MODELO DE PLANILHA DE COMPOSIÇÃO DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MODELO DE PLANILHA DE COMPOSIÇÃO DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS"

Transcrição

1 Esta planilha é exemplificativa pois alguns dos elementos integrantes de custos são variáveis e dependem da caracteristica e estrutura de custo de cada licitante. Outros elementos são decorrentes de Lei, Acordos ou Convenções Coletivas de Trabalho, sendo responsabilidade da licitante informá-los ou considerá-los corretamente para que não fique dissonante do previsto em Lei, sob pena da licitante suportar o ônus do seu erro.(entendimento Jurídico do Acórdão - AT n 963/ TCU - Plenário). CATEGORIA PROFISSIONAL QUANTIDADE DE PROFISSIONAIS NECESSÁRIOS PARA A EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS SALÁRIO MÍNIMO VIGENTE (QUANDO HOUVER) Coordenador de Operação 1 465,00 SALÁRIO BASE DA CATEGORIA PROFISSIONAL não há ANO DO ACORDO OU CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2009 DATA BASE DA CATEGORIA JANEIRO SINDICATO AO QUAL É FILIADA A CATEGORIA PROFISSIONAL ITENS DESCRIÇÃO DOS ITENS DE CUSTOS ( % ) VALOR - R$ 1 SALÁRIO MENSAL 2.323, HORAS EXTRAS 1.3 ADICIONAL NOTURNO 1.4 ADICIONAL DE PERICULOSIDADE 0,00% 0, ADICIONAL DE INSALUBRIDADE TOTAL DA REMUNERAÇÃO 2.323,12 2 GRUPO "A" - ENCARGOS SOCIAIS E TRABALHISTAS INCIDENTES SOBRE A SOMA DOS VALORES DA REMUNERAÇÃO MENSAL 2.1 ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "A" INSS - CONTRIBUIÇÃO DA EMPRESA 20,00% 464, SESI/SESC 1,50% 34, SENAI/SENAC 1,00% 23, INCRA 0,20% 4, SALÁRIO EDUCAÇÃO 2,50% 58, FGTS 8,00% 185, SEGURO CONTRA ACIDENTES DE TRABALHO/INSS 3,00% 69, SEBRAE 0,60% 13,94 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO CRUPO "A" 36,80% 854,91 GRUPO "B" - ENCARGOS QUE RECEBEM A INCIDÊNCIA DO GRUPO "A". 2.2 ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "B" FÉRIAS 11,11% 258, AUXILIO DOENÇA (considerados 5 faltas por ano) 1,30% 30, LICENÇA MATERNIDADE 0,07% 0, LICENÇA PATERNIDADE 0,02% 0, FALTAS LEGAIS 0,28% 6, ACIDENTES DE TRABALHO 0,33% 7, AVISO PRÉVIO 1,94% 45, º SALÁRIO 8,33% 193,52 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAS DO GRUPO "B" 23,38% 541,52 GRUPO "C" - ENCARGOS QUE NÃO RECEBEM A INCIDÊNCIA DO GRUPO "B" 2.3 ENCARGOS SOCIAIS DO CRUPO "C" AVISO PRÉVIO INDENIZADO (TURN OVER = 5%) 0,41% 9, INDENIZAÇÃO ADICIONAL (CONSIDERANDO 2%) 0,17% 3, INDENIZAÇÃO ( Rescisão sem justa causa - multa de 40% do FGTS) em relação a 100% dos empregados inicialmente contratados:(1 x0,40 x0,08 x100) 3,20% 74, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - multa de 40% do FGTS), em relação a 5% dos empregados que serão substituídos: (0,05 x0,40 x0,08 x100) 0,16% 3, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - contribuição 10% do FGTS), em relação a 100% dos empregados inicialmente contratados: (1 x 0,10 x 0,08 x 100) 0,80% 18, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - contribuição de 10% do FGTS) em relação a 5% dos empregados que serão substituídos: (0,05 x 0,10 x 0,08 x 100) 0,04% 0,93 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "C" 4,78% 111,05

2 2.4 INCIDENCIA DO GRUPO SOBRE B [ %D = ( %A X %B)] 8,60% 199,88 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "D" 8,60% 199, ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "E" Incidência do FGTS (Item 2.1.6) exclusivamente sobre aviprévio indenizado (Item 2.3.1) 0,0328% 0, Incidendia do FGTS (Item 2.1.6) exclusivamente sobre o período médio de afastamento superior a 15 dias motivado por acidente de trabalho (Item 2.2.6) 0,026% 0,61 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "E" 0,06% 1, ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "F" Incidência dos encargos do grupo "A" sobre os valores constantes da base de cálculo referente ao salário mater- SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "F" 1,05 3 TOTAL DOS ENCARGOS SOCIAIS 73,62% 1.709,77 4 TOTAL DA REMUNERAÇÃO + ENCARGOS SOCIAIS 4.032,89 5 I N S U M O S 5.1 ASSISTÊNCIA MÉDICA/ EXAMES PERIÓDICOS/ADMISSIONAL/DEMIS. 8, AUXÍLIO FUNERAL 0, CESTA BÁSICA 0, DEPRECIAÇÃO DE EPI 0, DEPRECIAÇÃO DE INFRA ESTRUTURA 21, SEGURO DE VIDA 8, TREINAMENTO/CAPACITAÇÃO/RECICLAGEM 15, UNIFORMES E CRACHÁS 5, VALE ALIMENTAÇÃO/REFEIÇÃO ( R$ 5,83-5%)= ((5,83-0,2915) =5,53*22 121, TRANSPORTE (2,30*4*22-6% Salário Base da Categoria 63, CUSTOS COM DESLOCAMENTOS 0,00 VALOR TOTAL DOS INSUMOS 242,34 TOTAL DA REMUNERAÇÃO + ENCARGOS SOCIAIS + INSUMOS 4.275,23 6 OUTROS COMPONENTES DE CUSTO 6.1 DESPESAS OPEERACIONAIS/ADMINISTRATIVAS 5,00% 213, LUCRO 8,00% 342,02 TOTAL DE OUTROS COMPONENTES DE CUSTO 555,78 TOTAL DA REMUNERAÇÃO+ENC. SOCIAIS+INSUMOS +OUTROS C. DE CUSTO 4.831,01 VALOR PARA CÁLCULO DO ITEM 7 7 TRIBUTOS 7.1 ISSQN OU ISS 5,00% 264, COFINS 3,00% 158, PIS 0,65% 34,38 TOTAL DOS TRIBUTOS 8,65% 457,45 VALOR TOTAL UNITÁRIO MENSAL 5.288,46 VALOR MENSAL PARA 1 POSTO DE COORDENAÇÃO DE OPERAÇÃO 5.288,46 VALOR TOTAL PARA 1 POSTO DE COORDENADOR DE OPERAÇÃO EM 12 MESES ,56 OBSERVAÇOES: nidade [(salário + 13º/12 x 4)] x 0, DEPRECIAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA -refere-se aos equipamentos contidos no anexo III. Valor total de R$ (ano)/67(número de funcionários)/12(anual)= ,41/67=259,97/12=21,66 mensal por funcionário. 2 - UNIFORMES - refere-se a 2 camisetas e crachas, no valor total de R$ 60,00 ( 60/12 = 5,00) BASE LEGAL PARA A COBRANÇA E CÁLCULO DOS ENCARGOS SOCIAIS DO BRUPO "B" 1. 13º salário Artigo 7º VIII da CF/88. Leis 4090/62 e.4.749/65 e Decreto /65; 2. Férias Artigo 7º, XVII da CF/88 e 129 a 153 da CLT; 3. Aviso Prévio - Artigos 7º XXIda CF/88 e 477 a 487 e 491 da CLT; 4. Auxilio Doença Artigos 59 a 64 da Lei 8.213/91 e 71 a 80 do Regulamento da Previdência Social. 5. Acidente do Trabalho Artigos 19 a 23 da Lei 8.213/91; 6. Faltas Legais Artigo 473 da CLT 7. Licença maternidade/paternidade Artigo 7º,XIX da CF/88 e 10, 1º da CLT 1,05

3 Esta planilha é exemplificativa pois alguns dos elementos integrantes de custos são variáveis e dependem da caracteristica e estrutura de custo de cada licitante. Outros elementos são decorrentes de Lei, Acordos ou Convenções Coletivas de Trabalho, sendo responsabilidade da licitante informá-los ou considerá-los corretamente para que não fique dissonante do previsto em Lei, sob pena da licitante suportar o ônus do seu erro.(entendimento Jurídico do Acórdão - AT n 963/ TCU - Plenário). CATEGORIA PROFISSIONAL Monitor de Qualidade QUANTIDADE DE PROFISSIONAIS NECESSÁRIOS PARA A EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS 2 SALÁRIO MÍNIMO VIGENTE, PARA CÁLCULO DA INSALUBRIDADE (QUANDO HOUVER) 465,00 SALÁRIO BASE DA CATEGORIA PROFISSIONAL 1.425,06 ANO DO ACORDO OU CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2009 DATA BASE DA CATEGORIA JANEIRO SINDICATO AO QUAL É FILIADA A CATEGORIA PROFISSIONAL ITENS DESCRIÇÃO DOS ITENS DE CUSTOS ( % ) VALOR - R$ 1 SALÁRIO MENSAL 1.425, HORAS EXTRAS 1.3 ADICIONAL NOTURNO 1.4 ADICIONAL DE PERICULOSIDADE 0,00% 0, ADICIONAL DE INSALUBRIDADE TOTAL DA REMUNERAÇÃO 1.425,06 2 GRUPO "A" - ENCARGOS SOCIAIS E TRABALHISTAS INCIDENTES SOBRE A SOMA DOS VALORES DA REMUNERAÇÃO MENSAL 2.1 ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "A" INSS - CONTRIBUIÇÃO DA EMPRESA 20,00% 285, SESI/SESC 1,50% 21, SENAI/SENAC 1,00% 14, INCRA 0,20% 2, SALÁRIO EDUCAÇÃO 2,50% 35, FGTS 8,00% 114, SEGURO CONTRA ACIDENTES DE TRABALHO/INSS 3,00% 42, SEBRAE 0,60% 8,55 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO CRUPO "A" 36,80% 524,42 GRUPO "B" - ENCARGOS QUE RECEBEM A INCIDÊNCIA DO GRUPO "A". 2.2 ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "B" FÉRIAS 11,11% 158, AUXILIO DOENÇA (considerados 5 faltas por ano) 1,30% 18, LICENÇA MATERNIDADE 0,07% 1, LICENÇA PATERNIDADE 0,02% 0, FALTAS LEGAIS 0,28% 3, ACIDENTES DE TRABALHO 0,33% 4, AVISO PRÉVIO 1,94% 27, º SALÁRIO 8,33% 118,71 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAS DO GRUPO "B" 23,38% 333,18 GRUPO "C" - ENCARGOS QUE NÃO RECEBEM A INCIDÊNCIA DO GRUPO "B" 2.3 ENCARGOS SOCIAIS DO CRUPO "C" AVISO PRÉVIO INDENIZADO (TURN OVER = 5%) 0,41% 5, INDENIZAÇÃO ADICIONAL (CONSIDERANDO 2%) 0,17% 2, INDENIZAÇÃO ( Rescisão sem justa causa - multa de 40% do FGTS) em relação a 100% dos empregados inicialmente contratados:(1 x0,40 x0,08 x100) 3,20% 45, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - multa de 40% do FGTS), em relação a 5% dos empregados que serão substituídos: (0,05 x0,40 x0,08 x100) 0,16% 2, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - contribuição 10% do FGTS), em relação a 100% dos empregados inicialmente contratados: (1 x 0,10 x 0,08 x 100) 0,80% 11, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - contribuição de 10% do FGTS) em relação a 5% dos empregados que serão substituídos: (0,05 x 0,10 x 0,08 x 100) 0,04% 0,57 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "C" 4,78% 68,12

4 GRUPO "D" - INCIDÊNCIA DOS ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "A" SORE OS ITENS DO CRUPO "B" 2.4 INCIDENCIA DO GRUPO SOBRE B [ %D = ( %A X %B)] 8,60% 122,61 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "D" 8,60% 122, ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "E" Incidência do FGTS (Item 2.1.6) exclusivamente sobre aviprévio indenizado (Item 2.3.1) 0,0328% 0, Incidendia do FGTS (Item 2.1.6) exclusivamente sobre o período médio de afastamento superior a 15 dias motivado por acidente de trabalho (Item 2.2.6) 0,026% 0,38 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "E" 0,06% 0, ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "F" Incidência dos encargos do grupo "A" sobre os valores constantes da base de cálculo referente ao salário mater- SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "F" 0,64 3 TOTAL DOS ENCARGOS SOCIAIS 73,62% 1.049,82 4 TOTAL DA REMUNERAÇÃO + ENCARGOS SOCIAIS 2.474,88 5 I N S U M O S 5.1 ASSISTÊNCIA MÉDICA/ EXAMES PERIÓDICOS/ADMISSIONAL/DEMISSIONAL 8, AUXÍLIO FUNERAL 0, CESTA BÁSICA 0, DEPRECIAÇÃO DE EPI 0, DEPRECIAÇÃO DE INFRAESTRUTURA 21, SEGURO DE VIDA 8, TREINAMENTO/CAPACITAÇÃO/RECICLAGEM 15, UNIFORMES E CRACHAS 5, VALE ALIMENTAÇÃO/REFEIÇÃO (R$ 5,83-5%)=((5,83-0,2915)=5,53*22 121, TRANSPORTE (2,30*4*22-6% Salário Base da Categoria 116, CUSTOS COM DESLOCAMENTO 0, nidade [(salário + 13º/12 x 4)] x 0,02 VALOR TOTAL DOS INSUMOS 296,22 TOTAL DA REMUNERAÇÃO + ENCARGOS SOCIAIS + INSUMOS 2.771,10 6 OUTROS COMPONENTES DE CUSTO 6.1 DESPESAS OPEERACIONAIS/ADMINISTRATIVAS 5,00% 138, LUCRO 8,00% 221,69 TOTAL DE OUTROS COMPONENTES DE CUSTO 360,24 TOTAL DA REMUNERAÇÃO+ENC. SOCIAIS+INSUMOS +OUTROS C. DE CUSTO 3.131,34 VALOR PARA CÁLCULO DO ITEM 7 7 TRIBUTOS 7.1 ISSQN OU ISS 5,00% 171, COFINS 3,00% 102, PIS 0,65% 22,28 TOTAL DOS TRIBUTOS 8,65% 296,51 VALOR TOTAL UNITÁRIO MENSAL 3.427,85 VALOR MENSAL PARA 2 MONITORES DE QUALIDADE 6.855,70 VALOR TOTAL PARA 2 POSTOS DE TRABALHO EM 12 MESES ,36 OBSERVAÇOES: 1 - DEPRECIAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA -refere-se aos equipamentos contidos no anexo III. Valor total de R$ (ano)/67(número de funcionários)/12(anual)= ,41/67=259,97/12=21,66 mensal por funcionário. 0, UNIFORMES - refere-se a 2 camisetas e crachas, no valor total de R$ 60,00 ( 60/12 = 5,00) BASE LEGAL PARA A COBRANÇA E CÁLCULO DOS ENCARGOS SOCIAIS DO BRUPO "B" 1. 13º salário Artigo 7º VIII da CF/88. Leis 4090/62 e.4.749/65 e Decreto /65; 2. Férias Artigo 7º, XVII da CF/88 e 129 a 153 da CLT; 3. Aviso Prévio - Artigos 7º XXIda CF/88 e 477 a 487 e 491 da CLT; 4. Auxilio Doença Artigos 59 a 64 da Lei 8.213/91 e 71 a 80 do Regulamento da Previdência Social. 5. Acidente do Trabalho Artigos 19 a 23 da Lei 8.213/91; 6. Faltas Legais Artigo 473 da CLT 7. Licença maternidade/paternidade Artigo 7º,XIX da CF/88 e 10, 1º da CLT

