Projeto Pedagógico do Curso: Fatec: BA ID OS Reestruturado p Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Projeto Pedagógico do Curso: Fatec: BA ID OS Reestruturado p 2012. Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores"

Transcrição

1 Administração Central - CESU Projeto Pedagógico do Curso: Fatec: BA ID OS Reestruturado p 2012 Dados Gerais do Curso: Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Carga horária total do curso: 2800 horas, sendo 2880 aulas 2400 horas (atende CNCST) horas de Estágio Curricular horas do Trabalho de Graduação. Duração da hora/aula: 50 minutos; Período letivo: semestral, mínimo de 100 dias letivos (20 semanas); Prazo de integralização: mínimo: 3 anos ( 6 semestres), máximo: 5 anos (10 semestres); Regime de Matrícula: Conjunto de disciplinas; Forma de Acesso: Classificação em Processo Seletivo Vestibular É realizado em uma única fase, com provas das disciplinas do núcleo comum do ensino médio ou equivalente, em forma de testes objetivos e uma redação. Normas Legais: A Composição Curricular do Curso, está regulamentada na Resolução CNE/CP nº 03/2002, que institui as Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a organização e o funcionamento dos cursos superiores de tecnologia. A Carga Horária estabelecida para o Curso, na Portaria nº 10, de 28 de julho de 2006, que aprova, em extrato, o Catálogo Nacional dos Cursos Superiores de Tecnologia (CNCST). O Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores, pelo CNCST, pertence ao Eixo Tecnológico da Informação e Comunicação e propõe uma carga horária total de horas. A carga horária de aulas corresponde a um total de horas de atividades, mais 240 horas de Estágio Supervisionado e 160h de Trabalho de Graduação, num total de horas, contemplando assim o disposto na legislação. I PERFIS DOS PROFISSIONAIS O tecnólogo em Redes de Computadores é o profissional que elabora, implanta, gerencia e mantém projetos lógicos e físicos de redes de computadores locais e de longa distância. Conectividade entre sistemas heterogêneos, diagnóstico e solução de problemas relacionados à comunicação de dados, segurança de redes, avaliação de desempenho, configuração de serviços de rede e de sistema de comunicação de dados são áreas de desempenho deste profissional. Conhecimentos de instalações elétricas, teste físico e lógico de redes, normas de instalações e utilização de instrumentos de medição e segurança são requisitos à atuação deste profissional.

2 Competências e Habilidades O egresso do Curso Superior em Tecnologia em Redes de Computadores deverá ser um profissional apto a exercer as principais atividades na área de Redes de Computadores, mais especificamente, as competências listadas a seguir: Competências Tecnológicas Capacidade de supervisionar, coordenar, orientar, planejar, especificar, projetar e implementar ações pertinentes ao desenvolvimento, implementação e validação de projetos lógicos e físicos de redes de computadores locais e de longa distância. A. Capacidade para projetar e implantar Redes de Computadores: Supervisionar, coordenar, orientar, planejar, especificar, projetar, implementar ações pertinentes ao desenvolvimento, implementação e manutenção de uma rede de computadores. Realizar o levantamento dos dados do cliente, identificando as necessidades e objetivos do cliente. Desenvolver o projeto lógico bem como o projeto físico da rede, incluindo toda documentação inerente. Avaliar prazos e custos em projetos de redes e software. Iniciar, projetar, desenvolver, implementar, validar e gerenciar soluções usando a tecnologia de computação em organizações privadas e públicas. Identificar, analisar e documentar oportunidades, problemas e necessidades passíveis de solução via computação, e para empreender na concretização desta solução. B. Capacidade para realizar manutenção e gestão de Redes de Computadores: Determinar o melhor meio de empregar os esforços e recursos disponíveis. Realizar o levantamento de dados e empreender uma abordagem sistêmica no tratamento dos problemas de distribuição da informação. Compromisso com a utilização de princípios e ferramentas que otimizem o processo de desenvolvimento e implementação de um projeto e lhe confiram um alto grau de qualidade. Habilidade na operação de equipamentos computacionais e sistemas de software. Desenvolver scripts de segurança, bem como utilizar ferramentas para auditoria de segurança em redes. C. Capacidade para realizar testes de otimização em Redes de Computadores: Executar procedimentos de teste de programas para análise de desempenho e de tráfego. Capacidade de desenvolver programas de testes e otimização. Habilidade de aplicar modelos e métodos matemáticos para a análise de dados em sistemas de comunicação de dados e de computação. Capacidade de abstração, representação, organização e viabilização de soluções de software para diferentes domínios de aplicação. Habilidade para o desenvolvimento de algoritmos e programas.

3 Competências Gerais: Compreender e assimilar as novas tecnologias, fundamentado no arcabouço teórico, mantendo-se atualizado frente à evolução tecnológica da área. Atuar de forma ética, tanto pessoal, quanto profissionalmente. Trabalhar em equipe no desenvolvimento de um projeto de implantação de um sistema de comunicação corporativo, com participação criativa. Tomar decisões e implementá-las, conduzindo a ação empreendedora aos seus objetivos. Tornar mais eficiente os sistemas de comunicação. Identificar as mudanças organizacionais e suas influências nos modelos de Gestão. Reconhecer a norma culta da Língua Portuguesa e o uso das diferentes linguagens: matemática, estatística, programação. Compreender os princípios éticos pessoais e profissionais com consciência política de seu papel social. Desenvolver o espírito de trabalho em equipe para transformar o conhecimento em ação. Reconhecer as principais características da estrutura organizacional das empresas e a evolução nos modelos de gestão. Habilidade em otimizar resultados e minimizar riscos dos sistemas, contribuindo sempre para a visão global do conjunto de negócios da empresa; Capacidade de exercer liderança, compreender os fenômenos de dinâmica grupal, coordenar e dinamizar equipes em busca dos objetivos propostos; Habilidade para manter o relacionamento social em moldes cooperativos, baseado no respeito mútuo e na participação criativa; Capacidade e preparo para assimilar a cultura e objetivos organizacionais. II Objetivos Gerais e Específicos do curso: Gerais: Preparar profissionais, tecnólogos em Redes de computadores, capazes de: conduzir negociações; desenvolver relacionamentos produtivos; demonstrar capacidade de comunicação e expressão, inclusive em língua estrangeira; gerenciar e liderar equipes; desenvolver o raciocínio lógico e utilizar linguagens de programação; gerar soluções inovadoras e gerir uma organização. Específicos: Preparar profissionais capazes de: supervisionar, coordenar, orientar, planejar, especificar, projetar e implementar ações relativas ao desenvolvimento, implementação e validação de projetos lógicos e físicos de redes de computadores locais e de longa distância. III. Organização Curricular Matriz curricular

4 Tecnologia em Redes de computadores 1º Semestre 2º Semestre 3º Semestre 4º Semestre 5º Semestre 6º Semestre Laboratório de desenvolvimento I Computação - Conceitos e aplicações Algoritmos Atividades Acadêmico- Científico-Culturais I Comunicação e Expressão Fundamentos de Administração Matemática Discreta Laboratório de desenvolvimento II Fundamentos de redes de computadores Fundamentos de Banco de dados Engenharia de software Linguagem de Programação I Sistemas Operacionais Fundamentos de Cálculo Laboratório de desenvolvimento III Laboratório de hardware e Redes Cabeamento Estruturado Linguagem de Programação para ambientes de redes I Estruturas de dados Fundamentos de Gestão de TI Estatística básica Laboratório de desenvolvimento IV Administração de Redes de Computadores Sistemas Operacionais de Redes de Computadores Linguagem de Programação para ambientes de redes II Tecnologia e ambiente Metodologia da pesquisa científicotecnológica Planejamento Estratégico Laboratório de desenvolvimento V Serviços em Redes de Computadores Protocolos de Comunicação em Redes de Computadores Fundamentos de Redes sem Fio (2 ) Segurança em Redes de Computadores Gestão de pessoas Projeto de trabalho de graduação I Laboratório de desenvolvimento VI Tópicos Avançados em Redes de Computadores Projetos de Redes de Computadores Tecnologias de Interligação de Redes Remotas Gerência de Projetos e Processos Legislação Aplicada à Tecn. da Informação Projeto de trabalho de graduação II Inglês Inglês II Inglês III Inglês IV Inglês V Inglês VI Aulas: Semanais 24 Semestrais 480 Aulas: Semanais 24 Semestrais 480 Aulas: Semanais 24 Semestrais 480 Aulas: Semanais 24 Semestrais 480 Aulas: Semanais 24 Semestrais 480 Aulas: Semanais 24 Semestrais 480 Estágio Curricular (a partir do 3º semestre) h -Trabalho de Graduação (a partir do quinto semestre) h DISTRIBUIÇÃO DAS AULAS POR EIXO FORMATIVO Disciplinas BÁSICAS Aulas % Disciplinas PROFISSIONAIS Aulas % Língua portuguesa 80 2,8 Tecnologia da informação - infraestrutura 160 5,6 Língua Estrangeira - Inglês 240 8,3 Tecnologia da informação - desenvolvimento ,1 Matemática e Estatística 160 5,6 Tecnologia da informação - redes de computadores ,6 Gestão 280 9,7 Multidisciplinar - transversal 240 8,3 TOTAL ,7 TOTAL ,3 RESUMO DE CARGA HORÁRIA: horas, sendo: 2880 aulas --> 2400 horas (atende CNCST) + (240 horas de Estágio Supervisionado) + (160 horas do Trabalho de Graduação)

5 6º SEMESTRE 5º SEMESTRE 4º SEMESTRE 3º SEMESTRE 2º SEMESTRE 1º SEMESTRE Período DISTRIBUIÇÃO DA CARGA DIDÁTICA SEMESTRAL DISCIPLINAS / ATIVIDADES Aulas semanai s Sigla Denominação Teoria Prática CARGA DIDÁTICA SEMESTRAL Tipo de atividade curricular Autôno Total ma IRC-110 Laboratório de desenvolvimento I 2 * IAL-001 Algoritmos IFC-001 Computação fundamentos e aplicações TAA-100 Atividades Acadêmico-Científico-Culturais I LPO-001 Comunicação e Expressão AAG-002 Fundamentos de Administração MMD-001 Matemática Discreta LIN-100 Inglês I IRC-120 Laboratório de desenvolvimento II 4 * IES-001 Engenharia de software ILP-101 Linguagem de Programação I IBD-001 Fundamentos de Banco de dados IRC-001 Fundamentos de Redes de computadores ISSO-001 Sistemas Operacionais MCA-001 Fundamentos de cálculo LIN-200 Inglês II IRC-130 Laboratório de desenvolvimento III 4 * IHW-101 Laboratório de Hardware de Redes IRC-003 Cabeamento Estruturado IGT-001 Fundamentos de Gestão de TI ILP-106 Linguagem de Programação p Ambientes de Redes I IED-001 Estrutura de dados MET-001 Estatística Básica LIN-300 Inglês III IRC-140 Laboratório de desenvolvimento IV 4 * IAR-001 Administração de Redes de Computadores ILP-107 Linguagem de Programação p Ambientes de Redes II ISSO-002 Sistemas Operacionais de Redes QAM-001 Tecnologia e Ambiente TTG-001 Metodologia da Pesquisa Cientifico-tecnológica AGE-002 Planejamento Estratégico LIN-400 Inglês IV IRC-150 Laboratório de desenvolvimento V 4 * IRC-002 Serviços em Redes de Computadores IRC-006 Protocolos de Comunicação em Redes IRC-010 Fundamentos de Redes sem Fio Segurança em Redes de Computadores AGR-002 Gestão de Pessoas TTG-002 Projeto de Trabalho de Graduação LIN-500 Inglês V IRC-160 Laboratório de desenvolvimento V I 4 * TAR-001 Tópicos Avançados em Redes IRC-007 Projetos de Redes de Computadores IRC-005 Tecnologias de Interligação de Redes Remotas AGO-003 Gerência de Projetos e Processos DDI-001 Legislação Aplicada à tecnologia da informação TTG-102 Projeto de Trabalho de Graduação II LIN-600 Inglês V I Total do Curso 2.880

