ESPECIAL. PAVISERVICE Com mais de 15 anos de mercado, empresa é referência em obras rodoviárias

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESPECIAL. PAVISERVICE Com mais de 15 anos de mercado, empresa é referência em obras rodoviárias"

Transcrição

1 ESPECIAL PAVISERVICE Com mais de 15 anos de mercado, empresa é referência em obras rodoviárias 22 Brasil Vias Edição 60 Maio/2012

2 Presente em vários Estados, a Paviservice está entre as cinco maiores empresas de Construção do Nordeste A qualidade dos serviços realizados e a eficiência na execução dos projetos fizeram da empresa uma referência no setor da construção pesada. Após iniciar as atividades na Bahia, em 1996, com foco para a manutenção rodoviária, hoje a empresa está presente, por meio de suas obras, em Minas Gerais, Mato Grosso, Maranhão, Sergipe, Paraíba, Pernambuco e Tocantins. No ramo da infraestrutura rodoviária, a empreiteira se destaca pelos serviços nas áreas - restauração de rodovias, além de serviços específicos como escavações de solos; compactação de aterros; desmonte de ro- ma empresa sólida, com mais de quinze anos de atuação mercado brasileiro, uma frota composta de mais de 300 máquinas pesadas e cerca de três mil quilômetros de estradas restauradas e conservadas. A Paviservice Serviços de Pavimentação Ltda., com sede no bairro Rio Vermelho, região sul de Salvador, figura hoje entre as mais importantes empresas de infraestrutura do País. A empresa, que possui mais de 900 funcionários, ficou entre as cinco maiores empresas de Construção do Norte e Nordeste e em 63º lugar do Brasil, no ano de 2010, de acordo com o Ranking da revista O Empreiteiro. 23

3 ESPECIAL Recuperação da BR-415, na Bahia: obras serão concluídas em setembro chas; britagem; fresagem; execução de base e sub- -base; misturas asfálticas a quente, pré-misturado a frio; lama asfáltica, microrevestimento, tratamentos superficiais, Obras de Arte ção rodoviária; drenagem, reciclagem de pavimentos delgado utilizado para rejuvenescimento do pavimento, composto por uma camada de Tratamento Superficial e outra camada de microrrevestimento as- Contratos em execução Com onze contratos em execução, entre as obras em andamento se destacam a BR-116, na Bahia, e a BR-242, no Mato Grosso. Na BR-116, a empresa realiza obras de recuperação de pavimento em aproximadamente 200 quilômetros da rodovia. A Paviservice é responsável ao km 826,9 incluso Contorno de Vitória da Os serviços incluem ainda reparos localizados, superficiais e profundos, drenagem, reperfilagem com massa fina de PMQ, fresagem, recomposição com CBUQ e aplicação de microrrevestimento a frio com polímero. As obras, que tiveram início em setembro de 2011, tem previsão de entrega em setembro deste ano. Na BR-242, que liga o município de Sorriso teira realiza intervenções no lote 4, em consórcio com a empresa Dínamo. As obras de implantação da rodovia neste trecho, com 36,8 quilômetros, fo- 24 Brasil Vias Edição 60 Maio/2012

4 ram iniciadas em maio de 2011 e devem ser concluídas em janeiro de Atualmente a empresa também trabalha na recuperação da BR-415, e Ibicaraí, na Bahia, em um trecho de 28,5 km. A previsão de término é em setembro deste ano. Crema Na BR-349, em São - à divisa BA/GO - cerca de 88 quilômetros da rodovia foram restaurados pela Paviservice, em 2011, por meio do Crema 1ª etapa. Na BR-153, em Minas Gerais, a Paviservice realiza, em consórcio com a SVC Construção, obras de restauração e manutenção em dois trechos da rodovia federal em um total de 137 quilômetros, dentro do Programa Crema 1ª etapa. As obras serão finalizadas em julho deste ano. Outra intervenção importante, realizada pela construtora, foi a restauração de 293 quilômetros da BR-020, na Bahia. Uma obra importante em termos de valor e de extensão, avalia o presidente da Paviservice, Ronald Velame. O empreendimento, realizado por meio de licitação, foi o primeiro contrato executado para o DNIT de Infraestrutura de Trans- Além do DNIT, a Paviservice possui em sua carteira de clientes a Secretaria de Infraestrutura da Bahia, Secretaria de Infraestrutura do Mato Grosso, DER-SE, DERSA estrutura de Transportes Bahia. Para a restauração e manutenção das estradas a empreiteira dispõe de uma moderna frota composta de centenas de máquinas pesadas e equipamentos, veículos leves e pesados além de três usi- BR-242, no Mato Grosso: empresa atua na construção da rodovia em um trecho de cerca de 36 quilômetros Brasil Vias Edição 60 Maio/

5 ESPECIAL BR-153, em Minas Gerais: por meio do Crema, a Paviservice realiza obras de restauração e manutenção em 137 quilômetros da rodovia nas de asfalto quente e de microrrevestimento. Ciclo de expansão Entre 2005 e 2010, a construtora vivenciou um ciclo de grande expansão, acompanhando a evolução de todo o setor de infraestrutura, impulsionado pelo Programa de Aceleração do Crescimento recuperação e restauração de rodovias dos governos estaduais. Expansão esta que refletiu diretamente no faturamento da empresa que atingiu 200 milhões de reais em Nesse período, além do aumento da contratação de mão de obra, a empresa investiu também em máquinas e equipamentos para atender à crescente demanda. Segundo o executivo, em 2011, com a queda dos investimentos por parte do governo federal, e a diminuição do ritmo das obras devido à crise institucional que culminou com a saída do ministro dos Transportes e a mudança de gestão no DNIT, houve redução no faturamento. Entretanto, para 2012, nossa expectativa é fechar o ano com uma receita de 150 milhões de reais. Para o engenheiro, hoje há uma certa descontinuidade no mercado em relação às obras. A partir de 2011 o mercado mudou, as empresas investiram muito, compraram mais máquinas, mais usinas de asfalto, aumentaram sua capacidade operacional e, de repente, houve uma redução significativa de investimentos, o DNIT chegou a licitar em torno de 20% do que vinha licitando e contratando nos anos anteriores. Então isso gerou uma descontinuidade muito grande para as empresas, analisa Velame. Esperamos o retorno da normalidade, a partir de agora para que as empresas possam continuar investindo, acrescenta. 26 Brasil Vias Edição 60 Maio/2012

