Supervisão de Bolsistas Perguntas e Respostas

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Supervisão de Bolsistas Perguntas e Respostas"

Transcrição

1 Supervisão de Bolsistas Perguntas e Respostas 1) Qual o prazo para o bolsista apresentar documentos após o recebimento da notificação enviada pela instituição de educação superior - IES? O bolsista terá o prazo de 10 (dez) dias corridos contados a partir da data de recebimento da notificação para apresentar documentos junto à IES. 2) Quem decidirá pela manutenção ou pelo encerramento da bolsa do Prouni? De posse da documentação do bolsista, o Coordenador do Prouni na IES deverá proceder à análise acerca da pertinência e veracidade das informações e dos documentos apresentados e decidir pela manutenção ou pelo encerramento da bolsa, fundamentando a sua decisão. 3) O que ocorrerá caso o bolsista não apresente a documentação solicitada? Caso o bolsista não apresente a documentação solicitada pela instituição de ensino, a bolsa do Prouni deverá ser encerrada pelo Coordenador do Prouni na IES, podendo o estudante ser acionado posteriormente pela União Federal para fins de eventual ressarcimento, sem prejuízo das sanções administrativas, cíveis e penais cabíveis. 4) O que ocorrerá caso o bolsista selecionado em supervisão, devidamente notificado, não comparecer à IES? A bolsa do Prouni deverá ser encerrada, podendo o estudante ser acionado posteriormente pela União Federal para fins de eventual ressarcimento, sem prejuízo das sanções administrativas, cíveis e penais cabíveis. 5) O bolsista poderá recorrer caso a bolsa do Prouni seja encerrada? Qual o prazo para o pedido de reconsideração? Sim, caso a bolsa seja encerrada caberá pedido de reconsideração pelo estudante devidamente instruído e fundamentado, direcionado ao órgão superior da IES, no prazo de 10 (dez) dias a contar da data em que o aluno teve ciência da decisão de encerramento. 6) A quem deverá ser dirigido o pedido de reconsideração realizado pelo bolsista? O pedido de reconsideração pelo estudante deverá ser direcionado ao órgão superior da IES, no prazo de 10 (dez) dias a contar da data em que o aluno teve ciência da decisão de encerramento da bolsa. 7) O pedido de reconsideração deverá ser encaminhado ao Ministério da Educação MEC? Não. O Ministério da Educação não receberá recursos referentes à supervisão de bolsistas, devendo o pedido de reconsideração ser encaminhado ao órgão superior da instituição de ensino. 8) A IES terá um prazo para decidir o pedido de reconsideração? O pedido de reconsideração deverá ser analisado pela IES e decidido no prazo máximo de 20 (vinte) dias após a formalização do pedido do estudante. 9) Caso o bolsista tenha a bolsa encerrada em supervisão ele poderá continuar na IES? Essa questão deverá ser decidida pela própria instituição de ensino.

2 10) Caso haja encerramento da bolsa do Prouni, a partir de quando serão devidos os encargos educacionais (mensalidades, taxa de matrícula, etc) pelo aluno, caso ele permaneça na IES? a) Se o estudante realizar pedido de reconsideração: somente a partir da efetiva ciência da decisão da não reconsideração, ou seja, a partir da efetiva ciência da manutenção da decisão de encerramento da bolsa, é que serão devidos encargos educacionais pelo aluno. b) Se o estudante não realizar pedido de reconsideração ou não apresentar os documentos solicitados: a partir da data em que o bolsista assinar o Termo de Encerramento da bolsa junto com o Coordenador do Prouni na IES. Se o bolsista não comparecer, a partir da data em que o Termo de Encerramento da bolsa for assinado digitalmente pelo Coordenador do Prouni. 11) O que ocorrerá caso o pedido de reconsideração seja indeferido? Indeferido o pedido de reconsideração ou na ausência deste, a bolsa deverá ser encerrada e o estudante deverá assinar Termo de Encerramento de bolsa, devendo o Coordenador do Prouni na IES prestar todas as informações requeridas no referido Termo. 12) Quais documentos deverão ser apresentados pelo bolsista para verificação dos indícios de irregularidade indicados pela supervisão? Os documentos a serem apresentados pelo bolsista dependerão do indício de irregularidade apontado, devendo ser solicitados pela IES, utilizando-se, como base, os documentos sugeridos pelo Ministério da Educação MEC, previstos nos Ofícios- Circulares nº 4/2012 e nº 8/2012, sem prejuízo da IES solicitar outros, se entender necessário. 13) Quais documentos deverão ser apresentados pelo bolsista caso haja indícios de irregularidade, de acordo com a orientação do Ministério da Educação - MEC? a) Indício de irregularidade: Curso superior concluído Declaração negativa de conclusão de curso superior emitida pela IES apontada em supervisão. b) Indício de irregularidade: Vínculo em instituição pública e gratuita de ensino superior Documento comprobatório do cancelamento da matrícula no curso apontado em supervisão, emitido pela respectiva IES. O trancamento da matrícula na instituição pública não é válido para efeito de manutenção da bolsa da Prouni. c) Indício de irregularidade: Vínculo em instituição pública e gratuita de ensino superior participante do Sistema de Seleção Unificada - Sisu 2012 Documento comprobatório do cancelamento da matrícula no curso apontado em supervisão, emitido pela respectiva IES. O trancamento da matrícula na instituição pública não é válido para efeito de manutenção da bolsa do Prouni. d) Indício de irregularidade: Rendimentos no grupo familiar Documentos comprobatórios da situação socioeconômica atual do bolsista, bem como dos integrantes do grupo familiar, nos termos do 3º do art. 10 da Portaria Normativa nº 19, de 20/11/2008. e) Indício de irregularidade: Propriedade de veículo automotor no grupo familiar Documentos comprobatórios da situação socioeconômica atual do bolsista, bem como