6 EMENTAS, OBJETIVOS E BIBLIOGRAFIA. PRIMEIRO SEMESTRE Sigla DISCIPLINAS / ATIVIDADES CARGA DIDÁTICA SEMESTRAL Denominação Aulas Tipo de atividade curricular semanais Teoria Prática Autônoma Total IRC-110 Laboratório de desenvolvimento I 2 * IAL-001 Algoritmos IFC-001 Computação fundamentos e aplicações TAA-100 Fundamentos de Administração LPO-001 Comunicação e Expressão AAG-002 Atividades Acadêmico-Científico-Culturais I MMD-001 Matemática Discreta LIN-100 Inglês I * A faculdade poderá desenvolver este componente curricular de maneira semipresencial do estudante. LABORATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO I 40 aulas Objetivos: Proporcionar ao aluno a busca pelo conhecimento de modo autônomo. Sensibilizar o alunado quanto à responsabilidade pessoal, social, tecnológico e intelectual. Ementa: Participação em atividades formacionais de incentivo à busca do auto-aprendizado, com responsabilidade pessoal, social e intelectual. Exercício de atividades de enriquecimento científico e profissional. CONCILIO, Ricardo; FURLAN, Marco A; GOMES, Marcelo; SOARES, Marcio. Algoritmos e lógica de programação. Cengage, PEREIRA, Silvio do Lago. Algoritmos e lógica de programação em C. Erica, CORMEN, Thomas H; LEISERSON, Charles E; RIVEST, Ronald L. Introduction to algorithms. MIT Press, TOSCANI, Laira Vieira; VELOSO, Paulo A. S. Complexidade de Algoritmos. 2ª ed. Bookman, ALGORITMOS 80 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de: analisar problemas, e projetar, validar soluções computacionais para os mesmos, através do uso de metodologias, técnicas e ferramentas de programação envolvendo elementos básicos da construção de algoritmos e programas de computador. Ementa: Método para desenvolvimento de algoritmos. Modularidade e abstração. Tipos de dados básicos e representações gráficas dos principais comandos nas linguagens procedurais. Expressões aritméticas, lógicas e literais. Estruturas básicas de programas (seqüência, iteração, seleção simples e múltipla). Algoritmos para manipulação de estruturas básicas. ARAUJO, E C. DE. Algoritmos Fundamento e Prática. Visual Books, ASCENCIO, A. F. G, CAMPOS, E. A. V. Fundamentos da Programação de Computadores: algoritmos, Pascal e C/C++ e Java. 2ª Ed. São Paulo: Longman, FEOFILOFF, P. Algoritmos em Linguagem C. São Paulo: Campus, FORBELLONE, L. V; EBERSPACHER, H. F. Lógica de Programação: a construção de algoritmos e estruturas de dados, 3ª ed.- São Paulo: Prentice Hall, Outros: DOWNEY, A; ELKNER, J. MEYERS, C. Como Pensar como um Cientista da Computação, GNU free documentation Licence. DOWNEY, A. Think Python, 2008, GNU free documentation License. COMPUTAÇÃO - FUNDAMENTOS E APLICAÇÕES 80 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de: compreender a natureza dos sistemas de computação desde a elaboração do algoritmo até a saída dos dados e desenvolver a percepção das tendências da área. Ementa: Caracterização e histórico da computação. Arquitetura e organização de computadores. Conceitos básicos da teoria da computação. Algoritmos. Sistemas operacionais. Compiladores. Programas. Linguagens de programação. Software Básico para Computadores. Armazenamento de informações. Redes de comunicação de dados. Virtualização. Software como Serviço (SAS). Colaboração massiva. HENNESSY, J. L., PATTERSON, D. A. Organização e Projeto de Computadores. Campus, TANENBAUM, A. S. Organização Estruturada de Computadores, 5ª Edição. Prentice Hall, FEDELI, R. D; POLLONI, E. G. F; PERES, F. E. Introdução à Ciência da Computação. Cengage, MARÇULA, Marcelo; BENINI FILHO, Pio Armando. Informática: Conceitos e Aplicações. Érica, SILBERSCHATZ. Sistemas operacionais com Java, 7ª ed., Campus, 2008.

7 COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO 80 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de: Identificar os processos lingüísticos específicos para elaboração de textos escritos que circulam no âmbito empresarial; estabelecer relações entre os diversos gêneros discursivos e seu funcionamento na produção escrita; identificar os fatores de coesão na estruturação do texto escrito; identificar os fatores de coerência no processamento cognitivo do texto; desenvolver hábitos de análise crítica de produção textual para poder assegurar sua coerência e coesão. Ementa: Visão geral da noção de texto. Diferenças entre oralidade e escrita, leitura, análise e produção de textos de interesse geral e da administração: cartas, relatórios, correios eletrônicos e outras formas de comunicação escrita e oral nas organizações. Coesão e coerência do texto e diferentes gêneros discursivos. CINTRA, Lindley, CUNHA, Celso. Nova gramática do português contemporâneo de acordo com a nova ortografia. Lexikon, MARCUSCHI, L. A; XAVIER, A. C. Hipertexto e gêneros digitais. Cortez, MARTINS, D S; ZILBERKNOP. Português Instrumental: de acordo com as atuais normas da ABNT. Atlas, CEGALLA, D P. Novíssima gramática da língua portuguesa. Companhia Editora Nacional, FARACO, Carlos Alberti; TEZZA, Cristóvão. Prática de texto: para estudantes universitários. Vozes, FÁVERO, Leonor Lopes. Coesão e coerência textuais. 11ª Edição. São Paulo: Ática, FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa. Positivo, MARCUSCHI, Luiz Antonio. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola Editorial, MEDEIROS, João Bosco. Redação Cientifica. Atlas, TOMASI, Carolina; MEDEIROS, João Bosco. Comunicação Empresarial. 2ª Edição. São Paulo: Atlas, FUNDAMENTOS DE ADMINISTRAÇÃO 40 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de: ter uma visão geral da ciência administrativa e de sua importância para as organizações de todos os tipos. Ementa: Teoria geral da administração: conceitos e métodos. Processos de gerência. Técnicas de análise administrativa. A empresa e os sistemas administrativos. As estruturas das funções de produção, de marketing, de finanças e de recursos humanos na indústria, comércio e prestação de serviços. Princípios de organização e métodos. Cultura organizacional. CHIAVENATO, I. Introdução à Teoria Geral da Administração. Campus, MAXIMIANO, A. C. A. Introdução à Administração. Atlas, RIBEIRO, Antonio de Lima. Teorias da Administração. Saraiva, MAXIMIANO, A. C. A. Teoria Geral da Administração, 6ª ed. São Paulo: Atlas, SILVA, Reinaldo Oliveira. Teorias da Administração. Prentice Hall Brasil, ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS 40 aulas Objetivos gerais: Enriquecer o processo formativo do estudante. Contribuir para desenvolver o interesse por atividades de caráter científico e cultural, no âmbito da faculdade e da comunidade acadêmica e propiciar condições para integrar o estudante em atividades de natureza científica ou cultural. Objetivos específicos: Facilitar o desenvolvimento das capacidades de: decidir sobre o próprio desenvolvimento intelectual. Facilitar o posicionamento do estudante nas interações com a sociedade de maneira a desenvolver cidadania e o saber conviver. Facilitar o desenvolvimento da autonomia na construção do seu conhecimento. Ementa: Os estudantes deverão cumprir o equivalente a 40 (quarenta) aulas ao longo de todo o curso em atividades que possibilitem vivências acadêmico-científico-culturais. Tais atividades serão de livre escolha do estudante e poderão ter diferentes naturezas, como a realização de cursos extracurriculares, participação em congressos, seminários, palestras e atividades culturais diversas (filmes, representações teatrais, visitas a museus, viagens, etc.), validadas pela Coordenação do Curso. MATEMÁTICA DISCRETA 80 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de: utilizar conceitos fundamentais da matemática e aplicar tais conceitos em situações reais. Ementa: Teoria dos conjuntos. Lógica Proposicional. Tabelas Verdade. Equivalências Lógicas (Leis de Morgan). Teoria dos Números. Relações e Funções. Matrizes e Determinantes. Álgebra Linear. Funções. GARCIA LOPEZ, Javier; MENEZES, Paulo Blauth. TOSCANI, Laira Vieira. Aprendendo matemática discreta com exercícios. Bookman, MENEZES, Paulo Blauth. Matemática discreta para computação e informática, 3ª Ed. Bookman, SCHEINERMAN, E. R. Matemática Discreta: uma introdução. Cengage, 2010.

8 IEZZI, G., MURAKAMI, C. Fundamentos da matemática elementar V.1, Conjuntos, Funçoes. 8ª ed. São Paulo: Atual SULLIVAN, Michael; MIZRAHI,Abe. Matemática Finita Uma abordagem aplicada. LTC Editora, INGLÊS I 40 aulas Objetivos: O aluno deverá ser capaz de se apresentar, dar informações pessoais e profissionais; entender números em contextos diversos; fazer perguntas simples e responder sobre vida cotidiana e comunicação empresarial, tais como escrita de s e atender uma ligação telefônica; extrair informações de textos técnicos específicos da área; entender diferenças básicas de pronúncia. Ementa: Introdução à compreensão e produção oral e escrita por meio da integração das habilidades lingüístico-comunicativas. Ênfase na oralidade, atendendo às especificidades acadêmico-profissionais da área e abordando aspectos sócio-culturais da língua inglesa. LONGMAN. Dicionário Oxford Escolar para Estudantes Brasileiros. Português-Inglês/Inglês-Português com CD-Rom. 2ª Edição: Atualizado com as novas regras de Ortografia. São Paulo: Pearson Education, LONGMAN. Longman Gramática Escolar da Língua Inglesa com CD-Rom. São Paulo: Pearson Education do Brasil, MURPHY, Raymond. Essential Grammar in Use CD-Rom with answers. Third Edition. Cambridge, DUCKWORTH, Michael. Essential Business Grammar & Practice - English level: Elementary to Pre- Intermediate. New Edition. Oxford, UK: Oxford University Press, MICHAELIS. Moderno Dicionário Inglês-Português, Português-Inglês. São Paulo: Melhoramentos, POSITIVO INFORMÁTICA. Tell Me More Nível Básico. Curitiba, Sigla SEGUNDO SEMESTRE DISCIPLINAS / ATIVIDADES Denominação Aulas semanais CARGA DIDÁTICA SEMESTRAL Tipo de atividade curricular Teoria Prática Autônoma TOTAL IRC-120 Laboratório de desenvolvimento II 4 * IES-001 Fundamentos de Redes de computadores ILP-101 Engenharia de software IBD-001 Linguagem de Programação I IRC-001 Fundamentos de Banco de dados ISSO-001 Sistemas Operacionais MCA-001 Fundamentos de cálculo LIN-200 Inglês II * A faculdade poderá desenvolver este componente curricular de maneira semipresencial do estudante LABORATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO II 80 aulas Objetivos: Proporcionar ao aluno a busca do conhecimento de modo autônomo. Sensibilizar o alunado quanto à responsabilidade pessoal, social, tecnológica e intelectual. Disponibilizar tempo para desenvolvimento de projetos que interligue as disciplinas cursadas. Ementa: Participação em atividades de busca do auto-aprendizado, com responsabilidade pessoal, social e intelectual. Desenvolvimento de projetos que interligue os conhecimentos proporcionados pelas disciplinas cursadas. ELMASRI, Ramez. Sistemas de banco de dados. 4ª ed. São Paulo: Addison-Wesley, TANENBAUM, A. S. Redes de computadores. Tradução da 5º edição. Campus, BARDUCHI, Ana Lúcia Jankovic. Desenvolvimento Pessoal e Profissional. 3ª ed. Pearson Education, HAMEL, GARY; PRAHALAD, C. K.. Competindo Pelo Futuro. 19ª ed. Rio de Janeiro: Campus, ROSA, José A. Desenvolvimento Pessoal e Profissional. 1ª ed. São Paulo: Pearson, 2006 SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do Trabalho Científico. 23ª ed. São Paulo: Cortez, SIQUEIRA, Ethevaldo. Tecnologias que Mudam Nossa Vida. 1ª Ed. São Paulo: Saraiva, FUNDAMENTOS DE REDES DE COMPUTADORES 40 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de: Identificar os tipos de redes, cabeamentos e protocolos. Ementa: Tipos de rede: ponto-a-ponto e cliente-servidor. Tipos de processamento: centralizado e distribuído. Topologias. Cabeamento estruturado: conceitos e tipos de cabos. Fibra Ótica: tipos e padrões. Redes sem fio. Sistemas operacionais de rede. Introdução modelo de referência ISO/OSI. Principais protocolos de uso corrente.