6 Os bons resultados nos negócios e o crescimento ao longo desses 15 anos de mercado são resultados da eficiente execução dos contratos, às novas tecnologias, além de uma política de gestão de valorização profissional e de respeito aos fornecedores, colaboradores e ao meio ambiente. Desde que foi fundada, em 1996, a Paviservice tem contribuído para a melhoria das estradas brasileiras, para o desenvolvimento da infraestrutura, e mais que isso, para o desenvolvimento socioeconômico e para a consolidação do País no ranking das melhores engenharias do mundo. Importantes obras da Paviservice no Estado da Bahia: à esquerda, BR-349, em São Felix do Coribe, e, abaixo, BR-116 Brasil Vias Edição 60 Maio/

ÓRGÃO LICITANTE: DER/MG EDITAL: CP nº 022/2013

ÓRGÃO LICITANTE: DER/MG EDITAL: CP nº 022/2013 14/03/2013 - EDIÇÃO Nº 042- PÁG. 1/5 ÓRGÃO LICITANTE: DER/MG EDITAL: CP nº 022/2013 menor preço, para serviços de recuperação e manutenção rodoviária, Programa PROMG, de acordo com o Termo de referência,

Leia mais

CURSO: EXECUÇÃO E FISCALIZAÇÃO DE OBRAS DE PAVIMENTAÇÃO

CURSO: EXECUÇÃO E FISCALIZAÇÃO DE OBRAS DE PAVIMENTAÇÃO CURSO: EXECUÇÃO E FISCALIZAÇÃO DE OBRAS DE PAVIMENTAÇÃO AUTOR DO LIVRO: Manual de Obras Rodoviárias e Pavimentação Urbana Execução e Fiscalização. Eng. Elci Pessoa Júnior, mais vendido da Ed. PINI no tema

Leia mais

FLUXO MANUTENÇÃO, REPARAÇÃO E INSTALAÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO MANUTENÇÃO, REPARAÇÃO E INSTALAÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO MANUTENÇÃO, REPARAÇÃO E INSTALAÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO MANUTENÇÃO, REPARAÇÃO E INSTALAÇÃO

Leia mais

Índice. Estádio Nilton Santos - Palmas, TO. A LCM Diferenciais Estrutura Capital Humano Sustentabilidade Missão/Qualidade Valores Clientes

Índice. Estádio Nilton Santos - Palmas, TO. A LCM Diferenciais Estrutura Capital Humano Sustentabilidade Missão/Qualidade Valores Clientes Índice Estádio Nilton Santos - Palmas, TO A LCM Diferenciais Estrutura Capital Humano Sustentabilidade Missão/Qualidade Valores Clientes 6 8 10 12 14 16 18 20 A LCM - Construção e Comércio S/A Nós somos

Leia mais

Errata Nº 02 Edital Nº 0364/2007-18 CONCORRÊNCIA PÚBLICA

Errata Nº 02 Edital Nº 0364/2007-18 CONCORRÊNCIA PÚBLICA Ministério dos Transportes Departamento Nacional de Infra-estrutura de Transportes SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL/DNIT/PI Errata Nº 02 Edital Nº 0364/2007-18 CONCORRÊNCIA PÚBLICA 1 LOTE 01: No QUADRO DE QUANTIDADES,

Leia mais

Especificações Técnicas

Especificações Técnicas Especificações Técnicas Metodologia Técnicaeformadecoleta: Quantitativa: survey telefônico, com amostra 2.322 entrevistas, realizadas entre os dias 17 de junho e 07 de julho de 2009, pelo Instituto Vox

Leia mais

MANUAL DO PROPRIETÁRIO

MANUAL DO PROPRIETÁRIO MANUAL DO PROPRIETÁRIO JÁ NAS BOAS-VINDAS, A CERTEZA DE TER FEITO O MELHOR NEGÓCIO. Parabéns! Agora, na melhor localização de Palhoça, você vai longe. E a Lumis tem orgulho em fazer parte desta importante

Leia mais

DEPUTADO SIMÃO SESSIM PP/RJ. seguinte discurso) Senhor presidente, senhoras e senhores. deputados, há poucos dias o próprio Governo Federal admitiu

DEPUTADO SIMÃO SESSIM PP/RJ. seguinte discurso) Senhor presidente, senhoras e senhores. deputados, há poucos dias o próprio Governo Federal admitiu DEPUTADO SIMÃO SESSIM PP/RJ D04102005 O SR. SIMÃO SESSIM (PP-RJ. Pronuncia o seguinte discurso) Senhor presidente, senhoras e senhores deputados, há poucos dias o próprio Governo Federal admitiu que quase

Leia mais

CURSO: EXECUÇÃO E FISCALIZAÇÃO DE OBRAS DE PAVIMENTAÇÃO

CURSO: EXECUÇÃO E FISCALIZAÇÃO DE OBRAS DE PAVIMENTAÇÃO Elci Pessoa Júnior AUTOR DO LIVRO: Manual de Obras Rodoviárias e Pavimentação Urbana Execução e Fiscalização. Best Seller da Ed. PINI (http://loja.pini.com.br/pini/vitrines/maisvendidos.aspx) CURSO: EXECUÇÃO

Leia mais

PROJETO CALCÁRIO SUL DA BAHIA

PROJETO CALCÁRIO SUL DA BAHIA PROJETO CALCÁRIO SUL DA BAHIA 1 ÍNDICE DE PROJETO Introdução O uso diversificado de calcário Estudo de mercado PCC (carbonato de cálcio precipitado) GCC (carbonato de cálcio moído) Potencialidade econômica

Leia mais

PROTEÇÃO AMBIENTAL A UTILIZAÇÃO DE BRITA DE ARDÓSIA NA PAVIMENTAÇÃO DE VIAS RODAGEM

PROTEÇÃO AMBIENTAL A UTILIZAÇÃO DE BRITA DE ARDÓSIA NA PAVIMENTAÇÃO DE VIAS RODAGEM PROTEÇÃO AMBIENTAL A UTILIZAÇÃO DE BRITA DE ARDÓSIA NA PAVIMENTAÇÃO DE VIAS RODAGEM UM EMPREENDIMENTO PIONEIRO BEM SUCEDIDO E COM EXCELENTES PERSPECTIVAS Uma Visão Geral da Empresa Micapel Slate é uma

Leia mais

50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias

50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias 50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias Pesquisa realizada pela Rizzo Franchise e divulgada pela revista Exame listou as 50 cidades com as melhores oportunidades para abertura de

Leia mais

Reunião Pública. 17 de novembro de 2015. Relações com Investidores

Reunião Pública. 17 de novembro de 2015. Relações com Investidores Reunião Pública 17 de novembro de 2015 Relações com Investidores Índice Pag. 3 1.Desempenho 9M15 2.Endividamento 3.Investimentos 4.Compromisso Arteris 1. Desempenho 9M15 Operacional e Financeiro Destaques

