PLANO DE CLASSIFICAÇÃO DE DOCUMENTOS DO IDAF (ATIVIDADES - FIM)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANO DE CLASSIFICAÇÃO DE DOCUMENTOS DO IDAF (ATIVIDADES - FIM)"

Transcrição

1 PLANO DE CLASSIFICAÇÃO DE DOCUMENTOS DO IDAF (ATIVIDADES - FIM) CÓDIGO FUNÇÃO 100 GESTÃO DA POLÍTICA DE DEFESA AGROPECUÁRIA E FLORESTAL DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO ATIVIDADE 101 PLANEJAMENTO E NORMATIZAÇÃO ESTUDOS, PROJETOS, NORMAS E MANUAIS SUBFUNÇÃO 110 ATIVIDADE 111 INSPEÇÃO E FISCALIZAÇÃO VEGETAL DOCUMENTOS REFERENTES ÀS ATIVIDADES DE INSPEÇÃO E FISCALIZAÇÃO NAS FASES DE PRODUÇÃO, DISTRIBUIÇÃO, TRANSPORTE, ARMAZENAMENTO, COMERCIALIZAÇÃO, UTILIZAÇÃO, IMPORTAÇÃO, EXPORTAÇÃO E DESTINO FINAL DE PRODUTOS AGROTÓXICOS, SEUS COMPONENTES E AFINS. INSPEÇÃO E FISCALIZAÇÃO DE PRODUTOS AGROTÓXICOS EM ESTABELECIMENTOS E PROPRIEDADES DOCUMENTOS REFERENTES ÀS ATIVIDADES DE INSPEÇÃO E FISCALIZAÇÃO NOS ESTABELECIMENTOS QUE COMERCIALIZAM, ARMAZENAM OU DISTRIBUEM PRODUTOS AGROTÓXICOS E NAS PROPRIEDADES E LAVOURAS QUANTO AO USO DOS PRODUTOS AGROTÓXICOS TERMOS DE INSPEÇÃO AUTOS DE INFRAÇÃO AUTOS DE INTERDIÇÃO E AUTOS DE DESINTERDIÇÃO DE PRODUTOS AGROTÓXICOS E/OU ESTABELECIMENTOS AUTOS DE APREENSÃO DE PRODUTOS AGROTÓXICOS RECEITA AGRONÔMICA PROCESSOS DE DENÚNCIA DE AGROTÓXICO PROCESSOS DE AUTO DE INFRAÇÃO DE AGROTÓXICO RELATÓRIOS DAS ATIVIDADES DE FISCALIZAÇÃO RELATÓRIO DAS BLITZ DE AGROTÓXICO RELATÓRIOS MENSAIS DAS METAS DE AGROTÓXICOS

2 RELATÓRIO ANUAL DAS METAS DE AGROTÓXICOS RELAÇÃO SEMESTRAL DE CONTROLE DE ESTOQUE DE PRODUTOS AGROTÓXICOS ATIVIDADE 112 CADASTRO DE PRODUTOS AGROTÓXICOS, EMPRESAS E PRESTADORES DE SERVIÇOS PROCESSOS DE CADASTRO DE PRODUTOS AGROTÓXICOS PROCESSO DE CADASTRO DE COMERCIANTES DE PRODUTOS AGROTÓXICOS PROCESSO DE CADASTRO DE APLICADORES DE PRODUTOS AGROTÓXICOS PROCESSO DE CADASTRO DE DISTRIBUIDORES DE PRODUTOS AGROTÓXICOS PROCESSO DE CADASTRO DE DEPÓSITO DE PRODUTOS AGROTÓXICOS ATIVIDADE 113 RECADASTRO DE COMERCIANTES, APLICADORES, DISTRIBUIDORES E DEPÓSITOS DE PRODUTOS AGROTÓXICOS PROCESSO DE RECADASTRO DE COMERCIANTES DE AGROTÓXICOS PROCESSO DE RECADASTRO DE APLICADORES DE AGROTÓXICOS PROCESSO DE RECADASTRO DE DISTRIBUIDORES DE AGROTÓXICOS PROCESSO DE RECADASTRO DE DEPÓSITO DE AGROTÓXICOS ATIVIDADE 114 ANÁLISE DE RESÍDUOS DE AGROTÓXICOS COLETA DE AMOSTRAS PARA ANÁLISE TERMO DE RECOLHIMENTO DE AMOSTRAS TRA RESULTADOS DE ANÁLISE DE RESÍDUOS DE AGROTÓXICOS SUBFUNÇÃO 120 DEFESA SANITÁRIA VEGETAL DOCUMENTOS REFERENTES ÀS ATIVIDADES DE PREVENÇÃO, CONTROLE E ERRADICAÇÃO DE PRAGAS DOS VEGETAIS.

3 ATIVIDADE 121 CONTROLE E ERRADICAÇÃO DE DOENÇAS E PRAGAS AGRÍCOLAS TERMOS DE INSPEÇÃO FITOSSANITÁRIA INSPEÇÕES REALIZADAS NAS LAVOURAS E/OU NOS ESTABELECIMENTOS QUE COMERCIALIZAM PRODUTOS DE ORIGEM VEGETAL LAUDOS DE DIAGNÓSTICO FITOPATOLÓGICO TERMOS DE OCORRÊNCIA FITOSSANITÁRIA TERMO DE APREENSÃO E DESTRUIÇÃO DE PRODUTOS VEGETAIS TERMOS DE ERRADICAÇÃO COMPULSÓRIA DE LAVOURAS PROCESSO DE OCORRÊNCIA FITOPATOLÓGICA PROCESSO DE DESTRUIÇÃO DE VEGETAIS ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA - ART RELATÓRIO DAS AÇÕES DE DEFESA SANITÁRIA VEGETAL RELATÓRIO DAS AÇÕES DE DEFESA SANITÁRIA VEGETAL (ATIVIDADES EXECUTADAS COM RECURSO DE CONVÊNIO) PROCESSO DE ADVERTÊNCIA / SUSPENSÃO DE CREDENCIAL / DESCREDENCIAMENTO DE RESPONSÁVEIS TÉCNICOS ATIVIDADE 122 TRÂNSITO DE VEGETAIS CONTROLE DO TRÂNSITO DE MUDAS E PRODUTOS DE ORIGEM VEGETAL - FISCALIZAÇÃO NAS BARREIRAS FIXAS E FISCALIZAÇÃO VOLANTE PERMISSÃO PARA TRÂNSITO DE VEGETAIS - P.T.V CERTIFICADO FITOSSANITÁRIO DE ORIGEM - C.F.O. / CERTIFICADO FITOSSANITÁRIO DE ORIGEM CONSOLIDADO - C.F.O.C. SUBFUNÇÃO 130 INSPEÇÃO E FISCALIZAÇÃO ANIMAL INSPEÇÃO E FISCALIZAÇÃO INDUSTRIAL E SANITÁRIA DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL. ATIVIDADE 131 INSPEÇÃO ANIMAL

4 131.1 AUTO DE INFRAÇÃO AUTO DE APREENSÃO TERMO DE CONDENAÇÃO LAUDO DE ANÁLISE FISCAL DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL E ÀGUA ATIVIDADE 132 REGISTRO DE ESTABELECIMENTOS PROCESSO DE REGISTRO DE ESTABELECIMENTOS REGISTROS DE RÓTULOS INDEFERIDOS ATIVIDADE 133 INSPEÇÃO PERMANENTE MAPA DE ABATE PAPELETA INSPEÇÃO ANTE-MORTEM PAPELETA INSPEÇÃO - DIF (DEPARTAMENTO DE INSPEÇÃO FINAL) RELATÓRIO DE FREQUÊNCIA NO FRIGORÍFICO GUIA DE TRANSPORTE ANIMAL (GTA) MAPA DE REJEIÇÃO DE CARCAÇAS - VÍSCERAS RELATÓRIO TÉCNICO AUDITORIA COMPILAÇÃO ANUAL DOS TERMOS DE CONDENAÇÃO ATIVIDADE 134 INSPEÇÃO PERIÓDICA MAPA DE PRODUÇÃO DE LEITE E DERIVADOS MAPA DE PRODUÇÃO DE CARNE E DERIVADOS

