DiárioOficial Ano XLII - nº Páginas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DiárioOficial Ano XLII - nº 10.201 18 Páginas"

Transcrição

1 ASSINATURA DIGITAL ESTADO DO ACRE DiárioOficial Terça-feira, 29 de dezembro de Ano XLII - nº Páginas SUMÁRIO GABINETE DO GOVERNADOR...1 GABINETE CIVIL...5 SECRETARIAS DE ESTADO...6 FUNDAÇÕES E AUTARQUIAS...10 MUNICIPALIDADE...10 DIVERSOS...18 GABINETE DO GOVERNADOR DECRETO Nº DE 11 DE DEZEMBRO DE Abre Crédito Suplementar para o fim que especifica. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE: No uso de suas atribuições legais e com base nos artigos 9º e 18 da Lei n.º de 11 de Dezembro de 2008, DECRETA: Art. 1º - Fica aberto ao Orçamento vigente o Crédito Suplementar de R$ ,00 (Cento e Trinta e Seis Milhões, Oitocentos e Quarenta Mil Reais), para reforço de Dotação Orçamentária, conforme discriminação abaixo: 713 SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO SEPLAN GABINETE DO SECRETÁRIO Programa Emergencial de Financiamento PEF DESPESAS DE CAPITAL INVESTIMENTOS Aplicações Diretas Indenizações e Restituições Op. de Crédito (500) ,00 Art. 2º - O Crédito Adicional Suplementar de que trata o artigo anterior no valor de R$ ,00 (Cento e Trinta e Seis Milhões, Oitocentos e Quarenta Mil Reais), provirão de Arrecadação da Receita de Outras Operações de Crédito Internas Contratuais Op. de Crédito (500), nos termos do disposto no inciso IV do Parágrafo 1º. do Artigo 43 da Lei Federal nº de 17 de março de Art. 3º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Rio Branco - Ac, 11 de Dezembro de 2.009, 121º da República, 107º do Tratado de Petrópolis e 48º do Estado do Acre. CÉSAR MESSIAS, em exercício GILBERTO DO CARMO LOPES SIQUEIRA Secretário de Estado de Planejamento JOAQUIM MANOEL MANSOUR MACÊDO Secretário de Estado da Fazenda, em exercício DECRETO Nº DE 21 DE DEZEMBRO DE 2009 Altera dispositivo do Decreto nº , de 3 de setembro de 2004, que cria o Prêmio Chico Mendes de Florestania. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE, no uso das atribuições que lhe confere o art. 78, incisos IV e VI, da Constituição Estadual, Considerando que o líder seringueiro e ambientalista Chico Mendes, nascido em 15 de dezembro de 1944, buscou em vida o direito à sobrevivência, através da defesa dos povos amazônicos e da floresta, Considerando que a busca pela qualidade de vida e sobrevivência no planeta norteiam os programas, projetos, ações e atividades relacionadas ao conceito de Florestania, disposto no 1 do art. 1 do Decreto n , de 3 de setembro de 2004, DECRETA: Art. 1º O 2º do art. 1º do Decreto nº , de 3 de setembro de 2004, passa a vigorar com a seguinte redação: Art. 1º º O Prêmio Chico Mendes de Florestania será concedido anualmente no dia 15 de dezembro e terá caráter de reconhecimento.... (NR) Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Rio Branco-Acre, 21de dezembro de 2009, 121º da República, 107º do Tratado de Petrópolis e 48º do Estado do Acre. DECRETO Nº DE 25 DE DEZEMBRO DE 2009 O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE, no uso da atribuição que lhe confere o art. 78, inciso VI, da Constituição Estadual; combinado com os arts. 50, inciso III, alínea f, 60 e 61, todos da Lei Complementar nº 164/2006; e com os arts. 4º, alínea b, 6º, 10, alínea c e 18 da Lei nº 533/1974; e os arts. 40, inciso IV e 48, todos do decreto nº 114/1975; e ainda os arts. 1º e 2º, todos da Lei Complementar nº 182/2008; RESOLVE: Art. 1º Promover por merecimento, ao Posto de Coronel QOMEC, o TEN CEL PM RG 1136 FRANCIMAR RODRIGUES DE SOUZA, a contar de 25 de dezembro de Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Rio Branco-Acre, 25 de dezembro de 2009, 121º da República, 107º do Tratado de Petrópolis e 48º do Estado do Acre. DECRETO Nº DE 25 DE DEZEMBRO DE 2009 O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE, no uso da atribuição que lhe confere o art. 78, inciso VI, da Constituição Estadual; combinado com os arts. 50, inciso III, alínea f, 60 e 61 todos da Lei Complementar n 164/2006; e com os arts. 4, alínea b, 6, 10, alínea b e 18 todos da Lei n 533/1974; e com os arts. 40, inciso III e 48 todos do Decreto n 114/1975; e ainda com os arts. 1 e 2, todos da Lei Complementar n 182/2008, RESOLVE: Art. 1 Promover por Merecimento, ao Posto de Tenente Coronel QO- MEC, o MAJ PM RG 1885 MARCELO ANTÔNIO VICTOR, a contar de 25 de dezembro de Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Rio Branco-Acre, 25 de dezembro de 2009, 121º da República, 107º do Tratado de Petrópolis e 48º do Estado do Acre. DECRETO Nº DE 25 DE DEZEMBRO DE 2009 O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE, no uso da atribuição que lhe confere o art. 78, inciso VI, da Constituição Estadual; combinado com os arts. 50, inciso III, alínea f, 60 e 61 todos da Lei Complementar n 164/2006; e com os arts. 4, alínea b, 6, 10, alínea b e 18 todos da Lei n 533/1974; e com os arts. 40, inciso II e 48 todos do Decreto n 114/1975; e ainda com os arts. 1 e 2 todos da Lei Complementar n 182/2008, RESOLVE: Art. 1 Promover por Merecimento, ao Posto de Major QOMEC, o CAP PM RG 2811 ANTÔNIO FRANCISCO DAS CHAGAS TELES DE ALMEI- DA, a contar de 25 de dezembro de Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Rio Branco-Acre, 25 de dezembro de 2009, 121º da República, 107º do Tratado de Petrópolis e 48º do Estado do Acre.

2 2 Terça-feira, 29 de dezembro de 2009 DIÁRIO OFICIAL2 DECRETO Nº DE 25 DE DEZEMBRO DE 2009 O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE, no uso das atribuições que lhe confere o art. 78, incisos IV e VI, da Constituição Estadual, combinado com os arts. 4º, alínea a ; 10, alínea a ; 18, caput e 19, alínea a, todos da Lei nº 533, de 19 de julho de 1974 e art. 50, III, alínea f, da Lei Complementar nº 164, de 3 de julho de 2006, R E S O L V E: Art. 1º Promover, por antiguidade, ao Posto de 1º TEN QOPMAS do Quadro de Oficiais Policiais Militares Auxiliares de Saúde QOPMAS, a contar de 25 de dezembro de 2009, o 2º TEN QOPMAS RG 1999 WÉBISTON DE SOUSA MACÊDO. Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Rio Branco-Acre, 25 de dezembro de 2009, 121º da República, 107º do Tratado de Petrópolis e 48º do Estado do Acre. DECRETO Nº DE 25 DE DEZEMBRO DE 2009 Regulamenta o Premio Anual de Valorização da Atividade Policial VAP, de que trata o art. 31 da Lei no 2.250, de 21 de dezembro de O, no uso da atribuição que lhe confere o art. 78, inciso IV, da Constituição Estadual, e tendo em vista o disposto no art. 31 da Lei no 2.250, de 21 de dezembro de DECRETA: Art. 1º Fica regulamentado, nos termos deste Decreto, o art. 31 da Lei no 2.250, de 21 de dezembro de 2009, que institui o Premio Anual de Valorização da Atividade Policial VAP, para os servidores de nível médio do Quadro de Pessoal da Polícia Civil, calculado a partir de metas gerais e por unidade de trabalho. Art. 2º Os servidores do Quadro de Pessoal da Polícia Civil a que se refere o artigo 1º deste decreto terão direito ao VAP em razão do efetivo exercício de atividade policial, respeitado o valor máximo de R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais), na forma e de acordo com critérios constantes deste Decreto. Parágrafo único. Para fins do caput deste artigo, considera-se em efetivo exercício o servidor lotado nas unidades da Polícia Civil e na Secretaria de Estado de Segurança Pública - SESP. Art. 3º O VAP contemplará o resultado coletivo, sendo de caráter eventual e não obrigatório, com periodicidade mínima de um semestre civil. 1º O VAP não servirá de base de cálculo para fins de concessão de outros acréscimos pecuniários. 2º O VAP em hipótese alguma será incorporado definitivamente aos vencimentos e nem servirá de base de cálculo dos proventos de aposentadoria. 3º O VAP será incluído na relação de rendas dos servidores com o nome Prêmio VAP. Art. 4º O VAP será pago de acordo com os critérios definidos neste Decreto, em 2 (duas) parcelas semestrais nos meses de: I - julho, com base no alcance das metas relativas ao período de janeiro a junho, e; II - janeiro, com base no alcance das metas relativas ao período de agosto a dezembro. Art. 5º O valor do pagamento do VAP será resultante do atingimento de metas envolvendo os seguintes fatores de mensuração: I - redução da taxa de homicídio; II - elucidação de crimes contra a vida; III - elucidação de crimes contra o patrimônio; e IV - desbaratamento de quadrilhas. Art. 6º O estabelecimento das metas será feito por Comissão, especialmente criada para esse fim, composta pela Secretária de Estado de Segurança Pública, Delegado Geral da Polícia Civil, Comandante Geral da Polícia Militar, Comandante Geral do Corpo de Bombeiros. Art. 7º Se antes do término da aferição dos resultados ocorrer incidente crítico que interfira no grau de cumprimento das metas estabelecidas para o período, a Comissão estabelecerá uma nova meta a ser atingida. Art. 8º A participação de cada fator de mensuração na composição do valor do VAP a ser pago, é a seguinte: I - taxa de homicídio - 20% (vinte por cento); II - elucidação de crimes contra a vida - 40% (quarenta por cento); III - elucidação de crimes de roubo - 20% (vinte por cento); e IV - desbaratamento de quadrilhas - 20% (vinte por cento). Art. 9. O VAP será distribuído de acordo com a porcentagem de concretização de cada meta, nas seguintes proporções: I - Atingimento de resultado inferior a 90% (noventa por cento) da meta estabelecida, não ocorre distribuição; II - Atingimento de resultado no intervalo de 90% (noventa por cento) até 99,99% (noventa e nove inteiros e noventa e nove centésimos por cento) da meta estabelecida, a distribuição é de 50% (cinquenta por cento) do valor máximo definido para a referido fator de mensuração; e III - Atingimento de resultado igual, ou superior, a 100% (cem por cento) da meta estabelecida, a distribuição é de 100% (cem por cento) do valor máximo definido para o referido fator de mensuração, observado o disposto no parágrafo único. Parágrafo único. Caso a meta parcial, verificada no mês de julho, não tenha sido atingida e a meta anual, verificada ao final do período de avaliação, tenha sido alcançada, o valor que deixou de ser pago no primeiro semestre poderá compor o montante do Prêmio a ser pago no mês de dezembro, conforme determinar ato da Comissão composta conforme art. 6º deste Decreto. Art. 10. O pagamento do VAP ao servidor, relativamente ao tempo de efetivo exercício, far-se-á da seguinte forma, respeitados os demais critérios deste Decreto: I - 100% (cem por cento) ao servidor que permanecer em determinada unidade durante todo o período de apuração; II - Proporcional ao tempo: a) de permanência em cada urna das unidades, ao servidor que for movimentado de uma unidade para outra; b) de efetivo exercício, ao servidor que: 1. for admitido no decorrer do período de apuração, ou retornar à Polícia Civil após afastamento durante o qual não poderia ser contemplado pelo VAP; 2. se afastar do cargo em hipóteses que não admitam que seja contemplado pelo VAP. 1º Em quaisquer das hipóteses previstas neste artigo, o pagamento do VAP será proporcional ao grau em que as metas forem alcançadas. 2º Não receberá o VAP, o servidor que por qualquer motivo for demitido ou exonerado durante o período de apuração das metas. Art. 11. O Comitê Gestor do Sistema Integrado de Segurança Pública - SISP estabelecerá as demais normas, os procedimentos e mecanismos de avaliação e controle necessários à implementação do VAP no âmbito da Polícia. Art. 12. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Rio Branco-Acre, 25 de dezembro de 2009, 121º da República, 107º do Tratado de Petrópolis e 48º do Estado do Acre. DECRETO Nº DE 25 DE DEZEMBRO DE 2009 Regulamenta a Gratificação da Produtividade das Atividades Periciais - GPP, de que trata o art. 29 da Lei nº 2.250, de 21 de dezembro de O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE, no uso da atribuição que lhe confere o art. 78, inciso IV, da Constituição Estadual, e tendo em vista o art. 29 da Lei nº 2.250, de 21 de dezembro de 2009, DECRETA: Art. 1o Fica regulamentado, nos termos deste Decreto, o art. 29 da Lei nº 2.250, de 21 de dezembro de 2009, que instituiu a Gratificação da Produtividade das Atividades Periciais - GPP, para os servidores do Quadro de Pessoal da Polícia Civil, ocupantes dos cargos de Perito Criminal e de Perito Médico-legista calculado a partir de metas gerais e por unidade de trabalho. Art. 2º Os servidores ocupantes dos cargos de Perito Criminal e de Perito Médico-legista, que estejam em efetivo exercício, terão direito à Gratificação da Produtividade das Atividades Periciais - GPP, respeitando-se os valores máximos conforme Anexo I, na forma e de acordo com critérios constantes deste Decreto. Parágrafo único. Para fins do caput deste artigo, considera-se efetivo exercício o servidor lotado nas unidades da Polícia Civil. Art. 3º A GPP contemplará o resultado coletivo, sendo de caráter eventual e não obrigatório. 1º A GPP de que trata o caput deste artigo não substitui ou complementa a remuneração devida ao servidor, nem constitui base de incidência de qualquer vantagem, não se lhe aplicando o princípio da habitualidade. 2º A GPP será incluída na relação de rendas dos servidores com o nome Gratificação GPP. Art. 4º A GPP será paga de acordo com os critérios definidos neste Decreto, mensalmente, a partir do mês de dezembro de 2009, com base no alcance das metas relativas ao mês anterior. 1º Excepcionalmente, o pagamento dos meses de dezembro de 2009 e janeiro de 2010, serão feitos com base nos resultados alcançados no mês de dezembro de º O pagamento do mês de dezembro de 2009 será feito como adiantamento e, caso o servidor não alcance as metas estabelecidas, o valor adiantado será descontado na folha de pagamento do mês de janeiro de 2010.

3 3 Terça-feira, 29 de dezembro de 2009 DIÁRIO OFICIAL3 Art. 5º O valor do pagamento da GPP será resultante do atingimento de metas envolvendo os seguintes fatores de mensuração, definidos conforme Anexo II: I - devolução de laudo pelo Poder Judiciário; II - atendimento dos prazos legais; e III - atendimento das chamadas para locais de ocorrências. Art. 6º O estabelecimento das metas será feito, anualmente, por Comissão formada pelo Diretor da Policia Técnica e pelo Delegado Geral da Polícia Civil, e submetida à decisão do Poder Executivo. Art. 7º A participação de cada fator de mensuração na composição do valor da GPP a ser pago, é a seguinte: I - devolução do laudo pelo poder Judiciário - 30% (trinta por cento); II - atendimento dos prazos legais - 40% (quarenta por cento); e III - atendimento das chamadas para locais de ocorrências - 30% (trinta por cento). Art. 8º. A GPP será distribuída de acordo com a porcentagem de concretização de cada meta, nas seguintes proporções: I - atingimento de resultado inferior a 90% (noventa por cento) da meta estabelecida, não ocorre distribuição; II - atingimento de resultado no intervalo de 90% (noventa por cento) até 99,99% (noventa e nove inteiros e noventa e nove centésimos por cento) da meta estabelecida, a distribuição é de 60% (sessenta por cento) do valor máximo definido para a referido fator de mensuração; e III - atingimento de resultado igual, ou superior, a 100% (cem por cento) da meta estabelecida, a distribuição é de 100% (cem por cento) do valor máximo definido para o referido fator de mensuração. Art. 9º O pagamento da GPP ao servidor, relativamente ao tempo de efetivo exercício, far-se-á da seguinte forma, respeitados os demais critérios deste Decreto: I - 100% (cem por cento) ao servidor que permanecer em determinada unidade durante todo o período de apuração; II - proporcional ao tempo: a) de permanência em cada urna das unidades, ao servidor que for movimentado de uma unidade para outra; b) de efetivo exercício, ao servidor que: 1. for admitido no decorrer do período de apuração ou retornar à Polícia Civil após afastamento não contemplado pela GPP; e 2. se afastar por motivo não contemplado pela GPP. 1º Em quaisquer das hipóteses previstas neste artigo, o pagamento da GPP será proporcional ao grau em que as metas forem alcançadas. 2º Não receberá a GPP, o servidor que por qualquer motivo for demitido ou exonerado, durante o período de apuração das metas. Art. 10. Ato do Diretor Geral da Polícia Civil estabelecerá as demais normas, os procedimentos e mecanismos de avaliação e controle necessários à implementação da GPP no âmbito da Polícia Civil. Art. 11. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Rio Branco, 25 de dezembro de 2009, 121º da República, 107º do Tratado de Petrópolis e 48º do Estado do Acre. ANEXO I Gratificação da Produtividade das Atividades Periciais Referências Salariais Classe I 960, , ,40 II 1.152, , ,08 III 1.344, , ,76 IV 1.536, , ,44 Especial 1.728, , ,00 ANEXO II Definição os Fatores de Mensuração Devolução de laudo pelo Poder Judiciário Elaboração dos Laudos Periciais com qualidade técnica que não sejam devolvidos pelo Poder Judiciário para consertos. Não inclui as devoluções para levantamento de novas informações. Atendimento dos prazos legais Elaboração dos Laudos Periciais em seu prazo legal. Cumprindo os prazos acordados com a chefia imediata na realização das atividades da unidade de lotação. Atendimento das chamadas para locais de ocorrências - Atendimento imediato de todas as chamadas (contato via rádio CIOSP ou central de rádio). DECRETO Nº DE 25 DE DEZEMBRO DE 2009 Regulamenta a Gratificação de Produtividade do Delegado de Polícia Civil - GPD, de que trata o art. 28 da Lei nº 2.250, de 21 de dezembro de O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE, no uso da atribuição que lhe confere o art. 78, inciso IV, da Constituição Estadual, e tendo em vista o art. 28 da Lei nº 2.250, de 21 de dezembro de 2009, DECRETA: Art. 1º Fica regulamentado, nos termos deste Decreto, art. 28 da Lei nº 2.250, de 21 de dezembro de 2009, que instituiu a Gratificação de Produtividade do Delegado de Polícia Civil - GPD, para os ocupantes do cargo de Delegado de Polícia Civil do Quadro de Pessoal da Polícia Civil, calculado a partir de metas individuais. Art. 2º Os ocupantes do cargo de Delegado de Polícia Civil, que estejam em efetivo exercício, terão direito à GPD, respeitando-se os valores máximos conforme Anexo I, na forma e de acordo com critérios constantes deste Decreto. Parágrafo único. Para fins do caput deste artigo, considera-se efetivo exercício o servidor lotado nas unidades da Polícia Civil. Art. 3º A GPD contemplará o resultado individual, sendo de caráter eventual e não obrigatório. 1º A GPD de que trata o caput deste artigo não substitui ou complementa a remuneração devida ao servidor, nem constitui base de incidência de qualquer vantagem, não se lhe aplicando o princípio da habitualidade. 2º A GPD será incluído na relação de rendas dos servidores com o nome Gratificação GPD. Art. 4º A GPD será paga de acordo com os critérios definidos neste Decreto, mensalmente, a partir do mês de dezembro de 2009, com base no alcance das metas relativas ao mês anterior. 1º Excepcionalmente, o pagamento dos meses de dezembro de 2009 e janeiro de 2010, serão feitos com base nos resultados alcançados no mês de dezembro de º O pagamento do mês de dezembro de 2009 será feito como adiantamento e, caso o servidor não alcance as metas estabelecidas, o valor adiantado será descontado na folha de pagamento do mês de janeiro de Art. 5º O valor do pagamento da GPD será resultante do atingimento de metas individuais, envolvendo os seguintes fatores de mensuração, definidos conforme Anexo II: I - assiduidade; II - pontualidade; III - despacho/atendimento/encaminhamento das ocorrências da circunscrição; IV - representações judiciais; e V - análises criminais da circunscrição. Art. 6º O estabelecimento das metas deverá considerar as especificidades do local ou da região de trabalho do Delegado e será proposta, anualmente, pelo Delegado Geral da Polícia Civil à decisão do Poder Executivo. Art. 7º A participação de cada fator de mensuração na composição do valor da GPD a ser pago, é a seguinte: I - assiduidade - 20%(vinte por cento); II - pontualidade - 20%(vinte por cento); III - despacho/atendimento/encaminhamento das ocorrências da circunscrição - 20%(vinte por cento); IV - representações Judiciais - 20%(vinte por cento); e V - análises criminais da circunscrição - 20%(vinte por cento). Art. 8º. A GPD será paga de acordo com a porcentagem de concretização de cada meta, nas seguintes proporções: I - atingimento de resultado inferior a 90% (noventa por cento) da meta estabelecida, não ocorre distribuição; II - atingimento de resultado no intervalo de 90% (noventa por cento) até 99,99% (noventa e nove inteiros e noventa e nove centésimos por cento) da meta estabelecida, a distribuição é de 60% (sessenta por cento) do valor máximo definido para a referido fator de mensuração; e III - atingimento de resultado igual, ou superior, a 100% (cem por cento) da meta estabelecida, a distribuição é de 100% (cem por cento) do valor máximo definido para o referido fator de mensuração. Art. 9º O pagamento da GPD ao servidor, relativamente ao tempo de efetivo exercício, far-se-á da seguinte forma, respeitados os demais critérios deste Decreto: I - 100% (cem por cento) ao servidor que permanecer em determinada unidade durante todo o período de apuração; II - proporcional ao tempo: a) de permanência em cada uma das unidades, ao servidor que for movimentado de uma unidade para outra; b) de efetivo exercício, ao servidor que: 1. for admitido no decorrer do período de apuração ou retornar à Polícia