3 dos integrantes do grupo familiar; Documentos que comprovem que o bolsista, ou membro de seu grupo familiar, não é proprietário do veículo, ou Documentos que comprovem que o veículo não é incompatível com o perfil de um bolsista do Prouni, bem como com a condição socioeconômica comprovada pelo estudante, nos termos do 3º do art. 10 da Portaria Normativa nº 19, de 20/11/2008. f) Cadastro de Pessoa Física - CPF Documentos comprobatórios da regularização da situação cadastral do bolsista no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) da Receita Federal do Brasil (RFB). 14) A IES poderá solicitar documentos que não sejam aqueles indicados pelo Ministério da Educação MEC? Sim, caso julgue que outros documentos sejam pertinentes, a IES poderá solicitá-los. 15) A IES poderá solicitar ao bolsista que apresente documentos adicionais aos inicialmente solicitados? Sim, a IES poderá solicitar novos documentos, concedendo ao bolsista prazo razoável para apresentação. 16) A IES poderá prorrogar o prazo de 10 dias corridos para apresentação de documentos? Sim, a IES poderá prorrogar o prazo de 10 dias corridos para apresentação de documentos pelo bolsista, a critério da própria instituição de ensino. 17) Quais as penalidades poderão ser impostas ao bolsista irregular? Caso se comprove que o bolsista esteja em situação irregular, a bolsa do Prouni deverá ser encerrada. Os valores indevidamente usufruídos durante o período da bolsa do Prouni serão cobrados pela União Federal, em procedimento posterior, sem prejuízo das sanções administrativas, cíveis e penais cabíveis. 18) O bolsista selecionado em supervisão poderá solicitar a desistência da bolsa do Prouni e não participar do procedimento de supervisão? Após notificado, o bolsista não pode optar por não participar do procedimento de supervisão. Assim, caso não apresente a documentação solicitada pela IES ou não compareça, deverá ter a bolsa encerrada, sem prejuízo dos procedimentos posteriores a serem adotados pela União Federal para ressarcimento aos cofres públicos dos valores indevidamente usufruídos. 19) Há previsão legal proibindo o bolsista ou integrante de seu grupo familiar de possuir veículo? Não existe vedação imposta ao bolsista ou a integrante do seu grupo familiar de possuírem veículos, entretanto a propriedade de veículos pode indicar indícios de alteração socioeconômica do bolsista ou membros do seu grupo familiar. Assim, cabe à IES analisar o conjunto de documentos apresentados pelo estudante para decidir pela manutenção ou pelo encerramento da bolsa do Prouni. 20) O estudante com bolsa integral do Prouni deverá comprovar em procedimento de supervisão que possui renda mensal per capita de até 1,5 salários mínimos? Não, a renda mensal per capita de até 1,5 salários mínimos do estudante com bolsa integral do Prouni deverá ser analisada no momento da concessão da bolsa, sendo permitido que o bolsista tenha algum ganho econômico, desde que não haja uma

4 alteração substancial da condição socioeconômica do estudante, ou seja, se o aluno puder arcar com a mensalidade do curso, sem prejuízo da sua subsistência ou dos membros de sua família, a bolsa do Prouni deverá ser encerrada. 21) O estudante com bolsa parcial do Prouni deverá comprovar em procedimento de supervisão que possui renda mensal per capita de até 3 salários mínimos? Não, a renda mensal per capita de até 3 salários mínimos do estudante com bolsa parcial do Prouni deverá ser analisada no momento da concessão da bolsa, sendo permitido que o bolsista tenha algum ganho econômico, desde que não haja uma alteração substancial da condição socioeconômica do estudante, ou seja, se o aluno puder arcar com a mensalidade do curso, sem prejuízo da sua subsistência ou dos membros de sua família, a bolsa do Prouni deverá ser encerrada. 22) Caso o bolsista possua vínculo com IES pública e gratuita participante ou não do Sistema de Seleção Unificada - Sisu 2012, o mesmo poderá optar entre a permanência na IES pública e gratuita ou a bolsa do Prouni? Sim. Caso o estudante opte pela bolsa de estudos, deverá se desvincular totalmente da IES pública e gratuita, mantendo-se a bolsa do Prouni. Caso o estudante opte por permanecer na IES pública e gratuita, a bolsa de estudos do Prouni deverá ser encerrada. 23) Ainda que o bolsista já tenha concluído o curso na IES, ele terá que se submeter ao procedimento de supervisão de bolsistas? Sim, uma vez que o bolsista usufruiu do benefício da bolsa de estudos do Prouni, deverá se submeter à supervisão e demais procedimentos para apuração de irregularidade relativa ao período de usufruto. 24) Quem deverá informar o bolsista sobre a possiblidade de realizar pedido de reconsideração? A IES deverá informar o estudante que teve a sua bolsa encerrada por meio da supervisão de bolsistas sobre o seu direito de realizar pedido de reconsideração fundamentado. 25) Onde o bolsista poderá encontrar maiores informações acerca do procedimento de supervisão? Nos Ofícios-Circulares nº 4/2012 e 8/2012 enviados às IES pelo MEC. Esses ofícios deverão ser divulgados pelas instituições de ensino em local de grande circulação de estudantes. 26) As IES podem cobrar dos bolsistas encargos educacionais referentes a período retroativo durante o qual o aluno usufruía da bolsa do Prouni, em função da verificação de irregularidade? Não. As IES não podem cobrar dos bolsistas valores relativos aos encargos educacionais referentes a período retroativo durante o qual o aluno usufruía da bolsa do Prouni, em função da verificação de irregularidade. Os valores indevidamente usufruídos pelo bolsista em caso de irregularidade deverão ser ressarcidos ao Ministério da Educação - MEC, o que será objeto de procedimento posterior a ser realizado pela União Federal, sem prejuízo das sanções administrativas, cíveis e penais cabíveis. Salientamos que as IES que aderem ao Prouni são beneficiadas por meio de isenção fiscal durante todo o período de vigência do termo de adesão ao Programa, conforme disposto no art. 8º da Lei nº /2005, portanto não podem cobrar quaisquer valores

5 referentes a períodos retroativos de usufruto de bolsa irregular, tendo em vista que já foram beneficiadas em função da renúncia fiscal.

Assunto: Supervisão de bolsistas do Programa Universidade para Todos (Prouni) - 2013

Assunto: Supervisão de bolsistas do Programa Universidade para Todos (Prouni) - 2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR Diretoria de Políticas e Programas de Graduação da Educação Superior Esplanada dos Ministérios, Bloco L 3º andar Sala 343 Anexo II 70.047-900 - Brasília

Leia mais

Prouni. O que é? Quem pode aderir? Quando o estudante pode se inscrever? Como funciona?

Prouni. O que é? Quem pode aderir? Quando o estudante pode se inscrever? Como funciona? Índice O que é? Quem pode aderir? Quando o estudante pode se inscrever? Como funciona? Documentos para inscrição Chamadas, pré-seleção e aprovação: Notas de corte Como calcular a renda familiar bruta mensal

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO BOLSA PERMANÊNCIA I EMISSÃO DO TERMO DE CONCESSÃO DE BOLSA PERMANÊNCIA

MANUAL DE OPERAÇÃO BOLSA PERMANÊNCIA I EMISSÃO DO TERMO DE CONCESSÃO DE BOLSA PERMANÊNCIA MANUAL DE OPERAÇÃO BOLSA PERMANÊNCIA I EMISSÃO DO TERMO DE CONCESSÃO DE BOLSA PERMANÊNCIA 1. Estudantes aptos ao recebimento do benefício - Vedação de acúmulo de bolsas Conforme Portaria Normativa MEC

Leia mais

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR CÁPITULO I SUMÁRIO Art. 1. Do Objetivo 02 CAPÍTULO II Art. 2. Da Bolsa Social 02 Art. 3. Do Âmbito 02 Arts. 4 a 8. Das

Leia mais

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS SOCIAL DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS SOCIAL DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS SOCIAL DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR CÁPITULO I SUMÁRIO Art. 1. Do Objetivo 02 CAPÍTULO II Art. 2. Da Bolsa Social 02 Art. 3. Do Âmbito 02 Arts. 4 a 8. Das Disposições

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO DECRETO Nº 1950-R de 24 DE OUTUBRO de 2007. Regulamenta a Lei Nº 8263, de 25/01/2006 publicada no Diário Oficial do Estado em 26/01/06, alterada pela Lei n o 8642, publicada no Diário Oficial do Estado

Leia mais

FIES Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior

FIES Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior FIES Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior Perguntas frequentes 1 O que é o FIES? O Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (FIES) é um programa do Ministério da Educação

Leia mais

Fies - (Fundo de Financiamento Estudantil)

Fies - (Fundo de Financiamento Estudantil) Fies - (Fundo de Financiamento Estudantil) 1 - O QUE É É um programa do Ministério da Educação destinado a financiar a graduação na educação superior de estudantes matriculados em instituições não gratuitas.

