Tarifário. Sistemas de Pagamentos MB e MB SPOT Membros dos Schemes MB e MB SPOT

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tarifário. Sistemas de Pagamentos MB e MB SPOT Membros dos Schemes MB e MB SPOT"

Transcrição

1 Membros dos Schemes MB e MB SPOT Versão: Data: Estado: Final Classificação: Restrito Referência: DCSPAG SIBS PAGAMENTOS A informação contida neste documento é propriedade da SIBS PAGAMENTOS e não pode ser duplicada, publicada ou divulgada a terceiros, na totalidade ou em parte, sem o seu prévio consentimento por escrito, o qual nunca deverá ser presumido. SIBS PAGAMENTOS Rua Soeiro Pereira Gomes, Lote 1, LISBOA, PORTUGAL Telefone: / Fax:

2 Ficha Técnica Referência: Título do Documento: Versão: Estado: Classificação: Tipo de Documento: Área Funcional Responsável: Revisões DCSPAG Tarifário Interbancário dos Final Restrito Tarifário AF Desenvolvimento de Serviços Versão Data Descrição Autor Criação do documento. ASC - SIBS PAGAMENTOS Actualização e adaptação do documento às regras documentais da SIBS PAGAMENTOS. ASC - SIBS PAGAMENTOS Referência: DCSPAG Página 2 de 9

3 Índice 1 Introdução O - Tarifário Interbancário MB O1 Utilização de Cartão MB - Emitente O1 Utilização de Cartão MB - Aceitante O3 Utilização de Cartão MB Card Not Present - Emitente O4 Utilização de Cartão MB Card Not Present - Aceitante O - Tarifário Interbancário MB SPOT O1 Utilização de Cartão MB SPOT - Emitente O2 Utilização de Cartão MB SPOT - Aceitante/Banco de Apoio do Terminal ou da Entidade... 9 Referência: DCSPAG Página 3 de 9

4 Índice de Tabelas Tabela 1 - Glossário... 5 Tabela 2 - Utilização de Cartão MB - Emitente... 6 Tabela 3 - Utilização de Cartão MB - Aceitante... 6 Tabela 4 - Utilização de Cartão MB Card Not Present - Emitente... 7 Tabela 5 - Utilização de Cartão MB Card Not Present - Aceitante... 7 Tabela 6 - Utilização de Cartão MB SPOT - Emitente... 8 Tabela 7 - Utilização de Cartão MB SPOT - Aceitante/Banco de Apoio do Terminal ou da Entidade... 9 Referência: DCSPAG Página 4 de 9

5 1 Introdução Para cada grupo de tarifas (ou para cada tarifa), apresentam-se as entidades envolvidas, indicando-se em primeiro lugar o pagador e de seguida o beneficiário dos valores em causa, de acordo com as seguintes siglas: Tabela 1 - Glossário Sigla ACT B BD BE EAT S Descritivo Aceitante MB Banco Emitente MB SPOT Destinatário da Transferência Instantânea ou P2P Emissor MB Entidade de Apoio de Terminal SIBS PAGAMENTOS Referência: DCSPAG Página 5 de 9

6 2 O - Tarifário Interbancário MB Custos e Proveitos exclusivamente das entidades MB. 2.1 O1 Utilização de Cartão MB - Emitente Tabela 2 - Utilização de Cartão MB - Emitente O11 O14 O15 O18 Custo por Levantamento em CA de outro Banco de propriedade SIBS Forward Payment Solutions 1 (contrapartida de O21). Proveito por Compra MB em terminal de outro Banco 2 (contrapartida de O24). Proveito por Compra MB Baixo Valor (contrapartida da O25). Custo por Levantamento em CA de outro Banco de propriedade Banco 3 (contrapartida de O28). BE EAT 0,14307 BE EAT 0, O1 Utilização de Cartão MB - Aceitante Tabela 3 - Utilização de Cartão MB - Aceitante O21 O24 O25 O28 Proveito por Levantamento com cartão de outro Banco em CA de propriedade SIBS Forward Payment Solutions 4 (contrapartida de O11). Custo por Compra MB em terminal de outro Banco (contrapartida de O14). Custo por Compra MB Baixo Valor (contrapartida de O15). Proveito por Levantamento com cartão de outro Banco em CA de propriedade Banco 5 (contrapartida de O18). BE EAT 0,14307 BE EAT 0, Excepto aos terminais de propriedade SIBS FPS em que aplique a tarifa BD (Serviço de utilização de CA EMV). 2 Excluindo compras em TPA do Estado ( Administração Central, Administração Regional Autónoma, Administração Local, Actividades de apoio à administração pública, Administração Pública - actividades de saúde, Administração Pública - actividades de educação, Administração Pública - actividades da cultura, desporto, recreativas, ambiente, habitação e de outras actividades sociais, excepto segurança social obrigatória, Administração Pública - actividades económicas, Negócios Estrangeiros, Actividades de Defesa, Actividades de Justiça, Actividades de Segurança e Ordem Pública, Actividades de Protecção Civil, Actividades de Segurança Social Obrigatória) onde se aplica 0,05 0,7% VT 0,50. 3 Aplica também aos terminais de propriedade SIBS FPS em que aplique a tarifa BD (Serviço de utilização de CA EMV). 4 Excepto nos terminais de propriedade SIBS FPS em que aplique a tarifa BD (Serviço de utilização de CA EMV). Referência: DCSPAG Página 6 de 9

7 2.3 O3 Utilização de Cartão MB Card Not Present - Emitente Tabela 4 - Utilização de Cartão MB Card Not Present - Emitente O31 O32 Proveito por Compra MB Card Not Present (contrapartida de O41). Proveito por Compra MB Baixo Valor Card Not Present (contrapartida de O42). 2.4 O4 Utilização de Cartão MB Card Not Present - Aceitante Tabela 5 - Utilização de Cartão MB Card Not Present - Aceitante O41 O42 Custo por Compra MB Card Not Present (contrapartida de O31). Custo por Compra MB Baixo Valor Card Not Present (contrapartida de O32). 5 Aplica também aos terminais de propriedade SIBS em que aplique a tarifa BD (Serviço de utilização de CA EMV). Referência: DCSPAG Página 7 de 9

