Universidade de São Paulo Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Departamento de Administração MEMORIAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Universidade de São Paulo Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Departamento de Administração MEMORIAL"

Transcrição

1 Universidade de São Paulo Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Departamento de Administração MEMORIAL Memorial apresentado ao Departamento de Administração da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo, como requisito para a obtenção do título de Livre Docente. Prof. Dr. Arnaldo José França Mazzei Nogueira Janeiro de 2015.

2 2 SUMÁRIO INTRODUÇÃO 1. Antecedentes ( ) Mudanças na trajetória acadêmica e profissional ( ) Consolidação da Carreira ( ) Desenvolvimento nos últimos cinco anos ( ) I. IDENTIFICAÇÃO Cargos atuais na carreira universitária Endereço profissional e residencial Sociedades científicas ou profissionais a que pertence II. FORMAÇÃO Graduação Pós Graduação III. IDIOMAS IV. TÍTULOS E EVOLUÇÃO NA CARREIRA UNIVERSITÁRIA Na Pontifícia Universidade Católica Na Universidade de São Paulo V. DIPLOMAS, DIGNIDADES UNIVERSITÁRIAS E PRÊMIOS VI. OBTENÇÕES DE BOLSA DE ESTUDO E DE PESQUISA VII. LINHAS DE PESQUISA Pesquisa já concluída Pesquisas em andamento Grupo de pesquisa do qual faz parte VIII. ARTIGOS EM PERIÓDICOS INTERNACIONAIS COM SISTEMA DE ARBITRAGEM IX. ARTIGOS EM PERIÓDICOS NACIONAIS COM SISTEMA DE ARBITRAGEM X. LIVROS XI. CAPÍTULOS DE LIVROS XII. TRABALHOS ACEITOS EM CONGRESSOS INTERNACIONAIS, EM SIMPÓSIOS E EM OUTROS EVENTOS CIENTÍFICOS... 29

3 3 XIII. ARTIGOS SUBMETIDOS À REVISTA COM SISTEMA DE ARBITRAGEM EM PROCESSO DE ANÁLISE XIV. LIVROS NO PRELO XV. CAPÍTULOS DE LIVROS NO PRELO XVI. RESENHAS BIBLIOGRÁFICAS XVII. TESES E DISSERTAÇÕES XVIII. TEXTOS EM JORNAIS OU REVISTAS NÃO CIENTÍFICAS Textos em revistas não científicas Textos em jornais Textos eletrônicos XIX. CITAÇÕES DE TRABALHOS POR OUTROS PESQUISADORES EM ARTIGOS, LIVROS OU EM TRABALHOS APRESENTADOS EM CONGRESSO 37 XX. CITAÇÕES DE TRABALHO EM TESES XXI. ATIVIDADES DIDÁTICAS UNIVERSITÁRIAS Disciplinas ministradas em cursos de pós-graduação Disciplinas ministradas em cursos de graduação Disciplinas ministradas em cursos de pós-graduação lato sensu XXII. ATIVIDADES DE ORIENTAÇÃO E FORMAÇÃO DE DISCÍPULOS Mestrado Iniciação científica Trabalho de conclusão de curso de graduação Monografia de conclusão de curso de pós-graduação lato sensu XXIII. ATIVIDADES DE ORIENTAÇÃO E FORMAÇÃO DE DISCÍPULOS EM ANDAMENTO Doutorado Mestrado XXIV. ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS XXV. ATIVIDADES ACADÊMICAS XXVI. PARTICIPAÇÃO EM COMISSÕES JULGADORAS DE CONCURSOS DA CARREIRA DOCENTE XXVII. PARTICIPAÇÃO EM COMISSÕES JULGADORAS Teses de doutorado Dissertações de mestrado Exames de qualificação... 51

4 4 XXVIII. ORGANIZAÇÃO E COORDENAÇÃO DE CONGRESSOS E SEMINÁRIOS XXIX. PARTICIPAÇÃO EM CONGRESSOS E SEMINÁRIOS SEM APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS Participação como palestrante e debatedor Participação em mesas redondas e mediador de sessões Participação em seminários XXX. ATIVIDADES RELACIONADAS À EXTENSÃO DE SERVIÇOS À COMUNIDADE XXXI. OUTRAS ATIVIDADES Pareceres a trabalhos, livros e periódicos e participação em conselhos editoriais Revisor, avaliador em congressos e de projetos de iniciação científica Pareceres acadêmicos XXXII. ATIVIDADES PROFISSIONAIS VINCULADAS À MATÉRIA EM CONCURSO XXXIII. ENTREVISTAS CONCEDIDAS A JORNAIS E OUTRAS MÍDIAS... 63

5 5 INTRODUÇÃO 1. Antecedentes ( ) Formado em Administração pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) em 1978, e naquela época cursando Ciências Sociais na Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas da USP, concorri a uma vaga e fui aprovado no programa de mestrado em Ciência Política no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UNICAMP. Concomitante ao início do curso de mestrado, ingressei na Faculdade de Administração da FAAP, como professor de Sociologia Aplicada à Administração e Metodologia Científica. Momento importante da fase inicial de minha carreira foi o ingresso como professor, através de concurso público, na Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Atuaria e no Ciclo Básico da Pontifícia Universidade Católica, doravante PUC/SP, em Alocado na área de Organização e Administração Geral do Departamento de Administração da FEA PUC/SP, ministrei diversos cursos na graduação, a saber: Teoria Geral da Administração, Sociologia Aplicada à Administração, Ambiente e Estruturas Organizacionais, Planejamento Estratégico, Seminários de Tecnologia e Inovação Organizacional, Administração em Cenários Globalizados, Gestão do Conhecimento e Negociação como Instrumento de Gestão. No Ciclo Básico, ministrei a disciplina de Metodologia Científica entre 1982 e Em 1981, publiquei meu primeiro livro O que são as comissões de fábrica pela editora Brasiliense em coautoria com o Prof. Dr. Ricardo Antunes, hoje professor titular de sociologia do trabalho da Universidade Estadual de Campinas. Essa publicação indicava já no início de minha carreira o interesse em pesquisar as interfaces das áreas de conhecimento em administração, recursos humanos, sociologia e relações de trabalho. Esse caminho de certo modo marcou minhas atividades de pesquisa, profissionais e acadêmicas até os dias de hoje. Elegendo como objeto prioritário a questão do trabalho e das relações de trabalho, fui desenvolvendo uma produção crítica e questionadora da gestão e das organizações. Dentro do campo de estudos organizacionais destaco o tema do sindicalismo como objeto de estudo em complemento à observação das empresas e organizações em diversos setores econômicos. Essa escolha irá refletir em toda a minha produção acadêmica e científica, bem como, em minhas atividades docentes, sociais, políticas e profissionais.

6 6 Entre 1981 e 1996, tive alguma experiência em consultoria, primeiro no setor privado e depois no setor público. No setor privado me envolvi com atividades de consultoria em Diagnóstico Organizacional, enquanto no setor público participei de atividades nas áreas de gestão e planejamento em administração pública com destaque à área de saúde, formação e cooperação técnica internacional. Minha atuação como docente na universidade exigia um enfoque prático, teórico e multidisciplinar devido a assumir disciplinas no campo da Sociologia, Metodologia Científica e Administração. Um dos resultados relevantes desse processo foi a elaboração de capítulo sob o título Conflito e Administração do livro Organização, Trabalho e Tecnologia (SACCARDO, Cleusa. e BRUNO, Lúcia. São Paulo: Atlas, 1986). Esta publicação foi muito utilizada em cursos de graduação e pósgraduação em ciências sociais aplicadas. A partir de 1986, ingressei na FUNDAP - Fundação do Desenvolvimento Administrativo do Governo do Estado de São Paulo, como técnico, consultor e coordenador de projetos de formação, assessoramento e desenvolvimento da gestão pública. Destaco a atuação no setor de cooperação técnica internacional que proporcionou a mim experiência internacional através de participação em projetos em parceria com a Suécia e os Países africanos de expressão portuguesa (OS CINCO PALOPS), a saber: Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe. Na área internacional entre 1986 e 1994 atuei como professor e supervisor, respectivamente, no projeto de Formação em Administração Pública (FAP, 1987) e no Programa de Formação de Formadores dos Cinco Países Africanos de Língua Portuguesa ( ), financiado pela ASDI (Autoridade Sueca de Desenvolvimento Internacional). Nessa ocasião, tive oportunidade de atuar diretamente como formador de professores em três países africanos: Moçambique em 1987; Cabo Verde e Guiné Bissau em Essa importante experiência no campo internacional contribuiu para uma visão mais abrangente da atividade acadêmica que continuava me dedicando. Em setembro de 1990, defendi a tese de mestrado, no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp, com a dissertação sob o título A Modernização Conservadora do Sindicalismo Brasileiro: A Experiência do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo. A banca formada pelo Professor Doutor Juarez Brandão Lopes (USP), Professor Doutor Armando Boito Junior (IFCH-Unicamp) e pelo Professor Doutor Ricardo Antunes (orientador, IFCH/Unicamp), emitiu o conceito

