FUMSOFT EDITAL 002/2013 1ª EDIÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FUMSOFT EDITAL 002/2013 1ª EDIÇÃO"

Transcrição

1 FUMSOFT PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À MELHORIA E QUALIDADE DOS PROCESSOS DE SOFTWARE EM EMPRESAS COM ESTABELECIMENTO EM MINAS GERAIS E DIFUSÃO DO MODELO MPS.BR (MELHORIA DE PROCESSO DO SOFTWARE BRASILEIRO) EDITAL 002/2013 1ª EDIÇÃO SELEÇÃO DE EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA MPS.BR PARA O PROGRAMA DE APOIO À QUALIFICAÇÃO MPS.BR Grupo 11 (G11) GERIDO PELA FUMSOFT Projeto Apoio do Estado de Minas Gerais ao Programa de Aceleração de Start-Ups ACELERA MG/ MG TI 2022, conforme convênio FAPEMIG nº /13, assinado em 05/09/2013. A FUMSOFT, gestora do Programa de Apoio e Incentivo à Melhoria e Qualidade dos Processos de Software em Empresas com Estabelecimento em Minas Gerais Programa de Apoio à Qualificação MPS.BR Grupo 11 (G11), torna público que se encontra aberto o Edital para o processo de seleção das empresas prestadoras de serviços de consultoria MPS.BR, para compor o cadastro de reserva de consultores e convida a se candidatarem de acordo com as condições estipuladas neste Edital. 1 OBJETO Descrever as condições e referências para a formação de um cadastro de reserva de empresas prestadoras de serviços de consultoria em implementação do modelo MPS.BR em empresas com estabelecimento em Minas Gerais. 2 CONCEITOS Para fins do presente Edital e para um maior entendimento do seu conteúdo, fica abaixo explicitado o significado das palavras e/ou expressões que se seguem: Instituição Avaliadora (IA): Instituição autorizada, mediante convênio com a SOFTEX, como avaliadora seguindo o MA-MPS (Modelo de Avaliação do MPS.BR) Instituição Implementadora (II): Instituição autorizada, mediante convênio com a SOFTEX, como implementadora do MR-MPS (Modelo de Referência do MPS.BR) Instituição Organizadora de Grupo de Empresas (IOGE): Instituição autorizada, mediante convênio com a SOFTEX, como organizadora de grupo de empresas para implementação do MR-MPS e avaliação seguindo o MA-MPS. 1

2 2.4 - Software Engineering Process Group (SEPG): Grupo responsável pela definição, manutenção e melhoria do processo de engenharia de software em uma organização Nível de maturidade: Grau de melhoria de processos para um predeterminado conjunto no qual todos os resultados esperados do processo e dos atributos dos processos são atendidos. Os níveis que compõem o modelo MPS.BR e os processos correlatos estão listados na tabela abaixo. Níveis Nome Processos A Em Otimização B Gerenciado Quantitativament Gerência de Projetos GPR (evolução) e C Definido Gerência de Riscos GRI, Desenvolvimento para Reutilização DRU, Gerência de Decisões GDE D E F G 3 VAGAS Largamente Definido Parcialmente Definido Gerenciado Parcialmente Gerenciado Verificação VER, Validação VAL, Projeto e Construção do Produto PCP, Integração do Produto ITP, Desenvolvimento de Requisitos - DRE Gerência de Projetos GPR (evolução), Gerência de Reutilização GRU, Gerência de Recursos Humanos GRH, Definição do Processo Organizacional DFP, Avaliação e Melhoria do Processo Organizacional AMP Medição MED, Garantia da Qualidade GQA, Gerência de Portfólio de Projetos GPP, Gerência de Configuração GCO, Aquisição - AQU Gerência de Requisitos GRE, Gerência de Projetos - GPR O processo seletivo será realizado para formação de um cadastro de reserva. As empresas consultoras serão selecionadas para atuarem nas empresas participantes do G11, obedecendo aos critérios discriminados na Seção 4 deste edital, e aprovação na entrevista do(s) consultor(es) da empresa prestadora de serviço. 4 CANDIDATOS ELEGÍVEIS O processo de seleção das empresas consultoras considerará elegível a empresa que apresentar as seguintes premissas: Cumprimento dos prazos descritos na seção 10; Cumprimento das condições descritas na seção 5. 2

3 5 CONDIÇÕES PARA PARTICIPAÇÃO As condições básicas para participar do processo de seleção são: Ter no mínimo 1 (hum) consultor/implementador com certificado oficialmente aprovado em Prova P2 da SOFTEX; Ter ao menos 1 (hum) consultor que participou de no mínimo 3 (três) implementações oficiais de nível G ou de 2 nível F ou acima; Ter experiência de no mínimo 6 (seis) anos comprovados em desenvolvimento e implementações de sistemas, com participação em projetos, como Gerente, analista de sistemas ou desenvolvedor; Ser avaliado, em entrevista, pela Coordenação do setor de Qualidade/FUMSOFT. 6 PROCESSO DE SELEÇÃO O processo de empresas prestadoras de serviço de consultoria em MPS.BR do Programa de Apoio à Qualificação MPS.BR Grupo 11 (G11) terá as seguintes etapas: 1. Divulgação do Edital 2. Solicitação e devolução do Termo de Acordo de Adesão ao Projeto - para o 3. Entrevista com o(s) consultor(es) indicado(s) pela empresa prestadora de serviço. 4. Divulgação Preliminar no site da FUMSOFT das empresas aprovadas de acordo com o critério do Edital 5. Envio da Minuta do Contrato pela FUMSOFT 6. Assinatura e Envio dos Contratos para a FUMSOFT 7. Divulgação Oficial do Resultado da Seleção 7 PROCEDIMENTOS PARA A SELEÇÃO 7.1 Serão selecionadas para o cadastro de reserva de empresas prestadoras de serviços de consultorias em MPS.BR, as empresas que cumprirem as etapas descritas na Seção 3 deste edital A FUMSOFT realizará a Divulgação Preliminar - item 4 da seção 10 - das empresas selecionadas, através de seu site ( que deverão prosseguir no trâmite do processo de contratação. 3

