CAPÍTULO I ÁGUA, SANEAMENTO, ÁGUAS RESIDUAIS E RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CAPÍTULO I ÁGUA, SANEAMENTO, ÁGUAS RESIDUAIS E RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS"

Transcrição

1 CAPÍTULO I ÁGUA, SANEAMENTO, ÁGUAS RESIDUAIS E RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS Ligações de Água de Abastecimento Público a) Colocação de Contadores (cada serviço) 10,15 Ligação, Aferição, Interrupção e Restabelecimento (cada serviço) 5,10 c) Ligação após Interrupção por falta de pagamento 25,35 2) Ligações de Águas Residuais a) Ligação e interrupção de esgotos e águas pluviais 10,15 Vistoria 5,10 3) Fornecimento não domiciliário de água a) Por m 3 Tabela doméstica acrescida de 10% Por utilização de viatura 3,55 c) Por km 0,50 4) Ramais de Água a) Ramal até 10 m 304,20 Mais de 10 m Por orçamento 5) Ramais de Esgotos a) Ramal até 10 m 507,00 Mais de 10 m Por orçamento 6) Manutenção e conservação do sistema de abastecimento (por contrato) a) Domésticos, Administração Pública e Associações 1,00 Actividades Económicas 2,00 7) Tarifas de Água e Saneamento Água Saneamento a) Actividades Económicas: 0100 m 3 1,07 0,27 + de 100 m 3 1,24 0,33 Administração Pública e Associações: 0100 m 3 0,63 0,20 + de 100 m 3 1,28 0,31 c) Domésticos: 1º Escalão (02 m³) 0,18 0,19 2º Escalão (310 m³) 0,74 0,20 3º Escalão (1120 m³) 1,00 0,26 4º Escalão (2135 m³) 1,84 0,37 5º Escalão (Mais de 35 m³) 2,30 0,45 Pág. 1/9

2 d) Feiras e Diversões (tarifa fixa) 35,50 15,20 8) Resíduos Sólidos Urbanos 8. Tarifa fixa de Resíduos Sólidos Urbanos (por contrato) a) Domésticos e não domésticos 1,00 8.2) Tarifa de Resíduos Sólidos Urbanos (indexada ao consumo de água) a) Actividades Económicas: 0100 m 3 0,33 + de 100 m 3 0,39 Administração Pública e Associações: 0100 m 3 0,20 + de 100 m 3 0,31 c) Domésticos: 1º Escalão (02 m³) 0,19 2º Escalão (310 m³) 0,20 3º Escalão (1120 m³) 0,26 4º Escalão (2135 m³) 0,37 5º Escalão (Mais de 35 m³) 0,45 9) Limpeza de fossas ou colectores particulares a) Tarifa de serviço 10,15 Por cada m³ de remoção 2,55 c) Utilização da máquina limpa fossas por hora 5,60 d) Utilização do equipamento de desentupimento por hora 3,55 10) Limpeza de fossas e colectores explorações pecuárias a) Tarifa de serviço 10,15 Por cada m³ de remoção 5,10 c) Por hora de utilização 10,15 1 Remoção de lixos e/ou entulhos a) Até 3 m³ 17,75 Por cada m³ a mais 7,10 2) 3) No cumprimento do DecretoLei n.º 97/2008, de 11 de Junho, ao valor apurado para pagamento, respeitante ao consumo de água de cada munícipe será acrescido o custo da aplicação do factor 0.02 taxa de recursos hidricos, que o Município terá que liquidar perante a ARH Alentejo. Nos termos da Portaria n.º 966/2006, de 8 de Junho, ao valor apurado para pagamento, respeitante ao consumo de água de cada munícipe será acrescido o custo da aplicação do factor taxa de controlo de qualidade da água, que o Município terá que liquidar perante o IRAR. Nos termos do artº 58º do Decreto Lei nº 178/2006 e artigo 121 da Lei nº 64A de 2008, ao valor apurado para pagamento de taxa de gestão de residuos será acrescido o montante de 0,04 /m³. Pág. 2/9

3 CAPÍTULO II UTILIZAÇÃO DO TEATRO BERNARDIM RIBEIRO Utilização das instalações do Teatro Bernardim Ribeiro por terceiros a) Sala de espectáculos e respectivos serviços de apoio/dia 406,00 Sala de conferências e respectivos serviços de apoio/dia 152,00 2) Bilhetes para sessões de cinema (IVA incluído) a) Zonas: Plateia 2,50 1.º Balcão 3,00 2.º Balcão 1,50 Frisas e Camarotes 2,00 Descontos: Menores de 12 anos 30% Mais de 65 anos 30% Portadores de Cartões Municipais Definido em Regulamentos específicos 3) Bilhetes para espectáculos e outros eventos (IVA incluído) a) O valor a aplicar carece de aprovação da Câmara Municipal Descontos: Menores de 6 anos Entrada Livre De 6 a 18 anos 30% Mais de 65 anos 30% Família 1 (2 adultos e 1 criança de idade até 12 anos) Oferta do bilhete da criança Família 2 (2 adultos e 2 crianças de idade até 12 anos) Oferta do bilhete de 1 criança Portadores de Cartões Municipais Definido em Regulamentos específicos 2) 3) Os valores fixados no n.º 1 incluem as despesas de funcionamento (pessoal, água, electricidade, etc.). A Câmara poderá, quando assim o entender e de acordo com o Regulamento de Utilização do Teatro Bernardim Ribeiro, isentar do pagamento previsto no n.º 1 as entidades sem fins lucrativos de cariz cultural, social e cívico. Não é permitida a acumulação de vários descontos para o mesmo evento. Entradas em Museus Municipais a) Individual 1,50 Grupos (por cada 10 Visitantes) 6,00 c) Isenções: Idade inferior a 12 anos Sócios da Ass. Portuguesa Museus e da Inter. Council of Museum Visitas de estudo de Professores e Alunos CAPÍTULO III MUSEUS DO MUNICÍPIO TURISMO VISITAS GUIADAS Pág. 3/9

4 A entrada é grátis nas Terçasfeiras O Presidente da Câmara pode dispensar os visitantes do pagamento de entrada por motivos promocionais e razões excepcionais 2) Comissão sobre as vendas efectuadas nos Museus e no Posto de Turismo a) Sobre o valor global de qualquer produto 10% 3) Serviço de visitas guiadas a) Por solicitação de agência de viagens (grupos até 50 pessoas): Visita de meiodia 50,70 Visita de dia inteiro 91,30 Grupos superiores a 50 pessoas, acresce por cada pessoa a mais 1,00 Idade igual ou superior a 12 anos 2,00 c) Por solicitação de outras entidades (grupo até 50 pessoas): De Segunda a Sextafeira (preço por pessoa) 0,50 Sábados, Domingos e feriados (preço por pessoa) 1,00 d) Isenções: Idade inferior a 12 anos Grupos escolares/visitas de estudo Pessoas individuais que efectuem marcação prévia (visitas de meiodia a rotas e percursos a definir pelo Município): Por deferimento do Presidente da Câmara, quando esteja em causa a promoção e divulgação do concelho de Estremoz Em casos específicos a aplicação das tarifas previstas poderá sofrer alterações através de deliberação da Câmara Municipal. Utilização das instalações da Casa de Estremoz por terceiros a) Particulares e Empresas com fins lucrativos 202,80 CAPÍTULO IV CASA DE ESTREMOZ 60,80 d) Entidades Públicas 2) 3) Os valores acima descritos correspondem a 24 horas de utilização. A limpeza do recinto bem como os danos causados nas instalações são da responsabilidade da entidade a quem é cedido o espaço, sendo para o efeito assinado um termo de responsabilidade. É da responsabilidade da entidade a quem é cedido o espaço contratar segurança credenciada para o efeito, sempre que tal se mostre necessário. 4) Em casos específicos a aplicação das tarifas previstas poderá sofrer alterações através de deliberação da Câmara Municipal. Pág. 4/9