7 7 Aprovado com Distinção. Neste trabalho, tive oportunidade de fazer um estudo das mudanças de uma organização complexa como o sindicato dos metalúrgicos de São Paulo, desenvolvendo pesquisa inédita sobre o tema que gerou publicação posterior de livro com apoio da FAPESP. 2. Mudanças na trajetória acadêmica e profissional ( ) Com o título de mestre, decidi dedicar-me mais intensamente à atividade acadêmica e buscar uma mudança de patamar, através do ingresso na universidade pública e no programa de doutorado. Fui aprovado no concurso público para seleção de professores de Sociologia na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo concorrendo com mais de 50 candidatos inscritos. A aprovação se deu nas três fases do concurso: julgamento de currículo, aula pública e entrevista. A Comissão de Seleção foi formada pelos seguintes professores: Prof. Dr. Luiz Augusto de Queiroz Ablas (presidente), Profa. Dra. Maria Tereza Leme Fleury (FEA-USP), Prof. Dr. Ricardo Abramovay (FEA-USP), Prof. Dr. Álvaro Gullo (FFLCH-USP) e por Lázaro Plácido Lisboa (representante discente). Desde agosto de 1991, tenho desenvolvido atividade docente e de pesquisa em Regime de Turno Completo (RTC) na FEA-USP. Regime de trabalho este, que permite outros vínculos de emprego, como o que continuo mantendo na FEA PUC/SP. Entre 1991 e 1995, há continuidades e mudanças em nossa trajetória acadêmica e profissional. Minha experiência profissional de oito anos na FUNDAP e no setor público foi muito importante devido à natureza do processo de trabalho que exigia diferentes competências para a integração entre pesquisa, formação e consultoria. Na verdade, as funções desempenhadas na Fundap complementavam o trabalho que exercia nas universidades. A publicação de cinco cadernos na área de Relações de Trabalho no Setor Público e do livro Sindicalismo no setor público paulista (1993) do qual fui organizador, mostra o estreito relacionamento com a atividade acadêmica. Este livro foi resultado de projeto de assessoria e pesquisa inédita sobre o Perfil das Entidades dos Funcionários Públicos, onde exerci também a função de coordenador do projeto em sua segunda fase. Nesse livro, publiquei também artigo A emergência do sindicalismo no setor público que abriu o conjunto de reflexões sobre o tema e contribuiu para a pesquisa inédita do doutorado.

8 8 Esta experiência acima relatada influenciou a escolha do meu tema de pesquisa a ser desenvolvido posteriormente no programa de doutorado no IFCH da UNICAMP. O meu envolvimento profissional com a FUNDAP terminou em março de 1995, e desde então tenho me dedicado ao trabalho de docência e pesquisa nas universidades (USP e PUC/SP) participando também de atividades de extensão, especialização em nível de pós-graduação e em menor grau de atividades de consultoria. Em 1992, ingressei através de concurso público no programa de doutoramento em Ciências Sociais no IFCH da Unicamp, dando continuidade a minha carreira docente e acadêmica. Após realizar todos os créditos e o exame de qualificação, concluímos a tese sob o título Trabalho e Sindicalismo no Estado Brasileiro: Experiências e Desafios, cuja defesa se deu em 16 de dezembro de 1996, obtendo o conceito Aprovado com Distinção e o título de Doutor em Ciências Sociais. A banca foi constituída pelos seguintes professores: Prof. Dr. Leôncio Martins Rodrigues (IFCH- Unicamp), Profa. Dra. Maria Tereza Leme Fleury (FEA-USP), Prof. Dr. Décio Saes (IFCH-Unicamp), Prof. Dr. Marcelo Ridenti (UNESP) e Prof. Dr. Ricardo Antunes (orientador do IFCH-Unicamp). Gostaria de enfatizar o caráter inédito da pesquisa porque não havia nenhum estudo mais sistemático sobre a trajetória do sindicalismo e das relações de trabalho no setor público brasileiro. Assim, a tese e depois o livro passaram a ser referência bibliográfica obrigatória para outras pesquisas acadêmicas na área. Como desdobramento desta pesquisa, publiquei artigos, capítulos de livro e realizei entrevistas na imprensa sobre o cotidiano dos conflitos no setor público. Neste período, participei como coordenador adjunto do PROMED - Programa de Mediação Estratégica entre Trabalho e Capital - desenvolvido na FIPE-USP e coordenado pelo Prof. Dr. Hélio Zylberstajn. O projeto foi realizado entre março de 1995 e janeiro de 1996, e seu objetivo era conhecer e estudar as tendências de inovações no campo das relações de trabalho em três setores diferentes. Coube a nós, pesquisar de forma inédita o caso do setor de vestuário de São Paulo, que apresentava naquele momento novas pautas no campo das relações de trabalho. O resultado dessa pesquisa foi registrado em paper sob o título Mudanças nas Relações de Trabalho no Setor Vestuário: O Caso da Câmara de Entendimento Privado (Nogueira, mimeo: 1995), que atualizamos e publicamos em 1998, nos Anais do II SEMEAD (Seminários em Administração da FEA-USP).

9 9 Em complemento às atividades acadêmicas, neste período participei de diversos programas de desenvolvimento de recursos humanos e capacitação gerencial, com destaque, aos cursos desenvolvidos pela Fundação Instituto de Administração FIA, conveniada com a FEA-USP. Destaco a participação como professor no Programa de Desenvolvimento de Executivos Públicos PRODEP (1995/96) voltado aos administradores de nível superior da prefeitura de São Paulo, e no Programa de desenvolvimento gerencial de diretores de escolas, assistentes e supervisores (Secretaria de Educação do Município de São Paulo, 1995/96). Também participei de programas de formação de recursos humanos junto ao governo federal: curso de Gestão de Recursos Humanos no MARE (Ministério da Administração e Reforma do Estado) desenvolvido pela ENAP para coordenadores de recursos humanos dos ministérios e empresas públicas (outubro de 1996); dois cursos para fiscais do trabalho promovido pelo Ministério do Trabalho em São Paulo e Brasília e executado por equipe da Fipe-USP, coordenado pelo Prof. Dr. Hélio Zylberstajn, em outubro e dezembro de No plano das empresas privadas e públicas, participamos de diversos programas de treinamento e desenvolvimento de técnicos e gerentes da Dow Química (1996); do setor elétrico brasileiro (PRODESEL - Programa de Desenvolvimento Gerencial do Setor Elétrico, março de 1997); da Klabin no Paraná (1998); engenheiros e técnicos da binacional Itaipu (1999); do programa de desenvolvimento gerencial com enfoque em gestão de pessoas na Ford Motor do Brasil em São Bernardo do Campo em 2000 entre outras experiências. Geralmente nesses cursos, desenvolvo temas relacionados à linha de pesquisa acadêmica assumida na universidade, a saber: trabalho, relações de trabalho e sindicalismo no contexto das mudanças organizacionais, tecnológicas, econômicas, sociais e políticas e dos novos cenários globalizados. Na década dos 90, participei de diversos eventos como congressos, encontros, plenários, reuniões seminários, conferências e cursos ligados aos temas acima mencionados. Neste contexto de intensa participação nas discussões dos rumos do sindicalismo e das relações de trabalho no Brasil, publiquei em 1997, o livro A modernização conservadora do sindicalismo brasileiro: a experiência do sindicato dos metalúrgicos de São Paulo. Este livro contou com apoio à publicação da FAPESP que por si significa referência e certificação acadêmicas e foi editado pela EDUC da PUC/SP. O

10 10 livro representa bibliografia obrigatória nos programas de pós-graduação em sociologia do trabalho e estudos sindicais. Atualmente encontra-se esgotado. No ano de 1999 participei de vários eventos, simpósios e seminários como pode ser constatado no memorial a seguir. O que gostaria de enfatizar com essas experiências são dois aspectos principais: possibilita maior intercâmbio e compromisso entre trabalho acadêmico e organizações da sociedade civil e contribui como fonte de observação e pesquisa-ação necessárias ao desenvolvimento acadêmico e profissional junto à sociedade. Na produção acadêmica, os artigos que tenho publicado refletem os temas mencionados como também pode ser visto no memorial a seguir. A partir do desenvolvimento dessas atividades envolvendo a problemática das relações de trabalho e sindicais relacionadas com a gestão das organizações, destaco dois momentos importantes de minha carreira: 1) a atuação como Coordenador Técnico e Docente do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Economia e Gestão das Relações de Trabalho. COGEAE / PUC-SP ( ) e; 2) Coordenador e Docente do Módulo Relações de Trabalho e Relações Sindicais no Programa de Educação Continuada em Recursos Humanos, MBA-RH da FIA FEA-USP desde Como doutor, o projeto de pesquisa apresentado para USP de acordo com as determinações do regime de trabalho (RTC) foi Trabalho, Organizações e Política no Limiar do Século XXI. Entre 1996 e 1999 produzi textos, resenhas, artigos, entrevistas, dentro dessa temática. Destaque à participação em Encontros Científicos com a apresentação de trabalhos na ANPOCS Associação Nacional de Pós-graduação em Ciências Sociais e na ALAST - Associação Latino-Americana de Sociologia do Trabalho. Destaco a produção acadêmica no período com a publicação de resenhas sobre o tema do trabalho e sindicalismo na Revista Estudos Econômicos (Vol. 27 N.Esp 1997); artigos na Revista da FIPE entre 1995 e 1998) e capítulo do livro A emergência do sindicalismo no setor público no livro O novo sindicalismo: vinte anos depois organizado pelo Prof. Dr. Iram Jácome Rodrigues (Prof. Livre Docente do Depto. de Economia da USP). 3. Consolidação da Carreira ( ) Chamo esta fase de consolidação da carreira docente devido a dois fatos em minha trajetória: a efetivação como professor doutor na USP através de concurso

