Linha Miyano Evolution BNJ

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Linha Miyano Evolution BNJ"

Transcrição

1 Centro de Torneamento CNC com 2 Fusos, 2 Torres e 1 Eixo- Deslizante Linha Miyano Evolution BNJ As Linhas Evolution & Innovation são o Futuro

2 Quase tudo é possível para as Miyano BNJ - 42 e 51 S3 O movimento do eixo foi acrescentado ao tradicional mecanismo de auto carregamento o qual o fuso principal é fixo, possibilitando que o fuso secundário mova em direção ao eixo para transferir a peça. Um amplo espaço surge durante a indexação da torre traseira na posição côncava, para dar passagem ao fuso traseiro. A capacidade total de usinagem imediatamente após a indexação da torre possibilita uma redução do tempo ocioso e torna possível a realização de usinagens completas, incluindo usinagens excêntricas múltiplas, que outras máquinas não executam.

3 Usinagem simultânea utilizando ambas as torres A usinagem de peças simultaneamente na torre esquerda (L) para o fuso principal e torre direita (R) para o fuso secundário é a chave para uma usinagem de alta eficiência. Usinagem com sobreposição de operações nos fusos principal e secundário. O controle de sobreposição, que permite que o fuso traseiro acompanhe perfeitamente os movimentos da torre principal, reduz o tempo de usinagens como as de torneamento por exemplo e operações de usinagem combinada utilizando ferramentas acionadas duplas. Usinagens furo de centro no fuso direito (R) Pinças fora de centro no fuso direito (R) permitem realizar usinagens excêntricas, incluindo usinagem de eixos e excêntricos (tipo manivela), que muitas máquinas não são capazes de fazer. Usinagem combinada com a função de eixo O função de eixo na torre principal permite realizar fresamentos laterais que necessitavam da combinação de fresamento com eixos C e. Essa função permite ainda fazer rosqueamentos de grandes diâmetros e usinagem de grandes rebaixos e ressaltos que anteriormente eram muito difíceis de serem executados.

4 A capacidade total de usinagem começa após a indexação da torre traseira e o ciclo completo é realizado em um único processo, como resultado de uma usinagem combinada. Eixos e buchas excêntricas também são possíveis de usinar com esse mesmo conceito. A capacidade total de usinagem inicia após a indexação da torre traseira A torre traseira possui duas secções côncavas. Imediatamente após a torre ser indexada na secção côncava um acesso é criado para permitir que o fuso direito (R) obtenha acesso às ferramentas de faceamento montadas na torre principal e/ou à pinça do fuso principal. Esta inovação resulta em redução de tempo ocioso e conseqüentemente reduz o ciclo da peça. 1 Torre traseira 1 Posição da torre durante avanço do fuso direito (R) Indexação para retração 2 Fuso Esquerdo (L) Fuso Direito (R) 2 Usinagem excêntrica por deslocamento do eixo Com uma pinça fora de centro instalada no fuso traseiro (R) e o fuso deslocado horizontalmente no sentido do eixo pela dimensão do excêntrico, os centros das pinças dos fusos esquerdo (L) e direito (R) estão alinhados. O fuso traseiro avança em para a transferir a peça parcialmente cortada. A peça é totalmente cortada utilizando-se uma fresa de topo Peças fora de centro como manivelas, eixo e buchas podem ser finalizadas no fuso traseiro. Usinagem fora de centro duplas também pode ser executadas manualmente. Exemplos de usinagem Corte com fresa de topo Referência de distância fora de centro Fuso esquerdo parado Fuso direito parado Dist. do deslocam. Centro do Fuso L Centro do Fuso R Dist. do deslocam. no eixo Ø barra: 51mm Valor do deslocam. Valor do deslocam. Pinça do fuso traseiro Ø máx: 41 Ø máx. da pinça 4

5 Uma vasta combinação de usinagens com ferramentas acionadas Combinação Básica de Usinagem O eixo permite realizar operações de furação, rosqueamento e fresamento fora de centro, além dos convencionais processos de furação e rosqueamento transversal e furação na face da peça. Rosca Helicoidal Para Grandes Diâmetros (Opção) Rosca planetária Fresamento de Rebaixos e Ressaltos A interpolação linear e circular torna possível para usinar grandes rebaixos e ressaltos externos no plano -.. Fresamento de Contorno Através da combinação dos eixos C, e, é possível realizar fresamentos de contorno com 3 eixos controlados simultaneamente. Fresamento de Contorno + Usinagem Excêntrica Um lado realiza fresamento de contorno fora de centro enquanto o outro lado é usinado excentricamente com uma pinça excêntrica. Podemos realizar usinagens duplas fora de centro com a BNJ. Fresamento de Alta Precisão O posicionamento preciso do eixo C juntamente com a alta precisão de usinagem combinada do eixo possibilita uma ampla gama de usinagens. Ferramenta de torneamento externo Fora do centro Os eixo-árvores e os fusos acionados tornam possível realizar uma usinagem estável O eixo tubular dos eixo-árvores é composto por rolamento duplo de roletes e rolamento de contato angular no sistema de rolamentos frontal e o rolamento duplo de roletes usado no sistema traseiro, o que torna possível atingir uma rigidez necessária, controle de aquecimento e flexibilidade térmica suficiente para facilitar a produção de peças de alta precisão. As ferramentas acionadas são controladas por um poderoso servo motor AC, para atingir uma usinagem estável e garantir uma proteção contra sobrecargas de energia. Torque do fuso Diagrama de Torque do Fuso Acionado Fuso Esquerdo Cabeçote do fuso Tubo do fuso Fuso Pinça estática Rolamento duplo de roletes de ultra precisão Rolamento esférico de contato angular de alta pracisão Diagrama de Potência do Fuso Principal Pinça estática Ømáx. 42mm Refrigeração Interna Fuso Direito Comprimento máximo de fechamento da pinça (da face até o fundo da pinça). 65mm Extração de peças Automática Rolamento duplo de roletes de ultra precisão Rolamento esférico de contato angular de alta pracisão Diagrama de Potência do Fuso Traseiro Detecção de sobrecarga: 20 Nm Torque do fuso Área de usinagem contínua Área de usinagem contínua Torque do fuso Taxa em 30min Taxa contínua Saída do motor do fuso Torque do fuso Taxa em 30min Taxa contínua Saída do motor do fuso Velocidade do fuso Velocidade do fuso Velocidade do fuso Velocidade não utilizável para ejeção 5

6 A BNJ possui um sistema de ferramental ideal para trabalhos com barra e uma ampla gama de combinações possíveis. Sistema de Ferramental Uma vez que esse modelo utiliza o mesmo sistema de ferramentas da série AB, os suportes são plenamente compatíveis. Encontre a melhor combinação através da vasta linha de suportes. Quando um alimentador de barras não está conectado à máquina, um puxador de barras está disponível para uso em barras redondas, hexagonais e quadradas. A torre traseira é utilizada em operações no segundo fuso. As ferramentas externas são diretamente montadas na torre como cunhas e as ferramentas internas montadas nos suportes. Ferr. de corte Esq. Ferr. de corte Dir. Suporte de furação com plano duplo e torneam. para 20 e Ø25mm. Suporte duplo de torneamento Esq. Suporte duplo de torneamento Dir. Suporte em para Suporte de torneamento torneamento duplo F com duplo Ø25mm. stopper Ø25mm. Método de montagem com pino guia torneamento e furação Ø25mm Torneamento A Torneamento B torneamento C com stopper Puxador de barras Suporte de furação Ø25 mm Suporte de furação duplo Ø25 mm. Furação duplo plano tipo B Ø25 mm Furação duplo plano tipo C Ø25 mm cunha de trava Suporte de furação tipo A Suporte de furação tipo B Ø20 mm Ø40 mm Furação duplo plano Ø25 mm porca Fuso acionado - Fuso acionado porca Torre Traseira porca Fuso acionado duplo em eixo - Área de Ferramental Comprimento da Torre: 320mm Limite de curso em 1 Comprimento da Torre: 320mm Limite de curso em eixo Pinça Estática Centro do fuso Fuso Principal Modelo Fuso Principal Fuso Traseiro Pinça Pinça Máx Tipo S Limite de curso em 1 Limite de curso em 2 Máx Torre Traseira Pinça Estática Fuso Traseiro Limite de curso em 2 6

