2) Meios de Transmissão. 1) Conceitos Gerais. 4) Hardware de Comunicação. 3) Topologias e Arquiteturas. 6) Formas de acesso à Internet

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "2) Meios de Transmissão. 1) Conceitos Gerais. 4) Hardware de Comunicação. 3) Topologias e Arquiteturas. 6) Formas de acesso à Internet"

Transcrição

1 Informática para Concursos Marcelo Andrade Conteúdo da Aula 1) Conceitos Gerais 2) Meios de Transmissão 3) Topologias e Arquiteturas 4) Hardware de Comunicação 5) Protocolos e 6) Formas de acesso à Internet 1

2 1) Conceitos Gerais REDE DE COMPUTADORES Estrutura física e lógica que permite a conexão de computadores, com a finalidade de troca de informações e compartilhamento de recursos. Rede de Computadores 2

3 Internet O conjunto das redes interligadas por roteadores, utilizando o protocolo TCP/IP. (NCE) INTER NET = inter redes Rede MUNDIAL de computadores. Possui backbones espalhados pelo mundo (redes de alta velocidade ligando grandes empresas de telecomunicações) No Brasil, os dois principais backbones são o comercial, mantido pela Embratel, e o governamental da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) Intranet É uma rede privada que se baseia na mesma tecnologia da Internet, mas que é utilizada para agilizar e incrementar a comunicação e a produtividade dentro de uma empresa. (ESAF 2005) Uma Intranet é uma rede privada interna baseada na tecnologia da Internet. (FCC 2005) 3

4 Extranet Intranet que possibilita acesso remoto. VPN (virtual private network) Uma Rede Privada Virtual é um tunelamento, que permite a utilização de uma rede pública (Internet) para o tráfego de informações privadas entre duas intranets, usando a criptografia para garantir a segurança das informações que trafegam por essa conexão. Classificação quanto à Extensão Geográfica PAN (personal area network) rede pessoal; dispositivos ligados a um único computador LAN (local area network) rede local, de pequena extensão (1 km), capaz de conectar salas e prédios vizinhos MAN (metropolitan area network) rede metropolitana, com a extensão de uma cidade (10 km) - campi de universidades e TV a cabo WAN (wide area network) rede extensa, sem limitação geográfica grandes bancos e operadoras de cartão de crédito 4

5 Km (planeta) INTERNET Km (continente) 100 Km (país) WAN 10 Km (cidade) 1 Km (campus) 100 m (prédio) 10 m (sala) MAN LAN 1 m (pessoal) PAN 2) Meios de Transmissão cabeamento coaxial par trançado fibra ótica tipos fino ou grosso UTP ou STP conector velocidade de transmissão BNC, formato de T e terminadores RJ 45 monomodo ou multimodo SC, FC, ST, FDDI 10 Mbps 10, 100 ou Mbps 100 ou Mbps padrão 10base2 e 10base5 10, 100 ou 1.000baseT 100baseF, 1.000baseS ou L características Não sofre interferência eletromagnética. Resistente à corrosão. 5

6 2) Meios de Transmissão sem fios Ondas Eletromagnéticas tipos obstáculos entre os dispositivos infravermelho (IrDA) não podem existir microondas (radiofreqüência RF) podem existir alcance máximo 1 m 1 m a 50 km velocidade de transmissão características 4 a 16 Mbps 3 a 108 Mbps requer sight line : ponto focal e desvio máximo de 15 o Bluetooth, WiFi, WiMAX 3) Topologias e Arquiteturas Topologias são formas de construção das redes que definem a forma de conexão (física) e o funcionamento da rede (lógica). 6

7 3.1. Topologias ligação entre os PCs se um computador falha BARRA ANEL ESTRELA através de cabo central compartilhado diretamente um ao outro, formando caminho fechado através do concentrador, ou núcleo da rede a rede NÃO pára a rede PÁRA a rede NÃO pára tipo de cabo coaxial UTP ou fibra UTP ou fibra distribuição da informação chega a todos da rede e é descartada, exceto pelo destinatário (difusão, ou broadcast) chega ao destinatário, que o copia e reenvia até o emissor, cruzando todo o anel passa sempre pelo núcleo da rede e de lá segue até seu destino Topologia em Barra 7

8 Topologia em Anel Topologia em Estrela 8

9 características 3.2. Arquiteturas de Rede Conjuntos de características padronizadas que especificam como uma rede funciona (cabos, conectores, concentradores, placas de rede, protocolos, regras). É o modelo da rede. Todos os equipamentos usados em uma mesma rede devem ter as mesmas especificações (mesma arquitetura) Arquiteturas de Rede arquiteturas Ethernet FDDI Token Ring Wi-Fi IEEE topologia barra (coaxial) ou estrela (par trançado) anel duplo anel barra, sem cabos A mais usada atualmente. Gerações: 1. Ethernet 10 Mbps (coaxial ou PT) 2. Fast Ethernet 100 Mbps (PT ou FO) 3. Giga Ethernet Mbps (PT ou FO) Self Healing CDDI (PT) Com 4 ou 16 Mbps, é pouco usada atualmente Estrutura de WLAN mais usada atualmente 9

10 Wi-Fi: Modos de funcionamento Infra-Estrutura Requer equipamento central (concentrador sem fio), chamado ponto de acesso. Ad-Hoc As placas de rede dos computadores se comunicam diretamente entre si, sem a necessidade de concentradores. Hot spot local onde a tecnologia Wi-Fi está disponível (empresas, aeroportos, hotéis, cafés) Sub-padrões Wi-Fi b a g n velocidade de transmissão 11 Mbps (6) 54 Mbps (30) 54 Mbps 104 Mbps (600-MIMO) freqüência 2,4 GHz 5 GHz 2,4 GHz 2,4 e 5 GHz alcance 100 m 50 m 100 m 500 m interferência telefones sem fio, microondas, bluetooth rede menos saturada características Mais usado em hotspots, mais barato (2001) Mais cara, usada em empresas, não se comunica com outros padrões (2002) Compatível com o b e mais rápido (2006) 10

11 Questões de Concurso Técnico em Informática PRODEPA CESPE (2004) Acerca das características de redes wireless da família de padrões , julgue os itens subseqüentes. 1. O padrão b permite conexões via rádio com taxas de transmissão de até 11 Mbps, modulando uma portadora de freqüência igual a 2,4 GHz ( ) 2. O padrão g permite conexões via rádio com taxas de transmissão de até 54 Mbps com freqüência de portadora igual à do padrão b ( ) 3. O padrão a opera a uma taxa de 54 Mbps em uma faixa de freqüência diferente da faixa do padrão b ( ) 4. Um ponto de acesso WiFi funciona como um hub Ethernet, compartilhando a banda total do padrão x entre os pontos participantes da WLAN ( ) 5. No modo de operação Ad Hoc em WLAN, a comunicação entre os computadores independe de uma estação que dê suporte à mobilidade ( ) 4) Hardwares de Comunicação 11