Leia mais

2º EDITAL UNIFICADO PARA ENSINO SUPERIOR PROCESSO DE RENOVAÇÃO DA BOLSA SOCIAL DE ESTUDO PARA O 1º SEMESTRE DE 2016.

2º EDITAL UNIFICADO PARA ENSINO SUPERIOR PROCESSO DE RENOVAÇÃO DA BOLSA SOCIAL DE ESTUDO PARA O 1º SEMESTRE DE 2016. A UBEC União Brasiliense de Educação e Cultura, Mantenedora das seguintes Instituições de Ensino da Ensino Superior: A) UCB Universidade Católica de Brasília; B) UNILESTE Centro Universitário do Leste

Leia mais

CAPÍTULO I - PROPÓSITO E ABRANGÊNCIA

CAPÍTULO I - PROPÓSITO E ABRANGÊNCIA CAPÍTULO I - PROPÓSITO E ABRANGÊNCIA Art. 1º - O presente Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas para as Atividades Conveniadas ( Código ) estabelece normas relativas à atuação da ANBIMA Associação

Leia mais

2. Dos Cursos da UNISA, Turnos, Duração, Vagas, Locais de Funcionamento, Número de Alunos por Turma, Atos de Legalização e Modalidade de Ensino

2. Dos Cursos da UNISA, Turnos, Duração, Vagas, Locais de Funcionamento, Número de Alunos por Turma, Atos de Legalização e Modalidade de Ensino EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO AOS CURSOS PRESENCIAIS E SEMIPRESENCIAIS DE GRADUAÇÃO/HABILITAÇÕES/MODALIDADES E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA, DA UNIVERSIDADE DE SANTO AMARO 2009 - TURMAS DE AGOSTO -

Leia mais

RESOLUÇÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

RESOLUÇÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO O Conselho de Administração do Instituto Infnet, no uso de suas atribuições e demais legislações correlatas, considerando necessário o estabelecimento de critérios para concessão de bolsas de estudo, resolve:

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS PORTARIA Nº 160, DE 5 DE MARÇO DE 2013 Dispõe sobre a habilitação das instituições privadas de ensino superior e de educação profissional técnica de nível médio e sobre a adesão das respectivas mantenedoras

Leia mais

A Fundação concederá apenas bolsas de estudo integrais (100%).

A Fundação concederá apenas bolsas de estudo integrais (100%). ENEM 1 - Quando serão feitas as inscrições para o Enem 2014? Do dia 12 de maio até às 23h59 do dia 23 de maio, observado o horário oficial de Brasília-DF. 2 - Quando será a aplicação das provas do Enem

Leia mais

Guia de Bolsas de Estudo. e Financiamentos Educacionais

Guia de Bolsas de Estudo. e Financiamentos Educacionais Guia de Bolsas de Estudo e Financiamentos Educacionais Guia de Bolsas de Estudo e Financiamentos Educacionais O Objetivo deste guia é fornecer informações específicas sobre as Bolsas de Estudo e Financiamentos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE - Ufac PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS - Proaes DIRETORIA DE APOIO ESTUDANTIL - DAE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE - Ufac PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS - Proaes DIRETORIA DE APOIO ESTUDANTIL - DAE UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE - Ufac PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS - Proaes DIRETORIA DE APOIO ESTUDANTIL - DAE EDITAL Nº 22/2016 Proaes DAE PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL BOLSA Pró-Inclusão 2016

Leia mais

FUCS FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL E D I T A L Nº 0 1 2 0 1 5 CAXIAS DO SUL, DE 01 DE OUTUBRO DE 2015 EDITAL DE BOLSAS DE ESTUDO

FUCS FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL E D I T A L Nº 0 1 2 0 1 5 CAXIAS DO SUL, DE 01 DE OUTUBRO DE 2015 EDITAL DE BOLSAS DE ESTUDO E D I T A L Nº 0 1 2 0 1 5 CAXIAS DO SUL, DE 01 DE OUTUBRO DE 2015 EDITAL DE BOLSAS DE ESTUDO O Presidente da Fundação Universidade de Caxias do Sul, no uso das suas atribuições estatutárias e regimentais,

Leia mais

Edital Nº006/2015 - PRPGI/IFBA Programa de Auxílio Qualificação para cursos de Pós- Graduação Lato e Stricto Sensu - Campus Camaçari -

Edital Nº006/2015 - PRPGI/IFBA Programa de Auxílio Qualificação para cursos de Pós- Graduação Lato e Stricto Sensu - Campus Camaçari - Edital Nº006/2015 - PRPGI/IFBA Programa de Auxílio Qualificação para cursos de Pós- Graduação Lato e Stricto Sensu - Campus Camaçari - 1 Apresentação O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

Ato: Portaria Normativa 8/2015 31/07/2015 15:17:40 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PORTARIA NORMATIVA Nº 8, DE 2 DE JULHO DE 2015

Ato: Portaria Normativa 8/2015 31/07/2015 15:17:40 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PORTARIA NORMATIVA Nº 8, DE 2 DE JULHO DE 2015 Ato: Portaria Normativa 8/2015 31/07/2015 15:17:40 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PORTARIA NORMATIVA Nº 8, DE 2 DE JULHO DE 2015 Dispõe sobre o processo seletivo do Fundo de Financiamento Estudantil Fies referente

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSAS ESTUDOS DA CAPES MESTRADO e DOUTORADO EDITAL 1º/2013

PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSAS ESTUDOS DA CAPES MESTRADO e DOUTORADO EDITAL 1º/2013 UNIVERSIDADE ANHANGUERA UNIDERP PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO REGIONAL PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSAS ESTUDOS

Leia mais

FACULDADE SÃO SALVADOR - FSS SEEB - Sociedade de Estudos Empresariais Avançados da Bahia Ltda CNPJ: 03.871.465/0001-06

FACULDADE SÃO SALVADOR - FSS SEEB - Sociedade de Estudos Empresariais Avançados da Bahia Ltda CNPJ: 03.871.465/0001-06 EDITAL COMPLETO PROCESSO SELETIVO PARA TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADORES DE DIPLOMA 2014.2 Nº 05/2014 O Diretor Geral da Faculdade São Salvador, no uso de suas atribuições legais, na conformidade do que

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO NA MODALIDADE LOCAL PLANOS DE SERVIÇO CLARO FIXO.

