UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS CURSO DE PSICOLOGIA ATIVIDADES COMPLEMENTARES MANUAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS CURSO DE PSICOLOGIA ATIVIDADES COMPLEMENTARES MANUAL"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS CURSO DE PSICOLOGIA ATIVIDADES COMPLEMENTARES MANUAL 2010

2 1. A partir das Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Graduação em Psicologia MEC/CNE, homologadas pela Resolução No. 8 de 7 de maio de 2004, e para dar cumprimento à Portaria PROAC 04/2003 da Reitoria da Universidade Católica de Santos o currículo Curso de Psicologia passou a incluir, a partir de 2004, Atividades Complementares. 2. Estas são caracterizadas como práticas acadêmicas, que possibilitam o reconhecimento, mediante avaliação, de habilidades, conhecimentos e competências aluno, adquiridas tanto no ambiente acadêmico, como fora dele, incluin a prática de estus e atividades independentes, transversais, opcionais, de interdisciplinaridade, especialmente nas relações com o mun trabalho e com as ações de extensão junto à comunidade. 3. Os objetivos das Atividades Complementares são: Propiciar o enriquecimento s conteús curriculares vigentes; Auxiliar a construção perfil profissional almeja; Favorecer a integração vertical e horizontal das disciplinas Curso; Favorecer a integração entre Cursos de Graduação; Estimular a integração com os Projetos de Pesquisa da Graduação e da Pós-Graduação; Estimular as atividades de caráter solidário e a participação aluno em programas de Extensão Comunitária.. 4. Estão inscritos e obrigas ao cumprimento das Atividades Complementares, tos os alunos matriculas no curso de Psicologia, não haven dispensa de seu cumprimento em qualquer hipótese. 5. Não constituem Atividades Complementares os Estágios Curriculares e o Trabalho de Conclusão de Curso / TCC. 6. As Atividades Complementares passarão a integrar o histórico escolar aluno, com a respectiva carga horária por ele cumprida. 7. O aluno deverá comprovar, durante o curso, um mínimo de 100 horas de Atividades Complementares, preferencialmente entre o 1. e o 7. s (quan ainda não está realizan estágios curriculares). Deverá cumprir, obrigatoriamente, pelo menos 4 tipos de Atividades. Assim, a carga horária máxima computada por tipo de atividade é de. 8. As Atividades Complementares deverão ser cumpridas fora horário de aulas aluno, durante o ano letivo, ou nas férias. 9. Para obter reconhecimento formal e registrar sua participação em Atividades Complementares, cabe ao aluno elaborar breve relatório técnico, em formulário próprio (em anexo), grampean junto a cópia xerográfica comprovante. Esse relatório poderá ser escrito de próprio 2

3 punho, ou ser digita, impresso em folha A4 e assina pelo aluno. Este material deverá ser entregue e protocola no Setor de Supervisão. 10. Para efeitos legais, as Atividades Complementares deverão ser rigorosamente verificadas, por isso solicita-se máxima atenção no cumprimento das regras. Somente a apresentação de comprovantes ou declarações não será aceita. O relatório técnico é obrigatório e as informações contidas neste cumento poderão, circunstancialmente, ser checadas por meio contato com as entidades ou pessoas signatárias. 11. Só serão recebis e protocolas os cumentos durante a vigência s s letivos, conforme o calendário escolar. 12. O aluno que não cumprir 100 horas de Atividades Complementares no decorrer curso não terá direito ao Diploma de Graduação, mesmo que tenha obti aprovação em todas as disciplinas regulares de sua grade curricular, sen que os alunos transferis de outras Universidades deverão cumprir as mesmas exigências. 13. As Atividades Complementares são orientadas e controladas por um Professor Responsável, designa pela Coordenação Curso, o qual deverá encaminhar à Secretária Acadêmica o registro da carga horária e seus respectivos créditos para inclusão nos históricos escolares s alunos. 14. Compete ao Professor Responsável: Receber, conferir e aprovar ou não a cumentação apresentada pelo aluno; Atribuir horas de Atividade Complementar a cada aluno, a partir s relatórios e comprovantes recebis, de acor com o tipo de atividade em que se enquadre registran na ficha individual a carga horária cumprida; Arquivar a cumentação entregue para a comprovação das Atividades Completares; Divulgar periodicamente a situação s alunos quanto à carga horária cumprida; Atender os alunos com relação a dúvidas, pessoalmente, em is horários, um pela manhã e outro à noite; Lançar no sistema o plano de ensino e também a situação aluno concluinte quanto ao cumprimento das Atividades Complementares. 3

4 15. As atividades Complementares poderão abranger as seguintes Categorias e sub-categorias: CATEGORIA ATIVIDADES COMPROVANTE PRAZO MÁXIMO DE HORAS CONSIDERADAS A Atividades promovidas pela UNISANTOS B Atividades promovidas por outras instituições 1) Apresentação de trabalho ou comunicação em eventos da UNISANTOS; 2) Participação como aluno em eventos da UNISANTOS (em especial a Semana da Psicologia); 3) Participação na organização de eventos Curso de Psicologia; 4) Participação, como aluno, em cursos organizas pela UNISANTOS; 5) Participação em monitoria (oficial ou voluntária); 6) Representação estudantil 7) Congressos, oficinas, seminários, treinamento, capacitação etc; 8) Visitas técnicas orientadas por psicólogo; 9) Psicoterapia pessoal; 10) Estágio extracurricular em empresas, escolas, clínicas e instituições; 11) Participação como aluno em cursos. Declaração responsável evento; pelo Certifica de participação, no qual Declaração responsável evento; pelo Certifica no qual Declaração professor, qual foi monitor, na qual conste o número de horas cumpridas; Declaração responsável pelos eventos nos quais atuou como representante; Certifica no qual Declaração professor no qual Declaração terapeuta no qual horas ; Declaração da empresa, escola, clínica ou instituição no qual conste o número de horas ; Certifica no qual após o Curso; após o término evento; após o término curso; 4