11 11 público e a ascensão ao cargo de professor associado e depois professor titular na PUCSP. No concurso de provimento de cargo e efetivação como doutor em Regime de Turno Completo na FEA-USP, ocorrido no final de agosto de 2000, fui aprovado em oitavo lugar, entre 32 candidatos inscritos. No mês de outubro de 2000, participei e fui aprovado no concurso para professor associado e, em 2004, ascendi para professor titular do Departamento de Administração da FEA PUC/SP. Indico como uma das atividades mais importantes no período, o ingresso no Programa de Pós-Graduação em Administração da USP (PPGA-USP), como professor da disciplina de Relações de Trabalho: Questão Social e Administrativa, em parceria com as professoras responsáveis pela cadeira, Profª Drª Maria Tereza Leme Fleury e Profª Drª Rosa Maria Fischer. No PPGA-USP, orientei sete (07) alunos que obtiveram o grau de mestre em administração. Destaco ainda, a participação como membro das bancas de concurso e acesso ao Mestrado em Recursos Humanos no PPGA-USP, sendo por duas vezes (2003/2004) presidente da banca. Com isso, avancei em meu plano de pesquisa focado nas interfaces entre Relações de Trabalho, Organizações e Recursos Humanos. Gostaria de destacar neste período a participação em eventos acadêmicos e científicos nacionais e internacionais tais como, seminários em faculdades e universidades, debates científicos, as semanas da administração na PUC e na USP (SEMEAD), Encontros da Associação Nacional de Pós-Graduação em Ciências Sociais ANPOCS, Encontros da Associação Brasileira de Estudos do Trabalho, participação em comissões de avaliação de trabalhos científicos da Associação Nacional de Pós-Graduação em Administração - ANPAD e da Sociedade Brasileira de Progresso e Ciência SBPC e Encontros Internacionais com destaque a Associação Latino-Americana de Sociologia do Trabalho ALAST. Destaco também, a participação em cursos de extensão e especialização em nível de pós-graduação lato sensu: Economia e Gestão das Relações de Trabalho na COGEAE da PUC/SP programa no qual exerci o papel de coordenador, professor e orientador nas áreas de gestão, recursos humanos e relações de trabalho; curso de Economia Social e Desenvolvimento com Especialização em América Latina na COGEAE da PUC/SP, ministrando a disciplina Relações de Trabalho, Sistemas Produtivos e Globalização ; curso do MBA em Recursos Humanos da USP na qualidade de coordenador e professor do Módulo de Relações de Trabalho e Sindicalismo e também como orientador de monografias de conclusão do curso.

12 12 Participei também como membro de bancas examinadoras de mestrado e doutorado com destaque às universidades públicas e comunitárias, a saber: Unicamp, USP, Universidades Federais e PUC/SP. No âmbito da Iniciação Científica, tenho participado dos simpósios internacionais de Iniciação Científica da USP desde Quero chamar à atenção para a atuação nos cursos de graduação ministrando regularmente disciplinas na USP na área de Ciências Sociais e Recursos Humanos e também na PUC na área de Gestão Estratégica das Organizações. Considero o vínculo com a graduação extremamente importante porque representa a base de todos os outros envolvimentos. Nos programas de graduação das duas universidades, tenho me envolvido nas atividades de orientação tanto de estágio como de trabalhos de conclusão de curso, configurando importante contribuição à formação qualificada da juventude universitária. Na produção científica e técnica que envolve as publicações, realização de pesquisa e apresentação de trabalhos técnicos e científicos, tenho procurado manter uma intervenção permanente. No período entre 2001 e 2004, destaco dois trabalhos: o primeiro refere-se ao capítulo Gestão estratégica das relações de trabalho do livro As pessoas na organização publicado em 2002, coordenado pela Profª Drª Maria Tereza Leme Fleury; o segundo, foi o paper Mudanças na CLT; Problemas Históricos e Dilemas Atuais do Novo Sindicalismo produzido em primeira versão para Encontro da ANPOCS de outubro de 2002 e depois uma segunda versão foi apresentada no IV Congresso da ALAST em Havana Cuba, em setembro de Um resumo do trabalho foi antes publicado, no Boletim da Fipe de nº 258 de março de Uma breve explicação faz-se necessária, quanto ao contexto dessas publicações, porque resume bem a minha atuação no campo acadêmico e profissional e o relacionamento com a sociedade e o mercado. A publicação do capítulo Gestão estratégica das relações de trabalho está inserida no contexto do Programa de Estudos Avançados em Gestão de Pessoas (PROGEP/FIA) que atua na formação gerencial e executiva de profissionais do mercado, do qual sou membro desde sua criação; a segunda publicação, sobre a reforma trabalhista que em seguida gerou trabalho apresentado em Encontro Científico da ANPOCS e da ALAST foi resultado de um seminário Flexibilização da CLT: Limites e Oportunidades organizado em 01/03/2002 por mim do PROGEP/FIA, pelo Prof. Dr Hélio Zylberstajn do programa Mediar/Fipe e pelo Prof. Dr. Iram Jácome Rodrigues do Departamento de Economia da USP. O material produzido pelo seminário através dos conferencistas e coordenadores

13 13 foi registrado e gravado servindo para análise e discussão técnico-científicas de representantes da sociedade civil. No contexto do seminário, participei diretamente da produção de um Dossiê de leis, artigos e reportagens sobre o tema tratado, incluindo meu artigo em mimeo antes de ser publicado. No final do ano, o jornal Valor Econômico de 13, 14 e 15 de dezembro de 2002, além de entrevistar-me em reportagem sobre Os direitos na balança... publicou parte desse material. Periodicamente, realizo entrevistas no rádio e na TV sobre o tema Relações de Trabalho, Mercado de Trabalho e seus impactos nas organizações e na sociedade. Este tem sido um espaço importante para a divulgação pública de parte do meu trabalho. Gostaria ainda de destacar os seguintes eventos que participei no período: organização do seminário ANPOCS e FEA/USP Trabalhadores e Ações Coletivas no Mundo Contemporâneo e coordenação de uma das mesas. Neste seminário, tivemos a presença de mais de 40 participantes entre pesquisadores, alunos e professores de vários Estados brasileiros; participação do IV Congresso da Associação Latino-Americana de Sociologia do Trabalho ALAST, realizado em Havana, Cuba, com apresentação de trabalho e devidamente registrado em CD-ROM do evento; a apresentação de trabalho Trabalho, Organizações e Política no Brasil no VIII Encontro Nacional de Estudos do Trabalho, promovido pela ABET nas dependências da FEA-USP, devidamente registrado em CD-ROM. No plano profissional, desenvolvi atividade como coordenador de projeto de consultoria na área de educação técnica e profissional em gestão junto à Fundação Bradesco (desde março de 2000). O produto principal deste trabalho Plano de Ensino da Área Profissional de Gestão foi implantado com sucesso em escolas da Fundação Bradesco. Neste trabalho, coordenei equipe de alta performance formada pelos professores Prof. Dr. Moacir de Miranda Oliveira Junior (hoje livre docente da USP); Profª. Drª. Ana Cristina Limongi França (hoje professora titular da USP); Prof. Nilson Tadashi (Mestre pela Politécnica da USP e Técnico do DIEESE no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC) e Profª Maria do Carmo Ferreira (Mestre pela PUCSP). Neste período produzi obra artística na área da música instrumental brasileira registrada no CD - Sopro da Corda, produzida por mim e lançada em dezembro de Cito uma máxima que levo comigo há tempos: O artista não é um tipo especial de homem. Todo homem é uma espécie de artista. Trabalho e arte, para mim, complementam-se e a dimensão criativa dentro e fora do trabalho é essencial para a qualidade de vida das pessoas em geral, especialmente para o cumprimento da missão

14 14 educacional do professor em sala de aula. A publicação Gente da FEA/USP de dezembro de 2003 fez uma reportagem sobre os Mestres que fazem arte e minha entrevista publicada sobre esse assunto pode ser consultada. Destaco na produção acadêmica, a publicação do livro A liberdade desfigurada: a trajetória do sindicalismo no setor público brasileiro (Expressão Popular, 2005). Este livro resultou da atualização da pesquisa sobre as relações de trabalho e sindicalismo no serviço público, apresentada para obtenção do grau de doutor em Desde então, acompanho a temática e tenho realizado muitas conferências, seminários, cursos e debates junto às instituições públicas e sindicatos dos serviços públicos. Em 2005 e 2006, tive que alterar meu vínculo como docente e pesquisador, devido às exigências da CAPES na composição dos Quadros Permanentes dos programas de pós-graduação. A partir de 2006, credenciei-me, através de concurso no Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração da PUCSP. Neste contexto, destaco a participação na Pesquisa Global do Setor de Call Centers (Global Call Centers), coordenada então pelo Prof. Dr. Moacir de Miranda Oliveira Junior (ex professor da PUCSP e atual livre docente da FEA-USP). Neste projeto, participei da produção e divulgação dos relatórios de pesquisa. Destaco como muito relevante, a participação no encontro internacional de pesquisadores de diversos países ocorrido em novembro de 2005 na Universidade de Edinburgh, Escócia. Financiado pelo grupo de pesquisa global, cuja coordenação geral foi da Professora Titular Rosemary Batt da Universidade de Cornell, Estados Unidos da América, em parceria com universidades da Alemanha e Inglaterra (verificar em Universidade de Cornell). Registro meu profundo agradecimento ao Departamento de Administração da USP, sob a chefia do Prof. Dr. Isack Kuglianska, que forneceu apoiou a esta viagem. Registro ainda neste período de consolidação a publicação do artigo Relações de trabalho e gestão pública no Brasil contemporâneo, na Revista do Departamento de Direito do Trabalho e da Seguridade Social da Faculdade de Direito da USP (jan-jun, 2007). Nesta mesma faculdade participei como professor titular da PUCSP de banca de concurso de Livre-Docência do Departamento de Direito do Trabalho e da Seguridade Social, constituindo esta, uma importante experiência de participação em processos de avaliação acadêmica.