8 3 O - Tarifário Interbancário MB SPOT Custos e Proveitos exclusivamente das entidades MB SPOT. 3.1 O1 Utilização de Cartão MB SPOT - Emitente Tabela 6 - Utilização de Cartão MB SPOT - Emitente O12 O13 O14 O16 O17 O19 Custo por operação MB SPOT em terminal de outro Banco de propriedade SIBS Forward Payment Solutions 6 (contrapartida de O22). Proveito de Pagamento de Serviços ou Serviço Especial (contrapartida de O23). Proveito por Adiantamento 7 em terminal de outro Banco (contrapartida de O24). Custo por disponibilização da Transferência Instantânea MB SPOT e Transferência P2P (contrapartida de O26). Custo do Emitente Ordenante da Transferência Instantânea e Transferência P2P, Proveito do Emitente Beneficiário da Transferência Instantânea MB SPOT e Transferência P2P (contrapartida de O27). Custo por operação MB SPOT em terminal de outro Banco de propriedade Banco 9 (contrapartida de O29). BE/BAE/ACT EAT 0,12211 BAE BE 0,05 0,7% VT 0,50 BE EAT 8 0,14691 BE BD 0,05 BE/ACT/BAE EAT 0, Excepto nos terminais EMV de propriedade SIBS FPS em que aplique a tarifa BD (serviço de utilização de CA EMV). A tarifa O12 abrange todos os canais. 7 A designação em facturação é Proveito por Compra. 8 Não aplica a transacções efectuadas no ambiente H2H uma vez que neste caso BE é simultaneamente EAT. 9 Aplica também aos terminais de propriedade SIBS FPS em que aplique a tarifa BD (Serviço de utilização de CA EMV). A tarifa O1 9 abrange todos os canais. Referência: DCSPAG Página 8 de 9

9 3.2 O2 Utilização de Cartão MB SPOT - Aceitante/Banco de Apoio do Terminal ou da Entidade Tabela 7 - Utilização de Cartão MB SPOT - Aceitante/Banco de Apoio do Terminal ou da Entidade O22 O23 O24 O26 O27 O29 Proveito por operação MB SPOT com cartão de outro Banco em terminais de propriedade SIBS Forward Payment Solutions (contrapartida de O12) 10. Custo por Pagamento de Serviços ou Serviço Especial (contrapartida de O13). Custo por Adiantamento 11 em terminal de outro Banco (contrapartida de O14). Proveito por disponibilização da Transferência Instantânea MB SPOT e Transferência P2P (contrapartida da O16). Proveito do Emitente Ordenante da Transferência Instantânea e Transferência P2P; Custo do Emitente Beneficiário da Transferência Instantânea MB SPOT e Transferência P2P (contrapartida da O17). Proveito por operação MB SPOT com cartão de outro Banco em terminal de propriedade do Banco 12 (contrapartida de O29). BE/BAE/ACT EAT 0,12211 BAE BE 0,05 0,7% VT 0,50 BE EAT 0,14691 BE BD 0,05 BE/ACT/BAE EAT 0, Excepto nos terminais de propriedade SIBS FPS em que aplique a tarifa BD (Serviço de utilização de CA EMV). A tarifa O22 abrange todos os canais. 11 A designação em facturação é Custo por Compra. 12 Aplica também aos terminais de propriedade SIBS FPS em que aplique a tarifa BD (Serviço de utilização de CA EMV). Excluindo compras. A tarifa O29 abrange todos os canais. Referência: DCSPAG Página 9 de 9

Cláusulas Contratuais Gerais de Adesão ao Serviço MB WAY

Cláusulas Contratuais Gerais de Adesão ao Serviço MB WAY Cláusulas Contratuais Gerais de Adesão ao Serviço MB WAY Objeto a) Pelo presente contrato, a Caixa Económica Montepio Geral, entidade com capital aberto ao investimento do público, com sede na Rua Áurea,

Leia mais

Documento para Instituições Aderentes

Documento para Instituições Aderentes Documento para Instituições Aderentes Versão: 01.10 Data: 2009-10-15 Classificação: Restrito Novembro 2009, SIBS, SA A informação contida neste documento é propriedade da SIBS, SA e não pode ser duplicada,

Leia mais

Adesão ao Serviço MB WAY

Adesão ao Serviço MB WAY Adesão ao Serviço MB WAY 1) Objecto Pelo presente contrato, o Banco Santander Totta SA obriga-se a prestar ao Utilizador o Serviço MB WAY, nas condições e termos regulados nas cláusulas seguintes, e o

Leia mais

ANEXO III - MEIOS DE PAGAMENTO AUTOMÁTICOS E CARTÕES ASSOCIADOS

ANEXO III - MEIOS DE PAGAMENTO AUTOMÁTICOS E CARTÕES ASSOCIADOS ANEXO III - MEIOS DE PAGAMENTO AUTOMÁTICOS E CARTÕES ASSOCIADOS (Entrada em vigor: 19/11//2009) I. S. 1. CARTÕES DE DÉBITO (Anuidades) 1.1. Particulares - CAIXAUTOMÁTICA Electron / Maestro (1) 8,65 4%

Leia mais

Protocolo entre o Millennium bcp e a Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo

Protocolo entre o Millennium bcp e a Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo Protocolo entre o Millennium bcp e a Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo Introdução A Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo (CCAH) e o Millennium bcp (Mbcp) celebraram um Protocolo, com vista a disponibilizar

Leia mais

REGULAMENTO TARIFÁRIO

REGULAMENTO TARIFÁRIO REGULAMENTO TARIFÁRIO DO SECTOR ELÉCTRICO Julho 2011 ENTIDADE REGULADORA DOS SERVIÇOS ENERGÉTICOS Rua Dom Cristóvão da Gama n.º 1-3.º 1400-113 Lisboa Tel: 21 303 32 00 Fax: 21 303 32 01 e-mail: erse@erse.pt

Leia mais

Automático. DMKT gestao campanhas e crm

Automático. DMKT gestao campanhas e crm Terminais de Pagamento Automático DMKT gestao campanhas e crm 1 Mais vantagens para o seu Negócio A utilização de um Terminal de Pagamento Automático facilita e torna mais rápido o acto de pagamento. Desta

Leia mais

Mercados Financeiros. i ve seen, learnt and done things i can t forget. Definição e Classificação. Ricardo Diz

Mercados Financeiros. i ve seen, learnt and done things i can t forget. Definição e Classificação. Ricardo Diz Mercados Financeiros Definição e Classificação Ricardo Diz i ve seen, learnt and done things i can t forget Conteúdo Mercado Financeiro Classificação do Mercado Financeiro 2 Mercado Financeiro O Mercado

Leia mais

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) ( ÍNDICE)

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) ( ÍNDICE) 3.1. Cartões de crédito Designação do Redes onde o é 5. Comissão pela recuperação de valores em dívida 6. Não pagamento até à data limite Cartão Classic Estrangeiro: Rede 28,85 28,85 19,23 19,23 Isenção

Leia mais

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) (ÍNDICE)

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) (ÍNDICE) 3.1. Cartões de crédito Comissões (Euros) Redes onde o cartão é aceite 1. Anuidades 1 1.º Titular Outros Titulares 2. Emissão de cartão 1 3. Substituição de cartão 2 4. Inibição do cartão 5. Pagamentos

Leia mais

Dynamic Currency Conversion

Dynamic Currency Conversion Serviço (DCC) Perguntas Frequentes 1- Quais as moedas abrangidas pelo serviço DCC? Com o serviço DCC o comerciante pode oferecer aos seus clientes com cartões emitidos em Libras Esterlinas, Dólares Norte-Americanos,

Leia mais

A adesão pelo Comerciante ao serviço MB SPOT implica sempre a assinatura de um Contrato para adesão ao Serviço MB SPOT.

