CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE O PARABADMINTON

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE O PARABADMINTON"

Transcrição

1 CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE O PARABADMINTON *Aline Miranda Strapasson O Parabadminton (Badminton Adaptado) foi desenvolvido com o intuito de oportunizar as pessoas com deficiência a praticar o esporte com sucesso, devido as suas adaptações. As regras do Parabadminton são as mesmas do Badminton convencional, regidas pela Federação Mundial de Badminton. As principais adaptações do Parabadminton estão relacionadas: às categorias, nivelando os atletas de acordo com sua deficiência; à quadra (diminuição da área de jogo quando necessário, ou seja, no caso dos atletas que utilizam cadeira de rodas e dos atletas com comprometimento dos membros inferiores); e equipamentos adicionais (cadeira de rodas específica para a modalidade, muletas e próteses). O esporte oferece 6 categorias, dentre elas, 2 para pessoas que utilizam cadeiras de rodas, decorrentes de: lesão medular, poliomielite, mielomeningocele, paralisia cerebral, distrofia muscular, acidente vascular encefálico, entre outras; e 4 classes para pessoas que não necessitam do uso de cadeira de rodas, decorrentes de: amputações, paralisia cerebral, malformações, nanismo, entre outras (Ver fotos abaixo). Fotos de Edu Oliveira dos atletas e ex-técnica da Equipe de Parabadminton da cidade de Toledo-PR, nos Campeonatos Nacionais em Curitiba (2012/2013).

2 As classes para usuários de cadeira de rodas (UCR) são divididas em WH1 e WH2 (W de wheelchair); e as demais classes, para pessoas que andam, são divididas em SL3, SL4, SU5 e SS6 (S de standing). Na classe WH1 participam UCR com equilíbrio corporal moderado ou ruim, e, na classe WH2 contemplam UCR com bom equilíbrio, ou seja, os UCR da categoria WH1 têm maiores comprometimentos que os da WH2. Nestas categorias, a quadra sofre redução de tamanho (4,72m x 3,05m), como ilustram as Figuras 1 e 2 (simples e dupla). Figura 1: Quadra (área cinza) e área de saque (área preta) das categorias WH1 WH2 (simples). Figura 2: Quadra (área cinza) e área de saque (área preta) das categorias WH1 WH2 (dupla). Nas classes SL3 e SL4 participam atletas com comprometimento dos membros inferiores. É importante frisar que na categoria SL3 existe adaptação da quadra (13,40m x 3,05m), pois os atletas apresentam maior comprometimento (Ver Figura 3).

3 Figura 3: Quadra (área cinza) e área de saque (área preta) da categoria SL3 (simples). Na categoria SU5 participam atletas com comprometimento de membros superiores, e na classe SS6 atletas com baixa estatura (masculino até 1,45cm e feminino até 1,37cm). No Brasil foi incluída a classe S9 nos campeonatos nacionais, direcionada aos atletas com deficiência intelectual. Existem competições internacionais do esporte para pessoas com deficiência auditiva. O Parabadminton foi reconhecido em 1996 pela Associação Internacional de Badminton para deficientes. Atualmente existem 43 países filiados à referida associação, tendo como principais objetivos a difusão do esporte pelo mundo e a inclusão da modalidade nas Paraolimpíadas de 2020, os quais incluem em sua participação apenas pessoas com deficiência física. O Parabadminton é um esporte que vêm ganhando adeptos ao longo dos anos, mas ainda passa despercebido em nosso país, que conta apenas com a participação de 13 estados, dentre eles: Brasília, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Sergipe, Paraíba, Santa Catarina, Goiás, Piauí e Amapá. Bibliografia utilizada para a construção deste texto: ALMANAQUE ABRIL. Esporte. São Paulo: Abril, BWF-BADMINTON WORLD FEDERATION Para-Badminton: Overview. <http://www.bwfbadminton.org/page.aspx?id=15437> Acesso em: 28 de junho de 2012, 10h39.

4 BWF-BADMINTON WORLD FEDERATION National Para-Badminton Contacts. <http://www.bwfbadminton.org/page.aspx?id=23018> Acesso em: 10 de outubro de 2013, 11h19. BWF-BADMINTON WORLD FEDERATION Laws of Badminton. <http://www.bwfbadminton.org/file_download.aspx?id=422701&tid=1> Acesso em: 16 de outubro de 2013, 14h11. BWF-BADMINTON WORLD FEDERATION Additional Equipment for Para-Badminton. <http://www.bwfbadminton.org/file_download.aspx?id=419544&tid=1> Acesso em: 16 de outubro de 2013, 15h24. COMITÊ OLÍMPICO BRASILEIRO (COB). Badminton. Peteca olímpica <http://www.cob.org.br/esportes/infograficos/bd/index.html> Acesso em 18 de março de h13. DISABILITY SPORT WALE. Chwaraeon Anabledd Cymru. Community Cymuned. Badminton/Wheelchair Badminton <http://www.disability-sport-wales.org/10714.html> Acesso em: maio de DUARTE, O. História dos Esportes. São Paulo: Makron Books do Brasil, p. 27 e 28.. História dos Esportes. 4. ed. São Paulo: Editora SENAC SP, IBAD - INTERNATIONAL BADMINTON ASSOCIATION FOR DISABLE PLAYERS. Laws: Badminton for Disable People. Appendix 5, January, <http://www.internationalbadminton.org/file_download.aspx?id=11628> * A autora possui: Graduação: Educação Física; Especialização: Treinamento Desportivo e Personal Training; Especialização: Educação Psicomotora; Mestre: Educação (Educação e Saúde)

5 Mestre: Educação Física (Atividade Física, Adaptação e Saúde) Doutoranda da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP: Educação Física (Atividade Física, Adaptação e Saúde)

2ª ETAPA NACIONAL 2016 Curitiba (PR)

2ª ETAPA NACIONAL 2016 Curitiba (PR) 2ª ETAPA NACIONAL 2016 Curitiba (PR) A Confederação Brasileira de Badminton e a Badminton Federação Paranaense (BFP) tem a honra de convidá-los para competir na 2ª etapa do Campeonato Nacional de Parabadminton

Leia mais

2ª ETAPA NACIONAL PARABADMINTON 2014 VITÓRIA (ES)

2ª ETAPA NACIONAL PARABADMINTON 2014 VITÓRIA (ES) 2ª ETAPA NACIONAL PARABADMINTON 2014 VITÓRIA (ES) A Confederação Brasileira de Badminton e a Federação Capixaba de Badminton (FECAB) tem a honra de convidá-los para competir no Campeonato Nacional de Parabadminton,

Leia mais

Enviar as inscrições para o e-mail: inscricoes@badminton.org.br até às 23:59 hs (horário de Brasília) do dia 11 DE DEZEMBRO DE 2013.

