O que é PSA - Pagamento por Serviços Ambientais?

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O que é PSA - Pagamento por Serviços Ambientais?"

Transcrição

1 O que é PSA - Pagamento por Serviços Ambientais? O Pagamento por Serviços Ambientais é um mecanismo, que tem como mercadoria os processos e produtos fornecidos pela natureza, como a purificação da água e do ar, a geração de nutrientes do solo para a agricultura, a polinização, o fornecimento de insumos para a biotecnologia, etc.

2 Princípios do Pagamento por Serviços Ambientais O sistema de PSA se baseia nos princípios do usuário pagador e do provedor-recebedor, reconhecendo o valor dos serviços ambientais e recompensando os que ajudam a conservar os serviços.

3 PREFEITURA MUNICIPAL DE BOTUCATU SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE HISTÓRICO PSA 02/2010 contrato da SABESP 1% para preservação de mananciais 02/2010 capacitação na FCA Unesp Discussão do PSA nos conselhos Rural e Meio Ambiente 2011 Capacitação com agente do estado Araci Kamiyama com Condema e Cos. Rural 2011 primeiro projeto de lei ampla discussão do PSA nos conselhos e definição de PSA 2013 novo projeto de lei, já revisto pela SMMA e CMDR e aprovado pelos mesmos enviado ao condema.

4 Características do PSA - deve ser uma transação voluntária, - com um serviço ambiental bem definido (ou um tipo de uso da terra que assegure esse serviço), - que é comprado por ao menos um comprador de serviços, - de pelo menos um provedor de serviços, - apenas se o provedor assegure a provisão do serviço prestado (condicionante).

5 Pagamento por Serviços Ambientais em Botucatu A renovação do contrato da Sabesp propiciou a destinação de 1% a instalação de programa de pagamentos por serviços ambientais prestados e que tenham por escopo a preservação dos mananciais do município de Botucatu.

6

7

8 Pagamento por Serviços Ambientais em Botucatu O PSA de Botucatu será gerenciado por representantes do Poder Público (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Subsecretaria de Agricultura), Sabesp e através de membros do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente e do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural.

9 Pagamento por Serviços Ambientais em Botucatu No dia 20 de maio de 2013 a Câmara Municipal aprovou a Lei Complementar proposta pelo Executivo Municipal que institui o Programa de Pagamento por Serviços Ambientais (PMPSA).

10 Lei Municipal Complementar nº 1045 de 21 de maio de 2013 Art. 1º Fica instituído o Programa Municipal de Pagamento por Serviços Ambientais - PMPSA, direcionado ao proprietário ou ocupante regular de área rural e urbana no Município de Botucatu que destinar parte de suas propriedades para fins de preservação e conservação de serviços ecossistêmicos que atenda às exigências desta leis complementar.

11 Lei Municipal Complementar nº 1045 de 21 de maio de 2013 Art. 2º Para efeito desta lei complementar são adotadas as seguintes definições: I- Serviços ecossistêmicos: benefícios que as pessoas obtêm dos ecossistemas naturais. II- Serviços ambientais: iniciativas antrópicas que favoreçam a conservação, manutenção, ampliação, melhoria ou a restauração dos serviços ecossistêmicos imprescindíveis para a manutenção das condições necessárias à vida

12 Lei Municipal Complementar nº 1045 de 21 de maio de 2013 III-Pagamento: transferência de recursos monetários ou não, entre o pagador e um provedor de serviços. IV-Pagador: responsável pela transferência de recursos monetários ou não, em decorrência de um serviço ambiental, nos termos desta Lei Complementar; V-Provedor: pessoa física ou jurídica que, comprovando a propriedade ou ocupação regular do imóvel, conserva, mantém, amplia, melhora ou restaura ecossistemas naturais que prestam serviços ecossistêmicos.

13 BOTUCATU 293 propriedades PARDINHO 130 propriedades ITATINGA propriedades propriedade s TOTAL= 806 unidades de produção agropecuária

14 Lei Municipal Complementar nº 1045 de 21 de maio de 2013 Art. 3º O PMPSA será executado por meio de projetos instituídos através de editais ou decretos que deverão definir: I- Tipo e características de serviços ambientais que serão contemplados. II- Área para execução do projeto; III- Critérios de elegibilidade e priorização; IV- Requisitos a serem atendidos; V- Critérios para aferição dos serviços ambientais prestados; VI- Critérios para cálculo dos valores a serem pagos; VII- Prazos mínimos e máximos a serem observados nos contratos.

15 Lei Municipal Complementar nº 1045 de 21 de maio de 2013 Art.4º A adesão ao PMPSA será voluntária e formalizada através de contrato firmado entre o provedor e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

16 Lei Municipal Complementar nº 1045 de 21 de maio de 2013 Art. 5º O Programa Municipal de PSA será implementado nas modalidades de conservação, manutenção, ampliação, melhoria ou restauração dos serviços ecossistêmicos.

17 Lei Municipal Complementar nº 1045 de 21 de maio de 2013 Art.7º O programa Municipal de PSA será gerido e administrado por um Fundo Municipal de Pagamento por Serviços Ambientais FMPSA, que será composto por 09(nove) membros eleitos, sendo dois representantes da SMMA,dois da Subsecretaria de Agricultura,dois do CMDR, dois do Comdema e um representante da Sabesp.

