SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CONVITE N 02/2013

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CONVITE N 02/2013"

Transcrição

1 CONVITE N 02/2013 O - CREA-RN, através da sua Comissão Permanente de Licitação, designada pela Portaria Nº 018/2013-Crea/RN, de 04/04/2013 nos termos da Lei Federal nº 8.666, de 21 de junho de 1993 e alterações posteriores e da Lei Complementar 123/2006, torna público, para conhecimento dos interessados, que realizará licitação, na modalidade de CONVITE, do tipo MENOR PREÇO GLOBAL, para contratação dos serviços de que trata o presente OBJETO, mediante as condições a seguir estabelecidas. RECEBIMENTO E INÍCIO DA ABERTURA DOS ENVELOPES DOCUMENTAÇÃO E PROPOSTA DIA: 22 de novembro de 2013 HORÁRIO: 15h LOCAL: Sala do Plenário do Crea-RN, localizado na Av. Senador Salgado Filho, 1840, Lagoa Nova - Natal/RN. OBSERVAÇÃO: Ocorrendo decretação de feriado ou outro fato superveniente de caráter público, que impeça a realização deste Evento na data acima marcada, a Licitação ficará, automaticamente prorrogada para o primeiro dia útil subseqüente, independentemente, de nova comunicação. O Convite encontra-se à disposição dos Interessados no endereço e horário acima mencionados. respeito a: No local indicado serão realizados os procedimentos pertinentes a este Convite, com Recebimento dos envelopes Documentação e Proposta; Abertura dos envelopes Documentação; Devolução dos envelopes Proposta às licitantes inabilitadas; Abertura dos envelopes Proposta das licitantes habilitadas. Integram o presente edital para todos os efeitos legais, os anexos abaixo discriminados: ANEXO I: ANEXO I-A: trabalho; ANEXO II: projetos; ANEXO II-A: ANEXO III: ANEXO IV: ANEXO V: ANEXO VI: ANEXO VII: Projeto Básico; Lay-out das diversas salas do CREA-RN com a localização dos postos de Modelo referencial para apresentação de proposta para elaboração de Cronograma físico-financeiro; Modelo de Declaração (inciso XXXIII, art. 7º da CF); Modelo de Declaração Microempresa/Empresa Pequeno Porte; Modelo de Declaração de Inidoneidade; Minuta do Contrato; Atestado de Visita Técnica; 1. DO OBJETO 1.1. O objeto da presente Licitação é a contratação de pessoa jurídica para prestação de serviço de elaboração de projeto executivo para o sistema de cabeamento estruturado, energia elétrica estabilizada e energia elétrica geral do Crea-RN, sito na Avenida Senador Salgado Filho, nº 1840, Lagoa

2 Nova, Natal/RN, conforme especificações e condições estabelecidas no Projeto Básico (anexo I) e no instrumento contratual (anexo VI). 2. DA PARTICIPAÇÃO NA LICITAÇÃO 2.1. Poderão participar deste Convite quaisquer licitantes que comprovem possuir os requisitos mínimos de qualificação exigidos no Capítulo - DA HABILITAÇÃO Não poderão participar deste Convite: consórcio de empresas, qualquer que seja sua forma de constituição; as empresas suspensas de contratar com o CREA-RN; e empresas que foram declaradas inidôneas para licitar ou contratar com a Administração Pública, enquanto perdurarem os motivos da punição. 3. DO VALOR ESTIMADO 3.1. O valor estimado para a execução do(s) serviço(s) de que trata este Convite é de R$ ,00 (vinte e oito mil e duzentos reais), de acordo com o disposto no Projeto Básico Anexo I deste Edital. 4. DO PROCEDIMENTO 4.1. O representante legal da licitante deverá entregar, impreterivelmente, os envelopes Documentação e Proposta, no local, dia e hora determinados no edital Não será aceita, em hipótese alguma, a participação de interessada retardatária, a não ser como ouvinte Considera-se como representante legal qualquer pessoa credenciada pela licitante, mediante contrato, procuração ou documento equivalente, para falar em seu nome durante a reunião de abertura dos envelopes, seja referente à documentação ou às propostas Entende-se por documentos de credenciamento: a) contrato social, quando a pessoa credenciada for sócia da empresa licitante; b) procuração ou declaração da licitante com poderes para que a pessoa credenciada possa falar em seu nome em qualquer fase desta licitação Cada credenciado poderá representar apenas uma licitante; O documento credencial poderá ser apresentado à Comissão Permanente de Licitação no início dos trabalhos, isto é, antes da abertura dos envelopes Documentação e Proposta, ou quando esta o exigir; A não apresentação do credenciamento não inabilitará a licitante, mas impedirá o seu representante de se manifestar e responder em nome da licitante.

3 Uma vez iniciada a abertura dos envelopes Documentação e Proposta, não serão permitidas quaisquer retificações que possam influir no resultado final deste Convite, ressalvado o disposto no item Na primeira sessão, os envelopes contendo os documentos relativos à habilitação serão abertos, na presença das interessadas, pela Comissão Permanente de Licitação, que fará a conferência e dará vista da documentação, a qual deverá ser rubricada pelos representantes legais das licitantes presentes Abertos os envelopes Documentação, a Comissão Permanente de Licitação, a seu juízo exclusivo, poderá apreciar os documentos de cada licitante e, na mesma reunião, divulgar o nome das habilitadas e das inabilitadas Os envelopes Proposta das empresas inabilitadas devem ser devolvidos a elas, devidamente fechados A licitante, que deixar de apresentar quaisquer dos documentos exigidos no envelope Documentação, ou os apresentar em desacordo com o estabelecido neste Convite ou com irregularidades, será inabilitada, não se admitindo complementação posterior Não sendo necessária a suspensão da reunião para análise da documentação ou realização de diligências ou consultas, a Comissão decidirá sobre a habilitação de cada licitante. Se, eventualmente, surgirem dúvidas que não possam ser dirimidas de imediato pela Comissão Permanente de Licitação e conduzam à interrupção dos trabalhos, serão elas consignadas em ata e a conclusão da habilitação darse-á em sessão convocada previamente, diretamente às licitantes ou mediante publicação de aviso na página web do CREA-RN, no endereço opção Licitações Ocorrendo o desdobramento da sessão de habilitação, nova data e horário serão estabelecidos pela Comissão Permanente de Licitação para abertura dos envelopes Proposta As licitantes serão convocadas a comparecerem à sessão mediante publicação na página do CREA- RN na Internet, no endereço opção Licitações, ou mediante comunicação direta às licitantes, por intermédio de ofício; e Os envelopes Proposta ficarão sob a guarda da Comissão Permanente de Licitação, devidamente lacrados e rubricados no fecho pelos seus membros e pelos representantes legais das licitantes presentes Após a abertura dos envelopes Documentação, os demais, contendo as propostas das licitantes habilitadas, serão abertos: Se houver renúncia registrada em ata ou formalizada por escrito de todas as licitantes ao direito de interposição de recurso; ou Após transcorrido o prazo regulamentar, sem que tenha havido interposição de recurso; ou Após dado o conhecimento do deferimento ou indeferimento do recurso interposto.

4 4.8. Se não houver tempo suficiente para a abertura dos envelopes Documentação e Proposta em uma única sessão, em face do exame da documentação e da conformidade das propostas apresentadas com os requisitos do ato convocatório, os envelopes não abertos, já rubricados no fecho, ficarão em poder da Comissão Permanente de Licitação até a data e horário marcados para prosseguimento dos trabalhos A(s) abertura(s) dos envelopes Documentação e Proposta será(ão) realizada(s) em sessão pública, da qual se lavrará ata circunstanciada, assinada pelos membros da Comissão Permanente de Licitação e pelos representantes legais das licitantes presentes Consideradas as ressalvas contidas neste Convite, qualquer reclamação deverá ser feita no ato da reunião pelos representantes legais das licitantes presentes; e A inabilitação da licitante importa preclusão do seu direito de participar das fases subseqüentes Todos os documentos e igualmente as propostas serão rubricados pelos membros da Comissão Permanente de Licitação e pelos representantes legais das licitantes presentes à sessão Ultrapassada a fase de habilitação não caberá desistência da proposta, salvo por motivo justo decorrente de fato superveniente e aceito pela Comissão Permanente de Licitação Abertos os envelopes Proposta, não caberá desclassificar as propostas por motivo relacionado à habilitação, salvo em razão de fatos supervenientes ou só conhecidos após o julgamento É facultada à Comissão Permanente de Licitação ou à autoridade superior, em qualquer fase deste Convite, a promoção de diligência destinada a esclarecer ou completar a instrução do processo, vedada a inclusão posterior de documentos ou informação que deveriam constar originariamente da documentação e das propostas Os envelopes contendo as propostas das empresas inabilitadas ficarão à disposição dessas empresas pelo período de 10 (dez) dias úteis, contados do encerramento da licitação (transcorrido o prazo regulamentar para interposição de recurso contra o resultado da licitação ou, se for o caso, quando denegados os recursos interpostos), após o que serão destruídos pela Comissão Permanente de Licitação. 5. DO RECEBIMENTO DOS ENVELOPES 5.1. No dia, hora e local fixados no preâmbulo deste Convite cada licitante deverá apresentar à Comissão Permanente de Licitação, simultaneamente, sua documentação e proposta, em envelopes separados, fechados, com indicação em suas partes externas e frontais, em caracteres destacados, os seguintes dizeres: ENVELOPE 1 - DOCUMENTAÇÃO /CREA-RN. CONVITE Nº 02/2013/CREA-RN DATA: 22/11/2013 HORÁRIO: 15h

5 NOME DA LICITANTE: ENVELOPE 2 PROPOSTA DE PREÇOS /CREA-RN. CONVITE Nº 02/2013/CREA-RN DATA: 22/11//2013 HORÁRIO: 15h NOME DA LICITANTE: 6. DA HABILITAÇÃO: 6.1. As licitantes deverão apresentar em envelope fechado os documentos relacionados a seguir: Relativos à Habilitação Jurídica: a) b) c) Atos constitutivos, Estatuto ou Contrato Social, em vigor, devidamente registrado na forma da Lei; No caso de Sociedade por Ações, os documentos deverão ser apresentados, acompanhado de documentos de eleição de seus administradores; Registro comercial, no caso de empresa individual, feito perante a Junta Comercial, da sede ou domicílio do Licitante; e, Relativos à Regularidade Fiscal e Trabalhista: a) Certificado de Registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), expedido pela Receita Federal; b) Prova de regularidade relativa à Seguridade Social (CND) e ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), demonstrando situação regular no cumprimento dos encargos sociais instituídos por lei; c) Prova de regularidade para com as Fazendas Federal, Estadual ou Distrital, do domicílio ou sede da licitante, ou outra equivalente, na forma da lei; c.1) faz parte da prova de regularidade para com a Fazenda Federal, a Certidão Conjunta de Débitos Relativos a Tributos Federais e à Dívida Ativa da União, fornecida pela Receita Federal do Brasil. d) Prova de inexistência de débitos inadimplidos perante a Justiça do Trabalho, mediante a apresentação de certidão negativa de débitos trabalhistas (CNDT) Relativos à Qualificação Técnica: a) b) Comprovante de registro da empresa na entidade profissional competente (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia - CREA), em conformidade com o disposto no artigo 30, inciso I da Lei nº 8.666/93, correspondente à sede da empresa, que comprove a habilitação legal para a execução dos serviços objeto da licitação, no qual conste que possui em seu quadro permanente de pessoal, na data da licitação, pelo menos 01(um) engenheiro eletricista, habilitado para a execução dos serviços objeto desta licitação); Apresentar comprovação de aptidão para execução do objeto por meio de Certidão de Acervo Técnico - CAT, expedida pelo CREA da região pertinente, do responsável técnico e/ou de cada