Enviar as inscrições para o e-mail: inscricoes@badminton.org.br até às 23:59 hs (horário de Brasília) do dia 11 DE DEZEMBRO DE 2013. CARTA CONVITE CAMPEONATO NACIONAL DE PARABADMINTON ETAPA BRASÍLIA/ DF Encerramento de Temporada 2013 Enviar as inscrições para o e-mail: inscricoes@badminton.org.br até às 23:59 hs (horário de Brasília)

Leia mais

CHARACTERIZATION OF SPORTS INJURIES IN PARA- BADMINTON ATHLETES

CHARACTERIZATION OF SPORTS INJURIES IN PARA- BADMINTON ATHLETES CARACTERIZAÇÃO DAS LESÕES ESPORTIVAS EM ATLETAS DE PARABADMINTON Aline Miranda Strapasson, Universidade Estadual de Campinas UNICAMP, Campinas, São Paulo - Brasil Dcheimy Janayna Baessa, Universidade Paranaense

Leia mais

CARTA CONVITE CAMPEONATO NACIONAL DE BADMINTON - CATEGORIA PRINCIPAL E JOVENS

CARTA CONVITE CAMPEONATO NACIONAL DE BADMINTON - CATEGORIA PRINCIPAL E JOVENS CARTA CONVITE CAMPEONATO NACIONAL DE BADMINTON - CATEGORIA PRINCIPAL E JOVENS A Confederação Brasileira de Badminton (CBBd) e a Federação de Badminton do Estado do Rio de Janeiro-FEBARJ convidam todas

Leia mais

CARTA CONVITE CIRCUITO PARANAENSE DE BADMINTON 2016 2ª ETAPA LONDRINA PARANÁ BADMINTON E PARABADMINTON

CARTA CONVITE CIRCUITO PARANAENSE DE BADMINTON 2016 2ª ETAPA LONDRINA PARANÁ BADMINTON E PARABADMINTON CARTA CONVITE CIRCUITO PARANAENSE DE BADMINTON 2016 2ª ETAPA LONDRINA PARANÁ BADMINTON E PARABADMINTON Data: Local: 04 e 05 de Junho. GINASIO DE ESPORTES DA UNIFIL RUA: ALAGOAS N 2050 - LONDRINA/PR Inscrições

Leia mais

CARTA CONVITE CIRCUITO PARANAENSE DE BADMINTON 2015 4ª ETAPA CURITIBA PARANÁ BADMINTON E PARABADMINTON

CARTA CONVITE CIRCUITO PARANAENSE DE BADMINTON 2015 4ª ETAPA CURITIBA PARANÁ BADMINTON E PARABADMINTON CARTA CONVITE CIRCUITO PARANAENSE DE BADMINTON 2015 4ª ETAPA CURITIBA PARANÁ BADMINTON E PARABADMINTON Data: Local: 31 de Outubro, 01 e 02 de Novembro. Colégio COC Semeador Rua do Semeador, 123 Jardim

Leia mais

BADMINTON: PRÁTICA ESPORTIVA ENTRE ESCOLARES, UNIVERSITÁRIOS E PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

BADMINTON: PRÁTICA ESPORTIVA ENTRE ESCOLARES, UNIVERSITÁRIOS E PESSOAS COM DEFICIÊNCIA BADMINTON: PRÁTICA ESPORTIVA ENTRE ESCOLARES, UNIVERSITÁRIOS E PESSOAS COM DEFICIÊNCIA SILVA, Everton Pereira da 1 OLIVEIRA, Humberto Carlos Barros 2 MELO, Carlos Vidal de 3 ARRUDA, Emerson Pereira de

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES DOS SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES DOS SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES DOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Pessoas com Deficiências Notas Técnicas

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Pessoas com Deficiências Notas Técnicas Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Pessoas com Deficiências Notas Técnicas Sumário Origem dos dados... 3 Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 4 Variáveis de conteúdo... 4 %Pessoas c/alguma

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS

Leia mais

FLUXO TRANSPORTE AQUAVIÁRIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO TRANSPORTE AQUAVIÁRIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Estados Norte 0 0,00 0 0 0 0,00 Rondônia

Leia mais

ATLETISMO PARA TETRAPLÉGICO POR LESÃO MEDULAR: ESTUDO DE UM CASO. RESUMO

ATLETISMO PARA TETRAPLÉGICO POR LESÃO MEDULAR: ESTUDO DE UM CASO. RESUMO 1 ATLETISMO PARA TETRAPLÉGICO POR LESÃO MEDULAR: ESTUDO DE UM CASO. Lincoln dos Santos Andrade 1 Lucas Camilo Richter Barbosa da Silva 1 Gisele Cristina Galli 1 Rosangela Marques Busto 2 Abdallah Achour

Leia mais

Grandes Regiões e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos

Grandes Regiões e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos Unidades da Federação 1980 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002

Leia mais

FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DE, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA -

Leia mais

NÚMERO DE ACIDENTES POR DIA DA SEMANA

NÚMERO DE ACIDENTES POR DIA DA SEMANA RODOVIÁRIAS Quadro 13 - UF: ACRE Ano de 211 82 5 6 8 9 5 3 14 4 11 9 4 4 63 2 4 7 6 6 9 4 8 4 4 3 6 68 4 2 8 3 1 8 4 9 2 6 7 5 63 3 6 3 2 13 9 8 7 5 1 5 1 67 4 2 9 6 8 5 5 7 6 6 4 5 85 3 7 1 1 4 7 9 6