Leia mais

ELABORAÇÃO DE PROJETO EXECUTIVO DE ENGENHARIA DE DUPLICAÇÃO, RESTAURAÇÃO E MELHORAMENTOS DA RODOVIA BR-381/MG

ELABORAÇÃO DE PROJETO EXECUTIVO DE ENGENHARIA DE DUPLICAÇÃO, RESTAURAÇÃO E MELHORAMENTOS DA RODOVIA BR-381/MG DNIT - SREMG João Monlevade - 28/06/2012 ELABORAÇÃO DE PROJETO EXECUTIVO DE ENGENHARIA DE DUPLICAÇÃO, RESTAURAÇÃO E MELHORAMENTOS DA RODOVIA BR-381/MG RODOVIA: BR-381MG TRECHO: DIVISA ES/MG - DIV. MG/SP

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2002 UF: GO Nome do programa de trabalho: Construção de Trechos Rodoviários no Corredor Araguaia-Tocantins

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL CONCESSIONÁRIA: RODOVIA: TRECHO: EXTENSÃO: BR-290/RS & BR-116/RS 121,00 KM PORTO ALEGRE RS CONCEPA OSÓRIO PORTO ALEGRE - GUAÍBA

RELATÓRIO MENSAL CONCESSIONÁRIA: RODOVIA: TRECHO: EXTENSÃO: BR-290/RS & BR-116/RS 121,00 KM PORTO ALEGRE RS CONCEPA OSÓRIO PORTO ALEGRE - GUAÍBA RELATÓRIO MENSAL CONCESSIONÁRIA: RODOVIA: TRECHO: EXTENSÃO: CONCEPA BR-290/RS & BR-116/RS OSÓRIO PORTO ALEGRE - GUAÍBA 121,00 KM PORTO ALEGRE RS DEZEMBRO DE 2015 ÍNDICE ITEM DESCRIÇÃO PÁGINA 1. Informações

Leia mais

ANEXO VI MODELO DE APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA

ANEXO VI MODELO DE APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA ANEXO VI MODELO DE APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA EDITAL Nº OBJETO: RAZÃO SOCIAL: CNPJ: INSCRIÇÃO ESTADUAL Nº: TELEFONE/FAX/EMAIL O valor da proposta é de R$(), referente à execução dos serviços contratados

Leia mais

De acordo com o nível de Governo, os órgãos rodoviários classificam-se em: Federais, Estaduais e Municipais.

De acordo com o nível de Governo, os órgãos rodoviários classificam-se em: Federais, Estaduais e Municipais. 2. A ORGANIZAÇÃO RODOVIÁRIA De acordo com o nível de Governo, os órgãos rodoviários classificam-se em: Federais, Estaduais e Municipais. Esfera Federal de Governo DNIT - Departamento Nacional de Infra-estrutura

Leia mais

AUTOPISTA FERNÃO DIAS S.A. CNPJ/MF n 09.326.342/0001-70 NIRE 31.300.026.426 Companhia Aberta

AUTOPISTA FERNÃO DIAS S.A. CNPJ/MF n 09.326.342/0001-70 NIRE 31.300.026.426 Companhia Aberta AUTOPISTA FERNÃO DIAS S.A. CNPJ/MF n 09.326.342/0001-70 NIRE 31.300.026.426 Companhia Aberta ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 23 DE ABRIL DE 2010 1. Data, Hora e Local: Aos vinte

Leia mais

Reunião pública Dezembro, 2010

Reunião pública Dezembro, 2010 Reunião pública Dezembro, 2010 Agenda Conhecendo a Mills Divisões da Mills Plano de crescimento Mills Visão geral Liderança de mercado incontestável no fornecimento de formas para concretagem e estruturas

Leia mais

Manutenção da Ponte Tocantins Estrada de Ferro Carajás / Km 724 + 806 - Marabá / PA

Manutenção da Ponte Tocantins Estrada de Ferro Carajás / Km 724 + 806 - Marabá / PA Manutenção da Ponte Tocantins Estrada de Ferro Carajás / Km 724 + 806 - Marabá / PA Introdução A Vale é a empresa que mais investe em logística no Brasil. Ao longo dos anos, temos trabalhado para aprimorar

Leia mais

Estradeiro BR-163. Movimento Pró-Logística/Aprosoja

Estradeiro BR-163. Movimento Pró-Logística/Aprosoja Estradeiro BR-163 Movimento Pró-Logística/Aprosoja O Estradeiro Pelo terceiro ano consecutivo, a Aprosoja realiza estradeiros pelas principais vias de escoamento da produção agrícola de Mato Grosso, com

Leia mais

Abril/2016. Perspectivas para o setor de infraestrutura no Estado do Rio de Janeiro

Abril/2016. Perspectivas para o setor de infraestrutura no Estado do Rio de Janeiro Abril/2016 Perspectivas para o setor de infraestrutura no Estado do Rio de Janeiro Sumário Quem somos Cenário PPPs e Concessões Desafios do atual modelo Proposta da AEERJ Projetos do ERJ : pontos críticos

Leia mais

PROJETO BR-040 3ª ETAPA DE CONCESSÕES RODOVIÁRIAS - FASE 1 BNDES. Sistema Rodoviário Federal Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal

PROJETO BR-040 3ª ETAPA DE CONCESSÕES RODOVIÁRIAS - FASE 1 BNDES. Sistema Rodoviário Federal Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal BNDES 3ª ETAPA DE CONCESSÕES RODOVIÁRIAS - FASE 1 Sistema Rodoviário Federal Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal GO BA DISTRITO FEDERAL MINAS GERAIS GOIÁS BR 116 BR 040 BR 381 ES PROJETO BR-040 SP RJ

Leia mais

ÓRGÃO LICITANTE: DER/MG ADIAMENTO EDITAL: CP nº 032/2012

ÓRGÃO LICITANTE: DER/MG ADIAMENTO EDITAL: CP nº 032/2012 29/08/2012 - EDIÇÃO Nº 153- PÁG. 1/8 ÓRGÃO LICITANTE: DER/MG ADIAMENTO EDITAL: CP nº 032/2012 menor preço, para Contratação de Empresa para execução dos serviços abaixo descritos, no Perímetro Urbano de

Leia mais

Especialistas apontam caminhos para crescimento da pavimentação rígida no País

Especialistas apontam caminhos para crescimento da pavimentação rígida no País Página 1 de 9 Reportagens @@imagem_topo Quilômetros a conquistar Especialistas apontam caminhos para crescimento da pavimentação rígida no País Por Eliane Quinalia Conhecidos por sua durabilidade e resistência,