5 134.3 MAPA DE PRODUÇÃO DE MEL E DERIVADOS MAPA DE CONDENAÇÃO DE CARCAÇAS AVES RELATÓRIO DE AUDITORIA ATIVIDADE 135 FISCALIZAÇÃO DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL DENÚNCIA / OCORRÊNCIA BLITZ (LOCAIS A SEREM FISCALIZADOS - MAPAS EQUIPES DE SERVIDORES) RELATÓRIO DE BLITZ PROCESSO DE AUTO DE INFRAÇÃO EM INSPEÇÕES SUBFUNÇÃO 140 DEFESA SANITÁRIA ANIMAL PROMOÇÃO DA PREVENÇÃO, CONTROLE E ERRADICAÇÃO DAS DOENÇAS DE INTERESSE SOCIO-ECONÔMICO ATRAVÉS DO CADASTRAMENTO DE PROPRIEDADES, MONITORAMENTO DE DOENÇAS, FISCALIZAÇÃO DO TRÂNSITO DE ANIMAIS E ESTABELECIMENTOS, VACINAÇÃO DE ANIMAIS, EDUCAÇÃO SANITÁRIA, CONTROLE E ERRADICAÇÃO DE FOCOS IDENTIFICADOS DE ACORDO COM AS NORMAS ESTADUAIS, FEDERAIS E INTERNACIONAIS. ATIVIDADE 141 PNCEBT - PROGRAMA NACIONAL DE CONTROLE E ERRADICAÇÃO DA BRUCELOSE E DA TUBERCULOSE ANIMAL RELATÓRIO DE UTILIZAÇÃO DE ANTÍGENOS NOTIFICAÇÃO DE CASO POSITIVO SÍNTESE DE VACINAÇÃO CONTRA BRUCELOSE AUTO DE ABATE/SACRIFÍCIO DE ANIMAIS POSITIVOS REQUERIMENTO DE CADASTRAMENTO PARA VACINAÇÃO REQUERIMENTO PARA HABILITAÇÃO EXAMES PROCESSO DE CADASTRAMENTO PARA VACINAÇÃO

6 ATIVIDADE 142 PNCRH - PROGRAMA NACIONAL CONTROLE DA RAIVA DOS HERBÍVOROS E ENCEFALOPATIAS RELATÓRIO DA RAIVA - INSTITUTO BIOLÓGICO DO ESPÍRITO SANTO TERMO DE VISITA A PROPRIEDADES - BOVINOS IMPORTADOS TERMO DE COMPROMISSO - BOVINOS IMPORTADOS FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES - BOVINOS IMPORTADOS TERMO DE COLHEITA DE AMOSTRAS RAÇÃO RESULTADO DE EXAME DE ENCEFALOPATIA ESPONGIFORME BOVINA (EEB) EXAME DE SOROLOGIA DA RAIVA - SERVIDORES IDAF ATIVIDADE 143 PNSA - PROGRAMA NACIONAL DE SANIDADE AVÍCOLA CADASTRO DE GRANJAS AVÍCOLAS REGISTROS DE GRANJAS AVÍCOLAS CADASTRO DE LOJAS REVENDEDORAS AVES VIVAS ATIVIDADE 144 PNSAA - PROGRAMA NACIONAL DE SANIDADE DOS ANIMAIS AQUÁTICOS CADASTRO DE ESTABELECIMENTOS DE AQUICULTURA ATIVIDADE 145 PNSS - PROGRAMA NACIONAL DE SANIDADE DOS SUÍDEOS FORMULÁRIO DE COLHEITA DE AMOSTRA PARA DIAGNÓSTICO DE PESTE SUÍNA CLÁSSICA (PSC) CADASTRO DE ESTABELECIMENTOS DE SUÍDEOS ATIVIDADE 146 PNSE - PROGRAMA NACIONAL DE SANIDADE DOS EQÜIDEOS RELATÓRIO DE ANEMIA INFECCIOSA EQUINA DO INSTITUTO BIOLÓGICO

7 ATIVIDADE 147 PNEFA - PROGRAMA NACIONAL ERRADICAÇÃO FEBRE AFTOSA SÍNTESE DE VACINAÇÃO CONTRA FEBRE AFTOSA FORMULÁRIO DE COLETA DE AMOSTRAS SOROLOGIA FORMULÁRIO DE COLETA DE AMOSTRAS - INGRESSO EM ZONA LIVRE CADASTRO DE LOJAS REVENDEDORAS DE VACINAS CONTRA FEBRE AFTOSA COMUNICADO DE VENDA DE VACINA CONTRA FEBRE AFTOSA COMUNICADO DE RECEBIMENTO DE VACINA CONTRA FEBRE AFTOSA AUTORIZAÇÃO DE COMPRA DE VACINA CARTA AVISO DECLARAÇÃO DO PRODUTOR-ANIMAIS PARA ABATE RELAÇÃO DE VACINAS APREENDIDAS REQUERIMENTO DE CADASTRO DE ESTABELECIMENTO RELATÓRIOS DE MONITORAMENTOS SOROLÓGICOS RELATÓRIOS DE AUDITORIA DO MAPA - MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PECUÁRIA E ABASTECIMENTO DECLARAÇÃO DE VACINAÇÃO/REBANHO TERMOS DE VACINAÇÃO (OFICIAL; ASSISTIDA E FISCALIZADA) ATIVIDADE 148 CONTROLE DE TRÂNSITO DE ANIMAIS DOCUMENTOS REFERENTES À FISCALIZAÇÃO DO TRÂNSITO INTER E INTRA ESTADUAL DE ANIMAIS A FIM DE EVITAR OS RISCOS DE DIFUSÃO DE DOENÇAS NO REBANHO ESTADUAL RELATÓRIO PADRÃO DE GUIA DE TRÂNSITO ANIMAL

8 148.2 CONTROLE DE TRÂNSITO DE ANIMAIS - POSTOS FIXOS CONTROLE DE TRÂNSITO DE ANIMAIS FISCALIZAÇÃO VOLANTE RESUMO MENSAL DE TRÂNSITO DE BOVINOS GUIA DE TRÂNSITO ANIMAL GTA ATIVIDADE 149 FISCALIZAÇÃO EM DEFESA SANITÁRIA ANIMAL E SUPERVISÃO INTERNA AUTO DE APREENSÃO AUTO DE ABATE SANITÁRIO / AUTO DE SACRIFÍCIO SANITÁRIO AUTO DE INFRAÇÃO TERMO DE ADVERTÊNCIA AUTO DE INTERDIÇÃO / AUTO DE DESINTERDIÇÃO AUTO DE INUTILIZAÇÃO TERMO DE OCORRÊNCIA NOTIFICAÇÃO TERMO DE VISTORIA DE PROPRIEDADE TERMO DE FISCALIZAÇÃO DE REVENDA LISTA DE PRESENÇA EM REUNIÕES/EVENTOS PROCESSO DE AUTO DE INFRAÇÃO DA DEFESA SANITÁRIA ANIMAL PROCESSO DE TERMO DE ADVERTÊNCIA DA DEFESA SANITÁRIA ANIMAL RELATÓRIO SUPERVISÃO INTERNA

9 SUBFUNÇÃO 150 EPIDEMIOLOGIA E ANÁLISE DE RISCO ATIVIDADE 151 CONTROLE EPIDEMIOLÓGICO ANUÁRIO DE DEFESA SANITÁRIA ANIMAL SISTEMA CONTINENTAL DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA - SIVCONT INFORME EPIDEMIOLÓGICO SEMANAL RELATÓRIOS MENSAIS DE ATIVIDADES DOS SERVIDORES FICHA EPIDEMIOLÓGICA MENSAL COMUNICADO DE VENDA DE OUTRAS VACINAS INFORME MENSAL DE OCORRÊNCIA DE BRUCELOSE INFORME MENSAL DE OCORRÊNCIA DE TUBERCULOSE INFORME MENSAL DE VACINAÇÃO CONTRA BRUCELOSE INFORME MENSAL DE OCORRÊNCIA DE RAIVA INFORME MENSAL DE DOENÇAS DAS AVES INFORME MENSAL DE ANEMIA INFECCIOSA EQÜINA INFORME MENSAL SOBRE MORMO INFORMES EPIZOOTIOLÓGICOS NACIONAIS (FONOS) INFORME MENSAL DE SANIDADE DE ANIMAIS AQUÁTICOS ATIVIDADE 152 REQUISIÇÃO E RESULTADO DE EXAMES DE IMUNODIFUSÃO PARA DIAGNÓSTICO DE ANEMIA INFECCIOSA EQUINA (INVESTIGAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA) INVESTIGAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA DE ANEMIA INFECCIOSA EQUINA (AIE), DOENÇAS VESICULARES E DOENÇAS HEMORRÁGICAS DOS SUÍNOS

