REDUCING COSTS OF QUALITY TOOLS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REDUCING COSTS OF QUALITY TOOLS"

Transcrição

1 REDUZINDO CUSTOS COM AS FERRAMENTAS DA QUALIDADE Amanda Theorodo STECCA¹ Matheus Guilherme de Camargo OLIVEIRA¹ Tatiane Maria MIÃO¹ Tayane Dutra INÁCIO¹ Viviane Regina de Oliveira SILVA 2 RESUMO O artigo apresenta a relação entre as ferramentas da qualidade e os custos e como a interação entre elas busca a redução em produtos e processos. O tema apresentado é de grande interesse entre as empresas, pois o que as mesmas buscam é a redução do custo e maior produtividade. As empresas sofrem com tempo ocioso, movimentação desnecessária e outras falhas que atrapalham a produtividade e interfere na qualidade, com isso, objetivo desse artigo é apresentar as ferramentas da qualidade e sua aplicabilidade no processo produtivo para auxílio de uma produtividade com eficácia, melhorias e redução de gastos. Palavras-chave: Ferramentas da qualidade, custos, produtividade. REDUCING COSTS OF QUALITY TOOLS ABSTRACT The following shows the relationship between the quality tools and costs and how the interaction between them seeks reduction in spending on products and processes, the subject is of great interest among companies, as they seek is the reduction in the cost and higher productivity. Companies suffer from downtime, unnecessary movement and other flaws that hinder productivity and interfere with quality, with this, the objective of this research is to study and present quality tools and their applicability in the production process for a productivity with efficiency, improvements and reduction of expenses. 1 Graduando CEUNSP, curso Gestão da Qualidade, Turma Professora CEUNSP, Itu/SP, Orientadora TCC.

2 2 Key Word: Tools of quality, cost, productivity. INTRODUÇÃO A economia mundial tem se mantido sustentável e as exigências do mercado consumidor estão cada vez maiores, forçando as empresas a desenvolverem e buscarem soluções rápidas para se adequar as constantes mudanças. Atualmente as organizações se focam no fornecimento de produtos e serviços que atendam as expectativas e necessidades do mercado com qualidade e preços acessíveis, mas ao mesmo tempo, com a visão de redução de custo. Nos dias atuais, as empresas estão gastando muito na fabricação de seus produtos, e devido esse elevado valor, não conseguem se manter competitiva no mercado, pois o concorrente pode estar mais avançado em questão de tecnologia e conhecimento em ferramentas que ajudam a reduzir o custo, deixando seu produto com preço acessível a todos e com qualidade elevada. As vantagens de se aplicar essas ferramentas são inúmeras, elas auxiliam na busca de possíveis ou principais falhas do processo, podendo tomar ações de imediato, assim eliminando problemas que estavam afetando a produtividade e qualidade do produto, consegue-se uma redução de gastos desnecessários, e faz com que a empresa identifique melhorias no processo, tornando a produtividade eficaz. Obtendo resultados satisfatórios com a aplicabilidade das ferramentas, o consumidor final tem uma percepção diferente das demais empresas do mesmo segmento. A qualidade do produto e o preço de venda são facilmente notáveis, e não é somente o consumidor tem a vantagem, a empresa também consegue obter resultados positivos, que é quando se consegue contabilizar e ver que os custos de produção reduziram, e se teve um aumento na lucratividade. 1 FERRAMENTAS DA QUALIDADE As ferramentas da qualidade usadas no processo foram estruturadas para o processo de gestão. Em cada etapa do ciclo PDCA (Planejar, Realizar, Medir, Agir), são aplicadas diversas ferramentas. Especialistas e usuários fizeram classificações sobre as ferramentas, as

3 3 mais utilizadas são as de controle ou de planejamento, e há outras utilizadas com menos frequência que não recebem classificação. Atualmente as ferramentas mais utilizadas, conhecidas como as Sete Ferramentas da Qualidade, são integradas por: Histograma, Diagrama de Dispersão, Gráfico de Controle, Diagrama de Ishikawa, Fluxograma, Folha de Verificação, Diagrama de Pareto, onde se destacam pela sua aplicação e eficácia no auxílio em resoluções de problemas: Folha de Verificação - utilizada para investigar as causas dos defeitos, sendo que os dados relativos à causa e os dados relativos aos defeitos são expostos de tal forma que se tornam claros as causas e efeitos ajudando a diminuir erros e confusões; Diagrama de Pareto - utilizado para mostrar quais os itens ou causas de perdas que devem ser sanados é responsável pela maioria das perdas. Torna-se claro a ação / beneficio, ou seja, prioriza a ação que trará o melhor resultado; Diagrama de Ishikawa - utilizada para melhoria e controles de qualidade nas empresas, facilitando a visualização e classificação das causas que originam os problemas ou de resultados que se pretende melhorar. Essas ferramentas são utilizadas para resolução de problemas, porém com o passar do tempo não foram suficientes, onde então empresas automobilísticas trabalharam no desenvolvimento e implantação de novas ferramentas para complementar essas já existentes e tornando a integração entre elas ainda mais eficientes, otimizando seus processos e melhorando resultados. A título de exemplo, temos o modelo onde a maioria das empresas se baseiam, o Sistema Toyota de Produção. Esse sistema vem se destacando nos últimos anos entre as organizações, é um conjunto de princípios da qualidade total e das tradições japonesas. A eliminação de desperdício e produção com qualidade formaram os princípios que integram esse sistema. É integrado por ferramentas que auxiliam em seu controle e sua eficácia, tais como: 5 Por quês, 5W2H, MASP 8D, Método 5S e o Programa 8S brasileiro, JIT (Just In Time), Kanban, Kaizen e Poka Yoke. Dentre essas ferramentas, destacam-se pela sua aplicabilidade, eficiência e resultados: 5S - O programa nada mais é do que cinco ações/senso que possuem suas iniciais a letra S quando pronunciados em japonês. São elas: Seiri (utilização), Seiton (Ordenação), Seiso (Limpeza), Seiketsu (bem estar), e Shitsuke (autodisciplina), onde trabalha pontualmente na organização da empresa para redução de tempo e movimentações desnecessárias; Kanban - Ferramenta de origem japonesa que tem como significado cartão ou sinalização, foi desenvolvida com a finalidade de manter um funcionamento eficaz de produção em série; JIT (Just In Time) - Sistema de produzir conforme a demanda, no tempo certo, nas quantidades necessárias.