5 C Pesquisa D Extensão 12) Participação em grupos de estu e pesquisa (inclui Iniciação Científica); 13) Participação em trabalhos comunitários orientas por professores (ex: NECOM) ou estágio voluntário em instituição filantrópica, sob supervisão de psicólogo; Declaração cente responsável pelo grupo, no qual conste o número de Declaração responsável pelo trabalho comunitário; seguinte se for um trabalho contínuo ou uma após o evento se for um trabalho eventual; Categoria A - Atividades promovidas pela UNISANTOS: Abrange uma série de eventos, palestras, seminários, jornadas acadêmicas e científicas, monitoria, estágio extra-curricular, cursos, entre outros, organizas pela própria Instituição ao longo ano letivo e franqueadas à participação s alunos, com presenças registradas para efeito de controle cumprimento da carga horária. O aluno poderá participar desta Categoria de Atividade na condição de organizar evento, palestrante, expositor ou participante, sen estas Atividades registradas separadamente para cômputo de carga horária. A monitoria, com bolsa ou voluntária, atende ao regulamento da Universidade para esta função e pode ser comprovada através de cumento oficial ou declaração professor ao qual a monitoria foi prestada. A Representação Estudantil compreende atividades de representação corpo discente, na qualidade de representante de classe, direção de Centro Acadêmico, direção CECCS (Centro de Estus das Ciências Comportamento de Santos) e demais organizações estudantis. Para validação de horas, o aluno deverá, neste caso, apresentar comprovante de participação nas atividades de representação estudantil (reuniões, encontros, seminários, etc.), obti junto ao órgão qual faz parte, e elaborar relatório avaliativo desta participação. Categoria B - Atividades promovidas por outras instituições Compreende atividades promovidas por outras instituições, fora ou no campus universitário, e adequadas à formação complementar aluno, tais como: cursos de extensão, palestras, seminários congressos, conferências, oficinas, treinamentos e capacitação. Esta categoria também compreende psicoterapia pessoal, visitas técnicas orientadas por psicólogo, estágios extra-curriculares em empresas, escolas, clínicas e instituições. O aluno poderá cumprir este tipo de atividade na condição de participante ou palestrante / instrutor / apresentar / expositor. No caso de estágios extracurriculares, ou seja, atividades não computadas como estágios acadêmicos, é necessário que sejam orientadas/acompanhadas por um profissional de Psicologia. Categoria C - Pesquisa Pressupõe a realização ou a participação em projetos de pesquisa, orientas por professores da UNISANTOS, e tem como objetivo estimular a participação aluno no processo de produção de conhecimento. As pesquisas de iniciativa s alunos deverão ser orientadas por centes, que atestarão a atividade realizada. Essa categoria de atividade complementar inclui: pesquisa teórica, formação de grupos de estu com produção intelectual, ou projetos de pesquisa com implementação prática, orientas por centes. A Iniciação Científica é uma atividade investigativa no âmbito de projeto de pesquisa, sob tutoria de professor titula, Mestre ou Doutor, visan ao aprendiza de métos e técnicas científicas e ao desenvolvimento da mentalidade científica e da criatividade. A iniciação científica está aberta aos alunos, exceto aos s 1 e 2, e depende da publicação de edital, no qual constarão o número de vagas e as condições para participação. 5

6 Categoria D - Extensão (Estágios Voluntários) A extensão consiste na prestação de serviços em questões ligadas à cidadania, saúde, educação, projetos sociais. Tem por objetivo que os alunos entrem em contato com a realidade social e percebam a função psicólogo na mesma. As atividades de extensão poderão ser ofertadas por Cursos e Núcleos, através de editais e/ou comunicas, ou escolhidas pelos próprios alunos. Para efeito de validação como Atividades Complementares, o aluno deverá apresentar declaração ou certifica emiti pela entidade, atestan e enssan as atividades desenvolvidas, em papel timbra, assina por psicólogo responsável, devidamente identifica por carimbo. 6

ANEXO 2. NORMATIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ANEXO 2. NORMATIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 ANEXO 2. NORMATIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1. A partir das Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Graduação em Serviço Social o planejamento acadêmico do deve assegurar, em termos

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES - Curso de Comunicação Social

ATIVIDADES COMPLEMENTARES - Curso de Comunicação Social ATIVIDADES COMPLEMENTARES - Curso de Comunicação Social As Atividades Complementares são práticas acadêmicas, obrigatórias para os alunos do UniFIAMFAAM. Essas atividades são apresentadas sob múltiplos

Leia mais

FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS FMU GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Departamento de Ciências Exatas e Gerenciais

FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS FMU GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Departamento de Ciências Exatas e Gerenciais FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS FMU GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Departamento de Ciências Exatas e Gerenciais CURSOS : ADMINISTRAÇÃO CIÊNCIAS ATUARIAIS CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO CIÊNCIAS CONTÁBEIS CIÊNCIAS

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Artigo 1º - As Atividades Complementares constituem ações a serem desenvolvidas ao longo do curso, criando