10 152.1 FORMULÁRIO DE INVESTIGAÇÃO DE DOENÇAS - INICIAL (FORM-IN), FORMULÁRIO DE INVESTIGAÇÃO DE DOENÇAS - COMPLEMENTAR (FORM-COM), AUTO DE INTERDIÇÃO DE PROPRIEDADE, TERMO DE SACRIFÍCIO DE ANIMAIS POSITIVOS, AUTO DE DESINTERDIÇÃO DE PROPRIEDADE. ATIVIDADE 153 INVESTIGAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA DE DOENÇA NERVOSA FORM-IN, FORM-COM, FORMULÁRIO ÚNICO DE REQUISIÇÃO DE EXAME DE SÍNDROME NEUROLÓGICA ATIVIDADE 154 INVESTIGAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA DE OUTRAS DOENÇAS FORMULÁRIO DE INVESTIGAÇÃO DE DOENÇAS - INICIAL (FORM-IN), FORMULÁRIO DE INVESTIGAÇÃO DE DOENÇAS - COMPLEMENTAR (FORM-COM) ATIVIDADE 155 FISCALIZAÇÃO DE EVENTOS AGROPECUÁRIOS TERMO DE VISTORIA DE PROPRIEDADE OU RECINTO RELATÓRIO DE EVENTO AGROPECUÁRIO CADASTRO DE EMPRESA ORGANIZADORA DE EVENTO AGROPECUÁRIO SUBFUNÇÃO 160 FISCALIZAÇÃO E CONTROLE DE ATIVIDADES FLORESTAIS DOCUMENTOS RELACIONADOS À FISCALIZAÇÃO E O CONTROLE DAS ATIVIDADES FLORESTAIS ATIVIDADE 161 CONTROLE FLORESTAL PROCESSO DE EXPLORAÇÃO FLORESTAL PROCESSO DE PENALIDADE FLORESTAL PROCESSO DE DIRETRIZES FLORESTAIS PROCESSO DE CADASTRO DE CONSUMIDORES DE PRODUTOS FLORESTAIS PROCESSO DE REGISTRO DE MOTOSSERRA ATIVIDADE 162 LICENCIAMENTO FLORESTAL PROCESSOS RELACIONADOS AO LICENCIAMENTO DE FLORESTAS PLANTADAS.

11 162.1 PROCESSO DE LICENÇA DE SILVICULTURA PROCESSO DE FOMENTO FLORESTAL PROCESSOS DE RESERVA LEGAL / CADASTRO AMBIENTAL RURAL ATIVIDADE 163 LICENCIAMENTO AMBIENTAL DOCUMENTOS RELACIONADOS AO LICENCIAMENTO AMBIENTAL DA LOCALIZAÇÃO, INSTALAÇÃO, AMPLIAÇÃO E OPERAÇÃO DE EMPREENDIMENTOS E ATIVIDADES POTENCIALMENTE POLUIDORAS OU DEGRADADORAS DO MEIO AMBIENTE PROCESSO DE SECAGEM E PILAGEM DE CAFÉ PROCESSO DE DESPOLPADOR DE CAFÉ PROCESSO DE PISCICULTURA PROCESSO DE CARNICULTURA PROCESSO DE CRIAÇÃO DE ANIMAIS CONFINADOS DE PEQUENO PORTE PROCESSO DE CRIAÇÃO DE ANIMAIS CONFINADOS DE MÉDIO E GRANDE PORTE PROCESSO DE CRIAÇÃO DE ANIMAIS DE PEQUENO PORTE CONFINADOS EM AMBIENTE AQUÁTICO PROCESSO DE SELEÇÃO, TRATAMENTO E EMBALAGENS DE PRODUTOS VEGETAIS PROCESSO DE UNIDADE DE RESFRIAMENTO OU CONGELAMENTO DE VEGETAIS PROCESSO DE EMPREENDIMENTOS RURAIS OU DE AGROTURISMO PARA PRODUÇÃO ARTESANAL PROCESSO DE PÁTIO DE LAVAGEM E ABASTECIMENTO DE AERONAVE AGRÍCOLA PROCESSO DE PRODUÇÃO DE CARVÃO VEGETAL PROCESSO DE SERRARIAS

12 PROCESSO DE FABRICAÇÃO DE ESTRUTURAS DE MADEIRAS COM APLICAÇÃO RURAL PROCESSO DE POSTO E CENTRAL DE RECEBIMENTO DE EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICOS PROCESSO DE RESFRIAMENTO E DISTRIBUIÇÃO DE LEITE PROCESSO DE FABRICAÇÃO DE RAÇÃO BALANCEADA SEM COZIMENTO PROCESSO DE PADRONIZAÇÃO E ENVASE DE AGUARDENTE PROCESSO DE TERRAPLANAGEM PROCESSO DE IRRIGAÇÃO, IMPLANTAÇÃO E/OU RENOVAÇÃO DE PASTAGENS E/OU CULTURAS PERENES PROCESSO DE UNIDADE DE RESFRIAMENTO / LAVAGEM DE AVES VIVAS PARA TRANSPORTE PROCESSO DE INCUBATÓRIO DE OVOS/PRODUÇÃO DE PINTOS DE 01 DIA PROCESSO DE LICENCIAMENTO PROGRAMA CAMINHOS DO CAMPO PROCESSO DE AUTORIZAÇÃO AMBIENTAL - PULVERIZAÇÃO AÉREA PROCESSO DE LICENÇA DE BARRAGEM SUBFUNÇÃO 170 LEGITIMAÇÃO DE TERRAS DEVOLUTAS DOCUMENTOS REFERENTES ÀS ATIVIDADES CARTOGRÁFICAS E DE REGULARIZAÇÃO DE TERRAS DEVOLUTAS E DOMINIAIS, SUA COLONIZAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE ÁREAS RURAIS ESTAGNÁRIAS. ATIVIDADE 171 REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA PROCESSO DE LEGITIMAÇÃO DE TERRAS PROCESSO SOLICITAÇÃO DE CARTA DE ANUÊNCIA PROCESSO DE RETIFICAÇÃO DE REGISTRO

13 CÓDIGO CADERNETA DE CAMPO CÁLCULO TOPOGRÁFICO CROQUÍ POR FOTOINTERPRETAÇÃO SUBFUNÇÃO 180 EDUCAÇÃO SANITÁRIA E AMBIENTAL DOCUMENTOS REFERENTES ÀS ATIVIDADES DE DIVULGAÇÃO, ARTICULAÇÃO, INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO NA ÁREA DE EDUCAÇÃO SANITÁRIA ANIMAL, VEGETAL E AMBIENTAL. ATIVIDADE 181 PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO SANITÁRIA E AMBIENTAL LISTA DE PRESENÇA EM EVENTOS RELATÓRIO DE PARTICIPAÇÃO MEMORIAL

Manual de Legislação. manual técnico

Manual de Legislação. manual técnico Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Secretaria de Defesa Agropecuária Departamento de Saúde Animal Manual de Legislação PROGRAMAS NACIONAIS DE SAÚDE ANIMAL DO BRASIL manual técnico Missão

Leia mais

SIAPEC Sistema de Integração Agropecuária

SIAPEC Sistema de Integração Agropecuária SIAPEC Sistema de Integração Agropecuária UM BREVE HISTÓRICO DA SM SOLUÇÕES: Experiência acumulada em 17 anos em desenvolvimento de soluções para gestão da defesa agropecuária; Desenvolveu e implantou

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS ORDINÁRIA ANUAL

PRESTAÇÃO DE CONTAS ORDINÁRIA ANUAL Relatório de Gestão 2009 1 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SUPERINTENDÊNCIA FEDERAL DE AGRICULTURA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PRESTAÇÃO DE CONTAS ORDINÁRIA ANUAL RELATÓRIO DE GESTÃO

Leia mais

EXIGÊNCIAS CONSTANTES NA RESOLUÇÃO 005 DE 4 DE FEVEREIRO DE 2011.