9 MAIA, L P. Arquitetura de redes de computadores. LTC, ROSS, K W. e KUROSE, J F. Redes de computadores e a Internet. São Paulo: Addison Wesley, TANENBAUM, A. S. Redes de computadores. Tradução da 5º edição. Campus, ENGENHARIA DE SOFTWARE 80 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de aplicar os princípios e conceitos da Engenharia de Software na implementação do componente software que faz parte dos Sistemas de Informação e utilizar métodos e técnicas existentes que apóiam as diferentes fases de desenvolvimento de um software. Ementa: Fases do ciclo de vida de um software. Introdução à Gerência de projeto. Introdução à análise e especificação de requisitos. Modelagem de dados. Técnicas de modelagem para projeto e implementação: arquitetura de projeto, projeto de interface. Gerenciamento de versões e configurações. Verificação e validação: testes, revisões e inspeções. Garantia de qualidade de Software. Manutenção. Documentação. Ferramentas para desenvolvimento de software: engenharia de software auxiliada por computador (CASE). Estudo de caso de um aplicativo. PRESSMAN, R. S. Engenharia de Software,São Paulo: McGraw Hill, SOMMERVILLE, Ian. Engenharia de Software. 8ª ed. São Paulo: Addison Wesley, LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO I 80 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de: analisar problemas, projetar, implementar e validar soluções computacionais para os mesmos, através do uso de metodologias, técnicas e ferramentas de programação implementando programas de computador em uma linguagem de programação. Ementa: Conceitos básicos de Linguagens de Programação. Visão geral de linguagens. Paradigmas de Linguagens de Programação. Implementação de algoritmos por meio de uma linguagem de programação. SEBESTA, R. W. Conceitos de Linguagem de Programação. 9 Edição, Bookman, SILVA, F. S. C. da; MELO, A. C. Princípios de Linguagens de Programação, São Paulo, Edgard Blucher, DOWNEY, A., ELKNER, J., MEYERS, C. Como Pensar como um Cientista da Computação, GNU free documentation Licence. DOWNEY, A., Think Python, 2008, GNU free documentation License. FEOFILOFF, P., Algoritmos em Linguagem C, São Paulo: Campus, FRIEDMAN, D.; Wand, M.; Haynes, C. Fundamentos de linguagem de Programação, 2 Ed. Berkeley, FUNDAMENTOS DE BANCO DE DADOS 40 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de: modelar dados, implantar e manipular sistemas de bancos de dados simples. Ementa: Arquitetura geral de um sistema gerenciador de Banco de Dados (SGBD). Introdução aos conceitos de modelagem. Modelo Entidade Relacionamento. Modelo relacional. Mapeamento do modelo E-R para o modelo relacional. Introdução à Linguagem SQL (comandos básicos DDL e DML). Uso de ferramenta CASE. HEUSER, C. A. Projeto de Banco de Dados, vol 4. Artmed, LEITE, Mario. Acessando Bancos de Dados com Ferramentas RAD. Brasport, MACHADO, F. N. R. Banco de Dados Projeto e implementação. São Paulo: Érica, DATE, C. J. Introdução a Sistemas de Banco de Dados. Rio de Janeiro: Campus, SILBERSCHATZ, A., KORTH, H. F. SUDARSHAN, S., Sistema de Banco de Dados. 5 ed. RJ: Campus, SISTEMAS OPERACIONAIS 80 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de: compreender os conceitos e mecanismos presentes nos Sistemas Operacionais, possibilitando ao profissional de informática utilizar, dimensionar, configurar e otimizar o uso dos Sistemas Operacionais e de seus componentes. Ementa: Introdução a arquiteturas: convencionais, multiprocessadores, paralelas com memória distribuída e redes. Multiprocessamento e multiprogramação. Gerenciamento de memória: memória real vs virtual, paginação e segmentação, memória cache. Processos: estados, contexto, gerenciamento pelo kernel, escalonamento, sinais e interrupções. Comunicação local: pipes, FIFOs, message queues, memória compartilhada. Comunicação remota: síncrona, assíncrona, sockets, chamada remota de procedimentos (RPC). Threads: gerenciamento, sincronização, semáforos, regiões críticas, condicionais, monitores. Entrada e saída: aspectos de hardware e software, dispositivos de bloco e caracteres (terminais, discos, relógio, rede), independência de dispositivo, drivers. Sistemas de arquivos. Tipos de arquivos: seqüenciais, de acesso indexado, de acesso direto, diretórios hierárquicos, organização física e acesso a arquivos, mecanismos de proteção distribuída. Segurança. OLIVEIRA, R. S. de, CARISSIMI, A. da S., TOSCANI, S. S. Sistemas Operacionais, Sagra-Luzzato, 2008.

10 SILBERSCHATZ, A., Sistemas Operacionais com Java. São Paulo: Campus, TANENBAUM, Andrew S. Sistemas Operacionais Modernos, 2ª Ed. São Paulo: Prentice Hall (Pearson), FUNDAMENTOS DE CÁLCULO 40 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de: utilizar os conceitos fundamentais do cálculo. Ementa: Limites e derivadas. Integrais de funções de uma variável. DEMANA, Franklin; FOLEY, Gregory D; WAITS, Bert K. Pré Cálculo. Addison Wesley Brasil, GUIDORIZZI, H. L. Um Curso de Cálculo, Volume I, LTC, 5ª ed., MEDEIROS, Valeria Zuma. Pré Cálculo. Cengage, Bibliografia complementar STEWART, J. CALCULO Volume I, São Paulo: Cengage, INGLÊS II 40 aulas Objetivos: O aluno deverá ser capaz de dar informações pessoais (fazer perguntas simples e responder sobre a vida cotidiana), falar sobre preferências e planos para o futuro; dar informações profissionais, descrever habilidades e responsabilidades (fazer perguntas simples e responder num contexto empresarial); usar números em contextos de compras; fazer comparações; fazer agendamentos; lidar com problemas e negociar soluções; pedir e dar permissão; agendar e gerenciar compromissos; extrair informações de textos técnicos específicos da área; entender diferenças de pronúncia. Ementa: Consolidação da compreensão e produção oral e escrita por meio da integração das habilidades lingüístico-comunicativas desenvolvidas na disciplina Inglês 1. Ênfase na oralidade, atendendo às especificidades acadêmico-profissionais da área e abordando aspectos sócio-culturais da língua inglesa. REMACHA ESTERAS, Santiago; FABRÉ Elena, Marco. Professional English in Use ICT: for computers and the Internet. Student s Book. Cambridge, REMACHA ESTERAS, Santiago. Infotech English for Computer Users, Student's Book, áudio CD. Cambridge do Brasil, Bibliografia complementar CAMBRIDGE. Professional english in use engineering with answers: technical english for professionals. Cambridge do Brasil, DUCKWORTH, Michael. Essential Business Grammar & Practice - English level: Elementary to Pre- Intermediate. New Edition. Oxford, UK: Oxford University Press, GODOY, S. M. B; GONTOW, C; MARCELINO, M. English Pronunciation for Brazilians. Disal, MICHAELIS. Moderno Dicionário Inglês-Português, Português-Inglês. São Paulo: Melhoramentos, POSITIVO INFORMÁTICA. Tell Me More Nível Básico. Curitiba, RAMAN, MeenakshI; SHARMA, Sangeeta. Technical communication: english skills for engineers. Oxford USA Professional, Sigla TERCEIRO SEMESTRE DISCIPLINAS / ATIVIDADES Denominação Aulas semanais CARGA DIDÁTICA SEMESTRAL Tipo de atividade curricular Teoria Prática Autônoma TOTAL IRC-130 Laboratório de desenvolvimento III 4 * IHW-101 Laboratório de Hardware de Redes IRC-003 Cabeamento Estruturado IGT-001 Linguagem de Programação p Ambientes de Redes I ILP-106 Estrutura de dados IED-001 Fundamentos de Gestão de Tecnologia da Informação MET-001 Estatística Básica LIN-300 Inglês III * A faculdade poderá desenvolver este componente curricular de maneira semipresencial do estudante LABORATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO III 80 aulas Objetivos: Proporcionar ao aluno a busca do conhecimento de modo autônomo. Sensibilizar o alunado quanto à responsabilidade pessoal, social, tecnológica e intelectual. Disponibilizar tempo para desenvolvimento de projetos que interligue as disciplinas cursadas. Ementa: Participação em atividades de busca do auto-aprendizado, com responsabilidade pessoal, social e intelectual. Desenvolvimento de projetos que interligue os conhecimentos proporcionados pelas disciplinas cursadas. MORIMOTO, Carlos E. Redes - Guia Prático. Sulina, SOUDERS, Steve. Alta performance em sites web. Starlin Alta Consult, 2007.

11 TERUEL, Evandro Carlos. WEB Total - Desenvolva Sites com tecnologias de uso livre - prático e avançado. Erica, TENENBAUM, Aaron M et al. Estrutura de Dados Usando C. 1ª ed. São Paulo: Pearson Education, ZELDMAN, J. Projetando web sites compatíveis. Rio de Janeiro: Campus, Outros NBR Procedimento básico para elaboração de projetos de cabeamento de telecomunicações para rede interna estruturada. LABORATÓRIO DE HARDWARE DE REDES 80 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de realizar montagem e manutenção de equipamentos ativos e passivos de um sistema de redes e compreender Sistemas Elétricos AC/DC Ementa: Montagem e manutenção de computadores e periféricos. Cabeamento e conectores. Equipamentos de interconexão: concentradores, modems, pontes, switches, roteadores e gateways. Nobreaks, Calculo de refrigeração térmica. MORIMOTO, Carlos E. Hardware II, o Guia Definitivo. Sulina, TANENBAUM, Andrew S; WETHERALL, David J. Redes de Computadores 5ª Ed. Prentice Halll, TORRES, Gabriel Montagem de Micros. Novaterra, CAMINHA, Amadeu. Introdução à Proteção dos Sistemas Elétricos. Edgard B;lucher, MAMEDE, João. Manual de Equipamentos Elétricos Rio de Janeiro: LTC, TORRES, Gabriel. Redes de Computadores. Novaterra, CABEAMENTO ESTRUTURADO 40 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de identificar os tipos de cabeamento disponíveis no mercado, reconhecendo as vantagens do cabeamento estruturado, e principais características, bem como desenvolver projetos de Cabeamento Estruturado. Ementa: Tipos de cabo de rede: coaxial, par trançado e fibra ótica; topologias físicas e lógicas de redes; equipamentos: racks, canaletas, conectores, jacks; interligação; LAN e WAN; padrões IEEE e EIA/TIA; certificação de cabeamento de redes. MARIN, Paulo S. Cabeamento estruturado, desvendando cada passo: do projeto à instalação. Erica, RUSCHEL, A. G. Do cabeamento ao servidor. Brasport, SHEEDY, Sean M; SHIMONSKI, Robert J; STEINER, Richard. Cabeamento de Rede LTC, PINHEIRO, J. M. Guia completo de cabeamento de redes, Campus, Outros NBR Procedimento básico para elaboração de projetos de cabeamento de telecomunicações para rede interna estruturada. LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO PARA AMBIENTES DE REDES I 80 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de desenvolver soluções para aplicações web e decidir pela linguagem adequada para sistemas baseados em WEB. Ementa: Introdução ao ambiente Web. A linguagem HTML. Ferramentas para programação em HTML. Desenvolvimento de páginas Web. Linguagem de script para páginas HTML. Desenvolvimento de applets Java para páginas web HTML. Desenvolvimento de aplicações CGI / PHP / JSP / ASP para sistemas baseados em Web a utilização de banco de dados. Aplicações WEB com XML e SOAP. Noções de desenvolvimento de aplicações com Webservices. BEIGHLEY, Lynn; MORRISON, Michael. Use a cabeça! PHP & MYSQL. Alta Books, NIEDERAUER, Juliano. Desenvolvendo Websites com PHP. Novatec, TISATTO, Rodrigo Maciel. Relatórios fáceis com XML e XHTML/CSS. Ciência Moderna, BATES, Bert; SIERRA, Kathy. Use a cabeça! Java. Starlin Alta Consult, LUCKOW, Decio Heinzelmann; MELO, Alexandre Altair de. Programação Java para a Web. Novatec, MORRISON, Michael. Use a Cabeça Javascript. Starlin Alta Consult, ESTRUTURA DE DADOS 80 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de selecionar as estruturas de dados e as respectivas representações que sejam mais adequadas a uma dada aplicação, implementando-as com uso dos recursos de linguagem de programação mais apropriados ao caso; compreender o conceito de abstração de dados, sua importância para os princípios de modularidade, encapsulamento e independência de implementação; reconhecer e manipular as estruturas de dados clássicas, suas características funcionais, formas de representação e operações associadas.

12 Ementa: Estruturas abstratas de dados e encapsulamento. Arrays. Listas ligadas: listas simples, duplas e circulares. Pilhas e filas. Árvores: binárias e balanceadas. Métodos de ordenação e busca. CELES, W. et al. Introdução à Estrutura de Dados. Rio de Janeiro: Elsevier, PEREIRA, Silvio do Lago. Estrutura de Dados Fundamentais: Conceitos e Aplicações. 12ª ed. São Paulo: Érica, SILVA, O. Q. da. Estrutura de Dados e Algoritmos usando C, Ciência Moderna, FORBELLONE, A. L. Lógica de programação. 1ª ed. São Paulo: Pearson, LAUREANO, Marcos. Estrutura de dados e algoritmos e C. Brasport, VELOSO, Paulo A. S. Estrutura de Dados, 29ª ed. Rio de Janeiro: Campus, FUNDAMENTOS DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 40 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de: caracterizar o papel estratégico que a tecnologia da informação desempenha nas organizações e participar do processo de definição, execução e avaliação de estratégias de tecnologia da informação adotadas pelas organizações para o alcance dos objetivos de negócio. Ementa: O Gestor de Negócios e da Informação; Alinhamento de Tecnologia de Informação com os Negócios; Auditorias; Técnicas de Análise de Custos e ROI; Plano de Recuperação (contingências); Infra-estrutura de TI; Instalações Físicas, Avaliação de Sistemas e Recursos Computacionais; Métodos de Governança. Estudos de caso. HUNTER, Richard; WESTERMAN, George; Trad TAYLOR, R. Brian. O verdadeiro valor de TI. M.books, LAHTI, C e PETERSON, R. Sarbanes-Oxley COBIT e ferramentas open source. Alta Books, MAGALHAES, I L e PINHEIRO, W B. Gerenciamento de serviços de TI na pratica: uma abordagem com base na ITIL. Novatec, TURBAN, E., RAINER JR., R. K., POTTER, R. E. Administração de Tecnologia da Informação. Campus, WEILL, P.; ROSS, J. W. Governança de TI Tecnologia da Informação. São Paulo: Makron Books, ESTATÍSTICA BÁSICA 40 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de: Reconhecer e aplicar os conhecimentos básicos sobre distribuição de freqüências; construir e analisar gráficos estatísticos; analisar o afastamento de dados numéricos em relação a um valor médio; utilizar os procedimentos estatísticos para tomadas de decisões e como ferramentas da qualidade; efetuar cálculos de probabilidades e analisar os fenômenos probabilísticos; obter, por regressão, a curva que melhor ajusta pontos amostrais; interpretar o significado da curva obtida; obter dados por amostragem e inferir. Ementa: Dados Estatísticos - Formas de Apresentação de Dados. Medidas de Tendência Central. Medidas de Dispersão. Probabilidade. Distribuição Binomial e Normal. Amostragem. Testes de Hipóteses. Regressão. Modelos de Regressão. Representação Gráfica de Resultados. GONZALEZ, Norton. Estatística Básica. Ciência Moderna, RIBEIRO, Osni Moura. Estatística Fácil. Saraiva, TRIOLA. M. F. Introdução à Estatística. 10ª Ed. Rio de Janeiro: LTC, BUSSAB, W. O., MORETTIN, P. A., Estatística Básica. 5. Ed. São Paulo; Saraiva GRIFFITHS, Dawn. Use a cabeça! Estatistica. Starlin Alta Consult, TAKAHASHI, Shin. Guia mangá de estatística. Novatec, INGLÊS III 40 aulas Objetivos: O aluno deverá ser capaz de participar de discussões em contextos sociais e empresariais usando linguagem apropriada de polidez e formalidade, expressar opiniões e necessidades, fazer solicitações, descrever habilidades, responsabilidades e experiências profissionais; usar números para descrever preços, dados e gráficos; compreender informações de manuais, relatórios e textos técnicos específicos da área; redigir cartas e s comerciais simples; entender diferenças de pronúncia. Ementa: Expansão da compreensão e produção oral e escrita por meio de funções sociais e estruturas básicas da língua. Ênfase na oralidade, atendendo às especificidades acadêmico-profissionais da área e abordando aspectos sócio-culturais da língua inglesa. COTTON, D; FALVEY, D; KENT, S. Market Leader. Elementary Business English. Course Book with Multi-Rom - Audio CD New Edition. Longman / Pearson Education, HUGES, John et al. Business Result Business Result: Elementary Student Book Pack. Oxford, New York: Oxford University Press, WRIGHT, Ros; MCKEOWN, Arthur. Professional english in use management with answers.cambridge USA, 2011.

