Dependência do Tabagismo

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Dependência do Tabagismo"

Transcrição

1 Dependência do Tabagismo Jack E. Henningfield, PhD Johns Hopkins School of Medicine (Escola de Medicina Johns Hopkins) Pinney Associates 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg)

2 Terminologia da Dependência Dependência: termo comum aplicado ao comportamento não passível de adaptação de procura à droga Equivalente ao termo dependência da American Psychiatric Association(APA)/Organização Mundial de Saúde (OMS) Dependência: a APA refere-se à nicotina, enquanto a OMS se refere a quantidade de tabaco absorvida por uma pessoa 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 2

3 Terminologia da Dependência Abstinência: sintomas passageiros que se seguem à abstinência quando há dependência física (por exemplo, neuroadaptação) Tolerância: diminuição de resposta à doses repetidas A dependência, abstinência e tolerância podem ocorrer de forma independente A abstinência e a tolerância não são necessárias nem suficientes para a dependência 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 3

4 Os cigarros estão entre as drogas que mais viciam Risco de dependência dos usuários após o uso e a dependência: Cigarros > Cocaína > Opioides > Álcool Fonte da imagem: adaptado por CTLT do U.S. National Academy of Science, Institution of Medicine (Academia Nacional de Ciência dos EUA, Instituição de Medicina). (1999) Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 4

5 Trajetória do Uso do Tabaco 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 5

6 Óbitos Relacionados ao Tabaco Fonte da imagem: Jack Henningfield Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 6

7 Fumar pela Nicotina; Morrer pelo Fumo Fumar pela nicotina; morrer pelo fumo Michael A.H. Russell Fonte da imagem: Jack Henningfield Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 7

8 Todos os Produtos de Tabaco São Letais e Causam Dependência Fonte da imagem: Institute for Global Tobacco Control (Instituto de Controle Global do Tabaco) Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 8

9 Conhecendo o cigarro A maioria dos cigarros contém cerca de 10 mg de nicotina Biodisponibilidade: 10-40% da dose típica é de 1 a 3 mg de nicotina por cigarro, independente de ser anunciado como light ou normal O alcatrão (ou TPM) resulta da queima (pirólise) do tabaco, as partículas na fumaça são da faixa de tamanho (menor que um mícron) que penetra nos pulmões O CO é um produto da pirólise, sua meia-vida varia com a taxa de respiração, mas geralmente está entre quatro e sete horas de ar expirado ou exames de COHb 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 9

10 Citações A nicotina livre é absorvida mais rapidamente pelo fumante do que a nicotina bound (protonada) RJR, Rodgman (1980) Conforme o ph aumenta, a composição química da nicotina muda para que ela seja absorvida mais rapidamente pelo corpo e dê aquele barato para o fumante McKenzie (1976); Prova do julgamento de Minnesota A AT [tecnologia da amônia] é a chave para a concorrência em qualidade de fumaça com a PM (Philip Morris) mundialmente B&W, Johnson (1989) 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 10

11 Citações Cigarros de baixo teor de alcatrão Dá aos fumantes uma escolha e um motivo para não parar Brown e Williamson (1979)... o efeito de passar a fumar cigarros de baixo teor de alcatrão pode ser aumentar, e não diminuir os riscos de fumar BAT, Lee (1979) 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 11

12 Cigarros light Os cigarros light são mais ventilados e possibilitam a compensação do fumo compensatório mais prontamente Orifícios de ventilação 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 12

13 Cigarros Light Mentolados A embalagem e os ingredientes do produto (mentol) convergem para apresentar um sabor mais refrescante e suave Trata-se de uma jogada de marketing fatal e enganosa, pois esses cigarros são tão tóxicos quanto os de sabor total Fonte da imagem: Tobacco Documents Online (Documentos On-line sobre Tabaco). Permissão concedida para uso educacional Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 13

14 A Última Palavra em Coquetel Químico Nicotina transmitida pelo tabaco Mais viciante Mais tóxica Transferência explosivamente rápida Tamanho ótimo da partícula para depósito nos pulmões ph controlado Otimização sensorial Coquetel químico concebido para viciar A amônia aumenta a dose Sinergia do acetaldeído Mentol suavizante Efeitos inibidores da monoamina oxidase (IMAO) 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 14

15 Neurobiologia da Nicotina e de Outras Drogas Assim como o consumo abusivo de outras drogas, a nicotina estimula os caminhos de recompensas e aumenta a dopamina no núcleo acumbente do cérebro Os efeitos no cérebro reforçam o comportamento, alteram o humor e criam uma necessidade que não existia antes da exposição à droga 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 15

16 Outros Efeitos Contribuem para o Uso do Tabaco Reduz a ansiedade e diminui o stress e tédio Melhora o desempenho e a atenção ou, pelo menos, reverte a síndrome de abstinência Diminui o apetite Ajuda a dar partida no carro e atender o telefone? A permanente associação do hábito de fumar com a vida cotidiana leva a um forte condicionamento comportamental 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 16

17 Concentração da Nicotina no Sangue Os níveis de nicotina flutuam muito, começando com níveis baixos após acordar e aumentando durante o dia O despertar é acompanhado pelos primeiros sinais da abstinência desejo intenso nos fumantes mais dependentes Fonte da imagem: Jack Henningfield Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 17

18 Efeitos Danosos do Tabaco Nicotina no cérebro leva à dependência Fonte da imagem: Jack Henningfield Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 18

19 Efeitos de Quatro Drogas nos Níveis da Dopamina Fontes das imagens: adaptado por CTLT de (de cima para baixo) Ponberi, F. E., et al. (1996); Melega et al. (1995); Tanda et al. (1997) Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 19

20 Modulação dos Receptores Nicotínicos A modulação do receptor nicotínico produz efeitos em cascata através dos neuro-hormônios Fonte da imagem: Jack Henningfield Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 20

21 Supraregulação dos Receptores Nicotínicos Supraregulação dos receptores nicotínicos: a reversibilidade nos fumantes crônicos não é clara Fonte da imagem: Jack Henningfield Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 21