5 Esta planilha é exemplificativa pois alguns dos elementos integrantes de custos são variáveis e dependem da caracteristica e estrutura de custo de cada licitante. Outros elementos são decorrentes de Lei, Acordos ou Convenções Coletivas de Trabalho, sendo responsabilidade da licitante informá-los ou considerá-los corretamente para que não fique dissonante do previsto em Lei, sob pena da licitante suportar o ônus do seu erro.(entendimento Jurídico do Acórdão - AT n 963/ TCU - Plenário). CATEGORIA PROFISSIONAL Auxiliar Administrativo QUANTIDADE DE PROFISSIONAIS NECESSÁRIOS PARA A EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS 2 SALÁRIO MÍNIMO VIGENTE, PARA CÁLCULO DA INSALUBRIDADE (QUANDO HOUVER) 465,00 SALÁRIO BASE DA CATEGORIA PROFISSIONAL 1.147,00 ANO DO ACORDO OU CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2008 DATA BASE DA CATEGORIA JANEIRO SINDICATO AO QUAL É FILIADA A CATEGORIA PROFISSIONAL ITENS DESCRIÇÃO DOS ITENS DE CUSTOS ( % ) VALOR - R$ 1 SALÁRIO MENSAL 1.147, HORAS EXTRAS 1.3 ADICIONAL NOTURNO 1.4 ADICIONAL DE PERICULOSIDADE 0,00% 0, ADICIONAL DE INSALUBRIDADE TOTAL DA REMUNERAÇÃO 1.147,00 2 GRUPO "A" - ENCARGOS SOCIAIS E TRABALHISTAS INCIDENTES SOBRE A SOMA DOS VALORES DA REMUNERAÇÃO MENSAL 2.1 ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "A" INSS - CONTRIBUIÇÃO DA EMPRESA 20,00% 229, SESI/SESC 1,50% 17, SENAI/SENAC 1,00% 11, INCRA 0,20% 2, SALÁRIO EDUCAÇÃO 2,50% 28, FGTS 8,00% 91, SEGURO CONTRA ACIDENTES DE TRABALHO/INSS 3,00% 34, SEBRAE 0,60% 6,88 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO CRUPO "A" 36,80% 422,10 GRUPO "B" - ENCARGOS QUE RECEBEM A INCIDÊNCIA DO GRUPO "A". 2.2 ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "B" FÉRIAS 11,11% 127, AUXILIO DOENÇA (considerados 5 faltas por ano) 1,30% 14, LICENÇA MATERNIDADE 0,07% 0, LICENÇA PATERNIDADE 0,02% 0, FALTAS LEGAIS 0,28% 3, ACIDENTES DE TRABALHO 0,33% 3, AVISO PRÉVIO 1,94% 22, º SALÁRIO 8,33% 95,55 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAS DO GRUPO "B" 23,38% 268,17 GRUPO "C" - ENCARGOS QUE NÃO RECEBEM A INCIDÊNCIA DO GRUPO "B" 2.3 ENCARGOS SOCIAIS DO CRUPO "C" AVISO PRÉVIO INDENIZADO (TURN OVER = 5%) 0,41% 4, INDENIZAÇÃO ADICIONAL (CONSIDERANDO 2%) 0,17% 1, INDENIZAÇÃO ( Rescisão sem justa causa - multa de 40% do FGTS) em relação a 100% dos empregados inicialmente contratados:(1 x0,40 x0,08 x100) 3,20% 36, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - multa de 40% do FGTS), em relação a 5% dos empregados que serão substituídos: (0,05 x0,40 x0,08 x100) 0,16% 1, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - contribuição 10% do FGTS), em relação a 100% dos empregados inicialmente contratados: (1 x 0,10 x 0,08 x 100) 0,80% 9, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - contribuição de 10% do FGTS) em relação a 5% dos empregados que serão substituídos: (0,05 x 0,10 x 0,08 x 100) 0,04% 0,46 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "C" 4,78% 54,83

6 GRUPO "D" - INCIDÊNCIA DOS ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "A" SOBRE OS ITENS DO CRUPO "B" 2.4 INCIDENCIA DO GRUPO SOBRE B [ %D = ( %A X %B)] 8,60% 98,69 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "D" 8,60% 98, ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "E" Incidência do FGTS (Item 2.1.6) exclusivamente sobre aviprévio indenizado (Item 2.3.1) 0,0328% 0, Incidendia do FGTS (Item 2.1.6) exclusivamente sobre o período médio de afastamento superior a 15 dias motivado por acidente de trabalho (Item 2.2.6) 0,026% 0,30 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "E" 0,06% 0, ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "F" Incidência dos encargos do grupo "A" sobre os valores constantes da base de cálculo referente ao salário mater- SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "F" 0,52 3 TOTAL DOS ENCARGOS SOCIAIS 73,62% 844,97 4 TOTAL DA REMUNERAÇÃO + ENCARGOS SOCIAIS 1.991,97 5 I N S U M O S 5.1 ASSISTÊNCIA MÉDICA/ EXAMES PERIÓDICOS/ADMISSIONAL/DEMISSIONAL 8, AUXÍLIO FUNERAL 0, CESTA BÁSICA 0, DEPRECIAÇÃO DE EPI 0, DEPRECIAÇÃO DE INFRAESTRUTURA 21, SEGURO DE VIDA 8, TREINAMENTO/CAPACITAÇÃO/RECICLAGEM 15, UNIFORMES E CRACHAS 5, VALE ALIMENTAÇÃO/REFEIÇÃO (R$ 5,83-5%)=((5,83-0,29)=5,53*22 121, TRANSPORTE (2,30*4*22-6% Salário Base da Categoria 133, CUSTOS COM DESLOCAMENTO 0, nidade [(salário + 13º/12 x 4)] x 0,02 VALOR TOTAL DOS INSUMOS 312,90 TOTAL DA REMUNERAÇÃO + ENCARGOS SOCIAIS + INSUMOS 2.304,88 6 OUTROS COMPONENTES DE CUSTO 6.1 DESPESAS OPEERACIONAIS/ADMINISTRATIVAS 5,00% 115, LUCRO 8,00% 184,39 TOTAL DE OUTROS COMPONENTES DE CUSTO 299,63 TOTAL DA REMUNERAÇÃO+ENC. SOCIAIS+INSUMOS +OUTROS C. DE CUSTO 2.604,51 VALOR PARA CÁLCULO DO ITEM 7 7 TRIBUTOS 7.1 ISSQN OU ISS 5,00% 142, COFINS 3,00% 85, PIS 0,65% 18,53 TOTAL DOS TRIBUTOS 8,65% 246,62 VALOR TOTAL UNITÁRIO MENSAL 2.851,14 VALOR MENSAL PARA 2 TÉCNICO ADMINISTRATIVO 5.702,27 VALOR TOTAL PARA 2 POSTOS DE TRABALHO EM 12 MESES ,27 OBSERVAÇOES: 1 - DEPRECIAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA -refere-se aos equipamentos contidos no anexo III. Valor total de R$ (ano)/67(número de funcionários)/12(anual)= ,41/67=259,97/12=21,66 mensal por funcionário. 2 - UNIFORMES - refere-se a 2 camisetas e crachas, no valor total de R$ 60,00 ( 60/12 = 5,00) BASE LEGAL PARA A COBRANÇA E CÁLCULO DOS ENCARGOS SOCIAIS DO BRUPO "B" 1. 13º salário Artigo 7º VIII da CF/88. Leis 4090/62 e.4.749/65 e Decreto /65; 2. Férias Artigo 7º, XVII da CF/88 e 129 a 153 da CLT; 3. Aviso Prévio - Artigos 7º XXIda CF/88 e 477 a 487 e 491 da CLT; 4. Auxilio Doença Artigos 59 a 64 da Lei 8.213/91 e 71 a 80 do Regulamento da Previdência Social. 5. Acidente do Trabalho Artigos 19 a 23 da Lei 8.213/91; 6. Faltas Legais Artigo 473 da CLT 6. Faltas Legais Artigo 473 da CLT 7. Licença maternidade/paternidade Artigo 7º,XIX da CF/88 e 10, 1º da CLT 0,52

7 Esta planilha é exemplificativa pois alguns dos elementos integrantes de custos são variáveis e dependem da caracteristica e estrutura de custo de cada licitante. Outros elementos são decorrentes de Lei, Acordos ou Convenções Coletivas de Trabalho, sendo responsabilidade da licitante informá-los ou considerá-los corretamente para que não fique dissonante do previsto em Lei, sob pena da licitante suportar o ônus do seu erro.(entendimento Jurídico do Acórdão - AT n 963/ TCU - Plenário). CATEGORIA PROFISSIONAL SUPERVISOR QUANTIDADE DE PROFISSIONAIS NECESSÁRIOS PARA A EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS 2 SALÁRIO MÍNIMO VIGENTE, PARA CÁLCULO DA INSALUBRIDADE (QUANDO HOUVER) 465,00 SALÁRIO BASE DA CATEGORIA PROFISSIONAL 850 ANO DO ACORDO OU CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2009 DATA BASE DA CATEGORIA JANEIRO SINDICATO AO QUAL É FILIADA A CATEGORIA PROFISSIONAL ITENS DESCRIÇÃO DOS ITENS DE CUSTOS ( % ) VALOR - R$ 1 SALÁRIO MENSAL 850, HORAS EXTRAS 1.3 ADICIONAL NOTURNO 20% 0, ADICIONAL DE PERICULOSIDADE 0,00% 0, TOTAL DA REMUNERAÇÃO 850,00 2 GRUPO "A" - ENCARGOS SOCIAIS E TRABALHISTAS INCIDENTES SOBRE A SOMA DOS VALORES DA REMUNERAÇÃO MENSAL 2.1 ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "A" INSS - CONTRIBUIÇÃO DA EMPRESA 20,00% 170, SESI/SESC 1,50% 12, SENAI/SENAC 1,00% 8, INCRA 0,20% 1, SALÁRIO EDUCAÇÃO 2,50% 21, FGTS 8,00% 68, SEGURO CONTRA ACIDENTES DE TRABALHO/INSS 3,00% 25, SEBRAE 0,60% 5,10 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO CRUPO "A" 36,80% 312,80 GRUPO "B" - ENCARGOS QUE RECEBEM A INCIDÊNCIA DO GRUPO "A". 2.2 ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "B" FÉRIAS 11,11% 94, AUXILIO DOENÇA (considerados 5 faltas por ano) 1,30% 11, LICENÇA MATERNIDADE 0,07% 0, LICENÇA PATERNIDADE 0,02% 0, FALTAS LEGAIS 0,28% 2, ACIDENTES DE TRABALHO 0,33% 2, AVISO PRÉVIO 1,94% 16, º SALÁRIO 8,33% 70,81 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAS DO GRUPO "B" 23,38% 198,73 GRUPO "C" - ENCARGOS QUE NÃO RECEBEM A INCIDÊNCIA DO GRUPO "B" 2.3 ENCARGOS SOCIAIS DO CRUPO "C" AVISO PRÉVIO INDENIZADO (TURN OVER = 5%) 0,41% 3, INDENIZAÇÃO ADICIONAL (CONSIDERANDO 2%) 0,17% 1, INDENIZAÇÃO ( Rescisão sem justa causa - multa de 40% do FGTS) em relação a 100% dos empregados inicialmente contratados:(1 x0,40 x0,08 x100) 3,20% 27, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - multa de 40% do FGTS), em relação a 5% dos empregados que serão substituídos: (0,05 x0,40 x0,08 x100) 0,16% 1, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - contribuição 10% do FGTS), em relação a 100% dos empregados inicialmente contratados: (1 x 0,10 x 0,08 x 100) 0,80% 6, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - contribuição de 10% do FGTS) em relação a 5% dos empregados que serão substituídos: (0,05 x 0,10 x 0,08 x 100) 0,04% 0,34 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "C" 4,78% 40,63