7 Variedade de opções Coletor e transportador de peças Esses itens são de grande importância para a alta produtividade em máquinas que trabalham diretamente com barras. Confirmação de corte Essa função confirma se o corte completo da peça foi realizado adequadamente. O fuso traseiro pode deslizar até a posição de retração para confirmação do corte. A segurança e confiança dessa função facilita a prevenção de problemas mecânicos do equipamento. Ferramenta de corte Rotação do fuso principal Rotação do fuso traseiro Transportador de peças O transportador do tipo universal permite obter uma alta precisão na usinagem através de um carregamento suave de grandes volumes de cavaco e eliminação do calor gerado durante usinagens prolongadas. O transportador é um item indispensável para usinagens prolongadas. Por favor nos consulte quando for utilizar materiais especiais em processos de usinagem. Ferramentas acionadas O ferramental padrão consiste basicamente em uma unidade acionada em e outra em. A função de rosquear com macho rígido é opcional e sua pinça montada somente em ocasiões especiais. Detector de Quebra de Ferramenta para Broca A detecção de quebra de broca é feita por um cilindro de toque. A operação é suspensa quando a quebra é detectada, permitindo que todo o sistema seja protegido de um segundo acidente. ESPECIFICAÇÕES DO NC Eixos controlados simultaneamente Incremento mínimo de entrada Incremento mínimo de saída Capacidade de armazenagem de programa Funções do fuso Posição para corte Taxa de movimento rápido Avanço de corte Taxa de avanço em porcentagem Interpolação Rosqueamento Ciclos Coordenadas de trabalho Seleção de ferramenta e sistema de coordenada Correção de desgaste de ferramenta Posicionamento direto de ferramenta interface de Entrada/Saída Operação automática Retração do fuso traseiro Confirmação de corte, saída de programa e comando de posicionamento Retração com baixa pressão mecânica MIANO-FANUC 4 eixos / 2 sistemas, 1,1,1,Cs1,A1(Acionados) / 2, 2, Cs mm, pol, grau Eixo-:0.0005mm, Eixo-: 0.001mm 512 kb, 1.280m (4.200 pés) de comprimento da fita Velocidade com 4 dígitos S, diretamente especificado Controle de velocidade de corte constante (G96) Eixos 1,2: 18m/min. (708pol/min), Eixos 1,2:20m/ min. (787pol/min) Eixo- com 12m/min.(472 pol/min) Especificação direta do dígito F % (10% variação) G01, G02, G03 G32, G92 G90, G92, G94 Ajuste automártico, 64 pares de geometrias de desgaste Chamada de ferramenta de 1 64 pode ser realizada pelos 2 primeiros dígitos do código T-4. Desgaste de ferramenta de 1 64 pode ser realizada pelos 2 últimos dígitos do código T-4. O valor medido pode ser diretamente inserido através do cartão RS-232C, PC Card Slot. Operação de ciclo único ou contínuo. Operação com bloco único, Exclusão de bloco (block delete) Travamento da máquina, Teste no vazio (dry run), Salto de blocos. Outros Tela colorida LCD 10.4", Armazenagem para 800 programas, Entrada de ponto decimal Gerador de pulso manual, Proteção de memória, Servo drive AC Interpolação de coordenadas polares, Entrada de dados programável (G10) Controle de eixo - Cs (Fusos E/D ) Opções Básicas Arredondamento/chanfro de cantos auto, Compensação de raio, Edição paralela Mostrador de horas trabalhadas/ contador de peças, Função de avanço sincronizado misto Ciclo múltiplo repetitivo (G70 G76), Ciclo de furação Rosca contínua, Gerenciamento de vida útil de ferramenta Rosqueamento com entradas múltiplas, Rosqueamento rígido (estático / acionadas ) Interpolação cilíndrica, Funções macros B Funções adicionais ao NC Executador macro, Capacidade de armazenagem adicional (1Mbyte) Opções NC Interpolação helicoidal 7