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO NA MODALIDADE LOCAL PLANOS DE SERVIÇO CLARO FIXO. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO NA MODALIDADE LOCAL PLANOS DE SERVIÇO CLARO FIXO. Objeto O objeto do presente Contrato é a prestação, pela EMBRATEL, do Serviço Telefônico Fixo

Leia mais

Regulamento EduCarioca 2014.2. Turno Manhã

Regulamento EduCarioca 2014.2. Turno Manhã Regulamento EduCarioca 2014.2 Turno Manhã 1. DA CAMPANHA O Centro Universitário Carioca - UniCarioca, através da Campanha EduCarioca, tem como finalidade a concessão de bolsas de estudo de 50% (cinquenta

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Leia com atenção e fique atento a todas as datas do processo. Saia na frente e boa sorte!

APRESENTAÇÃO. Leia com atenção e fique atento a todas as datas do processo. Saia na frente e boa sorte! APRESENTAÇÃO Descomplicando o ProUni é um guia que detalha o edital do Programa Universidade para Todos, o ProUni, do Governo Federal, que concede bolsas de estudo integrais e parciais para candidatos

Leia mais

Serviço Público Federal Ministério da Educação Universidade Federal Fluminense Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação Agência de Inovação

Serviço Público Federal Ministério da Educação Universidade Federal Fluminense Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação Agência de Inovação Serviço Público Federal Ministério da Educação Universidade Federal Fluminense Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação Agência de Inovação Edital para submissão de projetos PIBITI/CNPq PIBINOVA/PDI/UFF

Leia mais

Assunto: Programa Universidade para Todos - Processo Seletivo 1º/2012 - Lista de Espera

Assunto: Programa Universidade para Todos - Processo Seletivo 1º/2012 - Lista de Espera MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR Diretoria de Políticas e Programas de Graduação - DIPES Esplanada dos Ministérios - Bloco L 3º andar - Sala 341 - Anexo II Telefone: 0800 61 61 61

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS Vitória, 16 de outubro de 2015. EDITAL 5/2015/SRI A Secretaria de Relações Internacionais (SRI) da Universidade Federal do Espírito

Leia mais

ÍNDICE. Esta publicação é destinada a leitura on-line, e visa informar sem poluir podendo ser impressa de acordo com a preferência individual.

ÍNDICE. Esta publicação é destinada a leitura on-line, e visa informar sem poluir podendo ser impressa de acordo com a preferência individual. ÍNDICE Esta publicação é destinada a leitura on-line, e visa informar sem poluir podendo ser impressa de acordo com a preferência individual. INTRODUÇÃO 1 COMO PARTICIPAR? 2 COMO FAZER A INSCRIÇÃO? 4 QUAIS

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL SECRETARIA ESPECIAL DE GESTÃO DE PESSOAS - SEGEP

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL SECRETARIA ESPECIAL DE GESTÃO DE PESSOAS - SEGEP ATENÇÃO: PARA ENVIO À SEGEP, IMPRIMA APENAS O(S) FORMULÁRIO(S) DO FINAL DO ARQUIVO. RESSARCIMENTO À SAÚDE SUPLEMENTAR 1.O que é? É o auxílio de caráter indenizatório, prestado ao servidor na forma de ressarcimento

Leia mais

PROGRAMA DE INCENTIVO PARA BOLSAS DE MESTRADO E DOUTORADO

PROGRAMA DE INCENTIVO PARA BOLSAS DE MESTRADO E DOUTORADO PROGRAMA DE INCENTIVO PARA BOLSAS DE MESTRADO E DOUTORADO EDITAL nº 02/2016 ABERTURA DE INSCRIÇÕES PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO FATENEMODALIDADE MESTRADO E DOUTORADO O Diretor-Geral da Faculdade Terra

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

Edição nº 35/2016 Brasília - DF, quinta-feira, 3 de março de 2016. Diretoria Geral INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 38, DE 1_DE_MARÇO_DE 2016

Edição nº 35/2016 Brasília - DF, quinta-feira, 3 de março de 2016. Diretoria Geral INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 38, DE 1_DE_MARÇO_DE 2016 Diretoria Geral INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 38, DE 1_DE_MARÇO_DE 2016 Dispõe sobre a concessão de bolsa de estudo para curso de pós-graduação no âmbito do Conselho Nacional de Justiça. O DIRETOR-GERAL DO CONSELHO

Leia mais

EDITAL DE BOLSA DE ESTUDO E PESQUISA ART. 170-2014. Para candidatar-se a Bolsa de Estudo ou Bolsa de Pesquisa o aluno deverá:

EDITAL DE BOLSA DE ESTUDO E PESQUISA ART. 170-2014. Para candidatar-se a Bolsa de Estudo ou Bolsa de Pesquisa o aluno deverá: EDITAL DE BOLSA DE ESTUDO E PESQUISA ART. 170-2014 O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, através do seu Diretor Regional Sérgio Roberto Arruda, faz saber aos interessados que, de acordo com a

Leia mais

Prouni 2016: candidatos podem consultar primeira lista de aprovados

Prouni 2016: candidatos podem consultar primeira lista de aprovados O Ministério da Educação divulgou nesta segunda, 25, a primeira chamada de pré-selecionados para o Programa Universidade para Todos (Prouni). Os candidatos podem conferir os resultados no site http://siteprouni.mec.gov.br/,

Leia mais

GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 2, 1º DE FEVEREIRO DE 2012

GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 2, 1º DE FEVEREIRO DE 2012 GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 2, 1º DE FEVEREIRO DE 2012 Dispõe sobre a cobrança pelas instituições de ensino superior dos valores de encargos educacionais no âmbito do Programa Universidade

Leia mais

ATENÇÃO ALUNOS!!! Serão abertas as Inscrições do FIES: INÍCIO: 06 DE NOVEMBRO/2006 TÉRMINO: 19 DE NOVEMBRO/2006 PARA ALUNOS COM PROUNI

ATENÇÃO ALUNOS!!! Serão abertas as Inscrições do FIES: INÍCIO: 06 DE NOVEMBRO/2006 TÉRMINO: 19 DE NOVEMBRO/2006 PARA ALUNOS COM PROUNI ATENÇÃO ALUNOS!!! Serão abertas as Inscrições do FIES: INÍCIO: 06 DE NOVEMBRO/2006 TÉRMINO: 19 DE NOVEMBRO/2006 PARA ALUNOS COM PROUNI TÉRMINO: 26 DE NOVEMBRO/2006 PARA AOS DEMAIS ALUNOS PRORROGADA AS

Leia mais

Programa NOSSABOLSA. Manual. Procedimentos

Programa NOSSABOLSA. Manual. Procedimentos Programa NOSSABOLSA Manual de Procedimentos Instituições de Ensino Superior - IES - 1 1 - Adesão da Mantenedora ao Programa...4 1.1 - Informações preliminares...4 1.2 - Requerimento...4 1.2.1 - Para aderir