22 Receptores Aumentados Receptores aumentados associados à tolerância e à dependência Fonte da imagem: Jack Henningfield Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 22

23 Cérebro do Não Fumante Comparado ao do Fumante Estudos de procedimentos de autópsia comparando fumantes a não fumantes revelam aumentos de até 400% de receptores nicotínicos no cérebro A extensão da reversão, do curso de tempo e da variabilidade não são claros Fonte do texto: Perry, D., et al. (1999); Fonte da imagem: Journal of Pharmacology and Experimental Therapeutics (Jornal de Farmacologia e Terapia Experimental). (1999) Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 23

24 A Abstinência da Nicotina e Disfunção do Cérebro A abstinência da nicotina está associada à disfunção do cérebro e ao desempenho, mas pode ser tratada Terapias de substituição de nicotina e outras encontram-se disponíveis 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 24

25 A abstinência pode ser tratada Fonte: adaptado por CTLT de Synder, F. and Henningfield, J. (1998) Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 25

26 Medicamentos (2006) Terapias de reposição de nicotina (TRN) Goma de Mascar Pastilhas Adesivos (vários tipos) Nasal Inalador oral Nicotínicos Vareniclina 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 26

27 Medicamentos (2006) Em desenvolvimento Rimonabant Vacinas Novas terapias de reposição de nicotina (TRN) Novos medicamentos 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 27

28 Publicidade Fonte da imagem: Tobacco Documents Online (TobaccoDocuments.org) (Documentos On-line sobre Tabaco). Permissão concedida para uso educacional Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 28

29 Estudos de Imagens do Cérebro Fumo, abstinência e desejos intensos afetam a função cerebral conforme avaliações feitas por técnicas de produção de imagens, como a Tomografia por Emissão de Pósitrons (PET) e a Ressonância Magnética Funcional (RMf) Fluxo sanguíneo cerebral regional (rcbf) RMf: ESTUDO BOLD: A gravidade da dependência da nicotina modula a atividade cerebral induzida em regiões envolvidas no preparo motor e de imagens. Psicofarmacologia. Fonte da imagem: Zubieta, et al. (2005); Smolka, et al. (2005). Permissão não concedida Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 29

30 Resumo A nicotina produz grande dependência e ainda mais quando distribuída na forma de produtos de tabaco A nicotina afeta os receptores do cérebro e causa a dependência As pessoas que tentam parar de fumar lutam contra a biologia Os profissionais de saúde precisam tratar do lado físico da dependência O tratamento da dependência e a prevenção do fumo devem caminhar lado a lado 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health (Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg) 30

Efeitos do tabagismo passivo sobre a saúde

Efeitos do tabagismo passivo sobre a saúde Efeitos do tabagismo passivo sobre a saúde Jonathan Samet, MD, MS Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health O que é Tabagismo Passivo? Fumaça

Leia mais

Diretrizes Assistenciais. Medicina Psicossomática e Psiquiatria

Diretrizes Assistenciais. Medicina Psicossomática e Psiquiatria Diretrizes Assistenciais Medicina Psicossomática e Psiquiatria Versão eletrônica atualizada em fev/2012 TRATAMENTO DE TABAGISMO Indicação: Pacientes tabagistas atendidos na SBIBAE Contraindicação: Não

Leia mais

A METODOLOGIA DO TRATAMENTO DO TABAGISMO NO SUS

A METODOLOGIA DO TRATAMENTO DO TABAGISMO NO SUS A METODOLOGIA DO TRATAMENTO DO TABAGISMO NO SUS I Encontro de Profissionais de Saúde para Abordagem e Tratamento do Tabagismo na Rede SUS Ricardo Henrique Sampaio Meirelles Divisão de Controle do Tabagismo

Leia mais

Cessação e Tratamento do Tabagismo Mitos e Verdades. Silvia M. Cury Ismael Mônica Andreis

Cessação e Tratamento do Tabagismo Mitos e Verdades. Silvia M. Cury Ismael Mônica Andreis Cessação e Tratamento do Tabagismo Mitos e Verdades Silvia M. Cury Ismael Mônica Andreis Cigarro é droga? Verdade! Cigarro é uma droga poderosa, apesar de ser um produto lícito. O potencial de abuso da

Leia mais

O TABAGISMO COMO DEPENDÊNCIA

O TABAGISMO COMO DEPENDÊNCIA O TABAGISMO COMO DEPENDÊNCIA Ministério da Saúde - MS Instituto Nacional de Câncer - INCA Coordenação de Prevenção e Vigilância - Conprev Divisão de Programas de Controle do Tabagismo e outros Fatores

Leia mais

III Jornada Regional sobre drogas ABEAD/MPPE ENTENDENDO O TABAGISMO: A DEPENDÊNCIA E O TRATAMENTO

III Jornada Regional sobre drogas ABEAD/MPPE ENTENDENDO O TABAGISMO: A DEPENDÊNCIA E O TRATAMENTO III Jornada Regional sobre drogas ABEAD/MPPE ENTENDENDO O TABAGISMO: A DEPENDÊNCIA E O TRATAMENTO IVANA MAGALY LIMA ALENCAR CARVALHEIRA Psicóloga Clínica Hospitalar Neuropsicóloga - CRP 02/8461 Setembro/2010

Leia mais

Cessação do tabagismo e Farmacoterapia. Edward Ellerbeck, MD, MPH

Cessação do tabagismo e Farmacoterapia. Edward Ellerbeck, MD, MPH Cessação do tabagismo e Farmacoterapia Edward Ellerbeck, MD, MPH Juiz de Fora, Brasil October 17, 2011 Mary: Uma mulher de 54 anos na minha clínica Paciente regular nos últimos 5 anos» Realizava o exame

Leia mais

Produtos de Tabaco. Mitchell Zeller, JD Pinney Associates Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health

Produtos de Tabaco. Mitchell Zeller, JD Pinney Associates Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health Produtos de Tabaco Mitchell Zeller, JD Pinney Associates 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health Seção A As mudanças do Cigarro 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health O Contexto