15 15 Em 2007, publiquei o livro Teoria Geral da Administração para o século XXI (São Paulo: Ática Universidade, 2007) utilizado em diversos cursos de graduação e pósgraduação. No último balanço da editora (dezembro de 2014) foram vendidos aproximadamente 3000 livros restando cerca de 100 livros no estoque. Destaco essa publicação, devido ao caráter didático e de fomento ao estudo e à pesquisa no campo da administração e por ter conseguido oferecer uma alternativa inovadora, voltada à realidade brasileira, em comparação aos manuais de administração existentes. O livro tem sido adotado como bibliografia em curso de Pós-Graduação e Graduação na FEA- PUCSP e na FEA-USP. A partir de 2007, elaborei novo projeto de pesquisa sobre a temática Relações de Trabalho e Recursos Humanos em Processos de Internacionalização. Com este projeto, tenho procurado alinhar minha produção acadêmica, bem como, as atividades de ensino e extensão e orientação de pesquisa. É uma temática nova que envolve investigação teórica e empírica das relações de trabalho em suas quatro dimensões, a saber: organizacional, setorial, macro e global. Tenho publicado e orientado pesquisas sob este projeto constituindo com meus orientandos grupo de pesquisa sob o tema das relações sindicais, recursos humanos e os impactos das mudanças organizacionais no trabalho. Destaco neste contexto, a publicação do artigo Relações de trabalho e internacionalização no Brasil como capítulo do livro Internacionalização e os países emergentes (Editora Atlas, 2007) organizado pelos professores titulares da USP, Prof. Dr. Afonso Fleury e Profª Drª Maria Tereza Leme Fleury. Participaram deste livro 28 pesquisadores, entre os quais, 05 pesquisadores internacionais. Sob esse mesmo tema Relações de trabalho em processos de internacionalização apresentei e publiquei trabalho nos Anais do Congresso da Associação Latino-Americana de Sociologia do Trabalho realizado em Montevidéu no ano de Em 2008, publiquei o texto Competências em relações de trabalho e sindicais como capítulo do livro Competências: conceitos, métodos e experiências (Atlas, 2008) cujos organizadores foram Prof. Dr. Joel Dutra, Profa. Dra. Maria Tereza Leme Fleury e Prof. Dr. Roberto Ruas. O capítulo referido acima mostra um esforço em definir conceitos, métodos e experiências úteis para os pesquisadores e profissionais do campo das relações de trabalho e da gestão de pessoas. Este livro tem sido amplamente utilizado em cursos de pós-graduação lato sensu e stricto sensu.

16 16 Em 2009, destaco a publicação do artigo Relações de trabalho em empresas globais: novo paradigma ou neo-corporativismo? nos Cadernos de Recursos Humanos da Universidade Federal da Bahia, disponível no sistema Scielo. Esta publicação é classificada como A2 pela CAPES sendo de forte impacto na área de ciências sociais. Neste mesmo ano, foi publicado texto inédito O desenho do trabalho assalariado em empresas fidelizadoras de call centers no Brasil oriundo da pesquisa Global call centers, citada na fase anterior, como capítulo do livro INFOPROLETÁRIOS: degradação real do trabalho virtual (Boitempo, 2008) organizada por dois renomados professores e pesquisadores das universidades estaduais de São Paulo, Prof. Dr. Ricardo Antunes (titular de sociologia do trabalho da Unicamp) e Prof. Dr. Ruy Braga (professor livre-docente da FFLCH-USP). Na linha de estudos da internacionalização orientei duas pesquisas de mestrado Mentalidade Global e Gestão de Pessoas em Empresas do Setor de Construção Civil de Simone Barreto (Esta dissertação obteve prêmio da ABRH Associação Brasileira de Recursos Humanos em 2010) e Embraer: mudanças nas relações de trabalho no contexto da crise econômica global de Vagner Fernandes. As duas orientações possibilitaram publicação de artigos em encontros, congressos internacionais e revistas importantes. 4. Desenvolvimento nos últimos cinco anos ( ) A fase anterior de desenvolvimento e consolidação foi fundamental para a trajetória que descreverei a seguir que corresponde aos últimos cinco anos das minhas atividades de docência, pesquisa e extensão. Há, certamente, mais elementos de continuidade na minha carreira que de rupturas. O projeto de pesquisa que defini para este período está descrito no currículo Lattes Relações de trabalho e recursos humanos em empresas globais. No entanto, destaco em termos de pesquisa dois outros movimentos importantes: primeiro, a participação em grupo de pesquisa formado por professores doutores da USP, da PUCSP e de outras universidades, contratado pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo para produzir estudos sobre a categoria bancária e consolidar o Centro de Pesquisa 28 de Agosto do Sindicato; segundo, este processo desencadeou um interesse em aprofundar a pesquisa sobre as transformações do trabalho no sistema financeiro. Orientei pesquisas de mestrado e TCC sobre gestão e trabalho no setor financeiro entre

17 e 2014, que contribuíram muito para aumentar o conhecimento do setor e para a elaboração da tese de livre-docência apresentada neste concurso. Um primeiro resultado concreto desta pesquisa foi a elaboração sob minha autoria de paper inédito sobre Transformações organizacionais no sistema financeiro e impactos no trabalho, apresentado e publicado nos Anais do Encontro Anual da ANPOCS Associação Nacional de Pós-Graduação em Ciências Sociais, realizado de 24 a 28 de outubro de 2011 em Caxambu. Passei a orientar pesquisas na linha Gestão de pessoas e transformações do trabalho na área de concentração Organizações e Sociedade. Foram orientadas desde então quinze dissertações de mestrado no Programa de Pós da PUCSP. Há neste momento seis alunos de orientação em andamento, sendo um no programa de doutorado. Até o final de janeiro de 2015, dois alunos concluirão suas dissertações. Neste contexto, tenho participado regularmente de bancas de mestrado e doutorado fora e dentro da PUCSP; tenho participado como avaliador emitindo diversos pareceres de trabalhos apresentados para eventos científicos e revistas acadêmicas, com destaque aos Congressos da ANPAD Associação Nacional de Pós-Graduação em Administração e do SEMEAD - Seminários de Administração; tenho emitido pareceres de avaliação de artigos para as revistas RAE Revista de Administração de Empresas da FGV, RAUSP Revista de Administração da USP entre outras de relevância científica na área de administração. A participação em comissões de avaliação e concursos públicos com destaque ao de seleção de professores para a EACH-USP-LESTE e para a ESALQ-USP constituindo-se em importante experiência de avaliação. No âmbito da FEA-USP, fui representante do Departamento de Administração no PESC Programa de Extensão e Serviços a Comunidade - indicado pelo Diretor da FEA, Prof. Dr. Carlos Azzoni (gestão ). Este programa tem desenvolvido importantes projetos na área social envolvendo alunos da graduação e pós-graduação. Fui eleito membro representante dos doutores em duas gestões consecutivas do Conselho do Departamento de Administração da FEA-USP. Destaco ainda, as funções de Vice-Coordenador (gestão ) e de Coordenador da Área de Gestão de Pessoas nas Organizações (gestão ) no Departamento de Administração da USP. Na passagem de 2012 e 2013 registro a entrevista realizada comigo pelo programa ENSAIO ACADÊMICO da rádio USP em 30/01/2013 (disponível no site da emissora)

18 18 que retrata a trajetória de músico e compositor em complemento à carreira acadêmica. Este assunto foi registrado por duas vezes na publicação Gente da FEA-USP. Em 2014, fui eleito membro da Congregação da FEA-USP da qual tenho participado efetivamente e compartilhado deliberações importantes com os demais colegas dos outros departamentos. No âmbito externo, fui eleito por duas vezes para o cargo de Coordenador do Curso de Administração da FEA-PUCSP (gestão 2011/2013 e 2013/2015). Esta experiência de gestão acadêmica tem ampliado a minha trajetória acadêmica e profissional, juntamente com as atividades de ensino, pesquisa e extensão. Fui nomeado presidente do NDE Núcleo Docente Estruturante que tem o papel de elaborar estratégias de ensino e didática para a melhoria contínua da qualidade do curso. Destaco aqui a elaboração de novo projeto pedagógico para o curso de administração juntamente com equipe formada pelo chefe do departamento e coordenador do curso do Campus Ipiranga, em trâmite nos conselhos da PUCSP. Além das atividades indicadas quero destacar as publicações para o julgamento deste memorial: publicação de artigos - 06 artigos publicados em periódicos da FIPE, Revista de Administração da ESPM, REGE-USP, Revista de Administração e Inovação/RAI (agora da USP) e Revista de Administração em Diálogo/RAD da PUCSP. Publiquei Capítulos de livro com destaque para Relações de trabalho em processos de internacionalização, Capítulo 7 do livro Multinacionais Brasileiras (Bookman, 2010) organizado pelo Prof. Dr. Moacir de Miranda Oliveira Junior (Livre- Docente da FEA-USP). Este livro acabou foi agraciado com o Prêmio Jabuti 2011, como o melhor livro na área de Economia, Negócios e Administração. Destaco também a publicação do capítulo Relações de trabalho em empresa global: novo paradigma ou neocorporativismo em livro Riqueza e Miséria do Trabalho, organizado pelo Prof. Dr. Ricardo Antunes (professor titular em sociologia do trabalho do IFCH-UNICAMP). No campo internacional, em 2013 apresentei 03 trabalhos em eventos internacionais sendo dois artigos no Encontro da Associação Latino Americana de Sociologia do Trabalho/ALAST realizado na USP e um artigo no Encontro da Associação Latino Americana de Sociologia realizado em Santiago/Chile. Destaco neste quesito a aprovação em programa de pós-doutoramento no Centro de Estudos Sociais/CES da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra/Portugal. O projeto de pesquisa Relações de trabalho e recursos humanos em empresa global do Brasil e Portugal foi aprovado para ser realizado em 2015/2016 e terá como