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA REGULAMENTOS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

CURSO DE PEDAGOGIA REGULAMENTOS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE PEDAGOGIA REGULAMENTOS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 ANEXO II REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Artigo 1º - As Atividades Complementares

Leia mais

MANUAL DO ALUNO (A) ATIVIDADES COMPLEMENTARES/ESTUDOS INDEPENDENTES

MANUAL DO ALUNO (A) ATIVIDADES COMPLEMENTARES/ESTUDOS INDEPENDENTES A formação complementar é fruto da participação do aluno, durante o período de realização do seu curso superior, em atividades que não estão inseridas na grade curricular, mas que reconhecidamente contribuem

Leia mais

GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Departamento de Ciências Exatas e Gerenciais

GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Departamento de Ciências Exatas e Gerenciais DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS E GERENCIAIS 2012 GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Departamento de Ciências Exatas e Gerenciais CURSOS ADMINISTRAÇÃO CIÊNCIAS ATUARIAIS CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO CIÊNCIAS

Leia mais

FACULDADE BARÃO DE PIRATININGA

FACULDADE BARÃO DE PIRATININGA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Artigo 1º - As Atividades Complementares constituem ações a serem desenvolvidas ao longo do curso, criando

Leia mais

Atividades Complementares

Atividades Complementares Centro de Ciências da Educação, Artes e Humanidades CCEAH-UNISANTOS Atividades Complementares ENGENHARIA AMBIENTAL ENGENHARIA CIVIL ENGENHARIA ELÉTRICA ENGENHARIA PETRÓLEO ENGENHARIA PORTUÁRIA ENGENHARIA

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES (válido para todos os cursos ofertados, exceto para CURSO DE MEDICINA)

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES (válido para todos os cursos ofertados, exceto para CURSO DE MEDICINA) Centro Universitário das Faculdade Associadas de Ensino - FAE REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES (válido para todos os cursos ofertados, exceto para CURSO DE MEDICINA) 2016 1 Dados Gerais da Instituição

Leia mais

Atividades Complementares Curso de Gestão em Recursos Humanos

Atividades Complementares Curso de Gestão em Recursos Humanos Atividades Complementares Curso de Gestão em Recursos Humanos APRESENTAÇÃO As Atividades Complementares (AC) são práticas curriculares de caráter independente, interdisciplinar e transversal que visam

Leia mais

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Sumário APRESENTAÇÃO... 3 CRITÉRIOS PARA APROVEITAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES... 4 1. DA INTEGRALIZAÇÃO... 4 2. DOS CRITÉRIOS PARA VALIDAÇÃO DAS ATIVIDADES...

Leia mais

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE - IESRIVER REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE - IESRIVER REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE - IESRIVER REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES Seção I Da finalidade CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1 - O presente regulamento

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS I DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 1º. As atividades complementares são componentes curriculares que

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PALMAS - TO.

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PALMAS - TO. 1 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PALMAS - TO. 2 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES APRESENTAÇÃO Instituídas pelas

Leia mais

R E S O L V E: Prof. Eder Rogério Stela Diretor da UNESPAR Campus Campo Mourão Decreto n.º 8596 de 22/07/2013 Presidente do Conselho Diretor

R E S O L V E: Prof. Eder Rogério Stela Diretor da UNESPAR Campus Campo Mourão Decreto n.º 8596 de 22/07/2013 Presidente do Conselho Diretor Resolução n.º005/2014-cd Dispõe sobre o Regulamento das Atividades Teórico - Praticas do Curso de Pedagogia. O Diretor Geral do Campus de Campo Mourão da Universidade Estadual do Paraná UNESPAR, em caráter

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO Justificativa Conforme consta nas leis de 2004 e 2005, parecer CNE/CES Nºs: 210/2004, e 023/2005, um curso de graduação em Administração desenvolve-se

Leia mais

CAPÍTULO I - DA CARACTERIZAÇÃO

CAPÍTULO I - DA CARACTERIZAÇÃO CENTRO DE ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I - DA CARACTERIZAÇÃO Art.

Leia mais

Instituto de Ensino Superior de Bauru CURSO DE DIREITO ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Instituto de Ensino Superior de Bauru CURSO DE DIREITO ATIVIDADES COMPLEMENTARES Instituto de Ensino Superior de Bauru CURSO DE DIREITO ATIVIDADES COMPLEMENTARES Atividades Complementares - fazem parte da matriz curricular - 20 horas semestrais: do 1º ao 8º termo 25 horas semestrais:

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Gama DF fev./2015 SUMÁRIO CAPÍTULO I... 3 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 3 CAPÍTULO II... 4 DA REALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES... 4 E SEU APROVEITAMENTO...

