Futuro. Novos caminhos da indústria. Cinco países, um futuro? Ciência e ficção. Não esperamos o futuro acontecer!

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Futuro. Novos caminhos da indústria. Cinco países, um futuro? Ciência e ficção. Não esperamos o futuro acontecer!"

Transcrição

1 Futuro Edição 2015 magazine voestalpine Não esperamos o futuro acontecer! Novos caminhos da indústria Desenvolvimento econômico, mais-valia social Cinco países, um futuro? Modelo de sucesso Vale do Silício o que Bangalore, Chile, Londres e Ruanda querem aprender dos californianos Ciência e ficção Da imaginação para a realidade

2 Informação voestalpine Não esperamos o futuro acontecer. Cara leitora, caro leitor! Sob o mote Não esperamos o futuro acontecer, nossa nova campanha institucional 2014 ilustra o que nos diferencia: nós, as funcionárias e os funcionários da voestalpine, com os pontos fortes de cada um! Nosso empenho diário, nosso amor pelo detalhe e nosso prazer em enfrentar um desafio, seja na vida profissional ou pessoal, são o que nos torna tão versáteis. Conheça mais de perto os protagonistas da nossa campanha e participe por um momento de suas vidas através do DVD em anexo, contendo todos os doze filmes em doze línguas. Compartilhe conosco momentos autênticos e tocantes de seu dia a dia, e descubra temas surpreendentes e inesperados do nosso Grupo. Quando foi a última vez que se sentiram felizes por estar aprendendo ou ter acabado de aprender algo novo? Aprender é como remar contra a corrente. Quando se para, anda-se para trás, disse o filósofo chinês Lao-Tsé. Quem aprende algo, muitas vezes o faz para a comu nidade, mas sempre, e muito mais, para si mesmo, porque a vontade de aprender é parente do desejo de autorrealização. Cada vez mais pessoas querem se desenvolver para além de sua formação profissional original. Em que medida isso também se aplica à nossa sociedade? Por que, por vezes, ela demonstra uma grande capacidade de aprender, ao passo que, por outras, retrocede a velhos padrões de comportamento, que se acreditava estarem ultrapassados há muito? Onde está a chave da capacidade de aprender? Essas e outras questões são levantadas pelos autores desta nossa edição. Mas já posso ir adiantando: ainda estamos longe de esgotar nossas capacidades. Faça hoje algo pelo que será grato a si mesmo amanhã foi a resposta dada por Dimakatso Matehbula, funcionária da voestalpine na África do Sul, quando lhe perguntamos que conselho gostaria de dar a gerações futuras. Uma recomendação que os jovens retratados no artigo Jovens Inventores já estão seguindo. Com suas ideias frescas, eles conseguem impressionar até mesmo especialistas tarimbados. Precisamos continuar aprendendo sempre, também, se quisermos garantir um abastecimento de energia seguro para gerações futuras. Na área da exploração de petróleo e gás estão acontecendo desenvolvimentos novos e promissores, como mostra Antje Ellwanger. E, se quiserem saber o que andamos fazendo nas áreas de energia e mobilidade, deem uma olhada no DVD anexo, com filmes sobre histórias de sucesso do nosso Grupo em doze idiomas diferentes. O mundo da economia é marcado por constantes e, em parte, dolorosos processos de aprendizagem: assim, é hoje um fato incontestado que, especialmente em momentos conjunturais difíceis, um país, uma região que tem uma indústria forte é bem menos vulnerável. Mas, em que direção está rumando a indústria do futuro? Petra Hannen busca respostas para essa questão. Não há dúvida que uma indústria do século 21 bem-sucedida também precisa de mais e novas dimensões na tecnologia da informação. As empresas na área da Baía de São Francisco mostraram como se faz. E até hoje o resto do mundo está tentando copiar esse modelo de sucesso. Nossos repórteres foram a cinco países para investigar em qual deles está nascendo o novo Vale do Silício. Espero que a leitura desses e de outros artigos interessantes desta edição de Futuro lhes proporcione momentos de prazer e talvez os inspire a aprender um pouco mais sobre alguns de seus temas. Cordialmente Wolfgang Eder, CEO da voestalpine AG 1 3

3 Índice Edição 2015 Estar sempre presente Antecipar o futuro Nunca perder a curiosidade Como assegurar os recursos naturais para as gerações futuras? Página 46 Ligação entre a China e a Europa: a Rota da Seda Página 52 Arte coletiva: como 12 Tem que ser pessoal Entrevista com Alex Hunter sobre a ciência do marketing 28 Novos caminhos da indústria Desenvolvimento econômico, mais-valia social 60 Criatividade coletiva Como as mídias sociais estão revolucionando a arte a internet estimula a criatividade Página 60 6 Nosso mundo Como será o mundo de amanhã? 8 Colaboradores As pessoas que fizeram esta revista 14 Nosso futuro O que as pessoas da voestalpine esperam do amanhã 16 Boas ideias unem O fenômeno das conferências TED 20 Jovens inventores Talentos perspicazes que mudam o mundo 34 Mobilidade no futuro As formas como já poderíamos nos locomover nas estradas, nos trilhos e no ar em um futuro próximo 36 Cinco países, um futuro? Modelo de sucesso Vale do Silício o que Bangalore, Chile, Londres e Ruanda querem aprender dos californianos 46 Recursos naturais para a próxima geração Avanços na exploração de petróleo e gás 64 Voando para o futuro Novos caminhos na aviação 70 A casa inteligente Como vamos morar amanhã 72 Ciência e ficção Da imaginação para a realidade 8 Expediente 52 Novas mercadorias por velhos caminhos Visitamos três localidades na recémredescoberta Rota da Seda 4 5

4 Nosso mundo Como será nosso mundo amanhã? Estes Londres são os lugares onde Dostyk pro curamos a resposta Victoria nesta edição Nova York Xi an Victoria, Canadá Aos 15 anos, Ann Makosinski inventou uma lanterna portátil que funciona com o calor da mão Jovens inventores Página 20 México Serra Leoa Bangalore Nova York, EUA Man Bartlett transformou um terminal de ônibus em plataforma de arte interativa Criatividade coletiva Página 60 México Um nível salarial estável, impostos baixos e uma moeda confiável fazem do país uma localização atraente para as indústrias Novos caminhos da indústria Página 28 Bolívia Johanesburgo Bolívia Hoje em dia, um país que não fabrica produtos tecnológicos é passado para trás em pouco tempo. Novos caminhos da indústria Página 28 Chile O Chilecon Valley será o novo Vale do Silício? Com o Start-up Chile, o país quer se posicionar como um dos maiores polos industriais da região Cinco países, um futuro? Página 36 Londres, Grã-Bretanha Mesmo sem ajuda estatal, a cena da TI floresceu no East End londrino Cinco países, um futuro? Página 36 Serra Leoa A necessidade é a mãe da invenção: Kelvin Doe constrói geradores e sua própria estação de rádio com sucata Jovens inventores Página 20 Chile Johanesburgo, África do Sul Dimakatso Mathebula aconselha: Faça hoje algo pelo que será grato a si mesmo amanhã. Nosso futuro Página 14 Bangalore, Índia Os indianos querem sair da sombra do Vale do Silício Cinco países, um futuro? Página 36 Dostyk, Cazaquistão A ligação ferroviária entre a China e a Europa impulsiona a economia local Novas mercadorias por velhos caminhos Página 52 Xi an, China Como a cidade se conectou com sucesso à nova Rota da Seda Novas mercadorias por velhos caminhos Página

5 Expediente Colaboradores Pessoas por detrás de Futuro Colaboradores Prever como será o futuro é impossível. Mas é com as ideias que temos hoje que criamos o mundo de amanhã e, desta forma, nos preparamos para um futuro que desejamos. Pedimos a pessoas no mundo inteiro que nos fizessem um relato sobre suas ideias, novos desenvolvimentos e inovações pioneiras: da Índia ao Chile, e da Grã-Bretanha a Ruanda. Nestas páginas, queremos apresentar-lhes algumas das pessoas que contribuíram com esta edição de Futuro. Expediente Proprietário e titular da mídia: voestalpine AG voestalpine-strasse Linz, Áustria Petra Hannen Jornalista (Alemanha) Petra Hannen escreve principalmente sobre os temas recursos naturais, energia e consumo. Para esta edição, ela procura Novos caminhos da indústria. Petra vive e trabalha como jornalista e repórter investigativa freelance em Berlim. Página 28 André Uhl Redator (Alemanha) Desde o começo, André Uhl é corresponsável pela concepção e edição de Futuro. Geógrafo formado, ele se dedica a questões ligadas ao desenvolvimento da sociedade. André vive e trabalha como redator e jornalista freelance em Berlim. Página 32 Jesko Johannsen Jornalista e treinador de mídia (Ruanda) Jesko Johannsen procura, para estações de rádio e televisão alemãs, histórias que possibilitem uma outra visão da África. Ele nos explica como Ruanda quer se tornar o polo de TI africano. Além disso, é autor da série de livros infantis Simon em Ruanda. Página 36 Editor: Peter Felsbach Chefe de redação: Maria Reibenberger T. +43/50304/ Concepção, edição e design: Commandante Berlin GmbH Proprietário: Toni Kappesz Schröderstrasse Berlin, Alemanha Impressão: Kontext Druckerei GmbH Spaunstrasse 3 a 4020 Linz, Áustria Mathis Rekowski Ilustrador (Alemanha) Depois de se formar, Mathis Rekowski inicialmente trabalhou em várias produções cinematográficas e agências de publicidade. Hoje, cria ilustrações fantasiosas e vibrantes de cores para clientes como Mercedes, Delta Airlines ou voestalpine. Página 36 Ellen Lee Jornalista (EUA) Ellen Lee é jornalista econômica e tecnológica, e trabalha para o jornal Washington Post e o canal CNBC, entre outros. Ela foi ao Vale do Silício para nós, investigar quais são os fatores que fazem da meca da TI que ela é hoje. Página 36 Dinara Nurusheva e Nurtas Janibekov Pesquisadores (Cazaquistão) Os principais temas de Dinara Nurusheva são a economia política e os interesses regionais do Cazaquistão. Os de Nurtas Janibekov, que é especialista em geografia política e econômica, são a história e política mundial. Página

6 Estar sempre presente Dar firmeza e segurança Nossa estrutura descentralizada nos permite agir e reagir mais depressa. Assim, estamos sempre presentes para todos os nossos stakeholders e buscamos atender suas necessidades com um máximo de flexibilidade e dinâmica. Atacamos problemas pela raiz e não desistimos, porque vale a pena lutar pelo futuro. 12 Tem que ser pessoal Entrevista com Alex Hunter sobre a ciência do marketing 14 Nosso futuro O que as pessoas da voestalpine esperam do amanhã 16 Boas ideias unem O fenômeno das conferências TED 20 Jovens inventores Talentos perspicazes que mudam o mundo 10 11