Leia mais

PORTARIA Nº 79, 26 DE maio DE 2015

PORTARIA Nº 79, 26 DE maio DE 2015 PORTARIA Nº 79, 26 DE maio DE 2015 Institui, no âmbito da Autoridade Pública Olímpica APO, o Serviço de Informação ao Cidadão SIC, e revoga a Portaria nº 41, de 2013, que instituíra e disciplinava o Serviço

Leia mais

Instrução Normativa RFB Nº 1590 DE 05/11/2015

Instrução Normativa RFB Nº 1590 DE 05/11/2015 Instrução Normativa RFB Nº 1590 DE 05/11/2015 Publicado no DO em 6 nov 2015 Dispõe sobre a aplicação do art. 9º-A da Lei nº 10.925, de 23 de julho de 2004, que dispõe sobre o crédito presumido da Contribuição

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES E PRESERVAÇÃO DE SIGILO DA COMPANHIA BRASILEIRA DE DISTRIBUIÇÃO

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES E PRESERVAÇÃO DE SIGILO DA COMPANHIA BRASILEIRA DE DISTRIBUIÇÃO POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES E PRESERVAÇÃO DE SIGILO DA COMPANHIA BRASILEIRA DE DISTRIBUIÇÃO Aprovada em Reunião do Conselho de Administração da Companhia realizada em 29 de agosto

Leia mais

FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DO INTERIOR PAULISTA - FAIP REGULAMENTO DE CONCESSÃO E DE CANCELAMENTO AO PROGRAMA PIC/BIC/FAIP

FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DO INTERIOR PAULISTA - FAIP REGULAMENTO DE CONCESSÃO E DE CANCELAMENTO AO PROGRAMA PIC/BIC/FAIP REGULAMENTO DE CONCESSÃO E DE CANCELAMENTO AO PROGRAMA PIC/BIC/FAIP Capítulo I DISPOSIÇÕES GERAIS 1. Do cumprimento da carga horária: 1.1. A carga horária obrigatória de presença à FAIP para atividades

Leia mais

Pergunta e Respostas mais frequentes

Pergunta e Respostas mais frequentes Pergunta e Respostas mais frequentes Pergunta e Respostas mais frequentes 1. Quais os tipos de bolsas do Prouni na Fapcom? Bolsa integral: para estudantes que possuam renda familiar bruta mensal, por pessoa,

Leia mais

Estado da Paraíba. Prefeitura Municipal de João Pessoa. Secretaria de Desenvolvimento Social EDITAL DE SELEÇÃO N.º 001/2016

Estado da Paraíba. Prefeitura Municipal de João Pessoa. Secretaria de Desenvolvimento Social EDITAL DE SELEÇÃO N.º 001/2016 Estado da Paraíba Prefeitura Municipal de João Pessoa Secretaria de Desenvolvimento Social EDITAL DE SELEÇÃO N.º 001/2016 Cumprindo o que determina a Lei Municipal 11.608/2008 que instituiu o Programa

Leia mais

CONSELHO CIENTÍFICO-ADMINISTRATIVO DA FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E INOVAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO RESOLUÇÃO Nº 124, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014.

CONSELHO CIENTÍFICO-ADMINISTRATIVO DA FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E INOVAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO RESOLUÇÃO Nº 124, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014. CONSELHO CIENTÍFICO-ADMINISTRATIVO DA FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E INOVAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO RESOLUÇÃO Nº 124, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014. Regulamenta o Programa Institucional de Bolsas de Pós-graduação

Leia mais

Carteira de Transporte Escolar Metropolitano. Manual de Orientação aos Estudantes Com direito ao PASSE LIVRE. Região Metropolitana de Sorocaba

Carteira de Transporte Escolar Metropolitano. Manual de Orientação aos Estudantes Com direito ao PASSE LIVRE. Região Metropolitana de Sorocaba MA-GRS-004 Versão: 01 Vigência: 2016 Página: 1 / 19 Carteira de Transporte Escolar Metropolitano 2016 Manual de Orientação aos Estudantes Com direito ao PASSE LIVRE Região Metropolitana de Sorocaba MA-GRS-004

Leia mais

LEI Nº 2.284,DE 04 D E ABRIL DE 2016.

LEI Nº 2.284,DE 04 D E ABRIL DE 2016. LEI Nº 2.284,DE 04 D E ABRIL DE 2016. "Altera e cria dispositivos na Lei nº 1.887 de 08 de Junho de 2010 que Instituiu o Programa de Inclusão Social Universidade para todos FACULDADE DA PREFEITURA, e dá

Leia mais

MEDIO INTEGRAL - AQUARIUS 23/11

MEDIO INTEGRAL - AQUARIUS 23/11 PROCESSO SELETIVO MEDIO INTEGRAL - AQUARIUS 23/11 PROVA Unidade Aquarius 2 Seleção Ensino Médio Integral 2015 Colégios Univap Unidade Aquarius EDITAL A Fundação Valeparaibana de Ensino - FVE torna pública

Leia mais

4 Como faço para me inscrever no FIES?

4 Como faço para me inscrever no FIES? FIES - PERGUNTAS FREQUENTES 1 O que é o FIES? O Fundo de Financiamento Estudantil(Fies) é um programa do Ministério da Educação destinado a financiar a graduação na educação superior de estudantes matriculados

Leia mais

EDITAL Nº 02/2015 Processo Seletivo 2º Semestre de 2015 Transferência Externa e Obtenção de Novo Título

EDITAL Nº 02/2015 Processo Seletivo 2º Semestre de 2015 Transferência Externa e Obtenção de Novo Título EDITAL Nº 02/2015 Processo Seletivo 2º Semestre de 2015 Transferência Externa e Obtenção de Novo Título As Faculdades Santo Agostinho, por meio de seu Núcleo de Relacionamento Acadêmico e em conformidade

Leia mais

EDITAL PROPI/PROEN/PROEX Nº 001/2012 - CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - CSF/IFRS TECNÓLOGO SANDUÍCHE NO CANADÁ

EDITAL PROPI/PROEN/PROEX Nº 001/2012 - CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - CSF/IFRS TECNÓLOGO SANDUÍCHE NO CANADÁ EDITAL PROPI/PROEN/PROEX Nº 001/2012 - CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - CSF/IFRS TECNÓLOGO SANDUÍCHE NO CANADÁ As Pró-Reitorias de Pesquisa e Inovação, Ensino e de Extensão do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

Orientações para Inscrição dos Candidatos à Bolsa de Estágio Pós-Doutoral do Programa CAPES/ NUFFIC

Orientações para Inscrição dos Candidatos à Bolsa de Estágio Pós-Doutoral do Programa CAPES/ NUFFIC Orientações para Inscrição dos Candidatos à Bolsa de Estágio Pós-Doutoral do Programa CAPES/ NUFFIC 1. APRESENTAÇÃO As orientações, a seguir, buscam esclarecê-lo(a) com relação aos aspectos práticos do

Leia mais

CAPÍTULO I DA BOLSA DE ESTUDO

CAPÍTULO I DA BOLSA DE ESTUDO RESOLUÇÃO Nº 01, de 01 de agosto de 2012 Estabelece procedimentos para o processo seletivo de Bolsas de Estudos do INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO NOSSA SENHORA DE SION. A Diretora do INSTITUTO SUPERIOR

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA JÚNIOR PARA O ENSINO MÉDIO (PIBIC EM) EDITAL 2015-2016

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA JÚNIOR PARA O ENSINO MÉDIO (PIBIC EM) EDITAL 2015-2016 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA JÚNIOR PARA O ENSINO MÉDIO (PIBIC EM) EDITAL 2015-2016 A Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa (PROPEP), por intermédio do Núcleo de Pesquisa e Iniciação

Leia mais

1.3 - A mantenedora aderiu ao Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Fortalecimento das Instituições de Ensino Superior - Proies?