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES NUTRIÇÃO

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES NUTRIÇÃO REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES NUTRIÇÃO 2010 Fundação Educacional de Além Paraíba Mantenedora Faculdade de Ciências da Saúde Archimedes Theodoro Mantida Profª. Karime Augusta Baranda Fortes Zanardi

Leia mais

ANEXO I: REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ANEXO I: REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ANEXO I: REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Fixa normas para o funcionamento das Atividades Complementares para o curso de Administração da Universidade Federal de Mato Grosso, campus Rondonópolis/Mato

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DA ÁREA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DA ÁREA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DA ÁREA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL Fevereiro de 2008 I Da Exigência das Atividades Complementares As Atividades Complementares - AC dos Cursos de Jornalismo,

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I Seção I DISPOSIÇÕES GERAIS Da finalidade Art. 1 - As Atividade Complementares integram a grade curricular dos Cursos de Comunicação Social em conformidade

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de São Paulo Pró-Reitoria de Graduação Campus Diadema

Ministério da Educação Universidade Federal de São Paulo Pró-Reitoria de Graduação Campus Diadema 3. REGRAS PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS BACHARELADOS EM QUÍMICA DA UNIFESP (Integral e Noturno Química Industrial) CONSIDERANDO, O presente instrumento regulamenta as normas para exercício e validação

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamenta normas para o funcionamento das Atividades Complementares no âmbito dos Cursos de Administração, Ciências Contábeis e Cursos de Tecnologia da Faculdade

Leia mais

FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES MANUAL PARA REGULAÇÃO DAS HORAS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA O CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES MANUAL PARA REGULAÇÃO DAS HORAS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA O CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES MANUAL PARA REGULAÇÃO DAS HORAS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA O CURSO DE ADMINISTRAÇÃO São Paulo 2011 SUMÁRIO JUSTIFICATIVA... 2 CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO... 3 CAPÍTULO II

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Art. 1º Este Regulamento dispõe sobre as Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Facima.

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Art. 1º Este Regulamento dispõe sobre as Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Facima. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Este Regulamento dispõe sobre as Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Facima. CAPÍTULO II DAS ATIVIDADES

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM Mantenedora FASIPE CENTRO EDUCACIONAL LTDA. Mantida FACULDADE FASIPE REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM SINOP / MATO GROSSO Aprovado em / / REGULAMENTO DAS ATIVIDADES

Leia mais

MANUAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015 CURSOS DE TECNOLOGIA DE GESTÃO HOSPITALAR E PROCESSOS GERENCIAIS

MANUAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015 CURSOS DE TECNOLOGIA DE GESTÃO HOSPITALAR E PROCESSOS GERENCIAIS MANUAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015 CURSOS DE TECNOLOGIA DE GESTÃO HOSPITALAR E PROCESSOS GERENCIAIS INTRODUÇÃO As Atividades Complementares são consideradas componentes pedagógicos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO UNIFESP ESCOLA PAULISTA DE POLÍTICA, ECONOMIA E NEGÓCIOS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO UNIFESP ESCOLA PAULISTA DE POLÍTICA, ECONOMIA E NEGÓCIOS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO UNIFESP ESCOLA PAULISTA DE POLÍTICA, ECONOMIA E NEGÓCIOS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Osasco Setembro de 2015 CAPÍTULO

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO SUPERIOR DE (Ato de Aprovação: Resolução do Reitor Nº 70/2012

Leia mais

COMISSÃO CURRICULAR DE HISTÓRIA

COMISSÃO CURRICULAR DE HISTÓRIA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 Institui normas para as Atividades Complementares do Curso de Histórias - Licenciatura e Bacharelado - submetidas a partir do 1º semestre de 2014 Partindo-se

Leia mais

ATIVIDADES ACADÊMICO CIENTÍFICO CULTURAIS CARGA HORÁRIA 40 HORAS REGULAMENTO

ATIVIDADES ACADÊMICO CIENTÍFICO CULTURAIS CARGA HORÁRIA 40 HORAS REGULAMENTO ATIVIDADES ACADÊMICO CIENTÍFICO CULTURAIS CARGA HORÁRIA 40 HORAS Memo03/15- Coordenação REGULAMENTO Este regulamento padroniza a realização das atividades Acadêmico-Científico Culturais, necessárias para

Leia mais

INSTRUÇÃO ACADÊMICA Nº 001/07 CCV/ EAD

INSTRUÇÃO ACADÊMICA Nº 001/07 CCV/ EAD INSTRUÇÃO ACADÊMICA Nº 001/07 CCV/ EAD Data: 03/09/2007 FL. 1/10 ASSUNTO: Atividades Complementares e Regulamentação dos Processos de Validação Cursos Bacharel e Licenciatura A Diretoria de Graduação da

Leia mais

CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA PRODUÇÃO INDUSTRIAL Regulamento das Atividades Complementares

CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA PRODUÇÃO INDUSTRIAL Regulamento das Atividades Complementares CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA PRODUÇÃO INDUSTRIAL Regulamento das Atividades Complementares 1 CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA PRODUÇÃO INDUSTRIAL Regulamento das Atividades Complementares As atividades

Leia mais

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES ACADÊMICO- CIENTÍFICO CULTURAIS 2 1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1. O presente documento tem por finalidade normatizar e regulamentar a participação

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIOS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE PAULISTA - UNORP

REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIOS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE PAULISTA - UNORP REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIOS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE PAULISTA - UNORP CAPÍTULO I DOS FUNDAMENTOS LEGAIS Artigo 1º- O presente regulamento de estágios do Centro Universitário do Norte Paulista

Leia mais

Regulamento das Atividades Complementares Graduação em Administração da Faculdade Casa do Estudante FACE

Regulamento das Atividades Complementares Graduação em Administração da Faculdade Casa do Estudante FACE Regulamento das Atividades Complementares Graduação em Administração da Faculdade Casa do Estudante FACE CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - O presente regulamento tem por finalidade normatizar

Leia mais

REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM TURISMO

REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM TURISMO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE FACULDADE DE TURISMO E HOTELARIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM TURISMO REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM TURISMO NITERÓI 2015 UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

Reeditado pela Resolução 28/2014 de 16/05/2014. Aprovado pelo Conselho Universitário do Unis/MG em 16/05/2014. Resolução nº. 28/2014.