EXIGÊNCIAS CONSTANTES NA RESOLUÇÃO 005 DE 4 DE FEVEREIRO DE 2011. AGÊNCIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA DO PARANÁ DIRETORIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA GERÊNCIA DE SAÚDE ANIMAL UNIDADE REGIONAL DE SANIDADE AGROPECUÁRIA UNIDADE LOCAL DE SANIDADE AGROPECUÁRIA LONDRINA - PARANÁ EXIGÊNCIAS

Leia mais

EXIGÊNCIAS PARA TRÂNSITO DE ANIMAIS MATO GROSSO DO SUL - 2004

EXIGÊNCIAS PARA TRÂNSITO DE ANIMAIS MATO GROSSO DO SUL - 2004 1. ANIMAIS AQUÁTICOS (PEIXES, MOLUSCOS E CRUSTÁCEOS EM QUALQUER FASE DE DESENVOLVIMENTO: ALEVINOS, ISCAS, LARVAS, ETC) Trânsito de espécies cultivadas (nativas e exóticas) Trânsito de espécies coletadas

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO 1 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SUMÁRIO Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento -------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

CAPÍTULO 1 O HOMEM E SUA RELAÇÃO COM O MEIO AMBIENTE...1 CAPÍTULO 2 O PROCESSO DE LICENCIAMENTO... 17 CAPÍTULO 3 LICENÇAS AMBIENTAIS...

CAPÍTULO 1 O HOMEM E SUA RELAÇÃO COM O MEIO AMBIENTE...1 CAPÍTULO 2 O PROCESSO DE LICENCIAMENTO... 17 CAPÍTULO 3 LICENÇAS AMBIENTAIS... S u m á r i o CAPÍTULO 1 O HOMEM E SUA RELAÇÃO COM O MEIO AMBIENTE...1 1.1. A percepção do problema e a busca das soluções...5 1.2. As normas de proteção dos recursos naturais...8 1.3. Os instrumentos

Leia mais

Rastreabilidade bovina: do campo ao prato - uma ferramenta a serviço da segurança alimentar Taulni Francisco Santos da Rosa (Chico)

Rastreabilidade bovina: do campo ao prato - uma ferramenta a serviço da segurança alimentar Taulni Francisco Santos da Rosa (Chico) Rastreabilidade bovina: do campo ao prato - uma ferramenta a serviço da segurança alimentar Taulni Francisco Santos da Rosa (Chico) Coordenador Agricultural Services SGS do Brasil Ltda. O que é Rastreabilidade?

Leia mais

BRASIL RELATÓRIO ANUAL ANO BASE 2008. Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa

BRASIL RELATÓRIO ANUAL ANO BASE 2008. Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa BRASIL Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa RELATÓRIO ANUAL ANO BASE 2008 Departamento de Saúde Animal Brasília, DF, julho de 2009 SUMÁRIO Em 2008, o Programa Nacional de Erradicação

Leia mais

Plataforma de Gestão Agropecuária (PGA)

Plataforma de Gestão Agropecuária (PGA) II Encontro Nacional de Defesa Sanitária Animal Plataforma de Gestão Agropecuária (PGA) José Luis Ravagnani Vargas Médico Veterinário Fiscal Federal Agropecuário São Paulo, 06 de Outubro de 2011 Era da

Leia mais

Fiscalização de Material Genético Animal

Fiscalização de Material Genético Animal Programa 0375 Qualidade de Insumos e Serviços Agropecuários Objetivo Salvaguardar a produção e a produtividade agropecuária pela garantia de níveis adequados de conformidade e qualidade dos insumos básicos

Leia mais

Dispõe sobre a defesa da sanidade animal e vegetal no Estado do Tocantins. Regulamentação

Dispõe sobre a defesa da sanidade animal e vegetal no Estado do Tocantins. Regulamentação LEI Nº 1082, DE 1º DE JULHO DE 1999. Dispõe sobre a defesa da sanidade animal e vegetal no Estado do Tocantins. Regulamentação O Governador do Estado do Tocantins, Faço saber que a Assembléia Legislativa

Leia mais

Árvore da informação do agronegócio do leite. identificação animal e rastreamento da produção de bovinos de leite

Árvore da informação do agronegócio do leite. identificação animal e rastreamento da produção de bovinos de leite Árvore da informação do agronegócio do leite identificação animal e rastreamento da produção de bovinos de leite 1. Introdução Claudio Nápolis Costa 1 A exposição dos mercados dos diversos países às pressões

Leia mais

Legislação De Defesa Sanitária Animal

Legislação De Defesa Sanitária Animal GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA DE ESTADO DA AGRICULTURA, ABASTECIMENTO, AQÜICULTURA E PESCA INSTITUTO DE DEFESA AGROPECUÁRIA E FLORESTAL DO ESPÍRITO SANTO Legislação De Defesa Sanitária

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA CERTIFICAÇÃO OCUPACIONAL

APRESENTAÇÃO DA CERTIFICAÇÃO OCUPACIONAL APRESENTAÇÃO DA CERTIFICAÇÃO OCUPACIONAL A Agência de Certificação Ocupacional (ACERT) é parte integrante da Fundação Luís Eduardo Magalhães (FLEM) Centro de Modernização e Desenvolvimento da Administração

Leia mais

EDITAL 01/2010. Pontos para Provas Escrita e/ou Prática e Didática (Aula Pública)

EDITAL 01/2010. Pontos para Provas Escrita e/ou Prática e Didática (Aula Pública) Matéria/área de conhecimento: Cirurgia veterinária com ênfase em grandes animais 1. Afecções clínico-cirúrgicas tegumentares nas espécies equinas e ruminantes; 2. Cirurgias abdominais na espécie equina;

Leia mais

STJ00090221 SUMÁRIO. Capítulo 2 - O Processo de Licenciamento... 17

STJ00090221 SUMÁRIO. Capítulo 2 - O Processo de Licenciamento... 17 STJ00090221 SUMÁRIO Capítulo 1 - O Homem e sua Relação com o Meio Ambiente... 1 1.1. A percepção do problema e a busca das soluções........... 5 1.2. As normas de proteção dos recursos naturais........

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA CERTIFICAÇÃO OCUPACIONAL

APRESENTAÇÃO DA CERTIFICAÇÃO OCUPACIONAL APRESENTAÇÃO DA CERTIFICAÇÃO OCUPACIONAL A Agência de Certificação Ocupacional (ACERT) é parte integrante da Fundação Luís Eduardo Magalhães (FLEM) Centro de Modernização e Desenvolvimento da Administração

Leia mais

ANEXO I - PROGRAMAÇÃO DE ATIVIDADES DOS ESCRITÓRIOS IAGRO

ANEXO I - PROGRAMAÇÃO DE ATIVIDADES DOS ESCRITÓRIOS IAGRO Regional: ANEXO I - PROGRAMAÇÃO DE ATIVIDADES DOS ESCRITÓRIOS IAGRO Município: Mês/ Ano: / PROGRAMAS QUALIFICAÇÃO ATIVIDADES QUANTIFICAÇÃO Nº VIGILÂNCIAS REALIZADAS/MÊS ORIENTAÇÕES Planejadas (Mínimo a

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO PARA EMISSÃO DE GUIA DE TRÂNSITO ANIMAL PARA AVES E OVOS FÉRTEIS COM FINALIDADE DE PRODUÇÃO DE CARNE, OVOS E MATERIAL GENÉTICO

MANUAL DE PREENCHIMENTO PARA EMISSÃO DE GUIA DE TRÂNSITO ANIMAL PARA AVES E OVOS FÉRTEIS COM FINALIDADE DE PRODUÇÃO DE CARNE, OVOS E MATERIAL GENÉTICO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA SDA DEPARTAMENTO DE SAÚDE ANIMAL DSA COORDENAÇÃO DE TRÃNSITO E QUARENTENA ANIMAL CTQA MANUAL DE PREENCHIMENTO PARA

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE SANIDADE SUÍDEA PNSS

PROGRAMA NACIONAL DE SANIDADE SUÍDEA PNSS PROGRAMA NACIONAL DE SANIDADE SUÍDEA PNSS As atividades do Programa Nacional de Sanidade Suídea (PNSS) têm como objetivo a coordenação, normatização e o suporte das ações de defesa sanitária animal referentes

Leia mais

AGRIFAM 2014 01 A 03 DE AGOSTO DE 2014

AGRIFAM 2014 01 A 03 DE AGOSTO DE 2014 AGRIFAM 2014 01 A 03 DE AGOSTO DE 2014 REGULAMENTO ANIMAL CAPÍTULO I DA FEIRA E SUAS FINALIDADES Artigo I A AGRIFAM 2014 Feira da Agricultura Familiar e do Trabalhador Rural - será realizada sob o auspício