6 c) d) e) f) g) um dos membros da equipe técnica que se responsabilizará pelos trabalhos, composta por Engenheiro Eletricista, legalmente habilitado, com base no Registro de Acervo Técnico - RAT, nos termos do que disciplina o Capítulo II da Resolução 1025/09 do CONFEA relativos à execução dos serviços descritos a seguir, com características e condições compatíveis com o objeto da presente licitação: b.1) Projeto de redes de distribuição de energia estabilizada em baixa tensão, incluindo quadros de proteção para os diferentes pavimentos. b.2) Projeto de rede de cabeamento estruturado com quantidade mínima de 150 pontos. Atestado(s) de capacidade técnica, fornecido(s) por pessoa jurídica de direito público ou privado, com a identificação da empresa ou órgão público, que comprove(m) prestação de serviços semelhantes ao objeto desta licitação, em termos de características técnicas, quantidade e prazos, contendo, obrigatoriamente, a especificação do serviço, a empresa que está fornecendo o atestado e o responsável pelo setor encarregado do objeto em questão; Declaração da licitante, datada e assinada, de que vistoriou o local da execução dos serviços e que conhece as condições em que serão executadas, não sendo admitidas, em hipótese alguma, alegações posteriores de desconhecimento dos serviços, quantitativos ou dificuldades técnicas não previstas. Tal declaração deverá ter o atesto da Gerência de Gestão GGE do Crea-RN, telefone: (84) , que deverá ser agendado por telefone, e deverá ocorrer no prazo máximo de 24 (vinte e quatro) horas anteriores a abertura do certame (modelo constante no ANEXO VII). Declaração de que não possui em seu quadro de pessoal atuando em trabalho noturno, perigoso ou insalubre, menores de 18 (dezoito) anos e de qualquer trabalho menores de 16 (dezesseis) anos, salvo na condição de aprendiz, a partir de 14 (quatorze) anos (C.F.B., Art. 7º, inciso XXXIII, c/c a Lei nº 9.854/99). Declaração da licitante enquadrada como microempresa ou empresas de pequeno porte, emitida em papel timbrado, conforme modelo anexo a este Edital, caso tenha intenção de se beneficiar do tratamento diferenciado e favorecido na presente licitação, na forma do disposto na Lei Complementar n.º 123/06 e Condição 42 do presente Convite. Declaração constando que o licitante não se encontra cumprindo pena por INIDONEIDADE PARA LICITAR E CONTRATAR COM A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, em qualquer de suas esferas: Federal, Estadual, Municipal e no Distrito Federal (arts. 8, IV c/c 97 da Lei nº 8.666/93), consubstanciada no modelo Anexo V Qualificação Econômico Financeira: a) Certidão Negativa de Falência ou Concordata expedida pelo Distribuidor Judicial da sede da LICITANTE, com prazo de vigência de trinta (30) dias. b) Balanço patrimonial e demonstrações contábeis do último exercício social, já exigíveis e apresentados na forma da Lei, se for o caso, devidamente registrado na Junta Comercial, com Termo de Abertura e Encerramento, que comprove a boa situação da empresa, vedada a substituição por balancetes ou balanços provisórios, podendo ser atualizado por índices oficiais quando encerrado há mais de 3 (três) meses da data de apresentação da proposta. d) O licitante deverá possuir capacidade financeira mínima, comprovada através do Balanço patrimonial e Demonstrações Contábeis apresentados, e calculada conforme os seguintes índices: d1) Índice de Liquidez Corrente maior ou igual a 1,00 (um); ILC = ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE

7 d2) Índice de Liquidez Geral maior ou igual a 1,00 (um) ILG = ATIVO CIRCULANTE + REALIZÁVEL A LONGO PRAZO PASSIVO CIRCULANTE + EXIGÍVEL A LONGO PRAZO d3) As empresas deverão apresentar os cálculos dos índices firmados por contador e pelo responsável legal da empresa A licitante também deverá incluir no ENVELOPE 01: Declaração de que se enquadra na condição de Microempresa (ME) ou Empresa de Pequeno Porte (EPP) e pretende usar do direito de preferência, se for o caso, nos termos da Lei Complementar 123 de 14 de dezembro de 2006 c/c o Decreto de 5 de setembro de 2007, sob pena de renúncia a este direito (ANEXO IV) Os documentos exigidos neste ato convocatório, dentro do envelope Documentação, deverão ser entregues numerados, preferencialmente em ordem, a fim de permitir maior rapidez durante a conferência e exame correspondente Caso as licitantes qualificadas como microempresas ou empresas de pequeno porte apresentem na fase de habilitação alguma restrição na comprovação da regularidade fiscal, será assegurado o prazo de 02 (dois) dias úteis, cujo termo inicial corresponderá ao momento em que a proponente for declarada a vencedora do certame, prorrogáveis por igual período, a critério da Administração Pública, para regularização da documentação, pagamento ou parcelamento do débito, e emissão de eventuais certidões negativas ou positivas com efeito de certidão negativa, sendo que, em caso de não regularização da documentação dentro do prazo previsto, implicará decadência do direito à contratação, conforme 1º e 2º do art. 43 da Lei Complementar n.º 123/ Os documentos exigidos neste Convite poderão ser apresentados em original, por qualquer processo de cópia autenticada por Cartório competente ou por membro da Comissão Permanente de Licitação ou publicação em órgão da imprensa oficial. 7. DA PROPOSTA a. somente serão aceitas cópias legíveis; b. não serão aceitos documentos cujas datas estejam rasuradas; e c. à Comissão Permanente de Licitação reserva-se o direito de solicitar o original de qualquer documento, sempre que julgar necessário A proposta contida no Envelope nº 02 deverá: Ser emitida por computador ou datilografada, de preferência, em uma única via, redigida com clareza, sem emendas, rasuras, acréscimos ou entrelinhas, devidamente datada e assinada, como também rubricadas todas as suas folhas; Fazer menção ao número deste Convite e conter a razão social da licitante, o CNPJ, números de telefones e de fax e , se houver, e o respectivo endereço com CEP, bem como o banco, a agência e

8 os respectivos códigos e o número da conta corrente para efeito de emissão de nota de empenho e posterior pagamento; Prazo de validade da proposta não inferior a 60 (sessenta dias) corridos, contado da data de abertura da licitação; Declaração, no corpo da proposta, ou em escrito à parte, de total concordância com as condições estipuladas no presente instrumento convocatório e seus anexos; Declaração, no corpo da proposta, ou em escrito à parte, de que não há impedimento da licitante para a participação na licitação, bem como para contratar com a Administração; Quaisquer outras informações julgadas necessárias e convenientes pela licitante Em nenhuma hipótese poderá ser alterado o conteúdo da proposta apresentada, seja com relação a preço, pagamento, prazo ou qualquer condição que importe a modificação dos seus termos originais, ressalvadas apenas aquelas destinadas a sanar evidentes erros materiais, ou falhas formais, alterações essas que serão avaliadas pela autoridade competente deste Regional Serão corrigidos automaticamente pela Comissão Especial de Licitação quaisquer erros de soma e/ou multiplicação e o preço global da proposta, se faltar; 7.4. A falta de data e/ou rubrica da proposta poderá ser suprida pelo representante legal da licitante com poderes para esse fim presente à reunião de abertura dos envelopes Proposta; e 7.5. A falta do CNPJ e/ou endereço completo poderá, também, ser preenchida pelos dados constantes dos documentos apresentados dentro do Envelope nº 01 - Documentação. 8. DOS PREÇOS 8.1. O preço indicado ao objeto, nas propostas ofertadas pelas licitantes, deverá ser fixo e irreajustável, ressalvadas as disposições do art. 65 da Lei n.º 8.666/ Nos preços ofertados deverão estar inclusos os encargos sociais e trabalhistas, impostos, taxas, fretes, enfim, quaisquer outras despesas necessárias à execução dos serviços, bem, assim, deduzidos quaisquer descontos que venham a ser concedidos A cotação apresentada e levada em consideração para efeito de julgamento será de exclusiva e total responsabilidade da licitante, não lhe cabendo o direito de pleitear qualquer alteração, seja para mais ou para menos Só serão aceitos preços em moeda nacional, ou seja, em Real (R$), em algarismos arábicos e, de preferência, também por extenso, prevalecendo este último, em caso de divergência, desprezando-se qualquer valor além dos centavos; 8.5. Não se admitirá preço global superior ao orçamento estimado; 9. DOS PRAZOS

9 9.1. A conclusão do serviço, incluindo a entrega à Fiscalização de toda a documentação pertinente ao mesmo, deverá ocorrer no prazo de 60 (sessenta) dias corridos, conforme previsto no Cronograma Físico-Financeiro, a contar data da expedição da Ordem de Serviço pelo Contratante As licitantes deverão apresentar, no mesmo envelope das suas propostas de preço, o respectivo Cronograma Físico-Financeiro, conforme o modelo constante no Anexo VIII O prazo mínimo de garantia do serviço é de 2 (dois) anos, a contar da data do seu recebimento definitivo, para fins de correção imediata de eventuais inconformidades técnicas detectadas no serviço executado pela Contratada. 10. DA DESCLASSIFICAÇÃO DAS PROPOSTAS Serão desclassificadas, conforme dispõem os incisos I e II do artigo 48 da Lei n.º 8.666/93, as propostas que: a) apresentarem preços manifestadamente inexeqüíveis, na forma do item 11.4, deste Convite; b) não atenderem às exigências contidas neste Convite. 11. DO JULGAMENTO DAS PROPOSTAS Na apreciação, julgamento e classificação das propostas, a Comissão levará em consideração, exclusivamente, o critério de MENOR PREÇO GLOBAL Em razão do regime diferenciado previsto na Lei Complementar nº 123/06, regulamentada pelo Decreto nº 6.204/2007, sobretudo em seus artigos 44 e 45, após a abertura do envelope da proposta comercial, caso a licitante que apresentou o menor preço não seja microempresa (ME) ou empresa de pequeno porte (EPP), e caso haja outra(s) licitante(s) com proposta classificada que seja(m) microempresa(s) ou empresa(s) de pequeno porte, igual ou até 10% (cinco por cento) superior à melhor proposta, as propostas serão consideradas empatadas, devendo ser efetuado o procedimento descrito abaixo: Entende-se por condição de empate (prevista no 2º do art. 44 da Lei Complementar nº 123/2006), regulamentada pelo Decreto nº 6.204/2007, aquelas situações em que as propostas apresentadas pelas microempresas e empresas de pequeno porte sejam iguais ou até 10% (dez por cento) superiores à proposta mais bem classificada, desde que esta não tenha sido apresentada por microempresa ou empresa de pequeno porte Ocorrendo o empate, proceder-se-á da seguinte forma: a) a microempresa ou empresa de pequeno porte mais bem classificada poderá apresentar proposta de preço inferior àquela considerada vencedora do certame, situação em que será adjudicado em seu favor o objeto licitado; b) não ocorrendo a contratação da microempresa ou empresa de pequeno porte, na forma da alínea anterior, será convocada as remanescentes que porventura se enquadrem na situação de empate, na ordem classificatória, para o exercício do mesmo direito; c) no caso de equivalência dos valores apresentados pelas microempresas e empresas de pequeno porte que se encontrem no intervalo estabelecido no subitem , será realizado sorteio entre elas para que se identifique aquela que primeiro poderá apresentar melhor oferta;