5 CAPÍTULO V INSTALAÇÕES DESPORTIVAS Estádio Municipal a) Sem utilização de iluminação 1 Hora 15,20 Sem utilização de iluminação 30 Minutos suplementares 10,10 c) Com utilização de iluminação 1 Hora 25,40 d) Com utilização de iluminação 30 Minutos suplementares 15,20 e) Entidades c/ Protocolo Condições a definir em Protocolo 2) Pavilhão Desportivo Municipal a) Sem utilização de iluminação 1 Hora 15,20 Sem utilização de iluminação 30 Minutos suplementares 10,10 c) Com utilização de iluminação 1 Hora 25,40 d) Com utilização de iluminação 30 Minutos suplementares 15,20 e) Entidades c/ Protocolo Condições a definir em Protocolo 3) Piscinas Municipais a) Utentes dos 13 aos 17 anos 1,00 Utentes a partir dos 18 anos 2,00 c) Módulos de 30 Bilhetes 27,00 d) Idade até 12 anos Isentos e) Portadores do Cartão Jovem Desconto de 50% f) Portadores de Cartões Municipais g) Entidades c/ Protocolo Definido em Regulamentos específicos Condições a definir em Protocolo h) Entidades s/ Protocolo: Piscina ar livre / Hora 10,10 Piscina coberta / Hora 25,40 4) Campos de ténis Municipais a) Por campo 1 Hora sem utilização de iluminação 2,00 Por campo 30 Minutos suplementares sem utilização de iluminação 1,20 c) Por campo 1 Hora com utilização de iluminação 3,00 d) Por campo 30 Minutos suplementares com utilização de iluminação 1,80 e) Idade até 12 anos Isentos f) Portadores do Cartão Jovem Desconto de 50% g) Portadores de Cartões Municipais h) Entidades c/ Protocolo Definido em Regulamentos específicos Condições a definir em Protocolo Pavilhão A CAPÍTULO VI PARQUE DE FEIRAS E EXPOSIÇÕES a) Particulares e Empresas com fins lucrativos 608,40 Pág. 5/9

6 182,50 d) Entidades públicas 2) Auditório do Pavilhão A a) Particulares e Empresas com fins lucrativos 304,20 91,30 d) Entidades públicas 3) Salas de Formação do Pavilhão A (cada uma por mês) a) Particulares e Empresas com fins lucrativos 202,80 60,80 d) Entidades públicas 4) Recinto Exterior Zona de Exposição a) Particulares e Empresas com fins lucrativos 507,00 152,10 d) Entidades públicas 5) Recinto Exterior Zona de Espectáculos a) Particulares e Empresas com fins lucrativos 608,40 182,50 d) Entidades públicas 6) Pavilhão B (Multiusos) a) Particulares e Empresas com fins lucrativos 811,20 243,40 d) Entidades públicas 7) Pavilhão C a) Particulares e Empresas com fins lucrativos 507,00 152,10 d) Entidades públicas Pág. 6/9

7 2) 3) 4) Os valores acima descritos correspondem a 24 horas de utilização, à excepção das salas de formação. A limpeza do recinto bem como os danos causados nas instalações são da responsabilidade da entidade a quem é cedido o espaço, sendo para o efeito assinado um termo de responsabilidade. É da responsabilidade da entidade a quem é cedido o espaço contratar segurança credenciada para o efeito. Em casos específicos a aplicação das tarifas previstas poderá sofrer alterações através de deliberação da Câmara Municipal. CAPÍTULO VII CEMITÉRIOS Serviços Diversos a) Ajardinamento, abaulamento em terra ou limpeza e tratamento: De sepulturas (por ano ou fracção) 25,50 De jazigos (por ano ou fracção) 61,00 Construção de catacumbas simples 253,50 c) Calcetamento no espaço contiguo às sepulturas (por m²) 35,50 CAPÍTULO VIII VIATURAS E MÁQUINAS PROPRIEDADE DO MUNICÍPIO Cedência de viaturas e máquinas (condicionada pela disponibilidade dos serviços) a) Camião: Em estrada (por Km) 2,00 Em obra (por hora) 120,00 Tractor (por hora) 22,00 c) Máquina retroescavadora (por hora) 45,00 d) Máquina pá carregadora (por hora) 70,00 e) Cilindro, acrescendo custo de transporte (por hora) 40,00 f) Dumper (por hora) 15,00 g) Máquina de desentupimento de canos (por hora) 12,00 h) Depósito móvel de desentupimento de fossas e outros tanques (por hora) 30,00 i) Espalhador de gravilha (por hora) 30,00 j) Máquina retroescavadora c/ martelo demolidor (por hora) 40,00 l) Autocarros (por km) 2,50 m) Viaturas de recolha de lixo (por hora) 40,00 n) Carrinhas (por km) 1,00 o) Saltitão (por hora) 12,50 p) Placa de compactação (por hora) 12,50 q) Motoniveladora Terex (por hora) 50,00 r) Empilhador/Montacargas (por hora) 40,00 s) Pavimentadora (por hora) 65,00 t) Máquina de corte de betuminoso (por hora) 35,00 Pág. 7/9

8 a) Acresce: O preço corrente de materiais aplicados Outros encargos para a realização dos trabalhos CAPÍTULO IX TRABALHOS EXECUTADOS PELOS SERVIÇOS MUNICIPAIS Trabalhos executados pelos Serviços Municipais, a solicitação e por conta de outras entidades ou particulares ou quando o Município se tenha de substituir aos particulares que não executem obras ou trabalhos impostos Por cada hora ou fracção 1,5 das remunerações médias diárias do pessoal empregado no trabalho, incluindo remunerações base, regalias sociais e todos os demais abonos e encargos Deslocação das viaturas ligeiras por cada km ou fracção percorridos, o valor de 1,5 da importância fixada para deslocações de funcionários públicos em serviço oficial, em viatura própria Deslocações das viaturas pesadas e máquinas por cada hora ou fracção utilizada, acresce 1,5 do custo horário da tabela respectiva Por administração e desgaste de material 20% sobre a soma das importâncias antes discriminadas Reprodução, impressão, digitalização e gravação de documentos/fotografias (IVA incluído) * a) Fotocópias Colectividades Público geral A4 a preto e branco 0,10 0,15 A3 a preto e branco 0,20 0,25 A4 a cores 0,20 0,25 A3 a cores 0,50 0,60 Impressões Página A4 a preto e branco 0,15 Página A3 a preto e branco 0,25 Página A4 a cores 0,25 Página A3 a cores 0,60 c) Digitalizações ** CAPÍTULO X TARIFAS DIVERSAS Cada imagem "JPEG/TIF" 1,00 Gravação de imagem "JPEG/TIF" em suporte rígido, para trabalhos académicos 1,00 Gravação de imagem "JPEG/TIF" em suporte rígido, para utilização cultural e editorial com fins lucrativos Gravação de imagem "JPEG/TIF" em suporte rígido, para utilização publicitária d) Fotografia** Fotografia digital (cada imagem "JPEG/TIF") a preto e branco e a cores, para utilização em trabalhos académicos Fotografia digital (cada imagem "JPEG/TIF") a preto e branco e a cores, para utilização cultural e editorial com fins lucrativos Fotografia digital (cada imagem "JPEG/TIF") a preto e branco e a cores, para utilização publicitária 3,00 5,00 2,50 20,00 50,00 e) Impressões a partir de imagens digitalizadas** Pág. 8/9

9 Página A4 a preto e branco 0,50 Página A3 a preto e branco 1,00 Página A4 a cores 1,25 Página A3 a cores 2,50 f) Gravação*** Em DVD 3,00 Em CD 1,25 2) Elaboração e fornecimento de declaração abonatória (por unidade) 25,00 3) Aluguer diário de sinalização de trânsito a) Sinalização vertical (por unidade) 10,00 4) Fornecimento de massas asfálticas a frio a) Fornecimento de emulsão ECM2 (por Kg) 0,65 Fornecimento de massas asfálticas (por tonelada) 76,00 5) Instalação de antenas de telecomunicações a) Estruturas que servem de suporte físico a antenas de telecomunicações ocupando terreno público e/ou localizadas em edifícios municipais (por unidade e por ano ou fracção) 5.476,00 6) Entrada de viaturas de compradores no Mercado Abastecedor a) Por dia e por viatura (IVA incluído) 1,00 * ** AO N.º 1 DO CAPÍTULO X Aos preços indicados, no caso de envio/entrega à cobrança (território nacional ou estrangeiro) de trabalhos ou produtos de reprodução, acrescem os custos com portes de correio. Aos valores indicados poderá acrescer o preço do suporte de armazenamento indicado na alínea e), caso o mesmo não seja fornecido pelo utente. *** Os valores indicados dizem respeito ao suporte de armazenamento (DVD/CD). Pág. 9/9