12 4.1. Placa de rede Hardware que faz a interface entre o computador e a estrutura da rede. Conhecido também como interface de rede e adaptador de rede. Todo computador deve ter ao menos uma placa de rede para se conectar a uma rede. Todas as placas de rede de uma mesma rede têm que ter a mesma arquitetura (ser do mesmo padrão). Todas as placas de rede têm um nome diferente, o endereço MAC. Ele fica guardado numa memória ROM, possui 48 bits e torna cada placa única no mundo. Placa de rede 12

13 4.2. Repetidor É um equipamento que regenera o sinal da rede através da sua amplificação, permitindo que ele atravesse uma extensão maior de cabo. Existem também repetidores para redes sem fio Hub, Switch e Roteador (Router) Equipamentos que servem como concentradores de cabos e repetidores em uma rede Ethernet. O Hub não consegue identificar o destinatário de um pacote, pois não consegue ler os endereços MAC. Portanto, trabalha unicamente por difusão (broadcast). O Switch consegue identificar o destinatário de um pacote, desde que conheça previamente os endereços MAC. Com isso, acelera o trabalho da rede evitando colisões. Pode usar difusão. O Roteador é o equipamento usado para ligar redes diferentes. Conhece o MAC e o IP - analisa o destino dos pacotes e decide qual o melhor caminho a ser seguido. A Internet é uma estrutura enorme, ligada por roteadores. 13

14 Hub Switch Roteador 5) Camadas OSI e Pilhas de Protocolos 7 Aplicação define o protocolo a ser usado de acordo com a solicitação do aplicativo (usuário) 6 Apresentação 5 Sessão 4 Transporte 3 Rede 2 Link de Dados 1 Física traduz as mensagens para um formato padrão, universal negocia o método de comunicação, estabelece e encerra as sessões de comunicação divide a mensagem em pacotes seqüenciais e adiciona um número de controle (TCP) adiciona aos pacotes um endereço para que localizem o destino, transformando-os em datagramas (IP, roteador) adiciona o MAC e transforma datagramas em quadros (conjuntos de bits) (placa de rede, switch) os bits são transferidos (cabos, conectores, hub, repetidor) Open Systems Interconnection ou Sistemas Abertos de Interconexão 14

15 5.1. Pilha de Protocolos TCP/IP Conjunto de regras de comunicação usado na Internet e Intranets, adequado ao sistema de camadas da OSI. O nome do modelo é dado por dois dos mais importantes protocolos: o TCP (Protocolo de Controle da Transmissão) da camada de transporte e o IP (Protocolo de Inter-redes) da camada de rede. Resume-se a apenas 3 camadas: (7) Aplicação (4) Transporte (3) Rede 5.2. Protocolos de Aplicação - SERVIÇOS SMTP (simple mail tranfer protocol): usado para o envio de s do remetente para o servidor de e entre os servidores de s. Usa a porta 25 do protocolo TCP/IP. POP (post office protocol): usado no recebimento de s, retirando-os do servidor. Usa a porta 110 do protocolo TCP/IP e está em sua terceira versão (POP3). IMAP (internet message access protocol): também usado no recebimento de s, fazendo apenas uma cópia das mensagens armazenadas no servidor. Muito usado em Webmails, está na sua quarta versão e usa a porta

16 Troca de mensagens entre usuários da Internet ou intranet. Cada usuário possui uma caixa postal, representada por Dentro de um mesmo domínio não existem dois nomes de usuário iguais. Os s podem ser acessados usando um aplicativo como Outlook Express, Microsoft Outlook, Lotus Notes, Eudora, Thunderbird, Netscape Messenger, ou via Webmail, com o uso de um navegador. Webmail Vantagens É suficiente um único programa instalado para navegação e leitura de s (browser) Pode-se enviar e receber s em qualquer computador que tenha browser e acesso à Internet Todos os s são mantidos em um local acessível Normalmente os sites de webmail oferecem serviços adicionais (página pessoal, disco virtual, filtro anti-spam, etc.) Desvantagens Serviço limitado pelo provedor Visualização de propagandas no site de webmail Recebimento de spam por empresas parceiras do webmail Lentidão no acesso 16

17 Envio e recebimento de via internet usando TCP/IP 4 (destinatário) IMAP4 POP3 i SMTP servidor de entrada (recebimento) 3 procura pelo usuário beltrana SMTP servidor de saída (envio) procura pelo servidor camara.com.br 2 (remetente) 1 Questões de Concurso Técnico Administrativo TRE RN - FCC Considere as propriedades apresentadas abaixo sobre software de Correio Eletrônico. I. Protocolo que permite que mensagens armazenadas em um servidor de correio eletrônico sejam acessadas a partir de qualquer máquina, montando um verdadeiro repositório central. II. Protocolo de troca de mensagens entre servidores de correio eletrônico. Tais propriedades correspondem, respectivamente, aos protocolos: a) POP3 e IMAP. b) POP3 e SMTP. c) POP3 e SNMP. d) IMAP e SMTP. e) IMAP e POP3. 17

18 Questões de Concurso Auditor Fiscal PE (2005) O administrador da rede informou que o servidor SMTP que atende a empresa não está funcionando. Para os usuários que utilizam esse servidor, isto significa que, enquanto o problema persistir: a) o único serviço prejudicado será o de recebimento de . b) o envio e o recebimento de devem ser feitos pelo servidor POP3 e, conseqüentemente, esses dois procedimentos ficarão um pouco lentos. c) os serviços de recebimento e envio de foram paralisados. d) o único serviço prejudicado será o de envio de . e) não será possível navegar na Internet Protocolos de Aplicação HTTP (hyper text tranfer protocol): realiza a transferência de páginas da Internet para um navegador (browser). Usa a porta 80. HTTPS: variação mais segura do HTTP (não 100%), acessa páginas com criptografia, através da porta 443. Faz aparecer um cadeado no browser. FTP (file transfer protocol): transfere arquivos através da Internet, podendo usar 3 portas diferentes 21 para transferência das informações de autenticação, 20 para os arquivos e 69 para TFTP, ou transferência trivial, sem autenticação. 18

19 Questões de Concurso AGU NCE (2006) O protocolo usado entre um servidor Web e um browser quando são baixadas páginas HTML é: a) HTML b) FTP c) XML d) HTTP e) SMTP AGU NCE (2006) No MS-Internet Explorer, o pequeno cadeado que aparece na barra inferior significa que: a) a conexão utiliza um protocolo de segurança; b) a página visitada apresenta erros de programação; c) as informações apresentadas ou requeridas não poderão ser transferidas; d) o navegador está conectado com o site; e) o site foi bloqueado por motivos de segurança. WWW (wide world web) Serviço que permite a apresentação de informações em documentos hipermídia, chamados páginas, usando o protocolo HTTP ou HTTPS. Páginas são arquivos escritos em linguagem HTML, armazenados em diversos servidores espalhados pelo mundo (servidores web ou servidores de páginas). Um conjunto de páginas forma um website, site ou sítio. Home page é a primeira página apresentada em um sítio, quando digitamos sua URL. Hyperlink é um atalho para outro recurso da Internet. É preciso um software aplicativo (cliente web), conhecido por navegador (browser), para que sejam visualizadas as páginas de um sítio. Os mais comuns são o Internet Explorer 6 e Mozilla Firefox 2. 19