10 d) Na hipótese da não-contratação nos termos previstos no inciso anterior, o objeto licitado será adjudicado em favor da proposta originalmente vencedora do certame; e) O disposto neste subitem somente se aplicará quando a melhor oferta inicial não tiver sido apresentada por micro empresa ou empresa de pequeno porte. f) A Comissão de Licitação deverá solicitar documentos que comprovem o enquadramento da licitante na categoria de microempresa ou empresa de pequeno porte, nos termos do art. 3º, da Lei Complementar nº 123/06, regulamentada pelo Decreto nº 6.204/ Em caso de empate entre duas ou mais propostas de empresas que não se enquadrem no regime diferenciado previsto no subitem 11.1, a classificação far-se-á, obrigatoriamente, por sorteio, em ato público, para o qual todas as licitantes serão convocadas, vedado qualquer outro processo (art. 45, 2º, da Lei n.º 8.666/93) Serão desclassificadas as propostas que: a) não atendam às exigências e requisitos estabelecidos neste Convite; b) deixarem de apresentar a documentação solicitada ou a apresentarem com vícios; c) apresentem preços excessivos ou manifestamente inexequíveis; d) sejam omissas, vagas ou apresentem irregularidades ou defeitos capazes de dificultar o julgamento Não serão considerados motivos de desclassificação, simples omissões ou irregularidades formais na proposta, desde que sejam irrelevantes para o processamento da licitação e não firam os direitos das demais licitantes Não se admitirá proposta que apresentar preço simbólico, irrisório ou de valor zero, incompatível com os preços dos insumos e salários de mercado, acrescidos dos respectivos encargos, ainda que este Convite não tenha estabelecido limites mínimos, exceto quando se referirem a materiais e instalações de propriedade da própria licitante, para os quais ele renuncie a parcela ou à totalidade da remuneração À Comissão Permanente de Licitação, além do recebimento e exame das propostas, caberá o julgamento da obediência às condições aqui estabelecidas, bem, ainda, em seus anexos, e a decisão quanto às dúvidas ou omissões deste Convite A Comissão Permanente de Licitação poderá solicitar parecer de técnicos pertencentes ao quadro de pessoal do CREA-RN ou, ainda, de pessoas físicas ou jurídicas estranhas a ele, para orientar sua decisão Quando todas as licitantes forem inabilitadas ou todas as propostas forem desclassificadas, a Comissão Permanente de Licitação poderá fixar às licitantes o prazo de 3(três) dias úteis para apresentação de nova documentação e (ou) de outras propostas. 12. DO RECURSO Observado o disposto no 6º do art. 109 da Lei n.º 8.666/93, a licitante poderá apresentar recurso ao Presidente da Comissão Permanente de Licitação, no prazo de 5 (cinco) dias úteis, a contar da intimação do ato ou lavratura da ata, nos casos de habilitação ou inabilitação da licitante ou do julgamento das propostas, anulação ou revogação deste Convite.

11 12.2. Interposto, o recurso será comunicado às demais licitantes que poderão impugná-lo no prazo de 5 (cinco) dias úteis. Findo esse período, impugnado ou não o recurso, a Comissão Permanente de Licitação poderá, no prazo de 5 (cinco) dias úteis, reconsiderar a sua decisão ou fazê-lo subir, devidamente informado, ao Presidente do CREA-RN Para efeito do disposto no 5º do Art. 109, da Lei n.º 8.666/93, ficam os autos deste Convite franqueados aos interessados Quaisquer argumentos ou subsídios concernentes à defesa da licitante que pretender reconsideração total ou parcial das decisões da Comissão Permanente de Licitação deverão ser apresentados por escrito, exclusivamente, anexando-se ao recurso próprio O recurso interposto deverá ser comunicado à Comissão Permanente de Licitação, logo após ter sido protocolizado no Protocolo do CREA-RN. 13. DA ADJUDICAÇÃO Atendidas todas as condições deste Convite, o objeto será adjudicado GLOBALMENTE à licitante declarada vencedora. 14. DA IMPUGNAÇÃO DO EDITAL É facultado a qualquer cidadão impugnar, por escrito, os termos do presente Convite por irregularidade na aplicação da Lei n.º 8.666/93 e suas alterações, em até 2 (dois) dias úteis antes da data fixada para abertura dos envelopes de habilitação (Documentação) Decairá do direito de impugnar os termos deste Edital perante a Administração do CREA-RN a licitante que não o fizer até o segundo dia útil que anteceder à data marcada para recebimento e abertura dos envelopes Documentação e Proposta, apontando as falhas ou irregularidades que o viciariam, hipótese em que tal comunicação não terá efeito de recurso A impugnação feita tempestivamente pela licitante não a impedirá de participar deste Convite até o trânsito em julgado da decisão a ela pertinente A impugnação interposta deverá ser protocolada no CREA-RN. 15. DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA As despesas decorrentes do objeto desta licitação correrão por conta da seguinte disponibilidade orçamentária: PROJETOS. 16. DAS OBRIGAÇÕES DO VENCEDOR Obedecer às normas e especificações constantes do Edital e do Projeto Básico, Minuta do Contrato e demais anexos, bem como respeitar rigorosamente as recomendações do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Norte/CREA-RN, sujeitando-se a CONTRATADA, no caso de não atendimento dessas normas, às penas previstas no item 17. Das Sanções Administrativas As demais obrigações do vencedor estão descritas no Projeto Básico e na Minuta do Contrato que fazem parte deste edital.

12 17. DAS SANÇÕES ADMINISTRATIVAS A recusa injustificada da adjudicatária em assinar o contrato, aceitar ou retirar o instrumento equivalente, dentro do prazo estabelecido pelo CREA-RN, caracteriza o descumprimento total das obrigações assumidas, sujeitando-a as penalidades legalmente estabelecidas O atraso injustificado após o prazo de início da execução dos serviços licitados estabelecido neste Convite sujeitará o contratado a multa, na forma estabelecida a seguir: 18. DO CONTRATO a) 0,3% (três décimos por cento) por dia de atraso, até o máximo de 15 (quinze) dias; e b) 2% (dois por cento) a partir do 16º (décimo sexto) dia, até o 30º (trigésimo) dia de atraso, configurando-se após esse prazo a inexecução do contrato As multas a que se refere esta cláusula incidem sobre o valor do contrato e serão descontadas dos pagamentos eventualmente devidos pelo CREA-RN ou, quando for o caso, cobradas judicialmente Pela inexecução total ou parcial do contrato o CREA-RN poderá aplicar as seguintes sanções: a) advertência; b) multa por atraso a cada 30 dias após o prazo previsto na alínea b, do item 18.2, no percentual de 10% (dez por cento), calculada sobre o valor do contrato, caso não sejam cumpridas fielmente as condições pactuadas; c) suspensão temporária de participação em licitação e impedimento de contratar com Administração por período não superior a dois (2) anos; e d) declaração de inidoneidade para licitar ou contratar com a Administração Pública A aplicação da sanção prevista na alínea b, não prejudica a incidência cumulativa das penalidades das alíneas a, b e c, principalmente, sem prejuízo de outras hipóteses, em caso de reincidência de atraso na entrega do objeto licitado ou caso haja cumulação de inadimplemento de eventuais cotas mensais, expressamente previstas, facultada a defesa prévia do interessado, no prazo de dez (10) dias úteis Ocorrendo a inexecução de que trata o item 18.4, reserva-se ao Setor competente o direito de comunicar a oferta que se apresentar como aquela mais vantajosa, pela ordem de classificação, solicitando ao Presidente do CREA-RN autorização para as providências a serem tomadas A segunda adjudicatária, em ocorrendo a hipótese do item anterior, ficará sujeita às mesmas condições estabelecidas neste Convite A aplicação das penalidades previstas neste item é de competência exclusiva do Presidente do CREA-RN O prazo de execução será de 60 (sessenta) dias consecutivos para, contados da expedição da ordem de serviço pelo contratante. Os projetos deverão ser entregues conforme cronograma de entrega.

13 18.2. O contrato terá vigência pelo período de 120 (cento e vinte) dias consecutivos, contados do primeiro dia útil da data de sua assinatura A formalização da contratação será feita por intermédio de instrumento contratual a ser emitido pela Administração, devendo o adjudicatário, tão logo seja convidado a firmar o instrumento, retirá-lo e providenciar a sua assinatura e restituição no prazo de cinco (5) dias úteis, sob pena de decair do direito à contratação e de submeter-se às sanções previstas A formalização do ato de contratação será precedido de consulta prévia a cadastros da Administração Pública (SICAF e CADIN) com a finalidade de verificar se encontra a adjudicatária em situação regular, constituindo, a verificação de quaisquer pendências justo impedimento para a celebração do instrumento contratual, por culpa da licitante vencedora, ensejando a aplicação das sanções previstas neste convite, na Lei n.º 8.666/93 e no anexo instrumento contratual Recusando o adjudicatário a contratação, sem motivo justificado e devidamente comprovado, assim como a verificação de pendências junto a cadastros da Administração Pública (SICAF e CADIN), caracterizará o descumprimento total da obrigação assumida, sujeitando-se à multa equivalente a 30 % do valor de sua proposta, sem prejuízo da aplicação da pena de suspensão de participar de licitação e contratar com a Administração pelo prazo de até 2 anos As obrigações resultantes do presente certame licitatório deverão ser executadas fielmente pelas partes, de acordo com as condições avençadas e as normas legais pertinentes, respondendo cada uma pelas consequências de sua inexecução total ou parcial As obrigações das partes, os critérios de pagamento, recebimento do objeto, fiscalização e gerenciamento do contrato, estão definidos no instrumento contratual, Anexo VI deste Convite, dele fazendo parte integrante. 19. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS As Licitantes deverão observar os mais altos padrões éticos durante o processo licitatório e a execução do contrato, estando sujeitas às sanções previstas na legislação brasileira. Aqueles que agirem de má fé estarão sujeitos às penalidades previstas em Lei Caso a Licitante se recuse a executar o objeto contratual ou venha a fazê-lo fora das especificações estabelecidas, a Comissão de Licitação poderá, independentemente de qualquer aviso ou notificação, rescindir o contrato e optar pela convocação dos demais Licitantes na ordem de classificação. 20. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Fica assegurado à Comissão de Licitação o direito de: Adiar a data de abertura da presente Licitação, dando conhecimento aos interessados, através de publicação no site do CREA-RN, com a antecedência de pelo menos 24 (vinte e quatro) horas, antes da data inicialmente marcada;