7 Estar sempre presente Estar sempre presente Tem que ser pessoal Texto Björn Lüdtke Descrever em apenas uma palavra o que, exatamente, Alex Hunter faz, é impossível. Antigamente, ele se autodenominava um Independent Digital Ninja. Deixou de fazê-lo porque, esclarece ele, as pessoas nunca entendiam ao certo o que ele queria dizer com isso e ficavam confusas. Hunter diz de si mesmo que gosta de vagabundear pelo mundo digital. Sou fascinado por esse mundo e como ele está mudando tudo. Gosto de observar o que instiga o interesse das pessoas, e então converso com elas sobre essas coisas, explica. Mas, afinal, o que ele faz o dia inteiro? Alex Hunter é public speaker, Entrevista com Alex Hunter sobre a ciência do marketing investe em startups e realiza todo tipo de produto na rede da primeira ideia em um pedacinho de papel até o produto pronto. No fundo, marketing é uma coisa bastante emocional Apesar de ser considerado um especialista em branding e comunicação, ele afirma de si mesmo que, na vida privada e no dia a dia, não se comunica melhor do que qualquer outra pessoa; a única diferença, segundo ele, é que presta mais atenção na publicidade na TV. E esse olhar analítico sobre o marketing é a razão pela qual seus clientes procuram seus serviços. Antes de passar a trabalhar por conta própria, Hunter foi o responsável pela estratégia digital global da Virgin Group, e ajudou seu fundador Richard Branson a transformar sua companhia aérea no que ela é hoje. Nesta entrevista, Hunter nos conta o que acha tão fascinante no marketing e porque não devemos nos esquecer de que do outro lado do clique do mouse está uma pessoa. PerformanceIN O senhor uma vez disse que acha a ciência do marketing fascinante. Em que princípios ela se baseia? Sim, é verdade. O foco da minha filosofia está no equilíbrio da razão e da emoção, da técnica e do humano. As pessoas muitas vezes não se dão conta de que o marketing e a reação a ele são, no fundo, uma coisa bastante emocional. Nossas decisões nem sempre são uma reação lógica a fatos como, por exemplo, as características do produto, ou seu preço. Tomamos uma decisão com base na sensação com a qual reagimos a uma experiência ao processo de decisão de compra, a um serviço ou a um anúncio. Após uma experiência que nos causou uma sensação desagradável, a probabilidade de que voltemos a comprar o mesmo produto é pequena, mas isso vale ao contrário também. Como funciona, hoje, uma comunicação bem-sucedida? Até agora, nos limitamos pura e simplesmente a otimizar nossos processos digitais: procuramos espremer até o último centavo de cada clique, cada busca e cada . Mas eu pessoalmente acredito que, muitas vezes, isso acontece às custas do componente humano. Tendemos a nos esquecer de que do outro lado do clique está uma pessoa, que sempre vai preferir interagir com uma outra pessoa. Principalmente no caso de algo dar errado. Logo, o que temos de conseguir é continuar otimizando tão bem os processos digitais, mas dando-lhes aquele toque pessoal que conhecemos de antigamente. Eu diria até mesmo que devemos voltar a escrever cartas à mão, para causar uma boa sensação ao consumidor. Eu acho que grandes empresas receiam não ter condições de fazer isso com milhões de clientes. Pode até ser que elas estejam certas, mas enquanto pudermos conferir um toque pessoal aos nossos processos, estaremos sempre um passo à frente da concorrência que aposta só em automação. O que vale na comunicação não é mais o business-to-consumer, ou o business-to-business, é o people-to-people. O senhor pode nos traçar um cenário de como será o mundo da comunicação e do branding no futuro? Eu acredito que ele vai continuar se democratizando. Cinco ou dez anos atrás, havia vozes que diziam que as marcas não mais pertencerão às empresas, e sim aos clientes. É o que está acontecendo atualmente. As marcas, naturalmente, continuam sendo definidas pelas empresas, mas da mesma forma também pelo que os consumidores dizem sobre elas on-line e off-line. Além disso, acredito que as empresas vão apostar cada vez menos em publicidade tradicional e passar a trabalhar com uma comunicação ultradirecionada, relevante. A foto de um automóvel, com uma logomarca embaixo, esse tipo de publicidade não vai mais funcionar. Para vender um mesmo produto, é preciso promovê-lo de forma direcionada a diferentes perfis de clientes. Alex Hunter, especialista em branding e comunicação Como, então, as empresas devem se comunicar com os consumidores? As empresas bem-sucedidas serão aquelas que conseguirem encontrar um equilíbrio entre o que elas sabem sobre um cliente e a experiência que elas criam para esse cliente pessoalmente. Essas duas coisas nem sempre são o mesmo, e nós frequentemente tendemos a nos apoiar por demais na técnica, quando, na realidade, deveríamos utilizá-la para tornar mais agradável a experiência para o consumidor. Não deixa de ser uma coisa formidável poder reativar um cliente lembrando-o de uma transação não concluída, ou enviando-lhe um relacionado com um produto que ele comprou tempos atrás. Mas uma grande parte da população lá fora acha isso desagradável, ou até mesmo maçante. O cliente não deveria ficar sabendo nada sobre os processos complicados que ocorrem por trás dos bastidores. A essência de um bom atendimento ao cliente é a ilusão de magia: as coisas simplesmente funcionam

8 Estar sempre presente Estar sempre presente Nosso futuro Texto Björn Lüdtke O que as pessoas da voestalpine esperam do amanhã ZHU YI QIAN (5) Aluna de jardim da infância Suzhou, China 1. O que o próximo ano vai trazer de bom para você pessoalmente? 2. Que sonhos você ainda quer concretizar? 3. Que conselho gostaria de dar às gerações futuras? 4. Como e para onde vamos viajar no futuro? WILL DONOVAN (16) Estudante Missouri City (Texas), EUA Tecnologia demais faz mal ao cérebro. 1. A temporada de beisebol, não vejo a hora de jogar pelo time da minha escola. 2. Quero ser jogador da MLB (Major League Baseball, a principal liga de beisebol americana), ficar milionário e me casar. 3. Tecnologia demais faz mal ao cérebro. 4. Em foguetes modernos, até as profundezas do sistema solar. DIMAKATSO MATHEBULA (29) Planejadora de materiais Johanesburgo, África do Sul Amem seus pais. 1. Eu gostaria de ganhar um irmãozinho. 2. Quero ser professora. 3. Amem seus pais. 4. Eu gostaria de visitar a Disneylândia. HELENE EGARTNER (26) Gerente de vendas Bruck an der Mur, Áustria Faça hoje algo pelo que será grato a si mesmo amanhã. A vida é bela! Curtam-na! 1. Pretendo passar férias maravilhosas na África do Sul. 2. Eu gostaria de fazer uma viagem de volta ao mundo. 3. A vida é bela e cheia de surpresas. Curtam-na! 4. No futuro, viajaremos à velocidade da luz, para onde quisermos. Página Private 1. Meu curso de gestão de logística. O passado não me interessa muito. Prefiro me concentrar no que vai acontecer no próximo ano. 2. Quero alcançar meus objetivos. Existem pessoas que não conhecem limites! Eu me considero uma delas. Meus sonhos me revelam segredos e o futuro me promete força, realização e sucesso. 3. Faça hoje algo pelo que será grato a si mesmo amanhã. Só porque o passado não foi como você queria, isto não quer dizer que o seu futuro não poderá ser melhor do que você jamais imaginou. 4. Se pensarmos como o progresso tecnológico está mudando nossas vidas, pode ser que em breve nos teletransportemos para o nosso próximo destino de férias

9 Estar sempre presente Estar sempre presente Boas ideias unem Texto Anne Kammerzelt O fenômeno das conferências TED Dr. Brené Brown na TEDxHouston 2010 TEDxHouston / Flickr / Photo courtesy of Blue Lemon Photo (CC BY-NC-SA 2.0) Saber é poder reza uma frase do filósofo inglês Francis Bacon que continua tendo validade. O que mudou radicalmente nos últimos anos é a forma como chegamos às informações e como passamos conhecimentos adiante, graças à World Wide Web. A interligação global através da internet aumentou tanto a geração de informações como sua propagação. A conferência de ideias TED é uma instituição que tem a meta de tornar o acesso ao conhecimento livre para todos. Organizada originalmente como conferência anual em Monterey, na Califórnia, a TED disponibiliza um enorme leque de informações em seu próprio site, no qual se pode ver, gratuitamente, as melhores palestras como vídeo. Informações que, antes da revolução digital, eram mantidas restritas, acessíveis somente a um pequeno grupo elitista. Por trás da TED, que é a abreviatura de Technology, Entertainment, Design, encontra-se uma organização americana sem fins lucrativos, que tem o objetivo de difundir ideias O que começou como um experimento em pequena escala, tornou-se um movimento mundial inovadoras e torná-las acessíveis a um amplo público, em todo o mundo. Sob o lema Ideas Worth Spreading, ou seja, ideias que merecem ser divulgadas, inventores engenhosos, músicos virtuosos, pensadores políticos e outras figuras proeminentes apresentam suas ideias em forma de discussões ao vivo com 18 minutos de duração e, em seguida, em vídeos de acesso livre. A lista dos palestrantes famosos é longa, abrangendo personalidades como o astrofísico britânico Stephen Hawking, que falou sobre o surgimento do universo, o fundador da Microsoft Bill Gates, que palestrou sobre a emissão de CO 2 e seus efeitos sobre as alterações climáticas, ou os fundadores da Google Larry Page e Sergey Brin. E a repercussão é grande: os vídeos das palestras, traduzidos por inúmeros voluntários para mais de 100 idiomas, já foram assistidos no site ted.com vários bilhões de vezes. As palestras são muito mais pessoais, mais curtas e mais focadas em uma determinada ideia do que outros formatos. Nossa cultura de comunicação 16 17