4 4 Terça-feira, 29 de dezembro de 2009 DIÁRIO OFICIAL4 Civil após afastamento não contemplado pela GPD; 2. se afastar por motivo não contemplado pela GPD. 1º Em quaisquer das hipóteses previstas neste artigo, o pagamento da GPD será proporcional ao grau em que as metas forem alcançadas. 2º Não receberá a GPD, o servidor que por qualquer motivo for demitido ou exonerado, durante o período de apuração das metas. Art. 10. Ato do Delegado Geral da Polícia Civil estabelecerá as demais normas, os procedimentos e mecanismos de avaliação e controle necessários à implementação da GPD no âmbito da Polícia. Art. 11. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Rio Branco, 25 de dezembro de 2009, 121º da República, 107º do Tratado de Petrópolis e 48º do Estado do Acre. ANEXO I Gratificação da Produtividade do Delegado de Polícia Civil Referências Salariais Classe I 1.200, , ,00 II 1.440, , ,60 III 1.680, , ,20 IV 1.920, , ,80 Especial 2.160, , ,00 ANEXO II Definição os Fatores de Mensuração Representação judicial: entende-se por representação judicial o pedido formulado pelo delegado de polícia ao Poder Judiciário, nos termos da legislação, destinado a obter a competente ordem de prisão, busca e apreensão, interceptação telefônica, instauração de incidentes procedimentais, adoção de medidas protetivas, quebras de sigilo telefônico, bancário e outros pedidos nominados ou inominados previstos na legislação processual. Análise criminal: ter-se-á por análise criminal a avaliação do número, da natureza e de outros aspectos relevantes de ocorrências criminais na circunscrição policial ou nos limites da atribuição específica da unidade policial, cujas informações permitam o estudo e a adoção de ações de prevenção ou repressão de infrações penais ou que possam servir de base para o estudo sociológico destinado a ações de assistência social, podendo tal análise ser desenvolvida tanto em caráter individual, pelo servidor, quando coletivamente, por todos os delegados lotados em sede de regional ou em delegacia geral do município. Encaminhamento/despacho/atendimento de todas as ocorrências: é o critério consistente na avaliação do delegado de polícia levando-se em conta a exigência de que o servidor exare despacho em toda e qualquer ocorrência submetida à sua apreciação, nos termos da legislação, prestando a devida orientação e encaminhamento àquelas que são de sua alçada, e adotando os procedimentos previstos na legislação processual naquelas que o sejam. Assiduidade: Cumprimento dos compromissos profissionais, não só com freqüência e regularidade, mas com zelo, comprometimento e dedicação. Será considerado não só o comparecimento diário do funcionário como também a permanência do mesmo em sua repartição, o tempo desperdiçado com assuntos particulares e ausências prolongadas. Pontualidade: Avalia a capacidade de acatar horários ou a compromissos rotineiros exigidos pelo trabalho. DECRETO Nº DE 25 DE DEZEMBRO DE 2009 Regulamenta a Lei nº 2.148, de 21 de setembro de 2009, que cria banco de horas no âmbito da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Acre. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE, no uso da atribuição que lhe confere o art. 78, inciso IV, da Constituição Estadual, e tendo em vista o disposto na Lei nº 2.148, de 21 de setembro de 2009, DECRETA: Art. 1º Este Decreto regulamenta a Lei nº 2.148, de 21 de setembro de 2009, que cria banco de horas no âmbito da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Acre. Art. 2º Para efeitos do disposto no presente Decreto, entende-se por: I - jornada de serviço complementar: período de no mínimo 6 (seis) horas contínuas, durante a folga, em que o militar estadual exerce atividades ordinárias de segurança pública, nos termos da Lei nº 2.148, de 21 de setembro de 2009; II - banco de horas: instrumento por meio do qual o militar estadual acumula, com periodicidade mensal, horas em exercício efetivo de jornada de serviço complementar; III - gratificação de serviço complementar: vantagem pecuniária devida ao militar estadual, fixada em lei, em razão das horas de efetivo exercício acumuladas mensalmente no banco de horas. Art. 3º O cumprimento de jornada de serviço complementar, durante a folga, compreenderá as atividades ordinárias de segurança pública: I - de policiamento ostensivo: II - de preservação da ordem pública, salvo na hipótese do art. 4º; III - atribuídas por lei aos bombeiros, que não sejam de defesa civil. Parágrafo único. O cumprimento da jornada de serviço complementar a que se refere este artigo deverá ser feita a requerimento do militar estadual ou mediante sua expressa concordância. Art. 4º As atividades de defesa civil e a prestação de serviços em escalas extraordinárias não ensejam o pagamento da gratificação de serviço complementar. Parágrafo único. Entende-se por escala extraordinária a convocação de militar estadual em catástrofes, grandes acidentes, greves, incêndios, datas comemorativas ou quaisquer ocasiões em que haja grave e excepcional perturbação da ordem pública. Art. 5º Não poderão exercer a jornada complementar de serviço a que se refere este decreto: I - o militar estadual afastado em razão de: a) exercício de cargo comissionado ou função gratificada; b) inquérito, sindicância ou processo administrativo pela prática de transgressões disciplinares; c) punição disciplinar; d) férias; e) licença, remunerada ou não; II - o militar estadual em efetivo exercício: a) agregado, exceto os do Gabinete Militar do Governador; b) submetido ao Conselho de Disciplina ou de Justificação; III - os oficiais intermediários e superiores da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar. IV - o militar estadual integrante de reserva remunerada, ainda que convocado para realização de funções nos termos da legislação vigente. Art. 6º A jornada de serviço complementar será de, no mínimo, 6 (seis) horas contínuas, durante a folga, observado o limite individual de 70 (setenta) setenta horas mensais. Parágrafo único. A jornada de serviço complementar deverá ser compatível com a escala de serviço e de descanso obrigatório. Art. 7º As horas acumuladas no banco de horas serão apuradas com periodicidade mensal, para fins de pagamento da gratificação de serviço complementar. 1º A gratificação de serviço complementar, devida pelas horas acumuladas no banco de horas é transitória e precária, e será paga somente em razão de serviço efetivamente realizado. 2º A gratificação de serviço complementar será calculada segundo o valor fixado em lei para cada hora trabalhada. 3º A gratificação de serviço complementar será acrescida à remuneração do militar estadual no mês seguinte ao do cumprimento da jornada de serviço complementar, sendo vedada a sua incorporação a qualquer título ou fundamento. 4º As horas acumuladas no banco de horas serão necessariamente liquidadas mensalmente. Art. 8º Será ser subtraído do banco de horas o tempo correspondente às ausências e aos atrasos do militar estadual, quando autorizados pela competente autoridade hierárquica superior. Art. 9º A Secretaria de Estado de Segurança Pública-SESP estabelecerá, separadamente, o limite de despesa mensal disponível para o pagamento da gratificação de serviço complementar no âmbito da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar. Art. 10. Os parâmetros e critérios obedecerão as metas e indicadores estabelecidos para o enfrentamento da violência e criminalidade no Estado do Acre. Art. 11. O Comando da Polícia Militar encaminhará à SESP os parâmetros e critérios para estabelecimento da elaboração da escala de serviço complementar. Art. 12. A SESP estabelecerá os parâmetros e critérios para elaboração da escala de serviço complementar. Art. 13. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos a contar de 19 de novembro de Rio Branco - Acre, 25 de dezembro de 2009, 121º da República, 107º do Tratado de Petrópolis e 48º do Estado do Acre.

5 5 Terça-feira, 29 de dezembro de 2009 DIÁRIO OFICIAL5 DECRETO Nº DE 25 DE DEZEMBRO DE 2009 Regulamenta o Prêmio Anual de Valorização da Atividade Militar VAM, de que trata o art. 4º da Lei Complementar nº 197, de 23 de julho de O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE, no uso das atribuições que lhe confere o art. 78, incisos IV e VI da Constituição Estadual, e tendo em vista o art. 4º da Lei Complementar nº 197, de 23 de julho de 2009, DECRETA: Art. 1º Fica regulamentado, nos termos deste Decreto, o art. 4º da Lei Complementar nº 197, de 23 de julho de 2009, que instituiu o Prêmio Anual de Valorização da Atividade Militar VAM, para os policiais e bombeiros militares do Quadro de Pessoal da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar, calculado a partir de metas gerais e por unidade de trabalho. Art. 2º Os policiais e bombeiros militares do Quadro de Pessoal da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar, que estejam em efetivo exercício, terão direito ao Prêmio Anual de Valorização da Atividade Militar VAM, respeitado o valor máximo de R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais), na forma e de acordo com critérios constantes deste Decreto. Parágrafo único. Para fins do caput deste artigo, considera-se em efetivo exercício o policial ou bombeiro lotado nas unidades da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar. Art. 3º O VAM contemplará o resultado coletivo, sendo de caráter eventual e não obrigatório, com periodicidade mínima de um semestre civil. 1º O VAM não servirá de base de cálculo para fins de concessão de outros acréscimos pecuniários. 2º O VAM não será incorporado aos vencimentos e nem servirá de base de cálculo dos proventos de aposentadoria. 3º O VAM será incluído na relação de rendas dos policiais e bombeiros com o nome Prêmio VAM. Art. 4º O VAP será pago de acordo com os critérios definidos neste Decreto, em 2 (duas) parcelas semestrais nos meses de: I - julho, com base no alcance das metas relativas ao período de janeiro a junho, e; II - dezembro, com base no alcance das metas relativas ao período de agosto a dezembro. Art. 5º O valor do pagamento do VAM será resultante do atingimento de metas envolvendo os seguintes fatores de mensuração: I - redução da taxa de homicídio; II - apreensão de drogas; III - apreensão de armas; e IV - redução do crime de roubo. Art. 6º O estabelecimento das metas será feito por Comissão, especialmente criada para esse fim, composta pelo Secretário de Estado de Segurança Pública, Delegado Geral da Polícia Civil, Comandante Geral da Polícia Militar, Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar e Diretor Presidente do Instituto de Administração Penitenciária. Art. 7o Se antes do término da aferição dos resultados ocorrer incidente crítico que interfira no grau de cumprimento das metas estabelecidas para o período, a Comissão estabelecerá uma nova meta a ser atingida. Art. 8º A participação de cada fator de mensuração na composição do valor do VAM a ser pago, é a seguinte: I - taxa de homicídio - 40% (quarenta por cento); II - elucidação de crimes contra a vida - 20% (vinte por cento); III - apreensão de armas - 20% (vinte por cento); e IV - redução do crime de roubo - 20% (vinte por cento). Art. 9º O VAM será distribuído de acordo com a porcentagem de concretização de cada meta, nas seguintes proporções: I - atingimento de resultado inferior a 90% (noventa por cento) da meta estabelecida, não ocorre distribuição; II - atingimento de resultado no intervalo de 90% (noventa por cento) até 99,99% (noventa e nove inteiros e noventa e nove centésimos por cento) da meta estabelecida, a distribuição é de 50% (cinquenta por cento) do valor máximo definido para a referido fator de mensuração; e III - atingimento de resultado igual, ou superior, a 100% (cem por cento) da meta estabelecida, a distribuição é de 100% (cem por cento) do valor máximo definido para o referido fator de mensuração, observado o disposto no parágrafo único. Parágrafo único. Caso a meta parcial, verificada no mês de julho, não tenha sido atingida e a meta anual, verificada ao final do período de avaliação, tenha sido alcançada, o valor que deixou de ser pago no primeiro semestre poderá compor o montante do Prêmio a ser pago no mês de dezembro, conforme determinar ato da Comissão composta conforme art. 6º deste Decreto. Art. 10. O pagamento do VAM ao policial ou bombeiro, relativamente ao tempo de efetivo exercício, far-se-á da seguinte forma, respeitados os demais critérios deste Decreto: I - 100% (cem por cento) ao policial ou bombeiro que permanecer em determinada unidade durante todo o período de apuração; II - Proporcional ao tempo: a) de permanência em cada urna das unidades, ao policial ou bombeiro que for movimentado de uma unidade para outra; b) de efetivo exercício, ao policial ou bombeiro que: I - for admitido no decorrer do período de apuração ou retornar à Polícia Militar ou Corpo de Bombeiros Militar após afastamento durante o qual não poderia ser contemplado pelo VAM; e II - se afastar do cargo em hipóteses que não admitam que seja contemplado pelo VAM. 1º Em quaisquer das hipóteses previstas neste artigo, o pagamento do VAM será proporcional ao grau em que as metas forem alcançadas. 2º Não receberá o VAM, o policial militar ou bombeiro militar que por qualquer motivo for demitido, excluído ou exonerado, durante o período de apuração das metas. Art. 11. O Comitê Gestor do Sistema Integrado de Segurança Pública - SISP estabelecerá as demais normas, os procedimentos e mecanismos de avaliação e controle necessários à implementação do VAM no âmbito da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar. Art. 12. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Rio Branco-Acre, 25 de dezembro de 2009, 121º da República, 107º do Tratado de Petrópolis e 48º do Estado do Acre. ESTADO DO ACRE GABINETE CIVIL GABINETE CIVIL PORTARIA Nº 34 DE 24 DE DEZEMBRO DE 2009 O Chefe do Gabinete Civil, no uso de suas atribuições legais, etc., Considerando a competência delegada aos Secretários de Estado através do Decreto nº 1.279, de 30 de agosto de 2007, para a designação dos seus respectivos substitutos, nos casos de ausências e impedimentos, Considerando o princípio da delegação de competência, inserido no art. 4º e parágrafos da Lei Complementar nº 191, de 31 de dezembro de 2008, que Dispõe sobre a nova estrutura administrativa do Poder Executivo do Estado do Acre e dá outras providências, R E S O L V E: Art. 1º O Gabinete Civil será representado pelo Procurador-Geral Adjunto, Dr. Roberto Barros dos Santos, enquanto durar a ausência do titular da pasta. Parágrafo único. A competência de que trata essa Portaria poderá ser delegada conforme a necessidade do serviço. Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Rio Branco-Acre, 24 de dezembro de Maria de Nazareth Mello de Araújo Lambert Chefe do Gabinete Civil, em exercício

