Identificação do público-alvo

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Identificação do público-alvo"

Transcrição

1 Prof. Edmundo W. Lobassi O profundo conhecimento dos hábitos, atitudes e comportamento de seu público-alvo é uma das principais decisões estratégicas para o sucesso de qualquer ação de comunicação. Afinal de contas, você esta definindo com QUEM estará se comunicando. (Prof. Edmundo W. Lobassi) 1

2 O profundo conhecimento dos hábitos, atitudes e comportamento de seu público-alvo é uma das principais decisões estratégicas para o sucesso de qualquer ação de comunicação. Afinal de contas, você esta definindo com QUEM estará se comunicando. Para que você possa definir como é seu consumidor, você não pode se deixar influenciar pelo seu estilo de vida pessoal ou por seus vizinhos. Imagine o enigma da esfinge decifra-me ou te devoro. Se você identificar superficialmente seu público estará cometendo um erro de julgamento que comprometerá todo seu esforço de marketing já que com muita certeza estará dirigindo seus esforços de comunicação para o público errado. Muitos imaginam que o mercado brasileiro tem o mesmo comportamento da população do quadrilátero Paulista/ Consolação/Faria Lima/Cidade Jardim. Cada região tem características e comportamentos totalmente diferentes, mesmo numa cidade como São Paulo, temos colônias de Japoneses, Italianos, Coreanos, Alemães, etc. que mantém seus traços comportamentais, por exemplo, na região da Liberdade circulam dois jornais escritos em japonês o Diário Nipake e São Paulo Shimbun. Na seleção de nosso público alvo, temos a tendência de generalizar com afirmações do tipo: todos que moram no conecte-se Morumbi são da classe sócio-econômica AA, só intelectuais assistem ao Jô, só mulheres da classe AB tingem os cabelos, o que só vem mostrar nossa terrível miopia estratégica. No comportamento de compra de qualquer produto ou serviço encontramos vários papéis: quem influencia na compra, quem decide e quem compra. Além disso, definimos nosso cliente pelos seus hábitos, atitudes, comportamento, anseios e expectativas em relação às promessas e benefícios de nosso produto. As pesquisas qualitativas podem identificar as principais preocupações do consumidor em relação a sua categoria de produto. Por exemplo, na compra de um novo carro, o consumidor analisa de forma racional: marca, modelo, garantia, experiência anterior com a marca. Porém, a recomendação de um amigo, a influência do vendedor no momento da compra e até mesmo a influência de sua esposa ou namorada podem alterar sua decisão. A indústria automobilística identificou que as mulheres influenciam na decisão de compra em mais de 87% dos casos, escolhendo inclusive cor e modelo do automóvel. 2

3 Quem desejamos atingir principalmente? Como são essas pessoas? (hábitos atitudes, anseios em relação ao produto/ categoria, perfil psicografico e dados demograficos) Como é o processo de decisão da compra? (quem decide, quem influencia) O papel do Opinium maker, formador de opinião, é outro fator que influencia a decisão no momento da compra. Lembre-se 10% influencia os outros 90% da população, portanto se você conseguir atingir esses 10% de influenciadores estará no caminho do sucesso na sua estratégia de comunicação. Damos mais crédito às opiniões de nossos amigos e conhecidos, que reconhecemos como conhecedores do assunto no processo de decisão de nossa compra. Com que mensagem básica vamos persuadir estas pessoas? O que as pessoas vão ganhar usando a nossa marca? Porque? Que necessidades psicológicas vamos satisfazer? Imaginem o seguinte, uma mulher gasta em média R$ 250,00 num cabeleireiro para cuidar de seus cabelos, tingi-los, aplicar luzes ou um corte diferenciado, sendo esse profissional o seu maior influenciador na escolha do shampoo e condicionador. As mulheres compram promessas de resultados dos produtos cosméticos, e se você observar em que lugar elas os guardam, encontrará pelo menos quatro marcas diferentes de shampoo e condicionadores, e às vezes uma dezena de cremes para as mais diversas aplicações: olhos, mãos, pele seca, pele mista e por ai vai. Quando uma criança pede a seus pais uma Mc lanche feliz, seu papel é de um forte influenciador emocional. Porém, quem decide e quem compra são seus pais. Sendo assim, a estratégia de comunicação do McDonald s é motivar o influenciador, a criança, com apelos lúdicos e com brinquedos ou jogos que ela ganha ao consumir um Mc lanche feliz. Além disso, esta estratégia está formando também um novo grupo de futuros consumidores dos produtos McDonald s. Portanto, estude pesquisas voltadas para esse fim, ouça a opinião de seus consumidores, ouça pessoas experts nesse assunto, pois nada é mais importante quanto a habilidade de compreender seus clientes e suas emoções. Mais do que isso, aplique todo esse conhecimento com imaginação em sua estratégia de comunicação. 3

4 Vá além dos benefícios, afinal quem lê um livro vive uma aventura, quem compra um inseticida preocupa-se com a saúde da família. Mente do Consumidor Decisões de Compra Características do Consumidor: - Cultural - Social - Pessoal Psicológico Estímulos Externos Marketing Ambiente Processo de Decisão: - Reconhecimento do problema - Busca de informação - Avaliação - Decisão - Compra - Pós-Compra - Escolha do Produto - Escolha da Marca - Escolha do Revendedor - Oportunidade de Compra - Quantidade de compra. O objetivo da propaganda não é vender um produto, um serviço, mas satisfazer as necessidade do consumidor, usando um produto específico como veículo. Os consumidores não compram produtos, compram soluções para seus problemas. Além disso, eles compram produtos que lhe proporcionem benefícios ou satisfações, ou seja, produtos que os façam mais saudáveis, mais queridos, mais atraentes, mais espertos, mais jovens, etc. Sendo assim, quanto maior a necessidade do consumidor e benefício obtido com esses produtos, menos necessária será a propaganda. Quando anunciamos um livro, nós temos que levar o consumidor para mais longe do que o ato de ler, ou seja, temos que levá-lo para o mundo do conhecimento, romance, aventura, etc. Quando anunciamos moda e cosméticos, temos que dar o certificado de que esses produtos fazem a mulher mais amada, mais atraente, mais segura e mais desejada. É por isso que devemos ir além da mera descrição física do produto e associá-lo mais à vontade ou necessidade humana. No processo de decisão na compra industrial, o modelo sofre algumas mudanças como observamos a seguir: Quando lançamos um novo produto ou serviço, atingimos os consumidores com um perfil Inovador, este perfil representa apenas 2,5% de nosso público-alvo, por este motivo o crescimento de vendas é lento na sua introdução. Os adotantes posteriores, são normalmente influenciados pelo comportamento inovador dos formadores de opinião. 4