10 Estar sempre presente Estar sempre presente está passando por uma forte transformação hoje em dia, liderar significa, mais e mais, saber se comunicar de forma inspiradora, explica Stephan Balzer, curador dos eventos TEDx na Alemanha. A primeira conferência foi realizada em 1984, na Califórnia. Hoje, em uma retrospectiva, fica claro o quanto os eventos de então apontavam para o futuro: em uma palestra, foi apresentado o primeiro computador Mac. Naquela época, ninguém podia ainda imaginar o sucesso inacreditável que a Apple viria a ter com ele. Do ponto de vista financeiro, porém, esse primeiro evento foi um fracasso, o que fez com que a conferência seguinte acontecesse apenas seis anos mais tarde. Desde 1990, as conferências TED são realizadas anualmente. O que começou como um experimento em pequena escala, tornou-se um movimento mundial. Além da conferência original, há hoje diversos outros formatos com diferentes referências, focos e tamanhos. O sucesso extraordinário das TEDx é, em sua maior parte, mérito de uma comunidade fiel Em primeiro plano encontram-se os eventos TEDx, que são conferências independentes, realizadas com base nas regras do evento original. O x significa independently organized event, por assim dizer a Craig Venter e Chris Anderson, curador da TED, discutindo sobre a vida artificial variante franchise desse formato; são eventos organizados de forma largamente autônoma, em todas as partes do mundo. As TEDx oferecem a possibilidade de realizar eventos locais com a mesma perspectiva global. Qualquer um que tenha uma boa ideia para uma conferência pode organizá-la por conta própria. Sempre fiel ao lema da TED Ideias que merecem ser divulgadas, as TEDx também contribuem para a propagação de boas ideias e sua colocação gratuita à disposição de um amplo público, em todo o mundo. Apesar de não terem a participação de personalidades famosas como as TED, as conferências TEDx, realizadas em mais de 130 países com um enorme leque temático, promovem discussões fervorosas e proporcionam uma visão fascinante das coisas e novas formas de ver a realidade. Steve Jurvetson / Flickr (CC BY 2.0) Joshua Wanyama / Flickr (CC BY-NC 2.0) O sucesso extraordinário das TEDx é, em sua maior parte, mérito de uma comunidade fiel, que, em todo o mundo, se deixa entusiasmar pela causa, investindo seu trabalho e seu tempo. À semelhança das TED, todas as palestras são gravadas em vídeo e disponibilizadas livremente aos interessados. Isso não significa somente que conhecimentos e informações internacionais são agrupados, mas também que as ideias, desejos e visões de futuro de pessoas engajadas se tornam conhecidas e são acompanhadas até mesmo do outro lado do planeta. Assim, por exemplo, a palestra Scaling up technical education, feita por Kamau Gachigi na TEDxNairobi, no Quênia, passou uma ideia da importância crescente da formação técnica em Nairobi. Sangeetha Isvaran palestrou na TEDxSairam sobre inovações sociais na Índia. E quem quiser saber algo sobre a possibilidade de modificar desejos e sonhos, deveria dar uma O objetivo é difundir ideias inovadoras e torná-las acessíveis a um amplo público em todo o mundo olhada no evento da TEDxCazuca Sueños que transforman, do colombiano Jhon Bucurú. Essas informações podem ser recebidas em todo o mundo de primeira mão, não da forma tradicional, pelo jornal diário, mas diretamente dos palestrantes da respectiva comunidade. Para obter a licença para realizar um evento TEDx, os organizadores passam por um processo de A TEDxNairobi 2013 no Centro Mundial de Agro-Silvicultura (ICRAF) seleção minucioso, no qual são verificados seus temas e locais desejados, além de sua motivação pessoal. Eles se comprometem a respeitar regras obrigatórias, que protegem o caráter democrático e comunitário da ideia. Na verdade, não é possível destacar uma palestra em especial, diz Lara Stein, uma das iniciadoras das TEDx, mas a palestra na TEDxHouston O poder da vulnerabilidade, de Brené Brown, é uma prova do que a comunidade é capaz. A palestra sobre o autoquestionamento como motor para sucesso, criatividade e amor é extraordinariamente inspiradora e terminou sendo umas das mais vistas no site ted.com. Com certeza, o melhor é simplesmente visitar o site e clicar, entre as inúmeras palestras, naquelas que despertem seu interesse. Ou talvez até mesmo organizar seu próprio evento TEDx, porque a comunidade é composta de gente que acredita firmemente que grandes ideias podem mudar o mundo. E para isso é necessário iniciativa própria. Quem seja ao vivo em um dos eventos realizados em todo o globo ou por vídeo on-line quiser incentivar outros a refletir e inspirá-los a agir, deveria aproveitar suas chances e divulgar sua ideia mundo afora. Número de países nos quais já foram realizadas conferências TEDx

11 Estar sempre presente Estar sempre presente Jovens inventores Texto Kathrin Gemein Pessoas que impulsionam inovações são caracterizadas por uma enorme curiosidade e a capacidade de olhar de uma forma nova para coisas rotineiras. Perícia e experiência profissional também são importantes pelo menos na maioria dos casos. Mas muitas vezes são os jovens que têm ideias capazes de mudar um pouco um mundo, o que combina, já que o futuro pertence a eles Rendering digital de uma barreira flutuante do projeto The Ocean Cleanup Página The Ocean Cleanup Mar sem plástico Boyan Slat Boyan Slat tinha 16 anos quando mergulhou na costa da Grécia não conseguiu ver mais nenhum peixe, de tanto lixo plástico. E ele se perguntou: Por que simplesmente não arrumamos isso? Com uma equipe de cem pessoas, Boyan Slat realizou um estudo que resultou em uma ideia relativamente simples uma instalação de cem quilômetros de barreiras flutuantes. As correntes marítimas naturais transportariam o lixo plástico para os dois braços da barreira, dispostos em um ângulo de 120 graus. O lixo seria então recolhido por um navio oito vezes por ano, e os animais poderiam passar nadando, desviando da barreira, sem sofrer nenhum dano. Ainda se está trabalhando na concretização dessa ideia

12 Estar sempre presente Estar sempre presente Estação de rádio feita de sucata elétrica Kelvin Doe A necessidade é a mãe da invenção. Kelvin Doe interiorizou esse lema. Em sua terra natal, Serra Leoa, onde só há energia elétrica algumas horas por dia, o autodidata, que na época tinha 15 anos, começou a juntar sucata elétrica e ficou mexendo e aparafusando até que conseguiu construir um gerador. Como se não bastasse tamanha proeza, Kelvin Doe criou com sucata também uma emissora de rádio e transmite diariamente seu programa sob o pseudônimo DJ Focus. Biografias como essa raramente passam despercebidas e assim, um pesquisador do famoso Massachusetts Institute of Technology (MIT) convidou o jovem para um estágio. O senso de missão do adolescente valeu a pena! James Mollison / COLORS Magazine Saskia Vanderstichele Carro feito de Lego e movido a ar Raul Oaida Montar um carro de peças de Lego e simplesmente sair rodando com ele: com certeza, o sonho de muitas crianças. Aos 20 anos de idade, Raul Oaida construiu um carro em tamanho real, utilizando peças de Lego. Somente as rodas e as partes portantes foram feitas de plástico. O motor é movido a ar e o veículo realmente funciona. Antes disso, o inventor romeno já havia criado uma nave espacial que subiu 35 quilômetros com ajuda de um balão de hélio. E em seu portfólio encontra-se ainda uma bicicleta a jato. Sua autodescrição acerta em cheio: ele mesmo se define como maker of things, criador de coisas

13 Estar sempre presente Estar sempre presente Luz a partir do calor do corpo Ann Makosinski Interessar-se por armazenamento elétrico aos 15 anos de idade é algo relativamente incomum. A canadense Ann Makosinski refletiu sobre o ser humano como fonte de calor até então não aproveitada, questionando se não haveria uma forma de evitar que essa energia seja simplesmente desperdiçada. Ela desenvolveu então a Hollow Flashlight, uma lanterna que funciona com energia térmica do corpo humano. Para isso, é necessário que estejam presentes algumas condições. A temperatura externa tem que ser de, no máximo, 16 graus e a temperatura do corpo de, no mínimo, 36 graus. Essa diferença cria uma tensão elétrica, que realmente consegue acender a Hollow Flashlight por 20 minutos. Darren Stone / Times Colonist Scott Stuppi Comunicação por respiração Arsh Shah Dilbagi Quando pessoas que sofrem de paralisia perdem a voz, um contato com o mundo à sua volta torna-se praticamente impossível para elas. Mas Arsh Shah Dilbagi devolveu-lhes a voz. O estudante de 16 anos inventou um aparelho de comunicação que funciona utilizando unicamente o ar respirado. Para cada letra, o ar tem de ser expirado em outro intervalo de tempo. O pequeno aparelho transforma esses sinais em uma voz artificial, que pode ser adaptada ao sexo e à idade da pessoa. O aparelhinho poderia ser adquirido futuramente por 100 euros caso venha a ser produzido em série, o que desejamos de todo coração a Arsh Shah Dilbagi

14 Antecipar o futuro Criar movimento e fornecer energia Nós promovemos mudanças abertos para o novo e com a curiosidade do pesquisador, pensamos de forma visionária e muito além do presente. Riqueza de ideias caracteriza tanto nossos produtos e processos como o rela - cionamento com nossos semelhantes. Porque nada é tão bom que não possa ser melhorado. 28 Novos caminhos da indústria Desenvolvimento econômico, mais-valia social 34 Mobilidade no futuro As formas como já poderíamos nos locomover nas estradas, nos trilhos e no ar em um futuro próximo 36 Cinco países, um futuro? Modelo de sucesso Vale do Silício o que Bangalore, Chile, Londres e Ruanda querem aprender dos californianos 46 Recursos naturais para a próxima geração Avanços na exploração de petróleo e gás 52 Novas mercadorias por velhos caminhos Visitamos três localidades na recém- redescoberta Rota da Seda 26 27

15 Antecipar o futuro Antecipar o futuro Novos caminhos da indústria Texto Petra Hannen Desenvolvimento econômico, mais-valia social é, segundo os números da Boston Consulting Group (BCG), o país que tem os menores custos de produção da Europa Ocidental, e também não precisa recear a comparação com a Polônia e a República Checa, ou a China. Justamente a indústria automobilística, tão propensa à internacionalização, investiu dez bilhões de libras esterlinas e criou milhares de novos empregos no país desde E pretende criar ainda mais. Onde, há vinte anos, uma empresa atrás da outra foi à falência e dezenas de milhares perderam seu emprego, hoje se fabricam desde brinquedos até têxteis. Mas o que é que torna um país ou uma região atraente para indústrias? Um nível salarial estável, uma carga de impostos relativamente baixa e uma moeda confiável ajudam, mas não bastam. Nos Estados Unidos, preços de energia baixos levaram a um renascimento da indústria. Graças, entre outros, ao fracking, os custos de produção nos EUA são atualmente os mais baixos dentre o rol dos países industrializados. A exploração do gás de xisto não só mantém o preço do gás nitidamente abaixo do nível em outros países, como também a tarifa elétrica um argumento convincente em favor do país para empresas grandes consumidoras de energia dos setores petroquímico, do vidro ou do aço. O vizinho México faz concorrência à China em matéria de preços, e ainda leva vantagem por ter um acordo de livre comércio com 45 países. Como consequência, já foram criados nesse país emergente vários clusters industriais, para hardware de computadores pessoais, tecnologia A industrialização não mais é um conceito histórico, e sim um conceito para o futuro biomédica e tecnologia automotiva, entre outros. Outra vantagem são recursos humanos qualificados. Porque a indústria Braço de robô na produção automatizada Luis Arce Catacora tem um grande objetivo. Os bolivianos não devem se limitar a explorar suas próprias reservas da matéria-prima lítio, e sim dominar e controlar toda a cadeia de criação de valor, incluindo a produção de baterias para smartphones ou carros elétricos. O ministro da economia boliviano aposta tudo na industrialização do país andino: Hoje em dia, um país que não fabrica produtos tecnológicos é passado para trás em pouco tempo. Dez anos atrás, essa tese de Catacora teria colhido apenas um balançar incrédulo da cabeça em muitos países industrializados. Para vários políticos, cientistas e empresários, a força industrial deixara de ser desejável, e o passo seguinte no desenvolvimento seria uma sociedade baseada em conhecimento, informação e prestação de serviços. Apenas uma crise econômica e financeira mais tarde, no Um país que não fabrica produtos tecnológicos é passado para trás em pouco tempo entanto, as prioridades se inverteram: em países com uma indústria forte, a maioria dos habitantes está, pelo menos até agora, claramente melhor do que em outros países. A indústria não só serve de plataforma econômica, porque as empresas fazem pedidos a subfornecedores e prestadores de serviços, e desta forma sustentam a economia, como também gera know-how e empregos atraentes nos locais onde se estabelece: não só os gastos com pesquisa e desenvolvimento são mais altos do que em muitos outros setores, mas também os salários e ordenados. E a industrialização não mais é considerada um conceito histórico, e sim um conceito para o futuro. Um olhar para a Grã-Bretanha mostra que centros industriais ricos em história também fazem parte desse futuro. Londres acaba de ultrapassar Hong- -Kong como a cidade com os aluguéis e custo de vida mais altos do mundo. Ao mesmo tempo, a Grã-Bretanha svedoliver/thinkstock 28 29