6 6 Terça-feira, 29 de dezembro de 2009 DIÁRIO OFICIAL6 SECRETARIAS DE ESTADO CORPO DE BOMBEIROS EXTRATO DO I TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 001/L/2009 PARTES: CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO ACRE E ALMIR COSTA DA SILVA OBJETO: O objeto deste Termo Aditivo é alterar a CLÁUSULA SEGUN- DA VALOR, considerando que o valor estava errado, substitui-se o teor por o valor estimado é de R$ 6.648,00 (seis mil, seiscentos e quarenta e oito mil reais), a ser desembolsado em parcelas mensais de acordo com a aferição do serviço executado, sendo cobrado o montante de R$ 554,00 (quinhentos e cinqüenta e quatro reais) por mês, observado o disposto na CLÁUSULA TERCEIRA deste Instrumento. DATA DE ASSINATURA: 06/01/2009. ASSINAM: CEL QOBM FLAVIO FERREIRA PIRES e ALMIR COSTA DA SILVA EXTRATO DO I TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 025/L/2009 PARTES: CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO ACRE E PREMIER COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA OBJETO: O objeto deste Termo Aditivo é alterar a CLÁUSULA SEGUN- DA VALOR, conforme dispositivo do Parágrafo 1º do Art. 65 da Lei fica acrescido o contrato original no valor de R$ ,00 (dez mil e oitenta reais). DATA DE ASSINATURA: 05/12/2009. ASSINAM: CEL QOBM FLAVIO FERREIRA PIRES e CARLOS CHA- GAS JÚNIOR EXTRATO DO I TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 026/L/2009 PARTES: CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO ACRE E PREMIER COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA OBJETO: O objeto deste Termo Aditivo é alterar a CLÁUSULA SEGUN- DA VALOR, conforme dispositivo do Parágrafo 1º do Art. 65 da Lei fica acrescido o contrato original no valor de R$ 6.370,00 (seis mil e trezentos e setenta reais). DATA DE ASSINATURA: 15/12/2009. ASSINAM: CEL QOBM FLAVIO FERREIRA PIRES e CARLOS CHA- GAS JÚNIOR EXTRATO DO I TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 027/L/2009 PARTES: CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO ACRE E ROBERTO BEZERRA ME OBJETO: O objeto deste Termo Aditivo é alterar a CLÁUSULA SEGUN- DA VALOR, conforme dispositivo do Parágrafo 1º do Art. 65 da Lei fica acrescido o contrato original no valor de R$ 420,52 (quatrocentos e vinte reais e cinquenta e dois centavos). DATA DE ASSINATURA: 17/12/2009. ASSINAM: CEL QOBM FLAVIO FERREIRA PIRES e FÁBIO BEZERRA EXTRATO DO I TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 029/L/2009 PARTES: CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO ACRE E G. M. DOS SANTOS CARVALHO - ME OBJETO: O objeto deste Termo Aditivo é alterar a CLÁUSULA SEGUN- DA VALOR, conforme dispositivo do Parágrafo 1º do Art. 65 da Lei fica acrescido o contrato original no valor de R$ 2.940,00 (dois mil e novecentos e quarenta reais). DATA DE ASSINATURA: 15/12/2009. ASSINAM: CEL QOBM FLAVIO FERREIRA PIRES e GLÓRIA MARIA DOS SANTOS CARVALHO EXTRATO DO I TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 032/L/2009 PARTES: CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO ACRE E A. CARNEIRO DE LIMA EPP OBJETO: O objeto deste Termo Aditivo é alterar a Cláusula Terceira - DA VIGÊNCIA - do Contrato nº 032/2009, com base no art. 57, Inc. II da Lei nº 8.666/93, fica aditado o prazo até 31/12/2010, contado a partir de 01/01/2010. DATA DE ASSINATURA: 23/12/2009. ASSINAM: CEL QOBM FLÁVIO FERREIRA PIRES e ALBERTO CAR- NEIRO DE LIMA EXTRATO DO II TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 001/L/2008 PARTES: CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO ACRE E VIAJE AGÊNCIA DE VIAGENS E TURISMO LTDA OBJETO: O objeto deste Termo Aditivo é alterar a CLÁUSULA SEXTA DOS PREÇOS, conforme dispositivo do Parágrafo 1º do Art. 65 da Lei fica acrescido o contrato original no valor de R$ ,00 (vinte e cinco mil reais). DATA DE ASSINATURA: 05/12/2009. ASSINAM: CEL QOBM FLAVIO FERREIRA PIRES e SÔNIA MARIA GOMES ISHII REPUBLICADO POR INCORREÇÃO EXTRATO DO II TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 001/2009 PARTES: CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO ACRE E ALMIR COSTA DA SILVA. OBJETO: O objeto deste Termo Aditivo é alterar a CLÁUSULA DÉCI- MA SEXTA DA DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA, para o pagamento e conclusão das cláusulas contratuais pactuadas, substitui-se o Programa de Trabalho para e a Fonte de Recurso para INFRAERO. DATA DE ASSINATURA: 01/07/2009. ASSINAM: CEL QOBM JOÃO DE JESUS OLIVEIRA DA SILVA e ALMIR COSTA DA SILVA. EXTRATO DO III TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 001/2009 PARTES: CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO ACRE E ALMIR COSTA DA SILVA. OBJETO: O objeto deste Termo Aditivo é alterar a CLÁUSULA TERCEI- RA DA VIGÊNCIA, tendo em vista um erro de digitação, passando a seguinte redação O presente Instrumento vigorará até o dia 31 de dezembro de 2009, tendo seu início contado a partir da sua assinatura. DATA DE ASSINATURA: 01/07/2009. ASSINAM: CEL QOBM JOÃO DE JESUS OLIVEIRA DA SILVA e ALMIR COSTA DA SILVA. EXTRATO DE CONTRATO CONTRATO Nº 032/SRP/2009 PARTES: CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO ACRE E A. CARNEIRO DE LIMA EPP OBJETO: a contratação de empresa especializada na prestação de serviços de manutenção preventiva e corretiva mecânica, elétrica, hidráulica, funilaria, pintura (corretiva, preventiva e estética) e capotaria/tapeçaria, incluindo o fornecimento e troca de peças, acessórios, geometria e alinhamento, balanceamento e cambagem, nos veículos e viaturas oficiais de diversas marcas pertencentes à frota operacional da Secretaria de Estado da Polícia Civil SEPC, por um período de 12 (doze) meses, conforme especificação constante no Termo de Referência Anexo I. (Conforme adesão ao SRP nº 081/2009 CPL 04). DESPESA: Programa de Trabalho: GESTÃO DE ATIVIDADES OPERACIONAIS DO CBMAC Elemento de Despesa: Fonte de Recurso: 100 RECURSO PRÓPRIO VALOR ESTIMADO: R$ ,00 (cem mil reais), sendo R$ ,00 (cinquenta mil reais) para serviços e R$ ,00 (cinquenta mil reais) para fornecimento de peças. DATA DE ASSINATURA: 15/12/2009 VIGÊNCIA: Até 31/12/2009 ASSINAM: CEL QOBM FLÁVIO FERREIRA PIRES e ALBERTO CAR- NEIRO DE LIMA POLÍCIA CIVIL GOVERNO DO ESTADO DO ACRE POLÍCIA CIVIL GABINETE DO SECRETÁRIO EXTRATO DE ATA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N.º 069/2009. PROCESSO N.º /2009. PREGÃO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇOS N.º 243/2009 CPL 05. VALIDADE: 12 (DOZE) MESES.

7 7 Terça-feira, 29 de dezembro de 2009 DIÁRIO OFICIAL7 OBJETO: Registro de Preços para a contratação de empresa especializada na prestação de serviços de aplicação de películas fumê não refletiva nas áreas envidraçadas dos veículos automotores oficiais da Secretaria de Estado da Polícia Civil, solicitado através do Ofício n.º 1.439/2009/GSPC de 19 de novembro de 2009, conforme especificação constante no Termo de Referência Anexo I. VALOR: R$ ,00 (dezenove mil quinhentos e oitenta e quatro reais). LOCAL E DATA: Rio Branco-AC, 18 de dezembro de ASSINAM: André Luis Prado Monteiro da Silva pela Secretaria de Estado da Polícia Civil e a Sra. Lúcia Maria Costa do Nascimento, pela Empresa M. C. DO NASCIMENTO - ME. ENCARTE I EMPRESA: L. M. C. DO NASCIMENTO - ME. LOTE ÚNICO ITEM 1. QUANT. PARA REGISTRO Contratação de empresa especializada na prestação de serviços de aplicação de películas fumê, não refletiva com visibilidade de 28% (vinte e oito por cento) para os vidros traseiros, com visibilidade de 75 % (setenta e cinco por cento) para pára-brisa e 70% (setenta por cento) nos vidros laterais dianteiros MARCA 14ntercontrol PRAZO DE GARANTIA 01 (um) ano. QT. VALOR QTD DE MÍNIMA UNITÁRIO VEÍCULOS POR R$ PEDIDO VALOR TOTAL R$ , ,00 VALOR TOTAL ,00 GOVERNO DO ESTADO DO ACRE POLÍCIA CIVIL GABINETE DO SECRETÁRIO EXTRATO DE CONTRATO CONTRATO N.º 188/2009. PREGÃO SRP N.º 060/2009 CPL 04. PARTES: ESTADO DO ACRE, ATRAVÉS DA SECRETARIA DE ESTA- DO DA POLÍCIA CIVIL E A EMPRESA F. ARAÚJO DA ROCHA - ME. OBJETO: O presente CONTRATO tem por objeto a aquisição de material permanente (ar condicionado SPLIT), Itens 06, 07, 08 e 09, objetivando atender as necessidades da Secretaria de Estado da Polícia Civil, nesta capital, solicitado através do OF/N.º457/SEPC/GSPC, conforme Anexo I Termo de Referência. VALOR: R$ ,00 (cinqüenta e três mil duzentos e quarenta reais). VIGÊNCIA: O presente Instrumento vigorará no período de a PROGRAMA DE TRABALHO: ELEMENTO DE DESPESA: FONTE DE RECURSOS: (500) BNDES. DATA DA ASSINATURA: 07 de dezembro de ASSINAM: Sr. André Luis Prado Monteiro da Silva, pela SEPC e a Sra. Fabrícia Araújo da Rocha, pela Empresa. DISTRATO DE CONTRATO DISTRATO DO CONTRATO N.º 201/2009 PREGÃO SRP N.º 060/2009 CPL 04 PARTES: ESTADO DO ACRE, ATRAVÉS DA SECRETARIA DE ESTA- DO DA POLÍCIA CIVIL E A EMPRESA F. ARAÚJO DA ROCHA - ME. OBJETO: Fica rescindido de comum acordo, entre as partes Contratantes, o Contrato n.º 201/2009, objetivando a aquisição de material permanente (ar-condicionado - Split), itens 06, 07, 08 e 09. DATA DA RESCISÃO: 17 de dezembro de ASSINAM: Sr. André Prado Monteiro da Silva, pela SEPC e a Sra. Fabrícia Araújo da Rocha, pela Empresa. Estado do Acre Secretaria de Estado da Fazenda SEFAZ Republicar por Incorreção EXTRATO DO CONTRATO Nº 048/2009 DAS PARTES: O ESTADO DO ACRE, POR INTERMÉDIO DA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA, E A EMPRESA A. O DE MELO SOBRINHO. CONTRATO Nº 048/2009. LICITAÇÃO: DISPENSA DE LICITAÇÃO OBJETO: ADEQUAÇÃO DAS PÁGINAS DO SITAD NO PADRÃO WEB 2.0 UTILIZANDO AJAX COMPATIBILIDADE ENTRE NAVEGADORES MOZILLA/4.0 OU SUPERIOR, CAMPATIBILIZAÇÃO DO SISTEMA NO PADRÃO DE NAVEGADORES MOZILLA/4.0 OU SUPERIOR E RE- CONSTRUÇÃO DOS ARQUIVOS JAVASCRIPT DE FORMA A ADE- QUAR AO PADRÃO W3C. PRAZO DE EXECUÇÃO: 30 (TRINTA) DIAS, A PARTIR DA RETIRADA DO EMPENHO. DO PRAZO DE VIGÊNCIA: 04 (QUATRO) MESES, A PARTIR DA AS- SINATURA DO CONTRATO. DO VALOR GLOBAL: R$ 7.000,00 (SETE MIL REAIS) DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: PROGRAMA DE TRABALHO: PROGRAMA DE MODERNIZAÇÃO DA SECRE- TARIA DA FAZENDA, ELEMENTO DE DESPESA: OU- TROS SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA JURÍDICA; FONTE DE RECURSOS: 100 RECURSOS PRÓPRIOS (RP), 200 CONVÊ- NIOS E 500 OPERAÇÕES DE CRÉDITOS. PROCESSO: /2009, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2009 DATA DA ASSINATURA: 24 DE NOVEMBRO DE 2009 SIGNATÁRIOS: SECRETARIO ADJUNTO DA ADMINISTRAÇÃO FI- NANCEIRA, SR. JOAQUIM MANOEL MANSOUR MACÊDO, E PELA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA, E O SR. ANTÔNIO OLÍMPIO DE MELO SOBRINHO, PELA EMPRESA A. O. DE MELO SOBRINHO. SEPLAN ESTADO DO ACRE Secretaria de Estado de Planejamento Em 22 de dezembro de 2009 PROCESSO Nº: / INTERESSADO: Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES e Estado do Acre. ASSUNTO: Contrato de Garantia, a ser firmado entre a União e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES, com a interveniência do Estado do Acre, e Contrato de Vinculação de Receitas e de Cessão e Transferência de Crédito, em contragarantia, a ser celebrado entre a União e o Estado do Acre, com a interveniência do Banco do Brasil S/A. Tendo em vista as manifestações da Secretaria do Tesouro Nacional e da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional, autorizo as contratações mediante o cumprimento das exigências legais. Publique-se e restitua-se à Procuradoria Geral da Fazenda Nacional para a adoção das providências complementares. SGA GOVERNO DO ESTADO DO ACRE SECRETARIA DE ESTADO DA GESTÃO ADMINISTRATIVA Extrato da Ata de Registro de preços n.º 028-D/2009 Pregão Eletrônico n.º 049/ CEL 01 Processo nº /2009 Validade: 12 (doze) meses. Das partes: Secretaria de Estado da Gestão Administrativa - SGA, e a empresa BRQ Soluções em Informática S.A. Do Objeto: A Presente Ata tem por objeto Registro de preço de licenças de uso definitivo, com atualização e suporte pelo período de 12 (doze) meses em plataforma IBM, visando atender necessidades da Secretaria de Estado da Gestão Administrativa do Estado do Acre- SGA e demais órgãos integrantes da administração pública direta e indireta do Governo do Estado do Acre conforme as especificações do termo de referência e as propostas de preços apresentadas, os quais, independentemente de transcrição, fazem parte deste instrumento, naquilo que não o contrarie, de acordo com os itens e suas descrições; unidades; marca/fabricante; quantidades; valores unitários; e, valores totais, constantes da planilha abaixo:

8 8 Terça-feira, 29 de dezembro de 2009 DIÁRIO OFICIAL8 ITEM DESCRIÇÃO UNIDADE MARCA/ FABRI- CANTE QUANTIDADE VALOR UNITÁRIO (R$) VALOR TOTAL (R$) IBM LOTUS FORMS DESIGNER REGISTERED USER LI- CENSE + SW SUBSCRIPTION & SUPORTE 12 MESES registrado) , ,00 IBM RATIONAL APPLICATION DEVELOPER FOR WEBS- PHERE SOFTWARE AUTHORIZED USER LICENSE + SW autorizado) SUBSCRIPTION & SUPORTE 12 MESES , ,00 IBM RATIONAL SOFTWARE MODELER FLOATING USER LICENSE + SW SUBSCRIPTION & SUPORTE 12 MESES flutuante) , ,00 IBM RATIONAL SOFTWARE ARCHITECT FOR WEBS- PHERE AUTHORIZED USER LICENSE + SW SUBSCRIPautorizado) TION & SUPPORT 12 MESES , ,00 IBM RATIONAL TEAM CONCERT CONTRIBUTOR CLIENT ACCESS AUTHORIZED USER LICENSE + SW SUBSautorizado) CRIPTION & SUPORTE 12 MESES , ,00 IBM RATIONAL TEAM CONCERT DEVELOPER CLIENT ACCESS AUTHORIZED USER LICENSE + SW SUBSautorizado) CRIPTION & SUPORTE 12 MESES , ,00 IBM RATIONAL TEAM CONCERT STANDARD EDITION SERVER INSTALL WITH 3 AUTHORIZED USERS LICEN- Lic (unitário) , ,00 SE + SW SUBSCRIPTION & SUPORTE 12 MESES IBM RATIONAL QUALITY MANAGER EXPRESS EDITION 3 AUTHORIZED USERS LICENSE + SW SUBSCRIPTION Lic (unitário) & SUPORTE 12 MESES , ,00 IBM RATIONAL QUALITY MANAGER CLIENT AUTHORI- ZED USER LICENSE + SW SUBSCRIPTION & SUPORTE autorizado) 12 MESES , ,00 IBM RATIONAL FUNCTIONAL TESTER FLOATING USER LICENSE + SW SUBSCRIPTION & SUPORTE 12 MESES flutuante) , ,00 IBM RATIONAL APPSCAN STANDARD EDITION FLOA- TING USER LICENSE + SW SUBSCRIPTION & SUPORflutuante) TE 12 MESES , ,00 IBM RATIONAL PERFORMANCE TESTER FLOATING USER LICENSE + SW SUBSCRIPTION & SUPORTE 12 flutuante) MESES , ,00 IBM RATIONAL PERFORMANCE TEST PACK 250 VIRTU- AL TESTERS FLOATING USER LICENSE + SW SUBSflutuante) CRIPTION & SUPORTE 12 MESES , ,00 IBM RATIONAL PERFORMANCE TEST PACK VIRTUAL TESTERS 50 FLOATING USER LICENSE + SW SUBSflutuante) CRIPTION & SUPORTE 12 MESES , ,00 IBM RATIONAL REQUISITEPRO FLOATING USER LI- CENSE + SW SUBSCRIPTION & SUPORTE 12 MESES flutuante) , ,00 IBM RATIONAL REQUIREMENTS COMPOSER AUTHOR CLIENT ACCESS AUTHORIZED USER LICENSE + SW autorizado) SUBSCRIPTION & SUPORTE 12 MESES , ,00 IBM RATIONAL REQUIREMENTS COMPOSER RE- VIEWER CLIENT ACCESS AUTHORIZED USER LICEN ,00 autorizado) ,00 SE + SW SUBSCRIPTION & SUPORTE 12 MESES IBM RATIONAL REQUIREMENTS COMPOSER SERVER 3 AUTHORIZED USERS LICENSE + SW SUBSCRIPTION Lic (unitário) , ,00 & SUPORTE 12 MESES IBM RATIONAL METHOD COMPOSER AUTHORIZED USER LICENSE + SW SUBSCRIPTION & SUPORTE 12 autorizado) MESES 2 830, ,00 IBM WEBSPHERE PORTLET FACTORY DESIGNER AU- THORIZED USER LICENSE + SW SUBSCRIPTION & SUautorizado) PORTE 12 MESES , ,00 IBM WEBSPHERE BUSINESS MODELER ADVANCED USER LICENSE + SW SUBSCRIPTION & SUPORTE 12 ) , ,00 MESES IBM WEBSPHERE INTEGRATION DEVELOPER AUTHO- RIZED USER LICENSE + SW SUBSCRIPTION & SUPORautorizado) TE 12 MESES , ,00 IBM TIVOLI COMPOSITE APPLICATION MANAGER FOR APPLICATIONS 3 AGENT PACK PROCESSOR VALUE UNIT (PVU) LICENSE + SW SUBSCRIPTION & SUPOR , ,00 TE 12 MESES IBM TIVOLI COMPOSITE APPLICATION MANAGER FOR TRANSACTIONS FOR CLIENT RESPONSE CLIENT DEVICE Lic (devices) , ,00 LICENSE + SW SUBSCRIPTION & SUPORTE 12 MESES IBM TIVOLI COMPOSITE APPLICATION MANAGER FOR TRANSACTIONS FOR WEB AND ROBOTIC RESP LIC +SW , ,00 IBM WEBSPHERE ENTERPRISE SERVICE BUS PRO- CESSOR VALUE UNIT (PVU) LICENSE + SW SUBSCRIP- TION & SUPORTE 12 MESES , ,00 IBM WEBSPHERE MESSAGE BROKER PROCESSOR VALUE UNIT (PVU) LICENSE + SW SUBSCRIPTION & SUPORTE 12 MESES , ,00