4 7.3 - O Contrato deverá ser assinado em 3 (três) vias, pelo representante legal da CONTRATANTE, e deverá ser encaminhado para o endereço abaixo até às 17 horas do dia 29 de Novembro de 2013 (sexta-feira): FUMSOFT SOCIEDADE MINEIRA DE SOFTWARE QUALIDADE / CCOMP CENTRO DE COMPETÊNCIA A/C: SETOR DE QUALIDADE Av. Afonso Pena, º andar Cruzeiro - Belo Horizonte MG CEP As empresas que não cumprirem o item 6 da seção 10 até sua data limite, serão automaticamente eliminadas O edital poderá ser obtido sem custos via internet através do endereço ( 8 SERVIÇOS A SEREM PRESTADOS As seguintes atividades deverão ser executadas pelas empresas consultoras para implementação do modelo MPS.BR: Diagnóstico Inicial: Objetiva um mapeamento dos pontos fortes, pontos fracos e oportunidades de melhorias nos atuais processos de desenvolvimento de software. Esse trabalho variará de 8 a 16 horas, dependendo do nível de maturidade pleiteado pela empresa; Consultoria Executiva: Conduz reuniões de consultoria para a implementação do programa de melhoria de processos. o Nível G - 64 horas o Nível G para F - 60 horas; o Nível F horas o Nível F para C horas. Análise Crítica: Objetiva a realização de auditoria sobre o andamento dos trabalhos de consultoria e implementação. Este trabalho tem a duração de 4 (quatro) horas para cada empresa participante do G11; Treinamento: Capacita as empresas nos processos a serem implementados, de acordo com o grau de maturidade definido; o Nível G - 16 horas o Nível G para F - 28 horas; o Nível F - 28 horas 4

5 o Nível F para C - 24 horas. Diagnóstico de Pré-Avaliação (DPA): Objetiva diagnosticar o risco com relação à avaliação oficial a ser realizada posteriormente por uma IA através da observação do grau de aderência da empresa aos processos que serão avaliados. Deve mapear eventuais lacunas e propor ações corretivas a serem implementadas antes da etapa de Avaliação Oficial. A execução desse trabalho variará de 8 a 18 horas, dependendo do nível de maturidade pleiteado pela empresa; Participação na Avaliação Inicial Oficial: Acompanha após o DPA de requeridos e oportunidades de melhorias levantadas pela equipe de consultores da II e possíveis ajustes que se fizerem necessários. Visando a certificação oficial, um consultor da empresa participa da Avaliação Inicial Oficial, junto com a equipe da empresa do G11, auxiliando no correto andamento desta etapa, que já terá a participação da IA selecionada. 9 VALORES E FORMAS DE PAGAMENTO Os valores da hora técnica a serem pagos estão discriminados na Planilha Valores de Referência para pagamento de Consultores Projeto G11 (Anexo I). Os serviços deverão ser apontados pelas empresas prestadoras de consultoria em um relatório mensal contendo as horas efetivamente realizadas, a ser enviado para a coordenação. A coordenação, após verificação dos dados apontados, autorizará o pagamento contra a emissão de nota fiscal. 10 CALENDÁRIO As atividades deste Edital estão previstas de acordo com a tabela a seguir: Item Atividade Data 1 Divulgação do Edital 04/10/ Solicitação e devolução do Termo de Acordo de Adesão ao Projeto para o Até 17/10/ Entrevista com o(s) consultor(es) indicado(s) pela empresa prestadora de serviço. Até 08/11/ Divulgação preliminar no site da FUMSOFT das empresas aprovadas de acordo com o critério do Edital 13/11/ Envio da Minuta do Contrato pela FUMSOFT 18/11/ Assinatura e Envio dos Contratos para a FUMSOFT Até 29/11/ Divulgação Oficial do Resultado da Seleção 06/12/2013 As atividades de implementação do projeto deverão ocorrer em até 12 (doze) meses a partir da data de assinatura do Contrato. 5

6 11 CONDIÇÕES GERAIS Todas as informações recebidas das empresas serão tratadas como confidenciais Em qualquer fase do processo de seleção, a FUMSOFT poderá se fazer representar por parte de seus membros ou por consultores A aprovação das empresas prestadores de serviços de implementação MPS.BR candidatas ao Programa de Apoio à Qualificação MPS.BR Grupo 11 (G11) ficará sujeita à aprovação pela Comissão Julgadora de Projetos. 12- OUTRAS INFORMAÇÕES Demais informações poderão ser obtidas pelo e por meio do telefone (31)

FUMSOFT EDITAL 001/2013 1ª EDIÇÃO

FUMSOFT EDITAL 001/2013 1ª EDIÇÃO FUMSOFT PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À MELHORIA E QUALIDADE DOS PROCESSOS DE SOFTWARE EM EMPRESAS COM ESTABELECIMENTO EM MINAS GERAIS E DIFUSÃO DO MODELO MPS.BR (MELHORIA DE PROCESSO DO SOFTWARE BRASILEIRO)

Leia mais

MPS.BR. O MPS.BR é um programa para Melhoria de Processo do Software Brasileiro. A proposta MPS.BR nasceu com base nos moldes CMMI.

MPS.BR. O MPS.BR é um programa para Melhoria de Processo do Software Brasileiro. A proposta MPS.BR nasceu com base nos moldes CMMI. MPS.BR O MPS.BR é um programa para Melhoria de Processo do Software Brasileiro. A proposta MPS.BR nasceu com base nos moldes CMMI. ISO - 12207 para desenvolvimento de software. ISO - 15504 para avaliação

Leia mais

Da Pesquisa em Engenharia de Software à Melhoria da Qualidade de Software no Brasil

Da Pesquisa em Engenharia de Software à Melhoria da Qualidade de Software no Brasil Da Pesquisa em Engenharia de Software à Melhoria da Qualidade de Software no Brasil Autores: Marcos Kalinowski (COPPE/UFRJ), Gleison Santos (PPGI - UNIRIO), Rafael Prikladnicki (PUCRS), Ana Regina Rocha

Leia mais

Melhoria do Processo de Software MPS-BR

Melhoria do Processo de Software MPS-BR Melhoria do Processo de Software MPS-BR Fabrício Sousa Pinto fabbricio7@yahoo.com.br O que é Qualidade? O problema da gestão da qualidade não é que as pessoas não sabem a respeito dela. O problema é que

Leia mais

A visão do modelo MPS.BR para Gerência de Projeto - Nível G. por Adriana Silveira de Souza

A visão do modelo MPS.BR para Gerência de Projeto - Nível G. por Adriana Silveira de Souza A visão do modelo MPS.BR para Gerência de Projeto - Nível G por Adriana Silveira de Souza Agenda Visão Geral do MPS.BR Processos e Capacidade de Processo Níveis de Maturidade Atributos de Processo Processo

Leia mais

FUMSOFT SOCIEDADE MINEIRA DE SOFTWARE

FUMSOFT SOCIEDADE MINEIRA DE SOFTWARE FUMSOFT SOCIEDADE MINEIRA DE SOFTWARE PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO INSOFT BH (PRÉ- INCUBAÇÃO DE PROJETOS E INCUBAÇÃO DE EMPRESAS) EDITAL 001/2011 7ª EDIÇÃO SELEÇÃO DE NOVOS PROJETOS