Leia mais

Regras e Regulamentos IPC-Atletismo 2014-2015. 16-11-2014 Federação Portuguesa de Atletismo 1

Regras e Regulamentos IPC-Atletismo 2014-2015. 16-11-2014 Federação Portuguesa de Atletismo 1 Regras e Regulamentos IPC-Atletismo 2014-2015 Federação Portuguesa de Atletismo 1 Atletismo para pessoas com Deficiência Federação Portuguesa de Atletismo 2 Jogos Paralímpicos A modalidade está no programa

Leia mais

Gestão do Paciente com Deficiência Uma visão Prática da Terapia Ocupacional e da Fisioterapia

Gestão do Paciente com Deficiência Uma visão Prática da Terapia Ocupacional e da Fisioterapia Gestão do Paciente com Deficiência Uma visão Prática da Terapia Ocupacional e da Fisioterapia Percentual de pessoas com deficiência no Brasil..segundo Censo 2000: 14,5% Deficientes 85,5% Não Deficientes

Leia mais

RANKING NACIONAL DO TRABALHO INFANTIL (5 a 17 ANOS) QUADRO COMPARATIVO DOS DADOS DA PNAD (2008 e 2009)

RANKING NACIONAL DO TRABALHO INFANTIL (5 a 17 ANOS) QUADRO COMPARATIVO DOS DADOS DA PNAD (2008 e 2009) NACIONAL DO TRABALHO INFANTIL (5 a 17 ANOS) QUADRO COMPARATIVO DOS DADOS DA PNAD (2008 e 2009) População Ocupada 5 a 17 anos 2008 Taxa de Ocupação 2008 Posição no Ranking 2008 População Ocupada 5 a 17

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E SERVIÇOS RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E SERVIÇOS RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

O SISTEMA DE CLASSIFICAÇÃO FUNCIONAL PARA ATLETAS PORTADORES DE PARALISIA CEREBRAL

O SISTEMA DE CLASSIFICAÇÃO FUNCIONAL PARA ATLETAS PORTADORES DE PARALISIA CEREBRAL O SISTEMA DE CLASSIFICAÇÃO FUNCIONAL PARA ATLETAS PORTADORES DE PARALISIA CEREBRAL Prof. MsC Cláudio Diehl Nogueira Professor Assistente do Curso de Educação Física da UCB Classificador Funcional Sênior

Leia mais

SÃO PAULO, DEZEMBRO 2014

SÃO PAULO, DEZEMBRO 2014 SÃO PAULO, DEZEMBRO 2014 Objetivo e público Programa para incentivar a prática esportiva nas escolas, democratizar o acesso ao esporte, desenvolver e difundir valores olímpicos e paraolímpicos entre estudantes

Leia mais

3º MERCOSUL INTERNATIONAL 2015 (Convite válido apenas para atletas brasileiros)

3º MERCOSUL INTERNATIONAL 2015 (Convite válido apenas para atletas brasileiros) 3º MERCOSUL INTERNATIONAL 2015 (Convite válido apenas para atletas brasileiros) A Confederação Brasileira de Badminton tem a honra de convidá-los para competir no 3º Mercosul International evento categoria

Leia mais

FLUXO FABRICAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, REBOQUES E CARROCERIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO FABRICAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, REBOQUES E CARROCERIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO FABRICAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, REBOQUES E CARROCERIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO

Leia mais

3ª ETAPA NACIONAL 2015 CAXIAS DO SUL (RS)

3ª ETAPA NACIONAL 2015 CAXIAS DO SUL (RS) 3ª ETAPA NACIONAL 2015 CAXIAS DO SUL (RS) A Confederação Brasileira de Badminton, a Federação Gaúcha de Badminton - FGB, a Prefeitura Municipal de Caxias do Sul e Universidade de Caxias do Sul UCS tem

Leia mais

PROJETO DE LEI N o, DE 2014

PROJETO DE LEI N o, DE 2014 PROJETO DE LEI N o, DE 2014 Dispõe sobre seguro de vida e contra acidentes pessoais de atletas olímpicos e paralímpicos. O Congresso Nacional decreta: Art. 1º Esta Lei tem por objetivo dispor sobre medidas

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS E SERVIÇOS COMPLEMENTARES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS E SERVIÇOS COMPLEMENTARES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS E COMPLEMENTARES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

Leia mais

Informações sobre salários e escolaridade dos professores e comparativo com não-professores

Informações sobre salários e escolaridade dos professores e comparativo com não-professores Informações sobre salários e escolaridade dos professores e comparativo com não-professores Total de profissionais, independentemente da escolaridade 2003 2007 2008 Professores da Ed Básica (públicas não

Leia mais

1ª ETAPA NACIONAL 2015 CAMPINAS (SP)

1ª ETAPA NACIONAL 2015 CAMPINAS (SP) 1ª ETAPA NACIONAL 2015 CAMPINAS (SP) A Confederação Brasileira de Badminton, a Federação de Badminton do Estado de São Paulo (FEBASP) e a Sociedade Hípica de Campinas tem a honra de convidá-los para competir

Leia mais

1ª ETAPA NACIONAL 2014 RIO DE JANEIRO (RJ) Informações Gerais

1ª ETAPA NACIONAL 2014 RIO DE JANEIRO (RJ) Informações Gerais 1ª ETAPA NACIONAL 2014 RIO DE JANEIRO (RJ) A Confederação Brasileira de Badminton e a Federação de Badminton do Estado do Rio de Janeiro (FEBARJ) tem a honra de convidá-los para competir no Campeonato

Leia mais

FEDERAÇÃO DE JUDÔ DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

FEDERAÇÃO DE JUDÔ DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO FEDERAÇÃO DE JUDÔ DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Boletim Oficial 027/14 09 de outubro de 2014 Às agremiações Filiadas e Convidadas A Federação de Judô do Estado do Rio de Janeiro, realizará no dia 01 de novembro