9 9 Terça-feira, 29 de dezembro de 2009 DIÁRIO OFICIAL IBM WEBSPHERE MQ PROCESSOR VALUE UNIT (PVU) LICENSE + SW SUBSCRIPTION & SUPORTE 12 MESES , ,00 IBM WEBSPHERE PROCESS SERVER FOR MULTIPLA- TFORMS PROCESSOR VALUE UNIT (PVU) LICENSE + SW SUBSCRIPTION & SUPORTE 12 MESES , ,00 IBM WEBSPHERE BUSINESS MONITOR PROCESSOR VALUE UNIT (PVU) LICENSE + SW SUBSCRIPTION & SUPORTE 12 MESES , ,00 IBM WEBSPHERE APPLICATION SERVER NETWORK DEPLOYMENT PROCESSOR VALUE UNIT (PVU) LICEN- SE + SW SUBSCRIPTION & SUPORTE 12 MESES , ,00 IBM WEBSPHERE PORTAL SERVER PROCESSOR VA- LUE UNIT (PVU) LICENSE + SW SUBSCRIPTION & SU- PORTE 12 MESES , ,00 IBM COLLABORATION ACCELERATOR EXTRANET PROCESSOR VALUE UNIT (PVU) LICENSE AND SW , ,00 SUBSCRIPTION & SUPORTE 12 MESES IBM LOTUS WEB CONTENT MANAGEMENT PROCES- SOR VALUE UNIT (PVU) LICENSE + SW MAINTENANCE 12 MESES , ,00 IBM MOBILE PORTAL ACCELERATOR PROCESSOR VA- LUE UNIT (PVU) LICENSE + SW SUBSCRIPTION & SU- PORTE 12 MESES , ,00 IBM LOTUS EXPEDITOR CLIENT AUTHORIZED USER LICENSE + SW SUBSCRIPTION & SUPORTE 12 MESES autorizado) , ,00 IBM DEVICE RUNTIME ENVIRONMENT AUTHORIZED USER LICENSE + SW SUBSCRIPTION & SUPORTE 12 autorizado) MESES 20 41,00 820,00 IBM LOTUS EXPEDITOR ENTERPRISE EDITION PRO- CESSOR VALUE UNIT (PVU) SW SUBSCRIPTION & SU- PORTE REINSTATEMENT 12 MESES , ,00 IBM LOTUS FORMS SERVER PROCESSOR VALUE UNIT (PVU) LICENSE + SW SUBSCRIPTION & SUPORTE 12 MESES , ,00 IBM LOTUS FORMS TURBO PROCESSOR VALUE UNIT (PVU) LICENSE + SW SUBSCRIPTION & SUPORTE 12 MESES , ,00 IBM MASHUP CENTER PROCESSOR VALUE UNIT (PVU) LICENSE + SW SUBSCRIPTION & SUPORTE 12 MESES , ,00 IBM COLLABORATION ACCELERATOR AND WEBSPHE- RE PORTAL SERVER PROCESSOR VALUE UNIT (PVU) LICENSE AND SW MAINTENANCE 12 MESES , ,00 IBM ENTERPRISE SUITE ACCELERATOR AND WEBS- Lic (pacote de PHERE PORTAL SERVER FOR 20 AUTHORIZED USERS 20 usuários) LICENSE AND SW MAINTENANCE 12 MESES , ,00 TOTAL ,00 Da Dotação Orçamentária: As despesas decorrentes da utilização da presente Ata correrão, no presente exercício, à conta da seguinte dotação orçamentária: Programa de Trabalho: ; Natureza da Despesa: , e Fonte de Recursos: 100. Da Vigência: A presente Ata de Registro de Preços terá vigência pelo período de 12 (doze) meses, contados a partir da data de sua assinatura, tendo efeitos legais a partir da publicação no Diário Oficial do Estado- D.O.E, obedecido o disposto no artigo 4º, do Decreto Estadual nº /2005. Local e Data: Rio Branco, 03 de dezembro de Assinam: José Alcimar da Silva Costa, pelo Orgão Gerenciador e Antônio Eduardo Pimentel Rodrigues, pela Fornecedora. GOVERNO DO ESTADO DO ACRE SECRETARIA DE ESTADO DA GESTÃO ADMINISTRATIVA Extrato do Contrato nº 046/2009 Dispensa de Licitação Processo n.º Parecer PGE/PA n.º 058/2009 Partes: Estado do Acre, através da Secretaria de Estado da Gestão Administrativa - SGA, e o Instituto de Planejamento e Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico e Científico - IPAD. Cláusula Primeira - Do Objeto - O presente contrato tem por objeto a prestação de serviços técnico-especializados com vistas à organização e à realização de concurso público para provimento de 221 (duzentas e vinte uma) vagas de cargos efetivos e formação de cadastro de reserva nos termos e quantidades estabelecidos, no padrão e classe iniciais de cada carreira, do quadro de pessoal permanente do Poder Executivo Estadual, nos termos da proposta de prestação de serviços encaminhada pela CONTRATADA e aprovada pelo CONTRA- TANTE, datada de 13 de outubro de 2009 e Termo de Referência que são partes integrantes deste contrato. Cláusula Segunda - Do Fundamento Legal este instrumento é celebrado com dispensa de licitação, tendo por base as disposições do artigo 24, inciso XIII, da Lei nº 8.666/93, por se tratar a CONTRATADA de instituição brasileira, sem fins lucrativos, incumbida estatutariamente da realização de pesquisa, de ensino e de extensão, com amplo domínio no campo do conhecimento dos trabalhos-objeto deste contrato. Cláusula Quinta Do Valor - para a realização deste concurso público, a CONTRATADA compromete-se a organizar e executar as atividades relativas aos serviços técnico-especializados descritos neste contrato pelo valor total arrecadado com as taxas de inscrição, não acarretando qualquer ônus para o CONTRATANTE, salvo os decorrentes das publicações e dos eventuais casos de isenção das referidas taxas. Cláusula Sexta Do prazo Contratual - este contrato vigerá até 23 de novembro de 2010, contado a partir da data de sua assinatura, tendo eficácia após a publicação de seu extrato no Diário Oficial do Estado, podendo ser prorrogado mediante acordo entre as partes. Cláusula Sétima - Dotação Orçamentária - as despesas deste contrato correrão por conta da Dotação Orçamentária - Programa de Trabalho , Elemento de Despesa Fonte de Recursos 100. Local e Data: Rio Branco-AC,24 de novembro de Assinam : José Alcimar da Silva Costa, pelo Contratante e Antonio Fernando de Oliveira Barros, pela Contratada. ESTADO DO ACRE SECRETARIA DE ESTADO DA GESTÃO ADMINISTRATIVA (SGA) CONCURSO PÚBLICO PARA ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE SOLDADO PM DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO ACRE EDITAL Nº 200/2009 SGA/PMAC, DE 24 DE DEZEMBRO DE 2009 A SECRETARIA DE ESTADO DA GESTÃO ADMINISTRATIVA (SGA) torna pública a exclusão dos candidatos sub judice Hálida Valéria da

10 10 Terça-feira, 29 de dezembro de DIÁRIO OFICIAL Silva Prado, inscrição nº , divulgada por meio do subitem 1.1 do EDITAL Nº 188/2009 SGA/PMAC, de 24 de novembro de 2009 e Gilsilene Chaves Sampaio, inscrição nº , divulgada por meio do subitem 1.1 do EDITAL Nº 191/2009 SGA/PMAC, de 30 de novembro de 2009, da Relação das matrículas homologadas no Curso de Formação de Soldado PM da Polícia Militar do Estado do Acre, publicados no Diário Oficial do Estado do Acre, considerando a Decisão Judicial proferida por meio dos Acórdãos nº e nº 6.020, respectivamente, pelo Tribunal Pleno do Estado do Acre. Mâncio Lima Cordeiro Secretário de Estado da Gestão Administrativa FUNDAÇÕES E AUTARQUIAS IAPEN PORTARIA Nº 464 DE 22 DE DEZEMBRO DE O DIRETOR PRESIDENTE DO INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO PENITENCIÁRIA, no uso das atribuições legais que lhe são conferidas pelo art. 6º da Lei 1.908, de 31 de julho de 2007, em seus incisos I, III e XIX e pelo Decreto nº 4.661, de 08 de outubro de 2009, RESOLVE: Art. 1º Exonerar, a pedido, a Sra. Denise Venera, do cargo de assistente social, do Instituto de Administração Penitenciária do Estado do Acre. Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos a partir de 22/12/2009. Registre-se Publique-se Cumpra-se HELDER RIBEIRO LUZ Diretor Presidente em Exercício PORTARIA Nº 465 DE 24 DE DEZEMBRO DE O DIRETOR PRESIDENTE DO INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO PENITENCIÁRIA, no uso das atribuições legais que lhe são conferidas pelo art. 6º da Lei 1.908, de 31 de julho de 2007, em seus incisos I, III e XIX e pelo Decreto nº 4.661, de 08 de outubro de 2009, RESOLVE: Art. 1º Exonerar, a pedido, a Srª. Mirian do Carmo Paiva e Silva, do cargo de administradora, do Instituto de Administração Penitenciária do Estado do Acre. Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a partir de 15/12/2009. Registre-se Publique-se Cumpra-se HELDER RIBEIRO LUZ Diretor Presidente em Exercício ESTADO DO ACRE Instituto de Administração Penitenciária do Acre - IAPEN EDITAL Nº. 003/2009 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO N.º 004/2009 PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA O Diretor Presidente do Instituto de Administração Penitenciária do Acre - IAPEN, no uso de suas atribuições legais, torna público o resultado final do processo Seletivo Simplificado nº. 004/2009 para Contratação Temporária de profissionais para atuarem no Programa Nacional de Inclusão de Jovens ProJovem, na modalidade ProJovem Urbano nos Estabelecimentos Prisionais: 1.DO APROVADO: Educador de Formação Básica Ciências da Natureza: Nelson Batista dos Santos 2.DA CONTRAÇÃO 2.1 O candidato aprovado, como consta no item 1 deste edital, deve comparecer no dia 29\12\2009, a partir das 09:00 horas, a Rua Isaura Parente, nº 540, Bosque, munido dos seguintes documentos (original e cópia): RG CPF TÍTULO DE ELEITOR COMP. DE RESIDÊNCIA CARTEIRA DE TRABALHO (PÁG. DA FOTO) PIS/PASEP NÚMERO CONTA BANCO DO BRASIL REGISTRO DE NASCIMENTO DOS FILHOS TRAZER 02 FOTOS ¾ 2.2 O não comparecimento do candidato aprovado no período estipulado no item 2.1 deste edital implicará na convocação imediata do profissional em cadastro reserva. Rio Branco-Acre, 24 de julho de Leonardo das Neves Carvalho Diretor Presidente TERMO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO CONSIDERANDO que a locação de imóvel para instalação do Núcleo de Apoio à Família e ao Egresso NAFE visa o atendimento adequado para os familiares dos presos; CONSIDERANDO o disposto no artigo 24, inciso X, da Lei nº /93, e suas alterações posteriores, que autoriza a contratação direta, pela via da dispensa de licitação, nos casos de locação de imóvel destinado ao atendimento das finalidades precípuas da administração, cujas necessidades de instalação e localização condicionem a sua escolha, desde que o preço seja compatível com o valor de mercado, segundo avaliação prévia; CONSIDERANDO a avaliação prévia de mercado informando que o valor do aluguel está em consonância com o mercado e a avaliação do imóvel realizado por Corretor de Imóveis legalmente credenciado, além do Parecer/GCEP/N 254/2009, AUTORIZO a DISPENSA DE LICITA- ÇÃO para locação do Imóvel objeto deste pleito, com valor mensal de aluguel de R$ 4.000,00 (quatro mil reais). Rio Branco, Acre, 23 de dezembro de MOISES MENEZES VIANA Gerente de Reintegração Social e Saúde DISPENSA DE LICITAÇÃO RATIFICAÇÃO CONSIDERANDO que a locação de imóvel para instalação do Núcleo de Apoio à Família e ao Egresso NAFE visa o atendimento adequado para os familiares dos presos; CONSIDERANDO o disposto no artigo 24, inciso X, da Lei nº /93, e suas alterações posteriores, que autoriza a contratação direta, pela via da dispensa de licitação, nos casos de locação de imóvel destinado ao atendimento das finalidades precípuas da administração, cujas necessidades de instalação e localização condicionem a sua escolha, desde que o preço seja compatível com o valor de mercado, segundo avaliação prévia; CONSIDERANDO a avaliação prévia de mercado informando que o valor do aluguel está em consonância com o mercado e a avaliação do imóvel realizado por Corretor de Imóveis legalmente credenciado, além do Parecer/GCEP/N 254/09, RATIFICO a DISPENSA DE LICITAÇÃO. As despesas correrão por conta de recursos através do PROGRAMA DE TRABALHO: ; NATUREZA DE DESPESA: ; FONTE: 100 (RP). Rio Branco, Acre 23 de dezembro de HELDER RIBEIRO LUZ DIRETOR-PRESIDENTE DO IAPEN/AC, em exercício MUNICIPALIDADE RIO BRANCO Lei Nº de 23 de Dezembro de 2009 Concede reajuste aos cargos comissionados da Administração Direta e Indireta do Município de Rio Branco. O Prefeito do Município de Rio Branco-Acre, usando das atribuições que lhe são conferidas por Lei, FAÇO SABER, que a Câmara Municipal de Rio Branco aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º A remuneração de todos os cargos comissionados da administração direta e indireta, bem como dos artigos 114 e 117, 1 e 2 da Lei Municipal nº , de 08 de novembro de 2005, e suas alterações posteriores, será reajustada no percentual de 10,51% (dez vírgula cinquenta e um por cento), com base no ÍNDICE DE PREÇOS AO CON- SUMIDOR AMPLIADO IPCA acumulado no período compreendido entre 01 de janeiro de 2008 a 31 de dezembro de Art. 2 As despesas decorrentes desta Lei estão previstas na Lei de Diretrizes Orçamentárias e são consignadas em dotações próprias na Lei Orçamentária Anual. Art. 3º Esta Lei entra em vigor a partir de 1 de janeiro de 2010, revogadas as disposições em contrário. Rio Branco-Acre, 23 de dezembro de 2009, 121º da república, 107º do Tratado de Petrópolis, 48º do Estado do Acre e 126º do Município de Rio Branco. Raimundo Angelim Vasconcelos Prefeito de Rio Branco

11 11 Terça-feira, 29 de dezembro de DIÁRIO OFICIAL Gabinete do Prefeito Portaria Nº 228/2009 O Prefeito do Município de Rio Branco, Capital do Estado do Acre, No uso de suas atribuições legais, Resolve: Art. 1º. Autorizar o afastamento da Procuradora Geral, Márcia Cristina Cordeiro Lopes Alódio, que estará em gozo de férias regulamentares, no período de 04 a 03/02/2010. Art. 2º. Designar a Procuradora Geral Adjunta, Francisca Araújo da Mota, para responder pelo expediente da Procuradoria Geral, enquanto durar a ausência da titular do cargo. Art. 3º. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Registre-se, Publique-se, Cumpra-se. Gabinete do Prefeito de Rio Branco, Capital do Estado do Acre, Em 23 de Dezembro de Raimundo Angelim Vasconcelos Prefeito de Rio Branco Procuradoria Geral do Município de Rio Branco Republicada por incorreção Portaria n 3018/09* A Procuradora Geral do Município de Rio Branco, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 4º, XXI, da Lei Municipal nº 1.629/06; Considerando o que dispõe o art. 63, I e VII da Lei n 1.629/06; Considerando, ainda, o art. 71, II e IV da Lei n 1.629/06; Considerando, finalmente, ao que foi detectado em Relatório Interno da Procuradoria-Geral. Resolve: Art. 1. Instituir Comissão de Processo Administrativo Disciplinar, para apurar falta cometida pelo Empregado I.F.J., matricula n , no exercício de suas funções, apurada em Relatório Interno da Procuradoria-Geral, composta pelos seguintes membros: I - Dra. Sandra de Abreu Macedo - Presidente II - Dr. Joseney Cordeiro da Costa - Membro III - Dr. José Antônio Ferreira de Souza - Membro IV - Dra. Jocélia Soares da Silva Secretária Art. 2 - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Registre-se, Publique-se, Cumpra-se. Gabinete da Procuradoria Geral do Município, Capital do Estado do Acre, em 14 de dezembro de Márcia Cristina Cordeiro Lopes Alódio Procuradora-Geral do Município Serviço de Água e Esgoto de Rio Branco Extrato de Homologação e Adjudicação Pregão nº. 030/2009 Para que produza o efeito legal em sua plenitude e com respaldo no inciso VI do art. 43 da Lei nº /93, homologo o procedimento licitatório, referente ao Pregão nº. 030/2009, pelo critério de menor preço global, tendo sido adjudicado o objeto da licitação (aquisição de (12) doze aparelhos de ar condicionados), pela pregoeira do SAERB e sua equipe de apoio, em favor da empresa C. com. Informática Import. Export e Com. Ltda, CNPJ nº / , ao custo total de R$ ,00 (trinta mil e duzentos reais), por ter apresentado a proposta dentro dos padrões exigidos pelo edital e seus anexos. Rio Branco AC, de 16 de dezembro de Semy Alves Ferraz, Diretor Presidente. Secretaria Municipal Saúde Extrato do I Termo Aditivo ao Contrato - SEMSA Contrato/SEMSA nº: 003/2009 Tomada de Preço nº: 001/2009 CEL I/PMRB Processo Administrativo nº: /2009 Contratante: Secretaria Municipal De Saúde CNPJ nº / Contratado: Casa Grande Construções e Comércio Ltda CNPJ nº / Objeto: Alteração da Cláusula Quinta do Valor do Contrato Empenho e Dotação do Valor, acrescendo ao valor originalmente contratado a importância R$ ,49 (Duzentos e vinte e dois mil setecentos e quarenta e seis reais e quarenta e nove centavos) perfazendo o percentual de 24,75% do valor do contrato, com amparo legal no Parágrafo 1º, Alínea b do Inciso I do Art. 65 da Lei n.º 8.666/93. Dotação Orçamentária para 2009: Programa de Trabalho: Elemento de Despesa: Fonte Pagadora: 01 (RP) e 11 (SUS) Dotação Orçamentária para 2010: Programa de Trabalho: Elemento de Despesa: Fonte Pagadora: 01 (RP) e 11 (SUS) Local e data: Rio Branco Acre, 16 de Dezembro de Pascal Abou Khalil Laurismar Felizardo da Silva Extrato de I Termo Aditivo I Termo Aditivo ao Contrato de Locação nº. 006/2009 CNPJ Nº / Maria Luzinete Moraes de Oliveira CPF Nº Objeto: Alterar as Cláusulas Segunda, Terceira e Décima Sexta do Contrato nº 006/2009, prorrogando a vigência do citado contrato por mais 06 (seis) meses, a partir do dia 31/12/2009 até 30/06/2010. Dotação Orçamentária: Aplicação Programada: Manutenção e Estruturação das Ações Básicas de Saúde Programa de Trabalho: Elemento de Despesa: Fonte: 01 Valor Mensal: R$ 569,00 (quinhentos e sessenta e nove reais) Valor até 30/06/2010: R$ 3.414,00 (três mil quatrocentos e quatorze reais) Data de Assinatura: 22/12/2009 Pela Pascal Abou Khalil Pela Contratada Maria Luzinete Moraes de Oliveira Extrato do I Termo Aditivo ao Contrato - SEMSA Contrato/SEMSA nº: 016/2009 Convite nº: 014/2009 CPL/PMRB Processo Administrativo nº: /2009 Contratante: CNPJ nº / Contratado: Evanir Vieira Alves CPF nº Objeto: Alteração da Cláusula Quarta Do Prazo, prorrogando o contrato original por mais 12 (doze) meses, com amparo legal previsto no inciso II do art. 57 da Lei n.º 8.666/93. Despesa: Prog. de Trabalho Elem. de Despesa Fonte RP Valor Global do Contrato R$ ,00 Vigência: O prazo de vigência será de 1º a Data da Assinatura: 31 de Dezembro de 2009 Pascal Abou Khalil Evanir Vieira Alves Extrato de IV Termo Aditivo IV Termo Aditivo ao Contrato de Locação nº. 022/2006 CNPJ Nº / Julia Becerra Oliveira de Moura CPF Nº