16 Antecipar o futuro Antecipar o futuro está passando por uma nova revolução depois da máquina a vapor, da fabricação em massa em linhas de montagem e da automação, a Internet das Coisas está se tornando parte da produção. A ideia por trás deste conceito, também conhecido por Indústria 4.0, é que sistemas de produção e produtos se comuniquem uns com os outros através de interfaces de TI e se interconectem. O objetivo é uma produção inteligente e poupadora de recursos naturais. Para processos de produção complexos como esses, as empresas precisam de empregados com boa formação profissional, desejosos de aprender e motivados. A China já não é mais a resposta automática à questão onde construir uma fábrica. Com custos salariais baixos, um mercado interno forte e em rápido crescimento, bem como incentivos governamentais consideráveis para investidores estrangeiros, ela permanece atraente mas a existência de centros de produção atrativos em todas as regiões do mundo tem uma grande vantagem para a indústria: a proximidade ao mercado. Nos países emergentes e em desenvolvimento, em regra todos os setores industriais estão crescendo. Nos próximos dez anos, dois Em Xangai, desenvolvemos perfis e tubos especiais para o segmento automotivo bilhões de pessoas vão se juntar à classe global de consumidores. Mas suas necessidades se desenvolvem de uma forma diferente da ocorrida nos velhos países industriais elas pulam a fase do computador pessoal e da rede fixa, por exemplo, e procuram diretamente por soluções móveis de internet e comunicação. Por outro lado, vários países altamente industrializados apresentam um crescimento relativamente fraco da economia como um todo. Em compensação, registram um aumento significativo em segmentos especializados, como produtos médicos, meios de transporte, energia e eletrotécnica, o que se deve em grande medida ao maior número de habitantes idosos. Ou seja, não são necessárias apenas indústrias grandes e centralizadas a produção descentralizada e adaptada à região está se tornando cada vez mais importante. Outros dois aspectos, até agora de caráter mais regional, também estão ganhando em importância: os preços da energia e as normas ambientais. Os países da União Europeia formularam metas de sustentabilidade significativamente mais ambiciosas do que, por exemplo, os Estados Unidos ou a China. Bom para o clima, mas um desenvolvimento difícil para a indústria europeia, porque acarreta para as empresas custos para investimentos em tecnologias mais ecológicas ou medidas de compensação ambiental que seus concorrentes fora da Europa não têm de suportar. Isto não só prejudica o balanço, como também envolve um perigo. Sobretudo as indústrias grandes consumidoras de energia poderiam deslocalizar sua produção, com a consequente perda de know-how e de empregos para a economia europeia. Na Conferência do Clima da ONU em Paris, no fim de 2015, deverá ser assinado um acordo climático com metas vinculativas para todas as nações do mundo. É uma chance de repartir de uma forma mais justa os custos ecológicos, como proteção do clima e eficiência energética e uma chance de fortalecer a indústria na Eurozona, que continua em crise. O que torna um país atraente para indústrias? Hoje em dia, não só se espera das empresas que elas ofereçam produtos para os diferentes mercados do mundo. Como sempre mais pessoas consomem cada vez mais, o manejo eficiente de recursos tornou-se um tema central para cada indústria. Isto inclui o manejo e, portanto, a disponibilização de recursos em ciclos. E ao menos o ministro da economia boliviano, Luis Arce Catacora, na certa vai acrescentar este elo à sua cadeia de criação de valor do lítio. Aço leve em uma linha de produção de automóveis 30 31

17 Antecipar o futuro Antecipar o futuro Entrevista Wolfgang Eder Texto André Uhl Quais são, em sua opinião, os desafios globais com que a indústria se depara atualmente? O maior desafio provavelmente consiste em criar, ao menos no longo prazo, um ambiente mais ou menos comparável, ou seja, um Level Playing Field, para todas as regiões econômicas importantes. Existe uma série de temas globais igualmente urgentes, que também só podem ser solucionados globalmente, como proteção do clima, acesso ao mercado, padrões sociais e legais mínimos, e muitos outros mais. Em minha opinião, aliás, a indústria com tendências uniformes já não existe mais faz tempo. Por isso, acho que deveríamos questionar de forma fundamental o conceito de indústria. Já é mais do que hora de adaptarmos à realidade moderna a imagem tradicional que temos dela como sendo setores separados, e deixar de pensar de forma compartimentalizada. A prestação de serviços, por exemplo, há muito já é parte integral de uma empresa industrial moderna. Sem indústria, muitos serviços hoje ou não existiriam, ou só existiriam de forma muito limitada. Está havendo uma reindustrialização? Onde estão as chances, onde os limites? No ano de 2000, a indústria na Europa ainda respondia por 18 por cento do PIB total, hoje mal são 14 por cento com tendência para baixo. É bom lembrar que o objetivo totalmente Wolfgang Eder Wolfgang Eder é presidente e CEO da voestalpine AG irrealista estabelecido pela Comissão Europeia para 2020 são 20 por cento. Não é por acaso que, com a desindustrialização, muitos países estejam registrando níveis recorde de desemprego, sobretudo entre os jovens, que a Europa esteja ameaçada de ficar definitivamente para trás da China e dos Estados Unidos no campo da pesquisa e desenvolvimento, e que o crescimento esteja estagnando. Portanto, deveríamos conversar sobre os limites da desindustrialização, antes de falar sobre a questão da reindustrialização e sobre que perspectivas um continente outrora orgulhoso e que já desempenhou um papel de liderança ainda tem hoje, em termos políticos, sociais e econômicos, no cenário global. Isto não tem nada a ver com o chamado UE-bashing mesmo que a mídia se esforce por sugeri-lo. Indústrias são assim, elas produzem onde encontram as melhores condições em termos de custos e de mercado, e não onde são produzidas as maiores montanhas de papel com declarações de intenções sempre iguais e nunca realizadas. Nem palavras bonitas, nem romantismo são uma categoria. Que efeitos essas tendências têm sobre as empresas europeias? As empresas europeias já estão definitivamente no limite do suportável, em muitos sentidos. Para isso também contribui o fato de os governos nacionais estarem se furtando cada vez mais à sua responsabilidade mais intrínseca, que é a responsabilidade para com seus eleitores, ou melhor, para com as pessoas, na medida em que estão norteando suas prioridades mais pelas datas de eleições do que pelas questões existenciais no longo prazo. O que a política e a sociedade Na voestalpine, desenvolvemos produtos para exigências extremas não conseguem ou não querem solucionar, muitas vezes é transformado em novos regulamentos e leis e delegado à economia no mais das vezes, em forma de novos encargos, e não apenas de natureza monetária. Isso não pode funcionar. Assim, a política conduz a si mesma ad absurdum, ela não pode se livrar de sua responsabilidade às custas de terceiros. Em que medida esses desenvolvimentos afetam a indústria do aço? A bem da verdade, é preciso admitir que a culpa de muitos problemas é do próprio setor. Até agora, ele não conseguiu com poucas exceções dar a si mesmo uma imagem moderna, comunicar sua importância e a importância do aço como material. Em vez disso, ele continua, como um todo, apostando demasiado em quantidade em vez de qualidade, ou seja, o setor produz, em termos mundiais, aço de massa demais, em quantidades das quais o mercado não precisa mais. As tendências no mercado e na tecnologia não são o problema pelo contrário, elas oferecem grandes oportunidades, mas é preciso que a indústria do aço também saiba aproveitá-las. De um modo geral, porém, ela tem de enfrentar um desafio muito mais complexo, que é tornar claro que ela não é parte do problema, e sim parte da solução. Ela precisa se desenvolver de impelida para impulsionadora. Como o senhor vê o futuro da indústria? Na Europa e no mundo? O que é preciso já, para que o futuro da indústria seja positivo? O futuro da indústria não me causa preocupação. A economia real, produtiva, vai continuar existindo sempre, já pela simples razão que o homem não consegue viver sem o que ela produz. E ela vai continuar contribuindo permanentemente de forma decisiva para um mundo mais moderno, eficiente e no qual vale a pena viver. A questão é só onde isso vai acontecer

18 Antecipar o futuro Antecipar o futuro Mobilidade no futuro Texto Kathrin Gemein As formas como já poderíamos nos locomover nas estradas, nos trilhos e no ar em um futuro próximo Transmissão de energia sem contato Como será o transporte ferroviário no futuro? É nisso que estão trabalhando atualmente cientistas do centro aeroespacial alemão Deutsches Zentrum für Luft- und Raumfahrt. O projeto Next Generation Train ocupa-se, além dos aspectos velocidade e economia de energia, também com as catenárias, já que elas requerem muita manutenção e sofrem muitas falhas, sendo muitas vezes a causa de atrasos. Portanto, o Next Generation Train deverá funcionar sem catenárias, com uma transmissão de energia sem contato, através de laços de indução. Água salgada ao invés de gasolina Com o elevador para o espaço Entrar simplesmente em um elevador e subir para a Lua soa como se fosse uma ideia de filmes de ficção científica. Mas isso realmente está sendo planejado: a empresa LiftPort trabalha atualmente com apoio de um crowdfun ding em um primeiro estudo. Nos próximos oito anos, será projetado um modelo de teste. Esse elevador robótico com o nome Lunar Space Elevator Infrastructure deverá transportar pessoas para o espaço, vencendo a força de gravidade através de um sistema de trilhos. Transporte aerodinâmico de cargas Às vezes, basta mudar a perspectiva. Josh Shercliff vê caminhões do ponto de vista aerodinâmico e criou um design que permite percorrer trechos longos com menor consumo de combustível. Algo na verdade bem lógico: um caminhão retangular apresenta uma maior resistência aerodinâmica que um veículo desenhado para uma maior eficiência no consumo de combustível. Inspirados em carros de corrida, como da Fórmula 1, foram criados modelos que, além de ter uma forma bonita e futurística, poderiam ser uma alternativa mais ecológica nas estradas do mundo. Esquerda Josh Shercliff Direita Michael Laine / Flickr (CC BY-NC-SA 2.0) Direita nanoflowcell Exbaixo esquerda Sanu K R No alto esquerda DLR (CC-BY 3.0) Substituir a gasolina de automóveis por combustíveis praticamente inesgotáveis e baratos não é mais nenhuma utopia: a limusine QUANT deverá funcionar unicamente com água salgada. A nanoflowcell AG desenvolveu, com esse modelo, o primeiro carro elétrico que gera energia a partir de uma solução eletrolítica, o que lhe dá um alcance de até 600 quilômetros. Essa forma inovadora de propulsão e de armazenamento de energia é possível graças à tecnologia de células de fluxo: o veículo é abastecido com dois diferentes líquidos salinos, que geram energia elétrica. Mas até que esse modelo possa realmente ser produzido em série demorará ainda alguns anos. Dirigindo na cidade com um joystick Especialmente em cidades grandes, procurar uma vaga para estacionar pode custar muito tempo e nervos. O designer de produtos Sanu K R criou um veículo para somente uma pessoa, com o qual a procura por estacionamento é coisa do passado: esse meio de transporte tem a forma redonda e duas rodas adicionais que, com seu ângulo de cambagem especial, contribuem para o equilíbrio e suportam o peso. Propulsionado por dois motores, esse veículo funciona sem volante em vez disso, é guiado por meio de um joystick. Uma variante muito divertida de locomoção, que ainda por cima economiza espaço