Leia mais

Como a Indústria do Tabaco Modificou os Cigarros para Deixá-los Mais Viciantes, Mais Atraentes para as Crianças e Ainda Mais Mortais

Como a Indústria do Tabaco Modificou os Cigarros para Deixá-los Mais Viciantes, Mais Atraentes para as Crianças e Ainda Mais Mortais Projetado para Viciar Como a Indústria do Tabaco Modificou os Cigarros para Deixá-los Mais Viciantes, Mais Atraentes para as Crianças e Ainda Mais Mortais 23 de Junho de 2014 1 O consumo do tabaco continua

Leia mais

Avaliação das políticas de ambientes livres de fumo

Avaliação das políticas de ambientes livres de fumo Avaliação das políticas de ambientes livres de fumo Andrew Hyland, PhD Roswell Park Cancer Institute 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health Seção A Visão Geral 2007 Johns Hopkins Bloomberg

Leia mais

DROGAS DE ABUSO. Carlos Eduardo Biólogo Neuropsicólogo Mestre-Farmacologia UFC

DROGAS DE ABUSO. Carlos Eduardo Biólogo Neuropsicólogo Mestre-Farmacologia UFC DROGAS DE ABUSO Carlos Eduardo Biólogo Neuropsicólogo Mestre-Farmacologia UFC DROGAS DE ABUSO Substância Psicoativa qualquer substância química que, quando ingerida, modifica uma ou várias funções do SNC,

Leia mais

COMO AJUDAR SEU PACIENTE A PARAR DE FUMAR Ronaldo Laranjeira Maria Tereza Cruz Lourenço Helena B. Sarnaia

COMO AJUDAR SEU PACIENTE A PARAR DE FUMAR Ronaldo Laranjeira Maria Tereza Cruz Lourenço Helena B. Sarnaia DIAGNÓSTICO & TRATAMENTO - INTERESSE GERAL COMO AJUDAR SEU PACIENTE A PARAR DE FUMAR Ronaldo Laranjeira Maria Tereza Cruz Lourenço Helena B. Sarnaia INTRODUÇÃO Atualmente estima-se que 50% da população

Leia mais

Princípios de vigilância

Princípios de vigilância Princípios de vigilância Jonathan Samet, MD, MS Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health Objetivos do aprendizado Definir os termos básicos relacionados

Leia mais

Como evitar 100 milhões de mortes pelo tabagismo

Como evitar 100 milhões de mortes pelo tabagismo Como evitar 100 milhões de mortes pelo tabagismo Thomas R. Frieden, MD, MPH Departamento de Saúde e Higiene Mental da Cidade de Nova York (New York City Department of Health and Mental Hygiene) 2007 Johns

Leia mais

PARECER COREN-SP 003/2015 - CT PRCI nº 102.705 Tickets nº 298.347

PARECER COREN-SP 003/2015 - CT PRCI nº 102.705 Tickets nº 298.347 PARECER COREN-SP 003/2015 - CT PRCI nº 102.705 Tickets nº 298.347 Ementa: Paciente fumante. 1. Do fato Profissional Auxiliar de Enfermagem informa que a direção da instituição em que trabalha determinou

Leia mais

Parar de fumar Resumo de diretriz NHG M85 (maio 2011)

Parar de fumar Resumo de diretriz NHG M85 (maio 2011) Parar de fumar Resumo de diretriz NHG M85 (maio 2011) Chavannes NH, Kaper J, Frijling BD, Van der Laan JR, Jansen PWM, Guerrouj S, Drenthen AJM, Bax W, Wind LA traduzido do original em holandês por Luiz

Leia mais

Attemps Among Smokers Unmotivated to Quit.

Attemps Among Smokers Unmotivated to Quit. Universidade Federal de Juiz de Fora Programa de Pós-Graduação em Saúde Área de Concentração Saúde Brasileira Niepen Núcleo Interdisciplinar de Estudos, Pesquisas e Tratamento em Nefrologia Disciplinas:

Leia mais

Projeto Diga Sim a Vida e Não as Drogas

Projeto Diga Sim a Vida e Não as Drogas Projeto Diga Sim a Vida e Não as Drogas PÚLBLICO ALVO: Toda a comunidade escolar e a sociedade local de modo geral. APRESENTAÇÃO: Todos concordam que a Escola tem um papel fundamental em nossa sociedade,

Leia mais

Tratamento farmacológico do tabagismo

Tratamento farmacológico do tabagismo Tratamento farmacológico do tabagismo Sandra Odebrecht Vargas Nunes Heber Odebrecht Vargas Luciana Vargas Alves Nunes Mariane Vargas Nunes Noto SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros NUNES, SOV.,

Leia mais

I CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM TABAGISMO DISCIPLINA DE PNEUMOLOGIA - ESCOLA MÉDICA DE PÓS-GRADUAÇÃO - PUC RIO AVALIAÇÃO CLÍNICA INICIAL

I CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM TABAGISMO DISCIPLINA DE PNEUMOLOGIA - ESCOLA MÉDICA DE PÓS-GRADUAÇÃO - PUC RIO AVALIAÇÃO CLÍNICA INICIAL Cristina Cantarino Pneumologista Coordenadora do Centro de Estudos para Tratamento da Dependência à Nicotina do INCA Coordenadora Municipal do Controle de Tabagismo de Niterói Coordenadora da Clínica de

Leia mais

Tratamento do tabagismo : manejo da farmacoterapia e das co-morbidades

Tratamento do tabagismo : manejo da farmacoterapia e das co-morbidades Tratamento do tabagismo : manejo da farmacoterapia e das co-morbidades Interações medicamentosas Carlos Alberto de Barros Franco Professor Titular de Pneumologia da Escola Médica de PósGraduação da PUC-Rio

Leia mais

Comércio ilegal do tabaco

Comércio ilegal do tabaco Comércio ilegal do tabaco Ayda A. Yurekli, PhD Pesquisa para o Controle do Tabaco Internacional (Research for International Tobacco Control) Centro Internacional de Desenvolvimento de Pesquisas (International