12 12 Terça-feira, 29 de dezembro de DIÁRIO OFICIAL Objeto: Alterar as Cláusulas Segunda, Terceira, e Décima Sexta do Contrato nº 022/2006, prorrogando a vigência do citado contrato por mais 12 (doze) meses, a partir do dia 31/12/2009 até 31/12/2010. Dotação Orçamentária: Aplicação Programada: Manutenção e Estruturação das Ações Básicas de Saúde Programa De Trabalho: Elemento De Despesa: Fonte: 01 Valor Mensal: R$ 477,00 (quatrocentos e setenta e sete reais) Valor Até 31/12/2010: R$ 5.724,00 (cinco mil, setecentos e vinte e quatro reais) Data de Assinatura: 22/12/2009 Pela Pascal Abou Khalil Pela Contratada Julia Becerra Oliveira De Moura Extrato do III Termo Aditivo ao Contrato - SEMSA Contrato/SEMSA nº: 079/2007 Convite nº: 023/2007 CPL/PMRB Processo Administrativo nº: /2009 Contratante: CNPJ nº / Contratado: Rayane Oliveira Rodrigues CPF nº Objeto: Alteração da Cláusula Quarta do Prazo, prorrogando o contrato original por mais 12 (doze) meses, com amparo legal previsto no inciso II do art. 57 da Lei n.º 8.666/93. Despesa: Prog. de Trabalho Elem. de Despesa Fonte RP Valor Global do Contrato R$ 7.368,00 Vigência: O prazo de vigência será de a Data da Assinatura: 31 de Dezembro de 2009 Pascal Abou Khalil Rayane Oliveira Rodrigues Extrato de Contrato SEMSA Contrato/SEMSA nº.: 088/2009 Registro de Preço - Pregão nº:. 017/2009 CEL I/PMRB Processo Administrativo nº.: /2009 Contratante: CNPJ nº / Contratada: José Rodrigues de Melo CPF nº Objeto: Serviços de Locação de Transportes (Locação de Veículo Motocicleta Honda CG 125 Fan, Gasolina, Placa NAA1977). Valor: R$ - 436,39 (Quatrocentos e trinta e seis reais e trinta e nove centavos) Programa de Trabalho: Elemento de Despesa: Fonte Pagadora: 01 (RP) Prazo: O prazo de execução será até Local e Data: Rio Branco Acre, 15 de Dezembro de Pascal Abou Khalil José Rodrigues de Melo Extrato do II Termo Aditivo ao Contrato - SEMSA Contrato/SEMSA nº: 132/2008 Convite nº: 044/2008 CPL/PMRB Processo Administrativo nº: /2009 Contratante: CNPJ nº / Contratado: Roque Mota Jafuri CPF nº Objeto: Alteração da Cláusula Quarta Do Prazo, prorrogando o contrato original por mais 12 (doze) meses, com amparo legal previsto no inciso II do art. 57 da Lei n.º 8.666/93. Despesa: Prog. de Trabalho Elem. de Despesa Fonte RP Valor Global do Contrato R$ ,00 Vigência: O prazo de vigência será de a Data da Assinatura: 31 de Dezembro de 2009 Pascal Abou Khalil Roque Mota Jafuri Extrato da Ata de Registro de Preço nº 025/2009 Processo nº. 316/2009 Processo Administrativo nº /2009 Pregão SRP nº. 024/2009 CEL I/ PMRB Validade: 12 (doze) meses J.C. Silva Sampaio CNPJ Nº / , com sede à Estrada Jarbas Passarinho, nº. 560 Bairro: Placas, Rio Branco Acre. Representada pelo Senhor José Cláudio da Silva Sampaio, RG nº SSP/AC e CPF nº Item Especificação Unid. Quant. Global Valor Unit. Valor Total 01 Pincel atômico, na cor azul, ponta cônica, traço fino ou grosso, tinta lavável, Unid 3000 Concept 0, ,00 secagem rápida, 1.ª qualidade. Pincel atômico, na cor vermelha, ponta cônica, 02 traço fino ou grosso, tinta Unid 500 Concept 0,89 445,00 lavável, secagem rá- pida, 1.ª qualidade. 09 Bateria para sonar 9v- 565 mah alcalina 47x25, Unid Panasonic 19,95 5x16, 5mm em blister ,00 Corretor líquido a base 32 Unid d água c/ 18 ml 2000 Frama 0, ,00 Fita crepe para uso em geral medindo 12mm x 50m 41 Rlo 1000 Eurocel 1, ,00 Caneta, salientadora, 54 para textos, na cor fluorescente verde, gravado Unid no corpo a marca do fabricante. Like 0, ,92 (marca texto). ponta 5 mm Papel a4 colorido resma 58 Rsm c/ 500 folhas 1000 Jandaia 16, ,00 Pincel marcador preto p/ 73 Unid quadro branco 1000 Concept 1, ,00 Pincel marcador verde 74 Unid Concept p/ quadro branco 1, ,00 Pincel marcador vermelho p/ quadro branco 75 Unid Concept 1, ,00 Bandeja, para papel, 82 tripla, em acrílico, estrutura fixa, na cor fume, dimensões 260 x 350 Unid mm. Embalagem com 100 Menno 26, ,00 dados de identificação do produto e marca do fabricante. 83 Tesoura, material aço inoxidável, tamanho 8, Unid 120 Concept 3,90 468,00 comprimento 20 Valor total R$ 51,955,92 Amazon Imp. e Exp ltda CNPJ nº / , com sede na Rua Valério Magalhães, 136 Bairro: Bosque, Rio Branco acre. Representada pelo Senhor Marcos Vinicius Pacheco, rg nº SSP/ AC e CPF nº Item Especificação Unid. Quant. Global 03 Valor unit. Porta-carimbo, material acrílico, tipo simples, capacidade Unid 100 Acrinil 15,20 12, cor cinza 08 Bateria alcalina 9v Unid 500 Sony 7,15 Valor total 1.520, ,00

13 13 Terça-feira, 29 de dezembro de DIÁRIO OFICIAL Calculadora, digital, 14 portatil, capacidade 08 (oito) digitos, com as 04 (quatro) operacoes basicas, raiz quadrada, Unid porcentagem, correção 530 Goller 7, ,50 parcial e total, inversão de sinais, memória, bateria a luz solar, com tampa protetora. Envelope para convite 36 - branco formato 162 x Unid Foroni 0,06 180,00 229mm Envelope saco 41 - ouro 37 Unid formato 310 x 410mm 5000 Foroni 0, ,00 38 Envelope saco grande Unid Foroni 0, ,00 39 Envelope saco médio Unid Foroni 0, ,00 40 Extrator de grampos 26/6 tipo espátula, em Unid 500 Japamstam metal 1,09 545,00 Lápis de cera médio cx 50 Unid com Ebras 1, ,00 Pincel marcador permanente cd, material plástico, 55 tipo ponta feltro, cor Unid 1000 Concept 1, ,00 tinta preta, características adicionais escrita fina Pincel marcador permanente cd, material plástico, 56 tipo ponta feltro, Unid Concept cor tinta vermelha, características 1, ,00 adicionais escrita fina Papel a4 branco, 75g/ 57 Rsm Copimax m2, resma c/ 500 folhas 9, ,92 Pasta com elástico em 63 papelão, tamanho ofício, Unid Polycart 0, ,60 cores diversas. 66 Pasta s/ elástico em papelão, tamanho ofício - Unid Polycart 0,48 521,28 cores diversas. Percevejo latonados - 68 Cx caixa com 100 unidades 1000 ri 1, ,00 70 Pilha alcalina grande Unid 400 Rayovac 4, ,00 Prancheta em acrílico c/ 76 Unid prendedor em metal 24 Acrinil 10,45 250,80 Regua comum para escritório tamanho 30 cm 78 Unid Waleu 0,27 271,62 81 Molha-dedos, material base plástico, material carga esponja, tamanho único. Unid 100 M. Central 2,65 265,00 Valor total R$ ,72 Arnaldo comércio e representações CNPJ nº / , com sede na Rua Rui Barbosa, 380 lojas a e b Bairro: Centro, Rio Branco Acre. Representada pelo Senhor José Arnaldo De Oliveira Melo, RG nº SSP/AC e CPF nº Item Especificação Unid. Quant. Valor Valor total Global unit. Apagador quadro magnético, material corpo plástico, 15, largura 6, altura 4, material base feltro, encaixe pincel com encaixe comprimento Unid 100 Stalo 6,80 680,00 Apontador, de lapis, manual, portatil, 1 entrada, em material plastico rigido, sem deposito. Caixa p/ arquivo morto, medindo 370x140x250mm - plástico Clips nº 2 p/ papeis, em aço galvanizado cx com 100 unds Clips nº 4/0 p/ papeis, em aço galvanizado cx com 50unds Unid 1200 Ebras 0,18 216,00 Unid 3000 Polycar 2, ,00 Cx 200 Bacchi 1,84 368,00 Cx 1000 Bacchi 1, ,00 27 Clips nº 8/0 p/ papeis, em aço galvanizado cx Cx 200 Bacchi 1,90 380,00 com 25 unds Cola branca a base de 29 Unid pva 90 g 600 Frama 0,68 408,00 30 Colchete nº 10 caixa com 72 unidades Cx 50 Bacchi 3,90 195,00 Colchete nº 14 c/ 72 unidades 31 Cx 200 Bacchi 5, ,00 Fita, adesiva, transparente, em polipropileno, dimensões largura mínima de 45 mm e máxima de 50 mm x comprimento m. Embalagem: Rlo Adere 1, ,00 unidade separada com material anti-adesivo, com dados de identificação do produto e marca do fabricante. 51 Lapis, grafite, numero 02 (dois) revestido em madeira, com borracha acoplada na parte superior e revestida em Unid Labra 0,18 360,00 metal, comprimento 175 mm, gravado no corpo a marca do fabricante. Pasta, arquivo, registrador tipo az, em papelão prensado, tamanho oficio, dimensões 350 mm (largura) x 280 mm (altura) x 85 mm (dorso), com variação de +/- 10 por cento, protetor metálico nas bordas da parte inferior, fecho 61 metálico com alavanca Unid 500 ri 4, ,00 de acionamento para abertura auxiliado por mola fixado por 04 (quatro) rebites, prendedor em material plástico de boa resistência, orifício de manuseio revestido de material plástico e janela para identificação no dorso. Pasta arquivo sanfonada 62 para papel a4, em plástico, Unid 200 Polibras 14, ,00 com 10 divisórias. Agenda, tipo telefônica, revestimento capa plástico, quantidade folhas , gramatura 75, Unid comprimento 330, tipo 200 Foroni 21, ,00 encadernação espiral plástico, largura 150, modelo ano 2010 Valor total R$ ,00 W. F. Sales cnpj nº / , com sede no conjunto tucumã i, qw-19, cs-20 Bairro: Distrito Industrial, Rio Branco Acre. Representada pelo Senhor Jordinei De Souza Cordeiro, RG nº SSP/AC E CPF nº Item Especificação Unid. Quant. Global Valor unit. Valor total Bandeja, para papel, dupla, em acrílico, estrutura fixa, na cor fume, dimensões 260 x 350 mm. Embalagem Unid 200 Aranil 18, com dados de identificação do produto e marca do fabricante. Bloco de papel para flip chart, medindo 66x96 cm, com 50 folhas Blc 200 S. Domingos 22, ,00

14 14 Terça-feira, 29 de dezembro de DIÁRIO OFICIAL 18 Cartolina, material celulose vegetal, gramatura 290, comprimento 660, Fls Godinho 0, ,00 largura 500, cor amarela 19 Cartolina, material celulose vegetal, gramatura Fls 290, comprimento 660, 3000 Godinho 0, ,00 largura 500, cor azul 20 Cartolina, material celulose vegetal, gramatura Fls 290, comprimento 660, Godinho 0, ,00 largura 500, cor branca 21 Cartolina, material celulose vegetal, gramatura Fls 290, comprimento 660, Godinho 0, ,00 largura 500, cor rosa 22 Cartolina, material celulose vegetal, gramatura Fls 290, comprimento 660, 3000 Godinho 0, ,00 largura 500, cor verde Grampeador médio, capacidade 44 p/ 20 fls, utiliza Unid 530 Adeck 10, ,00 grampo 26/6 Liga elástica caixa com 47 Cx 100 unidades 500 Mamuth 1,60 800,00 Livro ata, capa dura, c/ fls, med 206 x 300 Unid Foroni 7, ,00 mm Livro de protocolo, capa 49 dura, c/ 100 fls, med 155 Unid 200 Foroni 4,95 990,00 x Lápis dermatográfico Unid 160 Mitsubishi 8, ,00 Perfurador papel, material metal, tipo médio, 69 tratamento superficial Unid pintado, capacidade 100 Adeck 15, ,00 perfuração 20, funcionamento manual. Prancheta em acrílico c/ 77 Unid prendedor em plástico Arany 8, ,00 Valor total R$ ,00 Richard s. Miranda CNPJ Nº / , com a Avenida Ceará, Abrão Alab, Rio Branco Acre. Representada Pelo Senhor Calurino Ferraz Miranda, RG Nº SSP/MG E CPF Nº Item Especificação Unid. Quant. Global Barbante em algodão 7 com 08 fios, rolo com +/- Rlo metros São João Valor unit. Valor total 4, ,00 Borracha branca macia para lápis, nº 20, fabricação nacional, tamanho Unid Red bor 0,19 570,00 grande, 1ª qualidade. Borracha bicolor (azul/ vermelha), para apagar tinta de caneta e lapis, atoxica, dimensoes variaveis: comprimento 40 Unid 200 Red bor 0,19 38,00 a 60 mm, largura 16 a 20 mm e espessura 6,0 a 8,0 mm. Caneta esferográfica, tubo transparente, sextavada, ponta de metal, Unid escrita na cor azul, 1.ª qualidade. Caneta esferográfica, tubo transparente, sextavada, ponta de metal, Unid escrita na cor preta, 1.ª qualidade. Caneta esferográfica, tubo transparente, sextavada, ponta de metal, Unid escrita na cor vermelha, 1.ª qualidade. Compactor Compactor Compactor 0, ,00 0, ,00 0,42 840,00 24 Cd - rom virgem regravável (cd - rw), velocidade de gravação a 1x - 40x, capacidade para armazenagem de Unid 500 Elgin 1,66 830, mb dados / 80 min áudio, lacrado em estojo acrílico Individual transparente. Cola a base de pva na 28 cor branca p/madeira, Unid 200 Frama 7, ,00 embalagem com 500 g Dvd - rom gravável virgem, velocidade de 33 gravação de 1-4x, capacidade para armazenamento Unid 200 Elgin 2,70 540,00 de 4.7 gb / 120 min, acondicionado em estojo plástico individual. Envelope, material papel kraft, gramatura 90, tipo rpc padronizado, 34 comprimento 40 cm, Unid cor parda, impressão Foroni 0, ,00 baixo-relevo, largura 30 cm com logomarca da prefeitura Envelope, material papel kraft, gramatura , tipo saco comum, comprimento 26 cm, cor Unid Foroni 0, ,00 branca, largura 36,5 cm, com logomarca da prefeitura 43 Grampeador, tipo pistola (rocama), compatível com uso de grampos 106/4, 106/6 e 106/8 mm, utilizado em tapeçaria, moveis, silk-screen, fixação de cartazes Unid e decoração. Capacidade 30 Rocama 63, ,00 de carga mínima 01 (um) pente de 100 grampos. Embalagem com dados de identificação do produto e marca do fabricante. Grampo p/ grampeador 45 Cx 630 Grampline 1.379,70 1 2,19 26/6 cx c/ 5000 unid 46 Grampo para grampeador pistola, modelo Cx 100 Grampline 106/6, cx com 600 und. 7,49 749,00 Papel carbono caixa 59 Cx com 50 folhas 12 Concept 11,70 140,40 Papel madeira, na cor 60 pardo, folha medindo 66 Fls Safra 0, ,00 x 96 cm Pasta para documento, em papel cartão 280 gr, 64 plastificado, com aba e Unid Frama 0,78 780,00 elástico, dimensões 235 x 350 mm, na cor amarela. 65 Pasta para documento, em papel cartão 280 gr, plastificado, com aba e Unid elástico, dimensões 235 Frama 0,78 780,00 x 350 mm, na cor vermelha. 67 Pasta, suspensa para arquivo na cor de papelão medindo 28,5x37,5mm, Unid Dello 1, ,90 com varetas e presilhas, 1.ª qualidade. Mouse pad, material 80 borracha neoprene, comprimento 22, largura 25, espessura 5, acabamento superficial tecido, com apoio para punho Unid 150 Multilaser 14, ,00 Valor total R$ ,00