14 Anular ou revogar, no todo ou em parte, o presente Convite, a qualquer tempo, desde que ocorrentes as hipóteses de ilegalidade ou interesse público, dando ciência aos interessados; Alterar as condições deste Edital ou qualquer documento pertinente a este Convite, fixando novo prazo, não inferior a 05 (cinco) dias úteis, para a abertura das propostas, a contar da publicação das alterações A participação neste Convite implicará aceitação integral e irretratável das normas do Edital, PROJETO BÁSICO, (Anexo I) e demais anexos, bem como na observância dos preceitos legais e regulamentares, ressalvados o direito de impugnação e recurso O objeto da presente licitação poderá sofrer acréscimos ou supressões, conforme previsto nos 1 e 2 do Art. 65, Lei n 8.666/93, e alterações posteriores. 21. DO FORO É competente o Foro da Comarca de Natal/RN, para dirimir quaisquer litígios oriundos da presente licitação. Natal/RN, 06 de novembro de Vital Duarte Nóbrega Presidente da CPL

15 ANEXO I PROJETO BÁSICO 1 JUSTIFICATIVA 1.1 MOTIVAÇÃO DA CONTRATAÇÃO O presente Projeto Básico define as condições gerais e específicas às quais deverá ser submetido o SERVIÇO DE ELABORAÇÃO DE PROJETO EXECUTIVO PARA O SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO, ENERGIA ELÉTRICA ESTABILIZADA E ENERGIA ELÉTRICA GERAL DO CREA-RN, cuja finalidade primordial é a produção de um acervo documental tecnicamente apto a subsidiar com eficácia a execução do procedimento mencionado, em virtude da degradação temporal e ineficiência de determinados sistemas componentes das redes elétricas de baixa tensão e também da rede lógica, assim como o surgimento de novas necessidades para o melhor funcionamento das atividades e da missão deste Conselho. 1.2 BENEFÍCIOS DIRETOS E INDIRETOS A elaboração do projeto executivo para implantação de rede elétrica estabilizada de baixa tensão e cabeamento estruturado do CREA-RN e seus subsistemas de naturezas elétrica, eletrônica e eletromecânica, associados, incrementará diretamente o nível de confiabilidade operacional global do sistema de distribuição de energia, dados e telefonia existente, uma vez que implicará numa redução relevante do número de falhas e do risco de novas ocorrências danosas através da otimizações das redes. O benefício indiretamente decorrente do serviço em apreço é assegurar a manutenção dos altos níveis de qualidade no atendimento aos clientes do CREA-RN. 1.3 CONEXÃO ENTRE A CONTRATAÇÃO E O PLANEJAMENTO A contratação de pessoa jurídica especializada para a prestação do serviço de elaboração do Projeto Executivo para da rede elétrica de baixa tensão estabilizada, energia elétrica geral e cabeamento estruturado do CREA-RN será realizado dentro da programação de trabalho para o Ano de 2013, utilizando-se do Orçamento do CREA-RN. 1.4 CRITÉRIOS AMBIENTAIS ADOTADOS A Contratada deverá seguir, no que for pertinente, todas as normas e recomendações vigentes de âmbito federal, estadual ou municipal que tenham por objeto disciplinar as atividades que acarretem riscos imediatos ou potenciais para a fauna, a flora e, especialmente, para a vida humana. 1.5 NATUREZA DO SERVIÇO A contratação de pessoa jurídica especializada para a elaboração do projeto executivo de cabeamento estruturado, energia elétrica estabilizada e energia elétrica geral em baixa tensão. Em função do passar dos anos e as diversas reformas e ampliações sofridas, motivaram degradação natural e a decorrente desconformidade das instalações em relação às normas vigentes. O serviço de elaboração de projeto executivo para cabeamento estruturado, para a rede elétrica estabilizada de baixa tensão e energia elétrica geral do CREA-RN, por tratar-se de atividade que exige um grau de conhecimento técnico elevado, necessita da participação e acompanhamento de profissional habilitado

16 conforme disposto na Lei Federal n 5.194/66. Além desta característica, o objeto a ser realizado consiste de um serviço técnico profissional especializado de projetos, incluindo planejamentos, estudos técnicos e pareceres, o que acarreta na caracterização do serviço em questão como Serviço de Engenharia, classificado como não comum, visto que não se apresenta sob identidade e características padronizadas. 2 OBJETIVO O serviço a ser contratado tem como objetivo subsidiar a elaboração de projetos, para, no menor intervalo de tempo possível, fornecer as condições para uma perfeita operacionalidade do cabeamento lógico, da rede elétrica estabilizada e geral de baixa tensão do CREA-RN, indispensável para a missão, qual seja, executar as atividades de fiscalização do exercício das profissões que lhes foram atribuídas por lei específica. Deve estar claro que rede estabilizada de baixa tensão corresponde a todo o sistema de alimentação de estações de trabalho e ativos de rede pertencentes a rede de cabeamento estruturada (racks, impressoras, access points e demais componentes ativos da rede). Esta terá quadros específicos que deverão ser alimentados por circuitos exclusivos a partir do quadro geral ou de nobreaks. Rede elétrica geral de baixa e entrada em média tensão corresponde ao restante da rede de baixa tensão excluída a rede considerada estabilizada, qual seja, circuitos de iluminação, tomadas de uso geral e tomadas de uso específico, bem como a subestação de entrada. 3 OBJETO O presente Projeto Básico define as condições de natureza legal e técnica que nortearão, no campo fático e teórico, seja com abrangência geral ou específica, a execução do serviço de elaboração do Projeto Executivo para rede elétrica estabilizada de baixa tensão, rede elétrica geral de baixa tensão e entrada em média tensão e cabeamento estruturado do CREA-RN. O presente documento adota, naquilo que é pertinente, a numeração prevista no Dec /85. 4 CUSTEIO As despesas com a execução dos serviços objeto desta licitação, serão custeadas com recursos alocados da dotação orçamentária, ELABORAÇÃO DE PROJETO EXECUTIVO PARA O SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO, ENERGIA ELÉTRICA ESTABILIZADA E ENERGIA ELÉTRICA GERAL DO CREA-RN, Elemento de Despesa PROJETOS. 5 PARÂMETROS NORMATIVOS A execução do serviço de que trata o presente Projeto Básico deverá observar, naquilo que for pertinente, as disposições contidas nos seguintes nos seguintes instrumentos normativos legais e técnicos: a) Instrução Normativa nº 2, de 30/04/2008, do Ministério do Orçamento, Planejamento e Gestão, e suas alterações; b) Códigos, Normas, Leis, Decretos, Portarias e Regulamentos aplicáveis emanados das esferas públicas federais, estaduais e municipais; c) Lei Federal Nº 8.666/93 (Lei de Licitações Públicas) e suas alterações;

17 d) Lei Complementar No 123/2006; SERVIÇO DE ELABORAÇÃO DE PROJETO BÁSICO PARA PROJETOS EXECUTIVOS DE CABEAMENTO ESTRUTURADO, INSTALAÇÃO DE REDE ELÉTRICA ESTABILIZADA DE BAIXA TENSÃO E REDE ELÉTRICA GERAL DE BAIXA TENSÃO COM ENTRADA EM MÉDIA TENSÃO. e) NR 10 Norma do Ministério de Trabalho para segurança em instalações e serviços em eletricidade; f) NBR 5410 Norma ABNT para instalações Elétricas em Baixa Tensão, versão corrigida em 2008; g) NBR 5444 Norma ABNT para símbolos gráficos utilizados em instalações elétricas prediais; h) NBR 5456 Norma ABNT para eletricidade Geral Terminologia; i) NBR 14565: Norma ABNT para Cabeamento Estruturado para edifícios comerciais e e demais normas necessárias para sua fiel aplicação conforme catálogo da ABNT; datacenters 6 CONVENÇÕES E DEFINIÇÕES GERAIS 6.1 Este documento utiliza as seguintes convenções e abreviaturas: a) ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas; b) CONFEA - Conselho Federal de Engenharia e Agronomia; c) CONTRATADA Pessoa física ou jurídica responsável pela execução dos serviços; d) CONTRATANTE Autoridade contratante dos Serviços; e) CREA-RN - Conselho Regional de Engenharia e Agronomia - RN; f) FISCALIZAÇÃO Comissão designada pelo Contratante acompanhar junto à Contratada, de modo sistemático e prioritariamente abalizado pelas diretrizes constantes no presente Projeto Básico, o cumprimento de todas as disposições estabelecidas entre os contraentes no âmbito do serviço contratado; 6.2 Considera-se neste documento as seguintes definições gerais: a) Projeto Executivo: Projeto que reúne os elementos necessários e suficientes à execução completa do SERVIÇO DE ELABORAÇÃO DE PROJETO EXECUTIVO PARA NOVO CABEAMENTO ESTRUTURADO, NOVA REDE DE ALIMENTAÇÃO EM BAIXA TENSÃO ESTABILIZADA E NOVA REDE ELÉTRICA GERAL EM BAIXA TENSÃO, detalhando o Projeto Básico com base nas normas nele referidas; b) Estudo Preliminar: coleta inclusive em campo, às expensas da Contratada e análise de todos os dados necessários e suficientes para subsidiar o processo de seleção fundamentada das alternativas técnicas de desenvolvimento do Projeto Executivo, o qual deverá ser norteado pela necessidade de preservação do meio ambiente, bem como por aspectos técnico-normativos, econômicos, financeiros, legais, políticos e de segurança nacional, quando for o caso. O Estudo Preliminar deverá fornecer a concepção, forma, dimensão, função e outros elementos necessários à compreensão e embasamento da solução proposta pela Contratada mediante relatório técnico formal, o qual poderá apontar uma ou mais soluções viáveis, cabendo à Fiscalização aprová-las no todo ou em parte, caso se prestem à composição posterior. 7 DO PROJETO BÁSICO As especificações e demais informações constantes neste Projeto Básico deverão ser examinadas com o máximo de atenção por parte dos licitantes. Quaisquer dúvidas ou necessidades de informações ou