Leia mais

O fumo e a saúde: uma atualização

O fumo e a saúde: uma atualização O fumo e a saúde: uma atualização Jonathan M. Samet, MD, MS Diretor do Instituto para Saúde Mental da USC (USC Institute for Global Health) Professor e Presidente do Flora L. Thornton, Departamento de

Leia mais

CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA GERAL E ANÁLISE DO COMPORTAMENTO PSICOLOGIA CLÍNICA NA ANÁLISE DO COMPORTAMENTO

CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA GERAL E ANÁLISE DO COMPORTAMENTO PSICOLOGIA CLÍNICA NA ANÁLISE DO COMPORTAMENTO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA GERAL E ANÁLISE DO COMPORTAMENTO PSICOLOGIA CLÍNICA NA ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DEPENDÊNCIA E TRATAMENTO DO CONSUMO DE TABACO Andréia Souza Grespan

Leia mais

Cocaína. COCAÍNA Histórico. Cocaína. Cocaína. Cocaína

Cocaína. COCAÍNA Histórico. Cocaína. Cocaína. Cocaína COCAÍNA Histórico Erytroxylum coca - Populações pré- incaicas já utilizavam mascamento das folhas em cerimônias religiosas (coqueio). - Século passado emprego de cigarros de coca no tratamento da asma

Leia mais

A GPDTA E O CONTROLE DOS PRODUTOS DERIVADOS DO TABACO. sexta-feira, 16 de março de 12

A GPDTA E O CONTROLE DOS PRODUTOS DERIVADOS DO TABACO. sexta-feira, 16 de março de 12 A GPDTA E O CONTROLE DOS PRODUTOS DERIVADOS DO TABACO Lei 9.782/99 - Anvisa art. 8º, 1º, inciso X regulamentar, controlar, fiscalizar os produtos que envolvam risco à saúde, dentre eles os cigarros, cigarrilhas,

Leia mais

O Consumo de Tabaco no Brasil. Equipe LENAD: Ronaldo Laranjeira Clarice Sandi Madruga Ilana Pinsky Ana Cecília Marques Sandro Mitsuhiro

O Consumo de Tabaco no Brasil. Equipe LENAD: Ronaldo Laranjeira Clarice Sandi Madruga Ilana Pinsky Ana Cecília Marques Sandro Mitsuhiro O Consumo de Tabaco no Brasil Equipe LENAD: Ronaldo Laranjeira Clarice Sandi Madruga Ilana Pinsky Ana Cecília Marques Sandro Mitsuhiro 1. Porque esse estudo é relevante? Segundo a Organização Mundial de

Leia mais

Vigilância de fatores de risco: Tabagismo

Vigilância de fatores de risco: Tabagismo Universidade Federal Fluminense Instituto de Saúde da Comunidade MEB Epidemiologia IV Vigilância de fatores de risco: Tabagismo Maria Isabel do Nascimento MEB/ Departamento de Epidemiologia e Bioestatística

Leia mais

Contexto. 74,3% dos usuários de drogas ilícitas estão empregados.

Contexto. 74,3% dos usuários de drogas ilícitas estão empregados. Contexto 74,3% dos usuários de drogas ilícitas estão empregados. Empregados sob efeito de droga utilizam, em média, 67% da capacidade de trabalho, tem o triplo de probabilidade de chegar atrasado ou faltar

Leia mais

Neurociências: Consumo e dependência de substâncias psicoativas RESUMO DO RELATÓRIO ELABORADO PELA OMS - parte I. Introdução

Neurociências: Consumo e dependência de substâncias psicoativas RESUMO DO RELATÓRIO ELABORADO PELA OMS - parte I. Introdução Neurociências: Consumo e dependência de substâncias psicoativas RESUMO DO RELATÓRIO ELABORADO PELA OMS - parte I Introdução O consumo de substâncias e as farmacodependências representam um importante problema

Leia mais

Aperfeiçoamento em Técnicas para Fiscalização do uso de Álcool e outras Drogas no Trânsito Brasileiro

Aperfeiçoamento em Técnicas para Fiscalização do uso de Álcool e outras Drogas no Trânsito Brasileiro Aperfeiçoamento em Técnicas para Fiscalização do uso de Álcool e outras Drogas no Trânsito Brasileiro Conceitos Básicos ObjeBvos DiscuBr os conceitos básicos de substâncias psicoabvas (SPA) Conhecer as

Leia mais

TRATAMENTO DO TABAGISMO: o que funciona? TRATAMENTO DO TABAGISMO CONTROLE DO TABAGISMO TRATAMENTO DO TABAGISMO. Carlos A A Viegas POR QUE PARAR?

TRATAMENTO DO TABAGISMO: o que funciona? TRATAMENTO DO TABAGISMO CONTROLE DO TABAGISMO TRATAMENTO DO TABAGISMO. Carlos A A Viegas POR QUE PARAR? : o que funciona? Carlos A A Viegas IX CURSO NACIONAL DE ATUALIZAÇÃO EM PNEUMOLOGIA SBPT - 2008 CONTROLE DO TABAGISMO IMPLEMENTAÇÃO DA CONVENÇÃO QUADRO IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA SABER SAÚDE TRATAMENTO

Leia mais

Tabagismo (dependência de nicotina) Protocolo Clínico

Tabagismo (dependência de nicotina) Protocolo Clínico Tabagismo (dependência de nicotina) Protocolo Clínico O fumante, de Joos van Craesbeeck, 1605. Protocolo da Rede de Atenção Psicossocial, baseado em evidências científicas, para o diagnóstico, a avaliação

Leia mais

Avaliação das campanhas antitabagismo na mídia de massa

Avaliação das campanhas antitabagismo na mídia de massa Avaliação das campanhas antitabagismo na mídia de massa Marc Boulay, PhD Center for Communication Programs Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health 2008 Johns Hopkins Bloomberg School of Public

Leia mais

O que são drogas? Drogas Naturais Drogas Sintéticas Drogas Semi-sintéticas. Drogas. Prof. Thiago Lins do Nascimento. tiagolinsnasc@gmail.