19 Antecipar o futuro Antecipar o futuro Cinco países, um futuro? Texto Björn Lüdtke, Ellen Lee, Jaideep Sen, Gwendolyn Ledger, David Nicholson, Jesko Johannsen Ilustração Mathis Rekowski No mundo inteiro, o Vale do Silício é con siderado modelo de sucesso em matéria de TI. O que podemos aprender dos motores de inovação na Califórnia? É o que fomos saber em Bangalore, no Chile, em Londres e Ruanda Vista do Santa Clara Valley, que está localizado no centro geográfico do Vale do Silício Kirk Lougheed Manchetes como Bangalore, o Vale do Silício indiano, ou As tentações do Chilecon Valley são bastante frequentes. Quando se trata de novos polos para empresas de tecnologia da informação, ou TI, os olhares do mundo inteiro se voltam para o vale ao sul de São Francisco. E não é sem razão: na Califórnia, o setor mostra, sempre de novo, como se faz para ganhar milhões e bilhões de dólares com TI. Motivo suficiente, portanto, para examinar mais de perto o fenômeno Vale do Silício. Inicialmente, nossa autora Ellen Lee investiga, no vale original, quais são os fatores de sucesso que preparam o terreno fértil para sempre novas ideias e startups bem-sucedidas. Além disso, enviamos mais quatro repórteres mundo afora, para descobrir se esse sucesso pode ser repetido em outros lugares, e se os fatores identificados por Lee desempenham um papel nesse processo. Iniciamos nossa viagem em matéria de tecnologia da informação em Bangalore: a cidade é um dos novos Vales mais conhecidos. Nosso colaborador Jaideep Sen constata que isto se deu mais por acidente geográfico do que de propósito, mas que estão sendo feitos grandes esforços para sair da sombra do original. No Chile, até pouco tempo atrás, fracassar em um empreendimento era considerado uma vergonha. Mas aos poucos está se desenvolvendo uma cultura de empreendedorismo que corresponde à norte-americana. A jornalista Gwendolyn Ledger relata que, mais e mais, o fracasso é visto como chance para um recomeço. Enquanto no Chile o Estado procura impulsionar o setor, o East End de Londres se transformou num polo de TI sem nenhuma ajuda do governo. David Nicholson foi até a Rotatória do Silício e arredores para nós. E nosso repórter Jesko Johannsen encontra grandes visões no pequeno Ruanda, onde o governo quer pular uma etapa da industrialização com a ajuda de tecnologias da informação, e passar diretamente de uma economia agrária para uma economia de prestação de serviços. Vale do Silício Círculo virtuoso O Vale do Silício berço de gigantes da indústria da tecnologia, como Google e Yahoo é famoso por uma cultura da inovação que o mundo inteiro tenta copiar. Mas o vale ao sul de São Francisco está longe de abdicar de seu status como o endereço para empreendedores com grandes sonhos. Michele Colucci é uma empreendedora que sonha grande. Quando teve a ideia para sua startup, morava na Califórnia do Sul. Como advogada, seus amigos frequentemente lhe pediam conselhos em assuntos legais, e isso lhe deu a ideia de criar uma plataforma que ajuda a encontrar assistência jurídica. Já em uma fase bastante inicial da criação de sua empresa Justiquity, Michele reconheceu que teria de se mudar para ser bem-sucedida. Sua nova localização no Silicon Valley ajudou-a a estabelecer contatos com parceiros, investidores e consultores. Aqui existe energia e entusiasmo por novas ideias, diz. Empreendedorismo é um processo coletivo. O legal é que aqui há especialistas de todas as áreas. Gerir uma startup, marketing, acesso a capital para tudo isso, você precisa de especialistas, se quiser ter sucesso. Não é à toa que o Vale do Silício tem a fama de ser a capital mundial das empresas de tecnologia: é aqui que elas nascem e crescem. Em 1939, dois estudantes da Universidade de Stanford, Bill Hewlett e Dave Packard, fundaram a HP em uma garagem em Palo Alto. Em 1998, Larry Page e Sergey Brin começaram a desenvolver o Google na garagem de um amigo. Mark Zuckerberg se mudou para cá quando resolveu expandir o Facebook. E muito provavelmente alguém, neste momento, está criando o próximo gigante da tecnologia em sua casa, em algum lugar da Baía de São Francisco. Como isso foi, e continua sendo, possível? A resposta é simples: devido às pessoas que se encontram aqui. Todos os anos, centenas de engenheiros talentosos se formam em Stanford e na Universidade da Califórnia, em Berkeley, e futuros empreendedores se desenvolvem em grandes empresas de tecnologia. O fundador do LinkedIn, Reid Hoffman, por exemplo, iniciou sua carreira na Apple. Outro fator importante é a presença de empresários de sucesso, que investem no futuro, prestando consultoria a startups, colocando capital à sua disposição ou simplesmente criando-as eles mesmos. Um exemplo notável disso é o grupo formado por fundadores e ex-funcionários do PayPal, conhecido como PayPal Mafia, ou a Máfia do Paypal. Dele fazem parte, entre outros, Peter Thiel, que mais tarde investiu no Facebook, Elon Musk, presidente da Tesla, e os fundadores do YouTube, Chad Hurley e Steve Chen. Por fim, e não por último, a cultura única do Vale do Silício se deve ao grande número de imigrantes que se estabelecem no Vale, trazendo novas ideias e nova energia. Tudo isso junto forma um círculo virtuoso, diz Vivek Wadwha, professor da Standford Law School. Quanto maior é o potencial de criatividade e produtividade reunido aqui, tanto mais pessoas seguem sendo atraídas para cá

20 Antecipar o futuro Antecipar o futuro Outro ponto a favor do Vale do Silício é sua infraestrutura propícia ao desenvolvimento de empresas. Jovens empreendedores são apoiados por incubadoras de alta tecnologia e aceleradores de negócios. A avenida Sand Hill Road é célebre pela sua concentração de investidores de capital de risco. Um estudo mostra que aproximadamente 40 por cento do valor total em dólares de capital de risco investidos anualmente nos Estados Unidos fluem para a área da Baía de São Francisco. Não raro, esse dinheiro é confiado a empresários jovens e inexperientes, ou que até mesmo viram sua última empresa naufragar. Na meca da alta tecnologia, o fracasso é considerado um passo no caminho da inovação. Aqui, quem pensa fora da caixa é aplaudido, diz Wadwha. É permitido ser diferente. É permitido externalizar uma opinião forte. É permitido fracassar. E é permitido experimentar-se. Esta é a magia do Vale do Silício. Mesmo assim, nem tudo são rosas no vale da inovação. As leis de imigração dificultam o estabelecimento de jovens empreendedores. Habitação a preços acessíveis é escassa. A distância entre ricos e pobres é cada vez maior. E, apesar de o Vale do Silício se orgulhar de sua sociedade competitiva, na qual se parte do princípio que as melhores ideias vingam, as empresas recentemente se viram obrigadas a admitir que a inclusão de mulheres e minorias ainda deixa muito a desejar. Mas, provavelmente, estes são apenas obstáculos menores. Não surpreende que tenha sido rapidamente implementada uma série de programas para enfrentar os problemas nas áreas da habitação, pobreza, imigração e diversidade. Porque o fracasso, no Vale do Silício, é apenas um motivo para se levantar de novo e tentar mais uma vez. Nova tendência em Bangalore: makerspaces, ou espaços de criação Bangalore Cidade das oportunidades Na virada do ano de 2015, Bangalore, ou Bengaluru, como é chamada, em sua forma não anglicizada, a cidade situada no estado indiano de Karnataka, oferece um quadro de extremos, típico de uma metrópole em expansão: por um lado, é considerada a cidade com a mais alta qualidade de vida da Índia, e, por outro, está se afogando em uma crise de lixo que já vem de longe. Independentemente disso, Bangalore é um dos maiores empregadores da indústria da tecnologia da informação, e atrai tanto jovens universitários recém-formados de toda a Índia, como talentos altamente qualificados de todo o mundo. E embora pareça estar em constante mutação, a infraestrutura da cidade é uma das melhores do país. A transformação da cidade em um fenômeno de TI tornou-se possível, de um lado, devido a fatores suaves : o clima cosmopolita, as possibilidades de pesquisa (o Indian Institute of Science foi fundado em Bangalore, em 1909) e uma longa tradição de inglês falado. O florescimento das universidades de engenharia locais nas décadas de 1980 e 1990 contribuiu de forma significativa, atraindo estudantes já em uma época em que a disciplina Software ainda não se encontrava entre as preferidas. De outro lado, fatores duros, como isenção temporária de impostos, Dibyangshu Sarkar / Getty Images Matt Mawson / Getty Images Chilecon Valley: vista sobre Santiago simplificação dos processos de aquisição de terrenos para a construção de parques tecnológicos e uma redução de direitos trabalhistas também contribuem para esse desenvolvimento, explica Sunil Abraham, diretor do grupo de pesquisas Centre for Internet and Society. Esses incentivos foram costurados sob medida para as multinacionais, afirma. É relativamente difícil encontrar esse tipo de política em outros países. A ascensão de Bangalore como centro de TI teria se dado mais por um acidente geográfico, diz Abraham. Quando todos vão dormir em Nova York, o dia de trabalho está apenas começando na Índia. E assim, a região tornou-se uma espécie de turno da noite do Ocidente. Sobretudo os chamados cyber-coolies, como são denominados os auxiliares de TI pouco qualificados e mal remunerados, seriam um indício de um modelo de negócio baseado em vantagens em custos de mão de obra, no qual muitas empresas de TI continuam a apostar. Abraham acredita que o termo coolie diz muito sobre os inícios da indústria e sobre as regras que são a chave do seu sucesso. Segundo ele, a questão decisiva seriam os direitos de propriedade intelectual, cujos donos, no fim das contas, seriam os clientes no mundo ocidental. Os engenheiros aqui inovam, mas os direitos do seu trabalho estão em perigo. Por isso, Abraham não con sidera realmente adequado o rótulo de novo Vale do Silício para Bangalore; em sua opinião, ele seria, antes, o resultado de campanhas políticas e rebuliço midiático. Mas o mundo da TI em Bangalore também tem um outro lado um lado autônomo, independente do mundo ocidental. O número de empresas fundadas cresce. Notícias sobre empreendimentos que fazem a alegria dos investidores, como a empresa de comércio eletrônico Flipkart, startups que produzem aplicativos e, não por último, a crescente indústria da animação, contribuem muito para desfazer impressões negativas da cidadecomo uma mera retaguarda barata. Abraham chama a atenção para o fato de que, nos últimos tempos, o acesso a recursos open-source foi decisivo para que desenvolvedores e programadores pudessem criar produtos próprios, originais. O próximo grande desenvolvimento poderia ser o surgimento de uma onda de empreendedores autônomos individuais, que não precisam estar ligados a um dos parques de TI existentes. O sonho de Bangalore poderia ser atrair investidores estrangeiros e vender aos Facebooks deste mundo. E nisto está a esperança para o futuro: estabelecer Bangalore como um centro onde se fomentam talentos nacionais, e assim confirmar sua proposta de ser uma incubadora de inovações em tecnologia da informação. É a chance de transpor o abismo entre a Baía de São Francisco e a região entre o Lago de Bellandur e o Iblur Village. Chile Febre empresarial O equatoriano Miguel Torres teve a ideia para sua startup tecnológica ESCAPESwithYOU, que oferece soluções de logística B2B desde 2010, enquanto ainda estudava na universidade norte-americana de Georgetown. Realizou-a com o apoio da Start-up Chile, uma incubadora governamental com a qual o Chile quer se posicionar como um dos maiores polos empresariais da região. Deram-nos um visto, dólares e acesso a um ambiente em que a política apoia e fomenta o empreendedorismo, diz ele. Sua startup é uma das quase empresas fundadas com a ajuda desse programa desde Nesse ano, o Estado começou a oferecer incentivos para talentos e investidores internacionais. Desde então, o Chile oferece o que os EUA, de uns tempos para cá, estão concedendo com parcimônia: vistos de trabalho para imigrantes. O programa atraiu empresários influentes do mundo inteiro dos Estados Unidos, da Índia ou Grã-Bretanha