18 PREFEITURA MUNICIPAL DE BOTUCATU PREF. JOÃO CURY NETO SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE SEC. PERSEU MARIANI

Projeto Mina d Água. Pagamento por Serviços Ambientais Proteção de Nascentes. Ana Carolina Dalla Vecchia Especialista Ambiental SMA CBRN Maio de 2012

Projeto Mina d Água. Pagamento por Serviços Ambientais Proteção de Nascentes. Ana Carolina Dalla Vecchia Especialista Ambiental SMA CBRN Maio de 2012 Projeto Mina d Água Pagamento por Serviços Ambientais Proteção de Nascentes Ana Carolina Dalla Vecchia Especialista Ambiental SMA CBRN Maio de 2012 Serviços Ecossistêmicos Benefícios que as pessoas recebem

Leia mais

MODELO DE ESTRUTURA PARA A CARTILHA COMO ELABORAR PROJETOS PSA

MODELO DE ESTRUTURA PARA A CARTILHA COMO ELABORAR PROJETOS PSA MODELO DE ESTRUTURA PARA A CARTILHA COMO ELABORAR PROJETOS PSA 1. INTRODUÇÃO Este documento está dirigido principalmente aos tomadores de decisões em nível de governo regional e municipal, departamentos

Leia mais

1.1.1 SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE

1.1.1 SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE BINETE DO SECRETÁRIO PUBLICADA NO DOE DE 25-06-2010 SEÇÃO I PÁG 75 RESOLUÇÃO SMA-061, DE 24 DE JUNHO DE 2010 Define as diretrizes para a execução do Projeto Mina D água - Projeto de Pagamento por Serviços

Leia mais

SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO

SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Pagamento por Serviços Ambientais no Estado de São Paulo SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Política Estadual de Mudanças Climáticas (Lei 13.798, de 9 de novembro de 2009) SEÇÃO

Leia mais

Pagamento por Serviços Ambientais no Brasil. 09.05.2012 Congresso Nacional

Pagamento por Serviços Ambientais no Brasil. 09.05.2012 Congresso Nacional Pagamento por Serviços Ambientais no Brasil 09.05.2012 Congresso Nacional PSA Mercado atual: ausente ou incompleto SA = Externalidade positiva + SA = Bens públicos Mercado falho! Provedores de SA não recebem

Leia mais

SERVIÇOS AMBIENTAIS. Fórum Permanente Sociedade e Desenvolvimento LEICI/FCA/Unicamp Erika Bechara 07.Outubro.2014

SERVIÇOS AMBIENTAIS. Fórum Permanente Sociedade e Desenvolvimento LEICI/FCA/Unicamp Erika Bechara 07.Outubro.2014 SERVIÇOS AMBIENTAIS 1 Fórum Permanente Sociedade e Desenvolvimento LEICI/FCA/Unicamp Erika Bechara 07.Outubro.2014 O USO DE INSTRUMENTOS ECONÔMICOS EM PROL DO MEIO AMBIENTE Instrumentos da política ambiental:

Leia mais

Lei n o 10.165, de 25 de novembro de 2013. Publicado no DOE, em 26/11/2013

Lei n o 10.165, de 25 de novembro de 2013. Publicado no DOE, em 26/11/2013 Lei n o 10.165, de 25 de novembro de 2013. Publicado no DOE, em 26/11/2013 Dispõe sobre a Política Estadual de Pagamento por Serviços Ambientais, autoriza instituir o Fundo Estadual de Pagamento por Serviços

Leia mais

Mestre não é quem ensina, mas quem, de repente, aprende.

Mestre não é quem ensina, mas quem, de repente, aprende. Imagem do Museu da Língua Portuguesa (Estação da Luz - São Paulo, SP). Mestre não é quem ensina, mas quem, de repente, aprende. João Guimarães Rosa Política Estadual de Mudanças Climáticas e o Pagamento

Leia mais

PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS (PSA) Renato Rosenberg 06-09-2012

PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS (PSA) Renato Rosenberg 06-09-2012 PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS (PSA) Renato Rosenberg 06-09-2012 CONCEITO PSA: transação voluntária, na qual um serviço ambiental bem definido é comprado por um comprador de um provedor, sob a condição

Leia mais

III EPBIO 15 e 16 de dezembro de 2011

III EPBIO 15 e 16 de dezembro de 2011 Lições do Projeto de Recuperação de Matas Ciliares e perspectivas para a conservação da biodiversidade no Plano Pluri Anual 2012/2015 III EPBIO 15 e 16 de dezembro de 2011 SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE GOVERNO

Leia mais

IMPACTOS DO PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS SOBRE OS RECURSOS HÍDRICOS

IMPACTOS DO PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS SOBRE OS RECURSOS HÍDRICOS IMPACTOS DO PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS SOBRE OS RECURSOS HÍDRICOS Devanir Garcia dos Santos Gerente de Uso Sustentável de Água e Solo Superintendência de Implementação de Programas e Projetos DISPONIBILIDADE

Leia mais

PROJETO MINA D ÁGUA. Foto: Equipe de Ibiúna

PROJETO MINA D ÁGUA. Foto: Equipe de Ibiúna PROJETO MINA D ÁGUA Foto: Equipe de Ibiúna Base Legal Política Estadual de Mudanças Climáticas (PEMC) (Lei 13.798, de 9 de novembro de 2009) SEÇÃO XVI - Dos Instrumentos Econômicos / Programa de Remanescentes

Leia mais

Centro de Pesquisas Ambientais do Nordeste

Centro de Pesquisas Ambientais do Nordeste Centro de Pesquisas Ambientais do Nordeste Ambiente Jurídico para PSA em Pernambuco KLAUS MACIEL Recife, 2010 Contextualização Global Política Nacional de Biodiversidade (Decreto n 4339/2002) Política

Leia mais

Resolução do CBH Macaé Ostras nº 49, de 19 de novembro de 2013. Aprova a regulamentação do Programa de Pagamento por Serviços Ambientais

Resolução do CBH Macaé Ostras nº 49, de 19 de novembro de 2013. Aprova a regulamentação do Programa de Pagamento por Serviços Ambientais Resolução do CBH Macaé Ostras nº 49, de 19 de novembro de 2013. Aprova a regulamentação do Programa de Pagamento por Serviços Ambientais O CBH Macaé Ostras Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Macaé

Leia mais

PAGAMENTO PELOS SERVIÇOS AMBIENTAIS PSA PROGRAMA PRODUTOR DE ÁGUA NO GUARIROBA

PAGAMENTO PELOS SERVIÇOS AMBIENTAIS PSA PROGRAMA PRODUTOR DE ÁGUA NO GUARIROBA PAGAMENTO PELOS SERVIÇOS AMBIENTAIS PSA PROGRAMA PRODUTOR DE ÁGUA NO GUARIROBA PROGRAMA PRODUTOR DE ÁGUA Devanir Garcia dos Santos Gerente de Devanir Uso Sustentável Garcia dos Santos de Água e Solo Superintendência