18 esclarecimentos acerca da execução dos serviços deverão ser encaminhadas via fax para o CREA-RN, mediante contato prévio via o telefone (84) , o que deverá ser feito dentro do prazo do estipulado no Edital, antes da data aprazada para a abertura das propostas. Reclamações posteriores sob a alegação de falhas ou omissões do Projeto Básico deverão ser minuciosamente justificadas por escrito sob pena de não serem consideradas pela Administração. 8 DA VISITA TÉCNICA PRELIMINAR É obrigatória a visita prévia dos licitantes a todos os locais abrangidos pela execução do serviço objeto da contratação, o que deverá ser feito, necessariamente, antes da apresentação das suas propostas no certame. Todas as condições locais específicas deverão ser adequadamente observadas por ocasião dessa visita, quando os licitantes deverão conhecer e equacionar, mediante inspeção e coleta de informações preliminares, todos os dados e elementos de qualquer gênero que possam vir a ter influência no desenvolvimento e nos custos dos trabalhos a serem executados. Não serão atendidas solicitações de qualquer natureza durante o desenvolvimento dos serviços contratados sob o argumento de falta de prévio conhecimento das condições de trabalho ou de dados técnicos de quaisquer natureza. Na visita prévia se faz obrigatória a presença de um Representante da empresa interessada na contratação do serviço, o qual deverá portar Carteira de Trabalho ou Contrato Social, de forma a poder comprovar, respectivamente, a sua inclusão no quadro permanente de funcionários da empresa ou a condição sócio da mesma, ou ainda, ser um profissional contratado, através de um contrato de prestação de serviços, sem vínculo trabalhista e regido pela legislação civil comum, com autorização expressa da empresa para representá-la, além do seu registro no Conselho da classe profissional a que pertence, sob pena não ser assinado pelo CREA-RN o Atestado de Visita Técnica. Ressalte-se ainda que na ocasião da visita técnica preliminar, as comitivas dos Representantes das empresas interessadas na licitação, deverão ser integradas por, no mínimo, um engenheiro eletricista cada, condição individual essa a ser comprovada mediante a apresentação da respectiva Carteira Profissional, sob pena do não fornecimento, pelo CREA-RN, do correspondente Atestados de Visita Técnica, com base na presunção de não compreensão, por parte da empresa interessada na licitação, do conjunto de detalhes técnicos que caracterizam em extensão e profundidade o objeto do Contrato uma vez que se assim não fosse estaria esvaziado o propósito de reconhecimento técnico prévio de que se reveste a referida visita, o que resultaria para a Administração incorrer no risco de admitir no certame o licitante que, desde cedo, não se apresenta devidamente qualificado para tanto. As visitas preliminares deverão ser realizadas antes da data prevista para a entrega das propostas e poderão ser agendadas mediante um contato prévio com a Administração do CREA-RN, Tais visitas deverão ocorrer durante o horário do expediente do CREA-RN, o qual poderá ser confirmado pelos interessados mediante um contato prévio com o telefone acima informado. Tendo sido cumpridas as exigências acima apontadas, um representante do CREA-RN assinará o Atestado de Visita Técnica aos locais de execução do serviço a ser contratado, documento esse cujo modelo se encontra no Edital, para fins de preenchimento e impressão pelo Licitante e, por fim, de encaminhamento ao pessoal competente do Setor de Licitações, quando do momento da apresentação da respectiva proposta. 9 DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO SERVIÇO Trata-se do serviço de elaboração de um Projeto Executivo cujo objetivo é dotar o CREA-RN de novas instalações de cabeamento estruturado, energia elétrica estabilizada e energia elétrica geral. O escopo de projeto executivo a ser desenvolvido pela Contratada deverá contemplar o planejamento detalhado dos seguintes serviços:

19 a) Projeto executivo de Rede Cabeamento Estruturado; b) Projeto de Instalações Elétricas de Baixa Tensão para Energia Estabilizada; e c) Projeto de Instalações Elétricas Gerais em Baixa Tensão e Entrada em Média Tensão. 10 DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO DO SERVIÇO a) Todos os projetos pertinentes a este projeto básico, incluindo os Memoriais Descritivos e de Cálculo, as Pranchas, as Especificações Técnicas de Materiais, Equipamentos e Serviços, a Estimativa de Custos, a Lista de Serviços (planilha quantitativa de materiais, equipamentos e serviços) e o Cronograma Físico- Financeiro, deverão estar em conformidade com o Decreto Federal n.º , de 10/12/85 e a Portaria n 2.296, de 23/07/97, bem como deverão ser observadas as normas da ABNT b) As documentações deverão ser entregues ao CREA necessariamente, mediante protocolo; c) Cada etapa mencionada do projeto deverá ter, de forma necessariamente individualizada, o seu próprio conjunto de especificação de materiais, equipamentos e serviços, planilha de custos e plantas, bem como a sua numeração específica de projeto; d) O Projeto Executivo deverá seguir todas as recomendações contidas no relatório final do Diagnóstico técnico e no Anteprojeto aprovado pela Fiscalização; e) Os projetos relativos ao cabeamento estruturado, energia elétrica estabilizada e energia elétrica geral deverão conter, para cada, todos os detalhes técnicos e de custo necessários à execução dos mesmos; f) O Projeto Executivo final deverá prever o fornecimento de todos os materiais e a avaliação da mão de obra necessários à sua completa execução; g) Os materiais recomendados no Projeto Executivo deverão atender na sua plenitude a todos aos requisitos técnicos de qualidade, durabilidade e facilidade de manutenção; h) Os levantamentos teóricos ou de campo necessários à elaboração do Anteprojeto ou do Projeto Executivo estarão, sob qualquer hipótese, inteiramente a cargo da Contratada, de forma que nesse particular não será admitida nenhuma cobrança ao Contratante a título de serviço extra. 11 DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO DO DIAGNÓSTICO TÉCNICO A Contratada receberá da contratante um lay-out de todas as salas do CREA-RN para que sejam traçados os percursos para a infraestrutura das redes e sem prejuízo das atividades diárias da Organização Contratante, deverá proceder uma análise técnica prévia e detalhada da situação dos sistemas mencionados no item 9 do presente Projeto Básico. Tal análise consistirá na identificação dos condicionantes técnicos e operacionais inerentes a cada localidade em particular, no levantamento qualitativo e quantitativo de todas as componentes determinantes para a solução dos possíveis problemas observados, na realização de medições de natureza elétrica e dimensional necessárias à obtenção de um relatório de Diagnóstico técnico indicativo de uma ou mais soluções para os problemas encontrados, na implementação de simulações com uso de materiais ou por meio de softwares que permitem avaliar o comportamento dos sistemas individuais a serem projetados, na interpretação de resultados obtidos e, por fim, na emissão dos relatórios e laudos técnicos que servirão de base para a elaboração do Anteprojeto destinado às Redes de Cabeamento Estruturado, à Rede Elétrica de Baixa

20 Tensão Estabilizada e à Rede Elétrica Geral de Baixa Tensão para o CREA-RN discriminados neste Projeto Básico. Os materiais, ferramentas, equipamentos e serviços necessários à realização dos testes de avaliação prévia e implementação das medições elétricas e dimensionais, dentre outras, bem como os recursos humanos necessários para tanto, serão todos de inteira responsabilidade da Contratada, não sendo permitida nenhuma cobrança extra ao Contratante, inclusive no que se referir à escavação do terreno, escoramentos, reaterro, carga, transporte e descarga de material em local designado pela fiscalização, desligamento, desativação ou remoção de rede, material, equipamento, quebra e recomposição de alvenaria, pilar, piso, calçada, pavimento, interrupção e reconstituição de interligações nas instalações elétricas existentes. À Contratada competirá projetar, sem nenhum ônus para o Contratante, a recuperação de toda e qualquer área aberta ou fechada que, porventura, seja direta ou indiretamente afetada pelos projetos elétricos e de cabeamento escopo de projeto básico. Levantamentos e medições, situação na qual também se sujeitará a manter o padrão arquitetônico existente. Os serviços de levantamento de dados em campo deverão ser efetuados pela Contratada mediante uma apresentação prévia à Fiscalização de todos os equipamentos e materiais a serem utilizados, ocasião em que também deverão ser apresentadas pela Contratada. a) As qualificações do pessoal; b) Uma listagem dos instrumentos de teste e ferramentas a serem utilizados; c) Modelos dos relatórios e formulários que serão utilizados na emissão do relatório final; d) Um esboço do método de execução proposto; e) Um cronograma dos serviços a serem realizados. Ressalte-se que todos os procedimentos pertinentes a qualquer manobra de avaliação técnica ou levantamento de dados em campo, bem como à programação de atividades e à definição dos métodos a serem utilizados pela Contratada em qualquer fase do serviço contratado, deverão ser previamente apresentados à Fiscalização e só poderão ser executados após aprovação expressa desta. Os instrumentos utilizados em toda e qualquer fase do serviço contratado devem ser adequados, com perfeitas condições de uso e, quando for o caso, com a suas calibragens atualizadas. As datas de calibração dos instrumentos utilizados deverão constar nos formulários do relatório final do Diagnóstico técnico, devendo ainda serem anexadas a esse relatório, as cópias dos respectivos certificados de calibração. Os diagramas das instalações elétricas, eletrônicas e eletromecânicas, os desenhos arquitetônicos e estruturais e quaisquer outras informações técnicas que se façam necessárias à realização do serviço correspondente ao Diagnóstico técnico da situação serão fornecidas pelo Contratante, desde que as tenha. Não as tendo o Contratante, incumbirá à Contratada obtê-las às suas expensas, sem possibilidade de cobrança posterior por serviço extra prestado àquele. Os testes de medição e os procedimentos de avaliação levados a efeito para fins de elaboração do Diagnóstico técnico deverão abranger todos os setores do CREA-RN discriminados nesse Projeto Básico, de modo a serem ali identificados e avaliados, dentre outros parâmetros. a) verificação da integridade e necessidade de novas instalações de infraestrutura para cabeamento elétrico estabilizado e cabeamento estruturado; b) dimensionamento de carga para atendimento às necessidades mencionadas no item 9 e nos anexos, caso os tenha; c) dimensionamento dos quadros de força, disjuntores, interruptores diferenciais residuais, dispositivos de proteção contra surto, medidores, se aplicáveis, e demais dispositivos associados a serem instalados;

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JARDIM PAULISTA

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2.