15 15 Terça-feira, 29 de dezembro de DIÁRIO OFICIAL C. Com informática importação e exportação e cmércio ltda cnpj nº / , com sede a Avenida Ceará, Abrão Alab, Rio Branco Acre. Representada pela senhora Nayara Moura Holanda, Rg nº SSP/AC E CPF nº Item Especificação Unid. Quant. Valor Global unit. Valor total Cd - r, 80 min/700 mb, 23 Unis 1000 Multilaser sem capa. 0,43 430,00 Lápis preto nº 02 com 52 Unid Serelepe ponta 0,13 130,00 71 Pilha alcalina palito Unid Rayovac 1, ,00 72 Pilha alcalina pequena Unid Rayovac 1, ,00 Mouse, tipo usb óptico, 84 modelo padrão microsoft, aplicação microser Multila- Unid , ,00 computador. Mouse, tipo ps/2, modelo padrão microsoft, 85 aplicação microcomputador, características Unid 100 adicionais botão central co scroll, quantidade botões controle 3 Multilaser 11, ,00 Valor total R$ 5.534,00 Termo de Homologação Pregão Presencial nº. 106/2009 CPL/PMRB Para que produza os efeitos legais em sua plenitude, Homologo a decisão da comissão de Licitação, referente ao Pregão Presencial nº. 106/2009 CPL / PMRB, pelo critério de menor preço por item e Adjudico o objeto da licitação em favor da empresa: Weatherhavem do Brasil Comércio e Indústria de Sistema de Acampamento Fechado Ltda, no Item 1 com o valor unitário de R$ ,68 (quarenta e três mil duzentos e sessenta e dois reais e sessenta e oito centavos) perfazendo o valor global de R$ ,68 (quarenta e três mil duzentos e sessenta e dois reais e sessenta e oito centavos); Weatherhavem do Brasil Comércio e Indústria de Sistema de Acampamento Fechado Ltda, no Item 2 com o valor unitário de R$ ,45 (trinta e quatro mil duzentos e sessenta e cinco reais e quarenta e cinco centavos) perfazendo o valor global de R$ ,90 (sessenta e oito mil quinhentos e trinta reais e noventa centavos). Rio Branco/AC, 22 de dezembro de Pascal Abou Khalil Secretário Municipal de Saúde Prefeitura de Rio Branco Secretaria Municipal de Educação Termo de Homologação Tomada de Preços Nº. 033/2009 CEL I / PMRB Para que se produzam os efeitos legais em sua plenitude e com respaldo no inciso VI do art. 43 da Lei nº /93 homologo todos os atos praticados pelo Senhor Pregoeiro e pela Equipe de Apoio da Comissão Especial de Licitação CEL I/PMRB, referente à Tomada de Preços Nº. 033/2009 CEL I/PMRB Construção de 07 (sete) Espaços Alternativos para as atividades do Programa Mais Educação nas Escolas Álvaro Vieira da Rocha, Benfica, Chico Mendes, Francisco Oiticica, Maria Lúcia M. Marin, Nazaré Dourado e Irmã Maria Gabriela, pelo critério de menor preço global, em favor da empresa: M. C. Costa Engenharia LTDA, com valor global de R$ ,88 (cento e quarenta e um mil seiscentos e noventa e dois reais e oitenta e oito centavos). Rio Branco-Ac, 22 de dezembro de Moacir Fecury Ferreira da Silva Secretário Municipal de Educação Prefeitura de Rio Branco Secretaria Municipal de Educação Termo de Homologação Tomada de Preços Nº. 036/2009 CEL I / PMRB Para que se produzam os efeitos legais em sua plenitude e com respaldo no inciso VI do art. 43 da Lei nº /93 HOMOLOGO todos os atos praticados pelo Senhor Pregoeiro e pela Equipe de Apoio da Comissão Especial de Licitação CEL I/PMRB, referente à Tomada de Preços Nº. 036/2009 CEL I/PMRB Contratação de Empresa para Reforma e Ampliação da Escola Municipal Anice Dib Janete, pelo regime de empreitada por preço unitário, pelo critério de menor preço global, em favor da empresa: CIC Construções & Comércio LTDA, com valor global de R$ ,36 (setecentos oitenta e quatro mil, quinhentos e oitenta e três reais e trinta e seis centavos). Rio Branco-Ac, 23 de dezembro de Moacir Fecury Ferreira da Silva Secretário Municipal de Educação Prefeitura de Rio Branco Secretaria Municipal de Educação Termo de Homologação Tomada de Preços Nº. 039/2009 CEL I / PMRB Para que se produzam os efeitos legais em sua plenitude e com respaldo no inciso VI do art. 43 da Lei nº /93 homologo todos os atos praticados pelo Senhor Pregoeiro e pela Equipe de Apoio da Comissão Especial de Licitação CEL I/PMRB, referente à Tomada de Preços Nº. 039/2009 CEL I/PMRB Construção de 01 (uma) Creche Nova no Bairro Morada do Sol, pelo critério de menor preço global, em favor da empresa: Acre Construções LTDA, com valor global de R$ ,26 (quinhentos e cinqüenta e quatro mil oitocentos e trinta e nove reais e vinte e seis centavos). Rio Branco-Ac, 22 de dezembro de Moacir Fecury Ferreira da Silva Secretário Municipal de Educação Prefeitura de Rio Branco Secretaria Municipal de Educação Termo de Homologação Tomada de Preços Nº. 041/2009 CEL I / PMRB Para que se produzam os efeitos legais em sua plenitude e com respaldo no inciso VI do art. 43 da Lei nº /93 HOMOLOGO todos os atos praticados pelo Senhor Pregoeiro e pela Equipe de Apoio da Comissão Especial de Licitação CEL I/PMRB, referente à Tomada de Preços Nº. 041/2009 CEL I/PMRB Contratação de Empresa para Reforma e Readequação Física da Escola Municipal Ione Portela, pelo regime de empreitada por preço unitário, pelo critério de menor preço global, em favor da empresa: L N Construções & Comércio LTDA, com valor global de R$ ,17 (cento e trinta e dois mil novecentos e vinte e seis reais e dezessete centavos). Rio Branco-Ac, 23 de dezembro de Moacir Fecury Ferreira da Silva Secretário Municipal de Educação Prefeitura de Rio Branco Secretaria Municipal de Educação Extrato de Contrato Contrato/SEME/nº. 191/2009 (Processo nº. 299/2009 CEL I/PMRB) Pregão SRP nº. 023/2009 Partes: O Município de Rio Branco, através da Secretaria Municipal de Educação SEME e a empresa V. L. F. Gaspar - ME. Objeto: Aquisição de Material e Equipamentos Permanentes (item 01: Bebedouro Industrial), visando atender a demanda das Unidades de Ensino Fundamental e Infantil desta Secretaria Municipal de Educação SEME, e execução de Convênios e Programas financiados com Recursos Federais, tudo em conformidade com a descrição dos Anexos, parte integrante e inseparável do Edital de Licitação independente de transcrição. Regime de Execução: Os serviços serão prestados sob a forma de Execução Indireta, pelo critério de menor preço por item. Prazo de Entrega: O prazo para entrega do material após contratação, será de no máximo 30 (trinta) dias após emissão da Autorização de Entrega expedida pela Divisão Administrativa e Financeira da SEME, devendo o objeto ser entregue na Seção de Material e Patrimônio (Almoxarifado) da SEME, localizada na Avenida Antônio da Rocha Viana, s/nº., Bairro Vila Ivonete. Valor: Dá-se a este Contrato o valor total de R$ ,00 (quarenta e nove mil reais), sendo R$ ,00 (vinte e quatro mil e quinhentos reais) para Manutenção do Ensino Fundamental no Programa de Trabalho , e R$ ,00 (vinte e quatro mil e quinhentos

16 16 Terça-feira, 29 de dezembro de DIÁRIO OFICIAL reais) para Manutenção da Educação Infantil no Programa de Trabalho Forma de Pagamento: O pagamento será efetuado em até 30 (trinta) dias após a entrega total do quantitativo contratado, conforme a necessidade da CONTRATANTE, mediante apresentação da Nota Fiscal e/ou Fatura devidamente atestada por servidor ou Comissão, bem como comprovação de regularidade junto à Fazenda Municipal, Estadual e Federal, certidão de regularidade perante a Seguridade Social e de regularidade perante o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço FGTS. Despesa: As despesas decorrerão das Unidades Orçamentárias do Programa de Trabalho: (Manutenção do Ensino Fundamental), (Manutenção da Educação Infantil); Rubrica Orçamentária: (Equipamentos e Material Permanente). Fonte de Recurso: 01 RP. Vigência: A Ata de Registro de Preços terá vigência de 12 (doze) meses, a partir da data da sua assinatura, observado o prazo de validade da proposta. Data da assinatura: Rio Branco - AC, 18 de dezembro de Assinam: Moacir Fecury Ferreira da Silva pela Contratante Vera Lúcia Fernandes Gaspar pela Contratada Prefeitura de Rio Branco Secretaria Municipal de Educação Extrato de Contrato Contrato/SEME/nº. 192/2009 (Processo nº. 299/2009 CEL I/PMRB) Pregão SRP nº. 023/2009 Partes: O Município de Rio Branco, através da Secretaria Municipal de Educação SEME e a empresa S & S IMP. E EXP. DE PRODUTOS DE INFORMÁTICA LTDA. Objeto: Aquisição de Material e Equipamentos Permanentes (item 02: Nobreak), visando atender a demanda dos Prédios Administrativos desta Secretaria Municipal de Educação SEME, tudo em conformidade com a descrição dos Anexos, parte integrante e inseparável do Edital de Licitação independente de transcrição. Regime de Execução: Os serviços serão prestados sob a forma de Execução Indireta, pelo critério de menor preço por item. Prazo de Entrega: O prazo para entrega do material após contratação, será de no máximo 30 (trinta) dias após emissão da Autorização de Entrega expedida pela Divisão Administrativa e Financeira da SEME, devendo o objeto ser entregue na Seção de Material e Patrimônio (Almoxarifado) da SEME, localizada na Avenida Antônio da Rocha Viana, s/nº., Bairro Vila Ivonete. Valor: Dá-se a este Contrato o valor total de R$ 930,00 (novecentos e trinta reais). Forma de Pagamento: O pagamento será efetuado em até 30 (trinta) dias após a entrega total do quantitativo contratado, conforme a necessidade da CONTRATANTE, mediante apresentação da Nota Fiscal e/ou Fatura devidamente atestada por servidor ou Comissão, bem como comprovação de regularidade junto à Fazenda Municipal, Estadual e Federal, certidão de regularidade perante a Seguridade Social e de regularidade perante o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço FGTS. Despesa: As despesas decorrerão das Unidades Orçamentárias do Programa de Trabalho: (Manutenção das Atividades do Departamento de Recursos); Rubrica Orçamentária: (Equipamentos e Material Permanente). Fonte de Recurso: 01 RP. Vigência: A Ata de Registro de Preços terá vigência de 12 (doze) meses, a partir da data da sua assinatura, observado o prazo de validade da proposta. Data da assinatura: Rio Branco - AC, 18 de dezembro de Assinam: Moacir Fecury Ferreira da Silva pela Contratante Rynaldo Lucio dos Santos pela Contratada Prefeitura de Rio Branco Secretaria Municipal de Educação Republicado por incorreção. Extrato da Ata de Registro de Preços nº 011/2009 Processo nº 283/ CEL I/PMRB Pregão SRP nº. 022/2009 Partes: Secretaria Municipal de Educação SEME e as Empresas M & R. Distribuidora Ltda, Amanda Rochelly Profeta Moura, A. C. de Souza Solon, M. R. C. Aguiar, F. Chagas da Silva Lima, F. C. Mesquita, F.T. de Souza Pinto, Distribuidora Reunidas e I.A.C. Ind. Com. de Açucar Imp. e Exp. Ltda. Objeto: A presente Ata tem por objeto o registro de preços dos materiais especificados nos Itens 01, 02, 03, 04, 05, 06, 07, 09, 10, 11, 12, 13, 14,16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23, 24, 25, 26, 27, 28, 29, 30, 31 e 32 do Anexo II do Edital de Pregão para Registro de Preços nº. 022/2009, que passa a fazer parte, para todos os efeitos, desta ata. Objeto: Aquisição de gêneros alimentícios não perecíveis, visando atender a demanda do Programa Mais Educação, pelo período de 200 (duzentos) dias letivos, podendo o Registro de Preços ser utilizado para atender outros programas do Município de Rio Branco. Fornecedor: M & R. Distribuidora Ltda Valor Valor Item Especificação do Unidade Quant. Unit. Total Produto Achocolatado em pó (embalagem primária em pacote de 400g - saco plástico hermeticamente fechado). um ano a partir da entrega do Celli Pacote ,39 R$ 1.794,49 Arroz Agulhinha tipo 1 (embalagem primária de 01kg e secundária com 30kg fardo). Nota 10 Kg ,44 R$ 4.692,96 Validade mínima de um ano a partir da entrega do Biscoito salgado (embalagem primária com 500g e secundária com 10kg fardo). Validade mínima de seis meses a partir da entrega do Ervilha em conserva - lata 200g. Validade mínima de um ano a partir da entrega do Extrato de tomate, embalagem de 270g. um ano a partir da entrega do Flocos de Cereais (trigo, cevada e aveia), embalagem de 400g. um ano a partir da entrega do Leite em pó integral de boa solubilidade e rendimento de 03 litros no total (embalagem de 400g). um ano a partir da entrega do Macarrão tipo espaguete semolado, embalagem primária de 500g e secundária com 10kg. Validade mínima de um ano a partir da data de entrega do Milho verde em conserva - lata com peso drenado de 200g. Validade mínima de um ano a partir da data de entrega do Xarope de Groselha, garrafa plástica com 01 litro. Validade mínima de um ano a partir da entrega do Pacote ,00 R$ ,00 Olé Lata 452 0,88 R$ 397,76 Olé Miragina Embalagem 697 0,94 R$ 655,18 Neston Lata ,73 R$ ,47 Italac Pacote ,84 R$ ,60 Santa Felicidade Kg ,38 R$ 4.041,24 Olé Lata ,09 R$ 1.314,54 Celli Garrafa ,17 R$ 6.289,28 Total do Fornecedor R$ ,52

17 17 Terça-feira, 29 de dezembro de DIÁRIO OFICIAL Fornecedor: Amanda Rochelly Profeta Moura Item Especificação do Unidade Quant. Valor Valor Produto Unit. Total 2 Açúcar cristal (embalagem primária de 01kg e secundária Ki - em fardo de 30kg). Doce Kg ,33 R$ 6.720,49 um ano a partir da entrega do Aveia em flocos finos (embalagem: Lata 4 de 400g). Validade Quaker mínima de um ano a Lata ,20 R$ 8.631,00 partir da entrega do Farinha de Mandioca fina e torrada (embalagem primária de 01kg e secundária com 30kg fardo). um ano a partir da entrega do Feijão carioquinha tipo 1, embalagem primária de 01kg e secundária com 30kg fardo. Validade mínima de um ano a partir da entrega do Manteiga de 1ª qualidade com sal, embalagem de 200g. um ano a partir da data de entrega do Rosquinha de Chocolate (embalagem primária com 400g e secundária com 9,6kg a caixa), Validade mínima de seis meses a partir da entrega do Rosquinha de Coco (embalagem primária com 400g e secundária com 9,6kg a caixa), Validade mínima de seis meses a partir da entrega do Sal de cozinha refinado (iodado), embalagem primária de 01kg e secundária de 30kg - fardo. Validade mínima de um ano a partir da entrega do Suco concentrado de Goiaba, garrafa com 500ml. Validade mínima de um ano a partir da entrega do Ki-Farinha 5 Estrelas Tourinho Kg ,25 R$ 1.868,75 Kg ,88 R$ 2.526,72 Lata 710 2,90 R$ 2.059,00 My Bit Pacote ,50 R$ 8.652,00 My Bit Pacote ,49 R$ ,67 Nota 10 Kg 200 0,69 R$ 138,00 Frutiza Garrafa ,56 R$ 8.112,64 Total do Fornecedor R$ ,27 Fornecedor: A. C. de Souza Solon Item Especificação do Unidade Quant. Valor Valor Produto Unit. Total 6 Café em pó torrado e moído, pacote de 250g. Validade mínima de um ano a Canção Pacote 634 2,40 R$ 1.521,60 partir da entrega do 9 Composto alimentar sabor morango colorido artificialmente - embalagem com 400g. Validade mínima de um ano a partir da entrega do Jandaia Embalagem 944 2,40 R$ 2.265,60 Suco concentrado 30 de Caju, garrafa com 500ml. Validade mínima de um ano a Frutiza Garrafa ,40 R$ 6.504,40 partir da entrega do Total do Fornecedor R$ ,60 Fornecedor: M. R. C. Aguiar Item Especificação do Unidade Quant. Valor Valor Produto Unit. Total 7 Charque bovino, embalado a vácuo, embalagem de 500g ou 01kg. Validade mínima Lenblon Kg 212 9,99 R$ 2.117,88 de seis meses a partir da entrega do 16 Farinha de Trigo, embalagem de 01kg. um ano a partir da entrega do Marques Kg 528 1,55 R$ 818,40 29 Seleta de Legumes em conserva - lata de 200g. Validade Jusara mínima de um ano a Lata 528 1,20 R$ 633,60 partir da data de entrega do Total do Fornecedor R$ 3.569,88 Fornecedor: F.Chagas da Silva Lima Valor Valor Item Especificação do Unidade Quant. Produto Unit. Total Sardinha em conserva - lata de 125g. 28 Bordon um ano a partir da Lata ,74 R$ 5.985,60 data de entrega do Total do Fornecedor R$ 5.985,60 Fornecedor: F. C. Mesquita Valor Valor Item Especificação do Unidade Quant. Produto Unit. Total 12 Farinha de Banana, embalagem de 01kg contendo as informações nutricionais em macronutrientes, Regional cálcio, fósforo, potássio, Kg ,00 R$ 8.768,00 sódio. Vali- dade mínima de seis meses a partir da entrega do Total do Fornecedor R$ 8.768,00 Fornecedor: F. T. de Souza Pinto Valor Valor Item Especificação do Unidade Quant. Produto Unit. Total 19 Flocos de milho précozidos (massa para cuscuz), embalagem com 500g. Validade Badoti Pacote ,73 R$ 1.100,84 mínima de um ano a partir da entrega do Total do Fornecedor R$ 1.100,84