4 4 Com o conhecimento e implantação dessas ferramentas, as organizações trabalham diretamente sob sua produtividade, aumentando a rentabilidade de suas atividades, e reduzindo todos os custos referentes a Custos de Prevenção, Custos de Avaliação, Custos de Falhas. A mensuração dos investimentos esta relacionado com analisar os retornos financeiros e os resultados possibilitando que a empresa possa tomar uma ação de melhoria organizacional. Com o desenvolvimento de Normas da série ISO, a referência normativa usada é a ISO 9004:2000, onde também há a definição dos custos. Essa norma exige que fornecedores mensurem os custos da qualidade nos seus processos, tanto relacionadas ao gasto com qualidade, ou a falta de qualidade nos produtos fabricados. Assim, as ferramentas da qualidade foram criadas a fim de buscar melhorias contínuas e redução de custos, o que hoje as organizações mais buscam, aumentando sua eficiência e sua produtividade. A classificação dos custos da qualidade podem ter diferentes definições, em geral se trata sob o ponto de vista do processo. Esses custos estão relacionados à conformidade e não conformidade e dividido também em prevenção, análise e falhas. Não deixa de ser um modo gerencial e avaliar seus gastos e o retorno financeiro que a empresa obtém. Pode-se considerar também uma ferramenta de suporte para melhoria da qualidade, pois é possível apontar as áreas mais prejudicadas do processo. Com a implantação das ferramentas e a mensuração de gastos, as empresas tornam seus processos mais eficientes, elevando sua produtividade, sendo assim, aumentando assim a qualidade de seus produtos e satisfazendo seus consumidores. CONCLUSÃO Tendo em vista os dados apresentados no trabalho, as ferramentas da qualidade podem ser eficientes quando utilizadas separadamente para identificar vários problemas. Como algumas servem de passo intermediário para se chegar a um resultado, e outras de apoio para gerar informações, sua eficácia se mostra na integração entre elas. Nos dias de hoje o que as empresas mais buscam além de competitividade e produtividade, é reduzir os custos, pois é assim que se pode obter maior competitividade no mercado. Os custos esta inteiramente relacionada com a qualidade e é através dela que se evitam desperdícios, ou seja, perda de materiais, dinheiro e tempo.

5 5 As ferramentas da qualidade são uma grande aliada nesse combate ao desperdício, pois com elas bem executadas tornam os processos eficientes e eficazes, o que além de gerar a redução de custos, gera também a satisfação do cliente, através da qualidade obtido em seu produto. É necessário entender que os gastos com a qualidade antes da fabricação do produto deveram considerados como investimento, porque esse custo gera a qualidade do seu processo e evita gastos inesperados com não conformidade no produto acabado. Há diversas ferramentas que dão ênfase ao processo, e quando integradas pode-se obter a qualidade total, ou seja, no processo, produto, entregas e clientes. Enfim, sendo um assunto muito abordado no mercado, as ferramentas da qualidade, sendo bem aplicadas são de grande importância no processo, pois ajudam na redução de inúmeros problemas, por isso, as organizações buscam profissionais capacitados para o desenvolvimento e aplicabilidade dessas ferramentas. Além de ter uma melhoria no processo em si, a imagem da empresa no mercado será mais valorizada. REFERÊNCIAS CARVALHO, Marly Monteiro de. Gestão da Qualidade Teoria e Casos. 10. reimpr. Rio de Janeiro: Elsevier, ABRANTES, José. Gestão da Qualidade Agora. Rio de Janeiro: Interciência, CIERCO, Agliberto Alves; ROCHA, Alexandre Varanda; MOTA, Edmarson Bacelar; JUNIOR, Isnard Marshall; AMORIM, Sergio Roberto Leusin. Gestão da Qualidade Serie Gestão Empresarial. Editora FGV, 9ª Edição, AGUIAR, Silvio. Integração das Ferramentas da Qualidade ao PDCA e Programa Seis Sigmas. Editora INDG, 1ª edição, 2006.

ADMINISTRAÇÃO GERAL GESTÃO DA QUALIDADE

ADMINISTRAÇÃO GERAL GESTÃO DA QUALIDADE ADMINISTRAÇÃO GERAL GESTÃO DA QUALIDADE Atualizado em 03/12/2015 GESTÃO DA QUALIDADE As ideias principais que baseiam o significado atual da qualidade são, basicamente, as seguintes: Atender às expectativas,

Leia mais

ANÁLISE DAS FERRAMENTAS E DO CONTROLE DA QUALIDADE E PROCESSO

ANÁLISE DAS FERRAMENTAS E DO CONTROLE DA QUALIDADE E PROCESSO 1 ANÁLISE DAS FERRAMENTAS E DO CONTROLE DA QUALIDADE E PROCESSO Solange de Fátima Machado 1 Renato Francisco Saldanha Silva 2 Valdecil de Souza 3 Resumo No presente estudo foi abordada a análise das ferramentas

Leia mais

Qualidade é o grau no qual um conjunto de características inerentes satisfaz a requisitos. ISO 9001:2008

Qualidade é o grau no qual um conjunto de características inerentes satisfaz a requisitos. ISO 9001:2008 1 Sumário 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. Introdução...3 Ferramentas da Qualidade...4 Fluxograma...5 Cartas de Controle...7 Diagrama de Ishikawa...9 Folha de Verificação...11 Histograma...13 8. 9. 10. Gráfico de

Leia mais

PROGRAMA 5S E OS DESPERDÍCIOS DO SISTEMA TOYOTA DE PRODUÇÃO APLICADOS EM UMA PLANTA DE PRÉ-TRATAMENTO DE REEE

PROGRAMA 5S E OS DESPERDÍCIOS DO SISTEMA TOYOTA DE PRODUÇÃO APLICADOS EM UMA PLANTA DE PRÉ-TRATAMENTO DE REEE PROGRAMA 5S E OS DESPERDÍCIOS DO SISTEMA TOYOTA DE PRODUÇÃO APLICADOS EM UMA PLANTA DE PRÉ-TRATAMENTO DE REEE RESUMO Claudia Adriana Kohl (*), Cristine Santos de Souza da Silva, Caroline Lobato de Lima

Leia mais

Nosso negócio é a melhoria da Capacidade Competitiva de nossos Clientes

Nosso negócio é a melhoria da Capacidade Competitiva de nossos Clientes Nosso negócio é a melhoria da Capacidade Competitiva de nossos Clientes 1 SÉRIE PRODUTIVIDADE MELHORIA CONTÍNUA / KAIZEN CONCEITOS FUNDAMENTAIS Conceituar Melhoria Contínua e sua importância no contexto

Leia mais

Título: Programa 5S s em uma Empresa Júnior: da melhoria do ambiente físico ao cuidado com as pessoas Categoria: Projeto Interno Temática: Qualidade

Título: Programa 5S s em uma Empresa Júnior: da melhoria do ambiente físico ao cuidado com as pessoas Categoria: Projeto Interno Temática: Qualidade Título: Programa 5S s em uma Empresa Júnior: da melhoria do ambiente físico ao cuidado com as pessoas Categoria: Projeto Interno Temática: Qualidade Resumo Manter um ambiente de trabalho adequado à realização

Leia mais

processos de qualidade como um todo. Este conceito, muitas vezes como parte de uma iniciativa mais ampla "gestão enxuta", muitas organizações abraçam

processos de qualidade como um todo. Este conceito, muitas vezes como parte de uma iniciativa mais ampla gestão enxuta, muitas organizações abraçam 2 1 FILOSOFIA KAIZEN Segundo IMAI, MASAAKI (1996) KAIZEN é uma palavra japonesa que traduzida significa melhoria continua, que colabora em melhorias sequenciais na empresa como um todo, envolvendo todos

Leia mais

METODOLOGIA 8D RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS. Resumo

METODOLOGIA 8D RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS. Resumo 1 METODOLOGIA 8D RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS Solange de Souza Machado 1 Vanessa Aparecida Fim de Carvalho 2 Claudinei Novelli 3 Akira Yoshinaga 4 Resumo Essa metodologia 8D tem a finalidade de eliminar problemas

Leia mais

CENTREIND CENTRO DE TREINAMENTO INDUSTRIAL

CENTREIND CENTRO DE TREINAMENTO INDUSTRIAL Programa 5S Base da implantação da qualidade total nas organizações. Introdução: É possível eliminar o desperdício (tudo que gera custo extra), em cinco fases, com base no programa 5S, surgido no Japão