8 GRUPO "D" - INCIDÊNCIA DOS ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "A" SOBRE OS ITENS DO GRUPO "B" 2.4 INCIDENCIA DO GRUPO SOBRE B [ %D = ( %A X %B)] 8,60% 73,13 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "D" 8,60% 73, ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "E" Incidência do FGTS (Item 2.1.6) exclusivamente sobre aviprévio indenizado (Item 2.3.1) 0,0328% 0, Incidendia do FGTS (Item 2.1.6) exclusivamente sobre o período médio de afastamento superior a 15 dias motivado por acidente de trabalho (Item 2.2.6) 0,026% 0,22 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "E" 0,06% 0, ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "F" Incidência dos encargos do grupo "A" sobre os valores constantes da base de cálculo referente ao salário mater- SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "F" 0,38 3 TOTAL DOS ENCARGOS SOCIAIS 73,62% 626,18 4 TOTAL DA REMUNERAÇÃO + ENCARGOS SOCIAIS 1.476,18 5 I N S U M O S 5.1 ASSISTÊNCIA MÉDICA/ EXAMES PERIÓDICOS/ADMISSIONAL/DEMISSIONAL 8, AUXÍLIO FUNERAL 0, CESTA BÁSICA 0, DEPRECIAÇÃO DE EPI (100/36=2,78%am de R$ 1.136,30) 0, DEPRECIAÇÃO DE INFRAESTRUTURA 21, SEGURO DE VIDA EM GRUPO 8, TREINAMENTO/CAPACITAÇÃO/RECICLAGEM 15, UNIFORMES E CRACHÁS 5, VALE ALIMENTAÇÃO/REFEIÇÃO (R$ 5,83-5%)=((5,83-029)=5,53*22 121, TRANSPORTE (2,30*4*22-6% SM 151, CUSTOS COM DESLOCAMENTO 0, nidade [(salário + 13º/12 x 4)] x 0,02 VALOR TOTAL DOS INSUMOS 330,72 TOTAL DA REMUNERAÇÃO + ENCARGOS SOCIAIS + INSUMOS 1.806,90 6 OUTROS COMPONENTES DE CUSTO 6.1 DESPESAS OPEERACIONAIS/ADMINISTRATIVAS 5,00% 90, LUCRO 8,00% 144,55 TOTAL DE OUTROS COMPONENTES DE CUSTO 234,90 TOTAL DA REMUNERAÇÃO+ENC. SOCIAIS+INSUMOS +OUTROS C. DE CUSTO 2.041,80 VALOR PARA CÁLCULO DO ITEM 7 7 TRIBUTOS 7.1 ISSQN OU ISS 5,00% 111, COFINS 3,00% 67, PIS 0,65% 14,53 TOTAL DOS TRIBUTOS 8,65% 193,34 VALOR TOTAL UNITÁRIO MENSAL 2.235,14 VALOR MENSAL PARA 2 POSTOS DE SUPERVISORES 4.470,27 VALOR TOTAL PARA 2 POSTOS DE SUPERVISORES ,24 OBSERVAÇOES: 1 - DEPRECIAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA -refere-se aos equipamentos contidos no anexo III. Valor total de R$ (ano)/67(número de funcionários)/12(anual)= ,41/67=259,97/12=21,66 mensal por funcionário. 0, UNIFORMES - refere-se a 2 camisetas e crachas, no valor total de R$ 60,00 ( 60/12 = 5,00) BASE LEGAL PARA A COBRANÇA E CÁLCULO DOS ENCARGOS SOCIAIS DO BRUPO "B" 1. 13º salário Artigo 7º VIII da CF/88. Leis 4090/62 e.4.749/65 e Decreto /65; 2. Férias Artigo 7º, XVII da CF/88 e 129 a 153 da CLT; 3. Aviso Prévio - Artigos 7º XXIda CF/88 e 477 a 487 e 491 da CLT; 4. Auxilio Doença Artigos 59 a 64 da Lei 8.213/91 e 71 a 80 do Regulamento da Previdência Social. 5. Acidente do Trabalho Artigos 19 a 23 da Lei 8.213/91; 6. Faltas Legais Artigo 473 da CLT 7. Licença maternidade/paternidade Artigo 7º,XIX da CF/88 e 10, 1º da CLT

9 Esta planilha é exemplificativa pois alguns dos elementos integrantes de custos são variáveis e dependem da caracteristica e estrutura de custo de cada licitante. Outros elementos são decorrentes de Lei, Acordos ou Convenções Coletivas de Trabalho, sendo responsabilidade da licitante informá-los ou considerá-los corretamente para que não fique dissonante do previsto em Lei, sob pena da licitante suportar o ônus do seu erro.(entendimento Jurídico do Acórdão - AT n 963/ TCU - Plenário). CATEGORIA PROFISSIONAL SUPERVISOR C AD NOT. QUANTIDADE DE PROFISSIONAIS NECESSÁRIOS PARA A EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS 2 SALÁRIO MÍNIMO VIGENTE, PARA CÁLCULO DA INSALUBRIDADE (QUANDO HOUVER) 465,00 SALÁRIO BASE DA CATEGORIA PROFISSIONAL 850 ANO DO ACORDO OU CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2009 DATA BASE DA CATEGORIA JANEIRO SINDICATO AO QUAL É FILIADA A CATEGORIA PROFISSIONAL ITENS DESCRIÇÃO DOS ITENS DE CUSTOS ( % ) VALOR - R$ 1 SALÁRIO MENSAL 850, HORAS EXTRAS 1.3 ADICIONAL DE PERICULOSIDADE 0,00% 0, ADICIONAL NOTURNO 60 minutos/52,5=1,142+20%=1,37 20,00% 56,61 TOTAL DA REMUNERAÇÃO 906,61 2 GRUPO "A" - ENCARGOS SOCIAIS E TRABALHISTAS INCIDENTES SOBRE A SOMA DOS VALORES DA REMUNERAÇÃO MENSAL 2.1 ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "A" INSS - CONTRIBUIÇÃO DA EMPRESA 20,00% 181, SESI/SESC 1,50% 13, SENAI/SENAC 1,00% 9, INCRA 0,20% 1, SALÁRIO EDUCAÇÃO 2,50% 22, FGTS 8,00% 72, SEGURO CONTRA ACIDENTES DE TRABALHO/INSS 3,00% 27, SEBRAE 0,60% 5,44 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO CRUPO "A" 36,80% 333,63 GRUPO "B" - ENCARGOS QUE RECEBEM A INCIDÊNCIA DO GRUPO "A". 2.2 ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "B" FÉRIAS 11,11% 100, AUXILIO DOENÇA (considerados 5 faltas por ano) 1,30% 11, LICENÇA MATERNIDADE 0,07% 0, LICENÇA PATERNIDADE 0,02% 0, FALTAS LEGAIS 0,28% 2, ACIDENTES DE TRABALHO 0,33% 2, AVISO PRÉVIO 1,94% 17, º SALÁRIO 8,33% 75,52 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAS DO GRUPO "B" 23,38% 211,96 GRUPO "C" - ENCARGOS QUE NÃO RECEBEM A INCIDÊNCIA DO GRUPO "B" 2.3 ENCARGOS SOCIAIS DO CRUPO "C" AVISO PRÉVIO INDENIZADO (TURN OVER = 5%) 0,41% 3, INDENIZAÇÃO ADICIONAL (CONSIDERANDO 2%) 0,17% 1, INDENIZAÇÃO ( Rescisão sem justa causa - multa de 40% do FGTS) em relação a 100% dos empregados inicialmente contratados:(1 x0,40 x0,08 x100) 3,20% 29, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - multa de 40% do FGTS), em relação a 5% dos empregados que serão substituídos: (0,05 x0,40 x0,08 x100) 0,16% 1, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - contribuição 10% do FGTS), em relação a 100% dos empregados inicialmente contratados: (1 x 0,10 x 0,08 x 100) 0,80% 7, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - contribuição de 10% do FGTS) em relação a 5% dos empregados que serão substituídos: (0,05 x 0,10 x 0,08 x 100) 0,04% 0,36 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "C" 4,78% 43,34

10 GRUPO "D" - INCIDÊNCIA DOS ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "A" SORE OS ITENS DO CRUPO "B" 2.4 INCIDENCIA DO GRUPO SOBRE B [ %D = ( %A X %B)] 8,60% 78,00 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "D" 8,60% 78, ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "E" Incidência do FGTS (Item 2.1.6) exclusivamente sobre aviprévio indenizado (Item 2.3.1) 0,0328% 0, Incidendia do FGTS (Item 2.1.6) exclusivamente sobre o período médio de afastamento superior a 15 dias motivado por acidente de trabalho (Item 2.2.6) 0,026% 0,24 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "E" 0,06% 0, ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "F" Incidência dos encargos do grupo "A" sobre os valores constantes da base de cálculo referente ao salário mater- SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "F" 0,41 3 TOTAL DOS ENCARGOS SOCIAIS 73,62% 667,88 4 TOTAL DA REMUNERAÇÃO + ENCARGOS SOCIAIS 1.574,49 5 I N S U M O S 5.1 ASSISTÊNCIA MÉDICA/ EXAMES PERIÓDICOS/ADMISSIONAL/DEMISSIONAL 8, AUXÍLIO FUNERAL 0, CESTA BÁSICA 0, DEPRECIAÇÃO DE EPI (100/36=2,78%am de R$ 1.136,30) 0, DEPRECIAÇÃO DE INFRAESTRUTURA 21, SEGURO DE VIDA EM GRUPO 8, TREINAMENTO/CAPACITAÇÃO/RECICLAGEM 15, UNIFORMES E CRACHÁS 5, VALE ALIMENTAÇÃO/REFEIÇÃO (R$ 5,83-5%)=((5,83-029)=5,53*22 121, TRANSPORTE (2,30*4*22-6% SM 151, CUSTOS COM DESLOCAMENTO 0, VALOR TOTAL DOS INSUMOS 330,72 TOTAL DA REMUNERAÇÃO + ENCARGOS SOCIAIS + INSUMOS 1.905,21 6 OUTROS COMPONENTES DE CUSTO 6.1 DESPESAS OPEERACIONAIS/ADMINISTRATIVAS 5,00% 95, LUCRO 8,00% 152,42 TOTAL DE OUTROS COMPONENTES DE CUSTO 247,68 TOTAL DA REMUNERAÇÃO+ENC. SOCIAIS+INSUMOS +OUTROS C. DE CUSTO 2.152,89 VALOR PARA CÁLCULO DO ITEM 7 7 TRIBUTOS 7.1 ISSQN OU ISS 5,00% 117, COFINS 3,00% 70, PIS 0,65% 15,32 TOTAL DOS TRIBUTOS 8,65% 203,86 VALOR TOTAL UNITÁRIO MENSAL 2.356,75 VALOR MENSAL PARA 2 POSTOS DE SUPERVISORES 4.713,49 VALOR TOTAL PARA 2 POSTOS DE SUPERVISORES ,88 OBSERVAÇOES: nidade [(salário + 13º/12 x 4)] x 0, DEPRECIAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA -refere-se aos equipamentos contidos no anexo III. Valor total de R$ (ano)/67(número de funcionários)/12(anual)= ,41/67=259,97/12=21,66 mensal por funcionário. 0, UNIFORMES - refere-se a 2 conjuntos de camisetass e cracha = R$ 60,00 (60/12 = 5,00) 4 - CÁLCULO DO ADICIONAL NOTURNO: 20% da hora Fórmula: 1) salário dividido pelo número de horas trabalhadas no mês; 2) o resultado multiplicado pela quantidade de horas que receberão adicional noturno; 3) o resultado multiplicado por 1,37; Cálculo do Adicional Noturno 60 minutos / 52,5 = 1, %= 1,37 BASE LEGAL PARA A COBRANÇA E CÁLCULO DOS ENCARGOS SOCIAIS DO BRUPO "B" 1. 13º salário Artigo 7º VIII da CF/88. Leis 4090/62 e.4.749/65 e Decreto /65; 2. Férias Artigo 7º, XVII da CF/88 e 129 a 153 da CLT; 3. Aviso Prévio - Artigos 7º XXIda CF/88 e 477 a 487 e 491 da CLT; 4. Auxilio Doença Artigos 59 a 64 da Lei 8.213/91 e 71 a 80 do Regulamento da Previdência Social. 5. Acidente do Trabalho Artigos 19 a 23 da Lei 8.213/91; 6. Faltas Legais Artigo 473 da CLT 7. Licença maternidade/paternidade Artigo 7º,XIX da CF/88 e 10, 1º da CLT

11 Esta planilha é exemplificativa pois alguns dos elementos integrantes de custos são variáveis e dependem da caracteristica e estrutura de custo de cada licitante. Outros elementos são decorrentes de Lei, Acordos ou Convenções Coletivas de Trabalho, sendo responsabilidade da licitante informá-los ou considerá-los corretamente para que não fique dissonante do previsto em Lei, sob pena da licitante suportar o ônus do seu erro.(entendimento Jurídico do Acórdão - AT n 963/ TCU - Plenário). CATEGORIA PROFISSIONAL TELEOPERADOR QUANTIDADE DE PROFISSIONAIS NECESSÁRIOS PARA A EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS 35 SALÁRIO MÍNIMO VIGENTE, PARA CÁLCULO DA INSALUBRIDADE (QUANDO HOUVER) 465,00 SALÁRIO BASE DA CATEGORIA PROFISSIONAL 609,97 ANO DO ACORDO OU CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2009 DATA BASE DA CATEGORIA JANEIRO SINDICATO AO QUAL É FILIADA A CATEGORIA PROFISSIONAL ITENS DESCRIÇÃO DOS ITENS DE CUSTOS ( % ) VALOR - R$ 1 SALÁRIO MENSAL 609, HORAS EXTRAS 1.3 ADICIONAL PERICULOSIDADE 1.4 ADICIONAL DE NOTURNO 0,00% 0, ADICIONAL DE INSALUBRIDADE TOTAL DA REMUNERAÇÃO 609,97 2 GRUPO "A" - ENCARGOS SOCIAIS E TRABALHISTAS INCIDENTES SOBRE A SOMA DOS VALORES DA REMUNERAÇÃO MENSAL 2.1 ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "A" INSS - CONTRIBUIÇÃO DA EMPRESA 20,00% 121, SESI/SESC 1,50% 9, SENAI/SENAC 1,00% 6, INCRA 0,20% 1, SALÁRIO EDUCAÇÃO 2,50% 15, FGTS 8,00% 48, SEGURO CONTRA ACIDENTES DE TRABALHO/INSS 3,00% 18, SEBRAE 0,60% 3,66 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO CRUPO "A" 36,80% 224,47 GRUPO "B" - ENCARGOS QUE RECEBEM A INCIDÊNCIA DO GRUPO "A". 2.2 ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "B" FÉRIAS 11,11% 67, AUXILIO DOENÇA (considerados 5 faltas por ano) 1,30% 7, LICENÇA MATERNIDADE 0,07% 0, LICENÇA PATERNIDADE 0,02% 0, FALTAS LEGAIS 0,28% 1, ACIDENTES DE TRABALHO 0,33% 2, AVISO PRÉVIO 1,94% 11, º SALÁRIO 8,33% 50,81 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAS DO GRUPO "B" 23,38% 142,61 GRUPO "C" - ENCARGOS QUE NÃO RECEBEM A INCIDÊNCIA DO GRUPO "B" 2.3 ENCARGOS SOCIAIS DO CRUPO "C" AVISO PRÉVIO INDENIZADO (TURN OVER = 5%) 0,41% 2, INDENIZAÇÃO ADICIONAL (CONSIDERANDO 2%) 0,17% 1, INDENIZAÇÃO ( Rescisão sem justa causa - multa de 40% do FGTS) em relação a 100% dos empregados inicialmente contratados:(1 x0,40 x0,08 x100) 3,20% 19, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - multa de 40% do FGTS), em relação a 5% dos empregados que serão substituídos: (0,05 x0,40 x0,08 x100) 0,16% 0, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - contribuição 10% do FGTS), em relação a 100% dos empregados inicialmente contratados: (1 x 0,10 x 0,08 x 100) 0,80% 4, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - contribuição de 10% do FGTS) em relação a 5% dos empregados que serão substituídos: (0,05 x 0,10 x 0,08 x 100) 0,04% 0,24 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "C" 4,78% 29,16