CAPÍTULO I ÁGUA, SANEAMENTO, ÁGUAS RESIDUAIS E RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS

CAPÍTULO I ÁGUA, SANEAMENTO, ÁGUAS RESIDUAIS E RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS CAPÍTULO I ÁGUA, SANEAMENTO, ÁGUAS RESIDUAIS E RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS 1) Ligações de Água de Abastecimento Público a) Colocação de Contadores (cada serviço) 15,00 b) Ligação, Aferição, Interrupção e

Leia mais

CAPÍTULO I ÁGUA, SANEAMENTO, ÁGUAS RESIDUAIS E RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS

CAPÍTULO I ÁGUA, SANEAMENTO, ÁGUAS RESIDUAIS E RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS CAPÍTULO I ÁGUA, SANEAMENTO, ÁGUAS RESIDUAIS E RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS Ligações de Água de Abastecimento Público a) Colocação de Contadores (cada serviço) 10,85 Ligação, Aferição, Interrupção e Restabelecimento

Leia mais

MUNICÍPIO DE ESTREMOZ TABELA DE TARIFAS E PREÇOS DE SERVIÇOS NOTA JUSTIFICATIVA

MUNICÍPIO DE ESTREMOZ TABELA DE TARIFAS E PREÇOS DE SERVIÇOS NOTA JUSTIFICATIVA NOTA JUSTIFICATIVA 1 - A presente tabela de tarifas e preços de serviços fundamenta-se na Lei das Finanças Locais, aprovada pela Lei n.º 2/2007, entrando em vigor imediatamente após a sua aprovação no

Leia mais

Tabela de Preços 2015

Tabela de Preços 2015 Tabela de Preços 215 Factor de actualização para 215 - Instituto Nacional de Estatística, I.P.; Boletim Mensal de Estatística Outubro de 214; Índice de Preços no Consumidor Variação média dos últimos 12

Leia mais

Município de Cuba Tarifário dos Serviços de Abastecimento de Água, Saneamento de Águas Residuais e de Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos.

Município de Cuba Tarifário dos Serviços de Abastecimento de Água, Saneamento de Águas Residuais e de Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos. Tarifário dos Serviços de Abastecimento de Água, Saneamento de Águas Residuais e de Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos Secção I Abastecimento de Água Subsecção I Tarifas de Abastecimento de Água 1 - Utilizadores

Leia mais

EDITAL TARIFÁRIO DE ÁGUA

EDITAL TARIFÁRIO DE ÁGUA EDITAL ---------- DR. JOSÉ ARTUR FONTES CASCAREJO, Presidente da Câmara Municipal do Concelho de Alijó:------------------------------------------------------------------------------------------- ----------

Leia mais

JUNTAS DE FREGUESIA, INSTITUIÇÕES E AGREMIAÇÕES PRIVADAS DE BENEFICÊNCIA, CULTURAIS, DESPORTIVAS E OUTRAS DE INTERESSE PÚBLICO. Escalão único 2,1103

JUNTAS DE FREGUESIA, INSTITUIÇÕES E AGREMIAÇÕES PRIVADAS DE BENEFICÊNCIA, CULTURAIS, DESPORTIVAS E OUTRAS DE INTERESSE PÚBLICO. Escalão único 2,1103 ÁGUA* CONSUMO DE ÁGUA CONSUMO DOMÉSTICO 1º Escalão (0 5 m 3 /mês) 0,4578 2º Escalão (6 15 m 3 /mês) 0,8330 3º Escalão (16 a 25 m 3 /mês) 1,3841 4º Escalão (superior a 25 m 3 /mês) 2,2301 COMÉRCIO, INDÚSTRIA,

Leia mais

Regulamento relativo ao lançamento, liquidação e cobrança de taxas e tarifas devidas pela realização de serviços prestados na área de saneamento

Regulamento relativo ao lançamento, liquidação e cobrança de taxas e tarifas devidas pela realização de serviços prestados na área de saneamento Regulamento relativo ao lançamento, liquidação e cobrança de taxas e tarifas devidas pela realização de serviços prestados na área de saneamento básico. Nota justificativa O Regulamento de Liquidação e

Leia mais

CAPÍTULO VIII APROVEITAMENTO DE BENS DESTINADOS A UTILIZAÇÃO DO PÚBLICO

CAPÍTULO VIII APROVEITAMENTO DE BENS DESTINADOS A UTILIZAÇÃO DO PÚBLICO TABELA DE TAXAS E LICENÇAS CAPÍTULO VIII APROVEITAMENTO DE BENS DESTINADOS A UTILIZAÇÃO DO PÚBLICO Utilização das instalações do complexo municipal de piscinas de Santa Marta de Penaguião (Art. 5º do Regulamento

Leia mais

PROJECTO DA TABELA DE TAXAS

PROJECTO DA TABELA DE TAXAS MUNICÍPIO DE PAREDES DE COURA PROJECTO DA TABELA DE TAXAS E TARIFAS GERAIS Projecto de Tabela de s e Tarifas Gerais TAXAS CAPÍTULO I Serviços Diversos Serviços Administrativos 1. Averbamentos não referidos

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DE RECINTOS DE ESPECTÁCULOS E DIVERTIMENTOS PÚBLICOS

REGULAMENTO MUNICIPAL DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DE RECINTOS DE ESPECTÁCULOS E DIVERTIMENTOS PÚBLICOS REGULAMENTO MUNICIPAL DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DE RECINTOS DE ESPECTÁCULOS E DIVERTIMENTOS PÚBLICOS PREÂMBULO O regime jurídico geral aplicável aos recintos de espectáculos e divertimentos públicos

Leia mais

Câm ar a M uni c i pal do Bar r e i ro TARIFÁRIO 2015

Câm ar a M uni c i pal do Bar r e i ro TARIFÁRIO 2015 TARIFÁRIO 2015 1/7 TARIFÁRIO 2015 1. TARIFAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA 1.1 TARIFA VARIÁVEL 1º ESCALÃO 5 m 3 0,3317 /m³ 2º ESCALÃO > 5 m 3 e 15 m 3 0,6692 /m³ 3º ESCALÃO > 15 m 3 e 25 m 3 1,3384 /m³ 4º ESCALÃO

Leia mais

Município de Vieira do Minho

Município de Vieira do Minho Tarifário de água 2014 Tarifa variável ( /m3) 0 a 5 m3 0,6410 6 a 15 m3 0,8000 16-25 m3 1,0000 > 25 m3 2,3000 0 a 9999 m3 1,0000 1 a 9999 m3 1,0000 Tarifa Fixa ( /30 dias) Calibre do contador (mm) Valor

Leia mais

SERVIÇOS MUNICIPALIZADOS DA NAZARÉ PRECÁRIO DOS SERVIÇOS PRESTADOS PARA O ANO DE 2015 (Preços a vigorar entre 01 de Janeiro e 31 de Dezembro)

SERVIÇOS MUNICIPALIZADOS DA NAZARÉ PRECÁRIO DOS SERVIÇOS PRESTADOS PARA O ANO DE 2015 (Preços a vigorar entre 01 de Janeiro e 31 de Dezembro) (s a vigorar entre 01 de Janeiro e 31 de Dezembro) PREÇOS DOS SERVIÇOS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA, SANEAMENTO E GESTÃO DE RSU Escalão Água Saneamento RSU Doméstico 1º Escalão - 5m 3 / 30 dias 0,7291 0,6209-2º

Leia mais

REGULAMENTO E TABELA DE TAXAS, TARIFAS E PREÇOS (ALTERAÇÃO)

REGULAMENTO E TABELA DE TAXAS, TARIFAS E PREÇOS (ALTERAÇÃO) REGULAMENTO E TABELA DE TAXAS, TARIFAS E PREÇOS (ALTERAÇÃO) A - ALTERAÇÕES AO REGULAMENTO 1. Alteração do art.º 4º: Artigo 4º - Isenções 1- ( ) 2- ( ) 3- As entidades referidas em 1, através da apresentação