Leia mais

FUNDAMENTOS DA EMPRESA ENXUTA

FUNDAMENTOS DA EMPRESA ENXUTA FUNDAMENTOS DA EMPRESA ENXUTA Prof. Darli Rodrigues Vieira darli@darli.com.br O QUE ESTÁ POR TRÁS DA IDÉIA DE EMPRESA ENXUTA? ELIMINAÇÃO DE TODO TIPO DE DESPERDÍCIO NO SUPPLY VELOCIDADE FLEXIBILIDADE QUALIDADE

Leia mais

Título da apresentação Curso Gestão de Projetos II (Verdana, cor branca) Curso de Desenvolvimento de Servidores - CDS

Título da apresentação Curso Gestão de Projetos II (Verdana, cor branca) Curso de Desenvolvimento de Servidores - CDS Título da apresentação Curso Gestão de Projetos II (Verdana, cor branca) Curso de Desenvolvimento de Servidores - CDS Prof. Instrutor Elton Siqueira (a) (Arial Moura preto) CURSO DE GESTÃO DE PROJETOS

Leia mais

CURSO ANALISTA DE LOGISTICA E PRODUÇÃO INDUSTRIAL GRADE CURRICULAR @2014 - CENTRO EDUCACIONAL ANÍSIO PEDRUSSI

CURSO ANALISTA DE LOGISTICA E PRODUÇÃO INDUSTRIAL GRADE CURRICULAR @2014 - CENTRO EDUCACIONAL ANÍSIO PEDRUSSI MÓDULOS / DISCIPLINAS Carga Horária Módulo I - Introdução ao Estudo da Logística No Brasil e no Mundo 30 1. Introdução ao Estudo da Logística 2. História da Logística 3. Na Pré-História 4. No Exército

Leia mais

O REFLEXO DA QUALIDADE PARA A PRODUTIVIDADE

O REFLEXO DA QUALIDADE PARA A PRODUTIVIDADE O REFLEXO DA QUALIDADE PARA A PRODUTIVIDADE Fernanda Aparecida de SOUZA 1 RGM: 079195 Juliana Regina de ALMEIDA 1 RGM: 079247 Mary Ellen dos Santos MOREIRA 1 RGM: 079248 Renato Francisco Saldanha SILVA

Leia mais

O FATOR HUMANO NA IMPLEMENTAÇÃO DE MELHORIAS DE PROCESSO

O FATOR HUMANO NA IMPLEMENTAÇÃO DE MELHORIAS DE PROCESSO O FATOR HUMANO NA IMPLEMENTAÇÃO DE MELHORIAS DE PROCESSO A sobrevivência e o crescimento das empresas, está associado a conceitos como: competitividade, tecnologia, qualidade, meio ambiente, competência

Leia mais

FERRAMENTAS DA QUALIDADE NA IDENTIFICAÇÃO E ANÁLISE DE NÃO CONFORMIDADE

FERRAMENTAS DA QUALIDADE NA IDENTIFICAÇÃO E ANÁLISE DE NÃO CONFORMIDADE FERRAMENTAS DA QUALIDADE NA IDENTIFICAÇÃO E ANÁLISE DE NÃO CONFORMIDADE RESUMO O presente trabalho tem como tema a análise das principais causas e origens das não conformidades em uma indústria metal mecânica.

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA CALIBRAÇÃO NO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

A IMPORTÂNCIA DA CALIBRAÇÃO NO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE A IMPORTÂNCIA DA CALIBRAÇÃO NO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE RESUMO Bruna Cássia Mendes de AZEVEDO¹ Kelly Ariane Dutra do PRADO¹ Osmar de Campos FONSECA¹ Patrícia dos Santos ALVES¹ Renato F. Saldanha

Leia mais

Para entendermos melhor a evolução da qualidade, precisamos rememorar alguns pontos na história.

Para entendermos melhor a evolução da qualidade, precisamos rememorar alguns pontos na história. SISTEMA DE QUALIDADE EAD MÓDULO XIX - RESUMO Para entendermos melhor a evolução da qualidade, precisamos rememorar alguns pontos na história. Posteriormente, ocorreu a Revolução Industrial, em que a subsistência

Leia mais

MODELO SEIS SIGMA. Histórico e Perspecitiva Estratégica da Qualidade. TQM / Seis Sigma / ISO 9000. Ferramentas da Qualidade.

MODELO SEIS SIGMA. Histórico e Perspecitiva Estratégica da Qualidade. TQM / Seis Sigma / ISO 9000. Ferramentas da Qualidade. Operacional Tático Estratégico Sustentabilidade Serviços MODELO SEIS SIGMA Histórico e Perspecitiva Estratégica da Qualidade PRINCÍPIOS Gerenciamento das Diretrizes TQM / Seis Sigma / ISO 9000 Gestão por

Leia mais

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR TÉCNICO EM CONTABILIDADE NA MODALIDADE A DISTÂNCIA - 2010/1

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR TÉCNICO EM CONTABILIDADE NA MODALIDADE A DISTÂNCIA - 2010/1 ORGANIZAÇÃO CURRICULAR TÉCNICO EM CONTABILIDADE NA MODALIDADE A DISTÂNCIA - 2010/1 DC 5080 25/03/2010 Rev. 00 1. Dados Legais Autorizado pelo Parecer 470 do Conselho Estadual de Educação de 24 de novembro

Leia mais

GESTÃO DA QUALIDADE. Palavras-chave: Qualidade. Gestão da Qualidade. Definições da Qualidade.

GESTÃO DA QUALIDADE. Palavras-chave: Qualidade. Gestão da Qualidade. Definições da Qualidade. GESTÃO DA QUALIDADE Luiz Antonio Bertoli de Oliveira Prof. Pablo Rodrigo Bes Oliveira Centro Universitário Leonardo Da Vinci UNIASSELVI Bacharelado em Administração (ADG 0257)- Módulo I 08/11/2012 RESUMO

Leia mais

O SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE NO GRUPO JMT 1

O SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE NO GRUPO JMT 1 O SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE NO GRUPO JMT 1 CATTELAN, Verônica Dalmolin 2 ; NORO, Greice de Bem 3; MAGALHÃES, Aline Cristina de Menezes 4 1 Trabalho de Pesquisa _UNIFRA 2 Bacharel em Admninistração

Leia mais

Administração da Qualidade e o Modelo Japonês

Administração da Qualidade e o Modelo Japonês Administração da Qualidade e o Modelo Japonês Fonte: Maximiano Autores Principais Idéias e Contribuições Shewhart, Dodge e Romig Cartas de Controle. Controle estatístico da qualidade e controle estatístico

Leia mais

O Novo Ambiente de Negócios Estratégias Competitivas

O Novo Ambiente de Negócios Estratégias Competitivas O Novo Ambiente de Negócios Estratégias Competitivas MARCELO COSTA Experiência Consultor Sênior da MC Asset Consultor em Estratégia Competitiva e Gestão Empresarial pelo Sebrae Atuou como Consultor Empresarial

Leia mais

Sistemas de Informação Gerencial

Sistemas de Informação Gerencial Sistemas de Informação Gerencial Ao longo da historia da administração ocorreram muitas fases. Sendo que, seus princípios sempre foram semelhantes, mudando apenas o enfoque conforme a visão do pesquisador.