5 O melhor exemplo disso é o que ocorre com a moda no lançamento de uma nova coleção de primavera em Paris, em que os primeiros consumidores têm um perfil inovador, como por exemplo, artistas, celebridades, personalidades que representam uma massa pequena em volume de compras. A seguir, esta nova coleção passa a ser disponibilizada em lojas de grife para os adotantes e para a maioria imediata. Observamos que em um curto espaço de tempo, encontramos esses modelos em lojas de departamento para a maioria posterior e quando essa moda encontra-se em lojas e comércio populares, atendendo aos retardatários, esse ciclo chega ao final e da-se início um novo ciclo com o lançamento de uma nova coleção outono por exemplo. 2,5% Adotantes Inovadores 13,5% Adotantes Imediatos 34,5% Maioria Imediata 34,5% Maioria Posterior 16% Retardatários Prazo para adoção de inovações O anunciante deve falar com as pessoas que podem se interessar pelo que ele tem a oferecer, ou seja, pessoas que tenham necessidades, que possam ser atendidas por seus produtos ou serviços e, de preferência, definir um grupo homogêneo. Pessoas parecidas sob algum aspecto. Porque elas gostam de sentir que aquele produto, serviço ou loja são para pessoas como elas. Os resultados das pesquisas de audiência são apresentados por grupos sóciodemográficos, ou seja, as pessoas são agrupadas por sexo, classe e idade. Assim, é muito útil procurar definir o público-alvo de acordo com essas características, pois poderemos ver como é que ele se comporta frente ao veículo. A definição da área geográfica também é importante, uma vez que interessa ao anunciante. Mulheres das classes A, B e C, com mais de 40 anos, são exemplo de público-alvo para uma empresa que comercialize produtos de beleza para combater rugas. Se forem muito caros, pode-se restringir a classe social, considerando-se apenas as mulheres de classe A e B. E se estiver fazendo uma promoção com os supermercados em Salvador, o públicoalvo fica assim: mulheres das classes A e B, com mais de 40 anos, residentes na cidade de Salvador. 5

6 PÚBLICO - ALVO - Possíveis consumidores do produto, serviço ou idéia. Grupo homogêneo O Objetivo da Mídia Estamos falando do objetivo de mídia, ou seja, de que forma o anunciante pretende atingir o público-alvo com a veiculação de sua campanha. E, quando falamos de planejar a mídia, a coisa é mais complicada: nem sempre se pode definir com precisão quantas pessoas são possíveis de atingir com a mensagem. De qualquer modo, é importante ter em mente o conceito. O anunciante precisa ter idéia da ordem de grandeza desse valor: com quantas pessoas ele precisa falar para conseguir o que quer. Com o tempo, a experiência acumulada com a veiculação de campanhas e a observação dos resultados ajudam o anunciante a ter uma noção melhor de suas necessidades. - A parcela do grupo que assimila a mensagem Cobertura eficaz OBJETIVO DA MÍDIA Qual a cobertura necessária para atingir o objetivo? Estratégia e prática de mídia Desde o início, duas coisas podem ser consideradas: dimensionar o gasto de acordo com seu orçamento e não convidar mais gente do que se é capaz de atender. É uma decisão estratégica o que chamamos de estratégia de mídia. Definida a estratégia, isto é, de quais recursos se dispõe, que meios serão utilizados, em que regiões e com que intensidade, resta definir a tática de mídia a ser adotada. A questão final é: em quais meios de comunicação o anunciante deve veicular sua campanha, quantas vezes e quando? As veiculações devem ser distribuídas nos veículos mais adequados ao seu público, de forma a atender aos objetivos pretendidos. 6

7 O anunciante deve garantir que o público veja seu comercial em um número mínimo de vezes para entendê-lo, memorizá-lo e motivar sua ação. E é sempre bom lembrar, que a propaganda tem efeito cumulativo. Quem anuncia sempre pode se dar ao luxo de anunciar menos, porque TÁTICA DE MÍDIA estará só relembrando o consumidor de uma marca que está sempre na sua cabeça. PROGRAMAÇÃO Planejar a mídia é muito importante e pode ajudar a garantir o sucesso do investimento do anunciante. E lembre-se: aprende-se planejando e planeja-se melhor na próxima vez. - Conjunto de inserções do comercial ou anúncio distribuídas por veículos, ao longo do tempo, dispostas em um cronograma. saiba mais POSE DE BENS População Brasil: 169,7 milhões, PEA: 98 milhões Telefone fixo em casa: ,7% ( ,6%). Máquina de Lavar: 33,1% das casas. Televisão: 87% da população tem pelo menos um aparelho em casa. Rádio: 87,4% das residências têm um. Geladeira ou Freezer: 83,2% das residências os possuem. Videocassete: 35,3% das casas. Microondas: 19,4% de penetração nos lares. Microcomputador: 10,6%. Carro: em 32,7% dos domicílios. Energia elétrica presente em 93% dos lares. Evangélicos dobra de tamanho: 26,1 milhões de brasileiros (em ,3 milhões). 73,8% da população era católica (em ,7 milhões) 7

8 Seleção do Público-Alvo Critérios Básicos Dados Demográficos Outros Critérios Perfil Renda Idade Sexo Escolaridade Profissão Perfil Psicográfico Hábitos Atitudes Fontes: IBGE Estudos Setor Pesquisas Quantitativas Indicadores Consumo Marplan Relatórios Pesquisas Qualitativas SAC Glossário: Participação ou Share: proporção expressa em percentual do número de pessoas sintonizadas em um veículo, considerando-se apenas os veículos ligados. Penetração: termo usado para definir o índice de atingimento de um determinado veículo sobre o total de consumidores de um meio, segmento de mercado ou região geográfica Planejamento de mídia: planejamento é o ato ou processo de planejar. Em mídia, como em qualquer atividade técnica,, planejar, num sentido amplo, é (1) formular políticas, estabelecendo fins e meios, recursos e instrumentos; (2) definir propósitos e objetivos a partir destes, metas; (3) desenvolver estratégia, estudando diferentes alternativas para executá-la através de táticas predeterminadas; (4) prover critérios de avaliação e de desempenho. 8