Leia mais

EXIGÊNCIAS SANITÁRIAS PARA O INGRESSO DE ANIMAIS EM EVENTOS PECUÁRIOS NO ESTADO DA BAHIA ATUALIZADO EM 15/07/2014

EXIGÊNCIAS SANITÁRIAS PARA O INGRESSO DE ANIMAIS EM EVENTOS PECUÁRIOS NO ESTADO DA BAHIA ATUALIZADO EM 15/07/2014 EXIGÊNCIAS SANITÁRIAS PARA O INGRESSO DE ANIMAIS EM EVENTOS PECUÁRIOS NO ESTADO DA BAHIA ATUALIZADO EM 15/07/2014 De acordo com a portaria do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento n.º 162/94,

Leia mais

CAPÍTULO IV DAS EXIGÊNCIAS SANITÁRIAS E ASSISTÊNCIA VETERINÁRIA

CAPÍTULO IV DAS EXIGÊNCIAS SANITÁRIAS E ASSISTÊNCIA VETERINÁRIA CAPÍTULO IV DAS EXIGÊNCIAS SANITÁRIAS E ASSISTÊNCIA VETERINÁRIA Art. 18º - Durante o evento o Serviço de Defesa Sanitária e Assistência Veterinária ficará a cargo da Comissão Sanitária Animal, a ser designada

Leia mais

SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA DEPARTAMENTO DE SAÚDE ANIMAL COORDENAÇÃO GERAL DE COMBATE ÀS DOENÇAS COORDENAÇÃO DA RAIVA DOS HERBÍVOROS E DAS EETS

SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA DEPARTAMENTO DE SAÚDE ANIMAL COORDENAÇÃO GERAL DE COMBATE ÀS DOENÇAS COORDENAÇÃO DA RAIVA DOS HERBÍVOROS E DAS EETS SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA DEPARTAMENTO DE SAÚDE ANIMAL COORDENAÇÃO GERAL DE COMBATE ÀS DOENÇAS COORDENAÇÃO DA RAIVA DOS HERBÍVOROS E DAS EETS PROGRAMA NACIONAL DE CONTROLE DA RAIVA DOS HERBIVOROS

Leia mais

Responsabilidades Secretaria de Defesa Agropecuária

Responsabilidades Secretaria de Defesa Agropecuária Responsabilidades Secretaria de Defesa Agropecuária Prevenção, controle e erradicação de doenças e pragas animais e vegetais de interesse econômico e de importância para a saúde pública. Assegurar a sanidade,

Leia mais

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Secretaria de Defesa Agropecuária

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Secretaria de Defesa Agropecuária Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Secretaria de Defesa Agropecuária PONTOS ABORDADOS PELA MISSÃO DG SANCO 8529/2002, REALIZADA NO ESTADO DE SANTA CATARINA, NO PERÍODO DE 04 A 14 DE MARÇO

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO DO EXERCÍCIO 2012

RELATÓRIO DE GESTÃO DO EXERCÍCIO 2012 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SUPERINTENDÊNCIA FEDERAL DE AGRICULTURA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RELATÓRIO DE GESTÃO DO EXERCÍCIO 2012 Rio de Janeiro Ano: 2012 Relatório de Gestão

Leia mais

Oportunidades da Agropecuária Brasileira

Oportunidades da Agropecuária Brasileira Oportunidades da Agropecuária Brasileira Carne sustentável para o mundo Buenos Aires, 28 de setembro de 2010 SANIDADE ANIMAL BEM ESTAR ANIMAL PRESERVAÇÃO AMBIENTAL RASTREABILIDADE 1 O governo brasileiro

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa LEI Nº 13.467, DE 15 DE JUNHO DE 2010. (publicada no DOE nº 112, de 16 de junho de 2010) Dispõe sobre a adoção de

Leia mais

ANEXO I CAPÍTULO I DO CONTROLE, USO E EXIGÊNCIAS DO CFO E DO CFOC

ANEXO I CAPÍTULO I DO CONTROLE, USO E EXIGÊNCIAS DO CFO E DO CFOC ANEXO I REGULAMENTO TÉCNICO PARA DISCIPLINAR A UTILIZAÇÃO DO CERTIFICADO FITOSSANITÁRIO DE ORIGEM - CFO E O CERTIFICADO FITOSSANITÁRIO DE ORIGEM CONSOLIDADO - CFOC CAPÍTULO I DO CONTROLE, USO E EXIGÊNCIAS

Leia mais

GTV. Guia de Trânsito Vegetal

GTV. Guia de Trânsito Vegetal GTV Guia de Trânsito Vegetal Secretaria de Defesa Agropecuária Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento Subsecretária de Planejamento Orçamento e Administração CGTI - Coordenação Geral de Tecnologia

Leia mais

PROPOSTA DE LEI SANITÁRIA PARA MUNICÍPIOS A PARTIR DA CONSTITUIÇÃO DO SUASA

PROPOSTA DE LEI SANITÁRIA PARA MUNICÍPIOS A PARTIR DA CONSTITUIÇÃO DO SUASA PROPOSTA DE LEI SANITÁRIA PARA MUNICÍPIOS A PARTIR DA CONSTITUIÇÃO DO SUASA Sugestão elaborada pela equipe do Programa de Agroindústria do MDA: José Adelmar Batista Leomar Luiz Prezotto João Batista da

Leia mais

ANEXO I. 40 horas Ensino superior completo em engenharia ambiental e registro no órgão de classe (CREA)

ANEXO I. 40 horas Ensino superior completo em engenharia ambiental e registro no órgão de classe (CREA) ANEXO I FUNÇÃO VAGAS REMUNERAÇÃO E/OU CARREIRA/ CLASSE Engenheiro Ambiental 01 R$ 3.749,14 + valor de R$ 800,00 CARGA HORÁRIA SEMANAL ESCOLARIDA DE E TITULAÇÃO 40 horas Ensino superior completo em engenharia

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL ATOS DO PODER LEGISLATIVO ESTADO DA PARAÍBA. Nº 15.106 João Pessoa - Quarta-feira, 05 de Dezembro de 2012 Preço: R$ 2,00

DIÁRIO OFICIAL ATOS DO PODER LEGISLATIVO ESTADO DA PARAÍBA. Nº 15.106 João Pessoa - Quarta-feira, 05 de Dezembro de 2012 Preço: R$ 2,00 DIÁRIO OFICIAL ESTADO DA PARAÍBA Nº 15.106 João Pessoa - Quarta-feira, 05 de Dezembro de 2012 Preço: R$ 2,00 ATOS DO PODER LEGISLATIVO LEI Nº 9.926, DE 30 DE NOVEMBRO DE 2012 AUTORIA: PODER EXECUTIVO Ins

Leia mais

DESAFIOS DO AGRONEGÓCIO

DESAFIOS DO AGRONEGÓCIO O TOCANTINS SE PREPARA PARA OS DESAFIOS DO AGRONEGÓCIO Promover o desenvolvimento sustentável e a competitividade do agronegócio em benefício da sociedade brasileira é a missão institucional do Ministério

Leia mais

Mercado da Cadeia Pecuaria Bovina. R$ 330 bilhões = US$ 165 bilhões <8% do PIB

Mercado da Cadeia Pecuaria Bovina. R$ 330 bilhões = US$ 165 bilhões <8% do PIB CONGRESSO INTERNACIONAL DA CARNE Goiânia GO 26/06/2013 Mercado da Cadeia Pecuaria Bovina R$ 330 bilhões = US$ 165 bilhões

Leia mais

LEGISLAÇÃO EM SANIDADE

LEGISLAÇÃO EM SANIDADE Claudio Regis Depes 1983 Médico Veterinário Unesp (Jaboticabal) 2003 Especialização em Saúde Pública Veterinária Unesp (Botucatu) Trabalha na Coordenadoria de Defesa Agropecuária em Assis Gerente do Programa

Leia mais

TRANSPORTE DE PEIXES E ALEVINOS

TRANSPORTE DE PEIXES E ALEVINOS TRANSPORTE DE PEIXES E ALEVINOS Espécies cultivadas (nativas e exóticas) - Vacinação contra a raiva, com vacina oficialmente controlada. - Devem proceder de propriedade rural cadastrada na Secretaria da

Leia mais

AÇÕES-BRASIL PARA GERENCIAMENTO DOS RISCOS SANITÁRIOS. Seminário Especial Agroceres PIC Porto Alegre, maio 2015