8 ESPECIFICAÇÕES DE MÁQUINA Item Modelo BNJ-34S3 BNJ-42S3 BNJ-34S3 BNJ-42S3 BNJ-51S3 Capacidade de usinagem & Sistema de aperto Ø máximo da barra L-spindle 34mm (1.34 Dia.) 42mm (1.65 Dia.) 34mm (1.34 Dia.) 42mm (1.65 Dia.) 51mm (2 Dia.) R-spindle 34mm (1.34 Dia.) 42mm (1.65 Dia.) 34mm (1.34 Dia.) 42mm (1.65 Dia.) 42mm (1.65 Dia.) Tipo de pinça Fuso E/D (L/R) Estática Estática Estática Stationary Stationary Comprimento de trabalho padrão 100mm 100mm 100mm 100mm 100mm Dimensão da placa Fuso E/D (L/R) 5 / 4 5 / 4 5 / 4 5 / 4 6 / 5 Fuso (eixo-árvore) Ponta do fuso Fuso E/D (L/R) Sp. Flat/Sp. Flat Sp. Flat/Sp. Flat Sp. Flat/Sp. Flat Sp. Flat/Sp. Flat A2-6/Sp. Flat Gama de velocidade Fuso E (L) ,000min Fuso D (R) ,000min As especificações podem sofrer alterações sem prévio aviso. O pacote padrão pode variar conforme a região. As máquinas mostradas nas fotos podem não ser exatamente iguais ao modelo real. 60 6,000min ,000min 60 6,000min ,000min 67 5,000min ,000min ,000min ,000min -1 Motorização (30min./Cont.) Fuso E (L) 7.5/5.5 kw 11/7.5 kw 7.5/5.5 kw 11/7.5 kw 11/7.5 kw Fuso D (R) 5.5/3.7 kw 5.5/3.7 kw 5.5/3.7 kw 5.5/3.7 kw 5.5/3.7 kw Curso 2 70 mm 70 mm 70 mm 70 mm 70 mm mm 525 mm 525 mm 525 mm 525 mm Tipo de estação da torre 12 estações 12 estações 12 estações 12 estações 12 estações Tempo de indexação da torre 0.25seg./1est. 0.25seg./1est. 0.25seg./1est. 0.25seg./1est. 0.25seg./1est. Método de indexação da torre AC Servo & Cames AC Servo & Cames AC Servo & Cames AC Servo & Cames AC Servo & Cames Curso máximo mm 165 mm 165 mm 165 mm 165 mm mm 246 mm 246 mm 246 mm 246 mm ± 40 mm ± 40 mm ± 40 mm Torre traseira Tipo de estação da torre 6 estações 6 estações 6 estações 6 estações 6 estações Tempo de indexação da torre 0.2seg./1est. 0.2seg./1est. 0.2seg./1est. 0.2seg./1est. 0.2seg./1est. Método de indexação da torre AC Servo & Cames AC Servo & Cames AC Servo & Cames AC Servo & Cames AC Servo & Cames Ferramentas acionadas ( / Opcional) Número de estações disponíveis Gama de velocidade ,000min ,000min ,000min ,000min 60 6,000min -1 Motorização 2.5 kw 2.5 kw 2.5 kw 2.5 kw 2.5 kw Capacidade de usinagem Furo/macho Ø 3mm/M8xP1.25 Ø 13mm/M8xP1.25 Ø 13mm/M8xP1.25 Ø 13mm/M8xP1.25 Ø 13mm/M8xP1.25 Dimensões da máquina Altura 1.720mm (67.7 ) 1.720mm (67.7 ) 1.720mm (67.7 ) 1.720mm (67.7 ) 1.720mm (67.7 ) Espaço utilizado 2.780mm x 1.536mm 2.780mm x 1.536mm 2.780mm x 1,536mm 2.780mm x 1.536mm 2.780mm x 1.536mm (109.5 x 60.5 ) (109.5 x 60.5 ) (109.5 x 60.5 ) (109.5 x 60.5 ) (109.5 x 60.5 ) Peso 5.500kg (12.125Lbs.) 5.500kg (12.125Lbs.) 5.500kg (12.125Lbs.) 5.500kg (12.125Lbs.) 5.500kg (12.125Lbs.) Alimentação e capacidade elétrica 50Hz ± 1Hz : AC 200V +5% -10% Trifásico 60Hz ± 1Hz : AC 200 / 220V +5% -10% Trifásico BNJ-34S3 / 34S3 :31 KVA BNJ-42S3 / 42S3 / 51S3 / 51S3 :33 KVA Outros Trava de segurança, Refrigeração, Unidade Pneumática, Iluminação, Ferramentas de uso manual e Caixa Opções Sistema de pinças, Sistema de placa, Confirmação de corte, Refrigeração de alta pressão, Ferramentas acionadas e unidade de acionamento, Ejetor de peças, Refrig. interna de fuso traseiro e limpeza pneumática, Sistema de parada do fuso(fuso D/E), Sopro, Transportador e coletor de peças, Detector de nível de óleo, Detector de quebra de broca, Transportador de cavacos, Reservatório de cavacos, Extrator para peças longas, Alimentador com magazine, Torre de sinalização(3 fases). VISÃO ETERNA URL: (Miyano Company) EUA MARUBENI CITIEN-CINCOM INC Boroline Road Allendale, NJ 07401, USA TEL: CITIEN é marca registrada de Citizen Holdings Co., Japan. BRASIL MCC BRASIL ASSISTÊNCIA TÉCNICA LTDA. Avenida Indianópolis, 2912, Planalto Paulista, São Paulo-SP CEP TEL: /2307 IMPRESSO NO BRASIL janeiro/2012

TBA 42/60. Tornos automáticos CNC de carros múltiplos

TBA 42/60. Tornos automáticos CNC de carros múltiplos TBA 42/60 Tornos automáticos CNC de carros múltiplos TBA 42/60 - nova geração com moderna tecnologia Os tornos automáticos CNC de carros múltiplos Ergomat TBA 42 e TBA 60 se tornaram mais versáteis e produtivos

Leia mais

Linha Cincom Evolution Torno Automático CNC Tipo Cabeçote Móvel (Swiss Type)

Linha Cincom Evolution Torno Automático CNC Tipo Cabeçote Móvel (Swiss Type) Linha Cincom Evolution Torno Automático CNC Tipo Cabeçote Móvel (Swiss Type) Alta Produção com Excelente Custo Benefício A linha Cincom Evolution da Citizen Apresenta a K16E Processos mais rápido e manuseio

Leia mais

5. Programação EDE5-0612-003

5. Programação EDE5-0612-003 5.Programação 5.1 Introdução de programa Máquinas CN são aquelas que usinam peças operando servo-motor, válvula solenóide, etc. com computador. Para operar o computador livremente, é necessário usar uma

Leia mais

SECCIONADORA AUTOMÁTICA COM PINÇA ELETRÔNICA

SECCIONADORA AUTOMÁTICA COM PINÇA ELETRÔNICA SECCIONADORA AUTOMÁTICA COM PINÇA ELETRÔNICA GALAX 105/3600 P - ALTURA MÁXIMA DE CORTE 105mm - CAPACIDADE DE CORTE (COMPRIMENTO) 3600mm - POTÊNCIA DO MOTOR DA SERRA 25cv. - VELOCIDADE DE CORTE 0 A 42 mts/min.

Leia mais

CENTRO DE USINAGEM DE DUPLA COLUNA (TIPO PORTAL)

CENTRO DE USINAGEM DE DUPLA COLUNA (TIPO PORTAL) CENTRO DE USINAGEM DE DUPLA COLUNA (TIPO PORTAL) COLUNA FIXA (SÉRIE FD) COLUNA MÓVEL (SÉRIE SD) Projeto Estrutural D ESTRUTURA PARA GUIAS TRANSVERSAIS Estrutura traversal fundida com nervuras reforçadas

Leia mais

Introdução. Torneamento. Processo que se baseia na revolução da peça em torno de seu próprio eixo.

Introdução. Torneamento. Processo que se baseia na revolução da peça em torno de seu próprio eixo. Prof. Milton Fatec Itaquera Prof. Miguel Reale / 2014 Introdução Torneamento Processo que se baseia na revolução da peça em torno de seu próprio eixo. Tornos Tornos são máquinas-ferramenta que permitem

Leia mais

XD20H/J EXcelenteDinâmica Diversidade Desenvolvimento. Machine Tool Division R&D Team

XD20H/J EXcelenteDinâmica Diversidade Desenvolvimento. Machine Tool Division R&D Team XD20H/J EXcelenteDinâmica Diversidade Desenvolvimento Machine Tool Division R&D Team Contents 1. 1. Objetivos do do Desenvolvimento 2. 2. Especificação 3. 3. Características 4. 4. Aplicação 2/19 Objetivos

Leia mais

CENTROS DE USINAGEM VERTICAL

CENTROS DE USINAGEM VERTICAL CENTROS DE USINAGEM VERTICAL DV DM EIXO ÁRVORE 12000-15000 rpm 24000 rpm DESLOCAMENTO RÁPIDO DO EIXO X, Y DESLOCAMENTO RÁPIDO DO EIXO Z TEMPO DE TROCA DE FERRAMENTAS 36m/min. 24m/min. 1,5 seg. Centros

Leia mais

CENTRO DE USINAGEM DUPLA COLUNA. Uma Fonte Confiável de Excelentes Máquinas para Complementar Sua Força de Trabalho

CENTRO DE USINAGEM DUPLA COLUNA. Uma Fonte Confiável de Excelentes Máquinas para Complementar Sua Força de Trabalho CENTRO DE USINAGEM DUPLA COLUNA Uma Fonte Confiável de Excelentes Máquinas para Complementar Sua Força de Trabalho SÉRIE DV14 1417 / 1422 / 1432 / 1442 CENTRO DE USINAGEM DUPLA COLUNA O Centro de Usinagem

Leia mais

[ACESSÓRIOS STANDARD] Bancada. Bucha 125 mm x 3 grampos. Ponto fixo CM2. Ponto fixo CM3.