18 18 Terça-feira, 29 de dezembro de DIÁRIO OFICIAL Fornecedor: Distribuidora Reunidas Item Especificação do Unidade Quant. Valor Valor Produto Unit. Total Fermento em pó 18 para bolo, embalagem com 100g. Validade mínima de um Dona Benta ano a partir da data Lata 107 1,86 R$ 199,02 de entrega do Total do Fornecedor R$ 199,02 Fornecedor: I. A. C. Ind. Com. De Açucar Imp. E Exp. Ltda Valor Valor Item Especificação do Unidade Quant. Produto Unit. Total Óleo de Soja refinado, embalagem 24 plástica com 900ml. Comigo Garrafa 930 2,39 R$ 2.222,70 um ano a partir da entrega do Total do Fornecedor R$ 2.222,70 TOAL GERAL DO REGISTRO DE PREÇOS R$ ,43 Validade do Registro de Preços: O registro de preços formalizado na presente Ata terá validade de 12 (doze) meses, contados a partir da sua assinatura. Data e Local da Assinatura: 18 de dezembro de 2009, em Rio Branco - Acre. PREFEITURA MUNICIPAL DE SENADOR GUIOMARD AVISO DE LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇOS Nº. 007/2009 Objeto: contratação de empresa de Engenharia para IMPLANTAÇÃO E MODERNIZAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA PARA ESPORTE RECREATI- VO E DE LAZER CONSTRUÇÃO DE PRAÇA E QUADRA POLIESPOR- TIVA, localizada na área rural no Município de Senador Guiomard AC. Retirada do Edital: Avenida Castelo Branco, nº 1900 Bairro Centro - Senador Guiomard AC, no horário de 08:00 às 17:00 horas, no período de 28/12/2009 à 13/01/2010. Data de Abertura: 14/01/2010 às 16:00 horas, na Sede da Prefeitura. Senador Guiomard - AC, 23 de dezembro de Nádia Maria Vilarouca Monteiro Presidente DIVERSOS Empresa. R.O.SANTOS IMPORTACAO E EXPORTACAO Torna publico que requereu do instituto de Meio Ambiente do Acre- IMAC, uma Licença de Operação (LO) para a atividade industrial no processamento de Sal Branco, no município de Epitaciolândia, Bairro da Sartel, Rua Benevenuto Perez, numero 136 Assinam: Moacir Fecury Ferreira da Silva SEME Renato Rebouças França M & R. Distribuidora Ltda Clealdo Matos Moura Amanda Rochelly Profeta Moura Cirenio Belem Chaar A. C. de Souza Solon Mauro Roberto da Costa Aguiar - M. R. C. Aguiar Benedito Cardoso de Abreu F. Chagas da Silva Lima Francisco Carvalho Mesquita F. C. Mesquita Antonio Hélio de Souza Pinto F. T. de Souza Pinto Michel Araujo de Queiroz Distribuidora Reunidas Julio Stachel Almeida I. A. C. Ind. e Com. de Açucar Imp.e Exp. Ltda SENADOR GUIOMARD PREFEITURA MUNICIPAL DE SENADOR GUIOMARD AVISO DE LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇOS Nº. 005/2009 Objeto: contratação de empresa de Engenharia para Construção da Casa do Colono no município de Senador Guiomard/Ac (Convênio nº 110/PCN/2007). Retirada do Edital: Avenida Castelo Branco, nº 1900 Bairro Centro - Senador Guiomard AC, no horário de 08:00 às 17:00 horas, no período de 28/12/2009 à 13/01/2010. Data de Abertura: 14/01/2010 às 10:00 horas, na Sede da Prefeitura. Senador Guiomard - AC, 23 de dezembro de Nádia Maria Vilarouca Monteiro Presidente PREFEITURA MUNICIPAL DE SENADOR GUIOMARD AVISO DE LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇOS Nº. 006/2009 Objeto: contratação de empresa de Engenharia para Construção de 39 (trinta e nove) Unidades Habitacionais de Interesse Social Programa de Apoio ao Desenvolvimento Urbano para Municípios de Médio e Pequeno Porte PRO-MUNICIPIO, localizadas na área urbana do Município de Senador Guiomard (Convênio - Contrato de Repasse nº 0018/2009 GOVERNO DO ESTADO DO ACRE). Retirada do Edital: Avenida Castelo Branco, nº 1900 Bairro Centro - Senador Guiomard AC, no horário de 08:00 às 17:00 horas, no período de 28/12/2009 à 13/01/2010. Data de Abertura: 14/01/2010 às 15:00 horas, na Sede da Prefeitura. Senador Guiomard - AC, 23 de dezembro de Nádia Maria Vilarouca Monteiro Presidente Estado do Acre Diário Oficial Gabinete Civil do Governador Gerência de Atos Oficiais Av. Getúlio Vargas nº Centro (Palácio das Secretarias) Fone: (68) / Rio Branco-AC - CEP:

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015.

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. EMENTA: Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP previsto no art. 15 da Lei nº 8.666/93, no âmbito do Município de Central Bahia. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993.

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. DECRETO N.º 7.892, DE 23 DE JANEIRO DE 2013. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que

Leia mais

MINISTÉRIO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 7, DE 30 DE OUTUBRO DE 2008.*

MINISTÉRIO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 7, DE 30 DE OUTUBRO DE 2008.* MINISTÉRIO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 7, DE 30 DE OUTUBRO DE 2008.* Estabelece orientação sobre a aceitação de estagiários no âmbito da Administração

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 86, DE 21 DE MARÇO DE 2012. (Publicada no DOU, Seção 1, de 07/05/2012, pág. 77)

RESOLUÇÃO Nº 86, DE 21 DE MARÇO DE 2012. (Publicada no DOU, Seção 1, de 07/05/2012, pág. 77) RESOLUÇÃO Nº 86, DE 21 DE MARÇO DE 2012 (Publicada no DOU, Seção 1, de 07/05/2012, pág. 77) Dispõe sobre o Portal da Transparência do Ministério Público. O CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO, no exercício

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 611, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013

LEI COMPLEMENTAR Nº 611, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013 LEI COMPLEMENTAR Nº 611, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013 Procedência: Governamental Natureza: PLC/0046.0/2013 DO: 19.729, de 31/12/2013 Fonte: ALESC/Coord. Documentação Fixa o subsídio mensal dos integrantes

Leia mais

I - Técnico de Apoio Fazendário e Financeiro, integrando a categoria funcional de Profissional de Apoio Operacional;

I - Técnico de Apoio Fazendário e Financeiro, integrando a categoria funcional de Profissional de Apoio Operacional; (*) Os textos contidos nesta base de dados têm caráter meramente informativo. Somente os publicados no Diário Oficial estão aptos à produção de efeitos legais. ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL DECRETO Nº 10.609,

Leia mais

ATOS DO PODER EXECUTIVO

ATOS DO PODER EXECUTIVO 04/11/2014 Resenha D.O.U Seção 1 pág. 9 ATOS DO PODER EXECUTIVO DECRETO DE 3 DE NOVEMBRO DE 2014 Abre aos Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social da União, em favor de diversos órgãos dos Poderes Judiciário

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL Página 1 de 5 Imprimir Salvar TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG001556/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 20/04/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR076938/2014

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 13/2005

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 13/2005 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 13/2005 O, com sede na Av. Martin Luther King, s/n.º, Cais do Apolo, Recife, PE, inscrito no CNPJ/MF sob o nº 24.130.072/0001-11, neste ato representado pelo Diretor da Secretaria

Leia mais

ATO DO 1º SECRETÁRIO Nº 2, DE 2013.

ATO DO 1º SECRETÁRIO Nº 2, DE 2013. ATO DO 1º SECRETÁRIO Nº 2, DE 2013. Regulamenta o controle do cumprimento da jornada e do horário de trabalho pelos servidores do Senado Federal, nos termos do Ato da Comissão Diretora nº 7, de 2010. O

Leia mais

DECRETO JUDICIÁRIO Nº 135/2009

DECRETO JUDICIÁRIO Nº 135/2009 DECRETO JUDICIÁRIO Nº 135/2009 Dispõe sobre o registro e controle da freqüência dos servidores do Poder Judiciário. PUBLICADO NO DIÁRIO DO PODER JUDICIÁRIO NO DIA 24 DE AGOSTO DE 2009. A PRESIDENTE DO

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ001554/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 12/08/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR032670/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.023032/2010-49 DATA DO

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. CAPÍTULO I DA CARREIRA DOS PROFISSIONAIS DA SEFAZ Seção I Dos Princípios Básicos

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. CAPÍTULO I DA CARREIRA DOS PROFISSIONAIS DA SEFAZ Seção I Dos Princípios Básicos LEI N. 2.265, DE 31 DE MARÇO DE 2010 Estabelece nova estrutura de carreira para os servidores públicos estaduais da Secretaria de Estado da Fazenda SEFAZ. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE seguinte Lei: FAÇO

Leia mais

ESTADO DO ACRE DECRETO Nº 5.966 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010

ESTADO DO ACRE DECRETO Nº 5.966 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010 Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado para as microempresas, empresas de pequeno porte e equiparadas nas contratações de bens, prestação de serviços e execução de obras, no âmbito

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 4, DE 4 DE JULHO DE 2014

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 4, DE 4 DE JULHO DE 2014 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 4, DE 4 DE JULHO DE 2014 Estabelece orientações sobre a aceitação de estagiários no âmbito da Administração

Leia mais

Presidência da República

Presidência da República Presidência da República Casa Subchefia para Assuntos Jurídicos Civil DECRETO Nº 6.170, DE 25 DE JULHO DE 2007. Dispõe sobre as normas relativas às transferências de recursos da União mediante convênios

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84, incisos IV e VI, da Constituição,

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84, incisos IV e VI, da Constituição, DECRETO 3.100, de 30 de Junho de 1999. Regulamenta a Lei nº 9.790, de 23 de março de 1999, que dispõe sobre a qualificação de pessoas jurídicas de direito privado, sem fins lucrativos, como Organizações

Leia mais

DIRETORIA-GERAL PORTARIAS

DIRETORIA-GERAL PORTARIAS DIRETORIA-GERAL PORTARIAS O DIRETOR-GERAL DA SECRETARIA DO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1.ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais, RESOLVE: PORT. 430, DE 05/11/98 I DESIGNAR a servidora TAMARA SOCOLIK,

Leia mais

Lei 7645 de 12 de Fevereiro de 1999

Lei 7645 de 12 de Fevereiro de 1999 Lei 7645 de 12 de Fevereiro de 1999 INSTITUI O PLANO DE CARREIRA DOS SERVIDORES DA ÁREA DE ATIVIDADES DE TRIBUTAÇÃO, ESTABELECE A RESPECTIVA TABELA DE VENCIMENTO E DISPÕE SOBRE O QUADRO ESPECIAL DA SECRETARIA

Leia mais

LEI Nº 2198/2001. A Prefeita Municipal de Ibiraçu, Estado do Espírito Santo, no uso de suas atribuições legais;

LEI Nº 2198/2001. A Prefeita Municipal de Ibiraçu, Estado do Espírito Santo, no uso de suas atribuições legais; LEI Nº 2198/2001 INSTITUI O PROGRAMA DE INCENTIVO AO DESLIGAMENTO VOLUNTÁRIO NA PREFEITURA MUNICIPAL DE IBIRAÇU PDV A Prefeita Municipal de Ibiraçu, Estado do Espírito Santo, no uso de suas atribuições

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 3.931, DE 19 DE SETEMBRO DE 2001. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21

Leia mais

LEI DELEGADA N.º 79, DE 18 DE MAIO DE 2.007

LEI DELEGADA N.º 79, DE 18 DE MAIO DE 2.007 LEI DELEGADA N.º 79, DE 18 DE MAIO DE 2.007 DISPÕE sobre a SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA SSP, definindo suas finalidades, competências e estrutura organizacional, fixando o seu quadro de cargos

Leia mais

I PARTE (SERVIÇOS DIÁRIOS) II PARTE (ENSINO E INSTRUÇÃO) III PARTE (ASSUNTOS GERAIS E ADMINISTRATIVOS)

I PARTE (SERVIÇOS DIÁRIOS) II PARTE (ENSINO E INSTRUÇÃO) III PARTE (ASSUNTOS GERAIS E ADMINISTRATIVOS) GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA E DEFESA SOCIAL POLÍCIA MILITAR DO PARÁ AJUDÂNCIA GERAL ADITAMENTO AO BG Nº 064 03 ABR 2012 Para conhecimento dos Órgãos subordinados

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina CONTRATO N. 033/2012 Contrato de prestação de serviço de manutenção do software Primavera, autorizado pelo Senhor Vilson R. Rezzadori, Secretário de Administração

Leia mais

Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado de Minas Gerais

Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado de Minas Gerais LEI 15304 2004 Data: 11/08/2004 REESTRUTURA A CARREIRA DE ESPECIALISTA EM POLÍTICAS PÚBLICAS E GESTÃO GOVERNAMENTAL E INSTITUI A CARREIRA DE AUDITOR INTERNO DO PODER EXECUTO. Reestrutura a carreira de

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa LEI COMPLEMENTAR Nº 11.977, DE 07 DE OUTUBRO DE 2003. (publicada no DOE nº 195, de 08 de outubro de 2003) Introduz

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 463, DE 03 DE JANEIRO DE 2012.

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 463, DE 03 DE JANEIRO DE 2012. RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 463, DE 03 DE JANEIRO DE 2012. Dispõe sobre o subsídio dos Militares do Estado e dá outras providências. A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: FAÇO SABER

Leia mais

DECRETO Nº 13.169 DE 12 DE AGOSTO DE 2011[Download]

DECRETO Nº 13.169 DE 12 DE AGOSTO DE 2011[Download] DECRETO Nº 13.169 DE 12 DE AGOSTO DE 2011[Download] Dispõe sobre a concessão de diárias no âmbito da Administração Pública direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo Estadual, e dá outras providências.

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROPOSTA DE RESOLUÇÃO CONSELHEIRO LUIZ MOREIRA GOMES JÚNIOR. RESOLUÇÃO Nº, de de de 2013.

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROPOSTA DE RESOLUÇÃO CONSELHEIRO LUIZ MOREIRA GOMES JÚNIOR. RESOLUÇÃO Nº, de de de 2013. CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROPOSTA DE RESOLUÇÃO CONSELHEIRO LUIZ MOREIRA GOMES JÚNIOR RESOLUÇÃO Nº, de de de 2013. Dispõe sobre as férias dos Membros dos Ministérios Públicos da União e dos

Leia mais

Para efeito desta Lei:

Para efeito desta Lei: LEI ORDINARIA n 39/1993 de 17 de Dezembro de 1993 (Mural 17/12/1993) Estabelece o Plano de carreira do Magistério público do Município, institui o respectivo quadro de cargos e dá outras providências.

Leia mais

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL 1 CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL LEI Nº 5.106, DE 3 DE MAIO DE 2013 (Autoria do Projeto: Poder Executivo) Dispõe sobre a carreira Assistência à Educação do Distrito Federal e dá outras providências.

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 194, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2000.

RESOLUÇÃO Nº 194, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2000. RESOLUÇÃO Nº 194, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2000. Dispõe sobre as férias dos servidores do Supremo Tribunal Federal. O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, no uso das atribuições que lhe confere o art.

Leia mais

ATO Nº 382/2011. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

ATO Nº 382/2011. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, ATO Nº 382/2011 Dispõe sobre a concessão de férias no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região e dá outras providências. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, no uso de

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO, no uso da atribuição que lhe confere o artigo 91, inciso III, da Constituição Estadual,

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO, no uso da atribuição que lhe confere o artigo 91, inciso III, da Constituição Estadual, DECRETO N.º 2299 R, DE 15 DE JULHO DE 2009. (Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial de 16/07/2009) Regulamenta o estágio estudantil no âmbito do Poder Executivo Estadual e dá outras providências.

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL MUNICIPIO DE BONITO

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL MUNICIPIO DE BONITO EXTRATO CONTRATO Nº. 108/2010 PREGÃO PRESENCIAL 05/2010 Madeireira Romat Ltda EPP Contratada. Processo Licitatório Pregão Presencial n. 005/2010, que faz parte integrante deste. Objeto: O presente termo

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DO JABOATÃO DOS GUARARAPES EXTRATOS DE CONTRATO E ADITIVOS 2015.

CÂMARA MUNICIPAL DO JABOATÃO DOS GUARARAPES EXTRATOS DE CONTRATO E ADITIVOS 2015. CÂMARA MUNICIPAL DO JABOATÃO DOS GUARARAPES EXTRATOS DE CONTRATO E ADITIVOS 2015. CONTRATO Nº. 001/2015 CMJG PROCESSO LICITATORIO Nº. 001/2015 CONVITE Nº. 001/2015 CONTRATADO: CHAVES ASSESSORIA CONTÁBIL.

Leia mais

LEI Nº 8.067, DE 7 DE OUTUBRO DE 2014.

LEI Nº 8.067, DE 7 DE OUTUBRO DE 2014. LEI Nº 8.067, DE 7 DE OUTUBRO DE 2014. Altera e acrescenta dispositivos à Lei nº 6.829, de 7 de fevereiro de 2006, que dispõe sobre a carreira do Grupo Ocupacional Perícia Técnico- Científica do Centro

Leia mais

Celebram a presente CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO, estipulando as condições de trabalho previstas nas cláusulas seguintes:

Celebram a presente CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO, estipulando as condições de trabalho previstas nas cláusulas seguintes: SINDICATO TRABALHADORES MOV MERC EM GERAL DE PASSOS, CNPJ n. 64.480.692/0001-03, neste ato representado(a) por seu Presidente, Sr(a). Manoel Messias dos Reis Silva; E FEDERACAO DO COMERCIO DE BENS, SERVICOS

Leia mais

LEI 3.981/91 DE 7 DE JANEIRO DE 1991. O Prefeito Municipal de Natal, Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI 3.981/91 DE 7 DE JANEIRO DE 1991. O Prefeito Municipal de Natal, Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: LEI 3.981/91 DE 7 DE JANEIRO DE 1991 Dispõe sobre o Grupo Ocupacional Fisco e dá outras providencias. O Prefeito Municipal de Natal, Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei:

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO (Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial de 03/11/2011) DECRETO Nº 2888-R, DE 01 DE NOVEMBRO DE 2011 Regulamenta o Art. 57, III, da Lei Complementar nº 46, de 31 de janeiro de 1994. O GOVERNADOR

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE LEI N. 1.522, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2003 Estima a Receita, fixa a Despesa do Estado para o exercício financeiro de 2004 e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE seguinte Lei: FAÇO SABER

Leia mais

ESTADO DE PERNAMBUCO PREFEITURA MUNICIPAL DE IPUBI CNPJ Nº 11.040.896/0001-59 COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

ESTADO DE PERNAMBUCO PREFEITURA MUNICIPAL DE IPUBI CNPJ Nº 11.040.896/0001-59 COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CONTRATO Nº 014/2015. ESTADO DE PERNAMBUCO Contrato do Processo Administrativo nº 009/2015, Concorrência nº 005/2015, com amparo no Artigo 40, 2º, inciso III da Lei 8.666/93, destinado a aquisição de Material

Leia mais

RESOLUÇÃO CFP Nº 009/2009

RESOLUÇÃO CFP Nº 009/2009 RESOLUÇÃO CFP Nº 009/2009 Dispõe sobre o reajuste, direitos e deveres dos empregados do Conselho Federal de Psicologia. O CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA, no uso de suas atribuições legais, estatutárias

Leia mais

ATO REGULAMENTAR N. 18/2012-GPGJ

ATO REGULAMENTAR N. 18/2012-GPGJ ATO REGULAMENTAR N. 18/2012-GPGJ Dispõe sobre a regulamentação de registro e controle biométrico, por meio de impressão digital, de frequência dos servidores do Ministério Público do Estado do Maranhão.

Leia mais

Brasília, 16 de julho de 2015. Boletim de Serviço da FUNAI Ano 28 Número 07. SUMÁRIO Presidência... 01 Coordenações Regionais...

Brasília, 16 de julho de 2015. Boletim de Serviço da FUNAI Ano 28 Número 07. SUMÁRIO Presidência... 01 Coordenações Regionais... p. 1 SUMÁRIO Presidência... 01 Coordenações Regionais...05 PORTARIA Nº 659/PRES, de 15 de julho de 2015. PRESIDÊNCIA Dispõe sobre a regulamentação quanto à concessão de licença por motivo de doença em

Leia mais

DECRETO Nº 36.246, DE 02 DE JANEIRO DE 2015.