Leia mais

Municipio de Santa Marta de Penaguião

Municipio de Santa Marta de Penaguião Municipio de Santa Marta de Penaguião ALTERAÇÃO DO REGULAMENTO E TABELA DE TAXAS DO MUNICIPIO DE SANTA MARTA DE PENAGUIÃO (publicada no Diário da República II Série nº 203 de 19 de Outubro de 2010) ----

Leia mais

TAXAS MUNICIPAIS - TABELA DE TAXAS DE URBANISMO

TAXAS MUNICIPAIS - TABELA DE TAXAS DE URBANISMO TAXAS MUNICIPAIS - TABELA DE TAXAS DE URBANISMO Artigo 1.º Operação de loteamento a) - Apresentação do requerimento TAXA 113,53 b) Entrada do aditamento 40,54 c) Emissão do alvará 15,13 c.1) Acresce uma

Leia mais

Tabela de Taxas. Artigo 1.º Preparos

Tabela de Taxas. Artigo 1.º Preparos CAPÍTULO I SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS Artigo 10.º, alínea d), da Lei n.º 2/2007, de 15 de Janeiro e artigo 6.º, n.º 1, alínea b) da Lei n.º 53-E/2006, de 29 de Dezembro Artigo 1.º Preparos 1 - Podem ser

Leia mais

DECRETO-LEI Nº 207/94 DE 6 DE AGOSTO

DECRETO-LEI Nº 207/94 DE 6 DE AGOSTO Decreto-Lei n.º 207/94, de 6 de Agosto Sumário: Aprova o regime de concepção, instalação e exploração dos sistemas públicos e prediais de distribuição de água e drenagem de águas residuais. Texto: Os problemas

Leia mais

Tabela de Taxas e Licenças

Tabela de Taxas e Licenças Tabela de Taxas e Licenças CAPITULO I ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS 1. Certificações e/ou fotocópias autenticas-------------------------------------------------------------------5,00 (Acresce mais 1,10 por

Leia mais

Versão em vigor a partir de 21 de Março de 2012

Versão em vigor a partir de 21 de Março de 2012 Código Regulamentar do Município do Porto Anexo G_4 Tabela de Preços e Outras Receitas Municipais CAPÍTULO I SECRETARIA Artigo 1º Valores a cobrar pela prestação dos seguintes serviços: 1 - Afixação de

Leia mais

Abastecimento de Água

Abastecimento de Água AA Abastecimento de Água Tipo de cliente Doméstico Não doméstico IPSS's Autarquia 0 a 10 m3 0,6300 0 a 50 m3 0,9500 0 a 50 m3 0,9500 0,0500 11 a 20 m3 1,0000 51 a 80 m3 1,3000 51 a 80 m3 1,3000 0

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIANA ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Gabinete do Prefeito

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIANA ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 275/2014 Fixa os preços públicos dos serviços praticados pelas Secretarias Municipais para serviços públicos não-compulsórios, não submetidos à disciplina jurídica dos tributos, cuja natureza

Leia mais

MENOS PAPEL, MAIS AMBIENTE!

MENOS PAPEL, MAIS AMBIENTE! MENOS PAPEL, MAIS AMBIENTE! ÍNDICE PREÂMBULO...7 PARTE I -DISPOSIÇÕES COMUNS...8 CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES GERAIS...8 Artigo 1.º - Objecto...8 Artigo 2.º - Definições...8 Artigo 3.º - Âmbito de Aplicação...9

Leia mais

JUNTAS DE FREGUESIA, INSTITUIÇÕES E AGREMIAÇÕES PRIVADAS DE BENEFICÊNCIA, CULTURAIS, DESPORTIVAS E OUTRAS DE INTERESSE PÚBLICO. Escalão único 2,0524

JUNTAS DE FREGUESIA, INSTITUIÇÕES E AGREMIAÇÕES PRIVADAS DE BENEFICÊNCIA, CULTURAIS, DESPORTIVAS E OUTRAS DE INTERESSE PÚBLICO. Escalão único 2,0524 ÁGUA* CONSUMO DE ÁGUA CONSUMO DOMÉSTICO 1º Escalão (0 5 m 3 /mês) 0,4452 2º Escalão (6 15 m 3 /mês) 0,8101 3º Escalão (16 a 25 m 3 /mês) 1,3461 4º Escalão (superior a 25 m 3 /mês) 2,1690 COMÉRCIO, INDÚSTRIA,

Leia mais

JORNAL OFICIAL. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Sexta-feira, 14 de novembro de 2014. Série. Número 175

JORNAL OFICIAL. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Sexta-feira, 14 de novembro de 2014. Série. Número 175 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA JORNAL OFICIAL Sexta-feira, 14 de novembro de 2014 Série Sumário VICE-PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL E SECRETARIA REGIONAL DO PLANO E FINANÇAS Portaria n.º 197/2014 INTEMP.FEV/2010

Leia mais

REGULAMENTO DO PAVILHÃO DE DESPORTOS 1 I DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DO PAVILHÃO DE DESPORTOS 1 I DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO DO PAVILHÃO DE DESPORTOS 1 I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º - O Pavilhão de Desportos é propriedade da Câmara Municipal de Vila do Conde e tem como finalidade a prestação de serviços à população

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO ÀS ENTIDADES DESPORTIVAS

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO ÀS ENTIDADES DESPORTIVAS REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO ÀS ENTIDADES DESPORTIVAS Critérios específicos de apoio para época desportiva 2011/2012 Introdução O Regulamento n.º 635/2010 Regulamento Municipal de Apoio às Entidades

Leia mais

Orçamento Inicial para 2010

Orçamento Inicial para 2010 RECEITAS Económica Designação Previsão RECEITAS CORRENTES 7.527.796,00 01 Impostos directos 791.550,00 0102 Outros 791.550,00 010202 Imposto municipal sobre imóveis 230.000,00 010203 Imposto único de circulação

Leia mais

E N T I D A D E EXECUÇÃO DO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS ANO CONTABILÍSTICO 2008 MUNICIPIO DE REDONDO. Pagina : 1

E N T I D A D E EXECUÇÃO DO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS ANO CONTABILÍSTICO 2008 MUNICIPIO DE REDONDO. Pagina : 1 Pagina : 1 1. Funções gerais 610.500,00 610.500,00 334.850,49 334.850,49 54.85 54.85 1.1. Serviços gerais de administração pública 525.500,00 525.500,00 334.640,59 334.640,59 63.68 63.68 1.1.1. Administracao

Leia mais

O complexo das Piscinas Municipais de Pombal inclui as seguintes instalações:

O complexo das Piscinas Municipais de Pombal inclui as seguintes instalações: I DISPOSIÇÕES GERAIS Preâmbulo O presente regulamento estabelece as normas gerais e as condições de cedência e utilização do complexo de piscinas municipais de Pombal, subordinando-se às disposições legais

Leia mais

Município Marinha Grande

Município Marinha Grande Município Marinha Grande ORÇAMENTO DA RECEITA PÁGINA : 1 R E C E I T A S C O R R E N T E S 18.923.350,71 01 IMPOSTOS DIRECTOS 7.173.657,00 01.02 OUTROS 7.173.657,00 01.02.02 IMPOSTO MUNICIPAL SOBRE IMÓVEI

Leia mais

PREÂMBULO. Artigo 1.º Competências para o tratamento da rede de efluentes

PREÂMBULO. Artigo 1.º Competências para o tratamento da rede de efluentes PREÂMBULO O sistema de tratamento de efluentes domésticos, comerciais e industriais a jusante do sistema de captação tratamento e armazenamento de água potável, tem vindo a ser implementado de acordo com

Leia mais

TARIFÁRIO PARA 2013 CARTAGUA, ÁGUAS DO CARTAXO, S.A.