9 Público-Alvo: toda a comunicação deve ser direcionada para um público que deseja ou necessita do produto ou serviço em questão. Esse público, potencialmente consumidor, é chamado de público-alvo. Recall: lembrança ou recordação. Informação ou recepção que fica junto ao Target após ter causado um forte efeito por um anúncio ou campanha. Universo: universo de uma pesquisa é o conjunto de pessoas que se quer ver representadas e sobre as quais é preciso descobrir alguma coisa. Share - participação. Target - alvo. Termo utilizado para definir o público-alvo de um plano de comunicação. 9

10 Anotações: bibliografia P.KOTLER - Administração de Marketing, - Editora Practice Hall,10 a. edição,sp, PEPPERS,DON - Marketing Um a Um, Editora Campus, SP, RAPP,STAN E COLLINS,TOM - 5 a. Geração do Marketing, Maximarketing I e II, Editora Makron Books, ZEMKE, RON E SCHAAF, DICK - A Nova Estratégia do Marketing: Atendimento ao Cliente - Editora Harbra, SP, MCKENNA, REGIS - Marketing de Relacionamento: Estratégias bemsucedidas para a Era do Cliente Editora Campus, SP, GIANESI, IRINEU G.N. E CORRÊA, HENRIQUE LUIZ - Fundação Vanzolini Administração Estratégica de Serviços, Operações para a Satisfação do Cliente - Editora Atlas, SP,1996. FITZMMONS, JAMES A. E MONA J - Administração de Serviços - Editora Bookman, 2 a. edição, POA,

Objetivos da comunicação

Objetivos da comunicação Prof. Edmundo W. Lobassi Use palavras simples, que todos compreendam, assim todos irão entendê-lo. (Prof. Edmundo W. Lobassi) 1 Estude algumas pesquisas e ouça pessoas experts, pois nada é mais importante

Leia mais

Estratégias de Comunicação

Estratégias de Comunicação Prof. Edmundo W. Lobassi A propaganda é parte do marketing e uma das ferramentas da comunicação. Uma boa estratégia de marketing não garante que a campanha de propaganda será boa, mas é condição essencial

Leia mais

Programas de incentivo

Programas de incentivo Prof. Edmundo W. Lobassi Hoje, vamos abordar o tema Programas de Incentivo. Muitos profissionais de marketing acreditam que os programas de incentivo estejam sempre vinculados aos esforços de vendas, como

Leia mais

Programa de comunicação com o. público interno - endomarketing

Programa de comunicação com o. público interno - endomarketing Programa de comunicação com o público interno - endomarketing Prof. Edmundo W. Lobassi Primeiramente. precisamos definir nosso público interno. Se vocês pensaram somente nos funcionários, sinto informarlhes,

Leia mais

Programas de Suporte a Força de Vendas

Programas de Suporte a Força de Vendas Prof. Edmundo W. Lobassi Hoje, abordaremos o tema Programas de suporte à força de vendas. Na aula passada, vimos os programas de incentivo como forma de aumentar a venda qualitativa (mix de produtos) e

Leia mais

Os meios de comunicação

Os meios de comunicação Edmundo W. Lobassi A decisão de anunciar; ou seja, de veicular uma campanha publicitária para alavancar o negócio ou melhorar a imagem da sua empresa é muito importante. O anunciante tem grandes expectativas

Leia mais

Análise de Mercado. Análise da Indústria/Setor. Descrição do Segmento de Mercado. Artigos de PN Como fazer Análise de Mercado. josedornelas.com.

Análise de Mercado. Análise da Indústria/Setor. Descrição do Segmento de Mercado. Artigos de PN Como fazer Análise de Mercado. josedornelas.com. Artigos de PN Como fazer Análise de Mercado Análise de Mercado A análise de mercado é um dos componentes do plano de negócios que está relacionado ao marketing da organização. Ela apresenta o entendimento

Leia mais

Estratégias em Propaganda e Comunicação

Estratégias em Propaganda e Comunicação Ferramentas Gráficas I Estratégias em Propaganda e Comunicação Tenho meu Briefing. E agora? Planejamento de Campanha Publicitária O QUE VOCÊ DEVE SABER NO INÍCIO O profissional responsável pelo planejamento

Leia mais

Planejamento de Campanha Publicitária

Planejamento de Campanha Publicitária Planejamento de Campanha Publicitária Prof. André Wander UCAM O briefing chegou. E agora? O profissional responsável pelo planejamento de campanha em uma agência de propaganda recebe o briefing, analisa

Leia mais

FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING. Professor: Arlindo Neto

FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING. Professor: Arlindo Neto FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING Professor: Arlindo Neto Competências a serem trabalhadas GESTÃO DE MARKETING PUBLICIDADE E PROPAGANDA GESTÃO COMERCIAL FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM

Leia mais

Programas de Comunicação Interativa

Programas de Comunicação Interativa Prof. Edmundo W. Lobassi O final do século XX marca uma nova configuração econômica no mundo. A globalização obriga o mercado a posicionar-se de forma diferenciada e esse fato exige, dos anunciantes e

Leia mais

Princípios e Conceitos de Marketing. Prof. Felipe A. Pires

Princípios e Conceitos de Marketing. Prof. Felipe A. Pires Princípios e Conceitos de Marketing Prof. Felipe A. Pires O que é Marketing? É a execução de um conjunto de atividades comerciais, tendo como objetivo final a troca de produtos ou serviços entre produtores

Leia mais

Avaliação da comunicação

Avaliação da comunicação Prof. Edmundo W. Lobassi A avaliação dos resultados da campanha é imprescindível como subsídio para a preparação do plano que se segue. (Prof. Edmundo W. Lobassi) 1 Mensuração dos resultados: A avaliação

Leia mais

Passo 1 - Faça um diagnóstico da comunicação

Passo 1 - Faça um diagnóstico da comunicação Manual Como elaborar uma estratégia de comunicação Índice Introdução Passo 1 - Faça um diagnóstico da comunicação. Passo 2 - Defina os alvos da comunicação Passo 3 - Estabeleça os objetivos da comunicação