A adesão pelo Comerciante ao serviço MB SPOT implica sempre a assinatura de um Contrato para adesão ao Serviço MB SPOT. Serviço MB SPOT O MB SPOT é um serviço disponibilizado pela SIBS através dos Terminais de Pagamento Automático (TPA) da Rede MB, que permite Executar carregamentos de serviços pré-pagos, pagamento de serviços,

Leia mais

Cartão Millennium bcp Free Empresas Nov.2011

Cartão Millennium bcp Free Empresas Nov.2011 Empresas Nov.2011 ÍNDICE 1. Características Pág. 3 2. Versões Existentes Pág. 4 3. Operações Disponíveis Pág. 5 4. Plafonds Pág. 5 5. Extractos Pág. 6 6. Modalidades de Carregamento Pág. 7 7. Vantagens

Leia mais

INTRODUÇÃO CAIXA AUTOMÁTICO (CA) REDE MULTIBANCO OPERAÇÕES EM CAIXAS AUTOMÁTICOS TERMINAL DE PAGAMENTO AUTOMÁTICO (TPA)

INTRODUÇÃO CAIXA AUTOMÁTICO (CA) REDE MULTIBANCO OPERAÇÕES EM CAIXAS AUTOMÁTICOS TERMINAL DE PAGAMENTO AUTOMÁTICO (TPA) Terminais de Pagamento e Caixas Automáticos 10 INTRODUÇÃO 1 CAIXA AUTOMÁTICO (CA) 3 REDE MULTIBANCO O que é um Caixa Automático? Que tipos de Caixas Automáticos existem? Onde estão localizados os Caixas

Leia mais

11. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (OUTROS CLIENTES) ( ÍNDICE)

11. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (OUTROS CLIENTES) ( ÍNDICE) 11.1. Cartões de crédito Designação do Redes onde o é 3. Substituição de 4. Inibição do 5. Comissão pela recuperação de valores em dívida 6. Não pagamento até à data limite Cartão Business Estrangeiro:

Leia mais

11. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (OUTROS CLIENTES) ( ÍNDICE)

11. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (OUTROS CLIENTES) ( ÍNDICE) 11.1. Cartões de crédito Designação do Redes onde o é 3. Substituição de 4. Inibição do 5. Comissão pela recuperação de valores em dívida 6. Não pagamento até à data limite Cartão Business 43,27 43,27

Leia mais

Mercado Cambial. i ve seen, learnt and done things i can t forget. Características e Produtos. Ricardo Diz

Mercado Cambial. i ve seen, learnt and done things i can t forget. Características e Produtos. Ricardo Diz Mercado Cambial Características e Produtos Ricardo Diz i ve seen, learnt and done things i can t forget Conteúdo Mercado Cambial Operações Cambiais Tipos de Operações Cambiais Produtos Cambiais 2 Mercado

Leia mais

As Novas Formas Organizadas de Negociação de Instrumentos Financeiros

As Novas Formas Organizadas de Negociação de Instrumentos Financeiros Comissão do Mercado de Valores Mobiliários Consulta Pública sobre os Anteprojectos de Transposição da Directiva dos Mercados de Instrumentos Financeiros (DMIF) As Novas Formas Organizadas de Negociação

Leia mais

Portal de Serviços. - Condições Gerais de Utilização do Serviço - Versão 1.3. Junho de 2007

Portal de Serviços. - Condições Gerais de Utilização do Serviço - Versão 1.3. Junho de 2007 - Condições Gerais de Utilização do Serviço - Versão 1.3 Junho de 2007 SIBS, S.A. A informação contida neste documento é propriedade da SIBS, S.A.. O seu conteúdo pode ser alterado pela SIBS,S.A. em qualquer

Leia mais

Relatório de Análise de Requisitos

Relatório de Análise de Requisitos Relatório de Análise de Requisitos (15/03/02 Versão 1.0) Gestão de Beneficiários Eduardo Abreu ei98020@fe.up.pt Miguel David ei98019@fe.up.pt Nuno Ferreira ei98003@fe.up.pt Tiago Silva ei98015@fe.up.pt

Leia mais

NORMA REGULAMENTAR N.º 15/2008-R, de 4 de Dezembro

NORMA REGULAMENTAR N.º 15/2008-R, de 4 de Dezembro Não dispensa a consulta da Norma Regulamentar publicada em Diário da República NORMA REGULAMENTAR N.º 15/2008-R, de 4 de Dezembro PLANOS DE POUPANÇA REFORMA DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÃO SOBRE COMISSÕES E RENDIBILIDADE

Leia mais

TIC 10º Ano Professor: Hugo Barreiros. 1. Inicie o Microsoft Access e crie uma base de dados vazia com o nome gestalunos.mdb.

TIC 10º Ano Professor: Hugo Barreiros. 1. Inicie o Microsoft Access e crie uma base de dados vazia com o nome gestalunos.mdb. TIC 10º Ano Professor: Hugo Barreiros 3ª Ficha Microsoft Access 1. Inicie o Microsoft Access e crie uma base de dados vazia com o nome gestalunos.mdb. 2. Crie uma tabela nova com o nome Alunos para registar

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO DA SIBS NA DESMATERIALIZAÇÃO DA ECONOMIA

CONTRIBUIÇÃO DA SIBS NA DESMATERIALIZAÇÃO DA ECONOMIA CONTRIBUIÇÃO DA SIBS NA DESMATERIALIZAÇÃO DA ECONOMIA LUIS FLORES Administrador da SIBS Conferência Desmaterialização da Economia e da Administração Pública - Fórum para a Sociedade da Informação: Economia

Leia mais

É bom saber que pode contar com quem está ao seu lado.

É bom saber que pode contar com quem está ao seu lado. É bom saber que pode contar com quem está ao seu lado. de Cooperação Barclays at Work Índice 4. Leasing 5. Seguros IV. Check List V. Contactos I. O Barclays no Mundo Grupo Financeiro com mais de 300 anos

Leia mais

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio!