20 5.2. Protocolos de Aplicação NNTP (network news transfer protocol): serviço de notícias, ou newsgroups, semelhante aos Fóruns de Discussão. Usa a porta 119. SNMP (simple network management protocol): gerencia e monitora o uso da rede, pela porta 151. TELNET (terminal emulator): realiza a conexão remota a outro computador, permitindo usá-lo como se estivesse diante dele. Usa as portas 23 e 22 (com criptografia) VoIP (voice over internet protocol) Voz sobre IP, também chamado telefonia IP, telefonia Internet, telefonia em banda larga e voz sobre banda larga é o roteamento de conversação humana usando a Internet ou qualquer outra rede de computadores baseada no Protocolo de Internet, tornando a transmissão de voz mais um dos serviços suportados pela rede de dados. Usa softwares como o Skype e um conjunto de protocolos especiais nas camadas de aplicação (SIP) e transporte (RTCP). Ligações de VoIP para VoIP normalmente são gratuitas, enquanto chamadas de VoIP para rede pública podem ter custo. 20

21 Questões de Concurso Câmara Legislativa do DF Cespe (2006) Julgue os itens seguintes, relativos a conceitos associados à Internet. Depreende-se do texto que, após transformar a voz em pacotes de dados, para transferi-los até a outra ponta, a tecnologia VoIP utiliza-se da família de protocolos TCP/IP. ( ) Nos sistemas VoIP, dado que a voz é transmitida na forma compactada, é correto deduzir que uma VPN (virtual private network) seja utilizada para transferir os pacotes de dados associados a voz por meio da Internet. ( ) Como um dos pilares da popularização da VoIP é o uso de redes de banda larga, portanto, redes com acesso discado (dial-up) são adequadas, com relação a esse quesito, para uso em sistemas VoIP. ( ) WAP (wireless application protocol) Conjunto de protocolos que define um ambiente semelhante à web, mas que funciona em redes de aparelhos sem fio e em velocidades mais baixas, como celulares e PDAs. O acesso à web é feito através de um browser miniatura que interpreta linguagem WML ou XML, disponibilizada por alguns sites. Celulares de 2ª geração (2G) atingem 150 Kbps e usam tecnologias GSM, GPRS, EDGE, CDMA2000. Celulares de 3ª geração (3G) atingem 2,4 Mbps e usam tecnologia UMTS, 1xEV-DO. 21

22 Questões de Concurso Agente de Polícia Federal - Cespe (2004) Um usuário dispõe de um celular que opera com as tecnologias GSM e GPRS. Nessa situação, ele será capaz de se conectar à Internet por meio do IE6, utilizando os protocolos TCP/IP e HTTP, à taxa de transmissão igual à verificada em redes ADSL. ( ) PRF - Cespe (2002) O sistema em funcionamento nos 312 carros da PRF constitui uma aplicação típica da tecnologia WAP (wireless application protocol). O policial digita o número da placa e em menos de um minuto a informação aparece na tela do computador Protocolos de Aplicação SSL (secure socket layer): não é descrito na camada de aplicação da pilha TCP/IP, mas é intermediário entre as camadas de transporte e aplicação, oferecendo segurança a protocolos como o HTTP, FTP e SNMP através de criptografia e certificação digital. DHCP (dynamic host configuration protocol): fornece endereços IP automaticamente, usando as portas 546 e 547. DNS (domain name service): realiza a tradução do nome de domínio (posse ou registro de um nome, mais amigável) em endereço IP, usando a porta 53. ou ? 22

23 DNS Apresenta estrutura hierarquizada, onde os níveis devem ser entendidos da direita para a esquerda. br com empresa 1º Nível: domínio geográfico 2º Nível: tipo da instituição 3º Nível: nome da instituição DNS br com edu org mil gov inf microsoft greenpeace mg fazenda google detran receita

24 Questões de Concurso PRF - Cespe (2002) Como a página mostrada na figura é de um órgão governamental, conforme indicado pela terminação.gov.br de seu URL, o Internet Explorer 6, seguindo recomendações de órgãos reguladores da Internet, não permite que ela seja configurada como sua página inicial. ( ) 5.2. Protocolos de Transporte TCP (transmission control protocol) Serviço orientado por conexão (é estabelecida uma sessão entre os hosts) Garante a entrega através de confirmações e entrega seqüenciada dos dados Numera os pacotes e garante sua entrega no destino; controla o fluxo para que o destino não receba mais do que pode processar É confiável, porém mais lento Usado em quase todos os serviços: páginas, , transferência de arquivos UDP (user datagram protocol) Serviço sem conexão (nenhuma sessão é estabelecida entre os hosts) Não garante e nem confirma a entrega dos dados Não numera os pacotes e não garante sua entrega no destino; não controla o fluxo e não dá falta por nenhum pacote extraviado Não é confiável, porém é rápido Usado em situações de menor prioridade, como músicas e vídeos, VoIP 24

25 5.3. Protocolos de Rede O protocolo IP (internet protocol) é um dos mais importantes da pilha TCP/IP. Sua função é definir origem e destino, dando a cada um deles um ENDEREÇO, montando uma rota de entrega. As informações são enviadas para a camada física em pacotes que têm o endereço do remetente, do destinatário e o tempo de vida do pacote. O protocolo IP não garante a entrega dos pacotes no destino. Essa função é do TCP Endereço IP É um número que representa o endereço de cada conexão feita à Internet, de forma única. Numa mesma rede e na Internet não podem existir dois equipamentos com o mesmo número IP É formado por 32 bits, divididos em 4 conjuntos de 8 bits (Byte, ou octeto). Na matemática decimal, cada Byte pode variar de 0 a 255 (2 8 combinações). A versão atual do IP é o IPv4. A nova versão, em estudo, é o IPv6 (ou IPng), com 128 bits. 25

26 Endereço IP Exemplos de endereço IP: (Google), (intranet) Os endereços IP terminados com 0 e 255 são reservados: 255 para broadcast e o 0 para dar nome à rede (nome da rede) (broadcast) Parâmetros IP Todo computador precisa, para se conectar a uma única rede, saber duas informações: seu próprio endereço IP e a Máscara de Sub-rede da sua rede Para enviar mensagens para computadores de outras redes, precisa saber também o endereço IP do Gateway (normalmente um roteador) 26

27 Endereçamento IP IP Fixo x Dinâmico IP Fixo endereço configurado manualmente, nunca muda, muito usado em servidores IP Dinâmico endereço configurado automaticamente pelo protocolo DHCP, muda sempre que o SO é reiniciado, usado em clientes 27

28 Máscara de Sub-rede É uma informação semelhante ao endereço IP (32 bits em 4 conjuntos separados por pontos). A máscara especifica uma classe para a rede, usada para que se possa determinar, em conjunto com o endereço IP: o tamanho da rede, o nome da rede e o número específico do host (máquina ou equipamento) nessa rede. Classe A: Classe B: Classe C: identifica a rede 0 identifica o host Máscara de Sub-rede IP: Máscara: Classe A Rede = Host = IP: Máscara: Classe C Rede = Host = 1 Uma rede do tipo Classe A pode possuir mais equipamentos que outra Classe C. ( ) 28