1.3 - A mantenedora aderiu ao Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Fortalecimento das Instituições de Ensino Superior - Proies? Ministério da Educação MEC Secretaria de Educação Superior SESu Diretoria de Políticas e Programas de Graduação Dipes Programa Universidade para Todos Prouni Termo Aditivo 2º Semestre de 2015 ProUni 1

Leia mais

INSTRUÇÃO Nº 402, DE 27 DE JANEIRO DE 2004

INSTRUÇÃO Nº 402, DE 27 DE JANEIRO DE 2004 Ministério da Fazenda Comissão de Valores Mobiliários INSTRUÇÃO Nº 402, DE 27 DE JANEIRO DE 2004 Estabelece normas e procedimentos para a organização e o funcionamento das corretoras de mercadorias. O

Leia mais

O QUE É O FIES? divulgação dos resultados e entrevistas são realizadas pela Internet. Os pagamentos ocorrerão em três etapas: Fase de utilização:

O QUE É O FIES? divulgação dos resultados e entrevistas são realizadas pela Internet. Os pagamentos ocorrerão em três etapas: Fase de utilização: O QUE É O FIES? O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Ministério da Educação (MEC) destinado à concessão de financiamento a estudantes matriculados em cursos superiores não gratuitos

Leia mais

Certificação Profissional FEBRABAN REGULAMENTO

Certificação Profissional FEBRABAN REGULAMENTO Certificação Profissional FEBRABAN REGULAMENTO Janeiro de 2014 Versão 1.3 1. INTRODUÇÃO O presente Regulamento é fundamental para reger as operações-chave do programa de Certificação Profissional FEBRABAN.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EDITAL DE INCENTIVO AO ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA PROJETO

Leia mais

EDITAL Nº. 001/2015 PROCESSO SELETIVO DO PROJETO BOLSA-ESPORTE DA SECRETARIA DO ESPORTE DO CEARÁ

EDITAL Nº. 001/2015 PROCESSO SELETIVO DO PROJETO BOLSA-ESPORTE DA SECRETARIA DO ESPORTE DO CEARÁ EDITAL Nº. 001/2015 PROCESSO SELETIVO DO PROJETO BOLSA-ESPORTE DA SECRETARIA DO ESPORTE DO CEARÁ O Estado do Ceará, através da Secretaria do Esporte, torna público, para conhecimento dos interessados,

Leia mais

Estado da Paraíba Prefeitura Municipal de João Pessoa Secretaria de Desenvolvimento Social EDITAL DE SELEÇÃO N.º 001/2014

Estado da Paraíba Prefeitura Municipal de João Pessoa Secretaria de Desenvolvimento Social EDITAL DE SELEÇÃO N.º 001/2014 Estado da Paraíba Prefeitura Municipal de João Pessoa Secretaria de Desenvolvimento Social EDITAL DE SELEÇÃO N.º 001/2014 Cumprindo o que determina a Lei Municipal 11.608/2008 que instituiu o Programa

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO DE CURRÍCULO NA FORMAÇÃO DOCENTE CAPÍTULO 1 DA ORGANIZAÇÃO GERAL

REGIMENTO INTERNO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO DE CURRÍCULO NA FORMAÇÃO DOCENTE CAPÍTULO 1 DA ORGANIZAÇÃO GERAL REGIMENTO INTERNO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO DE CURRÍCULO NA FORMAÇÃO DOCENTE CAPÍTULO 1 DA ORGANIZAÇÃO GERAL Art. 1 - O curso de Pós-Graduação Lato Sensu Especialização

Leia mais

NÃO PERCAM ESTA OPORTUNIDADE! SABEMOS QUE ERA ISSO QUE FALTAVA PARA QUE FÔSSEMOS A UNIVERSIDADE ESCOLHIDA POR VOCÊS! FIES - (Financiamento Estudantil)

NÃO PERCAM ESTA OPORTUNIDADE! SABEMOS QUE ERA ISSO QUE FALTAVA PARA QUE FÔSSEMOS A UNIVERSIDADE ESCOLHIDA POR VOCÊS! FIES - (Financiamento Estudantil) NÃO PERCAM ESTA OPORTUNIDADE! SABEMOS QUE ERA ISSO QUE FALTAVA PARA QUE FÔSSEMOS A UNIVERSIDADE ESCOLHIDA POR VOCÊS! FIES - (Financiamento Estudantil) A USJT é conveniada com o Programa de Financiamento

Leia mais

ANEXO I INSTITUI O PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DOS SERVIDORES DA AUTORIDADE PUBLICA OLÌMPICA

ANEXO I INSTITUI O PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DOS SERVIDORES DA AUTORIDADE PUBLICA OLÌMPICA Publicado no: Boletim de Serviço Especial nº 01, de 13 de janeiro de 2015 ANEXO I INSTITUI O PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DOS SERVIDORES DA AUTORIDADE PUBLICA OLÌMPICA DA FINALIDADE Art. 1º - Regulamentar

Leia mais

REGULAMENTO PROPOSITIVO 2014

REGULAMENTO PROPOSITIVO 2014 REGULAMENTO PROPOSITIVO 2014 1 NO QUE CONSISTE O PROPOSITIVO 1.1 O ProPositivo - Programa de Bolsas de Estudos do Centro Tecnológico Positivo - é um programa de responsabilidade social do Centro Tecnológico

Leia mais

Cadastro do currículo do Bolsista na Plataforma Lattes

Cadastro do currículo do Bolsista na Plataforma Lattes PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL 7/2016 PROBITI/FAPERGS (Conforme Normas do Programa PROBITI) A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPPG) da Universidade de Santa Cruz do Sul torna

Leia mais

EDITAL DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS ANO LETIVO DE 2012. (Em conformidade com a Lei 12.101/2009 e o Decreto 7237/2010)

EDITAL DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS ANO LETIVO DE 2012. (Em conformidade com a Lei 12.101/2009 e o Decreto 7237/2010) EDITAL DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS ANO LETIVO DE 2012 (Em conformidade com a Lei 12.101/2009 e o Decreto 7237/2010) A Associação Beneficente e Educacional de 1858 é uma instituição que atua na educação

Leia mais

MANUAL BOLSISTA. Núcleo de Atenção Solidária NAS

MANUAL BOLSISTA. Núcleo de Atenção Solidária NAS MANUAL DO BOLSISTA Núcleo de Atenção Solidária NAS Sumário 1 - Bolsa de Estudo... 2 2 - Tipos de Bolsas de Estudo... 2 - ProUni... 2 Eventuais Programas de Bolsas de Estudo:... 2 - Vestibular Social....