"É possível levar energia renovável para todos"

É possível levar energia renovável para todos "É possível levar energia renovável para todos" Por Daniela Chiaretti De Nairóbi, Quênia Connie Hedegaard: "Acho que quando temos uma crise global como a que estamos vivendo, é uma oportunidade excelente

Leia mais

Por Tiago Bastos Quer Dinheiro Online? 1

Por Tiago Bastos Quer Dinheiro Online? 1 Por Tiago Bastos Quer Dinheiro Online? 1 Se não pode subir a montanha, torne-se uma. Por Tiago Bastos Quer Dinheiro Online? 2 ISSO ESTÁ ME GERANDO R$7.278,05 - R$10.588,38 POR SEMANA E VOCÊ PODE FAZER

Leia mais

Por Tiago Bastos 1. 3 Dicas Infalíveis Para Ganhar Dinheiro Online

Por Tiago Bastos 1. 3 Dicas Infalíveis Para Ganhar Dinheiro Online Por Tiago Bastos 1 3 Dicas Infalíveis Para Ganhar Dinheiro Online 3 Dicas Infalíveis Para Ganhar Dinheiro Online Se não pode subir a montanha, torne-se uma. Por Tiago Bastos 2 3 Dicas Infalíveis Para Ganhar

Leia mais

Crie seu mecanismo de envolvimento: parte 3

Crie seu mecanismo de envolvimento: parte 3 ESCRITO POR David Mogensen PUBLICADO EM Dezembr o 2013 Crie seu mecanismo de envolvimento: parte 3 RESUMO Em um período em que os profissionais de marketing acham que seu trabalho mudou mais em dois anos

Leia mais

, como desenvolver o seu primeiro infoproduto

, como desenvolver o seu primeiro infoproduto Olá! Seja bem-vindo a essa série de três vídeos, onde eu quero mostrar exatamente como criar, como desenvolver e como fazer um marketing do seu próprio produto digital, criando um negócio altamente lucrativo

Leia mais

10 Regras Para Ter Sucesso Com Negócios Digitais

10 Regras Para Ter Sucesso Com Negócios Digitais http://aguiavirtual.com.br/ Por Tiago Bastos 1 10 Regras Para Ter Sucesso Com Negócios Digitais Ao longo dos últimos 4 anos, venho trabalhando na internet de forma profissional. Já errei muito e acertei

Leia mais

O QUE É PRECISO PARA SER UM GRANDE LÍDER

O QUE É PRECISO PARA SER UM GRANDE LÍDER LIDERANÇA O QUE É PRECISO PARA SER UM GRANDE LÍDER Roselinde Torres foco na pessoa 6 Por Roselinde Torres O que é preciso para ser um grande líder hoje? Muitos de nós temos a imagem de um líder como um

Leia mais

Realização e Organização. www.vamaislonge.com.br

Realização e Organização. www.vamaislonge.com.br Realização e Organização www.vamaislonge.com.br Quem somos... Leonardo Alvarenga, tenho 23 anos, sou criador do Não Tenho Ideia e do #VáMaisLonge. Sou formado em Educação Física mas larguei tudo logo após

Leia mais

5 motivos para gerenciar sua frota na nuvem

5 motivos para gerenciar sua frota na nuvem 5 motivos para gerenciar sua frota na nuvem 2 ÍNDICE >> Introdução... 3 >> O que é software na nuvem... 6 >> Vantagens do software na nuvem... 8 >> Conclusão... 13 >> Sobre a Frota Control... 15 3 Introdução

Leia mais

1. A Google usa cabras para cortar a grama

1. A Google usa cabras para cortar a grama Sendo uma companhia tão grande e envolvida em tantos aspectos diários do dia a dia das pessoas, a maioria de nós sabemos por cima a história geral da Google. Caso nem isso saiba, eis o máximo que conseguimos

Leia mais

NASCER BEM 2/44. Foto: Stock.Schng

NASCER BEM 2/44. Foto: Stock.Schng 2/44 Foto: Stock.Schng NASCER BEM OBJETIVOS: Fase 1: * Fornecer informações e orientações para empreendedores que pretendem iniciar um negócio, sobretudo na elaboração do Plano de Negócio. 3/44 Foto: Stock.Schng

Leia mais

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação Sobre o Autor: Sempre fui comprometido com um objetivo de vida: TER MINHA PRÓPRIA EMPRESA. Mas assim como você, eu também ralei bastante

Leia mais

Atividade - Sequência Conrado Adolpho

Atividade - Sequência Conrado Adolpho Atividade - Sequência Conrado Adolpho Agora, eu quero lhe apresentar os 6 e-mails do conrado adolpho para vender o 8ps. Quero que você leia está sequência com muita atenção e, depois, responda às provocações

Leia mais

Este documento provê informação atualizada, e simples de entender, para o empreendedor que precisa iniciar ou avaliar suas operações online.

Este documento provê informação atualizada, e simples de entender, para o empreendedor que precisa iniciar ou avaliar suas operações online. Os segredos dos negócios online A Internet comercial está no Brasil há menos de 14 anos. É muito pouco tempo. Nesses poucos anos ela já mudou nossas vidas de muitas maneiras. Do programa de televisão que

Leia mais

Como criar. um artigo. em 1h ou menos. Por Natanael Oliveira

Como criar. um artigo. em 1h ou menos. Por Natanael Oliveira Como criar um artigo em 1h ou menos Por Natanael Oliveira 1 Como escrever um artigo em 1h ou menos Primeira parte do Texto: Gancho Inicie o texto com perguntas ou promessas, algo que prenda atenção do

Leia mais

3. Os erros têm sido cometidos exatamente onde há maior dificuldade...

3. Os erros têm sido cometidos exatamente onde há maior dificuldade... Entrevista com PEDRO MANDELLI Consultor na área de mudança organizacional, Pedro Mandelli é um dos maiores especialistas em desenho e condução de processos de mudança em organizações. É professor da Fundação

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR INTRODUÇÃO Você está cansado de falsas promessas uma atrás da outra, dizendo

Leia mais

Produtividade e qualidade de vida - Cresça 10x mais rápido

Produtividade e qualidade de vida - Cresça 10x mais rápido Produtividade e qualidade de vida - Cresça 10x mais rápido Você já pensou alguma vez que é possível crescer 10 vezes em várias áreas de sua vida e ainda por cima melhorar consideravelmente sua qualidade

Leia mais

Transcrição: Perguntas mais frequentes (FAQs) sobre o PDS

Transcrição: Perguntas mais frequentes (FAQs) sobre o PDS Transcrição: Perguntas mais frequentes (FAQs) sobre o PDS Modelo operacional Qual é o modelo organizacional do PDS? Trabalhamos bastante para chegar ao modelo organizacional certo para o PDS. E aplicamos

Leia mais

Inteligência em. redes sociais. corporativas. Como usar as redes internas de forma estratégica

Inteligência em. redes sociais. corporativas. Como usar as redes internas de forma estratégica Inteligência em redes sociais corporativas Como usar as redes internas de forma estratégica Índice 1 Introdução 2 Por que uma rede social corporativa é um instrumento estratégico 3 Seis maneiras de usar

Leia mais

Diagnosticando os problemas da sua empresa

Diagnosticando os problemas da sua empresa Diagnosticando os problemas da sua empresa O artigo que você vai começar a ler agora é a continuação da matéria de capa da edição de agosto de 2014 da revista VendaMais. O acesso é restrito a assinantes

Leia mais

PROGRAMA DE PROTEÇÃO DE PI

PROGRAMA DE PROTEÇÃO DE PI GUIA PARA MELHORAR O SEU Principais Práticas para a Proteção de PI PROGRAMA DE PROTEÇÃO DE PI 2013 Centro para Empreendimento e Comércio Responsáveis TABELA DE CONTEÚDO CAPÍTULO 1: Introdução à Proteção

Leia mais

5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO

5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO 5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO Este e book foi criado após ter percebido uma série de dúvidas de iniciantes em Facebook Ads. O seu conteúdo é baseado na utilização da plataforma

Leia mais

EMC Consulting. Estratégia visionária, resultados práticos. Quando a informação se reúne, seu mundo avança.

EMC Consulting. Estratégia visionária, resultados práticos. Quando a informação se reúne, seu mundo avança. EMC Consulting Estratégia visionária, resultados práticos Quando a informação se reúne, seu mundo avança. Alinhando TI aos objetivos de negócios. As decisões de TI de hoje devem basear-se em critérios

Leia mais

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva.

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva. COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS Karina Fernandes de Miranda Helenir Celme Fernandes de Miranda RESUMO: Este artigo apresenta as principais diferenças e semelhanças entre gestão de pessoas e recursos

Leia mais

Cidadania Global na HP

Cidadania Global na HP Cidadania Global na HP Mensagem abrangente Com o alcance global da HP, vem sua responsabilidade global. Levamos a sério nossa função como ativo econômico, intelectual e social para as Comunidades em que

Leia mais

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico CUSTOMER SUCCESS STORY Abril 2014 Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico PERFIL DO CLIENTE Indústria: Mídia Companhia: Valor Econômico Funcionários:

Leia mais

O futuro do YouTube - VEJA.com

O futuro do YouTube - VEJA.com Entrevista O futuro do YouTube 29/08/2009 10:49 Por Leo Branco Nesta semana, Chad Hurley, de 32 anos, um dos criadores do YouTube, esteve no Brasil e falou a VEJA sobre o futuro do maior site de vídeos

Leia mais

A confluência dos vídeos e a Internet

A confluência dos vídeos e a Internet WHITEPAPER A confluência dos vídeos e a Internet Por que sua empresa deveria investir em vídeos em 2013 e como a Construção Civil pode utilizar os vídeos como diferencial competitivo. 1 Saiba como os vídeos

Leia mais

As cinco disciplinas

As cinco disciplinas As cinco disciplinas por Peter Senge HSM Management julho - agosto 1998 O especialista Peter Senge diz em entrevista exclusiva que os programas de aprendizado podem ser a única fonte sustentável de vantagem

Leia mais

O que nos move. Apresentação do Grupo voestalpine Exercício 2014/15. voestalpine AG www.voestalpine.com

O que nos move. Apresentação do Grupo voestalpine Exercício 2014/15. voestalpine AG www.voestalpine.com O que nos move Apresentação do Grupo voestalpine Exercício 2014/15 www.voestalpine.com Contribuímos para a segurança e a mobilidade no mundo Como grupo produtor de tecnologia e bens industriais baseados