[ACESSÓRIOS STANDARD] Bancada. Bucha 125 mm x 3 grampos. Ponto fixo CM2. Ponto fixo CM3. TORNO PARALELO [CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS] Acabamento de alta precisão. Uma precisão rotação da bucha

Leia mais

CNC BÁSICO TORNO EMCO PC 120 COMANDO FANUC

CNC BÁSICO TORNO EMCO PC 120 COMANDO FANUC CNC BÁSICO TORNO EMCO PC 120 COMANDO FANUC Teclado de edição Softkeys Deslocamento de eixos Setup de programas Start/Stop de programas e dispositivos Dispositivos Modos de operação Velocidade de avanço

Leia mais

USINAGEM. Prof. Fernando Penteado.

USINAGEM. Prof. Fernando Penteado. USINAGEM 1 USINAGEM Usinagem é um processo onde a peça é obtida através da retirada de cavacos (aparas de metal) de uma peça bruta, através de ferramentas adequadas. A usinagem confere à peça uma precisão

Leia mais

dobradeiras horizontais euromac bending machines

dobradeiras horizontais euromac bending machines dobradeiras horizontais 1 Toda empresa que trabalhe com aço e cobre pode tirar proveito de uma Digibend Você está usando ou pensando em usar uma dobradeira convencional para dobrar peças pequenas, material

Leia mais

Mandrilamento. determinado pela operação a ser realizada. A figura a seguir mostra um exemplo de barra de mandrilar, também chamada de mandril.

Mandrilamento. determinado pela operação a ser realizada. A figura a seguir mostra um exemplo de barra de mandrilar, também chamada de mandril. A UU L AL A Mandrilamento Nesta aula, você vai tomar contato com o processo de mandrilamento. Conhecerá os tipos de mandrilamento, as ferramentas de mandrilar e as características e funções das mandriladoras.

Leia mais

TORNO CNC TORNO CNC PARA USINAGENS SUPER PESADAS

TORNO CNC TORNO CNC PARA USINAGENS SUPER PESADAS TORNO CNC TORNO CNC PARA USINAGENS SUPER PESADAS VOLTEIO SOBRE O BARRAMENTO 1.500 mm LARGURA DO BARRAMENTO 1.000 mm DISTÂNCIA ENTRE CENTROS 2.250~6.250 mm FURO DO EIXO ÁRVORE 181 mm (opcional 255 mm) MOTOR

Leia mais

CALANDRA MONORROL CAPACIDADES DE 60 A 220KG

CALANDRA MONORROL CAPACIDADES DE 60 A 220KG CALANDRA MONORROL PASSAGEM FÁCIL, ALTA PRODUTIVIDADE COM TECNOLOGIA SISTEMA DE ROLO E FITAS EQUIPAMENTO COMPACTO: projetado para passagem de tecidos planos, com alta produção e qualidade. ALTA PRODUTIVIDADE:

Leia mais

Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável

Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável Medição mecânica de temperatura Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável WIKA folha de dados TM 73.01 outras aprovações veja página 15 Aplicações Instrumentação geral de s nas indústrias

Leia mais

GRUNDOBURST Sistema estático de substituição de tubulação sob o mesmo encaminhamento

GRUNDOBURST Sistema estático de substituição de tubulação sob o mesmo encaminhamento GRUNDOBURST Sistema estático de substituição de tubulação sob o mesmo encaminhamento O sistema estático de pipe bursting é recomendado para substituição de tubulações de água e esgoto especialmente em

Leia mais

VerticalLine V 160C V 160G. Centros de Torneamento Verticais

VerticalLine V 160C V 160G. Centros de Torneamento Verticais VerticalLine V 160C V 160G Centros de Torneamento Verticais VerticalLine V160C, V160G Compacto, rápido, universal Aumente a produtividade Sistema Forte com máquinas verticais O sistema modular efici- compactas

Leia mais

Calandra de 4 Rolos modelo VRM

Calandra de 4 Rolos modelo VRM Calandra de 4 Rolos modelo VRM Sumário Construção de Máquinas é nossa Profissão com Criatividade e Paixão. Nós da HAEUSLER 3 Calandra de 4 Rolos 4 Particularidades da Calandra de 4 Rolos HAEUSLER Modelo

Leia mais

* Norma ANSI/FCI 70.2

* Norma ANSI/FCI 70.2 Steam Seal Válvula Borboleta CARACTERÍSTICAS E BENEFÍCIOS Corpo Monobloco wafer, de pescoço longo para facilitar o isolamento térmico quando instalada na tubulação, totalmente fundido em aço carbono ou

Leia mais

CM 9000. evolux. Peças e Partes

CM 9000. evolux. Peças e Partes CM 9000 evolux Peças e Partes IITEM ÍNDICE DESCRIÇÃO PÁGINA 1,0 ESTRUTURA E PARTES E EXTERNAS 1.1 GABINETE 2/3 1.2 TAMPA 4/5 1.3 SUPORTE E MONITOR 6/7 1.4 MECANISMO DA PORTA 8/9 2,0 TANQUE DA REFRIGERAÇÃO

Leia mais

TÉCNICO EM MECÂNICA NOME: Nº INSC.: PRRH. Pró-Reitoria de Recursos Humanos

TÉCNICO EM MECÂNICA NOME: Nº INSC.: PRRH. Pró-Reitoria de Recursos Humanos TÉNIO M MÂNI NOM: Nº INS.: PRRH Pró-Reitoria de Recursos Humanos Para a usinagem de uma engrenagem de 55 dentes, de módulo 2 mm, foi utilizada uma barra de seção circular de 5". onsiderando a necessidade

Leia mais

Elementos de máquina. Curso de Tecnologia em Mecatrônica 6º fase. Diego Rafael Alba

Elementos de máquina. Curso de Tecnologia em Mecatrônica 6º fase. Diego Rafael Alba E Curso de Tecnologia em Mecatrônica 6º fase Diego Rafael Alba 1 Mancais De modo geral, os elementos de apoio consistem em acessórios para o bom funcionamento de máquinas. Desde quando o homem passou a

Leia mais

Nova Geração de Britadores. Britadores cônicos HP3

Nova Geração de Britadores. Britadores cônicos HP3 Nova Geração de Britadores Britadores cônicos HP3 2 2 Apresentação do produto Britadores cônicos HP3 Desempenho Produtivo Não há escolha melhor que um britador cônico quando se trata de... Elevada produtividade,

Leia mais

AS CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO MOTOR INCLUEM...

AS CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO MOTOR INCLUEM... Motores H-Compact COMPACTO, REFRIGERAÇÃO EFICIENTE A importância crescente da economia de energia, dos requerimentos ambientais, da procura por dimensões menores e das imposições dos mercados nacionais

Leia mais

ALB200 ALB250 BALANCEADORA DE RODAS BALANCEADORA DE RODAS MOTORIZADA SISTEMA COLUNA BALANCEADORA DE RODAS MOTORIZADA SISTEMA COLUNA.

ALB200 ALB250 BALANCEADORA DE RODAS BALANCEADORA DE RODAS MOTORIZADA SISTEMA COLUNA BALANCEADORA DE RODAS MOTORIZADA SISTEMA COLUNA. BALANCEADORA DE RODAS ALB250 BALANCEADORA DE RODAS MOTORIZADA SISTEMA COLUNA Equipamento de balanceamento computadorizado com leitura digital para captação do desequilibrio de peso do conjunto pneu/roda.