Leia mais

GERALDO ALCKMIN, Governador do Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, Decreta:

GERALDO ALCKMIN, Governador do Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, Decreta: 1/6 DECRETO Nº 60.521, DE 05 DE JUNHO DE 2014 Institui o Programa de Incentivos à Recuperação de Matas Ciliares e à Recomposição de Vegetação nas Bacias Formadoras de Mananciais de Água, institui a unidade

Leia mais

Projeto de Lei nº 11 /2012 Deputado(a) Altemir Tortelli

Projeto de Lei nº 11 /2012 Deputado(a) Altemir Tortelli Projeto de Lei nº 11 /2012 Deputado(a) Altemir Tortelli Institui a Política Estadual dos Serviços Ambientais e o Programa Estadual de Pagamento por Serviços Ambientais, e dá outras providências. CAPÍTULO

Leia mais

FÓRUM MUNDIAL DE. meio ambiente PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS. Deputado Arnaldo Jardim. Foz do Iguaçu - PR 2013

FÓRUM MUNDIAL DE. meio ambiente PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS. Deputado Arnaldo Jardim. Foz do Iguaçu - PR 2013 FÓRUM MUNDIAL DE meio ambiente PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS Deputado Arnaldo Jardim Foz do Iguaçu - PR 2013 SERVIÇOS AMBIENTAIS Regulação do clima global SERVIÇOS AMBIENTAIS Conservação do solo SERVIÇOS

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS LEI Nº 15.133, de 19 de janeiro de 2010 Procedência Governamental Natureza PL./0423.9/2009 DO. 18.770 de 19/01/2010 DO. 18.816 de 29/03/2010 (republicada) * Veto parcial MSV 1495/2010 * vide parte vetada

Leia mais

Marco Legal e Engenharia Institucional PSA São José dos Campos

Marco Legal e Engenharia Institucional PSA São José dos Campos São José dos Campos Marco Legal e Engenharia Institucional PSA São José dos Campos Lei Municipal 8703/12 - Institui Programa Municipal de Pagamento por Serviços Ambientais; Lei nº 8905/13 Cria o Fundo

Leia mais

As ações do Pacto serão delineadas de acordo com as seguintes prioridades:

As ações do Pacto serão delineadas de acordo com as seguintes prioridades: Finalidade A conservação da biodiversidade e de demais atributos da Mata Atlântica depende de um conjunto articulado de estratégias, incluindo a criação e a implantação de Unidades de Conservação, Mosaicos

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA PROPOSTAS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS AMBIENTAIS

EDITAL DE SELEÇÃO PARA PROPOSTAS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS AMBIENTAIS EDITAL DE SELEÇÃO PARA PROPOSTAS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS AMBIENTAIS A AGEVAP torna público aos interessados que se encontram abertas às inscrições para apresentação de propostas de Prestação de Serviços

Leia mais

Programa Produtor de Água Pagamento por Serviços Ambientais

Programa Produtor de Água Pagamento por Serviços Ambientais Programa Produtor de Água Pagamento por Serviços Ambientais Comitê Médio M Paraíba do Sul AGEVAP Jan/2013 Os serviços dos ecossistemas são os benefícios que as pessoas obtêm dos ecossistemas. Serviços

Leia mais

A CÂMARA MUNICIPAL DE GOIÂNIA APROVA E EU SANCIONO A SEGUINTE LEI:

A CÂMARA MUNICIPAL DE GOIÂNIA APROVA E EU SANCIONO A SEGUINTE LEI: GABINETE DO PREFEITO LEI Nº 8487, DE 06 DE DEZEMBRO DE 2006 Dispõe sobre a criação do Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social FMHIS, revoga as Leis nºs 7.273, de 12 de janeiro de 1994, e 7.600,

Leia mais

PROJETO DE LEI N o 792, DE 2007 (Em Apenso: Projeto de Lei nº 1.190, de 2007)

PROJETO DE LEI N o 792, DE 2007 (Em Apenso: Projeto de Lei nº 1.190, de 2007) COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PROJETO DE LEI N o 792, DE 2007 (Em Apenso: Projeto de Lei nº 1.190, de 2007) Dispõe sobre a definição de serviços ambientais e dá outras providências

Leia mais

1.1.1 SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE

1.1.1 SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE BINETE DO SECRETÁRIO PUBLICADA NO DOE DE 12-06-2012 SEÇÃO I PÁG 142-144 RESOLUÇÃO SMA Nº 37, DE 05 DE JUNHO DE 2012 Define as diretrizes para a execução do Projeto de Pagamento por Serviços Ambientais

Leia mais

Pagamento por Serviços Ambientais (PSA)

Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) Comissão do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (CMADS) Renato Rosenberg Programa Nacional do Meio Ambiente Questão Central Os ecossistemas produzem bens

Leia mais

EDITAL DE COMPOSIÇÃO DO COMITÊ GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS

EDITAL DE COMPOSIÇÃO DO COMITÊ GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS EDITAL DE COMPOSIÇÃO DO COMITÊ GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS A Secretaria Municipal de Agricultura, Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente convida os Órgãos Públicos

Leia mais

PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS. JOSÉ RENATO CASAGRANDE Governador do Estado do ES ALADIM FERNANDO CERQUEIRA Diretor Presidente do IEMA

PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS. JOSÉ RENATO CASAGRANDE Governador do Estado do ES ALADIM FERNANDO CERQUEIRA Diretor Presidente do IEMA PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS JOSÉ RENATO CASAGRANDE Governador do Estado do ES ALADIM FERNANDO CERQUEIRA Diretor Presidente do IEMA O QUE SÃO SERVIÇOS AMBIENTAIS? QUAL A RELAÇÃO ENTRE COBERTURA FLORESTAS,