Leia mais

Curso de Especialização em Gestão Industrial

Curso de Especialização em Gestão Industrial Curso de Especialização em Gestão Industrial Operacionalização: Pós graduação lato sensu da Universidade de São Paulo (USP) O Curso de Especialização em Gestão Industrial aborda, de maneira conceitual

Leia mais

AVALIAÇÃO DO PROCESSO DE AUDITORIA INTERNA NA AGÊNCIA DO BANCO ITAÚ DE PONTE NOVA RESUMO

AVALIAÇÃO DO PROCESSO DE AUDITORIA INTERNA NA AGÊNCIA DO BANCO ITAÚ DE PONTE NOVA RESUMO 1 AVALIAÇÃO DO PROCESSO DE AUDITORIA INTERNA NA AGÊNCIA DO BANCO ITAÚ DE PONTE NOVA Ezequiel Benjamin Dionisio 1 Marina Machado das Dores 2. RESUMO DIONISIO, Ezequiel Benjamin e DAS DORES, Marina Machado.

Leia mais

Propostas de melhorias da qualidade no processo de prestação de serviços de topografia: um estudo de caso

Propostas de melhorias da qualidade no processo de prestação de serviços de topografia: um estudo de caso Propostas de melhorias da qualidade no processo de prestação de serviços de topografia: um estudo de caso Cristiana Guimarães Cunha (FEAMIG) cristiguimaraes@yahoo.com.br Gislaine Barbosa Nascimento (FEAMIG)

Leia mais

Prática desenvolvida no Japão com o objetivo de desenvolver padrões de limpeza e organização, para proporcionar bem estar a todos.

Prática desenvolvida no Japão com o objetivo de desenvolver padrões de limpeza e organização, para proporcionar bem estar a todos. O QUE É O 5S? Prática desenvolvida no Japão com o objetivo de desenvolver padrões de limpeza e organização, para proporcionar bem estar a todos. TAMBÉM É CONHECIDO COMO HOUSE KEEPING 2 QUAIS SÃO OS SIGNIFICADOS

Leia mais

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS: O SUCESSO DAS ORGANIZAÇÕES

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS: O SUCESSO DAS ORGANIZAÇÕES TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS: O SUCESSO DAS ORGANIZAÇÕES Cassia Uhler FOLTRAN 1 RGM: 079313 Helen C. Alves LOURENÇO¹ RGM: 085342 Jêissi Sabta GAVIOLLI¹ RGM: 079312 Rogério Bueno ROSA¹ RGM:

Leia mais

CURSO ONLINE OS 8S s ADMINISTRATIVOS

CURSO ONLINE OS 8S s ADMINISTRATIVOS 1 CURSO ONLINE OS 8S s ADMINISTRATIVOS 2 ESSE CURSO FOI CRIADO E É PROMOVIDO PELA INSTITUIÇÃO Todos os Direitos Reservados 3 Bem Vindo ao Curso! _Seiri _Seiton _Seiso _Seiketsu _Shitsuke _Shido _Sitsuyaki

Leia mais

PROJETO DE MONOGRAFIA ADMINISTRAÇÃO DA QUALIDADE: PERSPECTIVAS DA CERTIFICAÇÃO SÉRIE ISO 14.000 NAS EMPRESAS

PROJETO DE MONOGRAFIA ADMINISTRAÇÃO DA QUALIDADE: PERSPECTIVAS DA CERTIFICAÇÃO SÉRIE ISO 14.000 NAS EMPRESAS CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRASÍLIA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS - FASA CURSO: ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DISCIPLINA: MONOGRAFIA ACADÊMICA PROFESSOR ORIENTADOR: MARCELO GAGLIARDI PROJETO DE MONOGRAFIA

Leia mais

ARTIGO FERRAMENTAS DE GESTÃO EMPRESARIAL NA BUSCA DA QUALIDADE. Alexandre Amorim de Souza, Mestre em Administração. Florianópolis, 2002

ARTIGO FERRAMENTAS DE GESTÃO EMPRESARIAL NA BUSCA DA QUALIDADE. Alexandre Amorim de Souza, Mestre em Administração. Florianópolis, 2002 1 ARTIGO FERRAMENTAS DE GESTÃO EMPRESARIAL NA BUSCA DA QUALIDADE Alexandre Amorim de Souza, Mestre em Administração Florianópolis, 2002 2 RESUMO No presente artigo enfatiza-se as principais ferramentas

Leia mais

Relato de um caso dos primeiros passos sobre a aplicação da produção enxuta em processos administrativos

Relato de um caso dos primeiros passos sobre a aplicação da produção enxuta em processos administrativos Relato de um caso dos primeiros passos sobre a aplicação da produção enxuta em processos administrativos Eberson de Andrade Moreira (SULZER) eng_eberson@hotmail.com Paulo Augusto Cauchick Miguel (USP)

Leia mais

Prof. Sérgio Roberto Sigrist srsigris@hotmail.com

Prof. Sérgio Roberto Sigrist srsigris@hotmail.com Prof. Sérgio Roberto Sigrist srsigris@hotmail.com Palavras-chave Melhores práticas, inovação, geração de valor, qualidade, serviços, gestão de serviços, suporte em TI, melhoria contínua, orientação a processos,

Leia mais

FTAD. Formação Técnica em Administração de Empresas. Gestão da Qualidade

FTAD. Formação Técnica em Administração de Empresas. Gestão da Qualidade FTAD Formação Técnica em Administração de Empresas Gestão da Qualidade Aula 5 O PROCESSO DE CERTIFICAÇÃO Objetivo: Compreender os requisitos para obtenção de Certificados no Sistema Brasileiro de Certificação

Leia mais

Ciclo de Formação e Treino em Manutenção e TPM

Ciclo de Formação e Treino em Manutenção e TPM Manutenção e A MANUTENÇÃO O PILAR ESSENCIAL DOS SISTEMAS PRODUTIVOS Não seria excelente se existisse um sistema de manutenção que reparasse o seu equipamento antes de ele avariar? Sim, pois quando os equipamentos

Leia mais

Proposta de avaliação de desempenho através dos custos da qualidade em sistemas de gestão da qualidade certificados

Proposta de avaliação de desempenho através dos custos da qualidade em sistemas de gestão da qualidade certificados Proposta de avaliação de desempenho através dos custos da qualidade em sistemas de gestão da qualidade certificados Ana Carolina Oliveira Santos Carlos Eduardo Sanches Da Silva Resumo: O sistema de custos

Leia mais

PDF created with pdffactory trial version www.pdffactory.com

PDF created with pdffactory trial version www.pdffactory.com Programa 8S Promovendo a Qualidade de Vida O R I G E N S 1 9 5 0 JAPÃO DO PÓS GUERRA KAORU ISHIKAWA O B J E T I V O S melhorar a qualidade de vida dos funcionários, transformando o ambiente da empresa,

Leia mais

Qualidade em Indústria de Biotecnologia

Qualidade em Indústria de Biotecnologia Qualidade em Indústria de Biotecnologia Aula 1 Prof a. Dr a Ilana L. B. C. Camargo Curso: Ciências Físicas e Biomoleculares Disciplina: Microbiologia e Biotecnologia Industrial IFSC - USP Automação no