19 19 supervisor o Prof. Dr. Elísio Estanque. O mesmo projeto foi submetido ao programa de Estágio Sênior no Exterior da CAPES e encontra-se em processo de avaliação. A duração do projeto é de janeiro de 2015 à janeiro de 2016 e de acordo com o cronograma de trabalho a primeira fase será realizada no Brasil e a segunda em Portugal. As metas para os próximos anos estão descritas abaixo. A primeira meta será a prestação do concurso de livre docência no Departamento de Administração da FEA-USP no primeiro semestre de A segunda meta será realizar a pesquisa de pós-doutoramento no CES da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra com apoio da CAPES no programa de Estágio Sênior no Exterior, com apoio também do Departamento de Administração da FEA-USP e Departamento de Administração da FEA-PUCSP no ano de 2015 e início de A terceira meta será a publicação de artigos em revistas nacionais e internacionais de impacto na área de Administração e Ciências Sociais (2015/2016). A quarta meta será retomar o ensino da disciplina de Relações de Trabalho no Programa de Pós-Graduação em Administração da USP, como professor colaborador em parceria com o Prof. Dr. Lindolfo de Albuquerque (Coordenador do PPGA-USP) e também participar do credenciamento como professor do mestrado profissional em Empreendedorismo do Departamento de Administração da USP, conforme indicação do Coordenador do Programa Prof. Dr. Martinho Isnard Ribeiro de Almeida. Por último, gostaria de manifestar em meu memorial, o meu orgulho de fazer parte do Departamento de Administração e da FEA da Universidade de São Paulo e da sua história, enquanto universidade pública, espaço de livre expressão do pensamento e do avanço do conhecimento científico. Quero também registrar que continuarei mantendo o meu compromisso profissional, social e público com a qualidade e o desenvolvimento do ensino, da pesquisa e da extensão em minha área de conhecimento.

20 20 I - IDENTIFICAÇÃO Nome: Arnaldo José França Mazzei Nogueira. Filiação: Durval Mazzei Nogueira e Maria Ignez França Mazzei Nogueira. Nascimento: 11/11/1955. Local: São Paulo SP. Certidão de Nascimento / RG / CPF (PASTA I - DOC I -1) 1. Cargos atuais na carreira universitária 1.1 Professor Doutor 2 no Departamento de Administração da FEA-USP (2012) (PASTA I - DOC I - 2.1) 1.2 Professor Titular no departamento de Administração da FEA-PUCSP (2004) (PASTA I - DOC I - 2.2) 2. Endereço profissional e residencial 2.1 Endereço Profissional: FEA-USP, Avenida Luciano Gualberto 908, CEP: , São Paulo SP, Sala E-196, tel Endereço Residencial: Rua Marcelina 555, CEP: , São Paulo SP, Vila Romana, Tel Tel. Cel Sociedades científicas ou profissionais a que pertence 3.1 Membro participante da ALAST Associação Latino Americana de Sociologia do Trabalho. 3.2 Membro participante da Associação Nacional de Pós-Graduação em Ciências Sociais ANPOCS. 3.3 Membro participante da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração ANPAD. 3.4 Membro participante da Associação Latino Americana de Sociologia - ALAS.

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE O roteiro e normas abaixo discriminados foram aprovados pela Congregação da FEA em 17.8.2005. ROTEIRO E NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE UM MEMORIAL PADRÃO PARA CONCURSOS DA CARREIRA DOCENTE NA FEA SUMÁRIO (para

Leia mais

NORMAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DA FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

NORMAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DA FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO NORMAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DA FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO I - II - III IV - COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA DO PROGRAMA

Leia mais

EDITAL Nº 003, de 05 de dezembro de 2014.

EDITAL Nº 003, de 05 de dezembro de 2014. EDITAL Nº 003, de 05 de dezembro de 2014. A Faculdade de Ciências Humanas (FCH), da Fundação Universidade Federal da Grande Dourados, torna público o presente Edital para abertura de inscrições visando

Leia mais

Edital nº 74, de NOVEMBRO de 2015, publicado no Diário Oficial da União nº 211, de 05 de NOVEMBRO de 2015.

Edital nº 74, de NOVEMBRO de 2015, publicado no Diário Oficial da União nº 211, de 05 de NOVEMBRO de 2015. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO ACADÊMICO DO AGRESTE NÚCLEO DE GESTÃO CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 74, de NOVEMBRO de 2015, publicado

Leia mais

Como elaborar Memorial e Curriculum Vitae

Como elaborar Memorial e Curriculum Vitae Como elaborar Memorial e Curriculum Vitae Luciana Pizzani Rosemary Cristina da Silva Memorial Memorial é o relatório circunstanciado que se apresenta à comissão de progressão funcional, o qual inclui a

Leia mais

NORMAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA DA FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

NORMAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA DA FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO NORMAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA DA FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO I. COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA DO PROGRAMA (CCP) 1. A Comissão

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE LETRAS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE LETRAS DEPARTAMENTO DE LETRAS CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES E PROGRAMA Edital nº 74, de NOVEMBRO de 2015, publicado no Diário Oficial da União nº 211, de 05

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO Departamento de Arquitetura e Urbanismo

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO Departamento de Arquitetura e Urbanismo Departamento de Arquitetura e Urbanismo CONCURSO PÚBLICO DE TÍTULOS E PROVAS PARA PROVIMENTO DE UM CARGO DE PROFESSOR ADJUNTO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERENAMBUCO, ÁREA: TEORIA E HISTÓRIA DA ARQUITETURA,

Leia mais

FUNDAÇÃO INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO

FUNDAÇÃO INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO FUNDAÇÃO INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO PGT- Programa de Gestão da Inovação e Projetos Tecnológicos Educação Continuada em Gestão de Projetos: a Experiência da FIA/FEA/USP Prof. Roberto Sbragia rsbragia@usp.com.br

Leia mais

UNIARA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ARARAQUARA MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO: PROCESSOS DE ENSINO, GESTÃO E INOVAÇÃO REGULAMENTO SUMÁRIO

UNIARA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ARARAQUARA MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO: PROCESSOS DE ENSINO, GESTÃO E INOVAÇÃO REGULAMENTO SUMÁRIO UNIARA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ARARAQUARA MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO: PROCESSOS DE ENSINO, GESTÃO E INOVAÇÃO REGULAMENTO SUMÁRIO TÍTULO I - APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA... 1 TÍTULO II - DOS OBJETIVOS...

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL PPGEdu/FAED/UFGD Nº 03 DE 30 DE ABRIL DE 2015. A COORDENADORA DO da da, no uso de suas atribuições, torna público o presente edital, para a abertura de inscrições visando a seleção de candidato

Leia mais

CRÉDITOS MÍNIMOS. 1. Do candidato ao grau de Mestre serão exigidos, no mínimo, 128 unidades de crédito, assim distribuídos:

CRÉDITOS MÍNIMOS. 1. Do candidato ao grau de Mestre serão exigidos, no mínimo, 128 unidades de crédito, assim distribuídos: NORMAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CONTROLADORIA E CONTABILIDADE DA FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO I - II - III IV - COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA

Leia mais

UNIVERSIDADE BANDEIRANTE DE SÃO PAULO DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU E PESQUISA

UNIVERSIDADE BANDEIRANTE DE SÃO PAULO DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU E PESQUISA EDITAL 59-1/2012 ABRE PERÍODO DE INSCRIÇÃO PARA VAGAS REMANESCENTES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU - MESTRADO PROFISSIONAL ADOLESCENTE EM CONFLITO COM A LEI DA UNIVERSIDADE BANDEIRANTE DE SÃO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE MÚSICA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE MÚSICA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE MÚSICA CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 74, de 04 de NOVEMBRO de

Leia mais

EDITAL Nº 01, de 04 de dezembro de 2014.

EDITAL Nº 01, de 04 de dezembro de 2014. EDITAL Nº 01, de 04 de dezembro de 2014. A Faculdade de Ciências Humanas (FCH), da Fundação Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), torna público o presente Edital para abertura de inscrições,

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE NORMAS ESPECÍFICAS DA FEA SÃO PAULO I Taxas 1. Não serão cobradas taxas nos processos seletivos dos programas de pós-graduação desta Faculdade. 2. Não será cobrada dos alunos especiais taxa de matrícula

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA PARA SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FAL Nº. 01/2013

EDITAL DE ABERTURA PARA SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FAL Nº. 01/2013 Página 1 de 10 EDITAL DE ABERTURA PARA SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FAL Nº. 01/2013 1. DEFINIÇÃO: A FACULDADE AMÉRICA LATINA - FAL, através da Direção torna pública a abertura do

Leia mais

64 pontos não remunerada.