Reeditado pela Resolução 28/2014 de 16/05/2014. Aprovado pelo Conselho Universitário do Unis/MG em 16/05/2014. Resolução nº. 28/2014. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES E DAS ATIVIDADES ACADÊMICO CIENTÍFICO CULTURAIS Aprovado pela Resolução41/2009, alterado sob a Resolução 38/2010). Reeditado pela Resolução 20/2012 de 13/07/2012;

Leia mais

RESOLUÇÃO nº 188, de 03 de novembro de 2015.

RESOLUÇÃO nº 188, de 03 de novembro de 2015. RESOLUÇÃO nº 188, de 03 de novembro de 2015. O Conselho Universitário CONSUNI, no uso de suas atribuições e em conformidade com Parecer nº 037, de 29 de outubro de 2015, R E S O L V E: Art. 1º Aprovar

Leia mais

NÚCLEO DE EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO- NEPG REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. CAPÍTULO I Das considerações gerais

NÚCLEO DE EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO- NEPG REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. CAPÍTULO I Das considerações gerais Sociedade de Educação e Cultura de Goiás www.faculdadearaguaia.edu.br Rua 18 n 81 Centro Goiânia Goiás Fone: (62) 3224-8829 NÚCLEO DE EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO- NEPG REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE EXTENSÃO

Leia mais

Educação Profissional Cursos Técnicos. Regulamento de Estágio Supervisionado

Educação Profissional Cursos Técnicos. Regulamento de Estágio Supervisionado Educação Profissional Cursos Técnicos Regulamento de Estágio Supervisionado CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - O presente Regulamento de Estágio Supervisionado refere-se à formação do aluno

Leia mais

DIREITO Curso. Sociedade Educacional UNIFAS Mantenedora. Faculdade de Sinop FASIP Mantida ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO.

DIREITO Curso. Sociedade Educacional UNIFAS Mantenedora. Faculdade de Sinop FASIP Mantida ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO. Sociedade Educacional UNIFAS Mantenedora Faculdade de Sinop FASIP Mantida DIREITO Curso ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO Sinop - MT Regulamento das Atividades Complementares Curso de DIREITO Aprova

Leia mais

Regulamento Atividades Complementares. Faculdade da Cidade de Santa Luzia - FACSAL

Regulamento Atividades Complementares. Faculdade da Cidade de Santa Luzia - FACSAL Regulamento Atividades Complementares Faculdade da Cidade de Santa Luzia - 2014 Regulamento das Atividades Complementares CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Artigo 1º - As Atividades

Leia mais

EDITAL PARA ORGANIZAÇÃO DA II FEIRA DE ESTÁGIOS DO IFPR EDITAL N.º 04/2014 DEMPI-PROEPI / IFPR

EDITAL PARA ORGANIZAÇÃO DA II FEIRA DE ESTÁGIOS DO IFPR EDITAL N.º 04/2014 DEMPI-PROEPI / IFPR EDITAL PARA ORGANIZAÇÃO DA II FEIRA DE ESTÁGIOS DO IFPR EDITAL N.º 04/2014 DEMPI-PROEPI / IFPR A Pró-Reitoria de Extensão, Pesquisa e Inovação do Instituto Federal do Paraná (IFPR), por meio da Diretoria

Leia mais

Deliberação nº 02 / 2010 REGULAMENTO

Deliberação nº 02 / 2010 REGULAMENTO Deliberação nº 02 / 2010 Ementa: Regulamenta as Atividades Complementares dos cursos de graduação da Faculdade Guarapuava e revoga todas as portarias anteriores. REGULAMENTO Art. 1º. O presente Regulamento

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS COORDENAÇÃO DE CIÊNCIA POLÍTICA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS COORDENAÇÃO DE CIÊNCIA POLÍTICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS COORDENAÇÃO DE CIÊNCIA POLÍTICA REGULAMENTO PARA AFERIÇÃO E AVALIAÇÃO DAS S COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO

Leia mais

Associação Educativa Evangélica FACULDADE RAÍZES. Plantando Conhecimento para a Vida. Regulamento do Núcleo de Atividades Complementares NAC

Associação Educativa Evangélica FACULDADE RAÍZES. Plantando Conhecimento para a Vida. Regulamento do Núcleo de Atividades Complementares NAC Regulamento do Núcleo de Atividades Complementares NAC I DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 1º As atividades complementares são componentes curriculares que possibilitam o reconhecimento, mediante comprovação

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Coordenadoria Geral de Estágios

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Coordenadoria Geral de Estágios DIRETRIZES E NORMAS PARA A ATIVIDADE DE ESTÁGIO NA PUC-SP Aprovadas pelo CEPE, em 11 de fevereiro de 2009 I INTRODUÇÃO A LDB trouxe à discussão a flexibilização curricular, a valorização da experiência

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 211/2005-CEPE/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 211/2005-CEPE/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 211/2005-CEPE/UNICENTRO Aprova o Regulamento de Estágio do Curso de Turismo da Universidade Estadual do Centro- Oeste, UNICENTRO. O REITOR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO:

Leia mais

REGULAMENTO OPERACIONAL DA DIRETORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I DA INSTITUIÇÃO

REGULAMENTO OPERACIONAL DA DIRETORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I DA INSTITUIÇÃO 1 REGULAMENTO OPERACIONAL DA DIRETORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I DA INSTITUIÇÃO Art.1º A Diretoria de Ensino de Graduação (DEG) é órgão da Pró-Reitoria Acadêmica, do Centro Universitário de Maringá.