Leia mais

Alimentadores Eletrônicos

Alimentadores Eletrônicos Alimentadores Eletrônicos P/A Brasil Ltda Rua José Felix de Oliveira, 834 sala 7B Cotia SP CEP 06708-645 Fone: 55 11 4617-5497 Fax: 55 11 4612-6186 E-Mail: campello@pa.com Web: www.pa.com Introdução A

Leia mais

Implementações 2009. Sistema: Interface Geral: Interface Display: Licenciamento:

Implementações 2009. Sistema: Interface Geral: Interface Display: Licenciamento: Implementações 2009 O GibbsCAM 2009 v9.3.21, versão esta que apresenta mais de 150 melhorias significativas em toda a linha do software GibbsCAM fornecendo assim um valor excepcional para os clientes em

Leia mais

CENTROS DE USINAGEM VERTICAL

CENTROS DE USINAGEM VERTICAL CENTROS DE USINAGEM VERTICAL Desenho construtivo das máquinas para oferecer Alta Rigidez, Alta Velocidade e Alta Precisão A estrutura da máquina é basicamente em ferro fundido MEEHANITE, estabilizado e

Leia mais

MANUTENÇÃO EM MANCAIS E ROLAMENTOS Atrito É o contato existente entre duas superfícies sólidas que executam movimentos relativos. O atrito provoca calor e desgaste entre as partes móveis. O atrito depende

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇO

ATA DE REGISTRO DE PREÇO ATA DE REGISTRO DE PREÇO DADOS DO PREGÃO NÚMERO DO PREGÃO: 20/2014 NÚMERO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS: 20/2014 ÓRGÃO GESTOR: HOSPITAL GERAL DO RIO DE JANEIRO UASG: 160323 CONTATO NO ÓRGÃO PARA ADESÃO:

Leia mais

Extensômetro de Alto Alongamento AHX800 Manual Title

Extensômetro de Alto Alongamento AHX800 Manual Title Extensômetro de Alto Alongamento AHX800 Manual Title Additional Manual do Information Produto be certain. 100-238-343 A Informações sobre Direitos Autorais Informações sobre Marca Registrada Informação

Leia mais

EMB 7 Eixos Matriz Tripla Esquerda Direita (7 servos)

EMB 7 Eixos Matriz Tripla Esquerda Direita (7 servos) EMB www.dsm.com.br - dsm@dsm.com.br - PABX: (11) 5049-2958 EMB Tipo Movimentos Automáticos Número Máximo de Matrizes Sentido de dobra Software Comando Visualizador 3D Raio Variável Booster Pressão Longitudinal

Leia mais

Transportadores de Tela

Transportadores de Tela Transportadores de Tela N QUAL/199/11817 156, route de Lyon F- 38300 DOMARIN Telefone (33) 4 37 03 33 55 Fax (33) 4 37 03 33 59 Maio 2002 e-mail : tlm@elcom.fr web : www.elcom-transfer.com Notas TLM SA

Leia mais

Manual de Instalação e Operação

Manual de Instalação e Operação Manual de Instalação e Operação Suporte para amostras de pequeno porte e engastadas modelo SB-AP ATCP Engenharia Física Rua Lêda Vassimon, n 735-A - Ribeirão Preto - SP / Brasil CEP 14026-567 Telefone:

Leia mais

Rosqueadeiras. Manual de Instruções

Rosqueadeiras. Manual de Instruções Manual de Instruções 2 NOMAQ Roscar/Cortar/Escarear Modelos para tubos de ½ a 6 Modelo NQ-R2 NQ-R2A NQ-R4 NQ-R6 Roscas Tubos 1/2, 3/4, 1, 2 1/2, 3/4, 1, 2 1/2, 3/4, 1, 2, 2.1/2, 4 2.1/2, 4, 5, 6 Roscas

Leia mais

A NOVA GERAÇÃO DE AUTO BOMBA LANÇA MODELOS BSF S 32Z, 36Z E 42.5Z

A NOVA GERAÇÃO DE AUTO BOMBA LANÇA MODELOS BSF S 32Z, 36Z E 42.5Z A NOVA GERAÇÃO DE AUTO BOMBA LANÇA MODELOS BSF S 32Z, 36Z E 42.5Z Com o Peso Bruto Total (PBT) inferior a 23 TON, possibilitando uma reserva para carga de materiais para operação. Sua lança estável se

Leia mais

Máquina Corte-Fio EDM totalmente comandada por CNC. Robocut. Série Alpha CiA

Máquina Corte-Fio EDM totalmente comandada por CNC. Robocut. Série Alpha CiA Máquina Corte-Fio EDM totalmente comandada por CNC Robocut Série Alpha CiA Menores custos por unidade maior precisão A precisão extrema do controle e das unidades é excelente: Sem necessitar de qualquer

Leia mais

Apresentando o NOVO centro de puncionamento elétrico para bobinas.

Apresentando o NOVO centro de puncionamento elétrico para bobinas. Apresentando o NOVO centro de puncionamento elétrico para bobinas. A puncionadeira que produz diretamente da bobina, consome menos energia, requer menos manutenção e respeita o meio ambiente. O Centro

Leia mais

Foco. ALLROUNDER verticais. Injetoras para a sobreinjeção ergonômica de insertos. www.arburg.com

Foco. ALLROUNDER verticais. Injetoras para a sobreinjeção ergonômica de insertos. www.arburg.com Foco ALLROUNDER verticais Injetoras para a sobreinjeção ergonômica de insertos www.arburg.com Sinopse Ergonomia: sistema vertical de espaço livre com placa de fixação imóvel presa na parte de baixo, proporcionando

Leia mais

MÁQUINAS VIRADEIRAS. World Leaders in Sheet Metal Machinery

MÁQUINAS VIRADEIRAS. World Leaders in Sheet Metal Machinery MÁQUINAS VIRADEIRAS World Leaders in Sheet Metal Machinery A solução Ecologicamente correta As máquinas viradeiras motorizadas CIDAN apresentam a solução certa para qualquer empresa que esteja procurando

Leia mais

Instruções para uso do peso de bater automático

Instruções para uso do peso de bater automático Este equipamento foi desenvolvido com as finalidades de: 1) Agilizar e otimizar o tempo necessário para os testes de penetração de solo; 2) Melhorar a ergonomia do procedimento, evitando esforços físicos

Leia mais

Série 521 Para relógios comparadores, sensores tipo apalpadores e relógios apalpadores com graduação de 0,001 mm. Especificações

Série 521 Para relógios comparadores, sensores tipo apalpadores e relógios apalpadores com graduação de 0,001 mm. Especificações Calibradores de Relógios Comparadores Para calibração de relógios comparadores digitais e analógicos, relógios apalpadores, sensor tipo apalpador com capacidade máxima de 5 mm. Graduação: 0,0002 mm Série

Leia mais

TORRE TELESCÓPICA AUTO SUPORTADA DE 18 METROS TORRE TEMPORÁRIA TRANSPORTÁVEL COMPACTA SBF INDÚSTRIA MECÂNICA LTDA.