64 pontos não remunerada. UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL RESOLUÇÃO 001/2015 ESTABELECE PROCEDIMENTOS E PARÂMETROS AVALIATIVOS PARA PROGRESSÃO DE DOCENTES À CLASSE E PROFESSOR TITULAR ANEXO

Leia mais

MBA em Marketing Estratégico

MBA em Marketing Estratégico MBA em Marketing Estratégico Público - alvo O MBA em Marketing Estratégico é indicado para profissionais com experiência profissional mínima de três anos, com formação universitária em qualquer área e

Leia mais

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU USJT REGULAMENTO INTERNO DO CURSO DE MESTRADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU USJT REGULAMENTO INTERNO DO CURSO DE MESTRADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU USJT REGULAMENTO INTERNO DO CURSO DE MESTRADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA CEPE 04/12/2013 I - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1 o O Curso de Mestrado do Programa

Leia mais

RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 013 / 2015

RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 013 / 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas - UNIFAL-MG Pró-Reitoria de Graduação Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700 - Alfenas/MG - CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1329 Fax: (35) 3299-1078 grad@unifal-mg.edu.br

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO Programa de Pós-Graduação em Educação Física

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO Programa de Pós-Graduação em Educação Física EDITAL Nº. 003/2015 PPGEF-UNIVASF PROCESSO DE SELEÇÃO DE BOLSAS DE MESTRADO 1. PREÂMBULO A Coordenação do da Universidade Federal do Vale do São Francisco (PPGEF-UNIVASF), torna público o presente Edital

Leia mais

Universidade de São Paulo Faculdade de Medicina. Regulamento do Programa de Pós-Graduação de Oftalmologia

Universidade de São Paulo Faculdade de Medicina. Regulamento do Programa de Pós-Graduação de Oftalmologia Regulamento do Programa de Pós-Graduação de Oftalmologia I - COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA DE PROGRAMA (CCP) A CCP terá como membros titulares 3 (três) orientadores plenos credenciados no Programa,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI DIAMANTINA MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI DIAMANTINA MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL 01/014 PARA CREDENCIAMENTO DE DOCENTES PERMANENTES E COLABORADORES DO PROGRAMA DE PÓSGRADUAÇÃO MESTRADO PROFISSIONAL INTERDISCIPLINAR EM CIÊNCIAS HUMANS, DA JEQUITINHONHA E MUCURI - UFVJM O Colegiado

Leia mais

NORMAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL (ESTRUTURAS) DA ESCOLA DE ENGENHARIA DE SÃO CARLOS DA USP

NORMAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL (ESTRUTURAS) DA ESCOLA DE ENGENHARIA DE SÃO CARLOS DA USP Normas do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil (Estruturas) - EESC/USP 1 NORMAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL (ESTRUTURAS) DA ESCOLA DE ENGENHARIA DE SÃO CARLOS DA USP I - COMPOSIÇÃO

Leia mais

Normas do Programa Engenharia Química - EEL/USP

Normas do Programa Engenharia Química - EEL/USP Normas do Programa Engenharia Química - EEL/USP I - COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA DE PROGRAMA (CCP) A Comissão Coordenadora de Programa (CCP) em Engenharia Química (PPG-EQ) será constituída por 4

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO ACADÊMICO DO AGRESTE NÚCLEO DE DESIGN

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO ACADÊMICO DO AGRESTE NÚCLEO DE DESIGN SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO ACADÊMICO DO AGRESTE NÚCLEO DE DESIGN CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 05, de 11 de fevereiro de 2014, publicado

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE LETRAS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE LETRAS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE LETRAS CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 03, de 05 de fevereiro de

Leia mais

MESTRADO EM ECONOMIA E CIÊNCIA POLÍTICA MENÇÃO EM RELAÇÕES INTERNACIONAIS

MESTRADO EM ECONOMIA E CIÊNCIA POLÍTICA MENÇÃO EM RELAÇÕES INTERNACIONAIS PROGRAMA INTERNACIONAL pós-graduação stricto sensu MESTRADO EM ECONOMIA E CIÊNCIA POLÍTICA MENÇÃO EM RELAÇÕES INTERNACIONAIS Programa Internacional PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU RESOLUÇÃO E RECONHECIMENTO

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 032/2013

RESOLUÇÃO N. 032/2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA RESOLUÇÃO N. 032/2013 Dispõe sobre o estabelecimento/aplicação de critérios para avaliação de docentes com vistas a promoção e progressão na classe

Leia mais

NORMAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA HIDRÁULICA E SANEAMENTO DA ESCOLA DE ENGENHARIA DE SÃO CARLOS DA USP

NORMAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA HIDRÁULICA E SANEAMENTO DA ESCOLA DE ENGENHARIA DE SÃO CARLOS DA USP NORMAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA HIDRÁULICA E SANEAMENTO DA ESCOLA DE ENGENHARIA DE SÃO CARLOS DA USP I - COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA DO PROGRAMA (CCP) A Comissão Coordenadora

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CARGO PROFESSOR BOLSISTA

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CARGO PROFESSOR BOLSISTA CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CARGO PROFESSOR BOLSISTA Edital nº 002/2015 de 07 de Maio de 2015. O Coordenador Geral do Núcleo de Ensino a Distância

Leia mais

REGIMENTO DO CENTRO DE PESQUISA - CEPESq PROF. PASQUALE CASCINO

REGIMENTO DO CENTRO DE PESQUISA - CEPESq PROF. PASQUALE CASCINO REGIMENTO DO CENTRO DE PESQUISA - CEPESq CAPÍTULO I DA SEDE E FORO Artigo 1º - O CENTRO DE ENSINO E PESQUISA CEPESq PROF. PASQUALE CASCINO com sede e foro na cidade de São Paulo, à Avenida João Dias, 2046

Leia mais

MBA em Marketing Estratégico

MBA em Marketing Estratégico MBA em Marketing Estratégico Público - alvo O MBA em Marketing Estratégico é indicado para profissionais com experiência profissional mínima de três anos, com formação universitária em qualquer área e

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE TECNOLOGIA E GEOCIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE TECNOLOGIA E GEOCIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE TECNOLOGIA E GEOCIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 74,

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO I. Objetivos II. Modalidades Pós Graduação Stricto Sensu: Pós Graduação Lato Sensu: Especialização

PÓS-GRADUAÇÃO I. Objetivos II. Modalidades Pós Graduação Stricto Sensu: Pós Graduação Lato Sensu: Especialização PÓS-GRADUAÇÃO O Programa de Pós Graduação Lato Sensu da FAEC foi aprovado pela Resolução do CAS, ATA 001/08, de 12 de março de 2008 e será implantado a partir do primeiro semestre de 2010, após aprovação

Leia mais

EDITAL Nº 01/2013 - DG

EDITAL Nº 01/2013 - DG MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA CÂMPUS SÃO VICENTE DO SUL Rua 20 de Setembro, s/nº - 97420-000 São

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL E MEIO AMBIENTE - UNIARA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL E MEIO AMBIENTE - UNIARA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL E MEIO AMBIENTE - UNIARA ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: DINÂMICA REGIONAL E ALTERNATIVAS DE SUSTENTABILIDADE. CAPÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO DO PROGRAMA

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 133/2014-CEPE, DE 22 DE MAIO DE 2014.

RESOLUÇÃO Nº 133/2014-CEPE, DE 22 DE MAIO DE 2014. RESOLUÇÃO Nº 133/2014-CEPE, DE 22 DE MAIO DE 2014. Aprova o Regulamento do Programa Casulo Sócio-Tecnológico de Apoio e Desenvolvimento em Gestão Social, Inovação e sustentabilidade. O CONSELHO DE ENSINO,

Leia mais

PRÓ-DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU - PROPESP POLÍTICA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

PRÓ-DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU - PROPESP POLÍTICA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU PRÓ-DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU - PROPESP POLÍTICA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU A Pesquisa e a Pós-Graduação Stricto Sensu são atividades coordenadas por uma mesma

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO DA ESCOLA DE ARQUITETURA DA UFMG. TÍTULO I. Da Natureza e dos Objetivos

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO DA ESCOLA DE ARQUITETURA DA UFMG. TÍTULO I. Da Natureza e dos Objetivos 1 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO DA ESCOLA DE ARQUITETURA DA UFMG TÍTULO I. Da Natureza e dos Objetivos Art. 1 o O Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo

Leia mais

A Escola. Com uma média de 1.800 alunos por mês, a ENAP oferece cursos presenciais e a distância

A Escola. Com uma média de 1.800 alunos por mês, a ENAP oferece cursos presenciais e a distância A Escola A ENAP pode contribuir bastante para enfrentar a agenda de desafios brasileiros, em que se destacam a questão da inclusão e a da consolidação da democracia. Profissionalizando servidores públicos

Leia mais

Ciências Humanas. Relatoria. Grupo de Trabalho (GT1) I Seminário de Avaliação da Pós- Graduação da Universidade Brasília

Ciências Humanas. Relatoria. Grupo de Trabalho (GT1) I Seminário de Avaliação da Pós- Graduação da Universidade Brasília I Seminário de Avaliação da Pós- Graduação da Universidade Brasília Relatoria Grupo de Trabalho (GT1) Realização Decanato de Pesquisa e Pós-Graduação (DPP) da Universidade de Brasília Brasília DF, 6 a

Leia mais

Programa de Pós- Graduação em Administração

Programa de Pós- Graduação em Administração Programa de Pós- Graduação em Administração Campus Santa Cruz MESTRADO PROFISSIONAL EM ADMINISTRAÇÃO PROPOSTA APROVADA CAPES Mestrado Profissional em Administração O Programa de Pós Graduação Stricto Sensu

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DOCENTE PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CIENTÍFICA (PIBID/FAI) EDITAL N O.