29 Questões de Concurso PRODEPA Técnico de Informática CESPE (2004) Com relação ao TCP/IP, o principal protocolo da Internet, julgue os itens que se seguem. 1. No TCP/IP, um endereço IP é composto por 32 bits divididos em 4 octetos, enquanto a máscara de rede é composta por 30 bits. ( ) 2. O TCP/IP conta com três protocolos na camada de transporte: o TCP (Transmission Control Protocol), o UDP (User Datagram Protocol) e o ICMP (Internet Control Message Protocol). ( ) 3. O TCP, diferentemente do UDP, não é orientado a conexão, o que o torna um protocolo mais rápido e eficiente para transmissão de dados. ( ) 6) Formas de Acesso à Internet Provedores de Acesso: empresas criadas com o intuito de conectar usuários à Internet. Possui uma linha de acesso especial à Internet (LINK) e tem o direito de ligar outras linhas a esta linha principal. Disponibiliza também serviços de , páginas pessoais e disco virtual. provedor Internet i link direto backbone Embratel 29

30 6) Formas de Acesso à Internet Acesso Discado: usa a linha telefônica convencional, com velocidade de transmissão máxima de 56 Kbps (Dial-Up) ou 128 Kbps (ISDN). Acesso Dedicado: é também um acesso discado, mas usa uma linha privativa, em separado, para a Internet. Alcança velocidades de 150 Kbps a 8 Mbps para usuários domésticos. Conhecido por Banda Larga, inclui o ADSL, Internet a cabo, PLC (via energia elétrica), Wireless (ondas de rádio) e DTH (via satélite). Questões de Concurso CEF (2004) Os usuários individuais podem acessar a Internet por meio de acesso a) discado ou dedicado aos provedores de acesso. b) discado ou dedicado aos provedores de acesso ou de backbone. c) dedicado aos provedores de backbone, somente. d) discado aos provedores de acesso, somente. e) discado ou dedicado aos provedores de backbone. 30

31 6.1. Dial-up Conexão com o provedor feita através de modem convencional (fax-modem) Velocidade de transmissão de 56 Kbps Linha telefônica ocupada durante a conexão Cobrança de taxa extra pelo tempo de conexão (uso da linha telefônica) Dial-up modem (RJ 11) linha telefônica modem provedor i 31

32 Questões de Concurso Além disso, é possível interceptar a mensagem de em cada computador por onde ela passa na Internet até chegar ao seu destino. Assim, é fácil entender que o não pode ser considerado um meio seguro de enviar informações. PRF - Cespe (2002) É possível que a insegurança descrita no texto, relacionada à possibilidade de interceptação de no caminho entre a origem e seu destino, aconteça em redes dial-up. ( ) Questões de Concurso Banco do Estado de Sergipe - Cespe (2002) Para o acesso à Internet, por meio de uma rede dial-up, é necessário que o computador tenha instalado uma placa de fax/modem. ( ) STJ -Analista Judiciário (2005) Caso se deseje conectar em rede 4 computadores de um escritório, utilizando-se a tecnologia wireless IEEE b, será desnecessário o uso de placa de fax/modem nesses computadores. ( ) 32

33 MODEM É um dispositivo eletrônico que modula um sinal digital em uma onda analógica, pronta a ser transmitida pela linha telefônica, e que demodula o sinal analógico e o reconverte para o formato digital original MODULAR = modificar a freqüência de um sinal digital para que este possa ser transportado através de uma onda portadora MODEM portadora (carrier) através de linha telefônica analógica sinal digital freqüência baixa MOdulação DEModulação 33

34 6.2. ISDN (integrated service digital network) Conexão com o provedor feita através de adaptador ISDN Velocidade de transmissão de 128 Kbps Usa duas linhas telefônicas digitais em paralelo, sendo que uma delas é ocupada durante uma conversa telefônica Também consome pulsos ISDN adaptador ISDN linha telefônica com dois canais de 64 Kbps adaptador ISDN provedor i 34

35 6.2. Banda Larga (150 Kbps a 8 Mbps) ADSL Internet a Cabo PLC sigla asymmetric digital subscriber line --- power line conection Wireless --- DTH ou DBS direct to home ou direct broadcast satellite forma de transmissão linha telefônica TV por assinatura energia elétrica ondas de rádio via satélite detalhes assíncrona, não ocupa a linha, placa de rede, modem, cabos 100baseT placa de rede, modem, 10base5 placa de rede, modem placa de rede, antena de rádio placa de rede, parabólica Questões de Concurso PRF - Cespe (2002) Se o acesso à Internet descrito acima tiver sido realizado a partir de um computador de velocidade de clock de 1,9 GHz com 128 MB de SDRAM em uma rede dial-up, seguramente esse acesso terá sido mais rápido que se, por acaso, o computador do usuário tivesse velocidade de clock de 1 GHz com RAM de 128 MB em uma rede ADSL, independentemente da capacidade de disco rígido, supondose equivalentes os outros aspectos da configuração dos dois computadores. ( ) 35

36 Questões de Concurso BB 1 Cespe (2007) O termo Banda Larga, que aparece em um dos links mostrados na página, refere-se, atualmente, a conexões com a Internet cuja taxa máxima de transferência de dados é de bits por segundo. ( ) 3.4. Pesquisa Com a existência de bilhões de páginas na Internet, fez-se necessária a criação de sites especializados em localizar as informações desejadas. Hoje, o mais comum é o Google. Para personalizar uma pesquisa, podem ser usados operadores booleanos, ou lógicos (George Boole, matemático e filósofo britânico, criador da Álgebra Booleana, base da atual aritmética computacional) AND ou +: as palavras devem aparecer no resultado da pesquisa OR: uma ou outra palavra deve aparecer no resultado NOT ou -: a palavra não deve aparecer no resultado aspas : a expressão entre aspas deve aparecer no resultado exatamente como foi digitada asterisco: diversifica o resultado (casa* trará como resultados para casal, casamento, etc.) 36

37 Questões de Concurso SERPRO (2005) Observe a imagem abaixo Ao se clicar o botão, o resultado da busca que será realizada pelo Google não será alterada se, no campo em vez da palavra Serpro, tivesse sido inserida a palavra SERPRO ou mesmo serpro. ( ) Com base nas regras de busca do Google, ao se clicar, será iniciado processo de busca de páginas web que, entre outros atributos, possuem, em qualquer lugar da página, palavras que se iniciam com a partícula serv, como, por exemplo, a palavra serviço. ( ) 37

02/03/2014. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais

02/03/2014. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais Curso de Preparatório para Concursos Públicos Tecnologia da Informação REDES Conceitos Iniciais; Classificações das Redes; Conteúdo deste módulo Equipamentos usados nas Redes; Modelos de Camadas; Protocolos