13 Bibliografia complementar DUCKWORTH, M. Essential Business Grammar & Practice - English level: Elementary to Pre-Intermediate. New Edition. Oxford University, MURPHY, Raymond. English Grammar in Use. CD-Rom with answers. Third Edition. Cambridge, OXFORD. Oxford Business English Dictionary with CD-Rom. Seventh Edition. Oxford University, Sigla QUARTO SEMESTRE DISCIPLINAS / ATIVIDADES Denominação Aulas semanais CARGA DIDÁTICA SEMESTRAL Tipo de atividade curricular Teoria Prática Autônoma TOTAL IRC-140 Laboratório de desenvolvimento IV 4 * IAR-001 Administração de Redes de Computadores ILP-107 Sistemas Operacionais de Redes ISSO-002 Linguagem de Programação p Ambientes de Redes II QAM-001 Tecnologia e Ambiente TTG-001 Metodologia da Pesquisa Cientifico-tecnológica AGE-002 Planejamento Estratégico LIN-400 Inglês IV * A faculdade poderá desenvolver este componente curricular de maneira semipresencial do estudante LABORATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO IV 80 aulas Objetivos: Proporcionar ao aluno a busca do conhecimento de modo autônomo. Sensibilizar o alunado quanto à responsabilidade pessoal, social, tecnológica e intelectual. Disponibilizar tempo para desenvolvimento de projetos que interligue as disciplinas cursadas. Ementa: Participação em atividades de busca do auto-aprendizado, com responsabilidade pessoal, social e intelectual. Desenvolvimento de projetos que interligue os conhecimentos proporcionados pelas disciplinas cursadas. BURGESS, Mark. Princípios de Administração de Redes de Computadores. 2º Edição. LTC, MINASI, Mark. Dominando o Windows Server 2008 usando em rede. Starlin Alta Consult, NEMETH, Trent; NEMETH, Evi; SYNDER, Gary. Manual Completo do Linux Guia do Administrador. Prentice Hall, ADMINISTRAÇÃO DE REDES DE COMPUTADORES 80 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de utilizar ferramentas e utilitários para gerenciamento de uma rede de computadores. Ementa: Arquitetura de gerência de redes de computadores; grupos funcionais; gerência SNMP; protocolos; MIB; RMON; padronização; arquitetura física e arquitetura informacional; gerência OSI princípios; gerência TMN princípios; gerência e administração de redes; conceitos básicos de segurança; utilitários e ferramentas. Equipamentos gerenciáveis. MORIMOTO, Carlos E Servidores Linux - guia prático. Sulina, TANENBAUM, A. S. Redes de computadores. Tradução da 5º edição. Campus, VIANA, E R C. Virtualização de Servidores Linux para Redes Corporativas: Guia Pratico. Ciência Moderna, BURGESS, Mark. Principios de Administração de Redes de Computadores. 2º Edição. LTC,2006. LIMONCELLI, T.A., HOGAN, C. The Practice of System and Network Administration, Addison Wesley, MAURO, D R., SCHMIDT, K. Essential SNMP. Oreilly & Assoc, STALLINGS, W., SNMP, SNMPv2, SNMPv3, and RMON1 and 2. 3ª ed. Addison-Wesley, SISTEMAS OPERACIONAIS DE REDES 80 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de identificar os principais sistemas operacionais de redes de computadores e suas características. Reconhecer as vantagens e desvantagens de cada sistema operacional de redes de computadores de acordo com o cenário. Ementas: Instalação e configuração de Sistemas Operacionais de redes de mercado. Comparativo entre estes sistemas. Administração de usuários e grupos. Instalação e configuração de ferramentas e serviços. MINASI, Mark. Dominando o Windows Server 2008 usando em rede. Starlin Alta Consult, NEMETH, Trent; NEMETH, Evi; SYNDER, Gary. Manual Completo do Linux Guia do Administrador. Prentice Hall, NEMETH, E. Unix System Administration Handbook. Prentice Hall, 2008.

14 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO PARA AMBIENTES DE REDES II 80 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de realizar a programação de scripts e Jobs em servidores de redes de computadores. Ementa: Interpretadores de comando. Formas de invocação. Linguagens de comandos. Variáveis, expressões e funções. Expressões regulares. Saídas. Controle de jobs. Programação de scripts. JARGAS, Aurélio Marinho. Expresões Regulares Uma abordagem Divertida. Novatec, JARGAS, Aurélio Marinho. Shell Script Profissional. Novatec, NEVES, Julio C.; Programando Shell Linux. Brasport, NEVES, Julio Cezar. Programação Shell Linux. Brasport, RAMEY, C; FOX, B. GNU Bash Reference Manual. Createspace, SAAD, Joel. Bash - Guia de Consulta Rápida. Novatec, TECNOLOGIA E AMBIENTE 40 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de: desenvolver idéia da sustentabilidade, discutir o papel da Tecnologia da informação na questão da sustentabilidade, em particular, o conceito de TI Verde. Ementa: Conceitos e instrumentos da Gestão Ambiental. Gestão Ambiental como uma questão econômica e de estratégia de negócios. Desenvolvimento Sustentável: Econômico, Social e Ambiental. Contexto brasileiro e mundial sobre meio ambiente. Lixo tecnológico e suas destinações. Gestão Ambiental e a responsabilidade social no contexto das organizações. Avaliação de Impactos Ambientais como um dos principais instrumentos de gestão ambiental. Leis, normas e padrões sobre impactos ambientais. Certificação ambiental, Interpretação e aplicação da ISO Conceitos e tendências para atingir a certificação ambiental ISO nas organizações. SEIFFERT, Mari E. Bernardini. Gestão Ambiental. São Paulo: Atlas, TACHIZAWA, T. Gestão Ambiental e Responsabilidade Social Coorporativa, 5ª Ed. São Paulo: Atlas, VALLE, Cyro Eyer do. Qualidade ambiental ISSO São Paulo: Senac, METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICO-TECNOLÓGICA 40 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de identificar os elementos e etapas necessárias para o estudo produtivo; estabelecer um roteiro de estudo adequado às suas necessidades e objetivos; diferenciar os diversos tipos de leitura; elaborar diferentes análise; identificar as várias formas de conhecimento; reconhecer as características da ciência; desenvolver as diversas atividades acadêmicas; diferenciar os diversos tipos de pesquisa; compreender e aplicar o método científico; pensar e elaborar um projeto de pesquisa; estruturar metodologicamente uma monografia; utilizar as diversas técnicas de pesquisa; redigir textos de forma acadêmica. Ementa: O Papel da ciência e da tecnologia. Tipos de conhecimento. Método e técnica. O processo de leitura e de análise textual. Citações e bibliografias. Trabalhos acadêmicos: tipos, características e composição estrutural. O projeto de pesquisa experimental e não-experimental. Pesquisa qualitativa e quantitativa. Apresentação gráfica. Normas da ABNT. Bibliografia: GONSALVES, E. P., Conversas sobre iniciação à pesquisa científica. Campinas: Alínea, LAKATOS, E. M., MARCONI, A. A., Fundamentos de metodologia científica. São Paulo: Atlas, SEVERINO, J. S., Metodologia do trabalho científico. Cortez, PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 40 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de: Relacionar as tecnologias e a visão de negócios ao potencial estratégico das organizações e apresentar soluções para gestão de organizações por meio da construção de cenários. Ementa: Definição de negócio. Análise dos ambientes de negócios. Definição de estratégia e metodologia para análise estratégica. Planejamento estratégico e fatores críticos de sucesso. Elaboração do plano de negócios. Gestão de mudanças. Gestão de conflitos. Identificação de oportunidades, e desenvolvimento de novos negócios. Análise de viabilidade. Empreendedorismo. Marketing de serviços. BESANKO, D. et. Al. Economia da Estratégia. Porto Alegre: Bookman, MINTZBERG, H. et. Al. O Processo da estratégia. Porto Alegre: Bookman, TACHIZAWA, T, CRUZ JR., J B, ROCHA, J A O. Gestão de Negócios: visões e dimensões empresariais da organização. Atlas, INGLÊS IV 40 aulas Objetivos: O aluno deverá ser capaz de compreender e produzir textos orais e escritos mais complexos, em contextos acadêmico-profissionais, tais como elaboração de currículos e participação em entrevistas de emprego presenciais e por telefone; construir e sustentar argumentos; descrever projetos e participar de

15 negociações, destacando vantagens, desvantagens e necessidades; usar linguagem apropriada de polidez e formalidade; extrair informações de textos técnicos específicos da área; entender diferenças de pronúncia. Ementa: Consolidação da compreensão e produção oral e escrita por meio da integração das habilidades lingüístico-comunicativas desenvolvidas na disciplina Inglês 3. Ênfase na oralidade, atendendo às especificidades acadêmico-profissionais da área e abordando aspectos sócio-culturais da língua inglesa. DUCKWORTH, M. Essential Business Grammar & Practice - English level: Elementary to Pre-Intermediate. New Edition. Oxford, UK: Oxford University Press, EMMERSON, Paul. English. Macmillan, WRIGHT, Ros; MCKEOWN, Arthur. Professional english in use management with answers. Cambridge, Sigla QUINTO SEMESTRE DISCIPLINAS / ATIVIDADES Denominação Aulas semanais CARGA DIDÁTICA SEMESTRAL Tipo de atividade curricular Teor ia Prática Autônoma TOTAL IRC-150 Laboratório de desenvolvimento V 4 * IRC-002 Serviços em Redes de Computadores IRC-006 Protocolos de Comunicação em Redes IRC-010 Fundamentos de Redes sem Fio Segurança em Redes de Computadores AGR-002 Gestão de pessoas TTG-002 Projeto de Trabalho de Graduação I LIN-500 Inglês V * A faculdade poderá desenvolver este componente curricular de maneira semipresencial do estudante LABORATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO V 80 aulas Objetivos: Proporcionar ao aluno a busca do conhecimento de modo autônomo. Sensibilizar o alunado quanto à responsabilidade pessoal, social, tecnológica e intelectual. Disponibilizar tempo para desenvolvimento de projetos que interligue as disciplinas cursadas. Ementa: Participação em atividades de busca do auto-aprendizado, com responsabilidade pessoal, social e intelectual. Desenvolvimento de projetos que interligue os conhecimentos proporcionados pelas disciplinas cursadas. LAU, V. K. N, KWOK, Y. R. Wireless Internet and Mobile Computing, John Wiley, FOROUZAN, B, FEGAN, S C. Protocolo TCP/IP. Mcgraw Hill Brasil, NEMETH, E; HEIN, T; SYNDER, G. Manual Completo do Linux Guia do Administrador. Prentice Hall, SERVIÇOS EM REDES DE COMPUTADORES 80 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de disponibilizar e identificar serviços de rede e reconhecer servidores de serviços. Ementa: Servidor de: s, internet, impressão, aplicação, arquivos, backup, comunicação, DHCP, DNS, FTP, TELNET. NEMETH, E; HEIN, T; SYNDER, G. Manual Completo do Linux Guia do Administrador. Prentice Hall, PROTOCOLOS DE COMUNICAÇÃO EM REDES DE COMPUTADORES 80 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de: identificar o modelo ISO/OSI e TCP/IP, sua utilização em redes, bem como suas vantagens e desvantagens. Ementa: camadas OSI, camadas TCP/IP, funções, comunicação entre camadas, pacotes, tráfego na rede. Comutação de pacotes, comutação de circuitos virtuais. Algoritmos de Roteamento. Programação (sockets). FOROUZAN, B, FEGAN, S C. Protocolo TCP/IP. Mcgraw Hill Brasil, KUROSE, J. F. Redes de Computadores e a Internet: Uma Nova Abordagem. Addison Wesley, TANENBAUM, A. S., Redes de Computadores, 5ª edição. Rio de Janeiro: Campus, FUNDAMENTOS DE REDES SEM FIO 40 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de instalar, configurar e dar manutenção em redes sem fio. Ementas: Tecnologias conhecidas: infravermelho, rádio, laser. Topologias, protocolos. Padrões IEEE (Wi-Fi), IEEE (WiMAX), IEEE (ZigBee), IEEE s (Mesh), IEEE (Bluetooth), Wireless óptica. Segurança: criptografia, WEP (Wired Equivalent Protection), WECA (Wireless Ethernet Compatibility Alliance). Antenas e pontos de acesso. Hotspot, Site Survey.