12 GRUPO "D" - INCIDÊNCIA DOS ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "A" SORE OS ITENS DO CRUPO "B" 2.4 INCIDENCIA DO GRUPO SOBRE B [ %D = ( %A X %B)] 8,60% 52,48 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "D" 8,60% 52, ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "E" Incidência do FGTS (Item 2.1.6) exclusivamente sobre aviprévio indenizado (Item 2.3.1) 0,0328% 0, Incidendia do FGTS (Item 2.1.6) exclusivamente sobre o período médio de afastamento superior a 15 dias motivado por acidente de trabalho (Item 2.2.6) 0,026% 0,16 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "E" 0,06% 0, ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "F" Incidência dos encargos do grupo "A" sobre os valores constantes da base de cálculo referente ao salário mater- SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "F" 0,28 3 TOTAL DOS ENCARGOS SOCIAIS 73,62% 449,35 4 TOTAL DA REMUNERAÇÃO + ENCARGOS SOCIAIS 1.059,32 5 I N S U M O S 5.1 ASSISTÊNCIA MÉDICA/ EXAMES PERIÓDICOS/ADMISSIONAL/DEMISSIONAL 8, AUXÍLIO FUNERAL 0, CESTA BÁSICA 0, DEPRECIAÇÃO DE EPI (100/36=2,78%am de R$ 1.136,30) 0, DEPRECIAÇÃO DE INFRAESTRUTURA 21, SEGURO DE VIDA EM GRUPO 8, TREINAMENTO/CAPACITAÇÃO/RECICLAGEM 15, UNIFORMES E CRACHÁS 5, VALE ALIMENTAÇÃO/REFEIÇÃO (R$ 5,83-5%)=((5,83-029)=5,53*22 121, TRANSPORTE (2,30*2*22-6% SM 165, CUSTOS COM DESLOCAMENTO 0, nidade [(salário + 13º/12 x 4)] x 0,02 VALOR TOTAL DOS INSUMOS 345,13 TOTAL DA REMUNERAÇÃO + ENCARGOS SOCIAIS + INSUMOS 1.404,45 6 OUTROS COMPONENTES DE CUSTO 6.1 DESPESAS OPEERACIONAIS/ADMINISTRATIVAS 5,00% 70, LUCRO 8,00% 112,36 TOTAL DE OUTROS COMPONENTES DE CUSTO 182,58 TOTAL DA REMUNERAÇÃO+ENC. SOCIAIS+INSUMOS +OUTROS C. DE CUSTO 1.587,03 VALOR PARA CÁLCULO DO ITEM 7 7 TRIBUTOS 7.1 ISSQN OU ISS 5,00% 86, COFINS 3,00% 52, PIS 0,65% 11,29 TOTAL DOS TRIBUTOS 8,65% 150,28 VALOR TOTAL UNITÁRIO MENSAL 1.737,31 VALOR MENSAL PARA 35 POSTOS DE TELEATENDIMENTO ,69 VALOR TOT. PARA 35 POSTOS DE TELEATENDIMENTO ,28 OBSERVAÇOES: 1 - DEPRECIAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA -refere-se aos equipamentos contidos no anexo III. Valor total de R$ (ano)/67(número de funcionários)/12(anual)= ,41/67=259,97/12=21,66 mensal por funcionário. 0, UNIFORMES - refere-se a 2 camisetas e crachas, no valor total de R$ 60,00 ( 60,00/12 = 5,00) BASE LEGAL PARA A COBRANÇA E CÁLCULO DOS ENCARGOS SOCIAIS DO BRUPO "B" 1. 13º salário Artigo 7º VIII da CF/88. Leis 4090/62 e.4.749/65 e Decreto /65; 2. Férias Artigo 7º, XVII da CF/88 e 129 a 153 da CLT; 3. Aviso Prévio - Artigos 7º XXIda CF/88 e 477 a 487 e 491 da CLT; 4. Auxilio Doença Artigos 59 a 64 da Lei 8.213/91 e 71 a 80 do Regulamento da Previdência Social. 5. Acidente do Trabalho Artigos 19 a 23 da Lei 8.213/91; 6. Faltas Legais Artigo 473 da CLT 7. Licença maternidade/paternidade Artigo 7º,XIX da CF/88 e 10, 1º da CLT

13

14 Esta planilha é exemplificativa pois alguns dos elementos integrantes de custos são variáveis e dependem da caracteristica e estrutura de custo de cada licitante. Outros elementos são decorrentes de Lei, Acordos ou Convenções Coletivas de Trabalho, sendo responsabilidade da licitante informá-los ou considerá-los corretamente para que não fique dissonante do previsto em Lei, sob pena da licitante suportar o ônus do seu erro.(entendimento Jurídico do Acórdão - AT n 963/ TCU - Plenário). CATEGORIA PROFISSIONAL QUANTIDADE DE PROFISSIONAIS NECESSÁRIOS PARA A EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS SALÁRIO MÍNIMO VIGENTE, PARA CÁLCULO DA INSALUBRIDADE (QUANDO HOUVER) 465,00 SALÁRIO BASE DA CATEGORIA PROFISSIONAL 609,97 ANO DO ACORDO OU CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2009 DATA BASE DA CATEGORIA JANEIRO SINDICATO AO QUAL É FILIADA A CATEGORIA PROFISSIONAL TELEOPERADOR COM AD. NOT. 21 ITENS DESCRIÇÃO DOS ITENS DE CUSTOS ( % ) VALOR - R$ 1 SALÁRIO MENSAL 609, HORAS EXTRAS 1.3 ADICIONAL PERICULOSIDADE 1.4 ADICIONAL NOTURNO 60 minutos/52,5=1,142+20%=1,37 20,00% 40, ADICIONAL DE INSALUBRIDADE TOTAL DA REMUNERAÇÃO 650,62 2 GRUPO "A" - ENCARGOS SOCIAIS E TRABALHISTAS INCIDENTES SOBRE A SOMA DOS VALORES DA REMUNERAÇÃO MENSAL 2.1 ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "A" INSS - CONTRIBUIÇÃO DA EMPRESA 20,00% 130, SESI/SESC 1,50% 9, SENAI/SENAC 1,00% 6, INCRA 0,20% 1, SALÁRIO EDUCAÇÃO 2,50% 16, FGTS 8,00% 52, SEGURO CONTRA ACIDENTES DE TRABALHO/INSS 3,00% 19, SEBRAE 0,60% 3,90 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO CRUPO "A" 36,80% 239,43 GRUPO "B" - ENCARGOS QUE RECEBEM A INCIDÊNCIA DO GRUPO "A". 2.2 ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "B" FÉRIAS 11,11% 72, AUXILIO DOENÇA (considerados 5 faltas por ano) 1,30% 8, LICENÇA MATERNIDADE 0,07% 0, LICENÇA PATERNIDADE 0,02% 0, FALTAS LEGAIS 0,28% 1, ACIDENTES DE TRABALHO 0,33% 2, AVISO PRÉVIO 1,94% 12, º SALÁRIO 8,33% 54,20 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAS DO GRUPO "B" 23,38% 152,12 GRUPO "C" - ENCARGOS QUE NÃO RECEBEM A INCIDÊNCIA DO GRUPO "B" 2.3 ENCARGOS SOCIAIS DO CRUPO "C" AVISO PRÉVIO INDENIZADO (TURN OVER = 5%) 0,41% 2, INDENIZAÇÃO ADICIONAL (CONSIDERANDO 2%) 0,17% 1, INDENIZAÇÃO ( Rescisão sem justa causa - multa de 40% do FGTS) em relação a 100% dos empregados inicialmente contratados:(1 x0,40 x0,08 x100) 3,20% 20, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - multa de 40% do FGTS), em relação a 5% dos empregados que serão substituídos: (0,05 x0,40 x0,08 x100) 0,16% 1, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - contribuição 10% do FGTS), em relação a 100% dos empregados inicialmente contratados: (1 x 0,10 x 0,08 x 100) 0,80% 5, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - contribuição de 10% do FGTS) em relação a 5% dos empregados que serão substituídos: (0,05 x 0,10 x 0,08 x 100) 0,04% 0,26 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "C" 4,78% 31,10

15 GRUPO "D" - INCIDÊNCIA DOS ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "A" SORE OS ITENS DO CRUPO "B" 2.4 INCIDENCIA DO GRUPO SOBRE B [ %D = ( %A X %B)] 8,60% 55,98 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "D" 8,40% 55, ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "E" Incidência do FGTS (Item 2.1.6) exclusivamente sobre aviprévio indenizado (Item 2.3.1) 0,0328% 0, Incidendia do FGTS (Item 2.1.6) exclusivamente sobre o período médio de afastamento superior a 15 dias motivado por acidente de trabalho (Item 2.2.6) 0,026% 0,17 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "E" 0,06% 0, ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "F" Incidência dos encargos do grupo "A" sobre os valores constantes da base de cálculo referente ao salário mater- SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "F" 0,29 3 TOTAL DOS ENCARGOS SOCIAIS 73,42% 479,30 4 TOTAL DA REMUNERAÇÃO + ENCARGOS SOCIAIS 1.129,92 5 I N S U M O S 5.1 ASSISTÊNCIA MÉDICA/ EXAMES PERIÓDICOS/ADMISSIONAL/DEMISSIONAL 8, AUXÍLIO FUNERAL 0, CESTA BÁSICA 0, DEPRECIAÇÃO DE EPI (100/36=2,78%am de R$ 1.136,30) 0, DEPRECIAÇÃO DE INFRAESTRUTURA 21, SEGURO DE VIDA EM GRUPO 8, TREINAMENTO/CAPACITAÇÃO/RECICLAGEM 15, UNIFORMES E CRACHÁS 5, VALE ALIMENTAÇÃO/REFEIÇÃO (R$ 5,83-5%)=((5,83-029)=5,53*22 121, TRANSPORTE (2,30*2*22-6% SM 165, CUSTOS COM DESLOCAMENTO 0, VALOR TOTAL DOS INSUMOS 345,13 TOTAL DA REMUNERAÇÃO + ENCARGOS SOCIAIS + INSUMOS 1.475,05 6 OUTROS COMPONENTES DE CUSTO 6.1 DESPESAS OPEERACIONAIS/ADMINISTRATIVAS 5,00% 73, LUCRO 8,00% 118,00 TOTAL DE OUTROS COMPONENTES DE CUSTO 191,76 TOTAL DA REMUNERAÇÃO+ENC. SOCIAIS+INSUMOS +OUTROS C. DE CUSTO 1.666,81 VALOR PARA CÁLCULO DO ITEM 7 7 TRIBUTOS 7.1 ISSQN OU ISS 5,00% 91, COFINS 3,00% 54, PIS 0,65% 11,86 TOTAL DOS TRIBUTOS 8,65% 157,83 VALOR TOTAL UNITÁRIO MENSAL 1.824,64 VALOR MENSAL PARA 21 POSTOS DE TELEATENDIMENTO ,38 VALOR TOT. PARA 21 POSTOS DE TELEATENDIMENTO ,56 OBSERVAÇOES: nidade [(salário + 13º/12 x 4)] x 0, DEPRECIAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA -refere-se aos equipamentos contidos no anexo III. Valor total de R$ (ano)/67(número de funcionários)/12(anual)= ,41/67=259,97/12=21,66 mensal por funcionário. 0, UNIFORMES - refere-se a 2 conjuntos de camisetass e cracha = R$ 60,00 (60/12 = 5,00 ) 4 - CÁLCULO DO ADICIONAL NOTURNO: 20% da hora Fórmula: 1) salário dividido pelo número de horas trabalhadas no mês; 2) o resultado multiplicado pela quantidade de horas que receberão adicional noturno; 3) o resultado multiplicado por 1,37; Cálculo do Adicional Noturno 60 minutos / 52,5 = 1, %= 1,37 BASE LEGAL PARA A COBRANÇA E CÁLCULO DOS ENCARGOS SOCIAIS DO BRUPO "B" 1. 13º salário Artigo 7º VIII da CF/88. Leis 4090/62 e.4.749/65 e Decreto /65; 2. Férias Artigo 7º, XVII da CF/88 e 129 a 153 da CLT; 3. Aviso Prévio - Artigos 7º XXIda CF/88 e 477 a 487 e 491 da CLT; 4. Auxilio Doença Artigos 59 a 64 da Lei 8.213/91 e 71 a 80 do Regulamento da Previdência Social. 5. Acidente do Trabalho Artigos 19 a 23 da Lei 8.213/91; 6. Faltas Legais Artigo 473 da CLT 7. Licença maternidade/paternidade Artigo 7º,XIX da CF/88 e 10, 1º da CLT

16 5. Acidente do Trabalho Artigos 19 a 23 da Lei 8.213/91; 6. Faltas Legais Artigo 473 da CLT 7. Licença maternidade/paternidade Artigo 7º,XIX da CF/88 e 10, 1º da CLT