Leia mais

Festival Paralímpico de Montes Claros

Festival Paralímpico de Montes Claros Festival Paralímpico de Montes Claros Realização: Associação das Pessoas com Deficiência de Montes Claros-ADEMOC Prefeitura Municipal de Montes Claros Apoio: Secretaria Municipal de Esporte Conselho Municipal

Leia mais

CARTA CONVITE. (Válido apenas para atletas brasileiros) 5 a 10 de agosto de 2014. Um evento BWF World Grand Prix

CARTA CONVITE. (Válido apenas para atletas brasileiros) 5 a 10 de agosto de 2014. Um evento BWF World Grand Prix CARTA CONVITE (Válido apenas para atletas brasileiros) 5 a 10 de agosto de 2014 Um evento BWF World Grand Prix Premiação: US$ 50,000 Local: Comissão de Desporto da Aeronáutica (CDA) Cidade: Rio de Janeiro,

Leia mais

2ª ETAPA NACIONAL 2015 TOLEDO (PR)

2ª ETAPA NACIONAL 2015 TOLEDO (PR) 2ª ETAPA NACIONAL 2015 TOLEDO (PR) A Confederação Brasileira de Badminton, a Badminton Federação Paranaense (BFP) e a Prefeitura e Secretaria Municipal de Esportes de Toledo (PR) tem a honra de convidá-los

Leia mais

5.4 Transplantes. 1 Rim. Os dados dos transplantes serão analisados por grupos de órgãos.

5.4 Transplantes. 1 Rim. Os dados dos transplantes serão analisados por grupos de órgãos. 5.4 Transplantes Os dados dos transplantes serão analisados por grupos de órgãos. 1 Rim Entre 1995 e 2001, o número de transplantes renais realizados anualmente cresceu cerca de 66,7% no país (TABELA 150).

Leia mais

FLUXO DO ARMAZENAMENTO E ATIVIDADES AUXILIARES DOS TRANSPORTES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO DO ARMAZENAMENTO E ATIVIDADES AUXILIARES DOS TRANSPORTES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO DO ARMAZENAMENTO E ATIVIDADES AUXILIARES DOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

Figura 1: Distribuição de CAPS no Brasil, 25. RORAIMA AMAPÁ AMAZONAS PARÁ MARANHÃO CEARÁ RIO GRANDE DO NORTE PAIUÍ PERNAMBUCO ACRE ALAGOAS SERGIPE TOCANTINS RONDÔNIA PARAÍBA BAHIA MATO GROSSO DISTRITO

Leia mais

Atividade Física e Esporte Adaptado. Profª. Carolina Ventura Fernandes Pasetto

Atividade Física e Esporte Adaptado. Profª. Carolina Ventura Fernandes Pasetto Atividade Física e Esporte Adaptado Profª. Carolina Ventura Fernandes Pasetto Introdução No mundo: 610 milhões de pessoas deficientes No Brasil: 14,5% algum tipo de deficiência (WHO, 2003) 27% física/motora

Leia mais

FEDERAÇÃO SERGIPANA DE DESPORTOS ESCOLARES Filiada à Confederação Brasileira do Desporto Escolar BOLETIM Nº 01

FEDERAÇÃO SERGIPANA DE DESPORTOS ESCOLARES Filiada à Confederação Brasileira do Desporto Escolar BOLETIM Nº 01 BOLETIM Nº 01 II CAMPEONATO BRASILEIRO ESCOLAR DE VÔLEI DE PRAIA 2014 (SELETIVA NACIONAL) Aracaju(SE), 19 de novembro de 2014 MENSAGEM CBDE Ao realizar mais um Campeonato Brasileiro Escolar, cumprindo

Leia mais

Tabela 1 - Conta de produção por operações e saldos, segundo as Grandes Regiões e as Unidades da Federação - 2004-2008

Tabela 1 - Conta de produção por operações e saldos, segundo as Grandes Regiões e as Unidades da Federação - 2004-2008 (continua) Produção 5 308 622 4 624 012 4 122 416 3 786 683 3 432 735 1 766 477 1 944 430 2 087 995 2 336 154 2 728 512 Consumo intermediário produtos 451 754 373 487 335 063 304 986 275 240 1 941 498

Leia mais

FLUXO TELECOMINICAÇÕES SEM FIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO TELECOMINICAÇÕES SEM FIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO TELECOMINICAÇÕES SEM FIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO TELECOMINICAÇÕES SEM FIO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO FUNCIONAL EM TÊNIS DE MESA PARA CADEIRANTES CLASSIFICAÇÃO FUNCIONAL EM TÊNIS DE MESA

CLASSIFICAÇÃO FUNCIONAL EM TÊNIS DE MESA PARA CADEIRANTES CLASSIFICAÇÃO FUNCIONAL EM TÊNIS DE MESA CLASSIFICAÇÃO FUNCIONAL EM TÊNIS DE MESA Esporte: Administração: individual equipe ITTF Federação Internacional de Tênis de Mesa Cartão de Classificação: Cartão Funcional de Tênis de Mesa Sessão de Regras

Leia mais

FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

VII ETAPA NACIONAL PORTO ALEGRE (RS)

VII ETAPA NACIONAL PORTO ALEGRE (RS) VII ETAPA NACIONAL PORTO ALEGRE (RS) A Confederação Brasileira de Badminton e a Associação de Badminton de Porto Alegre BADPOA tem a honra de convidá-los para competir na 20ª Copa Sul de Badminton, válida

Leia mais

Londrina, 29 a 31 de outubro de 2007 ISBN 978-85-99643-11-2

Londrina, 29 a 31 de outubro de 2007 ISBN 978-85-99643-11-2 BASQUETEBOL SOBRE RODAS: LIMITES E POSSIBILIDADES DE TREINAMENTO DA EQUIPE DO UNIPAM Profª. Lílian Soares de Oliveira Marques(Autora) UNIPAM/FACISA/Curso de Educação Física Profª Ms. Sônia Bertoni Sousa(Co-Autora)

Leia mais

Esportes de Invasão. Aula 3. Rugby, rugby em cadeira de rodas e polo aquático. Rio 2016 Versão 1.0