16 BENSKY, A., CHANDRA, P., DOBKIN, D. M. Wireless Networking, Butterworth Heineman, LAU, V. K. N, KWOK, Y. R. Wireless Internet and Mobile Computing, John Wiley, RUFINO, N. M. Segurança em Redes sem Fio, Novatec, SEGURANÇA EM REDES DE COMPUTADORES 40 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de: identificar soluções e protocolos para implementar e testar mecanismos de segurança em redes. Ementa: Gerência e mitigação de riscos. Política de segurança. Plano de contingência. Segurança física. Segurança lógica: ferramentas básicas de segurança; criptografia; firewall; kerberos; SSL; segurança de transações SET; segurança de correio PEM, PGP. Gerenciamento de segurança. Sistemas de distribuição de chaves públicas e secretas. Assinatura digital e autenticação. DMZ. Sistema de detecção de Intrusão. Segurança em Wireless. HORTON, M., MUGGE, C. Hack Notes Segurança de Redes, Rio de Janeiro: Campus, NAKAMURA, E. T., GEUS, P. L. Segurança de Redes em Ambientes Cooperativos, Novatec, STALLINGS, W. Criptografia e segurança de redes. São Paulo: Prentice Hall, STALLINGS, W. Network Security Essentials: Application and Standards. Prentice Hall, 3ª edição, GESTÃO DE PESSOAS 80 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o formando deverá reconhecer o contexto atual do ambiente do trabalho e seus desafios. Ementa:. A importância da área de recursos humanos. Flexibilidade. Transformação do trabalho. Habilidade de adaptação. Mediação. Multiculturalidade e multifuncionalidade. Autonomia. Racionalidade. Criatividade e inovação. Liderança. A interação entre pessoas e organizações. O sistema de administração de recursos humanos. CASCIO, Wayne; BOUDREAU, John. Investimento em Pessoas. Bookman, MARRAS, Jean Pierre. Administração de Recursos Humanos: do operacional ao estratégico. Saraiva, VERGARA, Sylvia Constant. Gestão de Pessoas. Atlas, ALBORNOZ, S. O que é trabalho. Brasiliense, ANTUNES, R. Os sentidos do trabalho. Boitempo, HANASHIRO, D M et. al. Gestão do Fator Humano: Uma visão baseada em stakeholders. Saraiva, MASCARENHAS, André. Gestão Estratégica de Pessoas. Cengage, REIS, A M V; BECKER JR., L C; TONET, H. Desenvolvimento de Equipes. FGV, ROCHA-PINTO, Sandra Regina da et. al. Dimensões funcionais da Gestão de Pessoas. FGV, PROJETO DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO I 40 aulas Objetivos: Definir o projeto do Trabalho de Graduação e iniciar a redação da monografia sobre o tema escolhido. Ementa: Definir tema do trabalho, realizar revisão bibliográfica, definir a estrutura do trabalho monográfico. LAKATOS, E. M., MARCONI, A. A. Fundamentos de metodologia científica, 6ª ed. Editora Atlas, SEVERINO, J. S. Metodologia do trabalho científico.cortez, INGLÊS V 40 aulas Objetivos: O aluno deverá ser capaz de fazer uso das habilidades lingüístico-comunicativas, em contextos acadêmico-profissionais, com maior espontaneidade e confiança; aperfeiçoar as estratégias argumentativas; escrever relatórios; preparar-se para conduzir reuniões; comparar metas e objetivos alcançados; organizar eventos; ler textos técnicos específicos da área; entender diferenças de pronúncia. Ementa: Aprofundamento da compreensão e produção oral e escrita por meio da integração das habilidades lingüístico-comunicativas. Ênfase na oralidade, atendendo às especificidades acadêmico-profissionais da área e abordando aspectos sócio-culturais da língua inglesa. OXFORD. Oxford Advanced Learner s Dictionary with CD-Rom. 7th Edition. Oxford University Press, CAMBRIDGE. Cambridge Advanced Learner s Dictionary with CD-Rom. Third Edition. Cambridge, UK: Cambridge University Press, WRIGHT, Ros; MCKEOWN, Arthur. Professional english in use management with answers.cambridge, 2011.

17 Sigla SEXTO SEMESTRE DISCIPLINAS / ATIVIDADES Denominação Aulas semanais CARGA DIDÁTICA SEMESTRAL Tipo de atividade curricular Teoria Prática Autônoma Total IRC-160 Laboratório de desenvolvimento V I 4 * TAR-001 Tópicos Avançados em Redes IRC-007 Projetos de Redes de Computadores IRC-005 Tecnologias de Interligação de Redes Remotas AGO-003 Gerência de Projetos e Processos DDI-001 Legislação Aplicada à tecnologia da informação TTG-102 Projeto de Trabalho de Graduação II LIN-600 Inglês V I * A faculdade poderá desenvolver este componente curricular de maneira semipresencial do estudante LABORATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO V I 80 aulas Objetivos: Proporcionar ao aluno a busca do conhecimento de modo autônomo. Sensibilizar o alunado quanto à responsabilidade pessoal, social, tecnológica e intelectual. Disponibilizar tempo para desenvolvimento de projetos que interligue as disciplinas cursadas. Ementa: Participação em atividades de busca do auto-aprendizado, com responsabilidade pessoal, social e intelectual. Desenvolvimento de projetos que interligue os conhecimentos proporcionados pelas disciplinas cursadas. Bibliografia básica McCABE, James D. Network Analysis, Architecture, and Design, Third Edition. 3.ed. Morgan Kaufmann, OPPENHEIMER, Priscilla. Top-Down Network Design, Third Edition. 3.ed. Cisco Press, PINHEIRO, Jose Mauricio dos S. Infra-Estrutura Elétrica para Rede de Computadores. Ciência Moderna, Bibliografia complementar HUMMEL, Shaun. Network Planning and Design Guide. Shaun Lloyd Hummel, PASRICHA, Harpreet; JAGU, Dattakiran. Designing Networks for Cisco. Charles River Media, TEARE, Diane. PAQUET, Catherine. Campus Network Design Fundamentals. Cisco Press, RYBACZYK, Peter. Cisco Network Design for Small-Medium Business. Cisco Press, TÓPICOS AVANÇADOS EM REDES 80 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno terá conhecimento do estado da arte na área de Redes de Computadores. Ementa: A disciplina aborda os tópicos mais avançados e recentes da área de redes de computadores com ênfase nas técnicas e conhecimentos existentes no momento do oferecimento das disciplinas. Possíveis temas: Asterix VOIP e Wimax. A ser apresentada juntamente com o plano de ensino da disciplina. PROJETOS DE REDES DE COMPUTADORES 80 aulas Objetivos: Ao final desta disciplina o aluno será capaz de planejar e implantar uma rede de computadores, com base nos estudos feitos em laboratório usando casos fictícios ou reais. Ementa: Desenvolvimento de um projeto de rede local de grandes dimensões, que envolva interligação de prédios, utilizando fibras ópticas; e interligação de duas LANs no esquema matriz/filial, com intercomunicação utilizando tecnologias de interligação de redes remotas com um plano de contingência utilizando tecnologias de internet com VPN. O projeto de rede local deve envolver todos os componentes de uma rede, desde os servidores, o cabeamento estruturado, setores wireless, e equipamentos como concentradores, gateways, roteadores, etc, abrangendo segurança física e lógica. Definição da tecnologia de equipamentos e cabeamento a ser utilizada. Dimensionamento dos gabinetes, concentradores, servidores e cabos. Produção de documentação com layouts. CARISSIMI, Alexandre da Silva; GRANVILLE, Lisandro Zambenedetti; ROCHOL, Juergen. Redes de Computadores. Bookman, SHEEDY, Sean M; SHIMONSKi, Robert J; TEINER, Richard; Cabeamento de Rede. LTC, WHITE, Curt M; Trad de: All tasks. Redes de Computadores e Comunicação de dados. Cengage, Bibliografia complementar DIMARZIO, J. F. Projeto e Arquitetura de Redes: um guia de campo para profissionais de TI. Campus, TORRES, Gabriel. Redes de Computadores. Novaterra, TECNOLOGIA DE INTERLIGAÇÃO DE REDES REMOTAS 40 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de identificar as tecnologias de interconexão de redes (LAN e WAN) utilizando os diversos protocolos e tecnologias existentes no mercado.

18 Ementa: Modems: xdsl, RDSI. Padronização IEEE; comutação de quadros switching; ATM; Frame Relay; X.25; SDH/SONET; tecnologias de interconexão: bridging e roteamento. COMER, D. E. Interligação de Redes com TCP-IP, V.1. 5ª ed. Rio de Janeiro: Campus TANENBAUM, A. S. Redes de computadores. Tradução da 5º edição. Campus, GERÊNCIA DE PROJETOS E PROCESSOS 80 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de fazer estimativas dos recursos necessários para o desenvolvimento de software. Gerenciar o processo de desenvolvimento do projeto verificando as atividades encadeadas logicamente de modo a permitir que o acompanhamento e controle sejam precisos. Conhecer gestão de processo. Ementa: Processos e projetos. Planejamento de projetos. Elaboração de cronogramas. Gestão de riscos. Acompanhamento e controle da execução dos projetos. Subcontratação. Acompanhamento e controle de contratos. Modelagem de processos com utilização de ferramentas de software. Níveis de qualidade dos serviços. ARAUJO, Luis Cesar G. de. Organização, sistemas e métodos e as tecnologias de gestão organizacional, volumes 1 e 2. Atlas, CARDOSO, Vinicius; CAULLIRAUX, Heitor Mansur; CLEMENTE, Rafael; PAIM, Rafael. Gestão de Processos. Bookman, PAVANI Jr, ORLANDO; SCUCUGLIA, Rafael. Mapeamento e Gestão de Processos BPM. M.Books, BARBARA, S. Gestão por processos Fundamentos, Técnicas e Modelos de Implementação. Qualitymark, FINGAR, Peter; SMITH, Howard. Business Process Management - The Third Wave. Meghan Kiffer, KERZNER, Harold; Trad: RIBEIRO, Lene Belon. Gestao De Projetos - As Melhores Praticas. Bookman, MUTO, C. A., PEREIRA, B. T. Exame PMP - a Bíblia. Brasport, PMI. PMBOK - Guia do conjunto de conhecimentos em gerenciamento de Projetos. 3ª Ed. Coleção: Translation. Project Management, SORDI, J O. Gestão por Processos. Saraiva, LEGISLAÇÃO APLICADA À TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 40 aulas Objetivos: Ao final da disciplina o aluno será capaz de: compreender os aspectos legais do uso da tecnologia da informação. Compreender o ordenamento jurídico. Ementa: Introdução ao Direito. Código de propriedade intelectual. Consolidação das leis do trabalho e legislação específica. Estudo dos impactos na sociedade trazidos pelo computador. Estudo dos princípios éticos na área de informática. Noções de perícia forense computacional. Aspectos legais de contrato de serviços de TI. FARMER, Dan; VENEMA, Wietse. Perícia Forense Computacional teoria e prática. São Paulo: Prentice Hall Brasil, PAESANI, Liliane Minardi. Direito de Informática: comercialização e desenvolvimento internacional do software. 6.ed. Atlas, PINHEIRO, Patrícia Peck. Direito Digital. 3.ed. São Paulo: Saraiva, Bibliografia complementar HIMANEN, Pekka. Ética dos hackers e o espírito da era da informação a diferença entre o bom e o mau hacker. Campus, LUCCA, Newton De; SIMÃO Filho, Adalberto (coordenadores) e outros. Direito e Internet aspectos jurídicos relevantes. São Paulo: Quartier Latin, MASIERO, Paulo Cesar. Ética em Computação. São Paulo: EDUSP, PALAIA, Nelson. Noções Essenciais de Direito. São Paulo: Saraiva, RIFKIN, Jeremy. A era do acesso. 2.ed. São Paulo: Makron Books, PROJETO DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO II 40 aulas Objetivos: Elaboração de uma monografia com base no projeto de Trabalho de Graduação apresentado no 5º semestre, visando à síntese criativa da absorção dos conhecimentos proporcionados pelas disciplinas do curso. Ementa: O estudante elaborará, sob a orientação de um professor orientador, uma Monografia (Trabalho de Graduação) cujo tema já foi definido anteriormente e apresentará o trabalho perante uma banca examinadora. MARTINS Junior, Joaquim. Como Escrever Trabalhos de Conclusão de Curso. Vozes, MENDES, G; TACHIZAWA, T. Como fazer monografia na pratica. FGV, SCHLITTLER, Jose Maria Martins. Como fazer monografias. Servanda, 2008.