17 Esta planilha é exemplificativa pois alguns dos elementos integrantes de custos são variáveis e dependem da caracteristica e estrutura de custo de cada licitante. Outros elementos são decorrentes de Lei, Acordos ou Convenções Coletivas de Trabalho, sendo responsabilidade da licitante informá-los ou considerá-los corretamente para que não fique dissonante do previsto em Lei, sob pena da licitante suportar o ônus do seu erro.(entendimento Jurídico do Acórdão - AT n 963/ TCU - Plenário). CATEGORIA PROFISSIONAL Coor. Técnico de TI QUANTIDADE DE PROFISSIONAIS NECESSÁRIOS PARA A EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS 1 SALÁRIO MÍNIMO VIGENTE, PARA CÁLCULO DA INSALUBRIDADE (QUANDO HOUVER) 645,00 SALÁRIO BASE DA CATEGORIA PROFISSIONAL 1456,7 ANO DO ACORDO OU CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2009 DATA BASE DA CATEGORIA JANEIRO SINDICATO AO QUAL É FILIADA A CATEGORIA PROFISSIONAL ITENS DESCRIÇÃO DOS ITENS DE CUSTOS ( % ) VALOR - R$ 1 SALÁRIO MENSAL 1.465, HORAS EXTRAS 1.3 ADICIONAL NOTURNO 1.4 ADICIONAL DE PERICULOSIDADE 30,00% 0, ADICIONAL DE INSALUBRIDADE TOTAL DA REMUNERAÇÃO 1.465,70 2 GRUPO "A" - ENCARGOS SOCIAIS E TRABALHISTAS INCIDENTES SOBRE A SOMA DOS VALORES DA REMUNERAÇÃO MENSAL 2.1 ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "A" INSS - CONTRIBUIÇÃO DA EMPRESA 20,00% 293, SESI/SESC 1,50% 21, SENAI/SENAC 1,00% 14, INCRA 0,20% 2, SALÁRIO EDUCAÇÃO 2,50% 36, FGTS 8,00% 117, SEGURO CONTRA ACIDENTES DE TRABALHO/INSS 3,00% 43, SEBRAE 0,60% 8,79 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO CRUPO "A" 36,80% 539,38 GRUPO "B" - ENCARGOS QUE RECEBEM A INCIDÊNCIA DO GRUPO "A". 2.2 ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "B" FÉRIAS 11,11% 162, AUXILIO DOENÇA (considerados 5 faltas por ano) 1,30% 19, LICENÇA MATERNIDADE 0,07% 1, LICENÇA PATERNIDADE 0,02% 0, FALTAS LEGAIS 0,28% 4, ACIDENTES DE TRABALHO 0,33% 4, AVISO PRÉVIO 1,94% 28, º SALÁRIO 8,33% 122,09 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAS DO GRUPO "B" 23,38% 342,68 GRUPO "C" - ENCARGOS QUE NÃO RECEBEM A INCIDÊNCIA DO GRUPO "B" 2.3 ENCARGOS SOCIAIS DO CRUPO "C" AVISO PRÉVIO INDENIZADO (TURN OVER = 5%) 0,41% 6, INDENIZAÇÃO ADICIONAL (CONSIDERANDO 2%) 0,17% 2, INDENIZAÇÃO ( Rescisão sem justa causa - multa de 40% do FGTS) em relação a 100% dos empregados inicialmente contratados:(1 x0,40 x0,08 x100) 3,20% 46, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - multa de 40% do FGTS), em relação a 5% dos empregados que serão substituídos: (0,05 x0,40 x0,08 x100) 0,16% 2, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - contribuição 10% do FGTS), em relação a 100% dos empregados inicialmente contratados: (1 x 0,10 x 0,08 x 100) 0,80% 11, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - contribuição de 10% do FGTS) em relação a 5% dos empregados que serão substituídos: (0,05 x 0,10 x 0,08 x 100) 0,04% 0,59 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "C" 4,78% 70,06

18 GRUPO "D" - INCIDÊNCIA DOS ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "A" SORE OS ITENS DO CRUPO "B" 2.4 INCIDENCIA DO GRUPO SOBRE B [ %D = ( %A X %B)] 8,60% 126,11 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "D" 8,40% 126, ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "E" Incidência do FGTS (Item 2.1.6) exclusivamente sobre aviprévio indenizado (Item 2.3.1) 0,0328% 0, Incidendia do FGTS (Item 2.1.6) exclusivamente sobre o período médio de afastamento superior a 15 dias motivado por acidente de trabalho (Item 2.2.6) 0,026% 0,39 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "E" 0,06% 0, ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "F" Incidência dos encargos do grupo "A" sobre os valores constantes da base de cálculo referente ao salário mater- SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "F" 0,66 3 TOTAL DOS ENCARGOS SOCIAIS 73,42% 1.079,75 4 TOTAL DA REMUNERAÇÃO + ENCARGOS SOCIAIS 2.545,45 5 I N S U M O S 5.1 ASSISTÊNCIA MÉDICA/ EXAMES PERIÓDICOS/ADMISSIONAL/DEMISSIONAL 8, AUXÍLIO FUNERAL 0, CESTA BÁSICA 0, DEPRECIAÇÃO DE EPI (100/36=2,78%am de R$ 1.136,30) 0, DEPRECIAÇÃO DE INFRAESTRUTURA 21, SEGURO DE VIDA EM GRUPO 8, TREINAMENTO/CAPACITAÇÃO/RECICLAGEM 15, UNIFORMES E CRACHÁS (100/12 = 8,33%am de R$ 60,00 5, VALE ALIMENTAÇÃO/REFEIÇÃO (R$ 5,83-5%)=((5,83-029)=5,53*22 121, TRANSPORTE (2,30*4*22-6% SM 114, CUSTOS COM DESLOCAMENTO 0, nidade [(salário + 13º/12 x 4)] x 0,02 VALOR TOTAL DOS INSUMOS 293,78 TOTAL DA REMUNERAÇÃO + ENCARGOS SOCIAIS + INSUMOS 2.839,24 6 OUTROS COMPONENTES DE CUSTO 6.1 DESPESAS OPEERACIONAIS/ADMINISTRATIVAS 5,00% 141, LUCRO 8,00% 227,14 TOTAL DE OUTROS COMPONENTES DE CUSTO 369,10 TOTAL DA REMUNERAÇÃO+ENC. SOCIAIS+INSUMOS +OUTROS C. DE CUSTO 3.208,34 VALOR PARA CÁLCULO DO ITEM 7 7 TRIBUTOS 7.1 ISSQN OU ISS 5,00% 175, COFINS 3,00% 105, PIS 0,65% 22,83 TOTAL DOS TRIBUTOS 8,65% 303,80 VALOR TOTAL UNITÁRIO MENSAL 3.512,14 VALOR MENSAL PARA 1 POSTO DE TRABALHO DE COORDENADOR TÉCNICO DE TI 3.512,14 VALOR TOTAL PARA 1 POSTO DE TRABALHO DE COORDENADOR TÉCNICO DE TI EM 12 MESES ,68 OBSERVAÇOES: 1 - DEPRECIAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA -refere-se aos equipamentos contidos no anexo III. Valor total de R$ (ano)/67(número de funcionários)/12(anual)= ,41/67=259,97/12=21,66 mensal por funcionário. 0, UNIFORMES - refere-se a 2 camisetas e crachas, no valor total de R$ 60,00 ( 60/12 = 5,00) BASE LEGAL PARA A COBRANÇA E CÁLCULO DOS ENCARGOS SOCIAIS DO BRUPO "B" 1. 13º salário Artigo 7º VIII da CF/88. Leis 4090/62 e.4.749/65 e Decreto /65; 2. Férias Artigo 7º, XVII da CF/88 e 129 a 153 da CLT; 3. Aviso Prévio - Artigos 7º XXIda CF/88 e 477 a 487 e 491 da CLT; 4. Auxilio Doença Artigos 59 a 64 da Lei 8.213/91 e 71 a 80 do Regulamento da Previdência Social. 5. Acidente do Trabalho Artigos 19 a 23 da Lei 8.213/91; 6. Faltas Legais Artigo 473 da CLT 7. Licença maternidade/paternidade Artigo 7º,XIX da CF/88 e 10, 1º da CLT 7. Licença maternidade/paternidade Artigo 7º,XIX da CF/88 e 10, 1º da CLT

19 Esta planilha é exemplificativa pois alguns dos elementos integrantes de custos são variáveis e dependem da caracteristica e estrutura de custo de cada licitante. Outros elementos são decorrentes de Lei, Acordos ou Convenções Coletivas de Trabalho, sendo responsabilidade da licitante informá-los ou considerá-los corretamente para que não fique dissonante do previsto em Lei, sob pena da licitante suportar o ônus do seu erro.(entendimento Jurídico do Acórdão - AT n 963/ TCU - Plenário). CATEGORIA PROFISSIONAL Técnico em TI QUANTIDADE DE PROFISSIONAIS NECESSÁRIOS PARA A EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS 1 SALÁRIO MÍNIMO VIGENTE, PARA CÁLCULO DA INSALUBRIDADE (QUANDO HOUVER) 465,00 SALÁRIO BASE DA CATEGORIA PROFISSIONAL 719,29 ANO DO ACORDO OU CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2009 DATA BASE DA CATEGORIA JANEIRO SINDICATO AO QUAL É FILIADA A CATEGORIA PROFISSIONAL ITENS DESCRIÇÃO DOS ITENS DE CUSTOS ( % ) VALOR - R$ 1 SALÁRIO MENSAL 719, HORAS EXTRAS 1.3 ADICIONAL NOTURNO 1.4 ADICIONAL DE PERICULOSIDADE 30,00% 0, ADICIONAL DE INSALUBRIDADE TOTAL DA REMUNERAÇÃO 719,29 2 GRUPO "A" - ENCARGOS SOCIAIS E TRABALHISTAS INCIDENTES SOBRE A SOMA DOS VALORES DA REMUNERAÇÃO MENSAL 2.1 ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "A" INSS - CONTRIBUIÇÃO DA EMPRESA 20,00% 143, SESI/SESC 1,50% 10, SENAI/SENAC 1,00% 7, INCRA 0,20% 1, SALÁRIO EDUCAÇÃO 2,50% 17, FGTS 8,00% 57, SEGURO CONTRA ACIDENTES DE TRABALHO/INSS 3,00% 21, SEBRAE 0,60% 4,32 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO CRUPO "A" 36,80% 264,70 GRUPO "B" - ENCARGOS QUE RECEBEM A INCIDÊNCIA DO GRUPO "A". 2.2 ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "B" FÉRIAS 11,11% 79, AUXILIO DOENÇA (considerados 5 faltas por ano) 1,30% 9, LICENÇA MATERNIDADE 0,07% 0, LICENÇA PATERNIDADE 0,02% 0, FALTAS LEGAIS 0,28% 2, ACIDENTES DE TRABALHO 0,33% 2, AVISO PRÉVIO 1,94% 13, º SALÁRIO 8,33% 59,92 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAS DO GRUPO "B" 23,38% 168,17 GRUPO "C" - ENCARGOS QUE NÃO RECEBEM A INCIDÊNCIA DO GRUPO "B" 2.3 ENCARGOS SOCIAIS DO CRUPO "C" AVISO PRÉVIO INDENIZADO (TURN OVER = 5%) 0,41% 2, INDENIZAÇÃO ADICIONAL (CONSIDERANDO 2%) 0,17% 1, INDENIZAÇÃO ( Rescisão sem justa causa - multa de 40% do FGTS) em relação a 100% dos empregados inicialmente contratados:(1 x0,40 x0,08 x100) 3,20% 23, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - multa de 40% do FGTS), em relação a 5% dos empregados que serão substituídos: (0,05 x0,40 x0,08 x100) 0,16% 1, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - contribuição 10% do FGTS), em relação a 100% dos empregados inicialmente contratados: (1 x 0,10 x 0,08 x 100) 0,80% 5, INDENIZAÇÃO (Rescisão sem justa causa - contribuição de 10% do FGTS) em relação a 5% dos empregados que serão substituídos: (0,05 x 0,10 x 0,08 x 100) 0,04% 0,29 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "C" 4,78% 34,38

20 GRUPO "D" - INCIDÊNCIA DOS ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "A" SORE OS ITENS DO CRUPO "B" 2.4 INCIDENCIA DO GRUPO SOBRE B [ %D = ( %A X %B)] 8,60% 61,89 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "D" 8,60% 61, ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "E" Incidência do FGTS (Item 2.1.6) exclusivamente sobre aviprévio indenizado (Item 2.3.1) 0,0328% 0, Incidendia do FGTS (Item 2.1.6) exclusivamente sobre o período médio de afastamento superior a 15 dias motivado por acidente de trabalho (Item 2.2.6) 0,026% 0,19 SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "E" 0,06% 0, ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "F" Incidência dos encargos do grupo "A" sobre os valores constantes da base de cálculo referente ao salário mater- SUBTOTAL ENCARGOS SOCIAIS DO GRUPO "F" 0,32 3 TOTAL DOS ENCARGOS SOCIAIS 73,62% 529,89 4 TOTAL DA REMUNERAÇÃO + ENCARGOS SOCIAIS 1.249,18 5 I N S U M O S 5.1 ASSISTÊNCIA MÉDICA/ EXAMES PERIÓDICOS/ADMISSIONAL/DEMISSONAL 8, AUXÍLIO FUNERAL 0, CESTA BÁSICA 0, DEPRECIAÇÃO DE EPI (100/36=2,78%am de R$ 1.136,30) 0, DEPRECIAÇÃO DE INFRAESTRUTURA 21, SEGURO DE VIDA 8, TREINAMENTO/CAPACITAÇÃO/RECICLAGEM 15, UNIFORMES E CRACHÁS ( 100/12 = 8,33%am de R$ 60,00) 5, VALE ALIMENTAÇÃO/REFEIÇÃO (R$ 5,83-5%)=((5,83-029)=5,53*22 121, TRANSPORTE (2,30*4*22-6% SM 159, CUSTOS COM DESLOCAMENTO 0, nidade A x [(salário + 13º/12 x 4)] x 0,02 VALOR TOTAL DOS INSUMOS 338,57 TOTAL DA REMUNERAÇÃO + ENCARGOS SOCIAIS + INSUMOS 1.587,75 6 OUTROS COMPONENTES DE CUSTO 6.1 DESPESAS OPEERACIONAIS/ADMINISTRATIVAS 5,00% 79, LUCRO 8,00% 127,02 TOTAL DE OUTROS COMPONENTES DE CUSTO 206,41 TOTAL DA REMUNERAÇÃO+ENC. SOCIAIS+INSUMOS +OUTROS C. DE CUSTO 1.794,15 VALOR PARA CÁLCULO DO ITEM 7 7 TRIBUTOS 2082, ISSQN OU ISS 5,00% 98, COFINS 3,00% 58, PIS 0,65% 12,77 TOTAL DOS TRIBUTOS 8,65% 169,89 VALOR TOTAL UNITÁRIO MENSAL 1.964,04 VALOR MENSAL PARA1 POSTO DE TÉCNICO DE TI 1.964,04 VALOR TOT. PARA 1POSTO DE TECNICO DE TI EM 12 MESES ,50 OBSERVAÇOES: 1 - DEPRECIAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA -refere-se aos equipamentos contidos no anexo III. Valor total de R$ (ano)/67(número de funcionários)/12(anual)= ,41/67=259,97/12=21,66 mensal por funcionário. 0, UNIFORMES - refere-se a 2 camisetas e crachas, no valor total de R$ 60,00 ( 60/12 = 5,00) BASE LEGAL PARA A COBRANÇA E CÁLCULO DOS ENCARGOS SOCIAIS DO BRUPO "B" 1. 13º salário Artigo 7º VIII da CF/88. Leis 4090/62 e.4.749/65 e Decreto /65; 2. Férias Artigo 7º, XVII da CF/88 e 129 a 153 da CLT; 3. Aviso Prévio - Artigos 7º XXIda CF/88 e 477 a 487 e 491 da CLT; 4. Auxilio Doença Artigos 59 a 64 da Lei 8.213/91 e 71 a 80 do Regulamento da Previdência Social. 5. Acidente do Trabalho Artigos 19 a 23 da Lei 8.213/91; 6. Faltas Legais Artigo 473 da CLT 7. Licença maternidade/paternidade Artigo 7º,XIX da CF/88 e 10, 1º da CLT