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio! Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP Otimize a Gestão do Seu Negócio! Universo da Solução de Gestão SENDYS ERP Financeira Recursos Humanos Operações & Logística Comercial & CRM Analytics & Reporting

Leia mais

FAQ s Tecnologia Contactless

FAQ s Tecnologia Contactless FAQ s Tecnologia Contactless 1. A implementação da tecnologia Contactless obrigará à substituição dos terminais de pagamento (TPA), por parte dos comerciantes, para aceitação de pagamentos com cartão que

Leia mais

GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Cartão Europeu de Seguro de Doença (N39 - v4.07) PROPRIEDADE Instituto da Segurança

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO SERVIÇO MB WAY

CONDIÇÕES GERAIS DO SERVIÇO MB WAY CONDIÇÕES GERAIS DO SERVIÇO MB WAY Cláusula 1ª Definições No âmbito das presentes Condições Gerais e dos Termos e Condições Gerais da App MB WAY, os termos abaixo indicados terão o seguinte sentido, quando

Leia mais

É bom saber que pode contar com quem está ao seu lado.

É bom saber que pode contar com quem está ao seu lado. É bom saber que pode contar com quem está ao seu lado. de Cooperação Barclays at Work Índice 4. Crédito Habitação 5. Leasing 6. Seguros IV. Check List V. Contactos I. O Barclays no Mundo Grupo Financeiro

Leia mais

Destinatários do financiamento 1. Instituições do ensino superior privadas de Macau, de fins não lucrativos, que já foram oficialmente reconhecidas.

Destinatários do financiamento 1. Instituições do ensino superior privadas de Macau, de fins não lucrativos, que já foram oficialmente reconhecidas. 澳 門 特 別 行 政 區 政 府 高 等 教 育 輔 助 辦 公 室 Governo da Região Administrativa Especial de Macau Gabinete de Apoio ao Ensino Superior Financiamento para as instituições do ensino superior de Macau Instruções para

Leia mais

1. Programa de Fidelização Altis Blue&Green através do qual são concedidos benefícios aos clientes das suas unidades hoteleiras.

1. Programa de Fidelização Altis Blue&Green através do qual são concedidos benefícios aos clientes das suas unidades hoteleiras. REGULAMENTO T E R M O S E C O N D I Ç Õ E S 1. Programa de Fidelização Altis Blue&Green através do qual são concedidos benefícios aos clientes das suas unidades hoteleiras. 2. Podem ingressar no clube

Leia mais

GUIA PRÁTICO PENSÃO POR VELHICE

GUIA PRÁTICO PENSÃO POR VELHICE Manual de GUIA PRÁTICO PENSÃO POR VELHICE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/16 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Pensão por Velhice (7001 v4.04) PROPRIEDADE Instituto

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DE CAMPOS DE FÉRIAS. Nota Justificativa

REGULAMENTO INTERNO DE CAMPOS DE FÉRIAS. Nota Justificativa REGULAMENTO INTERNO DE CAMPOS DE FÉRIAS Nota Justificativa A organização de campos de férias destinados a crianças e jovens é uma das actividades centrais da política do município da Moita na área da juventude

Leia mais

DECRETO PRESIDENCIAL SOBRE AS TAXAS NO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS E DERIVADOS

DECRETO PRESIDENCIAL SOBRE AS TAXAS NO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS E DERIVADOS DECRETO PRESIDENCIAL SOBRE AS TAXAS NO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS E DERIVADOS ÍNDICE Objectivos do Diploma; Fontes; Tipos de Taxas; Sistematização; Entidades e Montantes; Questões para a Consulta Pública.

Leia mais

E-FACTURA. Serena Cabrita Neto

E-FACTURA. Serena Cabrita Neto ECONOMIA DIGITAL E DIREITO E-FACTURA Serena Cabrita Neto Partilhamos a Experiência. Inovamos nas Soluções. 20 Novembro 2013 A Factura na era digital Adequação e adaptação da Factura aos novos meios digitais

Leia mais

Estatísticas de Operações e Posições com o Exterior

Estatísticas de Operações e Posições com o Exterior Estatísticas de Operações e Posições com o Exterior Apresentação do novo sistema de reporte Dezembro 2012 Esquema da Apresentação Novo sistema de reporte Reporte de informação Casos práticos Área de Empresa

Leia mais

25 25 25,3 7,8. COMPLEMENTOS Detalhes que fazem a diferença. Benefícios. Público Alvo Empresas e Profissionais. Validade 3 meses Partilha

25 25 25,3 7,8. COMPLEMENTOS Detalhes que fazem a diferença. Benefícios. Público Alvo Empresas e Profissionais. Validade 3 meses Partilha Benefícios Preços especiais. Consumos partilhados e individuais. Ajustáveis a diferentes níveis de consumo. Público Alvo Empresas e Profissionais 25 25 Facturação ao minuto. Sujeito à permanência da conta.

Leia mais

REGULAMENTO DE OPERAÇÃO DAS INFRA-ESTRUTURAS

REGULAMENTO DE OPERAÇÃO DAS INFRA-ESTRUTURAS REGULAMENTO DE OPERAÇÃO DAS INFRA-ESTRUTURAS DO SECTOR DO GÁS NATURAL Fevereiro 2010 ENTIDADE REGULADORA DOS SERVIÇOS ENERGÉTICOS Rua Dom Cristóvão da Gama n.º 1-3.º 1400-113 Lisboa Tel: 213 033 200 Fax:

Leia mais

CHEFIA DO GOVERNO. Secretaria-Geral I SÉRIE N O 24 «B. O.» DA REPÚBLICA DE CABO VERDE 29 DE JUNHO DE 2009 489

CHEFIA DO GOVERNO. Secretaria-Geral I SÉRIE N O 24 «B. O.» DA REPÚBLICA DE CABO VERDE 29 DE JUNHO DE 2009 489 I SÉRIE N O 24 «B. O.» DA REPÚBLICA DE CABO VERDE 29 DE JUNHO DE 2009 489 bém prateadas, na posição vertical, conforme fi g ura nº 1 em anexo; b) Subchefe: um traço horizontal prateado, na parte inferior,

Leia mais

Índice. Introdução 3. Problemas com os Terminais 16. Caixa Automático (CA) 4. Glossário 20. Terminal de Pagamento Automático (TPA) 7

Índice. Introdução 3. Problemas com os Terminais 16. Caixa Automático (CA) 4. Glossário 20. Terminal de Pagamento Automático (TPA) 7 Índice Introdução 3 Caixa Automático (CA) 4 O que é um Caixa Automático? 4 Que tipos de Caixas Automáticos existem? 4 Onde estão localizados os Caixas Automáticos? 5 Problemas com os Terminais 16 Problemas

Leia mais

PHC dmanager. O módulo PHC dmanager permite ao gestor deter um controlo remoto constante sobre a sua empresa, onde quer que se encontre.