19 INGLÊS VI 40 aulas Objetivos: O aluno deverá ser capaz de se comunicar com mais autonomia, eficiência e postura críticoreflexiva, em contextos acadêmico-profissionais; discutir planejamento; lidar com conflitos em negociações; lidar valores e dados numéricos; interagir em contextos de socialização e entretenimento; ler textos técnicos específicos da área; entender diferenças de pronúncia. Ementa: Aprimoramento da compreensão e produção oral e escrita por meio da integração das habilidades lingüístico-comunicativas. Ênfase na oralidade, atendendo às especificidades acadêmico-profissionais da área e abordando aspectos sócio-culturais da língua inglesa. CAMBRIDGE. Cambridge Advanced Learner s Dictionary with CD-Rom. 3 th Ed. Cambridge University, OXFORD. Oxford Advanced Learner s Dictionary with CD-ROM. Seventh Edition. Oxford University, Bibliografia complementar DUCKWORTH, M. Essential Business Grammar & Practice. - English level: Intermediate to Upper-Intermediate. New Edition. Oxford University Press, MURPHY, Raymond. Advanced Grammar in Use CD-ROM with answers. Third Edition. Cambridge, OXFORD. Oxford Business English Dictionary with CD-ROM. Seventh Edition. Oxford University, Outros componentes curriculares TRABALHO DE GRADUAÇÃO CARGA HORÁRIA 160 horas, além das 2400 horas. Objetivo: Elaborar um trabalho de síntese criativa dos conhecimentos proporcionados pelo curso. Ementa: O estudante elaborará, sob a orientação, um Trabalho de Graduação, e o apresentará perante uma banca examinadora. As disciplinas de Projeto deverão subsidiar o trabalho de graduação, com temas e propostas de projetos, casos, etc. Bibliografia: POLITO, R. Superdicas para um Trabalho de Conclusão de Curso Nota 10. Saraiva, ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO CARGA HORÁRIA de 240 horas, além das 2400 horas. Objetivo: Proporcionar ao estudante oportunidades de desenvolver suas habilidades, analisar situações e propor mudanças no ambiente organizacional e societário. Complementar o processo ensino-aprendizagem. Incentivar a busca do aprimoramento pessoal e profissional. Aproximar os conhecimentos acadêmicos das práticas de mercado com oportunidades para o estudante de conhecer as organizações e saber como elas funcionam. Incentivar as potencialidades individuais, proporcionando o surgimento de profissionais empreendedores. Promover a integração da Faculdade/Empresa/Comunidade e servir como meio de reconhecimento das atividades de pesquisa e docência, possibilitando ao estudante identificar-se com novas áreas de atuação. Propiciar colocação profissional junto ao mercado de trabalho, de acordo com a área de interesse do estudante. Bibliografia: BIANCHI; ALVARENGA; BIANCHI. Manual de Orientação - Estagio Supervisionado. Cengage, OLIVO, S; LIMA, M C. Estágio Supervisionado e Trabalho de Conclusão de Curso. Thomson Pioneira, LABORATÓRIO BÁSICO (1º E 2º SEMESTRES) Qtd Tipo Configuração Processador Intel Core 2 Duo 3 GHz, 2 GB RAM DDR2, 41 Desktop HD 160 GB SATA2, Mouse Óptico, Teclado, Unidade de DVD-RW, 1 (uma) interface de rede Ethernet 10/100/1000, Som Compartilhada, Placa de Vídeo 128MB compartilhada. 41 Monitor LCD LCD 17" 41 Estabilizador 41 SO Sistema Operacional Windows XP SP3 41 SO Ubuntu Linux Aplicativo Pacote Microsoft Office Aplicativo Editor Gráfico WinPlot (Freeware) 41 Aplicativo Editor Gráfico Origen 41 Aplicativo BlueJ (Freeware) 41 Aplicativo Jcreator (Freeware) 41 Aplicativo Netbeans 6.1 (Freeware) 41 Aplicativo AntiVir Ant-Vírus (Freeware) 41 Aplicativo Acrobat Reader (Freeware) 41 Aplicativo Microsoft Project Aplicativo Microsoft Visio Aplicativo MySQL Aplicativo Packet Tracer 41 Aplicativo SQL Yog 41 Aplicativo DB Designer

20 41 Aplicativo PostgreSQL 41 Aplicativo FilZip 2 Switch Switch 10/100/ Portas - Gerenciavel 1 Ar Condicionado Sistema de Ar Condicionado Compatível com HDTV, Contraste: 400:1, Controle Remoto, Distância de Projeção (m): 0.9 a 12.1, 1 Datashow Luminosidade 2000 ANSI Lumens, Lâmpada 170W UHE, Peso (Kg): 2,6, Resolução Nativa SVGA (800 x 600), Resolução RGB SVGA (800 x 600), Tecnologia de Projeção: 3 LCD, Tela (Polegadas): 30 a 300. LABORATÓRIO INTERMEDIÁRIO (3º E 4º SEMESTRES) Qtd Tipo Configuração 41 Desktop Processador Intel Core 2 Duo 3 GHz, 4 GB RAM DDR2, HD 160 GB SATA2, Mouse Óptico, Teclado, Unidade de DVD-RW, 1 (uma) interface de rede Ethernet 10/100/1000, Som Compartilhada, Placa de Vídeo XFX Geforce 8500GT 256M. 41 Monitor LCD LCD 17" 41 Estabilizador 41 SO Sistema Operacional Windows XP SP3 41 SO Ubuntu Linux Aplicativo Pacote Microsoft Office Aplicativo Editor Gráfico WinPlot (Freeware) 41 Aplicativo Editor Gráfico Origen 41 Aplicativo BlueJ (Freeware) 41 Aplicativo Jcreator (Freeware) 41 Aplicativo Netbeans 6.1 (Freeware) 41 Aplicativo AntiVir Ant-Vírus (Freeware) 41 Aplicativo Acrobat Reader (Freeware) 41 Aplicativo Microsoft Project Aplicativo Microsoft Visio Aplicativo MySQL Aplicativo Packet Tracer 41 Aplicativo SQL Yog 41 Aplicativo DB Designer 41 Aplicativo PostgreSQL 41 Aplicativo FilZip 41 Aplicativo Corel Draw X4 41 Aplicativo PhotoShop CS3 2 Switch Switch 10/100/ Portas - Gerenciavel 1 Ar Condicionado Sistema de Ar Condicionado Compatível com HDTV, Contraste: 400:1, Controle Remoto, Distância de Projeção (m): 0.9 a 12.1, 1 Datashow Luminosidade 2000 ANSI Lumens, Lâmpada 170W UHE, Peso (Kg): 2,6, Resolução Nativa SVGA (800 x 600), Resolução RGB SVGA (800 x 600), Tecnologia de Projeção: 3 LCD, Tela (Polegadas): 30 a 300. LABORATÓRIO AVANÇADO REDES DE COMPUTADORES (5º E 6º SEMESTRES) Qtd Tipo Configuração 21 Desktop Processador Intel Core 2 Duo 3 GHz, 4 GB RAM DDR2, HD 160 GB SATA2, Mouse Óptico, Teclado, Unidade de DVD-RW, 2 (duas) interfaces de rede Ethernet 10/100/1000, 1 (uma) interface Wireless, Som Compartilhada, Placa de Vídeo XFX Geforce 8500GT 256M. 21 Monitor LCD LCD 17" 1 Servidor 02 Processadores (instalados) 604 pinos ou superior - freqüência de clock real igual ou superior a 3.4 Ghz, SLOTS PCI - incluindo PCI-X e PCI Express, 8 Gb de Memória RAM - DDR2-400 ECC, Controladora Padrão ULTRA SCSI com 02 canais - capacidade de 6 HD Internos e Suporte para no mínimo 1 Tb - capacidade de implemento RAID 0,1,1+0 e 5, 04 Unidades de Disco Rígido 72 Gb de RPM - Padrão ULTRA SCSI - Hot Plug, Possibilidade de conexão e desconexão sem parada de sistema sistema Hot Plug e Hot Swap, Controladora de Vídeo padrão PCI ou AGP SVGA 1024 x 768 Graphics mínimo de 8 Mb RAM, Unidade de Disco Flexível de 3 1/2" Mb, Teclado padrão ABNT2-104 teclas compatível com Windows, Mouse Scroll 2 botões compatível com Windows, 01 Drive de CD- ROM velocidade mínima de 48.X, Monitor tipo SVGA Color de 15 - com botões de ajustes frontais - resolução gráfica de 1024x768 - Dot Pitch 0.28, 02 Placas de Rede 10/100/1000 Mbps - RJ 45, Gabinete com capacidade para 6 HD internos suporta Hot Plug e CD-ROM, Conversão para montagem em rack de 19, Garantia mínima de 36 meses On Site - 24 horas / 7 dias por semana - 6 horas para atendimento.

Prática: 80. PROFESSOR: José Alberto F. Rodrigues Filho. CARGA HORÁRIA SEMANAL: 4 Prática: 4

Prática: 80. PROFESSOR: José Alberto F. Rodrigues Filho. CARGA HORÁRIA SEMANAL: 4 Prática: 4 PLANO DE ENSINO Período Letivo: 1º Semestre de 2014 Faculdade de Tecnologia de Bragança Paulista CURSO: Tecnologia em Gestão da Tecnologia da Informação TURNO: Tarde / Noite DISCIPLINA: Projeto Interdisciplinar

Leia mais

CURSO TECNOLÓGICO 2008/01 1º SEMESTRE. Programação e Estruturas de Dados Fundamentais

CURSO TECNOLÓGICO 2008/01 1º SEMESTRE. Programação e Estruturas de Dados Fundamentais 1º SEMESTRE Programação e Estruturas de Dados Fundamentais 8 Créditos Desenvolver a lógica de programação através da construção de algoritmos utilizando português estruturado Representar a solução de problemas

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Fatec Bauru Reestruturado 2012

Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Fatec Bauru Reestruturado 2012 Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Fatec Bauru Reestruturado 2012 Justificativa Considerando a Del CEE nº 86/2009 e a conseqüente necessidade de adequação dos cursos ao Catálogo Nacional dos

Leia mais

Ementário das Disciplinas

Ementário das Disciplinas Ementário das Disciplinas As ementas das disciplinas estão agrupadas em semestres para uma melhor visualização da organização da matriz curricular. As referências bibliográficas serão especificadas no

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Faculdade de Computação e Informática EMENTAS DA 3ª. ETAPA

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Faculdade de Computação e Informática EMENTAS DA 3ª. ETAPA EMENTAS DA 3ª. ETAPA Núcleo Temático: PROGRAMAÇÃO Disciplina: ESTRUTURA DE DADOS 108 há ( 72 ) Teóricas ( 36 ) Práticas Tipos abstratos de dados. Estudo das estruturas lineares: pilhas, filas e listas

Leia mais

EMENTAS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

EMENTAS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EMENTAS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 60 h 1º Evolução histórica dos computadores. Aspectos de hardware: conceitos básicos de CPU, memórias,

Leia mais

NOME DA DISCIPLINA: TELEMÁTICA BÁSICA NOME DO CURSO: SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PETRÓLEO E GÁS

NOME DA DISCIPLINA: TELEMÁTICA BÁSICA NOME DO CURSO: SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PETRÓLEO E GÁS 1- IDENTIFICAÇÃO CARGA HORÁRIA SEMANAL: 4 HORAS CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 80 HORAS PERÍODO: NOTURNO NOME DA DISCIPLINA: TELEMÁTICA BÁSICA NOME DO CURSO: SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PETRÓLEO E GÁS 2- EMENTA

Leia mais

Objetivos e Ementas das disciplinas de Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Objetivos e Ementas das disciplinas de Análise e Desenvolvimento de Sistemas Objetivos e Ementas das disciplinas de Análise e Desenvolvimento de Sistemas Código Disciplina Sigla Objetivos Ementa 1001 ADMINISTRAÇÃO GERAL ADM GERAL Ao final da disciplina o aluno será capaz de: ter

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CTS DE REDES DE COMPUTADORES INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 68 A disciplina estuda a área da informática como um todo e os conceitos fundamentais, abrangendo desde a história e a evolução

Leia mais

Curso de Tecnologia em Gestão da Tecnologia da Informação 2014

Curso de Tecnologia em Gestão da Tecnologia da Informação 2014 Curso de Tecnologia em Gestão da Tecnologia da Informação 2014 Carga horária total do curso: 2.800 horas, sendo: 2880 aulas 2400 horas de atividades + 240 horas de ES + 160 horas de TG Duração da hora/aula:

Leia mais

linguagem técnica de informática; Perceber os sinais de pontuação e identificar sua função no texto; Ler siglas e identificar seus significados;

linguagem técnica de informática; Perceber os sinais de pontuação e identificar sua função no texto; Ler siglas e identificar seus significados; PLANO DE CURSO Disciplina Competências Habilidades Bases Tecnológicas INGLÊS TÉCNICO Aumentar e consolidar o seu vocabulário ativo e passivo, através da fixação de novas palavras e expressões contidas

Leia mais

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIAS

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIAS EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIAS 1º SEMESTRE LIN-101 Linguagem e Expressão Unidade Curricular: Linguagem e Expressão Identificação: LIN-101 Semestre: 1º Carga Horária: 30 horas Número de Aulas: 36 aulas Aulas

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO ESPÍRITO SANTO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO ESPÍRITO SANTO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO ESPÍRITO SANTO A Comissão Responsável pela Realização do Concurso Público regido pelo Edital 041/2007 faz saber

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 039/2004-COU/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 039/2004-COU/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 039/2004-COU/UNICENTRO REVOGADA PELA RESOLUÇÃO Nº 128/2014- COU/UNICENTRO. DISPOSITIVOS DO PROJETO PEDAGÓGICO APROVADO POR ESTA RESOLUÇÃO, ESTÃO ALTERADOS PELA RESOLUÇÃO Nº 26/2009-COU/UNICENTRO.