PLANILHA DE CUSTOS PARA ORIENTADOR DOMICILIAR. ITEM DESCRIÇÃO DOS ITENS ( % ) Valor Mensal 1 SALÁRIO MENSAL 801,88

PLANILHA DE CUSTOS PARA ORIENTADOR DOMICILIAR. ITEM DESCRIÇÃO DOS ITENS ( % ) Valor Mensal 1 SALÁRIO MENSAL 801,88 PLANILHA DE CUSTOS PARA ORIENTADOR DOMICILIAR ITEM DESCRIÇÃO DOS ITENS ( % ) Valor Mensal 1 SALÁRIO MENSAL 801,88 1.1 ADICIONAL NOTURNO 1.2 ADICIONAL DE PERICULOSIDADE 0,00% 0,00 1.3 RESERVA TÉCNICA 5,00%

Leia mais

ANEXO IV PLANILHA ESTIMATIVA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - SERVIÇO DE ASCENSORISTA

ANEXO IV PLANILHA ESTIMATIVA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - SERVIÇO DE ASCENSORISTA ANEXO IV PLANILHA ESTIMATIVA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - SERVIÇO DE ASCENSORISTA DADOS COMPLEMENTARES DO ANEXO DA PROPOSTA DE PREÇOS: ADSERTE - ADMINISTRAÇÃO E TERCEIRIZAÇÃO DE MÃO DE OBRA

Leia mais

Gerência de Segurança em Brasília Tabela Estimativa de Custos

Gerência de Segurança em Brasília Tabela Estimativa de Custos Gerência de Segurança em rasília Tabela Estimativa de Custos A - DISCRIMINAÇÃO DOS SERVIÇOS A MUNICIPIO / UF rasília/df ANO ACORDO, CONVENÇÃO DF000528/2011-2013 C Nº DE MESES DE EXECUÇÃO CONTRATUAL 12

Leia mais

Anexo II - PLANILHA DE PREÇOS Serviços de recepção e mensageria Escritório Regional da Anatel no Paraná Pegrão Amplo nº 009/2011-Anatel-ER03

Anexo II - PLANILHA DE PREÇOS Serviços de recepção e mensageria Escritório Regional da Anatel no Paraná Pegrão Amplo nº 009/2011-Anatel-ER03 Anexo II - PLANILHA DE PREÇOS Serviços de recepção e mensageria Escritório Regional da Anatel no Paraná Pegrão Amplo nº 009/2011-Anatel-ER03 Número do processo: Data de apresentação da proposta: Unidade

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL SUDESTE DE MINAS GERAIS CÂMPUS SÃO JOÃO DEL-REI

INSTITUTO FEDERAL SUDESTE DE MINAS GERAIS CÂMPUS SÃO JOÃO DEL-REI MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de MG Câmpus São João del-rei Diretoria de Administração e Planejamento ANEXO IV Modelo de Planilha de Custos e Formação

Leia mais

ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA

ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA Ao ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S/A COMISSÃO DE LICITAÇÃO COLIC Ref. PREGÃO ELETRÔNICO N. 2013/ Prezados Senhores, Apresentamos em atendimento ao Edital do Pregão em epígrafe

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DO RN ANEXO IX PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS A

CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DO RN ANEXO IX PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS A CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DO RN ANEXO IX PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS A A proposta foi elaborada com Salário Base (minímo) de R$ ( 540,00 ) para a função de Auxiliar

Leia mais

ERRATA ERRATA EDITAL DE LICITAÇÃO - PROCESSO N.º 014/2015 - COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS- DIVULGAÇÃO ELETRÔNICA N.º 014/2015

ERRATA ERRATA EDITAL DE LICITAÇÃO - PROCESSO N.º 014/2015 - COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS- DIVULGAÇÃO ELETRÔNICA N.º 014/2015 INSTITUTO PALMAS DE DESENVOLVIMENTO E SOCIOECONOMIA SOLIDÁRIA Av. Val Paraíso, 698, Conjunto Palmeira Fortaleza-CE CEP 60870-440 bancopalmas@bancopalmas.org.br / 55 85 3459-4848 CNPJ 05705438/0001-99 ERRATA

Leia mais

MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - ORÇAMENTO RECEPCIONISTA. Página 1. Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação)

MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - ORÇAMENTO RECEPCIONISTA. Página 1. Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação) Obs.: O modelo utiliza o Regime de Tributação Lucro Real. A empresa deverá utilizar o seu Regime de Tributação indicando as respectivas alíquotas no item C, do Módulo 5. MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E

Leia mais

MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - ORÇAMENTO. Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação)

MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - ORÇAMENTO. Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação) Obs.: O modelo utiliza o Regime de Tributação Lucro Real. A empresa deverá utilizar o seu Regime de Tributação indicando as respectivas alíquotas no item C, do Módulo 5. MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 22/2013. Processo Administrativo n. 23069.079918/2012-34 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 22/2013. Processo Administrativo n. 23069.079918/2012-34 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 22/2013 Processo Administrativo n. 23069.079918/2012-34 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS Planilha de Custo e Formação de Preços (Em conformidade à Portaria nº 7, de 09/03/2011

Leia mais

ANEXO - 1.1 PLANILHA DE CUSTOS PARA BARCO EMPURRADOR 65HP ITEM DESCRIÇÃO DOS ITENS

ANEXO - 1.1 PLANILHA DE CUSTOS PARA BARCO EMPURRADOR 65HP ITEM DESCRIÇÃO DOS ITENS ANEXO - 1.1 PLANILHA DE CUSTOS PARA BARCO EMPURRADOR 65HP 1 INSUMOS (%) (R$) 1.1 COMBUSTÍVEL (800 km/mês)x(1,2 litro/km)x(r$ 2,25/litro) 2.160,00 1.2 MANUTENÇÃO 200,00 1.3 ÓLEO DO CARTER 120,00 1.4 DEPRECIAÇÃO

Leia mais

ANEXO 1 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS OPERADOR DE AUDIO E VÍDEO

ANEXO 1 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS OPERADOR DE AUDIO E VÍDEO ANEXO 1 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS I N Processo 0.00.002.000339/2010-76 Licitação N 10/2011 Discriminação dos Serviços: (dados referentes à contratação A Data de apresentação da proposta (dia/mês/ano)(

Leia mais

ANEXO_II ANEXO 2 PLANILHA DE CUSTOS DETALHADA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS

ANEXO_II ANEXO 2 PLANILHA DE CUSTOS DETALHADA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS ANEXO_II ANEXO 2 PLANILHA DE CUSTOS DETALHADA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS Nº Processo Licitação Nº Dia / / às : horas Discriminação dos Serviços A Data de apresentação da proposta (dia/mês/ano)

Leia mais

CURSO FORMAÇÃO DO CUSTO, PREÇO DE SERVIÇOS NAS CONTRATAÇÕES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DO SISTEMA S

CURSO FORMAÇÃO DO CUSTO, PREÇO DE SERVIÇOS NAS CONTRATAÇÕES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DO SISTEMA S CURSO FORMAÇÃO DO CUSTO, PREÇO DE SERVIÇOS NAS CONTRATAÇÕES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DO SISTEMA S MANAUS/AM 11 E 12 DE DEZEMBRO DE 2014 PROFESSOR JERÔNIMO LEIRIA APRESENTAÇÃO Proporcionar aos participantes

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA PROPONENTE

IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA PROPONENTE IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA PROPONENTE Dados da empresa Razão Social: Nome de fantasia: Endereço: RUA DOUTOR AGENOR MARTINS DE CARVALHO, 1138 - SALA 02 - BAIRRO AGENOR MARTINS DE CARVALHO CEP: 76.820-350

Leia mais

SERVIÇOS: De limpeza conservação de forma contínua prédio da Anatel-PI

SERVIÇOS: De limpeza conservação de forma contínua prédio da Anatel-PI ANEXO II PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PARA SERVIÇOS: LIMPEZA E CONSERVAÇÃO PREDIAL - ANATEL - PI PA 03/2006-ER09 - UO9.2 Fls.01/06 LOCAL: AVENIDA FREI SERAFIM Nº 2786 - CENTRO - TERESINA-PI

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA COORDENADORA DE PLANEJAMENTO, GESTÃO E FINANÇAS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA COORDENADORA DE PLANEJAMENTO, GESTÃO E FINANÇAS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO 1 Senhor Licitante, Solicito a V.Sª preencher o protocolo de entrega de edital abaixo, remetendo-o a Comissão Permanente de Licitação da PGF/AL, por meio do fax (0XX82) 3216 9874 ou e-mail licitacao@sefaz.al.gov.br.

Leia mais

ANEXO V PLANILHA DE CUSTO E FORMAÇÃO DE PREÇO SERVENTE DE LIMPEZA MÃO-DE-OBRA MÃO-DE-OBRA VINCULADA À EXECUÇÃO CONTRATUAL

ANEXO V PLANILHA DE CUSTO E FORMAÇÃO DE PREÇO SERVENTE DE LIMPEZA MÃO-DE-OBRA MÃO-DE-OBRA VINCULADA À EXECUÇÃO CONTRATUAL GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ ANEXO V PLANILHA DE CUSTO E FORMAÇÃO DE PREÇO SERVENTE DE LIMPEZA MÃO-DE-OBRA MÃO-DE-OBRA VINCULADA À EXECUÇÃO CONTRATUAL Dados complementares para composição dos custos referentes

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA PROPONENTE

IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA PROPONENTE IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA PROPONENTE Dados da empresa Razão Social: Nome de fantasia: BRILHAR 14.846.479/0001-96 Endereço: CEP: Avenida Bandeirantes, 440 - Bairro Amambai 79.005-670 Municipio/UF: Campo

Leia mais

3.438,76 ASCENSSORISTA 16 R$ 1.969,29 R$ PREÇO TOTAL MENSAL:

3.438,76 ASCENSSORISTA 16 R$ 1.969,29 R$ PREÇO TOTAL MENSAL: Ao Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM) Proposta que faz a empresa ALMAN CONSERVAÇÃO DE PREDIOS EPP, CNPJ: 19.002.421/000180 contratação de empresa especializada para a prestação

Leia mais

Encargos Sociais. Limites Máximos

Encargos Sociais. Limites Máximos Encargos Sociais Limites Máximos Sugeridos 1. Introdução Conforme solicitação do Senhor Diretor da SEAD encaminhamos breve estudo sobre a aplicação de percentuais de encargos sociais máximos aceitáveis.

Leia mais

ENCARGOS SOCIAIS. Grupo A. Subtotal. Grupo B. Subtotal. Grupo C. Subtotal Grupo D. Total de Encargos Sociais

ENCARGOS SOCIAIS. Grupo A. Subtotal. Grupo B. Subtotal. Grupo C. Subtotal Grupo D. Total de Encargos Sociais ENCARGOS SOCIAIS 1 INSS 20,00% 2 SESI ou SESC 1,50% 3 SENAI ou SENAC 1,00% 4 INCRA 0,20% 5 Salário Educação 2,50% 6 FGTS 8,00% 7 Seguro Acidente do Trabalho/SAT/INSS 3,00% 8 SEBRAE 0,60% 9 SECONCI 1,00%

Leia mais

ANEXO VII - PLANILHA DE CUSTO E FORMAÇAÕ DE PREÇOS - LOCAL: SÃO MATEUS. Quantitativo Estimado Mensal de Materiais de Consumo - Higienização

ANEXO VII - PLANILHA DE CUSTO E FORMAÇAÕ DE PREÇOS - LOCAL: SÃO MATEUS. Quantitativo Estimado Mensal de Materiais de Consumo - Higienização ANEXO VII PLANILHA DE CUSTO E FORMAÇAÕ DE PREÇOS LOCAL: SÃO MATEUS Quantitativo Estimado Mensal de Materiais de Consumo Higienização Especificação Papel higiênico, folha dupla, alta absorção Papel toalha

Leia mais

Quant. Vr. Unitário Vr.Total. Percentual. Quant. Vr. Unitário Vr. Total

Quant. Vr. Unitário Vr.Total. Percentual. Quant. Vr. Unitário Vr. Total ANEXO... PLANILHA DE CUSTOS 2º TURNO Quantidades (veículos/diárias): Tipo da contratação: ( ) Terceirizada ( ) Regime da CLT ( ) Cooperativa (Lei nº 5.764/71) ( ) Regime Tributário: ( ) Lucro Real ( )

Leia mais

A ACADEMIA BRASILEIRA DE SOLUÇÕES E TREINAMENTOS traz para Você o seguinte treinamento:

A ACADEMIA BRASILEIRA DE SOLUÇÕES E TREINAMENTOS traz para Você o seguinte treinamento: A ACADEMIA BRASILEIRA DE SOLUÇÕES E TREINAMENTOS traz para Você o seguinte treinamento: QUESTÕES POLEMICAS: Método de Pesquisa de Preço de Serviços, Compreensão e Manejo de Planilhas para Julgamento de

Leia mais

DECRETO Nº 20.866, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2008.