Leia mais

SUPERMERCADO & VAREJO

SUPERMERCADO & VAREJO JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC SUPERMERCADO & VAREJO APRESENTAÇÃO O Jornal do Commercio faz parte do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, empresa do grupo JCPM, que atua também

Leia mais

estão em evidência hoje?

estão em evidência hoje? estão em evidência hoje? delas. Muito antes de entender quem eram e como pensavam as mulheres, percebemos que era fundamental identificar as diferenças comportamentais entre homens e mulheres. Afinal,

Leia mais

1 Briefing de Criação

1 Briefing de Criação 1 Briefing de Criação Antecedentes do processo de criação Para se criar uma campanha ou mesmo uma única peça é imprescindível que antes seja feito um briefing para orientar o trabalho do planejamento,

Leia mais

Marketing. Aula 06. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho

Marketing. Aula 06. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Marketing Aula 06 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos multimídia e

Leia mais

JORNAL DO COMMERCIO 2014. Almanaque Publicitário JC FINANÇAS

JORNAL DO COMMERCIO 2014. Almanaque Publicitário JC FINANÇAS FINANÇAS APRESENTAÇÃO O Jornal do Commercio faz parte do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, empresa do grupo JCPM, que atua também nos setores de shoppings centers e empreendimentos imobiliários.

Leia mais

Introdução. Introdução

Introdução. Introdução Prof. Dr. ANDERSON SONCINI PELISSARI Introdução O propósito do marketing e satisfazer as necessidades e desejos dos clientes-alvo. Dessa forma, a análise do comportamento do consumidor visa identificar

Leia mais

Fundamentos e procedimentos para uma análise de mercado na elaboração de projetos de investimentos Parte I

Fundamentos e procedimentos para uma análise de mercado na elaboração de projetos de investimentos Parte I Fundamentos e procedimentos para uma análise de mercado na elaboração de projetos de investimentos Parte I! Como fazer a análise de mercado?! Qual a diferença entre análise de mercado e análise da indústria?!

Leia mais

Segmentação na gestão da comunicação e do marketing

Segmentação na gestão da comunicação e do marketing Segmentação na gestão da comunicação e do marketing Dra. Iara Silva da Silva 6º Encontro Nacional de Comunicação e Relacionamento dos Fundos de Pensão É um processo social e gerencial pelo qual indivíduos

Leia mais

Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis

Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis usados, além do crescimento de renda da população e

Leia mais

Palavras-chave: Peças publicitárias; comerciais marcantes; televisão; criatividade. Área do conhecimento: Ciências Sociais Aplicadas.

Palavras-chave: Peças publicitárias; comerciais marcantes; televisão; criatividade. Área do conhecimento: Ciências Sociais Aplicadas. COMERCIAIS MARCANTES Açucena Vieira de Morais, Daniella Zarro Teixeira Silva Pinto, James da Silva Costa, Ariane Fernanda da Silva Costa, Silene Fernandes Bicudo Univap Universidade do Vale do Paraíba/FCSAC

Leia mais

PLANEJAMENTO DE MÍDIA DIGITAL

PLANEJAMENTO DE MÍDIA DIGITAL PLANEJAMENTO DE MÍDIA DIGITAL Prof. a Fabiana Baraldi - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo o conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros e é protegido

Leia mais

MÉTODOS QUANTITATIVOS EM MARKETING. Prof.: Otávio Figueiredo e-mail: otavio@ufrj.br

MÉTODOS QUANTITATIVOS EM MARKETING. Prof.: Otávio Figueiredo e-mail: otavio@ufrj.br MÉTODOS QUANTITATIVOS EM MARKETING Prof.: Otávio Figueiredo e-mail: otavio@ufrj.br ESTATÍSTICA População e Amostra População Amostra Idéia Principal Resumir para entender!!! Algumas Técnicas Pesquisa de

Leia mais

Planejamento Multimídia. Prof. Bruno Moreno

Planejamento Multimídia. Prof. Bruno Moreno Planejamento Multimídia Prof. Bruno Moreno Sumário 03/03/2011 Ainda Novo Consumidor Vídeo da Não é uma Brastemp Público-alvo Concorrência Apresento-lhes Maria Luiza Vídeo sobre Novo Consumidor http://www.youtube.com/watch?v=riovee0wquq

Leia mais

MARKETING ESTRATÉGICO

MARKETING ESTRATÉGICO MARKETING ESTRATÉGICO O conceito de marketing é uma abordagem do negócio. HOOLEY; SAUNDERS, 1996 Esta afirmação lembra que todos na organização devem se ocupar do marketing. O conceito de marketing não

Leia mais

51% das mulheres brasileiras declaram que estão vivendo melhor do que há um ano

51% das mulheres brasileiras declaram que estão vivendo melhor do que há um ano 51% das mulheres brasileiras declaram que estão vivendo melhor do que há um ano 51% das mulheres brasileiras declaram que estão vivendo melhor do que há um ano Levantamento do IBOPE Media feito em todo

Leia mais

Audiência PAINEL 1 DESTAQUES DO CASE

Audiência PAINEL 1 DESTAQUES DO CASE Audiência Os dados eram muito expressivos e demonstravam a força dos jornais, principalmente em suas cidades sede, mesmo quando comparado a outros meios tidos pelo senso comum do mercado como mais fortes.

Leia mais

PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - NATAL

PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - NATAL PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - NATAL Natal, setembro de 2015 1 Sumário 1. Aspectos Metodológicos... 3 2. Descrição dos Resultados... 4 Itens de comemoração... 4 Gastos com presente... 4 Local e quando compra...