Esportes de Invasão. Aula 3. Rugby, rugby em cadeira de rodas e polo aquático. Rio 2016 Versão 1.0 Esportes de Invasão Aula 3 Rugby, rugby em cadeira de rodas e polo Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Apresentar mais três esportes da categoria INVASÃO. 2 Conhecer a história desses esportes e a sua entrada

Leia mais

VOLEIBOL SENTADO: do conhecimento à iniciação da prática

VOLEIBOL SENTADO: do conhecimento à iniciação da prática UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA CAMILA LOPES DE CARVALHO VOLEIBOL SENTADO: do conhecimento à iniciação da prática Campinas 2010 CAMILA LOPES DE CARVALHO VOLEIBOL SENTADO:

Leia mais

MICHELLE ALINE BARRETO

MICHELLE ALINE BARRETO MICHELLE ALINE BARRETO Os anos de 2001, 2002 e 2003 foram anos de suma importância para o desenvolvimento da dança esportiva em cadeira de rodas no Brasil. Apresentaremos aqui alguns momentos marcantes

Leia mais

Ministério da Educação Censo da Educação Superior 2012

Ministério da Educação Censo da Educação Superior 2012 Ministério da Educação Censo da Educação Superior 2012 Aloizio Mercadante Ministro de Estado da Educação Quadro Resumo- Estatísticas Gerais da Educação Superior por Categoria Administrativa - - 2012 Categoria

Leia mais

Estudo sobre Organizações Não-Governamentais que Utilizam o Futebol como Ferramenta para o Desenvolvimento Social no Brasil

Estudo sobre Organizações Não-Governamentais que Utilizam o Futebol como Ferramenta para o Desenvolvimento Social no Brasil Sustentabilidade Estudo sobre Organizações Não-Governamentais que Utilizam o Futebol como Ferramenta para o Desenvolvimento Social no Brasil Resumo Executivo Agosto 2014 Fédération Internationale de Football

Leia mais

2ª ETAPA NACIONAL 2016 Curitiba (PR)

2ª ETAPA NACIONAL 2016 Curitiba (PR) 2ª ETAPA NACIONAL 2016 Curitiba (PR) A Confederação Brasileira de Badminton e a Badminton Federação Paranaense (BFP) tem a honra de convidá-los para competir na 2ª etapa do Campeonato Nacional de Badminton

Leia mais

2ª ETAPA NACIONAL 2015 TOLEDO (PR)

2ª ETAPA NACIONAL 2015 TOLEDO (PR) 2ª ETAPA NACIONAL 2015 TOLEDO (PR) A Confederação Brasileira de Badminton, a Badminton Federação Paranaense (BFP) e a Prefeitura e Secretaria Municipal de Esportes de Toledo (PR) tem a honra de convidá-los

Leia mais

ESPORTES ADAPTADOS: PROPORCIONANDO DIFERENTES MODALIDADES PARA DEFICIENTES FÍSICOS

ESPORTES ADAPTADOS: PROPORCIONANDO DIFERENTES MODALIDADES PARA DEFICIENTES FÍSICOS ESPORTES ADAPTADOS: PROPORCIONANDO DIFERENTES MODALIDADES PARA DEFICIENTES FÍSICOS Patric Paludett FLORES Acadêmico da Pós-Graduação - UFSM/RS Brasil (patricflores_12@hotmail.com) Aline Rosso LEHNHARD

Leia mais

Conhecendo o Aluno com Deficiência Múltipla

Conhecendo o Aluno com Deficiência Múltipla I - [FICHA DE AVALIAÇÃO SOBRE O ALUNO COM DEFICIÊNCIA MÚLTIPLA] Usar letra de forma É importante considerarmos que o aluno com deficiência múltipla da Rede Municipal de Ensino do Rio de Janeiro possui

Leia mais

PROPOSTA DE ATIVIDADE

PROPOSTA DE ATIVIDADE PROPOSTA DE ATIVIDADE 1- Título: Caça Enigma de Atividades Paradesportivas 2- Autora: Carmelina Ribeiro Toloczko 3- Aplicativo utilizado: BrOffice Calc 4- Disciplina: Educação Física 5- Objetivos / Expectativas

Leia mais

Ranking de salário e benefícios dos Tribunais de Justiça Estadual. Julho 2014

Ranking de salário e benefícios dos Tribunais de Justiça Estadual. Julho 2014 Ranking de salário e benefícios dos Tribunais de Justiça Estadual Julho 2014 SS JUSTIÇA MG SS Justiça MG Julho 2014 Tabela 1 Tribunais de Justiça Estadual posicionados conforme Vencimento Básico Vencimentos

Leia mais

Ranking de salário e benefícios dos Tribunais de Justiça Estadual. Julho 2013

Ranking de salário e benefícios dos Tribunais de Justiça Estadual. Julho 2013 Ranking de salário e benefícios dos Tribunais de Justiça Estadual Julho 2013 SS JUSTIÇA MG SS Justiça MG Julho 2013 Tabela 1 Tribunais de Justiça Estadual posicionados conforme Vencimento Básico Vencimentos

Leia mais

Estudo das variáveis motoras em atletas da dança esportiva em cadeira de rodas

Estudo das variáveis motoras em atletas da dança esportiva em cadeira de rodas Artigo Original Estudo das variáveis motoras em atletas da dança esportiva em cadeira de rodas Motor variables study in athletes of the sportive wheelchair dance BARRETO MA, PAULA OR, FERREIRA EL. Estudo

Leia mais

AVALIAÇÃO DA AGILIDADE DOS JOGADORES DE BASQUETEBOL EM CADEIRA DE RODAS COM PARAPLEGIA POR LESÃO MEDULAR

AVALIAÇÃO DA AGILIDADE DOS JOGADORES DE BASQUETEBOL EM CADEIRA DE RODAS COM PARAPLEGIA POR LESÃO MEDULAR AVALIAÇÃO DA AGILIDADE DOS JOGADORES DE BASQUETEBOL EM CADEIRA DE RODAS COM PARAPLEGIA POR LESÃO MEDULAR Hugo Rodrigo Menha 1 Rosangela Marques Busto 2 Universidade Estadual de Londrina 3 Resumo: Este