Leia mais

Programa MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro: principais resultados, avanços e fatores críticos de sucesso (FCS)

Programa MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro: principais resultados, avanços e fatores críticos de sucesso (FCS) Programa MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro: principais resultados, avanços e fatores críticos de sucesso (FCS) SUMÁRIO 1. Introdução: programa MPS.BR 2. Principais resultados: modelo MPS,

Leia mais

Programa 04/12/2008 05/12/2008. 1. Relato de experiência Integração de modelos CMMI, MPS.BR e ISO 9000 na 7COMm Sergio Esmério (7COMm)

Programa 04/12/2008 05/12/2008. 1. Relato de experiência Integração de modelos CMMI, MPS.BR e ISO 9000 na 7COMm Sergio Esmério (7COMm) Programa 04/12/2008 05/12/2008 1. Relato de experiência Integração de modelos CMMI, MPS.BR e ISO 9000 na 7COMm Sergio Esmério (7COMm) 2. A importância do fator humano no desenvolvimento de software Daniel

Leia mais

Reutilização no MPS.BR e no projeto Cooperativa MPS.BR SOFTSUL. Porto Alegre, Agosto de 2008. Sumário

Reutilização no MPS.BR e no projeto Cooperativa MPS.BR SOFTSUL. Porto Alegre, Agosto de 2008. Sumário Reutilização no MPS.BR e no projeto Cooperativa MPS.BR SOFTSUL Porto Alegre, Agosto de 2008. Sumário Apresentação Programa MPS.BR Reutilização no MPS.BR Gerência de reutilização Desenvolvimento para reutilização

Leia mais

22/10/2012 WAMPS 2012. Implementação do MPS.BR na Informal Informática: Um Relato da Trajetória de Melhoria até o Nível C de Maturidade

22/10/2012 WAMPS 2012. Implementação do MPS.BR na Informal Informática: Um Relato da Trajetória de Melhoria até o Nível C de Maturidade 22/10/2012 WAMPS 2012 Implementação do MPS.BR na Informal Informática: Um Relato da Trajetória de Melhoria até o Nível C de Maturidade Tópicos 1. Institucional 2. Programa de Melhoria de Processos 3. Nível

Leia mais

MPS.BR: Melhoria de Processo do Software Brasileiro e dos Resultados de Desempenho

MPS.BR: Melhoria de Processo do Software Brasileiro e dos Resultados de Desempenho l MPS.BR: Melhoria de Processo do Software Brasileiro e dos Resultados de Desempenho SUMÁRIO 1. Introdução Programa MPS.BR e Modelo MPS 2. Programa MPS.BR Resultados Esperados, Resultados Alcançados e

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA CEFTRU/UNB N 0001/2015

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA CEFTRU/UNB N 0001/2015 CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA CEFTRU/UNB N 0001/2015 O Diretor do Centro Interdisciplinar de Estudos em Transportes (Ceftru), órgão da Universidade de Brasília-UnB, no uso de suas atribuições torna público

Leia mais

MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro

MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro SUMÁRIO: Introdução: Objetivo e Metas do MPS.BR (Propósito, Subprocessos e Resultados) Resultados Alcançados Dez2003 Set2006 Conclusão: MPS.BR Um Programa

Leia mais

Quem Somos CMM/ CMMI. ISO 9000 PNQ ISO 12207 ISO 15504 ITIL Outros modelos. Gestão Sistêmica da. Alinhamento às Diretrizes Organizacionais.

Quem Somos CMM/ CMMI. ISO 9000 PNQ ISO 12207 ISO 15504 ITIL Outros modelos. Gestão Sistêmica da. Alinhamento às Diretrizes Organizacionais. Quem Somos Missão Promover a melhoria e a busca da excelência na gestão organizacional e o aperfeiçoamento contínuo dos processos dos nossos clientes, por meio de modelos e padrões de qualidade adequados

Leia mais

MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro

MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro l MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro SUMÁRIO 1. Introdução 2. Modelo MPS 3. Programa MPS.BR: Resultados Alcançados (2004-2008) e Resultados Esperados (2004-2010) 4. MPS.BR Lições Aprendidas

Leia mais

Sheila Reinehr PUCPR - QualityFocus WAMPS 2012

Sheila Reinehr PUCPR - QualityFocus WAMPS 2012 Sheila Reinehr PUCPR - QualityFocus WAMPS 2012 Mercado de TI aproximadamente R$ 45 bilhões (2011) Hardware 23 52% Serviços 15,14 34% Software 6,3 14% Fonte: Associação Brasileira das Empresas de Software

Leia mais

MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro

MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro Melhoria de Processo do Software Brasileiro (MPS.BR) SUMÁRIO 1. Introdução 2. Implantação do Programa MPS.BR: 2004 2007 3. Consolidação do Programa MPS.BR: 20082010 4. Conclusão Kival Weber Coordenador

Leia mais

Prof. Dr. Ivanir Costa. Unidade IV QUALIDADE DE SOFTWARE

Prof. Dr. Ivanir Costa. Unidade IV QUALIDADE DE SOFTWARE Prof. Dr. Ivanir Costa Unidade IV QUALIDADE DE SOFTWARE introdução As mudanças que estão ocorrendo nos clientes e nos ambientes de negócios altamente competitivos têm motivado as empresas a modificarem

Leia mais

ATO CONVOCATÓRIO 008 2014. OBJETO: Credenciamento de Examinadores

ATO CONVOCATÓRIO 008 2014. OBJETO: Credenciamento de Examinadores ATO CONVOCATÓRIO 008 2014 OBJETO: Credenciamento de Examinadores O INSTITUTO QUALIDADE MINAS, pessoa jurídica de Direito privado sem fins lucrativos, qualificada como Organização da Sociedade Civil de

Leia mais

Programa MPS.BR e Modelo MPS: Contribuições para a Evolução da Qualidade de Software no Brasil

Programa MPS.BR e Modelo MPS: Contribuições para a Evolução da Qualidade de Software no Brasil l Programa MPS.BR e Modelo MPS: Contribuições para a Evolução da Qualidade de Software no Brasil SUMÁRIO 1. Introdução: Programa MPS.BR e Modelo MPS 2. Programa MPS.BR: Resultados Esperados, Resultados