DECRETO Nº 20.866, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2008. Governo do Estado do Rio Grande do Norte Gabinete Civil Coordenadoria de Controle dos Atos Governamentais DECRETO Nº 20.866, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2008. Altera as disposições do Decreto nº 17517, de 21

Leia mais

ELABORAÇÃO DE PLANILHA DE

ELABORAÇÃO DE PLANILHA DE ELABORAÇÃO DE PLANILHA DE FORMAÇÃO DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 02/2008 SLTI/MPOG E ATUALIZAÇÕES POSTERIORES Carga Horária de 24 Horas 14 a 16 de Setembro Brasília - DF Objetivo:

Leia mais

ELABORAÇÃO DE PLANILHA DE

ELABORAÇÃO DE PLANILHA DE ELABORAÇÃO DE PLANILHA DE FORMAÇÃO DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 02/2008 SLTI/MPOG Exclusivamente Atualizado com a IN 06/13 Carga Horária de 24 Horas 23 a 25 de Fevereiro Belém

Leia mais

CURSO COMO PLANEJAR E JULGAR AS CONTRATAÇÕES DE TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE ACORDO COM A IN Nº 02/08 E ALTERAÇÕES

CURSO COMO PLANEJAR E JULGAR AS CONTRATAÇÕES DE TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE ACORDO COM A IN Nº 02/08 E ALTERAÇÕES CURSO COMO PLANEJAR E JULGAR AS CONTRATAÇÕES DE TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE ACORDO COM A IN Nº 02/08 E ALTERAÇÕES PERÍODO DE REALIZAÇÃO E CARGA HORÁRIA O curso será realizado no período de 02 a 05 de

Leia mais

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS Dados complementares para composição dos custos referente à mãodeobra 1.742,57 Supervisor Administrativo (Protocolo e Diretoria 1 Salário 100,00% 1.742,57 2 Hora Extra 3 Adicional noturno 4 Adicionais

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO MODELO DE PLANILHA DE CUSTO PARA CONTRATAÇÃO DE VIGILÂNCIA ARMADA

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO MODELO DE PLANILHA DE CUSTO PARA CONTRATAÇÃO DE VIGILÂNCIA ARMADA TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO MODELO DE PLANILHA DE CUSTO PARA CONTRATAÇÃO DE VIGILÂNCIA ARMADA SERVIÇO DE VIGILÂNCIA C/ ADICIONAL NOTURNO DE SEGUNDA-FEIRA A DOMINGO 1Posto de 12 horas diurnas

Leia mais

ADITIVO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 47/2012.

ADITIVO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 47/2012. ADITIVO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 47/2012. TÍTULO: Prestação de serviços de monitoramento eletrônico e vigilância patrimonial humana da Sede do SAMAE, localizada na Rua: Barão do Rio Branco, nº 500

Leia mais

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS RECEPÇÃO_POA Nº do processo: Contrato Dia: XX/XX/2013 - Hora: XxhXXmin A PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação) Data de apresentação da proposta

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 - BNDES ANEXO II MODELO DE PROPOSTA - RETIFICADO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 BNDES LICITANTE: CNPJ:

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 - BNDES ANEXO II MODELO DE PROPOSTA - RETIFICADO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 BNDES LICITANTE: CNPJ: PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 - BNDES ANEXO II MODELO DE PROPOSTA - RETIFICADO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 BNDES LICITANTE: CNPJ: ENDEREÇO: TELEFONE: ( ) FAX: ( ) E-MAIL: REPRESENTANTE LEGAL: NACIONALIDADE:

Leia mais

ANEXO III. Página 1. Quantidade (total) a contratar (em função de medida)

ANEXO III. Página 1. Quantidade (total) a contratar (em função de medida) ANEXO III PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS N Processo Licitação n Dia / / às : horas Discriminação dos Serviços (referente à contratada) A Data de apresentação da proposta (dia/mês/ano) B Município/UF

Leia mais

ATO CONVOCATÓRIO Nº 014/2011 CONTRATO DE GESTÃO IGAM Nº 003/2009

ATO CONVOCATÓRIO Nº 014/2011 CONTRATO DE GESTÃO IGAM Nº 003/2009 ATO CONVOCATÓRIO Nº 014/2011 CONTRATO DE GESTÃO IGAM Nº 003/2009 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA DISPONIBILIZAR MOTORISTA PROFISSIONAL EM ATENDIMENTO AO COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA

Leia mais

Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal

Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal Caderno Técnico 38/2013 Serviços de Limpeza da Federação: Mato Grosso Data

Leia mais

PORTARIA Nº 7, DE 9 DE MARÇO DE 2011.

PORTARIA Nº 7, DE 9 DE MARÇO DE 2011. PORTARIAS PORTARIA Nº 7, DE 9 DE MARÇO DE 2011. Altera o anexo III da Instrução Normativa nº 02/2008, de 30 de abril 2008, que dispõe sobre os procedimentos a serem observados pelos proponentes em licitações

Leia mais

Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal

Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal Caderno Técnico 09/2013 Serviços de Limpeza da Federação: Pará Data de início

Leia mais

MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - ORÇAMENTO. Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação)

MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - ORÇAMENTO. Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação) Obs.: O modelo utiliza o Regime de Tributação Lucro Real. A empresa deverá utilizar o seu Regime de Tributação indicando as respectivas alíquotas no item C, do Módulo 5. MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E

Leia mais

Planilhas_Custo_final

Planilhas_Custo_final Planilhas_Custo_final Quadro demonstrativo - Valor Global da Proposta Valor Global da Proposta Descrição Qtde de Postos Valor Por Posto Valor Mensal Valor Global (12 meses) Auxiliar 7 R$ 2.070,36 R$ 14.492,53

Leia mais

ANEXO - II MEMÓRIA DE CÁLCULO. PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS n 06/2014

ANEXO - II MEMÓRIA DE CÁLCULO. PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS n 06/2014 ANEXO - II PROCESSO Nº 23216.000072/2014-31 APRESENTAÇÃO MEMÓRIA DE CÁLCULO PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS n 06/2014 A presente Memória de Cálculo demonstram os passos seguidos para a fixação

Leia mais

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Sistema Integrado de Administração de Serviços Gerais - SIASG Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores

Leia mais

RELATÓRIO DE JULGAMENTO

RELATÓRIO DE JULGAMENTO RELATÓRIO DE JULGAMENTO Pregão nº 012/2011 Trata-se o presente Relatório de Julgamento relativo à licitação na modalidade de Pregão Eletrônico, Tipo Menor Preço para a contratação de especializada para

Leia mais

Quanto pagar por um ponto de função?

Quanto pagar por um ponto de função? Quanto pagar por um ponto de função? 1 Missão: Ajudar nossos clientes a planejar e controlar melhor seus projetos de software. Consultoria e Treinamento em Medição, Estimativas e Requisitos de Software:

Leia mais

1. A presente impugnação ao edital tem fundamento no art. 41, 2º da Lei 8.666/93:

1. A presente impugnação ao edital tem fundamento no art. 41, 2º da Lei 8.666/93: Ofício nº. 904/2015-AJ. São José/SC, 07 de dezembro de 2015. À COMISSÃO DE LICITAÇÕES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE DO PARANÁ (UENP) - REITORIA, DESIGNADA PELA PORTARIA 350/2014, RESPONSÁVEL PELA EXECUÇÃO

Leia mais

RETIFICAÇÃO DO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL NºCRESS-MG/6ªR/002/2013.

RETIFICAÇÃO DO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL NºCRESS-MG/6ªR/002/2013. RETIFICAÇÃO DO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL NºCRESS-MG/6ªR/002/2013. Retifica o Anexo III, Proposta de Preços, quanto a carga horária fixada às Seccionais do CRESS /MG-6ªR.,que terá os seguintes horários:13:00

Leia mais

ASPECTOS RELEVANTES DA LEGISLAÇÃO TRABALHISTA O que o executivo precisa saber Definição e cálculo de salários, encargos e benefícios

ASPECTOS RELEVANTES DA LEGISLAÇÃO TRABALHISTA O que o executivo precisa saber Definição e cálculo de salários, encargos e benefícios UP-TO-DATE. ANO I. NÚMERO 39 ASPECTOS RELEVANTES DA LEGISLAÇÃO TRABALHISTA O que o executivo precisa saber Definição e cálculo de salários, encargos e benefícios Dr. Oscar Azevedo (info@azevedoguedes.adv.br)

Leia mais

ANEXO III A -PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS

ANEXO III A -PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS Nº do processo: Contrato Dia: XX/XX/2014 Hora: XxhXXmin C NEXO III PLNILH DE CUSTOS E FORMÇÃO DE PREÇOS Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação) Data de apresentação da proposta Município/UF

Leia mais

ANEXO VI AO TERMO DE REFERÊNCIA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - ANALÍTICA

ANEXO VI AO TERMO DE REFERÊNCIA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - ANALÍTICA NXO VI O TRMO RRÊNI PLNILH USTOS ORMÇÃO PRÇOS - NLÍTI NXO VI - PLNILH USTOS ORMÇÃO PRÇOS (NLÍTI - MÃO OR) MÃO--OR VINUL À XUÇÃO ONTRTUL Nº do processo: Licitação nº: Regime de Tributação: SIMPLS ( ) PRSUMIO

Leia mais

Estudos sobre valores limite para a. contratação de serviços de vigilância e. limpeza no âmbito da Administração Pública. Federal

Estudos sobre valores limite para a. contratação de serviços de vigilância e. limpeza no âmbito da Administração Pública. Federal Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal Caderno Técnico 23/2014 Serviços de Vigilância Unidade da Federação: MT Data

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO PE N.º 012/2014

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO PE N.º 012/2014 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO 1.1. O presente Termo de Referência visa à Locação de empilhadeira elétrica com fornecimento de operador para atendimento das necessidades do Complexo do Almoxarifado

Leia mais

ANEXO I MODELO DE DECLARAÇÃO DE ELABORAÇÃO INDEPENDENTE DE PROPOSTA

ANEXO I MODELO DE DECLARAÇÃO DE ELABORAÇÃO INDEPENDENTE DE PROPOSTA ANEXO I MODELO DE DECLARAÇÃO DE ELABORAÇÃO INDEPENDENTE DE PROPOSTA (Identificação completa do representante da EMPRESA), como representante devidamente constituído de (Identificação completa da EMPRESA)

Leia mais

a) Por meio deste aditamento, informamos que alteramos os anexos II e VIII conforme documentos a seguir.

a) Por meio deste aditamento, informamos que alteramos os anexos II e VIII conforme documentos a seguir. Aditamento nº 01 Concorrência nº 092/2009 Objeto: ADM. CENTRAL - Contratação de empresa especializada para prestação de serviços de vigilância. Data: 09/04/2009 a) Por meio deste aditamento, informamos

Leia mais

Estudo sobre a composição dos Custos dos Valores Limites Serviços de Limpeza

Estudo sobre a composição dos Custos dos Valores Limites Serviços de Limpeza Estudo sobre a composição dos Custos dos Valores Limites Serviços de Limpeza Unidade da Federação Pará 2015 Versão 1.0 Presidente da República Dilma Rousseff Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão

Leia mais

contratação ncia e limpeza Federal de 2014 Data de início Versão 1.0

contratação ncia e limpeza Federal de 2014 Data de início Versão 1.0 Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilân ncia e limpeza no âmbito da Administraçãoo Pública Federal Caderno Técnico 43/2014 Serviços de Limpez za da Federação: ES Data de

Leia mais

O documento que motivou a decisão é parte integrante do processo licitatório e está disponível para vistas, mediante prévio agendamento.

O documento que motivou a decisão é parte integrante do processo licitatório e está disponível para vistas, mediante prévio agendamento. Aditamento nº 08 Concorrência nº 092/2009 Objeto: ADM. CENTRAL - Contratação de empresa especializada para prestação de serviços de vigilância. Data: 23/07/2009 Por meio deste aditamento, informamos que

Leia mais

PROPOSTA DE PREÇOS QUANTIDADE DE APARELHO POR MÊS

PROPOSTA DE PREÇOS QUANTIDADE DE APARELHO POR MÊS Ao Tribunal de Justiça do Amazonas Ref: Pregão Eletronico 020/2011 Objeto:Serviço de manutenção preventiva e corretiva do parque de equipamentos de ar condicionado do tipo splits e ACJ (ar condicionado

Leia mais

PROPOSTA FINANCEIRA DE SERVIÇOS

PROPOSTA FINANCEIRA DE SERVIÇOS PROPOSTA FINANCEIRA DE SERVIÇOS PFS PERÍMETRO(S): OBJETO: EDITAL: SERVIÇOS PAGOS A PREÇO GLOBAL CUSTOS DIRETOS 1,042,451.84 MÃO-DE-OBRA A - TOTAL DE SALÁRIO DA EQUIPE 403,625.76 A1 - TOTAL SALÁRIOS DA

Leia mais

Encargos Sociais, BDI e Curva ABC

Encargos Sociais, BDI e Curva ABC Senai Dendezeiros Área de Construção Civil Encargos Sociais, BDI e Curva ABC Unidade Curricular: Orçamento de Obras e Controle de Custos Emanuele Cristian Fer Senai Dendezeiros Área de Construção Civil

Leia mais

QUADRO RESUMO - SERVIÇOS CONTÍNUOS VALOR DO KM RODADO POR VEÍCULO EXECUTIVO 5 1.300 7,33 47.645,00 571.740,00

QUADRO RESUMO - SERVIÇOS CONTÍNUOS VALOR DO KM RODADO POR VEÍCULO EXECUTIVO 5 1.300 7,33 47.645,00 571.740,00 Q AU SECRETARIA A DE AVIAÇÃO CIVIL PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA - ANAC Ref.: D PREGÃO ELETRÔNICO N.º 07/2013 Processo R Nº 00055.002521/2013-99 Abertura: O 09/10/2013 às 09:00 h R PROPOSTA COMERCIAL E Prezados

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A.- CERON PROGRAMA LUZ PARA TODOS. Anexo I - Planilha Orçamentária - Composição de Custos -DOC/DOCA

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A.- CERON PROGRAMA LUZ PARA TODOS. Anexo I - Planilha Orçamentária - Composição de Custos -DOC/DOCA CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A.- CERON PROGRAMA LUZ PARA TODOS Anexo I - Planilha Orçamentária - Composição de Custos -DOC/DOCA Objeto: Referência: PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS TÉCNICOS E ADMINISTRATIVOS

Leia mais

ANEXOS DO EDITAL - TIPO: GENÉRICO ANEXO 02 MODELO PROPOSTA DA LICITANTE

ANEXOS DO EDITAL - TIPO: GENÉRICO ANEXO 02 MODELO PROPOSTA DA LICITANTE ANEXOS DO EDITAL - TIPO: GENÉRICO ANEXO 02 MODELO PROPOSTA DA LICITANTE _ (nome da empresa), CNPJ-MF n.º, sediada (endereço completo), telefone (xx) xxxx-xxxx, email: xxxxxxx@xxxxx.com.br, tendo examinado

Leia mais

Estudos sobre valores limite para a. contratação de serviços de vigilância e. limpeza no âmbito da Administração Pública. Federal

Estudos sobre valores limite para a. contratação de serviços de vigilância e. limpeza no âmbito da Administração Pública. Federal Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal Caderno Técnico 17/2014 Serviços de Vigilância da Federação: PR Data de início

Leia mais

1.1. Para os efeitos desta IN são adotadas as seguintes definições:

1.1. Para os efeitos desta IN são adotadas as seguintes definições: INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 013, de 30 de outubro de 1996 O MINISTRO DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL E REFORMA DO ESTADO, no uso de sua competência, e considerando o disposto no Decreto nº 2.031, de 11 de

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DO LIVRAMENTO SECRETARIA DA FAZENDA

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DO LIVRAMENTO SECRETARIA DA FAZENDA CUSTO 1 - Salário - Oficial CUSTO DE PESSOAL Salário Mínimo R$ 545,00 Piso Oficial R$ 937,20 Piso Meio Oficial R$ 754,60 Cargo: Eletricista 1.1 Salário Mensal hora 220 4,26 937,20 1 Adicional de Periculosidade

Leia mais

LOCAL DA ELABORAÇÃO: Aeroporto Internacional Tancredo Neves Confins, MG CFMA-2 / CFMA. 25 de setembro de 2008

LOCAL DA ELABORAÇÃO: Aeroporto Internacional Tancredo Neves Confins, MG CFMA-2 / CFMA. 25 de setembro de 2008 TÍTULO: CONTRAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TÉCNICOS ESPECIALIZADOS DE ENGENHARIA, PARA ASSESSORAMENTO E APOIO TÉCNICO À EQUIPE DA INFRAERO NO GERENCIAMENTO E FISCALIZAÇÃO DA OBRA DE REFORMA

Leia mais

Antonieta Pereira VIEIRA Henrique Pereira Vieira Madeline Rocha Furtado Monique Rafaela Rocha Furtado

Antonieta Pereira VIEIRA Henrique Pereira Vieira Madeline Rocha Furtado Monique Rafaela Rocha Furtado Antonieta Pereira VIEIRA Henrique Pereira Vieira Madeline Rocha Furtado Monique Rafaela Rocha Furtado Gestão de Contratos de Terceirização na Administração Pública Teoria e Prática Editora Fórum Belo Horizonte

Leia mais

Estudos sobre valores limite para a. contratação de serviços de vigilância e. limpeza no âmbito da Administração Pública. Federal

Estudos sobre valores limite para a. contratação de serviços de vigilância e. limpeza no âmbito da Administração Pública. Federal Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal Caderno Técnico 33/2014 Serviços de Vigiância Unidade da Federação: PE Data

Leia mais

Estudo técnico dos encargos sociais.