Leia mais

Inserção da Pessoa com Deficiência com Dignidade, Direitos e Obrigações DRT/SP

Inserção da Pessoa com Deficiência com Dignidade, Direitos e Obrigações DRT/SP Inserção da Pessoa com Deficiência com Dignidade, Direitos e Obrigações DRT/SP José Carlos do Carmo (Kal) Auditor Fiscal do Trabalho Médico do Trabalho Lei nº 8.213 1991 2.007 Dispõe sobre os Planos de

Leia mais

Serviços para pessoas com deficiênciaem Brasil/ Brazil Disability Resources

Serviços para pessoas com deficiênciaem Brasil/ Brazil Disability Resources Serviços para pessoas com deficiênciaem Brasil/ Brazil Disability Resources Organizaçãoes e links gerales / General organizations and links http://www.entreamigos.com.br/ Entre Amigos Rede de informacões

Leia mais

Lembramos, no entanto, que a Deficiência Física, não está contemplada na sua totalidade, existindo outros CIDs não listados e que sofrerão análise.

Lembramos, no entanto, que a Deficiência Física, não está contemplada na sua totalidade, existindo outros CIDs não listados e que sofrerão análise. Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade Física Adaptada e Saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira Em função de ocorrer dúvidas em relação ao encaminhamento do benefício do passe-livre intermunicipal,

Leia mais

Comentários sobre os Indicadores de Mortalidade

Comentários sobre os Indicadores de Mortalidade C.9 Taxa de mortalidade por causas externas O indicador mede o número de óbitos por causas externas (conjunto de acidentes e violências) por 1. habitantes, estimando o risco de morrer por essas causas.

Leia mais

FLUXO CONSTRUÇÃO - SERVIÇOS ESPECIALIZADOS PARA CONSTRUÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO CONSTRUÇÃO - SERVIÇOS ESPECIALIZADOS PARA CONSTRUÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO - SERVIÇOS ESPECIALIZADOS PARA, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DE, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Estados

Leia mais

2ª ETAPA NACIONAL 2014 Teresina (PI)

2ª ETAPA NACIONAL 2014 Teresina (PI) 2ª ETAPA NACIONAL 2014 Teresina (PI) A Confederação Brasileira de Badminton e a Federação de Badminton do Piauí (FEBAPI) tem a honra de convidá-los para competir no Campeonato Nacional de Badminton, categoria

Leia mais

Parceria com Universidades (federais, estaduais e privadas) Universidades federais

Parceria com Universidades (federais, estaduais e privadas) Universidades federais Rede Nacional de Treinamento de Atletismo está sendo estruturada pelo Ministério do Esporte (ME) em parceria com universidades, prefeituras, governos estaduais, Confederação Brasileira de Atletismo, federações

Leia mais

Na aba visualizar PDE você verifica o plano e pode fazer os últimos ajustes antes de encaminhar para a análise do Comitê.

Na aba visualizar PDE você verifica o plano e pode fazer os últimos ajustes antes de encaminhar para a análise do Comitê. Preencher o Plano de Ação Financiáveis Aqui, você vai começar a inserir um Plano de Ação para cada problema priorizado, definindo as estratégias e ações a serem desenvolvidas. Na aba visualizar PDE você

Leia mais

FLUXO COMÉRCIO E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO COMÉRCIO E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO COMÉRCIO E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 29 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 29 E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS,

Leia mais

Parceiros. Apoio. Consed Rede Andi Brasil Todos pela Educação. Canal Futura Congemas Undime

Parceiros. Apoio. Consed Rede Andi Brasil Todos pela Educação. Canal Futura Congemas Undime Objetivo : Identificar, reconhecer, dar visibilidade e estimular o trabalho de ONGs que contribuem, em articulação com as políticas públicas de educação e de assistência social, para a educação integral

Leia mais

Boletim Informativo. Junho de 2015

Boletim Informativo. Junho de 2015 Boletim Informativo Junho de 2015 Extrato Geral Brasil 1 EXTRATO BRASIL ÁREA ** 397.562.970 ha 227.679.854 ha 57,27% Número de Imóveis cadastrados: 1.727.660 Observações: Dados obtidos do Sistema de Cadastro

Leia mais

Rede de Reabilitação Lucy Montoro

Rede de Reabilitação Lucy Montoro Rede de Reabilitação Lucy Montoro Rede de Reabilitação Lucy Montoro Implantar, Padronizar e Sistematizar uma rede hierarquizada e descentralizada, dentro dos parâmetros do SUS, de atendimento em reabilitação

Leia mais

Esportes de Rebatida. Aula 1. Voleibol, vôlei de praia e voleibol sentado. Rio 2016 Versão 1.0

Esportes de Rebatida. Aula 1. Voleibol, vôlei de praia e voleibol sentado. Rio 2016 Versão 1.0 Esportes de Rebatida Aula 1 Voleibol, vôlei de praia e voleibol sentado Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Apresentar três esportes da categoria REBATIDA e suas principais regras. 2 Conhecer a história desses

Leia mais

COLÉGIO FLORESTAL PARTICIPA DO PROGRAMA ATLETA NA ESCOLA

COLÉGIO FLORESTAL PARTICIPA DO PROGRAMA ATLETA NA ESCOLA COLÉGIO FLORESTAL PARTICIPA DO PROGRAMA ATLETA NA ESCOLA O CEFEP Presidente Costa e Silva também está ligado no momento esportivo histórico que o Brasil passará a viver a partir deste ano, com a realizaç

Leia mais

3ª ETAPA NACIONAL 2014 VITÓRIA (ES)

3ª ETAPA NACIONAL 2014 VITÓRIA (ES) 3ª ETAPA NACIONAL 2014 VITÓRIA (ES) A Confederação Brasileira de Badminton e a Federação Capixaba de Badminton (FECAB) tem a honra de convidá-los para competir no Campeonato Nacional de Badminton, válida