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2. IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM 03 (TRÊS) DIAS DE ANTECEDENCIA NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS EDITAL DE CARTA CONVITE 027/2015 A PREFEITA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA, torna público, para conhecimento dos interessados, que no dia 20 DE NOVEMBRO DE 2015, às 10 horas, reunirse-á a Comissão Permanente

Leia mais

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 DATA DA ABERTURA: 13/11/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 023/2009

CARTA CONVITE Nº 023/2009 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

Tomada de Preços n.º 015/2010

Tomada de Preços n.º 015/2010 Tomada de Preços n.º 015/2010 Procedimento Administrativo n.º 0848/2010 Modalidade: Tomada de Preços Tipo: Menor Preço Julgamento: global Regime de execução: empreitada por preço unitário Objeto: Contratação

Leia mais

Prefeitura Municipal de Antonina do Norte GOVERNO MUNICIPAL CNPJ n 07.594.500/0001-48 EDITAL CONVOCATÓRIO

Prefeitura Municipal de Antonina do Norte GOVERNO MUNICIPAL CNPJ n 07.594.500/0001-48 EDITAL CONVOCATÓRIO EDITAL CONVOCATÓRIO CONVITE Nº 2013.02.18.2 1.0 EDITAL 1.1 Órgão: SECRETARIA MUNICIPAL DE AÇÃO SOCIAL 1.2 Modalidade: CONVITE 1.3 Tipo de Licitação: Menor preço Global 1.4 Torna público para conhecimento

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 O CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA 7ª REGIÃO CREF7/DF, Autarquia Federal, criada pela Lei nº 9.696/98, torna público

Leia mais

Tomada de Preços n.º 006/2009

Tomada de Preços n.º 006/2009 Tomada de Preços n.º 006/2009 Procedimento Administrativo n.º 0802/2008 Modalidade: Tomada de Preços Tipo: Menor Preço Julgamento: por item Regime de execução: empreitada por preço global Objeto: Aquisição

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 007/2008

CARTA CONVITE Nº 007/2008 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO E COM ATÉ 24 HS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 - JD. PAULISTA -

Leia mais

CONVITE Nº 050A/2015

CONVITE Nº 050A/2015 Processo nº 0308.1511/15-3 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 050A/2015 DATA DA ABERTURA: 19/08/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

CARTA CONVITE 006/2013

CARTA CONVITE 006/2013 CARTA CONVITE 006/2013 O CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 6ª REGIÃO, autarquia federal criada pela Lei 1.411/51, representada pelo Presidente da Comissão de Licitação, designada pela Portaria nº 002/2013,

Leia mais

EDITAL N.º CONVITE N.º PROCESSO N.º 011/2011-CPL 009/2011 011/2011. PRAZO MÁXIMO PARA ENTREGA DOS ENVELOPES Até 17 de Outubro de 2011 Às 14:00 horas

EDITAL N.º CONVITE N.º PROCESSO N.º 011/2011-CPL 009/2011 011/2011. PRAZO MÁXIMO PARA ENTREGA DOS ENVELOPES Até 17 de Outubro de 2011 Às 14:00 horas EDITAL N.º CONVITE N.º PROCESSO N.º 011/2011-CPL 009/2011 011/2011 PRAZO MÁXIMO PARA ENTREGA DOS ENVELOPES Até 17 de Outubro de 2011 Às 14:00 horas ABERTURA DOS ENVELOPES DOCUMENTAÇÃO Dia 17 de Outubro

Leia mais

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado.

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado. EDITAL DE CARTA CONVITE N 02/2010 CRM-PR OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA PARA O DESENVOLVIMENTO E SUPERVISÃO DE PROJETO DE TELEMEDICINA, VIDEOCONFERÊNCIA E EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 013/2007 PROCESSO N.º 1.612/2007

CARTA CONVITE Nº 013/2007 PROCESSO N.º 1.612/2007 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001 - DEPTO DE COMPRAS - 8º ANDAR. Regime

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO RS/SC

CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO RS/SC CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO CONVITE Nº 05/2013 SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL O Conselho Regional de Biologia 3ª Região, através da Comissão Permanente de Licitações, convida V.S.a. a apresentar

Leia mais

DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 41.20.02 MOBILIÁRIO EM GERAL - R$ 16.000,00 (Dezesseis mil reais).

DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 41.20.02 MOBILIÁRIO EM GERAL - R$ 16.000,00 (Dezesseis mil reais). PROCESSO N.º 003/2013 LICITAÇÃO Nº 003/2013-CONVITE TIPO: MENOR PREÇO POR LOTE À EMPRESA: ENDEREÇO: O Conselho Regional de Administração-CRA, através de sua Comissão Permanente de Licitação, nos termos

Leia mais

www.fundacaoaraucaria.org.br 2

www.fundacaoaraucaria.org.br 2 EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE 02/2013 Serviços de Auditoria 1. DO PREÂMBULO 1.1. A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico, estabelecida em Curitiba, Av. Comendador Franco,

Leia mais

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014 O Município de Mariano Moro, RS, torna público, em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93 e suas alterações, que no dia 30 de setembro as 14

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO 1 CARTA CONVITE n.º 001/2011 São Paulo, 20 de outubro de 2011. O CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA - 1ª REGIÃO, nos termos da autorização constante no Processo Administrativo em epígrafe, vem, por intermédio

Leia mais

2.01.1 Atenderem as condições e exigências estabelecidas neste CONVITE;

2.01.1 Atenderem as condições e exigências estabelecidas neste CONVITE; CONVITE Nº 009/2007 LICITAÇÃO PARA AQUISIÇÃO DE 63 (SESSENTA E TRÊS) LICENÇAS DO SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS XP PROFESSIONAL-FULL VERSÃO EM PORTUGUÊS PARA ESTAÇÕES DE TRABALHO E 01(UMA) LICENÇA DE WINDOWS

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA ROMA DO SUL DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES E D I T A L

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA ROMA DO SUL DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES E D I T A L CONVITE Nº 06/2013 MANUTENÇÃO DE POÇOS ARTESIANOS E D I T A L O Prefeito Municipal de Nova Roma do Sul, no uso de suas atribuições legais e de conformidade com a Lei Federal n 8.666, de 21 de junho de

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO À EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DE MINAS GERAIS CNPJ: 00.278.912/0001-20

FUNDAÇÃO DE APOIO À EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DE MINAS GERAIS CNPJ: 00.278.912/0001-20 EDITAL DE LICITAÇÃO N.º 04/07 MODALIDADE: CONVITE FORMA DE EXECUÇÃO: INDIRETA ENTREGA DO ENVELOPE ATÉ AS 17:00 HORAS DO DIA: 13/03/2007 DATA DA ABERTURA: 14/03/2007 OBJETO DA LICITAÇÃO: Plantio e fornecimento

Leia mais

INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL

INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL 1. DA ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO 1.1. Os interessados em se inscrever e/ou renovar o Registro Cadastral junto ao GRB deverão encaminhar a documentação a seguir estabelecida,

Leia mais

CONVITE n.º 6010004-01/2012

CONVITE n.º 6010004-01/2012 1 FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC Cep: 97105-900 Prédio 66 - Campus/UFSM Santa Maria RS CONVITE n.º 6010004-01/2012 A FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC, CNPJ n.º 89.252.431/0001-59,

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ PREENCHER O RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL, CONSTANTE DO ANEXO I E DEVOLVER COM ATÉ 24 HS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013

Leia mais

CONVITE Nº 008/2013 CPL/FMS/SMS/PMVR

CONVITE Nº 008/2013 CPL/FMS/SMS/PMVR CONVITE Nº 008/2013 CPL/FMS/SMS/PMVR O MUNICÍPIO DE VOLTA REDONDA/RJ, por intermédio da COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO do FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE da SECRETARIA MUNCIPAL DE SAÚDE/PMVR, atendendo requisitos

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO

CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO PROCESSO Nº 003/2014 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO DATA: 22/08/2014 HORÁRIO: 10h00min LOCAL: Universidade de Brasília Campus Universitário Darcy Ribeiro Edifício

Leia mais

CONVITE N.º 004-001/2013-CV

CONVITE N.º 004-001/2013-CV 1 CONVITE N.º 004-001/2013-CV REFERÊNCIA: Contratação de organização, associação ou empresa que preste serviço de hospedagem com local para realização de evento, destinado aos contratados e convidados

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PEDRO DAS MISSÕES

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PEDRO DAS MISSÕES PROCESSO LICITATÓRIO Nº 003/2016 TOMADA DE PREÇO Nº 003/2016 Aldoir Godois Vezaro, Prefeito Municipal de São Pedro das Missões RS, no uso de suas atribuições legais e de conformidade com a Lei nº 8.666,

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência CONVITE N.º 5030005-01/2011

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência CONVITE N.º 5030005-01/2011 1 CONVITE N.º 5030005-01/2011 A FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA -, CNPJ n.º 89.252.431/0001-59, realizará licitação por CONVITE, do tipo menor preço global, para a AQUISIÇÃO DE CERCA/MANGUEIRA

Leia mais

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014.

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014. FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014. Emissão: 09/12/2014. Abertura: 29/12/2014. Horário: 10:00 H. O Fundo de Previdência dos Servidores Municipais

Leia mais

Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO

Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO Processo...: 8/2015 Modalidade.: Convite Número...: 6/2015

Leia mais

CONVITE N.º 003-001/2013-CV

CONVITE N.º 003-001/2013-CV 1 CONVITE N.º 003-001/2013-CV REFERÊNCIA: Contratação de organização, associação ou empresa que preste serviço de fornecimento de alimentação no município de Santarém/Pará. A TERRA DE DIREITOS, entidade

Leia mais

CONVITE Nº 060E/2015

CONVITE Nº 060E/2015 Processo nº 0405.1511/15-3 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 060E/2015 DATA DA ABERTURA: 16/10/2015 HORA DA ABERTURA: 10:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE CARTA CONVITE N.º 006/2006

EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE CARTA CONVITE N.º 006/2006 2 EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE CARTA CONVITE N.º 006/2006 TIPO: DATA DE ABERTURA HORÁRIO LOCAL MENOR PREÇO 04/12/2006 10 HORAS SALA DE REUNIÃO 1 - DO OBJETO DA LICITAÇÃO 1.1 A COMISSÃO PERMANNTE DE LICITAÇÃO

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO ESTADO DE SANTA CATARINA

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO ESTADO DE SANTA CATARINA CARTA CONVITE N 005/2015 SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL - ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SANTA CATARINA - SENAR-AR/SC Edital de Convite nº. 005/2015 1 - Preâmbulo 1.1 - O Serviço Nacional de Aprendizagem

Leia mais

QUANT UND PREÇO/LT 01 ÓLEO DIESEL 3.726,50 LT

QUANT UND PREÇO/LT 01 ÓLEO DIESEL 3.726,50 LT MODALIDADE: CARTA CONVITE Nº 003/2009 EXPEDIDA EM: 27/01/2009 TIPO DE LICITAÇÃO: MENOR PREÇO POR ITEM REPARTIÇÃO INTERESSADA: SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRA- ESTRUTURA E LOGÍSTICA FUNDAMENTO LEGAL: REGIDA

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 01/2011

CARTA CONVITE Nº 01/2011 CARTA CONVITE Nº 01/2011 O CONSELHO REGIONAL DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL DA 10ª REGIÃO CREFITO-10, Estado de Santa Catarina, através de sua Comissão Permanente de Licitação, designada pela Portaria

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência 1 FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS N 2015/6010003-02 A Fundação de Apoio à Ciência e Tecnologia - FATEC, por meio de sua Comissão de Licitações, torna público para conhecimento

Leia mais

EDITAL DA TOMADA DE PREÇO Nº. 014/2008

EDITAL DA TOMADA DE PREÇO Nº. 014/2008 1 EDITAL DA TOMADA DE PREÇO Nº. 014/2008 Objeto Contratar empresa especializada de Engenharia Mecânica para Instalação dos Equipamentos Industriais dos prédios de Utilidades e PPI do CBA. MANAUS/AM 2008

Leia mais

I - LOCAL DE ENTREGA DOS ENVELOPES:

I - LOCAL DE ENTREGA DOS ENVELOPES: EDITAL de LICITAÇÃO MODALIDADE: CARTA CONVITE N.º 17/2013 Data da abertura dos envelopes: Dia: 25/10/2013 Horário: 13:00 horas Data limite para entrega dos envelopes: Dia: 25/10/2013 Horário: 13:00 horas

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 008/2009 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 02/2009 1.1 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL 1.1.1.1 TIPO DE LICITAÇÃO: MAIOR DESCONTO OFERTADO

Leia mais

ABERTURA DE CARTA CONVITE Nº 001/2014

ABERTURA DE CARTA CONVITE Nº 001/2014 ABERTURA DE CARTA CONVITE Nº 001/2014 O CONSELHO REGIONAL DE CORRETORES DE IMÓVEIS DO ESTADO DE SANTA CATARINA CRECI - 11ª REGIÃO/SC, através da Comissão de Julgamento de Licitação, comunica que, de acordo

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2014 PROCESSO N.º 002/2014

CARTA CONVITE Nº 002/2014 PROCESSO N.º 002/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 PROCESSO N.º 002/2014 Regime Jurídico: Lei n.º 8.666/93, Alterações e normas complementares Tipo de Licitação: MENOR PREÇO Modalidade: CARTA CONVITE SESSÃO DE ABERTURA: Local:

Leia mais

EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA 01/2014

EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA 01/2014 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA 01/2014 O PRESIDENTE DA COMPANHIA ÁGUAS TERMAIS MARCELINO RAMOS no uso de suas atribuições legais e estatutárias e de conformidade com a Lei 8666/93 de 21 de junho de 1993

Leia mais

SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 06 de Outubro de 2.009 M I N U T A

SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 06 de Outubro de 2.009 M I N U T A PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO E COM ATÉ 3(TRES) DIAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JARDIM PAULISTA CEP 01405-001

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPIRANGA DO SUL Estado do Rio Grande do Sul Rua do Comércio, 124 IPIRANGA DO SUL RS EDITAL DE LICITAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPIRANGA DO SUL Estado do Rio Grande do Sul Rua do Comércio, 124 IPIRANGA DO SUL RS EDITAL DE LICITAÇÃO EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade...: Tomada de Preços Número...: 008/2014 Número da Modalidade: 003/2014 Data de Abertura da Licitação...: 20/02/2014 Data de Abertura das Propostas..: 14/03/2014 Horário...:

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO - MODALIDADE CONVITE

EDITAL DE LICITAÇÃO - MODALIDADE CONVITE EDITAL DE LICITAÇÃO - MODALIDADE CONVITE PROCESSO nº 001/2014 CARTA CONVITE nº 001/2014 TIPO MENOR PREÇO POR ITEM A Presidenta da ASSOCIAÇÃO CASA DA MULHER CATARINA - CMC, mantenedora do Projeto: JORNALISTAS

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Secretaria de Infraestrutura MINUTA EDITAL DE PRÉ-QUALIFICAÇÃO INTERNACIONAL N. 01/2013 PROCESSO N.

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Secretaria de Infraestrutura MINUTA EDITAL DE PRÉ-QUALIFICAÇÃO INTERNACIONAL N. 01/2013 PROCESSO N. MINUTA INTERNACIONAL N. 01/2013 PROCESSO N.º 0900130000453 A SECRETARIA DE INFRAESTRUTURA DO ESTADO DA BAHIA - SEINFRA, com sede na Avenida Luiz Viana Filho, 4ª Avenida, nº 440, Centro Administrativo da

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE RONDÔNIA SENAR-AR/RO CNPJ Nº. 04.293.236/0001-14

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE RONDÔNIA SENAR-AR/RO CNPJ Nº. 04.293.236/0001-14 AVISO DE LICITAÇÃO O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural Administração Regional de Rondônia SENAR-AR/RO, comunica aos interessados que no dia 11/11/2010, ás 09:30 hs, ocorrerá a ABERTURA DOS ENVELOPES

Leia mais

EDITAL DO CONVITE 2.0 - DO OBJETO

EDITAL DO CONVITE 2.0 - DO OBJETO EDITAL DO CONVITE PROCESSO Nº 09.04.0021/2012 MODALIDADE: Convite nº 09.04.002/2012 DATA DE EMISSÃO: 09/04/2012 DATA DA LICITAÇÃO: 16/04/2012 HORA DA LICITAÇÃO: 11:00 horas TIPO DE LICITAÇÃO: Menor Preço

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 017/2014 UnC PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL E AFINS CAMPUS CONCÓRDIA SC.

CARTA CONVITE Nº 017/2014 UnC PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL E AFINS CAMPUS CONCÓRDIA SC. 1 CARTA CONVITE Nº 017/2014 UnC PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL E AFINS CAMPUS CONCÓRDIA SC. 1 - PREÂMBULO 1.1 - A Fundação Universidade do Contestado, através do seu Departamento de Compras,

Leia mais

CONVITE Nº. 001/2014

CONVITE Nº. 001/2014 CONVITE Nº. 001/2014 O CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 4ª REGIÃO RIO GRANDE DO SUL, autarquia federal criada pela Lei 1.411/51, através de sua Comissão de Licitações, designada pela Ata nº 1412/2014, da

Leia mais

EEEP FRANCISCA MAURA MARTINS

EEEP FRANCISCA MAURA MARTINS EXECUÇÃO DE SERVIÇO DE FORNECIMENTO DE SINAL DE INTERNET COM VELOCIDADE MÍNIMA DE 05 MB DESTINADO ÀS ATIVIDADES DA EEEP FRANCISCA MAURA MARTINS POR UM PERÍODO DE 12 (DOZE) MESES CONVITE Nº 20150001 OBJETO:

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2013 TIPO: MENOR PREÇO

CARTA CONVITE Nº 003/2013 TIPO: MENOR PREÇO CARTA CONVITE Nº 003/2013 TIPO: MENOR PREÇO PROCESSO Nº 003/2013 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO DATA: 19/03/2013 HORÁRIO: 10:00 Horas LOCAL: Universidade de Brasília Campus Universitário Darcy Ribeiro

Leia mais

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009.

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009. EDITAL A SÃO PAULO TRANSPORTE S.A. SPTrans, inscrita no CNPJ-MF sob o n.º 60.498.417/0001-58, comunica que se encontra aberta a licitação, EXCLUSIVAMENTE para participação de microempresas e empresas de

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS n.º 3110005-04/2011

TOMADA DE PREÇOS n.º 3110005-04/2011 1 FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC Cep: 97105-900 Prédio 66 - Campus/UFSM Santa Maria RS TOMADA DE PREÇOS n.º 3110005-04/2011 A FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC, CNPJ n.º

Leia mais

EDITAL TOMADA DE PREÇOS SETOR DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº 45/2013. TOMADA DE PREÇO Nº

EDITAL TOMADA DE PREÇOS SETOR DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº 45/2013. TOMADA DE PREÇO Nº EDITAL TOMADA DE PREÇOS SETOR DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº 45/2013. TOMADA DE PREÇO Nº 07/2013. A Prefeitura Municipal de General Salgado, sito à Av: Antonino José de Carvalho, 940, centro, fará realizar

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIBLIOTECONOMIA - 8ª REGIÃO - SÃO PAULO

CONSELHO REGIONAL DE BIBLIOTECONOMIA - 8ª REGIÃO - SÃO PAULO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DO CRB/8 - SP TOMADA DE PREÇO nº 01/2015 O CONSELHO REGIONAL DE BIBLIOTECONOMIA 8ª REGIÃO, entidade autárquica federal de fiscalização da profissão de Bibliotecário, instituído

Leia mais

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 CONSULTORIA EM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EMPRESARIAL

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 CONSULTORIA EM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EMPRESARIAL INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 CONSULTORIA EM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EMPRESARIAL O INSTITUTO DE SAÚDE E GESTÃO HOSPITALAR - ISGH, pessoa jurídica de direito privado, associação sem fins lucrativos

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO Nº 10/2015 CREA-PI. Carta Convite n 08/2015

EDITAL DE LICITAÇÃO Nº 10/2015 CREA-PI. Carta Convite n 08/2015 EDITAL DE LICITAÇÃO Nº 10/2015 CREA-PI Carta Convite n 08/2015 O CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO PIAUÍ - Crea-PI, por intermédio da Comissão de Licitação, designada pela Portaria n 034/2015,

Leia mais

CONVITE N.º 129/2010 CPL/FMS/SMS/PMVR

CONVITE N.º 129/2010 CPL/FMS/SMS/PMVR 1 CONVITE N.º 129/2010 CPL/FMS/SMS/PMVR O MUNICÍPIO DE VOLTA REDONDA/RJ., por intermédio da COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO do /SMS/PMVR, atendendo requisitos do Processo Administrativo n.º 1806/2010/SMS/PMVR,

Leia mais

COLETA DE PREÇOS Nº 001/2012 TERMO DE PARCERIA Nº752962/2010

COLETA DE PREÇOS Nº 001/2012 TERMO DE PARCERIA Nº752962/2010 COLETA DE PREÇOS Nº 001/2012 TERMO DE PARCERIA Nº752962/2010 Edital para contratação de empresa especializada e/ou Agência de Turismo ou viagens para execução de serviços de reserva, emissão, marcação,

Leia mais

COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO (Portaria nº 002/2013) Edital de Licitação Pública Lei nº 8.666/93

COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO (Portaria nº 002/2013) Edital de Licitação Pública Lei nº 8.666/93 COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO (Portaria nº 002/2013) Edital de Licitação Pública Lei nº 8.666/93 Processo: N.º 001/2013 Carta Convite: N.º001/2013 A Câmara Municipal e Uruaçu, Estado e Goiás, em Cumprimento

Leia mais

EDITAL. TOMADA DE PREÇO Nº 16/2015 PROCESSO n 33.000.000301.2015. DATA DA REALIZAÇÃO: 23 de novembro de 2015. HORÁRIO: 09:00 horas

EDITAL. TOMADA DE PREÇO Nº 16/2015 PROCESSO n 33.000.000301.2015. DATA DA REALIZAÇÃO: 23 de novembro de 2015. HORÁRIO: 09:00 horas EDITAL EDITAL DE TOMADA DE PREÇO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO TÉCNICO PROFISSIONAL DE ASSESSORIA E CONSULTORIA DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS, CONFORME DESCRITO NO TERMO DE REFERÊNCIA E PROJETO

Leia mais

EDITAL PROCESSO 4674/2009

EDITAL PROCESSO 4674/2009 EDITAL PROCESSO 4674/2009 A Justiça Federal de Primeiro Grau em Minas Gerais, por intermédio da Pregoeira designada pela Portaria 10/58-DIREF de 24/06/2009 realizará o pregão presencial em epígrafe, regido

Leia mais

EDITAL Nº 004/2015 CARTA CONVITE Nº 004/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 004/2015

EDITAL Nº 004/2015 CARTA CONVITE Nº 004/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 004/2015 EDITAL Nº 004/2015 CARTA CONVITE Nº 004/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 004/2015 O CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DE SERGIPE- CRA-SE, autarquia federal criada nos termos da Lei nº 4.769/65 e do Regulamento