TORRE TELESCÓPICA AUTO SUPORTADA DE 18 METROS TORRE TEMPORÁRIA TRANSPORTÁVEL COMPACTA SBF INDÚSTRIA MECÂNICA LTDA. TORRE TELESCÓPICA AUTO SUPORTADA DE 18 METROS TORRE TEMPORÁRIA TRANSPORTÁVEL COMPACTA SBF INDÚSTRIA MECÂNICA LTDA. PRODUTO SBF TTAS-18 DESCRITIVO TÉCNICO 1.1. Finalidade da Torre A Torre Telescópica Auto

Leia mais

CONJUNTO DIDÁTICO PARA ESTUDO DE MÁQUINAS ELÉTRICAS OPENLAB

CONJUNTO DIDÁTICO PARA ESTUDO DE MÁQUINAS ELÉTRICAS OPENLAB CONJUNTO DIDÁTICO PARA ESTUDO DE MÁQUINAS ELÉTRICAS OPENLAB Este sistema é formado pelos seguintes elementos, compatíveis entre si e especialmente projetados para o estudo de máquinas elétricas. Código

Leia mais

Introdução às Máquinas CNC s. É proibido reproduzir total ou parcialmente esta publicação sem prévia autorização do

Introdução às Máquinas CNC s. É proibido reproduzir total ou parcialmente esta publicação sem prévia autorização do Grupo Caet - Divisão de Conteúdos Introdução às Máquinas CNC s. Por Delmonte Friedrich, Msc. Eng. Todos os direitos reservados. É proibido reproduzir total ou parcialmente esta publicação sem prévia autorização

Leia mais

TORNO MECÂNICO PARALELO UNIVERSAL

TORNO MECÂNICO PARALELO UNIVERSAL Foto meramente ilustrativa podendo não conter os mesmos acessórios/cores do orçamento, marca NARDINI, Série DIPLOMAT, Modelo ND - 220 GOLD, procedência NACIONAL, produzido por Indústrias Nardini S/A, de

Leia mais

QUALIDADE E TECNOLOGIA A SERVIÇO DO FUTURO

QUALIDADE E TECNOLOGIA A SERVIÇO DO FUTURO QUALIDADE E TECNOLOGIA A SERVIÇO DO FUTURO Extrusoras de Perfis de Concreto MANUAL TÉCNICO IMB 900-G ECONOMIC 1 2 MANUAL DO PROPRIETÁRIO IMB 900-G ECONOMIC Índice Instruções...04 Catálogo de peças...06

Leia mais

Série 521 Para relógios comparadores, sensores tipo apalpadores e relógios apalpadores com graduação de 0,001 mm. Especificações

Série 521 Para relógios comparadores, sensores tipo apalpadores e relógios apalpadores com graduação de 0,001 mm. Especificações Calibradores de Relógios Comparadores Para calibração de relógios comparadores digitais e analógicos, relógios apalpadores, sensor tipo apalpador com capacidade máxima de 5 mm. Graduação: 0,0002 mm Série

Leia mais

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS O acoplamento ACRIFLEX AD, consiste em dois flanges simétricos inteiramente usinados, pinos de aço com superfícies retificadas e buchas amortecedoras de borracha nitrílica à prova

Leia mais

Prática de Oficina Processos de Fabricação

Prática de Oficina Processos de Fabricação Prática de Oficina Processos de Fabricação Filipi Damasceno Vianna Porto Alegre, 24 de junho de 2002. Sumário Introdução 3 1 Torno Mecânico Horizontal Comum 4 1.1 Campo de Aplicação..............................

Leia mais

Descrição B. Cilindro sensor PD 40..

Descrição B. Cilindro sensor PD 40.. Descrição B Cilindro sensor PD 40.. PT 1. Segurança 2 2. unção 3 3. Transporte 8 4. Montagem 8 5. Instalação 9 6. Comissionamento 10 7. uncionamento/operação 10 8. Eliminação de falhas / Reparação 11 9.

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES PREGÃO MOBILIÁRIO 2013.

ESPECIFICAÇÕES PREGÃO MOBILIÁRIO 2013. ESPECIFICAÇÕES PREGÃO MOBILIÁRIO 2013. Processo 56220/2013-73 Pregão 26/2014 GRUPO 1 MESAS E ESTAÇÕES DE TRABALHO 1 MESA RETANGULAR PARA COMPUTADOR 1200X770MM 2 MESA RETANGULAR PARA COMPUTADOR 1600X770MM

Leia mais

Dados Técnicos Perfuratriz LB 24

Dados Técnicos Perfuratriz LB 24 Dados Técnicos Perfuratriz LB 24 Composição e características Cabo de aço Kelly Cabeçote Kelly Haste Kelly Guia auxiliar Cilindro de tensor do cabo de avanço Acionamento de Perfuração Cilindro do mastro

Leia mais

Acesse: http://fuvestibular.com.br/

Acesse: http://fuvestibular.com.br/ Esse torno só dá furo! Na aula sobre furação, você aprendeu que os materiais são furados com o uso de furadeiras e brocas. Isso é produtivo e se aplica a peças planas. Quando é preciso furar peças cilíndricas,

Leia mais

TRABALHOS PRÁTICOS PROGRAMAÇÃO NC

TRABALHOS PRÁTICOS PROGRAMAÇÃO NC Universidade de Brasília Faculdade de Tecnologia Engenharia Mecatrônica Tecnologias de Comando Numérico Prof. Alberto J. Alvares TRABALHOS PRÁTICOS PROGRAMAÇÃO NC 1. Peça Exemplo: Elaborar um programa

Leia mais

AULA 33 PROCESSO DE RETIFICAÇÃO: OPERAÇÕES DE CORTE

AULA 33 PROCESSO DE RETIFICAÇÃO: OPERAÇÕES DE CORTE AULA 33 PROCESSO DE RETIFICAÇÃO: OPERAÇÕES DE CORTE 257 33. PROCESSO DE RETIFICAÇÃO: OPERAÇÕES DE CORTE 33.1. Introdução As peças que serão retificadas, normalmente, chegam à retificadora com um sobremetal

Leia mais

A registered trademark of SNA Europe Group HIDRÁULICA BAHCO

A registered trademark of SNA Europe Group HIDRÁULICA BAHCO A registered trademark of SNA Europe Group HIDRÁULICA BAHCO ÍNDICE GAMA HIDRAULICA BAHCO Elevação de motor & transmissão Grua Garagem T Barra Suporte Motor Ajustável Barra Suporte Motor Suporte para motores

Leia mais

PROCESSOS A CNC. Objetivo da disciplina Cronograma O projeto Critérios de avaliação Contrato didático A máquina O Comando eletrônico

PROCESSOS A CNC. Objetivo da disciplina Cronograma O projeto Critérios de avaliação Contrato didático A máquina O Comando eletrônico PROCESSOS A CNC Objetivo da disciplina Cronograma O projeto Critérios de avaliação Contrato didático A máquina O Comando eletrônico 1 CFP SENAI VW OBJETIVO da disciplina PROCESSOS A CNC Exercício básico

Leia mais

Termostatos KP. Brochura técnica MAKING MODERN LIVING POSSIBLE. Termostatos KP são interruptores elétricos ativados por temperatura com contatos SPDT.

Termostatos KP. Brochura técnica MAKING MODERN LIVING POSSIBLE. Termostatos KP são interruptores elétricos ativados por temperatura com contatos SPDT. MAKING MODERN LIVING POSSIBLE Brochura técnica Termostatos KP Termostatos KP são interruptores elétricos ativados por temperatura com contatos SPDT. Um termostato KP pode ser conectado diretamente a um

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Portaria 029/2015 EMENTA: Normatiza a padronização do mobiliário existente do CRF-ES e dá outras providências. O Presidente do CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO - CRF/ES, no uso

Leia mais

SISTEMA DE TREINAMENTO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL MODELO: ED-4031

SISTEMA DE TREINAMENTO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL MODELO: ED-4031 SISTEMA DE TREINAMENTO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL MODELO: CARACTERÍSTICAS Compreensão dos processos básicos de automação de produção como transferência, classificação, inspeção e armazenagem. Fiação e tubulações

Leia mais

Conheça nossa empresa

Conheça nossa empresa Conheça nossa empresa Empresa Damaeq Integridade, Vontade de Superar-se, Satisfação do Cliente. MODELO PANDA 2015 Novo coletor compactador modelo PANDA 2015, com capacidade para 15m³ ou 19m³ de lixo compactado.