O que são drogas? Drogas Naturais Drogas Sintéticas Drogas Semi-sintéticas. Drogas. Prof. Thiago Lins do Nascimento. tiagolinsnasc@gmail. Drogas Prof. Thiago Lins do Nascimento tiagolinsnasc@gmail.com 2014 1 / 41 Sumário O que são drogas? 1 O que são drogas? O que são drogas? 2 Maconha Nicotina 3 Ecstasy Anfetaminas 4 Cocaína Crack Krokodil

Leia mais

PARAR DE FUMAR. Uma decisão saudável. Programa de Controle do Tabagismo

PARAR DE FUMAR. Uma decisão saudável. Programa de Controle do Tabagismo PARAR DE FUMAR Uma decisão saudável Programa de Controle do Tabagismo Você sabe o que tem dentro do cigarro e outros produtos do tabaco? 4720 substâncias tóxicas, incluindo: Nicotina; Alcatrão; Monóxido

Leia mais

Cigarro, mais um prego no seu caixão 1. Cristian GONÇALVES 2 Guilherme Luiz KRUG 3 Anamaria TELES 4 Universidade Regional de Blumenau, Blumenau, SC

Cigarro, mais um prego no seu caixão 1. Cristian GONÇALVES 2 Guilherme Luiz KRUG 3 Anamaria TELES 4 Universidade Regional de Blumenau, Blumenau, SC Cigarro, mais um prego no seu caixão 1 Cristian GONÇALVES 2 Guilherme Luiz KRUG 3 Anamaria TELES 4 Universidade Regional de Blumenau, Blumenau, SC RESUMO Uma das maiores causas de morte no mundo que poderia

Leia mais

O desafio de deixar de fumar

O desafio de deixar de fumar O desafio de deixar de fumar O uso do cigarro tem como objetivo a busca por efeitos prazerosos desencadeados pela nicotina, melhora ime - diata do raciocínio e do humor, diminuição da ansiedade e ajuda

Leia mais

5 de junho de 2013. A quem interessar possa:

5 de junho de 2013. A quem interessar possa: THE JOHNS HOPKINS UNIVERSITY SCHOOL OF MEDICINE Department of Psychiatry and Behavioral Sciences Division of Behavioral Biology Behavioral Biology Research Center, 5510 Nathan Shock Drive Johns Hopkins

Leia mais

Tabagismo e Adolescência. Divisão de Controle do Tabagismo Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva INCA/MS

Tabagismo e Adolescência. Divisão de Controle do Tabagismo Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva INCA/MS Tabagismo e Adolescência Divisão de Controle do Tabagismo Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva INCA/MS Adolescência e Uso de Tabaco A iniciação do tabagismo na adolescência está associada

Leia mais

Comércio ilícito de produtos de tabaco

Comércio ilícito de produtos de tabaco Comércio ilícito de produtos de tabaco Vinayak M. Prasad, MD Diretor, Ministério da Saúde e Assistência Social da Família, Índia 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health Seção A Comércio ilícito

Leia mais

Os padrões de consumo de crack, álcool e outras drogas e alguns instrumentos de avaliação e codificação

Os padrões de consumo de crack, álcool e outras drogas e alguns instrumentos de avaliação e codificação Os padrões de consumo de crack, álcool e outras drogas e alguns instrumentos de avaliação e codificação Enfª. Lorena Silveira Cardoso Mestranda em Saúde Coletiva do PRPPG - UFES VITÓRIA 2015 Nessa aula

Leia mais

09:49:35 - Jane Bettiol : Convidado 'Jane Bettiol' entra na sala. 10:00:22 - DC fala para todos: Os chats são realizadas por jornalistas de

09:49:35 - Jane Bettiol : Convidado 'Jane Bettiol' entra na sala. 10:00:22 - DC fala para todos: Os chats são realizadas por jornalistas de 09:49:35 - Jane Bettiol : Convidado 'Jane Bettiol' entra na sala. 10:00:22 - DC fala para todos: Os chats são realizadas por jornalistas de diario.com.br, convidados especiais e pelos usuários. Todas as

Leia mais

O desafio em ajudar o paciente a parar de fumar TABAGISMO 03/07/2012. Prevalência de Tabagismo no Brasil

O desafio em ajudar o paciente a parar de fumar TABAGISMO 03/07/2012. Prevalência de Tabagismo no Brasil O desafio em ajudar o paciente a parar de fumar Fernanda Miranda de Oliveira Pneumologista TABAGISMO O tabagismo é uma doença crônica, gerada pela dependência física e psicológica da nicotina. Todos os

Leia mais

ALERTA CFM Nº001/14. CONSIDERANDO os riscos à saúde relacionados à prática do tabagismo

ALERTA CFM Nº001/14. CONSIDERANDO os riscos à saúde relacionados à prática do tabagismo ALERTA CFM Nº001/14 EMENTA: Fortalecimento do combate ao tabagismo, com foco na orientação à sociedade sobre os riscos relacionados ao consumo do narguilé e do cigarro eletrônico (e-cigarro). O CONSELHO

Leia mais

Benzodiazepínicos, hipnóticos e opióides

Benzodiazepínicos, hipnóticos e opióides Benzodiazepínicos, hipnóticos e opióides Alessandro Alves O amor não é aquilo que te deixa feliz, calmo e tranquilo. O nome disso é Rivotril. Frase atribuída a James Brown Benzodiazepínicos Estão entre

Leia mais

Nicorette (nicotina) Nicorette Menta 2 mg ou 4 mg em embalagens contendo 30 gomas mastigáveis.