AÇÕES-BRASIL PARA GERENCIAMENTO DOS RISCOS SANITÁRIOS. Seminário Especial Agroceres PIC Porto Alegre, maio 2015 AÇÕES-BRASIL PARA GERENCIAMENTO DOS RISCOS SANITÁRIOS Seminário Especial Agroceres PIC Porto Alegre, maio 2015 Roteiro da apresentação SVO: estrutura e competências Programa Nacional de Sanidade dos Suídeos

Leia mais

INDÚSTRIA DE MADEIRA QUE SE ABASTEÇA DE FLORESTA PLANTADA

INDÚSTRIA DE MADEIRA QUE SE ABASTEÇA DE FLORESTA PLANTADA Perguntas e Respostas 1 - O que é a Reposição Florestal? A Reposição Florestal caracteriza-se pelo plantio obrigatório de árvores de espécies adequadas ou compatíveis, exigido de pessoas físicas ou jurídicas

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 50.072, DE 18 DE FEVEREIRO DE 2013. (publicado no DOE n.º 033, de 19 de fevereiro de 2013) Regulamenta

Leia mais

3. O preenchimento da GTA manual deverá ser feito a máquina ou em letra de forma, utilizando-se folhas carbonadas;

3. O preenchimento da GTA manual deverá ser feito a máquina ou em letra de forma, utilizando-se folhas carbonadas; GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL Secretaria de Estado da Produção SEPROD Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal - IAGRO INSTRUÇÃO DE SERVIÇO/IAGRO/ GDSA N.º 005/2002. Campo Grande,

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, DO ABASTECIMENTO E REFORMA AGRÁRIA

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, DO ABASTECIMENTO E REFORMA AGRÁRIA MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, DO ABASTECIMENTO E REFORMA AGRÁRIA SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA DEPARTAMENTO DE DEFESA ANIMAL PORTARIA N.º 162, DE 18 DE OUTUBRO DE 1994 O SECRETÁRIO DE DEFESA AGROPECUÁRIA,

Leia mais

Seção de Planejamento e Acompanhamento. Divisão Técnica. Relatório de Gestão. Exercício de 2007

Seção de Planejamento e Acompanhamento. Divisão Técnica. Relatório de Gestão. Exercício de 2007 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO. SUPERINTENDÊNCIA FEDERAL DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO NO ACRE SFA - AC Divisão Técnica Relatório de Gestão Exercício

Leia mais

Engenheiro Agrônomo: Atribuições profissionais e matriz curricular. J.O. Menten T.C. Banzato UFPB Areia/PB 27 a 30 de Outubro de 2014

Engenheiro Agrônomo: Atribuições profissionais e matriz curricular. J.O. Menten T.C. Banzato UFPB Areia/PB 27 a 30 de Outubro de 2014 Engenheiro Agrônomo: Atribuições profissionais e matriz curricular J.O. Menten T.C. Banzato UFPB Areia/PB 27 a 30 de Outubro de 2014 1. INTRODUÇÃO AGENDA 2. ATRIBUIÇÕES PROFISSIONAIS 3. MATRIZ CURRICULAR

Leia mais

Sanidade animal e seus impactos na inocuidade dos alimentos

Sanidade animal e seus impactos na inocuidade dos alimentos Sanidade animal e seus impactos na inocuidade dos alimentos Prof. Luís Augusto Nero Departamento de Veterinária, Universidade Federal de Viçosa Tópicos Brasil: produtor e exportador Cadeias de produção

Leia mais

LEI Nº 10.366, DE 24 DE JANEIRO DE 1997. Dispõe sobre a fixação da política de defesa sanitária animal e adota outras providências.

LEI Nº 10.366, DE 24 DE JANEIRO DE 1997. Dispõe sobre a fixação da política de defesa sanitária animal e adota outras providências. REGULAMENTADA PELO DECRETO Nº 2.919/1998 LEI Nº 10.366, DE 24 DE JANEIRO DE 1997 Dispõe sobre a fixação da política de defesa sanitária animal e adota outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DE SANTA

Leia mais

AQUICULTURA. Curso Sanidade em Aqüicultura. CRMVSP, 25 de maio de 2012

AQUICULTURA. Curso Sanidade em Aqüicultura. CRMVSP, 25 de maio de 2012 LEGISLAÇÃO SANITÁRIA EM AQUICULTURA Curso Sanidade em Aqüicultura CRMVSP, 25 de maio de 2012 CONCEITOS - A saúde é um direito de todos e dever do Estado (Constituição Federal); - Ações indelegáveis de

Leia mais

Tomada de Contas Anual

Tomada de Contas Anual SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SUPERINTENDÊNCIA FEDERAL DE AGRICULTURA PECUÁRIA E ABASTECIMENTO NO ESTADO DA BAHIA GABINETE DA SUPERINTENDÊNCIA Tomada de Contas

Leia mais

Fundamentação. parte I LEIS E DECRETOS LEI Nº 9.712, DE 20 DE NOVEMBRO DE 1998. Publicada no Diário Oficial da União de 23/11/1998, Seção 1, Página 1

Fundamentação. parte I LEIS E DECRETOS LEI Nº 9.712, DE 20 DE NOVEMBRO DE 1998. Publicada no Diário Oficial da União de 23/11/1998, Seção 1, Página 1 parte I Fundamentação LEIS E DECRETOS LEI Nº 9.712, DE 20 DE NOVEMBRO DE 1998 Publicada no Diário Oficial da União de 23/11/1998, Seção 1, Página 1 Altera a Lei nº 8.171, de 17 de janeiro de 1991, acrescentando-lhe

Leia mais

Serviço Veterinário Oficial A importância em Saúde Animal e Saúde Pública

Serviço Veterinário Oficial A importância em Saúde Animal e Saúde Pública Serviço Veterinário Oficial A importância em Saúde Animal e Saúde Pública Supervisão Regional de Pelotas - SEAPA Objetivos do Serviço Veterinário Oficial * Promoção da saúde animal * Prevenção, controle

Leia mais

Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre aftosa - PNEFA

Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre aftosa - PNEFA Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre aftosa - PNEFA Reunião da Câmara Setorial da Carne Bovina Brasília-DF, 06/08/2014 Secretaria de Defesa Agropecuária Departamento de Saúde Animal Estrutura

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE LEI N. 1.478, DE 15 DE JANEIRO DE 2003 Cria o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Acre IDAF/AC e define sua competência e organização básica. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE seguinte

Leia mais

A Metrologia na Gestão da Segurança a dos Alimentos e os Impactos sobre as Exportações. Visão do Campo

A Metrologia na Gestão da Segurança a dos Alimentos e os Impactos sobre as Exportações. Visão do Campo A Metrologia na Gestão da Segurança a dos Alimentos e os Impactos sobre as Exportações Visão do Campo METROALIMENTOS 2008 24/09/2008 José Luiz Viana de Carvalho OBJETIVOS Barreiras não-tarifárias Boas

Leia mais

LEI Nº 7.439 DE 18 DE JANEIRO DE 1999 CAPÍTULO I DA FINALIDADE E COMPETÊNCIA

LEI Nº 7.439 DE 18 DE JANEIRO DE 1999 CAPÍTULO I DA FINALIDADE E COMPETÊNCIA Publicada D.O.E. Em 19.01.99 LEI Nº 7.439 DE 18 DE JANEIRO DE 1999 Dispõe sobre a criação da Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia - ADAB e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DA

Leia mais

LEI Nº 7.043, DE 8 DE OUTUBRO DE 2007

LEI Nº 7.043, DE 8 DE OUTUBRO DE 2007 LEI Nº 7.043, DE 8 DE OUTUBRO DE 2007 Publicada no DOE(Pa) de 09.10.07. Dispõe sobre Política Estadual para a Promoção do Uso de Sistemas Orgânicos de Produção Agropecuária e Agroindustrial. Lei: A ASSEMBLÉIA

Leia mais

PROGRAMA Fiscal Federal Agropecuário

PROGRAMA Fiscal Federal Agropecuário Curso Preparatório para Concurso do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento PROGRAMA Fiscal Federal Agropecuário A AGECON estará oferecendo um Curso Presencial Preparatório para Concurso do

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO PARA EMISSÃO DE GUIA DE TRÂNSITO ANIMAL (GTA) PARA SUÍDEOS VERSÃO 5.0

MANUAL DE PREENCHIMENTO PARA EMISSÃO DE GUIA DE TRÂNSITO ANIMAL (GTA) PARA SUÍDEOS VERSÃO 5.0 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA SDA DEPARTAMENTO DE SAÚDE ANIMAL DSA COORDENAÇÃO DE TRÃNSITO E QUARENTENA ANIMAL CTQA MANUAL DE PREENCHIMENTO PARA

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 54, DE 4 DE DEZEMBRO DE 2007

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 54, DE 4 DE DEZEMBRO DE 2007 ANEXO I NORMA TÉCNICA PARA A UTILIZAÇÃO DA PERMISSÃO DE TRÂNSITO DE VEGETAIS - PTV CAPÍTULO I DA UTILIZAÇÃO DA PTV Seção I Da Exigência e do Uso da PTV Art. 1 o A Permissão de Trânsito de Vegetais - PTV

Leia mais

LEI Nº 7.055, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2007

LEI Nº 7.055, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2007 LEI Nº 7.055, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2007 Publicada no DOE(Pa) de 20.11.07. Dispõe sobre a Política Estadual para o Desenvolvimento e Expansão da Apicultura e dá outras providências. A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA

Leia mais

Gabinete do Prefeito Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná, aos 28 dias do mês de junho de 2001.