Leia mais

Plano Brasil Medalhas Rio 2016 Plano Esportivo Comentado - 2014

Plano Brasil Medalhas Rio 2016 Plano Esportivo Comentado - 2014 Plano Brasil Medalhas Rio 2016 Plano Esportivo Comentado - 2014 Dados do Atleta Nome: Nome completo do atleta Escolaridade: Cidade: Especificar o nível de escolaridade do atleta Cidade onde reside e receberá

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SERVIÇO DE INFORMAÇÃO AO CIDADÃO Brasília

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SERVIÇO DE INFORMAÇÃO AO CIDADÃO Brasília SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SERVIÇO DE INFORMAÇÃO AO CIDADÃO Brasília Mensagem eletrônica n.º 229/2015-SIC/DIREX/DPF Prezada Senhora, 1. Trata-se de requerimento de informação

Leia mais

Boletim Informativo. Maio de 2015. * Errata: Tabela Fonte de Dados - Por Estado

Boletim Informativo. Maio de 2015. * Errata: Tabela Fonte de Dados - Por Estado Boletim Informativo Maio de 2015 * Errata: Tabela Fonte de Dados - Por Estado Extrato Geral Brasil EXTRATO BRASIL ÁREA ** 397.562.970 ha 212.920.419 ha 53,56 % Número de Imóveis cadastrados: 1.530.443

Leia mais

Setores indutriais com maior demanda por formação segundo UF (todas as ocupações) - Média anual 2014/15

Setores indutriais com maior demanda por formação segundo UF (todas as ocupações) - Média anual 2014/15 Setores indutriais com maior demanda por formação segundo UF (todas as ocupações) - Média anual 2014/15 Estado Rondônia Acre Amazonas Roraima Pará Amapá Tocantins Maranhão Piauí Ceará Rio Grande do Norte

Leia mais

O Movimento Paralímpico. Aula 2 Esportes Paralímpicos Parte 1

O Movimento Paralímpico. Aula 2 Esportes Paralímpicos Parte 1 O Movimento Paralímpico Aula 2 Esportes Paralímpicos Parte 1 Objetivos 1 2 Apresentar a classificação funcional dos esportes Paralímpicos. Conhecer os seguintes esportes Paralímpicos: atletismo, halterofilismo,

Leia mais

REGULAMENTO DE FORMAÇÃO DA SELEÇÃO BRASILEIRA 2015 SUB-14, CADETE, JUNIOR E SUB-21

REGULAMENTO DE FORMAÇÃO DA SELEÇÃO BRASILEIRA 2015 SUB-14, CADETE, JUNIOR E SUB-21 REGULAMENTO DE FORMAÇÃO DA SELEÇÃO BRASILEIRA 2015 SUB-14, CADETE, JUNIOR E SUB-21 Este regulamento tem por finalidade determinar as condições e os critérios seletivos gerais para formar e compor a Seleção

Leia mais

1º CAMPEONATO BRASILEIRO DE BADMINTON RIO DE JANEIRO / RJ

1º CAMPEONATO BRASILEIRO DE BADMINTON RIO DE JANEIRO / RJ 1º CAMPEONATO BRASILEIRO DE BADMINTON RIO DE JANEIRO / RJ A Confederação Brasileira de Badminton e a Federação de Badminton do Estado do Rio de Janeiro (FEBARJ) tem a honra de convidá-los para competir

Leia mais

CARTA CONVITE. (Válido apenas para atletas brasileiros) 5 a 10 de agosto de 2014. Um evento BWF World Grand Prix

CARTA CONVITE. (Válido apenas para atletas brasileiros) 5 a 10 de agosto de 2014. Um evento BWF World Grand Prix CARTA CONVITE (Válido apenas para atletas brasileiros) 5 a 10 de agosto de 2014 Um evento BWF World Grand Prix Premiação: US$ 50,000 Local: Comissão de Desporto da Aeronáutica (CDA) Cidade: Rio de Janeiro,

Leia mais

PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO EM VOLEIBOL

PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO EM VOLEIBOL PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO EM VOLEIBOL Gabriel Weiss Maciel Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil Henrique Cabral Faraco Universidade do Estado de Santa Catarina,

Leia mais

CAMPEONATO PAULISTA UNIVERSITÁRIO 2015 NOTA OFICIAL JIU JITSU

CAMPEONATO PAULISTA UNIVERSITÁRIO 2015 NOTA OFICIAL JIU JITSU CAMPEONATO PAULISTA UNIVERSITÁRIO 2015 NOTA OFICIAL JIU JITSU Informações e inscrições: Kallel Brandão (11)97118-3872 kallel@fupe.com.br www.fupe.com.br www.juesp.com.br INFORMAÇÕES BÁSICAS Local: Centro

Leia mais

Pesquisa paraolímpica: atividade física adaptada e inclusão social

Pesquisa paraolímpica: atividade física adaptada e inclusão social Pesquisa paraolímpica: atividade física adaptada e inclusão social Leonardo Mataruna prof.mataruna@uol.com.br Universidade de Campinas, São Paulo, Brasil Grupo de Pesquisa em Estudos Olímpicos - UGF 0

Leia mais

ESPORTE ADAPTADO: CONCEITO HISTÓRICO E EVOLUÇÃO NA CIDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE

ESPORTE ADAPTADO: CONCEITO HISTÓRICO E EVOLUÇÃO NA CIDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE ESPORTE ADAPTADO: CONCEITO HISTÓRICO E EVOLUÇÃO NA CIDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE 1. A HISTORIA DO ESPORTE ADAPTADO ISAQUE AUGUSTO PAULO ROBERTO BRANCATTI Universidade Estadual Paulista Campus Presidente

Leia mais

4ª ETAPA NACIONAL 2014 PORTO ALEGRE (RS)

4ª ETAPA NACIONAL 2014 PORTO ALEGRE (RS) 4ª ETAPA NACIONAL 2014 PORTO ALEGRE (RS) A Confederação Brasileira de Badminton, Federação Gaúcha de Badminton e o Clube do Professor Gaúcho tem a honra de convidá-los para competir na 21ª Copa Sul de