PHC dmanager. O módulo PHC dmanager permite ao gestor deter um controlo remoto constante sobre a sua empresa, onde quer que se encontre. PHC dmanager DESCRITIVO O módulo PHC dmanager permite ao gestor deter um controlo remoto constante sobre a sua empresa, onde quer que se encontre. PHC dmanager A solução ideal para monitorizar via Internet

Leia mais

Certificação de Software. Impacto nas operações das empresas

Certificação de Software. Impacto nas operações das empresas Certificação de Software Impacto nas operações das empresas Perguntas e respostas sobre o impacto da nova legislação relativa à certificação de software Page 2 of 5 Introdução A Portaria n.º 363/2010 de

Leia mais

Newsletter. Condições especiais para STFP Sindicato dos Trabalhadores da Função Pública do Centro. Janeiro 2011. Campanha Colaboradores

Newsletter. Condições especiais para STFP Sindicato dos Trabalhadores da Função Pública do Centro. Janeiro 2011. Campanha Colaboradores Newsletter Janeiro 2011 Campanha Colaboradores Condições especiais para STFP Sindicato dos Trabalhadores da Função Pública do Centro Principais Vantagens para Associados A Vodafone oferece condições especiais

Leia mais

GUIA PARA COMPRA ONLINE

GUIA PARA COMPRA ONLINE GUIA PARA COMPRA ONLINE www.tipsal.pt QUEM SOMOS A TIPSAL - Técnicas Industriais de Protecção e Segurança, Lda foi fundada em 1980. Somos uma empresa de capitais exclusivamente nacionais com sede social

Leia mais

Organização do Mercado de Capitais Português

Organização do Mercado de Capitais Português Instituto Superior de Economia e Gestão Organização do Mercado de Capitais Português Docente: Discentes : Prof. Dra. Raquel Gaspar Inês Santos João Encarnação Raquel Dias Ricardo Andrade Temas a abordar

Leia mais

CONTRATO DE LICENÇA PARA USO DE MARCA PEFC

CONTRATO DE LICENÇA PARA USO DE MARCA PEFC CONTRATO DE LICENÇA PARA USO DE MARCA PEFC Aos.., dias do mês de... do ano de 200.. Entre: PRIMEIRO: CONSELHO DA FILEIRA FLORESTAL PORTUGUESA, designado por CFFP, pessoa colectiva número, com sede na Rua

Leia mais

Facturação (Questões a Abordar)

Facturação (Questões a Abordar) Alterações Legislativas "E-" Dr. Manuel Gonçalves Cecílio ISG Instituto Superior de Gestão 10 Janeiro 2013 1 ção (Questões a Abordar) 1. Emissão de facturas Quem está obrigado; Quais os tipos de documentos

Leia mais

Facturação (Questões a Abordar)

Facturação (Questões a Abordar) 1 ção (Questões a Abordar) 1. Emissão de facturas Normas fiscais aplicáveis Quem está obrigado; Quais os tipos de documentos a emitir; Elementos obrigatórios dos documentos; Quais as formas de emissão

Leia mais

UAL CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO/ESPECIALIZAÇÃO DIREITO BANCÁRIO E DIREITO DOS SEGUROS ANO LECTIVO: 2014/2014 4ª EDIÇÃO

UAL CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO/ESPECIALIZAÇÃO DIREITO BANCÁRIO E DIREITO DOS SEGUROS ANO LECTIVO: 2014/2014 4ª EDIÇÃO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO/ESPECIALIZAÇÃO DIREITO BANCÁRIO E DIREITO DOS SEGUROS 4ª EDIÇÃO ANO LECTIVO: 2014/2014 Coordenação do Curso: Doutora Elionora Cardoso, e ISCAL Mestre Helena Tomaz, Objectivos do

Leia mais

relativas às listas provisórias nacionais dos serviços mais representativos associados a contas de pagamento e sujeitos a comissões

relativas às listas provisórias nacionais dos serviços mais representativos associados a contas de pagamento e sujeitos a comissões EBA/GL/2015/01 11.05.2015 Orientações da EBA relativas às listas provisórias nacionais dos serviços mais representativos associados a contas de pagamento e sujeitos a comissões 1 Obrigações em matéria

Leia mais

Atributos da Proposta e Preço Contratual

Atributos da Proposta e Preço Contratual Atributos da Proposta e Preço Contratual António José da Silva Coutinho, portador do cartão de cidadão nº. 08419828, com domicílio profissional na Rua Castilho, 165, 4º, 1070-050 Lisboa, na qualidade de

Leia mais

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS DE AGENTES DESPORTIVOS MANUAL DE PROCEDIMENTOS

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS DE AGENTES DESPORTIVOS MANUAL DE PROCEDIMENTOS SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS DE AGENTES DESPORTIVOS MANUAL DE PROCEDIMENTOS ÉPOCA DESPORTIVA 2014/15 Seguro Desportivo Página 1 1. - DEFINIÇÕES De acordo com as Condições Gerais da Apólice de Acidentes

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIZAÇÃO DO CARTÃO ZILIAN PROPRIEDADE E EMISSÃO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIZAÇÃO DO CARTÃO ZILIAN PROPRIEDADE E EMISSÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIZAÇÃO DO CARTÃO ZILIAN PROPRIEDADE E EMISSÃO 1. O CARTÃO ZILIAN é válido nos estabelecimentos comerciais Zilian, pertencentes ao Grupo Mar Capital, SGPS, SA, adiante designados

Leia mais

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) ( ÍNDICE)

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) ( ÍNDICE) 3.1. Cartões de crédito Designação do Redes onde o é 5. Comissão pela recuperação de valores em dívida 6. Não pagamento até à data limite Cartão Classic 28,85 28,85 19,23 19,23 Isenção da 1.ª anuidade

Leia mais

CONTAS CONSOLIDADAS CONSOLIDATED ACCOUNTS

CONTAS CONSOLIDADAS CONSOLIDATED ACCOUNTS CONTAS CONSOLIDADAS CONSOLIDATED ACCOUNTS MENSAGEM DO PRESIDENTE CHAIRMAN S STATEMENT Mensagem do Presidente A SIBS comemora 30 anos de existência e orgulha-se de constituir um Grupo empresarial empenhado

Leia mais

Certificação de Software. Impacto nas operações das empresas

Certificação de Software. Impacto nas operações das empresas Certificação de Software Impacto nas operações das empresas Perguntas e respostas sobre o impacto da nova legislação relativa à certificação de software Page 2 of 5 Introdução A Portaria n.º 363/2010 de