Leia mais

O USO DE FERRAMENTAS DA QUALIDADE VISANDO A PADRONIZAÇÃO DO TAMANHO DA MASSA DA LASANHA PRODUZIDA EM UMA INDÚSTRIA ALIMENTÍCIA

O USO DE FERRAMENTAS DA QUALIDADE VISANDO A PADRONIZAÇÃO DO TAMANHO DA MASSA DA LASANHA PRODUZIDA EM UMA INDÚSTRIA ALIMENTÍCIA O USO DE FERRAMENTAS DA QUALIDADE VISANDO A PADRONIZAÇÃO DO TAMANHO DA MASSA DA LASANHA PRODUZIDA EM UMA INDÚSTRIA ALIMENTÍCIA Wherllyson Patricio Goncalves (UFCG) wherllyson@yahoo.com.br Suelyn Fabiana

Leia mais

UBQ União Brasileira para Qualidade

UBQ União Brasileira para Qualidade UBQ União Brasileira para Qualidade Quem somos A UBQ é uma entidade civil, para fins não econômicos, que trabalha para difundir os conceitos e as práticas da Qualidade com o objetivo de ajudar as organizações

Leia mais

Gerenciamento da Qualidade

Gerenciamento da Qualidade Gerenciamento da Qualidade Processos da Qualidade (JURAN) Planejamento Execução Monitoramento e Controle Planejar a qualidade Realizar a garantia da qualidade Realizar o controle da qualidade Inclui os

Leia mais

Análise da Utilização de Conceitos de Produção Enxuta em uma Pequena Empresa do Setor Metal Mecânico

Análise da Utilização de Conceitos de Produção Enxuta em uma Pequena Empresa do Setor Metal Mecânico Análise da Utilização de Conceitos de Produção Enxuta em uma Pequena Empresa do Setor Metal Mecânico Matheus Castro de Carvalho (matheus_c_carvalho@hotmail.com / CESUPA) Resumo: A aplicação dos conceitos

Leia mais

PLANEJAMENTO COMO PROCESSO ADMINISTRATIVO

PLANEJAMENTO COMO PROCESSO ADMINISTRATIVO 1 PLANEJAMENTO COMO PROCESSO ADMINISTRATIVO Aline Silva SANTOS 1 RGM 088607 Andressa Faustino da SILVA¹ RGM 089712 Diego Dias dos SANTOS¹ RGM 087266 Tatiane Gomes dos SANTOS¹ RGM 089204 Viviane Regina

Leia mais

Produção Enxuta. Lean Manufacturing

Produção Enxuta. Lean Manufacturing Produção Enxuta Lean Manufacturing Produção Enxuta Principais ferramentas Ferramentas do STP 5S; SMED ; Gestão Visual; Poka-Yoke; TPM Kanban; Kaizen; VSM Casa do STP 5 Sensos Filosofia cujo objetivo é

Leia mais

Gestão da qualidade na Biblioteca Monteiro Lobato de Guarulhos

Gestão da qualidade na Biblioteca Monteiro Lobato de Guarulhos Gestão da qualidade na Biblioteca Monteiro Lobato de Guarulhos O Sistema Municipal de Bibliotecas de Guarulhos possui 11 bibliotecas, sendo 11 da Secretaria de Cultura e 1 espaço troca livros. Atendemos

Leia mais

MELHORIA DA QUALIDADE e MASP (Prof. José Carlos de Toledo GEPEQ/DEP-UFSCar) 1. Introdução

MELHORIA DA QUALIDADE e MASP (Prof. José Carlos de Toledo GEPEQ/DEP-UFSCar) 1. Introdução MELHORIA DA QUALIDADE e MASP (Prof. José Carlos de Toledo GEPEQ/DEP-UFSCar) 1. Introdução A Melhoria da Qualidade é uma atividade que deve estar presente nas rotinas de toda a empresa. Isto significa que

Leia mais

Para solução de problemas

Para solução de problemas Para solução de problemas Sumário 1. Introdução...4 2. O que é?...6 3. Porque 5?...7 4.Como fazer...8 5.Exemplo...9 6. Dicas...11 7. Conclusão...13 O maior erro cometido por um diretor ou um gerente é

Leia mais

Altos Níveis de Estoque nas Indústrias de Conexões de PVC

Altos Níveis de Estoque nas Indústrias de Conexões de PVC Altos Níveis de Estoque nas Indústrias de Conexões de PVC Junior Saviniec Ferreira; Letícia Stroparo Tozetti Faculdade Educacional de Araucária RESUMO O problema de estoque elevado é cada vez menos frequente

Leia mais

QUALIDADE: NÃO MAIS UM DIFERENCIAL, E SIM UMA SOBREVIVÊNCIA PARA AS INSTITUIÇÕES

QUALIDADE: NÃO MAIS UM DIFERENCIAL, E SIM UMA SOBREVIVÊNCIA PARA AS INSTITUIÇÕES UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CENTRO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO MBA EM GESTÃO DA QUALIDADE ELISANGELA ELIAS FERNANDES QUALIDADE: NÃO MAIS UM DIFERENCIAL, E SIM UMA SOBREVIVÊNCIA PARA

Leia mais

ANÁLISE DA APLICAÇÃO DA FILOSOFIA LEAN CONSTRUCTION EM EMPRESAS DO SETOR DE CONSTRUÇÃO CIVIL DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE ABSTRACT

ANÁLISE DA APLICAÇÃO DA FILOSOFIA LEAN CONSTRUCTION EM EMPRESAS DO SETOR DE CONSTRUÇÃO CIVIL DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE ABSTRACT ANÁLISE DA APLICAÇÃO DA FILOSOFIA LEAN CONSTRUCTION EM EMPRESAS DO SETOR DE CONSTRUÇÃO CIVIL DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE ANALYSIS OF APPLICATION OF PHILOSOPHY IN LEAN CONSTRUCTION COMPANIES

Leia mais

RECONHECIMENTO, OPORTUNIDADES E AUTONOMIA COMO FATOR MOTIVACIONAL. UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA MARF.

RECONHECIMENTO, OPORTUNIDADES E AUTONOMIA COMO FATOR MOTIVACIONAL. UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA MARF. RECONHECIMENTO, OPORTUNIDADES E AUTONOMIA COMO FATOR MOTIVACIONAL. UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA MARF. Danilo Domingos Gonzales Simão 1 Fábio Augusto Martins Pereira 2 Gisele Maciel de Lima 3 Jaqueline

Leia mais

Soluções via.net para otimização de processos paramétricos com Autodesk Inventor.

Soluções via.net para otimização de processos paramétricos com Autodesk Inventor. Soluções via.net para otimização de processos paramétricos com Autodesk Inventor. Michel Brites dos Santos MAPData A parametrização quando possível já é uma forma de otimizar o processo de criação na engenharia.