Leia mais

TS-300BR. CAPACIDADE DO GUINDASTE 30.000 kg à 2,5 m

TS-300BR. CAPACIDADE DO GUINDASTE 30.000 kg à 2,5 m TADANO GUINDASTE HIDRÁULICO SOBRE RODAS CATÁLOGO DE ESPECIFICAÇÕES N TS-300BR TS-300BR DADOS GERAIS CAPACIDADE DO GUINDASTE 30.000 kg à 2,5 m LANÇA 4 seções, 9,8 m - 31,0 m DIMENSÕES GERAIS Comprimento

Leia mais

Truck Crane TKA-420N TKA-420N TRUCK CRANE

Truck Crane TKA-420N TKA-420N TRUCK CRANE Truck Crane TKA-420N TKA-420N TRUCK CRANE DESTAQUES DO NOVO GUINDASTE TKA-420N Moderna e confortável cabina de comando, com amplo campo de visão e fácil acesso aos controles do guindaste. Possui ventilação,

Leia mais

POLIAS DE CORRENTE PARA OPERAÇÃO DE VÁLVULAS ELEVADAS. Ferro dúctil Aço inox Alumínio Aço carbono

POLIAS DE CORRENTE PARA OPERAÇÃO DE VÁLVULAS ELEVADAS. Ferro dúctil Aço inox Alumínio Aço carbono POLIAS DE CORRENTE E ACESSÓRIOS PARA OPERAÇÃO DE VÁLVULAS ELEVADAS Ferro dúctil Aço inox Alumínio Aço carbono Industries, Inc. POLIAS DE CORRENTE AJUSTÁVEIS DE FERRO DÚCTIL USADAS PARA OPERAR VÁLVULAS

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1. ESTRUTURA E BLINDAGEM DOS MODULOS 1.1 - Estruturas Laterais Externas Deverão ser confeccionadas em chapa de aço SAE1010 #18, com varias dobras formando colunas, sem quinas ou

Leia mais

Selecione o tipo de rolamento e configuração. Limitações dimensionais

Selecione o tipo de rolamento e configuração. Limitações dimensionais Seleção do 2. Seleção do Os s e de estão disponíveis numa variedade de tipos, formas e dimensões. Quando se faz a correta seleção do para a sua aplicação, é importante considerar diversos fatores, e analisar

Leia mais

Termorresistência Modelo TR10-H, sem poço de proteção

Termorresistência Modelo TR10-H, sem poço de proteção Medição elétrica de temperatura Termorresistência Modelo TR10-H, sem poço de proteção WIKA folha de dados TE 60.08 outras aprovações veja página 8 Aplicações Para montagem direta em processo Fabricante

Leia mais

GSR-R. Tipo separado de guia linear (radial) modelo GSR-R

GSR-R. Tipo separado de guia linear (radial) modelo GSR-R Tipo separado de guia linear (radial) modelo Trilho com cremalheira Recirculador Raspador Bloco Diagrama de Seleção A Posições de montagem Opcionais Codificação Precauções de uso Acessórios para lubrificação

Leia mais

Para programação automatizada e fabricação eficiente. estratégias cam

Para programação automatizada e fabricação eficiente. estratégias cam Para programação automatizada e fabricação eficiente estratégias cam O hypermill reduz os tempos de programação e usinagem Um software CAM completo: Uma gama ampla de estratégias de usinagem e de funcionalidades

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO 2013-2

CATÁLOGO TÉCNICO 2013-2 CATÁLOGO TÉCNICO 2013-2 PRODUTO CONTRA PONTO MESA DIVISORA HV-240 TAMBOR GRADUADO - Pode ser acoplado no lugar do disco perfurado sendo possível fazer divisões de 2 em 2 minutos. FLANGE PORTA PLACA - Para

Leia mais

VirtualLine. VirtualPro Programmierunterstützung. Suporte de programação mit com VPro Guide

VirtualLine. VirtualPro Programmierunterstützung. Suporte de programação mit com VPro Guide VirtualLine VirtualPro Programmierunterstützung Suporte de programação mit com VPro Guide VirtualLine VirtualPro, o suporte de programação da INDEX O suporte de programação para um trabalho prático O VirtualPro

Leia mais

Soluções ergonômicas para manipulação de materiais. Novo! Sistemas de manipulação a vácuo

Soluções ergonômicas para manipulação de materiais. Novo! Sistemas de manipulação a vácuo Soluções ergonômicas para manipulação de materiais Novo! Sistemas de manipulação a vácuo Tubo de elevação a vácuo JumboFlex Tubo de elevação a vácuo JumboFlex Manipulação flexível e eficiente do material

Leia mais

CURSO TÉCNICO DE MECÂNICA INDUSTRIAL

CURSO TÉCNICO DE MECÂNICA INDUSTRIAL Fundação de Educação para o Trabalho de Minas Gerais CURSO TÉCNICO DE MECÂNICA INDUSTRIAL HUDSON FABRÍCIO XAVIER PEREIRA Vespasiano-2012 FRESAGEM Apostila elaborada para a disciplina de Fresagem para

Leia mais

11/06 119-32/00 012807 REV.0. www.britania.com.br sac@britania.com.br Manual de Instruções

11/06 119-32/00 012807 REV.0. www.britania.com.br sac@britania.com.br Manual de Instruções 11/06 119-32/00 012807 REV.0 www.britania.com.br sac@britania.com.br Manual de Instruções CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS INTRODUÇÃO Tensão Corrente Potência/Consumo Freqüência Rotações Diâmetro Área de ventilação

Leia mais

ROSTA. Suportes Oscilantes ROSTA. Suspensão Elástica para Crivos e Transportadores Oscilantes

ROSTA. Suportes Oscilantes ROSTA. Suspensão Elástica para Crivos e Transportadores Oscilantes ROSTA Suspensão Elástica para Crivos e Transportadores Oscilantes elevado amortecimento longa duração à prova de sobrecargas ROSTA Tabela de selecção dos (A recomendação técnica é marcada a azul) + Sistemas

Leia mais

Keystone RMI DUBEX Válvula Borboleta

Keystone RMI DUBEX Válvula Borboleta Keystone RMI DUBEX Válvula Borboleta Dubex é uma válvula de sede resiliente triexcêntrica com flange duplo, projetada para serviços na indústria de água Características Aplicação geral Estação de bombeamento

Leia mais

Um novo padrão em eficiência de estampagem.

Um novo padrão em eficiência de estampagem. TruPunch: Um novo padrão em eficiência de estampagem. Máquinas-Ferramenta / Ferramentas Elétricas Tecnologia a Laser / Eletrônicos Tecnologia na Área Médica Eficiência Inigualável Conteúdo Eficiência Inigualável.