Leia mais

FACULDADE POLITÉCNICA DE UBERLÂNDIA

FACULDADE POLITÉCNICA DE UBERLÂNDIA PROCESSO DE SELEÇÃO 01/2016 Ref.: PEIEX - Projeto de Extensão Industrial Exportadora Faculdade Politécnica (PEIEX-Faculdade Politécnica) SELEÇÃO DA EQUIPE TÉCNICA DO NÚCLEO OPERACIONAL DO TRIÂNGULO MINEIRO

Leia mais

Processo de garantia da qualidade baseado no modelo MPS.BR. Acadêmico: Anildo Loos Orientador: Everaldo Artur Grahl

Processo de garantia da qualidade baseado no modelo MPS.BR. Acadêmico: Anildo Loos Orientador: Everaldo Artur Grahl Processo de garantia da qualidade baseado no modelo MPS.BR Acadêmico: Anildo Loos Orientador: Everaldo Artur Grahl Roteiro introdução objetivos do trabalho fundamentação teórica desenvolvimento da ferramenta

Leia mais

Mapeamento para Implantação Conjunta dos Modelos MR-MPS-SW e CERTICS. Larissa Lopes de Araujo Ana Regina Rocha Gleison Santos

Mapeamento para Implantação Conjunta dos Modelos MR-MPS-SW e CERTICS. Larissa Lopes de Araujo Ana Regina Rocha Gleison Santos Mapeamento para Implantação Conjunta dos Modelos MR-MPS-SW e CERTICS Larissa Lopes de Araujo Ana Regina Rocha Gleison Santos Agenda 1. Introdução 2. Melhoria de Processos Multimodelo 3. Modelo de Referência

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Software Introdução à Melhoria de Processos de Software baseado no MPS.BR Prof. Maxwell Anderson www.maxwellanderson.com.br Agenda Introdução MPS.BR MR-MPS Detalhando o MPS.BR nível G Introdução

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA EDITAL PROCESSO SELETIVO

CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA EDITAL PROCESSO SELETIVO CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA EDITAL PROCESSO SELETIVO De ordem do Exmo. Professor Luis Carlos de Souza Vieira, Magnífico Reitor do Centro Universitário Newton Paiva, mantido pelo Instituto Cultural

Leia mais

Programa MPS.BR e Modelo MPS: A Evolução da Qualidade de Software no Brasil

Programa MPS.BR e Modelo MPS: A Evolução da Qualidade de Software no Brasil Programa MPS.BR e Modelo MPS: A Evolução da Qualidade de Software no Brasil 1. Qualidade de Software: motivação para o foco no processo, características dos processos de software e abordagens para melhoria

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL/SMAR Nº 002/2013

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL/SMAR Nº 002/2013 1 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL/SMAR Nº 002/2013 A Secretaria de Municipal de Administração e Recursos Humanos do Município de Santa Teresa faz saber que fará realizar o Processo Seletivo Simplificado,

Leia mais

PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO EDITAL DE SELEÇÃO - 01/2012

PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO EDITAL DE SELEÇÃO - 01/2012 PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO EDITAL DE SELEÇÃO - 01/2012 Seleção para o Programa de Aceleração de Startups da Incubadora da Fumsoft A FUMSOFT torna público que se encontra aberto

Leia mais

EDITAL Nº 01/2015 - TELESSAÚDE-ES/Ifes PROCESSO SELETIVO EQUIPE MULTIDISCIPLINAR

EDITAL Nº 01/2015 - TELESSAÚDE-ES/Ifes PROCESSO SELETIVO EQUIPE MULTIDISCIPLINAR EDITAL Nº 01/2015 - TELESSAÚDE-ES/Ifes PROCESSO SELETIVO EQUIPE MULTIDISCIPLINAR O Diretor Geral do Campus Vitória do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Ifes), no uso

Leia mais

Cronograma de Atividades Processo Seletivo Simplificado Edital 16/2015 CRONOGRAMA

Cronograma de Atividades Processo Seletivo Simplificado Edital 16/2015 CRONOGRAMA Cronograma de Atividades Processo Seletivo Simplificado Edital 16/2015 CRONOGRAMA ATIVIDADE DATAS Publicação de Extrato de Abertura de Inscrições 23 de novembro 2015 Período de Inscrições, Entrega de Títulos

Leia mais

FUMSOFT PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO (ACELERAÇÃO DE STARTUPS)

FUMSOFT PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO (ACELERAÇÃO DE STARTUPS) FUMSOFT PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO (ACELERAÇÃO DE STARTUPS) EDITAL 002/2013 9ª EDIÇÃO SELEÇÃO DE NOVOS PROJETOS PARA O PROGRAMA DE ACELERAÇÃO CÉLULA PUC MINAS GERIDO PELA FUMSOFT

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA EDITAL N.º 019/2013

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA EDITAL N.º 019/2013 SELEÇÃO DE ALUNOS PARA PROVIMENTO DAS VAGAS PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA (PNAP - PÚBLICA), NA MODALIDADE A DISTÂNCIA A Universidade Federal de Juiz de Fora, por meio do Centro de Educação

Leia mais

PARA SELEÇÃO DE PROFISSIONAIS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, COMPREENDENDO O ESTUDO DE PREVALÊNCIA DE INCAPACIDADES NO MUNICÍPIO DE RESENDE - RJ.

PARA SELEÇÃO DE PROFISSIONAIS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, COMPREENDENDO O ESTUDO DE PREVALÊNCIA DE INCAPACIDADES NO MUNICÍPIO DE RESENDE - RJ. EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015 PARA SELEÇÃO DE PROFISSIONAIS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, COMPREENDENDO O ESTUDO DE PREVALÊNCIA DE INCAPACIDADES NO MUNICÍPIO DE RESENDE - RJ. A AFR ASSOCIAÇÃO

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL NIT/IFMG Nº 01 DE 03 DE MARÇO DE 2016

EDITAL INSTITUCIONAL NIT/IFMG Nº 01 DE 03 DE MARÇO DE 2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS GABINETE DA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, INOVAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

Melhoria de Processos de Software com o MPS.BR

Melhoria de Processos de Software com o MPS.BR Melhoria de Processos de Software com o MPS.BR Prof. Dr. Marcos Kalinowski (UFF) kalinowski@acm.org Agenda do Curso Motivação para processos de software Visão geral do programa MPS.BR e do modelo MPS-SW

Leia mais

Implantação do Processo Aquisição na Synapsis Brasil. Carlos Simões Ana Regina Rocha Gleison Santos

Implantação do Processo Aquisição na Synapsis Brasil. Carlos Simões Ana Regina Rocha Gleison Santos Implantação do Processo Aquisição na Synapsis Brasil Carlos Simões Ana Regina Rocha Gleison Santos Data: 20/10/2009 Agenda Empresa Problema Alternativas Implementação Forma de contratação Processo Aquisição