Leia mais

CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Administração Central CESU CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Fatec: Barueri, Bragança Paulista, Campinas, Catanduva, Guaratinguetá, Itaquaquecetuba, Itapira, Itu, Jahu, Jundiaí,

Leia mais

LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO

LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Coordenador: Duração: Carga Horária: LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Victor Emanuel Corrêa Lima 6 semestres 2800 horas Situação Legal: Reconhecido pela Portaria MEC nº 503 de 15/02/2006 MATRIZ CURRICULAR Primeiro

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD) SISTEMAS PARA INTERNET INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 68 A disciplina estuda a área da informática como um todo e os conceitos fundamentais, abrangendo

Leia mais

2. FOWLER, Martin; SCOTT, Kendall. UML Essencial. São Paulo: Bookman, 2005.

2. FOWLER, Martin; SCOTT, Kendall. UML Essencial. São Paulo: Bookman, 2005. 3º semestre INF302 - Análise e Modelagem de Sistemas I Análise e Modelagem de Sistemas I Identificação: INF302 Semestre: 1º Carga Horária 60 horas Número de Aulas: 72 aulas Aulas 52 aulas Aulas práticas:

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CST SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DISCIPLINA: Algoritmo e Programação I A disciplina aborda o estudo de algoritmos, envolvendo os conceitos fundamentais: variáveis, tipos de dados, constantes,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: Redes de Computadores MISSÃO DO CURSO Com a modernização tecnológica e com o surgimento destes novos serviços e produtos, fica clara a necessidade de profissionais

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO COMPANHIA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO MUNICÍPIO DE GOIÂNIA COMDATA EDITAL N.º 001/07 PROGRAMAS DAS PROVAS CARGOS DE ENSINO MÉDIO

CONCURSO PÚBLICO COMPANHIA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO MUNICÍPIO DE GOIÂNIA COMDATA EDITAL N.º 001/07 PROGRAMAS DAS PROVAS CARGOS DE ENSINO MÉDIO PROGRAMAS DAS PROVAS CARGOS DE ENSINO MÉDIO LÍNGUA PORTUGUESA - PROVA COMUM A TODOS OS CARGOS DE ENSINO MÉDIO 1 Interpretação textual Metáfora, metonímia, ambigüidade, ironia, denotação e conotação, pontos

Leia mais

Ementário do Curso Técnico em Informática para Internet

Ementário do Curso Técnico em Informática para Internet 1 Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal do Rio de Janeiro - IFRJ Pró-Reitoria de Ensino Médio e Técnico Campus Engenheiro Paulo de Frontin Direção de

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO EDITAL DGP Nº 76/2010 TÉCNICO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

CONCURSO PÚBLICO EDITAL DGP Nº 76/2010 TÉCNICO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO CONCURSO PÚBLICO EDITAL DGP Nº 76/2010 TÉCNICO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA / MATEMÁTICA / LEGISLAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA Compreensão e interpretação de

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO CST ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 68 A disciplina estuda a área da informática como um todo e os conceitos fundamentais, abrangendo desde a

Leia mais

ANEXO I ESTRUTURA CURRICULAR E EMENTA DO CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA SUBSEQUENTE CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA - SUBSEQUENTE. Introdução à Informática

ANEXO I ESTRUTURA CURRICULAR E EMENTA DO CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA SUBSEQUENTE CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA - SUBSEQUENTE. Introdução à Informática ANEXO I ESTRUTURA CURRICULAR E EMENTA DO CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA SUBSEQUENTE ESTRUTURA CURRICULAR CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA - SUBSEQUENTE Componentes Curriculares Introdução à Informática Aplicativos

Leia mais

Sistemas de Informação 3º ANO

Sistemas de Informação 3º ANO Sistemas de Informação 3º ANO BANCO DE DADOS Carga horária: 120h Visão geral do gerenciamento de banco de dados. Arquitetura de um Sistema Gerenciador de Banco de Dados. Modelagem e projeto de banco de

Leia mais

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR ORGANIZAÇÃO CURRICULAR O curso Técnico em Informática, em Nível Médio Subseqüente, será organizado de forma semestral, com aulas presenciais, compostos por disciplinas, com conteúdos estabelecidos, tendo

Leia mais

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1 CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2011.1 BRUSQUE (SC) 2015 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 ARQUITETURA DE COMPUTADORES... 4 02 FILOSOFIA... 4 03 FUNDAMENTOS MATEMÁTICOS PARA COMPUTAÇÃO...

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.640, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.640, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.640, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Bacharelado

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE ENGENHARIA DE SOFTWARE, BACHARELADO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das disposições gerais O presente

Leia mais

CENTRO UNIVERSITARIO SENAC PLANO DE ENSINO

CENTRO UNIVERSITARIO SENAC PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO Nome do candidato: Aurélio Candido da Silva Junior Unidade: Lapa Tito Curso: Gestão Tecnológica em redes Convergentes Disciplina: Arquitetura e Redes de Computadores

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CURSO DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS CURSO DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Identificação do Curso Nome do Curso: Sistemas de Informação Titulação: Bacharelado Modalidade de ensino: Presencial

Leia mais

Administração Central CESU

Administração Central CESU Administração Central CESU CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO I PERFIL DO PROFISSIONAL O Tecnólogo em Gestão da Tecnologia da Informação atua num segmento da área de informática

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE PELOTAS DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS ANEXO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE PELOTAS DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS ANEXO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE PELOTAS DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS ANEXO Este Anexo integra o Edital Nº 35/2007, que disciplina o Concurso Público destinado ao provimento

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO EDITAL PRGDP Nº 83/2014 TÉCNICO DE LABORATÓRIO/REDE DE COMPUTADORES

CONCURSO PÚBLICO EDITAL PRGDP Nº 83/2014 TÉCNICO DE LABORATÓRIO/REDE DE COMPUTADORES CONCURSO PÚBLICO EDITAL PRGDP Nº 83/2014 TÉCNICO DE LABORATÓRIO/REDE DE COMPUTADORES CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS DE LÍNGUA PORTUGUESA, MATEMÁTICA, LEGISLAÇÃO E CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Será avaliada

Leia mais

De uma forma ampla, o profissional egresso deverá ser capaz de desempenhar as seguintes funções:

De uma forma ampla, o profissional egresso deverá ser capaz de desempenhar as seguintes funções: PLANO DE ENSINO 1. Identificação Curso: Tecnologia em Desenvolvimento de Software Disciplina: Estrutura de Dados Professor: Msc. Tiago Eugenio de Melo CPF: Regime de Trabalho: 40h CH. Semestral: 100h Siape:

Leia mais

Instalador e Reparador de Redes de Computadores

Instalador e Reparador de Redes de Computadores Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia Fundação de Apoio a Escola Técnica Plano de Curso de Instalador e Reparador de Redes de Computadores Título do Curso Instalador

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Fatec Bauru e São José dos Campos

Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Fatec Bauru e São José dos Campos Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Fatec Bauru e São José dos Campos Reestruturado 2013, a partir do segundo semestre. Justificativa Considerando a Del CEE nº 86/2009 e a consequente necessidade

Leia mais

Projeto Pedagógico do Curso

Projeto Pedagógico do Curso Projeto Pedagógico do Curso Fundamentação Diretrizes curriculares do MEC Diretrizes curriculares da SBC Carta de Princípios da UNICAP Projeto Pedagógico Institucional da UNICAP Diretrizes Curriculares

Leia mais

TABELA DE EQUIVALÊNCIA FECOMP Curso de Engenharia de Computação

TABELA DE EQUIVALÊNCIA FECOMP Curso de Engenharia de Computação TABELA DE EQUIVALÊNCIA FECOMP Curso de Engenharia de Computação Disciplina A Disciplina B Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Currículo 66303 ESTRUTURA DE DADOS I 68/0 ENG. DE

Leia mais

CURSO DE INFORMÁTICA LICENCIATURA 1 PERÍODO

CURSO DE INFORMÁTICA LICENCIATURA 1 PERÍODO CURSO DE INFORMÁTICA LICENCIATURA 1 PERÍODO DISCIPLINA: Metodologia Científica H111900 Finalidade da metodologia científica. Importância da metodologia no âmbito das ciências. Metodologia de estudos. O

Leia mais

TÉCNICO INFORMÁTICA INTEGRADO

TÉCNICO INFORMÁTICA INTEGRADO TÉCNICO INFORMÁTICA INTEGRADO PROPOSTA CURRICULAR DA DISCIPLINA REDES E SISTEMAS OPERACIONAIS - 2010 PROF: Patrick J. Cardoso 1. EMENTA: Histórico, conceitos, estrutura e dispositivos de Sistemas Operacionais.

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET Introdução à Computação A disciplina apresenta a área da Computação como um todo, desde a história e a evolução dos computadores

Leia mais

ANEXO TR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

ANEXO TR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL ANEXO TR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL REQUISITOS MÍNIMOS DE QUALIFICAÇÃO TÉCNICA DOS PROFISSIONAIS QUE DEVERÃO COMPOR AS EQUIPES TÉCNICAS PREVISTAS NESSA CONTRATAÇÃO PARA AMBOS OS LOTES. QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS

GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS Graduação PROCESSOS GERENCIAIS 1.675 HORAS Prepara os estudantes para o empreendedorismo e para a gestão empresarial. Com foco nas tendências

Leia mais

ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CONCEITOS BÁSICOS 1. Arquitetura e organização de computadores. 2. Conhecimentos básicos de hardware e software. 3. Configuração e administração

Leia mais

Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Núcleo de Apoio Pedagógico - NAPE P L A N O D E E N S I N O

Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Núcleo de Apoio Pedagógico - NAPE P L A N O D E E N S I N O Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Núcleo de Apoio Pedagógico - NAPE P L A N O D E E N S I N O Curso: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Componente Curricular: BANCO DE DADOS II Modalidade: Presencial ( X ) Semipresencial

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR E DIMENSIONAMENTO DA CARGA HORÁRIA POR PERÍODO LETIVO (A CARGA HORÁRIA APRESENTADA NAS TABELAS REFEREM-SE À HORA AULA DE 50 MINUTOS)

MATRIZ CURRICULAR E DIMENSIONAMENTO DA CARGA HORÁRIA POR PERÍODO LETIVO (A CARGA HORÁRIA APRESENTADA NAS TABELAS REFEREM-SE À HORA AULA DE 50 MINUTOS) MATRIZ CURRICULAR E DIMENSIONAMENTO DA POR PERÍODO LETIVO (A APRESENTADA NAS TABELAS REFEREM-SE À HORA AULA DE 50 MINUTOS) PRIMEIRO SEMESTRE / 1 O ANO Leitura e Interpretação de Textos 2-40 Matemática

Leia mais

Dinâmica. Apresentação da sala;

Dinâmica. Apresentação da sala; Apresentação Disciplina: Algoritmos Curso: Análise e Desenvolvimento de Sistemas Profº Allbert Velleniche de Aquino Almeida E-mail: allbert.almeida@fatec.sp.gov.br Site: http://www.allbert.com.br /allbert.almeida

Leia mais

Proporcionar uma visão geral da metodologia de Sistemas Operacionais.

Proporcionar uma visão geral da metodologia de Sistemas Operacionais. ANO 3 5º Período Sistema Operacional 1.Identificação: Identificação Disciplina Carga Horária Sistema Operacional 72 h/a Créditos 4 2.Ementa: Histórico da Criação e Evolução dos Sistemas Operacionais. Conceitos

Leia mais

Curso Tecnólogo em Gestão da Tecnologia da Informação - 2013 -

Curso Tecnólogo em Gestão da Tecnologia da Informação - 2013 - Curso Tecnólogo em Gestão da Tecnologia da Informação - 2013 - O Curso Tecnólogo em Gestão da Tecnologia da Informação é um curso da área de informática e tem seu desenho curricular estruturado por competências

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1.ª SÉRIE 2.ª SÉRIE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE (ÁREA: INFORMÁTICA)

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1.ª SÉRIE 2.ª SÉRIE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE (ÁREA: INFORMÁTICA) MATRIZ CURRICULAR CURSO: GRADUAÇÃO: REGIME: DURAÇÃO: INTEGRALIZAÇÃO: CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE (ÁREA: ) TECNÓLOGO SERIADO ANUAL - NOTURNO 03 (TRÊS) ANOS LETIVOS MÍNIMO:

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS MISSÃO DO CURSO A concepção do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas está alinhada a essas novas demandas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO - PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS ACADÊMICOS CURRÍCULO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO PERFIL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO - PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS ACADÊMICOS CURRÍCULO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO PERFIL PERFIL 3001 - Válido para os alunos ingressos a partir de 2002.1 Disciplinas Obrigatórias Ciclo Geral Prát IF668 Introdução à Computação 1 2 2 45 MA530 Cálculo para Computação 5 0 5 75 MA531 Álgebra Vetorial

Leia mais

Universidade do Estado da Bahia UNEB Departamento de Ciências Exatas e da Terra - Campus I

Universidade do Estado da Bahia UNEB Departamento de Ciências Exatas e da Terra - Campus I Probabilidade e Estatística/MAT066 Fundamentos de análise combinatória. Conceito de probabilidade e seus teoremas fundamentais. Variáveis aleatórias. Distribuições de probabilidade. Conceito e objetivos