Leia mais

Tutorial para a utilização do Visualizador de Mapas Matriz Brasil

Tutorial para a utilização do Visualizador de Mapas Matriz Brasil http://brazil.forest-trends.org/ Tutorial para a utilização do Visualizador de Mapas Matriz Brasil Versão 13.01.14 Projeto Matriz de Incentivos aos Serviços Ecossistêmicos Iniciativas Brasileiras que Promovem

Leia mais

DECRETO Nº. III - criação de estrutura de financiamento pública e transparente para a extensão universitária;

DECRETO Nº. III - criação de estrutura de financiamento pública e transparente para a extensão universitária; DECRETO Nº. Institui o Plano Nacional de Extensão Universitária PNExt Art. 1º Fica instituído o Plano Nacional de Extensão Universitária PNExt constante deste Decreto, com o objetivo de promover a política

Leia mais

PROGRAMA PRODUTOR DE ÁGUA NO GUARIROBA

PROGRAMA PRODUTOR DE ÁGUA NO GUARIROBA PROGRAMA PRODUTOR DE ÁGUA NO GUARIROBA Rossini Ferreira Matos Sena Especialista em Recursos Hídricos Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Devanir Garcia dos Santos Gerente de Uso Sustentável

Leia mais

Linha de Base - Projeto Mina d Água primeiras observações

Linha de Base - Projeto Mina d Água primeiras observações Linha de Base - Projeto Mina d Água primeiras observações Secretaria do Meio Ambiente de São Paulo Unidade de Gestão Local - Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável Departamento de Avaliação de Impactos

Leia mais

COMISSÃO MISTA SOBRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS

COMISSÃO MISTA SOBRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS COMISSÃO MISTA SOBRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS VALORAÇÃO DA BIODIVERSIDADE E PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS Deputado Arnaldo Jardim Brasília Março de 2013 LEGISLAÇÃO AMBIENTAL BRASILEIRA Política Nacional

Leia mais

EXPERIÊNCIAS E TENDÊNCIAS EM PSA PARA A BACIA DO PARAÍBA DO SUL

EXPERIÊNCIAS E TENDÊNCIAS EM PSA PARA A BACIA DO PARAÍBA DO SUL EXPERIÊNCIAS E TENDÊNCIAS EM PSA PARA A BACIA DO PARAÍBA DO SUL Helena Carrascosa von Glehn Gerente Técnica Ambiental do PDRS Assessoria Técnica do Gabinete www.ambiente.sp.gov.br hcarrascosa@sp.gov.br

Leia mais

LEI Nº 13.223 DE 12 DE JANEIRO DE 2015

LEI Nº 13.223 DE 12 DE JANEIRO DE 2015 LEI Nº 13.223 DE 12 DE JANEIRO DE 2015 Institui a Política Estadual de Pagamento por Serviços Ambientais, o Programa Estadual de Pagamento por Serviços Ambientais e dá outras providências. O GOVERNADOR

Leia mais

Projeto Oásis. Pagamento por Serviços Ambientais. Renato Atanazio Analista de Projetos Ambientais

Projeto Oásis. Pagamento por Serviços Ambientais. Renato Atanazio Analista de Projetos Ambientais Projeto Oásis Pagamento por Serviços Ambientais Renato Atanazio Analista de Projetos Ambientais Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza :: Criada em 1990 como uma fundação de direito privado; ::

Leia mais

PSA 2009. I Seminário Paulista sobre pagamento por serviços ambientais. JORGE KHOURY Deputado Federal. 3 de novembro de 2009 Auditório Augusto Ruschi

PSA 2009. I Seminário Paulista sobre pagamento por serviços ambientais. JORGE KHOURY Deputado Federal. 3 de novembro de 2009 Auditório Augusto Ruschi PSA 2009 I Seminário Paulista sobre pagamento por serviços ambientais JORGE KHOURY Deputado Federal 3 de novembro de 2009 Auditório Augusto Ruschi 1 PSA 2009 PROJETO DE LEI NACIONAL SOBRE SERVIÇOS AMBIENTAIS

Leia mais

Política Ambiental do Estado de São Paulo

Política Ambiental do Estado de São Paulo Política Ambiental do Estado de São Paulo IV Encontro de Gestores Ambientais Compromisso dos Municípios SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Contexto Desafios do Século XXI Causas

Leia mais

CONSERVADOR DAS ÁGUAS LEI MUNICIPAL 2.100/2005

CONSERVADOR DAS ÁGUAS LEI MUNICIPAL 2.100/2005 CONSERVADOR DAS ÁGUAS LEI MUNICIPAL 2.100/2005 EXTREMA EXTREMO SUL DE MINAS. SERRA DA MANTIQUEIRA. 480 KM BH E 100 KM DA CIDADE DE SP. POPULAÇÃO 24.800 HABITANTES. CONTINUIDADE ADMINISTRATIVA DE 20 ANOS

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SIMÃO DIAS Gabinete do Prefeito

PREFEITURA MUNICIPAL DE SIMÃO DIAS Gabinete do Prefeito LEI Nº. 632 /2014 03 de dezembro de 2.014 Dispõe sobre a criação do Programa de Coleta Seletiva com inclusão Social e Econômica dos Catadores de Material Reciclável e o Sistema de Logística Reversa e seu

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2016

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2016 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2016 Institui a Política de Desenvolvimento Sustentável da Caatinga. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1º Esta Lei institui a Política de Desenvolvimento Sustentável da

Leia mais

A valoração dos serviços ecossistêmicos como política para adaptação e mitigação em mudanças climáticas

A valoração dos serviços ecossistêmicos como política para adaptação e mitigação em mudanças climáticas Haroldo Palo. Hilton Franco. Mirella Domenich. A valoração dos serviços ecossistêmicos como política para adaptação e mitigação em mudanças climáticas Artur Paiva Engenheiro Florestal MSc. Coordenador

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Política de Responsabilidade Socioambiental SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 OBJETIVO... 3 3 DETALHAMENTO... 3 3.1 Definições... 3 3.2 Envolvimento de partes interessadas... 4 3.3 Conformidade com a Legislação

Leia mais

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DO ARRAIAL PROJETO DE LEI MUNICIPAL N.º. /2007, DE 26 DE NOVEMBRODE 2007.