Gabinete do Prefeito Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná, aos 28 dias do mês de junho de 2001. LEI Nº 1114/2001 SÚMULA: Autoriza o Executivo Municipal, a criar o Programa de Incentivo da Produção Leiteira das pequenas propriedades no município de Mangueirinha, Pr. Faço saber, que a Câmara Municipal

Leia mais

REGULAMENTO ANIMAL. 19 A 23 de Novembro de 2012. www.feileite.com.br

REGULAMENTO ANIMAL. 19 A 23 de Novembro de 2012. www.feileite.com.br REGULAMENTO ANIMAL 19 A 23 de Novembro de 2012. www.feileite.com.br CAPÍTULO I DA FEIRA E SUAS FINALIDADES Artigo I A FEILEITE 2012 Feira Internacional da Cadeia Produtiva do Leite será realizada sob o

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, DO ABASTECIMENTO E DA REFORMA AGRÁRIA

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, DO ABASTECIMENTO E DA REFORMA AGRÁRIA MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, DO ABASTECIMENTO E DA REFORMA AGRÁRIA PORTARIA Nº 318, DE 6 DE MAIO DE 1996 Revogado(a) pelo(a) Portaria 576/1998/MARA O Ministro de Estado, Interino, da Agricultura, do Abastecimento

Leia mais

Programa Estadual de Controle e Erradicação da Tuberculose e Brucelose Bovídea - PROCETUBE

Programa Estadual de Controle e Erradicação da Tuberculose e Brucelose Bovídea - PROCETUBE Estado do Rio Grande do Sul Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio Departamento de Defesa Agropecuária Divisão de Defesa Sanitária Animal Programa Estadual de Controle e Erradicação da Tuberculose

Leia mais

CEFIR. Cadastro Estadual Ambiental Rural

CEFIR. Cadastro Estadual Ambiental Rural CEFIR Cadastro Estadual Ambiental Rural Dezembro.2013 SISEMA SISTEMA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE DESAFIO Tornar o Sistema mais ágil e compatibilizá-lo com as demandas da sociedade sem perder o foco na qualidade

Leia mais

Curso Técnico em Agroecologia

Curso Técnico em Agroecologia Curso Técnico em Agroecologia Nível/Grau/Forma: Médio/Técnico/Integrado Vagas: 25 Turno: Integral Duração: 3 anos + estágio Perfil do Egresso O Técnico em Agroecologia deverá ser um profissional com formação

Leia mais

O Serviço Veterinário Oficial e sua importância na Saúde Animal

O Serviço Veterinário Oficial e sua importância na Saúde Animal O Serviço Veterinário Oficial e sua importância na Saúde Animal Médica Veterinária Rita Dulac Domingues Tópicos da Apresentação 1. Serviço Veterinário Oficial (SVO) 2. Panorama no RS e no BR do SVO 3.

Leia mais

DECRETO Nº 36.050, DE 04 DE JULHO DE 1995.

DECRETO Nº 36.050, DE 04 DE JULHO DE 1995. ALTERADO PELO DECRETO N 38.932/1998 DECRETO Nº 36.050, DE 04 DE JULHO DE 1995. Dispõe sobre a estrutura básica da Secretaria da Agricultura e Abastecimento e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 042 de 07/04/2009

RESOLUÇÃO Nº 042 de 07/04/2009 RESOLUÇÃO Nº 042 de 07/04/2009 O SECRETÁRIO DE ESTADO DA AGRICULTURA E DO ABASTECIMENTO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe conferem o art. 45, XIV, da Lei nº 8.485 de 03 de junho de 1.987; art.

Leia mais

Plataforma de Gestão Agropecuária PGA

Plataforma de Gestão Agropecuária PGA Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Plataforma de Gestão Agropecuária PGA Módulo de Rastreabilidade SISBOV e Protocolos Dezembro de 2013 Histórico 2007/novembro - DG-SANCO/UE restringe as

Leia mais

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO N.º 014/2007 - GEDSA

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO N.º 014/2007 - GEDSA INSTRUÇÃO DE SERVIÇO N.º 014/2007 - GEDSA Considerando, a importância da avicultura catarinense para a economia do estado; Considerando a necessidade de controle sanitário para evitar a reintrodução da

Leia mais

Ampliação da zona livre de febre aftosa

Ampliação da zona livre de febre aftosa Ampliação da zona livre de febre aftosa Plínio Leite Lopes Coordenação de Febre Aftosa Coordenador Secretaria de Defesa Agropecuária/SDA Departamento de Saúde Animal /DSA Coordenação de Febre Aftosa Diretrizes

Leia mais

Ministério da Agricultura

Ministério da Agricultura Ministério da Agricultura ESTATUTO ORGÂNICO DO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA CAPÍTULO I Natureza e Atribuições Artigo 1.º (Natureza) O Ministério da Agricultura, abreviadamente designado por MINAGRI, é o órgão

Leia mais

O NOME DO PROJETO. SENAR Minas ESPAÇO RESERVADO PARA O NOME DO PALESTRANTE

O NOME DO PROJETO. SENAR Minas ESPAÇO RESERVADO PARA O NOME DO PALESTRANTE Coordenadoria ESPAÇO RESERVADO de Formação PARA Profissional Rural O NOME DO PROJETO SENAR Minas ESPAÇO RESERVADO PARA O NOME DO PALESTRANTE CNA Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil representação

Leia mais

Projeto de Recuperação de Matas Ciliares

Projeto de Recuperação de Matas Ciliares PROJETO DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE SECRETARIA DA AGRICULTURA E ABASTECIMENTO 120 mil km de cursos d água desprotegidos 13,7% de vegetação

Leia mais

Instrução Normativa nº 001, de 27 de janeiro de 2014

Instrução Normativa nº 001, de 27 de janeiro de 2014 Instrução Normativa nº 001, de 27 de janeiro de 2014 O diretor-presidente do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo IDAF, usando das atribuições que lhe confere o artigo 48 do regulamento

Leia mais

CAPÍTULO I Seção I Da Exigência e do Uso da PTV

CAPÍTULO I Seção I Da Exigência e do Uso da PTV INSTRUÇÃO NORMATIVA N o 37, DE 17 DE NOVEMBRO DE 2006 (Revogada pela IN 54, de 04/Dez/2007) O MINISTRO DE ESTADO, INTERINO, DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO, no uso da atribuição que lhe confere

Leia mais

Minas Gerais > Fevereiro/2016

Minas Gerais > Fevereiro/2016 OBS: As informações contidas nesta página são de caráter informativo, não dispensando a consulta a um profissional especializado, devido à freqüência com que os conteúdos sofrem alterações. Minas Gerais

Leia mais

Não DADOS DA EMPRESA RAZÃO SOCIAL: ENDEREÇO:

Não DADOS DA EMPRESA RAZÃO SOCIAL: ENDEREÇO: Formulário para renovação de credenciamento para comercialização de vacina contra a febre aftosa no Estado do Rio Grande do Sul (O preenchimento desse formulário deve ser realizado pelo Médico Veterinário

Leia mais

1. De um Estabelecimento Produtor de Ovos e Aves SPF e Produtor de Ovos Controlados a:

1. De um Estabelecimento Produtor de Ovos e Aves SPF e Produtor de Ovos Controlados a: ANEXO NORMAS TÉCNICAS PARA REGISTRO E FISCALIZAÇÃO DOS ESTABELECIMENTOS AVÍCOLAS, PRODUTORES DE OVOS E AVES LIVRES DE PATÓGENOS ESPECIFICOS (SPF) E DE OVOS CONTROLADOS E DOS ESTABELECIMENTOS AVÍCOLAS DE