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI PLANO DE ENSINO 1 UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI PLANO DE ENSINO DEPARTAMENTO: DSI Sistemas de Informação DISCIPLINA: Redes I PROFESSOR: Ademar

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Tecnologia em Sistemas para Internet FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura

Leia mais

Introdução APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA. joseana@computacao.ufcg.edu.br

Introdução APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA. joseana@computacao.ufcg.edu.br Universidade Federal de Campina Grande Centro de Engenharia Elétrica e Informática Unidade Acadêmica de Sistemas e Computação Curso de Bacharelado em Ciência da Computação Introdução APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Fatec Bauru e São José dos Campos

Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Fatec Bauru e São José dos Campos Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Fatec Bauru e São José dos Campos Reestruturado 2013, a partir do segundo semestre. Justificativa Considerando a Del CEE nº 86/2009 e a consequente necessidade

Leia mais

Instituto Federal de Brasília PLANO DE CURSO FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA FIC. Campus Ceilândia

Instituto Federal de Brasília PLANO DE CURSO FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA FIC. Campus Ceilândia Instituto Federal de Brasília PLANO DE CURSO FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA FIC Campus Ceilândia GESTÃO E PRÁTICAS EMPREENDEDORAS PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS Ceilândia, Fevereiro de 2014. CURSO DE FORMAÇÃO

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. TURMA: 2 ano EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. TURMA: 2 ano EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Técnico em Informática FORMA/GRAU:( x )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

Universidade do Estado da Bahia UNEB Departamento de Ciências Exatas e da Terra - Campus I

Universidade do Estado da Bahia UNEB Departamento de Ciências Exatas e da Terra - Campus I Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas II/CPD025 Conceitos orientação a objetos. Evolução das técnicas de modelagem orientadas a objetos. Estrutura da linguagem UML. Conceito de processo interativo

Leia mais

Administração Central - CESU

Administração Central - CESU Administração Central - CESU Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Reestruturado para 2014 Justificativas para a reestruturação do curso Adequação dos componentes curriculares de Laboratório

Leia mais

NOVA PROPOSTA DE MATRIZ CURRICULAR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS - 2016

NOVA PROPOSTA DE MATRIZ CURRICULAR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS - 2016 NOVA PROPOSTA DE MATRIZ CURRICULAR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS - 2016 Diante da evolução de técnicas e ferramentas tecnológicas, aliado a novas necessidades curriculares,

Leia mais

Identificação: INF201 Semestre: 1º Carga Horária: 60 horas Número de Aulas: 72 aulas Aulas Teóricas:

Identificação: INF201 Semestre: 1º Carga Horária: 60 horas Número de Aulas: 72 aulas Aulas Teóricas: 2º SEMESTRE INF201 - Banco de dados I Banco de dados I Identificação: INF201 Semestre: 1º Carga Horária: 60 horas 20 aulas Aulas práticas: 52 aulas Fornecer conhecimentos sobre a concepção, utilização,

Leia mais

PLANO DE ENSINO CARGA HORÁRIA TOTAL: 72 TEORIA: 50 PRÁTICA: 22

PLANO DE ENSINO CARGA HORÁRIA TOTAL: 72 TEORIA: 50 PRÁTICA: 22 DEPARTAMENTO: Sistemas de Informação PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: Redes de Computadores I PROFESSOR: SERGIO ROBERTO VILLARREAL SIGLA: RED I E-MAIL: sergio.villarreal@udesc.br CARGA HORÁRIA TOTAL: 72 TEORIA:

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Matriz Curricular vigente a partir de 2012/1 Carga Horária Total

Leia mais

FATEC EaD TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO INTERDISCIPLINAR SÃO PAULO 2014

FATEC EaD TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO INTERDISCIPLINAR SÃO PAULO 2014 1 FATEC EaD TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO INTERDISCIPLINAR SÃO PAULO 2014 2 Sumário 1. Introdução... 3 2. Finalidade do Projeto Interdisciplinar... 3 3. Disciplinas Contempladas... 4 4. Material

Leia mais

Universidade Salgado de Oliveira

Universidade Salgado de Oliveira Universida Salgado Oliveira Graduação Tecnológica em Res Computadores PLANO DE ENSINO - 1º Semestre 2013 - Curso: Graduação Tecnológica em Res Computadores. Disciplina: Sistemas Distribuídos Código: 4289

Leia mais

EMENTÁRIO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

EMENTÁRIO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1/5 ANEXO II RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 31/2005 EMENTÁRIO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO I SEMESTRE Algoritmos e Estruturas de Dados I Fundamentos da Computação Fundamentos Matemáticos para a Computação

Leia mais

SECRETÁRIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DO PARANÁ CURSO PROFISSIONALIZANTE INFORMÁTICA

SECRETÁRIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DO PARANÁ CURSO PROFISSIONALIZANTE INFORMÁTICA SECRETÁRIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DO PARANÁ CURSO PROFISSIONALIZANTE INFORMÁTICA Documento elaborado no encontro realizado de 10 a 12 de agosto de 2004. Curitiba, PR Perfil do Profissional Ao final de cada

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Faculdade de Computação e Informática EMENTAS DAS DISCIPLINAS 1ª. ETAPA

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Faculdade de Computação e Informática EMENTAS DAS DISCIPLINAS 1ª. ETAPA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Faculdade de Computação e Informática EMENTAS DAS DISCIPLINAS 1ª. ETAPA Curso: ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS Disciplina: FUNDAMENTOS DE COMPUTAÇÃO E SISTEMAS

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ANÁLISE, PROJETO E GERÊNCIA DE SISTEMAS

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ANÁLISE, PROJETO E GERÊNCIA DE SISTEMAS PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ANÁLISE, PROJETO E GERÊNCIA DE SISTEMAS Ementário 1 - Relações Interpessoais e Ética Profissional Carga Horária: 20h.a. Concepções sobre o Processo Inter-relacional no Trabalho;

Leia mais

Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para:

Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para: INSTITUIÇÃO: IFRS CAMPUS BENTO GONÇALVES CNPJ: 94728821000192 ENDEREÇO: Avenida Osvaldo Aranha, 540. Bairro Juventude. CEP: 95700-000 TELEFONE: (0xx54) 34553200 FAX: (0xx54) 34553246 Curso de Educação

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO (PROENG) ASSESSORIA DE DESENVOLVIMENTO ASSESSORIA JURÍDICA

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO (PROENG) ASSESSORIA DE DESENVOLVIMENTO ASSESSORIA JURÍDICA FORMULÁRIO DE ALTERAÇÃO DE EMENTAS CURSO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MATRIZ(ES) CURRICULAR(ES): 2015 ALTERAÇÕES PASSAM A VIGORAR A PARTIR DO SEMESTRE: 1 Arquitetura de Computadores Arquitetura de Computadores

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desevolvimento de Sistemas CÂMPUS GASPAR

Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desevolvimento de Sistemas CÂMPUS GASPAR Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desevolvimento de Sistemas CÂMPUS GASPAR MATRIZ CURRICULAR Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 400h Unidade Curricular C/H Semestral Pré-Requisito Matemática

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Competências Analista 1. Administração de recursos de infra-estrutura de tecnologia da informação 2.

Leia mais

II- profissional tecnicamente capacitado, com conhecimentos cientificamente

II- profissional tecnicamente capacitado, com conhecimentos cientificamente MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 240, DE 2 DE JUNHO DE 2014 O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais

Leia mais

UNIVERSIDADE SALGADO DE OLIVEIRA Campus Belo Horizonte PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE SALGADO DE OLIVEIRA Campus Belo Horizonte PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE SALGADO DE OLIVEIRA Campus Belo Horizonte PLANO DE ENSINO Curso: Análise de Sistemas Turma: N1 Semestre: 2 o Carga Horária Semestral CH Semanal Disciplina: ASI02 - Inglês Técnico Período:

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN DEPARTAMENTO: Sistemas de Informação PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: Programação

Leia mais

TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOVIMENTO DE SISTEMAS

TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOVIMENTO DE SISTEMAS Administração Central CESU TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOVIMENTO DE SISTEMAS Fatec Lins A partir de 2013 para D3N3 OBJETIVOS: OBJETIVOS GERAIS Formar profissionais que projetem, implementem e coordenem

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR GESTÃO EM TI

MATRIZ CURRICULAR GESTÃO EM TI MATRIZ CURRICULAR GESTÃO EM TI MODULO: Módulo Básico COMPONENTE CURRICULAR: Pesquisa Científica CÓDIGO: 101001 Os tipos de Conhecimento. A Ciência e sua forma de Evolução. O Processo da Pesquisa Científica,

Leia mais

Sistemas Operacionais 2014 Introdução. Alexandre Augusto Giron alexandre.a.giron@gmail.com

Sistemas Operacionais 2014 Introdução. Alexandre Augusto Giron alexandre.a.giron@gmail.com Sistemas Operacionais 2014 Introdução Alexandre Augusto Giron alexandre.a.giron@gmail.com Roteiro Sistemas Operacionais Histórico Estrutura de SO Principais Funções do SO Interrupções Chamadas de Sistema

Leia mais

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº. 226, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2014.

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº. 226, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2014. ANEXO À RESOLUÇÃO Nº. 226, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2014. CURSO LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO ESTRUTURA CURRICULAR 1.1 QUADRO GERAL DA ESTRUTURA CURRICULAR Carga Horária LOTAÇÃO Módulo Disciplina Teoria Prática

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PRONATEC de AUXILIAR ADMINISTRATIVO. Parte 1 (solicitante)

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PRONATEC de AUXILIAR ADMINISTRATIVO. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Metodologia Científica Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º 1 - Ementa (sumário, resumo) Conceito e concepção de ciência

Leia mais

UFV Catálogo de Graduação 2014 109 EMENTÁRIO

UFV Catálogo de Graduação 2014 109 EMENTÁRIO UFV Catálogo de Graduação 2014 109 EMENTÁRIO As disciplinas ministradas pelo Campus Rio Paranaíba são identificadas por um código composto por três letras maiúsculas, ligadas a cada instituto, seguidas

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N 72/2009 Aprova o Projeto Político-Pedagógico do Curso de Sistemas de Informação, modalidade

Leia mais

Serviço Público. Manutenção e Suporte em Informática

Serviço Público. Manutenção e Suporte em Informática Serviço Público Manutenção e Suporte em Informática Wilson Pedro Coordenador do Curso de Serviço Público etec_sp@ifma.edu.br Carla Gomes de Faria Coordenadora do Curso de Manutenção e Suporte em Informática

Leia mais

Plano de Ensino. Apresentação da Unidade Curricular

Plano de Ensino. Apresentação da Unidade Curricular Plano de Ensino Plano de Ensino Apresentação da Unidade Curricular o Funcionamento, arquitetura e conceitos fundamentais dos bancos de dados relacionais e objeto relacionais. Utilização de linguagem DDL

Leia mais

Redes de Computadores. Apresentação da disciplina e proposta didática Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza

Redes de Computadores. Apresentação da disciplina e proposta didática Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza Redes de Computadores Apresentação da disciplina e proposta didática Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza Este documento está sujeito a copyright. Todos os direitos estão reservados para o todo ou quaisquer

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Tecnologia da Informação

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Tecnologia da Informação Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Tecnologia da Informação Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão de Tecnologia da Informação tem por fornecer conhecimento

Leia mais

Aprovação e oferta de Curso FIC/PRONATEC para o câmpus Canoinhas

Aprovação e oferta de Curso FIC/PRONATEC para o câmpus Canoinhas MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA CÂMPUS CANOINHAS Aprovação e oferta de Curso FIC/PRONATEC

Leia mais

Subáreas. Incubadoras tecnológicas, polos e parques tecnológicos. Formação. Experiência. Conhecimentos. Habilidades

Subáreas. Incubadoras tecnológicas, polos e parques tecnológicos. Formação. Experiência. Conhecimentos. Habilidades Subáreas Incubadoras tecnológicas, polos e parques tecnológicos Design Área: Inovação Perfil Profissional: Instrutor/Consultor Competências Implantação de incubadoras de empresas; Processo de seleção de

Leia mais

Escola Superior de Gestão de Santarém. Instalação e Manutenção de Redes e Sistemas Informáticos. Peça Instrutória G

Escola Superior de Gestão de Santarém. Instalação e Manutenção de Redes e Sistemas Informáticos. Peça Instrutória G Escola Superior de Gestão de Santarém Pedido de Registo do CET Instalação e Manutenção de Redes e Sistemas Informáticos Peça Instrutória G Conteúdo programático sumário de cada unidade de formação TÉCNICAS

Leia mais

GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS PROCESSOS GERENCIAIS 1.675 HORAS

GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS PROCESSOS GERENCIAIS 1.675 HORAS GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS PROCESSOS GERENCIAIS 1.675 HORAS Apresentação: Prepara os estudantes para o empreendedorismo e para a gestão empresarial. Com foco nas tendências de

Leia mais

DISCIPLINA DO CURRÍCULO

DISCIPLINA DO CURRÍCULO Língua Portuguesa 40 h DISCIPLINA DO CURRÍCULO Possibilitar ao educando o desenvolvimento da escrita, oralidade, capacidade de leitura e competência textual com recursos que auxiliam no âmbito profissional

Leia mais

ü Curso - Bacharelado em Sistemas de Informação

ü Curso - Bacharelado em Sistemas de Informação Curso - Bacharelado em Sistemas de Informação Nome e titulação do Coordenador: Coordenador: Prof. Wender A. Silva - Mestrado em Engenharia Elétrica (Ênfase em Processamento da Informação). Universidade

Leia mais