Leia mais

Programa Institucional de Bolsa de Extensão PIBEX

Programa Institucional de Bolsa de Extensão PIBEX Programa Institucional de Bolsa de Extensão PIBEX EDITAL Nº 013/2015 PIBEX/UFPI - Bolsas de Extensão/2016 Processo Seletivo de Programas e Projetos de Extensão A Pró-Reitoria de Extensão PREX, por meio

Leia mais

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO Comunicado de Processo Seletivo INTERNO Nº 003/2015

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO Comunicado de Processo Seletivo INTERNO Nº 003/2015 TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO Comunicado de Processo Seletivo INTERNO Nº 003/2015 O SESI Piauí, assessorado pelo IEL, torna pública a realização do Processo Seletivo Interno nº 003/2015 destinado a

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA EDITAL GABINETE/DEPEN BRA/14/011 Contratação de Consultoria Nacional Especializada para Formulação de Modelo de Gestão de Inteligência Penitenciária BRASÍLIA, AGOSTO DE 2015 TERMO

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO À CAPACITAÇÃO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

FUNDAÇÃO DE APOIO À CAPACITAÇÃO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDITAL FACTI/CERTICS-Nº 01/2013 CHAMADA PARA QUALIFICAÇÃO DE INSTITUIÇÕES DE APOIO À APLICAÇÃO DA METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO DA CERTIFICAÇÃO CERTICS PARA SOFTWARE 1ª CHAMADA Pessoas Jurídicas sem Finalidade

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 004/2016 22/01/2016

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 004/2016 22/01/2016 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 004/2016 22/01/2016 O SESI Serviço Social da Indústria torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas, observados os requisitos mínimos

Leia mais

1.2. O acompanhamento de Editais e comunicados referentes a este Processo Seletivo é de responsabilidade exclusiva do candidato.

1.2. O acompanhamento de Editais e comunicados referentes a este Processo Seletivo é de responsabilidade exclusiva do candidato. EDITAL Nº 11/2015, de 28 de abril de 2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA SERVIDORES PÚBLICOS DE ENSINO PARA INGRESSO NO CURSO TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO SUBSEQUENTE AO ENSINO MÉDIO, DO PROFUNCIONÁRIO CURSOS A DISTÂNCIA

Leia mais

EDITAL Nº 001/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA TÉCNICA

EDITAL Nº 001/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA TÉCNICA Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica EDITAL Nº 001/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA TÉCNICA A Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Leia mais

Edital de Candidatura

Edital de Candidatura PROCESSO SELETIVO DE EXECUTORES EDITAL N.º 01/2014 Edital de Candidatura Processo Seletivo de Executores - 1º Semestre de 2014 Considerações iniciais A Estat Júnior - Estudos Aplicados à Estatística Consultoria

Leia mais

REGULAMENTO DO PROCESSO SELETIVO Nº 086/2012

REGULAMENTO DO PROCESSO SELETIVO Nº 086/2012 REGULAMENTO DO PROCESSO SELETIVO Nº 086/2012 A FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU BRASIL (FPTI-BR) comunica a realização de Processo Seletivo nº. 086/2012 sob contratação em regime CLT (Consolidação das

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA Nº 15/2013 SELEÇÃO DE PROFISSIONAIS PARA O PROJETO REGISTRO DE IDENTIDADE CIVIL REPLANEJAMENTO E NOVO PROJETO PILOTO

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA Nº 15/2013 SELEÇÃO DE PROFISSIONAIS PARA O PROJETO REGISTRO DE IDENTIDADE CIVIL REPLANEJAMENTO E NOVO PROJETO PILOTO CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA Nº 15/2013 SELEÇÃO DE PROFISSIONAIS PARA O PROJETO REGISTRO DE IDENTIDADE CIVIL REPLANEJAMENTO E NOVO PROJETO PILOTO 1. PROJETO SELECIONA PROFISSIONAIS PARA DIVERSOS PERFIS

Leia mais

SELETIVO DE INSTRUTORES INTERNOS PARA O BANCO DE TALENTOS DA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS

SELETIVO DE INSTRUTORES INTERNOS PARA O BANCO DE TALENTOS DA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS EDITAL DE CONVOCAÇ ÃO Nº 001/2016/Progep PROCESSO SELETIVO DE INSTRUTORES INTERNOS PARA O BANCO DE TALENTOS DA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas/Progep, por meio da

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROGRAMA DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO - PRONATEC EDITAL Nº 018/2012 CAMPUS JIPARANÁ

Leia mais

Processo Seletivo: 003/2016 DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SENAC DR

Processo Seletivo: 003/2016 DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SENAC DR Processo Seletivo: 003/2016 DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SENAC DR O SENAC/MS torna público que, nos termos da Resolução SENAC nº 1018/2015, está aberto processo seletivo para contratação de pessoal, nos

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2015. Desenvolvimento, produção e realização da 20ª Festa do Imigrante.

CARTA CONVITE Nº 003/2015. Desenvolvimento, produção e realização da 20ª Festa do Imigrante. São Paulo, 24 de fevereiro de 2015. CARTA CONVITE Nº 003/2015 Desenvolvimento, produção e realização da 20ª Festa do Imigrante. O (INCI), Organização Social gestora do Museu da Imigração, de acordo com

Leia mais

FACULDADE SENAC GOIÂNIA

FACULDADE SENAC GOIÂNIA FACULDADE SENAC GOIÂNIA NORMA ISO 12.207 Curso: GTI Matéria: Auditoria e Qualidade de Software Professor: Elias Ferreira Acadêmico: Luan Bueno Almeida Goiânia, 2015 CERTIFICAÇÃO PARA O MERCADO BRASILEIRO

Leia mais

FUMSOFT SOCIEDADE MINEIRA DE SOFTWARE PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO ABERTO EM 10/02/2012

FUMSOFT SOCIEDADE MINEIRA DE SOFTWARE PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO ABERTO EM 10/02/2012 FUMSOFT SOCIEDADE MINEIRA DE SOFTWARE PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO EDITAL DE SELEÇÃO SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS E PROJETOS PARA OS PROGRAMAS DE PRÉ-INCUBAÇÃO DE PROJETOS E PROGRAMA

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA DE EXTENSÃO Nº 005/2014

EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA DE EXTENSÃO Nº 005/2014 Universidade Federal de Juiz de Fora Diretoria de Gerenciamento de Projetos da UFJF EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA DE EXTENSÃO Nº 005/2014 PROJETOS DE EXTENSÃO: Casa da Criança / IBPeron / Axé Criança A