Leia mais

[ significa: Made in the Heart of Europe pelo melhor preço. Torno Vertical VT 250 com automação integrada

[ significa: Made in the Heart of Europe pelo melhor preço. Torno Vertical VT 250 com automação integrada [ E[M]CONOMY] significa: Made in the Heart of Europe pelo melhor preço Torno Vertical VT 25 com automação integrada EMCO VERTICAL VT 25 O Torno Vertical EMCO VT 25, projetado para usinagens pesadas, é

Leia mais

Tornos verticais CNC Linha Romi VT

Tornos verticais CNC Linha Romi VT ROMI VT 1400 ROMI VT 2000 ROMI VT 2500 ROMI VT 3000 ROMI VT 5000 ROMI VT 6000 Tornos verticais CNC Linha Romi VT Complexo Industrial Romi, em Santa Bárbara d Oeste - SP INOVAÇÃO + QUALIDADE ROMI: Desde

Leia mais

Catálogo de Produtos FÔRMAS E ESCORAMENTOS

Catálogo de Produtos FÔRMAS E ESCORAMENTOS Catálogo de Produtos FÔRMAS E ESCORAMENTOS Apresentação Fundada no ano de 000, a TEMEC Terra Maquinas Equipamentos e Construções LTDA é uma empresa especializada no fornecimento de Soluções de Engenharia

Leia mais

Enroladores de Cabos - Contrapeso. Sistemas de Recuperação

Enroladores de Cabos - Contrapeso. Sistemas de Recuperação Enroladores de Cabos - Contrapeso Sistemas de Recuperação As figuras acima ilustram os tipos de acionamento a contrapeso. Na figura 7a temos o acionamento direto, na 7b, o acionamento direto através de

Leia mais

Ferramentas de manutenção

Ferramentas de manutenção Ferramentas de manutenção Menos atrito. Mais soluções. Com mais de 100 anos de experiência em tecnologia de rolamentos, a Timken compreende a importância dos procedimentos de manutenção adequados para

Leia mais

2. CARACTERÍSTICAS 1. INTRODUÇÃO

2. CARACTERÍSTICAS 1. INTRODUÇÃO 1. INTRODUÇÃO O estabilizador portátil de câmera Tedi Cam é um equipamento de avançada tecnologia utilizado para filmagens de cenas onde há a necessidade de se obter imagens perfeitas em situações de movimento

Leia mais

Fresamento. UDESC Universidade do Estado de Santa Catarina FEJ Faculdade de Engenharia de Joinville

Fresamento. UDESC Universidade do Estado de Santa Catarina FEJ Faculdade de Engenharia de Joinville UDESC Universidade do Estado de Santa Catarina FEJ Faculdade de Engenharia de Joinville Fresamento DEPS Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas Visão sistêmica de um processo de usinagem Aplicação

Leia mais

Pedro Rocha 2015-10-15

Pedro Rocha 2015-10-15 Pedro Rocha 2015-10-15 Circulação O veiculo não pode sair do centro para se posicionar nas linhas ou áreas de inspeção Via de fuga Evitar o cruzamento de veículos 2 As linhas devem ser estruturadas para

Leia mais

LS-3 Plus. Centrífuga Manual de Operação. CELM Companhia Equipadora de Laboratórios Modernos

LS-3 Plus. Centrífuga Manual de Operação. CELM Companhia Equipadora de Laboratórios Modernos LS-3 Plus Centrífuga Manual de Operação Marca de Fabricação: CELM Produto Brasileiro CELM Companhia Equipadora de Laboratórios Modernos AV. Guido Aliberti, 5129-Bairro Mauá -São Caetano do Sul - SP CEP:

Leia mais

Manual de Instruções e Lista de Peças

Manual de Instruções e Lista de Peças Manual de Instruções e Lista de Peças Máquina de Costura Reta Eletrônica Direct Drive de Alta Velocidade 9K 0 / 0F 30 / 30F Singer é uma marca registrada da The Singer Company Limited ou suas afiliadas

Leia mais

GUINDASTE SOBRE ESTEIRA COM LANÇA TELESCÓPICA LINHA

GUINDASTE SOBRE ESTEIRA COM LANÇA TELESCÓPICA LINHA GUINDASTE SOBRE ESTEIRA COM LANÇA TELESCÓPICA LINHA Os guindastes TADANO MANTIS são projetados de maneira única. A fabricação em aço maciço e os potentes motores a diesel combinados com circuitos hidráulicos

Leia mais

www.torcisao.ind.br Catálogo de Produtos

www.torcisao.ind.br Catálogo de Produtos www.torcisao.ind.br Catálogo de Produtos A TORCISÃO A Torcisão foi fundada em 1968, iniciando suas atividades na fabricação de peças para a indústria automobilística. Em 2006, o grupo se expandiu e fundou

Leia mais

UCS. Universidade de Caxias do Sul. Centro de Ciências Exatas e Tecnologia. Departamento de Engenharia Mecânica

UCS. Universidade de Caxias do Sul. Centro de Ciências Exatas e Tecnologia. Departamento de Engenharia Mecânica 1 Universidade de Caxias do Sul UCS Centro de Ciências Exatas e Tecnologia Departamento de Engenharia Mecânica Programação CNC Utilizando o Comando Mitsubishi Meldas-M3 Gerson Luiz Nicola Eng. Mec. Prof.

Leia mais

EXAUSTOR MUNTERS MANUAL DE INSTALAÇÃO EXAUSTOR MUNTERS REV.00-11/2012-MI0047P

EXAUSTOR MUNTERS MANUAL DE INSTALAÇÃO EXAUSTOR MUNTERS REV.00-11/2012-MI0047P MANUAL DE INSTALAÇÃO EXAUSTOR MUNTERS REV.00-11/2012-MI0047P 0 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 IMPORTANTE... 3 SEGURANÇA... 3 CUIDADOS AO RECEBER O EQUIPAMENTO... 4 1) Instalação dos exaustores... 5 2) Instalação

Leia mais

www.keelautomacao.com.br Linha KSDF Solução em corte CNC

www.keelautomacao.com.br Linha KSDF Solução em corte CNC Linha KSDF Solução em corte CNC Linha KSDF Solução em corte CNC Características Destinada ao processo de corte mecanizado de chapas aço carbono, inox, alumínio, ferro entre outros. Esta máquina foi desenvolvida

Leia mais

M7 Estantes para picking

M7 Estantes para picking M7 Estantes para picking 2 PICKING M7 PARA CARGA MÉDIA E GRANDE Sistema de armazenagem de produtos para picking manual que segue o princípio homem a produto. Principais vantagens: - Possibilidade de armazenar

Leia mais

CONCEBIDO COM O FUTURO EM MENTE.

CONCEBIDO COM O FUTURO EM MENTE. DRX-Evolution Plus X FACTOR CONCEBIDO COM O FUTURO EM MENTE. Evolução continuada. CARESTREAM DRX-Evolution Plus UMA SOLUÇÃO COMPROVADA. NOVAS E ENTUSIASMANTES CAPACIDADES. FACTOR VEJA A IMAGIOLOGIA DE

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO DE PRODUTO

CATÁLOGO TÉCNICO DE PRODUTO Descrição: O Sistema de Estação de Trabalho e Montagem - S.A.M. - apresenta soluções refinadas e flexíveis, com ótima relação de custo benefício que se adequa perfeitamente às necessidades de sua empresa.

Leia mais

4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 1 4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Os acoplamentos ACRIFLEX AG são compostos por dois cubos simétricos de ferro fundido cinzento, e um elemento elástico alojado entre eles, de borracha sintética de elevada resistência

Leia mais

Manual de Montagem, Operação e Manutenção. Aparelho de Levantamento. Série B200

Manual de Montagem, Operação e Manutenção. Aparelho de Levantamento. Série B200 Manual de Montagem, Operação e Manutenção Aparelho de Levantamento Série B200 Português Índice Página 1 Aplicação e características gerais 1 Aplicação e características gerais 3 1.1 Aplicação 3 1.2 Características

Leia mais