TARIFÁRIO PARA 2013 CARTAGUA, ÁGUAS DO CARTAXO, S.A. CARTAGUA, ÁGUAS DO CARTAXO, S.A. TARIFÁRIO PARA 2013 O presente tarifário está de acordo com o adicional ao protocolo aprovado relativo à aplicação do tarifário dos serviços de água e saneamento do Cartaxo

Leia mais

Última alteração 03-12-2009

Última alteração 03-12-2009 01 Impostos directos * 01 02 Outros 01 02 02 Imposto municipal sobre imóveis * 01 02 03 Imposto único de circulação 01 02 04 Imposto municipal sobre as transacções onerosas de imóveis 01 02 05 Derrama

Leia mais

PROJETO de REGULAMENTO DE APOIOS SOCIAIS DO MUNICÍPIO DE IDANHA-A-NOVA

PROJETO de REGULAMENTO DE APOIOS SOCIAIS DO MUNICÍPIO DE IDANHA-A-NOVA Município de Idanha-a-Nova Contribuinte 501 121 030 PROJETO de REGULAMENTO DE APOIOS SOCIAIS DO MUNICÍPIO DE IDANHA-A-NOVA A Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, pretende implementar medidas de apoio social

Leia mais

Regulamento e Tabela Geral de Taxas, Licenças e Emolumentos

Regulamento e Tabela Geral de Taxas, Licenças e Emolumentos 1 INDICE o CAPITULO I DISPOSIÇÕES GERAIS; pág. Objecto (Artigo 1.º).. 3 Sujeitos (Artigo 2.º).. 3 Isenções (Artigo 3.º)..... 3/4 o CAPITULO II TAXAS; Taxas (Artigo 4.º)... 4/5 Fundamentação (Artigo 5.º)...

Leia mais

1 Freguesia de Seixas CONCELHO DE CAMINHA

1 Freguesia de Seixas CONCELHO DE CAMINHA 1 Freguesia de Seixas 2 Freguesia de Seixas REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS Em conformidade com o disposto nas alíneas d) e j) do nº 2 do artigo 17, conjugada com a alínea b) do nº 5 do artigo nº 34

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE MEALHADA TABELA DE PREÇOS DO MUNICÍPIO DE MEALHADA

CÂMARA MUNICIPAL DE MEALHADA TABELA DE PREÇOS DO MUNICÍPIO DE MEALHADA CÂMARA MUNICIPAL DE MEALHADA TABELA DE PREÇOS DO MUNICÍPIO DE MEALHADA Dezembro de 2009 Índice I PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS GERAIS... 4 II ABASTECIMENTO DE ÁGUA, SANEAMENTO E RESÍDUOS SÓLIDOS... 4 1. Preço

Leia mais

ENTIDADE DOTAÇÕES INICIAIS CÓDIGOS D E S I G N A Ç Ã O M O N T A N T E

ENTIDADE DOTAÇÕES INICIAIS CÓDIGOS D E S I G N A Ç Ã O M O N T A N T E PÁGINA : 1 R E C E I T A S C O R R E N T E S 10.964.290,82 01 IMPOSTOS DIRECTOS 3.660.000,00 01.02 3.660.000,00 01.02.02 IMPOSTO MUNICIPAL SOBRE IMÓVEIS 1.900.000,00 01.02.03 IMPOSTO MUNICIPAL SOBRE VEÍCULOS

Leia mais

SOCIEDADE MARTINS SARMENTO REGULAMENTO DA BIBLIOTECA PÚBLICA

SOCIEDADE MARTINS SARMENTO REGULAMENTO DA BIBLIOTECA PÚBLICA SOCIEDADE MARTINS SARMENTO REGULAMENTO DA BIBLIOTECA PÚBLICA A Biblioteca da Sociedade Martins Sarmento (SMS) existe desde 1882. Possui um vasto acervo bibliográfico, onde avulta um riquíssimo Fundo Local,

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO A Câmara Municipal de Serpa no âmbito da sua politica para as áreas sócio-cultural e desportiva, considera o movimento associativo como parceiro

Leia mais

Documentos de Prestação de Contas

Documentos de Prestação de Contas Documentos de Prestação de Contas E DOCUMENTOS ANEXOS Segundo a Resolução nº04/2001-2ª Secção APROVAÇÃO Câmara Municipal - Reunião de / / Assembleia Municipal - Sessão de / / ACÓRDÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS

Leia mais

Fotocópias (a) Cine-Teatro (a) Piscinas (a) Piscina Coberta TABELA DE PREÇOS 2010

Fotocópias (a) Cine-Teatro (a) Piscinas (a) Piscina Coberta TABELA DE PREÇOS 2010 Fotocópias (a) TABELA DE PREÇOS 2010 - formato A4 (a preto e branco) 0,15 - formato A4 (a cores) 0,60 - formato A3 (a preto e branco) 0,25 - formato A3 (a cores) 0,85 Cine-Teatro (a) a)cinema (a) 2,50

Leia mais

REGULAMENTO DAS ZONAS E PARQUES DE ESTACIONAMENTO DE DURAÇÃO LIMITADA 1. Preâmbulo

REGULAMENTO DAS ZONAS E PARQUES DE ESTACIONAMENTO DE DURAÇÃO LIMITADA 1. Preâmbulo REGULAMENTO DAS ZONAS E PARQUES DE ESTACIONAMENTO DE DURAÇÃO LIMITADA 1 Preâmbulo A circulação automóvel está indissociavelmente ligada à questão do estacionamento. A concentração de um conjunto de serviços

Leia mais

Fluxos de Caixa. Recebimentos

Fluxos de Caixa. Recebimentos Recebimentos Saldo da Gerência Anterior 393.778,77 Total das Receitas Orçamentais Execução Orçamental 263.966,97 Operações de Tesouraria 129.811,80 16.355.231,25 Receitas Correntes 12.596.773,53 01 Impostos

Leia mais

Fluxos de Caixa. Recebimentos

Fluxos de Caixa. Recebimentos Recebimentos Saldo da Gerência Anterior 310.276,31 Total das Receitas Orçamentais Execução Orçamental 103.137,41 Operações de Tesouraria 207.138,90 6.794.667,86 Receitas Correntes 5.881.296,87 01 Impostos

Leia mais

REGULAMENTO E TABELA DE TAXAS E LICENÇAS

REGULAMENTO E TABELA DE TAXAS E LICENÇAS REGULAMENTO E TABELA DE TAXAS E LICENÇAS PREÂMBULO A Lei nº 53-E/2006, de 29 de Dezembro, aprovou o regime das taxas das Autarquias Locais e determina que o regulamento de taxas tem obrigatoriamente que

Leia mais

UNIÃO DAS FREGUESIAS DE BELVER E MOGO DE MALTA

UNIÃO DAS FREGUESIAS DE BELVER E MOGO DE MALTA REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS Preâmbulo A Lei nº 53-E/2006, de 29 de Dezembro, aprovou o regime das taxas das Autarquia Locais. Assim, considerando o exercício do poder tributário da Freguesia e

Leia mais

REGULAMENTO 10 KM EDP DISTRIBUIÇÃO (CORRIDA)

REGULAMENTO 10 KM EDP DISTRIBUIÇÃO (CORRIDA) REGULAMENTO 10 KM EDP DISTRIBUIÇÃO (CORRIDA) 1. PARTICIPAÇÃO Podem participar atletas populares e federados masculinos e femininos desde que se encontrem de boa saúde e em boa condição física. A condição

Leia mais

Regulamento de Actividade de Comércio a Retalho exercida pelos Feirantes na Área do Município do Sabugal

Regulamento de Actividade de Comércio a Retalho exercida pelos Feirantes na Área do Município do Sabugal Regulamento de Actividade de Comércio a Retalho exercida pelos Feirantes na Área do Município do Sabugal Preâmbulo A regulamentação municipal sobre a actividade de comércio a retalho exercida por feirantes

Leia mais

REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS FREGUESIA DE PALHAÇA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS. Artigo 1.º Objecto. Artigo 2.º Sujeitos. Artigo 3.

REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS FREGUESIA DE PALHAÇA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS. Artigo 1.º Objecto. Artigo 2.º Sujeitos. Artigo 3. REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS FREGUESIA DE PALHAÇA Em conformidade com o disposto nas alíneas d) e j) do n.º 2 do artigo 17.º, conjugada com a alínea b) do n.º 5 do artigo 34.º da Lei das Autarquias

Leia mais

PREÇOS A COBRAR POR SERVIÇOS PRESTADOS

PREÇOS A COBRAR POR SERVIÇOS PRESTADOS PREÇOS A COBRAR POR SERVIÇOS PRESTADOS DESCRIÇÃO Valor em Euros CAPÍTULO I - SERVIÇOS DIVERSOS 1 - Chamadas telefónicas - por impulso 0,13 2 - Fornecimento de Livro de Obra 11,47 3 - Fornecimento de Aviso

Leia mais

1. COMPLEXO DE PISCINAS MUNICIPAIS DE CASTELO BRANCO

1. COMPLEXO DE PISCINAS MUNICIPAIS DE CASTELO BRANCO TARIFÁRIO 2011 (1.ª alteração) Agosto de 2011 Aprovado pela Câmara Municipal de Castelo Branco, na reunião de 02/09/2011 1. COMPLEXO DE PISCINAS MUNICIPAIS DE CASTELO BRANCO 1.1. PISCINA PRAIA Ingresso

Leia mais

REGULAMENTO TABELA GERAL DE TAXAS UNIÃO DE FREGUESIAS RAMADA E CANEÇAS

REGULAMENTO TABELA GERAL DE TAXAS UNIÃO DE FREGUESIAS RAMADA E CANEÇAS REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS DA UNIÃO DE FREGUESIAS DE RAMADA E CANEÇAS PARA 2015 REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS DA UNIÃO DE FREGUESIAS DE RAMADA E CANEÇAS PREÂMBULO A Lei nº 53-E/2006, de

Leia mais

Enquadramento Fiscal dos Advogados em. sede de IRS, IVA e segurança social

Enquadramento Fiscal dos Advogados em. sede de IRS, IVA e segurança social Enquadramento Fiscal dos Advogados em sede de IRS, IVA e segurança social Fiscalidade IVA / IRS / Segurança social Março 2015 1 IAE -Instituto dos Advogados de Empresa da Ordem dos Advogados 1 Formas de

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE RIBEIRA GRANDE EDITAL PUBLICIDADE DAS DELIBERAÇÕES

CÂMARA MUNICIPAL DE RIBEIRA GRANDE EDITAL PUBLICIDADE DAS DELIBERAÇÕES CÂMARA MUNICIPAL DE RIBEIRA GRANDE EDITAL PUBLICIDADE DAS DELIBERAÇÕES RICARDO JOSÉ MONIZ DA SILVA, Presidente da Câmara Municipal de Ribeira Grande, no uso da competência que lhe confere a alínea v) do

Leia mais

REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS DA FREGUESIA DE GUADALUPE (Aprovado em Reunião ordinária a 26 de Abril de 2011)

REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS DA FREGUESIA DE GUADALUPE (Aprovado em Reunião ordinária a 26 de Abril de 2011) Junta de Freguesia de Guadalupe REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS DA FREGUESIA DE GUADALUPE (Aprovado em Reunião ordinária a 26 de Abril de 2011) PREÂMBULO A Lei nº 53-E/2006, de 29 de Dezembro, aprovou

Leia mais

M A R I N A D E A L B U F E I R A A L B U M A R I N A - S O C I E D A D E G E S T O R A D E M A R I N A S S. A REGULAMENTO INTERNO

M A R I N A D E A L B U F E I R A A L B U M A R I N A - S O C I E D A D E G E S T O R A D E M A R I N A S S. A REGULAMENTO INTERNO M A R I N A D E A L B U F E I R A A L B U M A R I N A - S O C I E D A D E G E S T O R A D E M A R I N A S S. A REGULAMENTO INTERNO DO EXERCÍCIO DA ACTIVIDADE MARITIMO TURÍSTICA NA Índice Capitulo I Disposições

Leia mais

MUNICíPIO DE MORTÁGUA

MUNICíPIO DE MORTÁGUA MUNICíPIO DE MORTÁGUA Opções do Plano Orçamento MUNICíPIO DE MORTÁGUA Opções do Plano Município Mortágua Grans Opções do Plano do ano (valores em euros) Obj. Prog. Projecto Ano / Nº Acção Código Classificação

Leia mais

Tarifário para 2013. Tarifário para 2013

Tarifário para 2013. Tarifário para 2013 Tarifário para 2013 Novembro de 2012 Página 1 de 12 Índice Tarifas de Abastecimento... 3 Tarifas de Saneamento... 4 Outros serviços de abastecimento... 5 Outros serviços de saneamento... 6 Processos de

Leia mais

Junta de Freguesia de Arrifana. Capítulo I. Disposições Gerais. Artigo 1.º. Objeto. Artigo 2.º. Sujeitos. Artigo 3.º. Isenções

Junta de Freguesia de Arrifana. Capítulo I. Disposições Gerais. Artigo 1.º. Objeto. Artigo 2.º. Sujeitos. Artigo 3.º. Isenções Capítulo I Disposições Gerais 1 Artigo 1.º Objeto 1. O presente Regulamento e Tabelas Anexas têm por finalidade fixar os quantitativos a cobrar por todas as atividades da Junta de Freguesia no que se refere

Leia mais

MUNICIPIO DE ILHAVO DO ANO 2010

MUNICIPIO DE ILHAVO DO ANO 2010 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 1.851.000,00 1.851.000,00 860.000,00 280.000,00 2.991.000,00 1.1. Serviços gerais de administração pública 1.601.000,00 1.601.000,00 610.000,00 2.241.000,00 1.1.1. 1.1.1.1.

Leia mais

Município de Ourique Resumo Orçamental das Grandes Opções do Plano para 2013

Município de Ourique Resumo Orçamental das Grandes Opções do Plano para 2013 0102 020214 Estudos, pareceres, projectos e consultadoria 1 1.1 2010/5007 Agenda 21-Local 1 1.2 2011/5005 Plano Municipal de Emergência-Protecção Civil 6.000,00 6.000,00 0102 020225 s serviços 1 1.1 2012/5001

Leia mais

TABELA DE URBANIZAÇÃO EDIFICAÇÃO E TAXAS

TABELA DE URBANIZAÇÃO EDIFICAÇÃO E TAXAS TABELA DE URBANIZAÇÃO EDIFICAÇÃO E TAXAS Descrição Taxa proposta (em euros) TABELA ANEXA QUADRO I Taxa devida pela emissão de alvará de licença ou admissão de comunicação prévia de loteamento e obras de

Leia mais

REGULAMENTO DAS ZONAS DE ESTACIONAMENTO DE DURAÇÃO LIMITADA

REGULAMENTO DAS ZONAS DE ESTACIONAMENTO DE DURAÇÃO LIMITADA REGULAMENTO DAS ZONAS DE ESTACIONAMENTO DE DURAÇÃO LIMITADA Praça da República 7150-249 Borba Telf.: 268 891 630 Fax: 268 894 806 balcaounico@cm-borba.pt www.cm-borba.pt Contribuinte n.º 503 956 546 REGULAMENTO

Leia mais

DOTAÇÕES INICIAIS DO ANO 2013 RECEITAS MONTANTE DESPESAS MONTANTE

DOTAÇÕES INICIAIS DO ANO 2013 RECEITAS MONTANTE DESPESAS MONTANTE R E S U M O D O O R Ç A M E N T O ENTIDADE SERVIÇOS MUNICIPALIZADOS DAS CALDAS DA RAINHA DOTAÇÕES INICIAIS DO ANO RECEITAS MONTANTE DESPESAS MONTANTE Correntes... 6.949.000,00 Correntes... 5.808.050,00

Leia mais

Projeto de REGULAMENTO DA TABELA DE TAXAS E LICENÇAS DA FREGUESIA DE CEDOVIM

Projeto de REGULAMENTO DA TABELA DE TAXAS E LICENÇAS DA FREGUESIA DE CEDOVIM Projeto de REGULAMENTO DA TABELA DE TAXAS E LICENÇAS DA FREGUESIA DE CEDOVIM Pagina 1 de 15 Projeto de REGULAMENTO E TABELA DE TAXAS E LICENÇAS DA FREGUESIA DE CEDOVIM PREÂMBULO Conforme o disposto nas