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ Convite N. 004/2015 Natureza da Despesa/ OBJETIVO: Fonte do Recurso Contratação de Serviço de INSTALAÇÃO DE SERVIÇO DE LINK DE INTERNET - 5MB Dotação Orçamentária Data da Emissão 22/06/2015 Data da Licitação

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO N.º 069/2015

EDITAL DE PREGÃO N.º 069/2015 EDITAL DE PREGÃO N.º 069/2015 JOÃO PEDRO TILL, Diretor Presidente da Autarquia Municipal de Turismo GRAMADOTUR, no uso legal de suas atribuições, e de conformidade com a Lei n.º 8.666 de 21.06.93 e demais

Leia mais

Estado do Amazonas PREFEITURA MUNICIPAL DE TONANTINS CNPJ: 04.628.608/0001-16 Endereço: Rua Leopoldo Peres, s/n Centro, Tonantins AM

Estado do Amazonas PREFEITURA MUNICIPAL DE TONANTINS CNPJ: 04.628.608/0001-16 Endereço: Rua Leopoldo Peres, s/n Centro, Tonantins AM EDITAL CONVITE Nº 002/2015 1 PREÂMBULO 1.1. A, através da COMISSÃO MUNICIPAL DE LICITAÇÃO CML, adiante denominada simplesmente CML, CONVIDA essa firma para participar do certame licitatório, na modalidade

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 O Município de Boa Vista do Buricá, comunica aos interessados

Leia mais

OBS: SOLICITO ENVIAR COMPROVANTE DE RECEBIMENTO VIA FAX.: (61) 348-9219

OBS: SOLICITO ENVIAR COMPROVANTE DE RECEBIMENTO VIA FAX.: (61) 348-9219 OBS: SOLICITO ENVIAR COMPROVANTE DE RECEBIMENTO VIA FAX.: (61) 348-9219 CARTA CONVITE Nº/ANO: 025/2001 CONVIDADO: TELEFONE/FAX: ENDEREÇO: CIDADE: ESTADO: Convidamos Vossa Senhoria a apresentar, na data

Leia mais

Câmara Municipal De Natividade Da Serra

Câmara Municipal De Natividade Da Serra DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA A INCRIÇÃO NO REGISTRO CADASTRAL (Em conformidade com os artigos 28 a 31 da Lei Federal Nº 8.666/93 e demais alterações posteriores): PESSOA JURÍDICA 1 - Documentação Relativa

Leia mais

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014 Encerramento: às 17:00 horas do dia 30 de setembro de 2014 Abertura dos Envelopes: às 8:00 horas do dia 01 de outubro de 2014 A SANTA CASA DE

Leia mais

AVISO DE LICITAÇÃO CONVITE N 034/02

AVISO DE LICITAÇÃO CONVITE N 034/02 AVISO DE LICITAÇÃO CONVITE N 034/02 O CNPq, fundação pública federal, vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia, sediada na SEPN Q. 507, Bloco B, Ed. CNPq Brasília-DF, CEP: 70740-901, informa que

Leia mais

EDITAL N.º TOMADA DE PREÇOS Nº PROCESSO N.º 001/2012-CPL 001/2012 001/2012

EDITAL N.º TOMADA DE PREÇOS Nº PROCESSO N.º 001/2012-CPL 001/2012 001/2012 EDITAL N.º TOMADA DE PREÇOS Nº PROCESSO N.º 001/2012-CPL 001/2012 001/2012 PRAZO MÁXIMO PARA ENTREGA DOS ENVELOPES Até 01 de Março de 2012 Às 14:00 horas ABERTURA DOS ENVELOPES DOCUMENTAÇÃO Dia 01 de Março

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PREGÃO N 125/2008

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PREGÃO N 125/2008 PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PREGÃO N 125/2008 DATA DE ABERTURA: 04 de dezembro de 2008 HORÁRIO: 13:00 horas LOCAL DA SESSÃO PÚBLICA: Auditório da CPL/PGR, localizada no

Leia mais

CARTA CONVITE 15/2015 FUnC Serviços de Avaliação Institucional

CARTA CONVITE 15/2015 FUnC Serviços de Avaliação Institucional 1 CARTA CONVITE 15/2015 FUnC Serviços de Avaliação Institucional 1 - PREÂMBULO 1.1 - A Fundação Universidade do Contestado, através do seu Departamento de Compras, situado à Rua Victor Sopelsa, 3000, Bairro

Leia mais

CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO

CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO 1 CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO 1 - PREÂMBULO 1.1 - A Fundação Universidade do Contestado, através do seu Departamento de Compras, situado à Rua Victor Sopelsa, 3000, Bairro Salete, Concórdia,

Leia mais

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 FORNECIMENTO DE LINK DE INTERNET

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 FORNECIMENTO DE LINK DE INTERNET INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 FORNECIMENTO DE LINK DE INTERNET O INSTITUTO DE SAÚDE E GESTÃO HOSPITALAR - ISGH, pessoa jurídica de direito privado, associação sem fins lucrativos de interesse público,

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS - COPASA MG EDITAL DE CREDENCIAMENTO SPAL 01/2014

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS - COPASA MG EDITAL DE CREDENCIAMENTO SPAL 01/2014 COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS - COPASA MG EDITAL DE CREDENCIAMENTO SPAL 01/2014 CAPÍTULO PRIMEIRO - DA FINALIDADE 1.1 A Companhia de Saneamento de Minas Gerais - COPASA MG, com endereço à Rua

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha, 453 / Sto. Antônio Belo Horizonte (MG)

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha, 453 / Sto. Antônio Belo Horizonte (MG) COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha, 453 / Sto. Antônio Belo Horizonte (MG) NORMAS DE CREDENCIAMENTO PARA INSTITUIÇÕES BANCÁRIAS 1. DA FINALIDADE

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO N 001/2015 MODALIDADE: CARTA CONVITE 01/2015 TIPO: MENOR PREÇO GLOBAL

EDITAL DE LICITAÇÃO N 001/2015 MODALIDADE: CARTA CONVITE 01/2015 TIPO: MENOR PREÇO GLOBAL 1 EDITAL DE LICITAÇÃO N 001/2015 MODALIDADE: CARTA CONVITE 01/2015 TIPO: MENOR PREÇO GLOBAL 1 PREÂMBULO 1.1 A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO NORTE, Estado do Rio Grande do Sul, inscrita no CNPJ sob o

Leia mais

Projeto Fortalecimento dos Catadores e Catadoras e Ampliação da Coleta Seletiva no Grande ABC"

Projeto Fortalecimento dos Catadores e Catadoras e Ampliação da Coleta Seletiva no Grande ABC ABERTURA DE CARTA CONVITE nº 03/2012 Fornecimento de vales refeições e vales transportes para circulação na região do Grande ABC Convidado: Fone/fax: Endereço: Cidade: Estado: Prezados Senhores, Convidamos

Leia mais

CONVITE N.º 97032-05/2010

CONVITE N.º 97032-05/2010 1 FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC Cep: 97.015-970 Prédio 66 - Campus/UFSM Santa Maria RS CONVITE N.º 97032-05/2010 A FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC, CNPJ n.º 89.252.431/0001-59,

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO 1 ATENÇÃO As empresas interessadas em participar deste convite, deverão confirmar a participação por e-mail ou fax para a Coordenadoria Geral de Licitação Tel/fax: (24) 3339-9071, e-mail: cgl@vr.rj.gov.br.

Leia mais

CONVITE DE ALIENAÇÃO Nº. 03 / 2012 Processo nº. 23219.000/2011-51

CONVITE DE ALIENAÇÃO Nº. 03 / 2012 Processo nº. 23219.000/2011-51 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO Câmpus Rio Verde GO CONVITE DE ALIENAÇÃO Nº. 03 / 2012 Processo nº. 23219.000/2011-51 O Instituto Federal

Leia mais

SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO EDITAL

SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO EDITAL EDITAL LICITAÇÃO Nº CC17110001/2014 MODALIDADE: CONVITE TIPO: menor preço ÓRGÃO REQUISITANTE: Serviço Autônomo de Água e Esgoto LICITAÇÃO REGIDA PELA LEI Nº 8.666/93 e alterações posteriores e demais legislações

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO CARTA CONVITE Nº 01/2015.

EDITAL DE LICITAÇÃO CARTA CONVITE Nº 01/2015. 1 EDITAL DE LICITAÇÃO CARTA CONVITE Nº 01/2015. TIPO: Menor Preço LEGISLAÇÃO: Lei nº 8.666/93. REFERÊNCIA: contratação de empresa para prestação de serviços de telecomunicações de dados consistentes de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 TIPO: MENOR PREÇO

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 TIPO: MENOR PREÇO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 TIPO: MENOR PREÇO A Associação Paulista dos Criadores de Suínos APCS - SP, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita no Cadastro Nacional de

Leia mais

Conselho Regional de Economia da Paraíba 21ª Região

Conselho Regional de Economia da Paraíba 21ª Região EDITAL DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE CONTADOR PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS CONTÁBEIS E DE ASSESSORIA CONTÁBIL PARA O CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 21ª REGIÃO PARAÍBA CONVITE Nº 002/2016

Leia mais

Município de Xangri-Lá Fone: (51) 3689-2400 www.xangrila.rs.gov.br

Município de Xangri-Lá Fone: (51) 3689-2400 www.xangrila.rs.gov.br EDITAL Nº 62/2012 PREGÃO ELETRÔNICO 34/2012 PROCESSO DE DESPESA: 2318/2012 (SEC. DE EDUCAÇÃO) PROCESSO DE LICITAÇÃO 2318/2012 PROCESSO DE COMPRA 45-12 ABERTURA: 29/03/2012 HORÁRIO: 15 horas O Prefeito

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO

FACULDADE DE DIREITO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO CONVITE N.º 21/2012 PROCESSO DE COMPRA N.º 146/2012 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA REMANEJAMENTO DO SISTEMA DE TELEFONIA (PABX) DE PROPRIEDADE DA FACULDADE DE DIREITO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO

Leia mais

Câmara Municipal de Itatiba

Câmara Municipal de Itatiba DOCUMENTOS PARA EFETUAR CADASTRO PARA EMISSÃO DO CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL "CRC" INFORMAÇÕES PARA CADASTRO DE FORNECEDORES Razão Social: Endereço: Bairro: Cidade: CEP: CNPJ: Inscrição Estadual:

Leia mais

PROCESSO LICITATÓRIO CONVITE N 01/2009 RESUMO

PROCESSO LICITATÓRIO CONVITE N 01/2009 RESUMO AÇÃO COMUNITÁRIA DO BRASIL ACB/RJ Plano Nacional de Qualificação - PlanSeQ CONVÊNIO MTE/SPPE/CODEFAT N 00010/08 PROCESSO LICITATÓRIO CONVITE N 01/2009 RESUMO A Comissão de Licitação da AÇÃO COMUNITÁRIA

Leia mais