSTRUMENTO PARTICULAR DE PROMESSA DE VENDA E COMPRA - PARCELADO - 1 LOTE Nº: I PROMITENTE VENDEDOR II PROMITENTE COMPRADOR III IMÓVEL A SITUAÇÃO DO IMÓVEL ( ) OCUPADO ( ) DESOCUPADO ( ) FRAÇÃO IDEAL IV

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 20.740/12/1ª Rito: Ordinário PTA/AI: 01.000167519-71 Recurso Inominado: 40.

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 20.740/12/1ª Rito: Ordinário PTA/AI: 01.000167519-71 Recurso Inominado: 40. Acórdão: 20.740/12/1ª Rito: Ordinário PTA/AI: 01.000167519-71 Recurso Inominado: 40.100131449-19 Recorrente: Recorrida: Proc. Recorrente: Origem: EMENTA Nova Era Silicon S/A IE: 447437112.00-77 Fazenda

Leia mais

2ª TURMA RECURSAL JUIZADOS ESPECIAIS FEDERAIS SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ

2ª TURMA RECURSAL JUIZADOS ESPECIAIS FEDERAIS SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ Processo nº 2008.70.62.001065-5 Relatora: Juíza Federal Andréia Castro Dias Recorrente: Instituto Nacional do Seguro Social INSS Recorrido: PATRICK JUNIOR MORETTI, representado por TEREZINHA ZINO DE GOIS

Leia mais

CONVENÇÃO INTERAMERICANA SOBRE CUMPRIMENTO DE MEDIDAS CAUTELARES

CONVENÇÃO INTERAMERICANA SOBRE CUMPRIMENTO DE MEDIDAS CAUTELARES CONVENÇÃO INTERAMERICANA SOBRE CUMPRIMENTO DE MEDIDAS CAUTELARES Os Governos dos Estados Membros da Organização dos Estados Americanos, desejosos de concluir uma convenção sobre cumprimento de medidas

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0055626-48.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: JAQUELINE MACIEL LOURENÇO DA SILVA

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0055626-48.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: JAQUELINE MACIEL LOURENÇO DA SILVA AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0055626-48.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: JAQUELINE MACIEL LOURENÇO DA SILVA AGRAVADO: INSTITUTO ANALICE LTDA RELATOR: DES. AUGUSTO ALVES MOREIRA JUNIOR AGRAVO DE INSTRUMENTO. DIREITO

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL. Parágrafo 3 Poderão ser emitidas ações preferenciais até 2/3 (dois terços) do total de ações.

ESTATUTO SOCIAL. Parágrafo 3 Poderão ser emitidas ações preferenciais até 2/3 (dois terços) do total de ações. ESTATUTO SOCIAL Pettenati S/A Indústria Têxtil Atualizado até 29/10/2010 ESTATUTO SOCIAL I Denominação, sede, objeto e duração da sociedade Art. 1º - A sociedade terá por denominação social Pettenati S/A

Leia mais

RESOLUÇÃO CRP-16 Nº 005/2012

RESOLUÇÃO CRP-16 Nº 005/2012 RESOLUÇÃO CRP-16 Nº 005/2012 Institui procedimentos para solicitação e efetivação de cancelamento da inscrição de pessoa física junto ao CRP-16 e dá outras providências. Revoga a resolução CRP 16 nº. 003/2009.

Leia mais

O julgamento teve a participação dos MM. Juízes EGBERTO DE ALMEIDA PENIDO (Presidente), LUIS EDUARDO SCARABELLI E CLAUDIA THOMÉ TONI.

O julgamento teve a participação dos MM. Juízes EGBERTO DE ALMEIDA PENIDO (Presidente), LUIS EDUARDO SCARABELLI E CLAUDIA THOMÉ TONI. fls. 146 Registro: 2015.0000046600 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Recurso Inominado nº 1008439-47.2014.8.26.0016, da Comarca de São Paulo, em que são FÁBIO IVO ANTUNES e GABRIELA

Leia mais