Leia mais

FUNCHAL. CAE Rev_3 68312 ACTIVIDADES DE ANGARIAÇÃO IMOBILIÁRIA ÂMBITO:

FUNCHAL. CAE Rev_3 68312 ACTIVIDADES DE ANGARIAÇÃO IMOBILIÁRIA ÂMBITO: O conteúdo informativo disponibilizado pela presente ficha não substitui a consulta dos diplomas legais referenciados e da entidade licenciadora. FUNCHAL CAE Rev_3 68312 ACTIVIDADES DE ANGARIAÇÃO IMOBILIÁRIA

Leia mais

SOLUÇÕES SANTANDER TURISMO

SOLUÇÕES SANTANDER TURISMO SOLUÇÕES SANTANDER TURISMO Atendendo a que o turismo é um sector estratégico na economia nacional e considerando que a APAVT tem tido um papel fundamental no desenvolvimento do turismo nacional, o acordo

Leia mais

POLÍTICA DE TRANSMISSÃO E EXECUÇÃO DE ORDENS

POLÍTICA DE TRANSMISSÃO E EXECUÇÃO DE ORDENS POLÍTICA DE TRANSMISSÃO E EXECUÇÃO DE ORDENS Preâmbulo A Crédito Agrícola Gest Sociedade Gestora de Fundos de Investimento Mobiliário, S.A. (CA Gest), no âmbito do desenvolvimento da sua actividade, realiza

Leia mais

PROCESSO AC-I-CCENT. 46/2003 CTT/PAYSHOP

PROCESSO AC-I-CCENT. 46/2003 CTT/PAYSHOP Decisão do Conselho da Autoridade da Concorrência PROCESSO AC-I-CCENT. 46/2003 CTT/PAYSHOP INTRODUÇÃO Em 26 DE Novembro de 2003, os CTT CORREIOS DE PORTUGAL, SA, notificaram à Autoridade da Concorrência,

Leia mais

AVISO Nº 01/2009 de 24 de Março

AVISO Nº 01/2009 de 24 de Março AVISO Nº 01/2009 de 24 de Março Considerando a necessidade de se regulamentarem as "câmaras de compensação" e os "subsistemas de compensação e liquidação" do- Sistema de Pagamentos de Angola (SPA) visando

Leia mais

Newsletter. Condições especiais para colaboradores do Exército. Outubro 2012. Campanha Colaboradores

Newsletter. Condições especiais para colaboradores do Exército. Outubro 2012. Campanha Colaboradores Newsletter Outubro 2012 Campanha Colaboradores Condições especiais para colaboradores do Exército A Vodafone oferece condições especiais de tarifas e de aquisição de equipamentos: - Tarifários de Voz Especial

Leia mais

RELATÓRIO & CONTAS Liquidação

RELATÓRIO & CONTAS Liquidação Fundo Especial de Investimento Aberto CAIXA FUNDO RENDIMENTO FIXO IV (em liquidação) RELATÓRIO & CONTAS Liquidação RELATÓRIO DE GESTÃO DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS RELATÓRIO DO AUDITOR EXTERNO CAIXAGEST Técnicas

Leia mais

11. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (OUTROS CLIENTES) ( ÍNDICE)

11. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (OUTROS CLIENTES) ( ÍNDICE) 11.1. Cartões de crédito Designação do Redes onde o é aceite 3. Substituição de 4. Inibição do 5. Comissão pela recuperação de valores em dívida 6. Não pagamento até à data limite Cartão Business 43,27

Leia mais

BANCO NACIONAL DE ANGOLA. Workshop sobre EDUCAÇÃO FINANCEIRA. Tema: Consumer Protection and Financial Literacy in the provision of payment services

BANCO NACIONAL DE ANGOLA. Workshop sobre EDUCAÇÃO FINANCEIRA. Tema: Consumer Protection and Financial Literacy in the provision of payment services BANCO NACIONAL DE ANGOLA Workshop sobre EDUCAÇÃO FINANCEIRA Tema: Consumer Protection and Financial Literacy in the provision of payment services Orador: Ramos da Cruz Lisboa, Centro Cultural de Belém,

Leia mais

PROPOSTA DE VALOR PARA MEMBROS DA ORDEM DOS ADVOGADOS CONDIÇÕES

PROPOSTA DE VALOR PARA MEMBROS DA ORDEM DOS ADVOGADOS CONDIÇÕES PROPOSTA DE VALOR PARA MEMBROS DA ORDEM DOS ADVOGADOS CONDIÇÕES Cartão Ordem dos Advogados Um cartão de crédito PERSONALIZADO E DIFERENCIADOR com vantagens únicas para a classe profissional COMPRE AGORA

Leia mais

INSTRUTIVO N.º xx/20xx de xx de xxxx

INSTRUTIVO N.º xx/20xx de xx de xxxx INSTRUTIVO N.º xx/20xx de xx de xxxx ASSUNTO: DIVULGAÇÕES DE INSTRUMENTOS FINANCEIROS Havendo a necessidade de estabelecer um conjunto de procedimentos na elaboração das divulgações sobre instrumentos

Leia mais

geas www.sensocomum.pt

geas www.sensocomum.pt geas Como uma aplicação online pode facilitar a gestão da minha associação + fácil fichas de sócio online + rápido consulta de cotas + controlo histórico de alteração dados Com uma ferramenta disponível

Leia mais

A solução de mobilidade que lhe permite executar e controlar, de forma eficaz, a Gestão Comercial e a Tesouraria da sua empresa, através da Internet

A solução de mobilidade que lhe permite executar e controlar, de forma eficaz, a Gestão Comercial e a Tesouraria da sua empresa, através da Internet PHC dgestão DESCRITIVO A qualquer momento e onde quer que esteja, o PHC dgestão permite introduzir e consultar clientes, fornecedores, artigos e documentos de facturação, encomendas e compras, guias de

Leia mais

Nota Técnica 2013/001. Divulga alterações em regras de validação e schema XML

Nota Técnica 2013/001. Divulga alterações em regras de validação e schema XML Projeto Conhecimento de Transporte Eletrônico Nota Técnica 2013/001 Divulga alterações em regras de validação e schema XML Março 2013 Pág. 1 / 6 1. Resumo Esta Nota Técnica divulga alterações nas regras

Leia mais

REGULAMENTO TARIFÁRIO DO SETOR DO GÁS NATURAL

REGULAMENTO TARIFÁRIO DO SETOR DO GÁS NATURAL REGULAMENTO TARIFÁRIO DO SETOR DO GÁS NATURAL Abril 2013 ENTIDADE REGULADORA DOS SERVIÇOS ENERGÉTICOS Rua Dom Cristóvão da Gama n.º 1-3.º 1400-113 Lisboa Tel: 21 303 32 00 Fax: 21 303 32 01 e-mail: erse@erse.pt

Leia mais

Medidas de Protecção do Serviço Móvel Local de Dados

Medidas de Protecção do Serviço Móvel Local de Dados Medidas de Protecção do Serviço Móvel Local de Dados 1 Obtenção de informações sobre o uso de dados através de canais de consulta Código curto (USSD) #111# *8200 (Chi) *8100 (Ing) Mensagens curtas (SMS)

Leia mais

O módulo dmanager permite ao gestor deter um controlo remoto constante sobre a sua empresa, onde quer que se encontre.