Leia mais

ANO 2006 ENTIDADE CMVM - MUNICIPIO DE VIEIRA DO MINHO PÁG. 1. (1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) ( 10 = 7-9 ) (11=4+5-6-7) (12)a

ANO 2006 ENTIDADE CMVM - MUNICIPIO DE VIEIRA DO MINHO PÁG. 1. (1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) ( 10 = 7-9 ) (11=4+5-6-7) (12)a MAPA DO CONTROLO ORÇAMENTAL DA RECEITA ANO 2006 ENTIDADE CMVM - MUNICIPIO DE VIEIRA DO MINHO PÁG. 1 CLA SIFICAÇÃO ECONÓMICA PREVISÕES RECEITAS POR RECEITAS LIQUIDAÇÕES RECEITAS REEMBOLSOS/RESTITUIÇÕES

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DO PARQUE DE CAMPISMO MUNICIPAL

REGULAMENTO INTERNO DO PARQUE DE CAMPISMO MUNICIPAL REGULAMENTO INTERNO DO PARQUE DE CAMPISMO MUNICIPAL Os parques de campismo são empreendimentos turísticos definidos no Decreto- lei nº 39/2008, de 7 de março alterado pelo Decreto-Lei nº 228/2009, de 14

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIOS AO ASSOCIATIVISMO

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIOS AO ASSOCIATIVISMO REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIOS AO ASSOCIATIVISMO (Aprovado na 6ª Reunião Ordinária de Câmara Municipal realizada em 18 de Março de 2003, na 2ª Sessão Extraordinária de Assembleia Municipal, realizada

Leia mais

NORMA TÉCNICA LICENCIAMENTO

NORMA TÉCNICA LICENCIAMENTO ELEMENTOS ANEXOS PARA A INSTRUÇÃO DE PEDIDO DE 1. PEDIDO DE DE OPERAÇÃO DE LOTEAMENTO 2. PEDIDO DE ALTERAÇÃO À LICENÇA DE LOTEAMENTO 3. PEDIDO DE DE OBRAS DE URBANIZAÇÃO 4. PEDIDO DE DE OBRAS DE EDIFICAÇÃO

Leia mais

Âmbito. 2 - Um «transportador» é qualquer pessoa física ou jurídica ou qualquer empresa autorizada, quer na República Portuguesa, quer na

Âmbito. 2 - Um «transportador» é qualquer pessoa física ou jurídica ou qualquer empresa autorizada, quer na República Portuguesa, quer na Decreto do Governo n.º 18/86 Acordo entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da República Federal da Áustria Relativo ao Transporte Rodoviário Internacional de Passageiros e Mercadorias O Governo

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DE ESTABELECIMENTOS DE ALOJAMENTO LOCAL

REGULAMENTO MUNICIPAL DE ESTABELECIMENTOS DE ALOJAMENTO LOCAL REGULAMENTO MUNICIPAL DE ESTABELECIMENTOS DE ALOJAMENTO LOCAL PREÂMBULO O Decreto-lei nº 39/2008, de 7 de Março, aprovou o regime jurídico da instalação, exploração e funcionamento dos empreendimentos

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DA MARINHA GRANDE

CÂMARA MUNICIPAL DA MARINHA GRANDE CÂMARA MUNICIPAL DA MARINHA GRANDE REGULAMENTO DE DRENAGEM PÚBLICA E PREDIAL DE ÁGUAS RESIDUAIS E DE EVACUAÇÃO DE EFLUENTES DO CONCELHO DA MARINHA GRANDE NOTA JUSTIFICATIVA As Normas Regulamentares para

Leia mais

CAPITÚLO I. Disposições Gerais. Artigo 1.º. Objectivo e âmbito de aplicação

CAPITÚLO I. Disposições Gerais. Artigo 1.º. Objectivo e âmbito de aplicação CAPITÚLO I Disposições Gerais Artigo 1.º Objectivo e âmbito de aplicação O presente regulamento estabelece as normas a respeitar pelos empreiteiros e com coresponsabilidade do(s) responsável(eis) pela

Leia mais

FREGUESIA DE PORTO JUDEU Pessoa Colectiva N.º 512 042 926 JUNTA DE FREGUESIA Regulamento das taxas da Freguesia do Porto Judeu 1de 15 págs

FREGUESIA DE PORTO JUDEU Pessoa Colectiva N.º 512 042 926 JUNTA DE FREGUESIA Regulamento das taxas da Freguesia do Porto Judeu 1de 15 págs Regulamento das taxas da Freguesia do Porto Judeu 1de 15 págs PREÂMBULO A Lei nº 53-E/2006, de 29 de Dezembro, aprovou o regime das taxas das Autarquias Locais e determina que o regulamento de taxas tem

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO E FINANCIAMENTO DO ASSOCIATIVISMO DESPORTIVO

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO E FINANCIAMENTO DO ASSOCIATIVISMO DESPORTIVO MUNICÍPIO DE S. PEDRO DO SUL GABINETE DE DESPORTO REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO E FINANCIAMENTO DO ASSOCIATIVISMO DESPORTIVO REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO E FINANCIAMENTO DO ASSOCIATIVISMO DESPORTIVO

Leia mais

INTERFURNITURE 2012. Acção Avignon 12 a 14 de Fevereiro de 2012. Formulário de Inscrição. Nome da empresa: Marca Pessoa de Contacto

INTERFURNITURE 2012. Acção Avignon 12 a 14 de Fevereiro de 2012. Formulário de Inscrição. Nome da empresa: Marca Pessoa de Contacto INTERFURNITURE 2012 Acção Avignon 12 a 14 de Fevereiro de 2012 Formulário de Inscrição DADOS EMPRESA Nome da empresa: Marca Pessoa de Contacto CAE (Ver. 3): NIF: Postos de trabalho: Freguesia: Concelho:

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DE TRÂNSITO DO CONCELHO DE ALJUSTREL NOTA JUSTIFICATIVA

REGULAMENTO MUNICIPAL DE TRÂNSITO DO CONCELHO DE ALJUSTREL NOTA JUSTIFICATIVA REGULAMENTO MUNICIPAL DE TRÂNSITO DO CONCELHO DE ALJUSTREL NOTA JUSTIFICATIVA Atendendo ao aumento de número de viaturas em circulação, à alteração da circulação em algumas vias e locais, à existência

Leia mais

REGULAMENTO E TABELA DE TAXAS E LICENÇAS DA FREGUESIA DE CALVOS PÓVOA DE LANHOSO

REGULAMENTO E TABELA DE TAXAS E LICENÇAS DA FREGUESIA DE CALVOS PÓVOA DE LANHOSO REGULAMENTO E TABELA DE TAXAS E LICENÇAS DA FREGUESIA DE CALVOS PÓVOA DE LANHOSO Conforme o disposto nas alíneas d) e j) do n.º 2 do artigo 17.º, conjugado com a alínea b) do n.º 5 do art.º 34.º da Lei

Leia mais

PROJETO DE REGULAMENTO DO PAVILHÃO GIMNODESPORTIVO NORMA JUSTIFICATIVA

PROJETO DE REGULAMENTO DO PAVILHÃO GIMNODESPORTIVO NORMA JUSTIFICATIVA PROJETO DE REGULAMENTO DO PAVILHÃO GIMNODESPORTIVO NORMA JUSTIFICATIVA O Pavilhão Gimnodesportivo Municipal, constituído pelo recinto de jogos principal, ginásio e sala de musculação, é propriedade da

Leia mais

PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS

PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS Datas Despesas Anos Seguintes 1. FUNÇÕES GERAIS 938.000 688.000 250.000 125.786 108.000 1.171.786 1.1 SERVIÇOS GERAIS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 938.000 688.000 250.000 125.786 108.000 1.171.786 1.1.1 ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE MONTIJO ÍNDICE

CÂMARA MUNICIPAL DE MONTIJO ÍNDICE ÍNDICE PROJECTO DE REGULAMENTO MUNICIPAL DE REMOÇÃO DE VEÍCULOS ABANDONADOS... 3 NOTA JUSTIFICATIVA... 3 CAPÍTULO I... 4 ÂMBITO DE APLICAÇÃO... 4 Artigo 1º - Âmbito de aplicação... 4 Artigo 2º- Lei habilitante...