Leia mais

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC TELEFONIA

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC TELEFONIA JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC APRESENTAÇÃO O Jornal do Commercio faz parte do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, empresa do grupo JCPM, que atua também nos setores de shoppings

Leia mais

Crie seu mecanismo de envolvimento: parte 3

Crie seu mecanismo de envolvimento: parte 3 ESCRITO POR David Mogensen PUBLICADO EM Dezembr o 2013 Crie seu mecanismo de envolvimento: parte 3 RESUMO Em um período em que os profissionais de marketing acham que seu trabalho mudou mais em dois anos

Leia mais

YouTube Insights: o que considerar na hora de criar o vídeo da sua campanha

YouTube Insights: o que considerar na hora de criar o vídeo da sua campanha YouTube Insights: o que considerar na hora de criar o vídeo da sua campanha Nesses dez anos de vida do YouTube, o vídeo online passou por transformações significativas, moldou a relação das pessoas Publicado

Leia mais

Problemas de incentivo: Depende da experiência de especialistas (artistas) É difícil fazer contratos que alinhem incentivos

Problemas de incentivo: Depende da experiência de especialistas (artistas) É difícil fazer contratos que alinhem incentivos Propaganda Desafios É difícil medir a resposta à propaganda A demanda é afetada pela concorrência e pelas decisões relativas ao composto de marketing A resposta pode não ocorrer imediatamente Problemas

Leia mais

Modelo de Briefing de Produto - Roteiro de Coleta de Informações - Completo

Modelo de Briefing de Produto - Roteiro de Coleta de Informações - Completo BRIEFING DE PRODUTO Modelo de Briefing de Produto - Roteiro de Coleta de Informações - Completo Modelo Extraído dos livros: Tudo o que você queria saber sobre propaganda e ninguém teve paciência para explicar

Leia mais

Paradigmas e paradoxos da sociedade da informação

Paradigmas e paradoxos da sociedade da informação Paradigmas e paradoxos da sociedade da informação As mudanças DebatePapo Mídia Dalton Pastore - ABAP Caio Barsotti - SECOM José Alves - IVC Orlando Lopes - ABA Impacto da Tecnologia Individualização Acesso

Leia mais

4 passos para uma Gestão Financeira Eficiente

4 passos para uma Gestão Financeira Eficiente 4 passos para uma Gestão Financeira Eficiente Saiba como melhorar a gestão financeira da sua empresa e manter o fluxo de caixa sob controle Ciclo Financeiro Introdução Uma boa gestão financeira é um dos

Leia mais

a) SEGMENTAÇÃO (1) Introdução

a) SEGMENTAÇÃO (1) Introdução a) SEGMENTAÇÃO (1) Introdução Segmentação de mercado é o processo de dividir mercados em grupos de consumidores potenciais com necessidades e/ou características semelhantes e que provavelmente exibirão

Leia mais

Programa de comunicação com o público externo

Programa de comunicação com o público externo Prof. Edmundo W. Lobassi Primeiramente, definiremos quem é nosso público externo. Se você pensou somente nos clientes ou consumidores, sinto informar-lhe, mas você errou novamente, ou melhor, não pensou

Leia mais

Unidade IV. Gerenciamento de Produtos, Serviços e Marcas. Prof a. Daniela Menezes

Unidade IV. Gerenciamento de Produtos, Serviços e Marcas. Prof a. Daniela Menezes Unidade IV Gerenciamento de Produtos, Serviços e Marcas Prof a. Daniela Menezes Tipos de Mercado Os mercados podem ser divididos em mercado de consumo e mercado organizacional. Mercado de consumo: o consumidor

Leia mais

Módulo 12 Segmentando mercados

Módulo 12 Segmentando mercados Módulo 12 Segmentando mercados Há alguns anos que os profissionais de marketing perceberam que não se pode atender todo o mercado com um único composto de produto. Nem todos os consumidores querem um carro

Leia mais

Crie seu mecanismo de engajamento: parte 2. David Mogensen. Novembro 2013

Crie seu mecanismo de engajamento: parte 2. David Mogensen. Novembro 2013 Crie seu mecanismo de engajamento: ESCRITO POR David Mogensen PUBLICADO Novembro 2013 parte 2 O RESUMO A jornada de decisão do consumidor já foi uma linha reta, mas agora é um caminho circular e em desenvolvimento.

Leia mais

coisas que você PRECISA SABER antes de investir em marketing.

coisas que você PRECISA SABER antes de investir em marketing. 10 coisas que você PRECISA SABER antes de investir em marketing. Quem é o seu público? Para quem você quer vender? Parece óbvio, não? Mas muitos empreendedores engasgam para responder esta pergunta. Na

Leia mais

Querida Lojista, O tempo de simplesmente vender a mercadoria para a cliente acabou faz muito tempo. Passamos pela época de encantar as clientes e

Querida Lojista, O tempo de simplesmente vender a mercadoria para a cliente acabou faz muito tempo. Passamos pela época de encantar as clientes e Calendário Lojistas Querida Lojista, O tempo de simplesmente vender a mercadoria para a cliente acabou faz muito tempo. Passamos pela época de encantar as clientes e hoje estamos vivendo os tempos de superar

Leia mais

AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DO SEU ANÚNCIO

AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DO SEU ANÚNCIO 1 AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DO SEU ANÚNCIO O Sr. Asdrúbal Matrimônio, proprietário da gráfica Casamentos & Casórios Ltda., especializada em convites de casamento com dobras e cortes especiais, oferecia um

Leia mais

Conhecimentos em Comércio Eletrônico Capítulo 4 CAPÍTULO 4 VISÃO GERAL DO COMÉRCIO

Conhecimentos em Comércio Eletrônico Capítulo 4 CAPÍTULO 4 VISÃO GERAL DO COMÉRCIO CAPÍTULO 4 VISÃO GERAL DO COMÉRCIO PLANEJAMENTO E MODELOS DE E-COMMERCE Uma das principais características do CE é permitir a criação de novos modelos de negócio. Um modelo de negócio é um método que permite

Leia mais

YouTube Insights: o que considerar na hora de criar o vídeo da sua campanha

YouTube Insights: o que considerar na hora de criar o vídeo da sua campanha YouTube Insights: o que considerar na hora de criar o vídeo da sua campanha Nesses dez anos de vida do YouTube, o vídeo online passou por transformações significativas, moldou a relação das pessoas Publicado

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA Profº Paulo Barreto Paulo.santosi9@aedu.com www.paulobarretoi9consultoria.com.br 1 DO MARKETING À COMUNICAÇÃO Conceitualmente, Marketing é definido por Kotler

Leia mais

OBJETIVO VISÃO GERAL SUAS ANOTAÇÕES

OBJETIVO VISÃO GERAL SUAS ANOTAÇÕES OBJETIVO Combinar peças de mala direta criativas, concisas e sistemáticas com telefonemas, como um meio de formular uma estratégia de exploração e qualificação de prospects (clientes potenciais) mais eficaz

Leia mais

A falta deste rumo traz consequências desastrosas para qualquer ser humano e para qualquer profissional.