Estudo técnico dos encargos sociais. Estudo técnico dos encargos sociais. Apresentamos como sugestão, para a discussão o presente estudo técnico que sendo aprovado por esta Secretaria, certamente indicará os percentuais quando aplicados sobre

Leia mais

LOGÍSTICA DE SUPRIMENTOS E GESTÃO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: COMO FORTALECER UMA VISÃO INTEGRADA

LOGÍSTICA DE SUPRIMENTOS E GESTÃO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: COMO FORTALECER UMA VISÃO INTEGRADA LOGÍSTICA DE SUPRIMENTOS E GESTÃO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: COMO FORTALECER UMA VISÃO INTEGRADA Hélio Janny Roy Martelanc Luiz Patrício Cintra do Prado Filho Sérgio Mattoso Salomão

Leia mais

PROPOSTA DE CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015 / 2016. São fixados os seguintes salários para admissão a partir de 1º de maio de 2014:

PROPOSTA DE CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015 / 2016. São fixados os seguintes salários para admissão a partir de 1º de maio de 2014: PROPOSTA DE CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015 / 2016 CLÁUSULA 1ª - DO PISO SALARIAL São fixados os seguintes salários para admissão a partir de 1º de maio de 2014: a) Fica afixado o piso salarial da

Leia mais

Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal

Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal Caderno Técnico 54/2013 Serviços de Vigilância da Federação: Amapá Data de

Leia mais

www.linceseg.com.br / Iinceseg@Iinceseg.com.br

www.linceseg.com.br / Iinceseg@Iinceseg.com.br PROPOSTA DE PREÇOS MINISTEFLIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE ECUAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CAMPUS ARAQUARI PREGA() ELETRÓNICO N 005/205 DATA DA ABERTURA: 28/09205 HORA: 09:005

Leia mais

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PARA CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PARA CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO SEMINÁRIO ESPECIAL PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PARA CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO A ELABORAÇÃO DA PLANILHA PASSO A PASSO: ESTUDO DA LEGISLAÇÃO, JURISPRUDÊNCIA E MEMÓRIA DE CÁLCULO DE CADA RUBRICA

Leia mais

Metodologia Composição dos Custos - Valores limites Vigilância e Limpeza Genivaldo dos Santos Costa Brasília, 30 de maio de 2012

Metodologia Composição dos Custos - Valores limites Vigilância e Limpeza Genivaldo dos Santos Costa Brasília, 30 de maio de 2012 Metodologia Composição dos Custos - Valores limites Vigilância e Limpeza Genivaldo dos Santos Costa Brasília, 30 de maio de 2012 DLSG/SLTI SUMÁRIO 1. Histórico 2. Objetivo 3.Acórdão nº 1.753/2008 4. Metodologia

Leia mais

Aspectos controversos em licitações, com ênfase em elaboração e avaliação de formação de custos

Aspectos controversos em licitações, com ênfase em elaboração e avaliação de formação de custos Aspectos controversos em licitações, com ênfase em elaboração e avaliação de formação de custos Brasília Thiago Bergmann 1 Formação de preços Lei 8.666/93 Art. 40 2 o Constituem anexos do edital, dele

Leia mais

PLANILHAS DE CUSTOS E PREÇOS DA IN 02/08 - MPOG E SUAS ALTERAÇÕES FISCALIZAÇÃO DE CONTRATOS TERCEIRIZADOS

PLANILHAS DE CUSTOS E PREÇOS DA IN 02/08 - MPOG E SUAS ALTERAÇÕES FISCALIZAÇÃO DE CONTRATOS TERCEIRIZADOS PLANILHAS DE CUSTOS E PREÇOS DA IN 02/08 - MPOG E SUAS ALTERAÇÕES FISCALIZAÇÃO DE CONTRATOS TERCEIRIZADOS Alterações Conforme Novas Disposições da IN 06/13 MPOG de 23/12/2013 31/Mar e 01/Abr de 2014 -

Leia mais

Estudos sobre valores limite para a. contratação de serviços de vigilância e. limpeza no âmbito da Administração Pública. Federal

Estudos sobre valores limite para a. contratação de serviços de vigilância e. limpeza no âmbito da Administração Pública. Federal Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal Caderno Técnico 21/2014 Serviços de Limpeza Unidade da Federação: SC Data

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO GOVERNADORIA COMISSÃO CENTRAL PERMANENTE DE LICITAÇÃO CCL

ESTADO DO MARANHÃO GOVERNADORIA COMISSÃO CENTRAL PERMANENTE DE LICITAÇÃO CCL REF.: CONCORRÊNCIA Nº 006 / 2014 CCL ANEXO ERRATA Nº 002/2014 - CCL RESUMO Mês base: Agosto/2013 DISCRIMINAÇÃO VALOR PARCIAL TOTAL A - EQUIPE TÉCNICA 2.025.871,44 A.1 - Pessoal de Nível Superior* 1.891.997,04

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO GOVERNADORIA COMISSÃO CENTRAL PERMANENTE DE LICITAÇÃO CCL ERRATA N.º 001 / 2014 POE/MA REF.: PREGÃO N.

ESTADO DO MARANHÃO GOVERNADORIA COMISSÃO CENTRAL PERMANENTE DE LICITAÇÃO CCL ERRATA N.º 001 / 2014 POE/MA REF.: PREGÃO N. OVERNDORI OMISSÃO ENTRL PERMNENTE DE LIITÇÃO L ERRT N.º 001 / 2014 POE/M REF.: PREÃO N.º 024/ 2014 POE/M PROESSO DMINISTRTIVO N. 214.395/2013 VIV IDDÃO O Pregoeiro Oficial do Estado do Maranhão, após analise

Leia mais

Carlos Henrique da Silva Chefe da Divisão de Licitações

Carlos Henrique da Silva Chefe da Divisão de Licitações Av. Itamarati, 160 - Blocos A1, B1 e B2 88.034-900 - FLORIANÓPOLIS - SC Fone: 48 3231 6000 Fax: 48 3231 6530 Tomada de Preços nº 0.10/00137 OBJETO: ADM. CENTRAL - Contratação de empresa especializada para

Leia mais

CUSTO UNITÁRIO DE MÃO-DE-OBRA. Kelly Amichi

CUSTO UNITÁRIO DE MÃO-DE-OBRA. Kelly Amichi CUSTO UNITÁRIO DE MÃO-DE-OBRA Kelly Amichi O custo de mão-de-obra refere-se ao montante das despesas dos serviços prestados pelos funcionários à empresa. É o segundo maior custo no segmento de refeições

Leia mais

GESTÃO DE CUSTOS E PREÇOS

GESTÃO DE CUSTOS E PREÇOS GESTÃO DE CUSTOS E PREÇOS ANÁLISE DA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS E SUAS CONSEQUÊNCIAS. Patrocínio SEAC SINDESP - AM Apresentação Vilson Trevisan Fone 41-9975.1275 viltre@netpar.com.br Porque

Leia mais

Ministério da Integração Nacional - M I Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba

Ministério da Integração Nacional - M I Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba Ministério da Integração Nacional M I ANEXO II PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS SEDE DA 1ª SUPERINTENDENCIA REGIONAL DA CODEVASF EM MONTES CLAROS Nº do Processo Licitação Nº Dia / / às : horas.

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 14/2008

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 14/2008 MINISTÉRIO D FZEND SUPERINTENDÊNCI DE SEGUROS PRIVDOS NEXO TERMO DE REFERÊNCI GEMP 14/2008 1 DO OJETO Visa o presente à contratação de empresa especializada para a prestação de serviços contínuos de Motorista

Leia mais

PROPOSTA FINANCEIRA DE SERVIÇOS

PROPOSTA FINANCEIRA DE SERVIÇOS PROPOSTA FINANCEIRA DE SERVIÇOS PFS PERÍMETRO(S): OBJETO: EDITAL: SERVIÇOS PAGOS A PREÇO GLOBAL CUSTOS DIRETOS MÃO-DE-OBRA A - TOTAL DE SALÁRIO DA EQUIPE A1 - TOTAL SALÁRIOS DA EQUIPE COM VÍNCULO (PFS-I)

Leia mais

1º DIA FASE INTERNA DA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS

1º DIA FASE INTERNA DA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS 1º DIA FASE INTERNA DA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS 1. Qual a legislação básica que regula a prestação de serviços terceirizados? R. Constituição Federal, artigo 37, Decreto Lei 200/67, Decreto

Leia mais

O número de dias de trabalho médio por mês é calculado pela fórmula:

O número de dias de trabalho médio por mês é calculado pela fórmula: Este trabalho foi realizado a pedido da Pró-Reitoria de Administração e Planejamento e trata-se de um estudo com base no Manual de Orientação para Preenchimento da Planilha de Custo e Formação de Preços,

Leia mais

RELATÓRIO DE JULGAMENTO

RELATÓRIO DE JULGAMENTO RELATÓRIO DE JULGAMENTO PROCESSO Nº 51402.028474/2012-76 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 009/2014 PROPOSTA ANALISADA: IMPERIAL SERVIÇOS EMPRESARIAIS LTDA - EPP. CNPJ: 15.715.620/0001-84 VALOR DO ÚLTIMO LANCE OFERTADO:

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS 1) INTRODUÇÃO 2) DADOS CADASTRAIS PESSOA FISICA 3) DADOS CADASTRAIS PESSOA JURÍDICA

PLANO DE NEGÓCIOS 1) INTRODUÇÃO 2) DADOS CADASTRAIS PESSOA FISICA 3) DADOS CADASTRAIS PESSOA JURÍDICA PLANO DE NEGÓCIOS CÓDIGO: DATA: 1) INTRODUÇÃO O plano de negócio é um instrumento que visa estruturar as principais concepções e alternativas para uma análise correta de viabilidade do negócio pretendido,

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL Imprimir Salvar CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PA000066/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 06/02/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR000626/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46222.000522/2014-10

Leia mais

RELATÓRIO DE JULGAMENTO

RELATÓRIO DE JULGAMENTO RELATÓRIO DE JULGAMENTO Pregão nº 012/2011 Trata-se o presente Relatório de Julgamento relativo à licitação na modalidade de Pregão Eletrônico, Tipo Menor Preço para a contratação de especializada para

Leia mais

Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal

Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal Caderno Técnico 01/2013 Serviços de Vigilância da Federação: Distrito Federal

Leia mais

Patrícia Vieira Wagner Jean Carlo Reginaldo. Resumo:

Patrícia Vieira Wagner Jean Carlo Reginaldo. Resumo: A REPRESENTATIVIDADE DOS ENCARGOS SOCIAIS NOS CUSTOS DE MÃO- DE-OBRA E PREÇO DE VENDA: UM ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA DE SERVIÇOS DA GRANDE FLORIANÓPOLIS (SC) Patrícia Vieira Wagner Jean Carlo Reginaldo

Leia mais

ANEXO III PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PREENCHIDA

ANEXO III PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PREENCHIDA SRVIÇO VIGILÂNI Regime de Tributação: Lucro Real c/onta Vinculada NXO III PLNILH USTOS FORMÇÃO PRÇOS PRNHI Nº Pregão: 02/2015 Nº do processo: 23365.000028.2015-06 OS ÁSIOS ata de apresentação da proposta

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 14/2010. RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO FEITA PELA EMPRESA CENTAURUS VIGILÂNCIA E SEGURANÇA LTDA, CONFORME ESCLARECIMENTOS A SEGUIR:

PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 14/2010. RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO FEITA PELA EMPRESA CENTAURUS VIGILÂNCIA E SEGURANÇA LTDA, CONFORME ESCLARECIMENTOS A SEGUIR: CIRCULAR N º 04/2010. PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 14/2010. OBJETO: Contratação de serviços de vigilância/segurança patrimonial, nos postos fixados pela CONTRATANTE, envolvendo a alocação, pela Contratada, de

Leia mais

ANEXO III PLANILHAS MODELO PARA APRESENTAÇÃO DAS PROPOSTAS

ANEXO III PLANILHAS MODELO PARA APRESENTAÇÃO DAS PROPOSTAS 1 ANEXO III PLANILHAS MODELO PARA APRESENTAÇÃO DAS PROPOSTAS Planilha de Proposta de Preço nº Processo: Licitação nº Dia / / às : horas Data da apresentação da proposta Município/UF Ano Acordo, Convenção

Leia mais

Contratos de trabalho por tempo determinado, previstos na CLT

Contratos de trabalho por tempo determinado, previstos na CLT Contratos de trabalho por tempo determinado, previstos na CLT O contrato de trabalho por prazo determinado é aquele cuja duração dependa de termo prefixado ou da execução de serviços específicos ou ainda

Leia mais