Leia mais

NORMATIZAÇÃO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO CIENTÍFICO CULTURAIS OU ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE PEDAGOGIA MODALIDADE À DISTÂNCIA UFSJ

NORMATIZAÇÃO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO CIENTÍFICO CULTURAIS OU ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE PEDAGOGIA MODALIDADE À DISTÂNCIA UFSJ NORMATIZAÇÃO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO CIENTÍFICO CULTURAIS OU ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE PEDAGOGIA MODALIDADE À DISTÂNCIA UFSJ A realização das ATIVIDADES ACADÊMICO CIENTÍFICO CULTURAIS está

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO, ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA DE IBAITI - FEATI

FACULDADE DE EDUCAÇÃO, ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA DE IBAITI - FEATI ASSOCIAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE IBAITI FACULDADE DE EDUCAÇÃO, ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA DE IBAITI - FEATI REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS COORDENADORA

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 546, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2014.

RESOLUÇÃO Nº 546, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2014. RESOLUÇÃO Nº 546, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2014. O CONSELHO DE CÂMPUS DO CÂMPUS DO PANTANAL, da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições legais e considerando a Resolução

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES As Atividades Complementares são componentes curriculares que possibilitam o reconhecimento, por avaliação, de habilidades, conhecimentos e competências do estudante,

Leia mais

das demais previsões relativas ao estágio previstas no Projeto Pedagógico do Curso, no Regimento Interno e na Legislação.

das demais previsões relativas ao estágio previstas no Projeto Pedagógico do Curso, no Regimento Interno e na Legislação. DIRETRIZES E NORMAS PARA O ESTÁGIO NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE REDENTOR DE PARAÍBA DO SUL DOS OBJETIVOS Art. 1 O Sistema de Estágio da FACULDADE REDENTOR DE PARAÍBA DO SUL terá por objetivos gerais:

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DA FAIBI CAPITULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DA FAIBI CAPITULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DA FAIBI CAPITULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Artigo 1º - O presente conjunto de normas da Faculdade de Filosofia, Ciências

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA Aprovado pela Resolução Consuni nº 27/11, de 09/11/11 Capítulo I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento tem

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NÚCLEO DE CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NÚCLEO DE CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES A SEREM APRESENTADAS PELOS ESTUDANTES DO CURSO DE PEDAGOGIA, LICENCIATURA, DA (UNIR) CAMPUS JOSÉ RIBEIRO FILHO, PORTO VELHO-RO. Art. 1º Este Documento apresenta

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE NUTRIÇÃO/UFPI - CSHNB CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE NUTRIÇÃO/UFPI - CSHNB CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE NUTRIÇÃO/UFPI - CSHNB CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 - As atividades complementares serão implementadas durante o curso de Nutrição,

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO DE RIO CLARO ASSOCIAÇÃO DE ESCOLAS REUNIDAS - ASSER

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO DE RIO CLARO ASSOCIAÇÃO DE ESCOLAS REUNIDAS - ASSER 1 ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO DE RIO CLARO ASSOCIAÇÃO DE ESCOLAS REUNIDAS - ASSER ATIVIDADES ACADÊMICAS CURRICULARES COMPLEMENTARES (A.A.C.C.) DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO: ATIVIDADES

Leia mais

COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO FISICA - LICENCIATURA ATIVIDADES ACADÊMICO CIENTÍFICO CULTURAIS (ATIVIDADES COMPLEMENTARES)

COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO FISICA - LICENCIATURA ATIVIDADES ACADÊMICO CIENTÍFICO CULTURAIS (ATIVIDADES COMPLEMENTARES) ATIVIDADES ACADÊMICO CIENTÍFICO CULTURAIS (ATIVIDADES COMPLEMENTARES) As Atividades Acadêmico Científico Culturais (denominadas Atividades Complementares) têm como objetivo estimular no acadêmico na obtenção

Leia mais

LICENCIATURA EM MATEMÁTICA. IFSP Campus São Paulo AS ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS

LICENCIATURA EM MATEMÁTICA. IFSP Campus São Paulo AS ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS LICENCIATURA EM MATEMÁTICA IFSP Campus São Paulo AS ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS O componente curricular denominado Atividades Acadêmico-Científico- Culturais foi introduzido nos currículos

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA ACADÊMICA EM CURSOS SUPERIORES E SUBSEQUENTES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA ACADÊMICA EM CURSOS SUPERIORES E SUBSEQUENTES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CAMPUS OSÓRIO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA ACADÊMICA

Leia mais

Universidade do Vale do Paraíba Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas e Comunicação Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia

Universidade do Vale do Paraíba Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas e Comunicação Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia Universidade do Vale do Paraíba Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas e Comunicação Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia PASSO A PASSO PARA ATIVIDADES PRÁTICAS COMPLEMENTARES São atividades obrigatórias

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Conforme o artigo 8 da resolução CNE/CES 10 de 2004, as atividades complementares são componentes curriculares que possibilitam o reconhecimento,

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE HISTÓRIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE HISTÓRIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE HISTÓRIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO Capítulo I - Definição Artigo 1º. O Estágio, como componente curricular obrigatório no Curso de Graduação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ FACULDADE DE MATEMÁTICA CURSO DE MATEMÁTICA REGULAMENTO N 001, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2013