A falta deste rumo traz consequências desastrosas para qualquer ser humano e para qualquer profissional. Planejar a vida e carreira traz sucesso e felicidade No mundo globalizado que nos encontramos hoje em dia, as pessoas estão o tempo todo correndo para tudo quanto é lugar e canto de forma desenfreada acreditando

Leia mais

3,3 milhões de exemplares* por mês e 8,7 milhões de leitores**

3,3 milhões de exemplares* por mês e 8,7 milhões de leitores** 16 revistas 3,3 milhões de exemplares* por mês e 8,7 milhões de leitores** Fonte: *IV (Out/09 a Set/10) E **Ipsos-Estudos Marplan/EGM- Out/09 a Set/10 Leitores Ambos, 10/+ anos Audiência Líquida das Revistas

Leia mais

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC SAÚDE

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC SAÚDE JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC APRESENTAÇÃO O Jornal do Commercio faz parte do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, empresa do grupo JCPM, que atua também nos setores de shoppings

Leia mais

11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo IV

11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo IV Mark Ford 11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo IV Capítulo Quatro O Guia Definitivo para enfrentar suas Dívidas Em algum nível, mesmo que rudimentar, todos sabemos que o endividamento é perigoso.

Leia mais

MOBILE MARKETING. Prof. Fabiano Lobo

MOBILE MARKETING. Prof. Fabiano Lobo MOBILE MARKETING Prof. Fabiano Lobo - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo o conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros e é protegido pela legislação

Leia mais

O MARKETING DIRETO COMO CONQUISTA DE CLIENTES

O MARKETING DIRETO COMO CONQUISTA DE CLIENTES O MARKETING DIRETO COMO CONQUISTA DE CLIENTES Rosanne Farineli Peixoto Gomes, Ivonete A. Canuto Dias, Valdete Neri Andrade, Luiz Sérgio Almeida dos Santos e Wagner Conceição INTRODUÇÃO O mercado atual

Leia mais

VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA

VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA 4 E ÚLTIMO MÓDULO: Como Ganhar dinheiro com Mala Direta APRESENTAÇÃO PESSOAL Edileuza

Leia mais

Planejamento Multimídia. Prof. Bruno Moreno

Planejamento Multimídia. Prof. Bruno Moreno Planejamento Multimídia Prof. Bruno Moreno Sumário Aula 13 (07/04/2011) Plano de Mídia Parte C: Recomendações Parte D: Anexos Entrega de correções do briefing Novas partes do briefing Plano de Mídia -

Leia mais

1- O que é um Plano de Marketing?

1- O que é um Plano de Marketing? 1- O que é um Plano de Marketing? 2.1-1ª etapa: Planejamento Um Plano de Marketing é um documento que detalha as ações necessárias para atingir um ou mais objetivos de marketing, adaptando-se a mudanças

Leia mais

PROPAGANDA. Propaganda. Considerações iniciais. Propaganda. Propaganda. Papel da propaganda. Propaganda. Propaganda. Missão.

PROPAGANDA. Propaganda. Considerações iniciais. Propaganda. Propaganda. Papel da propaganda. Propaganda. Propaganda. Missão. PROPAGANDA Considerações iniciais É a parte mais glamourosa do Marketing Mix (exposição); Exige talento e planejamento Representa mais de 1% do PIB Todos (acham que) entendem; Papel da propaganda A compra

Leia mais

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal?

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal? Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL O que é Marketing Multicanal? Uma campanha MultiCanal integra email, SMS, torpedo de voz, sms, fax, chat online, formulários, por

Leia mais

Nome do programa, pesquisa ou produto: Almanaque IBOPE Pesquisa: Demografia Hábitos de lazer

Nome do programa, pesquisa ou produto: Almanaque IBOPE Pesquisa: Demografia Hábitos de lazer 1 Data de elaboração da ficha: Abr 2007 IBOPE - Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística Dados da organização Nome: IBOPE - Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística Endereço:

Leia mais

COMO A PROPAGANDA FUNCIONA?

COMO A PROPAGANDA FUNCIONA? COMO A PROPAGANDA FUNCIONA? Definição: a manipulação planejada da comunicação visando, pela persuasão, promover comportamentos em benefício do anunciante que a utiliza. Funções: cabe a propaganda informar

Leia mais

Marketing não Sobrevive sem Endomarketing

Marketing não Sobrevive sem Endomarketing Marketing não Sobrevive sem Endomarketing Um ótimo serviço pode se tornar ruim se os funcionários não confiam em si mesmos. Uma endoentrevista sobre endomarketing. Troquemos de lugar! O título é, sem dúvida,

Leia mais

INTRODUÇÃO AO TRADE MARKETING Fazendo a diferença no Ponto de Venda. www.pdvativo.com.br

INTRODUÇÃO AO TRADE MARKETING Fazendo a diferença no Ponto de Venda. www.pdvativo.com.br Fazendo a diferença no Ponto de Venda EBOOK Sumário Revisão O que é Trade Marketing? Entenda o Comportamento de Compra do Consumidor O que é Merchandising? Revisão Para entender sobre Trade Marketing devemos

Leia mais

FUNDAMENTOS PARA A ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA

FUNDAMENTOS PARA A ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA FUNDAMENTOS PARA A ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA Abordagem da estratégia Análise de áreas mais específicas da administração estratégica e examina três das principais áreas funcionais das organizações: marketing,

Leia mais

FUNDAMENTOS DE MARKETING

FUNDAMENTOS DE MARKETING FUNDAMENTOS DE MARKETING Há quatro ferramentas ou elementos primários no composto de marketing: produto, preço, (ponto de) distribuição e promoção. Esses elementos, chamados de 4Ps, devem ser combinados

Leia mais

A Internet Possibilita Que Todos Os Níveis De Empresas Possam Faturar Mais. Principalmente as Menores.