EDITAL DE SELEÇÃO DOCENTE PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CIENTÍFICA (PIBID/FAI) EDITAL N O. EDITAL DE SELEÇÃO DOCENTE PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CIENTÍFICA (PIBID/FAI) EDITAL N O. 004/15 1. APRESENTAÇÃO A Direção-Geral das FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS

Leia mais

ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Sistemas Logísticos

ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Sistemas Logísticos Regulamento do Programa de em Engenharia de Sistemas Logísticos I Composição da Comissão Coordenadora de Programa (CCP) A CCP do Programa de Engenharia de Sistemas Logísticos é constituída por 3 (três)

Leia mais

EDITAL 03/2014 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA

EDITAL 03/2014 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA EDITAL 03/2014 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA A Faculdade Católica Dom Orione, Araguaína TO, informa aos interessados que estão abertas as inscrições para o Curso de Especialização em EDUCAÇÃO

Leia mais

GRUPO XV GRUPO DE ESTUDO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA, PESQUISA E DESENVOLVIMENTO GPD NÚCLEO DE PESQUISA EM ENERGIA: FINANÇAS E TECNOLOGIA NPEFT

GRUPO XV GRUPO DE ESTUDO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA, PESQUISA E DESENVOLVIMENTO GPD NÚCLEO DE PESQUISA EM ENERGIA: FINANÇAS E TECNOLOGIA NPEFT SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GPD - 13 16 a 21 Outubro de 2005 Curitiba Paraná GRUPO XV GRUPO DE ESTUDO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA, PESQUISA E DESENVOLVIMENTO GPD

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AQUICULTURA DO CENTRO DE AQÜICULTURA DA UNESP - CAUNESP DOS OBJETIVOS DO CORPO DOCENTE

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AQUICULTURA DO CENTRO DE AQÜICULTURA DA UNESP - CAUNESP DOS OBJETIVOS DO CORPO DOCENTE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AQUICULTURA DO CENTRO DE AQÜICULTURA DA UNESP - CAUNESP DOS OBJETIVOS Artigo 1º - O Programa de Pós-graduação em Aqüicultura do Centro de Aqüicultura da Unesp

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA PARA SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FTSG Nº. 01/2013

EDITAL DE ABERTURA PARA SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FTSG Nº. 01/2013 Página 1 de 10 EDITAL DE ABERTURA PARA SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FTSG Nº. 01/2013 1. DEFINIÇÃO: A FACULDADE TECNOLOGIA DA SERRA GAUCHA - FTSG, através da Direção torna pública

Leia mais

MESTRADO EM ECONOMIA E CIÊNCIAS POLÍTICAS PROGRAMA INTERNACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

MESTRADO EM ECONOMIA E CIÊNCIAS POLÍTICAS PROGRAMA INTERNACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU MESTRADO EM ECONOMIA E CIÊNCIAS POLÍTICAS PROGRAMA INTERNACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU COMPROMISSO E QUALIDADE: ESEADE - Instituto Universitário, experiência e trajetória internacional na Educação,

Leia mais

REGIMENTO DA ESCOLA DE ENGENHARIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL

REGIMENTO DA ESCOLA DE ENGENHARIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL REGIMENTO DA ESCOLA DE ENGENHARIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL Sumário TÍTULO I - DA ESCOLA DE ENGENHARIA E SEUS FINS TÍTULO II - DOS ÓRGÃOS DA ADMINISTRAÇÃO DA ESCOLA DE ENGENHARIA CAPÍTULO

Leia mais

PROJETO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Gestão e Relações Internacionais

PROJETO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Gestão e Relações Internacionais PROJETO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Gestão e Relações Internacionais IDENTIFICAÇÃO DO CURSO Curso de Especialização em Gestão e Relações Internacionais Área de Conhecimento: Ciências Sociais Aplicadas

Leia mais

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Gestão de Projetos

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Gestão de Projetos DESCRITIVO DE CURSO MBA em Gestão de Projetos 1. Posglobal Após a profunda transformação trazida pela globalização estamos agora em uma nova fase. As crises econômica, social e ambiental que apontam a

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO: MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO EM SAÚDE

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE: ABORDAGEM

Leia mais

CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 144, DE 10 DE SETEMBRO DE 2015.

CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 144, DE 10 DE SETEMBRO DE 2015. CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 144, DE 10 DE SETEMBRO DE 2015. Institui os Programas de Apoio ao Desenvolvimento da Ciência, Tecnologia e Inovação à Pesquisa e à Formação de Recursos Humanos em Ciência

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 009/2015 CONSUP DE 01 DE JUNHO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 009/2015 CONSUP DE 01 DE JUNHO DE 2015 RESOLUÇÃO Nº 009/2015 CONSUP DE 01 DE JUNHO DE 2015 APROVA O PROGRAMA DE APOIO À PESQUISA E INOVAÇÃO DA FACULDADE TERRA NORDESTE - FATENE O DIRETOR GERAL DA FACULDADE TERRA NORDESTE - FATENE, no uso de

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO DA UNESP FFC/MARÍLIA. Seção I. Dos Objetivos

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO DA UNESP FFC/MARÍLIA. Seção I. Dos Objetivos REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO DA UNESP FFC/MARÍLIA Seção I Dos Objetivos Artigo 1º O Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília será estruturado

Leia mais

REGIMENTO GERAL DA PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

REGIMENTO GERAL DA PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU REGIMENTO GERAL DA PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU (Regimento aprovado pelo Conselho Deliberativo da Fiocruz em 28/08/2008) 1. Dos Objetivos 1.1. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) oferece programas de pós-graduação

Leia mais

ANEXO III. Cronograma detalhado do PROAVI

ANEXO III. Cronograma detalhado do PROAVI ANEXO III Cronograma detalhado do PROAVI 65 PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA PUC-CAMPINAS CRONOGRAMA COMPLEMENTAR DETALHANDO AS ATIVIDADES E AS AÇÕES DE DIVULGAÇÃO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO CENTRO TÉCNICO ECONÔMICO DE ASSESSORIA EMPRESARIAL CTAE

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO CENTRO TÉCNICO ECONÔMICO DE ASSESSORIA EMPRESARIAL CTAE UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS - UNICAMP INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS - IFCH DEPARTAMENTO DE ECONOMIA E PLANEJAMENTO ECONÔMICO - DEPE CENTRO TÉCNICO ECONÔMICO DE ASSESSORIA EMPRESARIAL

Leia mais

Manual do Aluno. Escola de Engenharia Kennedy. Faculdade Kennedy. Faculdade de Ciências jurídicas Prof. Alberto Deodato

Manual do Aluno. Escola de Engenharia Kennedy. Faculdade Kennedy. Faculdade de Ciências jurídicas Prof. Alberto Deodato Manual do Aluno Escola de Engenharia Kennedy Faculdade Kennedy Faculdade de Ciências jurídicas Prof. Alberto Deodato Apresentação 01 Missão Escola de Engenharia e Faculdade Kennedy Missão Faculdade de

Leia mais

Parâmetros para avaliação de mestrado profissional*

Parâmetros para avaliação de mestrado profissional* Parâmetros para avaliação de mestrado profissional* 1. Natureza do mestrado profissional A pós-graduação brasileira é constituída, atualmente, por dois eixos claramente distintos: o eixo acadêmico, representado

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 10/05-CEPE

RESOLUÇÃO Nº 10/05-CEPE RESOLUÇÃO Nº 10/05-CEPE Fixa a tabela de pontuação para avaliação de currículo para concurso público na carreira de Magistério Superior da UFPR. 1 O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, órgão normativo,

Leia mais

V - promover a cooperação internacional na área de ciência, tecnologia e inovação;

V - promover a cooperação internacional na área de ciência, tecnologia e inovação; DECRETO Nº 7.642, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2011 * Programa Ciência sem Fronteiras. * Institui o Programa Ciência sem Fronteiras. A Presidenta da República, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84,

Leia mais

UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL EDITAL N.º 5/2011

UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL EDITAL N.º 5/2011 EDITAL N.º 5/2011 Edital de abertura de inscrições para seleção de docentes na área de Ciências Sociais Aplicadas, para atuação no Programa de Pós- Graduação Stricto Sensu em Turismo e em ensino, pesquisa

Leia mais

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Liderança e Gestão de Pessoas

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Liderança e Gestão de Pessoas DESCRITIVO DE CURSO MBA em Liderança e Gestão de Pessoas 1. Posglobal Após a profunda transformação trazida pela globalização estamos agora em uma nova fase. As crises econômica, social e ambiental que

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO ACADÊMICO DE VITÓRIA CAV

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO ACADÊMICO DE VITÓRIA CAV CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 0, de 05 de abril de 0, publicado no Diário Oficial da União nº 66, de 08 de abril de 0. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES,

Leia mais

REGIMENTO INTERNO RESOLUÇÃO Nº 01/CEPE, DE 27 DE MARÇO DE 2008 APROVADO NO CTC/CAPES EM 18 DE SETEMBRO DE 2008. Fortaleza-Ceará - 2008 -

REGIMENTO INTERNO RESOLUÇÃO Nº 01/CEPE, DE 27 DE MARÇO DE 2008 APROVADO NO CTC/CAPES EM 18 DE SETEMBRO DE 2008. Fortaleza-Ceará - 2008 - PÓS-GRADUAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS MESTRADO - DOUTORADO CONCEITO 4 - CAPES REGIMENTO INTERNO RESOLUÇÃO Nº 01/CEPE, DE 27 DE MARÇO DE 2008 APROVADO NO CTC/CAPES EM 18 DE SETEMBRO DE 2008 Fortaleza-Ceará

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES INSTRUÇÃO NORMATIVA 001/2014

ATIVIDADES COMPLEMENTARES INSTRUÇÃO NORMATIVA 001/2014 CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLA DE NEGÓCIOS ATIVIDADES COMPLEMENTARES INSTRUÇÃO NORMATIVA 001/2014 Rev.: 9 18/09/2014 CURITIBA - PR, 2014 SUMÁRIO CAPITULO I DAS ATIVIDADES... 2 CAPITULO II - DO APROVEITAMENTO