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

15/02/2015. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais

15/02/2015. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais Curso de Preparatório para Concursos Públicos Tecnologia da Informação REDES www.professormarcelomoreira.com.br falecom@professormarcelomoreira.com.br Conceitos Iniciais; Classificações das Redes; Topologias

Leia mais

Cliente / Servidor. Servidor. Cliente. Cliente. Cliente. Cliente

Cliente / Servidor. Servidor. Cliente. Cliente. Cliente. Cliente Internet e Intranet Cliente / Servidor Cliente Servidor Cliente Cliente Cliente Cliente / Servidor SERVIDOR Computador ou equipamento que fornece algum tipo de serviço em redes (Armazenamento e compartilhamento

Leia mais

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS INFORMÁTICA PARA CONCURSOS Prof. BRUNO GUILHEN Vídeo Aula VESTCON MÓDULO I - INTERNET Aula 01 O processo de Navegação na Internet. A CONEXÃO USUÁRIO PROVEDOR EMPRESA DE TELECOM On-Line A conexão pode ser

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br. Prof. BRUNO GUILHEN

APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br. Prof. BRUNO GUILHEN APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br Prof. BRUNO GUILHEN MÓDULO I - INTERNET Aula 01 O processo de Navegação na Internet. O processo de Navegação na Internet A CONEXÃO USUÁRIO

Leia mais

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer INFORMÁTICA BÁSICA

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer INFORMÁTICA BÁSICA APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN O processo de Navegação na Internet INFORMÁTICA BÁSICA A NAVEGAÇÃO Programas de Navegação ou Browser : Internet Explorer; O Internet Explorer Netscape Navigator;

Leia mais

Universidade de Brasília

Universidade de Brasília Universidade de Brasília Introdução a Microinformática Turma H Redes e Internet Giordane Lima Porque ligar computadores em Rede? Compartilhamento de arquivos; Compartilhamento de periféricos; Mensagens

Leia mais

INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET

INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET Objectivos História da Internet Definição de Internet Definição dos protocolos de comunicação Entender o que é o ISP (Internet Service Providers) Enumerar os equipamentos

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Rafael Freitas Reale Aluno: Data / / Prova Final de Redes Teoria Base 1) Qual o tipo de ligação e a topologia respectivamente

Leia mais

REDES ESAF. leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 Redes - ESAF

REDES ESAF. leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 Redes - ESAF REDES ESAF 01 - (ESAF - Auditor-Fiscal da Previdência Social - AFPS - 2002) Um protocolo é um conjunto de regras e convenções precisamente definidas que possibilitam a comunicação através de uma rede.

Leia mais

Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para

Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para Magistério Superior Especialista em Docência para Educação

Leia mais

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. www.brunoguilhen.com.br 1 INFORMÁTICA BÁSICA

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. www.brunoguilhen.com.br 1 INFORMÁTICA BÁSICA APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN O processo de Navegação na Internet INFORMÁTICA BÁSICA A NAVEGAÇÃO Programas de Navegação ou Browser : Internet Explorer; O Internet Explorer Netscape Navigator;

Leia mais

15/02/2015. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais

15/02/2015. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais Curso de Preparatório para Concursos Públicos Tecnologia da Informação REDES Conceitos Iniciais; Classificações das Redes; Topologias de Redes; Meios de Transmissão; Arquitetura de Redes; Conteúdo deste

Leia mais

Capítulo 11: Redes de Computadores. Prof.: Roberto Franciscatto

Capítulo 11: Redes de Computadores. Prof.: Roberto Franciscatto Capítulo 11: Redes de Computadores Prof.: Roberto Franciscatto REDES - Introdução Conjunto de módulos de processamento interconectados através de um sistema de comunicação, cujo objetivo é compartilhar

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES Conteúdo 1 Topologia de Redes 5 Escalas 5 Topologia em LAN s e MAN s 6 Topologia em WAN s 6 2 Meio Físico 7 Cabo Coaxial 7 Par Trançado 7 Fibra Óptica 7 Conectores 8 Conector RJ45 ( Par trançado ) 9 Conectores

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - Aula 2 - MODELO DE REFERÊNCIA TCP (RM TCP) 1. INTRODUÇÃO O modelo de referência TCP, foi muito usado pela rede ARPANET, e atualmente usado pela sua sucessora, a Internet Mundial. A ARPANET é de grande

Leia mais

MÓDULO I - INTERNET APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. Prof. BRUNO GUILHEN. O processo de Navegação na Internet. Aula 01

MÓDULO I - INTERNET APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. Prof. BRUNO GUILHEN. O processo de Navegação na Internet. Aula 01 APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN Prof. BRUNO GUILHEN MÓDULO I - INTERNET O processo de Navegação na Internet Aula 01 O processo de Navegação na Internet. USUÁRIO A CONEXÃO PROVEDOR On-Line EMPRESA

Leia mais

INTERNET. Surgimento da Internet. Cenário antes do Projeto Arpanet. Aula 04 Prof. André Cardia andre@andrecardia.pro.br. Surgimento da ARPANET

INTERNET. Surgimento da Internet. Cenário antes do Projeto Arpanet. Aula 04 Prof. André Cardia andre@andrecardia.pro.br. Surgimento da ARPANET INTERNET Aula 04 Prof. André Cardia andre@andrecardia.pro.br Surgimento da Internet Projeto militar dos Estados Unidos, em 1969 o departamento de defesa norte americano (DoD), por meio da ARPA (Advanced

Leia mais

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação AULA 01 INTRODUÇÃO Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação CONCEITO Dois ou mais computadores conectados entre si permitindo troca de informações, compartilhamento de

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 06. Prof. Fábio Diniz

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 06. Prof. Fábio Diniz FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 06 Prof. Fábio Diniz Na aula anterior ERP Enterprise Resource Planning Objetivos e Benefícios ERP Histórico e Integração dos Sistemas

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 03 Telecomunicações Sistemas de Telecomunicações 1 Sistemas de Telecomunicações Consiste de Hardware e Software transmitindo informação (texto,

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES 1 2 REDES DE COMPUTADORES ADRIANO SILVEIRA ADR_SILVEIRA@YAHOO.COM.BR Classificação quanto ao alcance geográfico LAN Local Area Network, tem alcance em nível de empresas, órgãos, organizações ou casas.