Leia mais

Método utiliza blocos de EPS no aterro de viaduto em Jundiaí, interior de São Paulo

Método utiliza blocos de EPS no aterro de viaduto em Jundiaí, interior de São Paulo Método utiliza blocos de EPS no aterro de viaduto em Jundiaí, interior de São Paulo Em substituição ao aterro feito com terra, tecnologia está sendo executada pela Rota das Bandeiras, empresa do grupo

Leia mais

FLUXO FABRICAÇÃO DE MÁQUINAS, APARELHOS E MATERIAIS ELÉTRICOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO FABRICAÇÃO DE MÁQUINAS, APARELHOS E MATERIAIS ELÉTRICOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO FABRICAÇÃO DE MÁQUINAS, APARELHOS E MATERIAIS ELÉTRICOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DAPARAÍBA

Leia mais

PARCERIA ÚNICO X GREEN METALS

PARCERIA ÚNICO X GREEN METALS 1 SOBRE A ÚNICO: Com o objetivo de popularizar o uso do asfalto no país, a Único Pavimentos iniciou a sua empreitada no segmento de massa asfáltica aplicada a frio. A necessidade de oferecer segurança

Leia mais

O TERRITÓRIO BRASILEIRO. 6. Fronteiras Terrestres

O TERRITÓRIO BRASILEIRO. 6. Fronteiras Terrestres O TERRITÓRIO BRASILEIRO 6. Fronteiras Terrestres Até o começo do século XVII, os colonizadores se concentraram em cidades fundadas na região litorânea do Brasil, principalmente no Nordeste. A principal

Leia mais

PIB DO ESTADO DE RONDÔNIA 2007

PIB DO ESTADO DE RONDÔNIA 2007 PIB DO ESTADO DE RONDÔNIA 2007 Para o ano de 2007, o Produto Interno Bruto PIB do Estado de Rondônia apresentou um crescimento de 5,2% em relação ao ano anterior, ficando assim com 16ª a colocação no ranking

Leia mais

UTILIZAÇÃO DO GEOTÊXTIL BIDIM COMO ELEMENTO DE SEPARAÇÃO E REFORÇO EM MURO DE GABIÃO NA OBRA LINHA VERMELHA FASE I SÃO CRISTOVÃO ILHA DO GOVERNADOR

UTILIZAÇÃO DO GEOTÊXTIL BIDIM COMO ELEMENTO DE SEPARAÇÃO E REFORÇO EM MURO DE GABIÃO NA OBRA LINHA VERMELHA FASE I SÃO CRISTOVÃO ILHA DO GOVERNADOR UTILIZAÇÃO DO GEOTÊXTIL BIDIM COMO ELEMENTO DE SEPARAÇÃO E REFORÇO EM MURO DE GABIÃO NA OBRA LINHA VERMELHA FASE I SÃO CRISTOVÃO ILHA DO GOVERNADOR Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim Colaboração:

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM EM SISTEMA DE DRENAGEM PROFUNDA NA RODOVIA BR116 TRECHO ALÉM PARAÍBA-TERESÓPOLIS RJ

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM EM SISTEMA DE DRENAGEM PROFUNDA NA RODOVIA BR116 TRECHO ALÉM PARAÍBA-TERESÓPOLIS RJ UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM EM SISTEMA DE DRENAGEM PROFUNDA NA RODOVIA BR116 TRECHO ALÉM PARAÍBA-TERESÓPOLIS RJ Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim Distribuidor: Geomaks Comércio de Geossintéticos

Leia mais

Ministério dos Transportes

Ministério dos Transportes Ministério dos Transportes DNIT Investimentos do Governo Federal no Estado do Rio Grande do Sul Rodovias Palestrante: Hideraldo Luiz Caron Diretor de Infra-estrutura Rodoviária do DNIT Outubro/2008 2 PROGRAMA

Leia mais

PROGRAMA DE MANUTENÇÃO RODOVIÁRIA (CONSERVAÇÃO / RECUPERAÇÃO) PLANO DE TRABALHO E ORÇAMENTO (PATO)

PROGRAMA DE MANUTENÇÃO RODOVIÁRIA (CONSERVAÇÃO / RECUPERAÇÃO) PLANO DE TRABALHO E ORÇAMENTO (PATO) M I N I S T É R I O D O S T R A N S P O R T E S DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO ESTADO DE MATO GROSSO UNIDADE LOCAL DE CÁCERES-MT PROGRAMA DE MANUTENÇÃO

Leia mais

Relatório de Estágio Supervisionado

Relatório de Estágio Supervisionado PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL Relatório de Estágio Supervisionado Karla Gomes Pio Corrêa Goiânia, 2013/2 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO

Leia mais

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM Estrutura da Secretaria de Logística e Transportes Malha Rodoviária do Estado de São Paulo Data Base: outubro/2012 Pesquisa Rodoviária Principais Corredores CNT SEST/SENAT 2012 Pesquisa Rodoviária Principais

Leia mais

Infra-estrutura de Minas Gerais: Prazo de validade vencido. Realização: Sinaenco

Infra-estrutura de Minas Gerais: Prazo de validade vencido. Realização: Sinaenco Infra-estrutura de Minas Gerais: Prazo de validade vencido Realização: Sinaenco Objetivos Alertar as autoridades e a sociedade sobre a urgência e a importância da adoção por parte dos órgãos públicos das

Leia mais

1ª Edição do Banco de Dados das PPPs

1ª Edição do Banco de Dados das PPPs 1ª Edição do Banco de Dados das PPPs Bruno Ramos Pereira Flávio Marques Prol Julho de 2011 Sumário 1. Sumário executivo... 2 2. Por que um banco de dados sobre as PPPs?... 3 3. Seleção dos editais e contratos...

Leia mais

Endria Rayana da Silva Costa (UEAP) endria_rayana@hotmail.com Wylckson Machado Costa (UEAP) wylckson93@gmail.com

Endria Rayana da Silva Costa (UEAP) endria_rayana@hotmail.com Wylckson Machado Costa (UEAP) wylckson93@gmail.com ANÁLISE DE VIABILIDADE ECONÔMICA DE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA COM CONCRETO BETUMINOSO USINADO A QUENTE E AREIA ASFALTO USINADO A QUENTE A CUSTOS DE MACAPÁ Endria Rayana da Silva Costa (UEAP) endria_rayana@hotmail.com

Leia mais

Sciesp. Clipping 19.07. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1

Sciesp. Clipping 19.07. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 Sciesp Clipping 19.07 A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 DESTAK Desapropriações vão atingir 12 mil imóveis 19/07/2011 Até

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO CAMADA ANTI-REFLEXÃO DE TRINCAS NA RESTAURAÇÃO DA RODOVIA BR-392 PELOTAS RS

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO CAMADA ANTI-REFLEXÃO DE TRINCAS NA RESTAURAÇÃO DA RODOVIA BR-392 PELOTAS RS UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO CAMADA ANTI-REFLEXÃO DE TRINCAS NA RESTAURAÇÃO DA RODOVIA BR-392 PELOTAS RS Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim Distribuidor: Drenamac Consultoria e Rep. Ltda.