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DO ARRAIAL PROJETO DE LEI MUNICIPAL N.º. /2007, DE 26 DE NOVEMBRODE 2007. PROJETO DE LEI MUNICIPAL N.º. /2007, DE 26 DE NOVEMBRODE 2007. Cria o Fundo Municipal de Microcrédito e Apoio à Economia Solidaria-FUMAES e Institui o Conselho Gestor do FUMAES e da outras providências.

Leia mais

Curso Agenda 21. Resumo da Agenda 21. Seção I - DIMENSÕES SOCIAIS E ECONÔMICAS

Curso Agenda 21. Resumo da Agenda 21. Seção I - DIMENSÕES SOCIAIS E ECONÔMICAS Resumo da Agenda 21 CAPÍTULO 1 - Preâmbulo Seção I - DIMENSÕES SOCIAIS E ECONÔMICAS CAPÍTULO 2 - Cooperação internacional para acelerar o desenvolvimento sustentável dos países em desenvolvimento e políticas

Leia mais

Edital n.º 01/2013 PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS A PRODUTORES RURAIS PROJETO TAQUARUSSU: UMA FONTE DE VIDA

Edital n.º 01/2013 PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS A PRODUTORES RURAIS PROJETO TAQUARUSSU: UMA FONTE DE VIDA Edital n.º 01/2013 PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS A PRODUTORES RURAIS PROJETO TAQUARUSSU: UMA FONTE DE VIDA 31 de Outubro de 2012 Foz Saneatins torna público o presente Edital 01/2013 para Pagamento

Leia mais

PAGAMENTOS POR SERVIÇOS AMBIENTAIS (PSA) E VALORAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS

PAGAMENTOS POR SERVIÇOS AMBIENTAIS (PSA) E VALORAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS PAGAMENTOS POR SERVIÇOS AMBIENTAIS (PSA) E VALORAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS III Simpósio em Produção Animal e Recursos Hídicos SPARH São Carlos 20 a 21/03/2014 Albano Araújo Coordenador de Conservação de

Leia mais

Medida Provisória nº 691/2015

Medida Provisória nº 691/2015 Medida Provisória nº 691/2015 Brasília, Setembro/2015 AUDIÊNCIA PÚBLICA SENADO GESTÃO DE IMÓVEIS DA UNIÃO APERFEIÇOAMENTO DO MARCO LEGAL- MP 691/2015 Alienação de terrenos em áreas urbanas consolidadas

Leia mais

Este termo de referência visa à contratação de consultoria especializada para

Este termo de referência visa à contratação de consultoria especializada para TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS NÃO CONTINUADOS TR nº MODALIDADE PROCESSO SELETIVO RBR-02/2014 Produto 2014 FUNDAMENTO LEGAL Decreto nº 5.151, de 22/7/2004, e Portaria MDA nº 48/2012, de 19/07/2012. O Ministério

Leia mais

PAGAMENTOS POR SERVIÇOS AMBIENTAIS

PAGAMENTOS POR SERVIÇOS AMBIENTAIS Iguazu Falls TNC Scott Warren Mark Godfrey PAGAMENTOS POR SERVIÇOS AMBIENTAIS FERNANDO VEIGA Gerente de serviços ambientais São Paulo, 17 de Novembro de 2009 Quem somos? Fundada nos EUA em 1951; trabalha

Leia mais

Elaboração de estratégia para implementação de projeto piloto para pagamento por serviços ambientais (PSA Ribeira)

Elaboração de estratégia para implementação de projeto piloto para pagamento por serviços ambientais (PSA Ribeira) Oficinas regionais temáticas Outubro de 2013 Elaboração de estratégia para implementação de projeto piloto para pagamento por serviços ambientais (PSA Ribeira) Apoio: O PROJETO OBJETIVO Contribuir para

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO ÀS PREFEITURAS E ORGANIZAÇÕES CIVIS SEM FINS LUCRATIVOS PARA SELEÇÃO DE PROVEDORES DE SERVIÇOS AMBIENTAIS PRO-PSA GUANDU

MANUAL DE ORIENTAÇÃO ÀS PREFEITURAS E ORGANIZAÇÕES CIVIS SEM FINS LUCRATIVOS PARA SELEÇÃO DE PROVEDORES DE SERVIÇOS AMBIENTAIS PRO-PSA GUANDU MANUAL DE ORIENTAÇÃO ÀS PREFEITURAS E ORGANIZAÇÕES CIVIS SEM FINS LUCRATIVOS PARA SELEÇÃO DE PROVEDORES DE SERVIÇOS AMBIENTAIS PRO-PSA GUANDU APRESENTAÇÃO O Programa de Pagamento por Serviço Ambiental

Leia mais

Pagamento de Serviços Ambientais Contribuição do Programa MERCADO MATA ATLÂNTICA Reserva da Biosfera da Mata Atlântica - Brasil

Pagamento de Serviços Ambientais Contribuição do Programa MERCADO MATA ATLÂNTICA Reserva da Biosfera da Mata Atlântica - Brasil Pagamento de Serviços Ambientais Contribuição do Programa MERCADO MATA ATLÂNTICA Reserva da Biosfera da Mata Atlântica - Brasil 1º Seminário Paulista de PSA- Novembro de 2009 - Clayton F. Lino A natureza

Leia mais

Roberta Fernanda da Paz de Souza Paiva UFF - robertapaz2003@yahoo.com.br- 2

Roberta Fernanda da Paz de Souza Paiva UFF - robertapaz2003@yahoo.com.br- 2 O Pagamento por Serviços Ambientais como instrumento de gestão ambiental: a experiência de Rio Claro/RJ 1 Roberta Fernanda da Paz de Souza Paiva UFF - robertapaz2003@yahoo.com.br- 2 Bianca Marques Escobar

Leia mais

Pagamento por Serviços Ambientais. Novembro 2012

Pagamento por Serviços Ambientais. Novembro 2012 Pagamento por Serviços Ambientais Novembro 2012 PREMISSAS O impacto da lei não é igual em todos os imóveis: diferentes percentuais de APP diferentes potenciais de produção agropecuária O custo da conservação

Leia mais

projetooasis@fundacaogrupoboticario.org.br http://www.fundacaogrupoboticario.org.br +55 (41) 3340-2648/3340-2646

projetooasis@fundacaogrupoboticario.org.br http://www.fundacaogrupoboticario.org.br +55 (41) 3340-2648/3340-2646 Introdução A Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza é uma instituição sem fins lucrativos, com sede em Curitiba, Paraná, e atuação em todo o Brasil. Criada em setembro de 1990, tem como missão

Leia mais

Cria e regulamenta sistema de dados e informações sobre a gestão florestal no âmbito do Sistema Nacional do Meio Ambiente - SISNAMA.