Leia mais

4. Rede de Computador

4. Rede de Computador Definição Uma rede de computadores é formada por um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos, interligados por um sub-sistema de comunicação, ou seja, é quando

Leia mais

Informática Aplicada I. Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull

Informática Aplicada I. Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull Informática Aplicada I Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull 1 Conceito de Sistema Operacional Interface: Programas Sistema Operacional Hardware; Definida

Leia mais

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. /Redes/Internet/Segurança

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. /Redes/Internet/Segurança APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN O processo de Navegação na Internet INFORMÁTICA BÁSICA www.brunoguilhen.com.br A NAVEGAÇÃO Programas de Navegação ou Browser : Internet Explorer; O Internet Explorer

Leia mais

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Conhecer os modelo OSI, e TCP/IP de cinco camadas. É importante ter um padrão para a interoperabilidade entre os sistemas para não ficarmos

Leia mais

Revisão. 1.1 Histórico 1.2 Protocolo 1.3 Classificação 1.4 Lan 1.5 Wan

Revisão. 1.1 Histórico 1.2 Protocolo 1.3 Classificação 1.4 Lan 1.5 Wan Tecnologia Revisão 1.1 Histórico 1.2 Protocolo 1.3 Classificação 1.4 Lan 1.5 Wan Comunicação de Dados As redes de computadores surgiram com a necessidade de trocar informações, onde é possível ter acesso

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins

Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins Material de apoio 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a leitura

Leia mais

http://www.osliadriel.com.br prof.osliadriel@gmail.com

http://www.osliadriel.com.br prof.osliadriel@gmail.com NOÇÕES DE INFORMÁTICA PROFESSOR: OSLI ADRIEL Fibra Óptica: alcance máximo de aproximadamente 100km. CONFORME ITEM 3 DO EDITAL: 3. Navegadores de Internet e serviços de busca na Web: redes de computadores

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais Administração de Sistemas de Informação Gerenciais UNIDADE V: Telecomunicações, Internet e Tecnologia Sem Fio. Tendências em Redes e Comunicações No passado, haviam dois tipos de redes: telefônicas e redes

Leia mais

Voltar. Placas de rede

Voltar. Placas de rede Voltar Placas de rede A placa de rede é o dispositivo de hardware responsável por envio e recebimento de pacotes de dados e pela comunicação do computador com a rede. Existem placas de rede on-board(que

Leia mais

REDES COMPONENTES DE UMA REDE

REDES COMPONENTES DE UMA REDE REDES TIPOS DE REDE LAN (local area network) é uma rede que une os micros de um escritório, prédio, ou mesmo um conjunto de prédios próximos, usando cabos ou ondas de rádio. WAN (wide area network) interliga

Leia mais

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo TECNOLOGIA WEB Principais Protocolos na Internet Aula 2 Profa. Rosemary Melo Tópicos abordados Compreender os conceitos básicos de protocolo. Definir as funcionalidades dos principais protocolos de Internet.

Leia mais

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s:

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s: Tecnologia em Redes de Computadores Redes de Computadores Professor: André Sobral e-mail: alsobral@gmail.com Conceitos Básicos Modelos de Redes: O O conceito de camada é utilizado para descrever como ocorre

Leia mais

efagundes com Como funciona a Internet

efagundes com Como funciona a Internet Como funciona a Internet Eduardo Mayer Fagundes 1 Introdução à Internet A Internet é uma rede de computadores mundial que adota um padrão aberto de comunicação, com acesso ilimitado de pessoas, empresas

Leia mais

Redes de Computadores II

Redes de Computadores II Redes de Computadores II INTERNET Protocolos de Aplicação Intranet Prof: Ricardo Luís R. Peres As aplicações na arquitetura Internet, são implementadas de forma independente, ou seja, não existe um padrão

Leia mais

Placa de Rede. Rede de Computadores. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. Placa de Rede

Placa de Rede. Rede de Computadores. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. Placa de Rede Rede de Computadores Prof. André Cardia Email: andre@andrecardia.pro.br MSN: andre.cardia@gmail.com Placa de Rede Uma placa de rede (NIC), ou adaptador de rede, oferece capacidades de comunicações nos

Leia mais

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross Redes Pablo Rodriguez de Almeida Gross Conceitos A seguir serão vistos conceitos básicos relacionados a redes de computadores. O que é uma rede? Uma rede é um conjunto de computadores interligados permitindo

Leia mais

TI Aplicada. Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br

TI Aplicada. Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br TI Aplicada Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br Conceitos Básicos Equipamentos, Modelos OSI e TCP/IP O que são redes? Conjunto de

Leia mais

Informática I. Aula 22. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1

Informática I. Aula 22. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1 Informática I Aula 22 http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1 Critério de Correção do Trabalho 1 Organização: 2,0 O trabalho está bem organizado e tem uma coerência lógica. Termos

Leia mais

Universidade Federal do Acre. Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas

Universidade Federal do Acre. Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Universidade Federal do Acre Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Universidade Federal do Acre Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Pós-graduação Lato Sensu em Desenvolvimento de Software e Infraestrutura

Leia mais

Curso de extensão em Administração de Redes

Curso de extensão em Administração de Redes Curso de extensão em Administração de Redes Italo Valcy - italo@dcc.ufba.br Ponto de Presença da RNP na Bahia Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal da Bahia Administração de Redes,

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais Administração de Sistemas de Informação Gerenciais UNIDADE V: Telecomunicações, Internet e Tecnologia Sem Fio. Tendências em Redes e Comunicações No passado, haviam dois tipos de redes: telefônicas e redes

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Introdução Redes de Computadores Marco Antonio Montebello Júnior marco.antonio@aes.edu.br Rede É um conjunto de computadores chamados de estações de trabalho que compartilham recursos de hardware (HD,

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores... 1 Mobilidade... 1 Hardware de Rede... 2 Redes Locais - LANs... 2 Redes metropolitanas - MANs... 3 Redes Geograficamente Distribuídas - WANs... 3 Inter-redes... 5 Software de Rede...

Leia mais

Questão de prova. VoIP (Voice Over IP Protocol) Permite a transmissão de voz

Questão de prova. VoIP (Voice Over IP Protocol) Permite a transmissão de voz VoIP (Voice Over IP Protocol) Permite a transmissão de voz através da Internet, reduzindo drasticamente custos de comunicações. E-MAIL e-mail (eletronic mail) É um método que permite compor, enviar e receber

Leia mais

INTERNET. INTERNET http://www.jofilho.pro.br 1/40

INTERNET. INTERNET http://www.jofilho.pro.br 1/40 INTERNET INTERNET http://www.jofilho.pro.br 1/40 OBJETIVOS Apresentar definições e aspectos envolvidos Diferenciar por abrangência Apresentar tecnologias de segurança Apresentar usos e métodos de busca

Leia mais

Revisão. Karine Peralta karine.peralta@pucrs.br

Revisão. Karine Peralta karine.peralta@pucrs.br Revisão Karine Peralta Agenda Revisão Evolução Conceitos Básicos Modelos de Comunicação Cliente/Servidor Peer-to-peer Arquitetura em Camadas Modelo OSI Modelo TCP/IP Equipamentos Evolução... 50 60 1969-70

Leia mais

MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP

MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP A internet é conhecida como uma rede pública de comunicação de dados com o controle totalmente descentralizado, utiliza para isso um conjunto de protocolos TCP e IP,

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Teoria e Prática Douglas Rocha Mendes Novatec Sumário Agradecimentos...15 Sobre o autor...15 Prefácio...16 Capítulo 1 Introdução às Redes de Computadores...17 1.1 Introdução... 17

Leia mais

Prof. Manuel A Rendón M

Prof. Manuel A Rendón M Prof. Manuel A Rendón M Kurose Redes de Computadores e a Internet Uma Abordagem Top-Down 5ª. Edição Pearson Cap.: 1 até 1.2.2 2.1.2 2.1.4 Como funciona uma rede? Existem princípios de orientação e estrutura?