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 09/2016

EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 09/2016 EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 09/2016 A Fundação de Apoio Científico e Tecnológico do Tocantins FAPTO, personalidade jurídica de direito privado, CNPJ: 06.343.763/0001-11, situada à Orla 14, Praia da

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PÚBLICO Nº 14/2014

PROCESSO SELETIVO PÚBLICO Nº 14/2014 PROCESSO SELETIVO PÚBLICO Nº 14/2014 A Agência de Desenvolvimento e Inovação Inova Sorocaba, Organização Social, sediada na Av. Itavuvu, 11.777 Parque Tecnológico, CEP 18.078-005, Sorocaba SP, torna público

Leia mais

CARGOS, VAGAS, LOCAL DE TRABALHO, CARGA HORÁRIA E REMUNERAÇÃO. N. de vagas. Sede do Centro de Defesa da Cidadania - BH

CARGOS, VAGAS, LOCAL DE TRABALHO, CARGA HORÁRIA E REMUNERAÇÃO. N. de vagas. Sede do Centro de Defesa da Cidadania - BH EDITAL N. 01/12 DO CENTRO DE DEFESA DA CIDADANIA PARA PROCESSO DE SELEÇÃO DE GERENTE ADMINISTRATIVO E TÉCNICO SOCIAL PARA O 5º TERMO ADITIVO AO CONVÊNIO 026/2008 Art. 1º. O Centro de Defesa da Cidadania,

Leia mais

INCUBADORA EMPRESARIAL DE OSÓRIO

INCUBADORA EMPRESARIAL DE OSÓRIO INCUBADORA EMPRESARIAL DE OSÓRIO EDITAL DO PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INGRESSO NA MODALIDADE DE INCUBAÇÃO INTERNA E INCUBAÇÃO EXTERNA Osório 2015 EDITAL nº 01/2015 DO PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPREENDEDORES

Leia mais

Manual de Recursos Humanos

Manual de Recursos Humanos Manual de Recursos Humanos 1º Edição 01/2016 SUMÁRIO INTRODUÇÃO CAPÍTULO I - RECRUTAMENTO E SELEÇÃO CAPÍTULO II - TREINAMENTO & DESENVOLVIMENTO CAPÍTULO III CARGOS & SALÁRIOS CAPÍTULO IV BENEFÍCIOS CAPÍTULO

Leia mais

PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS COM ENFASE NO SETOR DE PETRÓELO E GÁS PRH 55

PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS COM ENFASE NO SETOR DE PETRÓELO E GÁS PRH 55 PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS COM ENFASE NO SETOR DE PETRÓELO E GÁS PRH 55 O Programa de Formação de Recursos Humanos da ANP com ênfase no setor petróleo, gás e biocombustíveis PRH 55, no âmbito

Leia mais

Qualidade, Processos e Gestão de Software Professores: Alexandre Vasconcelos e Hermano Moura. O Modelo. Wesley Torres Galindo. wesleygalindo@gmail.

Qualidade, Processos e Gestão de Software Professores: Alexandre Vasconcelos e Hermano Moura. O Modelo. Wesley Torres Galindo. wesleygalindo@gmail. Qualidade, Processos e Gestão de Software Professores: Alexandre Vasconcelos e Hermano Moura O Modelo Wesley Torres Galindo wesleygalindo@gmail.com Agenda O que é? Motivação Organização do MPS.BR Estrutura

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL N o 056/2012 PROPESP/UFAM A UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM), por intermédio da Pró- Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação,

Leia mais

EDITAL Nº 135 /2010 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2010 SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET- MG NASCENTE ARAXÁ

EDITAL Nº 135 /2010 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2010 SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET- MG NASCENTE ARAXÁ EDITAL Nº 135 /2010 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2010 SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET- MG NASCENTE ARAXÁ O DIRETOR-GERAL DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 11/2014

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 11/2014 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 11/2014 Dispõe sobre Processo Seletivo de Funcionário para as vagas de Auxiliar Administrativo I no Centro Universitário - Católica de Santa Catarina em Jaraguá do Sul. A

Leia mais

Material de Experimento para Avaliação do Impacto do Jogo Educacional X-MED

Material de Experimento para Avaliação do Impacto do Jogo Educacional X-MED Material de Experimento para Avaliação do Impacto do Jogo Educacional X-MED Christiane Gresse von Wangenheim Relatório Técnico LQPS003.07P Copyright 2007 LQPS - Laboratório de Qualidade e Produtividade

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO Nº 026/2014

EDITAL PROCESSO SELETIVO Nº 026/2014 O Instituto Agropolos do Ceará, entidade de direito privado e sem fins econômicos, inscrito no CNPJ sob nº 04.867.567/0001-10, qualificado como Organização Social através do Decreto nº 26.528 de 07/03/2002,

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS N. O 01.2015

EDITAL DE SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS N. O 01.2015 EDITAL DE SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS N. O 01.2015 Seleção de Estagiários para o programa de formação de Agentes Ambientais do Projeto Vale Sustentável, conforme contrato de Patrocínio entre a ANEA Associação

Leia mais

EDITAL Nº29-22/03/2013 DEDC SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS E PROJETOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET-MG NASCENTE EM LEOPOLDINA.

EDITAL Nº29-22/03/2013 DEDC SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS E PROJETOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET-MG NASCENTE EM LEOPOLDINA. EDITAL Nº29-22/03/2013 DEDC SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS E PROJETOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET-MG NASCENTE EM LEOPOLDINA. O DIRETOR-GERAL DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA DE TREINAMENTO PROFISSIONAL Nº 0002/2014

EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA DE TREINAMENTO PROFISSIONAL Nº 0002/2014 Universidade Federal de Juiz de Fora Diretoria de Gerenciamento de Projetos da UFJF EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA DE TREINAMENTO PROFISSIONAL Nº 0002/2014 A Diretoria de Gerenciamento de Projetos faz público

Leia mais

Tipo de Documento: Documentos do SGQ Data de Emissão: 25/08/2010 Data de revisão: 12/01/2016

Tipo de Documento: Documentos do SGQ Data de Emissão: 25/08/2010 Data de revisão: 12/01/2016 Página 1 de 8 EDITAL Nº 02/2016 A INCIT - Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá torna público que estarão abertas às inscrições para o processo seletivo de novas startups para o Programa

Leia mais

1.2 O Processo Seletivo será realizado pelo Instituto Federal de Mato Grosso do Sul, conforme as normas deste edital.

1.2 O Processo Seletivo será realizado pelo Instituto Federal de Mato Grosso do Sul, conforme as normas deste edital. EDITAL Nº. 15/2010 PROCESSO SELETIVO DE TUTOR A DISTÂNCIA PARA OS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO SUBSEQUENTES NA MODALIDADE A DISTÂNCIA e-tec- ESCOLA TÉCNICA ABERTA DO BRASIL O REITOR DO INSTITUTO FEDERAL