Leia mais

Município de Mortágua

Município de Mortágua Município de Mortágua Documentos de Prestação de Contas Balanço Demonstração de Resultados Mapas de Execução Orçamental Anexos às Demonstrações Financeiras Relatório de Gestão 2004 Índice Índice: 5. Balanço

Leia mais

Guia Técnico para Projetos Particulares

Guia Técnico para Projetos Particulares 1. OBJETIVO Esta especificação decorre da instrução de trabalho IT045 e tem como objetivo definir a forma como devem ser instruídos os projetos particulares de redes de abastecimento de água, e de drenagem

Leia mais

Junta de Freguesia de S. Victor Município de Braga Regulamento Geral de Taxas e Licenças

Junta de Freguesia de S. Victor Município de Braga Regulamento Geral de Taxas e Licenças Junta de Freguesia de S. Victor Município de Braga Regulamento Geral de Taxas e Licenças da Freguesia de S. Victor 1 REGULAMENTO GERAL DE TAXAS E LICENÇAS FREGUESIA DE S. VICTOR Em conformidade com o disposto

Leia mais

REGULAMENTO DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E DE DRENAGEM DE ÁGUAS RESIDUAIS DO MUNICÍPIO DE ESPOSENDE

REGULAMENTO DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E DE DRENAGEM DE ÁGUAS RESIDUAIS DO MUNICÍPIO DE ESPOSENDE REGULAMENTO DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E DE DRENAGEM DE ÁGUAS RESIDUAIS DO MUNICÍPIO DE ESPOSENDE RAADAR.1.00 1 / 49 PREÂMBULO E LEGISLAÇÃO HABILITANTE...5 CAPÍTULO I...6 DISPOSIÇÕES GERAIS...6 Objecto...6

Leia mais

REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS DA FREGUESIA DE NEIVA

REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS DA FREGUESIA DE NEIVA REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS DA FREGUESIA DE NEIVA Í N D I C E Preâmbulo Regulamento Capítulo I Disposições Gerais Capítulo II Taxas Capítulo III Liquidação Capítulo IV - Disposições Gerais Anexo

Leia mais

REGULAMENTO 5 CUMES. 2. Existirão em simultâneo 3 provas com 3 distâncias diferentes, com as seguintes denominações:

REGULAMENTO 5 CUMES. 2. Existirão em simultâneo 3 provas com 3 distâncias diferentes, com as seguintes denominações: REGULAMENTO 5 CUMES Organização 1. Os 5 cumes de Barcelos é organizado e promovido pelos Amigos da Montanha Associação de Montanhismo de Barcelinhos (Instituição de Utilidade Pública) e realiza-se no dia

Leia mais

TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS. Capitulo I Disposições gerais

TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS. Capitulo I Disposições gerais 1 TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Capitulo I Disposições gerais Artigo 1º Objecto O presente regulamento estabelece a metodologia de Cálculo, Revisão e Ajuste do tarifário para o serviço de Transporte Colectivo

Leia mais

Freguesia. Foz do Arelho. Município de Caldas da Rainha ORÇAMENTO RECEITA E DESPESA PARA O ANO FINANCEIRO DE 2003 APROVADO

Freguesia. Foz do Arelho. Município de Caldas da Rainha ORÇAMENTO RECEITA E DESPESA PARA O ANO FINANCEIRO DE 2003 APROVADO Freguesia de Foz do Arelho Município de Caldas da Rainha ORÇAMENTO DA RECEITA E DESPESA PARA O ANO FINANCEIRO DE 2003 APROVADO PELA JUNTA DE FREGUESIA Em reunião de PELA ASSEMBLEIA DE FREGUESIA Em sessão

Leia mais

DIREÇÃO DE SERVIÇOS DE DOCUMENTAÇÃO E ARQUIVO UNIDADE DE VALORIZAÇÃO DO TEATRO THALIA. Regulamento de cedência e utilização.

DIREÇÃO DE SERVIÇOS DE DOCUMENTAÇÃO E ARQUIVO UNIDADE DE VALORIZAÇÃO DO TEATRO THALIA. Regulamento de cedência e utilização. DIREÇÃO DE SERVIÇOS DE DOCUMENTAÇÃO E ARQUIVO UNIDADE DE VALORIZAÇÃO DO TEATRO THALIA Regulamento de cedência e utilização Secção Iª Disposições Gerais Artigo 1º Objeto O presente regulamento tem por finalidade

Leia mais

8.2.1 Disposições do Plano Oficial de Contabilidade (POCAL) e Derrogações

8.2.1 Disposições do Plano Oficial de Contabilidade (POCAL) e Derrogações NOTAS AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS Introdução: As notas que a seguir se apresentam visam facultar aos órgãos autárquicos a informação necessária ao exercício das suas competências, permitindo

Leia mais

TAXAS DE CEDÊNCIA E PUBLICAÇÃO DE IMAGENS CUSTOS DE PESSOAL E MATERIAIS UTILIZADOS

TAXAS DE CEDÊNCIA E PUBLICAÇÃO DE IMAGENS CUSTOS DE PESSOAL E MATERIAIS UTILIZADOS Anexo 1 Taxas de acesso e utilização CUSTOS DE PESSOAL E MATERIAIS UTILIZADOS Digitalização para CD-ROM Digitalização 10.00 Acrescido do custo de cedência de imagem Utilização de carros eléctricos em movimento

Leia mais

Mapa de Fluxos de Caixa

Mapa de Fluxos de Caixa RECEBIMENTOS Saldo da Gerência Anterior 1.243.835,16 Execução Orçamental 1.090.463,60 Operações de Tesouraria 153.371,56 Receitas Orçamentais 18.346.140,09 01 IMPOSTOS DIRECTOS 4.120.643,81 0102 Outros

Leia mais

Junta de Freguesia de Vila Nova de Anha EDITAL TABELA DE TAXAS ANEXO I SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS. (Índice 269 5,80 /hora) SERVIÇO DE SECRETARIA

Junta de Freguesia de Vila Nova de Anha EDITAL TABELA DE TAXAS ANEXO I SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS. (Índice 269 5,80 /hora) SERVIÇO DE SECRETARIA Junta de Freguesia de Vila Nova de Anha EDITAL RUI JORGE RIBEIRO MARTINS DE MATOS, PRESIDENTE DA JUNTA DE FREGUESIA DE VILA NOVA DE ANHA, VEM NOS TERMOS E PARA OS DEVIDOS EFEITOS AFIXAR AS TAXAS A SEREM

Leia mais

Nome. Morada. Freguesia Código Postal - E-Mail. Na qualidade de: Proprietário Outra (indique qual)

Nome. Morada. Freguesia Código Postal - E-Mail. Na qualidade de: Proprietário Outra (indique qual) DEPARTAMENTO TÉCNICO DIVISÃO DE PLANEAMENTO E ADMINISTRAÇÃO URBANÍSTICA Exmo. Senhor Presidente da Câmara Municipal de Moura PEDIDO DE APROVAÇÃO DOS PROJECTOS DE OBRAS DE URBANIZAÇÃO APRESENTAÇÃO DA COMUNICAÇÃO

Leia mais

Regulamento e Tabela Geral de Taxas e Licenças

Regulamento e Tabela Geral de Taxas e Licenças Freguesia de Marmelete - Junta de Freguesia - Regulamento e Tabela Geral de Taxas e Licenças Nota Justificativa Considerando o exercício do poder tributário da Freguesia e a entrada em vigor da Lei das

Leia mais

Tarifário autarquias/instituições/associações (artigo 121.º R.S.A.P.A. Saneam. Águas Res. Urb.) Escalão único..

Tarifário autarquias/instituições/associações (artigo 121.º R.S.A.P.A. Saneam. Águas Res. Urb.) Escalão único.. 1 - Abastecimento de água 1.1 Tarifa variável - por m 3 Tarifário doméstico (artigo 108.º Reg. Serv. Abast. Público Água Saneam. Águas Res. Urb.) 1.º escalão (0 a 5 m 3 ).. 0,3546 (a) 2.º escalão (5 a

Leia mais