Leia mais

PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG EDITAL DE SELEÇÃO PARA INGRESSO DE ALUNOS EM CURSOS OFERTADOS PELO SENAC

PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG EDITAL DE SELEÇÃO PARA INGRESSO DE ALUNOS EM CURSOS OFERTADOS PELO SENAC PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG EDITAL DE SELEÇÃO PARA INGRESSO DE ALUNOS EM CURSOS OFERTADOS PELO SENAC O SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO PARÁ, SENAC/PA, no uso

Leia mais

INFORMAÇÃO IMPORTANTE

INFORMAÇÃO IMPORTANTE INFORMAÇÃO IMPORTANTE CONTRIBUIÇÕES JANEIRO/1989 A DEZEMBRO/1995. INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1.343/2013 Entre o período de janeiro de 1989 a dezembro de 1995, as contribuições efetuadas pelos participantes

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 002 - CONSU DE 29 DE MAIO DE 2007

RESOLUÇÃO Nº. 002 - CONSU DE 29 DE MAIO DE 2007 Rua Governador Luiz Cavalcante, S/N, TELEFAX (82) 3530-3382 CEP: 57312-270 Arapiraca-Alagoas RESOLUÇÃO Nº. 002 - CONSU DE 29 DE MAIO DE 2007 Regulamenta, no âmbito da Uneal, os afastamentos dos servidores

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROCESSO SELETIVO nº33/2014/dead/2014/dead EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROFESSOR ORIENTADOR DEAD RETIFICADO A Reitora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina (IFSC), no uso

Leia mais

Politíca de Bolsas (mar. 2015) Mestrado em Geografia PPGG/UNICENTRO. Prof. Dr. Leandro Redin Vestena Coordenador

Politíca de Bolsas (mar. 2015) Mestrado em Geografia PPGG/UNICENTRO. Prof. Dr. Leandro Redin Vestena Coordenador Politíca de Bolsas (mar. 2015) Mestrado em Geografia PPGG/UNICENTRO Prof. Dr. Leandro Redin Vestena Coordenador PPGG www2.unicentro.br/ppgg Toda a regulamentação necessária aos discentes, encontra-se disponível

Leia mais

Universidade Federal de Pelotas Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis Coordenadoria de Benefícios REGULAMENTAÇÃO DO PROGRAMA AUXILIO ALIMENTAÇÃO

Universidade Federal de Pelotas Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis Coordenadoria de Benefícios REGULAMENTAÇÃO DO PROGRAMA AUXILIO ALIMENTAÇÃO Universidade Federal de Pelotas Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis Coordenadoria de Benefícios REGULAMENTAÇÃO DO PROGRAMA AUXILIO ALIMENTAÇÃO CAPITULO I DO PROGRAMA Art. 1. O Programa Auxílio Alimentação

Leia mais

Edital nº 017/2015 - PRORROGADO ATÉ 12/07/2015

Edital nº 017/2015 - PRORROGADO ATÉ 12/07/2015 FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS Núcleo de Prática de Pesquisa Edital nº 017/2015 - PRORROGADO ATÉ 12/07/2015 EDITAL DE SELEÇÃO - PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICANO PARA O ENSINO

Leia mais

SECRETARIA ESTADUAL DE ASSISTÊNCIA E DESENVOLVIMENTO SOCIAL

SECRETARIA ESTADUAL DE ASSISTÊNCIA E DESENVOLVIMENTO SOCIAL Resolução SEADS - 8, de 5-8-2005 Dispõe sobre as Normas Operacionais Básicas para o Projeto Ação Jovem e dá providências correlatas A Secretária Estadual de Assistência e Desenvolvimento Social, com fundamento

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA ANÁLISE SOCIOECONÔMICA DE CONCESSÃO DA BOLSA PROUNI - 1º SEMESTRE LETIVO DE 2016

PROCESSO SELETIVO PARA ANÁLISE SOCIOECONÔMICA DE CONCESSÃO DA BOLSA PROUNI - 1º SEMESTRE LETIVO DE 2016 A UBEC União Brasiliense de Educação e Cultura, Mantenedora das seguintes Instituições de Ensino Superior: A) UCB Universidade Católica de Brasília; B) UNILESTE Centro Universitário do Leste de Minas Gerais;

Leia mais

EDITAL N 01/2013 SELEÇÃO DE PROJETOS DE INICIAÇÃO À PESQUISA CIENTÍFICA

EDITAL N 01/2013 SELEÇÃO DE PROJETOS DE INICIAÇÃO À PESQUISA CIENTÍFICA CENTRO DE ENSINO UNIFICADO DE TERESINA CEUT FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS, SAÚDE, EXATAS E JURÍDICAS DE TERESINA COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO EDITAL N 01/2013 SELEÇÃO DE PROJETOS DE

Leia mais

Edição Número 251 de 31/12/2012 Ministério da Educação Gabinete do Ministro PORTARIA NORMATIVA Nº 27, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2012

Edição Número 251 de 31/12/2012 Ministério da Educação Gabinete do Ministro PORTARIA NORMATIVA Nº 27, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2012 Edição Número 251 de 31/12/2012 Ministério da Educação Gabinete do Ministro PORTARIA NORMATIVA Nº 27, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2012 Regulamenta o processo seletivo do Programa Universidade para Todos - Prouni

Leia mais

EDITAL Nº 006, DE 29 DE JANEIRO DE 2014.

EDITAL Nº 006, DE 29 DE JANEIRO DE 2014. EDITAL Nº 006, DE 29 DE JANEIRO DE 2014. Torna público a abertura de inscrição para Processo Seletivo do Programa UNINGÁ de Benefício ao Estudante PROUBE, referente ao período letivo 2014. O Professor

Leia mais

EDITAL Nº 008/2015-PROPPG, de 04 de agosto de 2015

EDITAL Nº 008/2015-PROPPG, de 04 de agosto de 2015 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE QUALIFICAÇÃO DE SERVIDORES DO IFG EM NÍVEL DE MESTRADO E DOUTORADO (PIQS/IFG) EDITAL Nº 008/2015-PROPPG, de 04 de agosto de 2015 A Reitoria do Instituto Federal de Educação,

Leia mais

Universidade Federal de Itajubá Pró Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação Diretoria de Pesquisa e Pós Graduação (DPPG) Campus de Itabira

Universidade Federal de Itajubá Pró Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação Diretoria de Pesquisa e Pós Graduação (DPPG) Campus de Itabira Universidade Federal de Itajubá Pró Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação Diretoria de Pesquisa e Pós Graduação (DPPG) Campus de Itabira EDITAL Nº 006/2016 Campus Itabira PIBIC/PIBITI CNPq, PIVIC Unifei