Leia mais

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria 1ª Versão 1 Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria PROCESSO DE ADMISSÃO 1ª Versão 2 ÍNDICE 1 - INTRODUÇÃO 2 - VISÃO SISTÊMICA

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 016/2013 07/04/2013

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 016/2013 07/04/2013 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 016/2013 07/04/2013 O SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas observados

Leia mais

Prova de Conhecimento para Consultores de Implementação MPS.BR INSTRUÇÕES

Prova de Conhecimento para Consultores de Implementação MPS.BR INSTRUÇÕES Implementação MPS.BR 26 de maio de 2008 4 horas de duração e-mail: (DEIXAR EM BRANCO) RESULTADO: Q1 Q2 Q3 Q4 Q5 Q6 Q7 Q8 Q9 Q10 Nota INSTRUÇÕES Para a maioria das questões você tem mais de uma opção e

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ Centro de Ciências Sociais Aplicadas Pró Reitoria de Extensão e Cultura

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ Centro de Ciências Sociais Aplicadas Pró Reitoria de Extensão e Cultura EDITAL 003/2015- Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior SETI Modalidade Recém- Formados e Graduandos. PROGRAMA UNIVERSIDADE SEM FRONTEIRAS SETI-USF Subprograma APOIO AO EMPREENDEDORISMO

Leia mais

CARGO, VAGA, LOCAL DE TRABALHO, CARGA HORÁRIA E REMUNERAÇÃO

CARGO, VAGA, LOCAL DE TRABALHO, CARGA HORÁRIA E REMUNERAÇÃO EDITAL N. 02/2016 RELATIVO AO TERMO DE PARCERIA N. 035/2016 DO INSTITUTO JURÍDICO PARA EFETIVAÇÃO DA CIDADANIA - MINAS GERAIS PROCESSO DE SELEÇÃO DE COLABORADORES PARA ATUAR NA ÁREA-MEIO DOS PROGRAMAS

Leia mais

Lições Aprendidas na Organização de Grupos de Empresas

Lições Aprendidas na Organização de Grupos de Empresas Lições Aprendidas na Organização de Grupos de Empresas Projeto MPS.BR Carlos Vicente Barbieri Palestino Rosângela Míriam L.O. Mendonça V-07 Agenda Introdução Organização de grupos Formas de atuação das

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL N o 032/2012 PROPESP/UFAM A UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM), por intermédio da Pró- Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação,

Leia mais

EDITAL Nº 01 DDG/CGPROG/2013

EDITAL Nº 01 DDG/CGPROG/2013 PROCESSO SELETIVO DE SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS PARA CADASTRO DE INSTRUTORES PARA OS CURSOS ANÁLISE E MELHORIA DE PROCESSOS E MÓDULO 3 GESTÃO DE PROCESSOS (PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DE GERENTES OPERACIONAIS

Leia mais

Processo de Incentivo à Indicação de Novo Colaborador. Descritivo do Processo. Versão 2.0

Processo de Incentivo à Indicação de Novo Colaborador. Descritivo do Processo. Versão 2.0 Processo de Incentivo à Indicação de Novo Colaborador Descritivo do Processo Versão 2.0 1 INDICE 1. APRESENTAÇÃO... 3 1.1. Objetivos... 3 1.1.1. Objetivos da definição do Processo de Incentivo à Indicação

Leia mais

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA UNB CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD-UNB PROCESSO SIMPLIFICADO DE SELEÇÃO CHAMADA PÚBLICA Nº 01/2014 CEAD-UNB

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA UNB CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD-UNB PROCESSO SIMPLIFICADO DE SELEÇÃO CHAMADA PÚBLICA Nº 01/2014 CEAD-UNB UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA UNB CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD-UNB PROCESSO SIMPLIFICADO DE SELEÇÃO CHAMADA PÚBLICA Nº 01/2014 CEAD-UNB A Diretora do Centro de Educação a Distância da Universidade de

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 026/2014. Contratação de Empresa especializada em Auditoria Independente.

CARTA CONVITE Nº 026/2014. Contratação de Empresa especializada em Auditoria Independente. São Paulo, 17 de junho de 2014. CARTA CONVITE Nº 026/2014 Contratação de Empresa especializada em Auditoria Independente. A, Organização Social gestora do Museu do Café e do Museu da Imigração, de acordo

Leia mais

Universidade Federal de Juiz de Fora Diretoria de Gerenciamento de Projetos da UFJF EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA DE EXTENSÃO Nº 002/2015

Universidade Federal de Juiz de Fora Diretoria de Gerenciamento de Projetos da UFJF EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA DE EXTENSÃO Nº 002/2015 Universidade Federal de Juiz de Fora Diretoria de Gerenciamento de Projetos da UFJF EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA DE EXTENSÃO Nº 002/2015 PROJETOS DE EXTENSÃO Casa da Criança/ IBPeron/ Axé Criança A Diretoria

Leia mais

1 DO CARGO: Entrevistador de Campo 2 REQUISITOS:

1 DO CARGO: Entrevistador de Campo 2 REQUISITOS: Universidade Federal da Bahia - UFBA Instituto de Saúde Coletiva Rua Basílio da Gama. s/no. 2º. Andar. Canela Salvador Bahia CEP 40.040-110 tel.: 3283-7448 EDITAL DE CADASTRO RESERVA DO PROCESSO SELETIVO

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA QUALIDADE EM SAÚDE - BH Unidade

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Edital nº 07/2015 SELEÇÃO EM REGIME CELETISTA

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Edital nº 07/2015 SELEÇÃO EM REGIME CELETISTA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Edital nº 07/2015 SELEÇÃO EM REGIME CELETISTA A) INSCRIÇÕES: No período de 20 a 22 de maio de 2015, de forma presencial. Não serão aceitas inscrições enviadas por correio.