Leia mais

André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Redes

André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Redes André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Redes Noções de Redes: Estrutura básica; Tipos de transmissão; Meios de transmissão; Topologia de redes;

Leia mais

Internet. A Grande Rede Mundial. Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha

Internet. A Grande Rede Mundial. Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha Internet A Grande Rede Mundial Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha O que é a Internet? InterNet International Network A Internet é uma rede mundial de

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES O QUE É PROTOCOLO? Na comunicação de dados e na interligação em rede, protocolo é um padrão que especifica o formato de dados e as regras a serem seguidas. Sem protocolos, uma rede

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página

Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação 1 Introdução à Camada de Transporte Camada de Transporte: transporta e regula o fluxo de informações da origem até o destino, de forma confiável.

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. Dr. Rogério Galante Negri

Redes de Computadores. Prof. Dr. Rogério Galante Negri Redes de Computadores Prof. Dr. Rogério Galante Negri Rede É uma combinação de hardware e software Envia dados de um local para outro Hardware: transporta sinais Software: instruções que regem os serviços

Leia mais

A utilização das redes na disseminação das informações

A utilização das redes na disseminação das informações Internet, Internet2, Intranet e Extranet 17/03/15 PSI - Profº Wilker Bueno 1 Internet: A destruição as guerras trazem avanços tecnológicos em velocidade astronômica, foi assim também com nossa internet

Leia mais

PAN(PERSONAL AREA NETWORK) Possui dispositivos ligados para um único usuário.

PAN(PERSONAL AREA NETWORK) Possui dispositivos ligados para um único usuário. REDES DE COMPUTADORES São dois ou mais computadores ligados entre si com a finalidade de compartilhar aplicativos, recurso, dados e periféricos. EXTENSÃO GEOGRÁFICA (COM FIO) PAN(PERSONAL AREA NETWORK)

Leia mais

Redes de computadores e Internet

Redes de computadores e Internet Polo de Viseu Redes de computadores e Internet Aspectos genéricos sobre redes de computadores Redes de computadores O que são redes de computadores? Uma rede de computadores é um sistema de comunicação

Leia mais

Noções de redes de computadores e Internet

Noções de redes de computadores e Internet Noções de redes de computadores e Internet Evolução Redes de Comunicações de Dados Sistemas Centralizados Características: Grandes Centros de Processamentos de Dados (CPD); Tarefas Científicas; Grandes

Leia mais

Professor: Gládston Duarte

Professor: Gládston Duarte Professor: Gládston Duarte INFRAESTRUTURA FÍSICA DE REDES DE COMPUTADORES Computador Instalação e configuração de Sistemas Operacionais Windows e Linux Arquiteturas físicas e lógicas de redes de computadores

Leia mais

INTERNET OUTLOOK. 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta.

INTERNET OUTLOOK. 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta. Prof. Júlio César S. Ramos P á g i n a 1 INTERNET OUTLOOK 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta. A O Outlook Express permite criar grupo de pessoas

Leia mais

09/06/2011. Profª: Luciana Balieiro Cosme

09/06/2011. Profª: Luciana Balieiro Cosme Profª: Luciana Balieiro Cosme Revisão dos conceitos gerais Classificação de redes de computadores Visão geral sobre topologias Topologias Barramento Anel Estrela Hibridas Árvore Introdução aos protocolos

Leia mais

Aula 04 Noções de Informática p/ INSS - Técnico do Seguro Social - Com Videoaulas

Aula 04 Noções de Informática p/ INSS - Técnico do Seguro Social - Com Videoaulas Aula 04 Noções de Informática p/ INSS - Técnico do Seguro Social - Com Videoaulas Professores: Alexandre Lênin, Junior Martins Internet e Intranet 1 Apresentação...2 2 Internet e Intranet...2 2.1 Endereço

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES LAN e WAN: Topologias e Equipamentos

REDES DE COMPUTADORES LAN e WAN: Topologias e Equipamentos Administração de Empresas 2º Período Informática Aplicada REDES DE COMPUTADORES LAN e WAN: Topologias e Equipamentos Prof. Sérgio Rodrigues 1 INTRODUÇÃO Introdução Este trabalho tem como objetivos: definir

Leia mais

Internet. Redes de Computadores

Internet. Redes de Computadores Internet Redes de Computadores Equipamentos Dispositivos de de Rede Rede Cliente / Servidor Cliente Servidor Cliente Cliente Cliente Dispositivos de Rede Adaptador de Rede Placa de Rede Interface de Rede

Leia mais

Composição. Estrutura Fisica Redes Sistemas Operacionais Topologias de redes

Composição. Estrutura Fisica Redes Sistemas Operacionais Topologias de redes Composição Estrutura Fisica Redes Sistemas Operacionais Topologias de redes Aterramento Fio de boa qualidade A fiação deve ser com aterramento neutro (fio Terra) trabalhando em tomadas tripolares Fio negativo,

Leia mais

TÉCNICO EM REDES DE COMPUTADORES. Pilha de Protocolos TCP/IP

TÉCNICO EM REDES DE COMPUTADORES. Pilha de Protocolos TCP/IP Camadas do Modelo TCP TÉCNICO EM REDES DE COMPUTADORES Pilha de Protocolos TCP/IP 1 A estrutura da Internet foi desenvolvida sobre a arquitetura Camadas do Modelo TCP Pilha de Protocolos TCP/IP TCP/IP

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES 08/2013 Material de apoio Conceitos Básicos de Rede Cap.1 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a leitura da bibliografia básica.

Leia mais

Sistemas de Informação Gerencial

Sistemas de Informação Gerencial Sistemas de Informação Gerencial Aula 06 Prof.ª Bruna Patrícia da Silva Braga Infraestrutura de TI: Redes de Computadores Redes de Computadores Conjunto de computadores e periféricos ligados entre si através

Leia mais

INFORMÁTICA. Prof. Rafael Fernando Zimmermann

INFORMÁTICA. Prof. Rafael Fernando Zimmermann INFORMÁTICA Prof. Rafael Fernando Zimmermann O que é uma rede de computadores? Conceito: Conjunto de computadores interligados por estruturas físicas que seguem regras de comunicação definidas por programas.