Leia mais

PROGRAMA DE MANUTENÇÃO RODOVIÁRIA (CONSERVAÇÃO / RECUPERAÇÃO) PLANO DE TRABALHO E ORÇAMENTO (PATO)

PROGRAMA DE MANUTENÇÃO RODOVIÁRIA (CONSERVAÇÃO / RECUPERAÇÃO) PLANO DE TRABALHO E ORÇAMENTO (PATO) M I N I S T É R I O D O S T R A N S P O R T E S DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO ESTADO DE DE MATO GROSSO UNIDADE LOCAL DE CÁCERES-MT PROGRAMA DE MANUTENÇÃO

Leia mais

Pronatec Senac Online

Pronatec Senac Online Pronatec Senac Online Introdução 3ª edição Nesta terceira edição, serão apresentados os dados do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) referentes ao mês de março de 2013. Esses

Leia mais

20/12/2013 Rompimento de bueiros e da pista com excesso de águas

20/12/2013 Rompimento de bueiros e da pista com excesso de águas 1 Situação das rodovias Chuvas 2013/2014 Atualização: 27/06/2014 17h BA BR-235 Perímetro urbano da cidade de Uaua Km 230 20/12/2013 Rompimento de bueiros e da pista com excesso de águas Equipe no local

Leia mais

BR 163 Divisa de MT/PA - Santarém. Figura 01: Mapa da BR 163.

BR 163 Divisa de MT/PA - Santarém. Figura 01: Mapa da BR 163. BR 163 Divisa de MT/PA - Santarém Figura 01: Mapa da BR 163. 1 O Estado de Mato Grosso é um dos principais produtores agrícolas do país, sendo o primeiro produtor de soja, algodão e gado de corte e o segundo

Leia mais

A PAVIMENTAÇÃO E REVITALIZAÇÃO DA BR-135

A PAVIMENTAÇÃO E REVITALIZAÇÃO DA BR-135 Ano 1, número 1 - Distribuição Gratuita, Venda Proibida A PAVIMENTAÇÃO E REVITALIZAÇÃO DA BR-135 Realizada pelo Ministério dos Transportes e executada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes

Leia mais

Duplicação BR-101 Sul - Santa Catarina

Duplicação BR-101 Sul - Santa Catarina DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES Duplicação BR-101 Sul - Santa Catarina (Palhoça Passo de Torres/Divisa SC-RS) Relatório de andamento de obras Junho 2013 Fase 1 Obras contratadas

Leia mais

O nosso negócio é o desenvolvimento

O nosso negócio é o desenvolvimento O nosso negócio é o desenvolvimento APOIO A INDÚSTRIA DE CAFÉ SUPERINTENDÊNCIA ESTADUAL DA BAHIA Novembro 2012 FNE para Indústria de Café Missão do Banco do Nordeste Atuar na promoção do desenvolvimento

Leia mais

Qualidade dos Serviços Situação Atual e Perspectivas COELCE 30/06/2011

Qualidade dos Serviços Situação Atual e Perspectivas COELCE 30/06/2011 Qualidade dos Serviços Situação Atual e Perspectivas COELCE 30/06/2011 Agenda O grupo Endesa 1 Características da COELCE e do estado do Ceará 2 Qualidade dos Serviços Técnicos e Comerciais 3 Investimentos

Leia mais

APRESENTAÇÃO PARA O SENADO FEDERAL

APRESENTAÇÃO PARA O SENADO FEDERAL APRESENTAÇÃO PARA O SENADO FEDERAL 1 - CENÁRIO DE SETEMBRO DE 2011. 105 CONTRATOS DE PROJETOS DE ENGENHARIA PARA MANUTENÇÃO ESTRUTURADA COM GESTÃO DEFICIENTE. TODOS INCOMPLETOS E NENHUM SE TRANSFORMOU

Leia mais

UTILIZAÇÃO GEOTÊXTIL BIDIM COMO CAMADA ANTI-REFLEXÃO DE TRINCAS NO RECAPEAMENTO DA RODOVIA BR-040 NOVA LIMA MG

UTILIZAÇÃO GEOTÊXTIL BIDIM COMO CAMADA ANTI-REFLEXÃO DE TRINCAS NO RECAPEAMENTO DA RODOVIA BR-040 NOVA LIMA MG UTILIZAÇÃO GEOTÊXTIL BIDIM COMO CAMADA ANTI-REFLEXÃO DE TRINCAS NO RECAPEAMENTO DA RODOVIA BR-040 NOVA LIMA MG Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim Distribuidor: Bimig Comércio e Representação

Leia mais

SONDAGEM DE EXPECTATIVAS DA INDÚSTRIA DE PRÉ-FABRICADOS DE CONCRETO. Fundação Getulio Vargas

SONDAGEM DE EXPECTATIVAS DA INDÚSTRIA DE PRÉ-FABRICADOS DE CONCRETO. Fundação Getulio Vargas SONDAGEM DE EXPECTATIVAS DA INDÚSTRIA DE PRÉ-FABRICADOS DE CONCRETO Fundação Getulio Vargas FGV Dezembro 2013 HISTÓRICO RECENTE A SONDAGEM HISTÓRICO RECENTE Evolução do PIB e VA 20,0% 15,0% 10,0% Taxas

Leia mais

Nota Técnica Número 03 fevereiro 2013

Nota Técnica Número 03 fevereiro 2013 SINDIFERN Nota Técnica Número 03 fevereiro 2013 Arrecadação de ICMS no Estado do Rio Grande do Norte: uma análise da evolução em anos recentes Introdução O presente estudo dedica-se a informação e análise

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES IMOBILIÁRIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES IMOBILIÁRIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Estados Norte 7.938 0,37 0 0,00-7.938 0,37

Leia mais

GERAÇÃO DO RCC COM CNPJ (CONSTRUTORAS FORMAIS) => 25% SEM CNPJ (MERCADO INFORMAL) => 25% COM CPF (AUTÔNOMOS) => 15% SEM CPF (LIMPEZA PÚBLICA) => 35%