Leia mais

APLICAÇÃO DOS MÉTODOS DE CUSTEIO: VARIÁVEL E POR ABSORÇÃO, PARA O PROCESSO DECISÓRIO GERENCIAL DOS CUSTOS

APLICAÇÃO DOS MÉTODOS DE CUSTEIO: VARIÁVEL E POR ABSORÇÃO, PARA O PROCESSO DECISÓRIO GERENCIAL DOS CUSTOS APLICAÇÃO DOS MÉTODOS DE CUSTEIO: VARIÁVEL E POR ABSORÇÃO, PARA O PROCESSO DECISÓRIO GERENCIAL DOS CUSTOS ANACLETO G. 1 1. INTRODUÇÃO Este estudo tem a finalidade de apuração dos resultados aplicados pelos

Leia mais

A APLICAÇÃO DA FILOSOFIA KAIZEN NA GESTÃO DE ESTOQUES

A APLICAÇÃO DA FILOSOFIA KAIZEN NA GESTÃO DE ESTOQUES A APLICAÇÃO DA FILOSOFIA KAIZEN NA GESTÃO DE ESTOQUES Thiago Augusto Santos Faria thiago.faria@embraer.com.br Mauricio Carlos do Prado Serpa mauricio.serpa@eleb.net Newton Yamada newyamada@bol.com.br Tema:

Leia mais

GESTÃO. Gestão dos Processos e Operações: 8.2-Gestão da Qualidade DEG/AB 1

GESTÃO. Gestão dos Processos e Operações: 8.2-Gestão da Qualidade DEG/AB 1 GESTÃO Gestão dos Processos e Operações: 8.2-Gestão da Qualidade DEG/AB 1 GESTÃO DA QUALIDADE Definição de qualidade? Consumidor vs. produtor Consumidor: qualidade é o grau em que o produto satisfaz as

Leia mais

Obter um fluxo contínuo de suprimentos, a fim de atender aos programas de produção;

Obter um fluxo contínuo de suprimentos, a fim de atender aos programas de produção; Fascículo 7 A atividade de compras Não existe a área de suprimentos sem que exista a atividade de compras, que é fundamental para a gestão da área de materiais. Um bom volume de vendas e uma abordagem

Leia mais

FERRAMENTA FLUXOGRAMA ESSENCIAL NO PROCESSO LOGÍSTICO

FERRAMENTA FLUXOGRAMA ESSENCIAL NO PROCESSO LOGÍSTICO FERRAMENTA FLUXOGRAMA ESSENCIAL NO PROCESSO LOGÍSTICO Douglas Lima 1 Lucas Rocco 2 Stefano Batista 3 Professor Orientador: André Rodrigues da Silva 4 Professor Orientador: Fábio Fernandes 5 Resumo A tendência

Leia mais

FACULDADE DE TÉCNOLOGIA SENAC CHAPECÓ-SC MÉTODOS E FERRAMENTAS DA QUALIDADE: IMPLANTAÇÃO PRÁTICA EM UMA EMPRESA DE CHAPECÓ-SC

FACULDADE DE TÉCNOLOGIA SENAC CHAPECÓ-SC MÉTODOS E FERRAMENTAS DA QUALIDADE: IMPLANTAÇÃO PRÁTICA EM UMA EMPRESA DE CHAPECÓ-SC FACULDADE DE TÉCNOLOGIA SENAC CHAPECÓ-SC MÉTODOS E FERRAMENTAS DA QUALIDADE: IMPLANTAÇÃO PRÁTICA EM UMA EMPRESA DE CHAPECÓ-SC Acadêmicas 083.332.599-01 052.762.169-24 Gean Paulo Pacheco de Oliveira 893.054.429-00

Leia mais

ISO 9001:2000 - Gestão da Qualidade

ISO 9001:2000 - Gestão da Qualidade Publicação Nº 4-13 Janeiro 2010 ISO 9001:2000 - Gestão da Qualidade PONTOS DE INTERESSE: Estrutura Metodologia de Implementação São notórias as crescentes exigências do mercado no que toca a questões de

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO PLANO DE NEGÓCIOS PARA ABERTURA DE UM EMPREENDIMENTO. Processos e Estratégias para tomada de decisão.

A IMPORTÂNCIA DO PLANO DE NEGÓCIOS PARA ABERTURA DE UM EMPREENDIMENTO. Processos e Estratégias para tomada de decisão. A IMPORTÂNCIA DO PLANO DE NEGÓCIOS PARA ABERTURA DE UM EMPREENDIMENTO. Processos e Estratégias para tomada de decisão. Autor: HELTON FORTI Instituição ANHANGUERA EDUCACIONAL Bauru-SP RESUMO As micros e

Leia mais

UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ. Thiago Mayron da Silveira APLICAÇÃO DA FILOSOFIA KAIZEN EM UMA OFICINA DE MANUTENÇÃO AERONÁUTICA

UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ. Thiago Mayron da Silveira APLICAÇÃO DA FILOSOFIA KAIZEN EM UMA OFICINA DE MANUTENÇÃO AERONÁUTICA UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ Thiago Mayron da Silveira APLICAÇÃO DA FILOSOFIA KAIZEN EM UMA OFICINA DE MANUTENÇÃO AERONÁUTICA CURITIBA 2011 1 Thiago Mayron da Silveira APLICAÇÃO DA FILOSOFIA KAIZEN EM

Leia mais

PESQUISA CENÁRIO 2010-2015: DESAFIOS ESTRATÉGICOS E PRIORIDADES DE GESTÃO

PESQUISA CENÁRIO 2010-2015: DESAFIOS ESTRATÉGICOS E PRIORIDADES DE GESTÃO PESQUISA CENÁRIO 2010-2015: DESAFIOS ESTRATÉGICOS E PRIORIDADES DE GESTÃO PESQUISA RESPONDENTES 1065 executivos (as) PERÍODO De 02 a 17 (Novembro de 2009) CEOs Diretores UNs Diretores Funcionais QUESTIONÁRIO

Leia mais

APLICAÇÃO DO FMEA DE PROCESSO EM MANUFATURA DE LUMINÁRIAS

APLICAÇÃO DO FMEA DE PROCESSO EM MANUFATURA DE LUMINÁRIAS APLICAÇÃO DO FMEA DE PROCESSO EM MANUFATURA DE LUMINÁRIAS Fábio Ferraz PRODOCIO 1 Marivaldo Ferreira DA SILVA 1 Romulo André Della VECCHIA 1 Wellington Johnny DOMINGOS 1 Jorge Antonio Vaz GUERRA 2 RESUMO

Leia mais

As ferramentas e metodologias seleccionadas têm como objectivo apoiar as organizações a adquirir conhecimentos que lhes permitam eliminar os

As ferramentas e metodologias seleccionadas têm como objectivo apoiar as organizações a adquirir conhecimentos que lhes permitam eliminar os Formação Interempresas 2016 11 Formação Interempresas 2016 As ferramentas e metodologias seleccionadas têm como objectivo apoiar as organizações a adquirir conhecimentos que lhes permitam eliminar os desperdícios,

Leia mais

AS MÍDIAS SOCIAIS E O SEU ALCANCE PARA A IMAGEM E O AUMENTO DAS VENDAS DAS PEQUENAS EMPRESAS VAREJISTAS DE SANTA FÉ DO SUL (SP) RESUMO

AS MÍDIAS SOCIAIS E O SEU ALCANCE PARA A IMAGEM E O AUMENTO DAS VENDAS DAS PEQUENAS EMPRESAS VAREJISTAS DE SANTA FÉ DO SUL (SP) RESUMO 200 AS MÍDIAS SOCIAIS E O SEU ALCANCE PARA A IMAGEM E O AUMENTO DAS VENDAS DAS PEQUENAS EMPRESAS VAREJISTAS DE SANTA FÉ DO SUL (SP) RESUMO Clayton Cardoso de MORAES 1 Guilherme Bernardo SARDINHA 2 O presente