Leia mais

Boletim Informativo* Agosto de 2015

Boletim Informativo* Agosto de 2015 Boletim Informativo* Agosto de 2015 *Documento atualizado em 15/09/2015 (Erratas páginas 2, 3, 4 e 9) EXTRATO GERAL BRASIL 1 EXTRATO BRASIL 396.399.248 ha 233.712.312 ha 58,96% Número de Imóveis Cadastrados²:

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social Oferta de vagas por instituição UNIVERSIDADES FEDERAIS FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE PORTO ALEGRE 408 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA 636 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO

Leia mais

Campeonato Sul Americano Adulto e Jovem de Badminton 2015

Campeonato Sul Americano Adulto e Jovem de Badminton 2015 Campeonato Sul Americano Adulto e Jovem de Badminton 2015 A CONSUBAD (Confederação Sul Americana de Badminton), Confederação Brasileira de Badminton (CBBd) e a Badminton Federação Paranaense (BFP) tem

Leia mais

Os Jogos Paraolímpicos: o contexto histórico e atual

Os Jogos Paraolímpicos: o contexto histórico e atual Os Jogos Paraolímpicos: o contexto histórico e atual Jane da Silva Gonzalez educacao-fisica@pucrs.br Rodrigo Pereira da Silva Grupo de Pesquisa em Estudos Olímpicos Pontifícia Universidade Católica do

Leia mais

Tabela 4 - Participação das atividades econômicas no valor adicionado bruto a preços básicos, por Unidades da Federação - 2012

Tabela 4 - Participação das atividades econômicas no valor adicionado bruto a preços básicos, por Unidades da Federação - 2012 Contas Regionais do Brasil 2012 (continua) Brasil Agropecuária 5,3 Indústria 26,0 Indústria extrativa 4,3 Indústria de transformação 13,0 Construção civil 5,7 Produção e distribuição de eletricidade e

Leia mais

mas também pelo envolvimento crescente de praticantes que apresentavam outros tipos de seqüelas físicas como amputação, poliomielite, ou mesmo

mas também pelo envolvimento crescente de praticantes que apresentavam outros tipos de seqüelas físicas como amputação, poliomielite, ou mesmo Uefs-Roda Viva: o basquetebol adaptado da Universidade Estadual de Feira de Santana Extensión, docencia e investigación Trazibulo Henrique Universidade Estadual de Feira de Santana Uefs, Brasil henrique@uefs.br

Leia mais

Painel de Esportes Características Perfil sociodemográfico Real delivery Painel IR % Total painelistas: 39.112 100,0%

Painel de Esportes Características Perfil sociodemográfico Real delivery Painel IR % Total painelistas: 39.112 100,0% 1 / 6 Painel de Esportes Brasil Características Tamanho painel (ISO): 121.966 Pessoas perfiladas (ISO): 21.342 Taxa de resposta estimada (ISO): 33% Atualizado: 15/12/2014 Tamanho (ISO): o número de participantes

Leia mais

Proposta de projetos para o desenvolvimento do remo nacional Autor: Gustavo Maia Atualizado em: 27/03/2015

Proposta de projetos para o desenvolvimento do remo nacional Autor: Gustavo Maia Atualizado em: 27/03/2015 P1. Implantação e manutenção de unidades gerenciais na CBR Aumentar o nível de maturidade gerencial da CBR A melhoria do gerenciamento da CBR causará impacto positivo em todas as partes interessadas Captação

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DOS DIREITOS HUMANOS/SDH SECRETARIA NACIONAL DE PROMOÇÃO DOS DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA/SNPD

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DOS DIREITOS HUMANOS/SDH SECRETARIA NACIONAL DE PROMOÇÃO DOS DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA/SNPD PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DOS DIREITOS HUMANOS/SDH SECRETARIA NACIONAL DE PROMOÇÃO DOS DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA/SNPD PLANO NACIONAL DOS DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA VIVER SEM

Leia mais

VI Seminário de Educação Inclusiva Direito à Diversidade ESPORTE ADAPTADO Ana Leonídia Soares Prof. Educação Física analeonsoares@bol.com.

VI Seminário de Educação Inclusiva Direito à Diversidade ESPORTE ADAPTADO Ana Leonídia Soares Prof. Educação Física analeonsoares@bol.com. VI Seminário de Educação Inclusiva Direito à Diversidade ESPORTE ADAPTADO Ana Leonídia Soares Prof. Educação Física analeonsoares@bol.com.br Quem somos? Onde estamos? Pessoa com deficiência; quase ¼ da

Leia mais

UNIVERSIDADE DO CONTESTATO UNC. Campus Concórdia

UNIVERSIDADE DO CONTESTATO UNC. Campus Concórdia UNIVERSIDADE DO CONTESTATO UNC Campus Concórdia ANÁLISE INVESTIGATÓRIA DO ACOMPANHAMENTO FÍSICO, FUNCIONAL, NUTRICIONAL E EMOCIONAL DE PARATLETAS DE BASQUETEBOL EM CADEIRAS DE RODAS Eliandra Paula Rhoden

Leia mais

1ª ETAPA NACIONAL 2016 São Bernardo do Campo (SP)

1ª ETAPA NACIONAL 2016 São Bernardo do Campo (SP) 1ª ETAPA NACIONAL 2016 São Bernardo do Campo (SP) A Confederação Brasileira de Badminton e a Federação de Badminton do Estado de São Paulo (FEBASP) tem a honra de convidá-los para competir na 1ª etapa

Leia mais

CARTA CONVITE. Campeonato Sergipano de Badminton 2015. I Etapa. De 21 e 22 de Março de 2015. Aracaju/SE

CARTA CONVITE. Campeonato Sergipano de Badminton 2015. I Etapa. De 21 e 22 de Março de 2015. Aracaju/SE CARTA CONVITE Campeonato Sergipano de Badminton 2015 I Etapa De 21 e 22 de Março de 2015 Aracaju/SE Enviar as inscrições para o e-mail eventos@badmintonsergipe.org.br até às 23:59 hrs (horário de Brasília)

Leia mais