Leia mais

COMECE A TRABALHAR COM A INTERNET

COMECE A TRABALHAR COM A INTERNET COMECE A TRABALHAR COM A INTERNET Comece a trabalhar com a internet Trabalhar na internet se tornou um dos principais focos das pessoas nos dias atuais devido a possibilidade de operar em mercados distintos

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. Instrutora: Keila Coimbra Senac Varejo 1/44. Foto: Stock.Schng

EMPREENDEDORISMO. Instrutora: Keila Coimbra Senac Varejo 1/44. Foto: Stock.Schng EMPREENDEDORISMO Instrutora: Keila Coimbra Senac Varejo Foto: Stock.Schng 1/44 CONCEITO Empreendedorismo é o estudo voltado para o desenvolvimento de competências e habilidades relacionadas à criação de

Leia mais

$ $ COMO A INTRANET DE SUA EMPRESA ESTÁ TE FAZENDO PERDER DINHEIRO

$ $ COMO A INTRANET DE SUA EMPRESA ESTÁ TE FAZENDO PERDER DINHEIRO COMO A INTRANET DE SUA EMPRESA ESTÁ TE FAZENDO PERDER DINHEIRO INTRODUÇÃO No mundo corporativo, talvez nenhuma expressão tenha ganhado tanto foco quanto 'engajamento'. O RH ouve isso todo dia, o time de

Leia mais

MARKETING DE PERMISSÃO

MARKETING DE PERMISSÃO Programa de Pós Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento MARKETING DE PERMISSÃO Transformando desconhecidos em amigos e amigos em clientes Seth Godin Disciplina: Sociedade da Informação Alunos:

Leia mais

Aviso Legal...6. Sobre o autor... 7. Prefácio... 8. 1. Empreendimento Online Por Que Criar Um?... 11. 2. Importação Seus Mistérios...

Aviso Legal...6. Sobre o autor... 7. Prefácio... 8. 1. Empreendimento Online Por Que Criar Um?... 11. 2. Importação Seus Mistérios... Conteúdo Aviso Legal...6 Sobre o autor... 7 Prefácio... 8 1. Empreendimento Online Por Que Criar Um?... 11 2. Importação Seus Mistérios... 14 2.1 Importar é Legal?... 15 2.2 Por Que Importar?... 15 2.3

Leia mais

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof Odilon Zappe Jr Internet Internet Internet é o conglomerado de redes, em escala mundial de milhões de computadores interligados, que permite o acesso a informações e todo

Leia mais

Richard Uchôa C. Vasconcelos. CEO LEO Brasil

Richard Uchôa C. Vasconcelos. CEO LEO Brasil Richard Uchôa C. Vasconcelos CEO LEO Brasil O tema hoje é engajamento, vamos falar de dez maneiras de engajar o público em treinamentos a distância. Como vocês podem ver, toda a minha apresentação está

Leia mais

de frente Na linha Automação e expansão ABAD ENTREVISTA

de frente Na linha Automação e expansão ABAD ENTREVISTA Na linha Como a automação contribuiu para o desenvolvimento das empresas de distribuição e atacadistas? A automação foi fundamental para o crescimento e fortalecimento do setor. Sem o uso intensivo da

Leia mais

Capítulo 1 Por que Google Marketing?

Capítulo 1 Por que Google Marketing? Capítulo 1 Por que Google Marketing? O Google modificou substancialmente a maneira como o mercado lida com a informação e informação, na nossa sociedade pós terceira onda, é tudo. Do dinheiro ao eletrodoméstico,

Leia mais

3 DICAS QUE VÃO AJUDAR A POUPAR DINHEIRO EM SEU PRÓXIMO PROJETO DE VÍDEO

3 DICAS QUE VÃO AJUDAR A POUPAR DINHEIRO EM SEU PRÓXIMO PROJETO DE VÍDEO 3 DICAS QUE VÃO AJUDAR A POUPAR DINHEIRO EM SEU PRÓXIMO PROJETO DE VÍDEO Fazer vídeos hoje em dia já não é o bicho de 7 cabeças que realmente foi a pouco tempo atrás. Nesse e-book você vai começar a aprender

Leia mais

Internet of Things. utilizá-la em diversos tipos de negócios.

Internet of Things. utilizá-la em diversos tipos de negócios. Internet of Things 10 formas de utilizá-la em diversos tipos de negócios. INTRODUÇÃO As interfaces Machine to Machine (M2M) estão facilitando cada vez mais a comunicação entre objetos conectados. E essa

Leia mais

Antes de tudo... Obrigado!

Antes de tudo... Obrigado! Antes de tudo... Obrigado! Eu, Luiz Felipe S. Cristofari, agradeço por ter baixado esse PDF. Criei esse material para ajudar você a ter mais sucesso com suas ideias na internet e fico muito feliz quando

Leia mais

12 Dicas Para Montar Um Negócio De Sucesso

12 Dicas Para Montar Um Negócio De Sucesso Novo Negócio 12 Dicas Para Montar Um Negócio De Sucesso Vinícius Gonçalves Equipe Novo Negócio Espero sinceramente que você leia este PDF até o final, pois aqui tem informações muito importantes e que

Leia mais

Como transformar a sua empresa numa organização que aprende

Como transformar a sua empresa numa organização que aprende Como transformar a sua empresa numa organização que aprende É muito interessante quando se fala hoje com profissionais de Recursos Humanos sobre organizações que aprendem. Todos querem trabalhar em organizações

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. Moreira, Alessandro Messias. Empreendedorismo / Alessandro Messias Moreira. Varginha, 2015. 44 slides; il.

EMPREENDEDORISMO. Moreira, Alessandro Messias. Empreendedorismo / Alessandro Messias Moreira. Varginha, 2015. 44 slides; il. EMPREENDEDORISMO Moreira, Alessandro Messias. M835e Empreendedorismo / Alessandro Messias Moreira. Varginha, 2015. 44 slides; il. Sistema requerido: Adobe Acrobat Reader Modo de Acesso: World Wide Web

Leia mais

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce...

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce... Sumário Bleez Agência Digital... 3 Quem sou eu... 4 Introdução... 5 Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7 Quem está comprando no ecommerce... 10 Por que os brasileiros estão comprando mais... 12 O

Leia mais

UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS

UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS Nessa unidade vou mostrar para você como escrever e-mails que geram resultados. Mas que resultados são esses? Quando você escreve um e-mail tem que saber

Leia mais

Deutsche Welle Learning By Ear Aprender de Ouvido Empregos 03: Engenheiro TI

Deutsche Welle Learning By Ear Aprender de Ouvido Empregos 03: Engenheiro TI Deutsche Welle Learning By Ear Aprender de Ouvido Empregos 03: Engenheiro TI Texto: Richard Lough [pronuncia-se Loque] Redacção: Ulrich Neumann, Maja Dreyer Tradução: Madalena Sampaio 1 Voz para Intro

Leia mais

Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce).

Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce). Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce). A natureza global da tecnologia, a oportunidade de atingir

Leia mais

02/12/2004. Discurso do Presidente da República

02/12/2004. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de entrega do Prêmio Finep e sanção da Lei de Inovação de Incentivo à Pesquisa Tecnológica Palácio do Planalto, 02 de dezembro de 2004 Meus companheiros ministros,

Leia mais

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Ultrapassando barreiras e superando adversidades. Ser um gestor de pessoas não é tarefa fácil. Existem vários perfis de gestores espalhados pelas organizações,

Leia mais

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey Executivos em todos os níveis consideram que a sustentabilidade tem um papel comercial importante. Porém, quando se trata

Leia mais

Crie seu mecanismo de engajamento: parte 2. David Mogensen. Novembro 2013

Crie seu mecanismo de engajamento: parte 2. David Mogensen. Novembro 2013 Crie seu mecanismo de engajamento: ESCRITO POR David Mogensen PUBLICADO Novembro 2013 parte 2 O RESUMO A jornada de decisão do consumidor já foi uma linha reta, mas agora é um caminho circular e em desenvolvimento.

Leia mais

Como Instalar Wordpress Manualmente

Como Instalar Wordpress Manualmente Antes de começar quero te fazer uma pergunta: Você gostaria de ganhar R$1714.48 reais de renda extra trabalhando apenas 1 hora por dia? Como Instalar Wordpress Manualmente Pense bem e reflita na pergunta

Leia mais

Escrita Eficiente sem Plágio

Escrita Eficiente sem Plágio Escrita Eficiente sem Plágio Produza textos originais com qualidade e em tempo recorde Ana Lopes Revisão Rosana Rogeri Segunda Edição 2013 Direitos de cópia O conteúdo deste livro eletrônico tem direitos

Leia mais

CONSULTOR CARLOS MARTINS AÇAO EM MARKETING

CONSULTOR CARLOS MARTINS AÇAO EM MARKETING CONSULTOR CARLOS MARTINS CRIA - AÇAO EM MARKETING SUA EMPRESA Copyright Consultor Carlos Martins - Todos os direitos reservados wwwcarlosmartinscombr - consultor@carlosmartinscombr Como conquistar Clientes

Leia mais

Introdução à Arte da Ciência da Computação

Introdução à Arte da Ciência da Computação 1 NOME DA AULA Introdução à Arte da Ciência da Computação Tempo de aula: 45 60 minutos Tempo de preparação: 15 minutos Principal objetivo: deixar claro para os alunos o que é a ciência da computação e

Leia mais

A costa da África pode ser um foco da indústria no futuro próximo;

A costa da África pode ser um foco da indústria no futuro próximo; Fleury Pissaia * Entre 2011 e 2015, investimento previsto no setor industrial é de R$ 600 bilhões. Desse montante, indústria do petróleo representa 62%. No mesmo período, R$ 750 bilhões serão alocados

Leia mais

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Palestrante: Pedro Quintanilha Freelapro Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Quem sou eu? Eu me tornei um freelancer

Leia mais

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 2 Liderança e Comunidade

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 2 Liderança e Comunidade Organizando Voluntariado na Escola Aula 2 Liderança e Comunidade Objetivos 1 Entender o que é liderança. 2 Conhecer quais as características de um líder. 3 Compreender os conceitos de comunidade. 4 Aprender

Leia mais

Projeto de Pesquisa Processo

Projeto de Pesquisa Processo Projeto de Pesquisa Processo ATENÇÃO ESTE MATERIAL É UMA TRADUÇÃO DO ORIGINAL EM INGLÊS DISPONIBILIZADO PELA FIRST ESTADOS UNIDOS. SOMENTE AS REGRAS CONTIDAS NESSE ARQUIVO E NO PORTAL WWW.APRENDERFAZENDO.ORG.BR

Leia mais

Como cultivar leads do Comitê de TI

Como cultivar leads do Comitê de TI BRASIL Como cultivar leads do Comitê de TI O marketing está ajudando ou atrapalhando? Confiança + Credibilidade devem ser CONQUISTADAS O profissional de marketing moderno conhece a importância de cultivar

Leia mais

Connections with Leading Thinkers

Connections with Leading Thinkers Instituto de Alta Performance Connections with Leading Thinkers O investidor-anjo e acadêmico Antonio Botelho discute as barreiras ao empreendedorismo e à inovação colaborativa no Brasil, e as formas de

Leia mais

3 Truques Para Obter Fluência no Inglês

3 Truques Para Obter Fluência no Inglês 3 Truques Para Obter Fluência no Inglês by: Fabiana Lara Atenção! O ministério da saúde adverte: Os hábitos aqui expostos correm o sério risco de te colocar a frente de todos seus colegas, atingindo a

Leia mais

Prezado Futuro Cliente

Prezado Futuro Cliente Prezado Futuro Cliente É com grade satisfação que encaminhamos nossa apresentação institucional e certos de estabelecermos uma parceria de sucesso e duradoura. Ela foi desenvolvida com objetivo de mostrar

Leia mais

A nossa agência trabalha com estratégias de Marketing Digital com foco em resultados! POSSUÍMOS COMO MISSÃO, AGREGAR VALOR POR MEIO DA INTERNET PARA

A nossa agência trabalha com estratégias de Marketing Digital com foco em resultados! POSSUÍMOS COMO MISSÃO, AGREGAR VALOR POR MEIO DA INTERNET PARA A nossa agência trabalha com estratégias de Marketing Digital com foco em resultados! POSSUÍMOS COMO MISSÃO, AGREGAR VALOR POR MEIO DA INTERNET PARA DESENVOLVER GRANDES NEGÓCIOS. MERCADO DE MARKETING DIGITAL:

Leia mais

Proposta de Parceria Comercial e Plano de Marketing

Proposta de Parceria Comercial e Plano de Marketing Oficial Categoria 2 Proposta de Consultoria: Facebook Marketing Proposta de Parceria Comercial e Plano de Marketing Nas próximas páginas: Quem é a Dynamo O Que é Possível Com o Facebook Como Podemos Ajudar

Leia mais

práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social

práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social Não há dúvidas de que as tecnologias sociais têm um impacto substancial no modo como as empresas funcionam atualmente.