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ FACULDADE DE MATEMÁTICA CURSO DE MATEMÁTICA REGULAMENTO N 001, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ FACULDADE DE MATEMÁTICA CURSO DE MATEMÁTICA REGULAMENTO N 001, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2013 Estabelece os procedimentos necessários à sistematização do Estágio Curricular Supervisionado

Leia mais

EDITAL 2 / 2015 DO PET ODONTOLOGIA SELEÇÃO DE NOVOS INTEGRANTES

EDITAL 2 / 2015 DO PET ODONTOLOGIA SELEÇÃO DE NOVOS INTEGRANTES EDITAL 2 / 2015 DO PET ODONTOLOGIA SELEÇÃO DE NOVOS INTEGRANTES O tutor do Programa de Educação Tutorial - PET, do Curso de Odontologia da Universidade Federal de Uberlândia, no uso de suas atribuições

Leia mais

RESOLUÇÃO nº 177, de 11 de setembro de 2015. R E S O L V E:

RESOLUÇÃO nº 177, de 11 de setembro de 2015. R E S O L V E: RESOLUÇÃO nº 177, de 11 de setembro de 2015. O Conselho Universitário CONSUNI, no uso de suas atribuições, em conformidade com Parecer nº 030, de 20 de agosto de 2015, R E S O L V E: Art. 1º - Aprovar

Leia mais

REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA

REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA I - INTRODUÇÃO Art. 1º Art. 2º O presente regulamento tem por finalidade normatizar as Atividades Complementares do Curso de

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DA FACULDADE DO GUARUJÁ

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DA FACULDADE DO GUARUJÁ REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DA FACULDADE DO GUARUJÁ I DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 1º As atividades complementares são componentes curriculares enriquecedores

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA FACULDADE EMPRESARIAL DE CHAPECÓ - FAEM

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA FACULDADE EMPRESARIAL DE CHAPECÓ - FAEM REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO DA FACULDADE EMPRESARIAL DE CHAPECÓ - FAEM CHAPECÓ (SC) - 2010 CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º De acordo com o artigo 08 da das Diretrizes Curriculares

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento das Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Faculdade Barretos Art. 1º - O presente Regulamento tem por finalidade definir normas e critérios para a seleção

Leia mais

ANEXO B REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Da caracterização

ANEXO B REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Da caracterização ANEXO B REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento aprovado pela Comissão de Curso em 07 de outubro de 2014 Este anexo regulamenta as Atividades Acadêmica- Científico-Culturais do Curso de Engenharia

Leia mais

REGULAMENTO 1 ATIVIDADES COMPLEMENTARES ENGENHARIA DE ENERGIAS RENOVÁVEIS Foz do Iguaçu-PR

REGULAMENTO 1 ATIVIDADES COMPLEMENTARES ENGENHARIA DE ENERGIAS RENOVÁVEIS Foz do Iguaçu-PR REGULAMENTO 1 ATIVIDADES COMPLEMENTARES ENGENHARIA DE ENERGIAS RENOVÁVEIS Foz do Iguaçu-PR 1 Disposições Gerais O regulamento das atividades complementares tem por objetivo estabelecer critérios e procedimentos

Leia mais

NORMAS DE ESTÁGIO DO CURSO DE FISIOTERAPIA

NORMAS DE ESTÁGIO DO CURSO DE FISIOTERAPIA FACULDADE DE MEDICINA NORMAS DE ESTÁGIO DO CURSO DE FISIOTERAPIA CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º - Normatizar o funcionamento e a composição da Comissão Orientadora de Estágio (COE) e o oferecimento das

Leia mais

REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU NA MODALIDADE A DISTÂNCIA DO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO

REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU NA MODALIDADE A DISTÂNCIA DO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO 1 Anexo I da Resolução do Conselho Superior nº 46/2011, de 13/09/2011. REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU NA MODALIDADE A DISTÂNCIA DO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO REGIMENTO DOS CURSOS

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Este regulamento, elaborado pela Coordenação do Curso de Ciências Econômicas da Universidade Metodista de São Paulo, tem por objetivo regulamentar o desenvolvimento

Leia mais

ÍNDICE 1. CONCEITO... 02 2. OBJETIVOS... 02 3. CARGA HORÁRIA... 02 4. GRUPOS DE ATIVIDADES... 03

ÍNDICE 1. CONCEITO... 02 2. OBJETIVOS... 02 3. CARGA HORÁRIA... 02 4. GRUPOS DE ATIVIDADES... 03 ftp 0 ÍNDICE 1. CONCEITO... 02 2. OBJETIVOS... 02 3. CRG HORÁRI... 02 4. GRUPOS DE TIVIDDES... 03 Grupo I Fora da FCCMP... 03 Grupo II Na FCCMP... 03 Grupo III Projetos... 03 Grupo IV Extensão... 03 Grupo

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG CONSELHO UNIVERSITÁRIO

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG CONSELHO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG CONSELHO UNIVERSITÁRIO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BIOMEDICINA (Ato de Aprovação: Resolução

Leia mais

7- Atividades Complementares (CH60)

7- Atividades Complementares (CH60) 7- Atividades Complementares (CH60) As atividades complementares no curso de Fisioterapia estão dispostas na nova matriz curricular para os ingressantes a partir do ano de 2008. Visando a garantir a flexibilidade

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 09/96, DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO

RESOLUÇÃO N o 09/96, DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N o 09/96, DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO Aprova o Plano Integrado de Capacitação dos Servidores Téc nicos-administrativos da Universidade Federal de Uberlândia. O CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG CONSELHO UNIVERSITÁRIO