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MESTRADO STRICTO SENSU EM MATEMÁTICA DOS OBJETIVOS DA ORGANIZAÇÃO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MESTRADO STRICTO SENSU EM MATEMÁTICA DOS OBJETIVOS DA ORGANIZAÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MESTRADO STRICTO SENSU EM MATEMÁTICA DOS OBJETIVOS Art. 1º - O Programa de Mestrado Stricto Sensu em Matemática (PMAT) da Universidade Federal de Itajubá têm por objetivo formar

Leia mais

Comunicação e Gestão de Pessoas

Comunicação e Gestão de Pessoas PÓS-GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÂO 1ª TURMA 2008/1 Comunicação e Gestão de Pessoas Pro-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa Coordenação de Pós-Graduação Lato Senso Departamento de Letras e Secretariado Executivo

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO. Pós-graduação

MANUAL DO CANDIDATO. Pós-graduação MANUAL DO CANDIDATO Pós-graduação Prezado(a) Candidato(a), Agradecemos o interesse pelos nossos cursos. Este manual contém informações básicas pertinentes ao curso, tais como: objetivos do curso e das

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ENGENHARIA ELÉTRICA Ifes Campus Vitória TÍTULO I DOS OBJETIVOS E DA ORGANIZAÇÃO GERAL

REGIMENTO INTERNO DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ENGENHARIA ELÉTRICA Ifes Campus Vitória TÍTULO I DOS OBJETIVOS E DA ORGANIZAÇÃO GERAL REGIMENTO INTERNO DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ENGENHARIA ELÉTRICA Ifes Campus Vitória TÍTULO I DOS OBJETIVOS E DA ORGANIZAÇÃO GERAL Art. 1º - O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do

Leia mais

Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017

Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Escola Técnica de Saúde Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017 Proposta de trabalho apresentada como pré-requisito para inscrição no processo

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE LETRAS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE LETRAS DEPARTAMENTO DE LETRAS Edital nº 68, de 22 de julho de 2014, publicado no Diário Oficial da União nº 140, de 24 de julho de 2014. CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES

Leia mais

Gestores de pessoas das secretarias, autarquias e Procuradoria Geral do Estado de São Paulo.

Gestores de pessoas das secretarias, autarquias e Procuradoria Geral do Estado de São Paulo. FOCO: Conceitos fundamentais sobre a gestão estratégica de recursos humanos e sobre principais dimensões da gestão de pessoas em geral e no serviço público paulista em particular. PÚBLICO ALVO: Gestores

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU R E G I M E N T O G E R A L PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Regimento Geral PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Este texto foi elaborado com as contribuições de um colegiado de representantes da Unidades Técnico-científicas,

Leia mais

Oncologia Normas Específicas

Oncologia Normas Específicas Oncologia Normas Específicas I COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA DO PROGRAMA (CCP) A CCP do Programa de Pós-graduação em ONCOLOGIA será constituída pelo Coordenador do Programa e seu Suplente; mais 1

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO CAPITULO I DAS FINALIDADES Art. 1º - Os cursos de pós-graduação da UNIABEU são regidos pela Lei Federal 9394/96 Lei de Diretrizes

Leia mais

CAPÍTULO I Das definições preliminares, das e dos objetivos.

CAPÍTULO I Das definições preliminares, das e dos objetivos. Resolução n.º 03/2010 Regulamenta os Cursos de Pós-Graduação da Faculdade Campo Real. O CONSU Conselho Superior, por meio do Diretor Geral da Faculdade Campo Real, mantida pela UB Campo Real Educacional

Leia mais

DOUTORADO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

DOUTORADO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS PROGRAMA INTERNACIONAL pós-graduação stricto sensu DOUTORADO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS Programa Internacional PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU RESOLUÇÃO E RECONHECIMENTO DO MESTRADO DOUTORADO EM ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA O CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE DE ARACRUZ - FAACZ ARACRUZ 2010 CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES

Leia mais

X Encontro Nacional de Escolas de Governo

X Encontro Nacional de Escolas de Governo X Encontro Nacional de Escolas de Governo Painel Cursos de pós-graduação nas escolas de governo A experiência da Enap na oferta de cursos de pós-graduação lato sensu Carmen Izabel Gatto e Maria Stela Reis

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA PARA SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FSG Nº. 03/2013

EDITAL DE ABERTURA PARA SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FSG Nº. 03/2013 Página 1 de 10 1. DEFINIÇÃO: EDITAL DE ABERTURA PARA SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FSG Nº. 03/2013 A FACULDADE DA SERRA GAÚCHA-FSG, através da Direção torna pública a abertura do Processo

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE TECNOLOGIA E GEOCIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE MINAS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE TECNOLOGIA E GEOCIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE MINAS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE TECNOLOGIA E GEOCIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE MINAS CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 101, de

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM POLÍTICA E RELAÇÕES GOVERNAMENTAIS

PÓS-GRADUAÇÃO EM POLÍTICA E RELAÇÕES GOVERNAMENTAIS PÓS-GRADUAÇÃO EM POLÍTICA E RELAÇÕES GOVERNAMENTAIS Parceria: Ingresso Agosto 2015 Informações: (51) 3218-1400 - www.espm.br/mba Pós-Graduação em Política e Relações Governamentais O programa objetiva

Leia mais

UNESP UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CÂMPUS DE FRANCA Faculdade de Ciências Humanas e Sociais

UNESP UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CÂMPUS DE FRANCA Faculdade de Ciências Humanas e Sociais UNESP UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CÂMPUS DE FRANCA Faculdade de Ciências Humanas e Sociais Programa de Pós-Graduação em Serviço Social PPGSS EDITAL PPGSS PROCESSO SELETIVO - 2016 Comunicamos aos interessados

Leia mais

Mestrados Profissionais em Segurança Pública. Documento do Workshop Mestrado Profissional em Segurança Pública e Justiça Criminal

Mestrados Profissionais em Segurança Pública. Documento do Workshop Mestrado Profissional em Segurança Pública e Justiça Criminal I- Introdução Mestrados Profissionais em Segurança Pública Documento do Workshop Mestrado Profissional em Segurança Pública e Justiça Criminal Este documento relata as apresentações, debates e conclusões

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL E MEIO AMBIENTE - UNIARA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL E MEIO AMBIENTE - UNIARA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL E MEIO AMBIENTE - UNIARA ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: DINÂMICAS TERRITORIAIS E ALTERNATIVAS DE SUSTENTABILIDADE. CAPÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO

Leia mais

Síntese do plano de atuação da CPA- ciclo avaliativo 2008/2010

Síntese do plano de atuação da CPA- ciclo avaliativo 2008/2010 Síntese do plano de atuação da CPA- ciclo avaliativo 2008/2010 O trabalho da CPA/PUCSP de avaliação institucional está regulamentado pela Lei federal nº 10.861/04 (que institui o SINAES), artigo 11 e pelo

Leia mais

MBA ESTRATÉGIAS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. Arcos Dorados

MBA ESTRATÉGIAS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. Arcos Dorados MBA ESTRATÉGIAS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Arcos Dorados MBA ESTRATÉGIAS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Sustentabilidade deixou de ser uma escolha e tornou-se premissa fundamental para a competitividade

Leia mais

MBA Gestão de Pessoas Ênfase em Estratégias

MBA Gestão de Pessoas Ênfase em Estratégias MBA Gestão de Pessoas Ênfase em Estratégias Curso de Pós-Graduação Lato Sensu Especialização (versão 2011) Coordenação Acadêmica: Maria Elizabeth Pupe Johann OBJETIVOS: Objetivo Geral: - Promover o desenvolvimento

Leia mais

Minuta do Capítulo 10 do PDI: Relações Externas

Minuta do Capítulo 10 do PDI: Relações Externas Minuta do Capítulo 10 do PDI: Relações Externas Elaborada pela Diretoria de Extensão e pela Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação 1 1 Esta minuta será apreciada pelo Colegiado de Ensino, Pesquisa

Leia mais

Processo Seletivo 2011 1º Semestre. Programa de Mestrado em Ciências Contábeis

Processo Seletivo 2011 1º Semestre. Programa de Mestrado em Ciências Contábeis Processo Seletivo 2011 1º Semestre Programa de Mestrado em Ciências Contábeis A FECAP Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado de maneira especial foca suas atividades no Programa de Mestrado em Ciências

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 2-CADCAM/C/UNICENTRO, DE 04 DE MAIO DE 2015. Aprova o Regulamento da Farmácia Escola do Campus Cedeteg, UNICENTRO-PR. O PRESIDENTE DO CONSELHO ADMINISTRATIVO DO CAMPUS CEDETEG, UNIDADE UNIVERSITÁRIA

Leia mais

MBA GOVERNANÇA CORPORATIVA (Parceria IBGC)

MBA GOVERNANÇA CORPORATIVA (Parceria IBGC) MBA GOVERNANÇA CORPORATIVA (Parceria IBGC) Apresentação FIPECAFI A Faculdade FIPECAFI é mantida pela Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras, criada em 1974. Seus projetos modificaram

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS SECRETARIA DOS CONSELHOS RESOLUÇÃO Nº 195- CEPEX/2007

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS SECRETARIA DOS CONSELHOS RESOLUÇÃO Nº 195- CEPEX/2007 RESOLUÇÃO Nº 195- CEPEX/2007 APROVA O REGULAMENTO DA EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA NO ÂMBITO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS - UNIMONTES O Reitor e Presidente do CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

Leia mais

MBA Gestão de Negócios e Pessoas

MBA Gestão de Negócios e Pessoas PROJETO PEDAGÓGICO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Nome do Curso MBA Gestão de Negócios e Pessoas Área de Conhecimento Ciências Sociais Aplicadas Nome do Coordenador do Curso e Breve Currículo: Prof.

Leia mais