Nicorette (nicotina) Nicorette Menta 2 mg ou 4 mg em embalagens contendo 30 gomas mastigáveis. Nicorette (nicotina) IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO Nome: Nicorette Nome genérico: nicotina Forma farmacêutica e apresentações: Nicorette Menta 2 mg ou 4 mg em embalagens contendo 30 gomas mastigáveis. Nicorette

Leia mais

Direcção-Geral da Saúde Programa Nacional de Saúde Ocupacional

Direcção-Geral da Saúde Programa Nacional de Saúde Ocupacional Programa Nacional de Saúde Ocupacional Assunto: Intervenção dos Serviços de Saúde do Trabalho no âmbito da prevenção do consumo de substâncias psicoativas em meio laboral DATA: 13.05.2013 Para: Médicos

Leia mais

OS ARGUMENTOS DOS OPOSITORES DO CONTROLE DO TABAGISMO: SUGESTÕES DE RESPOSTAS ÀS QUESTÕES MAIS FREQÜENTES

OS ARGUMENTOS DOS OPOSITORES DO CONTROLE DO TABAGISMO: SUGESTÕES DE RESPOSTAS ÀS QUESTÕES MAIS FREQÜENTES Organização Pan-Americana da Saúde, OS ARGUMENTOS DOS OPOSITORES DO CONTROLE DO TABAGISMO: SUGESTÕES DE RESPOSTAS ÀS QUESTÕES MAIS FREQÜENTES Programação Visual da Capa: Divisão de Comunicação Social/

Leia mais

COMO ORIENTAR O PACIENTE QUE TEM COMPULSÃO/DISTÚRBIO ALIMENTAR E QUE DESEJA PARAR DE FUMAR. Nutricionista Fabricia Junqueira das Neves

COMO ORIENTAR O PACIENTE QUE TEM COMPULSÃO/DISTÚRBIO ALIMENTAR E QUE DESEJA PARAR DE FUMAR. Nutricionista Fabricia Junqueira das Neves COMO ORIENTAR O PACIENTE QUE TEM COMPULSÃO/DISTÚRBIO ALIMENTAR E QUE DESEJA PARAR DE FUMAR Nutricionista Fabricia Junqueira das Neves smoke [ti] OR smoking [ti] OR tobacco [ti] OR tabagism [ti] ("binge

Leia mais

Módulo I 15/09/2012 08h00 08h20 - Abertura: Homenagem ao Dr. Antonio Pedro Mirra

Módulo I 15/09/2012 08h00 08h20 - Abertura: Homenagem ao Dr. Antonio Pedro Mirra Curso de Capacitação em Tabagismo Local: Associação Paulista de Medicina Av. Brig. Luiz Antonio, 278 Coordenadoras: Maria Vera Cruz de Oliveira Castellano Stella Martins Módulo I 15/09/2012 08h00 08h20

Leia mais

NICORETTE. Johnson & Johnson INDUSTRIAL Ltda. Tabletes mastigáveis. 2 e 4 mg de nicotina

NICORETTE. Johnson & Johnson INDUSTRIAL Ltda. Tabletes mastigáveis. 2 e 4 mg de nicotina NICORETTE Johnson & Johnson INDUSTRIAL Ltda mastigáveis 2 e 4 mg de nicotina NICORETTE nicotina APRESENTAÇÕES mastigáveis no sabor Icemint em embalagens com 30 tabletes contendo 2 mg de nicotina ou 4 mg

Leia mais

TRATAMENTO DE DADOS: PESQUISA SOBRE O NÚMERO DE FUMANTES NO CAMPUS DA ULBRA DE GUAÍBA

TRATAMENTO DE DADOS: PESQUISA SOBRE O NÚMERO DE FUMANTES NO CAMPUS DA ULBRA DE GUAÍBA TRATAMENTO DE DADOS: PESQUISA SOBRE O NÚMERO DE FUMANTES NO CAMPUS DA ULBRA DE GUAÍBA Ismael Bridi 1 Carine B. Loureiro 2 Paulo Samarani 3 RESUMO Em pesquisa realizada entre os alunos do campus da ULBRA

Leia mais

CESSAÇÃO TABÁGICA - UMA OPÇÃO TERAPÊUTICA PARA A ENFERMAGEM

CESSAÇÃO TABÁGICA - UMA OPÇÃO TERAPÊUTICA PARA A ENFERMAGEM CESSAÇÃO TABÁGICA - UMA OPÇÃO TERAPÊUTICA PARA A ENFERMAGEM por Pedro Serra Pinto - Sexta-feira, Março 20, 2015 http://www.nursing.pt/cessacao-tabagica-uma-opcao-terapeutica-para-a-enfermagem/ Autores:

Leia mais

AÇÕES PARA PROMOÇÃO DA CESSAÇÃO DO TABAGISMO

AÇÕES PARA PROMOÇÃO DA CESSAÇÃO DO TABAGISMO AÇÕES PARA PROMOÇÃO DA CESSAÇÃO DO TABAGISMO Ministério da Saúde - MS Instituto Nacional de Câncer - INCA Coordenação de Prevenção e Vigilância - Conprev Divisão de Programas de Controle do Tabagismo e

Leia mais

DAPOXETINA CLORIDRATO NOVO AGENTE CONTRA EJACULAÇÃO PRECOCE

DAPOXETINA CLORIDRATO NOVO AGENTE CONTRA EJACULAÇÃO PRECOCE DAPOXETINA CLORIDRATO NOVO AGENTE CONTRA EJACULAÇÃO PRECOCE A ejaculação precoce (EP) permanente não se tornou um sintoma extinto, embora as pesquisas científicas nessa área pareçam ter cessado (Renshaw,

Leia mais

Vigilância do controle do tabaco

Vigilância do controle do tabaco Vigilância do controle do tabaco Benjamin Apelberg, PhD, MHS Institute for Global Tobacco Control Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health Seção

Leia mais

SERVIÇO SOCIAL E DROGADIÇÃO

SERVIÇO SOCIAL E DROGADIÇÃO SERVIÇO SOCIAL E DROGADIÇÃO Matheus de Oliveira Ribeiro Serviço Social Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS Stephanie Suellen Santos da Silva Serviço Social Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS

Leia mais

A primeira avaliação individual com o paciente

A primeira avaliação individual com o paciente I Encontro de Profissionais de Saúde para Abordagem e Tratamento do Tabagismo na rede SUS 12/09/2012 RJ - INCA A primeira avaliação individual com o paciente Cristina Cantarino Coordenadora do Centro de

Leia mais

Nicotinell. Novartis Biociências S.A. Adesivo 7 mg, 14 mg e 21 mg

Nicotinell. Novartis Biociências S.A. Adesivo 7 mg, 14 mg e 21 mg Nicotinell Novartis Biociências S.A. 7 mg, 14 mg e 21 mg Nicotinell nicotina APRESENTAÇÕES Embalagens com 7 adesivos transdérmicos de nicotina (7mg, 14mg ou 21mg) USO TÓPICO - USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA

Leia mais

ASMA ASMA ASMA SINTOMAS. Page 1

ASMA ASMA ASMA SINTOMAS. Page 1 ASMA SUBSTÂNCIAS IRRITANTES: produtos de limpeza, sprays, tintas, inseticida, perfumes, poluição atmosférica REMÉDIOS:aspirina, certos anti-inflamatórios bloqueadores beta adrenérgicos Asma é uma inflamação

Leia mais

PRINCÍPIOS PIOS DO TRATAMENTO DA DEPENDÊNCIA QUÍMICA

PRINCÍPIOS PIOS DO TRATAMENTO DA DEPENDÊNCIA QUÍMICA PRINCÍPIOS PIOS DO TRATAMENTO DA DEPENDÊNCIA QUÍMICA UM GUIA BASEADO EM PESQUISAS National Institute on Drug Abuse Três décadas de investigação científica e prática clínica produziram como resultado uma

Leia mais

Resumo Aula 9- Psicofármacos e Transtornos de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) na infância, na adolescência e na idade adulta

Resumo Aula 9- Psicofármacos e Transtornos de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) na infância, na adolescência e na idade adulta Curso - Psicologia Disciplina: Psicofarmacologia Resumo Aula 9- Psicofármacos e Transtornos de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) na infância, na adolescência e na idade adulta Psicofármacos:Transtorno

Leia mais

Maconha. Marília Z. P. Guimarães Programa de Farmacologia Celular e Molecular Instituto de Ciências Biomédicas/UFRJ

Maconha. Marília Z. P. Guimarães Programa de Farmacologia Celular e Molecular Instituto de Ciências Biomédicas/UFRJ Maconha Marília Z. P. Guimarães Programa de Farmacologia Celular e Molecular Instituto de Ciências Biomédicas/UFRJ A humanidade conhece a planta Cannabis sp., nativa do centro e sul da Ásia, desde 10 mil

Leia mais

STRESS E A ESCLEROSE MÚLTIPLA

STRESS E A ESCLEROSE MÚLTIPLA STRESS E A ESCLEROSE MÚLTIPLA i Enf.ª Ana Catarina Silva Ferreira Enf.ª Ana Catarina Martins Garrett Enf.ª Conceição Fernandes da Silva Neves Centro Hospitalar Baixo Vouga Serviço de Neurologia STRESS

Leia mais

MULHERES NO CLIMATÉRIO: FATORES RELACIONADOS AO SOBREPESO/OBESIDADE

MULHERES NO CLIMATÉRIO: FATORES RELACIONADOS AO SOBREPESO/OBESIDADE MULHERES NO CLIMATÉRIO: FATORES RELACIONADOS AO SOBREPESO/OBESIDADE Maria do Carmo A. Duarte de Farias (E-mail: carmofarias@hotmail.com) 1 Renan Alves Silva 1 Raimunda Andrade Duarte 2 Rosimery Cruz de

Leia mais

SENADO FEDERAL EVITE O CIGARRO SENADOR CLÉSIO ANDRADE

SENADO FEDERAL EVITE O CIGARRO SENADOR CLÉSIO ANDRADE SENADO FEDERAL EVITE O CIGARRO SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Evite o cigarro apresentação Depois que foi identificado como problema de saúde pública, o cigarro tem sido combatido em campanhas de comunicação,

Leia mais

Maços de cigarro viram campo de batalha entre empresas e governos

Maços de cigarro viram campo de batalha entre empresas e governos Notícias Uol 02/02/2014 Saúde Maços de cigarro viram campo de batalha entre empresas e governos 02/12/201415h59 Compartilhe1642 Imprimir Comunicar erro Divulgação/BBC Nos EUA, o uso de imagens mais fortes

Leia mais

PSICÓLOGO - 40H. A. Paranoide. B. Esquizoide. C. Dependente. D. De esquiva. E. Histriônica.

PSICÓLOGO - 40H. A. Paranoide. B. Esquizoide. C. Dependente. D. De esquiva. E. Histriônica. QUESTÃO 01 O suicídio representa hoje um importante problema de saúde pública no Brasil e seus índices vêm crescendo a cada ano. A respeito do suicídio pode-se afirmar que: A. Programas dirigidos para

Leia mais

IDEAÇÃO E/OU TENTATIVA DE SUICÍDIO NA ADOLESCÊNCIA BEM COMO A UTILIZAÇÃO DE FÁRMACOS EM JOVENS DEPRESSIVOS

IDEAÇÃO E/OU TENTATIVA DE SUICÍDIO NA ADOLESCÊNCIA BEM COMO A UTILIZAÇÃO DE FÁRMACOS EM JOVENS DEPRESSIVOS 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 IDEAÇÃO E/OU TENTATIVA DE SUICÍDIO NA ADOLESCÊNCIA BEM COMO A UTILIZAÇÃO DE FÁRMACOS EM JOVENS DEPRESSIVOS Suzane da Costa 1 ; Daniele Custódio de Oliveira

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS Página: 1/5 1- Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: SACAROSE - Código interno de identificação do produto: S1002 - Nome da empresa: Labsynth Produtos para Laboratórios Ltda - Endereço:

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS Página: 1/5 1- Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: ACETATO DE SÓDIO ANIDRO - Código interno de identificação do produto: A1014 - Nome da empresa: Labsynth Produtos para Laboratórios

Leia mais

Medicina Psicossomática

Medicina Psicossomática Medicina Psicossomática A Medicina Psicossomática trata dos problemas Físicos, Orgânicos, Emocionais, que tenham uma origem de fundo emocional. Comunicação Não Verbal Comunicação Não Verbal é a expressão

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS Página: 1/5 1- Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: DODECILSULFATO DE SÓDIO - Código interno de identificação do produto: D1014 - Nome da empresa: Labsynth Produtos para Laboratórios

Leia mais

Análise da Gestão do Programa Nacional de Controle do Tabagismo: um estudo de caso

Análise da Gestão do Programa Nacional de Controle do Tabagismo: um estudo de caso Análise da Gestão do Programa Nacional de Controle do Tabagismo: um estudo de caso Aluna: Vanessa Andrade 1 Orientador: Alexandre Marino Costa 2 Tutora: Maria Luciana Biondo Silva 3 Resumo A Nicotina é

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico - FISPQ

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico - FISPQ 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Produto: EK - REMOFF-IM Empresa: EUROTECHNIKER LTDA. Endereço: Av. Dep. Emilio Carlos, 362 São Paulo SP Telefone: (011) 2935-4180 Fax: (11) 3931-5325 Telefone de

Leia mais

Prevenção em saúde mental

Prevenção em saúde mental Prevenção em saúde mental Treinar lideranças comunitárias e equipes de saúde para prevenir, identificar e encaminhar problemas relacionados à saúde mental. Essa é a característica principal do projeto

Leia mais

Transtornos relacionados ao uso de substâncias

Transtornos relacionados ao uso de substâncias Transtornos relacionados ao uso de substâncias ARTHUR GUERRA DE ANDRADE Professor Associado do Departamento de Psiquiatria, Faculdade de Medicina USP Professor Titular de Psiquiatria e Psicologia Médica,

Leia mais

AGORA! Pare de fumar DVD IMPERDÍVEL. Um ótimo presente. Conheça os tratamentos disponíveis para deixar de fumar

AGORA! Pare de fumar DVD IMPERDÍVEL. Um ótimo presente. Conheça os tratamentos disponíveis para deixar de fumar ACOMPANHA DVD COM PALESTRA PREPARAÇÃO PARA DEIXAR DE FUMAR Pare de fumar REVISTA DA ASSOCIAÇÃO MUNDIAL ANTITABAGISMO AMATA EDIÇÃO ESPECIAL AGORA! Conheça os tratamentos disponíveis para deixar de fumar

Leia mais

ITECH Instituto de Terapia e Ensino do Comportamento Humano. Abuso e dependência de álcool e substâncias psicoativas. Cristina Belotto da Silva

ITECH Instituto de Terapia e Ensino do Comportamento Humano. Abuso e dependência de álcool e substâncias psicoativas. Cristina Belotto da Silva ITECH Instituto de Terapia e Ensino do Comportamento Humano Abuso e dependência de álcool e substâncias psicoativas Cristina Belotto da Silva Tainara Claudio Maciel O abuso e a dependência de álcool e

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS Página: 1/5 1- Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: ETILENOGLICOL - Código interno de identificação do produto: E1020 - Nome da empresa: Labsynth Produtos para Laboratórios Ltda - Endereço:

Leia mais

UFMG - 2006 2º DIA BIOLOGIA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

UFMG - 2006 2º DIA BIOLOGIA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR UFMG - 2006 2º DIA BIOLOGIA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Biologia Questão 01 Um pesquisador soltou seis gaviões numa região em que havia pombos em bandos. Os bandos eram constituídos por diferentes

Leia mais

Tratamento da dependência do uso de drogas

Tratamento da dependência do uso de drogas Tratamento da dependência do uso de drogas Daniela Bentes de Freitas 1 O consumo de substâncias psicoativas está relacionado a vários problemas sociais, de saúde e de segurança pública, sendo necessário

Leia mais

Universidade Federal do Rio de Janeiro. Programa de Estudos e Assistência ao Uso Indevido de Drogas

Universidade Federal do Rio de Janeiro. Programa de Estudos e Assistência ao Uso Indevido de Drogas Universidade Federal do Rio de Janeiro Programa de Estudos e Assistência ao Uso Indevido de Drogas O que é Redução de Danos? Marcelo Santos Cruz, MD, PhD Redução de Danos x Exigência de Abstinência Redução

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS Página: 1/5 1- Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: SELENITO DE SÓDIO - Código interno de identificação do produto: S1005 - Nome da empresa: Labsynth Produtos para Laboratórios Ltda

Leia mais

esporte Do vício ao capa

esporte Do vício ao capa iate capa Do vício ao esporte por filipy barcelos fotos: ivan simas A Revista Iate buscou especialistas no assunto para mostrar como a nicotina age no corpo. Além disso, os profissionais dão dicas de como

Leia mais

TABACO. Uma questão de hábito ou uma questão de óbito? Pare de fumar enquanto é tempo!

TABACO. Uma questão de hábito ou uma questão de óbito? Pare de fumar enquanto é tempo! TABACO Uma questão de hábito ou uma questão de óbito? Pare de fumar enquanto é tempo! O cigarro contém: NICOTINA [substância também presente nos insecticidas] EFEITOS IMEDIATOS: TREMOR DAS MÃOS AUMENTO

Leia mais

Aspectos da Consciência

Aspectos da Consciência Consciência Aspectos da Consciência Consciência Muitos livros definem a consciência como a percepção atual do indivíduo em relação a estímulos externos e internos isto é, de eventos do ambiente e de sensações

Leia mais

ATIVIDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA 3º E.M.

ATIVIDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA 3º E.M. Nome: n.º Barueri, / / 2009 1ª Postagem Disciplina: Educação Física 3ª série E.M ATIVIDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA 3º E.M. Orientações para desenvolvimento da atividade: Esse será um texto a ser utilizado no

Leia mais