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG CONSELHO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG CONSELHO UNIVERSITÁRIO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A INSTITUCIONALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE EXTENSÃO

ORIENTAÇÕES PARA A INSTITUCIONALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE EXTENSÃO ORIENTAÇÕES PARA A INSTITUCIONALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE EXTENSÃO CURSOS DE EXTENSÃO: Caracterizados como um conjunto articulado de ações pedagógicas, de caráter teórico e/ou prático, presencial ou à distância,

Leia mais

FACULDADE SERGIPANA - FASER COORDENAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTAÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES

FACULDADE SERGIPANA - FASER COORDENAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTAÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDADE SERGIPANA - FASER COORDENAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTAÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES APRESENTAÇÃO Atividades Complementares são atividades desenvolvidas pelos alunos, ao longo da vida acadêmica,

Leia mais

Resolução Nº 015, de 7 de Agosto de 2015

Resolução Nº 015, de 7 de Agosto de 2015 Estabelece o Regulamento Geral das Atividades Complementares no âmbito da Faculdade Católica Dom Orione - FACDO e torna sem efeito a Resolução CONSUFACDO nº 002/2010. O Diretor Geral da Faculdade Católica

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Escopo O estágio supervisionado visa proporcionar ao aluno experiência prática pré-profissional em empresas privadas e públicas colocando-o em contato com a realidade das indústrias

Leia mais

INSTITUTO MUNICIPAL DE ENSINO SUPERIOR IMES - CATANDUVA CURSO DE PSICOLOGIA ATIVIDADES PRÁTICAS DE FORMACÃO

INSTITUTO MUNICIPAL DE ENSINO SUPERIOR IMES - CATANDUVA CURSO DE PSICOLOGIA ATIVIDADES PRÁTICAS DE FORMACÃO INSTITUTO MUNICIPAL DE ENSINO SUPERIOR IMES - CURSO DE PSICOLOGIA ATIVIDADES PRÁTICAS DE FORMACÃO 1 ATIVIDADES PRÁTICAS DE FORMACÃO O curso de Psicologia do IMES- se compromete com a organização e desenvolvimento

Leia mais

Manual de Estágio Supervisionado

Manual de Estágio Supervisionado NEP Manual de Estágio Supervisionado Sumário Apresentação.................................................................... 3 Considerações Iniciais............................................................

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA O CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO (Presencial)

REGULAMENTO GERAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA O CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO (Presencial) REGULAMENTO GERAL DAS PARA O CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO (Presencial) O presente Regulamento, aprovado pelo Colegiado do Curso, em 18 de maio de 2012, conforme Ata expedida, tem como objetivo estabelecer

Leia mais

UNIÃO DINÂMICA DE FACULDADES CATARATAS Centro Universitário Dinâmica das Cataratas

UNIÃO DINÂMICA DE FACULDADES CATARATAS Centro Universitário Dinâmica das Cataratas REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO CAPÍTULO I CARACTERIZAÇÃO E OBJETIVOS Art. 1º Art. 2º Art. 3º Art. 4º Estágio Supervisionado em Administração (ESA), é a disciplina

Leia mais

ANEXO II DA DEFINIÇÃO E OBJETIVO DO ESTÁGIO

ANEXO II DA DEFINIÇÃO E OBJETIVO DO ESTÁGIO ANEXO II NORMAS ESPECÍFICAS DO ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO E ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - MODALIDADE BACHARELADO DA DEFINIÇÃO E OBJETIVO DO ESTÁGIO Art.

Leia mais

ATUALIZAÇÃO - REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS

ATUALIZAÇÃO - REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS ATUALIZAÇÃO - REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS Fixa normas para o funcionamento das atividades Complementares no âmbito do Curso de Graduação em Enfermagem da FAKCEN CAPÍTULO I DA

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES NA FORMAÇÃO PROFISSIONAL E INTELECTUAL DO ENGENHEIRO AMBIENTAL

ATIVIDADES COMPLEMENTARES NA FORMAÇÃO PROFISSIONAL E INTELECTUAL DO ENGENHEIRO AMBIENTAL ATIVIDADES COMPLEMENTARES NA FORMAÇÃO PROFISSIONAL E INTELECTUAL DO ENGENHEIRO AMBIENTAL Nelson César F. Bonetto bonetto@oswaldocruz.br Faculdades Oswaldo Cruz, Curso de Engenharia Ambiental. Rua Brigadeiro

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCACAO FÍSICA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCACAO FÍSICA REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCACAO FÍSICA Da Definição e dos Objetivos do Estágio Art. 1º O estágio curricular obrigatório do curso de Licenciatura em Educação

Leia mais

Faculdades Ibmec-RJ. Regulamento de Atividades Complementares do Curso de Graduação em Relações Internacionais

Faculdades Ibmec-RJ. Regulamento de Atividades Complementares do Curso de Graduação em Relações Internacionais Faculdades Ibmec-RJ Regulamento de Atividades Complementares do Curso de Graduação em Relações Internacionais I. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: Art.1. O presente regulamento tem por finalidade estatuir

Leia mais

a) Estar regularmente matriculados no curso;

a) Estar regularmente matriculados no curso; (35) 3690-8900 / 3690-8958 (fax) br ESTÁGIO CURRÍCULAR SUPERVISIONADO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO (ANO LETIVO 2014) 1 Caracterização Os cursos de Engenharia de Produção do Brasil são regidos pelas

Leia mais