Leia mais

LEAN APLICADO À CADEIA DE SUPRIMENTOS

LEAN APLICADO À CADEIA DE SUPRIMENTOS LEAN APLICADO À CADEIA DE SUPRIMENTOS INTRODUÇÃO AO LEAN MANUFACTURING SUPPLY CHAIN (INCLUI LOGÍSTICA) 2 2 INTRODUÇÃO AO LEAN MANUFACTURING 3 INTRODUÇÃO AO LEAN MANUFACTURING Pensar fora da caixa... Lean

Leia mais

Capítulo 2 Objetivos e benefícios de um Sistema de Informação

Capítulo 2 Objetivos e benefícios de um Sistema de Informação Capítulo 2 Objetivos e benefícios de um Sistema de Informação 2.1 OBJETIVO, FOCO E CARACTERÍSTICAS DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Os Sistemas de Informação, independentemente de seu nível ou classificação,

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Modulo IX Qualidade

Gerenciamento de Projetos Modulo IX Qualidade Gerenciamento de Projetos Modulo IX Qualidade Prof. Walter Cunha falecomigo@waltercunha.com http://waltercunha.com Bibliografia* Project Management Institute. Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento

Leia mais

CUSTOS DA QUALIDADE EM METALURGICAS DO SEGMENTOS DE ELEVADORES PARA OBRAS CÍVIS - ESTUDO DE CASO

CUSTOS DA QUALIDADE EM METALURGICAS DO SEGMENTOS DE ELEVADORES PARA OBRAS CÍVIS - ESTUDO DE CASO CUSTOS DA QUALIDADE EM METALURGICAS DO SEGMENTOS DE ELEVADORES PARA OBRAS CÍVIS - ESTUDO DE CASO José Roberto Santana Alexandre Ripamonti Resumo: Com a globalização da economia, as empresas, enfrentam

Leia mais

5Ss: Aplicação em Bibliotecas e Centros de Informação

5Ss: Aplicação em Bibliotecas e Centros de Informação 5Ss: Aplicação em Bibliotecas e Centros de Informação Introdução Década de 50 Japão tenta se reerguer da derrota sofrida na Segunda Grande. Profissionais dos Estados Unidos vão ao Japão a ensinar como

Leia mais

Plano de Ensino. Elabora dados de refugo, devolução, retrabalho dos setores produtivos;

Plano de Ensino. Elabora dados de refugo, devolução, retrabalho dos setores produtivos; Plano de Ensino Curso: Engenharia de Produção/ noturno Disciplina: Engenharia da Qualidade Carga horária semanal: 2h Ano: 2015/1 urma: EPM5 Carga horária total: 40h Ementa Aplicação das ferramentas e estratégias

Leia mais

O Seis Sigma como apoio a Estratégia Organizacional

O Seis Sigma como apoio a Estratégia Organizacional 1 O Seis Sigma como apoio a Estratégia Organizacional Andre Rodrigues da SILVA 1 Introdução A produção em massa revolucionou a fabricação na metade do século XIX e esta filosofia foi explorada por grandes

Leia mais

SIMULADO TURMA 1414 TUTORA TACIANE DISCIPLINA: LOGÍSTICA

SIMULADO TURMA 1414 TUTORA TACIANE DISCIPLINA: LOGÍSTICA SIMULADO TURMA 1414 TUTORA TACIANE DISCIPLINA: LOGÍSTICA 1) ASSINALE A ALTERNATIVA QUE CORRESPONDE A UMA ATIVIDADE DE DISTRIBUIÇÃO. A) Recebimento de matérias-primas. B) Alimentação de sistemas produtivos.

Leia mais

José Adalto Pires de Oliveira Junior Orientadora: profª. Mariana Bandeira. São Luis 2013

José Adalto Pires de Oliveira Junior Orientadora: profª. Mariana Bandeira. São Luis 2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAS - CCSO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO José Adalto Pires de Oliveira Junior Orientadora: profª. Mariana Bandeira São Luis 2013 GESTÃO DA QUALIDADE: Plano

Leia mais

LeanFoxSoluções em Gestão e Processos Industriais Ltda. 25 de junho Mogi das Cruzes

LeanFoxSoluções em Gestão e Processos Industriais Ltda. 25 de junho Mogi das Cruzes 25 de junho Mogi das Cruzes - Gestão Fabril: - Implantação de Melhorias e Sistemas de Gestão; - Estruturação e Desenvolvimento de Equipes; - Mentoring de Gestores para a Produtividade e Qualidade. - Otimização

Leia mais

5S s Introdução a Engenharia de Produção Prof. Evandro Bittencourt

5S s Introdução a Engenharia de Produção Prof. Evandro Bittencourt 5S s Introdução a Engenharia de Produção Prof. Evandro Bittencourt Usado para solucionar os problemas comportamentais nas empresas, principalmente para formar uma cultura de combate ao desperdício, à desordem,

Leia mais

Escolha os melhores caminhos para sua empresa

Escolha os melhores caminhos para sua empresa Escolha os melhores caminhos para sua empresa O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio

Leia mais

Avaliação do uso de técnicas de controle de qualidade no processo de abate de frangos no Instituto Federal de Minas Gerais, campus Bambuí

Avaliação do uso de técnicas de controle de qualidade no processo de abate de frangos no Instituto Federal de Minas Gerais, campus Bambuí V Semana de Ciência e Tecnologia do IFMG campus Bambuí, V Jornada Científica, 19 a 24 de novembro de 2012 Avaliação do uso de técnicas de controle de qualidade no processo de abate de frangos no Instituto

Leia mais

PROPOSTA DE APLICAÇÃO DA METODOLOGIA 5S: UM ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA DE MANUTENÇÃO DE MOTOCICLETAS NO CARIRI PARAIBANO.

PROPOSTA DE APLICAÇÃO DA METODOLOGIA 5S: UM ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA DE MANUTENÇÃO DE MOTOCICLETAS NO CARIRI PARAIBANO. PROPOSTA DE APLICAÇÃO DA METODOLOGIA 5S: UM ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA DE MANUTENÇÃO DE MOTOCICLETAS NO CARIRI PARAIBANO. RAUL SEIXAS DOS SANTOS OLIVEIRA (UFCG) r1_1000@hotmail.com KAIQUE LOPES DE SOUSA

Leia mais

MERCADO FUTURO: BOI GORDO

MERCADO FUTURO: BOI GORDO MERCADO FUTURO: BOI GORDO Sergio De Zen Mestre em Economia Aplicada, Pesquisador do CEPEA/ESALQ/USP Os anos noventa têm sido marcados por termos modernos na terminologia do mercado financeiro. Dentre essas

Leia mais

SGI, SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO. INTEGRANDO SGA, SGQ, SGRS E OHSAS EM BUSCA DA SUSTENTABILIDADE CORPORATIVA.