Cria e regulamenta sistema de dados e informações sobre a gestão florestal no âmbito do Sistema Nacional do Meio Ambiente - SISNAMA. RESOLUÇÃO CONAMA Nº 379, de 19/10/2006 Cria e regulamenta sistema de dados e informações sobre a gestão florestal no âmbito do Sistema Nacional do Meio Ambiente - SISNAMA. CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE

Leia mais

PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS

PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS Semana do Meio Ambiente UFV campus Florestal PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS Daniel Brianezi 20% dos casos de câncer de pulmão são causados pela poluição A China investirá US$ 277 bilhões até 2019

Leia mais

2ª Reunião Ordinária do Plenário 04 de abril de 2013.

2ª Reunião Ordinária do Plenário 04 de abril de 2013. 2ª Reunião Ordinária do Plenário 04 de abril de 2013. Missão: Garantir que a SUSTENTABILIDADE seja construída com Democracia Participativa, Valorização da Diversidade Cultural e Preservação da Biodiversidade.

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA CONJUNTA Nº 17, DE 28 DE MAIO DE 2009

INSTRUÇÃO NORMATIVA CONJUNTA Nº 17, DE 28 DE MAIO DE 2009 INSTRUÇÃO NORMATIVA CONJUNTA Nº 17, DE 28 DE MAIO DE 2009 O MINISTRO DE ESTADO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO E O MINISTRO DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE, no uso da atribuição que lhes confere o

Leia mais

O que é a Conservação Estratégica? Economia da conservação Economia da degradação Instrumentos de política ambiental Pagamento por Serviços Ambientais

O que é a Conservação Estratégica? Economia da conservação Economia da degradação Instrumentos de política ambiental Pagamento por Serviços Ambientais O que é a Conservação Estratégica? Economia da conservação Economia da degradação Instrumentos de política ambiental Pagamento por Serviços Ambientais Serviços ambientais Caso demonstrativo Conceito básico

Leia mais

RESOLUÇÃO CONAMA n o 379, de 19 de outubro de 2006 Publicada no DOU nº 202, de 20 de outubro de 2006, Seção 1, página 175 e 176

RESOLUÇÃO CONAMA n o 379, de 19 de outubro de 2006 Publicada no DOU nº 202, de 20 de outubro de 2006, Seção 1, página 175 e 176 RESOLUÇÃO CONAMA n o 379, de 19 de outubro de 2006 Publicada no DOU nº 202, de 20 de outubro de 2006, Seção 1, página 175 e 176 Cria e regulamenta sistema de dados e informações sobre a gestão florestal

Leia mais

O Estado de São Paulo, Mudanças Climáticas e Estratégias para o Desenvolvimento Sustentável

O Estado de São Paulo, Mudanças Climáticas e Estratégias para o Desenvolvimento Sustentável O Estado de São Paulo, Mudanças Climáticas e Estratégias para o Desenvolvimento Sustentável Principais pontos de abordagem: Legislação Paulista que aborda Mudanças Climáticas; Estratégias para o Desenvolvimento

Leia mais

Pagamentos por Serviços Ambientais

Pagamentos por Serviços Ambientais 1 Pagamentos por Serviços Ambientais O que são? 2 Serviços Ecossistêmicos x Serviços Ambientais Benefícios gerados pelos ecossistemas, independentemente da atuação humana; Ocorrem em grande escala; Normalmente

Leia mais

Sra. CRISTINA MARIA DO AMARAL AZEVEDO Coordenadora de Biodiversidade e Recursos Naturais da SMA/SP

Sra. CRISTINA MARIA DO AMARAL AZEVEDO Coordenadora de Biodiversidade e Recursos Naturais da SMA/SP São Paulo, 08 de abril de 2015 Sra. PATRÍCIA FAGA IGLECIAS LEMOS Secretária de Meio Ambiente do Estado de São Paulo SMA/SP Presidente do Conselho Estadual de Meio Ambiente de São Paulo Consema Sra. CRISTINA

Leia mais

Gestão Ambiental. Disciplina Ciências do Ambiente Profa Elizete A Checon de Freitas Lima

Gestão Ambiental. Disciplina Ciências do Ambiente Profa Elizete A Checon de Freitas Lima Gestão Ambiental Disciplina Ciências do Ambiente Profa Elizete A Checon de Freitas Lima Gestão Ambiental Ato de administrar o ambiente natural ou antrópico (PHILIPPI Jr e BRUNA, 2004). Gestão Ambiental

Leia mais

Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica PNAPO BRASIL AGROECOLÓGICO

Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica PNAPO BRASIL AGROECOLÓGICO Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica PNAPO BRASIL AGROECOLÓGICO Sumário Contexto Processo de construção Estrutura do Decreto Objetivos e Interfaces Diretrizes Eixos e objetivos Medidas

Leia mais

II Reunión de la Alianza Latinoamericana de Fondos de Agua

II Reunión de la Alianza Latinoamericana de Fondos de Agua II Reunión de la Alianza Latinoamericana de Fondos de Agua Mejores practicas em los Fondos de Agua: Esquemas de pagos por servicios ambientales em fondos de agua caso Brasil Panamá, 19 de junio/2013 Helena