Leia mais

RELATÓRIO DE PRODUTOS COMERCIALIZADOS Secretarias de Agricultura dos Estados

RELATÓRIO DE PRODUTOS COMERCIALIZADOS Secretarias de Agricultura dos Estados RELATÓRIO DE PRODUTOS COMERCIALIZADOS Secretarias de Agricultura dos Estados Com base nas informações disponíveis, a ANDAV fez um levantamento nas Legislações Estaduais referente à necessidade de entrega

Leia mais

PLANO PECUÁRIO NACIONAL 2012/2013. Proposta preliminar da Embrapa Gado de Leite

PLANO PECUÁRIO NACIONAL 2012/2013. Proposta preliminar da Embrapa Gado de Leite MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO CÂMARA SETORIAL DA CADEIA PRODUTIVA DE LEITE E DERIVADOS PLANO PECUÁRIO NACIONAL 2012/2013 Proposta preliminar da Embrapa Gado de Leite 02 de fevereiro

Leia mais

Boletim eletrônico. Anemia Infecciosa Equina. Ano1-Nº2 30 de Dezembro de 2010. IDAF/DDSIA/SEAR (Dados de janeiro a outubro de 2010) INTRODUÇÃO

Boletim eletrônico. Anemia Infecciosa Equina. Ano1-Nº2 30 de Dezembro de 2010. IDAF/DDSIA/SEAR (Dados de janeiro a outubro de 2010) INTRODUÇÃO Boletim eletrônico Epidemiológico Anemia Infecciosa Equina Ano-Nº 3 de Dezembro de. IDAF/DDSIA/SEAR (Dados de janeiro a outubro de ) EDITORIAL O boletim epidemiológico eletrônico é uma iniciativa do Departamento

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES GRATIFICADAS

ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES GRATIFICADAS ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES GRATIFICADAS ASSESSORIA DE IMPRENSA: Função GERENTE. Assessorar a Diretoria da Ceasa; Promover e divulgar notícias relacionadas a Ceasa; Estreitar o relacionamento da mídia com

Leia mais

Organización Panamericana de la Salud Oficina Regional de la Organización Mundial de la Salud

Organización Panamericana de la Salud Oficina Regional de la Organización Mundial de la Salud Organización Panamericana de la Salud Oficina Regional de la Organización Mundial de la Salud http://www.panaftosa.org.br Unidad de Salud Pública Veterinaria OPS/OMS Centro Panamericano de Fiebre Aftosa

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE CAPÍTULO I DA INSTITUIÇÃO DAS MEDIDAS DE DEFESA SANITÁRIA ANIMAL

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE CAPÍTULO I DA INSTITUIÇÃO DAS MEDIDAS DE DEFESA SANITÁRIA ANIMAL LEI N. 1.486, DE 17 DE JANEIRO DE 2003 Dispõe sobre a Defesa Sanitária Animal no Estado do Acre e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE seguinte Lei: FAÇO SABER que a Assembléia Legislativa

Leia mais

Informação DDA n.º 03 Brasília, 27 de fevereiro de 2003.

Informação DDA n.º 03 Brasília, 27 de fevereiro de 2003. Serviço Público Federal Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Secretaria de Defesa Agropecuária DEPARTAMENTO DE DEFESA ANIMAL Informação DDA n.º 03 Brasília, 27 de fevereiro de 2003. Interessados:

Leia mais

Cartilha Agronegócio Sustentável

Cartilha Agronegócio Sustentável Cartilha Agronegócio Sustentável Agronegócio Sustentável A melhor maneira de pensar o seu negócio OAgronegócio é uma atividade fundamental para a economia brasileira. Tem grande participação no PIB do

Leia mais

Programas oficiais de saúde animal vigentes no MAPA destinados a Bubalinos Macapá, AP- 15/04/2013

Programas oficiais de saúde animal vigentes no MAPA destinados a Bubalinos Macapá, AP- 15/04/2013 Superintendência Federal de Agricultura no Amapá SFA/AP Programas oficiais de saúde animal vigentes no MAPA destinados a Bubalinos Macapá, AP- 15/04/2013 Missão: Promover o desenvolvimento sustentável

Leia mais

Incentivos Fiscais. Conselho de Desenvolvimento Econômico do Estado do Tocantins. Secretaria da Indústria e do Comércio

Incentivos Fiscais. Conselho de Desenvolvimento Econômico do Estado do Tocantins. Secretaria da Indústria e do Comércio Incentivos Fiscais Conselho de Desenvolvimento Econômico do Estado do Tocantins Secretaria da Indústria e do Comércio março de 2012 1 Conselho de Desenvolvimento Econômico do Estado do Tocantins Lei nº

Leia mais

Impacto do IMF e do sistema atual sobre os preços

Impacto do IMF e do sistema atual sobre os preços Arroz em casca 15,72 30,25 Milho em grão 15,21 32,16 Trigo em grão e outros cereais 15,70 32,66 Cana-de-açúcar 15,47 32,68 Soja em grão 15,83 33,01 Outros produtos e serviços da lavoura 14,10 31,31 Mandioca

Leia mais

DECRETO Nº 27.687, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2005.

DECRETO Nº 27.687, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2005. DECRETO Nº 27.687, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2005. Regulamenta a Lei nº 12.228, de 21 de Junho de 2002, que dispõe sobre a Defesa Sanitária Animal, e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DE PERNAMBUCO,

Leia mais

Legislação Sanitária (sistema SUASA SISBI) FFA Suzane Bittencourt

Legislação Sanitária (sistema SUASA SISBI) FFA Suzane Bittencourt Legislação Sanitária (sistema SUASA SISBI) FFA Suzane Bittencourt SUASA DISPÕE SOBRE A POLITICA AGRICOLA Fixa os fundamentos, define os objetivos e as competências institucionais, prevê os recursos e estabelece

Leia mais

Ementário do Curso Técnico em AGROPECUÁRIA Campus Nilo Peçanha - Pinheiral

Ementário do Curso Técnico em AGROPECUÁRIA Campus Nilo Peçanha - Pinheiral Ementário do Curso Técnico em AGROPECUÁRIA Campus Nilo Peçanha - Pinheiral Disciplina: Agroindústria EMENTA: Introdução à Agroindústria; Importância das boas práticas de fabricação- BPF s. Valor nutricional

Leia mais

Cuiabá/MT, 28 de novembro de 2008

Cuiabá/MT, 28 de novembro de 2008 SEMINÁRIO ESTADUAL DA SUINOCULTURA MATO GROSSO 2008 ACRISMAT Cuiabá/MT, 28 de novembro de 2008 HISTÓRICO DA ATIVIDADE Rio Grande do Sul POPULAÇÃO DO RIO GRANDE DO SUL 1872 CAMPANHA 43% DEPRESSÃO CENTRAL

Leia mais

SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA. INSTRUÇÃO NORMATIVA CONJUNTA No- 2, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2015

SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA. INSTRUÇÃO NORMATIVA CONJUNTA No- 2, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2015 SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA INSTRUÇÃO NORMATIVA CONJUNTA No- 2, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2015 O SECRETÁRIO DE DEFESA AGROPECUÁRIA DO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO, no uso das atribuições

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE COLNIZA

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE COLNIZA 1 LEI Nº 007/2001 DISPÕE SOBRE O PLANO PLURIANUAL DO MUNICÍPIO DE COLNIZA, PARA O PERÍODO DE 2001 A 2005 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS A Sra. NELCI CAPITANI, Prefeita Municipal de Colniza, Estado de Mato Grosso,

Leia mais

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO DDA 04/03

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO DDA 04/03 INSTRUÇÃO DE SERVIÇO DDA 04/03 Assunto: definição dos formulários, fluxo de informações, testes laboratoriais e outros aspectos, a serem empregados para ingresso no Estado de Santa Catarina de ovinos,

Leia mais

ASSUNTO: Comercialização e utilização de vacina contra a brucelose.

ASSUNTO: Comercialização e utilização de vacina contra a brucelose. INSTRUÇÃO DE SERVIÇO DDA Nº 21 / 01 Serviço Público Federal Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Secretaria de Defesa Agropecuária DEPARTAMENTO DE DEFESA ANIMAL ASSUNTO: Comercialização

Leia mais