Leia mais

Cliocar Acessórios: A construção de um negócio. A história de um empresário que saiu da estaca zero e construiu uma loja virtual de sucesso.

Cliocar Acessórios: A construção de um negócio. A história de um empresário que saiu da estaca zero e construiu uma loja virtual de sucesso. Cliocar Acessórios: A construção de um negócio A história de um empresário que saiu da estaca zero e construiu uma loja virtual de sucesso. 2 Conteúdo Resumo executivo... 2 Conhecendo o mercado... 2 Loja

Leia mais

NOSSOS PRINCÍPIOS ORIENTADORES

NOSSOS PRINCÍPIOS ORIENTADORES NOSSOS PRINCÍPIOS ORIENTADORES Por cerca de 50 anos, a série Boletim Verde descreve como a John Deere conduz os negócios e coloca seus valores em prática. Os boletins eram guias para os julgamentos e as

Leia mais

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Apoiar a empregabilidade pela melhora da qualidade do ensino profissionalizante UK Skills Seminar Series 2014 15 British Council UK Skills Seminar

Leia mais

11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo II

11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo II Capítulo II Mark Ford 11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo Dois Como uma nota de $10 me deixou mais rico do que todos os meus amigos Das centenas de estratégias de construção de riqueza que

Leia mais

Imagem Global e Reputação da Indústria Automobilística

Imagem Global e Reputação da Indústria Automobilística Imagem Global e Reputação da Indústria Automobilística Contexto Durante a história recente, as percepções públicas a respeito da indústria automobilística tem reagido de acordo com eventos e marcos globais

Leia mais

5Passos fundamentais. Conseguir realizar todos os seus SONHOS. para. Autora: Ana Rosa. www.novavitacoaching.com

5Passos fundamentais. Conseguir realizar todos os seus SONHOS. para. Autora: Ana Rosa. www.novavitacoaching.com 5Passos fundamentais para Conseguir realizar todos os seus SONHOS Autora: Ana Rosa www.novavitacoaching.com O futuro pertence àqueles que acreditam na beleza dos seus sonhos! Eleanor Roosevelt CONSIDERA

Leia mais

Autor: Marcelo Maia http://infoempreendedorismo.com

Autor: Marcelo Maia http://infoempreendedorismo.com Nesse ebook você irá aprender como gerar uma renda mesmo que do zero rapidamente na internet, se você já tem um produto irá aprender como aumentar suas vendas agora mesmo de forma garantida. Crie um sistema

Leia mais

5. Tendências na Gestão de Pessoas *

5. Tendências na Gestão de Pessoas * 5. Tendências na Gestão de Pessoas * Trabalho há mais de dez anos como coach e consultora de desenvolvimento humano e organizacional. Minha formação acadêmica é em Engenharia Eletrônica, e antes da grande

Leia mais

Primeiro Email#1: Rota Problema Solução

Primeiro Email#1: Rota Problema Solução Esta segunda sequência respeita a estrutura da sequência do Eben que analisamos.o template é adequado aos profissionais que podem (e querem) trabalhar com os três mosqueteiros, ou seja, apresentar uma

Leia mais

Uma trufa e... 1000 lojas depois!

Uma trufa e... 1000 lojas depois! Uma trufa e... 1000 lojas depois! Autor: Alexandre Tadeu da Costa. Aluna: Lays Roberta Caçandro. Turma: 1º Ciências Contábeis. Venda Nova do Imigrante, Maio de 2012. Qual o principal assunto do livro.

Leia mais

Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores!

Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores! Empreendedores Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores! Por meio de um método de aprendizagem único,

Leia mais

SISTEMÁTICA WEBMARKETING

SISTEMÁTICA WEBMARKETING SISTEMÁTICA WEBMARKETING Breve descrição de algumas ferramentas Sobre o Webmarketing Web Marketing é uma ferramenta de Marketing com foco na internet, que envolve pesquisa, análise, planejamento estratégico,

Leia mais

Connections with Leading Thinkers

Connections with Leading Thinkers Instituto de Alta Performance Connections with Leading Thinkers O empreendedor Gustavo Caetano discute oportunidades e desafios para start-ups inovadoras no Brasil. Gustavo Caetano é presidente da Samba

Leia mais

Agosto. São Paulo Brasil. connectedsmartcities.com.br

Agosto. São Paulo Brasil. connectedsmartcities.com.br 03 a 05 Agosto 2015 São Paulo Brasil connectedsmartcities.com.br Por que Connected Smart Cities? As grandes e modernas cidades são, talvez, as mais importantes realizações do homem, por serem responsáveis,

Leia mais

para onde CAMINHAMOS?

para onde CAMINHAMOS? 11 a Semana de Sistemas de Informação Empreender em TI para onde CAMINHAMOS? Márcio Braga mrbraga@gmail.com marcio.braga@ivia.com.br presidencia@assespro-ce.org.br twitter.com/mrbraga ANALISTA? DESENVOLVEDOR?

Leia mais

Dicas. para Sair. das Dívidas DEFINITIVAMENTE. Elton Parente. Com Estratégias de Kim e Robert Kyosaki

Dicas. para Sair. das Dívidas DEFINITIVAMENTE. Elton Parente. Com Estratégias de Kim e Robert Kyosaki 10 Dicas para Sair DEFINITIVAMENTE das Dívidas Com Estratégias de Kim e Robert Kyosaki Elton Parente Lições de Kim e Robert Kyosaki sobre Como Sair das Dívidas A seguir estão os 10 passos que Kim e Robert

Leia mais

NEGOCIAÇÃO DE CONSULTORIA EM VENDAS ONLINE

NEGOCIAÇÃO DE CONSULTORIA EM VENDAS ONLINE 2 NEGOCIAÇÃO DE CONSULTORIA EM VENDAS ONLINE Quando uma empresa vai pra internet e investe em marketing digital, essas são as 3 coisas que precisam ser feitas: 1- GERAR LEADS 2- TRANSFORMAR LEADS EM CLIENTES

Leia mais

Vida Universitária Maio 2007 Ano XVII Nº 172

Vida Universitária Maio 2007 Ano XVII Nº 172 Mercado exige velocidade na atualização profissional Trabalhadores precisam estar capacitados para solucionar problemas, ser criativos e flexíveis e gostar da sua atividade A competição pela colocação

Leia mais

Você Gostaria Que Eu Lhe Desse Um Plano, Para ATRAIR 3 Ou 4 Vezes Mais Clientes Para O Seu Negócio, De Graça?

Você Gostaria Que Eu Lhe Desse Um Plano, Para ATRAIR 3 Ou 4 Vezes Mais Clientes Para O Seu Negócio, De Graça? Você Gostaria Que Eu Lhe Desse Um Plano, Para ATRAIR 3 Ou 4 Vezes Mais Clientes Para O Seu Negócio, De Graça? Caro amigo (a) Se sua empresa está sofrendo com a falta de clientes dispostos a comprar os

Leia mais

Criando Oportunidades

Criando Oportunidades Criando Oportunidades Clima, Energia & Recursos Naturais Agricultura & Desenvolvimento Rural Mercados de Trabalho & Sector Privado e Desenvolvimento Sistemas Financeiros Comércio & Integração Regional

Leia mais

O CRM não é software; é uma nova filosofia

O CRM não é software; é uma nova filosofia O CRM não é software; é uma nova filosofia Provavelmente todos concordam que a ferramenta da hora é o CRM, sigla em inglês para gestão de relacionamento com o cliente. No entanto, oito em cada dez tentativas

Leia mais

Introdução. Pra quem é esse ebook?

Introdução. Pra quem é esse ebook? Introdução Se você está lendo esse ebook é porque já conhece o potencial de resultados que o marketing digital e o delivery online podem trazer para a sua pizzaria. Bem como também deve saber que em pouco

Leia mais

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri Copenhague-Dinamarca, 01 de outubro de 2009 Bem, primeiro dizer a vocês da alegria de poder estar

Leia mais

Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1

Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1 Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1 A maior Ambição do Homem é querer Colher aquilo que Não Semeou. Hebert Schiavelli (Empreendedor) Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade

Leia mais

Software Livre em Empresas. Cesar Bezerra Teixeira

Software Livre em Empresas. Cesar Bezerra Teixeira Software Livre em Empresas Cesar Bezerra Teixeira 2004 Objetivo Apresentar tópicos diversos, para implantação de uma política de utilização de software livre, em empresas. Cesar Bezerra Teixeira 2 Sumário

Leia mais

Danilo Nascimento Fundador do Segredos de Concurso www.segredosdeconcurso.com.br

Danilo Nascimento Fundador do Segredos de Concurso www.segredosdeconcurso.com.br Olá, concurseiro! É um grande prazer poder lhe dar algumas dicas básicas a respeito da sua preparação para um Concurso Público. Sei que esse é um grande sonho, e ter a oportunidade de colaborar com a construção

Leia mais

Questão em foco: Colaboração de produto 2.0. Uso de técnicas de computação social para criar redes sociais corporativas

Questão em foco: Colaboração de produto 2.0. Uso de técnicas de computação social para criar redes sociais corporativas Questão em foco: Colaboração de produto 2.0 Uso de técnicas de computação social para criar redes sociais corporativas Tech-Clarity, Inc. 2009 Sumário Sumário... 2 Introdução à questão... 3 O futuro da

Leia mais

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 3 } 1. INTRODUÇÃO: PARQUE TECNOLÓGICO CAPITAL DIGITAL - PTCD Principal polo de desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação do Distrito Federal, o PTCD

Leia mais

Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM

Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM É COM GRANDE PRAZER QUE GOSTARÍAMOS DE OFICIALIZAR A PARTICIPAÇÃO DE PAUL HARMON NO 3º SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE BPM!! No ano passado discutimos Gestão

Leia mais