Leia mais

Arquitetura de Redes. Sistemas Operacionais de Rede. Protocolos de Rede. Sistemas Distribuídos

Arquitetura de Redes. Sistemas Operacionais de Rede. Protocolos de Rede. Sistemas Distribuídos Arquitetura de Redes Marco Antonio Montebello Júnior marco.antonio@aes.edu.br Sistemas Operacionais de Rede NOS Network Operating Systems Sistemas operacionais que trazem recursos para a intercomunicação

Leia mais

Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br

Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br Introdução ao protocolo TCP/IP Camada de aplicação Camada de transporte Camada de rede IFPB/Patos - Prof. Claudivan 2 É o protocolo mais usado da atualidade 1 :

Leia mais

5.2 MAN s (Metropolitan Area Network) Redes Metropolitanas

5.2 MAN s (Metropolitan Area Network) Redes Metropolitanas MÓDULO 5 Tipos de Redes 5.1 LAN s (Local Area Network) Redes Locais As LAN s são pequenas redes, a maioria de uso privado, que interligam nós dentro de pequenas distâncias, variando entre 1 a 30 km. São

Leia mais

Unidade 2.3 Visão Geral de Protocolos de Redes

Unidade 2.3 Visão Geral de Protocolos de Redes Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Redes de Computadores Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 2.3 Visão Geral de Protocolos de Redes 2 Bibliografia

Leia mais

Bateria REDES MPU Prof. Walter Cunha http://www.waltercunha.com/blog http://twitter.com/timasters http://br.groups.yahoo.com/group/timasters/

Bateria REDES MPU Prof. Walter Cunha http://www.waltercunha.com/blog http://twitter.com/timasters http://br.groups.yahoo.com/group/timasters/ Bateria REDES MPU Prof. Walter Cunha http://www.waltercunha.com/blog http://twitter.com/timasters http://br.groups.yahoo.com/group/timasters/ STJ 2008 Com relação a transmissão de dados, julgue os itens

Leia mais

PAN(PERSONAL AREA NETWORK) Possui dispositivos ligados para um único usuário.

PAN(PERSONAL AREA NETWORK) Possui dispositivos ligados para um único usuário. REDES DE COMPUTADORES São dois ou mais computadores ligados entre si com a finalidade de compartilhar aplicativos, recurso, dados e periféricos. EXTENSÃO GEOGRÁFICA (COM FIO) PAN(PERSONAL AREA NETWORK)

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

www.leitejunior.com.br 17/03/2011 15:04 Leite Júnior QUESTÕES FCC 2010 REDES (INTERNET/INTRANET)

www.leitejunior.com.br 17/03/2011 15:04 Leite Júnior QUESTÕES FCC 2010 REDES (INTERNET/INTRANET) QUESTÕES FCC 2010 REDES (INTERNET/INTRANET) CONCURSO: TRE AMAZONAS DATA: 31/01/2010 QUESTÃO 01 - O transporte de páginas Web entre um servidor e um cliente da Internet é realizado pelo protocolo (A) TCP.

Leia mais

Placa de Rede. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. MAN (Metropolitan Area Network) Rede Metropolitana

Placa de Rede. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. MAN (Metropolitan Area Network) Rede Metropolitana Rede de Computadores Parte 01 Prof. André Cardia Email: andre@andrecardia.pro.br MSN: andre.cardia@gmail.com Placa de Rede Uma placa de rede (NIC), ou adaptador de rede, oferece capacidades de comunicações

Leia mais

Fernando Albuquerque - fernando@cic.unb.br REDES LAN - WAN. Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br

Fernando Albuquerque - fernando@cic.unb.br REDES LAN - WAN. Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br REDES LAN - WAN Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br Tópicos Modelos Protocolos OSI e TCP/IP Tipos de redes Redes locais Redes grande abrangência Redes metropolitanas Componentes Repetidores

Leia mais

Rede de Computadores Modulo I Conceitos Iniciais

Rede de Computadores Modulo I Conceitos Iniciais Rede de Computadores Modulo I Conceitos Iniciais http://www.waltercunha.com Bibliografia* Redes de Computadores - Andrew S. Tanenbaum Editora: Campus. Ano: 2003 Edição: 4 ou 5 http://www.submarino.com.br/produto/1/56122?franq=271796

Leia mais

prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores

prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores Apresentação do professor, da disciplina, dos métodos de avaliação, das datas de trabalhos e provas; introdução a redes de computadores; protocolo TCP /

Leia mais

REDES INTRODUÇÃO À REDES

REDES INTRODUÇÃO À REDES REDES INTRODUÇÃO À REDES Simplificando ao extremo, uma rede nada mais é do que máquinas que se comunicam. Estas máquinas podem ser computadores, impressoras, telefones, aparelhos de fax, etc. Ex: Se interligarmos

Leia mais

Rede de Computadores

Rede de Computadores Escola de Ciências e Tecnologia UFRN Rede de Computadores Prof. Aquiles Burlamaqui Nélio Cacho Luiz Eduardo Eduardo Aranha ECT1103 INFORMÁTICA FUNDAMENTAL Manter o telefone celular sempre desligado/silencioso

Leia mais

1. AULA 1 - INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES

1. AULA 1 - INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES 1. AULA 1 - INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES Objetivos da Aula Aprender os conceitos básicos para compreensão das próximas aulas. Na maioria dos casos, os conceitos apresentados serão revistos com maior

Leia mais

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO)

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) Par Trançado UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) O cabo UTP é composto por pares de fios, sendo que cada par é isolado um do outro e todos são trançados juntos dentro de uma cobertura externa, que não possui

Leia mais

Tecnologia e Infraestrutura. Conceitos de Redes

Tecnologia e Infraestrutura. Conceitos de Redes Tecnologia e Infraestrutura Conceitos de Redes Agenda Introdução às Tecnologias de Redes: a) Conceitos de redes (LAN, MAN e WAN); b) Dispositivos (Hub, Switch e Roteador). Conceitos e tipos de Mídias de

Leia mais

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1 Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio slide 1 Objetivos de estudo Quais os principais componentes das redes de telecomunicações e quais as principais tecnologias de rede? Quais os principais

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Capítulo 1 Gustavo Reis gustavo.reis@ifsudestemg.edu.br - O que é a Internet? - Milhões de elementos de computação interligados: hospedeiros = sistemas finais - Executando aplicações

Leia mais

// Questões para estudo

// Questões para estudo // Questões para estudo 2 // Ferramentas Básicas de Internet e Web 2.0 1. Sobre a internet, marque a opção correta: A) A internet poder ser definida como uma rede mundial, composta por mihões e milhões

Leia mais

Introdução às Redes de Computadores. Por José Luís Carneiro

Introdução às Redes de Computadores. Por José Luís Carneiro Introdução às Redes de Computadores Por José Luís Carneiro Portes de computadores Grande Porte Super Computadores e Mainframes Médio Porte Super Minicomputadores e Minicomputadores Pequeno Porte Super

Leia mais

19/07/2013. Camadas. Camadas de Enlace e Física. Camadas de Enlace e Física. Topologias de Rede NOÇÕES DE REDE: CAMADAS DE ENLACE E FÍSICA

19/07/2013. Camadas. Camadas de Enlace e Física. Camadas de Enlace e Física. Topologias de Rede NOÇÕES DE REDE: CAMADAS DE ENLACE E FÍSICA 2 Camadas NOÇÕES DE REDE: CAMADAS DE ENLACE E FÍSICA Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima Universidade Federal Rural de Pernambuco Departamento de Estatística e Informática Aplicação Transporte

Leia mais

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET Prof. Marcondes Ribeiro Lima Fundamentos de Internet O que é internet? Nome dado a rede mundial de computadores, na verdade a reunião de milhares de redes conectadas

Leia mais