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA IPEA/PNPD Nº012/2013 - SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA CONCESSÃO DE BOLSAS

CHAMADA PÚBLICA IPEA/PNPD Nº012/2013 - SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA CONCESSÃO DE BOLSAS CHAMADA PÚBLICA IPEA/PNPD Nº012/2013 - SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA CONCESSÃO DE BOLSAS O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), fundação pública vinculada à Secretaria de Assuntos Estratégicos

Leia mais

INFORMATIVO DE SELEÇÃO V1285814

INFORMATIVO DE SELEÇÃO V1285814 INFORMATIVO DE SELEÇÃO V1285814 O Informativo de Seleção é um documento com todos os critérios e procedimentos estabelecidos pelo SENAC RJ para o processo seletivo. Os interessados em se inscrever na vaga

Leia mais

EDITAL Nº 017, DE 10 DE OUTUBRO DE 2014 PROCESSO DE SELEÇÃO DE ESTUDANTES NO ÂMBITO DO PROGRAMA DE MONITORIA (VOLUNTÁRIA)

EDITAL Nº 017, DE 10 DE OUTUBRO DE 2014 PROCESSO DE SELEÇÃO DE ESTUDANTES NO ÂMBITO DO PROGRAMA DE MONITORIA (VOLUNTÁRIA) EDITAL Nº 017, DE 10 DE OUTUBRO DE 2014 PROCESSO DE SELEÇÃO DE ESTUDANTES NO ÂMBITO DO PROGRAMA DE MONITORIA (VOLUNTÁRIA) O DIRETOR DE IMPLANTAÇÃO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA SOBRE O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL

PROJETO DE PESQUISA SOBRE O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL PROJETO DE PESQUISA SOBRE O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL A Faculdade de Direito da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) faz saber aos interessados que, no período de 04 a 15 de abril de 2011,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 2783 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA PROCESSO DE SELEÇÃO - EDITAL Nº

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 2783 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA PROCESSO DE SELEÇÃO - EDITAL Nº Impresso por: ANGELO LUIS MEDEIROS MORAIS Data da impressão: 21/11/2013-18:05:16 SIGOEI - Sistema de Informações Gerenciais da OEI TERMO DE REFERÊNCIA Nº 2783 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA PROCESSO

Leia mais

A Diretora Geral da Faculdade do Guarujá, no uso de suas atribuições legais, após reuniões com os coordenadores de Curso RESOLVE

A Diretora Geral da Faculdade do Guarujá, no uso de suas atribuições legais, após reuniões com os coordenadores de Curso RESOLVE PORTARIA N.º 03/2010 Guarujá, 8 de fevereiro de 2010. Estabelece procedimentos para a realização dos Estágios obrigatórios definidos nos projetos pedagógicos dos cursos, nos termos regimentais. A Diretora

Leia mais

FUNDAÇÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA GUAMÁ

FUNDAÇÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA GUAMÁ ANEXO I ATO CONVOCATÓRIO Nº 002/2012 TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO: Contratação de Empresa para Recrutamento, Seleção e Contratação de Pessoal para Treinamento, Capacitação e Consultoria à Fundação de Ciência

Leia mais

AVISO DE SELEÇÃO Nº 002/2011

AVISO DE SELEÇÃO Nº 002/2011 AVISO DE SELEÇÃO Nº 002/2011 O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Ceará SEBRAE/CE, representado por seu Diretor Superintendente, Carlos Antônio de Moraes Cruz e por Diretor Administrativo

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 02/2016 CBAt

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 02/2016 CBAt EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 02/2016 CBAt A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE ATLETISMO CBAt, associação civil de natureza desportiva, sem fins econômicos, com sede na Rua Jorge Chammas, 310, Vila

Leia mais

TERMO DE PARCERIA Projeto Escritório Nacional do CATAFORTE - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias PROCESSO SELETIVO DE PESSOAL Nº 05/2014

TERMO DE PARCERIA Projeto Escritório Nacional do CATAFORTE - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias PROCESSO SELETIVO DE PESSOAL Nº 05/2014 TERMO DE PARCERIA Projeto Escritório Nacional do CATAFORTE - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias PROCESSO SELETIVO DE PESSOAL Nº 05/2014 1. PREÂMBULO O CEADEC - Centro de Estudos e Apoio ao Desenvolvimento,

Leia mais

IF SUDESTE MG REITORIA Av. Luz Interior, Lote 16, Quadra G, Bairro Estrela Sul - 36030-776 - Juiz de Fora - MG

IF SUDESTE MG REITORIA Av. Luz Interior, Lote 16, Quadra G, Bairro Estrela Sul - 36030-776 - Juiz de Fora - MG EDITAL Nº 03/2016, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2016. PROCESSO SELETIVO PARA REMOÇÃO DE SERVIDORES TÉCNICO- ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO E DOCENTES ENTRE AS UNIDADES DO IFSUDESTEMG O REITOR DO INSTITUTO FEDERAL

Leia mais

CARGO, VAGA, LOCAL DE TRABALHO, CARGA HORÁRIA E REMUNERAÇÃO. Carga horária semanal. N. de vagas. 01 40 hs. PRÉ-REQUISITOS PARA O CARGO

CARGO, VAGA, LOCAL DE TRABALHO, CARGA HORÁRIA E REMUNERAÇÃO. Carga horária semanal. N. de vagas. 01 40 hs. PRÉ-REQUISITOS PARA O CARGO EDITAL N. 003/2013 DO CENTRO DE DEFESA DA CIDADANIA PROCESSO DE SELEÇÃO PARA A CONTRATAÇÃO DE TÉCNICO SOCIAL ADVOGADO, PARA ATUAÇÃO NO PROGRAMA DE PROTEÇÃO A CRIANÇAS E ADOLESCENTES AMEAÇADOS DE MORTE

Leia mais

EDITAL DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PÓS-GRADUAÇÃO EM SISTEMAS WEB E DISPOSITIVOS MÓVEIS 2. VAGAS OFERECIDAS, PERÍODO E LOCAL DE REALIZAÇÃO DO CURSO

EDITAL DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PÓS-GRADUAÇÃO EM SISTEMAS WEB E DISPOSITIVOS MÓVEIS 2. VAGAS OFERECIDAS, PERÍODO E LOCAL DE REALIZAÇÃO DO CURSO FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI FLORIANÓPOLIS DIREÇÃO GERAL DA FACULDADE: Marcos Hollerweger COORDENAÇÃO DA FACULDADE: Jehan Carla Zunino Luckmann COORDENAÇÃO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: Fernanda

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PESSOAL Nº 001/2014

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PESSOAL Nº 001/2014 ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PREFEITURA MUNICIPAL DE BOA SAÚDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO CNPJ: 08.142.655/0001-06 Fone/Fax: 3256-2226 www.boasaude.rn.gov.br End. Rua Manoel Joaquim de

Leia mais

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro. Guia Geral MPS de Software

MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro. Guia Geral MPS de Software MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro Guia Geral MPS de Software Este guia contém a descrição geral do Modelo MPS e detalha o Modelo de Referência MPS para Software (MR-MPS-SW) e as definições

Leia mais