DECRETO Nº 36.246, DE 02 DE JANEIRO DE 2015. Sistema Integrado de Normas Jurídicas do Distrito Federal SINJ-DF DECRETO Nº 36.246, DE 02 DE JANEIRO DE 2015. Dispõe sobre a racionalização e o controle de despesas públicas no âmbito do Governo do Distrito

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO/2004 SESC - SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO SINDAF/DF

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO/2004 SESC - SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO SINDAF/DF ACORDO COLETIVO DE TRABALHO/2004 SESC - SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO SINDAF/DF ACORDO COLETIVO DE TRABALHO que entre si fazem o SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO SESC - Administração Regional no Distrito Federal,

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL Nº. 31389 de 31/03/2009

DIÁRIO OFICIAL Nº. 31389 de 31/03/2009 DIÁRIO OFICIAL Nº. 31389 de 31/03/2009 GABINETE DA GOVERNADORA DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº_03 /2009. O Defensor Público Geral do Estado do Pará, no uso de atribuições previstas

Leia mais

DECRETO Nº 6.555, DE 8 DE SETEMBRO DE 2008.

DECRETO Nº 6.555, DE 8 DE SETEMBRO DE 2008. DECRETO Nº 6.555, DE 8 DE SETEMBRO DE 2008. Dispõe sobre as ações de comunicação do Poder Executivo Federal e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 555, DE 19 DE JUNHO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 555, DE 19 DE JUNHO DE 2015 Publicada no DJE/STF, n. 122, p. 1-2 em 24/6/2015. RESOLUÇÃO Nº 555, DE 19 DE JUNHO DE 2015 Dispõe sobre as férias dos servidores do Supremo Tribunal Federal. O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL,

Leia mais

Maringá, 06 de dezembro de 2014.

Maringá, 06 de dezembro de 2014. Maringá, 06 de dezembro de 2014. Prezada Senhora: Diante da oportunidade e conveniência de promover a continuidade do Contrato Administrativo n 001/2014, formalizado entre este Consórcio e a empresa SINOPSYS

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL: Faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei.

O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL: Faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei. (*) Os textos contidos nesta base de dados têm caráter meramente informativo. Somente os publicados no Diário Oficial estão aptos à produção de efeitos legais. LEI Nº 3.545, DE 17 DE JULHO DE 2008. Publicada

Leia mais

Relatório Controle Interno 1º. Quadrimestre 2015

Relatório Controle Interno 1º. Quadrimestre 2015 Relatório Controle Interno 1º. Quadrimestre 2015 1. APRESENTAÇÃO Nos termos do artigo 74 da Constituição Federal, artigo 59 da Lei Complementar nº. 59, artigos, 63 a 66 da Lei Complementar nº. 33, de 28

Leia mais

Atos do Poder Executivo

Atos do Poder Executivo Página 1 de 8 Marcelo Franca Alves De: "BDE on-line" Para: "BDE on-line" Enviada em: quarta-feira, 25 de agosto de 2004 17:39 Assunto: BDE on-line -

Leia mais

DECRETO Nº 15.219 DE 30 DE JUNHO DE 2014

DECRETO Nº 15.219 DE 30 DE JUNHO DE 2014 DECRETO Nº 15.219 DE 30 DE JUNHO DE 2014 Regulamenta a Lei nº 12.949, de 14 de fevereiro de 2014 que estabelece mecanismos de controle do patrimônio público do Estado da Bahia, dispondo sobre provisões

Leia mais

CAPÍTULO I DA CARREIRA Seção I Disposições iniciais. Seção II Do quadro

CAPÍTULO I DA CARREIRA Seção I Disposições iniciais. Seção II Do quadro LEI COMPLEMENTAR Nº 442, de 13 de maio de 2009 Procedência Governamental Natureza PLC/0006.2/2009 DO. 18.604 de 14/05/2009 *Alterada pela LC 534/11 *Ver Lei LC 534/11 (art. 72) *Regulamentada pelo Dec.

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº. 229 DE 28 DE MAIO DE 2012 (Publicada no DOU, Seção 1, nº. 103,terça-feira, 29 de maio de 2012, página 96)

PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº. 229 DE 28 DE MAIO DE 2012 (Publicada no DOU, Seção 1, nº. 103,terça-feira, 29 de maio de 2012, página 96) PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº. 229 DE 28 DE MAIO DE 2012 (Publicada no DOU, Seção 1, nº. 103,terça-feira, 29 de maio de 2012, página 96) Dispõe sobre o Programa Nacional de Habitação Rural PNHR, integrante

Leia mais

D E C R E T A: CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS

D E C R E T A: CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS DECRETO Nº 14.386, DE 18 DE JANEIRO DE 2011 Disciplina a aquisição, locação e controle dos veículos oficiais do Poder Executivo, e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO PIAUÍ, no uso das atribuições

Leia mais

MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÕES E DOCUMENTAÇÃO. (Processo Administrativo n 09020.000005/2014-15)

MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÕES E DOCUMENTAÇÃO. (Processo Administrativo n 09020.000005/2014-15) MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÕES E DOCUMENTAÇÃO (Processo Administrativo n 09020.000005/2014-15) TERMO DE CONTRATO DE COMPRA Nº 9/2014, QUE FAZEM ENTRE SI A UNIÃO, POR INTERMÉDIO

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL EDIÇÃO Nº 030224 de 30/06/2004

DIÁRIO OFICIAL EDIÇÃO Nº 030224 de 30/06/2004 DIÁRIO OFICIAL EDIÇÃO Nº 030224 de 30/06/2004 GABINETE DO GOVERNADOR D E C R E T O Nº 1.093, DE 29 DE JUNHO DE 2004 Institui, no âmbito da Administração Pública Estadual, o Sistema de Registro de Preços

Leia mais

Quadro comparativo do Projeto de Lei do Senado nº 494, de 2008

Quadro comparativo do Projeto de Lei do Senado nº 494, de 2008 1 Disciplina a forma, os prazos e os meios de preservação e transferência de dados informáticos mantidos por fornecedores de serviço a autoridades públicas, para fins de investigação de crimes praticados

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO ARAGUAIA Av. Carlos Hugueney, 552 - Centro - CEP.: 78.780-000 Tel/Fax.: (065) 481 1139-481 1431

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO ARAGUAIA Av. Carlos Hugueney, 552 - Centro - CEP.: 78.780-000 Tel/Fax.: (065) 481 1139-481 1431 LEI N.º 761/93 Dispõe sobre o Estatuto do Magistério Público municipal de Alto Araguaia. O Prefeito Municipal de Alto Araguaia, Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais, faço saber que

Leia mais

SEMANÁRIO OFICIAL ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

SEMANÁRIO OFICIAL ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Semanário Oficial Nº 2.400 Campina Grande, 09 a 13 de Fevereiro de 2015 Pág. 1 SEMANÁRIO OFICIAL ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Lei Municipal nº. 04

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 01, DE 18 DE MARÇO DE 2011. Disciplina a gratificação por condições especiais de trabalho.

RESOLUÇÃO Nº 01, DE 18 DE MARÇO DE 2011. Disciplina a gratificação por condições especiais de trabalho. RESOLUÇÃO Nº 01, DE 18 DE MARÇO DE 2011 Disciplina a gratificação por condições especiais de trabalho. O CONSELHO ESTADUAL DE GESTÃO DE PESSOAS no uso das atribuições que lhe confere o art. 29, III, da

Leia mais

LEI Nº 11.375 DE 05 DE FEVEREIRO DE 2009

LEI Nº 11.375 DE 05 DE FEVEREIRO DE 2009 LEI Nº 11.375 DE 05 DE FEVEREIRO DE 2009 Reestrutura as carreiras de Analista Universitário e Técnico Universitário, integrantes do Grupo Ocupacional Técnico- Específico, criado pela Lei nº 8.889, de 01

Leia mais

DECRETO Nº. 1.370/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015. O Prefeito Municipal de Querência - MT, no uso de suas

DECRETO Nº. 1.370/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015. O Prefeito Municipal de Querência - MT, no uso de suas DECRETO Nº. 1.370/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015. Dispõe acerca da Política de uso do ponto eletrônico e da jornada de trabalho dos servidores públicos do Poder Executivo município de Querência - MT. atribuições,

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO POVO

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO POVO LEI Nº516/2012- DE 09 DE ABRIL DE 2012 Altera a Lei Municipal nº 280, de 30 de março de 2004, que dispõe sobre o Estatuto Geral do Servidores Públicos do Município de São José do Povo. JOÃO BATISTA DE

Leia mais

LEI Nº 5026 DE 19 DE MAIO 2009. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, faço saber que a Câmara Municipal decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 5026 DE 19 DE MAIO 2009. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, faço saber que a Câmara Municipal decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 5026 DE 19 DE MAIO 2009 Dispõe sobre a qualificação de entidades como Organizações Sociais e dá outras providências. Autor: Poder Executivo O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, faço saber que

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO EDITAL PROGRAD Nº 18/2008, DE 22 DE JULHO DE 2008 SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS DO PROGRAMA PRÓ-ESTÁGIO UFGD 2008 O PRÓ-REITOR DE ENSINO DE GRADUAÇÃO da Fundação Universidade Federal da Grande Dourados, no uso

Leia mais

CONTRATO n 002/2015. PARÁGRAFO ÚNICO - São as seguintes as modalidades de Ordens Bancárias, a serem processadas pelo Sistema OBN:

CONTRATO n 002/2015. PARÁGRAFO ÚNICO - São as seguintes as modalidades de Ordens Bancárias, a serem processadas pelo Sistema OBN: CONTRATO n 002/2015. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PAGAMENTO A FORNECEDORES DE BENS E SERVIÇOS E DE SERVIDORES, QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE CANDELÁRIA (RS) E O BANCO DO BRASIL S.A. O MUNICÍPIO

Leia mais

Imprensa Eletrônica. Caderno 02: CONTAS PÚBLICAS

Imprensa Eletrônica. Caderno 02: CONTAS PÚBLICAS Neste veiculo podem ser lidos todos os atos oficiais do Prefeitura de Conceição do Almeida-BA ano vi edição extraordinária Documento assinado digitalmente conforme MP no- 2.200-2 de 24/08/2001, que institui

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA PORTARIA Nº 969, DE 17 DE NOVEMBRO DE 2015. Regulamenta a utilização, manutenção e controle do sistema de telefonia fixa, móvel e de Voz sobre

Leia mais

DECRETO Nº 5.910 DE 24 DE OUTUBRO DE 1996

DECRETO Nº 5.910 DE 24 DE OUTUBRO DE 1996 DECRETO Nº 5.910 DE 24 DE OUTUBRO DE 1996 Regulamenta os artigos 68 a 71, da Lei n 6.677, de 26 de setembro de 1994, que dispõe sobre a concessão de diárias aos servidores públicos civis da administração

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MUNIZ FREIRE - ES

PREFEITURA MUNICIPAL DE MUNIZ FREIRE - ES DECRETO Nº 6.106/2013 REGULAMENTA AS LICENÇAS PARA TRATAMENTO DE SAÚDE, DE QUE TRATAM OS ARTS. 80, I; 82 A 100, DA LEI MUNICIPAL Nº 1.132, DE 02 DE JULHO DE 1990 (ESTATUTO DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO

Leia mais

ADE. ADICIONAL DE DESEMPENHO Perguntas e respostas para esclarecer dúvidas sobre a concessão do Adicional de Desempenho

ADE. ADICIONAL DE DESEMPENHO Perguntas e respostas para esclarecer dúvidas sobre a concessão do Adicional de Desempenho ADE ADICIONAL DE DESEMPENHO Perguntas e respostas para esclarecer dúvidas sobre a concessão do Adicional de Desempenho Sumário 1. O que é o Adicional de Desempenho? 2. Qual legislação dispõe sobre o ADE?

Leia mais

ATO NORMATIVO Nº 016/2012

ATO NORMATIVO Nº 016/2012 ATO NORMATIVO Nº 016/2012 Dispõe sobre o horário de expediente e a jornada de trabalho dos servidores, no âmbito do Ministério Público do Estado da Bahia, e dá outras providências. O PROCURADOR-GERAL DE

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 9.424, DE 24 DE DEZEMBRO DE 1996. Dispõe sobre o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 372, DE 31 DE JULHO DE 2008

RESOLUÇÃO Nº 372, DE 31 DE JULHO DE 2008 RESOLUÇÃO Nº 372, DE 31 DE JULHO DE 2008 Dispõe sobre as férias dos servidores do Supremo Tribunal Federal. O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, no uso das atribuições que lhe confere o art. 363,

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Página 1 de 7 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC002511/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR053502/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46220.005004/2012-32 DATA

Leia mais

Suprimentos de fundos (adiantamentos) Manual de Suprimento de fundos Concessão, aplicação e prestação de contas

Suprimentos de fundos (adiantamentos) Manual de Suprimento de fundos Concessão, aplicação e prestação de contas Suprimentos de fundos (adiantamentos) Manual de Suprimento de fundos Concessão, aplicação e prestação de contas 1 Este manual foi desenvolvido com o objetivo de orientar e informar de forma direta sobre

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 14/CUn, DE 25 DE OUTUBRO DE 2011

RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 14/CUn, DE 25 DE OUTUBRO DE 2011 RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 14/CUn, DE 25 DE OUTUBRO DE 2011 Regulamenta os estágios curriculares dos alunos dos cursos de graduação da Universidade Federal de Santa Catarina. O PRESIDENTE DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Page 1 of 6 TERMO ADITIVO A ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RN000202/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 18/06/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR029210/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46217.004335/2013-95

Leia mais

CARTILHA: DIREITOS E VANTAGENS DOS SERVIDORES PÚBLICOS UNIDADE ADMINISTRATIVO FINANCEIRA - UNAFIN

CARTILHA: DIREITOS E VANTAGENS DOS SERVIDORES PÚBLICOS UNIDADE ADMINISTRATIVO FINANCEIRA - UNAFIN CARTILHA: DIREITOS E VANTAGENS DOS SERVIDORES PÚBLICOS UNIDADE ADMINISTRATIVO FINANCEIRA - UNAFIN 1. Que vantagens além do vencimento podem ser pagas ao servidor? a) indenizações, que não se incorporam

Leia mais

LEI Nº. 2.287, de 10 de junho de 2015. A Prefeita do Município de Mato Leitão, Estado do Rio Grande do

LEI Nº. 2.287, de 10 de junho de 2015. A Prefeita do Município de Mato Leitão, Estado do Rio Grande do LEI Nº. 2.287, de 10 de junho de 2015. AUTORIZA O PODER EXECUTIVO A CONTRA- TAR PESSOAL, EM CARÁTER EMERGENCIAL, PARA ATENDER NECESSIDADE TEMPORÁRIA DE EXCEPCIONAL INTERESSE PÚBLICO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

LEI Nº 10.753, DE 17 DE SETEMBRO DE 2014

LEI Nº 10.753, DE 17 DE SETEMBRO DE 2014 LEI Nº 10.753, DE 17 DE SETEMBRO DE 2014 Concede reajustes remuneratórios aos servidores e empregados públicos da Administração Direta e Indireta do Poder Executivo e dá outras providências. O Povo do

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2009/2010

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2009/2010 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2009/2010 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR002151/2009 DATA DE REGISTRO NO MTE: 26/08/2009 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR026676/2009 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.010071/2009-72 DATA DO

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Página 1 de 5 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP002054/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 04/03/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR061897/2012 NÚMERO DO PROCESSO:

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO/1993 SESI/DR SERVIÇO SOCIAL DA INDUSTRIA SINDAF/DF

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO/1993 SESI/DR SERVIÇO SOCIAL DA INDUSTRIA SINDAF/DF ACORDO COLETIVO DE TRABALHO/1993 SESI/DR SERVIÇO SOCIAL DA INDUSTRIA SINDAF/DF PRIMEIRO TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CELEBRADA EM 30 DE AGOSTO DE 1993. ENTRE O SINDICATO DOS EMPREGADOS

Leia mais

DiárioOficial Ano XLII - nº 10.177 73 Páginas

DiárioOficial Ano XLII - nº 10.177 73 Páginas ASSINATURA DIGITAL DiárioOficial Terça-feira, 24 de novembro de 2009 www.diario.ac.gov.br Ano XLII - nº 10.177 73 Páginas SUMÁRIO GABINETE DO GOVERNADOR...1 SECRETARIAS DE ESTADO...30 CPL...35 FUNDAÇÕES

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS

AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS . CONTRATO N o 014/ANA/2004 (Texto compilado: primeiro, segundo e terceiro termo aditivo) CONTRATO DE GESTÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM A AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS E A ASSOCIAÇÃO PRÓ- GESTÃO DAS ÁGUAS DA BACIA

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2015

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2015 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR000679/2015 VALEC ENGENHARIA CONSTRUCOES E FERROVIAS S/A, CNPJ n. 42.150.664/0001-87, neste ato representado(a) por seu Presidente, Sr(a).

Leia mais

Parágrafo único. Aplica-se aos titulares dos órgãos referidos no caput deste artigo o disposto no art. 2º, 2º, desta Lei Complementar.

Parágrafo único. Aplica-se aos titulares dos órgãos referidos no caput deste artigo o disposto no art. 2º, 2º, desta Lei Complementar. RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 518, DE 26 DE JUNHO DE 2014. Dispõe sobre a organização e o funcionamento da Assessoria Jurídica Estadual, estrutura a Carreira e o Grupo Ocupacional dos titulares

Leia mais

Principais cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho

Principais cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho SINPEFESP-(empregados)-SINDELIVRE-(patronal) Principais cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho 2014/2015. VIGÊNCIA E DATA-BASE As cláusulas e condições da presente Convenção Coletiva de Trabalho que

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO GRATIFICAÇÕES, ADICIONAIS, AUXÍLIOS E OUTROS

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO GRATIFICAÇÕES, ADICIONAIS, AUXÍLIOS E OUTROS SINDICATO AUX ADM ESCOLAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, CNPJ n. 31.249.428/0001-04, neste ato representado (a) por seu Presidente, Sr(a). ELLES CARNEIRO PEREIRA; E ASSOCIACAO NOBREGA DE EDUCACAO E ASSISTENCIA

Leia mais

ANEXO DE METAS FISCAIS AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA E ATUARIAL. (Artigo 4º 2º, inciso IV, alínea a da Lei Complementar nº 101/2000)

ANEXO DE METAS FISCAIS AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA E ATUARIAL. (Artigo 4º 2º, inciso IV, alínea a da Lei Complementar nº 101/2000) ANEXO DE METAS FISCAIS AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA E ATUARIAL (Artigo 4º 2º, inciso IV, alínea a da Lei Complementar nº 101/2000) PLANO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE LONDRINA

Leia mais

Portaria nº 962/2011 Florianópolis, 11 de julho de 2011.

Portaria nº 962/2011 Florianópolis, 11 de julho de 2011. Portaria nº 962/2011 Florianópolis, 11 de julho de 2011. O Reitor pro tempore do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela

Leia mais

á Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

á Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos á Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 8.465, DE 8 DE JUNHO DE 2015 Regulamenta o 1º do art. 62 da Lei nº 12.815, de 5 de junho de 2013, para dispor sobre os

Leia mais