GERAÇÃO DO RCC COM CNPJ (CONSTRUTORAS FORMAIS) => 25% SEM CNPJ (MERCADO INFORMAL) => 25% COM CPF (AUTÔNOMOS) => 15% SEM CPF (LIMPEZA PÚBLICA) => 35% GERAÇÃO DO RCC COM CNPJ (CONSTRUTORAS FORMAIS) => 25% SEM CNPJ (MERCADO INFORMAL) => 25% COM CPF (AUTÔNOMOS) => 15% SEM CPF (LIMPEZA PÚBLICA) => 35% LEGISLAÇÃO PERTINENTE - Resolução CONAMA n 307/2002

Leia mais

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Portuária e Construção Civil AULA 1 Prof.ª Marivaldo Oliveira

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Portuária e Construção Civil AULA 1 Prof.ª Marivaldo Oliveira FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho Módulo de Portuária e Construção Civil AULA 1 Prof.ª Marivaldo Oliveira COMPETÊNCIAS QUE TRABALHAREMOS NESTE MÓDULO Desenvolver e aplicar os conceitos de

Leia mais

RELATÓRIO SITUAÇÃO DA MT - 100

RELATÓRIO SITUAÇÃO DA MT - 100 RELATÓRIO SITUAÇÃO DA MT - 100 Novembro/2014 1. Introdução O Movimento Pró-Logística, que reúne as entidades Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado de Mato Grosso (APROSOJA-MT), Associação

Leia mais

SECRETARIA DE OBRAS PROJETO BÁSICO DE ENGENHARIA

SECRETARIA DE OBRAS PROJETO BÁSICO DE ENGENHARIA PREFEITURA MUNICIPAL DE GOIATUBA / GO SECRETARIA DE OBRAS PROJETO BÁSICO DE ENGENHARIA SOLUÇÃO 1 - APLICAÇÃO DE MICRO REVESTIMENTO E EXECUÇÃO DE TAPA BURACO GOIATUBA/GO JULHO/2013 1. INTRODUÇÃO A Prefeitura

Leia mais

EXTRATO DAS DELIBERAÇÕES DA 44ª REUNIÃO DA DIRETORIA COLEGIADA DO DNIT

EXTRATO DAS DELIBERAÇÕES DA 44ª REUNIÃO DA DIRETORIA COLEGIADA DO DNIT EXTRATO DAS DELIBERAÇÕES DA 44ª REUNIÃO DA DIRETORIA COLEGIADA DO DNIT A Diretoria Colegiada desta Autarquia, em sua 44ª Reunião, realizada no dia 19/11/2013, com início às 15 horas e 10 minutos, proferiu

Leia mais

14 de maio de 2013 Belo Horizonte (MG)

14 de maio de 2013 Belo Horizonte (MG) 14 de maio de 2013 Belo Horizonte (MG) Empresa: Mineração Maracá Indústria e Comércio Trabalho premiado: Avaliação do uso de correntes em caminhões fora de estrada Categoria: Lavra Autores: Bolívar Augusto

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR SP CEP: 12236-660 www.unianhanguera.edu.br ADMINISTRAÇÃO Colaborativa Disciplina: DPP Prof º. Tutor Presencial Trabalho, emprego e empregabilidade Área de atuação pesquisada 1. Engenheiro Petroquímico

Leia mais

Uma história de confiança.

Uma história de confiança. Uma história de confiança. Tudo começou em março de 1969. Já na década de 70, impulsionada pelo chamado milagre econômico brasileiro, decorrente de maciços investimentos governamentais em infraestrutura

Leia mais

do estado do Rio Grande do Sul lidera o ranking estadual com 221%, seguido por Minas Gerais na vice-liderança, com 179%.

do estado do Rio Grande do Sul lidera o ranking estadual com 221%, seguido por Minas Gerais na vice-liderança, com 179%. IBEF apoia reequilíbrio das dívidas dos estados e municípios com a União Pernambuco está em situação confortável se comparado a outros estados. Confira os números O Instituto Brasileiro de Executivos de

Leia mais

AUTOPISTA LITORAL SUL S.A. CNPJ/MF N 09.313.969/0001-97 NIRE 42.3.0003210-7 Companhia Aberta

AUTOPISTA LITORAL SUL S.A. CNPJ/MF N 09.313.969/0001-97 NIRE 42.3.0003210-7 Companhia Aberta AUTOPISTA LITORAL SUL S.A. CNPJ/MF N 09.313.969/0001-97 NIRE 42.3.0003210-7 Companhia Aberta ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 23 DE MARÇO DE 2012 1. Data, Hora e Local: Aos vinte

Leia mais

Mapa do Encarceramento: os jovens do Brasil

Mapa do Encarceramento: os jovens do Brasil Mapa do Encarceramento: os jovens do Brasil O Mapa do Encarceramento: os jovens do Brasil é mais uma publicação do Plano Juventude Viva, que reúne ações de prevenção para reduzir a vulnerabilidade de jovens

Leia mais

Conheça a oportunidade de negócio da micro franquia Único Asfaltos.

Conheça a oportunidade de negócio da micro franquia Único Asfaltos. Conheça a oportunidade de negócio da micro franquia Único Asfaltos. A empresa Único Substituir o uso do cimento em ruas, praças e calçadas pelo asfalto é uma prática que tem ganhado força na Austrália,

Leia mais

É Presidente do Comitê de TIC - Tecnologia da Informação e Comunicação da Amcham - SP, Câmara Americana de Comércio de São Paulo.

É Presidente do Comitê de TIC - Tecnologia da Informação e Comunicação da Amcham - SP, Câmara Americana de Comércio de São Paulo. Direitos de Passagem e Termos de Permissão de Uso de Vias Públicas O objetivo deste tutorial é fazer com que você conheça os conceitos básicos sobre direitos de passagem e termos de permissão de uso de

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU Caracterização da obra Ano orçamento: 2002 UF: MG Nome do programa de trabalho: Adequação de Contornos Rodoviários no Corredor

Leia mais

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM Estrutura da Secretaria de Logística e Transportes Malha Rodoviária do Estado de São Paulo Data Base: outubro/2011 Pesquisa Rodoviária Principais Corredores CNT SEST/SENAT 2012 Pesquisa Rodoviária Principais

Leia mais

balanço 1Oº março >> junho 2014 A gente FAZ um brasil de oportunidades

balanço 1Oº março >> junho 2014 A gente FAZ um brasil de oportunidades balanço 1Oº março >> junho 2014 A gente FAZ um brasil de oportunidades Metrô de Salvador Linha 1 Trecho Lapa - Acesso Norte Salvador BA apresentação O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) completa

Leia mais

105S - Adequação de Trecho Rodoviário - Divisa SE/BA - Entroncamento BR-324 - na BR-101 - no Estado da Bahia