Leia mais

Forum de Discussão Ambiental entre as Secretarias Municipais e o Comitê Guandu

Forum de Discussão Ambiental entre as Secretarias Municipais e o Comitê Guandu Forum de Discussão Ambiental entre as Secretarias Municipais e o Comitê Guandu 13/05/2013 CAR - Cadastro Ambiental Rural - O Cadastro Ambiental Rural é um registro eletrônico, obrigatório para todos os

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO, TRABALHO E SOLIDARIEDADE

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO, TRABALHO E SOLIDARIEDADE LEI nº, de de (Projeto de Lei nº 00/04, do Executivo) Institui o Programa Oportunidade Solidária, estabelece princípios fundamentais e objetivos da Política de Fomento à Economia Popular Solidária do Município

Leia mais

PROJETO LAVOURA COMUNITÁRIA

PROJETO LAVOURA COMUNITÁRIA Agência Goiânia de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária-Emater Vinculada à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Irrigação MINUTA PROJETO LAVOURA COMUNITÁRIA Safra 20XX /20XX Município:

Leia mais

SEMINÁRIO SOBRE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS

SEMINÁRIO SOBRE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO SEMINÁRIO SOBRE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS PAINEL 1 IMPACTOS DE IMPLEMENTAÇÃO DO PSA E INSTRUMENTOS ECONÔMICOS LUCIANO MATTOS Embrapa Cerrados

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE MUDANÇAS CLIMÁTICAS E PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS ESTUDO DE CASO DA POLÍTICA DE MUDANÇAS CLIMÁTICAS DO ESTADO DE SÃO PAULO

POLÍTICA NACIONAL DE MUDANÇAS CLIMÁTICAS E PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS ESTUDO DE CASO DA POLÍTICA DE MUDANÇAS CLIMÁTICAS DO ESTADO DE SÃO PAULO POLÍTICA NACIONAL DE MUDANÇAS CLIMÁTICAS E PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS ESTUDO DE CASO DA POLÍTICA DE MUDANÇAS CLIMÁTICAS DO ESTADO DE SÃO PAULO ALEXANDRE ALTMANN Mestre em Direito Ambienta/UCS. Doutorando

Leia mais

Introdução a Acesso e Repartição de Benefícios

Introdução a Acesso e Repartição de Benefícios Convenção sobre Diversidade Biológica: ABS Introdução a Acesso e Repartição de Benefícios RECURSOS GENÉTICOS CONHECIMENTOS TRADICIONAIS PROVEDORES USOS CONSENTIMENTO PRÉVIO TERMOS MUTUAMENTE ACORDADOS

Leia mais

Quais são os percentuais utilizados para calcular o Bônus Fiscal?

Quais são os percentuais utilizados para calcular o Bônus Fiscal? BÔNUS FISCAL O que é o Bônus Fiscal? É um crédito oferecido pela Prefeitura Municipal, proporcional ao valor das notas fiscais apresentadas, de acordo com a Lei Municipal 754/05 e suas alterações, podendo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS EDITAL DE CHAMAMENTO PROGRAMA DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS - PSA A PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, por meio da Secretaria de Meio Ambiente,

Leia mais

Histórico. Foto: José Sabino

Histórico. Foto: José Sabino Histórico A Convenção sobre Diversidade Biológica - CDB é um dos principais resultados da Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente e o Desenvolvimento - CNUMAD (Rio 92), realizada no Rio de Janeiro,

Leia mais

POLÍTICA DE GOVERNANÇA COOPERATIVA

POLÍTICA DE GOVERNANÇA COOPERATIVA POLÍTICA DE GOVERNANÇA COOPERATIVA 1 1. APRESENTAÇÃO Esta política estabelece os princípios e práticas de Governança Cooperativa adotadas pelas cooperativas do Sistema Cecred, abordando os aspectos de

Leia mais

O Programa Produtor de Água

O Programa Produtor de Água O Programa Produtor de Água Arcabouço Legal e Institucional Lei nº 9.433 de 8.01.97 Titulo I - Da Política Nacional de Recursos Hídricos Capitulo II Dos Objetivos Artigo 2º - São objetivos da Política

Leia mais

Marcio Halla marcio.halla@fgv.br

Marcio Halla marcio.halla@fgv.br Marcio Halla marcio.halla@fgv.br POLÍTICAS PARA O COMBATE ÀS MUDANÇAS CLIMÁTICAS NA AMAZÔNIA Programa de Sustentabilidade Global Centro de Estudos em Sustentabilidade Fundação Getúlio Vargas Programa de

Leia mais

LEGISLAÇÃO DO CRÉDITO RURAL

LEGISLAÇÃO DO CRÉDITO RURAL *PRONAF* Legislação LEGISLAÇÃO DO CRÉDITO RURAL Art. 187. A política agrícola será planejada e executada na forma da lei, com a participação efetiva do setor de produção, envolvendo produtores e trabalhadores

Leia mais

Junho, 2015. Proposta do Observatório do Clima para a Contribuição Nacionalmente Determinada (NDC) Brasileira

Junho, 2015. Proposta do Observatório do Clima para a Contribuição Nacionalmente Determinada (NDC) Brasileira Proposta do Observatório do Clima para a Contribuição Nacionalmente Determinada Pretendida do Brasil Junho, 2015 Proposta do Observatório do Clima para a Contribuição Nacionalmente Determinada (NDC) Brasileira

Leia mais

A Lei de Diretrizes da Política

A Lei de Diretrizes da Política A Lei de Diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana Lei nº 12.587, de 3 de janeiro de 2012 Ipea, 06 de janeiro de 2012 Sumário Objetivo: avaliar a nova Lei de Diretrizes da Política de Nacional

Leia mais

Portal dos Convênios SICONV

Portal dos Convênios SICONV Portal dos Convênios SICONV O Novo Paradigma das Transferências Voluntárias da União Departamento de Suporte à Gestão do Sistema de Transferências Voluntárias da União Coordenação Geral de Sistema e Informação

Leia mais

Gestão de Serviços Ambientais nas Empresas. Uma questão estratégica

Gestão de Serviços Ambientais nas Empresas. Uma questão estratégica Gestão de Serviços Ambientais nas Empresas Uma questão estratégica Ética Ambiental ÉTICA. Do grego ETHOS, que significa modo de ser, caráter. Forma de agir do Homem em seu meio social. O comportamento