A Internet Possibilita Que Todos Os Níveis De Empresas Possam Faturar Mais. Principalmente as Menores. 1 A internet é um mundo de oportunidades de vendas. Porém, muitas empresas de pequeno e médio porte não se deram conta disso ainda. Eu vejo tantos empresários perderem essas oportunidades por apenas olhar

Leia mais

com seu consumidores e seu fornecedores. Trazemos para aqui 40 dicas que vão ajudar no amadurecimento, crescimento e no sucesso da sua loja.

com seu consumidores e seu fornecedores. Trazemos para aqui 40 dicas que vão ajudar no amadurecimento, crescimento e no sucesso da sua loja. Com a consolidação do comércio eletrônico no Brasil e mundo, fica cada vez mais claro e a necessidade de estar participando, e mais a oportunidade de poder aumentar suas vendas. Mas é claro que para entrar

Leia mais

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R 8 DICAS ESSENCIAIS PARA ESCOLHER SUA CORRETORA W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Aviso Importante O autor não tem nenhum vínculo com as pessoas, instituições financeiras e produtos, citados, utilizando-os

Leia mais

55.585.817 DE PERFIS B2C EXCLUSIVOS

55.585.817 DE PERFIS B2C EXCLUSIVOS CONTEÚDO 55.585.817 de perfis b2c exclusivos... 3 Uma segmentação relevante é a chave para o sucesso... 4 Exemplos de campanhas... 5 Um exemplo de campanha... 6 Rastreabilidade e relatórios... 6 Gestão

Leia mais

AS DECISÕES REFERENTES AOS CANAIS DE MARKETING ESTÃO ENTRE AS MAIS CRÍTICAS COM QUE AS GERÊNCIAS PRECISAM LIDAR

AS DECISÕES REFERENTES AOS CANAIS DE MARKETING ESTÃO ENTRE AS MAIS CRÍTICAS COM QUE AS GERÊNCIAS PRECISAM LIDAR KOTLER, 2006 AS DECISÕES REFERENTES AOS CANAIS DE MARKETING ESTÃO ENTRE AS MAIS CRÍTICAS COM QUE AS GERÊNCIAS PRECISAM LIDAR. OS CANAIS AFETAM TODAS AS OUTRAS DECISÕES DE MARKETING Desenhando a estratégia

Leia mais

PESQUISA DE MARKETING

PESQUISA DE MARKETING PESQUISA DE MARKETING CONCEITOS É a busca de informação, a investigação do fenômeno que ocorre no processo de transferência de bens ao consumidor Trata da coleta de qualquer tipo de dados que possam ser

Leia mais

CLIENTE A Autoescola Paula está localizada na Avenida Paraná, nº 1641, no bairro Bacacheri, que compõe a região do Boa Vista. É um CFC de pequeno porte, que conta com 15 funcionários e 10 veículos. Oferecem

Leia mais

CORPO FEMININO E DETERMINAÇÕES DA INDÚSTRIA CULTURAL: CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA SOCIAL Bruna Trevizoli Ferraz Lobo 1

CORPO FEMININO E DETERMINAÇÕES DA INDÚSTRIA CULTURAL: CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA SOCIAL Bruna Trevizoli Ferraz Lobo 1 CORPO FEMININO E DETERMINAÇÕES DA INDÚSTRIA CULTURAL: CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA SOCIAL Bruna Trevizoli Ferraz Lobo 1 (Orientador) Profa. Dra. Tatiana Machiavelli Carmo Souza 2 RESUMO O presente trabalho

Leia mais

Representações das mulheres nas propagandas na TV

Representações das mulheres nas propagandas na TV 1 Representações das mulheres nas propagandas na TV Apoio: Fundação Ford (11) 3218-2222 datapopular@datapopular.com.br Metodologia do estudo 2 Pesquisa quantitativa domiciliar com aplicação presencial

Leia mais

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC MODA & ACESSÓRIOS

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC MODA & ACESSÓRIOS JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC MODA & ACESSÓRIOS APRESENTAÇÃO O Jornal do Commercio faz parte do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, empresa do grupo JCPM, que atua também nos

Leia mais

MARKETING PROMOCIONAL X PROMOÇÃO DE VENDAS. Qual a diferença?

MARKETING PROMOCIONAL X PROMOÇÃO DE VENDAS. Qual a diferença? MARKETING PROMOCIONAL X PROMOÇÃO DE VENDAS Qual a diferença? Marketing promocional É uma ferramenta que se utiliza de várias outras para promover a promoção de vendas. Por exemplo: Marketing promocional

Leia mais

Dia dos Namorados OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO

Dia dos Namorados OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO Dia dos Namorados OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO Dia dos Namorados Além de ser uma data cheia de glamour e romantismo, o Dia dos Namorados representa uma ótima oportunidade comercial. Para aproveitar esse momento,

Leia mais

SOU UMA STARTUP, E AGORA? Descubra algumas respostas para o futuro da sua Startup baseado nas lições do Empreendedorismo

SOU UMA STARTUP, E AGORA? Descubra algumas respostas para o futuro da sua Startup baseado nas lições do Empreendedorismo SOU UMA STARTUP, E AGORA? Descubra algumas respostas para o futuro da sua Startup baseado nas lições do Empreendedorismo Empreendedor Empresas Micro e Pequenas Empreender Empreendedorismo Cultural Ação

Leia mais

COMUNICAÇÃO DE MARKETING

COMUNICAÇÃO DE MARKETING COMUNICAÇÃO DE MARKETING COMUNICAÇÃO INTEGRADA DE MARKETING Meio através do qual a empresa informa, persuadi e lembra os consumidores sobre o seu produto, serviço e marcas que comercializa. Funções: Informação

Leia mais

Objetivos. Capítulo 16. Cenário para discussão. Comunicações de marketing. Desenvolvimento de comunicações de marketing eficazes

Objetivos. Capítulo 16. Cenário para discussão. Comunicações de marketing. Desenvolvimento de comunicações de marketing eficazes Capítulo 16 e administração de comunicações integradas de marketing Objetivos Aprender quais são as principais etapas no desenvolvimento de um programa eficaz de comunicações integradas de marketing. Entender

Leia mais

Feira de troca: trocar é mais divertido do que comprar

Feira de troca: trocar é mais divertido do que comprar Feira de troca: trocar é mais divertido do que comprar Feira de troca Natal, aniversário, Dia das Crianças, já pensou em quantos presentes você ganha o ano todo? Com quantos deles você ainda gosta de brincar?