O módulo dmanager permite ao gestor deter um controlo remoto constante sobre a sua empresa, onde quer que se encontre. Descritivo completo PHC dmanager A solução ideal para monitorizar via Internet as áreas comercial e financeira da empresa e controlar as suas vendas, clientes e fornecedores, encomendas e stocks. Benefícios

Leia mais

São condições para colaboradores de empresas aderentes e que merecem partilhar as conquistas da sua empresa.

São condições para colaboradores de empresas aderentes e que merecem partilhar as conquistas da sua empresa. São condições para colaboradores de empresas aderentes e que merecem partilhar as conquistas da sua empresa. Com a domiciliação de um ordenado superior a 350 /mês passa a ter acesso a um vasto conjunto

Leia mais

Relatório & Contas. Annual Report

Relatório & Contas. Annual Report Relatório & Contas Annual Report Contas consolidadas Consolidated Accounts Relatório & Contas Annual Report Mensagem do presidente Chairman s Statement Relatório&Contas annual report Mensagem do Presidente

Leia mais

INVESTIMENTO ACTIVO MAIS OBRIGAÇÕES

INVESTIMENTO ACTIVO MAIS OBRIGAÇÕES Breve Descrição do Produto O é um produto financeiro complexo composto por 50% do investimento num Depósito a Prazo a 180 dias, não renovável, com uma taxa de juro de 4% (TANB Taxa Anual Nominal Bruta),

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO. entre UNIVERSIDADE DO MINHO ASSOCIAÇÃO ACADÉMICA DA UNIVERSIDADE DO MINHO BANCO ESPÍRITO SANTO

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO. entre UNIVERSIDADE DO MINHO ASSOCIAÇÃO ACADÉMICA DA UNIVERSIDADE DO MINHO BANCO ESPÍRITO SANTO PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO entre UNIVERSIDADE DO MINHO e ASSOCIAÇÃO ACADÉMICA DA UNIVERSIDADE DO MINHO e BANCO ESPÍRITO SANTO O presente Protocolo insere-se no desenvolvimento das relações do Banco Espírito

Leia mais

O Sistema de Pagamentos Português Vítor Bento. Conferência sobre o Sistema de Pagamentos Lisboa, 4 de Dezembro de 2013

O Sistema de Pagamentos Português Vítor Bento. Conferência sobre o Sistema de Pagamentos Lisboa, 4 de Dezembro de 2013 O Sistema de Pagamentos Português Vítor Bento Conferência sobre o Sistema de Pagamentos Lisboa, 4 de Dezembro de 2013 Índice 1. Modelo Coopetitivo 2. Modelo Compreensivo 3. Economia dos Pagamentos 4. Regulação,

Leia mais

ABREU INTERNATIONAL LEGAL SOLUTIONS. OUR INNOVATIVE SOLUTIONS WHEREVER YOU NEED US. our innovative solutions wherever you need us.

ABREU INTERNATIONAL LEGAL SOLUTIONS. OUR INNOVATIVE SOLUTIONS WHEREVER YOU NEED US. our innovative solutions wherever you need us. ABREU INTERNATIONAL LEGAL SOLUTIONS OUR INNOVATIVE SOLUTIONS WHEREVER YOU NEED US. our innovative solutions wherever you need us. Constituída em 1993 a Incorporated AB é uma das maiores in 1993 AB Sociedades

Leia mais

Excelência, Proximidade e Profissionalismo. É bom saber que pode contar com quem está ao seu lado

Excelência, Proximidade e Profissionalismo. É bom saber que pode contar com quem está ao seu lado Oferta de Cooperação Barclays at Work Excelência, Proximidade e Profissionalismo É bom saber que pode contar com quem está ao seu lado Ordem dos Engenheiros Condições válidas para o 2 º Trimestre 2013

Leia mais

Índice III RELATÓRIO E PARECER DO CONSELHO FISCAL 107 IV CERTIFICAÇÃO LEGAL DAS CONTAS CONSOLIDADAS 111. SIBS: Relatório e Contas Consolidado 2014 1

Índice III RELATÓRIO E PARECER DO CONSELHO FISCAL 107 IV CERTIFICAÇÃO LEGAL DAS CONTAS CONSOLIDADAS 111. SIBS: Relatório e Contas Consolidado 2014 1 Índice I RELATÓRIO DE ACTIVIDADE 3 Introdução 5 Grupo SIBS num relance 5 Principais acontecimentos 2014 7 Enquadramento de mercado 10 Actividade da rede empresarial SIBS em 2014 13 Processamento de transacções

Leia mais

João Gonçalves de Assunção joao.g.assuncao@abreuadvogados.com

João Gonçalves de Assunção joao.g.assuncao@abreuadvogados.com 30 de Junho de 2010 João Gonçalves de Assunção joao.g.assuncao@abreuadvogados.com 1 LOCAL : AB - PORTO DATA : 01-07-2010 CIBERCRIME Lei 109/2009, de 15 de Setembro Disposições penais materiais: Falsidade

Leia mais

PAGAMENTOS NA INTERNET COM CARTÕES BOAS PRÁTICAS

PAGAMENTOS NA INTERNET COM CARTÕES BOAS PRÁTICAS Antes de realizar pagamentos na Internet, leia cuidadosamente as Condições Gerais de Utilização do Cartão que pretende utilizar. Caso persistam dúvidas, ou se necessitar de mais informação sobre os cuidados

Leia mais

Posto de abastecimento de combustíveis e loja de conveniência

Posto de abastecimento de combustíveis e loja de conveniência Posto de abastecimento de combustíveis e loja de conveniência Descrição das ATIs necessárias, no contexto dos Sistemas de Informação, para o seu bom funcionamento Adaptado de trabalho realizado por Abel

Leia mais

Regulamento Interno Férias Academia 2014. Art.º 1 - Informações Gerais

Regulamento Interno Férias Academia 2014. Art.º 1 - Informações Gerais Regulamento Interno Férias Academia 2014 Art.º 1 - Informações Gerais 1. As Férias Academia decorrem nas instalações da Academia Sporting, em regime fechado; 2. Os campos de férias têm, normalmente, uma