SGI, SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO. INTEGRANDO SGA, SGQ, SGRS E OHSAS EM BUSCA DA SUSTENTABILIDADE CORPORATIVA. SGI, SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO. INTEGRANDO SGA, SGQ, SGRS E OHSAS EM BUSCA DA SUSTENTABILIDADE CORPORATIVA. Felippe Pires de Araujo, Paulo R. C. Leone n Universidade do Vale do Paraíba/Faculdade de Engenharias,

Leia mais

Sensibilizando para Organização e Limpeza

Sensibilizando para Organização e Limpeza Sensibilizando para Organização e Limpeza Engº JULIO TADEU ALENCAR e-mail: jtalencar@sebraesp.com. @sebraesp.com.br Ver-03/04 Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo O QUE PODEMOS FAZER

Leia mais

Disciplina: Técnicas de Racionalização de Processos Líder da Disciplina: Rosely Gaeta NOTA DE AULA 04 O PROJETO DE MELHORIA DOS PROCESSOS

Disciplina: Técnicas de Racionalização de Processos Líder da Disciplina: Rosely Gaeta NOTA DE AULA 04 O PROJETO DE MELHORIA DOS PROCESSOS Disciplina: Técnicas de Racionalização de Processos Líder da Disciplina: Rosely Gaeta NOTA DE AULA 04 O PROJETO DE MELHORIA DOS PROCESSOS 3.4 O PROJETO DE MELHORIA DE PROCESSOS 3.4.1 - CONCEITO DE PROJETO

Leia mais

Gestão da Qualidade. Aula 18. Prof. Pablo

Gestão da Qualidade. Aula 18. Prof. Pablo Gestão da Qualidade Aula 18 Prof. Pablo Proposito da Aula 1. Gestão da qualidade na pequena empresa Fontes utilizadas: Livro Gestão da Qualidade, Teoria e Prática Edson Paladini. Livro Gestão da Qualidade,

Leia mais

LMA, Solução em Sistemas

LMA, Solução em Sistemas LMA, Solução em Sistemas Ao longo dos anos os sistemas para gestão empresarial se tornaram fundamentais, e por meio dessa ferramenta as empresas aperfeiçoam os processos e os integram para uma gestão mais

Leia mais

7 passos para solução de problemas

7 passos para solução de problemas 7 passos para solução de problemas em qualidadebrasil.com.br Você já deve ter ouvido falar sobre os resultados que o trabalho em equipe pode gerar não é? Pois bem, hoje vou abordar este tema que considero

Leia mais

ÍNDICE. Eficiência no atendimento em clínicas e hospitais -EBOOK- 3 - Introdução. 4 - O que os clientes esperam de um bom atendimento

ÍNDICE. Eficiência no atendimento em clínicas e hospitais -EBOOK- 3 - Introdução. 4 - O que os clientes esperam de um bom atendimento Eficiência no em clínicas e hospitais ÍNDICE 3 - Introdução 4 - O que os clientes esperam de um bom 6-5 dicas para gerar eficiência no -EBOOK- Produzido por CM Tecnologia 11 - Conclusão 12 - Sobre a CM

Leia mais

ASSESSORIA NA IMPLEMENTAÇÃO DE SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE, CONFORME ABNT NBR ISO 9001 E ASSESSORIA EM SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO ISO 9001, ISO

ASSESSORIA NA IMPLEMENTAÇÃO DE SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE, CONFORME ABNT NBR ISO 9001 E ASSESSORIA EM SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO ISO 9001, ISO ASSESSORIA NA IMPLEMENTAÇÃO DE SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE, CONFORME ABNT NBR ISO 9001 E ASSESSORIA EM SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO ISO 9001, ISO 14001 e OHSAS 18001 Hall Consult Produtos/ Serviços:

Leia mais

FACULDADE PEDRO II INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO LOGÍSTICA

FACULDADE PEDRO II INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO LOGÍSTICA FACULDADE PEDRO II INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO LOGÍSTICA 5S ADRIANA VIEIRA ARCANJO ANDRADE GIOVANE DA SILVA GUILHERME CHAVES KENYA OLIVEIRA WEVERTON DE OLIVEIRA Professor: Elielson

Leia mais

BENEFÍCIOS E INCENTIVOS NA EMPRESA SKYLACK

BENEFÍCIOS E INCENTIVOS NA EMPRESA SKYLACK BENEFÍCIOS E INCENTIVOS NA EMPRESA SKYLACK Jéssica Fernanda Torres 1 Larissa Custódio Grosseli 2 Solange Suffi Barbosa 3 Edson Leite Lopes Gimenez 4 RESUMO A qualidade de vida no trabalho começa com o

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO PELA QUALIDADE TOTAL E PADRONIZAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMA DE GESTÃO PELA QUALIDADE TOTAL E PADRONIZAÇÃO NA EMPRESA SISTEMA DE GESTÃO PELA QUALIDADE TOTAL E PADRONIZAÇÃO NA EMPRESA Andréia Pereira da Fonseca, Unisalesiano de Lins, e-mail: andreia.fonseca@bertin.com.br Ariane de Carvalho Naya, Unisalesiano de Lins, e-mail:

Leia mais

Nessa batalha, o nosso objetivo será ter apenas o necessário e na quantidade exata da nossa necessidade.

Nessa batalha, o nosso objetivo será ter apenas o necessário e na quantidade exata da nossa necessidade. PROGRAMA 5 S's O objetivo dessa fita é mostrar, de uma forma bem descontraída, a importância de se combater o desperdício, um mal que, se não tratado a tempo, pode levar qualquer empresa a falência. Nela,

Leia mais

Projeto interdisciplinar para a eficiência - 5S APAE. Programa de Qualidade Total. "O 5S é uma atividade para ser praticada eternamente por todos"

Projeto interdisciplinar para a eficiência - 5S APAE. Programa de Qualidade Total. O 5S é uma atividade para ser praticada eternamente por todos Projeto interdisciplinar para a eficiência - 5S 5 S APAE Programa de Qualidade Total "O 5S é uma atividade para ser praticada eternamente por todos" APRESENTAÇÃO O mundo do trabalho se apresenta cada vez

Leia mais

PORTIFÓLIO DE TREINAMENTOS

PORTIFÓLIO DE TREINAMENTOS PORTIFÓLIO DE TREINAMENTOS CURSOS PROFISSIONALIZANTES: CÓDIGO CURSO DESCRIÇÃO PRÉ-REQUISITO CH 30 KN-001 Metrologia Básica Formação em metrologia dimensional ou e instrumentação básica KN-002 Desenho Técnico

Leia mais

Principais desafios do administrador de materiais na empresa atual Problema de manutenção do estoque:

Principais desafios do administrador de materiais na empresa atual Problema de manutenção do estoque: ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS A logística e a administração de materiais Logística é uma operação integrada para cuidar de suprimentos e distribuição de produtos de forma racionalizada, o que significa planejar,

Leia mais

Indicadores de Desempenho Conteúdo

Indicadores de Desempenho Conteúdo Indicadores de Desempenho Conteúdo Importância da avaliação para a sobrevivência e sustentabilidade da organização O uso de indicadores como ferramentas básicas para a gestão da organização Indicadores

Leia mais

Ferramentas da Gestão da Qualidade nas Indústrias de Pequeno Porte

Ferramentas da Gestão da Qualidade nas Indústrias de Pequeno Porte Ferramentas da Gestão da Qualidade nas Indústrias de Pequeno Porte Willyan Vando Basso (UTFPR - Curitiba) willyanbasso@gmail.com Vanessa Nahhas Scandelari (UTFPR Curitiba) vrahhas@gmail.com Resumo: Para

Leia mais

Abril 2016 Comissão Própria de Avaliação

Abril 2016 Comissão Própria de Avaliação Pesquisa Ouvindo o Egresso Abril 2016 Comissão Própria de Avaliação A Pesquisa Ouvindo o Egresso foi concluída no mês de abril de 2016 e teve como objetivos conhecer: Se atualmente o Egresso está trabalhando;

Leia mais