Leia mais

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL SECRETARIA DE FUNDOS REGIONAIS E INCENTIVOS FISCAIS

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL SECRETARIA DE FUNDOS REGIONAIS E INCENTIVOS FISCAIS MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL SECRETARIA DE FUNDOS REGIONAIS E INCENTIVOS FISCAIS SBN Q 02, Lote 11, Ed. Apex Brasil, Portaria B, Gabinete - CEP: 70.041-907 - Brasília- DF Telefone: (61) 3414-5867

Leia mais

REESTRUTURAÇÃO DO CADASTRO

REESTRUTURAÇÃO DO CADASTRO REESTRUTURAÇÃO DO CADASTRO VISANDO À MULTIFINALIDADE: Aspectos técnicos, legais e administrativos Profª Andrea F. T. Carneiro Programa de Pós-graduação em Ciências Geodésicas e Tecnologias da Geoinformação

Leia mais

Gestão da Demanda de Água Através de Convênios e Parcerias com o Governo do Estado de São Paulo e Prefeitura da Cidade de São Paulo SABESP

Gestão da Demanda de Água Através de Convênios e Parcerias com o Governo do Estado de São Paulo e Prefeitura da Cidade de São Paulo SABESP Gestão da Demanda de Água Através de Convênios e Parcerias com o Governo do Estado de São Paulo e Prefeitura da Cidade de São Paulo SABESP R. R. Chahin a a. Companhia de Saneamento Básico do Estado de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA ESPECIALIZADA (PESSOA FÍSICA) Contrato por Produto Nacional

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA ESPECIALIZADA (PESSOA FÍSICA) Contrato por Produto Nacional TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA ESPECIALIZADA (PESSOA FÍSICA) Contrato por Produto Nacional Número e Título do Projeto: BRA/09/004 Fortalecimento da CAIXA no seu processo de internacionalização

Leia mais

A Água da Amazônia irriga o Sudeste? Reflexões para políticas públicas. Carlos Rittl Observatório do Clima Março, 2015

A Água da Amazônia irriga o Sudeste? Reflexões para políticas públicas. Carlos Rittl Observatório do Clima Março, 2015 A Água da Amazônia irriga o Sudeste? Reflexões para políticas públicas Carlos Rittl Observatório do Clima Março, 2015 servatório(do(clima( SBDIMA( (( Sociedade(Brasileira( de(direito( Internacional(do(

Leia mais

Cadastro Ambiental Rural

Cadastro Ambiental Rural Cadastro Ambiental Rural E suas possíveis contribuições para a gestão de bacias hidrográficas Botucatu 28/06/2013 Caroline Vigo Cogueto Centro de Monitoramento Coordenadoria de Biodiversidade e Recursos

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DO SICONV SISTEMA DE GESTÃO DE CONVÊNIO PORTAL DOS CONVÊNIOS CONCEDENTE

ORIENTAÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DO SICONV SISTEMA DE GESTÃO DE CONVÊNIO PORTAL DOS CONVÊNIOS CONCEDENTE ORIENTAÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DO SICONV SISTEMA DE GESTÃO DE CONVÊNIO PORTAL DOS CONVÊNIOS CONCEDENTE 1 APRESENTAÇÃO Convênios são acordos firmados por entidades públicas de qualquer espécie, ou entre estas

Leia mais

ESTUDO TÉCNICO DE VIABILIDADE DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS PARA PROTEÇÃO DA ÁGUA PARA O SUB-SISTEMA CANTAREIRA

ESTUDO TÉCNICO DE VIABILIDADE DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS PARA PROTEÇÃO DA ÁGUA PARA O SUB-SISTEMA CANTAREIRA ESTUDO TÉCNICO DE VIABILIDADE DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS PARA PROTEÇÃO DA ÁGUA PARA O SUB-SISTEMA CANTAREIRA Joanópolis, São Paulo Julho de 2011 Associação Terceira Via foi fundada em 20 de fevereiro

Leia mais

38º Café com Sustentabilidade FEBRABAN

38º Café com Sustentabilidade FEBRABAN 38º Café com Sustentabilidade FEBRABAN THE NATURE CONSERVANCY - TNC Programa de Conservação Floresta Atlântica e Savana Central Samuel Barrêto 10 de Junho 2014 TNC no mundo O que mudou na agenda hídrica?

Leia mais

CPC 15. Combinações de Negócios. Conselho Regional de Contabilidade - CE AUDIT

CPC 15. Combinações de Negócios. Conselho Regional de Contabilidade - CE AUDIT CPC 15 Combinações de Negócios Conselho Regional de Contabilidade - CE AUDIT Agenda Introdução e Objetivos Alcance Definições e Escopo Tipos de Aquisições Aplicação do Método de Aquisição Ativos e Passivos

Leia mais

ESTADO DO ACRE. Estado do Acre estabelece processos de inclusão social e econômica visando ao uso sustentável dos recursos naturais

ESTADO DO ACRE. Estado do Acre estabelece processos de inclusão social e econômica visando ao uso sustentável dos recursos naturais Estado do Acre estabelece processos de inclusão social e econômica visando ao uso sustentável dos recursos naturais Através da Política de Valorização do Ativo Ambiental Florestal e do Zoneamento Ecológico

Leia mais

PROJETO DE LEI 01-00416/2015 do Vereador Ricardo Young (PPS)

PROJETO DE LEI 01-00416/2015 do Vereador Ricardo Young (PPS) Secretaria Geral Parlamentar Secretaria de Documentação Equipe de Documentação do Legislativo PROJETO DE LEI 01-00416/2015 do Vereador Ricardo Young (PPS) "Dispõe sobre a organização e funcionamento do

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº2.557 0/08

LEI MUNICIPAL Nº2.557 0/08 LEI MUNICIPAL Nº2.557 0/08 INSTITUI A POLÍTICA MUNICIPAL DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A Câmara Municipal de Caeté, Minas Gerais, aprova: Art. 1º - Fica instituída a Política

Leia mais