Leia mais

SOCIEDADE DIVINA PROVIDÊNCIA

SOCIEDADE DIVINA PROVIDÊNCIA SOCIEDADE DIVINA PROVIDÊNCIA Edital de Processo Seletivo para Concessão de Assistência Social Educacional (Bolsas de Estudo) Educação Básica: Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio Edital

Leia mais

EDITAL Nº 0059/2014 UNESCO

EDITAL Nº 0059/2014 UNESCO UNESCO Brasília Office Representação da UNESCO no Brasil EDITAL Nº 0059/2014 UNESCO Desenvolvimento de um sistema de informações para a realização da atividade de gestão estratégica em nível governamental

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Diretoria de Pesquisa Divisão de Programas Especiais

Universidade Federal de Uberlândia Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Diretoria de Pesquisa Divisão de Programas Especiais Universidade Federal de Uberlândia Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Diretoria de Pesquisa Divisão de Programas Especiais Edital Nº 01/2016 - Convocação de Projetos de Pesquisa para Bolsas de Iniciação

Leia mais

EDITAL FAPES Nº 003/2010

EDITAL FAPES Nº 003/2010 EDITAL FAPES Nº 003/2010 Seleção de propostas a serem apresentadas pelos Programas de Pósgraduação stricto sensu do estado do Espírito Santo, visando à concessão de quotas de bolsas para formação de recursos

Leia mais

Programas de Bolsa de Estudos ENEM PROUNI FIES - SISU

Programas de Bolsa de Estudos ENEM PROUNI FIES - SISU Programas de Bolsa de Estudos ENEM PROUNI FIES - SISU O ENEM Criado em 1998, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) tem o objetivo de avaliar o desempenho do estudante ao fim da escolaridade básica. Podem

Leia mais

SERVIÇO PUBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROPEP

SERVIÇO PUBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROPEP SERVIÇO PUBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROPEP Edital nº 23, de 24 de fevereiro de 2014 Retificado em 25/02/2014 O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

Gestão Financeira de Entidades Sindicais

Gestão Financeira de Entidades Sindicais Gestão Financeira de Entidades Sindicais Constituição Federal Art. 150. Sem prejuízo de outras garantias asseguradas ao contribuinte, é vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios:

Leia mais

Lei nº 8.080, de 04 de maio de 2009.

Lei nº 8.080, de 04 de maio de 2009. Lei nº 8.080, de 04 de maio de 2009. Institui o Programa de Bolsas de Estudo para o Ensino Superior e Pós-Graduação no Município de Campos dos Goytacazes. A CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES DECRETA

Leia mais

PORTARIA CNMP/PRESI Nº 48, DE 07 DE MAIO DE 2012.

PORTARIA CNMP/PRESI Nº 48, DE 07 DE MAIO DE 2012. PORTARIA CNMP/PRESI Nº 48, DE 07 DE MAIO DE 2012. Regulamenta o Programa de Pós-Graduação no âmbito do Conselho Nacional do Ministério Público O PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO, no

Leia mais

EDITAL ENRE1604D14S PIBID/ENSINO RELIGIOSO - UFJF PROCESSO DE SELEÇÃO PARA BOLSISTAS DE SUPERVISÃO

EDITAL ENRE1604D14S PIBID/ENSINO RELIGIOSO - UFJF PROCESSO DE SELEÇÃO PARA BOLSISTAS DE SUPERVISÃO EDITAL ENRE1604D14S PIBID/ENSINO RELIGIOSO - UFJF PROCESSO DE SELEÇÃO PARA BOLSISTAS DE SUPERVISÃO A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) torna público o presente edital de seleção de professoras

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2ª edição de 2015

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2ª edição de 2015 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2ª edição de 2015 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

RESPOSTAS A PERGUNTAS MAIS FREQUENTES DA SOCIEDADE (inciso VI do art. 8º da Lei nº 12.527/2011) SUMÁRIO. 1. Registro Profissional...

RESPOSTAS A PERGUNTAS MAIS FREQUENTES DA SOCIEDADE (inciso VI do art. 8º da Lei nº 12.527/2011) SUMÁRIO. 1. Registro Profissional... SUMÁRIO 1. Registro Profissional... 2 2. Isenção de Anuidade... 3 3. Transferência de Regional... 4 4. Cancelamento de Registro (Pessoa Física)... 5 5. Reativação de Registro Profissional... 6 6. Parcelamento

Leia mais

Esgotado o limite os alunos que não conseguiram gravar sua inscrição deverão aguardar o próximo lote para a efetivação dos mesmos procedimentos.

Esgotado o limite os alunos que não conseguiram gravar sua inscrição deverão aguardar o próximo lote para a efetivação dos mesmos procedimentos. Prezado Aluno O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Ministério da Educação (MEC) destinado à concessão de financiamento a estudantes regularmente matriculados em cursos superiores

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPÁRTAMENTO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROGRAMA ESCOLA TÉCNICA ABERTA DO BRASIL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPÁRTAMENTO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROGRAMA ESCOLA TÉCNICA ABERTA DO BRASIL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPÁRTAMENTO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROGRAMA ESCOLA TÉCNICA ABERTA DO BRASIL PROCESSO SELETIVO nº. 27/2015/DEAD EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROFESSOR

Leia mais

Perguntas Frequentes. Atração de Jovens Talentos BJT

Perguntas Frequentes. Atração de Jovens Talentos BJT Perguntas Frequentes Atração de Jovens Talentos BJT Diretoria de Relações Internacionais Coordenação-Geral de Bolsas e Projetos CGBP Coordenação de Acompanhamento de Bolsistas no Exterior CBE Brasília,

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013 Edital de convocação de Pessoas Jurídicas para inscrição e atualização do Cadastro de Fornecedores do Município de Itaúna.

Leia mais

EDITAL 01/2015 PPGCN SELEÇÃO PARA O MESTRADO ACADÊMICO EM CIÊNCIAS NATURAIS

EDITAL 01/2015 PPGCN SELEÇÃO PARA O MESTRADO ACADÊMICO EM CIÊNCIAS NATURAIS UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS - FANAT PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS NATURAIS - PPGCN MESTRADO EM CIÊNCIAS NATURAIS - MCN EDITAL 01/2015

Leia mais

Ministério da Educação GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 10, DE 31 DE JULHO DE 2015(*)

Ministério da Educação GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 10, DE 31 DE JULHO DE 2015(*) Ministério da Educação GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 10, DE 31 DE JULHO DE 2015(*) Altera dispositivos das Portarias Normativas MEC nº 1, de 22 de janeiro de 2010, nº 10, de 30 de abril de

Leia mais

Política de Divulgação de Informações Relevantes e Preservação de Sigilo

Política de Divulgação de Informações Relevantes e Preservação de Sigilo Índice 1. Definições... 2 2. Objetivos e Princípios... 3 3. Definição de Ato ou Fato Relevante... 4 4. Deveres e Responsabilidade... 5 5. Exceção à Imediata Divulgação... 7 6. Dever de Guardar Sigilo...

Leia mais