105S - Adequação de Trecho Rodoviário - Divisa SE/BA - Entroncamento BR-324 - na BR-101 - no Estado da Bahia Programa 2075 - Transporte Rodoviário Número de Ações 227 105S - Adequação de Trecho Rodoviário - Divisa SE/BA - Entroncamento BR-324 - na BR-101 - no Estado da Bahia UO: 39252 - Departamento Nacional

Leia mais

APRESENTAÇÃO. A Tibagi, tradicional empresa. engenharia, atua nas áreas da construção. mineração e ambiental. Aliando experiência e aplicação de

APRESENTAÇÃO. A Tibagi, tradicional empresa. engenharia, atua nas áreas da construção. mineração e ambiental. Aliando experiência e aplicação de APRESENTAÇÃO A Tibagi, tradicional empresa paranaense do ramo da engenharia, atua nas áreas da construção pesada, construção civil, mineração e ambiental. Aliando experiência e aplicação de novas tecnologias,

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2002 UF: MS Nome do programa de trabalho: Construção de Contornos Ferroviários no Corredor Sudoeste -

Leia mais

3 - MESA DIRETORA: MAURO RICARDO MACHADO COSTA - Presidente LUIZ PAULO RIBEIRO DA COSTA - Secretário

3 - MESA DIRETORA: MAURO RICARDO MACHADO COSTA - Presidente LUIZ PAULO RIBEIRO DA COSTA - Secretário COMPANHIA DE SANEAMENTO DO PARANÁ SANEPAR COMPANHIA ABERTA REGISTRO CVM 01862-7 CNPJ/MF 76.484.013/0001-45 ATA DA 5ª/2015 REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO SUMÁRIO 1 - DATA, HORA E LOCAL

Leia mais

Ministério dos Transportes A INFRAESTRUTURA PARA GRANDES EVENTOS NO BRASIL: RIO + 20 COPA DO MUNDO EM 2014 JOGOS OLÍMPICOS EM 2016

Ministério dos Transportes A INFRAESTRUTURA PARA GRANDES EVENTOS NO BRASIL: RIO + 20 COPA DO MUNDO EM 2014 JOGOS OLÍMPICOS EM 2016 Ministério dos Transportes A INFRAESTRUTURA PARA GRANDES EVENTOS NO BRASIL: RIO + 20 COPA DO MUNDO EM 2014 JOGOS OLÍMPICOS EM 2016 Brasília/DF, 2 de dezembro de 2010 Ligações entre as cidades-sede Rodovias

Leia mais

AUTOPISTA REGIS BITTENCOURT S.A. CNPJ/MF nº 09.336.431/0001-06 NIRE 35.300.352.335 Companhia Aberta

AUTOPISTA REGIS BITTENCOURT S.A. CNPJ/MF nº 09.336.431/0001-06 NIRE 35.300.352.335 Companhia Aberta AUTOPISTA REGIS BITTENCOURT S.A. CNPJ/MF nº 09.336.431/0001-06 NIRE 35.300.352.335 Companhia Aberta ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 24 DE JULHO DE 2012 1. Data, Hora e Local: Aos

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES PARA FRESAGEM DO PAVIMENTO - Página 1 de 1 ESPECIFICAÇÕES PARA FRESAGEM DO PAVIMENTO

ESPECIFICAÇÕES PARA FRESAGEM DO PAVIMENTO - Página 1 de 1 ESPECIFICAÇÕES PARA FRESAGEM DO PAVIMENTO ESPECIFICAÇÕES PARA FRESAGEM DO PAVIMENTO - Página 1 de 1 ESPECIFICAÇÕES PARA FRESAGEM DO PAVIMENTO 1.0 DEFINIÇÃO A fresagem de um pavimento (base ou revestimento) com o emprego de equipamento próprio

Leia mais

Edifício Residencial Vintage

Edifício Residencial Vintage Edifício Residencial Vintage em concreto armado com 70 metros de comprimento. Nessa estrutura, foi realizado um estudo com a variação de temperatura, de maneira que a junta central de construção foi eliminada.

Leia mais

COMITÊ DE ANÁLISE E ACOMPANHAMENTO DE PROPOSTAS DE PARCERIA UNIDADE CENTRAL DE PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO

COMITÊ DE ANÁLISE E ACOMPANHAMENTO DE PROPOSTAS DE PARCERIA UNIDADE CENTRAL DE PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO COMITÊ DE ANÁLISE E ACOMPANHAMENTO DE PROPOSTAS DE PARCERIA UNIDADE CENTRAL DE PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔNICO As Parcerias de Reembolso Tributário As Parcerias

Leia mais

PETROBRAS 01/2009 Quantitativo de Inscritos (Cargo / Polo) CARGO POLO INSCRITOS ADVOGADO JÚNIOR BRASÍLIA 1296 ADVOGADO JÚNIOR ESTADO DA BAHIA 1770

PETROBRAS 01/2009 Quantitativo de Inscritos (Cargo / Polo) CARGO POLO INSCRITOS ADVOGADO JÚNIOR BRASÍLIA 1296 ADVOGADO JÚNIOR ESTADO DA BAHIA 1770 ADVOGADO JÚNIOR BRASÍLIA 1296 ADVOGADO JÚNIOR ESTADO DA BAHIA 1770 ADVOGADO JÚNIOR ESTADO DE PERNAMBUCO 460 ADVOGADO JÚNIOR ESTADO DE SÃO PAULO 2569 ADVOGADO JÚNIOR ESTADO DE SERGIPE 676 ADVOGADO JÚNIOR

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 6094/2004-7 Ano Orçamento: 2004 UF: RO Nome do PT: Adequação de Trechos Rodoviários na BR-364

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE FISCALIZAÇÃO FINANCEIRA E CONTROLE

CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE FISCALIZAÇÃO FINANCEIRA E CONTROLE SUBCOMISSÃO PERMANENTE DO PAC E DO PMCMV SUBCOMISSÃO PERMANENTE DE ACOMPANHAMENTO, FISCALIZAÇÃO E CONTROLE DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA DAS OBRAS DO PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO (PAC)

Leia mais

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO Secretaria Municipal de Meio Ambiente - SMAC Conselho Municipal de Meio Ambiente - CONSEMAC

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO Secretaria Municipal de Meio Ambiente - SMAC Conselho Municipal de Meio Ambiente - CONSEMAC PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO Secretaria Municipal de Meio Ambiente - SMAC Conselho Municipal de Meio Ambiente - CONSEMAC Indicação CONSEMAC nº 025/2011, de 02 de maio de 2011. Recomenda ao Chefe