Leia mais

Circular 05 de Janeiro de 2009 (última actualização 16 de Fevereiro de 2009)

Circular 05 de Janeiro de 2009 (última actualização 16 de Fevereiro de 2009) Circular 05 de Janeiro de 2009 (última actualização 16 de Fevereiro de 2009) Assunto: s às Perguntas Mais Frequentes sobre a Instrução da CMVM n.º 3/2008 - Informação sobre Concessão de Crédito para a

Leia mais

FICHA DOUTRINÁRIA. Processo: T120 2007523

FICHA DOUTRINÁRIA. Processo: T120 2007523 FICHA DOUTRINÁRIA Diploma: CIVA Artigo: 9º, nº 30 18º Assunto: Locação de espaço em exposições/feiras despacho do Subdirector-Geral dos Impostos em substituição do Director-Geral, em 11-01-2008 Conteúdo:

Leia mais

ABREU INTERNATIONAL LEGAL SOLUTIONS. OUR INNOVATIVE SOLUTIONS WHEREVER YOU NEED US. our innovative solutions wherever you need us.

ABREU INTERNATIONAL LEGAL SOLUTIONS. OUR INNOVATIVE SOLUTIONS WHEREVER YOU NEED US. our innovative solutions wherever you need us. ABREU INTERNATIONAL LEGAL SOLUTIONS OUR INNOVATIVE SOLUTIONS WHEREVER YOU NEED US. our innovative solutions wherever you need us. Constituída em 1993 a AB é uma das maiores Sociedades de Advogados portuguesas

Leia mais

Goodyear Primavera 2014. Bases legais

Goodyear Primavera 2014. Bases legais Goodyear Primavera 2014 Bases legais I. DURAÇÃO A campanha: GOODYEAR PRIMAVERA 2014 tem por destinatários os utilizadores finais e uma duração apenas válida para compras efectuadas entre o dia 17 de Março

Leia mais

Parcerias Negociais. CSH300 Remessa CSH310 Retorno. Versão 1.2

Parcerias Negociais. CSH300 Remessa CSH310 Retorno. Versão 1.2 Parcerias Negociais CSH300 Remessa CSH310 Retorno Versão 1.2 12/03/2014 1 - Introdução Este manual apresenta o padrão para troca de arquivos entre Empresas e o Banco para confirmação de informações na

Leia mais

Manual de Utilizador SEPA 4 Corporates Versão: 0908 Data: 2014-11-19 Estado: Final Classificação: Público

Manual de Utilizador SEPA 4 Corporates Versão: 0908 Data: 2014-11-19 Estado: Final Classificação: Público Versão: 0908 Data: 2014-11-19 Estado: Final Classificação: Público novembro 2014, SIBS, SA A informação contida neste documento é propriedade da SIBS, SA e não pode ser duplicada, publicada ou divulgada

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO E PARCERIA. entre. Agrupamento Vertical de Escolas de Ferreira de Aves

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO E PARCERIA. entre. Agrupamento Vertical de Escolas de Ferreira de Aves PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO E PARCERIA entre Agrupamento Vertical de Escolas de Ferreira de Aves e Caixa de Crédito Agrícola Mútuo do Vale do Dão e Alto Vouga, C.R.L. Cláusula 1ª (Intervenientes) Este Protocolo

Leia mais

www.pwc.com/pt empresarial Jorge Figueiredo

www.pwc.com/pt empresarial Jorge Figueiredo www.pwc.com/pt Fiscalidade pessoal e empresarial Jorge Figueiredo 18 de Fevereiro de 2011 Agenda 1. IRS 1.1 Alterações das taxas 1.2 Outros rendimentos 1.3 Dedução específica Categoria A 1.4 Reporte de

Leia mais

1) São atividades próprias das agências de viagem e turismo: e) A recepção, transferência e assistência a turistas.

1) São atividades próprias das agências de viagem e turismo: e) A recepção, transferência e assistência a turistas. O conteúdo informativo disponibilizado pela presente ficha não substitui a consulta dos diplomas legais referenciados e da entidade licenciadora. FUNCHAL CAE 79110 AGÊNCIAS DE VIAGENS ÂMBITO: São agências

Leia mais

Restituição de cauções aos consumidores de electricidade e de gás natural Outubro de 2007

Restituição de cauções aos consumidores de electricidade e de gás natural Outubro de 2007 Restituição de cauções aos consumidores de electricidade e de gás natural Outubro de 2007 Ponto de situação em 31 de Outubro de 2007 As listas de consumidores com direito à restituição de caução foram

Leia mais

5º Workshop da Plataforma do Empreendedor

5º Workshop da Plataforma do Empreendedor 5º Workshop da Plataforma do Empreendedor Lisboa, AIP-CE 27 de Maio de 2010 EMPREENDEDORISMO Da ideia à actividade. O Montepio apoia a criação de negócios independentemente da sua dimensão e está disponível

Leia mais

Software para Gestão de Bilhética

Software para Gestão de Bilhética Innux Ticket A gestão de bilhética em eventos exige um aplicativo que alie a máxima rapidez a um manuseamento intuitivo para os seus utilizadores, por forma a garantir o controlo de acessos ao recinto.

Leia mais

Excelência Proximidade Profissionalismo. É bom saber que pode contar com quem está ao seu lado. 300 Anos de Experiência. 50 Milhões de Clientes

Excelência Proximidade Profissionalismo. É bom saber que pode contar com quem está ao seu lado. 300 Anos de Experiência. 50 Milhões de Clientes Oferta de Cooperação Barclays at Work 1 / 7 Excelência Proximidade Profissionalismo É bom saber que pode contar com quem está ao seu lado 300 Anos de Experiência 50 Milhões de Clientes 60 Países Spliu

Leia mais

Condições Gerais para a Prestação de Serviços de Investimento

Condições Gerais para a Prestação de Serviços de Investimento Condições Gerais para a Prestação de Serviços de Investimento Versão: 6.0 Data inicial: 2007/10/31 Última alteração: 2014/09/18 Mod. 853E/2007 Banco Popular Portugal, S.A. 2/14 As presentes Condições Gerais

Leia mais

Vodafone Negócios. Red é todas as coisas boas para o seu negócio. Sem preocupações, sem limites.

Vodafone Negócios. Red é todas as coisas boas para o seu negócio. Sem preocupações, sem limites. Vodafone Negócios Red é todas as coisas boas para o seu negócio Sem preocupações, sem limites. Vodafone Red Pro Chamadas e SMS para todas as redes Número fixo no telemóvel com funcionalidades One Net

Leia mais