Leia mais

Jornada de Aprendizado. Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg)

Jornada de Aprendizado. Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg) Jornada de Aprendizado Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg) Promovendo os microsseguros: Educação Financeira Conteúdo

Leia mais

Divulgação do novo telefone da Central de Atendimento da Cemig: Análise da divulgação da Campanha

Divulgação do novo telefone da Central de Atendimento da Cemig: Análise da divulgação da Campanha XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2008-06 a 10 de outubro Olinda - Pernambuco - Brasil Divulgação do novo telefone da Central de Atendimento da Cemig: Análise da divulgação

Leia mais

Sabe o que fazer na hora de comprar um imóvel? CONHEÇA SEIS DICAS FUNDAMENTAIS

Sabe o que fazer na hora de comprar um imóvel? CONHEÇA SEIS DICAS FUNDAMENTAIS Sabe o que fazer na hora de comprar um imóvel? CONHEÇA SEIS DICAS FUNDAMENTAIS introdução A aquisição de um imóvel é sempre um momento de muita alegria, mas tem também de muita atenção. Afinal, muito mais

Leia mais

EMPREENDEDORISMO Marketing

EMPREENDEDORISMO Marketing Gerenciando o Marketing EMPREENDEDORISMO Marketing De nada adianta fabricar um bom produto ou prestar um bom serviço. É preciso saber colocálo no mercado e conseguir convencer as pessoas a comprá-lo. O

Leia mais

Plataforma da Informação. Mercado

Plataforma da Informação. Mercado Plataforma da Informação Mercado Segmentação de Mercado Segmentação de Mercado Definição Segmentação, em marketing, nada mais é do que separar uma parte do mercado, agrupando um conjunto de entidades (pessoas

Leia mais

MINI-CURSO MÉTRICAS DO EMAIL MARKETING

MINI-CURSO MÉTRICAS DO EMAIL MARKETING MINI-CURSO MÉTRICAS DO EMAIL MARKETING O que é Email Marketing afinal? E-mail marketing é a utilização do e-mail como ferramenta de marketing direto, respeitando normas e procedimentos pré-definidos(boas

Leia mais

10 PASSOS PARA PLANEJAR E CONTROLAR AS VENDAS

10 PASSOS PARA PLANEJAR E CONTROLAR AS VENDAS 10 PASSOS PARA PLANEJAR E CONTROLAR AS VENDAS O fim do ano se aproxima e muitas empresas estão correndo atrás de fechar os resultados e as metas planejadas para o ano. Mas como sabemos em vendas não existe

Leia mais

11 Segredos. Capítulo VIII. para a Construção de Riqueza !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

11 Segredos. Capítulo VIII. para a Construção de Riqueza !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Mark Ford 11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo VIII Capítulo Oito Cinco alternativas para ficar rico sem depender do mercado de ações No meu esforço de surpreendê-lo com verdades sobre a construção

Leia mais

INTRODUÇÃO AO CURSO DE MARKETING ELEITORAL

INTRODUÇÃO AO CURSO DE MARKETING ELEITORAL INTRODUÇÃO AO CURSO DE MARKETING ELEITORAL FAÇA SUA CAMPANHA PARA PROJETO PODER P - Planejamento O - Organização D - Delegação E - Execução R - Realização Lance sua campanha para Vereador com o Projeto

Leia mais

Curso Completo de Marketing Multinível MARKETING DE ATRAÇÃO

Curso Completo de Marketing Multinível MARKETING DE ATRAÇÃO Curso Completo de Marketing Multinível MARKETING DE ATRAÇÃO MARKETING DE ATRAÇÃO Uma das estratégias mais poderosas que você pode usar para trabalhar com contatos frios é o marketing de atração. Esse é

Leia mais

AULA 4 Marketing de Serviços

AULA 4 Marketing de Serviços AULA 4 Marketing de Serviços Mercado Conjunto de todos os compradores reais e potenciais de um produto ou serviço. Trata-se de um sistema amplo e complexo, que envolve: FORNECEDORES CONCORRENTES CLIENTES

Leia mais

COLETA DE INFORMAÇÕES E PREVISÃO DE DEMANDA

COLETA DE INFORMAÇÕES E PREVISÃO DE DEMANDA COLETA DE INFORMAÇÕES E PREVISÃO DE DEMANDA 1) Quais são os componentes de um moderno sistema de informações de marketing? 2) Como as empresas podem coletar informações de marketing? 3) O que constitui

Leia mais

LÍDERES DO SECULO XXI RESUMO

LÍDERES DO SECULO XXI RESUMO 1 LÍDERES DO SECULO XXI André Oliveira Angela Brasil (Docente Esp. das Faculdades Integradas de Três Lagoas-AEMS) Flávio Lopes Halex Mercante Kleber Alcantara Thiago Souza RESUMO A liderança é um processo

Leia mais

Roteiro de Áudio. SOM: abertura (Vinheta de abertura do programa Hora do Debate )

Roteiro de Áudio. SOM: abertura (Vinheta de abertura do programa Hora do Debate ) 1 Roteiro de Áudio Episódio 1 A língua, a ciência e a produção de efeitos de verdade Programa Hora de Debate. Campanhas de prevenção contra DST: Linguagem em alerta SOM: abertura (Vinheta de abertura do

Leia mais

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais!

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Por Rafael Piva Guia 33 Prático Passos para criar Ideias de Negócio Vencedores! Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Que bom que você já deu um dos

Leia mais

Estabelecimento da Diretriz Organizacional

Estabelecimento da Diretriz Organizacional Estabelecimento da Diretriz Organizacional AULA 3 Bibliografia: Administração Estratégica: Planejamento e Implantação da Estratégia SAMUEL C. CERTO & J. P. PETERTO ASSUNTO: Três importantes considerações

Leia mais

Relações entre Variáveis Nominais: O Teste do Qui-Quadrado (χ 2 )

Relações entre Variáveis Nominais: O Teste do Qui-Quadrado (χ 2 ) Relações entre Variáveis Nominais: O Teste do Qui-Quadrado (χ ) Quando queremos medir a relação entre duas variáveis nominais, por exemplo, o sexo de uma pessoa (masculino/feminino) e a sua preferência

Leia mais