Leia mais

DEFEITOS, AVALIAÇÃO E RESTAURAÇÃO DE PAVIMENTOS ASFÁLTICOS

DEFEITOS, AVALIAÇÃO E RESTAURAÇÃO DE PAVIMENTOS ASFÁLTICOS DEFEITOS, AVALIAÇÃO E RESTAURAÇÃO DE PAVIMENTOS ASFÁLTICOS DEFEITOS DE SUPERFÍCIE DE PAVIMENTOS ASFÁLTICOS Defeitos de superfície Os defeitos de superfície são os danos ou deteriorações na superfície dos

Leia mais

PERFIL DOS FABRICANTES DE ESTRUTURAS DE AÇO

PERFIL DOS FABRICANTES DE ESTRUTURAS DE AÇO PERFIL DOS FABRICANTES DE ESTRUTURAS DE AÇO Resumo Executivo Pesquisa 2014 APRESENTAÇÃO Pelo terceiro ano consecutivo, o CBCA Centro Brasileiro da Construção em Aço e a ABCEM Associação Brasileira da Construção

Leia mais

Meto t d o o d l o og o i g a II. Segm g e m nt n a t ção o do d o me m rcado III. C racte t rização o do d s o ent n r t evi v sta t do d s

Meto t d o o d l o og o i g a II. Segm g e m nt n a t ção o do d o me m rcado III. C racte t rização o do d s o ent n r t evi v sta t do d s Roteiro I. Metodologia II. III. IV. Segmentação do mercado Caracterização dos entrevistados Percepções sobre o turismo no Brasil V. Hábitos e comportamentos sobre turismo VI. VII. VIII. Prioridade de investimento

Leia mais

SANEAMENTO EM SANTA CATARINA

SANEAMENTO EM SANTA CATARINA SANEAMENTO EM SANTA CATARINA X INVESTIMENTO PAC Florianópolis, maio de 2008 EQUIPE TÉCNICA ABES-SC Eng Pablo Rodrigues Cunha Eng Paulo José Aragão Eng Rafael Meira Salvador Endereço e Contato: ABES-SC

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL-AERONÁUTICA. LOGIT Engenharia Consultiva

RELATÓRIO DE ESTÁGIO INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL-AERONÁUTICA. LOGIT Engenharia Consultiva INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL-AERONÁUTICA RELATÓRIO DE ESTÁGIO LOGIT Engenharia Consultiva São Paulo SP, 14 de novembro de 2013 Samuel Carvalho Lima Holanda FOLHA DE APROVAÇÃO

Leia mais

Departamento de Estradas e Rodagem de Minas Gerais

Departamento de Estradas e Rodagem de Minas Gerais Departamento de Estradas e Rodagem de Minas Gerais Diretoria de Infra-Estrutura Manual de Fiscalização de Obras e Vias Rurais Rodovia: Contrato: Lista de Verificação das Principais Atividades do Eng. Fiscal

Leia mais

CORREDOR MULTIMODAL DO SÃO FRANCISCO

CORREDOR MULTIMODAL DO SÃO FRANCISCO CORREDOR MULTIMODAL DO SÃO FRANCISCO SUMÁRIO DO PROJETO Contexto geral do projeto: potencias benefícios Eixo de integração e desenvolvimento regional Corredor facilitador do comércio interno: produção

Leia mais

RELATÓRIO SITUAÇÃO DA BR 163/364

RELATÓRIO SITUAÇÃO DA BR 163/364 RELATÓRIO SITUAÇÃO DA BR 163/364 Fevereiro/2014 1 1. Introdução O Movimento Pró-Logística, que reúne as entidades Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado de Mato Grosso (APROSOJA), Associação

Leia mais

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE MMA

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE MMA MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE MMA POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS PNRS RESÍDUOS SÓLIDOS RESÍDUOS SÓLIDOS: UM PROBLEMA DE CARÁTER SOCIAL, AMBIENTAL E ECONÔMICO AÇÃO ADOTADA: TRANSFERÊNCIA DE RECURSOS

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL S I N A P I RESULTADOS DE MAIO/2013

SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL S I N A P I RESULTADOS DE MAIO/2013 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL S I N A P I RESULTADOS DE MAIO/2013 COMENTÁRIOS Índice Nacional da Construção Civil varia -5,12% em Maio O Índice Nacional da Construção

Leia mais

Discurso Copa 2014. Senhoras Senadoras, Senhores Senadores. Amigos que nos acompanham pelas redes sociais e pela Agência Senado

Discurso Copa 2014. Senhoras Senadoras, Senhores Senadores. Amigos que nos acompanham pelas redes sociais e pela Agência Senado 1 Discurso Copa 2014 Senhor presidente, Senhoras Senadoras, Senhores Senadores Amigos que nos acompanham pelas redes sociais e pela Agência Senado Promessas são como juramentos. A beleza da promessa está

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 18412/2007-0 Ano Orçamento: 2007 UF: SP Nome do PT: Adequacão de Trecho Rodoviário - São Paulo

Leia mais

Um novo caminho para o desenvolvimento de Minas

Um novo caminho para o desenvolvimento de Minas Um novo caminho para o desenvolvimento de Minas Coordenação AÇÃO DA Participação Entidade 7 Nova 381... Trajeto rodoviário que ligará Belo Horizonte a Governador Valadares, no estado de Minas Gerais, com

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO ELEMENTO RETARDADOR DE TRINCAS NA RESTAURAÇÃO DA RODOVIA DOS IMIGRANTES EM SÃO PAULO

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO ELEMENTO RETARDADOR DE TRINCAS NA RESTAURAÇÃO DA RODOVIA DOS IMIGRANTES EM SÃO PAULO UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO ELEMENTO RETARDADOR DE TRINCAS NA RESTAURAÇÃO DA RODOVIA DOS IMIGRANTES EM SÃO PAULO Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim Distribuidor: Ramalho Comercial Ltda.

Leia mais

1º BALANÇO DO PAC 2015 RESULTADOS ATÉ JUNHO DE 2015

1º BALANÇO DO PAC 2015 RESULTADOS ATÉ JUNHO DE 2015 1º BALANÇO DO PAC 2015 RESULTADOS ATÉ JUNHO DE 2015 1. RESULTADOS GERAIS No novo ciclo do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), entre 2015 e 2018, serão investidos de R$ 1,05 trilhão. Nesse período,

Leia mais

VOLUME 9 METODOLOGIAS CONSTRUTIVAS DE PAVIMENTAÇÃO

VOLUME 9 METODOLOGIAS CONSTRUTIVAS DE PAVIMENTAÇÃO VOLUME 9 1 INTRODUÇÃO A execução de obras e serviços de pavimentação no meio urbano requer um planejamento específico, com a utilização de métodos adequados e dominados pelas empresas executoras. A utilização

Leia mais